ARISTÓTELES A POLÍTICA

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "ARISTÓTELES A POLÍTICA"

Transcrição

1 A POLÍTICA Prof. Elson Junior Santo Antônio de Pádua, março de 2017

2 A POLÍTICA Formação Social: -Barbárie; - Famílias; - Clãs; - Vilas; - Cidade (Pólis);

3 - Relações: Família => Homem X (mulher, filhos e escravos). - Cidade = Homem X Classes. - Homem = Social por natureza => homem é um animal político.

4 -Relação Social => Meios Naturais de Produção X Ausência destes meios. -Naturalização das relações sociais => Onde as diferenças são vistas como complementaridade orgânica.

5 -Objetivo maior => Felicidade. - Assim, como a cidade é a maior forma de associação, também deve produzir a maior forma de felicidade. - Animal Político X Mudança. - Não percebeu a importância ou necessidade de associação nas classes marginais. Assim, as percebeu por meio de um simultâneo de reconhecimento e limites de competências.

6

7 Expôs na Política a teoria clássica das formas de governo que foi repetida durante séculos sem variações sensíveis. Critica as teorias políticas precedentes, em especial a platônica. Forma de Governo: Politeia (constituição) a Constituição é a estrutura que dá ordem à cidade, determinando o funcionamento de todos os cargos públicos e sobretudo da autoridade soberana.

8 A TEORIA DAS FORMAS DE GOVERNO O poder soberano pode ser exercido por um só, por poucos ou por muitos buscando o interesse comum = constituições retas (bons governos); quando o exercem no seu interesse privado, temos desvios = constituições corrompidas (maus governos)

9 Os dois critérios fundamentais: quem governa e como governa : a) Formas boas de governo -Monarquia: governo bom de um só; -Aristocracia: governo bom de poucos; -Politia (democracia + ): governo bom de muitos. * Monarquias hereditárias: tempos heróicos; Monarquia militar: duração perpétua (Esparta); Povos bárbaros (monarquias despóticas): reinos asiáticos.

10 Formas más de governo -Tirania: governo mau de um só. -Oligarquia: governo mau de poucos (ricos); -Democracia(-): governo mau de muitos.

11 Na hierarquia das formas de governo Aristóteles utiliza o mesmo esquema de Platão: monarquia, aristocracia, politia, democracia, oligarquia e tirania.

12 a) - o maior afastamento está entre Monarquia (a melhor das formas boas) e Tirania (a pior das formas más).

13 A TEORIA DAS FORMAS DE GOVERNO b) - o critério da distinção das formas boas e más: ao contrário de Platão, o critério de Aristóteles é diferente: não é o consenso ou a força, a legalidade ou ilegalidade, mas sobretudo o interesse comum (bemcomum) ou pessoal.

14 Democracia e Oligarquia: formas que Aristóteles se detém com maior atenção em toda a obra. a - Oligarquia + Democracia = POLITIA (a engenharia Política de Aristóteles) conciliando procedimentos que seriam incompatíveis. Ex: a promulgação de lei que penaliza os ricos nãoparticipantes e dê um prêmio aos pobres participantes; adotando um meio-termo entre as disposições extremas dos 2 regimes: direito ao voto (equilibrando a lei censitária); conservar o método eleitoral da democracia (sorteio) e excluir a renda (reservada à oligarquia).

15 O critério da Mediania: a classe média é a estabilidade. Politia: fusão de duas formas simples de governo para criar uma composta. É uma técnica de controle social, fórmula precursora da teoria de Montesquieu (Separação de Poderes).

16 A POLITIA é o produto de uma mistura. Fruto de uma mistura de diversas formas de governo é um dos grandes temas do pensamento político ocidental, que chega até nossos dias. Trata-se do tema do Governo Misto*. *Governo Misto: tema desenvolvido pelo historiador Políbio (II a.c.) e, mais tarde, por Maquiavel (séc. XVI). A Democracia moderna, em muitos sentidos, está associada aos postulados do Governo Misto, em especial por meio da Teoria da Separação dos Poderes.

Capítulo III ARISTÓTELES

Capítulo III ARISTÓTELES Capítulo III ARISTÓTELES A teoria clássica das formas de governo é aquela exposta por Aristóteles (384-322 a.c.) na Polit ica; é clássica e foi repetida durante séculos sem variações sensíveis. Aqui também

Leia mais

Teoria das Formas de Governo

Teoria das Formas de Governo Universidade Federal de Santa Catarina Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Produção e Sistemas Disciplina: Governo Eletrônico Teoria das Formas de Governo Equipe 2 Biancca Nardelli Schenatz Nair

Leia mais

A justiça como virtude e instituição social na organização da sociedade grega.

A justiça como virtude e instituição social na organização da sociedade grega. A justiça como virtude e instituição social na organização da sociedade grega. Colégio Cenecista Dr. José ferreira Professor Uilson Fernandes Fevereiro de 2016 A forma como os filósofos clássicos definem

Leia mais

Origem na palavra Politéia, que se refere a tudo relacionado a Pólis grega e à vida em coletividade.

Origem na palavra Politéia, que se refere a tudo relacionado a Pólis grega e à vida em coletividade. O homem é um animal político por natureza; Política visa (ou deveria visar) um fim útil e bom para sociedade; Característica do ser humano é a vida em comunidade. Origem na palavra Politéia, que se refere

Leia mais

FORMAS DE GOVERNO: a organização institucional do poder político. TGE I Nina Ranieri 2017

FORMAS DE GOVERNO: a organização institucional do poder político. TGE I Nina Ranieri 2017 FORMAS DE GOVERNO: a organização institucional do poder político TGE I Nina Ranieri 2017 Formas de Governo Conceito Modos pelos quais o poder político é distribuído entre os Poderes do Estado distribuição

Leia mais

Filosofia política na Antiguidade romana: Cícero

Filosofia política na Antiguidade romana: Cícero Filosofia política na Antiguidade romana: Cícero As influências de Platão e Aristóteles no terreno da reflexão política foram marcantes tanto na Antiguidade como na Idade Média. A ideia de que a política

Leia mais

III Estado Romano de um pequeno grupamento humano ao primeiro império mundial. Características: a) Base familiar de organização; b) Cristianismo.

