Identificação dos papeis de usuários

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Identificação dos papeis de usuários"

Transcrição

1 Análise de usuário e tarefas Análise de usuários Identificação dos papeis de usuários Conhecer as diferentes funções que cada usuário deverá ter no sistema Cada papel possui um conjunto de tarefas Definir os perfis dos usuários Conhecer as capacidades e limitações dos futuros Conhecimento do domínio Conhecimento de sistemas computacional Linguagem e Cultura Limitações físicas e psicológicas

2 Fatores de Análise de Usuários Papel do usuário a função exercida no domínio determina as tarefas com o sistema Nível de habilidade com computadores: Iniciante Intermediário Experiente Nível de conhecimento no domínio da aplicação: Novato Intermediário Especialista Padrão de Uso Usuário Ocasional Usuário Freqüente Diferenças Socio-culturais Língua Convenções culturais Limitações físicas auditivas visuais motoras Papel do usuário A função exercida no domínio determina as tarefas com o sistema Comprador Funcionário de cadastro Fornecedor Operador/Administrador

3 Nível de habilidade Nível de habilidade com computadores: Iniciante Intermediário Experiente Nível de conhecimento no domínio da aplicação: Novato Intermediário Especialista Especialista Iniciante Experiente Novato Padrão de Uso Usuário Ocasional Requer sistemas fáceis de lembrar Uso de menus e assistentes Ajuda e dicas são bem vindas Usuário Freqüente Aprende a usar o sistema Não esquece Quer mais flexibilidade Quer mais produtividade Uso de teclas de atalhos Comandos acessíveis barras de tarefas

4 Diferenças Socio-culturais Sistemas na internet podem ser utilizados por pessoas de várias línguas e culturas Língua e vocabulário Sistemas para um domínio específico pode utilizar vocabulário específico Sistemas para um público amplo deve utilizar linguagem simples Convenções culturais Ordenação da escrita varia entre os povos Símbolos religiosos e culturais podem ser ofensivos para certas culturas Limitações físicas - acessibilidade Visuais Dificuldades com letras minúsculas ou mesmo normais Limitações em cores (ver teste) Cegueira páginas web podem ser sonorizadas permitindo que um cego acesse o conteúdo Motoras Falta de precisão com o mouse ou teclado Destro e canhoto Ausência de dedos ou braços Auditivas Feedback exclusivamente sonoro não será ouvido por deficientes Condições ambientais prejudicam audição

5 Procedimento para análise 1 Identificar fatores de analise críticos 2 Descobrir outros fatores críticos 3 Estimar a distribuição de usuários para cada fator 4 Identificar grupos majoritários de usuários 5 Analisar a implicação coletiva da distribuição de usuários Distribuição de Usuário por Fator Nível de habilidade com computadores Iniciante: 55% Intermediário: 30% Experiente: 15% Nível de habilidade no domínio da aplicação Novato: 5% Intermediário: 15% Especialista: 80% Padrão de uso Ocasional: 20% Freqüente: 80% Ambiente gráfico preferido Windows 95/98/Me: 80% Linux/KDE: 15% Outros: 5% Grupo majoritário: Iniciante, Especialista, Freqüente, Windows 95/98/Me Fator adicional

6 Técnicas de análise Entrevistas Direta Questionário Observação Direta, in loco Câmeras de Vídeos ao vivo ou gravado Reuniões JAD (Joint Application Development) - Mediador e Localização Neutros Modelagem O processo de análise requer a criação de modelos Informais: Enunciados, Cenários, Storyboarding... Semi-formais: Modelos Conceituais, Diagramas de Fluxo de Trabalho, Diagramas Entidade- Relacionamento,... Formais: não muito adequadas na análise Cenários Questionamento Sistemático (J. Carroll, 1994) Casos de Uso (Jacobson, 1992), parte da UML

7 Cenários Descrição informal, em linguagem corrente, das situações de uso de um sistema. Deve ser ser lido por todas as partes interessadas. São uma poderosa e rica forma de descrição, análise e exploração. Existem várias técnicas para cenários Questionamento Sistemático Casos de Uso Para fazer uma compra o usuário precisa escolher um produto. Ele pode escolher navegando pelas páginas do site ou utilizando o serviço de busca. Após a escolha do produto, ele pode efetuar o pagamento eletrônico. Para isto é necessário fazer o seu cadastro. Os produtos são cadastrados no sistema pelo funcionário da loja. Cenários com questionamento sistemático Geração do cenário Descrever o cenário de modo informal Elaboração de uma rede de proposições Simplificação do cenário em um modelo conceitual AGENTE-AÇÃO-OBJETO Análise Identificação dos usuários e sistemas (atores), funções e objetos (casos de uso) Questionamento Sistemático Questões O quê, Como, Por que, Quando, Quem O questionamento leva ao detalhamento das informações

8 Modelo conceitual Agentes Ações Objetos Comprador Cadastra Dados pessoais Como? O que? Procura Produto Escolhe Por que? Paga eletronicamente Como? Funcionário Cadastra Derivando Casos de Uso O modelo conceitual pode ser a base do diagrama de Casos de Uso UML e gerar cenários mais específicos. Cadastramento Validar usuário Cadastrar produtos Busca produto Comprador Escolher produto Atualizar preços Funcionário da loja Fazer pagamento Sistema de venda na Web

9 Modelos de tarefas Objetivos Descrever as metas dos usuários e as tarefas necessárias para atingí-las Ponto de Vista do Usuário Durante a análise, apenas tarefas mais abstratas são modeladas (independentes do sistema) Após o design tarefas mais detalhadas são acrescentadas Formalismos de especificação: GOMS - Metas, Operadores, Métodos e Regras de Seleção Hierarchical Task Analysis O Modelo GOMS Goals, Operators, Methods and Selection Rules [Card, Moran & Newell, 83] Metas, operadores, métodos e regras de seleção Metas Situação final que se deseja atingir Representação do que se faz Operadores Perceptivo Ver, Ouvir, Sentir Cognitivo Lembrar, Planejar, Raciocinar Motor Clicar, Teclar, Arrastar, Mover rosto Métodos Seqüência de passos para se atingir uma meta Representação do como se faz Regras de Seleção Expressa opções alternativas entre métodos e operadores

