SUMÁRIO. PREFÁCIO - MÁRCIO PUGLlESI... 7 NOTA DOS AUTORES À 4." EDIÇÃO... 9 NOTA DOS AUTORES À 3." EDIÇÃO NOTA DOS AUTORES À 2." EDIÇÃO...

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "SUMÁRIO. PREFÁCIO - MÁRCIO PUGLlESI... 7 NOTA DOS AUTORES À 4." EDIÇÃO... 9 NOTA DOS AUTORES À 3." EDIÇÃO NOTA DOS AUTORES À 2." EDIÇÃO..."

Transcrição

1 SUMÁRIO PREFÁCIO - MÁRCIO PUGLlESI... 7 NOTA DOS AUTORES À 4." EDIÇÃO... 9 NOTA DOS AUTORES À 3." EDIÇÃO NOTA DOS AUTORES À 2." EDIÇÃO INTRODUÇÃO PARTE I TEORIA GERAL DO ESTADO 1. DIVISÃO GERAL DO DIREITO E POSIÇÃO DA TEORIA GERAL DO ESTA- DO Considerações iniciais Direito natural e direito positivo Ramos do direito positivo Direito público Direito privado Direitos difusos, coletivos e individuais homogêneos Posição da Teoria Geral do Estado na árvore do direito positivo TEORIAS SOBRE A ORIGEM DA SOCIEDADE HUMANA Conceito de sociedade Teorias sobre os fundamentos da sociedade A interpretação organicista da sociedade... 38

2 16 I TEORIA GERAL DO ESTADO E CIÊNCIA POLÍTICA A interpretação mecanicista da sociedade A interpretação eclética da sociedade Sociedade e Estado ESTADO E DIREITO Considerações iniciais Teoria monística Teoria dualística Teoria da gradação da positividade jurídica CONCEITO DE ESTADO, ELEMENTOS CONSTITUTIVOS E CARACTE- RÍSTICAS Conceito de Estado Elementos do Estado Elementos materiais População Território Elemento formal: governo Características do Estado: soberania, nacionalidade, finalidade A soberania Nacionalidade A finalidade do Estado - O bem comum TEORIAS SOBRE A SOBERANIA DO ESTADO Conceito de soberania Teorias sobre a soberania Teoria do direito divino Teoria da soberania popular Teoria da soberania do Estado Limitações do poder soberano NAÇÃO E ESTADO Conceito de Nação Aspectos da Nação Aspectos naturais Aspectos histórico-culturais Aspectos psicológicos... 60

3 SUMARIO I TEORIAS SOBRE A ORIGEM DO ESTADO Considerações iniciais Teorias da origem do Estado Teoria da origem natural ou espontânea Teoria da origem familiar Teoria da origem patrimonial Teoria da origem contratual Teoria da força NASCIMENTO E EXTINÇÃO DOS ESTADOS Considerações iniciais Nascimento do Estado Modo originário Modos secundários Divisão nacional Divisão sucessoral Modos derivados Descolonização Concessão dos direitos de soberania Extinção do Estado Causas naturais Conquista Expulsão Eluigração Renúncia da condição de Estado FORMAS DE GOVERNO Considerações preliminares Origem Desenvolvimento Extensão do poder Classificação das formas de governo para alguns pensadores Classificação de Platão Classificação de Aristóteles Classificação de Políbio Classificação de Nicolau Maquiavel... 79

4 18 I TEORIA GERAL DO ESTADO E CIÊNCIA POLÍTICA Classificação de Jean-Jacques Rousseau... ; Classificação de Montesquieu Classificação de Hans Kelsen Monarquia e República Monarquia: características e subdivisões República: características e subdivisões O MUNICíPIO Histórico do Município O Município no Brasil e a Constituição de FORMAS DE ESTADO Considerações iniciais Estados simples Estado unitário Federação Estados compostos Confederação Comunidades de Nações União pessoal União Europeia - Confederação ou federação? SISTEMAS DE GOVERNO Considerações iniciais Regime parlamentarista de governo Regime presidencialista de governo SISTEMAS ELEITORAIS Sufrágio Quanto à extensão: universal e restrito Quanto à igualdade: igual e desigual O voto Características do voto Sistemas eleitorais Sistema proporcional Sistema majoritário Sistema distrital

5 SUMÁRIO I REPRESENTAÇÃO POLÍTICA: OS PARTIDOS políticos Conceito Histórico Princípios Sistemas partidários TEORIA DA CONSTITUIÇÃO Conceito e natureza Breve histórico do sistema constitucional Classificações e elementos da Constituição Primazia da Constituição Subordinação das normas à Constituição O controle de constitucionalidade dos atos normativos O estado de sítio e o estado de defesa HISTÓRICO CONSTITUCIONAL BRASILEIRO A Constituição de A Constituição de A Constituição de A Constituição de 1937 (o Estado Novo) A Constituição de A Constituição de A Constituição de O PREÂMBULO DAS CONSTITUIÇÕES Considerações iniciais O texto do preâmbulo Texto complementar O PODER CONSTITUINTE Introdução O Poder Constituinte originário O Poder Constituinte derivado O ESTADO E A ORDEM INTERNA Considerações iniciais Relações entre o Estado e a família

6 20 I TEORIA GERAL DO ESTADO E CIÊNCIA POLÍTICA 19.3 Relações entre o Estado e a escola Relações entre o Estado e a empresa Relações entre o Estado e as organizações profissionais Relações entre o Estado e a Igreja O ESTADO E A ORDEM INTERNACIONAL Considerações iniciais Organizações de finalidade específica Organizações regionais Organizações mundiais Organização das Nações Unidas Comitê Internacional da Cruz Vermelha A importância do Estado na crise econômica mundial AS DECLARAÇÕES DE DIREITOS HUMANOS Direitos humanos Declarações: seu significado Principais declarações de direitos Decálogo ou Dez Mandamentos (1490 a.c.) Magna Charta (1215 d.c) Petição de Direitos (1628) A Lei de Habeas Corpus (1679) Declaração de direitos - Bill of Ríghts (1689) Declaração de Direitos da Virgínia (1776) Declaração dos Direitos do Homem e do Cidadão (1789) Declaração Universal de Direitos Humanos (1948) Textos complelnentares PARTE 11 CIÊNCIA POLÍTICA 22. CIÊNCIA POLÍTICA Considerações Iniciais Conceito de política e ciência política Distinção e aproximação da Ciência, da Filosofia e da Política

7 SUMARIO I Objetivo Método Noções fundamentais: homem, sociedade e Estado Ideologia Ideologia e Utopia Produção social da ideologia EVOLUÇÃO DAS INSTITUIÇÕES E DO PENSAMENTO político I Considerações iniciais Instituições e pensamento político na Antiguidade O Estado na Antiguidade oriental Instituições políticas gregas O pensamento político grego Platão ( a.c.) Aristóteles ( a.c.) Instituições políticas romanas O pensamento político romano Cícero ( a.c.) Santo Agostinho ( d.c.) EVOLUÇÃO DAS INSTITUIÇÕES E DO PENSAMENTO político Il Instituições políticas medievais O pensamento político medieval São Tomás de Aquino Dante Alighieri Marsílio de Pádua EVOLUÇÃO DAS INSTITUIÇÕES E DO PENSAMENTO POLÍTICO III Instituições e o pensamento político na Idade Moderna O Renascimento: o absolutismo O pensamento político do Renascimento a) Nicolau Maquiavel b) Jean Bodin ( ) c) Os utopistas c.1) Thomas More c.2) Tommaso Campanella d) Richard Hooker

