Eloisa Viggiani Elsevier América Latina AVALIAÇÃO DA PESQUISA INTERDISCIPLINAR

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Eloisa Viggiani Elsevier América Latina e.viggiani@elsevier.com AVALIAÇÃO DA PESQUISA INTERDISCIPLINAR"

Transcrição

1 Eloisa Viggiani Elsevier América Latina AVALIAÇÃO DA PESQUISA INTERDISCIPLINAR A PARTIR DA ANÁLISE DE REFERÊNCIAS

2 A PESQUISA CONTEMPORÂNEA ATRAVESSA OS TRADICIONAIS LIMITES... Grupos de pesquisa e redes de colaboração multi-institucionais e internacionais em torno dos grandes temas de pesquisa interdisciplinares Células Tronco Energias Alternativas Mudanças Climáticas... E COMO FICAM A IDENTIFICAÇÃO E A VISUALIZAÇÃO DA ATIVIDADE CIENTÍFICA INTERDISCIPLINAR?

3 INTERDISCIPLINARIDADE? Interdisciplinaridade: i id d Abordagem que integra dados, métodos, ferramentas, conceitos e teorias de diferentes disciplinas, com o objetivo de criar uma visão holística ou entendimento comum de uma questão, pergunta ou problema complexo. Os indicadores de interdisciplinaridade em pesquisa incluem evidencias que a integração é diferente de, e maior que, a soma das partes. (...) Multidisciplinaridade: Abordagem que justapõe perspectivas disciplinares / profissionais, somando conhecimento, informação e métodos. (...) O produto da pesquisa multidisciplinar é nada mais que a soma das partes. Fonte: Stokols et al. (2003).

4 COMO É FEITA A CLASSIFICAÇÃO HOJE? Earth and Planetary sciences Health sciences Biochemistry, Genetics and Molecular Biology

5 ESTAMOS VISUALIZANDO A ATIVIDADE CIENTÍFICA INTERDISCIPLINAR? Abordagem Top-down que nos permite identificar a diversidade das áreas do conhecimento envolvidas em um contexto multidisciplinar. 5

6 CO-CITATION ANALYSIS A abordagem mais frequente para a avaliação da pesquisa interdisciplinar é a análise das referencias compartilhadas, co-citation analysis. Esta abordagem parte dos artigos científicos e não dos periódicos onde os mesmos são publicados, bottom-up approach.

7 CO-CITATION ANALYSIS: BASEADA EM DUAS PREMISSAS 1 Referências do Artigo 1 2 Referências do Artigo 2 Referências do Artigo 1 Referências do Artigo 3 Artigo A Artigo B Artigo A Artigo B Artigo A Artigo B A e B estão relacionados cognitive relationship A intensidade da relação é proporcional à frequencia de referências compartilhadas Artigo A Artigo B

8 CO-CITATION ANALYSIS - BOTTOM UP APPROACH Metodologiaestudada Mtdl i t d d há mais de 20 anos Garfield et al. (1978) Estuda a relação existente entre artigos científicos através de suas referências Hoje possível de ser executada em grandes conjuntos de documentos graças Hoje possível de ser executada em grandes conjuntos de documentos graças aos modernos recursos computacionais

9 AGRUPAMENTO DOS ARTIGOS RELACIONADOS EM CLUSTERS Article Cluster: GrupoG de artigos relacionados por suas referências Permite a identificação dos grandes problemas científicos Aborda todas as dimensões da atividade científica: Dados e resultados experimentais Teorias Hipóteses Métodos ou procedimentos Ferramentas ConceitosC Interdisciplinaridade: Abordagem que integra dados, métodos, ferramentas, conceitos e teorias de diferentes disciplinas, com o objetivo de criar uma visão holística ou entendimento comum de uma questão, pergunta ou problema complexo. Os indicadores de interdisciplinaridade em pesquisa incluem evidencias que a integração é diferente de, e maior que, a soma das partes. (...)

10 METODOLOGIA Janela de 5 anos ( ) Classificação a partir dos artigos (Co-Citation clustering by Small, 1973) Algoritmo para criação de clusters (by Klavans & Boyack, 2008) Em 2009 aproximadamente clusters gerados a partir de de artigos científicos

11 PORÉM RESTA UMA QUESTÃO COMO VISUALIZAR A INTERDISCIPLINARIDADE? 11

12 A VISUALIZAÇÃO CIRCULAR Wheel of Science 12

13 A VISUALIZAÇÃO CIRCULAR Wheel of Science 13

14 IDENTIFICAÇÃO DA MULTIDISCIPLINARIDADE DE UM CLUSTER 14

15 OS CONJUNTOS DE ARTIGOS ARTICLE CLUSTERS 15

16 A PARTIR DOS CLUSTERS PODEMOS EXTRAIR INFORMAÇÕES A partir dos artigos científicos em um cluster, podemos determinar Autores Instituições Países mais ativos em cada um dos grandes temas da pesquisa contemporânea.

17 E ASSIM PODEMOS GERAR MAPAS DA CIÊNCIA Dependendo do conjunto estudado, podemos gerar mapas de países USP Mapa Brasil FIOCRUZ UFRJ E mapas de instituições

18 E ASSIM GERAMOS UM MAPA DA ATIVIDADE CIENTÍFICA DE UM PAÍS Brasil

19 UM EXEMPLO DAS INFORMAÇÕES QUE PODEMOS OBTER 19

20 IDENTIFICAÇÃO DA MULTIDISCIPLINARIDADE DE UM CLUSTER 20

21 IDENTIFICAÇÃO DA MULTIDISCIPLINARIDADE DE UM CLUSTER 21

22 VAMOS OLHAR EM DETALHE 22

23 VAMOS OLHAR EM DETALHE 23

24 ATRAVÉS DAS AFILIAÇÕES......Identificamos as instituições mais ativas em um dos grandes problemas cientificos da atualidade 24

25 DESTACAMOS OS PESQUISADORES BRASILEIROS MAIS ATIVOS 25

26 ...E OS POTENCIAIS COLABORADORES... 26

27 POTENCIAIS COLABORADORES 27

28 VAMOS VER ESTA ATIVIDADE CIENTÍFICA NAS INSTITUIÇÕES USP FIOCRUZ UFRJ 28

29 CADA INSTITUIÇÃO ATUA DE FORMA DIFERENTE USP FIOCRUZ UFRJ

30 UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO 30

31 AUTORES DA USP E potenciais colaboradores 31

32 FIOCRUZ - ATIVIDADE CIENTÍFICA MAIS FOCADA EM CIÊNCIAS BIOLÓGICAS 32

33 FIOCRUZ 17 dos 67 clusters identificados na FIOCRUZ tem uma mesma componente de ciências biológicas: Fisiologia de Insetos 33

