Equiparação Salarial com USP e Unicamp e novo Plano de Carreira

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Equiparação Salarial com USP e Unicamp e novo Plano de Carreira"

Transcrição

1 Equiparação Salarial com USP e Unicamp e novo Plano de Carreira PRÓ-REITORIA DE ADMINISTRAÇÃO COORDENADORIA DE RECURSOS HUMANOS GRUPO TÉCNICO DE PLANEJAMENTO E DESENVOLVIMENTO DE RECURSOS HUMANOS

2 Grupo Permanente de Reestruturação da Carreira Convidados Emília Maria Gaspar Tóvolli CRH Paulo Cesar Brito GTPDRH/CRH Elisabete de Melo Lucoveic GTPDRH/CRH Janete Gonzaga Silva Oliveira GTARH/CRH Itamar Luis Rocha - FO/Araraquara Paulo Sérgio dos Santos Fernandes - FCA/Botucatu Aurélio Teixeira da Silva - Secretaria Geral/Reitoria Prof. Dr. Claudio Benedito Gomide de Souza - FCL/Araraquara Alberto de Souza - Representante do SINTUNESP Wagner Alexandre - Representante do CADE Grupo Técnico de Planejamento e Desenvolvimento de Recursos Humanos - CRH Lívia Karina de Almeida Rosimary Azevedo Vignoli Daisy Kaunert de Souza

3 Princípios que nortearam o estudo: Igualdade de tratamento para o quadro de servidores técnico-administrativos das três universidades estaduais paulistas, adotando sempre o parâmetro salarial de maior benefício para o servidor. Eliminar os prejuízos causados à evolução funcional do servidor que retorna à função efetiva (art 133). Simplificar a gestão da função em confiança. Acréscimo mínimo de 5% no salário base de todos os servidores técnico-administrativos.

4 O que foi aprovado? Equiparação salarial do vencimento inicial das funções efetivas do quadro de servidores técnicos e administrativos. Exercício de função em confiança por meio de designação Aplicação de uma ou duas vantagens para os servidores que não tiveram reflexo financeiro com a equiparação. Vigência: 01/08/2011

5 Função Efetiva novas amplitudes Nível Fundamental 15 / 19 Nível Médio 23 / 27 Nível Médio (faixa II da Mobilidade Funcional) 27 / 31 Nível Superior 37 / 41 Nível Superior (faixa II da Mobilidade Funcional) 41 / 45 Rol completo das funções no Anexo I da Resolução Unesp n XXX/2011 Seguir as regras do enquadramento financeiro previstas nos artigos 2 e 3 das Disposições Transitórias da Resolução Unesp n XXX/2011.

6 Função Efetiva qual o benefício? A equiparação dos salários iniciais da Unesp corrigiu a diferença em relação aos salários praticados por USP e Unicamp que eram de 27,63% a 40,71% maiores. O servidor é beneficiado com o aumento do salário. A Unesp é beneficiada por adotar política de remuneração adequada, atrair mais candidatos e por valorizar o quadro de servidores.

7 Função em Confiança designação Faz jus ao vencimento da função efetiva acrescido da gratificação de representação correspondente. Artigo 5 e parágrafos da Resolução Unesp n XXX/2011 Função efetiva Admissão Designação Proventos Assistente Adm. I Sup. de Seção Sup. de Seção Nível / Grau 23 / A / A Vencimento R$ 1.939,22 R$ 2.475,07 R$ 1.939,22 GR - R$ 834,81 R$ 1.137,41 Total R$ 1.939,22 R$ 3.309,88 R$ 3.076,63

8 Servidores atualmente admitidos em confiança Os servidores admitidos em confiança serão dispensados das respectivas funções. Ao ser dispensado da função em confiança, o servidor terá garantido no seu enquadramento da função efetiva os complementos salariais percebidos, a exemplo dos décimos de diferença de salário pelo artigo 133 da Constituição Estadual e a Vantagem Promoção VPRO, para que seja assegurada a irredutibilidade de salário.

9 Função em confiança qual o benefício? A incorporação dos complementos salariais garante que o servidor não terá perda salarial ao se aposentar, como acontecia com a perda da VPRO e Abono. Mais de servidores passarão a perceber o reflexo financeiro das promoções, que antes eram absorvidas pelo artigo 133. O processo para gestão da função em confiança torna-se mais simples e transparente.

10 Servidores sem reflexo financeiro na equiparação dos salários iniciais Acréscimo de: um (1) grau (critério de desempenho) e/ou; um (1) nível (critério de escolaridade). Obs: Caso o servidor não tenha assegurada a vantagem prevista na Resolução Unesp n 37/98 ou na Resolução Unesp n 70/08, terá acrescido um grau ao enquadramento financeiro.

11 Servidores sem reflexo financeiro qual o benefício? Manutenção de um equilíbrio entre as diferenças de vencimento, em relação aos servidores que terão reflexo na equiparação do salário inicial, da ordem de 5% ou 10%.

12 Aprovação: Conselho de Administração de Desenvolvimento CADE - 27/04/2011: Despacho: sem prejuízo das promoções por desenvolvimento profissional previstas na Resolução Unesp n 70/2008. Conselho Universitário CO 30/06/2011: Despacho: continuidade dos estudos sobre a reestruturação do plano de carreira dos servidores técnicos e dministrativos, a fim de identificar possíveis perdas salariais e que apresente suas considerações sobre esse estudo até março de 2012.

13 O b r i g a d o!

Reunião Virtual. Objetivo: esclarecimento da proposta da equiparação salarial com a USP e UNICAMP

Reunião Virtual. Objetivo: esclarecimento da proposta da equiparação salarial com a USP e UNICAMP Reunião Virtual Dia: 03/03/2011 Objetivo: esclarecimento da proposta da equiparação salarial com a USP e UNICAMP Coordenadoria de Recursos Humanos Coordenadoria de Recursos Humanos Os participantes devem

Leia mais

Síntese da Proposta de Equiparação Salarial

Síntese da Proposta de Equiparação Salarial 1 Síntese da Proposta de Equiparação Salarial A área de Cargos, Salários e Carreira na presente proposta de equiparação de vencimento inicial com as Universidades Estaduais considerou os seguintes aspectos

Leia mais

RESOLUÇÃO UNESP Nº 32, DE 28 DE JULHO DE 2011.