8 22 I TEORIA GERAL DO ESTADO E CIÊNCIA POLÍTICA O Antigo Regime (sécs. XVI e XVII) a) As guerras de religião b) O século de Luís XIV c) As Revoluções Inglesas O pensamento político do Antigo Regime a) Thomas Hobbes e o período das Guerras de Religião. 204 b) O século de Luís XlV b.l) Jacques Benigne de Bossuet b.2) François de Salignac de la Motte Fénelon c) John Locke e as Revoluções Inglesas O Iluminismo (séc. XVIII) Montesquieu e a teoria da tripartição dos poderes ( ) Jean-Jacques Rousseau ( ) Immanuel Kant ( ) EVOLUÇÃO DAS INSTITUIÇÕES E DO PENSAMENTO POLÍTICO IV Instituições e pensamento político na Idade Contemporânea A Revolução Francesa A fase constitucional A fase republicana A fase ditatorial: o terror A reação burguesa O pensamento político na época da Revolução Francesa e a contrarrevolução a) Emanuel Sieyes b) Edmund Burke c) Joseph De Maistre Instituições e pensamento político do liberalismo O movimento de independência na América do Norte a) Benjamin Franklin ( ) b) René de Chateaubriand ( ) c) Alexis de Tocqueville ( ) Os movimentos autonomistas na América Latina O princípio das nacionalidades ( ) A unificação da Itália

9 SUMARIO I A unificação da Alemanha Karl Marx: a reação antiliberal socialista EVOLUÇÃO DAS INSTITUIÇÕES E DO PENSAMENTO político V Instituições políticas e economia capitalista: conflitos e crises Os blocos europeus A Primeira Guerra Mundial de 1914 a A Revolução Russa de 1917: o comunismo O fascismo italiano de O nacional-socialismo ou nazismo na Alemanha em A ascensão americana As causas da Segunda Guerra Mundial O pensamento político no séc. XX Charles Maurras ( ) Vladimir Ilitch Lenine ( ) Os neoliberais O pensamento democrata-cristão Hannah Arendt Os acontecimentos do segundo pós-guerra Um pensador atual- Giorgio Agamben EVOLUÇÃO DAS INSTITUIÇÕES E DO PENSAMENTO político Vi Instituições e pensamento político brasileiro Instituições políticas do Brasil colônia ( ) O pensamento político no Brasil colônia Instituições políticas do Brasil império ( ) O pensamento político do Brasil império Instituições políticas do Brasil república (1889 até hoje) República Velha ( ) República da espada ( ) República oligárquica ( ) A segunda república ( ) O Estado Novo ( ) A quarta república ( ) Regime militar ( ) A nova república (1985 até hoje)

10 24 I TEORIA GERAL DO ESTADO E CIÊNCIA POLÍTICA 28.l.4 O pensamento político do Brasil república l.4.1 Euclides da Cunha ( ) l.4.2 Oliveira Vianna e Alberto Torres l.4.3 Plínio Salgado ( ) l.4.4 Miguel Reale ( ) Texto complementar A GLOBALIZAÇÃO E AS TENDÊNCIAS DA PÓS-MODERNIDADE A era da globalização e seus desafios A ciência política e o Estado na pós-modernidade BIBLIOGRAFIA

Sumário. 1 Introdução, 1. Parte I - Referencial Conceituai da Ciência Política, 5. 2 Coletividade e Sociedade, 7. 3 Ética, 22.

Sumário. 1 Introdução, 1. Parte I - Referencial Conceituai da Ciência Política, 5. 2 Coletividade e Sociedade, 7. 3 Ética, 22. Sumário 1 Introdução, 1 Parte I - Referencial Conceituai da Ciência Política, 5 2 Coletividade e Sociedade, 7 2.1 Ordem, 9, 2.2 Poder, 10 2.3 Cultura, 12 2.4 Instituições, 17 3 Ética, 22 3.1 Consciência

Leia mais

Sumário. INTRODUÇÃO AO ESTUDO DO DIREITO Wallace Ricardo Magri

Sumário. INTRODUÇÃO AO ESTUDO DO DIREITO Wallace Ricardo Magri Sumário INTRODUÇÃO AO ESTUDO DO DIREITO Wallace Ricardo Magri Capítulo I Introdução Capítulo II Dogmática Jurídica Notas Preliminares Capítulo III Fontes do Direito Capítulo IV Lei Capítulo V Costume Capítulo

Leia mais

MINISTÉRIO PÚBLICO E DIREITOS HUMANOS. Um estudo sobre o papel do Ministério Público na defesa e na promoção dos direitos humanos

MINISTÉRIO PÚBLICO E DIREITOS HUMANOS. Um estudo sobre o papel do Ministério Público na defesa e na promoção dos direitos humanos JORGE ALBERTO DE OLIVEIRA MARUM Promotor de Justiça no Estado de São Paulo, mestre em Direito do Estado pela Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo (Largo São Francisco) e professor titular

Leia mais

Ideias. Ideias Políticas. Doutrinas Políticas. Pensamento Político. Ideologia e Utopia.

Ideias. Ideias Políticas. Doutrinas Políticas. Pensamento Político. Ideologia e Utopia. HISTÓRIA DAS IDEIAS POLÍTICAS CAPÍTULO 1 INTRODUÇÃO Ideias. Ideias Políticas. Doutrinas Políticas. Pensamento Político. Ideologia e Utopia. (Paul Ricoeur, Ideologia e Utopia, pp. 93 a 213-291 a 323; António

Leia mais

III Estado Romano de um pequeno grupamento humano ao primeiro império mundial. Características: a) Base familiar de organização; b) Cristianismo.

III Estado Romano de um pequeno grupamento humano ao primeiro império mundial. Características: a) Base familiar de organização; b) Cristianismo. EVOLUÇÃO HISTÓRICA DO ESTADO I Estado Antigo, Oriental ou Teocrático não se distingue o pensamento político da religião, da moral, da filosofia, ou das doutrinas econômicas. Características: a) Natureza

Leia mais

1B Aula 01. O Iluminismo

1B Aula 01. O Iluminismo 1B Aula 01 O Iluminismo O contexto histórico em que surgiu o Iluminismo O Iluminismo foi acima de tudo uma revolução cultural porque propôs uma nova forma de entender a sociedade e significou uma transformação

Leia mais

1B Aula 01. O Iluminismo

1B Aula 01. O Iluminismo 1B Aula 01 O Iluminismo O contexto histórico em que surgiu o Iluminismo O Iluminismo foi acima de tudo uma revolução cultural porque propôs uma nova forma de entender a sociedade e significou uma transformação

Leia mais

Programa da Componente Curricular: Tema Leitura obrigatória Data

Programa da Componente Curricular: Tema Leitura obrigatória Data Componente Curricular: Teoria do Estado e Ciência Política Professor Responsável: Hector Cury Soares E-mail: hectorsoares@unipampa.edu.br Programa da Componente Curricular: Observações preliminares: a)

Leia mais

Direitos Humanos: Uma Antologia Retirado de: Direitos Humanos: Uma Antologia Micheline R. Ishay (Organizadora)

Direitos Humanos: Uma Antologia Retirado de: Direitos Humanos: Uma Antologia Micheline R. Ishay (Organizadora) Direitos Humanos: Uma Antologia Retirado de: Direitos Humanos: Uma Antologia Micheline R. Ishay (Organizadora) Parte I Humanismo Religioso e Estoicismo As Origens dos Direitos humanos, da Bíblia à Idade

Leia mais

Estado: conceito e evolução do Estado moderno. Santana do Livramento

Estado: conceito e evolução do Estado moderno. Santana do Livramento Estado: conceito e evolução do Estado moderno Santana do Livramento Objetivos da Aula Objetivo Geral Estudar o significado do Estado, sua concepção e evolução para os modelos do Estado Moderno, para a

Leia mais

Objetivos: Dar ao aluno noções gerais sobre o Estado e a ordem social e oferecer-lhe o pleno conhecimento da organização constitucional brasileira.