34 NA UFRJ ENCONTRAMOS UMA COMPONENTE LIGADA À QUÍMICA ANALÍTICA 34

35 UFRJ REDE DE COLABORAÇÃO Identificamos diversas instituições brasileiras que estão colaborando com a UFRJ neste cluster 35

36 EM RESUMO Identificação da atividade científica interdisciplinar e visibilidade sobre as temáticas emergentes Identificação da atividade científica de países, instituições e autores. Benchmarking Quais são os pesquisadores atuantes nas questões estratégicas que devemos tratar t de reter? Possíveis candidatos internacionais para recrutamento Identificação de super conectores Potenciais colaboradores fora de rede conhecida de co-autores Avaliar e Prospectar Decisões Estratégicas Recrutar e Reter Colaborar 36

37 Obrigada pela atenção Eloisa Viggiani Elsevier América Latina

Avaliação Ambiental Estratégica na Costa Norte

Avaliação Ambiental Estratégica na Costa Norte Seminário Latino Americano de Avaliação Ambiental Estratégica Bras ília, Ago/2006 Avaliação Ambiental Estratégica na Costa Norte Prof. Emílio Lèbre La Rovere Estudo de AAE - PCN I. Cooperação COPPE/LIMA

Leia mais

A Química nas universidades portuguesas

A Química nas universidades portuguesas A Química nas universidades portuguesas José Ferreira Gomes i e Elizabeth S. Vieira Universidade do Porto A avaliação comparativa da produção científica das instituições portuguesas em determinada disciplina

Leia mais

Uma iniciativa que pretende RECONHECER AS BOAS PRÁTICAS em projetos que promovam o desenvolvimento sustentável.

Uma iniciativa que pretende RECONHECER AS BOAS PRÁTICAS em projetos que promovam o desenvolvimento sustentável. GREEN PROJECT AWARDS BRASIL Uma iniciativa que pretende RECONHECER AS BOAS PRÁTICAS em projetos que promovam o desenvolvimento sustentável. CANDIDATURAS 201 INSCRIÇÕES NO PRIMEIRO ANO INSCRIÇÕES FEITAS

Leia mais

Monitoramento e Gestão de Risco Sanitário: os desafios do SNVS para o usuário que é sujeito, cidadão e cliente

Monitoramento e Gestão de Risco Sanitário: os desafios do SNVS para o usuário que é sujeito, cidadão e cliente Monitoramento e Gestão de Risco Sanitário: os desafios do SNVS para o usuário que é sujeito, cidadão e cliente Eduardo Hage Carmo Superintendente de Fiscalização, Controle e Monitoramento 15 Encontro da

Leia mais

EMENTAS DAS DISCIPLINAS

EMENTAS DAS DISCIPLINAS EMENTAS DAS DISCIPLINAS CURSO DE GRADUAÇÃO DE PSICOLOGIA Ementário/abordagem temática/bibliografia básica (3) e complementar (5) Morfofisiologia e Comportamento Humano Ementa: Estudo anátomo funcional

Leia mais

A Física nas universidades portuguesas

A Física nas universidades portuguesas A Física nas universidades portuguesas José Ferreira Gomes i e Elizabeth S. Vieira Universidade do Porto A avaliação comparativa da produção científica das instituições portuguesas em determinada disciplina

Leia mais

Inovação em Saúde. A Tecnologia da Informação e a excelência da gestão

Inovação em Saúde. A Tecnologia da Informação e a excelência da gestão Inovação em Saúde A Tecnologia da Informação e a excelência da gestão Big Data e Health Analytics Dr. Bento de Toledo A SAÚDE NO BRASIL NUNCA MAIS SERÁ A MESMA PRIMEIRA REVOLUÇÃO SERÁ TECNOLÓGICA A SEGUNDA

Leia mais

Metodologia e Redação Científica

Metodologia e Redação Científica Metodologia e Redação Científica INTRODUÇÃO À PESQUISA CIENTÍFICA 1.1. Bases e conceitos APRESENTAÇÃO AULAS GRADUAÇÃO PRATICANDO MATERIAL AUXILIAR Objetivo da Aula Introduzir os conceitos gerais da metodologia

Leia mais

educação ambiental: estamos caminhando... EDUCAÇÃO AMBIENTAL: ESTAMOS CAMINHANDO...

educação ambiental: estamos caminhando... EDUCAÇÃO AMBIENTAL: ESTAMOS CAMINHANDO... EDUCAÇÃO AMBIENTAL: ESTAMOS CAMINHANDO... RAQUEL DA SILVA PEREIRA raquelspereira@uol.com.br universidade municipal de são caetano do sul O livro escrito pelos professores e pesquisadores José Carlos Barbieri

Leia mais

O Mercado de Energias Renováveis e o Aumento da Geração de Energia Eólica no Brasil. Mario Lima Maio 2015

O Mercado de Energias Renováveis e o Aumento da Geração de Energia Eólica no Brasil. Mario Lima Maio 2015 O Mercado de Energias Renováveis e o Aumento da Geração de Energia Eólica no Brasil Mario Lima Maio 2015 1 A Matriz Energética no Brasil A base da matriz energética brasileira foi formada por recursos

Leia mais

EMENTAS DAS DISCIPLINAS

EMENTAS DAS DISCIPLINAS EMENTAS DAS DISCIPLINAS CURSO DE GRADUAÇÃO DE ADMINISTRAÇÃO Evolução de Pensamento Administrativo I Estudo da administração, suas áreas e funções, o trabalho do administrador e sua atuação; a evolução

Leia mais

Dados do Ensino Médio

Dados do Ensino Médio Dados do Ensino Médio População de 15 a 17 anos (2010): 10.357.874 (Fonte: IBGE) Matrículas no ensino médio (2011): 8.400.689 (Fonte: MEC/INEP) Dados do Ensino Médio Dos 10,5 milhões de jovens na faixa

Leia mais

EMENTAS - MATRIZ CURRICULAR - 2016

EMENTAS - MATRIZ CURRICULAR - 2016 EMENTAS - MATRIZ CURRICULAR - 2016 901491 - EVOLUÇÃO DO PENSAMENTO ADMINISTRATIVO I Estudo da administração, suas áreas e funções, o trabalho do administrador e sua atuação; a evolução da teoria organizacional

Leia mais

Acesso a Bases de Dados (Web of Science)

Acesso a Bases de Dados (Web of Science) Acesso a Bases de Dados (Web of Science) Helder Rodrigues da Silva Biólogo Mestre em Bioenergia-UEL Doutorando em Agronomia-UEL ISI Web of Knowledge Histórico Histórico 1958- fundação do Institute for

Leia mais

ESCOLA DE DEFESA. Pesquisa em Estudos da Paz e da Guerra. Prof. Dr. Carlos Frederico Coelho cafrecoelho@gmail.com 08 Jul 2015

ESCOLA DE DEFESA. Pesquisa em Estudos da Paz e da Guerra. Prof. Dr. Carlos Frederico Coelho cafrecoelho@gmail.com 08 Jul 2015 ESCOLA DE DEFESA Pesquisa em Estudos da Paz e da Guerra Prof. Dr. Carlos Frederico Coelho cafrecoelho@gmail.com 08 Jul 2015 Prof. Carlos Coelho - Graduação em Ciências Jurídicas e Sociais na Faculdade

Leia mais

Mídia Kit Instituto Aprenda.bio

Mídia Kit Instituto Aprenda.bio Mídia Kit Instituto Aprenda.bio www.aprenda.bio.br Mídia Kit Instituto Aprenda.bio www.aprenda.bio.br Bem vindo ao Mídia Kit do Instituto Aprenda.Bio! Nesse documento você encontrará informações úteis

Leia mais

PRÁTICA DE ENSINO INTERDISCIPLINAR NO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO NA PERSPECTIVA DOS DISCENTES.

