Criação do Novo Quadro da Saúde da Prefeitura do Município de São Paulo. 05 de Setembro de 2014

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Criação do Novo Quadro da Saúde da Prefeitura do Município de São Paulo. 05 de Setembro de 2014"

Transcrição

1 Criação do Novo Quadro da Saúde da Prefeitura do Município de São Paulo 05 de Setembro de 2014

2 Como se Organizam atualmente no Quadro da Saúde? Não há nível básico; Especialista em Saúde; Especialista em Saúde Médico; Técnico em Saúde; Auxiliar Técnico em Saúde;

3 Quais são as Distorções do Quadro da Saúde? Vencimentos iniciais de (padrão + PPD + gratificação diarista ou plantonista): Cargo Jornada Remuneração Remuneração Diarista Plantonista Auxiliar Técnico em Saúde , ,71 Técnico em Saúde , ,86 Especialista em Saúde , ,76 Médico , ,70 Baixa retenção de Servidores, em especial no início das Carreiras Poucos Servidores para as necessidades do Município: Folha de Pagamento complexa e pouco transparente - Atualmente existem 69 rubricas de pagamento no QPS-Lei, fazendo com que cada Servidor tenha uma folha singular Política de gratificações pouco transparente Incorporação de Cargos em Comissão desestimula assumir funções de chefia

4 Qual é a Proposta da Prefeitura? Novo Quadro da Saúde: 1. Carreiras Melhores e Mais Estruturadas 2. Melhores Salários 3. Novo Regime de Remuneração: Subsídio 4. Mudança de Regime Jurídico da AHM e do HSPM

5 Carreiras Melhores e Mais Estruturadas Estrutura do Novo Quadro da Saúde: I Agente de Saúde. II Assistente de Saúde III Assistente Técnico de Saúde; IV - Analista de Saúde; V - Analista de Saúde Médico;

6 Carreiras Melhores e Mais Estruturadas A carreira de Agente de Saúde é constituída de 3 Níveis, na seguinte conformidade: I Nível I: 5 Categorias; II Nível II: 5 Categorias; III Nível III: 5 Categorias..

7 Carreiras Melhores e Mais Estruturadas As carreiras de Assistente de Saúde e Assistente Técnico de Saúde são constituídas de 3 Níveis, na seguinte conformidade: I Nível I: 10 Categorias; II Nível II: 5 Categorias; III Nível III: 2 Categorias.

8 Carreiras Melhores e Mais Estruturadas As carreiras de Analista de Saúde e Analista de Saúde Médico são constituídas de 4 Níveis, na seguinte conformidade: I Nível I: 5 Categorias; II Nível II: 5 Categorias; III Nível III: 4 Categorias; IV Nível IV: 3 Categorias

9 Carreiras Melhores e Mais Estruturadas Estrutura do Novo Quadro de Saúde: 17 Referências, com exceção da Carreira de Agente de Saúde, com 15 referências; 18 meses entre cada Referência 25,5 anos para chegar à última Referência, com exceção da Carreira de Agente de Saúde, com 22,5 anos. Características do Novo Quadro da Saúde: Progressão (mudança de referência dentro de cada Nível): exclusivamente por Tempo Promoção (mudança de referência entre um Nível e outro): em função de Formação/Titulação/Desempenho Pagamento do valor cheio do Cargo em Comissão (pago apenas enquanto o Servidor estiver ocupando o cargo de chefia)

10 Novo Regime de Remuneração Regime de Subsídio: Previsto no Artigo 39 da Constituição Federal Pagamento em Parcela Única: - Transparência - Padronização - Melhor Gestão da Folha Regime adotado por diversas carreiras do Governo Federal, como: - Auditor Fiscal da Receita Federal - Polícia Federal - Procurador da Fazenda Nacional - Analista do Banco Central - Analista de Finanças e Controle - Especialista em Políticas Públicas e Gestão Governamental - Entre Outras

11 E para os Atuais Servidores do Quadro da Saúde? Adesão Opcional: Os atuais servidores do Quadro da Saúde terão garantida a possibilidade de optar por serem integrados no Novo Quadro da Saúde. O novo regime de remuneração por subsídio será adotado apenas para aqueles que optarem pelo Novo Quadro da Saúde. Regra de migração: - Para os Servidores Efetivos: Nominal (S1 - Q1; S5 - Q5; S11 - Q11). Para o Servidor que quiser permanecer no quadro atual de carreiras, continua valendo a legislação vigente.

12 E para Aqueles que Ganham Mais que o Salário Proposto? Àqueles que atualmente ganham mais que o salário proposto na tabela de 2014, será gerado uma Parcela de Subsídio Complementar (PSC). Subsídio Complementar é a diferença entre o salário tornado permanente do Servidor e o valor da tabela de O Subsídio Complementar permanecerá fixo até 2017 Ex.: Servidor tem remuneração atual de R$ ,00 e o subsídio em 2014 propõe R$ ,00; A remuneração dele será composta pelo subsídio de R$ ,00 mais a PSC de R$ 2.000,00, de modo a não haver perda salarial; Em 2015 há um reajuste na tabela de vencimentos, e o valor do subsídio muda para R$ ,00; O servidor, em 2015, terá uma remuneração de R$ 11.00,00 mais o subsídio complementar de R$ 2.000,00, totalizando assim R$ ,00. A partir de 2017, com a transição para a nova estrutura já completa, o Subsídio Complementar será reajustado de acordo com a legislação salarial vigente.

13 Vantagens do novo Quadro da Saúde Plano de Carreira mais atrativo Melhores Salários Estímulo para que Servidores assumam Cargos de Chefia Isonomia entre Servidores Simplificação da Folha de Pagamento, ampliando a Transparência e melhorando a Gestão Maior Transparência nos mecanismos de Reajuste Isonomia entre ativos e inativos.

14 OBRIGADO!

PLANO DE CARREIRA DOS SERVIDORES DO PODER JUDICIÁRIO DO PARANÁ. Plenária do Sindijus/PR Abril/2016

PLANO DE CARREIRA DOS SERVIDORES DO PODER JUDICIÁRIO DO PARANÁ. Plenária do Sindijus/PR Abril/2016 PLANO DE CARREIRA DOS SERVIDORES DO PODER JUDICIÁRIO DO PARANÁ Plenária do Sindijus/PR Abril/2016 DIRETRIZES PARA ESTRUTURAÇÃO DO PLANO DE CARREIRA: ISONOMIA DO QUADRO DE SERVIDORES; ISONOMIA SALARIAL

Leia mais

LEI COMPLEMENTAR Nº 089/2013

LEI COMPLEMENTAR Nº 089/2013 LEI COMPLEMENTAR Nº 089/2013 DISPÕE SOBRE A REVISÃO GERAL ANUAL DA REMUNERAÇÃO DOS SERVIDORES PÚBLICOS EFETIVOS E COMISSIONADOS DA ADMINISTRAÇÃO DIRETA E DA ENTIDADE AUTARQUICA DA ADMINISTRAÇÃO INDIRETA