RESOLUÇÃO UNESP Nº 32, DE 28 DE JULHO DE 2011. RESOLUÇÃO UNESP Nº 32, DE 28 DE JULHO DE 2011. Dispõe sobre o Plano de Carreira e Sistema Retribuitório para os servidores técnicos e administrativos regidos pelos regimes jurídico autárquico e CLT, das

Leia mais

Art. 2º. São fundamentos e diretrizes da presente modificação:

Art. 2º. São fundamentos e diretrizes da presente modificação: ESTADO DO PARANÁ TRIBUNAL DE JUSTIÇA ANTEPROJETO DE LEI Súmula: Reestrutura e dispõe sobre o vencimento dos cargos do grupo ocupacional Intermediário Especializado em Infância e Juventude, do Quadro de

Leia mais

LEI de 02/12/ Texto Atualizado

LEI de 02/12/ Texto Atualizado LEI 19837 de 02/12/2011 - Texto Atualizado Promove alterações na política remuneratória das carreiras do Grupo de Atividades da Educação Básica e das carreiras do pessoal civil da Polícia Militar e dá

Leia mais

LEI N o 18802, de 31 de março 2010

LEI N o 18802, de 31 de março 2010 LEI N o 18802, de 31 de março 2010 Reajusta os valores das tabelas de vencimento básico das carreiras do Poder Executivo que menciona e dá outras providências. O GOVERNADOR DO ESTADO DE MINAS GERAIS, O

Leia mais

VENCIMENTOS OU SALÁRIOS DA ÁREA DA SAÚDE. ÁREA DASAÚDE Lei Complementar nº 1.157, de 02/12/2011.

VENCIMENTOS OU SALÁRIOS DA ÁREA DA SAÚDE. ÁREA DASAÚDE Lei Complementar nº 1.157, de 02/12/2011. VENCIMENTOS OU SALÁRIOS DA ÁREA DA SAÚDE ÁREA DASAÚDE Lei Complementar nº 1.157, de 02/12/2011. A área da saúde organiza as classes que a integra, de acordo com a complexidade das atribuições, os graus

Leia mais

CARREIRA DO MAGISTÉRIO SUPERIOR

CARREIRA DO MAGISTÉRIO SUPERIOR SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO ACRE Pró-Reitoria de Desenvolvimento e Gestão de Pessoas Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenadoria de Administração de Pagamento

Leia mais

PROPOSTAS PARA IMPLANTAÇÃO DO PISO SALARIAL DO MAGISTÉRIO E REESTRUTURAÇÃO DAS CARREIRAS DA EDUCAÇÃO BÁSICA 08 DE MAIO DE 2015

PROPOSTAS PARA IMPLANTAÇÃO DO PISO SALARIAL DO MAGISTÉRIO E REESTRUTURAÇÃO DAS CARREIRAS DA EDUCAÇÃO BÁSICA 08 DE MAIO DE 2015 PROPOSTAS PARA IMPLANTAÇÃO DO PISO SALARIAL DO MAGISTÉRIO E REESTRUTURAÇÃO DAS CARREIRAS DA EDUCAÇÃO BÁSICA 08 DE MAIO DE 2015 POLÍTICA REMUNERATÓRIA 1. PISO DO MAGISTÉRIO 1.1. Reajuste de 31,78% na carreira

Leia mais

lei complementar 1.158, de

lei complementar 1.158, de Página 1 de 11 LEI COMPLEMENTAR Nº 1.158, DE 2 DE DEZEMBRO DE 2011 Dispõe sobre a reclassificação dos vencimentos e salários dos servidores integrantes das classes regidas pela Lei Complementar nº 1.080,

Leia mais

RESOLUÇÃO CONSELHO DIRETOR Nº 021/10 (Processo nºª 9062/08)

RESOLUÇÃO CONSELHO DIRETOR Nº 021/10 (Processo nºª 9062/08) RESOLUÇÃO CONSELHO DIRETOR Nº 021/10 (Processo nºª 9062/08) Dispõe sobre a Estruturação do Plano de Classificação de Cargos e Carreiras do corpo técnico-administrativo da Fundação Santo André, estabelece

Leia mais

ASSEMBLEIA LEGISLATIVA DO ESTADO DE MATO GROSSO SECRETARIA DE SERVIÇOS LEGISLATIVOS LEI COMPLEMENTAR Nº 79, DE 13 DE DEZEMBRO DE 2000 D.O

ASSEMBLEIA LEGISLATIVA DO ESTADO DE MATO GROSSO SECRETARIA DE SERVIÇOS LEGISLATIVOS LEI COMPLEMENTAR Nº 79, DE 13 DE DEZEMBRO DE 2000 D.O Autor: Poder Executivo LEI COMPLEMENTAR Nº 79, DE 13 DE DEZEMBRO DE 2000 D.O. 13.12.00. Dispõe sobre o subsídio dos integrantes do Grupo TAF - Tributação, Arrecadação e Fiscalização. O GOVERNADOR DO ESTADO

Leia mais

REITORIA PORTARIA UNESP Nº 488, DE 2 DE AGOSTO DE 2012.

REITORIA PORTARIA UNESP Nº 488, DE 2 DE AGOSTO DE 2012. PORTARIA UNESP Nº 488, DE 2 DE AGOSTO DE 2012. Dispõe sobre a regulamentação do Instituto da Promoção previsto no Plano de Carreira e Sistema Retribuitório para os servidores técnicos e administrativos

Leia mais

AO SERVIDOR DOCENTE OU TÉCNICO-ADMINISTRATIVO SOB O REGIME AUTÁRQUICO OU EFETIVO

AO SERVIDOR DOCENTE OU TÉCNICO-ADMINISTRATIVO SOB O REGIME AUTÁRQUICO OU EFETIVO INSTRUÇÃO 02-2009 - CRH/PRAD DE 11 DE FEVEREIRO DE 2009, ALTERADA PELA INSTRUÇÃO Nº 01/2010-CRH/PRAD, DE 28 /01/2010. LICENÇA-PRÊMIO Lei 1048/2008 AO SERVIDOR DOCENTE OU TÉCNICO-ADMINISTRATIVO SOB O REGIME

Leia mais

NOVO PLANO DE CARREIRA DOS SERVIDORES MÉDICOS DO MUNICÍPIO DE BELO HORIZONTE

NOVO PLANO DE CARREIRA DOS SERVIDORES MÉDICOS DO MUNICÍPIO DE BELO HORIZONTE NOVO PLANO DE CARREIRA DOS SERVIDORES MÉDICOS DO MUNICÍPIO DE BELO HORIZONTE LEI Nº 10.948, DE 13 DE JULHO DE 2016 (Originária do Projeto de Lei n.º 1.908/2016, da autoria do Executivo) Objetivo da lei

Leia mais

BANCO CENTRAL DO BRASIL

BANCO CENTRAL DO BRASIL LEI Nº 8.911 DE 11 DE JULHO DE 1994 Dispõe sobre a remuneração dos cargos em comissão, define critérios de incorporação de vantagens de que trata a Lei nº 8.112, de 11 de dezembro de 1990, no âmbito do

Leia mais

DE RECURSOS HUMANOS MARCOS CANDIDO ANALISTA ADMINISTRATIVO

DE RECURSOS HUMANOS MARCOS CANDIDO ANALISTA ADMINISTRATIVO CENTRO DE RECURSOS HUMANOS MARCOS CANDIDO ANALISTA ADMINISTRATIVO APOSENTADORIA BOAS VINDAS... MSG APOSENTADORIA Objetivo do treinamento Fortalecer o conhecimento das formas mais empregadas de aposentadoria