PRÁTICA DE ENSINO INTERDISCIPLINAR NO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO NA PERSPECTIVA DOS DISCENTES. PRÁTICA DE ENSINO INTERDISCIPLINAR NO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO NA PERSPECTIVA DOS DISCENTES. Introdução As mudanças e desafios no contexto social influenciam a educação superior, e como consequência, os

Leia mais

Judiciário e Políticas Públicas ESCOLA DE DIREITO DE SÃO PAULO DA FUNDAÇÃO GETULIO VARGAS 2º SEMESTRE DE 2013

Judiciário e Políticas Públicas ESCOLA DE DIREITO DE SÃO PAULO DA FUNDAÇÃO GETULIO VARGAS 2º SEMESTRE DE 2013 Judiciário e Políticas Públicas ESCOLA DE DIREITO DE SÃO PAULO DA FUNDAÇÃO GETULIO VARGAS 2º SEMESTRE DE 2013 FUNDAÇÃO GETULIO VARGAS A Fundação Getulio Vargas (FGV) deu início a suas atividades em 1944

Leia mais

Sistemas de Informação I

Sistemas de Informação I + Sistemas de Informação I Dimensões de análise dos SI Ricardo de Sousa Britto rbritto@ufpi.edu.br + Introdução n Os sistemas de informação são combinações das formas de trabalho, informações, pessoas

Leia mais

MANUAL DO ALUNO INTENSIVOS COOL HUNTING TENDÊNCIAS DE COMPORTAMENTO E CONSUMO PARCERIA:

MANUAL DO ALUNO INTENSIVOS COOL HUNTING TENDÊNCIAS DE COMPORTAMENTO E CONSUMO PARCERIA: MANUAL DO ALUNO INTENSIVOS COOL HUNTING TENDÊNCIAS DE COMPORTAMENTO E CONSUMO PARCERIA: Conteúdo Multidisciplinar Partindo do pressuposto de que o contexto contemporâneo tem trazido uma complexidade inédita

Leia mais

Curso: Pedagogia ( 1 ª Licenciatura) I Bloco. Fundamentos Epistemológicos de Pedagogia 60 horas

Curso: Pedagogia ( 1 ª Licenciatura) I Bloco. Fundamentos Epistemológicos de Pedagogia 60 horas Curso: Pedagogia ( 1 ª Licenciatura) I Bloco Fundamentos Epistemológicos de Pedagogia 60 horas Metodologia Científica 60 horas História da Educação 60 horas Sociologia da Educação I 60 horas Filosofia

Leia mais

universalização do acesso à informação científica em saúde: desafios da rede BVS eportuguêse

universalização do acesso à informação científica em saúde: desafios da rede BVS eportuguêse universalização do acesso à informação científica em saúde: desafios da rede BVS eportuguêse Abel L. Packer BIREME/OPS/OMS, Diretor Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde

Leia mais

CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM MARKETING PROJETO INTEGRADOR

CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM MARKETING PROJETO INTEGRADOR CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM MARKETING PROJETO INTEGRADOR PROJETO INTEGRADOR 1. INTRODUÇÃO Conforme as diretrizes do Projeto Pedagógico dos Cursos Superiores de Tecnologia da Faculdade Unida de Suzano

Leia mais

EMENTAS DAS DISCIPLINAS

EMENTAS DAS DISCIPLINAS EMENTAS DAS DISCIPLINAS CURSO DE GRADUAÇÃO DE ADMINISTRAÇÃO Nome da disciplina Evolução do Pensamento Administrativo I Estudo da administração, suas áreas e funções, o trabalho do administrador e sua atuação;

Leia mais

Fase I - Contexto e Pesquisa - Alinhamento dos conceitos de Branding, análise do contexto atual e introdução ao Design Thinking.

Fase I - Contexto e Pesquisa - Alinhamento dos conceitos de Branding, análise do contexto atual e introdução ao Design Thinking. Os programas de Pós-Graduação oferecidos pela Faculdade de Tecnologia do Istituto Europeo di Design estão em conformidade legal e atendem as Resoluções CNE/CES nº 1, de 3 de abril de 2001 e nº 1, de 8

Leia mais

Fase I - Contexto e Pesquisa - Alinhamento dos conceitos de Branding, análise do contexto atual e introdução ao Design Thinking.

Fase I - Contexto e Pesquisa - Alinhamento dos conceitos de Branding, análise do contexto atual e introdução ao Design Thinking. Os programas de Pós-Graduação oferecidos pela Faculdade de Tecnologia do Istituto Europeo di Design estão em conformidade legal e atendem as Resoluções CNE/CES nº 1, de 3 de abril de 2001 e nº 1, de 8

Leia mais

Francisco Cardoso SCBC08

Francisco Cardoso SCBC08 Formando profissionais para a sustentabilidade Prof. Francisco CARDOSO Escola Politécnica da USP Francisco Cardoso SCBC08 1 Estrutura da apresentação Objetivo Metodologia Resultados investigação Conclusão:

Leia mais

Componentes de Interdisciplinaridade em O Currículo na Nível de Graduação

Componentes de Interdisciplinaridade em O Currículo na Nível de Graduação Componentes de Interdisciplinaridade em O Currículo na Nível de Graduação MSU membro da Associação de Universidades Americanas, e foi fundada em 1855. Atual, tem mas de 200 programas de estudo de graduação,

Leia mais

Design Thinking O que é?

Design Thinking O que é? DESIGN THINKING O que é? É o conjunto de métodos e processos para abordar problemas, relacionados à aquisição de informações, análise de conhecimento e propostas de soluções. Como uma abordagem, é considerada

Leia mais

De Boas Ideias para Uma Gestão Baseada em Processos

De Boas Ideias para Uma Gestão Baseada em Processos De Boas Ideias para Uma Gestão Baseada em Processos O que você vai mudar em sua forma de atuação a partir do que viu hoje? Como Transformar o Conteúdo Aprendido Neste Seminário em Ação! O que debatemos

Leia mais

A CAPES : quais ambições para a pesquisa em Letras e Linguística?