Leia mais

PROPOSTA DA NOVA CARREIRA DO MAGISTÉRIO E LEI DO PROFESSOR ACT

PROPOSTA DA NOVA CARREIRA DO MAGISTÉRIO E LEI DO PROFESSOR ACT PROPOSTA DA NOVA CARREIRA DO MAGISTÉRIO E LEI DO PROFESSOR ACT TABELA ATUAL NÍVEL A(1) B(2) C(3) D(4) E(5) F(6) G(7) 1 1.697,37 1.697,37 1.697,37 1.697,37 1.697,37 1.697,37 1.697,37 2 1.697,37 1.697,37

Leia mais

PROPOSTAS PARA IMPLANTAÇÃO DO PISO SALARIAL DO MAGISTÉRIO E REESTRUTURAÇÃO DAS CARREIRAS DA EDUCAÇÃO BÁSICA 17 DE ABRIL DE 2015

PROPOSTAS PARA IMPLANTAÇÃO DO PISO SALARIAL DO MAGISTÉRIO E REESTRUTURAÇÃO DAS CARREIRAS DA EDUCAÇÃO BÁSICA 17 DE ABRIL DE 2015 PROPOSTAS PARA IMPLANTAÇÃO DO PISO SALARIAL DO MAGISTÉRIO E REESTRUTURAÇÃO DAS CARREIRAS DA EDUCAÇÃO BÁSICA 17 DE ABRIL DE 2015 POLÍTICA REMUNERATÓRIA 1. PISO DO MAGISTÉRIO 1.1. Reajuste de 31,78% no vencimento

Leia mais

SITUAÇÃO ATUAL E PERSPECTIVAS DE RECOMPOSIÇÃO DA REMUNERAÇÃO MÉDICA NO ÂMBITO DO SUS

SITUAÇÃO ATUAL E PERSPECTIVAS DE RECOMPOSIÇÃO DA REMUNERAÇÃO MÉDICA NO ÂMBITO DO SUS SITUAÇÃO ATUAL E PERSPECTIVAS DE RECOMPOSIÇÃO DA REMUNERAÇÃO MÉDICA NO ÂMBITO DO SUS Palestrante: Fábio Vilas-Boas Secretário da Saúde do Estado da Bahia CONTEXTO NO SUS O Brasil é o único país com mais

Leia mais

SUBSÍDIO? Especialistas em Saúde

SUBSÍDIO? Especialistas em Saúde SUBSÍDIO? Especialistas em Saúde Histórico OUTUBRO 2013 Analistas não saúde outras carreiras de nível universitário MARÇO DE 2014 Saúde MESAS DE NEGOCIAÇÃO Bancada sindical Forum de entidades Sistema de

Leia mais

Cartilha de Tributação 2016

Cartilha de Tributação 2016 Cartilha de Tributação 2016 Como funciona o Imposto de Renda incidente sobre Planos de Previdência Complementar *? * Na modalidade de Contribuição Definida ou Variável Conforme a legislação tributária

Leia mais

CONSIDERAÇÕES SOBRE PCCSs - Planos de Cargos Salários. Escritório Regional do DIEESE em Goiás Goiânia 23 de novembro de 2012

CONSIDERAÇÕES SOBRE PCCSs - Planos de Cargos Salários. Escritório Regional do DIEESE em Goiás Goiânia 23 de novembro de 2012 CONSIDERAÇÕES SOBRE PCCSs - Planos de Cargos Salários Escritório Regional do DIEESE em Goiás Goiânia 23 de novembro de 2012 1 PCSS Principais Conceitos 2 Planos de Carreira estão no centro dos debates

Leia mais

VENCIMENTOS OU SALÁRIOS DA ÁREA DA SAÚDE. ÁREA DASAÚDE Lei Complementar nº 1.157, de 02/12/2011.

VENCIMENTOS OU SALÁRIOS DA ÁREA DA SAÚDE. ÁREA DASAÚDE Lei Complementar nº 1.157, de 02/12/2011. VENCIMENTOS OU SALÁRIOS DA ÁREA DA SAÚDE ÁREA DASAÚDE Lei Complementar nº 1.157, de 02/12/2011. A área da saúde organiza as classes que a integra, de acordo com a complexidade das atribuições, os graus

Leia mais

PREFEITURA DE PALMAS SECRETARIA MUNICIPAL DE ASSUNTOS JURÍDICOS

PREFEITURA DE PALMAS SECRETARIA MUNICIPAL DE ASSUNTOS JURÍDICOS LEI N o 2.019, DE 31 DE DEZEMBRO DE 2013. O PREFEITO DE PALMAS Dispõe sobre o reajuste do vencimento-base dos servidores públicos ativos, inativos e pensionistas da Administração Direta e Indireta do Poder

Leia mais

PREFEITURA DO MUNICÍPIO DE INDAIATUBA

PREFEITURA DO MUNICÍPIO DE INDAIATUBA ASSESSORIA TÉCNICA LEGISLAflVA Aut. N. / d RL^N 020 Publ.: I_ N /0 /I0 LEI COMPLEMENTAR N 4 DE 5 DE DEZEMBRO DE 200. "Dispõe sobre os padrões de vencimento dos servidores públicos do SEPREV - Serviço de

Leia mais

SUBSÍDIO PLANO DE CARGOS, CARREIRAS E SALÁRIOS NÍVEL SUPERIOR PCCS NS ESPECIALISTAS OPTANTES, EFETIVOS, ATIVOS J40

SUBSÍDIO PLANO DE CARGOS, CARREIRAS E SALÁRIOS NÍVEL SUPERIOR PCCS NS ESPECIALISTAS OPTANTES, EFETIVOS, ATIVOS J40 SUBSÍDIO PLANO DE CARGOS, CARREIRAS E SALÁRIOS NÍVEL SUPERIOR PCCS NS ESPECIALISTAS OPTANTES, EFETIVOS, ATIVOS J40 AGOSTO/2014 1 INTRODUÇÃO Este material foi elaborado pela Secretaria Municipal de Planejamento,

Leia mais

Este texto não substitui o original publicado no Diário Oficial

Este texto não substitui o original publicado no Diário Oficial Este texto não substitui o original publicado no Diário Oficial LEI N 991 DE 6 DE MAIO DE 2015. Reajusta os valores constantes dos anexos I a VII da Lei nº 153, de 01 de outubro de 1996, e suas alterações,

Leia mais

BANCO CENTRAL DO BRASIL

BANCO CENTRAL DO BRASIL LEI Nº 8.911 DE 11 DE JULHO DE 1994 Dispõe sobre a remuneração dos cargos em comissão, define critérios de incorporação de vantagens de que trata a Lei nº 8.112, de 11 de dezembro de 1990, no âmbito do

Leia mais

As entidades da Bancada Sindical da Saúde do Município de São Paulo vêm propor aos representantes da Secretaria Municipal de Saúde e Secretaria

As entidades da Bancada Sindical da Saúde do Município de São Paulo vêm propor aos representantes da Secretaria Municipal de Saúde e Secretaria As entidades da Bancada Sindical da Saúde do Município de São Paulo vêm propor aos representantes da Secretaria Municipal de Saúde e Secretaria Municipal de Planejamento, Orçamento e Gestão na Mesa Setorial

Leia mais

DESCRIÇÃO DAS VANTAGENS

DESCRIÇÃO DAS VANTAGENS VANTAGENS TAMBÉM SERÃO CORRIGIDAS EM JANEIRO DE 2016 Cid Cordeiro Silva Além do reajuste salarial estimado em 10,73%- a Lei que estabeleceu os reajustes em out/15; jan/16; jan/17 e mai/17, assegura a correção

Leia mais

DECRETO Nº. 1210, DE 15 DE ABRIL DE 2.010.