10 GOMS - exemplo Meta: mover um arquivo (windows) Método Sub-meta: Localize o ícone na tela Op: Mova o cursor do mouse para o ícone Op: Pressione o botão do mouse Sub-meta: Localize o ícone do destino Op: Mova o cursor do mouse para o destino Op: Verifique se o ícone de destino está vídeo-reverso Op: Solte o botão do mouse Meta: Apagar um arquivo (dos) Método Op: Relembre o nome do comando del Op: Pense no nome do diretório e do arquivo Op: Digite o comando Notação para o GOMS Notação (Lee, 93): Funções de Usuários: Gerente de vendas (FU1), balconista (FU2) FU1, FU2;... Metas: FU2; 2.1: Anotar Correções Comentários: // Para fazer as anotações o balconista... FU2; 2.1: Anotar Correções Métodos e Regras de Seleção FU1; 3: Fazer relatório de vendas FU1; 3.1A: se (dia de hoje for sábado) então (fazer relatório semanal)

11 Exemplo utilizando a notação Exemplo: FU2; 2: Fazer relatório de vendas 2A: se (dia de hoje for sábado) então (fazer relatório semanal) 2B: senão (fazer relatório diário) 2.1: Fazer relatório semanal // Para fazer o relatório o balconista... FU1,FU3; 5: Modificar livro-caixa 5.1: Procurar lotes em aberto 5.2: Recalcular valores 2.1: Fazer relatório diário (meta reutilizada) Exemplo de modelo de tarefas 1. Consultar extrato de conta-corrente 1. Selecionar comando de extrato 1. Clicar Menu Consultar 2. Clicar Opção extrato 2. Comandar função de extrato 1. Decidir mês atual ou mês anterior 1. Se mês atual, fornecer dia 2. Se mês anterior, escolher mês do menu pull-down 2. Fornecer senha 1. Clicar nos seis números 1. Mover mouse para número e clicar //repetir para todos os números 2. Clicar em Confirmar //o usuário pode cancelar a qualquer momento, pressionado

12 Modelagem de Tarefas Diretrizes: Faça a análise top-down Use termos gerais para descrever metas Procure reutilizar metas Considere todos os cenários de tarefas Use sentenças simples Retire os passos de um método que sejam operadores Pare a decomposição quando estiver muito detalhada

Análise de Tarefas. Análise Hierárquica de Tarefas

Análise de Tarefas. Análise Hierárquica de Tarefas Análise de Tarefas Em IHC, a análise de tarefas pode ser utilizada em diferentes momentos do desenvolvimento de software, destacando-se três atividades: (a) análise da situação atual (apoiada ou não por

Leia mais

O design de IHC. Jair C Leite. Jair C Leite

O design de IHC. Jair C Leite. Jair C Leite O design de IHC ERBASE EPOCA 2009 2010 Arquitetura e Engenharia Civil Idealiza, Concebe, Desenha Planeja e executa o projeto; realiza cálculos; gerencia recursos, custos e prazos. Design Industrial exemplos

Leia mais

Organização do Espaço do Problema (Parte II)

Organização do Espaço do Problema (Parte II) Interface Homem/Máquina Aula 11 Professor Leandro Augusto Frata Fernandes laffernandes@ic.uff.br Material disponível em http://www.ic.uff.br/~laffernandes/teaching/2011.1/tcc-00.184 Roteiro da Aula de

Leia mais

Interface Homem- Computador

Interface Homem- Computador Interface Homem- Computador (IHC) Profª. Leticia Lopes Leite Software Educacional I Interface Deve ser entendida como sendo a parte de um sistema computacional com a qual uma pessoa entra em contato física,

Leia mais

3. MODELOS E TÉCNICAS DE MODELAGEM EM IHC

3. MODELOS E TÉCNICAS DE MODELAGEM EM IHC 3. MODELOS E TÉCNICAS DE MODELAGEM EM IHC 3.1 Um modelo para o processo de design de interfaces Design é a atividade intelectual de conceber e descrever um produto a partir dos requisitos de seus potenciais

Leia mais

Design de IHC Design da Comunicação Modelos de Interação

Design de IHC Design da Comunicação Modelos de Interação 1 Design de IHC Design da Comunicação Modelos de Interação INF1403 Introdução a IHC Luciana Salgado Representações e Aspectos de IHC Representações e Aspectos de IHC Representações e Aspectos de IHC Representações

Leia mais

INFORMATIVO - CURRÍCULO WEB

INFORMATIVO - CURRÍCULO WEB INFORMATIVO - CURRÍCULO WEB As pessoas que pretendam trabalhar no SENAC/PE deverão cadastrar o currículo no Banco de Talentos da Instituição, de acordo com os cinco passos abaixo: 1º Acessar o site www.pe.senac.br/trabalheconosco

Leia mais

Guia de Demonstração MeusPets

Guia de Demonstração MeusPets 1. Objetivo e Principais Funcionalidades Com o email clique no link de ativação. E confirme a instalação. O MeusPets é um sistema simplificado para acompanhamento da vida do Pet. Pode ser usado de forma

Leia mais

Iniciação à Informática

Iniciação à Informática Meu computador e Windows Explorer Justificativa Toda informação ou dado trabalhado no computador, quando armazenado em uma unidade de disco, transforma-se em um arquivo. Saber manipular os arquivos através

Leia mais

Sistema Protocolo, Tramitação e Arquivamento de Processos Manual do Usuário

Sistema Protocolo, Tramitação e Arquivamento de Processos Manual do Usuário SERVIÇO PÚBLICO UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ ARQUIVO CENTRAL Sistema Protocolo, Tramitação e Arquivamento de Processos Manual do Usuário Belém Pará Fevereiro 2000 Sumário Introdução... 3 Acesso ao Sistema...