A CAPES : quais ambições para a pesquisa em Letras e Linguística? A CAPES : quais ambições para a pesquisa em Letras e Linguística? Universidade de São Paulo benjamin@usp.br Synergies-Brésil O Sr. foi o representante da Letras junto à CAPES. O Sr. poderia explicar qual

Leia mais

Como vai a Governança de TI no Brasil? Resultados de pesquisa com 652 profissionais

Como vai a Governança de TI no Brasil? Resultados de pesquisa com 652 profissionais Fórum de Governança Tecnologia e Inovação LabGTI/UFLA Como vai a Governança de TI no Brasil? Resultados de pesquisa com 652 profissionais Pamela A. Santos pam.santos91@gmail.com Paulo H. S. Bermejo bermejo@dcc.ufla.br

Leia mais

Cerimónia de lançamento do contrato de colaboração entre o Estado Português e o Massachusetts Institute of Technology, MIT

Cerimónia de lançamento do contrato de colaboração entre o Estado Português e o Massachusetts Institute of Technology, MIT Cerimónia de lançamento do contrato de colaboração entre o Estado Português e o Massachusetts Institute of Technology, MIT Centro Cultural de Belém, Lisboa, 11 de Outubro de 2006 Intervenção do Secretário

Leia mais

O que é a ciência de dados (data science). Discussão do conceito. Luís Borges Gouveia Universidade Fernando Pessoa Versão 1.

O que é a ciência de dados (data science). Discussão do conceito. Luís Borges Gouveia Universidade Fernando Pessoa Versão 1. O que é a ciência de dados (data science). Discussão do conceito Luís Borges Gouveia Universidade Fernando Pessoa Versão 1.3, Outubro, 2015 Nota prévia Esta apresentação tem por objetivo, proporcionar

Leia mais

REDE COLABORATIVA DOS PESQUISADORES DOS PROGRAMAS DE PÓS-GRADUAÇÃO EM FONOAUDIOLOGIA NO BRASIL

REDE COLABORATIVA DOS PESQUISADORES DOS PROGRAMAS DE PÓS-GRADUAÇÃO EM FONOAUDIOLOGIA NO BRASIL PÔSTER REDE COLABORATIVA DOS PESQUISADORES DOS PROGRAMAS DE PÓS-GRADUAÇÃO EM FONOAUDIOLOGIA NO BRASIL Jane Coelho Danuello, Jesús Pascual Mena-Chalco, Ely Francina Tannuri Oliveira Resumo: Esta pesquisa

Leia mais

Inovação aberta na indústria de software: Avaliação do perfil de inovação de empresas

Inovação aberta na indústria de software: Avaliação do perfil de inovação de empresas : Avaliação do perfil de inovação de empresas Prof. Paulo Henrique S. Bermejo, Dr. Prof. André Luiz Zambalde, Dr. Adriano Olímpio Tonelli, MSc. Pamela A. Santos Priscila Rosa LabGTI Laboratório de Governança

Leia mais

Fórum do Mar 18.NOV.2015. Sónia Ribeiro

Fórum do Mar 18.NOV.2015. Sónia Ribeiro Fórum do Mar 18.NOV.2015 Sónia Ribeiro A Pós-graduação Sea Science and Business Administration Um vértice fundamental da iniciativa MARE START UP O ponto de partida: a forte componente de investigação

Leia mais

LAS CIENCIAS DE LA TERRA Y LA AGENDA PANAMERICANA DEL IPGH 2010-2020. Luiz Paulo Souto Fortes, PhD Director de Geociencias

LAS CIENCIAS DE LA TERRA Y LA AGENDA PANAMERICANA DEL IPGH 2010-2020. Luiz Paulo Souto Fortes, PhD Director de Geociencias LAS CIENCIAS DE LA TERRA Y LA AGENDA PANAMERICANA DEL IPGH 2010-2020 Luiz Paulo Souto Fortes, PhD Director de Geociencias México, 25 de junio de 2008 Sumário Introdução Linhas de Trabalho 2010-2020 Interdisciplinariedade

Leia mais

Formação do Engenheiro de Produção: Competências Acadêmicas e Profissionais

Formação do Engenheiro de Produção: Competências Acadêmicas e Profissionais Formação do Engenheiro de Produção: Competências Acadêmicas e Profissionais Propriedade Intelectual e seu impacto nos programas de pós-graduação XVI ENCEP Encontro Nacional de Coordenadores de Cursos de

Leia mais

NOVAS TECNOLOGIAS. INTERNET pesquisa em direito e tecnologia E SUAS POSSIBILIDADES NA CIDADE 24 E 25 DE SETEMBRO

NOVAS TECNOLOGIAS. INTERNET pesquisa em direito e tecnologia E SUAS POSSIBILIDADES NA CIDADE 24 E 25 DE SETEMBRO NOVAS TECNOLOGIAS INTERNET pesquisa em direito e tecnologia E SUAS POSSIBILIDADES NA CIDADE 24 E 25 DE SETEMBRO 2015 TEXTO DE APRESENTAÇÃO SOBRE O SEMINÁRIO SOBRE O INTERNETLAB POR QUE FAZER ESSE EVENTO?

Leia mais

ANÁLISE DO ENSINO DE QUÍMICA AMBIENTAL NA ESCOLA ESTADUAL DE ENSINO FUNDAMENTAL E MÉDIO ARNALDO MARAJO GERALDO PEREIRA DE OLIVEIRA FILHO

ANÁLISE DO ENSINO DE QUÍMICA AMBIENTAL NA ESCOLA ESTADUAL DE ENSINO FUNDAMENTAL E MÉDIO ARNALDO MARAJO GERALDO PEREIRA DE OLIVEIRA FILHO ANÁLISE DO ENSINO DE QUÍMICA AMBIENTAL NA ESCOLA ESTADUAL DE ENSINO FUNDAMENTAL E MÉDIO ARNALDO MARAJO GERALDO PEREIRA DE OLIVEIRA FILHO Colaboradores: AURICEIA FARIAS BEZERRA(UEPB) GEORGE CARLOS DOS SANTOS

Leia mais

FGV. Já atuou em treinamentos e cursos em diversas empresas, entre elas Unimed, Nextel, AT e T, Osram, Arvim Meritor, Astrazeneca,

FGV. Já atuou em treinamentos e cursos em diversas empresas, entre elas Unimed, Nextel, AT e T, Osram, Arvim Meritor, Astrazeneca, Wagner de Pádua apresentação É palestrante, empresário e apontado como um dos melhores professores de gestão empresarial da Fundação Getúlio Vargas FGV. Destaque internacional pela sua experiência e conhecimento

Leia mais

Departamento de Matemática e Ciências Experimentais CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO DE ALUNOS Grupo de Recrutamento de Biologia e Geologia

