Ginástica Laboral Realizada no Hospital Cristo Rei Ibipora PR. Sidnei Luiz Alves e Aldeviro Cardoso

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Ginástica Laboral Realizada no Hospital Cristo Rei Ibipora PR. Sidnei Luiz Alves e Aldeviro Cardoso"

Transcrição

1 Ginástica Laboral Realizada no Hospital Cristo Rei Ibipora PR Sidnei Luiz Alves e Aldeviro Cardoso Resumo No seu contexto geral a Ginástica Laboral procura promover a saúde e melhorar as condições dos trabalhadores, diante de suas ocupações a serem exercidas e também auxilia na prevenção e na redução de doenças ocupacionais auxiliando no relacionamento interpessoal. Tem um importante papel na redução dos acidentes de trabalho e conseqüentemente no aumento da produtividade. Ginástica Laboral de Pausa refere-se guando são realizadas 3 a 4 horas após o inicio de trabalho, tem por objetivo relaxar o grupo muscular onde foi mais exigido durante a atividade ocupacional e tonificar as que não foram exigidas. É realizada no próprio local de trabalho com duração de 10 a 15 minutos. O presente estudo, busca verificar os benefícios da ginástica laboral relacionados a incidência de dor em um grupo de funcionários, antes e após a prática da ginástica laboral, durante um mês e também em relação a satisfação, bem estar e postura no ambiente de trabalho. Como forma de avaliação foi utilizado dois questionários, o primeiro antecedendo o início da aplicação da ginástica laboral e o segundo após um mês de aplicação da ginástica laboral. A atividade foi iniciada com 9 funcionários e sendo finalizada em sua totalidade com 9 funcionários. A realização da ginástica laboral ocorreu cinco vezes por semana de segunda a sextas-feiras com 25 seções no total de 15 minutos cada. Sendo realizado no período vespertino, durante a jornada de trabalho. De acordo com a verificação dos questionários, conclui-se que a ginástica laboral trás alguns benefícios, dentre eles a redução da intensidade de dor presente nos funcionários, promove o bem estar, favorece uma maior adequação postural durante o trabalho e foi satisfatório para todos os participantes.

2 1 INTRODUÇÃO No Brasil infelizmente as questões relacionadas com as mudanças ergonômica dos ambientes de trabalho estão longe de ser realidade. Algumas empresas e instituições estão preocupadas em oferecer aos seus trabalhadores condições ideais de trabalho, mas poucas tem se preocupado em investir na melhoria da qualidade de vida e sim apenas com ao que seus colaboradores poderão produzir (OLIVEIRA, 2004). De acordo com Kendall (1995), o surgimento de doenças decorrentes das atividades ocupacionais, são fatores que devem ser levados em consideração pelos trabalhadores, visto que afeta indiretamente os lucros da empresa. Os padrões culturais estão cada vez mais impondo atividades especializadas e limitadas, provocando assim sobrecargas nas estruturas do corpo humano. Incidência de problemas posturais em adulto tem sido cada vez maior e isto se relaciona com o sedentarismo e vícios posturais que são adquiridos desde a infância. As posturas sentadas por longo tempo ocorrem em escritório, mas também nas linhas de produção. A posição sentada apresenta vantagens sobre a postura ereta, o corpo fica mais bem apoiado em diversas superfícies como piso, assento, encosto, braço de cadeira e mesa. Portanto a posição sentada é menos cansativa que a de pé, porém devem-se evitar longo período sentado (Dul, Weerdmeester, 2004) 2 OBJETIVO GERAL Verificar os benefícios da ginástica laboral para os funcionários do setor administrativo do Hospital Cristo Rei Ibiporã - PR 2.2 ESPECÍFICO Identificar as regiões corporais com maior incidência de dores decorrentes do trabalho, orientando a postura corporal mais adequada; Aplicar a ginástica laboral para funcionários do setor administrativo do Hospital Cristo Rei Ibiporã PR Demonstrar os benefícios que a ginástica laboral poderá trazer para os trabalhadores; 3 Metodologia 3.1 caracterização da pesquisa Esta pesquisa apresenta como modelo um estudo de campo. Segundo Gil (2002), este estudo caracteriza-se como um tipo de pesquisa que apresenta um único grupo ou

3 comunidade, destacando seus componentes e é desenvolvido no próprio local em que ocorrem os fenômenos. De acordo com Filho e Santos (2003), essa forma de pesquisa, pode se dar por meio de questionário ou entrevista junto aos elementos envolvidos, e vai permitir a análise e conclusão, segundo objetivos previamente estabelecidos. A pesquisa apresenta um método quali-quantitativo e caracteriza-se como um estudo exploratório-descritivo, apresentando como objetivo a característica dos funcionários o setor jurídico do Hospital Cristo Rei e conhecer seus acometimentos dentro do próprio ambiente de trabalho, num contexto real. 3.2 população e amostra O estudo contou com a participação voluntaria de 9 trabalhadores do setor administrativo do Hospital Cristo Rei. A pesquisa foi realizada no Hospital Cristo Rei que localiza-se na cidade de Ibiporã- PR 3.3 Critérios de inclusão Apenas trabalhadores do setor administrativo. 3.4 Pratica da atividade da ginástica laboral A prática da ginástica laboral teve inicio no dia 1 de Junho de 2009, com duração aproximadamente um mês, sendo realizado 5 vezes por semana, de segundas as sextas feriras das 13h45m ás 14h com duração de 15 minutos, totalizando 25 sessões, com o termino no dia 3 de julho de A pratica da ginástica laboral foi realizado pelos pesquisadores, no próprio local de trabalho. Os exercícios eram de alongamento e relaxamento e seguiam os seguintes critérios: cada movimento realizado tinha em média 20 segundos de duração, sendo realizado bilateralmente guando necessário. Durante a realização dos exercícios foram associados também os exercícios respiratórios. Durante a realização da ginástica laboral, procurava-se orientar de maneira correta a realização dos exercícios, observando a realização dos mesmos durante as atividades. Guando necessário realizava-se correções posturais, ressaltando também a importância de se manter uma boa postura durante a atividade ocupacional. 3.5 Coleta de dados

4 Os dados foram obtidos da aplicação de dois questionários aplicados pelos próprios pesquisadores, sendo o primeiro pré ginástica laboral antes do início da atividade da ginástica laboral e o segundo pós ginástica laboral aplicada no final da pesquisa. 4 Resultado e discussão Os trabalhares apresentam uma jornada de 44h semanais, sendo de segunda a sábado. O trabalho diário de 8h e os sábados 4h. O inicio das atividades se dá a partir da 8h e o encerramento às 18h, tendo um intervalo de 2h para o almoço. A população trabalhadora é representada pelo sexo feminino em sua totalidade 100%. A maneira de contratação dos funcionários é através de indicação ou por outras maneiras. 4.1 Apresentação dos dados Para caracterizar o perfil do grupo estudado, foram avaliadas as variáveis como: sexo, idade, autora, peso, raça, estado civil, grau de escolaridade. A pesquisa teve como caracterização 9 trabalhadores, todas do sexo feminino, onde os mesmo responderam o questionários pré ginástica laboral e pós ginástica laboral. Os dados encontrados em media de altura são de 1,59. Á média de peso é de 59,6kg. Em relação a raça 8 trabalhadores (88,88%) são brancos 1 trabalhador (11,11%) é negro. Em relação ao estado civil, 8 trabalhadores (88,88%) são casados, 1 trabalhador (11,11%) outros. Com relação da idade a média é de 39 anos. Em relação ao grau de escolaridade 3 trabalhadores (33,33%) possui segundo grau completo, 2 trabalhadores (22,22%) ensino superior incompleto, 1 trabalhador (11,11%) ensino superior completo dois trabalhadores (22,22%) é pós graduação, 1 trabalhador (11,11%) possui o curso técnico. Os trabalhadores pesquisados, também foram questionados se já trabalharam em outras atividades, desses 5 trabalhadores (55,55%) responderam sim, 4 trabalhadores (44,44%) responderam que não. Com relação de forma de entrada na empresa 4 trabalhadores (44,44%) foram a través da indicação, 4 trabalhadores (44,44%) foram a través de outras formas e 1 trabalhador (11,11%) através de uma vaga provisória. Sobre o tempo de atuação na atividade administrativa 7 trabalhadores (77,77%) atuam a mais de 4 anos 1 trabalhador (11, 11%) entre um e dois anos e 1 trabalhador (11,11%) a menos de 1 ano. Referente ao tempo de atuação no hospital 7 trabalhadores (77,77%) estão no hospital a mais de quatro anos, 1 trabalhador (11,11%) entre um e dois anos e 1 trabalhador (11,1%) a menos de 1 ano. Em relação ao ambiente de trabalho 9 trabalhadores (100%)