Leia mais

INFORMÁTICA WORD. TELA DO WORD Nome do Arquivo que esta sendo editado: Botão Office Diversos Textos Barra de Títulos Nome do programa: Microsoft Word

INFORMÁTICA WORD. TELA DO WORD Nome do Arquivo que esta sendo editado: Botão Office Diversos Textos Barra de Títulos Nome do programa: Microsoft Word WORD INTRODUÇÃO O MS Word é um editor de textos cujos recursos facilitam a criação de documentos, memorandos, cartas comerciais ou pessoais, enfim, tudo aquilo que se relaciona a texto. Até mesmo páginas

Leia mais

MANUAL DO USUÁRIO DO SERVIDOR

MANUAL DO USUÁRIO DO SERVIDOR Sistema Digital de Consignações MANUAL DO USUÁRIO DO SERVIDOR Versão 2.0 Out/2.008 ZETRASOFT LTDA RUA PERNAMBUCO, 1077 7º E 9º ANDARES FUNCIONÁRIOS BELO HORIZONTE MG 30.130-151 www.zetrasoft.com.br Todos

Leia mais

Mozart de Melo Alves Júnior

Mozart de Melo Alves Júnior Mozart de Melo Alves Júnior WORD 2000 INTRODUÇÃO: O Word é um processador de texto com recursos de acentuação, formatação de parágrafo, estilo de letras diferentes, criação de tabelas, corretor ortográfico,

Leia mais

Diveo Exchange OWA 2007

Diveo Exchange OWA 2007 Diveo Exchange OWA 2007 Manual do Usuário v.1.0 Autor: Cícero Renato G. Souza Revisão: Antonio Carlos de Jesus Sistemas & IT Introdução... 4 Introdução ao Outlook Web Access 2007... 4 Quais são as funcionalidades

Leia mais

MANUAL DE UTILIZAÇÃO Aplicativo Controle de Estoque Desktop

MANUAL DE UTILIZAÇÃO Aplicativo Controle de Estoque Desktop MANUAL DE UTILIZAÇÃO Aplicativo Controle de Estoque Desktop 1 1 INICIANDO O APLICATIVO PELA PRIMEIRA VEZ... 3 2 PÁGINA PRINCIPAL DO APLICATIVO... 4 2.1 INTERFACE INICIAL... 4 3 INICIANDO PROCESSO DE LEITURA...

Leia mais

Alinhamento Prático Ferramenta ARIS Operação Básica

Alinhamento Prático Ferramenta ARIS Operação Básica Alinhamento Prático Ferramenta ARIS Operação Básica AGENDA Ferramenta ARIS Operação do módulo básico ARIS Explorer Estruturação dos componentes Login na base de dados Manipulação de grupos Objetos Conexões

Leia mais

Extração de Requisitos

Extração de Requisitos Extração de Requisitos Extração de requisitos é o processo de transformação das idéias que estão na mente dos usuários (a entrada) em um documento formal (saída). Pode se entender também como o processo

Leia mais

Capítulo 7 O Gerenciador de Arquivos

Capítulo 7 O Gerenciador de Arquivos Capítulo 7 O Gerenciador de Arquivos Neste capítulo nós iremos examinar as características da interface do gerenciador de arquivos Konqueror. Através dele realizaremos as principais operações com arquivos

Leia mais

SISTEMA DE GESTÃO INTEGRADA

SISTEMA DE GESTÃO INTEGRADA SISTEMA DE GESTÃO INTEGRADA MANUAL BÁSICO PARA ACESSO EXTERNO I N D Í C E 1 - ACESSO AO SISTEMA 2 - NAVEGAÇÃO ENTRE MÓDULOS (Aplicações) 3 - MÓDULOS 4 - BARRA DE FERRAMENTAS / TECLAS DE FUNCÃO E NAVEGAÇÃO

Leia mais

Roteiro de geração do Informativo Fiscal Único Para Contribuintes do tipo Empresa de Pequeno Porte e Micro-empresa.

Roteiro de geração do Informativo Fiscal Único Para Contribuintes do tipo Empresa de Pequeno Porte e Micro-empresa. Roteiro de geração do Informativo Fiscal Único Para Contribuintes do tipo Empresa de Pequeno Porte e Micro-empresa. 1 SELECIONANDO O CONTRIBUINTE. 1 SELECIONANDO O CONTRIBUINTE 03 2 INCLUINDO O INFORMATIVO

Leia mais

Quer se Cadastrar na Petrobras?

Quer se Cadastrar na Petrobras? MT-611-00009 Última Atualização 25/04/2012 Quer se Cadastrar na Petrobras? Como dar início ao processo de cadastramento na Petrobras: Para dar início ao processo de cadastramento na Petrobras, é necessário

Leia mais

CERTIFICADO DIGITAL ARMAZENADO NO COMPUTADOR (A1) Guia de Geração

CERTIFICADO DIGITAL ARMAZENADO NO COMPUTADOR (A1) Guia de Geração Certificação Digital CERTIFICADO DIGITAL ARMAZENADO NO COMPUTADOR (A1) Guia de Geração Guia CD-19 Público Página 1 Conteúdo 1. Pré-requisitos para a geração do.... 3 2. Email com as informações necessárias

Leia mais

Volpe Enterprise Resource Planning

Volpe Enterprise Resource Planning Volpe Enterprise Resource Planning Este manual não pode, em parte ou no seu todo, ser copiado, fotocopiado, reproduzido, traduzido ou reduzido a qualquer mídia eletrônica ou máquina de leitura, sem a expressa

Leia mais

WIN + D WIN + M SHIFT + WIN + M WIN + R WIN + E WIN + PAUSE BREAK

WIN + D WIN + M SHIFT + WIN + M WIN + R WIN + E WIN + PAUSE BREAK Windows em geral WIN = Abre o menu Iniciar. Use as setas para navegar nas opções, e dê ENTER para abrir um item. WIN + D = Mostrar área de trabalho. WIN + M = Minimizar tudo. SHIFT + WIN + M = Desminimizar

Leia mais

CURSO BÁSICO DE INFORMÁTICA. Microsoft Windows XP

CURSO BÁSICO DE INFORMÁTICA. Microsoft Windows XP CURSO BÁSICO DE INFORMÁTICA Microsoft Windows XP William S. Rodrigues APRESENTAÇÃO WINDOWS XP PROFISSIONAL O Windows XP, desenvolvido pela Microsoft, é o Sistema Operacional mais conhecido e utilizado

Leia mais

IMPORTANTE: O sistema Off-line Dr.Micro é compatível com os navegadores Mozilla Firefox e Internet Explorer.