DECRETO Nº. 1210, DE 15 DE ABRIL DE 2.010. DECRETO Nº. 1210, DE 15 DE ABRIL DE 2.010. DISPÕE SOBRE AS TABELAS DE VENCIMENTO BÁSICO DAS CARREIRAS DO PODER EXECUTIVO QUE ESPECIFICA E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS. O PREFEITO MUNICIPAL DE UBERABA, no uso

Leia mais

Cartilha da. Saúde. www.sindsep-sp.org.br

Cartilha da. Saúde. www.sindsep-sp.org.br Cartilha da Saúde www.sindsep-sp.org.br Índice O que é a remuneração por subsídio?... 3 Subsídio é Salário?... 3 Subsídio pode ser reajustado?... 4 A Lei Salarial precisa ser mudada?... 4 Subsídio pode

Leia mais

b) aos demais aplicar-se-á, para fins de cálculo das aposentadorias e pensões, o disposto na Lei n o , de 18 de junho de 2004.

b) aos demais aplicar-se-á, para fins de cálculo das aposentadorias e pensões, o disposto na Lei n o , de 18 de junho de 2004. LEI Nº 12.277, DE 30 DE JUNHO DE 2010. Dispõe sobre a instituição do Adicional por Participação em Missão no Exterior, a remuneração dos cargos de Atividades Técnicas da Fiscalização Federal Agropecuária

Leia mais

Evento 13 Gratificação de Chefia (Diretor de Escola) Lei 6.711/10 - SE. Evento 20 Gratificação do Fácil - Lei 5.807/02

Evento 13 Gratificação de Chefia (Diretor de Escola) Lei 6.711/10 - SE. Evento 20 Gratificação do Fácil - Lei 5.807/02 Evento 13 Gratificação de Chefia (Diretor de Escola) Lei 6.711/10 - SE 1 Pago aos diretores de escola 2 - a) escola de pequeno porte: gratificação de 15% sobre o padrão remuneratório no qual está enquadrado

Leia mais

LEI Nº , DE 1º DE ABRIL DE 2016

LEI Nº , DE 1º DE ABRIL DE 2016 Secretaria Geral Parlamentar Secretaria de Documentação Equipe de Documentação do Legislativo LEI Nº 16.414, DE 1º DE ABRIL DE 2016 (Projeto de Lei nº 713/15, do Executivo, aprovado na forma de Substitutivo

Leia mais

Tribunal de Contas do Estado do Pará

Tribunal de Contas do Estado do Pará RESOLUÇÃO Nº 17.197 (Processo nº 2005/53872-4) Assunto: Consulta formulada pelo Exmº Sr. FRANCISCO BARBOSA DE OLIVEIRA, Procurador Geral de Justiça do Ministério Público do Estado do Pará. EMENTA: I- A

Leia mais

JUSTIFICATIVA A MINUTA DE PROJETO DE LEI SOBRE GRATIFICAÇÃO DE PRODUTIVIDADE PREVISTA NA LEI COMPLEMENTAR 078/2011.

JUSTIFICATIVA A MINUTA DE PROJETO DE LEI SOBRE GRATIFICAÇÃO DE PRODUTIVIDADE PREVISTA NA LEI COMPLEMENTAR 078/2011. JUSTIFICATIVA A MINUTA DE PROJETO DE LEI SOBRE GRATIFICAÇÃO DE PRODUTIVIDADE PREVISTA NA LEI COMPLEMENTAR 078/2011. Conforme acordado na última reunião realizada com o Secretário da Fazenda do Estado do

Leia mais

Tabela de cargos efetivos cadastrado no Sistema de Recursos Humanos do Estado Ord CARGO Remuneração (em R$) 1 1º Sargento 3.578,40 2 1º Tenente

Tabela de cargos efetivos cadastrado no Sistema de Recursos Humanos do Estado Ord CARGO Remuneração (em R$) 1 1º Sargento 3.578,40 2 1º Tenente 1 1º Sargento 3.578,40 2 1º Tenente 6.180,00 3 2º Sargento 3.276,00 4 2º Tenente 5.314,80 5 3º Sargento 3.120,00 6 Advogado 2.500,00 7 Advogado A - Nível 1 3.360,00 8 Advogado A - Nível 2 3.514,56 9 Advogado

Leia mais

TABELA RESUMO. Convenção Coletiva de Trabalho 2011/2012. Federação Nacional dos Bancos (Fenaban) e

TABELA RESUMO. Convenção Coletiva de Trabalho 2011/2012. Federação Nacional dos Bancos (Fenaban) e TABELA RESUMO Convenção Coletiva de Trabalho 2011/2012 Federação Nacional dos Bancos (Fenaban) e Pisos, verbas e outros itens em R$ PISOS DE INGRESSO Portaria 891,00 Escriturário 1.277,00 Caixa 1.277,00

Leia mais

PROPOSTAS PARA A CARREIRA DOCENTE

PROPOSTAS PARA A CARREIRA DOCENTE HISTÓRICO:. Este documento foi elaborado para ser apresentado como sugestão ao Conselho de Representantes da ADURN, após consulta ao mesmo na reunião do dia //9, que considerou relevante estabelecer a

Leia mais

Plano de Cargos, Carreiras e Salários CONTROLE DE REVISÕES

Plano de Cargos, Carreiras e Salários CONTROLE DE REVISÕES Plano de Cargos, Carreiras e Salários Abril de 2013 CONTROLE DE REVISÕES Versão Data Responsável Descrição 0 15/04/2013 Tríade RH Desenvolvimento e Implantação do Plano 1 26/06/2013 Tríade RH Revisão do

Leia mais

REVISÃO SALARIAL ANUAL DATA BASE. A cada ano os servidores municipais têm direito à reposição das perdas inflacionárias ocorridas no ano anterior?