III Estado Romano de um pequeno grupamento humano ao primeiro império mundial. Características: a) Base familiar de organização; b) Cristianismo. EVOLUÇÃO HISTÓRICA DO ESTADO I Estado Antigo, Oriental ou Teocrático não se distingue o pensamento político da religião, da moral, da filosofia, ou das doutrinas econômicas. Características: a) Natureza

Leia mais

ARISTÓTELES e A Política

ARISTÓTELES e A Política ARISTÓTELES e A Política Aristóteles Política (em grego Πολιτικα, em latim Politica), é um texto do filósofo grego Aristóteles de Estagira. É composto por oito livros. Os livros I, II, e III são introdutórios

Leia mais

NOTAS INTRODUTÓRIAS AO PENSAMENTO POLÍTICO DE ARISTÓTELES: O regime de inclusão de ricos e pobres.

NOTAS INTRODUTÓRIAS AO PENSAMENTO POLÍTICO DE ARISTÓTELES: O regime de inclusão de ricos e pobres. NOTAS INTRODUTÓRIAS AO PENSAMENTO POLÍTICO DE ARISTÓTELES: O regime de inclusão de ricos e pobres. Rafael Augusto De Conti 1. SUMÁRIO: 1. O ser se diz de vários modos; 2. As causas da comunidade política;

Leia mais

A POLÍTICA NA HISTÓRIA DO PENSAMENTO

A POLÍTICA NA HISTÓRIA DO PENSAMENTO PLATÃO (428-347 a.c.) Foi o primeiro grande filósofo que elaborou teorias políticas. Na sua obra A República ele explica que o indivíduo possui três almas que correspondem aos princípios: racional, irascível

Leia mais

Curso: Serviço Social. Série: 3º Período. Disciplina: Teoria Política. Carga horária semanal: 3 horas. Carga horária semestral: 60 horas

Curso: Serviço Social. Série: 3º Período. Disciplina: Teoria Política. Carga horária semanal: 3 horas. Carga horária semestral: 60 horas Curso: Serviço Social Série: 3º Período Disciplina: Teoria Política Carga horária semanal: 3 horas Carga horária semestral: 60 horas 1 Ementa Estado e Sociedade; Teoria Política; Absolutismo; Contratualismo;

Leia mais

A CIVILIZAÇÃO CLÁSSICA: GRÉCIA

A CIVILIZAÇÃO CLÁSSICA: GRÉCIA Existe apenas um bem, o saber, e apenas um mal, a ignorância. Sócrates A CIVILIZAÇÃO CLÁSSICA: GRÉCIA Prof. Goicochea @goicomagic História O LEGADO GREGO Jogos olímpicos surgem na Grécia antiga como forma

Leia mais

Unidade 2: História da Filosofia Filosofia Clássica. Filosofia Serviço Social Igor Assaf Mendes

Unidade 2: História da Filosofia Filosofia Clássica. Filosofia Serviço Social Igor Assaf Mendes Unidade 2: História da Filosofia Filosofia Clássica Filosofia Serviço Social Igor Assaf Mendes Conteúdo (a) Nascimento da filosofia (b) Condições históricas para seu nascimento (c) Os principais períodos

Leia mais

WOLFF, Francis. Aristóteles e a política. Tradução de Thereza Christina Ferreira Stummer e Lygia Araujo Watanabe. São Paulo: Discurso Editorial, 1999.

WOLFF, Francis. Aristóteles e a política. Tradução de Thereza Christina Ferreira Stummer e Lygia Araujo Watanabe. São Paulo: Discurso Editorial, 1999. WOLFF, Francis. Aristóteles e a política. Tradução de Thereza Christina Ferreira Stummer e Lygia Araujo Watanabe. São Paulo: Discurso Editorial, 1999. Cassio Correa Benjamin UFSJ Uma introdução exemplar

Leia mais

Contextualização histórica Grécia antiga

Contextualização histórica Grécia antiga Contextualização histórica Grécia antiga Fundamentos teórico-epistemológicos da educação I PPGE UEPG Professoras Gisele Masson Patrícia Marcoccia PERÍODO PRÉ-HOMÉRICO OU MICÊNICO PERIODIZAÇÃO Período

Leia mais

Filosofia Política Clássica

Filosofia Política Clássica Filosofia Política Clássica Antiguidade Clássica - Platão Platão - seres humanos são divididos em três almas ou princípios de atividades: alma desejante que busca a satisfação dos apetites do corpo; alma

Leia mais

1)Levando em conta o estado moderno quais foram os antagonismos?

1)Levando em conta o estado moderno quais foram os antagonismos? Exercícios Modulo 6 1)Levando em conta o estado moderno quais foram os antagonismos? Poder espiritual e o poder temporal 2)Cite pelo menos 4 características de soberania? Una; Única, Singular, Absoluta;,

Leia mais

ANTIGUIDADE CLÁSSICA PROFESSOR OTÁVIO

ANTIGUIDADE CLÁSSICA PROFESSOR OTÁVIO ANTIGUIDADE CLÁSSICA PROFESSOR OTÁVIO GRÉCIA GRÉCIA ANTIGA: CIDADES-ESTADO POR VOLTA DO ANO DE 2.000 a.c. A GRÉCIA CONTINENTAL E AS ILHAS DO MAR EGEU FORAM OCUPAS POR POVOS INDO-EUROPEUS: AQUEUS, JÔNIOS,

Leia mais

Fil. Semana. Lara Rocha (Debora Andrade)

Fil. Semana. Lara Rocha (Debora Andrade) Semana 5 Lara Rocha (Debora Andrade) Este conteúdo pertence ao Descomplica. Está vedada a cópia ou a reprodução não autorizada previamente e por escrito. Todos os direitos reservados. CRONOGRAMA 17/03

Leia mais

ESPARTA Situada na Lacônia (Peloponeso) planíciefértil(exceçãonagrécia)

ESPARTA Situada na Lacônia (Peloponeso) planíciefértil(exceçãonagrécia) GRÉCIA ANTIGA Localizada na Grécia Continental ou Peninsular está no sul da Europa na Península Balcânica, também era formada por outras porções de terra: Insular ilhasgregasnomaregeu. MagnaGrécia colôniasnosuldaitália.