Leia mais

SÍNTESE DA PROPOSTA DO PCCV O TEXTO DA LEI DEVE SER ELABORADO DEPOIS DE PACTUADO SEU CONTEÚDO

SÍNTESE DA PROPOSTA DO PCCV O TEXTO DA LEI DEVE SER ELABORADO DEPOIS DE PACTUADO SEU CONTEÚDO SÍNTESE DA PROPOSTA DO PCCV O TEXTO DA LEI DEVE SER ELABORADO DEPOIS DE PACTUADO SEU CONTEÚDO 1) Carreira formada pelo cargo de Segurança Municipal sub-dividido EM Guarda Municipal, Guarda Municipal Supervisor

Leia mais

Plano de Cargos, Carreiras e Salários CONTROLE DE REVISÕES

Plano de Cargos, Carreiras e Salários CONTROLE DE REVISÕES Plano de Cargos, Carreiras e Salários Abril de 2013 CONTROLE DE REVISÕES Versão Data Responsável Descrição 0 15/04/2013 Tríade RH Desenvolvimento e Implantação do Plano 1 26/06/2013 Tríade RH Revisão do

Leia mais

TIRA DÚVIDAS SOBRE O PCCV DOS MÉDICOS PBH/HOB

TIRA DÚVIDAS SOBRE O PCCV DOS MÉDICOS PBH/HOB TIRA DÚVIDAS SOBRE O PCCV DOS MÉDICOS PBH/HOB 1- Como ficam as férias-prêmio com o novo Plano? A lei n.º 10.948/2016 que reestrutura a carreira dos servidores médicos não faz referência às férias-prêmio.

Leia mais

LEGISLAÇÃO / Ofícios Circulares UNIVERSIDADE ESTADUAL PAULISTA JÚLIO DE MESQUITA FILHO

LEGISLAÇÃO / Ofícios Circulares UNIVERSIDADE ESTADUAL PAULISTA JÚLIO DE MESQUITA FILHO OFÍCIO CIRCULAR CRH Nº 35/93 (Processo nº 1880/89 RUNESP) São Paulo, 03 de agosto de 1993. Senhor Diretor, Tem o presente a finalidade de encaminhar a Instrução CRH nº 47/93, aprovada pela Portaria Interna

Leia mais

UNIVERSIDADE DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO

UNIVERSIDADE DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO RESOLUÇÃO Nº 08/2016 Altera a Lei nº 5.343/2008 e a Lei nº 6.328/2012, para aperfeiçoar a carreira docente da UERJ, e dá outras providências. O CONSELHO UNIVERSITÁRIO, no uso da competência que lhe atribui

Leia mais

RELATÓRIO FINAL DA COMISSÃO DE ACOMPANHAMENTO DA ELABORAÇÃO DO PCCS - SUS DE RONDONÓPOLIS

RELATÓRIO FINAL DA COMISSÃO DE ACOMPANHAMENTO DA ELABORAÇÃO DO PCCS - SUS DE RONDONÓPOLIS RELATÓRIO FINAL DA COMISSÃO DE ACOMPANHAMENTO DA ELABORAÇÃO DO PCCS - SUS DE RONDONÓPOLIS Janeiro/2014 PREFEITO MUNICIPAL Percival dos Santos Muniz SECRETÁRIA MUNICIPAL DE SAÚDE Marildes Ferreira do Rego

Leia mais

COPERGÁS - COMPANHIA PERNAMBUCANA DE GÁS PLANO DE CARGOS, CARREIRAS E SALÁRIOS -PCCS- Página 1 de 14

COPERGÁS - COMPANHIA PERNAMBUCANA DE GÁS PLANO DE CARGOS, CARREIRAS E SALÁRIOS -PCCS- Página 1 de 14 COPERGÁS - COMPANHIA PERNAMBUCANA DE GÁS PLANO DE CARGOS, CARREIRAS E SALÁRIOS -PCCS- Página 1 de 14 Sumário 1. APRESENTAÇÃO... 3 2. PRINCIPIOS BÁSICOS... 3 3. CONCEITOS... 3 4. QUADRO DE PESSOAL... 5

Leia mais

TERMO ADITIVO A CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2013/2014

TERMO ADITIVO A CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2013/2014 TERMO ADITIVO A CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2013/2014 NÚMERO DE REGISTRO NO MTE: SP005372/2013 DATA DE REGISTRO NO MTE: 23/05/2013 NÚMERO DA SOLICITAÇÃO: MR023931/2013 NÚMERO DO PROCESSO: 47998.003161/2013-66

Leia mais

conquistam vitória histórica

conquistam vitória histórica Na luta pelo servidor público municipal Informativo abril/2014 SINDEPROF e servidores públicos conquistam vitória histórica Política de valorização do Servidor acresceu em até 50% o total de vencimentos

Leia mais

FAÇO SABER QUE A CÂMARA MUNICIPAL DE APARECIDA DE GOIÂNIA APROVOU E EU, PREFEITO MUNICIPAL, SANCIONO A SEGUINTE LEI:

FAÇO SABER QUE A CÂMARA MUNICIPAL DE APARECIDA DE GOIÂNIA APROVOU E EU, PREFEITO MUNICIPAL, SANCIONO A SEGUINTE LEI: LEI MUNICIPAL Nº 2.221, DE 14 DE DEZEMBRO DE 2001. Dispõe sobre o Plano de Carreira e Vencimentos do Grupo Ocupacional Magistério da Prefeitura Municipal de Aparecida de Goiânia. FAÇO SABER QUE A CÂMARA

Leia mais

COORDENADORIA DE RECURSOS HUMANOS SÍNTESE DA PROPOSTA DE EQUIPARAÇÃO SALARIAL DA UNESP

COORDENADORIA DE RECURSOS HUMANOS SÍNTESE DA PROPOSTA DE EQUIPARAÇÃO SALARIAL DA UNESP 1 SÍNTESE DA PROPOSTA DE EQUIPARAÇÃO SALARIAL DA UNESP A proposta de equiparação salarial da Unesp com a USP e Unicamp considera os requisitos de escolaridade para ingresso no quadro de servidores na Universidade,

Leia mais

LEI Nº , DE 2 DE FEVEREIRO DE Seção XXIV. Do Plano de Carreiras e Cargos do Inmetro

LEI Nº , DE 2 DE FEVEREIRO DE Seção XXIV. Do Plano de Carreiras e Cargos do Inmetro LEI Nº 11.907, DE 2 DE FEVEREIRO DE 2009. Seção XXIV Do Plano de Carreiras e Cargos do Inmetro Art. 147. Os arts. 56, 60, 61, 62 e 63 da Lei n o 11.355, de 19 de outubro de 2006, passam a vigorar com a

Leia mais

PROPOSTAS PARA IMPLANTAÇÃO DO PISO SALARIAL DO MAGISTÉRIO E REESTRUTURAÇÃO DAS CARREIRAS DA EDUCAÇÃO BÁSICA 17 DE ABRIL DE 2015