Objetivos: Dar ao aluno noções gerais sobre o Estado e a ordem social e oferecer-lhe o pleno conhecimento da organização constitucional brasileira. DISCIPLINA: CONSTITUCIONAL I CARGA HORÁRIA TOTAL: 60 CRÉDITOS: 04 CÓDIGO: DIR 02-07411 Dar ao aluno noções gerais sobre o Estado e a ordem social e oferecer-lhe o pleno conhecimento da organização constitucional

Leia mais

O ESTADO COMO FORMA ESPECÍFICA DE SOCIEDADE POLÍTICA. Profa. Dra. Nina Ranieri TGE I 2017

O ESTADO COMO FORMA ESPECÍFICA DE SOCIEDADE POLÍTICA. Profa. Dra. Nina Ranieri TGE I 2017 O ESTADO COMO FORMA ESPECÍFICA DE SOCIEDADE POLÍTICA Profa. Dra. Nina Ranieri TGE I 2017 Estado sociedade política que controla a população de um território definido SE diferenciada de outra organizações

Leia mais

Agrupamento de Escolas de Terras de Bouro

Agrupamento de Escolas de Terras de Bouro Perfil de aprendizagem de História 3.º CICLO DO ENSINO BÁSICO Das sociedades recolectoras às primeiras civilizações Das sociedades recolectoras às primeiras sociedades produtoras 1. Conhecer o processo

Leia mais

FORMAS DE GOVERNO: a organização institucional do poder político. TGE I Nina Ranieri 2017

FORMAS DE GOVERNO: a organização institucional do poder político. TGE I Nina Ranieri 2017 FORMAS DE GOVERNO: a organização institucional do poder político TGE I Nina Ranieri 2017 Formas de Governo Conceito Modos pelos quais o poder político é distribuído entre os Poderes do Estado distribuição

Leia mais

Filosofia e Política

Filosofia e Política Filosofia e Política Aristóteles e Platão Aristóteles Política deve evitar a injustiça e permitir aos cidadãos serem virtuosos e felizes. Não há cidadania quando o povo não pode acessar as instituições

Leia mais

A POLÍTICA NA HISTÓRIA DO PENSAMENTO

A POLÍTICA NA HISTÓRIA DO PENSAMENTO PLATÃO (428-347 a.c.) Foi o primeiro grande filósofo que elaborou teorias políticas. Na sua obra A República ele explica que o indivíduo possui três almas que correspondem aos princípios: racional, irascível

Leia mais

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular IDEIAS POLÍTICAS NO MUNDO OCIDENTAL Ano Lectivo 2016/2017

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular IDEIAS POLÍTICAS NO MUNDO OCIDENTAL Ano Lectivo 2016/2017 Programa da Unidade Curricular IDEIAS POLÍTICAS NO MUNDO OCIDENTAL Ano Lectivo 2016/2017 1. Unidade Orgânica Ciências Humanas e Sociais (1º Ciclo) 2. Curso Relações Internacionais 3. Ciclo de Estudos 1º

Leia mais

IDADE MODERNA O ABSOLUTISMO. Absolutismo ANA CRISTINA.

IDADE MODERNA O ABSOLUTISMO. Absolutismo ANA CRISTINA. Absolutismo DEFINIÇÃO: Regime político em que os reis possuem o poder absoluto sobre suas nações (concentração de poderes nas mãos dos reis. Transição entre o feudalismo e o capitalismo. Nova adequação

Leia mais

Sumário CAPÍTULO I TEORIA DA CONSTITUIÇÃO E DAS NORMAS CONSTITUCIONAIS... 13

Sumário CAPÍTULO I TEORIA DA CONSTITUIÇÃO E DAS NORMAS CONSTITUCIONAIS... 13 Sumário 7 Sumário CAPÍTULO I TEORIA DA CONSTITUIÇÃO E DAS NORMAS CONSTITUCIONAIS... 13 QUESTÕES... 13 I.1. Constitucionalismo e história das Constituições... 13 I.2. Conceito e concepções de Constituição...

Leia mais

Textos, filmes e outros materiais. Habilidades e Competências. Conteúdos/ Matéria. Categorias/ Questões. Tipo de aula. Semana

Textos, filmes e outros materiais. Habilidades e Competências. Conteúdos/ Matéria. Categorias/ Questões. Tipo de aula. Semana PLANO DE CURSO DISCIPLINA: FILOSOFIA DO DIREITO (CÓD.: ENEX 60110) ETAPA: 2ª TOTAL DE ENCONTROS: 15 SEMANAS Semana Conteúdos/ Matéria Categorias/ Questões Tipo de aula Habilidades e Competências Textos,

Leia mais

Universidade Técnica de Lisboa. Instituto Superior de Ciências Sociais e Políticas. Ficha de Disciplina Ano Lectivo 2010/2011

Universidade Técnica de Lisboa. Instituto Superior de Ciências Sociais e Políticas. Ficha de Disciplina Ano Lectivo 2010/2011 (DESCRITOR) Estabelecimento de Ensino Unidade Orgânica Plano de Estudos Instituto Superior de Ciências Sociais e Políticas Ciência Política Área Científica Unidade Curricular Equipa Docente Pré-Requisitos

Leia mais

SUMÁRIO. Capítulo I Teoria da Constituição...1

SUMÁRIO. Capítulo I Teoria da Constituição...1 SUMÁRIO Capítulo I Teoria da Constituição...1 1. Constituição...1 1.1 Conceito...1 1.2. Classificação das Constituições...1 1.3. Interpretação das Normas Constitucionais...3 1.4. Preâmbulo Constitucional...5

Leia mais

DISCIPLINA DE HISTÓRIA

DISCIPLINA DE HISTÓRIA DISCIPLINA DE HISTÓRIA OBJETIVOS: 6º ano Estabelecer relações entre presente e passado permitindo que os estudantes percebam permanências e mudanças nessas temporalidades. Desenvolver o raciocínio crítico

Leia mais

O Século das Luzes HISTÓRIA 01 AULA 25 PROF. THIAGO

O Século das Luzes HISTÓRIA 01 AULA 25 PROF. THIAGO O Século das Luzes HISTÓRIA 01 AULA 25 PROF. THIAGO Contexto Revolução Científica do século XVII Galileu Galilei, René Descartes e Isaac Newton Concepção racionalista do mundo Leis Naturais Crise do Antigo

Leia mais

ILUMINISMO. Prof.ª Maria Auxiliadora

ILUMINISMO. Prof.ª Maria Auxiliadora ILUMINISMO Prof.ª Maria Auxiliadora A CRISE DO ANTIGO REGIME O ILUMINISMO O Antigo Regime vigorou entre os séculos XVI a XVIII na maioria dos países europeus. Este período caracterizou-se pelo: poder absoluto

Leia mais

CARGA HORÁRIA SEMANAL: 04 CARGA HORÁRIA SEMESTRAL: 60 CRÉDITO: 04 NOME DA DISCIPLINA: Ciência Política NOME DO CURSO: Ciências Econômicas.