Leia mais

ECONOMIA E GESTÃO DO SETOR PÚBLICO MÓDULO 1 TEORIA DO ESTADO E CONCEITOS BÁSICOS DE ECONOMIA DO SETOR PÚBLICO

ECONOMIA E GESTÃO DO SETOR PÚBLICO MÓDULO 1 TEORIA DO ESTADO E CONCEITOS BÁSICOS DE ECONOMIA DO SETOR PÚBLICO ECONOMIA E GESTÃO DO SETOR PÚBLICO MÓDULO 1 TEORIA DO ESTADO E CONCEITOS BÁSICOS DE ECONOMIA DO SETOR PÚBLICO Índice 1. Teoria do estado e conceitos básicos de economia do setor público...3 1.1. Estado,

Leia mais

Formas de Governo e Regimes Políticos. Colégio Anglo de Sete Lagoas - Professor: Ronaldo - (31)

Formas de Governo e Regimes Políticos. Colégio Anglo de Sete Lagoas - Professor: Ronaldo - (31) Formas de Governo e Regimes Políticos ESTADO Estado é a corporação de um povo, assentada num determinado território e dotada de um poder originário de mando. (Jellinek) Formas e Sistemas de Governo Pode-se

Leia mais

MONTESQUIEU. Separação de poderes. Origens da teoria e sua aplicação na atualidade. Prof. Elson Junior

MONTESQUIEU. Separação de poderes. Origens da teoria e sua aplicação na atualidade. Prof. Elson Junior MONTESQUIEU Separação de poderes Origens da teoria e sua aplicação na atualidade Prof. Elson Junior Santo Antônio de Pádua, Maio de 2017 1. Primeiras ideias 1.1. Esclarecimentos iniciais Pela definição

Leia mais

A teoria das formas de governo na Antiguidade Rodrigo Fernando Gallo 1

A teoria das formas de governo na Antiguidade Rodrigo Fernando Gallo 1 A teoria das formas de governo na Antiguidade Rodrigo Fernando Gallo 1 RESUMO: O objetivo deste artigo é traçar um breve histórico da teoria das formas de governo durante a Antiguidade, presente na obra

Leia mais

A utopia platônica. Perspectiva política da alegoria da caverna: a sofocracia. Educação e política: as três classes

A utopia platônica. Perspectiva política da alegoria da caverna: a sofocracia. Educação e política: as três classes Ideias políticas Platão Pp. 311-312 A utopia platônica Perspectiva política da alegoria da caverna: a sofocracia Educação e política: as três classes A utopia platônica é elaborada na época da decadência,

Leia mais

1º bimestre 1ª série 7 - Antiguidade Ocidental - Grécia Cap , 2.2. Roberson de Oliveira

1º bimestre 1ª série 7 - Antiguidade Ocidental - Grécia Cap , 2.2. Roberson de Oliveira 1º bimestre 1ª série 7 - Antiguidade Ocidental - Grécia Cap. 2 2.1, 2.2 Roberson de Oliveira Antiguidade Ocidental - Grécia 1. Periodização XX a.c. XII a.c. VIII a.c. VI a.c. IV a.c. I a.c. Pré-Homérico

Leia mais

A Separação dos Poderes

A Separação dos Poderes A Separação dos Poderes Charles de Montesquieu Para pesquisar: Apontar: 1. As teorias/os indícios em outros teóricos sobre a Separação dos Poderes; 2. A fundamentação para a teoria da Separação dos Poderes

Leia mais

Antecedentes Históricos da Administração. Professor Maurício Teixeira

Antecedentes Históricos da Administração. Professor Maurício Teixeira Antecedentes Históricos da Administração Professor Maurício Teixeira Abordagens Mostrar a história Incipiente preocupação com a Administração na antiguidade Influencias da Administração Filosóficas Da

Leia mais

A DEMOCRACIA TIPOLOGIA CLÁSSICA DE ARISTÓTELES. FICHAMENTO E

A DEMOCRACIA TIPOLOGIA CLÁSSICA DE ARISTÓTELES. FICHAMENTO E Alumni Revista Discente da UNIABEU 34 A DEMOCRACIA TIPOLOGIA CLÁSSICA DE ARISTÓTELES. FICHAMENTO E APONTAMENTOS DE POLÍTICA Marcelo dos Santos Garcia Santana (UPAC/UNESA) RESUMO: O princípio que inspirava

Leia mais

Estado: conceito e evolução do Estado moderno. Santana do Livramento

Estado: conceito e evolução do Estado moderno. Santana do Livramento Estado: conceito e evolução do Estado moderno Santana do Livramento Objetivos da Aula Objetivo Geral Estudar o significado do Estado, sua concepção e evolução para os modelos do Estado Moderno, para a

Leia mais

O que é História? A história é uma ciência que investiga o passado para poder compreender melhor o presente.

O que é História? A história é uma ciência que investiga o passado para poder compreender melhor o presente. EXERCÍCIOS DE REVISÃO PARA O EXAME FINAL HISTÓRIA 5ª SÉRIE O que é História? A história é uma ciência que investiga o passado para poder compreender melhor o presente. Existem muitas fontes através das

Leia mais

OFICINA DA PESQUISA ÉTICA, POLÍTICA E SOCIEDADE

OFICINA DA PESQUISA ÉTICA, POLÍTICA E SOCIEDADE OFICINA DA PESQUISA ÉTICA, POLÍTICA E SOCIEDADE Prof. Msc. Carlos José Giudice dos Santos carlos@oficinadapesquisa.com.br www.oficinadapesquisa.com.br FORMAS DE GOVERNO REGIMES POLÍTICOS A CIÊNCIA POLÍTICA

Leia mais

TEXTO BASE: ATENAS - PERÍODO ARCAICO (SEC. VIII-V a.c.)