Departamento de Matemática e Ciências Experimentais CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO DE ALUNOS Grupo de Recrutamento de Biologia e Geologia Departamento de Matemática e Ciências Experimentais CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO DE ALUNOS Grupo de Recrutamento de Biologia e Geologia CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO DE ALUNOS- 3ºCICLO - DISCIPLINA DE CIÊNCIAS NATURAIS

Leia mais

DuPont Engineering University South America

DuPont Engineering University South America Treinamentos Práticas de Melhoria de Valor (VIP Value Improvement Practices) DuPont Engineering University South America # "$ % & "" Abordagem DuPont na Gestão de Projetos Industriais O nível de desempenho

Leia mais

TEXTO BASE PARA UM POLÍTICA NACIONAL NO ÂMBITO DA EDUCAÇÃO PATRIMONIAL

TEXTO BASE PARA UM POLÍTICA NACIONAL NO ÂMBITO DA EDUCAÇÃO PATRIMONIAL TEXTO BASE PARA UM POLÍTICA NACIONAL NO ÂMBITO DA EDUCAÇÃO PATRIMONIAL Eixos Temáticos, Diretrizes e Ações Documento final do II Encontro Nacional de Educação Patrimonial (Ouro Preto - MG, 17 a 21 de julho

Leia mais

Módulo 15 Resumo. Módulo I Cultura da Informação

Módulo 15 Resumo. Módulo I Cultura da Informação Módulo 15 Resumo Neste módulo vamos dar uma explanação geral sobre os pontos que foram trabalhados ao longo desta disciplina. Os pontos abordados nesta disciplina foram: Fundamentos teóricos de sistemas

Leia mais

COMUNICADO n o 002/2012 ÁREA DE LETRAS E LINGUÍSTICA ORIENTAÇÕES PARA NOVOS APCNS 2012 Brasília, 22 de Maio de 2012

COMUNICADO n o 002/2012 ÁREA DE LETRAS E LINGUÍSTICA ORIENTAÇÕES PARA NOVOS APCNS 2012 Brasília, 22 de Maio de 2012 COMUNICADO n o 002/2012 ÁREA DE LETRAS E LINGUÍSTICA ORIENTAÇÕES PARA NOVOS APCNS 2012 Brasília, 22 de Maio de 2012 IDENTIFICAÇÃO ÁREA DE AVALIAÇÃO: Letras e Linguística PERÍODO DE AVALIAÇÃO: 2012 ANO

Leia mais

CENTRO UNIVERSITÁRIO ESTÁCIO RADIAL DE SÃO PAULO SÍNTESE DO PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO 1 MISSÃO DO CURSO

CENTRO UNIVERSITÁRIO ESTÁCIO RADIAL DE SÃO PAULO SÍNTESE DO PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO 1 MISSÃO DO CURSO SÍNTESE DO PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO 1 CURSO: ENGENHARIA CIVIL MISSÃO DO CURSO O Curso de Engenharia Civil do CENTRO UNIVERSITÁRIO ESTACIO RADIAL DE SÃO PAULO tem por missão graduar Engenheiros Civis

Leia mais

Sistemas ERP. A Interdisciplinaridade dos

Sistemas ERP. A Interdisciplinaridade dos A Interdisciplinaridade dos Sistemas ERP CLEBER DE CARVALHO OLIVEIRA CLEVER LOPES RODRIGUES LEANDRO SILVA CAMPOS LILIANE VERÔNICA MICHELLE GOMES SAINÇA UNIVERSIDADE LUTERANA DO BRASIL INSTITUTO LUTERANO

Leia mais

Educação ambiental crítica e a formação de professores de pedagogia em uma faculdade municipal no interior do estado de São Paulo

Educação ambiental crítica e a formação de professores de pedagogia em uma faculdade municipal no interior do estado de São Paulo Educação ambiental crítica e a formação de professores de pedagogia em uma faculdade municipal no interior do estado de São Paulo Eliane Aparecida Toledo Pinto Docente da Faculdade Municipal de Filosofia,

Leia mais

PROJETO 2. 1. Identificação do projeto

PROJETO 2. 1. Identificação do projeto PROJETO 2 1. Identificação do projeto Título:Ensino de bioquímica e biologia molecular a partir de "situações cotidiana" utilizando as tecnologias da informação Responsável:Dr. Carlos Eduardo da Rosa Vínculo

Leia mais

OBJETIVO Reestruturação de dois laboratórios interdisciplinares de formação de educadores

OBJETIVO Reestruturação de dois laboratórios interdisciplinares de formação de educadores OBJETIVO Reestruturação de dois laboratórios interdisciplinares de formação de educadores Laboratório Multidisciplinar de Ensino de Ciências e Matemática (LabMEC), vinculado ao Instituto de Ciências Exatas:

Leia mais

Produção Científica em Portugal. Impacto

Produção Científica em Portugal. Impacto 2014 Produção Científica em Portugal Impacto Índice: Gráfico 1 Evolução do impacto médio das publicações indexadas na Web of Science (artigos, revisões e notas) Gráfico 2 Produção Científica indexada na

Leia mais

SUMÁRIO. Sobre o curso Pág. 3. Etapas do Processo Seletivo Pág. 5. Cronograma de Aulas. Coordenação Programa e metodologia; Investimento.

SUMÁRIO. Sobre o curso Pág. 3. Etapas do Processo Seletivo Pág. 5. Cronograma de Aulas. Coordenação Programa e metodologia; Investimento. SUMÁRIO Sobre o curso Pág. 3 Coordenação Programa e metodologia; Investimento Etapas do Processo Seletivo Pág. 5 Matrícula Cronograma de Aulas Pág. PÓS-GRADUAÇÃO EM ORTOPEDIA MULTIDISCIPLINAR Unidade Dias

Leia mais

Departamento de Matemática e Ciências Experimentais CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO DE ALUNOS Grupo de Recrutamento de Biologia-Geologia

Departamento de Matemática e Ciências Experimentais CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO DE ALUNOS Grupo de Recrutamento de Biologia-Geologia Departamento de Matemática e Ciências Experimentais CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO DE ALUNOS Grupo de Recrutamento de Biologia-Geologia CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO DE ALUNOS- 3ºCICLO - DISCIPLINA DE CIÊNCIAS NATURAIS

Leia mais

{ 2 } Parque Tecnológico Capital Digital

{ 2 } Parque Tecnológico Capital Digital { 2 } Parque Tecnológico Capital Digital { 3 } 1. INTRODUÇÃO: PARQUE TECNOLÓGICO CAPITAL DIGITAL - PTCD Principal polo de desenvolvimento Científico, Tecnológico e de Inovação do Distrito Federal, o PTCD

Leia mais

Como pesquisar artigos em bases de dados? Profª Msc Mayara Ladeira E-mail: mayaralcoelho@hotmail.com

Como pesquisar artigos em bases de dados? Profª Msc Mayara Ladeira E-mail: mayaralcoelho@hotmail.com Como pesquisar artigos em bases de dados? Profª Msc Mayara Ladeira E-mail: mayaralcoelho@hotmail.com Portal Capes Para que pesquisar artigos científicos? Informação confiável! - Fundamentos relacionados