REVISÃO SALARIAL ANUAL DATA BASE. A cada ano os servidores municipais têm direito à reposição das perdas inflacionárias ocorridas no ano anterior? REVISÃO SALARIAL ANUAL DATA BASE Autoria: Sidnei Di Bacco Advogado A cada ano os servidores municipais têm direito à reposição das perdas inflacionárias ocorridas no ano anterior? O município está obrigado

Leia mais

Modelos de Remuneração Hospitalar

Modelos de Remuneração Hospitalar Modelos de Remuneração Hospitalar Construindo sua alternativa de Remuneração Hospitalar Dr. Alberto Gugelmin Neto Diretor Presidente Unimed Federação Santa Catarina São Paulo, Abril 2015 UNIMED SANTA CATARINA

Leia mais

O Perito Federal Agrário e sua importância para a governança agrária

O Perito Federal Agrário e sua importância para a governança agrária O Perito Federal Agrário e sua importância para a governança agrária A carreira de Perito Federal Agrário (PFA) foi criada pela Lei 10.550/2002 e é composta atualmente por cerca de 1.300 profissionais,

Leia mais

LEI Nº 8.460, DE 17 DE SETEMBRO DE 1992. O PRESIDENTE DA REPÚBLICA Faço saber que o Congresso Nacional decreta e eu sanciono a seguinte lei:

LEI Nº 8.460, DE 17 DE SETEMBRO DE 1992. O PRESIDENTE DA REPÚBLICA Faço saber que o Congresso Nacional decreta e eu sanciono a seguinte lei: LEI Nº 8.460, DE 17 DE SETEMBRO DE 1992. Mensagem de veto Texto compilado Concede antecipação de reajuste de vencimentos e de soldos dos servidores civis e militares do Poder Executivo e dá outras providências.

Leia mais

Pauta de Reivindicação SEDIN/2015

Pauta de Reivindicação SEDIN/2015 São Paulo, 28 de janeiro de 2015. OFÍCIO SEDIN SG 002/2015 SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO GABINETE DO SECRETÁRIO Rua Borges Lagoa. 1230 Ilmo. Sr. Secretário Municipal de Educação Gabriel Benedito Issaac

Leia mais

SENADO FEDERAL Consultoria de Orçamentos, Fiscalização e Controle

SENADO FEDERAL Consultoria de Orçamentos, Fiscalização e Controle SENADO FEDERAL Consultoria de Orçamentos, Fiscalização e Controle Nota Técnica sobre Adequação Orçamentária e Financeira Brasília, 30 de dezembro de 2005 Assunto: Subsídios para emissão de parecer quanto

Leia mais

IMPACTO DO PISO NOS ESTADOS E MUNICÍPIOS SESSÃO ESPECIAL NA COMISSÃO DE EDUCAÇÃO DA CAMARA DOS DEPUTADOS BRASÍLIA

IMPACTO DO PISO NOS ESTADOS E MUNICÍPIOS SESSÃO ESPECIAL NA COMISSÃO DE EDUCAÇÃO DA CAMARA DOS DEPUTADOS BRASÍLIA IMPACTO DO PISO NOS ESTADOS E MUNICÍPIOS SESSÃO ESPECIAL NA COMISSÃO DE EDUCAÇÃO DA CAMARA DOS DEPUTADOS BRASÍLIA - 19.05.2015 MILTON CANUTO DE ALMEIDA Consultor Técnico em: Financiamento, Planejamento

Leia mais

PROPOSTA DO GOVERNO DE MINAS PARA A EDUCAÇÃO

PROPOSTA DO GOVERNO DE MINAS PARA A EDUCAÇÃO PROPOSTA DO GOVERNO DE MINAS PARA A EDUCAÇÃO O Governo propõe as seguintes medidas visando melhorar o padrão remuneratório de todos os servidores públicos da educação de Minas Gerais. Implantar, na área

Leia mais

LEI Nº 953, de 19 de maio de 2009.

LEI Nº 953, de 19 de maio de 2009. LEI Nº 953, de 19 de maio de 2009. Dispõe sobre a incorporação na atividade das parcelas remuneratórias percebidas em decorrência do exercício de cargo em comissão, função de confiança, função gratificada

Leia mais

Janeiro-Dezembro/2014

Janeiro-Dezembro/2014 IRRF - Décimo terceiro salário 2014 - Roteiro Aqui serão analisados os aspectos gerais relacionados à retenção do Imposto de Renda incidente no pagamento do décimo terceiro salário. Introdução Os rendimentos

Leia mais

TÍTULO I DA CRIAÇÃO DO NOVO QUADRO DA SAÚDE DA PREFEITURA DO MUNICÍPIO DE SÃO PAULO

TÍTULO I DA CRIAÇÃO DO NOVO QUADRO DA SAÚDE DA PREFEITURA DO MUNICÍPIO DE SÃO PAULO PROJETO DE LEI Nº Dispõe sobre a criação do novo Quadro da Saúde da Prefeitura do Município de São Paulo, institui o respectivo regime de remuneração por subsídio, altera o estatuto jurídico dos empregados

Leia mais

DECRETO ADMINISTRATIVO N.º 104, DE 26 DE JANEIRO DE Publicado no Diário da Assembleia nº 2.180

DECRETO ADMINISTRATIVO N.º 104, DE 26 DE JANEIRO DE Publicado no Diário da Assembleia nº 2.180 DECRETO ADMINISTRATIVO N.º 104, DE 26 DE JANEIRO DE 2015. Publicado no Diário da Assembleia nº 2.180 O Presidente da Assembleia Legislativa do Estado do Tocantins, no uso de suas atribuições constitucionais,

Leia mais

PROJETO DE LEI /2014 do Executivo (Encaminhado à Câmara através do Ofício A.T.L. nº 159/14)

PROJETO DE LEI /2014 do Executivo (Encaminhado à Câmara através do Ofício A.T.L. nº 159/14) Secretaria Geral Parlamentar Secretaria de Documentação Equipe de Documentação do Legislativo PROJETO DE LEI 01 00507/2014 do Executivo (Encaminhado à Câmara através do Ofício A.T.L. nº 159/14) Dispõe

Leia mais

Entenda como é realizado o cálculo do Imposto de Rende Retido na Fonte:

Entenda como é realizado o cálculo do Imposto de Rende Retido na Fonte: Entenda como é realizado o cálculo do Imposto de Rende Retido na Fonte: Observação: Como exemplo, será utilizado o Demonstrativo de Pagamento fictício apresentado abaixo, cuja competência é de junho de

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO ÓRGÃO: TRIBUNAL REGIONAL FEDERAL 2ª REGIÃO UNIDADE:

PODER JUDICIÁRIO ÓRGÃO: TRIBUNAL REGIONAL FEDERAL 2ª REGIÃO UNIDADE: E PORTARIA CONJUNTA SOF/SEGEP Nº 5 - ANEXO I, TABELA 1 a) cargos efetivos do quadro de pessoal do órgão. CARREIRA / CLASSE / ESCOLARIDADE / PADRÃO Ocupados Ativos Estáveis Não-Estáveis Subtotal Vagos Aposentados

Leia mais

NIQUELÂNDIA. Sintego protesta por piso nacional. Euclides Oliveira

NIQUELÂNDIA. Sintego protesta por piso nacional. Euclides Oliveira NIQUELÂNDIA Sintego protesta por piso nacional Euclides Oliveira O Sintego (Sindicato dos Trabalhadores em Educação de Goiás) comandou uma série de protestos contra a Prefeitura de Niquelândia, na última