TEXTO BASE: ATENAS - PERÍODO ARCAICO (SEC. VIII-V a.c.) TEXTO BASE: ATENAS - PERÍODO ARCAICO (SEC. VIII-V a.c.) Localização ao norte da Península Balcânica (Ática) Escassez de terras cultiváveis, favorecendo o comércio marítimo (relativa hegemonia comercial

Leia mais

O PODER DA POLÍTCA. CAPÍTULO 1- Filosofia 8º ano

O PODER DA POLÍTCA. CAPÍTULO 1- Filosofia 8º ano O PODER DA POLÍTCA CAPÍTULO 1- Filosofia 8º ano Você já precisou fazer algo por determinação de alguém? Ler p.3 General do exército tem poder sobre os soldados... 1. Poderes Superpoderes capacidade de

Leia mais

Grécia (Hélade) Localização

Grécia (Hélade) Localização Grécia (Hélade) Primeira civilização ocidental Localização 1 Grécia Continental e Insular Relevo escarpado e isolamento natural das cidades 2 PERÍODOS Pré-homérico(séc. XX a XII ac) Homérico(séc. XII a

Leia mais

Aula 2. Professor Douglas Pereira da Silva. dps aula 2

Aula 2. Professor Douglas Pereira da Silva. dps aula 2 Aula 2 Fundamentos Fecaf Professor Douglas Pereira da Silva 1 Há 1300 a.c. no Egito antigo já existia a necessidade de planejar, dirigir e controlar milhares de trabalhadores na construção de monumentais

Leia mais

Sócrates, Sofistas, Platão e Aristóteles (ética) Séc. III e IV a. C

Sócrates, Sofistas, Platão e Aristóteles (ética) Séc. III e IV a. C Sócrates, Sofistas, Platão e Aristóteles (ética) Séc. III e IV a. C Nunca deixou nada escrito Patrono da Filosofia Sh As principais fontes: Platão, Xenofonte e Aristóteles Questões Antropológicas O início

Leia mais

Professor: Décius Caldeira HISTÓRIA 3ª série Ensino Médio HISTÓRIA E PENSAMENTO POLÍTICO

Professor: Décius Caldeira HISTÓRIA 3ª série Ensino Médio HISTÓRIA E PENSAMENTO POLÍTICO Professor: Décius Caldeira HISTÓRIA 3ª série Ensino Médio HISTÓRIA E PENSAMENTO POLÍTICO I- OS HOMENS DEVEM AMOR AO REI: SÃO SÚDITOS. Jacques Bossuet II- AS VIRTUDES DO HOMEM PÚBLICO SE CONFUNDEM COM AS

Leia mais

UNIDADE DATA: 30 / 11 / 2015 III ETAPA AVALIAÇÃO ESPECIAL DE HISTÓRIA 6.º ANO/EF

UNIDADE DATA: 30 / 11 / 2015 III ETAPA AVALIAÇÃO ESPECIAL DE HISTÓRIA 6.º ANO/EF SOCIEDADE MINEIRA DE CULTURA Mantenedora da PUC Minas e do COLÉGIO SANTA MARIA UNIDADE DATA: 30 / / 205 III ETAPA AVALIAÇÃO ESPECIAL DE HISTÓRIA 6.º ANO/EF ALUNO(A): N.º: TURMA: PROFESSOR(A): VALOR: 0,0

Leia mais

Sociologia. Professor: Matheus Bortoleto Rodrigues Escola Cenecista Dr. José Ferreira

Sociologia. Professor: Matheus Bortoleto Rodrigues   Escola Cenecista Dr. José Ferreira Sociologia Professor: Matheus Bortoleto Rodrigues E-mail: matheus.bortoleto@cnec.edu.br Escola Cenecista Dr. José Ferreira Teoria do Estado II Objetivo principal: Problematizar as formas de governos existentes

Leia mais

Teoria da Constituição Prof.ª Helena de Souza Rocha

Teoria da Constituição Prof.ª Helena de Souza Rocha Teoria da Constituição Prof.ª Helena de Souza Rocha 1 CONSTITUIÇÃO SURGIMENTO VIGÊNCIA EM ANOS 1824 25/03/1824 65 1891 24/02/1891 39 1934 16/07/1934 03 1937 10/11/1937 08 1946 18/09/1946 20 1967 24/01/1967

Leia mais

A SOCIEDADE POLÍTICA: ESTRUTURA E FUNÇÃO Fábio Konder Comparato

A SOCIEDADE POLÍTICA: ESTRUTURA E FUNÇÃO Fábio Konder Comparato A SOCIEDADE POLÍTICA: ESTRUTURA E FUNÇÃO Fábio Konder Comparato Estrutura I - O poder político A Conceito É a capacidade de mandar e ter obediência. Distingue-se da simples dominação, na qual prescinde-se

Leia mais

MÓD. 1 RAÍZES MEDITERRÂNICAS DA CIVILIZAÇÃO EUROPEIA CIDADE, CIDADANIA E IMPÉRIO A.CL. 1. O MODELO ATENIENSE 1.1. A democracia antiga.

MÓD. 1 RAÍZES MEDITERRÂNICAS DA CIVILIZAÇÃO EUROPEIA CIDADE, CIDADANIA E IMPÉRIO A.CL. 1. O MODELO ATENIENSE 1.1. A democracia antiga. O espaço 1 Continental Grécia Antiga Asiática (Ásia Menor) Insular ATENAS: Pólis (cidade-estado) cidade terrenos agrícolas porto (Pireu) Ática - Corpo cívico, formado pelos cidadãos 2 conceito de AUTARCIA

Leia mais

POLÍTICA. MARGINALIZAÇÃO POLÍTICA

POLÍTICA. MARGINALIZAÇÃO POLÍTICA POLÍTICA. MARGINALIZAÇÃO POLÍTICA ÉTICA PROFISSIONAL E EMPRESARIAL POLÍTICA. O QUE É POLÍTICA? POLIS = CIDADE-ESTADO atividade humana que se refere à cidade. Aristóteles Política é a realização do bem

Leia mais

Professor Otto Barreto

Professor Otto Barreto Professor Otto Barreto Características geográficas: Pouca fertilidade do solo; Região litorânea com boa possibilidade na construção de portos; Solo acidentado e relevo montanhoso. Resultado: isolamento