Leia mais

O contexto. www.paho.org/redeaps

O contexto. www.paho.org/redeaps REDE COLABORATIVA EM ATENÇÃO PRIMÁRIA À SAÚDE O contexto A Atenção Primária de Saúde é um compromisso com o cuidado equitativo e acessível para todas as pessoas, garantindo aos cidadãos os serviços centrados

Leia mais

4. BANCO DE COMPETÊNCIAS PROPOSTA DE UMA FERRAMENTA DE APOIO À DECISÃO DE CAPACITAÇÃO DE RH

4. BANCO DE COMPETÊNCIAS PROPOSTA DE UMA FERRAMENTA DE APOIO À DECISÃO DE CAPACITAÇÃO DE RH 4. BANCO DE COMPETÊNCIAS PROPOSTA DE UMA FERRAMENTA DE APOIO À DECISÃO DE CAPACITAÇÃO DE RH 1. INTRODUÇÃO Gilson da Silva Cardoso Antonio Carlos Francisco Luciano Scandelari O mundo está experimentando

Leia mais

2014-2015. Doutoramento em Ecologia Humana. Coordenação Científica Profª Iva Pires

2014-2015. Doutoramento em Ecologia Humana. Coordenação Científica Profª Iva Pires 2014- Doutoramento em Ecologia Coordenação Científica Profª Iva Pires Guia do Curso Ano Académico 2014/ Coordenação Científica Profª Iva Pires im.pires@fcsh.unl.pt pires.iva.fcsh@gmail.com Para mais informações

Leia mais

ANEC PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO UMA ABORDAGEM. Reflexões voltadas para a Gestão

ANEC PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO UMA ABORDAGEM. Reflexões voltadas para a Gestão ANEC PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO UMA ABORDAGEM Reflexões voltadas para a Gestão MUDANÇAS EDUCAÇÃO NO BRASIL 1996 Lei 9.934 LDB 1772 Reforma Pombalina 1549 Ensino Educação público no dos Brasil Jesuítas Lei

Leia mais

Aula RELAÇÕES DE DISCIPLINARIDADE. TEMAS TRANSVERSAIS. CONTEXTUALIZAÇÃO NO ENSINO DE MATEMÁTICA

Aula RELAÇÕES DE DISCIPLINARIDADE. TEMAS TRANSVERSAIS. CONTEXTUALIZAÇÃO NO ENSINO DE MATEMÁTICA RELAÇÕES DE DISCIPLINARIDADE. TEMAS TRANSVERSAIS. CONTEXTUALIZAÇÃO NO ENSINO DE MATEMÁTICA META Promover a preparação do estagiário para a elaboração de seu Projeto de Estágio. Estabelecer conceitos e

Leia mais

Gestão de pessoas por competência. Roniberto Morato do Amaral

Gestão de pessoas por competência. Roniberto Morato do Amaral Gestão de pessoas por competência Roniberto Morato do Amaral Objetivo: curso Abordagem das competências Gestão de pessoas Iniciativas Aprendizagem Mapeamento de competências Objetivo: seu! Qual é o seu

Leia mais

Interdisciplinaridade da Pesquisa e da Pós-graduação: Possibilidades e Desafios

Interdisciplinaridade da Pesquisa e da Pós-graduação: Possibilidades e Desafios Interdisciplinaridade da Pesquisa e da Pós-graduação: Possibilidades e Desafios Pedro G. Pascutti Coordenação da Área Interdisciplinar CAPES Instituto de Biofísica Carlos Chagas Filho - UFRJ ENPROP - Curitiba,

Leia mais

Escola Global de Ensino e Pesquisa na Área de Bem-Estar Animal (EGEPABEA) Adroaldo J. ZANELLA 1

Escola Global de Ensino e Pesquisa na Área de Bem-Estar Animal (EGEPABEA) Adroaldo J. ZANELLA 1 76 Escola Global de Ensino e Pesquisa na Área de Bem-Estar Animal (EGEPABEA) Adroaldo J. ZANELLA 1 Resumo- A proposta do desenvolvimento de um projeto de pesquisa, ensino e extensão em bem-estar animal

Leia mais

Desenvolvimento e utilização do Painel de Auditoria Contínua Agências pela Auditoria Interna do Banco do Brasil

Desenvolvimento e utilização do Painel de Auditoria Contínua Agências pela Auditoria Interna do Banco do Brasil PRÁTICA 1) TÍTULO Desenvolvimento e utilização do Painel de Auditoria Contínua Agências pela Auditoria Interna do Banco do Brasil 2) DESCRIÇÃO DA PRÁTICA - limite de 8 (oito) páginas: A Auditoria Interna

Leia mais

III SEMINÁRIO NACIONAL METRÓPOLE: GOVERNO, SOCIEDADE E TERRITÓRIO II COLÓQUIO INTERNACIONAL METRÓPOLES EM PERSPECTIVAS

III SEMINÁRIO NACIONAL METRÓPOLE: GOVERNO, SOCIEDADE E TERRITÓRIO II COLÓQUIO INTERNACIONAL METRÓPOLES EM PERSPECTIVAS III SEMINÁRIO NACIONAL METRÓPOLE: GOVERNO, SOCIEDADE E TERRITÓRIO II COLÓQUIO INTERNACIONAL METRÓPOLES EM PERSPECTIVAS TERRITÓRIO USADO E CARTOGRAFIA DA AÇÃO: NOVOS ELEMENTOS PARA A GESTÃO METROPOLITANA

Leia mais

A classificação final da prova será calculada de acordo com os seguintes critérios:

A classificação final da prova será calculada de acordo com os seguintes critérios: ANEXO II Estrutura e Referenciais da Prova de Ingresso Curso Técnico Superior Profissional em Climatização e Refrigeração da Escola Superior de Tecnologia e Gestão de Viseu 1. Introdução Relativamente

Leia mais

Bolsas Templeton para Professores Visitantes

Bolsas Templeton para Professores Visitantes Bolsas Templeton para Professores Visitantes Ciência, Filosofia e Teologia na América Latina Ian Ramsey Centre (IRC) for Science and Religion University of Oxford Chamada Objetivo e Resumo As Bolsas Oxford

Leia mais

C O N S U L T O R I A E G E S T Ã O P A R A E S T R A T É G I A D E R E D E S S O C I A I S

C O N S U L T O R I A E G E S T Ã O P A R A E S T R A T É G I A D E R E D E S S O C I A I S C O N S U L T O R I A E G E S T Ã O P A R A E S T R A T É G I A D E R E D E S S O C I A I S A MELHOR OPORTUNIDADE PARA O SEU NEGÓCIO ESTÁ AO SEU ALCANCE NAS REDES SOCIAIS... O MUNDO É FEITO DE REDES SOCIAIS