Leia mais

LEI COMPLEMENTAR Nº 1.217, DE 12 DE NOVEMBRO DE 2013

LEI COMPLEMENTAR Nº 1.217, DE 12 DE NOVEMBRO DE 2013 LEI COMPLEMENTAR Nº 1.217, DE 12 DE NOVEMBRO DE 2013 Altera a Lei Complementar nº 1.111, de 25 de maio de 2010, que institui o Plano de Cargos e Carreiras dos servidores do Tribunal de Justiça do Estado

Leia mais

ENFERMEIRA FISCAL ADMISSÃO 25/02/2013 AUXÍLIO ALIMENTAÇÃO R$ GRATIFICAÇÃO EXERCÍCIO DE FUNÇÃO R$ TOTAL DE PROVENTOS R$

ENFERMEIRA FISCAL ADMISSÃO 25/02/2013 AUXÍLIO ALIMENTAÇÃO R$ GRATIFICAÇÃO EXERCÍCIO DE FUNÇÃO R$ TOTAL DE PROVENTOS R$ ENFERMEIRA FISCAL ADMISSÃO 25/02/2013 105,79 500,00 4.965,49 196,85 454,54 DESCONTO DESCONTO 664,39 4.301,10 AUXILIAR DE SERVIÇOS DIVERSOS ADMISSÃO 28/01/2013 31,20 SALÁRIO FAMÍLIA R$ 29,16 FÉRIAS NORMAIS

Leia mais

Em 2015, o subsídio do governador aumentou para R$ ,05

Em 2015, o subsídio do governador aumentou para R$ ,05 Em 2015, o subsídio do governador aumentou para R$ 21.613,05 O governador Geraldo Alckmin assinou decreto que proíbe aumento para servidores do estado no ano de 2015. O Decreto 61.132/15, publicado na

Leia mais

COMISSÃO DE TRABALHO, DE ADMINISTRAÇÃO E SERVIÇO PÚBLICO PROJETO DE LEI Nº 2.750, DE 2011.

COMISSÃO DE TRABALHO, DE ADMINISTRAÇÃO E SERVIÇO PÚBLICO PROJETO DE LEI Nº 2.750, DE 2011. COMISSÃO DE TRABALHO, DE ADMINISTRAÇÃO E SERVIÇO PÚBLICO PROJETO DE LEI Nº 2.750, DE 2011. Fixa piso salarial nacional dos médicos. Autor: Deputado ANDRE MOURA Relatora: Deputada FLÁVIA MORAIS I - RELATÓRIO

Leia mais

Recursos Humanos I. Administração de Salários Planos de Benefícios Sociais

Recursos Humanos I. Administração de Salários Planos de Benefícios Sociais Recursos Humanos I Administração de Salários Planos de Benefícios Sociais Administração de Salários Recursos Naturais + Dinheiro Acumulado + Trabalho = Riqueza ou Capital Processo Produtivo = Participação

Leia mais

PLANO DE CARGOS, CARREIRAS E VENCIMENTOS

PLANO DE CARGOS, CARREIRAS E VENCIMENTOS III Congresso Consad de Gestão Pública PLANO DE CARGOS, CARREIRAS E VENCIMENTOS Fernanda Mayer dos Santos Souza Painel 02/008 Avaliação de desempenho e remuneração variável PLANO DE CARGOS, CARREIRAS E

Leia mais

PROTOCOLO DE NEGOCIAÇÃO ENTRE A PREFEITURA DO MUNICÍPIO DE SÃO PAULO E AS ENTIDADES REPRESENTATIVAS DOS SERVIDORES DA SAÚDE DO MUNICÍPIO DE SÃO PAULO

PROTOCOLO DE NEGOCIAÇÃO ENTRE A PREFEITURA DO MUNICÍPIO DE SÃO PAULO E AS ENTIDADES REPRESENTATIVAS DOS SERVIDORES DA SAÚDE DO MUNICÍPIO DE SÃO PAULO PROTOCOLO DE NEGOCIAÇÃO ENTRE A PREFEITURA DO MUNICÍPIO DE SÃO PAULO E AS ENTIDADES REPRESENTATIVAS DOS SERVIDORES DA SAÚDE DO MUNICÍPIO DE SÃO PAULO PROTOCOLO Nº 0XXXX/2014 de 13 de Outubro de 2014 Dispõe

Leia mais

EVOLUÇÃO SALARIAL (Não considerando a incorporação da Gratificação Nova Escola como reajuste)

EVOLUÇÃO SALARIAL (Não considerando a incorporação da Gratificação Nova Escola como reajuste) EVOLUÇÃO SALARIAL (Não considerando a incorporação da Gratificação Nova Escola como reajuste) Categoria: Profissionais da Educação da Rede Estadual de Ensino do Rio de Janeiro (Magistério) Deflatores:

Leia mais

Missão. Visão. Objetivos Estratégicos (OE)

Missão. Visão. Objetivos Estratégicos (OE) Identidade Organizacional - Acesso à informação - IBAMA - Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos R O Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) é uma autarquia

Leia mais

PREFEITURA DE PALMAS SECRETARIA MUNICIPAL DE GOVERNO E RELAÇÕES INSTITUCIONAIS

PREFEITURA DE PALMAS SECRETARIA MUNICIPAL DE GOVERNO E RELAÇÕES INSTITUCIONAIS ANEXO II A LEI Nº 1.954, DE 1º DE ABRIL DE 2013 Quantitativos dos Cargos Comissionados e Funções Gratificadas da Administração Direta e Indireta do Poder Executivo QTD CARGO SÍMBOLO 16 Secretário Municipal

Leia mais

Transporte como Direito Social

Transporte como Direito Social Ministério das Cidades SeMOB - Secretaria Nacional de Transportes e da Mobilidade Urbana Transporte como Direito Social Setembro 2013 Missão SeMOB Promover a Mobilidade Urbana para contribuir na construção

Leia mais

TRIBUNAL DE CONTAS DA UNIÃO Secretaria de Fiscalização de Pessoal 4 a Divisão Técnica - SEFIP

TRIBUNAL DE CONTAS DA UNIÃO Secretaria de Fiscalização de Pessoal 4 a Divisão Técnica - SEFIP MATRIZ DE RESPONSABILIZAÇÃO Fiscalis n 629/2009 TC n 019.100/2009-4 Objetivo: VERIFICAR A LEGALIDADE DOS VALORES CONSTANTES NA FOLHA DE PAGAMENTO. Órgão/Entidade: Senado Federal Descrição do achado: 83

Leia mais

Política Educacional: A experiência de Sobral/CE. Sobral - Ceará

Política Educacional: A experiência de Sobral/CE. Sobral - Ceará Política Educacional: A experiência de Sobral/CE Sobral - Ceará Ponto de partida Resultado da avaliação de leitura com alunos de 2ª série Final de 2000 48% não liam textos, frases e nem palavras 48,0%