PROPOSTAS PARA IMPLANTAÇÃO DO PISO SALARIAL DO MAGISTÉRIO E REESTRUTURAÇÃO DAS CARREIRAS DA EDUCAÇÃO BÁSICA 17 DE ABRIL DE 2015 PROPOSTAS PARA IMPLANTAÇÃO DO PISO SALARIAL DO MAGISTÉRIO E REESTRUTURAÇÃO DAS CARREIRAS DA EDUCAÇÃO BÁSICA 17 DE ABRIL DE 2015 POLÍTICA REMUNERATÓRIA 1. PISO DO MAGISTÉRIO 1.1. Reajuste de 31,78% no vencimento

Leia mais

MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO, ORÇAMENTO E GESTÃO

MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO, ORÇAMENTO E GESTÃO MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO, ORÇAMENTO E GESTÃO Secretaria de Relações de Trabalho no Serviço Público Coordenação-Geral de Negociação e Relações Sindicais. TERMO DE ACORDO N Define os Termos do Acordo resultante

Leia mais

Princípios Constitucionais Versus Princípios da Administração Pública

Princípios Constitucionais Versus Princípios da Administração Pública ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA NA CONSTITUIÇÃO FEDERAL Art. 37. A administração pública direta e indireta de qualquer dos Poderes da União, dos Estados, do Distrito Federal e dos Municípios obedecerá aos princípios

Leia mais

MINUTA DE PAUTA UNIFICADA DE REIVINDICAÇÕES PARA 2015

MINUTA DE PAUTA UNIFICADA DE REIVINDICAÇÕES PARA 2015 DCE da Unicamp, DCE-Livre da USP e Representação Estudantil da Unesp MINUTA DE PAUTA UNIFICADA DE REIVINDICAÇÕES PARA 2015 O Fórum das Seis, reafirmando sua posição em defesa da autonomia didático-científica,

Leia mais

DESPACHO EXTRATO Nº 15/2015

DESPACHO EXTRATO Nº 15/2015 DESPACHO EXTRATO Nº 15/2015 Mestre José Miguel de Faria Alves de Brito, assistente do mapa de pessoal docente da funções públicas a termo resolutivo certo, em regime de dedicação exclusiva, até às provas

Leia mais

Parecer AJ nº 383/ Trata-se de consulta formulada pela I. Chefia de Gabinete por solicitação do Excelentíssimo Defensor Público-Geral.

Parecer AJ nº 383/ Trata-se de consulta formulada pela I. Chefia de Gabinete por solicitação do Excelentíssimo Defensor Público-Geral. Processo Nº 4276/2014 Interessado: Defensoria Pública Assunto: Consulta da Chefia de Gabinete sobre a possibilidade de atribuição de gratificação mensal a título de representação (GR), art. 135, III, da

Leia mais

Projeto de Lei Procuradoria-Geral de Justiça

Projeto de Lei Procuradoria-Geral de Justiça Projeto de Lei Procuradoria-Geral de Justiça Estabelece Plano de Cargos, Carreiras e Salários PCCS - no Quadro de Pessoal de Provimento Efetivo dos Serviços Auxiliares do Ministério Público do Estado do

Leia mais

SECRETARIA DE RECURSOS HUMANOS PORTARIA NORMATIVA Nº 2, DE 8 DE NOVEMBRO DE 2011

SECRETARIA DE RECURSOS HUMANOS PORTARIA NORMATIVA Nº 2, DE 8 DE NOVEMBRO DE 2011 SECRETARIA DE RECURSOS HUMANOS PORTARIA NORMATIVA Nº 2, DE 8 DE NOVEMBRO DE 2011 Dispõe sobre os procedimentos para a aplicação do limite remuneratório de que trata o inciso XI, do art. 37, da Constituição

Leia mais

FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO ACRE CONSELHO DIRETOR

FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO ACRE CONSELHO DIRETOR FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO ACRE CONSELHO DIRETOR Resolução n.º 01, de 14 de fevereiro de 2008 A Presidente do Conselho Diretor da Fundação Universidade Federal do Acre, em exercício, no uso das atribuições

Leia mais

Pag CARLOS GRAZIANI DE TOLEDO Ad.06/02/ CARMO REGINALDO DE SOUZA Ad.17/09/ CAROLINA SALLES DE O PRETO Ad.01/06/ CELSO

Pag CARLOS GRAZIANI DE TOLEDO Ad.06/02/ CARMO REGINALDO DE SOUZA Ad.17/09/ CAROLINA SALLES DE O PRETO Ad.01/06/ CELSO Pag.0001 152 ALEX ALMEIDA MANOLIO Ad.29/07/2013 83 ALTAIR MARQUES DE SOUZA Ad.01/02/2001 153 ANTONIO DE PADUA DIAS Ad.02/01/2014 6 ANTONIO TADEU BUENO Ad.17/09/1984 CARGO/FUNCAO DIRETOR GRUPO D CARGO/FUNCAO

Leia mais

TERMO ADITIVO A CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2012/2013 DATA DE REGISTRO DA CONVENÇÃO COLETIVA PRINCIPAL: 22/12/2011

TERMO ADITIVO A CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2012/2013 DATA DE REGISTRO DA CONVENÇÃO COLETIVA PRINCIPAL: 22/12/2011 TERMO ADITIVO A CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2012/2013 NÚMERO DA SOLICITAÇÃO: MR061899/2012 NÚMERO DO PROCESSO DA CONVENÇÃO COLETIVA PRINCIPAL: 47998.008319/2011-22 DATA DE REGISTRO DA CONVENÇÃO COLETIVA

Leia mais

Substitua-se, os artigos 46 ao 68 pelos seguintes artigos, renumerando os demais bem como os anexos:

Substitua-se, os artigos 46 ao 68 pelos seguintes artigos, renumerando os demais bem como os anexos: COMISSÃO DE TRABALHO, DE ADMINISTRAÇÃO E SERVIÇO PÚBLICO-CTASP EMENDA SUBSTITUTIVA AO PROJETO DE LEI 6788 de 2017 Substitua-se no PL 6788, os artigos 46 ao 68 pelos seguintes artigos: Substitua-se, os

Leia mais

LEI COMPLEMENTAR Nº 2.550, DE 20 DE DEZEMBRO DE 2011

LEI COMPLEMENTAR Nº 2.550, DE 20 DE DEZEMBRO DE 2011 1 LEI COMPLEMENTAR Nº 2.550, DE 20 DE DEZEMBRO DE 2011 Transforma o regime jurídico de funções de emprego público, revoga a Lei nº 2.175, de 7 de dezembro de 2005, e altera as Leis nº 2.176 de 7 de dezembro

Leia mais

1. SOBRE O ADICIONAL DE INSALUBRIDADE E PERICULOSIDADE

1. SOBRE O ADICIONAL DE INSALUBRIDADE E PERICULOSIDADE INFORMAÇÕES SOBRE A MEDIDA PROVISÓRIA Nº 568/2012 1. SOBRE O ADICIONAL DE INSALUBRIDADE E PERICULOSIDADE A Medida Provisória 568/2012, alterou a remuneração dos adicionais de insalubridade e periculosidade,