5 responderam que gostam de seu trabalho. Em relação a ter outro emprego 8 trabalhadores (88,88%) responderam que não e 1 trabalhador (11,11%) tem outro trabalho. Distribuição de percentual de indicadores de saúde Quanto ao afastamento de trabalho ou lesão, 8 trabalhadores (88,88%) responderam que não 1 trabalhador (11,11%) respondeu que sim. Quanto ao sentir cansaço durante a jornada de trabalho 8 trabalhador(88,88%) responderam que não e 1 trabalhador (11,11%) respondeu que sim. Ao pergunta se sente cansaço após o expediente de trabalho 3 trabalhadores (33,33%) responderam que não, 6 trabalhadores (66,66%) responderam que sim. Quando questionado se apresenta dor durante o expediente de trabalho 8 trabalhadores (88,88%) respondeu que não, e 1 trabalhador (11,11%) respondeu que sim. Perguntado se apresenta dor após o expediente de trabalho 7 trabalhadores (77,77%) responderam que não 2 trabalhadores (22,22%) responderam que sim. Distribuição percentual relacionada a atividade física e laser. Quanto a pratica da atividade física 6 trabalhadores (66,66%) responderam que não e 3 trabalhadores (33,33%) respondeu que sim. Quanto a atividade de laser 5 trabalhadores (55,55%) responderam que não 4 trabalhadores (44,44%) responderam que não. Em relação á boa alimentação 1 trabalhador (11,11%) respondeu que não, 8 trabalhadores (88,88%) responderam que sim. Quanto ao sono 2 trabalhadores (22,22%) relatarem que não dormem bem, 7 trabalhadores (77,77%) relatam que dormem bem. Quando perguntado o que deixa mais estressado no trabalho apenas 5 pessoas responderam como excesso de trabalho, relacionamento, fofoca, conversas paralelas e desorganização. Diagrama de Corlett ( foto) Desconforto postural pré ginástica laboral. Pescoço 3 pessoas (33,33%)

6 Ombro 3 pessoas (33,33%) Costas superior 3 pessoas (33,33%) Braço 1 pessoa (11,11%) Costa média 1 pessoa (11,11%) Costa inferior 1 pessoa (11,11%) Punho 1 pessoa (11,11%) Bacia 1 pessoa (11,11%) Perna 1 pessoa (11,11%) Tornozelo 1 pessoa (11,11%) Desconforto postural pós ginástica laboral Pescoço 2 pessoas 22,22% Ombro 3 pessoas 33,33% Costa superior 2 pessoas 22,22% Braço 00 Costa media 00 Costa inferior 1 pessoa 11,11% Punho 1 pessoa 11,11% Bacia 2 pessoa 22,22% Pernas 00 Tornozelo 1 pessoa 11,11% Os dados relacionados a cima, os que estão entre parênteses representa pré ginástica laboral e os fora de parênteses representa o pós ginástica laboral. 4.2 Seguimentos corporais acometidos Pode se verificar de acordo com os dados acima, analise da percepção do desconforto físico (dor), em relação aos seguimentos corporais afetados, antes e após a implantação

7 do programa de ginástica laboral. Os dados revelam que, costa obteve maior incidência de comprometimento, evidenciada por (55,55%), antes da aplicação da ginástica laboral e 33,33% apresentaram melhora após o programa de ginástica laboral, seguido de pescoço, ombro. Os demais seguimentos apresentaram menor incidência de comprometimento. Segundo Santos apud, Coury (1995), a sobrecarga imposta por posturas inadequadas durante a jornada de trabalho afeta, de forma gradativa todos os seguimentos corporais, levando ao surgimento de dores, formigamentos, e sensações de peso nos diversas estruturas corporais, como: costa, pescoço, braço, mão e pernas. Verificando que a repetição dos movimentos consiste num fator de risco para o surgimento das doenças ocupacionais. Moreira (2002), em sua pesquisa com funcionários de um laboratório, observou que 60% de sua mostra relatam dores em ombro, ele explica que devido aos vícios posturais, a maioria inclina o tronco para frente, para alcançar objetos de trabalho, sejam eles microscópios ou mouse por exemplo. Neste estudo com funcionários no setor administrativo as mesmas apresentam movimentos semelhantes citados por Moreira. Neste estudo a freqüência de algias nas costa foi verificado em 5 pessoas ou seja (55,55%) antes da ginástica laboral e após a aplicação da ginástica laboral 3 pessoas 33,33% apresentou queixa de dor. Verificando uma melhora de 22,22% neste seguimento. Em um trabalho realizado por Gouveia (2009), com 48 costureiras de uma fabrica de confecções calça (jeans) na cidade de Londrina-PR, observou que 14 pessoas (29,16%) apresentavam dor, antes da ginástica laboral e após a aplicação da ginástica laboral 9 pessoas 18,75% apresentaram dor neste seguimento. Obtendo uma melhora de 10,41%. A região do pescoço antes da ginástica laboral foi apresentada por 3 pessoas (33,33%) e após aplicação da ginástica laboral 2 pessoas 22,22%, relataram dores neste seguimento observando uma melhora de 11,11%. O mesmo trabalho apresentado por Gouveia (2009), relata que antes da ginástica laboral 24 pessoas (50%), sentia dores na região do pescoço e após a aplicação da ginástica laboral 16 pessoas 33,33% queixa de dor neste seguimento observando uma melhora de 16,67%. Trabalho realizado por Santos (2007), com 40 funcionários do serviço gerais da Universidade Paranaense da cidade de Umuarama (UNIPAR) verificou-se que antes da ginástica laboral os trabalhadores do serviço gerais apresentaram dores na região do pescoço (50%) e após aplicação da ginástica laboral as dores foram de 47%, observou então uma redução de 3%.

8 Neste estudo a freqüência de algia em ombro foi verificado em 3 pessoas (33,33%) antes da ginástica laboral e após a aplicação da ginástica laboral 3 pessoas 33,33% apresentavam queixa de dor. Verificando que não ouve melhora neste seguimento. O mesmo trabalho realizado por Santos (2007) verificou-se que antes da aplicação da ginástica laboral a incidência de dor em ombro era de (60%), e após a aplicação da ginástica laboral 47% apresentaram dor. Obtendo uma melhora de 13% neste seguimento. 4.3 expectativa quanto ao programa de ginástica laboral. No questionário pós ginástica laboral todos os trabalhadores que parcelaram do projeto de ginástica laboral responderam as questões relacionadas a importância da ginástica laboral na empresa, os motivos que os levaram a participar do projeto, a importância da continuidade do projeto, se em razão do projeto os trabalhadores passaram a se preocupar com as posturas no trabalho, quanto a quantidade de aplicação da ginástica laboral durante a semana, se o tempo da aplicação da ginástica laboral for satisfatório e se o ambiente onde foi realizado foi realizado a ginástica laboral foi satisfatória, como foi o relacionamento com os colegas de trabalho, se a ginástica foi importante para seu bem estar. Quanto a importância da ginástica laboral na empresa 100% responderam que acham importante o desenvolvimento desse tipo de atividade. O motivo que levou a participar da ginástica laboral na empresa, 7 trabalhadores 77,77% assinalaram por que acham que é importante para a saúde, 2 pessoas 22,22% responderam que é devido a oportunidade que a empresa oferece. Em relação a postura se após a aplicação do projeto da ginástica laboral os participante passaram a se preocupar com a postura no local de trabalho, 9 pessoas 100% responderam que sim. Quando questionado em relação a continuidade a pratica da ginástica laboral na empresa após a conclusão deste projeto de pesquisa, 9 pessoas ou seja 100% responderam que sim. Quando questionado em quantidade de vezes, que a prática da ginástica laboral fosse realizado na empresa durante a semana 7 trabalhadores 77,77% responderam 5 vezes por semana, 2 trabalhadores 22,22% responderam 3 vezes por semana. Quanto a duração da pratica da ginástica laboral seu tempo de 15 minutos foi satisfatório, 9 pessoas 100% responderam que sim. Com relação ao ambiente de trabalho onde foi realizado a ginástica laboral, 9 pessoas 100% responderam que foi satisfatório.

9 Com relação ao relacionamento com os colegas durante a pratica da ginástica laboral 9 pessoas 100% responderam que foi satisfatório. Em relação a importância da ginástica laboral para o seu bem estar, 9 pessoas 100% responderam que sim. O bem estar dos trabalhadores, no seu cotidiano profissional, é uma preocupação que já vem sendo estudado. A dor, o desconforto corporal, além da má postura, são fatores determinantes para o surgimento de doenças acupacionais, impedindo muitas vezes o desempenho profissional dos trabalhadores. Com este estudo e através de literaturas pode se constatar que através da ginástica laboral, pode ser alcançadas as condições favoráveis, que as leve a uma melhora no bem estar, a uma redução da intensidade dolorosa já presente e melhora da postura no ambiente de trabalho. Mesmo com 25 aplicações de ginástica laboral foram vistas evoluções do quadro de dores\ desconfortos em região das costa, pescoço e ombro, mostrando a importância da ginástica laboral. Essa melhora das queixas de dores\desconforto nas costa, pescoço e ombro pode ser explicada pelo direcionamento maior da ginástica laboral para este seguimento, por serem estas regiões as maiores incidências de dores\desconforto dos trabalhadores no questionário pré ginástica laboral. O fator da melhora dos sintomas relacionados a dores\desconforto pode estar relacionados aos efeitos fisiológicos da ginástica laboral, como a melhora da oxigenação muscular através da circulação, liberação dos movimentos bloqueados por tensões exercidas, desenvolvimento da consciência corporal, melhora da postura e da flexibilidade. 6 conclusão Conforme os objetivos propostos pelo estudo, dentro das limitações que a pesquisa apresentou e como resultado final do trabalho, pode-se concluir que as regiões das costa, pescoço e ombro foram as áreas de maior incidência de dor e desconforto entre os funcionários, constatados através das questões pesquisadas. Observou-se que 100%, 9 pessoas da amostra, passou a se preocupar com a sua postura no local de trabalho, após a aplicação do programa da ginástica laboral. Verificou-se que em sua totalidade 100%, 9 participantes consideraram que foi importante para o seu bem estar o programa de ginástica laboral. A aplicação do programa ginástica laboral em funcionários do setor administrativo mostrou que esta medida colocada em prática, ajudou a minimizar a presença dos sintomas de dor, na maioria das regiões corporais. Apesar de apenas um mês de realização da ginástica laboral, observou um grau de satisfação elevado pelo programa de ginástica laboral entre os participantes.