Leia mais

ASSEMBLEIA DOS PROFESSORES (Ed. Infantil; Fundamental e Médio) e AUXILIARES DE ED. INFANTIL PAUTA PISO SALARIAL E PLANO DE CARREIRA DO MAGISTÉRIO

ASSEMBLEIA DOS PROFESSORES (Ed. Infantil; Fundamental e Médio) e AUXILIARES DE ED. INFANTIL PAUTA PISO SALARIAL E PLANO DE CARREIRA DO MAGISTÉRIO ASSEMBLEIA DOS PROFESSORES (Ed. Infantil; Fundamental e Médio) e AUXILIARES DE ED. INFANTIL PAUTA PISO SALARIAL E PLANO DE CARREIRA DO MAGISTÉRIO 23/11/15 CONSIDERAÇÕES INICIAIS Nos contracheques a seguir,

Leia mais

ORIENTAÇÃO TÉCNICA Nº 1 (DESPESAS ELEGÍVEIS)

ORIENTAÇÃO TÉCNICA Nº 1 (DESPESAS ELEGÍVEIS) ORIENTAÇÃO TÉCNICA Nº 1 (DESPESAS ELEGÍVEIS) SISTEMA DE APOIO À INVESTIGAÇÃO CIENTÍFICA E TECNOLÓGICA - ( PROGRAMAS INTEGRADOS DE IC&DT de acordo com alínea d) do artigo 103º do RECI) Para além das condições

Leia mais

Estudo Técnico nº 53/ : Remunerações da carreira do PECFAZ e outras do Poder Executivo

Estudo Técnico nº 53/ : Remunerações da carreira do PECFAZ e outras do Poder Executivo SUBSEÇÃO DIEESE- CONDSEF SCS Q.02 Ed. Wady Cecílio II - 6º andar Brasília/DF E-mail: sucondsef@dieese.org.br Telefone / Fax (0xx61) 2103-7200 Estudo Técnico nº 53/2010 1 : Remunerações da carreira do PECFAZ

Leia mais

A remuneração do funcionário que executar trabalho noturno será acrescida de 25% a título de gratificação.

A remuneração do funcionário que executar trabalho noturno será acrescida de 25% a título de gratificação. Trabalho Noturno Conceito É o trabalho prestado pelo servidor público entre 22 (vinte e duas) horas e 6 (seis) horas do dia seguinte. Caracterização/Particularidades A hora noturna terá duração de 52 minutos.

Leia mais

REGRAS DE APOSENTADORIAS

REGRAS DE APOSENTADORIAS REGRAS DE APOSENTADORIAS Cartilha elaborada para reunião com professores da E.M. Barão do Rio Branco - Vianópolis - 02/Agosto/2014 O IPREMB O IPREMB é uma autarquia que operacionaliza e administra o Regime

Leia mais

Folheto explicativo PLANO D

Folheto explicativo PLANO D Folheto explicativo PLANO D Como está o seu planejamento para a aposentadoria? Plano D Previ Novartis Veja algumas vantagens do plano: 1 2 Flexibilidade para planejar o seu futuro; Contrapartida da empresa

Leia mais

Audiência Pública PL 5864/16. 04/out/2016

Audiência Pública PL 5864/16. 04/out/2016 Audiência Pública PL 5864/16 04/out/2016 Contexto de elaboração do Projeto de Lei 5864/16 Mais de um ano de mobilização dos Auditores Fiscais da RFB Dezenas de reuniões com MPOG e Secretário da RFB O texto

Leia mais

IUS RESUMOS. Agentes Públicos Parte I. Organizado por: Samille Lima Alves

IUS RESUMOS. Agentes Públicos Parte I. Organizado por: Samille Lima Alves Públicos Parte I Organizado por: Samille Lima Alves SUMÁRIO I. AGENTES PÚBLICOS PARTE 1... 3 1. Conceito... 3 2. Espécies de agentes públicos... 4 2.1 políticos... 4 2.2 Particulares em colaboração com

Leia mais

Lei / 2008 Acórdão STF Conquistas Polêmicas Impacto: valor e ampliação hora-atividade Necessidade de revisão dos Plano de Carreira

Lei / 2008 Acórdão STF Conquistas Polêmicas Impacto: valor e ampliação hora-atividade Necessidade de revisão dos Plano de Carreira VALORIZAÇÃO DOS PROFESSORES E O PISO SALARIAL NACIONAL DO MAGISTÉRIO Dilemas Municipais Carlos Eduardo Sanches Roteiro Lei 11.738/ 2008 Acórdão STF Conquistas Polêmicas Impacto: valor e ampliação hora-atividade

Leia mais

Venc. Básico 323,47 Venc. Básico (VB+GAE) 1.003,50 Anuênio (25%) 80,86 Anuênio (25%) 250,87 Insalubridade (20%) 64,69 Insalubridade (20%) 200,70

Venc. Básico 323,47 Venc. Básico (VB+GAE) 1.003,50 Anuênio (25%) 80,86 Anuênio (25%) 250,87 Insalubridade (20%) 64,69 Insalubridade (20%) 200,70 CONSEQÜÊNCIAS DA INCORPORAÇÃO DA GAE AO VENCIMENTO BÁSICO: ALTERAM AS VANTAGENS DE ANUÊNIO E ADICIONAL DE TEMPO DE SERVIÇO QUE SÃO CALCULADAS SOBRE O VENCIMENTO BÁSICO: EXEMPLOS: 1) Graduado Titular 20

Leia mais

COMISSÃO DE TRABALHO, DE ADMINISTRAÇÃO E SERVIÇO PÚBLICO

COMISSÃO DE TRABALHO, DE ADMINISTRAÇÃO E SERVIÇO PÚBLICO COMISSÃO DE TRABALHO, DE ADMINISTRAÇÃO E SERVIÇO PÚBLICO PROJETO DE LEI N o 3.734, DE 2008 Altera a Lei nº 3.999, de 15 de dezembro de 1961, que altera o salário-mínimo dos médicos e cirurgiões-dentistas.

Leia mais

Processo de Construção de um Plano de Cargos e Carreira. nas Organizações Públicas Brasileiras

Processo de Construção de um Plano de Cargos e Carreira. nas Organizações Públicas Brasileiras Processo de Construção de um Plano de Cargos e Carreira nas Organizações Públicas Brasileiras A estruturação ou revisão de um PCCR se insere em um contexto de crescente demanda por efetividade das ações

Leia mais

Tron Informática

Tron Informática 13º Salário Gratificação Natalina 1 Veja uma vídeo-aula sobre este assunto em: http://www.trontv.com.br/t/index.php/videos/gestao-contabil/fp/76-como-calcular calcular-o-13-salario.html A Gratificação

Leia mais

Estado de Santa Catarina Prefeitura Municipal de Florianópolis Secretaria Municipal de Saúde

Estado de Santa Catarina Prefeitura Municipal de Florianópolis Secretaria Municipal de Saúde EDITAL Nº 020/2015 Processo Seletivo Simplificado para preenchimento de cargos em caráter temporário, para compor a Rede Municipal de Saúde, respaldado no art. 37, inciso IX, da Constituição Federal, art.