Leia mais

DOS DESCONTOS PREVIDENCIÁRIOS SOBRE O 13º SALÁRIO E FÉRIAS JUNTO AOS REGIMES PRÓPRIOS DE PREVIDÊNCIA SOCIAL DOS SERVIDORES PÚBLICOS

DOS DESCONTOS PREVIDENCIÁRIOS SOBRE O 13º SALÁRIO E FÉRIAS JUNTO AOS REGIMES PRÓPRIOS DE PREVIDÊNCIA SOCIAL DOS SERVIDORES PÚBLICOS 1 NOTA JURÍDICA N.º 003/2007 DOS DESCONTOS PREVIDENCIÁRIOS SOBRE O 13º SALÁRIO E FÉRIAS JUNTO AOS REGIMES PRÓPRIOS DE PREVIDÊNCIA SOCIAL DOS SERVIDORES PÚBLICOS Primeiramente teceremos alguns comentários

Leia mais

PROPOSTA DE EMENDA À CONSTITUIÇÃO Nº 40, DE (Do Poder Executivo)

PROPOSTA DE EMENDA À CONSTITUIÇÃO Nº 40, DE (Do Poder Executivo) PROPOSTA DE EMENDA À CONSTITUIÇÃO Nº 40, DE 2003 (Do Poder Executivo) Modifica os artigos 37, 40, 42, 48, 96, 142 e 149 da Constituição Federal, o artigo 8º da Emenda Constitucional nº 20, de 15 de dezembro

Leia mais

TERMO ADITIVO A CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2012/2013 DATA DE REGISTRO DA CONVENÇÃO COLETIVA PRINCIPAL: 28/12/2011

TERMO ADITIVO A CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2012/2013 DATA DE REGISTRO DA CONVENÇÃO COLETIVA PRINCIPAL: 28/12/2011 TERMO ADITIVO A CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2012/2013 NÚMERO DA SOLICITAÇÃO: MR061900/2012 NÚMERO DO PROCESSO DA CONVENÇÃO COLETIVA PRINCIPAL: 46268.004620/2011-49 DATA DE REGISTRO DA CONVENÇÃO COLETIVA

Leia mais

PROPOSTA DE EMENDA A CONSTITUIÇÃO Nº, DE 2009

PROPOSTA DE EMENDA A CONSTITUIÇÃO Nº, DE 2009 PROPOSTA DE EMENDA A CONSTITUIÇÃO Nº, DE 2009 (Da Senhora Andreia Zito) Acrescente-se o seguinte parágrafo 2º, passando o atual parágrafo único, para 1º, no art. 3º da Emenda Constitucional nº 47, de 2005.

Leia mais

COORDENADORIA DE RECURSOS HUMANOS. OFÍCIO CIRCULAR Nº 09/2009 CRH/PRAd (Processo nº 238/50/2/1983) São Paulo, 20 de fevereiro de 2009.

COORDENADORIA DE RECURSOS HUMANOS. OFÍCIO CIRCULAR Nº 09/2009 CRH/PRAd (Processo nº 238/50/2/1983) São Paulo, 20 de fevereiro de 2009. COORDENADORIA DE RECURSOS HUMANOS OFÍCIO CIRCULAR Nº 09/2009 CRH/PRAd (Processo nº 238/50/2/1983) São Paulo, 20 de fevereiro de 2009. Prezados Senhores, A Resolução UNESP nº 70/2008 estabeleceu para algumas

Leia mais

MUNICÍPIO DE ROLADOR/RS. Parecer 042/14/PJM

MUNICÍPIO DE ROLADOR/RS. Parecer 042/14/PJM Parecer 042/14/PJM Consulente: Departamento de Pessoal (DEPEL). Assunto: Contribuição previdenciária de servidor efetivo ocupante de cargo em comissão. Referência: Processo Administrativo nº. 760/2014

Leia mais

PROJETO DE LEI. O CONGRESSO NACIONAL decreta: CAPÍTULO I

PROJETO DE LEI. O CONGRESSO NACIONAL decreta: CAPÍTULO I 1 PROJETO DE LEI Dispõe sobre a remuneração dos cargos das Carreiras de Oficial de Chancelaria e Assistente de Chancelaria, de que trata a Lei nº 11.440, de 29 de dezembro de 2006, da Carreira de Fiscal

Leia mais

LEI Nº 170/1992 DISPÕE SOBRE O PLANO DE CARGOS E SALÁRIOS DO FUNCIONALISMO PÚBLICO DO MUNICÍPIO DE SÃO SEBASTIÃO DO ALTO E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS.

LEI Nº 170/1992 DISPÕE SOBRE O PLANO DE CARGOS E SALÁRIOS DO FUNCIONALISMO PÚBLICO DO MUNICÍPIO DE SÃO SEBASTIÃO DO ALTO E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS. LEI Nº 170/1992 DISPÕE SOBRE O PLANO DE CARGOS E SALÁRIOS DO FUNCIONALISMO PÚBLICO DO MUNICÍPIO DE SÃO SEBASTIÃO DO ALTO E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS. O PREFEITO DO MUNICÍPIO DE SÃO SEBASTIÃO DO ALTO, ESTADO

Leia mais

NORMA DE CESSÃO DE EMPREGADOS - NOR 318

NORMA DE CESSÃO DE EMPREGADOS - NOR 318 MANUAL DE GESTÃO DE PESSOAS COD. 300 ASSUNTO: CESSÃO DE EMPREGADOS COD: NOR 318 APROVAÇÃO: Resolução Nº 14/2010, de 08/10/2010 NORMA DE CESSÃO DE EMPREGADOS - NOR 318 1/6 SUMÁRIO 1. FINALIDADE... 02 2.

Leia mais

ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL

ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL LEI Nº 3.669, DE 15 DE MAIO DE 2009. Aprova tabelas de vencimento e de subsídio dos servidores das categorias funcionais integrantes das carreiras do Plano de Cargos, Empregos

Leia mais

O GOVERNADOR DO ESTADO DE SÃO PAULO:

O GOVERNADOR DO ESTADO DE SÃO PAULO: Lei Complementar nº 1.125, de 1º de julho de 2010 Cria o Quadro de Pessoal da Agência Reguladora de Serviços Públicos Delegados de do Estado de São Paulo QP-ARTESP e dá providências correlatas. O GOVERNADOR

Leia mais

PORTARIA R N.º 080/2009, de 18 de maio de Processo: /

PORTARIA R N.º 080/2009, de 18 de maio de Processo: / PORTARIA R N.º 080/2009, de 18 de maio de 2009 : 23000.091441/2009-33 O Reitor Pro Tempore do Instituto Federal de Educação Ciência e Tecnologia Sudeste de Minas Gerais, no uso de suas atribuições legais