10 Com este estudo, conclui-se que a ginástica laboral trás benefícios aos trabalhadores do setor administrativo do hospital Cristo Rei. Referencias bibliográficas DUL, J.; WEERDMEESTER. B.. Ergonomia Prática. 2 ed. São Paulo: Edgar Bücher; GIL, Antonio Carlos; Como elaborar projetos de pesquisa. 4 ed. São Paulo: Atlas; GOUVÊA, Kelen de Cássia Rodrigues; MANO, Patrícia Marry; PEREIRA, Aldeviro Cardozo. Os Benefícios da Ginástica Laboral para Trabalhadores de uma Indústria de Confecção (Costureiras). 94 f. Trabalho de Conclusão de Curso, Curso de Fisioterapia (Bacharelado) Faculdade Integrado INESUL - Instituto de Ensino Superior Campus Londrina, Londrina, KENDALL, P. F.; McCREARY, E.; PROVANCE, P.G. Músculos Provas e Funções. São Paulo: Manole, MOREIRA, M. B. A influência da Ginástica Laboral no estilo de vida dos trabalhadores. Monografia (Especialização em Saúde Pública). Universidade Estadual do Oeste do Paraná. Cascavel, OLIVEIRA, J.R.G.; A Pratica da Ginástica Laboral. 2ed. Rio de Janeiro: Sprint, SANTOS, A. F.; ODA, J. Y.; NUNES, A.P.M.; GONÇALVES, L; GARNÉS, F.L.S. Beneficios da ginástica laboral na prevenção dos distúrbios da ginástica laboral na prevenção dos distúrbios osteomusculares relacionados ao trabalho. Arq.Ciênc.Saúde Unipar. Umuarama.v.11,n.2,p , mai.- ago.,2007.

A importância da Ergonomia Voltada aos servidores Públicos

A importância da Ergonomia Voltada aos servidores Públicos A importância da Ergonomia Voltada aos servidores Públicos Fisioterapeuta: Adriana Lopes de Oliveira CREFITO 3281-LTT-F GO Ergonomia ERGONOMIA - palavra de origem grega, onde: ERGO = trabalho e NOMOS

Leia mais

Programa de Ginástica Laboral

Programa de Ginástica Laboral Programa de Ginástica Laboral 1. IDENTIFICAÇÃO Nome: Programa de Ginástica Laboral (PGL) Promoção e Organização: Centro de Educação Física, Esportes e Recreação Coordenadoria do Campus de Ribeirão Preto.

Leia mais

PREVALÊNCIA DE LOMBALGIA EM ALUNOS DE FISIOTERAPIA E SUA RELAÇÃO COM A POSTURA SENTADA

PREVALÊNCIA DE LOMBALGIA EM ALUNOS DE FISIOTERAPIA E SUA RELAÇÃO COM A POSTURA SENTADA ISBN 978-85-61091-05-7 Encontro Internacional de Produção Científica Cesumar 27 a 30 de outubro de 2009 PREVALÊNCIA DE LOMBALGIA EM ALUNOS DE FISIOTERAPIA E SUA RELAÇÃO COM A POSTURA SENTADA Juliana Camilla

Leia mais

Ergonomia Corpo com Saúde e Harmonia

Ergonomia Corpo com Saúde e Harmonia Ergonomia Corpo com Saúde e Harmonia Dr. Leandro Gomes Pistori Fisioterapeuta CREFITO-3 / 47741-F Fone: (16) 3371-4121 Dr. Paulo Fernando C. Rossi Fisioterapeuta CREFITO-3 / 65294 F Fone: (16) 3307-6555

Leia mais

DISTÚRBIOS OSTEOMUSCULARES RELACIONADOS AO TRABALHO EM PROFISSIONAIS DA LIMPEZA

DISTÚRBIOS OSTEOMUSCULARES RELACIONADOS AO TRABALHO EM PROFISSIONAIS DA LIMPEZA DISTÚRBIOS OSTEOMUSCULARES RELACIONADOS AO TRABALHO EM PROFISSIONAIS DA LIMPEZA ROSEMARA SANTOS DENIZ AMARILLA (1), BRUNO BORSATTO (2), RODRIGO EDUARDO CATAI (3) (1) Mestrado em Engenharia Civil / UTFPR

Leia mais

A relação trabalho, fábricas, máquinas, homens e(m) movimento há alguns

A relação trabalho, fábricas, máquinas, homens e(m) movimento há alguns TÍTULO:PROMOVENDO E RECUPERANDO A SAÚDE DO TRABALHADOR NA EMPRESA: GINÁSTICA LABORAL E CORREÇÃO FUNCIONAL NA ELECTROLUX DO BRASIL. AUTORES: DUARTE, A. C. G. O.; OLIVEIRA, S. B.; ARRUDA, E. A. B.; VENÂNCIO,

Leia mais

PROJETO DE EXTENSÃO DE GINÁSTICA LABORAL PARA MELHORAR QUALIDADE DE VIDA DOS FUNCIONÁRIOS DA ULBRA/GUAÍBA

PROJETO DE EXTENSÃO DE GINÁSTICA LABORAL PARA MELHORAR QUALIDADE DE VIDA DOS FUNCIONÁRIOS DA ULBRA/GUAÍBA PROJETO DE EXTENSÃO DE GINÁSTICA LABORAL PARA MELHORAR QUALIDADE DE VIDA DOS FUNCIONÁRIOS DA ULBRA/GUAÍBA RESUMO *Luciano Leal Loureiro ** Jésica Finguer O presente texto busca explicar o que é o projeto

Leia mais

QUALIDADE DE VIDA NO TRABALHO UTILIZANDO A GINÁSTICA LABORAL

QUALIDADE DE VIDA NO TRABALHO UTILIZANDO A GINÁSTICA LABORAL QUALIDADE DE VIDA NO TRABALHO UTILIZANDO A GINÁSTICA LABORAL Alessandra Prado de Souza, Ana Eliza Gonçalves Santos, Jaciara Nazareth Campos Palma, Karine Aparecida Silvério, Leonardo Ferreira, Matheus

Leia mais

FORTALECENDO SABERES EDUCAÇÃO FÍSICA DINÂMICA LOCAL INTERATIVA CONTEÚDO E HABILIDADES DESAFIO DO DIA. Aula 3.1 Conteúdo: Atividade física preventiva.

FORTALECENDO SABERES EDUCAÇÃO FÍSICA DINÂMICA LOCAL INTERATIVA CONTEÚDO E HABILIDADES DESAFIO DO DIA. Aula 3.1 Conteúdo: Atividade física preventiva. CONTEÚDO E HABILIDADES FORTALECENDO SABERES DESAFIO DO DIA Aula 3.1 Conteúdo: Atividade física preventiva. 2 CONTEÚDO E HABILIDADES FORTALECENDO SABERES DESAFIO DO DIA Habilidades: Entender os benefícios

Leia mais

DEFORMIDADES DA COLUNA VERTEBRAL: avaliação postural em adolescentes da faixa etária entre 11 a 16 anos

DEFORMIDADES DA COLUNA VERTEBRAL: avaliação postural em adolescentes da faixa etária entre 11 a 16 anos DEFORMIDADES DA COLUNA VERTEBRAL: avaliação postural em adolescentes da faixa etária entre 11 a 16 anos CAROLINE GONSALEZ FLAVIO PILOTO CIRILLO JULIANA THIEMI IMANO KAMILLA FERNANDES LINS SP 2009 DEFORMIDADES

Leia mais

AS VARIAÇÕES DE EXERCÍCIOS FÍSICOS APLICADOS NAS SESSÕES DE GINÁSTICA LABORAL

AS VARIAÇÕES DE EXERCÍCIOS FÍSICOS APLICADOS NAS SESSÕES DE GINÁSTICA LABORAL AS VARIAÇÕES DE EXERCÍCIOS FÍSICOS APLICADOS NAS SESSÕES DE GINÁSTICA LABORAL Junior, A. C. de J. Sebastião, J. S. Pimentel, E. S. Moreira, R. S. T.. RESUMO A área da ginástica laboral vem crescendo bastante

Leia mais

TÍTULO: A GINÁSTICA LABORAL RELACIONADA À QUALIDADE DE VIDA NO AMBIENTE DE TRABALHO

TÍTULO: A GINÁSTICA LABORAL RELACIONADA À QUALIDADE DE VIDA NO AMBIENTE DE TRABALHO TÍTULO: A GINÁSTICA LABORAL RELACIONADA À QUALIDADE DE VIDA NO AMBIENTE DE TRABALHO CATEGORIA: CONCLUÍDO ÁREA: CIÊNCIAS BIOLÓGICAS E SAÚDE SUBÁREA: EDUCAÇÃO FÍSICA INSTITUIÇÃO: FACULDADES INTEGRADAS PADRE