Leia mais

Boleto de Pagamento Banco Central do Brasil

Boleto de Pagamento Banco Central do Brasil Banco Central do Brasil Agenda Alterações recentes na regulamentação do Boleto de Pagamento Principais características das espécies do Boleto de Pagamento Participação dos boletos nos pagamentos Visão

Leia mais

Plano de Cargos, Carreiras e Remuneração SUREH / A-GRH

Plano de Cargos, Carreiras e Remuneração SUREH / A-GRH Plano de Cargos, Carreiras e Remuneração SUREH / A-GRH DEZ/2013 Busca do equilíbrio interno e externo. Equilíbrio Interno Equilíbrio Externo Metodologia Strata de Avaliação de Cargos PwC. DESCRIÇÕES DE

Leia mais

Regime de trabalho FAPI

Regime de trabalho FAPI Regime de trabalho Pela Consolidação das Leis do Trabalho (CLT) Pelos Estatutos dos Servidores Públicos Civis INSS Previdência Complementar de natureza privada Institutos de Previdência (RPPS) Entidade

Leia mais

Modelo 9 - DEMONSTRATIVO DOS LIMITES - RGF

Modelo 9 - DEMONSTRATIVO DOS LIMITES - RGF Nome da Entidade: CNPJ: 88124961000159 ORGÃO Nº: 57100 ENTIDADES DA ADMINISTRAÇÃO INDIRETA QUE COMPÕEM AS INFORMAÇÕES DO MODELO 9: CNPJ Nome da Entidade Tipo É RPPS? Cód. Barras do RVE 96041330000102 DEP.

Leia mais

Universidade Federal do Recôncavo da Bahia Pró - Reitoria de Gestão de Pessoal Coordenadoria de Administração de Pessoal

Universidade Federal do Recôncavo da Bahia Pró - Reitoria de Gestão de Pessoal Coordenadoria de Administração de Pessoal Aposentadoria Passagem do servidor da atividade para a inatividade, com proventos integrais ou proporcionais ao tempo de contribuição, observadas as regras específicas para cada situação. Pode ser concedida

Leia mais

Nota Informativa nº 12 / DGPGF / 2014

Nota Informativa nº 12 / DGPGF / 2014 Nota Informativa nº 12 / DGPGF / 2014 Assunto: Progressão na Carreira Reposicionamento no Índice 272 No seguimento da informação disponibilizada pela Direção Geral de Administração Escolar, que quantificou

Leia mais

INFORMATIVO. Carreiras reestruturadas e concursos públicos realizados para. uma melhor prestação de serviços

INFORMATIVO. Carreiras reestruturadas e concursos públicos realizados para. uma melhor prestação de serviços INFORMATIVO GESTÃO DE PESSOAS 2013-2016 Maio - 2016 Carreiras reestruturadas e concursos públicos realizados para uma melhor prestação de serviços uma sociedade cada vez mais complexa e dinâmica exige

Leia mais

Gestão do SUS nos Municípios

Gestão do SUS nos Municípios Gestão do SUS nos Municípios Gestão do SUS Como o Município participa do SUS? - Atenção básica/primária Atenção integral à saúde - Média complexidade - Alta complexidade Atenção Básica A Atenção Básica

Leia mais

A Responsabilidade Social Empresarial O Balanço Social

A Responsabilidade Social Empresarial O Balanço Social A Responsabilidade Social Empresarial O Balanço Social A. Domingues Azevedo Bastonário da OTOC XXIV Seminário Internacional de Paises Latinos Europa América 2 de Novembro 2011 Argentina 1 Preocupação social

Leia mais

COMISSÃO DE DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO, INDÚSTRIA E COMÉRCIO PROJETO DE LEI Nº 3414, DE 2012

COMISSÃO DE DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO, INDÚSTRIA E COMÉRCIO PROJETO DE LEI Nº 3414, DE 2012 COMISSÃO DE DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO, INDÚSTRIA E COMÉRCIO PROJETO DE LEI Nº 3414, DE 2012 Dispõe sobre a opção pelo lucro presumido das pessoas jurídicas obrigadas ao lucro real que ingressaram no Programa

Leia mais

LEI COMPLEMENTAR Nº 95, DE 4 DE DEZEMBRO DE Publicada no Diário Oficial nº Subseção VI Das Defensorias Públicas do Estado

LEI COMPLEMENTAR Nº 95, DE 4 DE DEZEMBRO DE Publicada no Diário Oficial nº Subseção VI Das Defensorias Públicas do Estado LEI COMPLEMENTAR Nº 95, DE 4 DE DEZEMBRO DE 2014. Publicada no Diário Oficial nº4.271 O Governador do Estado do Tocantins Cria cargos de Defensor Público do Estado e Reestrutura os Cargos de Provimento

Leia mais

DATA 29/05/2014 Pagina 2 2.1.3.1.1.00.00.00 FORNECEDORES E CONTAS A PAGAR NACIONAIS A CURTO PR S C 0,00 582,25 3.432,21 2.849,96 C 2.1.3.1.1.01.00.00

DATA 29/05/2014 Pagina 2 2.1.3.1.1.00.00.00 FORNECEDORES E CONTAS A PAGAR NACIONAIS A CURTO PR S C 0,00 582,25 3.432,21 2.849,96 C 2.1.3.1.1.01.00.00 DATA 29/05/2014 Pagina 1 1.0.0.0.0.00.00.00 ATIVO S D 26.200,85 197.350,24 153.749,66 69.801,43 D 1.1.0.0.0.00.00.00 ATIVO CIRCULANTE S D 15.643,04 197.350,24 153.614,51 59.378,77 D 1.1.1.0.0.00.00.00

Leia mais

PLENÁRIA DO BANCO DO BRASIL. Sindicato dos Bancários do ABC Novembro/2016

PLENÁRIA DO BANCO DO BRASIL. Sindicato dos Bancários do ABC Novembro/2016 PLENÁRIA DO BANCO DO BRASIL Sindicato dos Bancários do ABC Novembro/2016 REESTRUTURAÇÃO DO BANCO DO BRASIL Período do PEAI: até 09/12/2016 Meta: 18 mil empregados (16% dos atuais 109 mil empregados diretos)

Leia mais

LEI COMPLEMENTAR Nº 2.550, DE 20 DE DEZEMBRO DE 2011

LEI COMPLEMENTAR Nº 2.550, DE 20 DE DEZEMBRO DE 2011 1 LEI COMPLEMENTAR Nº 2.550, DE 20 DE DEZEMBRO DE 2011 Transforma o regime jurídico de funções de emprego público, revoga a Lei nº 2.175, de 7 de dezembro de 2005, e altera as Leis nº 2.176 de 7 de dezembro