CARGA HORÁRIA SEMANAL: 04 CARGA HORÁRIA SEMESTRAL: 60 CRÉDITO: 04 NOME DA DISCIPLINA: Ciência Política NOME DO CURSO: Ciências Econômicas. 1. IDENTIFICAÇÃO CÓDIGO DA DISCIPLINA: PERÍODO: III CARGA HORÁRIA SEMANAL: 04 CARGA HORÁRIA SEMESTRAL: 60 CRÉDITO: 04 NOME DA DISCIPLINA: Ciência Política NOME DO CURSO: Ciências Econômicas. 2. EMENTA

Leia mais

DISCIPLINA DE HISTÓRIA OBJETIVOS: 1ª Série

DISCIPLINA DE HISTÓRIA OBJETIVOS: 1ª Série DISCIPLINA DE HISTÓRIA OBJETIVOS: 1ª Série Compreender o comportamento dos agentes históricos classes sociais, instituições políticas e religiosas, grupos econômicos e organizações representativas da sociedade

Leia mais

Cap. 11 Iluminismo Prof. Dawison Sampaio. Cap. 11- Iluminismo Prof. Dawison Sampaio

Cap. 11 Iluminismo Prof. Dawison Sampaio. Cap. 11- Iluminismo Prof. Dawison Sampaio Cap. 11- Iluminismo 1. Introdução a) As origens do Iluminismo podem ser encontradas na chamada revolução científica, do século XVII. b) Grande progresso na filosofia e na ciência (Física, Química, Matemática

Leia mais

O ensino de Historia no Ensino Médio tem por finalidade o desenvolvimento e. a construção do saber histórico, procurando promover o resgate e o

O ensino de Historia no Ensino Médio tem por finalidade o desenvolvimento e. a construção do saber histórico, procurando promover o resgate e o DISCIPLINA: História A - EMENTA O ensino de Historia no Ensino Médio tem por finalidade o desenvolvimento e a construção do saber histórico, procurando promover o resgate e o conhecimento de saberes construídos

Leia mais

Filosofia e Sociologia PROFESSOR: Alexandre Linares

Filosofia e Sociologia PROFESSOR: Alexandre Linares AULA 1 - Sociologia Filosofia e Sociologia PROFESSOR: Alexandre Linares 1 Sociologia Uma ciência que tem a totalidade da vida social do homem como sua esfera. Leonard Hobhouse (1864-1929) Sociologia Origens

Leia mais

Parte I Compreensão dos Fundamentos da Ciência Política, Estado, Governo e Administração Pública, 9

Parte I Compreensão dos Fundamentos da Ciência Política, Estado, Governo e Administração Pública, 9 Sumário Apresentação, xiii Estrutura do livro, xv Introdução, 1 Debate sobre Governo e Administração Pública, 1 Gestão Pública no Brasil, 3 Reforma e Modernização do Estado, 4 Papel do Estado no Mundo

Leia mais

REVOLUÇÃO AMERICANA

REVOLUÇÃO AMERICANA REVOLUÇÃO AMERICANA 1776-1781 CONTEXTO Crise do Antigo Regime na América. Expansão dos ideais Iluministas. Liberalismo político e econômico. Crítica ao Sistema Colonial Consolidação do Estado Burguês na

Leia mais

PLANO DE AULA DISCIPLINA: ÉTICA E CIDADANIA I CÓD. ENUN º PERÍODO SEMANA CONTEÚDOS/MATÉRIA TIPO DE AULA TEXTOS, FILMES E OUTROS MATERIAIS

PLANO DE AULA DISCIPLINA: ÉTICA E CIDADANIA I CÓD. ENUN º PERÍODO SEMANA CONTEÚDOS/MATÉRIA TIPO DE AULA TEXTOS, FILMES E OUTROS MATERIAIS PLANO DE AULA DISCIPLINA: ÉTICA E CIDADANIA I CÓD. ENUN 60004 1º PERÍODO TOTAL DE ENCONTROS: 20 SEMANAS SEMANA CONTEÚDOS/MATÉRIA TIPO DE AULA TEXTOS, FILMES E OUTROS MATERIAIS 1 UNIDADE I UMA ANÁLISE DA

Leia mais

Absolutismo TEORIA DO DIREITO DIVINO JACQUES BOSSUET JEAN BODIN

Absolutismo TEORIA DO DIREITO DIVINO JACQUES BOSSUET JEAN BODIN Prof. Thiago Absolutismo QUANDO: aproximadamente entre os séculos XV e XVIII. ONDE: sobretudo na FRA, ING, POR e ESP. TEÓRICOS ABSOLUTISTAS: JEAN BODIN (A República). JACQUES BOSSUET (Política Segundo

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DOS VALES DO JEQUITINHONHA E MUCURI Pró-Reitoria de Graduação PROGRAD - Coordenação de Processos Seletivos COPESE www.ufvjm.edu.br - copese@ufvjm.edu.br UNIVERSIDADE

Leia mais

PLANO DE AULA DISCIPLINA: ÉTICA E CIDADANIA I (CÓD. ENUN60004) PERÍODO: 1 º PERÍODO EXPOSITIVA EXPOSITIVA EXPOSITIVA EXPOSITIVA

PLANO DE AULA DISCIPLINA: ÉTICA E CIDADANIA I (CÓD. ENUN60004) PERÍODO: 1 º PERÍODO EXPOSITIVA EXPOSITIVA EXPOSITIVA EXPOSITIVA PLANO DE AULA DISCIPLINA: ÉTICA E CIDADANIA I (CÓD. ENUN60004) PERÍODO: 1 º PERÍODO TOTAL DE SEMANAS: 20 SEMANAS TOTAL DE ENCONTROS: 20 AULAS Aulas Conteúdos/ Matéria Tipo de aula Textos, filmes e outros

Leia mais

8.º Ano Expansão e mudança nos séculos XV e XVI O expansionismo europeu Renascimento, Reforma e Contrarreforma

8.º Ano Expansão e mudança nos séculos XV e XVI O expansionismo europeu Renascimento, Reforma e Contrarreforma Escola Secundária Dr. José Afonso Informação-Prova de Equivalência à Frequência História Prova 19 2016 3.º Ciclo do Ensino Básico O presente documento divulga informação relativa à prova de equivalência

Leia mais

COLÉGIO XIX DE MARÇO excelência em educação 2012 PROVA FINAL DE HISTÓRIA

COLÉGIO XIX DE MARÇO excelência em educação 2012 PROVA FINAL DE HISTÓRIA COLÉGIO XIX DE MARÇO excelência em educação 2012 PROVA FINAL DE HISTÓRIA Aluno(a): Nº Ano: 1º Turma: Data: Nota: Professor(a): Élida Valor da Prova: 65 pontos Orientações gerais: 1) Número de questões