Leia mais

X JORNADA DE FISIOTERAPIA DE DOURADOS I ENCONTRO DE EGRESSOS DO CURSO DE FISIOTERAPIA DA UNIGRAN

X JORNADA DE FISIOTERAPIA DE DOURADOS I ENCONTRO DE EGRESSOS DO CURSO DE FISIOTERAPIA DA UNIGRAN 65 Centro Universitário da Grande Dourados X JORNADA DE FISIOTERAPIA DE DOURADOS I ENCONTRO DE EGRESSOS DO CURSO DE FISIOTERAPIA DA UNIGRAN 66 ANÁLISE POSTURAL EM ADOLESCENTES DO SEXO FEMININO NA FASE

Leia mais

Carina Cristiane Teodoro Pierini¹; Terezinha Gomes Faria²

Carina Cristiane Teodoro Pierini¹; Terezinha Gomes Faria² V EPCC Encontro Internacional de Produção Científica Cesumar 23 a 26 de outubro de 7 CONTRIBUIÇÕES DA GINÁSTICA LABORAL PARA A MELHORIA DA CONDIÇÃO FÍSICA DOS ORIENTADORES DE ESTACIONAMENTO REGULAMENTADO

Leia mais

O IMPACTO DO PROGRAMA DE GINÁSTICA LABORAL NO AUMENTO DA FLEXIBILIDADE

O IMPACTO DO PROGRAMA DE GINÁSTICA LABORAL NO AUMENTO DA FLEXIBILIDADE O IMPACTO DO PROGRAMA DE GINÁSTICA LABORAL NO AUMENTO DA FLEXIBILIDADE UM ESTUDO QUANTO À APLICABILLIDADE DO PROGRAMA PARA COLETORES DE LIXO DO MUNICÍPIO DE NITERÓI ALESSANDRA ABREU LOUBACK, RAFAEL GRIFFO

Leia mais

GINÁSTICA LABORAL Prof. Juliana Moreli Barreto

GINÁSTICA LABORAL Prof. Juliana Moreli Barreto GINÁSTICA LABORAL Prof. Juliana Moreli Barreto OFICINA PRÁTICA Aprenda a ministrar aulas de ginástica laboral GINÁSTICA LABORAL - Objetivos e benefícios do programa - Formas de aplicação atualmente - Periodização

Leia mais

Palavras Chave: Fisioterapia preventiva do trabalho; LER/DORT; acidente de trabalho, turnover.

Palavras Chave: Fisioterapia preventiva do trabalho; LER/DORT; acidente de trabalho, turnover. A eficácia da fisioterapia preventiva do trabalho na redução do número de colaboradores em acompanhamento no ambulatório de fisioterapia de uma indústria de fios têxteis Rodrigo Mendes Wiczick (UTFPR)rodrigo_2006@pg.cefetpr.br

Leia mais

NR 17 - ERGONOMIA. Portaria 3.214, de 08 de junho de 1978 06/07

NR 17 - ERGONOMIA. Portaria 3.214, de 08 de junho de 1978 06/07 NR 17 - ERGONOMIA Portaria 3.214, de 08 de junho de 1978 06/07 Esta Norma Regulamentadora visa a estabelecer parâmetros que permitam a adaptação das condições de trabalho às características psicofisiológicas

Leia mais

BACHARELADO EM FISIOTERAPIA RAQUEL NETO DELFINO ROBERTA MOREIRA DE OLIVEIRA

BACHARELADO EM FISIOTERAPIA RAQUEL NETO DELFINO ROBERTA MOREIRA DE OLIVEIRA BACHARELADO EM FISIOTERAPIA RAQUEL NETO DELFINO ROBERTA MOREIRA DE OLIVEIRA EFEITOS DA GINÁSTICA LABORAL EM FUNCIONÁRIOS DE CONFECÇÃO TÊXTIL CATAGUASES 2010 BACHARELADO EM FISIOTERAPIA RAQUEL NETO DELFINO

Leia mais

Título: AVALIAÇÃO DA SAÚDE DO TRABALHADOR POR MEIO DA ANÁLISE ERGONÔMICA EM FUNCIONÁRIOS DA INDÚSTRIA CAMERA.

Título: AVALIAÇÃO DA SAÚDE DO TRABALHADOR POR MEIO DA ANÁLISE ERGONÔMICA EM FUNCIONÁRIOS DA INDÚSTRIA CAMERA. Título: AVALIAÇÃO DA SAÚDE DO TRABALHADOR POR MEIO DA ANÁLISE ERGONÔMICA EM FUNCIONÁRIOS DA INDÚSTRIA CAMERA. AQUINO, Ariane; HAAS, Daniela; PIRES, Ana Helena Braga; VIDAL, Paula Cristina V. Universidade

Leia mais

Influência da ginástica laboral em funcionários que trabalham com telemarketing

Influência da ginástica laboral em funcionários que trabalham com telemarketing 1 Influência da ginástica laboral em funcionários que trabalham com telemarketing Introdução A ginástica laboral tem como objetivo minimizar os impactos negativos oriundos do sedentarismo do trabalhador

Leia mais

A GINÁSTICA LABORAL: OS CONTRASTES NOS RESULTADOS QUANDO ORIENTADA PELO EDUCADOR FÍSICO

A GINÁSTICA LABORAL: OS CONTRASTES NOS RESULTADOS QUANDO ORIENTADA PELO EDUCADOR FÍSICO A GINÁSTICA LABORAL: OS CONTRASTES NOS RESULTADOS QUANDO ORIENTADA PELO EDUCADOR FÍSICO Wagner Hauer Argenton 1 Rafael Godoy Cancelli Evandete Mitue Centro Universitário Positivo, Curitiba, PR Resumo:

Leia mais

INCIDÊNCIA DE LER/DORT EM FISIOTERAPEUTAS DOCENTES DE UMA INSTITUIÇÃO DE ENSINO SUPERIOR EM TERESINA (PI)

INCIDÊNCIA DE LER/DORT EM FISIOTERAPEUTAS DOCENTES DE UMA INSTITUIÇÃO DE ENSINO SUPERIOR EM TERESINA (PI) INCIDÊNCIA DE LER/DORT EM FISIOTERAPEUTAS DOCENTES DE UMA INSTITUIÇÃO DE ENSINO SUPERIOR EM TERESINA (PI) Nayana Pinheiro Machado 1,2,3, Relândia Cristina Machado Reinaldo Ratts 4, Veruska Cronemberger

Leia mais

DE VOLTA ÀS AULAS... CUIDADOS COM A POSTURA E O PESO DA MOCHILA!

DE VOLTA ÀS AULAS... CUIDADOS COM A POSTURA E O PESO DA MOCHILA! DE VOLTA ÀS AULAS... CUIDADOS COM A POSTURA E O PESO DA MOCHILA! SUA MOCHILA NÃO PODE PESAR MAIS QUE 10% DO SEU PESO CORPORAL. A influência de carregar a mochila com o material escolar nas costas, associado

Leia mais

IMPLANTAÇÃO E AVALIAÇÃO DE UM PROGRAMA DE GINÁSTICA LABORAL: UM ESTUDO PILOTO REALIZADO JUNTO A COLABORADORES DE UM HOSPITAL PRIVADO

IMPLANTAÇÃO E AVALIAÇÃO DE UM PROGRAMA DE GINÁSTICA LABORAL: UM ESTUDO PILOTO REALIZADO JUNTO A COLABORADORES DE UM HOSPITAL PRIVADO IMPLANTAÇÃO E AVALIAÇÃO DE UM PROGRAMA DE GINÁSTICA LABORAL: UM ESTUDO PILOTO REALIZADO JUNTO A COLABORADORES DE UM HOSPITAL PRIVADO Maria Cecilia Rezek Juliano 1 Silvia Renata Rezek Juliano 1 Maria Clara

Leia mais

GINÁSTICA LABORAL: PRÁTICA DE RESULTADO OU MODISMO? David Marcos Emérito de Araújo 1 Leyla Regis de Meneses Sousa 1

GINÁSTICA LABORAL: PRÁTICA DE RESULTADO OU MODISMO? David Marcos Emérito de Araújo 1 Leyla Regis de Meneses Sousa 1 GINÁSTICA LABORAL: PRÁTICA DE RESULTADO OU MODISMO? David Marcos Emérito de Araújo 1 Leyla Regis de Meneses Sousa 1 1 Professor(a) Departamento de Educação Física, UFPI d.emerito@uol.com.br RESUMO A Ginástica

Leia mais

O uso de práticas ergonômicas e de ginástica laboral nas escolas

O uso de práticas ergonômicas e de ginástica laboral nas escolas O uso de práticas ergonômicas e de ginástica laboral nas escolas Dessyrrê Aparecida Peixoto da Silva¹; Júlio César dos Santos² ¹Estudante de Engenharia de Produção, Bolsista de Extensão Universitária (PIBEX)

Leia mais

AURICULOTERAPIA NO TRATAMENTO DOS DISTÚRBIOS OSTEOMUSCULARES RELACIONADOS AO TRABALHO (DORT): UMA AVALIAÇÃO RETROSPECTIVA