Leia mais

Políticas Públicas e Desenvolvimento Econômico

Políticas Públicas e Desenvolvimento Econômico Programa de Aperfeiçoamento para Carreiras 2015 Curso: Políticas Públicas e Desenvolvimento Econômico Professor: José Luiz Pagnussat Palestrante: Manoel Carlos de Castro Pires Curso Políticas Públicas

Leia mais

Audiência Pública Comissão de Educação, Cultura e Esportes. O movimento grevista dos professores federais

Audiência Pública Comissão de Educação, Cultura e Esportes. O movimento grevista dos professores federais Audiência Pública Comissão de Educação, Cultura e Esportes O movimento grevista dos professores federais Expansão Universidades Federais Universidades e Câmpus Universidades Até 2003 = 45 existentes 2004

Leia mais

LEI COMPLEMENTAR Nº 519

LEI COMPLEMENTAR Nº 519 LEI COMPLEMENTAR Nº 519 Dispõe sobre a modalidade de remuneração por subsídio para os servidores dos cargos de padrão 01 a 15 do Quadro Permanente do Serviço Civil do Poder Executivo, para os servidores

Leia mais

RIO GRANDE DO NORTE LEI COMPLEMENTAR Nº 430, DE 1º DE JULHO DE 2010

RIO GRANDE DO NORTE LEI COMPLEMENTAR Nº 430, DE 1º DE JULHO DE 2010 RIO GRANDE DO NORTE LEI COMPLEMENTAR Nº 430, DE 1º DE JULHO DE 2010 Institui o Plano de Cargos, Salários e Carreiras dos servidores da Controladoria Geral do Estado do Rio Grande do Norte, e dá outras

Leia mais

SALÁRIOS, REAJUSTES E PAGAMENTO PISO SALARIAL

SALÁRIOS, REAJUSTES E PAGAMENTO PISO SALARIAL 1 de 5 19/02/2015 14:00 ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2014/2015 NÚMERO DE REGISTRO NO MTE: RJ000233/2015 DATA DE REGISTRO NO MTE: 12/02/2015 NÚMERO DA SOLICITAÇÃO: MR076924/2014 NÚMERO DO PROCESSO: 46215.030044/2014-53

Leia mais

Funpresp A privatização da aposentadoria do servidor público

Funpresp A privatização da aposentadoria do servidor público Funpresp A privatização da aposentadoria do servidor público VIDA DOCENTE: PREVIDÊNCIA E CARREIRA APUBH SINDICATO DOS PROFESSORES UNIVERSIDADES FEDERAIS DE BELO HORIZONTE E MONTES CLAROS BELO HORIZONTE

Leia mais

SALÁRIOS, REAJUSTES E PAGAMENTO REAJUSTES/CORREÇÕES SALARIAIS

SALÁRIOS, REAJUSTES E PAGAMENTO REAJUSTES/CORREÇÕES SALARIAIS 1 de 5 24/11/2014 10:40 TERMO ADITIVO A ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2014/2015 NÚMERO DE REGISTRO NO MTE: RJ002656/2014 DATA DE REGISTRO NO MTE: 21/11/2014 NÚMERO DA SOLICITAÇÃO: MR067249/2014 NÚMERO DO

Leia mais

Microempreendedor Individual Aspectos Tributários

Microempreendedor Individual Aspectos Tributários Microempreendedor Individual Aspectos Tributários SILAS SANTIAGO CÂMARA DOS DEPUTADOS/CFT Audiência PúblicaP Brasília, 26 de maio de 2009. Gestão o do Simples Nacional Gestão o do Simples Nacional Comitê-Gestor

Leia mais

REGISTROS DAS RESOLUÇÕES DA CÂMARA MUNICIPAL DE COXIM

REGISTROS DAS RESOLUÇÕES DA CÂMARA MUNICIPAL DE COXIM REGISTROS DAS RESOLUÇÕES DA CÂMARA MUNICIPAL DE COXIM 20 de setembro de 1975 RESOLUÇÃO/1975 nº 002 GESTÃO: Vereador-Presidente Luiz Monteiro da Silva (01/01/1975 a 31/12/1976) EMENTA: Fixa a remuneração

Leia mais

MUD U A D NÇA DE D E REGIME

MUD U A D NÇA DE D E REGIME MUDANÇA DE REGIME PRAZO Após a aprovação no CONSU, haverá um prazo fixado (provavelmente 180 dias) para os interessados fazerem a opção pela mudança de regime. CONTRATO Não haverá rescisão contratual,

Leia mais

Práticas de Política Salarial - Remuneração. Dezembro/2016

Práticas de Política Salarial - Remuneração. Dezembro/2016 Práticas de Política Salarial - Remuneração Dezembro/2016 AGENDA 1. Conhecendo os Correios 2. Prática de Política Salarial - Remuneração Referencial de Mercado - RAIS (Relação Anual de Informações Sociais)

Leia mais

Para quais carreiras está sendo proposta a reestruturação com remuneração por subsídio?

Para quais carreiras está sendo proposta a reestruturação com remuneração por subsídio? ENTENDENDO A PROPOSTA APRESENTADA PELO GOVERNO VERSÃO DE 16/06/14 PROPOSTA DE REESTRUTURAÇÃO DA CARREIRA DE ESPECIALISTAS COM REMUNERAÇÃO POR SUBSÍDIO O que é a remuneração por subsídio? É uma forma de

Leia mais

ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2011/2012

ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2011/2012 ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2011/2012 NÚMERO DE REGISTRO NO MTE: MG004077/2011 DATA DE REGISTRO NO MTE: 07/10/2011 NÚMERO DA SOLICITAÇÃO: MR056169/2011 NÚMERO DO PROCESSO: 46246.002361/2011-70 DATA DO

Leia mais

Fórum de Empresas Estatais Federais Plano de Cargos, Salários e Remuneração Capacitação de RH para Inovação

Fórum de Empresas Estatais Federais Plano de Cargos, Salários e Remuneração Capacitação de RH para Inovação Fórum de Empresas Estatais Federais Plano de Cargos, Salários e Remuneração Capacitação de RH para Inovação A prática de remuneração variável e gestão por competências no setor público brasileiro Agenda

Leia mais

LEI Nº , DE 4 DE OUTUBRO DE 2007

LEI Nº , DE 4 DE OUTUBRO DE 2007 LEI Nº 11.526, DE 4 DE OUTUBRO DE 2007 Fixa a remuneração dos cargos e funções comissionadas da administração pública federal direta, autárquica e fundacional; revoga dispositivos das Leis nºs 10.470,

Leia mais

Repactuação de regras do Plano Petros do Sistema Petrobras. Cálculo e reajustamento dos Benefícios Ações para Implementação

Repactuação de regras do Plano Petros do Sistema Petrobras. Cálculo e reajustamento dos Benefícios Ações para Implementação Repactuação de regras do Plano Petros do Sistema Petrobras Cálculo e reajustamento dos Benefícios Ações para Implementação 1 Cálculo e reajustamento dos Benefícios do Plano Petros do Sistema Petrobras

Leia mais