IMPORTANTE: O sistema Off-line Dr.Micro é compatível com os navegadores Mozilla Firefox e Internet Explorer. CONFIGURANDO O SISTEMA OFFLINE DR.MICRO IMPORTANTE: O sistema Off-line Dr.Micro é compatível com os navegadores Mozilla Firefox e Internet Explorer. 1- Ao acessar a plataforma online a opção Minha Escola

Leia mais

MANUAL DE UTILIZAÇÃO Aplicativo Controle de Estoque Mobile

MANUAL DE UTILIZAÇÃO Aplicativo Controle de Estoque Mobile MANUAL DE UTILIZAÇÃO Aplicativo Controle de Estoque Mobile 1 1 INICIANDO O APLICATIVO PELA PRIMEIRA VEZ... 3 2 PÁGINA PRINCIPAL DO APLICATIVO... 4 2.1 INTERFACE INICIAL... 4 2.2 DISPOSITIVO NÃO REGISTRADO...

Leia mais

APOSTILA LINUX EDUCACIONAL

APOSTILA LINUX EDUCACIONAL MUNICÍPIO DE NOVO HAMBURGO DIRETORIA DE INCLUSÃO DIGITAL DIRETORIA DE GOVERNO ELETRÔNICO APOSTILA LINUX EDUCACIONAL (Conteúdo fornecido pelo Ministério da Educação e pela Pró-Reitoria de Extensão da UNEB)

Leia mais

www.gerenciadoreficaz.com.br

www.gerenciadoreficaz.com.br Fone: (62) 4141-8464 E-mail: regraconsultoria@hotmail.com www.gerenciadoreficaz.com.br Guia Prático do Usuário Manual de Instalação Gerenciador Eficaz 7 2 Manual do Usuário Gerenciador Eficaz 7 Instalando

Leia mais

Índice. Tenho uma conta pessoal e uma conta da instituição em que dou aula, porém não consigo acessar a conta da escola. O que fazer?

Índice. Tenho uma conta pessoal e uma conta da instituição em que dou aula, porém não consigo acessar a conta da escola. O que fazer? Índice Acesso ao Super Professor Web Como recuperar a senha de acesso? Tenho uma conta pessoal e uma conta da instituição em que dou aula, porém não consigo acessar a conta da escola. O que fazer? Selecionando

Leia mais

Manual de Apoio ao Treinamento. Expresso

Manual de Apoio ao Treinamento. Expresso Manual de Apoio ao Treinamento Expresso 1 EXPRESSO MAIL É dividido em algumas partes principais como: Caixa de Entrada: local onde ficam as mensagens recebidas. O número em vermelho entre parênteses refere-se

Leia mais

Área de Trabalho. Encontramos: Ìcones Botão Iniciar Barra de Tarefas

Área de Trabalho. Encontramos: Ìcones Botão Iniciar Barra de Tarefas Inicialização Tela de Logon Área de Trabalho Encontramos: Ìcones Botão Iniciar Barra de Tarefas Área de Trabalho Atalhos de Teclados Win + D = Mostrar Área de trabalho Win + M = Minimizar Tudo Win + R

Leia mais

PORTAL DE RELACIONAMENTO GROUP

PORTAL DE RELACIONAMENTO GROUP PORTAL DE RELACIONAMENTO GROUP MANUAL DO USUÁRIO Portal de Relacionamento - Manual do usuário... 1 SUMÁRIO 1. Informações gerais... 3 2. Sobre este documento... 3 3. Suporte técnico... 3 4. Visão Geral

Leia mais

Guia do Usuário. idocsscan v.2.1.14

Guia do Usuário. idocsscan v.2.1.14 Guia do Usuário idocsscan v.2.1.14 2013 BBPaper_Ds - 2 - Sumário Introdução... 5 Instalação... 7 Inicializando a aplicação... 12 Barras de acesso e informações... 13 Teclas de atalho... 14 Barra de Ferramentas...

Leia mais

SISTEMA DE INFORMAÇÕES ACADÊMICAS SIA

SISTEMA DE INFORMAÇÕES ACADÊMICAS SIA SISTEMA DE INFORMAÇÕES ACADÊMICAS SIA Abaixo constam trechos retirados do Manual do Usuário do SIA Sistema de Informações Acadêmicas. A autoria das informações é da equipe do SIA. SISTEMA DE INFORMAÇÕES

Leia mais

Projeto WEB SAI. Tutorial do usuário Representante(s) da Unidade(s)

Projeto WEB SAI. Tutorial do usuário Representante(s) da Unidade(s) Projeto WEB SAI Tutorial do usuário Representante(s) da Unidade(s) Centro Paula Souza Setembro/2014 Sumário Sumário... 1 Tabela de figuras... 2 Introdução... 3 Informações importantes.... 3 Conceitos...

Leia mais

Manual de uso do Gerente

Manual de uso do Gerente Manual de uso do Gerente Manual do Hypnobox: www.hypnobox.com.br/manual Índice Acessar o Hypnobox Endereço o www Login e Senha Tela Principal Perfil de acesso Editar Dados pessoais Fila de corretores Gerenciar

Leia mais

Para uma melhor compreensão das ferramentas disponíveis no ambiente, é importante:

Para uma melhor compreensão das ferramentas disponíveis no ambiente, é importante: Módulo A Introdutório - Bases legais, ao Curso políticas, e ao conceituais Ambiente Virtual e históricas da educação Apresentação Este módulo tem por objetivo promover o conhecimento do Ambiente Virtual

Leia mais

1. StickerCenter... 3. 2. Menu Broadcast Stickers... 4. 3. Menu MyStickers... 9

1. StickerCenter... 3. 2. Menu Broadcast Stickers... 4. 3. Menu MyStickers... 9 1. StickerCenter... 3 1.1. O que é?... 3 1.2. O que são Stickers?... 3 1.3. Como acessar o StickerCenter?... 3 1.4. Como atualizar o StickerCenter?... 3 2. Menu Broadcast Stickers... 4 2.1. O que é?...