Leia mais

RESOLUÇÃO CONSU Nº 002/2014 DE 17 DE FEVEREIRO DE 2014

RESOLUÇÃO CONSU Nº 002/2014 DE 17 DE FEVEREIRO DE 2014 Governo do Estado do Rio de Janeiro Secretaria de Estado de Ciência e Tecnologia Fundação Centro Universitário Estadual da Zona Oeste RESOLUÇÃO CONSU Nº 002/2014 DE 17 DE FEVEREIRO DE 2014 REFERENDOU A

Leia mais

Estado do Rio de Janeiro Prefeitura Municipal de Natividade - RJ Gabinete do Prefeito

Estado do Rio de Janeiro Prefeitura Municipal de Natividade - RJ Gabinete do Prefeito - RJ 1 - RJ LEI N.º 233/2002 Dispõe sobre o Plano de Carreira e Remuneração do Magistério Público Municipal de Natividade e dá outras providências. Faço saber que a Câmara Municipal de Natividade aprovou

Leia mais

Faço saber que a Assembléia Legislativa do Estado do Tocantins decreta e eu sanciono a seguinte Lei:

Faço saber que a Assembléia Legislativa do Estado do Tocantins decreta e eu sanciono a seguinte Lei: LEI Nº 1.292, DE 28 DE DEZEMBRO DE 2001. Publicado no Diário Oficial nº 1120 O Governador do Estado do Tocantins Altera os níveis dos cargos de provimento em comissão de simbologia DAS e CAD, institui

Leia mais

Universidade Federal do Oeste do Pará. Boletim de Serviço. Ano VIII. Edição nº 86, Aditivo II 27 de abril de 2017

Universidade Federal do Oeste do Pará. Boletim de Serviço. Ano VIII. Edição nº 86, Aditivo II 27 de abril de 2017 Universidade Federal do Oeste do Pará Boletim de Serviço Ano VIII Edição nº 86, Aditivo II 27 de abril de 2017 ADMINISTRAÇÃO Reitora ANSELMO ALENCAR COLARES Vice-Reitor CLODOALDO ALCINO ANDRADE DOS SANTOS

Leia mais

LEI N o /2011. Art (...) (...)

LEI N o /2011. Art (...) (...) LEI N o 11.309/2011 Altera dispositivos da Lei Municipal nº 10.679/2008, que Institui as carreiras do grupo de atividades de saneamento do Centro Operacional de Desenvolvimento e Saneamento de Uberaba

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO DE JANEIRO MAIO 2017 P R EV ID ÊN C IA P EC 287

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO DE JANEIRO MAIO 2017 P R EV ID ÊN C IA P EC 287 UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO DE JANEIRO MAIO 2017 R EFO R M A D A P R EV ID ÊN C IA P EC 287 EC 20/98 fim da aposentadoria proporcional, criação do 85/95 para o servidor público EC 41/03 Aposentadoria por

Leia mais

Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos

Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos LEI Nº 11.890, DE 24 DE DEZEMBRO DE 2008. Conversão da MPv nº 440, de 2008. Mensagem de veto Dispõe sobre a reestruturação da composição

Leia mais

RIO GRANDE DO NORTE LEI COMPLEMENTAR Nº 430, DE 1º DE JULHO DE 2010

RIO GRANDE DO NORTE LEI COMPLEMENTAR Nº 430, DE 1º DE JULHO DE 2010 RIO GRANDE DO NORTE LEI COMPLEMENTAR Nº 430, DE 1º DE JULHO DE 2010 Institui o Plano de Cargos, Salários e Carreiras dos servidores da Controladoria Geral do Estado do Rio Grande do Norte, e dá outras

Leia mais

Novo Plano de Carreira. Agente Comunitário de Saúde ACS e Agente de Combate a Endemias - ACE

Novo Plano de Carreira. Agente Comunitário de Saúde ACS e Agente de Combate a Endemias - ACE Novo Plano de Carreira Agente Comunitário de Saúde ACS e Agente de Combate a Endemias - ACE Ingresso Carreira única: Agente de Vigilância à Saúde Funções específicas: ACS ACE - processo seletivo distinto

Leia mais

Universidade Federal do Recôncavo da Bahia Pró - Reitoria de Gestão de Pessoal Coordenadoria de Administração de Pessoal

Universidade Federal do Recôncavo da Bahia Pró - Reitoria de Gestão de Pessoal Coordenadoria de Administração de Pessoal Aposentadoria Passagem do servidor da atividade para a inatividade, com proventos integrais ou proporcionais ao tempo de contribuição, observadas as regras específicas para cada situação. Pode ser concedida

Leia mais

ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2012/2013

ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2012/2013 ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2012/2013 NÚMERO DE REGISTRO NO MTE: RS001260/2012 DATA DE REGISTRO NO MTE: 17/07/2012 NÚMERO DA SOLICITAÇÃO: MR034965/2012 NÚMERO DO PROCESSO: 46218.008742/2012-81 DATA DO

Leia mais

Servidor/Remuneração Ref. Vencimento Desconto Líquido 7 AMANCIO FERREIRA DA SILVA

Servidor/Remuneração Ref. Vencimento Desconto Líquido 7 AMANCIO FERREIRA DA SILVA 7 AMANCIO FERREIRA DA SILVA Cargo: VIGIA. Admissão: 26/06/2012 Banco: Banco Bradesco S.A. Agência: 3721-4 Conta: 0623124-1 CPF: 076.275.642-04 1.313.4909.02-1 001 SALARIO BASE 3 724,00 026 ADICIONAL NOTURNO

Leia mais

A modernização do quadro funcional da EFCJ. Fabrício Donizeti Cruz de Jesus

A modernização do quadro funcional da EFCJ. Fabrício Donizeti Cruz de Jesus A modernização do quadro funcional da EFCJ. Fabrício Donizeti Cruz de Jesus Estrada de Ferro Campos do Jordão Rua Martin Cabral, 87 (12) 3644-7400 fabricio@efcj.sp.gov.br SÍNTESE Desde 2011, a Estrada

Leia mais

10/06/14. Administração de Cargos, Salários e Benefícios Estrutura Salarial e Política Salarial. Estrutura Salarial. Estrutura Salarial

10/06/14. Administração de Cargos, Salários e Benefícios Estrutura Salarial e Política Salarial. Estrutura Salarial. Estrutura Salarial Administração de Cargos, Salários e Benefícios Estrutura Salarial e Política Salarial Tema 6 Prof. Pedro Carlos de Carvalho Estrutura Salarial É desenvolvida imediatamente após a realização da avaliação

Leia mais

CONCEDE AUMENTO DE VENCIMENTOS E SALARIO AOS SERVIDORES ATIVOS, INATIVOS, PENSIONISTAS E ESTAGIÁRIOS, CRIAR CARGOS E FUNÇÕES E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS.