Leia mais

Curso de Especialização em METODOLOGIA DO ENSINO DE BIOLOGIA E QUÍMICA

Curso de Especialização em METODOLOGIA DO ENSINO DE BIOLOGIA E QUÍMICA Curso de Especialização em METODOLOGIA DO ENSINO DE BIOLOGIA E QUÍMICA ÁREA DO CONHECIMENTO: Educação. NOME DO CURSO: Curso de Pós-Graduação Lato Sensu, especialização em Metodologia do Ensino de Biologia

Leia mais

PÓS-GRADUAÇÃO EM DOCÊNCIA DO ENSINO SUPERIOR

PÓS-GRADUAÇÃO EM DOCÊNCIA DO ENSINO SUPERIOR PÓS-GRADUAÇÃO EM DOCÊNCIA DO ENSINO SUPERIOR Instituição Certificadora: FALC Amparo Legal: Resolução CNE CES 1 2001 Resolução CNE CES 1 2007 Carga Horária: 460h Período de Duração: 12 meses (01 ano) Objetivos:

Leia mais

Programas e graus conjuntos: Potencialidades, realidades e dificuldades

Programas e graus conjuntos: Potencialidades, realidades e dificuldades : Potencialidades, realidades e dificuldades Conselho Nacional de Educação 28.11.2011 Maria de Lurdes Correia Fernandes Vice-Reitora da U.Porto Enquadramento legal Decreto-Lei 74/2006, de 24 Março, alterado

Leia mais

Apresentação Executiva

Apresentação Executiva Pesquisa Consultoria Marketing Recursos Humanos Gestão Estratégica Apresentação Executiva 55 11 3297-6488 www.newsense.com.br newsense@newsense.com.br A NewSense foi consolidada em 2005 por iniciativa

Leia mais

LIFE Training Apresentação

LIFE Training Apresentação LIFE Training Apresentação A Life Training é constituída por formadores multidisciplinares, com grande experiência académica e profissional e que complementam a sua formação com conhecimentos nas emergentes

Leia mais

Ensaios Clínicos: A Perspectiva da Indústria Farmacêutica

Ensaios Clínicos: A Perspectiva da Indústria Farmacêutica Ensaios Clínicos: A Perspectiva da Indústria Farmacêutica Plataforma Nacional de Ensaios Clínicos Lançamento Oficial Lisboa, 20 de Março 2012 Paula Martins de Jesus Grupo de Trabalho de Investigação Clínica

Leia mais

Caderno Prudentino de Geografia, Presidente Prudente, n.33, v.2, p.170-175, ago./dez.2011. RESENHA:

Caderno Prudentino de Geografia, Presidente Prudente, n.33, v.2, p.170-175, ago./dez.2011. RESENHA: RESENHA: FERRÃO, João. O ordenamento do território como política pública. Lisboa: Fundação Calouste Gulbenkian, 2011. 146p. Hélio Carlos Miranda de Oliveira Prof. do Curso de Geografia da Faculdade de

Leia mais

Maria da Graça Derengowski Fonseca (IE-UFRJ) Bioeconomia. Apresentação

Maria da Graça Derengowski Fonseca (IE-UFRJ) Bioeconomia. Apresentação Maria da Graça Derengowski Fonseca (IE-UFRJ) Bioeconomia Apresentação A bioeconomia é uma nova área de conhecimento que investiga o impacto que a difusão dos conhecimentos proporcionados pela biologia

Leia mais

PROJETO PEDAGÓGICO. Curso de Graduação Tecnológica em Marketing

PROJETO PEDAGÓGICO. Curso de Graduação Tecnológica em Marketing PROJETO PEDAGÓGICO Curso de Graduação Tecnológica em Marketing Porto alegre, 2011 1 1. Objetivos do Curso O projeto do curso, através de sua estrutura curricular, está organizado em módulos, com certificações

Leia mais

Análise da Produção Bibliográfica e Rede de Coautoria da UFABC

Análise da Produção Bibliográfica e Rede de Coautoria da UFABC Análise da Produção Bibliográfica e Rede de Coautoria da UFABC A UFABC é uma universidade que tem a interdisciplinaridade como um de seus principais fundamentos [1]. Um dos principais vetores da atuação

Leia mais

DENISE ELER. Faz diferença quem faz sentido

DENISE ELER. Faz diferença quem faz sentido DENISE ELER Faz diferença quem faz sentido Currículo Profissional DENISE ELER é uma profissional diferenciada que converge didática, energia e conhecimento em suas apresentações. Esta competência foi desenvolvida

Leia mais

FIRST: Promovendo ciências para os jovens brasileiros

FIRST: Promovendo ciências para os jovens brasileiros FIRST: Promovendo ciências para os jovens brasileiros Autora Danyela Moron, Master in Public Policy 2008 Policy Analysis Exercise John F. Kennedy School of Government Harvard University Preparado para

Leia mais

AUTONOMIA TECNOLÓGICA E SEGURANÇA CIBERNÉTICA: DESAFIOS PARA A COOPERAÇÃO ENTRE AS FORÇAS ARMADAS E O SETOR PRIVADO NO COMPLEXO INDUSTRIAL BRASILEIRO

AUTONOMIA TECNOLÓGICA E SEGURANÇA CIBERNÉTICA: DESAFIOS PARA A COOPERAÇÃO ENTRE AS FORÇAS ARMADAS E O SETOR PRIVADO NO COMPLEXO INDUSTRIAL BRASILEIRO MINISTÉRIO DA DEFESA EXÉRCITO BRASILEIRO AUTONOMIA TECNOLÓGICA E SEGURANÇA CIBERNÉTICA: DESAFIOS PARA A COOPERAÇÃO ENTRE AS FORÇAS ARMADAS E O SETOR PRIVADO NO COMPLEXO INDUSTRIAL BRASILEIRO 1 / 23 OBJETIVO

Leia mais

A Interdisciplinaridade como Metodologia de Ensino INTRODUÇÃO

A Interdisciplinaridade como Metodologia de Ensino INTRODUÇÃO A Interdisciplinaridade como Metodologia de Ensino O bom professor é o que consegue, enquanto fala trazer o aluno até a intimidade do movimento de seu pensamento. Paulo Freire INTRODUÇÃO A importância

Leia mais

Nome do projeto de pesquisa ao qual o aluno inscrito está vinculado: CORPOREIDADE, SAÚDE E INTERVENÇÃO PSIQUIÁTRICA: UMA

Nome do projeto de pesquisa ao qual o aluno inscrito está vinculado: CORPOREIDADE, SAÚDE E INTERVENÇÃO PSIQUIÁTRICA: UMA Identificação do discente: Nome completo: Guilherme Oriel Aguillar Matrícula: 80690-1 Curso: Educação Física Identificação do professor-orientador: Nome completo: JOSE LUIS SOLAZZI Curso: Educação Física