Leia mais

8/9/2010 WINDOWS. Breve Histórico. Profa. Leda G. F. Bueno. Seu desenvolvimento iniciou-se em 1981

8/9/2010 WINDOWS. Breve Histórico. Profa. Leda G. F. Bueno. Seu desenvolvimento iniciou-se em 1981 Conceitos Básicos e Gerenciamento de Arquivos WINDOWS EXPLORER Profa. Leda G. F. Bueno WINDOWS Sistema operacional criado pela Microsoft Corporation Característica Principal características o uso de janelas

Leia mais

Manual BizAgi Sistema de Gestão da Qualidade

Manual BizAgi Sistema de Gestão da Qualidade Página 1 de 6 1. INTRODUÇÃO Este manual apresenta alguns elementos básicos da Notação BPMN (Business Process Modeling Notation Notação para Modelagem de Processos de Negócio) que é a representação gráfica

Leia mais

❶ No Sistema Gênesis, na Aba ESTOQUE

❶ No Sistema Gênesis, na Aba ESTOQUE ❶ No Sistema Gênesis, na Aba ESTOQUE a) Checagem de Estoque - Verifique o estoque dos produtos desejados. b) Listar produtos com a quantia de estoque mínimo atingido: ESTOQUE / RELATÓRIO / ALERTA DE COMPRA

Leia mais

PRÉ-REQUISITOS CARGA-HORÁRIA A QUEM SE DESTINA:

PRÉ-REQUISITOS CARGA-HORÁRIA A QUEM SE DESTINA: EMENTA: INTRODUÇÃO AO BROFFICE/LIBREOFFICE Visão geral do BrOffice/LibreOffice; Por que usar o BrOffice? Instalando o BrOffice/LibreOffice; Iniciando o BrOffice/LibreOffice; A partir de documento existente;

Leia mais

Recursos do Outlook Web Access

Recursos do Outlook Web Access Recursos do Outlook Web Access Este material foi criado pela Secretaria de Tecnologia de Informação e Comunicação (SETIC) do Tribunal Regional do Trabalho da 17ª Região. Seu intuito é apresentar algumas

Leia mais

Sistema da Comissão Nacional de Residência Médica

Sistema da Comissão Nacional de Residência Médica Sistema da Comissão Nacional de Residência Médica APRESENTAÇÃO: Este Manual apresenta as telas que são utilizadas para a navegação no Sistema de Comissão Nacional de Residência Médica. Neste manual estão

Leia mais

Manual do Usuário. E-DOC Peticionamento Eletrônico TST

Manual do Usuário. E-DOC Peticionamento Eletrônico TST E-DOC Peticionamento APRESENTAÇÃO O sistema E-DOC substituirá o atual sistema existente. Este sistema permitirá o controle de petições que utiliza certificado digital para autenticação de carga de documentos.

Leia mais

MANUAL COMO CADASTRAR USUÁRIOS CONTROLE DE ACESSO

MANUAL COMO CADASTRAR USUÁRIOS CONTROLE DE ACESSO MANUAL COMO CADASTRAR USUÁRIOS CONTROLE DE ACESSO 1º - Inserir Usuário: 1 Senha:dea, em seguida OK. 1º - Clique na aba cartão. 2º - Clique na janela que aparece em cartão. 1º - Clique no botão incluir.

Leia mais

Introdução à Bonita BPM

Introdução à Bonita BPM WHITE PAPER Introdução à Bonita BPM Como começar a usar o Bonita BPM para capturar um processo conceitual e transformá-lo em um diagrama de processo Charlotte Adams, Alexandre Bricout e Maria Picard, Bonitasoft

Leia mais

Visão Empresa de Contabilidade. Versão 8.1A-13

Visão Empresa de Contabilidade. Versão 8.1A-13 Visão Empresa de Contabilidade Versão 8.1A-13 Saiba que este documento não poderá ser reproduzido, seja por meio eletrônico ou mecânico, sem a permissão expressa por escrito da Domínio Sistemas Ltda. Nesse

Leia mais

Manual de Instalação Certificado Digital. do tipo A1 (Sistema Operacional Windows Vista)

Manual de Instalação Certificado Digital. do tipo A1 (Sistema Operacional Windows Vista) Manual de Instalação Certificado Digital do tipo A1 (Sistema Operacional Windows Vista) Instalação do certificado digital tipo A1 no Windows Vista Para a confecção deste manual, foi utilizado o Sistema

Leia mais

Excel 2010 Modulo II

Excel 2010 Modulo II Excel 2010 Modulo II Sumário Nomeando intervalos de células... 1 Classificação e filtro de dados... 3 Subtotais... 6 Validação e auditoria de dados... 8 Validação e auditoria de dados... 9 Cenários...

Leia mais

Mini-curso Informática Básica

Mini-curso Informática Básica Mini-curso Informática Básica Módulo II Sistema Operacional (Windows) Grupo PET-Computação (pet@dsc.ufcg.edu.br) DSC/CCT/UFCG Sumário 1. Introdução 2. Inicializando e Fechando o Windows 3. Usando o Mouse

Leia mais

Sumário. Ambiente de Trabalho... Erro! Indicador não definido.

Sumário. Ambiente de Trabalho... Erro! Indicador não definido. Sumário Ambiente de Trabalho... Erro! Indicador não definido. Introdução ao Project Um projeto é uma seqüência bem definida de eventos, com um início e um final identificável. O foco de um projeto é obter

Leia mais

O computador organiza os programas, documentos, músicas, fotos, imagens em Pastas com nomes, tudo separado.

O computador organiza os programas, documentos, músicas, fotos, imagens em Pastas com nomes, tudo separado. 1 Área de trabalho O Windows XP é um software da Microsoft (programa principal que faz o Computador funcionar), classificado como Sistema Operacional. Abra o Bloco de Notas para digitar e participar da

Leia mais

DOCUMENTAÇÃO DE PROCEDIMENTOS MINI-TUTORIAL PARA ACESSAR O FTP DA ELETRONORTE EQUIPE DE BACKUP

DOCUMENTAÇÃO DE PROCEDIMENTOS MINI-TUTORIAL PARA ACESSAR O FTP DA ELETRONORTE EQUIPE DE BACKUP DOCUMENTAÇÃO DE PROCEDIMENTOS DOCUMENTAÇÃO DE PROCEDIMENTOS MINI-TUTORIAL PARA ACESSAR O FTP DA ELETRONORTE EQUIPE DE BACKUP Mini-Tutorial Para Acessar O FTP da Eletronorte Versão: 1.3 Histórico da Revisão

Leia mais

Casos de Uso O que é. Casos de Uso. Objetivos de um Caso de Uso. Atores. Atores e Casos de Uso. Diagramas de Caso de Uso

Casos de Uso O que é. Casos de Uso. Objetivos de um Caso de Uso. Atores. Atores e Casos de Uso. Diagramas de Caso de Uso Casos de Uso O que é Casos de Uso Descrições narrativas de processos do domínio da aplicação Documentam a seqüência de eventos de um ator (um agente externo) usando o sistema para completar, do início