AURICULOTERAPIA NO TRATAMENTO DOS DISTÚRBIOS OSTEOMUSCULARES RELACIONADOS AO TRABALHO (DORT): UMA AVALIAÇÃO RETROSPECTIVA ISBN 978-85-61091-05-7 V EPCC Encontro Internacional de Produção Científica Cesumar 27 a 30 de outubro de 2009 AURICULOTERAPIA NO TRATAMENTO DOS DISTÚRBIOS OSTEOMUSCULARES RELACIONADOS AO TRABALHO (DORT):

Leia mais

LER/DORT. www.cpsol.com.br

LER/DORT. www.cpsol.com.br LER/DORT Prevenção através s da ergonomia DEFINIÇÃO LER: Lesões por Esforços Repetitivos; DORT: Doenças Osteomusculares Relacionadas ao Trabalho; São doenças provocadas pelo uso inadequado e excessivo

Leia mais

A postura saudável para o digitador

A postura saudável para o digitador A postura saudável para o digitador A postura saudável para o digitador 2 Muitas vezes nos perguntamos: Qual é a postura mais adequada para se trabalhar durante horas em frente a um computador? Após anos

Leia mais

CARACTERIZAÇAO DE UM PROGRAMA DE GINÁSTICA LABORAL COMO PREVENÇÃO E REDUÇÃO DA LER/DORT

CARACTERIZAÇAO DE UM PROGRAMA DE GINÁSTICA LABORAL COMO PREVENÇÃO E REDUÇÃO DA LER/DORT CARACTERIZAÇAO DE UM PROGRAMA DE GINÁSTICA LABORAL COMO PREVENÇÃO E REDUÇÃO DA LER/DORT PINHEIRO, L. C.; DUTRA, J.; BRASILINO, F.F; MORALES, P. J. C.; HUCH, T.P. Universidade da Região de Joinville Depto.

Leia mais

Global Training. The finest automotive learning

Global Training. The finest automotive learning Global Training. The finest automotive learning Cuidar da saúde com PREFÁCIO O Manual de Ergonomia para o Motorista que você tem em agora em mãos, é parte de um programa da Mercedes-Benz do Brasil para

Leia mais

GINÁSTICA LABORAL: UMA ABORDAGEM MULTIDISCIPLINAR

GINÁSTICA LABORAL: UMA ABORDAGEM MULTIDISCIPLINAR GINÁSTICA LABORAL: UMA ABORDAGEM MULTIDISCIPLINAR Carina Fátima Brum 1, Tahiana Cadore Lorenzet Zorzi 2 RESUMO: O projeto de ginástica laboral na Unochapecó iniciou suas atividades em fevereiro de 2003

Leia mais

A GINÁSTICA LABORAL E OS SEUS EFEITOS NA RELAÇÃO DE EMPREGO: VANTAGENS E BENEFÍCIOS PARA EMPREGADO E EMPREGADOR.

A GINÁSTICA LABORAL E OS SEUS EFEITOS NA RELAÇÃO DE EMPREGO: VANTAGENS E BENEFÍCIOS PARA EMPREGADO E EMPREGADOR. A GINÁSTICA LABORAL E OS SEUS EFEITOS NA RELAÇÃO DE EMPREGO: VANTAGENS E BENEFÍCIOS PARA EMPREGADO E EMPREGADOR. Márcia Maria Maia Advogada, pós-graduada em Direito Público e pós-graduanda em Direito e

Leia mais

A QUALIDADE DE VIDA NO TRABALHO E SATISFAÇÃO: UM ESTUDO MULTI-CASOS COM OS FUNCIONÁRIOS DAS EMPRESAS DO SISTEMA S

A QUALIDADE DE VIDA NO TRABALHO E SATISFAÇÃO: UM ESTUDO MULTI-CASOS COM OS FUNCIONÁRIOS DAS EMPRESAS DO SISTEMA S A QUALIDADE DE VIDA NO TRABALHO E SATISFAÇÃO: UM ESTUDO MULTI-CASOS COM OS FUNCIONÁRIOS DAS EMPRESAS DO SISTEMA S Marcos Henrique Pazini (Pós-Graduado da UNICENTRO), Sílvio Roberto Stefano (Orientador),

Leia mais

MT 4 Biologo Mestre em Ecologia, docente das Faculdades Unidas do Vale do Araguaia UNIVAR MT

MT 4 Biologo Mestre em Ecologia, docente das Faculdades Unidas do Vale do Araguaia UNIVAR MT 113 A PREVALÊNCIA DE DOR EM FUNCIONÁRIOS DO SETOR ADMINISTRATÍVO E UMA EMPRESA DE TRANSPORTE RODOVIÁRIOS ATRAVÉS DA APLICAÇÃO DO QUESTIONÁRIO BIPOLAR DE DELIBERATO Suyanne Alves Duarte 1 Fábio Eduardo

Leia mais

Prof. Gustavo Suriani de Campos Meireles, M.Sc.

Prof. Gustavo Suriani de Campos Meireles, M.Sc. Pontifícia Universidade Católica de Goiás Departamento de Engenharia Curso de Graduação em Engenharia de Produção ENG 1090 Introdução à Engenharia de Produção Prof. Gustavo Suriani de Campos Meireles,

Leia mais

A PERCEPÇÃO DOS FUNCIONÁRIOS DA UNIVERSIDADE ESTADUAL DE PONTA GROSSA SOBRE A GINÁSTICA LABORAL

A PERCEPÇÃO DOS FUNCIONÁRIOS DA UNIVERSIDADE ESTADUAL DE PONTA GROSSA SOBRE A GINÁSTICA LABORAL 10. CONEX Apresentação Oral Resumo Expandido 1 ÁREA TEMÁTICA: (marque uma das opções) ( ) COMUNICAÇÃO ( ) CULTURA ( ) DIREITOS HUMANOS E JUSTIÇA ( ) EDUCAÇÃO ( ) MEIO AMBIENTE ( X ) SAÚDE ( ) TRABALHO

Leia mais

VOCÊ JÁ PENSOU NA SUA POSTURA HOJE?

VOCÊ JÁ PENSOU NA SUA POSTURA HOJE? VOCÊ JÁ PENSOU NA SUA POSTURA HOJE? Dicas Gerais para uma Boa Postura 1) Manter o topo da tela ao nível dos olhos e distante cerca de um comprimento de braço (45cm ~ 70cm); 2) Manter a cabeça e pescoço

Leia mais

Biomecânica. A alavanca inter-resistente ou de 2º grau adequada para a realização de esforço físico, praticamente não existe no corpo humano.

Biomecânica. A alavanca inter-resistente ou de 2º grau adequada para a realização de esforço físico, praticamente não existe no corpo humano. Biomecânica Parte do conhecimento da Ergonomia aplicada ao trabalho origina-se no estudo da máquina humana. Os ossos, os músculos, ligamentos e tendões são os elementos dessa máquina que possibilitam realizar

Leia mais

1. Documento: 20026-2015-3

1. Documento: 20026-2015-3 1. Documento: 20026-2015-3 1.1. Dados do Protocolo Número: 20026/2015 Situação: Ativo Tipo Documento: Comunicação Interna - CI Assunto: Planejamento estratégico - Metas Unidade Protocoladora: SES - Secretaria

Leia mais

Ginástica Laboral como Meio de Promoção da Qualidade de Vida no Trabalho

Ginástica Laboral como Meio de Promoção da Qualidade de Vida no Trabalho 6 Ginástica Laboral como Meio de Promoção da Qualidade de Vida no Trabalho José Cicero Mangabeira Da Silva Gestor Em Recursos Humanos - Anhanguera Educacional - Campinas-SP Especialista Em Gestão Da Qualidade

Leia mais

TÉCNICAS EM AVALIAÇÃO E REEDUCAÇÃO POSTURAL

TÉCNICAS EM AVALIAÇÃO E REEDUCAÇÃO POSTURAL 13. CONEX Pôster Resumo Expandido 1 ISSN 2238-9113 ÁREA TEMÁTICA: ( ) COMUNICAÇÃO ( ) CULTURA ( ) DIREITOS HUMANOS E JUSTIÇA ( ) EDUCAÇÃO ( ) MEIO AMBIENTE (X ) SAÚDE ( ) TRABALHO ( ) TECNOLOGIA TÉCNICAS

Leia mais

Ergonomia é o estudo do. relacionamento entre o homem e o seu trabalho, equipamento e ambiente, e. particularmente a aplicação dos

Ergonomia é o estudo do. relacionamento entre o homem e o seu trabalho, equipamento e ambiente, e. particularmente a aplicação dos ERGONOMIA ERGONOMIA relacionamento entre o homem e o seu trabalho, equipamento e ambiente, e conhecimentos de anatomia, fisiologia e psicologia na solução dos problemas surgidos deste relacionamento. Em

Leia mais

DADOS MAIS RELEVANTES OBTIDOS COM A APLICAÇÃO DA GINÁSTICA LABORAL NAS EMPRESAS LIDER TRATORES, BANCO SICREDI E JE MÍDIA VISUAL

DADOS MAIS RELEVANTES OBTIDOS COM A APLICAÇÃO DA GINÁSTICA LABORAL NAS EMPRESAS LIDER TRATORES, BANCO SICREDI E JE MÍDIA VISUAL RELATÓRIO PARCIAL DA APLICAÇÃO DA GINÁSTICA LABORAL EM ALGUMAS EMPRESAS DE CACHOEIRA DO SUL, COM ALGUNS RESULTADOS OBTIDOS INDIVIDUALMENTE MAS AINDA NÃO CONCLUSIVOS. Estas primeiras partes do relatório