Leia mais

VII. GRÉCIA: ORGANIZAÇÃO DAS CIDADES-ESTADOS

VII. GRÉCIA: ORGANIZAÇÃO DAS CIDADES-ESTADOS VII. GRÉCIA: ORGANIZAÇÃO DAS CIDADES-ESTADOS Página 28 à 41. Atenas Sul da Península Balcânica; Não foi ocupada pelos dórios, predominavam os eólios e os jônios; Formou-se da união de tribos na planície

Leia mais

São instrumentos por meio dos quais a CF garante o exercício da soberania popular (poder de cada membro da sociedade estatal de escolher os seus

São instrumentos por meio dos quais a CF garante o exercício da soberania popular (poder de cada membro da sociedade estatal de escolher os seus São instrumentos por meio dos quais a CF garante o exercício da soberania popular (poder de cada membro da sociedade estatal de escolher os seus representantes no governo por meio do sufrágio universal

Leia mais

UNIDADE DATA: 01 / 12 / 2016 III ETAPA AVALIAÇÃO ESPECIAL DE HISTÓRIA 6.º ANO/EF

UNIDADE DATA: 01 / 12 / 2016 III ETAPA AVALIAÇÃO ESPECIAL DE HISTÓRIA 6.º ANO/EF SOCIEDADE MINEIRA DE CULTURA Mantenedora da PUC Minas e do COLÉGIO SANTA MARIA UNIDADE DATA: 0 / 2 / 206 III ETAPA AVALIAÇÃO ESPECIAL DE HISTÓRIA 6.º ANO/EF ALUNO(A): N.º: TURMA: PROFESSOR(A): VALOR: 0,0

Leia mais

SUMÁRIO. PREFÁCIO - MÁRCIO PUGLlESI... 7 NOTA DOS AUTORES À 4." EDIÇÃO... 9 NOTA DOS AUTORES À 3." EDIÇÃO NOTA DOS AUTORES À 2." EDIÇÃO...

SUMÁRIO. PREFÁCIO - MÁRCIO PUGLlESI... 7 NOTA DOS AUTORES À 4. EDIÇÃO... 9 NOTA DOS AUTORES À 3. EDIÇÃO NOTA DOS AUTORES À 2. EDIÇÃO... SUMÁRIO PREFÁCIO - MÁRCIO PUGLlESI... 7 NOTA DOS AUTORES À 4." EDIÇÃO... 9 NOTA DOS AUTORES À 3." EDIÇÃO... 11 NOTA DOS AUTORES À 2." EDIÇÃO... 13 INTRODUÇÃO... 25 PARTE I TEORIA GERAL DO ESTADO 1. DIVISÃO

Leia mais

Filosofia Aula III Revisão e Platão

Filosofia Aula III Revisão e Platão Filosofia Aula III Revisão e Platão Segundo Marilena Chauí, a filosofia surge quando alguns gregos, admirados e espantados com a realidade, insatisfeitos com as explicações que a tradição lhes dera, começaram

Leia mais

Grécia Antiga. Das Diásporas Gregas a Alexandre o Grande. Prof. Alan Carlos Ghedini

Grécia Antiga. Das Diásporas Gregas a Alexandre o Grande. Prof. Alan Carlos Ghedini Grécia Antiga Das Diásporas Gregas a Alexandre o Grande Prof. Alan Carlos Ghedini O Mundo Grego Localizado ao Sul da Península Balcânica Terreno bastante irregular e montanhoso Existência de pequenos vales

Leia mais

Grécia Antiga Das Diásporas Gregas a Alexandre o Grande. Prof. Alan Carlos Ghedini

Grécia Antiga Das Diásporas Gregas a Alexandre o Grande. Prof. Alan Carlos Ghedini Grécia Antiga Das Diásporas Gregas a Alexandre o Grande Prof. Alan Carlos Ghedini www.inventandohistoria.com O Mundo Grego Localizado ao Sul da Península Balcânica Terreno bastante irregular e montanhoso

Leia mais

1. Observe o mapa abaixo e siga as instruções

1. Observe o mapa abaixo e siga as instruções 1º EM História Rauni Aval. Trimestral 25/03/11 1. Observe o mapa abaixo e siga as instruções Identifique a localização das cidades de Atenas e Esparta no mapa acima. Você deve circular a região, enumerá-la

Leia mais

DA SEPARAÇÃO DOS PODERES AS RAÍZES

DA SEPARAÇÃO DOS PODERES AS RAÍZES Esse breve ensaio tem por objetivo fazer uma análise da separação dos poderes tendo como base o livro Do Espírito das Leis de Montesquieu. Para tanto, serão, inicialmente abordadas as raízes históricas

Leia mais

Evolução do Estado Moderno e Contemporâneo

Evolução do Estado Moderno e Contemporâneo 1 Evolução do Estado Moderno e Contemporâneo Dejalma Cremonese Estado Absoluto - absolutismo - mercantilismo - união da burguesia + nobreza - centralização política - despotismo esclarecido - França, Inglaterra,

Leia mais

O poder e a política SOCIOLOGIA EM MOVIMENTO

O poder e a política SOCIOLOGIA EM MOVIMENTO Capítulo 6 Poder, política e Estado 1 O poder e a política Poder se refere à capacidade de agir ou de determinar o comportamento dos outros. As relações de poder perpassam todas as relações sociais. As

Leia mais

DIREITO CONSTITUCIONAL - PODER CONSTITUINTE

DIREITO CONSTITUCIONAL - PODER CONSTITUINTE Página1 PODERES CONSTITUINTES O poder constituinte se divide em: Poder Constituinte Originário Poder Constituinte Derivado; a. Decorrente; b. Reformador; c. Revisor; Poder Constituinte Difuso; Poder Constituinte

Leia mais

Antiguidade Oriental. Egito e Mesopotâmia

Antiguidade Oriental. Egito e Mesopotâmia Antiguidade Oriental Egito e Mesopotâmia As principais civilizações As principais civilizações da Antigüidade oriental são a suméria, assíria, acadiana, egípcia, hebraica, fenícia, hitita e persa. Civilização