Leia mais

Informática básica: Sistema operacional Microsoft Windows XP

Informática básica: Sistema operacional Microsoft Windows XP Informática básica: Sistema operacional Microsoft Windows XP...1 Informática básica: Sistema operacional Microsoft Windows XP...1 Iniciando o Windows XP...2 Desligar o computador...3 Área de trabalho...3

Leia mais

Em que consiste o DOSVOX O programa é composto por:

Em que consiste o DOSVOX O programa é composto por: Projeto DOSVOX O que é o DOSVOX O DOSVOX é um sistema para microcomputadores que se comunica com o usuário através de síntese de voz, viabilizando, deste modo, o uso de computadores por deficientes visuais,

Leia mais

SISDEX SISTEMA DE CONTROLE DE DOCUMENTOS EXPEDIDOS

SISDEX SISTEMA DE CONTROLE DE DOCUMENTOS EXPEDIDOS - MDA - SPOA - CGMI SISDEX SISTEMA DE CONTROLE DE DOCUMENTOS EXPEDIDOS MANUAL DO USUÁRIO Pesquisa no Sistema BRASÍLIA, AGOSTO DE 2007 Versão 1.0 SISDEX SISTEMA DE CONTROLE DE DOCUMENTOS EXPEDIDOS MANUAL

Leia mais

Eletron-DS Pedido Eletrônico 1

Eletron-DS Pedido Eletrônico 1 1 2 Eletron-DS Julho / 2010 3 Índice Sistema... 4 Menu Digitar Pedido... 6 Menu Consultar Pedidos... 9 Menu Conexão Fornecedor... 10 4 Sistema Pré-requesitos: - Windows Vista ou Superior; - Acesso a Internet.

Leia mais

MENUS TELA INICIAL. Movimento de Ferramentaria. Alternar entre casas do grupo. Cadastro de Ferramentas. Não Implementado. Cadastro de Funcionários

MENUS TELA INICIAL. Movimento de Ferramentaria. Alternar entre casas do grupo. Cadastro de Ferramentas. Não Implementado. Cadastro de Funcionários FERRAMENTARIA TELA INICIAL Ao autenticar no sistema com usuário e senha cadastrados é apresentada a seguinte tela ao lado esquerdo, sendo essa tela a página inicial do sistema de Ferramentaria. MENUS TELA

Leia mais

Manual de Instalação

Manual de Instalação Manual de Instalação Certificado Digital do tipo A1 Sistema Operacional Microsoft Windows Vista Proibida a reprodução total ou parcial. Todos os direitos reservados 1 Para a confecção desta instrução,

Leia mais

Sumário I. Acesso ao sistema CRMTEL II. Filtro de Clientes III. Atribuindo a Segmentação Atribuindo o Mailing VI.

Sumário I. Acesso ao sistema CRMTEL II. Filtro de Clientes III. Atribuindo a Segmentação Atribuindo o Mailing VI. Módulo Clientes 2 Sumário I. Acesso ao sistema CRMTEL... 4 II. Filtro de Clientes... 5 III. Atribuindo a Segmentação... 6 V. Atribuindo o Mailing... 10 VI. Encarteirando Clientes... 12 VII. Relatórios...

Leia mais

PROCEDIMENTOS PARA A INSTALAÇÃO E UTILIZAÇÃO DO APLICATIVO DE LEILÃO ELETRÔNICO DA CONAB

PROCEDIMENTOS PARA A INSTALAÇÃO E UTILIZAÇÃO DO APLICATIVO DE LEILÃO ELETRÔNICO DA CONAB PROCEDIMENTOS PARA A INSTALAÇÃO E UTILIZAÇÃO DO APLICATIVO DE LEILÃO ELETRÔNICO DA CONAB Sumep Julho/2006 PROCEDIMENTOS PARA A INSTALAÇÃO E UTILIZAÇÃO DO APLICATIVO DE LEILÃO ELETRÔNICO DA CONAB Objetivo

Leia mais

V.1.0 SIAPAS. Sistema Integrado de Administração ao Plano de Assistência à Saúde. Contas Médicas

V.1.0 SIAPAS. Sistema Integrado de Administração ao Plano de Assistência à Saúde. Contas Médicas 2014 V.1.0 SIAPAS Sistema Integrado de Administração ao Plano de Assistência à Saúde Contas Médicas SIAPAS Sistema Integrado de Administração ao Plano de Assistência à Saúde Módulos CONTAS MÉDICAS Capa

Leia mais

Usar Atalhos para a Rede. Logar na Rede

Usar Atalhos para a Rede. Logar na Rede GUIA DO USUÁRIO: NOVELL CLIENT PARA WINDOWS* 95* E WINDOWS NT* Usar Atalhos para a Rede USAR O ÍCONE DA NOVELL NA BANDEJA DE SISTEMA Você pode acessar vários recursos do software Novell Client clicando

Leia mais

GDQ. Gerador Dinâmico De Questionário. Página 1 de 91. Logus Tecnologia. Todos os direitos reservados.

GDQ. Gerador Dinâmico De Questionário. Página 1 de 91. Logus Tecnologia. Todos os direitos reservados. GDQ Gerador Dinâmico De Questionário Página 1 de 91 ÍNDICE I. CONCEITO... 3 A. O CONTEÚDO DAS QUESTÕES... 3 B. ESCOLHA DAS QUESTÕES... 5 C. FORMULAÇÃO DAS QUESTÕES... 5 D. VANTAGENS DOS QUESTIONÁRIOS...