Leia mais

Sumário. 1 Sobre a Filosofia, 1 A filosofia como tradição, 1 A filosofia como práxis, 5

Sumário. 1 Sobre a Filosofia, 1 A filosofia como tradição, 1 A filosofia como práxis, 5 Sumário Nota, xi 1 Sobre a Filosofia, 1 A filosofia como tradição, 1 A filosofia como práxis, 5 2 Sobre a Filosofia do Direito, 10 A especificidade da filosofia do direito, 11 Filosofia do direito e filosofia,

Leia mais

Revisão ª série. Roberson de Oliveira

Revisão ª série. Roberson de Oliveira Revisão 2011 3ª série Roberson de Oliveira Iluminismo - séc. XVIII 1. Definição 2. caracterização: valorização da razão oposição/superioridade em relação à fé promotora do bem-estar, do progresso e da

Leia mais

Unidade 2: História da Filosofia. Filosofia Serviço Social Igor Assaf Mendes

Unidade 2: História da Filosofia. Filosofia Serviço Social Igor Assaf Mendes Unidade 2: História da Filosofia Filosofia Serviço Social Igor Assaf Mendes Períodos Históricos da Filosofia Filosofia Grega ou Antiga (Séc. VI a.c. ao VI d.c.) Filosofia Patrística (Séc. I ao VII) Filosofia

Leia mais

ORIGEM DO ESTADO E FORMAS DE ORGANIZAÇÃO POLÍTICA

ORIGEM DO ESTADO E FORMAS DE ORGANIZAÇÃO POLÍTICA ORIGEM DO ESTADO E FORMAS DE ORGANIZAÇÃO POLÍTICA CONCEPÇÕES DA ORIGEM DO ESTADO Existem cinco principais correntes que teorizam a este respeito: A corrente teológica; A corrente familiar ou patriarcal;

Leia mais

Evolução do Estado Moderno e Contemporâneo

Evolução do Estado Moderno e Contemporâneo 1 Evolução do Estado Moderno e Contemporâneo Dejalma Cremonese Estado Absoluto - absolutismo - mercantilismo - união da burguesia + nobreza - centralização política - despotismo esclarecido - França, Inglaterra,

Leia mais

THOMAS FLEINER-GERSTER Professor da Universidade de Freiburg, Suíça, é especialista em direito internacional, constitucional e administrativo.

THOMAS FLEINER-GERSTER Professor da Universidade de Freiburg, Suíça, é especialista em direito internacional, constitucional e administrativo. THOMAS FLEINER-GERSTER Professor da Universidade de Freiburg, Suíça, é especialista em direito internacional, constitucional e administrativo. TEORIA GERAL DO ESTADO Martins Fontes Editora São Paulo, 2006

Leia mais

MATRIZ DE REFERÊNCIA NÍVEL ENSINO MÉDIO

MATRIZ DE REFERÊNCIA NÍVEL ENSINO MÉDIO MATRIZ DE REFERÊNCIA NÍVEL ENSINO MÉDIO Conteúdo Programático de História Conteúdo Competências e Habilidades I. Antiguidade clássica: Grécia e Roma. 1. Conhecer as instituições políticas gregas e romanas,

Leia mais

Unidade I INSTITUIÇÕES DO DIREITO. Prof. Me. Edson Guedes

Unidade I INSTITUIÇÕES DO DIREITO. Prof. Me. Edson Guedes Unidade I INSTITUIÇÕES DO DIREITO Prof. Me. Edson Guedes 1. Introdução ao Direito 1.1 Origem do Direito: Conflitos humanos; Evitar a luta de todos contra todos; 1. Introdução ao Direito 1.2 Conceito de

Leia mais

IDADE CONTEMPORÂNEA A ERA NAPOLEÔNICA

IDADE CONTEMPORÂNEA A ERA NAPOLEÔNICA ERA NAPOLEÔNICA (1799 1815) Prof. João Gabriel da Fonseca joaogabriel_fonseca@hotmail.com 1 - O CONSULADO (1799 1804): Pacificação interna e externa. Acordos de paz com países vizinhos. Acordo com a Igreja

Leia mais

DO CONSTITUCIONALISMO LIBERAL A EVOLUÇÃO PARA O ESTADO SOCIAL E O NEOCONSTITUCIONALISMO DIREITO CONSTITUCIONAL III

DO CONSTITUCIONALISMO LIBERAL A EVOLUÇÃO PARA O ESTADO SOCIAL E O NEOCONSTITUCIONALISMO DIREITO CONSTITUCIONAL III DO CONSTITUCIONALISMO LIBERAL A EVOLUÇÃO PARA O ESTADO SOCIAL E O NEOCONSTITUCIONALISMO DIREITO CONSTITUCIONAL III Constitucionalismo: aspectos históricos. Quando e como surgiu o Constitucionalismo? Final

Leia mais

PLANO DE CURSO. Código: DIR02/1 Carga Horária: 60 horas Créditos: 03 Pré-requisito(s): Período: 1º Ano:

PLANO DE CURSO. Código: DIR02/1 Carga Horária: 60 horas Créditos: 03 Pré-requisito(s): Período: 1º Ano: PLANO DE CURSO 1. DADOS DE IDENTIFICAÇÃO: Curso: Bacharelado em Direito Disciplina: Estado e Política Professor: Eloy Lago Nascimento E-mail: prof.eloy.fasete@gmail.com Código: DIR02/1 Carga Horária: 60

Leia mais

DIREITO CONSTITUCIONAL

DIREITO CONSTITUCIONAL JORGE MIRANDA CURSO DE DIREITO CONSTITUCIONAL ESTADO E CONSTITUCIONALISMO. CONSTITUIÇÃO. DIREITOS FUNDAMENTAIS. VOL. 1 UNIVERSIDADE CATÓLICA EDITORA LISBOA 2016 ÍNDICE Explicação 9 Preliminares 1. O fenómeno

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS D. JOÃO V ESCOLA SECUNDÁRIA c/ 2º e 3º CICLOS D. JOÃO V

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS D. JOÃO V ESCOLA SECUNDÁRIA c/ 2º e 3º CICLOS D. JOÃO V GRUPO DISCIPLINAR DE HISTÓRIA HISTÓRIA E GEOGRAFIA DE PORTUGAL Informação aos Pais / Encarregados de Educação Programação do 5º ano Turma 1 1. Aulas previstas (Tempos letivos) 2. Conteúdos a leccionar

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS D. JOÃO V ESCOLA SECUNDÁRIA c/ 2º e 3º CICLOS D. JOÃO V

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS D. JOÃO V ESCOLA SECUNDÁRIA c/ 2º e 3º CICLOS D. JOÃO V GRUPO DA ÁREA DISCIPLINAR DE HISTÓRIA História e Geografia de Portugal Informação aos Pais / Encarregados de Educação, turma 3 Programação do 5º ano 1. Aulas previstas (tempos letivos) 5º1 5º2 1º período

Leia mais

Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO

Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO EIXO TECNOLÓGICO: INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO CURSO: TÉCNICO INFORMÁTICA FORMA/GRAU:(X)integrado ( )subsequente ( ) concomitante ( ) bacharelado ( ) licenciatura ( ) tecnólogo