Leia mais

CIÊNCIA POLÍTICA & TEORIA GERAL DO ESTADO EDUARDO TUMA

CIÊNCIA POLÍTICA & TEORIA GERAL DO ESTADO EDUARDO TUMA CIÊNCIA POLÍTICA & TEORIA GERAL DO ESTADO EDUARDO TUMA APRESENTAÇÃO DA MATÉRIA : SEMESTRE 02/2014 Aproximações conceituais: Estado e Ciência Política. Distinções de Ciência Política e Filosofia Política

Leia mais

AULA DE HISTÓRIA PROFESSOR: MARCOS ROBERTO & ANA CRISTINA 6º ANO

AULA DE HISTÓRIA PROFESSOR: MARCOS ROBERTO & ANA CRISTINA 6º ANO Atenas & Esparta INIMIGAS ÍNTIMAS AULA DE HISTÓRIA PROFESSOR: MARCOS ROBERTO & ANA CRISTINA 6º ANO Introdução: As civilizações Greco-romanas são consideradas clássicas por terem sido adotadas como modelo

Leia mais

CONCEITO. Seus valores básicos são: liberdade e a igualdade. Princípios básicos: soberania popular e participação do povo no poder.

CONCEITO. Seus valores básicos são: liberdade e a igualdade. Princípios básicos: soberania popular e participação do povo no poder. DEMOCRACIA CONCEITO É o processo de convivência social em que ocorre a afirmação da cidadania de um povo, sendo-lhe garantidos os direitos fundamentais, mediante o exercício direto ou indireto do poder

Leia mais

COLÉGIO XIX DE MARÇO excelência em educação

COLÉGIO XIX DE MARÇO excelência em educação COLÉGIO XIX DE MARÇO excelência em educação 1ª PROVA DE RECUPERAÇÃO DE HISTÓRIA Aluno: Nº Série: 1º Turma: Data: Nota: Professora: ÉLIDA Valor da Prova: 40 pontos Assinatura do responsável: Orientações

Leia mais

Metafísica & Política

Metafísica & Política Aristóteles (384-322 a.c.) Metafísica & Política "0 homem que é tomado da perplexidade e admiração julga-se ignorante." (Metafisica, 982 b 13-18). Metafísica No conjunto de obras denominado Metafísica,

Leia mais

Antiguidade Clássica

Antiguidade Clássica Antiguidade Clássica A civilização greco-romana serviu de modelo para o desenvolvimento da sociedade européia e ocidental, por isso o adjetivo clássico, dado pelos europeus nos séculos XIV e XV. A Grécia

Leia mais

Prof. Osvaldo. Civilizações Escravistas da Antiguidade Clássica

Prof. Osvaldo. Civilizações Escravistas da Antiguidade Clássica Prof. Osvaldo Civilizações Escravistas da Antiguidade Clássica Modo de Produção Asiático Comunidades Primitivas Modo de Produção Escravista Grécia Roma sociedades cuja principal característica era o predomínio

Leia mais

Prof. José Flôr de Medeiros Júnior Contato:

Prof. José Flôr de Medeiros Júnior Contato: Curso: DIREITO Turno: MANHÃ/NOITE Disciplina: CIÊNCIA POLÍTICA E Prof. José Flôr de Medeiros Júnior Contato: jfmjmedeiros@gmail.com EMENTA: Ciência política: epistemologia, origem e desenvolvimento. A

Leia mais

A DEFINIÇÃO DA POLITEIA MISTA E A APLICAÇÃO DO PRINCÍPIO DA JUSTA MEDIDA AO PROBLEMA DA ORGANIZAÇÃO POLÍTICA EM ARISTÓTELES *

A DEFINIÇÃO DA POLITEIA MISTA E A APLICAÇÃO DO PRINCÍPIO DA JUSTA MEDIDA AO PROBLEMA DA ORGANIZAÇÃO POLÍTICA EM ARISTÓTELES * Philo Artigo Pensar-Revista Eletrônica da FAJE v.3 n.1 (2012): 65-73 A DEFINIÇÃO DA POLITEIA MISTA E A APLICAÇÃO DO PRINCÍPIO DA JUSTA MEDIDA AO PROBLEMA DA ORGANIZAÇÃO POLÍTICA EM ARISTÓTELES * The definition

Leia mais

Aula 03 1B REVOLUÇÃO FRANCESA I

Aula 03 1B REVOLUÇÃO FRANCESA I APRESENTAÇÃO Aula 03 1B REVOLUÇÃO FRANCESA I Prof. Alexandre Cardoso REVOLUÇÃO FRANCESA Marco inicial da Idade Contemporânea ( de 1789 até os dias atuais) 1º - Foi um movimento liderado pela BURGUESIA

Leia mais

Escola de Formação Política Miguel Arraes

Escola de Formação Política Miguel Arraes Escola de Formação Política Miguel Arraes Curso de Formação, Capacitação e Atualização Política dos Filiados, Militantes e Simpatizantes Módulo I História da Formação Política Brasileira Aula 4 Teorias

Leia mais

22/08/2014. Tema 7: Ética e Filosofia. O Conceito de Ética. Profa. Ma. Mariciane Mores Nunes

22/08/2014. Tema 7: Ética e Filosofia. O Conceito de Ética. Profa. Ma. Mariciane Mores Nunes Tema 7: Ética e Filosofia Profa. Ma. Mariciane Mores Nunes O Conceito de Ética Ética: do grego ethikos. Significa comportamento. Investiga os sistemas morais. Busca fundamentar a moral. Quer explicitar

Leia mais

Mundo Grego: origens, períodos Pré-Homérico e Homérico. Aula 06 História 01 Prof. Thiago

Mundo Grego: origens, períodos Pré-Homérico e Homérico. Aula 06 História 01 Prof. Thiago Mundo Grego: origens, períodos Pré-Homérico e Homérico Aula 06 História 01 Prof. Thiago Características físicas e povoamento da Grécia A Hélade Grécia Continental: Península Balcânica Agricultura nos vales

Leia mais

O SIGNIFICADO DA REVOLUÇÃO

O SIGNIFICADO DA REVOLUÇÃO rev1 29/1/16 17:28 Página 23 CAPÍTULO PRIMEIRO O SIGNIFICADO DA REVOLUÇÃO I Não nos iremos ocupar aqui do problema da guerra. A metáfora que mencionei e a teoria de um estado natural que traduziu e desenvolveu