Leia mais

Sintomas da LER- DORT

Sintomas da LER- DORT LER-DORT A LER e DORT são as siglas para Lesões por Esforços Repetitivos e Distúrbios Osteo-musculares Relacionados ao Trabalho. Os termos LER/DORT são usados para determinar as afecções que podem lesar

Leia mais

A EFICIÊNCIA DO ALONGAMENTO ESTÁTICO E ALONGAMENTO DINÂMICO NA FLEXIBILIDADE DE TRABALHADORES DE UMA EMPRESA EM BRUSQUE SC

A EFICIÊNCIA DO ALONGAMENTO ESTÁTICO E ALONGAMENTO DINÂMICO NA FLEXIBILIDADE DE TRABALHADORES DE UMA EMPRESA EM BRUSQUE SC A EFICIÊNCIA DO ALONGAMENTO ESTÁTICO E ALONGAMENTO DINÂMICO NA FLEXIBILIDADE DE TRABALHADORES DE UMA EMPRESA EM BRUSQUE SC Corrêa 1, Renan Braz 2, André Luiz de Oliveira RESUMO A flexibilidade é uma das

Leia mais

Gestão Ergonômica e Programas de Ergonomia na Empresa

Gestão Ergonômica e Programas de Ergonomia na Empresa Gestão Ergonômica e Programas de Ergonomia na Empresa Ms. João Eduardo de Azevedo Vieira Fisioterapeuta (PUC-PR / 2000) Esp. Fisiologia do Exercício e do Desporto (IBPEX / 2001) Esp. Fisioterapia do Trabalho

Leia mais

A GINÁSTICA LABORAL COMO FERRAMENTA PARA A MELHORIA DA QUALIDADE DE VIDA NO SETOR DE COZINHA EM RESTAURANTES

A GINÁSTICA LABORAL COMO FERRAMENTA PARA A MELHORIA DA QUALIDADE DE VIDA NO SETOR DE COZINHA EM RESTAURANTES A GINÁSTICA LABORAL COMO FERRAMENTA PARA A MELHORIA DA QUALIDADE DE VIDA NO SETOR DE COZINHA EM RESTAURANTES Alexandre Crespo Coelho da Silva Pinto Fisioterapeuta Mestrando em Engenharia de Produção UFSC

Leia mais

Qualidade de vida no trabalho o papel da ginástica laboral

Qualidade de vida no trabalho o papel da ginástica laboral Qualidade de vida no trabalho o papel da ginástica laboral Márcia de Ávila e Lara Estudante do curso de Educação Física - (UFV) - avilaelara@yahoo.com.br Felipe Alves Soares Estudante do curso de Educação

Leia mais

P Ú B L I C O I N T E R N O

P Ú B L I C O I N T E R N O Apresentação O Banrisul valoriza seus colaboradores por entender que estes são a essência do negócio. A promoção da qualidade de vida e da segurança dos funcionários é uma prática constante que comprova

Leia mais

Qualidade de vida laboral

Qualidade de vida laboral Qualidade de vida laboral Qualidade de vida laboral INTRODUÇÃO: Prevenir doenças ocupacionais (DORT Distúrbios Osteomusculares Relacionados ao Trabalho / LER Lesões por Esforços Repetitivos) decorrentes

Leia mais

Proposta para Implantação do Programa Atividade Física & Mulheres

Proposta para Implantação do Programa Atividade Física & Mulheres 2 Proposta para Implantação do Programa Atividade Física & Mulheres Ana Paula Bueno de Moraes Oliveira Graduada em Serviço Social Pontifícia Universidade Católica de Campinas - PUC Campinas Especialista

Leia mais

Endomarketing: um estudo de caso em uma agência de uma instituição financeira de Bambuí- MG

Endomarketing: um estudo de caso em uma agência de uma instituição financeira de Bambuí- MG Endomarketing: um estudo de caso em uma agência de uma instituição financeira de Bambuí- MG Bruna Jheynice Silva Rodrigues 1 ; Lauriene Teixeira Santos 2 ; Augusto Chaves Martins 3 ; Afonso Régis Sabino

Leia mais

MELHOR IDADE EM MOVIMENTO: IMPORTÂNCIA DA FISIOTERAPIA PREVENTIVA NA FLEXIBILIDADE DE IDOSAS

MELHOR IDADE EM MOVIMENTO: IMPORTÂNCIA DA FISIOTERAPIA PREVENTIVA NA FLEXIBILIDADE DE IDOSAS MELHOR IDADE EM MOVIMENTO: IMPORTÂNCIA DA FISIOTERAPIA PREVENTIVA NA FLEXIBILIDADE DE IDOSAS Área Temática: Saúde Helenara Salvati Bertolossi Moreira 1 (Coordenadora da Ação de Extensão) Helenara Salvati

Leia mais

CATEGORIA: EM ANDAMENTO ÁREA: CIÊNCIAS BIOLÓGICAS E SAÚDE SUBÁREA: FISIOTERAPIA INSTITUIÇÃO: FACULDADE ANHANGUERA DE TAUBATÉ

CATEGORIA: EM ANDAMENTO ÁREA: CIÊNCIAS BIOLÓGICAS E SAÚDE SUBÁREA: FISIOTERAPIA INSTITUIÇÃO: FACULDADE ANHANGUERA DE TAUBATÉ TÍTULO: PREVALÊNCIA DE DISTÚRBIOS OSTEOMUSCULARES RELACIONADO AO TRABALHO EM CIRURGIÕES-DENTISTAS ATUANTES NA REDE DO SISTEMA ÚNICO DE SAÚDE DO MUNICÍPIO DE CAÇAPAVA-SP CATEGORIA: EM ANDAMENTO ÁREA: CIÊNCIAS

Leia mais

Higiene do Trabalho. Higiene, Ergonomia e Segurança do Trabalho ERGONOMIA. Programa de Higiene do Trabalho GESTÃO DE PESSOAS. 3o bimestre / 2013

Higiene do Trabalho. Higiene, Ergonomia e Segurança do Trabalho ERGONOMIA. Programa de Higiene do Trabalho GESTÃO DE PESSOAS. 3o bimestre / 2013 GESTÃO DE PESSOAS CEFET-MG / DIVINÓPOLIS 3o bimestre / 2013 Prof. MSc. Antônio Guimarães Campos Higiene, Ergonomia e Segurança do Trabalho Higiene do Trabalho Conjunto de normas e procedimentos que visa

Leia mais

OTRABALHO NOTURNO E A SAÚDE DO TRABALHADOR: ESTUDO EXPLORATÓRIO EM TAUBATÉ E SÃO JOSÉ DOS CAMPOS

OTRABALHO NOTURNO E A SAÚDE DO TRABALHADOR: ESTUDO EXPLORATÓRIO EM TAUBATÉ E SÃO JOSÉ DOS CAMPOS OTRABALHO NOTURNO E A SAÚDE DO TRABALHADOR: ESTUDO EXPLORATÓRIO EM TAUBATÉ E SÃO JOSÉ DOS CAMPOS Tatiane Paula de Oliveira 1, Adriana Leonidas de Oliveira (orientadora) 2 1 Universidade de Taubaté/ Departamento

Leia mais

LER/DORT. Dr. Rodrigo Rodarte

LER/DORT. Dr. Rodrigo Rodarte LER/DORT Dr. Rodrigo Rodarte Há dois lados em todas as questões (Pitágoras, 410 445 a.c.) Definição: As L.E.R. são Lesões por Esforços Repetitivos (definição mais antiga) A D.O.R.T. (conhecidas como doenças

Leia mais

P Ú B L I C O I N T E R N O

P Ú B L I C O I N T E R N O Apresentação O Banrisul valoriza seus colaboradores por entender que estes são a essência do negócio. A promoção da qualidade de vida e da segurança dos funcionários é uma prática constante que comprova

Leia mais

Mairá Moreno Lima. Rangel de Andrade Silva FURNAS CENTRAIS ELÉTRICAS S.A. Usina Hidroelétrica de Porto Colômbia, Planura, Minas Gerais

Mairá Moreno Lima. Rangel de Andrade Silva FURNAS CENTRAIS ELÉTRICAS S.A. Usina Hidroelétrica de Porto Colômbia, Planura, Minas Gerais ANÁLISE ERGONÔMICA DO TRABALHO COMO FERRAMENTA PARA A MELHORIA DA QUALIDADE DE VIDA DE TRABALHADORES DO SETOR ADMINISTRATIVO DA EMPRESA FURNAS CENTRAIS ELÉTRICAS S.A., UNIDADE DE PORTO COLÔMBIA, PLANURA,

Leia mais

Anais do 2º Congresso Brasileiro de Extensão Universitária Belo Horizonte 12 a 15 de setembro de 2004

Anais do 2º Congresso Brasileiro de Extensão Universitária Belo Horizonte 12 a 15 de setembro de 2004 Anais do 2º Congresso Brasileiro de Extensão Universitária Belo Horizonte 12 a 15 de setembro de 2004 UDESC na Empresa - Programa de Atividade Física Área Temática de saúde Resumo O presente artigo visa

Leia mais

PREVENÇÃO ÀS LER/DORT

PREVENÇÃO ÀS LER/DORT PREVENÇÃO ÀS LER/DORT Introdução Durante os dias 19, 20 e 23 de julho o Datafolha ouviu os trabalhadores paulistanos sobre sua vida no trabalho (atividades desempenhadas, carga horária, realização de horas

Leia mais

PROGRAMA DE GINÁSTICA LABORAL PARA FUNCIONÁRIOS DA ESCOLA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO BÁSICA JOSÉ FRANCISCO DE ANDRADE, SANTANA DO IPANEMA, ALAGOAS, BRASIL.