Leia mais

Saúde Indígena no Brasil

Saúde Indígena no Brasil PAINEL I Particularidades genéticas das populações amazônicas e suas possíveis implicações Coordenação de Mesa: Wim Degrave. Saúde Indígena no Brasil Mário R. Castellani Abordarei um pouco do que estamos

Leia mais

Faço saber que a Assembléia Legislativa do Estado do Tocantins decreta e eu sanciono a seguinte Lei:

Faço saber que a Assembléia Legislativa do Estado do Tocantins decreta e eu sanciono a seguinte Lei: LEI Nº 1.374, DE 08 DE ABRIL DE 2003. Publicado no Diário Oficial nº 1.425. Dispõe sobre a Política Estadual de Educação Ambiental e adota outras providências. O Governador do Estado do Tocantins Faço

Leia mais

Ementário do Curso de Pedagogia, habilitações: Educação Infantil e Séries Iniciais 2010.2

Ementário do Curso de Pedagogia, habilitações: Educação Infantil e Séries Iniciais 2010.2 01 BIOLOGIA EDUCACIONAL Fase: 1ª Carga Horária: 30 h/a Prática: 30 h/a Créditos: 4 A biologia educacional e os fundamentos da educação. As bases biológicas do crescimento e desenvolvimento humano. A dimensão

Leia mais

COLABORAÇÃO E PRODUTIVIDADE CIENTÍFICA NA UFRJ: identificação de autores por tipo de vínculo (2010)

COLABORAÇÃO E PRODUTIVIDADE CIENTÍFICA NA UFRJ: identificação de autores por tipo de vínculo (2010) COLABORAÇÃO E PRODUTIVIDADE CIENTÍFICA NA UFRJ: identificação de autores por tipo de vínculo (2010) 1 INTRODUÇÃO Roberto Mario Lovón Canchumani (IBCT) roblovonc@yahoo.com Jacqueline Leta (UFRJ) jleta@bioqmed.ufrj.br

Leia mais

Higiene Ocupacional: importância, reconhecimento e desenvolvimento

Higiene Ocupacional: importância, reconhecimento e desenvolvimento Higiene Ocupacional: importância, reconhecimento e desenvolvimento Importância Berenice I. F. Goelzer E-mail:berenice@goelzer.net As doenças ocupacionais, que constituem uma das grandes epidemias silenciosas,

Leia mais

Lei N X.XXX de XX de XXXXX de XXX

Lei N X.XXX de XX de XXXXX de XXX Lei N X.XXX de XX de XXXXX de XXX Dispõe sobre a Educação Ambiental, institui a Política Estadual de Educação Ambiental e dá outras providências. A GOVERNADORA DO ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE: FAÇO SABER

Leia mais

EMENTAS DAS DISCIPLINAS DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ADMINISTRAÇÃO MESTRADO e DOUTORADO

EMENTAS DAS DISCIPLINAS DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ADMINISTRAÇÃO MESTRADO e DOUTORADO 1 EMENTAS DAS DISCIPLINAS DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ADMINISTRAÇÃO MESTRADO e DOUTORADO MESTRADO: A) DISCIPLINAS OBRIGATÓRIAS DAS LINHAS 1 e 2: Organizações e Estratégia e Empreendedorismo e Mercado

Leia mais

ECONOMIA E ADMINISTRAÇÃO

ECONOMIA E ADMINISTRAÇÃO ECONOMIA E ADMINISTRAÇÃO Aula Inaugural Prof. MSc. Romeu Mendes (TOCONE JQ) Quem sou eu? Nome: Romeu Mendes - Conhecido no mundo acadêmico como Professor TOCONE Graduado em Administração de empresas, MBA

Leia mais

CENAPAD-SP 15 ANOS APOIANDO A PESQUISA NACIONAL

CENAPAD-SP 15 ANOS APOIANDO A PESQUISA NACIONAL CENAPAD-SP 15 ANOS APOIANDO A PESQUISA NACIONAL Edison Z. da Silva Centro Nacional de Processamento de Alto Desempenho em São Paulo CENAPAD-SP, UNICAMP Computação de alto desempenho, a missão do CENAPAD-SP,

Leia mais

UNIVERSIDADE PRESBITERIANA MACKENZIE Coordenadoria Geral de Pós-Graduação Lato Sensu

UNIVERSIDADE PRESBITERIANA MACKENZIE Coordenadoria Geral de Pós-Graduação Lato Sensu PORTFÓLIO ESPECIALIZAÇÃO / MBA UNIVERSIDADE PRESBITERIANA MACKENZIE Sumário ÁREA: CIÊNCIAS DA SAÚDE... 2 CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO: PSICOLOGIA ORGANIZACIONAL E DO TRABALHO... 2 ÁREA: COMUNICAÇÃO E LETRAS...

Leia mais

Fase I - Contexto e Pesquisa - Alinhamento dos conceitos de Branding, análise do contexto atual e introdução ao Design Thinking.

Fase I - Contexto e Pesquisa - Alinhamento dos conceitos de Branding, análise do contexto atual e introdução ao Design Thinking. Os programas de Pós-Graduação oferecidos pela Faculdade de Tecnologia do Istituto Europeo di Design estão em conformidade legal e atendem as Resoluções CNE/CES nº 1, de 3 de abril de 2001 e nº 1, de 8

Leia mais

DESCRITIVO DE CURSO. MBA em Gestão, Auditoria e Perícia Ambiental

DESCRITIVO DE CURSO. MBA em Gestão, Auditoria e Perícia Ambiental DESCRITIVO DE CURSO MBA em Gestão, Auditoria e Perícia Ambiental 1. Posglobal Após a profunda transformação trazida pela globalização estamos agora em uma nova fase. As crises econômica, social e ambiental

Leia mais

Projeto. 4d em frente. Disciplina: Estágio Integrado Alunos: Cristiano, Samanta e Shana.

Projeto. 4d em frente. Disciplina: Estágio Integrado Alunos: Cristiano, Samanta e Shana. Projeto 4d em frente Disciplina: Estágio Integrado Alunos: Cristiano, Samanta e Shana. 4d Arquitetura Escritório de arquitetura, voltado para o conceito contemporâneo, com 6 anos de atuação no mercado

Leia mais

Estratégia Regional de Especialização Inteligente Ateliê da CULTURA & PATRIMÓNIO Évora, 18 de Março de 2014 Principais Conceitos A competitividade das regiões deve fundar-se nas respetivas características

Leia mais

A Arquivologia como campo de pesquisa: desafios e perspectivas. José Maria Jardim Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro - UNIRIO

A Arquivologia como campo de pesquisa: desafios e perspectivas. José Maria Jardim Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro - UNIRIO A Arquivologia como campo de pesquisa: desafios e perspectivas José Maria Jardim Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro - UNIRIO A indissociabilidade entre ensino/produção/difusão do conhecimento

Leia mais