Leia mais

Direito Constitucional

Direito Constitucional Barbara Rosa Direito Constitucional Poder Constituinte PODER CONSTITUINTE - Poder responsável por criar e modificar uma constituição. - Sempre está latente. - O titular é o povo. PODER CONSTITUINTE PODER

Leia mais

Mundo Grego Resumo de Aula

Mundo Grego Resumo de Aula Mundo Grego Resumo de Aula De acordo com a historiografia, a história da Grécia pode ser dividida nos seguintes períodos: Pré-Homérico Homérico Arcaico Clássico. Helenístico. Período Pré-Homérico: Na visão

Leia mais

SOFISTAS E SÓCRATES Os sofistas são pensadores que questionam pela retórica o ideal democrático e racionalidade grega que colocava a centralidade da

SOFISTAS E SÓCRATES Os sofistas são pensadores que questionam pela retórica o ideal democrático e racionalidade grega que colocava a centralidade da SOFISTAS E SÓCRATES Os sofistas são pensadores que questionam pela retórica o ideal democrático e racionalidade grega que colocava a centralidade da vida ética na coletividade e no bem comum. Neste sentido,

Leia mais

Ideias. Ideias Políticas. Doutrinas Políticas. Pensamento Político. Ideologia e Utopia.

Ideias. Ideias Políticas. Doutrinas Políticas. Pensamento Político. Ideologia e Utopia. HISTÓRIA DAS IDEIAS POLÍTICAS CAPÍTULO 1 INTRODUÇÃO Ideias. Ideias Políticas. Doutrinas Políticas. Pensamento Político. Ideologia e Utopia. (Paul Ricoeur, Ideologia e Utopia, pp. 93 a 213-291 a 323; António

Leia mais

Revista Direito e Práxis E-ISSN: Universidade do Estado do Rio de Janeiro. Brasil

Revista Direito e Práxis E-ISSN: Universidade do Estado do Rio de Janeiro. Brasil Revista Direito e Práxis E-ISSN: 2179-8966 direitoepraxis@gmail.com Universidade do Estado do Rio de Janeiro Brasil Hillani, Allan M. Entre o medo e o ódio: uma resenha de O ódio à democracia de Jacques

Leia mais

Capítulo 01- Democracia

Capítulo 01- Democracia Capítulo 01- Democracia INTRODUÇÃO Depois da Segunda Guerra Mundial, a ideia de democracia começou a levar a diferentes modelos de organização política, à medida que passava a ser adotada na maior parte

Leia mais

1. DIREITOS DE NACIONALIDADE

1. DIREITOS DE NACIONALIDADE 1. DIREITOS DE NACIONALIDADE CONCEITO: vínculo jurídico político que se estabelece entre um indivíduo e um Estado e o torna membro do POVO. POVO = POPULAÇÃO? 1. ESPÉCIES DE NACIONALIDADE ORIGINÁRIA ou

Leia mais

DEMOCRACIA P R O F. D R. S I L V I O L U I Z D E A L M E I D A

DEMOCRACIA P R O F. D R. S I L V I O L U I Z D E A L M E I D A DEMOCRACIA P R O F. D R. S I L V I O L U I Z D E A L M E I D A Política e democracia Polis - lugar da definição sobre: a) Legitimidade do poder; b) Lugar do indivíduo; c) Organização da vida econômica;

Leia mais

FILOSOFIA - 3 o ANO MÓDULO 13 O CONCEITO DE DEMOCRACIA

FILOSOFIA - 3 o ANO MÓDULO 13 O CONCEITO DE DEMOCRACIA FILOSOFIA - 3 o ANO MÓDULO 13 O CONCEITO DE DEMOCRACIA Como pode cair no enem Um cidadão é um indivíduo que pode participar no Judiciário e na autoridade, isto é, nos cargos públicos e na administração

Leia mais

FILOSOFIA CLÁSSICOS MEDIEVO CONTEMPORÂNEA.

FILOSOFIA CLÁSSICOS MEDIEVO CONTEMPORÂNEA. FILOSOFIA CLÁSSICOS MEDIEVO CONTEMPORÂNEA FILOSOFIA CLÁSSICA SÉC. V a.c. Democracia; Ruptura com a Filosofia Naturalista (pré-socrática) Antropocentrismo; Retórica/Discurso; Ruptura com a visão mitológica;

Leia mais

f ÅâÄtwÉ wx IED / V Çv t céä à vt `öüv t cxä áátü INTRODUÇÃO AO ESTUDO DO DIREITO CIÊNCIA POLÍTICA

f ÅâÄtwÉ wx IED / V Çv t céä à vt `öüv t cxä áátü INTRODUÇÃO AO ESTUDO DO DIREITO CIÊNCIA POLÍTICA INTRODUÇÃO AO ESTUDO DO DIREITO CIÊNCIA POLÍTICA 01) Não se enquadra na subdivisão de "Público" o direito: a) Constitucional b) Administrativo. c) Judiciário / processual. d) Penal. e) Comercial. 02) Não

Leia mais

CIVILIZAÇÃO GREGA. Curso: Médio Integrado. Prof. Manoel dos Passos da Silva Costa

CIVILIZAÇÃO GREGA. Curso: Médio Integrado. Prof. Manoel dos Passos da Silva Costa CIVILIZAÇÃO GREGA Curso: Médio Integrado Prof. Manoel dos Passos da Silva Costa ORIGEM DO POVO GREGO GRÉCIA GREGOS HÉLADE HELENOS Geografia Grécia continental Peninsular insular Montanhas Vales férteis

Leia mais

ROTEIRO DE RECUPERAÇÃO DE HISTÓRIA

ROTEIRO DE RECUPERAÇÃO DE HISTÓRIA ROTEIRO DE RECUPERAÇÃO DE HISTÓRIA Nome Nº Ano Data: Professor: Gabriela/ Fernanda Nota: (valor 1,0) 3 o.bimestre Neste bimestre, sua média foi inferior a 6,0 e você não assimilou os conteúdos mínimos

Leia mais

Cap. 7 Sobre a escravatura em Aristóteles (parte 1) Ramiro Marques

Cap. 7 Sobre a escravatura em Aristóteles (parte 1) Ramiro Marques Cap. 7 Sobre a escravatura em Aristóteles (parte 1) Ramiro Marques Aristóteles foi um dos primeiros filósofos a promover uma discussão aprofundada sobre o conceito de escravatura, tipos de escravaturas

Leia mais

Unidade I TEORIA POLÍTICA. Prof. Vanderlei da Silva

Unidade I TEORIA POLÍTICA. Prof. Vanderlei da Silva Unidade I TEORIA POLÍTICA Prof. Vanderlei da Silva Teoria política A palavra política denomina arte ou ciência da organização, direção e administração de nações ou Estados e a aplicação desta arte aos

Leia mais

Sociedade. O homem é, por natureza, um animal político Aristóteles.