PROGRAMA DE GINÁSTICA LABORAL PARA FUNCIONÁRIOS DA ESCOLA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO BÁSICA JOSÉ FRANCISCO DE ANDRADE, SANTANA DO IPANEMA, ALAGOAS, BRASIL. PROGRAMA DE GINÁSTICA LABORAL PARA FUNCIONÁRIOS DA ESCOLA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO BÁSICA JOSÉ FRANCISCO DE ANDRADE, SANTANA DO IPANEMA, ALAGOAS, BRASIL. RAY BRUNO MIRANDA SILVA UNIVERSIDADE DE BRASÍLIA SANTANA

Leia mais

A percepção da melhora da capacidade funcional em indivíduos da Terceira Idade praticantes de hidroginástica

A percepção da melhora da capacidade funcional em indivíduos da Terceira Idade praticantes de hidroginástica A percepção da melhora da capacidade funcional em indivíduos da Terceira Idade praticantes de hidroginástica Lillian Garcez Santos 1 Marcus Vinícius Patente Alves 2 RESUMO O número de pessoas acima de

Leia mais

POSTURA CORPORAL/DOENÇAS OCUPACIONAIS: UM OLHAR DA ENFERMAGEM SOBRE AS DOENÇAS OSTEOARTICULARES

POSTURA CORPORAL/DOENÇAS OCUPACIONAIS: UM OLHAR DA ENFERMAGEM SOBRE AS DOENÇAS OSTEOARTICULARES Revista Eletrônica Novo Enfoque, ano 2013, v. 17, n. 17, p. 54 60 POSTURA CORPORAL/DOENÇAS OCUPACIONAIS: UM OLHAR DA ENFERMAGEM SOBRE AS DOENÇAS OSTEOARTICULARES BARBOSA, Bruno Ferreira do Serrado 1 SILVA,

Leia mais

Ginástica Laboral: um Meio de Promover Qualidade de Vida no Trabalho

Ginástica Laboral: um Meio de Promover Qualidade de Vida no Trabalho 26 Ginástica Laboral: um Meio de Promover Qualidade de Vida no Trabalho Rossane Alves de Mancilha Especialista em Gestão da Qualidade de Vida na Empresa - UNICAMP Trabalhar em conjunto é uma copiosa fonte

Leia mais

CENSO DE ERGONOMIA. Autores: Hudson de Araújo Couto e Otacílio dos Santos Cardoso

CENSO DE ERGONOMIA. Autores: Hudson de Araújo Couto e Otacílio dos Santos Cardoso CENSO DE ERGONOMIA Autores: Hudson de Araújo Couto e Otacílio dos Santos Cardoso Descrição Geral Trata-se de uma ferramenta formulada à base de questionário podendo ser auxiliada por entrevista, através

Leia mais

LAUDO ERGONÔMICO DE TRABALHO ERGONOMIA NR-17

LAUDO ERGONÔMICO DE TRABALHO ERGONOMIA NR-17 LAUDO ERGONÔMICO DE TRABALHO ERGONOMIA NR-17 1. IDENTIFICAÇÃO DA EMPRESA Razão Social: Caixa Econômica Federal Endereço: Setor SBS Quadra 4 Bloco A Lote 3 e 4 Asa Sul Brasília/ DF CEP 70.092-900 CNPJ:

Leia mais

Programas de Promoção de Saúde Para o Trabalhador Escolar: Ginástica Laboral e Controle do Estresse

Programas de Promoção de Saúde Para o Trabalhador Escolar: Ginástica Laboral e Controle do Estresse 12 Programas de Promoção de Saúde Para o Trabalhador Escolar: Ginástica Laboral e Controle do Estresse Ricardo Martineli Massola Mestre em Qualidade de Vida, Saúde Coletiva e Atividade Física na UNICAMP

Leia mais

Análise da qualidade de vida no trabalho em uma empresa prestadora de serviços de fotocópias e serviços diversos no município de Bambuí/MG

Análise da qualidade de vida no trabalho em uma empresa prestadora de serviços de fotocópias e serviços diversos no município de Bambuí/MG Análise da qualidade de vida no trabalho em uma empresa prestadora de serviços de fotocópias e serviços diversos no município de Bambuí/MG Kamyla Espíndola Gibram REIS 1 ; Estefânia Paula da SILVA 2 ;

Leia mais

AVALIAÇÃO DAS CONDIÇÕES DE SAÚDE E TRABALHO ENTRE TÉCNICOS DE ENFERMAGEM DE UM HOSPITAL ESTADUAL DO MUNICÍPIO DE ALTA FLORESTA - MT

AVALIAÇÃO DAS CONDIÇÕES DE SAÚDE E TRABALHO ENTRE TÉCNICOS DE ENFERMAGEM DE UM HOSPITAL ESTADUAL DO MUNICÍPIO DE ALTA FLORESTA - MT AVALIAÇÃO DAS CONDIÇÕES DE SAÚDE E TRABALHO ENTRE TÉCNICOS DE ENFERMAGEM DE UM HOSPITAL ESTADUAL DO MUNICÍPIO DE ALTA FLORESTA - MT 1 TATIANA CORREA YAMACIRO DOS REIS 2 FRANCIANNE BARONI ZANDONADI 1 Bacharel

Leia mais

METALÚRGICA LTDA PROGRAMA DE ERGONOMIA RECIFE (PE) JULHO / 2010

METALÚRGICA LTDA PROGRAMA DE ERGONOMIA RECIFE (PE) JULHO / 2010 METALÚRGICA LTDA PROGRAMA DE ERGONOMIA RECIFE (PE) JULHO / 2010 PROERGO julho/2010 Pág. 1/7. I N D I C E 1. - APRESENTAÇÃO 2. - OBJETIVO 3. - INTRODUÇÃO 4. - EMPRESA BENEFICIADA 5. - CAMPO DE APLICAÇÃO

Leia mais

MELHORA DAS DORES CORPORAIS RELACIONADA Á PRÁTICA REGULAR DE HIDROGINÁSTICA

MELHORA DAS DORES CORPORAIS RELACIONADA Á PRÁTICA REGULAR DE HIDROGINÁSTICA 9. CONEX Apresentação Oral Resumo Expandido 1 ÁREA TEMÁTICA: ( ) COMUNICAÇÃO ( ) CULTURA ( ) DIREITOS HUMANOS E JUSTIÇA ( ) EDUCAÇÃO ( ) MEIO AMBIENTE ( X) SAÚDE ( ) TRABALHO ( ) TECNOLOGIA MELHORA DAS

Leia mais

A Empresa Recursos Humanos, Administração de Empresas e Seguros

A Empresa Recursos Humanos, Administração de Empresas e Seguros A Empresa A POLLO Consultoria de Benefícios e Corretora de Seguros é uma empresa, com 14 anos de mercado, especializada em planejar, elaborar, implantar e administrar projetos voltados para as áreas da

Leia mais

Ergo (trabalho) Nomos (regras)

Ergo (trabalho) Nomos (regras) ERGONOMIA Ergo (trabalho) Nomos (regras) Ergonomia é o estudo do relacionamento entre o homem e o seu trabalho, equipamentos, ferramentas e ambiente, visando à solução dos problemas surgidos desse relacionamento

Leia mais

Vantagens e limitações de duas ferramentas de análise e registro postural quanto à identificação de riscos ergonômicos

Vantagens e limitações de duas ferramentas de análise e registro postural quanto à identificação de riscos ergonômicos Vantagens e limitações de duas ferramentas de análise e registro postural quanto à identificação de riscos ergonômicos João Paulo Campos de Souza (PPGEP UFPB) souza.jp@gmail.com Prof. Dr. Celso Luiz Pereira

Leia mais

A IMPORTÂNCIA DA GINÁSTICA LABORAL NA GESTÃO DE PESSOAS: UM ESTUDO DE CASO NO IFRN CAMPOS MOSSORÓ-RN.