CONCEDE AUMENTO DE VENCIMENTOS E SALARIO AOS SERVIDORES ATIVOS, INATIVOS, PENSIONISTAS E ESTAGIÁRIOS, CRIAR CARGOS E FUNÇÕES E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS. LEI Nº. 3528, DE 13 DE NOVEMBRO DE 1981. CONCEDE AUMENTO DE VENCIMENTOS E SALARIO AOS SERVIDORES ATIVOS, INATIVOS, PENSIONISTAS E ESTAGIÁRIOS, CRIAR CARGOS E FUNÇÕES E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS. O PREFEITO

Leia mais

CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO

CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO - 2000 Entre as partes, de um lado: SINDICATO DOS TRABALHADORES NAS INDÚSTRIAS FABRICANTES DE PEÇAS E PRÉ-FABRICADOS EM CONCRETO DO ESTADO DE SÃO PAULO e de outro lado: SINDICATO

Leia mais

O GOVERNADOR DO ESTADO DA BAHIA, faço saber que a Assembleia Legislativa decreta e eu sanciono a seguinte Lei:

O GOVERNADOR DO ESTADO DA BAHIA, faço saber que a Assembleia Legislativa decreta e eu sanciono a seguinte Lei: Imprimir "Este texto não substitui o publicado no Diário Oficial do Estado." LEI Nº 13.184 DE 17 DE JUNHO DE 2014 Altera dispositivos das Leis nº 8.889, de 01 de dezembro de 2003, nº 11.366, de 29 de janeiro

Leia mais

PRÓ-REITORIA DE ADMINISTRAÇÃO. OFÍCIO CIRCULAR Nº 22/2009- PRAd (Processo nº 1085/50/09/1981) São Paulo, 25 de agosto de 2009.

PRÓ-REITORIA DE ADMINISTRAÇÃO. OFÍCIO CIRCULAR Nº 22/2009- PRAd (Processo nº 1085/50/09/1981) São Paulo, 25 de agosto de 2009. OFÍCIO CIRCULAR Nº 22/2009- PRAd (Processo nº 1085/50/09/1981) São Paulo, 25 de agosto de 2009. Assunto: Período de afastamento de servidor para promover campanha eleitoral deve ser computado para todos

Leia mais

26ª Vara - Juizado Especial Federal SENTENÇA

26ª Vara - Juizado Especial Federal SENTENÇA PROCESSO Nº 0019420-20.2014.4.01.3400 AUTOR: MONICA DA COSTA TEIXEIRA SERRA RÉU: UNIAO FEDERAL SENTENÇA TIPO: B SENTENÇA Trata-se de ação ajuizada em face da União Federal objetivando a condenação da ré

Leia mais

CIRCULAR CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2011/2013

CIRCULAR CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2011/2013 CIRCULAR CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2011/2013 Esta circular do segmento VAREJISTA se aplica aos comerciários da base comum dos sindicatos signatários deste documento: SINCOMÉRCIARIOS E SINCOMÉRCIO,

Leia mais

CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2014/2015

CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2014/2015 CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2014/2015 NÚMERO DA SOLICITAÇÃO: MR026019/2015 DATA E HORÁRIO DA TRANSMISSÃO: 12/05/2015 ÀS 09:44 FEDERACAO DO COMERCIO DE BENS, SERVICOS E TURISMO DO ESTADO DE MINAS GERAIS

Leia mais

Plano de Cargos e Salários

Plano de Cargos e Salários Plano de Cargos e Salários Introdução O Plano foi elaborado com a finalidade de normatizar os procedimentos do Plano de Cargos e Salários da Organização que envolve remuneração fixa, gestão por competências

Leia mais

Tribunal de Contas do Estado do Pará

Tribunal de Contas do Estado do Pará RESOLUÇÃO Nº 17.197 (Processo nº 2005/53872-4) Assunto: Consulta formulada pelo Exmº Sr. FRANCISCO BARBOSA DE OLIVEIRA, Procurador Geral de Justiça do Ministério Público do Estado do Pará. EMENTA: I- A

Leia mais

O PREFEITO MUNICIPAL DE SEROPÉDICA, Estado do Rio de Janeiro, faço saber que a Câmara Municipal de Vereadores aprovou e eu sanciono a seguinte Lei.

O PREFEITO MUNICIPAL DE SEROPÉDICA, Estado do Rio de Janeiro, faço saber que a Câmara Municipal de Vereadores aprovou e eu sanciono a seguinte Lei. De 14 de dezembro de 2005 LEI N 316/05 Dispõe sobre o Plano de Carreiras e Remuneração dos Profissionais da Educação do Município de Seropédica. O PREFEITO MUNICIPAL DE SEROPÉDICA, Estado do Rio de Janeiro,

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL DECRETO Nº 85.487, DE 11 DE DEZEMBRO DE 1980 Dispõe sobre a carreira do magistério nas instituição federais autárquicas e dá outras providências. O PRESIDENTE DA REPÚBLICA, no uso da atribuição que lhe

Leia mais

LEI N , DE 25 DE AGOSTO DE 2008 O GOVERNADOR DO ESTADO DO ACRE CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES

LEI N , DE 25 DE AGOSTO DE 2008 O GOVERNADOR DO ESTADO DO ACRE CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES LEI N. 2.021, DE 25 DE AGOSTO DE 2008 Institui o Plano de Carreira e Remuneração dos profissionais de nível superior ocupantes dos cargos de engenheiro, tecnólogo, arquiteto, geógrafo, geólogo, médico

Leia mais

LEI Nº , DE 4 DE OUTUBRO DE 2007

LEI Nº , DE 4 DE OUTUBRO DE 2007 LEI Nº 11.526, DE 4 DE OUTUBRO DE 2007 Fixa a remuneração dos cargos e funções comissionadas da administração pública federal direta, autárquica e fundacional; revoga dispositivos das Leis nºs 10.470,

Leia mais

A Remuneração dos Auditores-Fiscais

A Remuneração dos Auditores-Fiscais A Remuneração dos Auditores-Fiscais Introdução A intenção deste estudo é de verificar a possibilidade de incremento de remuneração dos Auditores-Fiscais da Receita Federal do Brasil, sem afetar o subsidio,

Leia mais

REITORIA INSTRUÇÃO CRH/PRAD N 02, DE 24 DE JANEIRO DE 2013.

REITORIA INSTRUÇÃO CRH/PRAD N 02, DE 24 DE JANEIRO DE 2013. INSTRUÇÃO CRH/PRAD N 02, DE 24 DE JANEIRO DE 2013. Dispõe sobre os procedimentos no âmbito da UNESP para a operacionalização da Avaliação no Período de Experiência (90 dias) dos servidores técnicos e administrativos

Leia mais

Treinamento TRABALHO

Treinamento TRABALHO TÍTULO Portaria DO de Treinamento TRABALHO PRÓ-REITORIA DE ADMINISTRAÇÃO COORDENADORIA DE RECURSOS HUMANOS GRUPO TÉCNICO DE PLANEJAMENTO E DESENVOLVIMENTO DE RECURSOS HUMANOS Estabelece Diretrizes para

Leia mais

LEI COMPLEMENTAR Nº 0042 DE 15 DE MARÇO DE 2016.