Leia mais

GERENCIANDO SUA BIBLIOTECA

GERENCIANDO SUA BIBLIOTECA GERENCIANDO SUA BIBLIOTECA ORGANIZANDO SUA BIBLIOTECA Os livros da sua biblioteca são ordenados alfabeticamente pelo título. Clique em ORDENAR POR, na parte superior da página, para alterar a forma como

Leia mais

Ano III - Número 16. Versão 4.6.4

Ano III - Número 16. Versão 4.6.4 Versão 4.6.4 Sexta-feira, 08 de fevereiro de 2008 ÍNDICE 3 4 EDITORIAL NOVAS FUNCIONALIDADES 4 12 13 14 15 16 Novo Cronograma 4 5 5 6 7 8 8 9 9 10 10 Edição Rápida do Cronograma Recurso de Arrastar e Soltar

Leia mais

Arquivos e Pastas. Instrutor Antonio F. de Oliveira. Núcleo de Computação Eletrônica Universidade Federal do Rio de Janeiro

Arquivos e Pastas. Instrutor Antonio F. de Oliveira. Núcleo de Computação Eletrônica Universidade Federal do Rio de Janeiro Arquivos e Pastas Duas visões do Windows Explorer A Hierarquia do Explorer Aparência das pastas Personalizando o Explorer Manipulação de Arquivos e pastas Uso de atalhos Visões do Windows Explorer Para

Leia mais

Superprovas Versão 9

Superprovas Versão 9 Superprovas Versão 9 1. Introdução...2 2. Novos Recursos Adicionados...4 3. Janela Principal...7 4. Janela de Questões...11 5. Janela de Desempenho...12 6. Barras de Ferramentas...13 7. Teclas de Atalho...14

Leia mais

Introdução! 1. Modelos de Domínio! 1. Identificação de classes conceituais! 2. Estratégia para identificar classes conceituais! 2

Introdução! 1. Modelos de Domínio! 1. Identificação de classes conceituais! 2. Estratégia para identificar classes conceituais! 2 Modelo de domínio Introdução! 1 Modelos de Domínio! 1 Identificação de classes conceituais! 2 Estratégia para identificar classes conceituais! 2 Passos para a elaboração do modelo de domínio! 2 Passo 1

Leia mais

MANUAL DO PROGRAMA CSPSNet

MANUAL DO PROGRAMA CSPSNet MANUAL DO PROGRAMA CSPSNet Qualquer dúvida entre em contato: (33)32795093 01 USUÁRIO/CSPSNet O sistema CSPSNet está configurado para funcionar corretamente nos seguintes browsers: Internet Explorer 8.0,

Leia mais

ÁREA DE TRABALHO. Área de Trabalho ou Desktop Na Área de trabalho encontramos os seguintes itens: Atalhos Barra de tarefas Botão iniciar

ÁREA DE TRABALHO. Área de Trabalho ou Desktop Na Área de trabalho encontramos os seguintes itens: Atalhos Barra de tarefas Botão iniciar WINDOWS XP Wagner de Oliveira ENTRANDO NO SISTEMA Quando um computador em que trabalham vários utilizadores é ligado, é necessário fazer login, mediante a escolha do nome de utilizador e a introdução da

Leia mais

WebEDI - Tumelero Manual de Utilização

WebEDI - Tumelero Manual de Utilização WebEDI - Tumelero Manual de Utilização Pedidos de Compra Notas Fiscais Relação de Produtos 1. INTRODUÇÃO Esse documento descreve o novo processo de comunicação e troca de arquivos entre a TUMELERO e seus

Leia mais

SuperStore Sistema para Automação de Óticas

SuperStore Sistema para Automação de Óticas SuperStore Sistema para Automação de Óticas MANUAL DO USUÁRIO (Administrador) Contato: (34) 9974-7848 http://www.superstoreudi.com.br superstoreudi@superstoreudi.com.br SUMÁRIO 1 ACESSANDO O SISTEMA PELA

Leia mais

Manual Simulador de Loja

Manual Simulador de Loja Manual Simulador de Loja Índice Início Menu Loja Modelo Loja Modelo Menu Criar Minha Loja Criar Minha Loja Abrir Projeto Salvo Teste Seu Conhecimento 0 04 05 08 09 8 9 0 Início 5 4 Figura 00. Tela inicial.

Leia mais

MANUAL DO SISTEMA MEUSOFT MEI

MANUAL DO SISTEMA MEUSOFT MEI MANUAL DO SISTEMA MEUSOFT MEI www.meusoft.com.br Indice Item Descrição Pg 1. Objetivo e Principais Funcionalidades 3 2. Para acessar e instalar a aplicação 4 3. Conhecendo o MeuSoft MEI 6 3.0 Tela inicial

Leia mais

Apêndice I - Manual do Digitavox

Apêndice I - Manual do Digitavox Apêndice I - Manual do Digitavox Por Neno Albernaz e-mail: neno@intervox.nce.ufrj.br Em20/03/2011 ##################################################################### SUMÁRIO 1. Apresentação 2. Iniciando

Leia mais

DRIVE CONTÁBIL NASAJON

DRIVE CONTÁBIL NASAJON DRIVE CONTÁBIL NASAJON Módulo Gestão de Documentos Versão 1.0 Manual do Usuário 1 Sumário Os Módulos do Gerenciador de NFe: Informações Básicas Primeiro Acesso: Requisitos Acesso ao Drive Contábil Nasajon

Leia mais

Treinamento Módulo Contas a Pagar

Treinamento Módulo Contas a Pagar Contas a Pagar Todas as telas de cadastro também são telas de consultas futuras, portanto sempre que alterar alguma informação clique em Gravar ou pressione F2. Teclas de atalho: Tecla F2 Gravar Tecla

Leia mais

Avaliação Preditiva. Capítulo 9. HCI, Cap. 12, AlanDix. Interactive System Design, Cap. 8, William Newman

Avaliação Preditiva. Capítulo 9. HCI, Cap. 12, AlanDix. Interactive System Design, Cap. 8, William Newman Avaliação Preditiva Capítulo 9 HCI, Cap. 12, AlanDix Interactive System Design, Cap. 8, William Newman Transparências da disciplina de Interfaces Homem-Máquina IST, Mário Rui Gomes e Joaquim Jorge Resumo:

Leia mais

Uruaçu - 2009. Professoras Formadoras do NTE Uruaçu

Uruaçu - 2009. Professoras Formadoras do NTE Uruaçu Professoras Formadoras do NTE Uruaçu Uruaçu - 2009 Núcleo de Tecnologia Educacional de Uruaçu Rua Maranhão Quadra 02 Lote 01 Bairro JK Uruaçu Goiás Telefone: (62)3357-4237 - Fax : 3357-4217 E-mail nteuruacu@hotmail.com

Leia mais

Centro de Computação - Unicamp Gerência de Atendimento ao Cliente (e-mail:apoio@turing.unicamp.br) Sumário

Centro de Computação - Unicamp Gerência de Atendimento ao Cliente (e-mail:apoio@turing.unicamp.br) Sumário Sumário Conceitos Microsoft Access 97... 01 Inicialização do Access... 02 Convertendo um Banco de Dados... 03 Criando uma Tabela... 06 Estrutura da Tabela... 07 Propriedades do Campo... 08 Chave Primária...