A IMPORTÂNCIA DA GINÁSTICA LABORAL NA GESTÃO DE PESSOAS: UM ESTUDO DE CASO NO IFRN CAMPOS MOSSORÓ-RN. A IMPORTÂNCIA DA GINÁSTICA LABORAL NA GESTÃO DE PESSOAS: UM ESTUDO DE CASO NO IFRN CAMPOS MOSSORÓ-RN. Valdileno Vieira (1); Elizabeth Duarte de Macedo(2); Nathanny Thuanny de Oliveira Alves (3) (1) IFRN,

Leia mais

Seguro saúde - Primeira Etapa do Projeto

Seguro saúde - Primeira Etapa do Projeto Seguro saúde - Primeira Etapa do Projeto 01 Pesquisa de mercado em busca das melhores opções de acordo com o perfil e realidade de sua empresa, apresentando as melhores companhias de Seguros e Empresas

Leia mais

Qualidade de vida no Trabalho

Qualidade de vida no Trabalho Qualidade de Vida no Trabalho Introdução É quase consenso que as empresas estejam cada vez mais apostando em modelos de gestão voltados para as pessoas, tentando tornar-se as empresas mais humanizadas,

Leia mais

MANUAL DE EDUCAÇÃO CONTINUADA EM ERGONOMIA

MANUAL DE EDUCAÇÃO CONTINUADA EM ERGONOMIA MANUAL DE EDUCAÇÃO CONTINUADA EM ERGONOMIA Autor : Geraldo Assis Cardoso Produto Vinculado ao Programa de Mestrado em Ensino em Ciências da Saúde e do Meio Ambiente do UniFOA Manual de treinamento ao Comitê

Leia mais

A Prevenção de Doenças Ocupacionais na Gestão de Qualidade Empresarial

A Prevenção de Doenças Ocupacionais na Gestão de Qualidade Empresarial A Prevenção de Doenças Ocupacionais na Gestão de Qualidade Empresarial 2 Alessandra Maróstica de Freitas A Prevenção de Doenças Ocupacionais na Gestão de Qualidade Empresarial ALESSANDRA MARÓSTICA DE FREITAS

Leia mais

SEGURANÇA E SAÚDE NO TRABALHO. Prevenção das Lesões por Esforços Repetitivos L E R

SEGURANÇA E SAÚDE NO TRABALHO. Prevenção das Lesões por Esforços Repetitivos L E R SEGURANÇA E SAÚDE NO TRABALHO Prevenção das Lesões por Esforços Repetitivos L E R O QUE SÃO AS LESÕES POR ESFORÇOS REPETITIVOS LER são doenças do trabalho provocadas pelo uso inadequado e excessivo do

Leia mais

Postura. As posturas prolongadas podem prejudicar os músculos e as articulações.

Postura. As posturas prolongadas podem prejudicar os músculos e as articulações. Postura A postura é, freqüentemente, determinada pela natureza da tarefa ou do posto de trabalho. Um porteiro de hotel tem uma postura estática, enquanto um carteiro passa a maior parte do tempo andando.

Leia mais

CASE HSBC Aplicação do Método OCRA na Promoção da Saúde em Call Center

CASE HSBC Aplicação do Método OCRA na Promoção da Saúde em Call Center CASE HSBC Aplicação do Método OCRA na Promoção da Saúde em Call Center Objetivos Promoção da Qualidade de Vida no Trabalho; Estimular melhoria no Clima Organizacional; Prevenção do adoecimento; Redução

Leia mais

Programa Corporativo Fitness Timbu

Programa Corporativo Fitness Timbu Programa Corporativo Fitness Timbu O que é? Series de exercícios físicos que utilizam movimentos naturais do ser humano, como pular, correr, puxar, agachar, girar e empurrar. O praticante ganha força,

Leia mais

DOCENTES DO CURSO DE JORNALISMO: CONHECIMENTO SOBRE SAÚDE VOCAL

DOCENTES DO CURSO DE JORNALISMO: CONHECIMENTO SOBRE SAÚDE VOCAL DOCENTES DO CURSO DE JORNALISMO: CONHECIMENTO SOBRE SAÚDE VOCAL Rayné Moreira Melo Santos (CESMAC) raynefono@yahoo.com.br Rozana Machado Bandeira de Melo (CESMAC) rmbmelo@ig.com.br Zelita Caldeira Ferreira

Leia mais

Relatório e Proposta de Programa para Grupos Corporativos: Atividade Física na Promoção da Saúde e Qualidade de Vida

Relatório e Proposta de Programa para Grupos Corporativos: Atividade Física na Promoção da Saúde e Qualidade de Vida 27 Relatório e Proposta de Programa para Grupos Corporativos: Atividade Física na Promoção da Saúde e Qualidade de Vida Simone Simões de Almeida Sganzerla Graduada em Educação Física Especialista em Gestão

Leia mais

TRABALHADOR NA APLICAÇÃO DE AGROTÓXICOS

TRABALHADOR NA APLICAÇÃO DE AGROTÓXICOS TRABALHADOR NA APLICAÇÃO DE AGROTÓXICOS CONSELHO DELIBERATIVO DO SENAR Presidente do Conselho Deliberativo João Martins da Silva Júnior Secretário Executivo Daniel Klüppel Carrara Chefe do Departamento

Leia mais

RELAÇÃO DA POSTURA ADOTADA PARA DORMIR E A QUEIXA DE LOMBALGIA

RELAÇÃO DA POSTURA ADOTADA PARA DORMIR E A QUEIXA DE LOMBALGIA ISBN 978-85-61091-05-7 V EPCC Encontro Internacional de Produção Científica Cesumar 27 a 30 de outubro de 2009 RELAÇÃO DA POSTURA ADOTADA PARA DORMIR E A QUEIXA DE LOMBALGIA Fernanda Cristina Pereira 1

Leia mais

CURSO DE ATUALIZAÇÃO. Gestão das Condições de Trabalho e Saúde dos Trabalhadores da Saúde

CURSO DE ATUALIZAÇÃO. Gestão das Condições de Trabalho e Saúde dos Trabalhadores da Saúde CURSO DE ATUALIZAÇÃO Gestão das Condições de Trabalho e Saúde dos Trabalhadores da Saúde PROJETO UNISAÚDE HARMONIA CORPORAL E MENTAL NO TRABALHO : AMPLIANDO HORIZONTES Lilian Zanoni Nogueira Sorocaba Julho,

Leia mais

AVALIAÇÃO POSTURAL. Figura 1 - Alterações Posturais com a idade. 1. Desenvolvimento Postural

AVALIAÇÃO POSTURAL. Figura 1 - Alterações Posturais com a idade. 1. Desenvolvimento Postural AVALIAÇÃO POSTURAL 1. Desenvolvimento Postural Vantagens e desvantagens da postura ereta; Curvas primárias da coluna vertebral; Curvas Secundárias da coluna vertebral; Alterações posturais com a idade.

Leia mais

A influência da prática da capoeira na postura dos capoeiristas: aspectos biomecânicos e fisiológicos.

A influência da prática da capoeira na postura dos capoeiristas: aspectos biomecânicos e fisiológicos. A influência da prática da capoeira na postura dos capoeiristas: aspectos biomecânicos e fisiológicos. Autores: Ft Mariana Machado Signoreti Profa. Msc. Evelyn Cristina Parolina A capoeira é uma manifestação

Leia mais

ERGONOMIA Notas de Aula - Graduação

ERGONOMIA Notas de Aula - Graduação ERGONOMIA Notas de Aula - Graduação Análise Ergonômica do Trabalho - AET Ponto 02 Mario S. Ferreira Março, 2010 CONCEITUAÇÃO Análise Ergonômica do Trabalho Intervenção, no ambiente de trabalho, para estudo

Leia mais

Diagnóstico de melhorias baseado na metodologia 5S: estudo de caso realizado em uma fábrica de ração

Diagnóstico de melhorias baseado na metodologia 5S: estudo de caso realizado em uma fábrica de ração Diagnóstico de melhorias baseado na metodologia 5S: estudo de caso realizado em uma fábrica de ração Suelem Correia Garcia 1, Lohanne Oliveira Rodrigues 1, Rutiele Tamara Januário Rodrigues 1, Camilla

Leia mais

Artigo publicado na Revista CEPPG Nº 24 1/2011 ISSN 1517-8471 Páginas 79 à 88

Artigo publicado na Revista CEPPG Nº 24 1/2011 ISSN 1517-8471 Páginas 79 à 88 Artigo publicado na Revista CEPPG Nº 24 1/2011 ISSN 1517-8471 Páginas 79 à 88 ERGONOMIA APLICADA EM MOBILIÁRIO DE SECRETÁRIA Josiane Lino da Silva 1 Cristina Freire da Silva 2 RESUMO A presente pesquisa

Leia mais

Consciência cinestésica como prática da Terapia Ocupacional no ambiente do trabalhador* Wilson C. Garves

Consciência cinestésica como prática da Terapia Ocupacional no ambiente do trabalhador* Wilson C. Garves Consciência cinestésica como prática da Terapia Ocupacional no ambiente do trabalhador* Wilson C. Garves *Trabalho apresentado no VIII Congresso Latino Americano de Terapia Ocupacional Lima - Peru, abril

Leia mais

Implantação de um Programa de Ginástica Laboral para o corpo técnico-administrativo de uma Instituição de Ensino Superior

Implantação de um Programa de Ginástica Laboral para o corpo técnico-administrativo de uma Instituição de Ensino Superior Implantação de um Programa de Ginástica Laboral para o corpo técnico-administrativo de uma Instituição de Ensino Superior DÂNIA BARRO IDEAU Instituto de Desenvolvimento Educacional do Alto Uruguai. dania@ideau.com.br

Leia mais

Ginástica Laboral em um setor administrativo: avaliação crítica de efetividade

Ginástica Laboral em um setor administrativo: avaliação crítica de efetividade Ginástica Laboral em um setor administrativo: avaliação crítica de efetividade Thiago de Oliveira Pegatin (PPGEP/UTFPR) thiagopegatin@yahoo.com.br Luciana Mitsumori luciana_mitsumori@ig.com.br Antonio

Leia mais