Sociedade. O homem é, por natureza, um animal político Aristóteles. Sociedade O homem é, por natureza, um animal político Aristóteles. É impossível saber, historicamente, qual foi a primeira sociedade. O Homem vive em sociedade desde sua existência. A sociedade é uma necessidade

Leia mais

Questão 2 Mostre a importância dos partidos políticos no processo de participação democrática brasileira.

Questão 2 Mostre a importância dos partidos políticos no processo de participação democrática brasileira. Disciplina: Sociologia Data: / /2012 Professor(a): Celso Luís Welter Turma: 3º ano Tipo de Atividade: trabalho de recuperação Segmento: EM Valor: 6 pontos Etapa: segunda Nome do(a) aluno(a): Caro(a) Aluno(a),

Leia mais

Direito Constitucional

Direito Constitucional Barbara Rosa Direito Constitucional Princípios Fonte: elfactorhumanoburgos.com Direito Constitucional Princípios PRINCÍPIOS FUNDAMENTAIS - Elementos basilares da Constituição. - Eles nos auxiliam a entender

Leia mais

INTRODUÇÃO AO ESTUDO DE HISTÓRIA

INTRODUÇÃO AO ESTUDO DE HISTÓRIA INTRODUÇÃO AO ESTUDO DE HISTÓRIA INTRODUÇÃO AO ESTUDO DE HISTÓRIA O QUE É HISTÓRIA? História é uma palavra com origem no antigo termo grego "historie", que significa "conhecimento através da investigação".

Leia mais

ANTIGÜIDADE CLÁSSICA

ANTIGÜIDADE CLÁSSICA 1 CARACTERÍSTICAS GERAIS: Península itálica (Lácio); Rio Tibre; Solo fértil desenvolvimento da agricultura; Litoral pouco recortado ausência de portos naturais em abundância; Habitantes da península: Norte

Leia mais

Direito Administrativo

Direito Administrativo Direito Administrativo INSS/2016 Prof. Almir Morgado ESTADO PODER EXECUTIVO ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA GOVERNO ESTADO É a nação politicamente organizada. É composto de povo, território e governo soberano. Poderes

Leia mais

CONSIDERAÇÕES A RESPEITO DO LIVRO O ESPÍRITO DAS LEIS DE MONTESQUIEU

CONSIDERAÇÕES A RESPEITO DO LIVRO O ESPÍRITO DAS LEIS DE MONTESQUIEU CONSIDERAÇÕES A RESPEITO DO LIVRO O ESPÍRITO DAS LEIS DE MONTESQUIEU O livro apresentado compreende, em seu conteúdo, um manual de Política e Direito Constitucional de autoria de Montesquieu. Um aspecto

Leia mais

DICAS DO PROFESSOR. História 6º Ano

DICAS DO PROFESSOR. História 6º Ano DICAS DO PROFESSOR História 6º Ano A HÉLADE Nós chamamos a nossa terra de Hélade e nos consideramos helenos. E todos aqueles que possuíam outras culturas e falavam línguas que nós não entendemos, nós os

Leia mais

Profa. Ligia Vianna. Unidade I PRINCÍPIOS BÁSICOS DA

Profa. Ligia Vianna. Unidade I PRINCÍPIOS BÁSICOS DA Profa. Ligia Vianna Unidade I PRINCÍPIOS BÁSICOS DA ADMINISTRAÇÃO Na Grécia Antiga (400 a.c.), Sócrates e Platão colocam seu ponto de vista sobre a administração dos negócios públicos. Entre os grandes

Leia mais

DISCURSO SOBRE A ORIGEM E OS FUNDAMENTOS DA DESIGUALDADE ENTRE OS HOMENS. Jean-Jacques Rousseau ( )

DISCURSO SOBRE A ORIGEM E OS FUNDAMENTOS DA DESIGUALDADE ENTRE OS HOMENS. Jean-Jacques Rousseau ( ) DISCURSO SOBRE A ORIGEM E OS FUNDAMENTOS DA DESIGUALDADE ENTRE OS HOMENS Jean-Jacques Rousseau (1712 1778) Discurso Sobre a Origem e os Fundamentos da Desigualdade entre os Homens Participou do Concurso

Leia mais

GRUPOS SOCIAIS DA ÉPOCA DE JESUS. Ctrl L para apresentar slides

GRUPOS SOCIAIS DA ÉPOCA DE JESUS. Ctrl L para apresentar slides GRUPOS SOCIAIS DA ÉPOCA DE JESUS Ctrl L para apresentar slides Não faziam oposição a Roma Não faziam oposição a Roma PALESTINA - COLÔNIA DO IMPÉRIO ROMANO No ano 63 a.c. a Palestina foi ocupada pelo

Leia mais

UNIVERSIDADE DO ESTADO DE SANTA CATARINA CENTRO DE CIÊNCIAS DA ADMINISTRAÇÃO E SÓCIO-ECONÔMICAS ESAG PLANO DE ENSINO

UNIVERSIDADE DO ESTADO DE SANTA CATARINA CENTRO DE CIÊNCIAS DA ADMINISTRAÇÃO E SÓCIO-ECONÔMICAS ESAG PLANO DE ENSINO PLANO DE ENSINO I. IDENTIFICAÇÃO Curso: Administração Empresarial Departamento: Administração Empresarial Disciplina: Ciência Política Código: 31CIPO Carga horária: 36 horas Período letivo: 2011/2 Termo:

Leia mais