Leia mais

Utilizando o correio eletrônico da UFJF com Thunderbird e IMAP

Utilizando o correio eletrônico da UFJF com Thunderbird e IMAP Utilizando o correio eletrônico da UFJF com Thunderbird e IMAP O cliente de e-mail web utilizado pela UFJF é um projeto OpenSource que não é desenvolvido pela universidade. Por isso, pode ocorrer que alguns

Leia mais

Manual de Utilização do Easy Reader versão 6

Manual de Utilização do Easy Reader versão 6 Manual de Utilização do Easy Reader versão 6 Página 1 Índice Manual de Utilização do Easy Reader versão 6 1 O que é o EasyReader? 4 Abrir um livro 5 Abrir um novo livro de um CD/DVD 5 Abrir um novo livro

Leia mais

VALIDADOR DE ARQUIVOS SICREDI (VAS) Cobrança e Convênios

VALIDADOR DE ARQUIVOS SICREDI (VAS) Cobrança e Convênios VALIDADOR DE ARQUIVOS SICREDI (VAS) Cobrança e Convênios Atrelada ao processo: Validação de layout dos arquivos de convênios/cobrança de um novo convênio/cedente Classificação da informação: uso interno

Leia mais

Microsoft Visual Studio Express 2012 for Windows Desktop

Microsoft Visual Studio Express 2012 for Windows Desktop Microsoft Visual Studio Express 2012 for Windows Desktop Apresentação da ferramenta Professor: Danilo Giacobo Página pessoal: www.danilogiacobo.eti.br E-mail: danilogiacobo@gmail.com 1 Introdução Visual

Leia mais

2 Diagrama de Caso de Uso

2 Diagrama de Caso de Uso Unified Modeling Language (UML) Universidade Federal do Maranhão UFMA Pós Graduação de Engenharia de Eletricidade Grupo de Computação Assunto: Diagrama de Caso de Uso (Use Case) Autoria:Aristófanes Corrêa

Leia mais

Atalhos da Web. Krishna Tateneni Yves Arrouye Tradução: Lisiane Sztoltz

Atalhos da Web. Krishna Tateneni Yves Arrouye Tradução: Lisiane Sztoltz Krishna Tateneni Yves Arrouye Tradução: Lisiane Sztoltz 2 Conteúdo 1 Atalhos da Web 4 1.1 Introdução.......................................... 4 1.2 Atalhos da Web.......................................

Leia mais

O que há de novo. Audaces Idea

O que há de novo. Audaces Idea O que há de novo Audaces Idea Com o propósito de produzir tecnologia de ponta, o principal requisito da Política de Qualidade da Audaces é buscar a melhoria contínua de seus produtos e serviços. Inovadora

Leia mais

UNIDADE II Conhecendo o Ambiente Virtual de Aprendizagem

UNIDADE II Conhecendo o Ambiente Virtual de Aprendizagem UNIDADE II Conhecendo o Ambiente Virtual de Aprendizagem 2.1 Introdução Caro Pós-Graduando, Nesta unidade, abordaremos o Ambiente Virtual de Aprendizagem (AVA) que será utilizado no curso: o Moodle. Serão

Leia mais

Engenharia de Software I Laboratório

Engenharia de Software I Laboratório UniFIAMFAAM Centro Universitário Alcântara Machado UniFMU Centro Universitário Engenharia de Software I Laboratório Ciências da Computação - Professor Rodrigo Geração de Casos de Uso - Passo a passo No

Leia mais

Fundamentos de Design Web

Fundamentos de Design Web Fundamentos de Design Web Usabilidade, Interatividade e Comunicabilidade na Web Dimensões do sistema &RQFHLWXDO )XQFLRQDO,QWHUDomR &RPXQLFDomR Conceitual Modelo conceitual da aplicação. Funcional Funções

Leia mais

Controle de Almoxarifado

Controle de Almoxarifado Controle de Almoxarifado Introdução O módulo de Controle de Almoxarifado traz as opções para que a empresa efetue os cadastros necessários referentes a ferramentas de almoxarifado, além do controle de

Leia mais

Sistema de Automação Comercial Características

Sistema de Automação Comercial Características Sistema de Automação Comercial Características» Cadastro de clientes com foto» Abertura de comanda eletrônica» Agendamento rápido» Trabalha em rede com acesso remoto» Definição e visualização das telas

Leia mais

GERADOR DE SENHAS PARA ECF

GERADOR DE SENHAS PARA ECF MANUAL DO SOFTWARE GERADOR DE SENHAS PARA ECF MODO TÉCNICO REVISÃO 1.00 1 1. Introdução 3 2. Acesso ao software 3 2.1. Login 3 2.2. Tela principal 4 3. Descrição das funções 4 3.1. Gerar senha ECF 4 3.2.

Leia mais

Tablet Widescreen Slimline

Tablet Widescreen Slimline Tablet Widescreen Slimline Manual do Usuário Avançado Instalação Desenho Escrita Navegação Configuração Manutenção www.trust.com/69/faq Instalando e conhecendo seu tablet Trust 6 7 8 9 0 Cabo USB 6 Pontas

Leia mais

Sumário I. Acesso ao sistema CRMTEL II. Como Cadastrar o Cliente III. Cliente já Cadastrado IV. Filtro de Clientes Atribuindo a Segmentação VI.

Sumário I. Acesso ao sistema CRMTEL II. Como Cadastrar o Cliente III. Cliente já Cadastrado IV. Filtro de Clientes Atribuindo a Segmentação VI. Módulo Clientes 2 Sumário I. Acesso ao sistema CRMTEL... 4 II. Como Cadastrar o Cliente... 5 III. Cliente já Cadastrado... 12 IV. Filtro de Clientes... 13 V. Atribuindo a Segmentação... 15 VI. Atribuindo

Leia mais

Sistemas Eletrônicos de Apresentação. / NT Editora. -- Brasília: 2013. 47p. : il. ; 21,0 X 29,7 cm.

Sistemas Eletrônicos de Apresentação. / NT Editora. -- Brasília: 2013. 47p. : il. ; 21,0 X 29,7 cm. Autor Ismael Souza Araujo Pós-graduado em Gerência de Projetos PMBOK UNICESP, Graduado em Tecnologia em Segurança da Informação - UNICESP. Professor de concurso da área de informática e consultor em EAD.

Leia mais