Leia mais

SOCIOLOGIA O ESTUDO DA SOCIEDADE

SOCIOLOGIA O ESTUDO DA SOCIEDADE SOCIOLOGIA O ESTUDO DA SOCIEDADE Professora Helena Vetorazo AÇÕES INDIVIDUAIS Organismo Biológico ------ estudo das Ciências Biológicas, Psicológicas, Físicas COMPORTAMENTOS SOCIAIS Objetos das CIÊNCIAS

Leia mais

PROGRAMA DE DISCIPLINA

PROGRAMA DE DISCIPLINA PROGRAMA DE DISCIPLINA Disciplina: SOCIOLOGIA GERAL E JURÍDICA Código da Disciplina: Curso: DIREITO Semestre de oferta da disciplina: 2º Faculdade responsável: DIREITO Programa em vigência a partir de:

Leia mais

Matriz de Referência de HISTÓRIA - SAERJINHO 5 ANO ENSINO FUNDAMENTAL

Matriz de Referência de HISTÓRIA - SAERJINHO 5 ANO ENSINO FUNDAMENTAL 5 ANO ENSINO FUNDAMENTAL H01 Identificar diferentes tipos de modos de trabalho através de imagens. X H02 Identificar diferentes fontes históricas. X H03 Identificar as contribuições de diferentes grupos

Leia mais

Absolutismo. Setor Aula Absolutismo. Aula. Prof. Edu. 1 Origens. 2 Características. 3 Absolutismo Francês

Absolutismo. Setor Aula Absolutismo. Aula. Prof. Edu. 1 Origens. 2 Características. 3 Absolutismo Francês Aula 10 Absolutismo 1 Origens Setor 1606 2 Características 3 Absolutismo Francês 4 Absolutismo Inglês Aula 10 10 Absolutismo 1.1 A O fortalecimento do rei Formação de exércitos profissionais e permanentes.

Leia mais

História. Professores Oto & Silney

História. Professores Oto & Silney História Professores Oto & Silney Grécia ANTIGUIDADE OCIDENTAL Atenas Península Ática Jônios Comércio e Cultura Democracia Grécia Península do Peloponeso Dórios Militarismo Aristocracia Roma ANTIGUIDADE

Leia mais

História das Ideias Políticas. Ano 1º Carga horária semanal Natureza - Teórica Teórico-Prática Prática 3h - -

História das Ideias Políticas. Ano 1º Carga horária semanal Natureza - Teórica Teórico-Prática Prática 3h - - Instituto Politécnico de Tomar Escola Superior de Tecnologia de Abrantes Curso Comunicação Social Ano Lectivo 2006 / 2007 Ficha da Disciplina Unidade Curricular Créditos ECTS - História das Ideias Políticas

Leia mais

Roteiro de Estudo para a Recuperação Semestral SOCIOLOGIA 3º EM

Roteiro de Estudo para a Recuperação Semestral SOCIOLOGIA 3º EM Roteiro de Estudo para a Recuperação Semestral SOCIOLOGIA 3º EM NOME: IMPRIMA AS FOLHAS. RESOLVA AS QUESTÕES DISSERTATIVAS EM FOLHA DE PAPEL ALMAÇO OU FOLHA DE FICHÁRIO; OS TESTES PODERÃO SER RESPONDIDOS

Leia mais

Professor: Décius Caldeira HISTÓRIA 3ª série Ensino Médio HISTÓRIA E PENSAMENTO POLÍTICO

Professor: Décius Caldeira HISTÓRIA 3ª série Ensino Médio HISTÓRIA E PENSAMENTO POLÍTICO Professor: Décius Caldeira HISTÓRIA 3ª série Ensino Médio HISTÓRIA E PENSAMENTO POLÍTICO I- OS HOMENS DEVEM AMOR AO REI: SÃO SÚDITOS. Jacques Bossuet II- AS VIRTUDES DO HOMEM PÚBLICO SE CONFUNDEM COM AS

Leia mais

O Nacionalismo e as Unificações Conceituação

O Nacionalismo e as Unificações Conceituação O Nacionalismo e as Unificações Conceituação O indivíduo deve lealdade e devoção ao Estado nacional compreendido como um conjunto de pessoas unidas num mesmo território por tradições, língua, cultura,

Leia mais

EUROPA SÉCULO XIX. Revoluções Liberais e Nacionalismos

EUROPA SÉCULO XIX. Revoluções Liberais e Nacionalismos EUROPA SÉCULO XIX Revoluções Liberais e Nacionalismos Contexto Congresso de Viena (1815) Restauração do Absolutismo Princípio da Legitimidade Santa Aliança Equilíbrio Europeu -> Fim Sacro I. Romano Germânico

Leia mais

ANTÓNIO DE SOUSA LARA A CIÊNCIA POLÍTICA ESTUDO DA ORDEM E DA SUBVERSÃO

ANTÓNIO DE SOUSA LARA A CIÊNCIA POLÍTICA ESTUDO DA ORDEM E DA SUBVERSÃO ANTÓNIO DE SOUSA LARA A 399162 CIÊNCIA POLÍTICA ESTUDO DA ORDEM E DA SUBVERSÃO 3. a EDIÇÃO UNIVERSIDADE TÉCNICA DE LISBOA Instituto Superior de Ciências Sociais e Políticas ÍNDICE Introdução à 3. a Edição

Leia mais

Ano Lectivo 2015 / ºCiclo 8 ºAno. 8.º Ano 1º Período. Domínios / Subdomínios Objetivos Gerais Competências Específicas Avaliação.

Ano Lectivo 2015 / ºCiclo 8 ºAno. 8.º Ano 1º Período. Domínios / Subdomínios Objetivos Gerais Competências Específicas Avaliação. ESCOLA BÁSICA E SECUNDÁRIA DR. VIEIRA DE CARVALHO Planificação HISTÓRIA Ano Lectivo 2015 / 2016 3 ºCiclo 8 ºAno 8.º Ano 1º Período DOMÌNIO / TEMA D O contexto europeu dos séculos XII a XIV (recuperação

Leia mais

O ILUMINISMO SÉCULO XVII - XVIII

O ILUMINISMO SÉCULO XVII - XVIII O ILUMINISMO SÉCULO XVII - XVIII ILUMINISMO: A BUSCA PELA RACIONALIDADE Somente pela razão os homens atingiriam o progresso, em todos os sentidos. A razão permitiria instaurar no mundo uma nova ordem,

Leia mais

COD FCP de abril Apresentação do programa do curso. 4 de abril Somos livres para agir? Teoria da ação voluntária em Hobbes

COD FCP de abril Apresentação do programa do curso. 4 de abril Somos livres para agir? Teoria da ação voluntária em Hobbes UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO DE JANEIRO C E N T R O D E F I L O S O F I A E C I Ê N C I A S S O C I A I S I N S T I T U T O D E F I L O S O FI A E C I Ê N C I A S S O C I A I S D E P A R T A M E N T O D

Leia mais

5 Direitos, cidadania e

5 Direitos, cidadania e Unidade 5 Direitos, cidadania e movimentos sociais Direitos, cidadania e movimentos sociais são temas frequentes nos pronunciamentos e conversas de empresários, governantes e políticos de diferentes partidos,

Leia mais

Filosofia Política Clássica

Filosofia Política Clássica Filosofia Política Clássica Antiguidade Clássica - Platão Platão - seres humanos são divididos em três almas ou princípios de atividades: alma desejante que busca a satisfação dos apetites do corpo; alma

Leia mais

3- O Homem do Renascimento (1975), de Agnes HELLER [pp. 9 a 49 da edição portuguesa Editorial Presença- Lisboa, 1982].