LEI COMPLEMENTAR Nº 0042 DE 15 DE MARÇO DE 2016. LEI COMPLEMENTAR Nº 0042 DE 15 DE MARÇO DE 2016. INSTITUI O PLANO DE CARREIRA, CARGOS E VENCIMENTOS DA GUARDA CIVIL MUNICIPAL. O PREFEITO MUNICIPAL DE CACHOEIRAS DE MACACU, Estado do Rio de Janeiro, faz

Leia mais

1 P: Quais serão os valores da tabela de antiguidade do PCR?

1 P: Quais serão os valores da tabela de antiguidade do PCR? 1 P: Quais serão os valores da tabela de antiguidade do PCR? R: A tabela de antiguidade possuí 12 níveis (de A-1 a A-12) com valores equivalentes aos valores atualmente vigentes no Banco, conforme tabela

Leia mais

POLÍTICA CARGOS E REMUNERAÇÃO

POLÍTICA CARGOS E REMUNERAÇÃO 1 / 13 1. OBJETIVO 1.1 Geral Estabelecer uma política eficaz para a ascensão profissional dos seus colaboradores, de acordo com suas aptidões e desempenho; assim como subsidiar o desenvolvimento no plano

Leia mais

LEI Nº 6701 DE 11 DE MARÇO DE Faço saber que a Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro decreta e eu sanciono a seguinte Lei:

LEI Nº 6701 DE 11 DE MARÇO DE Faço saber que a Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro decreta e eu sanciono a seguinte Lei: LEI Nº 6701 DE 11 DE MARÇO DE 2014. REESTRUTURA O PLANO DE CARGOS, CARREIRAS E REMUNERAÇÃO DO QUADRO DE PESSOAL DOS SERVIDORES TÉCNICO-ADMINISTRATIVOS DA UNIVERSIDADE DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO UERJ E

Leia mais

Prefeitura Municipal de Acaiaca

Prefeitura Municipal de Acaiaca LEI COMPLEMENTAR N 06/2013 Transforma empregos em cargos públicos e dá outras providências. O PREFEITO DO MUNICÍPIO DE ACAIACA Faço saber que a Câmara Municipal de Acaiaca aprovou, e eu, Prefeito Municipal,

Leia mais

N O T A T É C N I C A

N O T A T É C N I C A N O T A T É C N I C A A ASSOCIAÇÃO DO MINISTÉRIO PÚBLICO DO RIO GRANDE DO SUL AMP/RS, entidade de classe que congrega Promotores e Procuradores de Justiça, vem respeitosamente à presença de Vossa Excelência,

Leia mais

A CÂMARA MUNICIPAL DE BARRA MANSA APROVA E EU SANCIONO A SEGUINTE: LEI Nº 2379 DE 26 DE ABRIL DE 1991

A CÂMARA MUNICIPAL DE BARRA MANSA APROVA E EU SANCIONO A SEGUINTE: LEI Nº 2379 DE 26 DE ABRIL DE 1991 A CÂMARA MUNICIPAL DE BARRA MANSA APROVA E EU SANCIONO A SEGUINTE: LEI Nº 2379 DE 26 DE ABRIL DE 1991 Institui o Regime Jurídico Único dos Servidores do Município de Barra Mansa e dá outras providências.

Leia mais

Servidor/Remuneração Ref. Vencimento Desconto Líquido 42 ALDENOR LUIS GOMES DE AMORIM

Servidor/Remuneração Ref. Vencimento Desconto Líquido 42 ALDENOR LUIS GOMES DE AMORIM 0101000 VEREADORES 0101001 VEREADORES 42 ALDENOR LUIS GOMES DE AMORIM Cargo: VEREADOR (A) Admissão: 01/01/2012 CPF: 493.640.572-87 1.261.4904.02-5 002 SUBSIDIO 4.00 998 PREVIDENCIA SOCIAL 11,00 44 999

Leia mais

PROJETO DE LEI Nº /2015

PROJETO DE LEI Nº /2015 PROJETO DE LEI Nº 21.631/2015 Altera dispositivos da Lei nº 6.677, de 26 de setembro de 1994, da Lei nº 6.932, de 19 de janeiro de 1996, da Lei nº 7.990, de 27 de dezembro de 2001, e dá outras providências.

Leia mais

REMUNERAÇÃO E SALÁRIO

REMUNERAÇÃO E SALÁRIO REMUNERAÇÃO E SALÁRIO Artigo 457 da CLT; Conceito doutrinário: salário é o conjunto de parcelas contraprestativas pagas pelo empregador ao empregado em função do contrato de trabalho. São elementos da

Leia mais

VERITAE TRABALHO PREVIDÊNCIA SOCIAL SEGURANÇA E SAÚDE NO TRABALHO

VERITAE TRABALHO PREVIDÊNCIA SOCIAL SEGURANÇA E SAÚDE NO TRABALHO VERITAE TRABALHO PREVIDÊNCIA SOCIAL SEGURANÇA E SAÚDE NO TRABALHO Orientador Empresarial ORIENTAÇÕES TRABALHO Equiparação Salarial Considerações Gerais Sumário 1. Conceito 2. Mesma Localidade 3. Trabalho

Leia mais

NORMAS PARA COMPOSIÇÃO DO CONSELHO EDITORIAL DA EDITORA UTFPR

NORMAS PARA COMPOSIÇÃO DO CONSELHO EDITORIAL DA EDITORA UTFPR NORMAS PARA COMPOSIÇÃO DO CONSELHO EDITORIAL DA EDITORA UTFPR A Editora da () é um órgão vinculado à, regendo-se pela legislação vigente, pelo Estatuto da Universidade, pelo Regimento Geral e por seu Regulamento,

Leia mais

Faço saber a todos os habitantes deste Estado que a Assembleia Legislativa decreta e eu sanciono a seguinte Lei:

Faço saber a todos os habitantes deste Estado que a Assembleia Legislativa decreta e eu sanciono a seguinte Lei: LEI Nº 16.861, DE 28 DE DEZEMBRO DE 2015 Disciplina a admissão de pessoal por prazo determinado no âmbito do Magistério Público Estadual, para atender à necessidade temporária de excepcional interesse

Leia mais

NORMA PARA ALTERAÇÃO DE REGIME DE TRABALHO DO DOCENTE PERTENCENTE À CARREIRA DE MAGISTÉRIO SUPERIOR NA UNIFEI

NORMA PARA ALTERAÇÃO DE REGIME DE TRABALHO DO DOCENTE PERTENCENTE À CARREIRA DE MAGISTÉRIO SUPERIOR NA UNIFEI NORMA PARA ALTERAÇÃO DE REGIME DE TRABALHO DO DOCENTE PERTENCENTE À CARREIRA DE MAGISTÉRIO SUPERIOR NA UNIFEI 1 Norma para alteração de regime de trabalho do docente pertencente à carreira de Magistério

Leia mais

Orientações para fins de Contagem de Tempo

Orientações para fins de Contagem de Tempo Orientações para fins de Contagem de Tempo Setembro/2016 1 Expedição de 2ª via e/ou publicação de portarias As Diretorias têm expedido a 2ª via de portaria, publicando-a novamente e com numeração referente

Leia mais