3- O Homem do Renascimento (1975), de Agnes HELLER [pp. 9 a 49 da edição portuguesa Editorial Presença- Lisboa, 1982]. DISCIPLINA: HISTÓRIA MODERNA I CÓDIGO: FLH 0231 SEMESTRE/ANO: 1 O semestre 2013 PERIODO: Vespertino e Noturno CRÉDITOS: 06 (05 aulas e 01 trabalho) Prof. Responsável: Modesto Florenzano PROGRAMA (OBJETIVOS

Leia mais

PLANO DE CURSO. Código: DIR06 Carga Horária: 60 Créditos: 03 Pré-requisito(s): - Período: II Ano:

PLANO DE CURSO. Código: DIR06 Carga Horária: 60 Créditos: 03 Pré-requisito(s): - Período: II Ano: PLANO DE CURSO 1. DADOS DE IDENTIFICAÇÃO Curso: Bacharelado em Direito Disciplina: Sociologia Geral e Jurídica Professor: Eloy Lago Nascimento e-mail: prof.eloy.fasete@gmail.com Código: DIR06 Carga Horária:

Leia mais

Disciplina: História Perfil de Aprendizagens Específicas O aluno é capaz de:

Disciplina: História Perfil de Aprendizagens Específicas O aluno é capaz de: A herança do Mediterrâneo Antigo Das sociedades recoletoras às primeiras civilizações CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO E CLASSIFICAÇÃO Disciplina: Perfil de Aprendizagens Específicas O aluno é capaz de: Ensino Básico

Leia mais

O IMPÉRIO NAPOLEÔNICO E O CONGRESSO DE VIENA COLÉGIO PEDRO II PROFESSOR: ERIC ASSIS

O IMPÉRIO NAPOLEÔNICO E O CONGRESSO DE VIENA COLÉGIO PEDRO II PROFESSOR: ERIC ASSIS O IMPÉRIO NAPOLEÔNICO E O CONGRESSO DE VIENA 1799-1815 COLÉGIO PEDRO II PROFESSOR: ERIC ASSIS OS SIGNIFICADOS DA ASCENSÃO DE NAPOLEÃO O esgotamento político e social após 10 anos de revolução na França.

Leia mais

O CONSTITUCIONALISMO BRASILEIRO

O CONSTITUCIONALISMO BRASILEIRO O CONSTITUCIONALISMO BRASILEIRO Sumário Informações ao leitor...19 Capítulo I - SÍNTESE HISTÓRICA 1. Número de Constituições...25 2. Condições em que surgiu cada Constituição 2.1. Fase monárquica...25

Leia mais

Roteiro de Estudo para a Recuperação Semestral SOCIOLOGIA 2º EM

Roteiro de Estudo para a Recuperação Semestral SOCIOLOGIA 2º EM Roteiro de Estudo para a Recuperação Semestral SOCIOLOGIA 2º EM NOME: IMPRIMA AS FOLHAS. RESOLVA AS QUESTÕES DISSERTATIVAS EM FOLHA DE PAPEL ALMAÇO OU FOLHA DE FICHÁRIO; OS TESTES PODERÃO SER RESPONDIDOS

Leia mais

Plano de Recuperação Semestral 1º Semestre 2016

Plano de Recuperação Semestral 1º Semestre 2016 Disciplina: Filosofia e Sociologia Série/Ano: 1º ANO Professores: Adriane e Silvio Objetivo: Proporcionar ao aluno a oportunidade de resgatar os conteúdos trabalhados durante o 1º semestre nos quais apresentou

Leia mais

CLÁSSICOS DA SOCIOLOGIA. Profº Ney Jansen Sociologia

CLÁSSICOS DA SOCIOLOGIA. Profº Ney Jansen Sociologia CLÁSSICOS DA SOCIOLOGIA Profº Ney Jansen Sociologia Ao problematizar a relação entre indivíduo e sociedade, no final do século XIX a sociologia deu três matrizes de respostas a essa questão: I-A sociedade

Leia mais

Sumário. Parte 1 Teorias e doutrinas relacionadas ao estudo da Constituição

Sumário. Parte 1 Teorias e doutrinas relacionadas ao estudo da Constituição Sumário Parte 1 Teorias e doutrinas relacionadas ao estudo da Constituição 1 Afinal, o que é a Constituição? 3 1.1 Constitucionalismo 3 1.2 O neoconstitucionalismo 4 1.3 Jusnaturalismo X Positivismo X

Leia mais

TEORIA GERAL DOS DIREITOS HUMANOS

TEORIA GERAL DOS DIREITOS HUMANOS TEORIA GERAL DOS DIREITOS HUMANOS Aula 01 Apontar bases tecnológicas relacionadas VOCÊ CONCORDA COM ISSO? 1 CONTEXTUALIZAÇÃO O homem como ser social. O papel das organizações na vida em sociedade. As relações

Leia mais

UNIFICAÇÃO DA ALEMANHA

UNIFICAÇÃO DA ALEMANHA UNIFICAÇÃO DA ALEMANHA PRÚSSIA -A Unificação da Alemanha foi um processo iniciado em meados do século XIX e finalizado em 1871 -Esse processo de unificação foi liderado pelo primeiro-ministro Otto Von

Leia mais

Unificações: Alemanha, Itália e EUA no Séc. XIX

Unificações: Alemanha, Itália e EUA no Séc. XIX Unificações: Alemanha, Itália e EUA no Séc. XIX 1. (UNESP) As unificações políticas da Alemanha e da Itália, ocorridas na segunda metade do século XIX, alteraram o equilíbrio político e social europeu.

Leia mais

ILUMINISMO LUZ DA RAZÃO CONTRA AS TREVAS DA IGNORÂNCIA

ILUMINISMO LUZ DA RAZÃO CONTRA AS TREVAS DA IGNORÂNCIA ILUMINISMO LUZ DA RAZÃO CONTRA AS TREVAS DA IGNORÂNCIA Conceito: O Iluminismo foi um movimento ideológico do século XVIII, que defendeu a liberdade de expressão e o fim de todo regime opressor. O Iluminismo

Leia mais

Divisão clássica da História da humanidade

Divisão clássica da História da humanidade 7. Idade Moderna (Parte 2) Séc. XVIII: o grande século da Química (início da Química Moderna) 1 Divisão clássica da História da humanidade História Moderna: entre o final do século XV - início das grandes

Leia mais

Direitos Humanos Noções

Direitos Humanos Noções Professor: Rodrigo Belmonte Matéria DIREITOS HUMANOS Direitos Humanos Noções Teoria Geral Pacto de São José da Costa Rica Divisão didática necessária para melhor aproveitamento e-mail: rodrigoabelmonte@terra.com.br

Leia mais

REDE EDUCACIONAL ADVENTISTA Ementa de Curso

REDE EDUCACIONAL ADVENTISTA Ementa de Curso REDE EDUCACIONAL ADVENTISTA Ementa de Curso DISCIPLINA: HISTÓRIA SÉRIE/ TURMA: 1º ANO MÉDIO ABC BIMESTRE: 4º NÚMERO 1. Módulo 16 - Política e economia no Antigo Introdução do módulo, com aula em slides

Leia mais

REVOLUÇÕES LIBERAIS DO SÉCULO XIX

REVOLUÇÕES LIBERAIS DO SÉCULO XIX REVOLUÇÕES LIBERAIS DO SÉCULO XIX ANTECEDENTES ILUMINISMO REVOLUÇÃO FRANCESA CONGRESSO DE VIENA LIBERALISMO POLÍTICO E ECONOMICO (LIBERDADE/IGUALDADE) CONTESTAÇÃO DA ORDEM SOCIAL LUTA PELA CIDADANIA RESTAURAÇÃO

Leia mais

O ESTADO DEMOCRÁTICO. TGE II Nina Ranieri 2017

O ESTADO DEMOCRÁTICO. TGE II Nina Ranieri 2017 O ESTADO DEMOCRÁTICO TGE II Nina Ranieri 2017 1 Plano de Aula I- Conceito II Origens III- Definições de Democracia IV Modalidades V- Problemas contemporâneos 2 I- Conceito de Estado Democrático aquele

Leia mais

PROGRAMA 2º Semestre de 2016

PROGRAMA 2º Semestre de 2016 Disciplina: DES-114 Teoria do Estado I Professores: Cristiane Lucena Carneiro / Yi Shin Tang Número de Horas: 60 Número de Créditos: 04 PROGRAMA 2º Semestre de 2016 A OBJETIVOS DA DISCIPLINA A disciplina

Leia mais

Prof. José Flôr de Medeiros Júnior Contato:

Prof. José Flôr de Medeiros Júnior Contato: Curso: DIREITO Turno: MANHÃ/NOITE Disciplina: CIÊNCIA POLÍTICA E Prof. José Flôr de Medeiros Júnior Contato: jfmjmedeiros@gmail.com EMENTA: Ciência política: epistemologia, origem e desenvolvimento. A

Leia mais

Cód. Disciplina Período Créditos Carga Horária D-12 2º Nome da Disciplina CIÊNCIA POLÍTICA E TEORIA GERAL DO ESTADO

Cód. Disciplina Período Créditos Carga Horária D-12 2º Nome da Disciplina CIÊNCIA POLÍTICA E TEORIA GERAL DO ESTADO e Cód. Disciplina Período Créditos Carga Horária D-12 2º 04 Semanal Semestral 04 60 Curso DIREITO Nome da Disciplina CIÊNCIA POLÍTICA E TEORIA GERAL DO ESTADO As Teorias Políticas: clássicas e modernas.

Leia mais

Ano Lectivo 2016/ ºCiclo 8 ºAno. 8.º Ano 1º Período. Domínios / Subdomínios Objetivos Gerais / Metas Competências Específicas Avaliação.

Ano Lectivo 2016/ ºCiclo 8 ºAno. 8.º Ano 1º Período. Domínios / Subdomínios Objetivos Gerais / Metas Competências Específicas Avaliação. ESCOLA BÁSICA E SECUNDÁRIA DR. VIEIRA DE CARVALHO Planificação HISTÓRIA Ano Lectivo 2016/2017 3 ºCiclo 8 ºAno 8.º Ano 1º Período Domínios / Subdomínios Objetivos Gerais / Metas Competências Específicas

Leia mais

Sobre a liberdade e a autoridade

Sobre a liberdade e a autoridade ILUMINISMO Sobre a liberdade e a autoridade "Nenhum homem recebeu da natureza o direito de comandar os outros. A liberdade é um presente do céu, e cada indivíduo da mesma espécie tem o direito de gozar

Leia mais

Capítulo I TEORIA DA CONSTITUIÇÃO Conceito de Constituição e supremacia constitucional... 27

Capítulo I TEORIA DA CONSTITUIÇÃO Conceito de Constituição e supremacia constitucional... 27 ... 23 Capítulo I TEORIA DA CONSTITUIÇÃO... 27 1. Conceito de Constituição e supremacia constitucional... 27... 27 1.2. Constituição política... 27 1.3. Constituição jurídica... 28 1.4. Constituição culturalista...

Leia mais

Filosofia política na Antiguidade romana: Cícero

Filosofia política na Antiguidade romana: Cícero Filosofia política na Antiguidade romana: Cícero As influências de Platão e Aristóteles no terreno da reflexão política foram marcantes tanto na Antiguidade como na Idade Média. A ideia de que a política

Leia mais

PROGRAMA DE MESTRADO EM DIREITO DA UNIVERSIDADE FUMEC ÁREA DE CONCENTRAÇÃO: INSTITUIÇÕES SOCIAIS, DIREITO E DEMOCRACIA

PROGRAMA DE MESTRADO EM DIREITO DA UNIVERSIDADE FUMEC ÁREA DE CONCENTRAÇÃO: INSTITUIÇÕES SOCIAIS, DIREITO E DEMOCRACIA PROGRAMA DE MESTRADO EM DIREITO DA UNIVERSIDADE FUMEC ÁREA DE CONCENTRAÇÃO: INSTITUIÇÕES SOCIAIS, DIREITO E DEMOCRACIA LINHA DE PESQUISA: Autonomia Privada, Regulação e Estratégia Esfera Pública Legitimidade

Leia mais

O soberano não representava mais seus príncipes e condes, passando a encarnar diretamente a representação do povo submetido ao seu poder!

O soberano não representava mais seus príncipes e condes, passando a encarnar diretamente a representação do povo submetido ao seu poder! Estado moderno! Europa e Estados Unidos! Centralização crescente e politização do poder! Na estrutura feudal da Idade Média, o poder ainda era uma relação de direito privado no sentido de dependência pessoal

Leia mais

COLÉGIO SANTA TERESINHA R. Madre Beatriz 135 centro Tel. (33)

COLÉGIO SANTA TERESINHA R. Madre Beatriz 135 centro Tel. (33) PLANEJAMENTO DE AÇÕES DA 3ª ETAPA 2016 TURMA: 9º Ano DISCIPLINA: História 1- S QUE SERÃO TRABALHADOS DURANTE A ETAPA : 1 Nacionalismo e internacionalismo no Brasil pósguerrguerra, distinguindo as propostas

Leia mais

Universidade Técnica de Angola

Universidade Técnica de Angola Universidade Técnica de Angola CURSO DE RELAÇÕES INTERNACIONAIS TÓPICOS PARA O EXAME DE PORTUGUÊS ANO ACADÉMICO 2012 I. MORFOLOGIA o Classes de palavras: Determinantes, conjunções e pronominalização. o

Leia mais

ABSOLUTISMO REGIME AUTORITÁRIO

ABSOLUTISMO REGIME AUTORITÁRIO O Absolutismo ABSOLUTISMO REGIME AUTORITÁRIO Regime político em que o poder está concentrado nas mãos do Rei. Rei: chefe militar, economia, chefe administrativo, controle da Igreja, poder político -> Poder

Leia mais

Ciclo do ouro Material para acompanhamento de aulas, Professor Luiz Marcello de Almeida Pereira

Ciclo do ouro Material para acompanhamento de aulas, Professor Luiz Marcello de Almeida Pereira Ciclo do ouro Material para acompanhamento de aulas, Professor Luiz Marcello de Almeida Pereira Formato ABNT, para citação desta apostila em trabalhos acadêmicos: PEREIRA, L. M. A. Ciclo do ouro. Curso

Leia mais