Campos Magnéticos Produzidos por Correntes

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Campos Magnéticos Produzidos por Correntes"

Transcrição

1 Cap. 29 Campos Magnéticos Produzidos por Correntes Prof. Oscar Rodrigues dos Santos Campos Magnéticos Produzidos por Correntes 1

2 Campos Magnéticos Produzidos por Correntes Campos Magnéticos são produzidos por cargas em MOVIMENTO! Campo magnético db produzido por um elemento infinitesimal ds percorrido por uma corrente i: Lei de Biot-Savart db 0 i 4 ds r 2 x ˆr Permeabilidade magnética no vácuo x 10 T. m / A 1,26 x 10 T. m / A Campos magnéticos produzidos por correntes 2

3 Campos Magnéticos Produzidos por Correntes Fig. As linhas de campo magnético são círculos concêntricos em torno do fio. (b) A regra da mão direita mostra a direção do campo magnético. Fig. A regra da mão direita mostra a direção do campo magnético. Envolva o elemento de corrente com a mão direita, polegar estendido no sentido da corrente. Os outros dedos mostram a orientação das linhas de campo magnético produzidas pelo elemento. O campo magnético é perpendicular ao plano no qual está r e v! Princípio da superposição dos campo magnéticos: O campo magnético total produzido por diversas cargas que se movem, é a soma vetorial dos campos produzidos pelas cargas individuais. Campos magnéticos produzidos por correntes 3

4 Campos Magnéticos Produzidos por Correntes Exemplo 1 Fio Retilíneo Longo B i 0 2R A uma distância R de um fio Retilíneo Infinito O campo magnético do fio aponta para dentro do papel. Campos magnéticos produzidos por correntes 4

5 Campos Magnéticos Produzidos por Correntes Exemplo 2 Fio em Forma de Arco de Circunferência Par a qualquer elemento do arco, o ângulo entre ds e r é 90º. B i 0 4R B 0i 2 R No centro de um arco de circunferência No centro de uma circunferência completa Campos magnéticos produzidos por correntes 5

6 Campos Magnéticos Produzidos por Correntes Exemplo 3. O fio é percorrido por uma corrente i e tem a forma de um arco de circunferência de raio R e ângulo central /2 rad, ladeado por dois trechos retilíneos cujos prolongamentos se interceptam no centro C do arco. Determine o campo magnético B no ponto C. Campos magnéticos produzidos por correntes 6

7 Campos Magnéticos Produzidos por Correntes Exemplo 3. A figura mostra dois fios paralelos longos percorridos por correntes i 1 e i 2 em sentidos opostos. Determine o módulo e a orientação do campo magnético total no ponto P para i 1 = 15 A, i 2 = 32 A e d = 5,3 cm. Campos magnéticos produzidos por correntes 7

8 Campos Magnéticos Produzidos por Correntes Exercícios 1. Na figura, dois arcos de circunferência tem raios R 2 = 7,80 cm e R 1 = 3,15 cm, subtendem um ângulo θ = 180º, conduzem uma corrente i = 0,281 A e têm o mesmo centro de curvatura C. Determine (a) o módulo e (b) o sentido (para dentro ou para fora do papel) do campo magnético no ponto C. (1,67 x 10-6 T) 2. Na figura, dois fios retilíneos longos, separados por uma distância d = 16 cm, conduzem correntes i 1 = 3,61 ma e i 2 = 3,00 i 1 dirigidas para fora do papel. (a) Em que ponto do eixo x o campo magnético total é zero (b) se duas correntes são multiplicadas por dois, o ponto em que o campo magnético é zero se aproxima do fio 1, se aproxima do fio 2 ou permanece onde está? (4 cm) Campos magnéticos produzidos por correntes 8

9 Forças entre Duas Correntes Paralelas Dois fios longos paralelos percorridos por correntes no mesmo sentido. F ba Li 0 a 2d i b Dois fios paralelos que conduzem correntes no mesmo sentido. Força magnética em b devido à corrente em a. Correntes paralelas se atraem e correntes antiparalelas se repelem. Campos magnéticos produzidos por correntes 9

10 Lei de Ampère Para um fio infinito, utilizando a Lei de Bior-Savart e Coulomb respectivamente, temos: B i 0 2r E 2 0 r Para situações de simetria, a Lei de Coulomb tem como equivalência a Lei de Gauss. Se fossemos aplicar a Lei de Gauss para o eletromagnetismo, teríamos: B. da 0 Lei de Gauss para o Magnetismo Em qualquer superfície gaussiana fechada, o fluxo de campo magnético é zero! Não existe monopólo magnético. Campos magnéticos produzidos por correntes 10

11 Lei de Ampère Em distribuições de correntes com algum grau de simetria, é possível utilizar a Lei de Ampère, que é análoga à Lei de Biot-Savart. Dividimos mentalmente a amperiana em elementos de comprimento ds, que são tangentes à curva amperiana. B.ds 0 i env Lei de Ampère B foi desenhado arbitrariamente, coincidente com o sentido da integração, fazendo uma ângulo com ds. i env : corrente total envolvida pela curva fechada. Envolva a amperiana com a mão direita, com os dedos apontando no sentido da integração. Uma corrente no sentido do polegar estendido recebe sinal positivo; uma corrente no sentido oposto recebe sinal negativo. Campos magnéticos produzidos por correntes 11

12 Exemplo 5 Lei de Ampère i) Campo Magnético nas VIZINHANÇAS de um fio longo retilíneo percorrido com corrente. O campo magnético tem o mesmo módulo em todos os pontos situados a uma distância r do fio, ou seja, possui simetria cilíndrica em relação ao fio. B 0i 2r Fora do fio. ii) Campo Magnético no INTERIOR de um fio longo retilíneo percorrido com corrente. i J.dA Densidade de Corrente B 0i 2R 2 r Dentro do fio. Campos magnéticos produzidos por correntes 12

13 Indutores Indutor: condutor enrolado (solenóide ou toróide), que pode conter ou não núcelo ferromagnético, que cumpre papel semelhante ao do dielétrico entre as placas de um capacitor, usados pra concentrar as linhas de campo magnético. São utilizados para se opor a variações rápidas de corrente no circuito, como por exemplo em lâmpadas fluorescente, colocado em serie com o tubo fluorescente. Linhas de campo Magnético de um solenóide Limalha de ferro se alinhado ao campo magnético produzido pelo solenóide. Solenóides podem ser utilizados em fechaduras elétricas ou válvulas. Campos magnéticos produzidos por correntes 13

14 Exemplo 6 Solenóides Solenóide: condutor enrolado em forma de espiras muitos próximas. É uma bobina helicoidal. Trecho de um solenóide esticado visto de perfil. O campo é intenso no interior do solenóide, como em P 1, e muito mais fraco do lado de fora do solenóide, como em P 2. O campo magnético criado pelas partes superiores das espiras tende a cancelar com o campo criado pelas partes inferiores dessas espiras. B in 0 Solenóide ideal n: número de espiras por unidade de comprimento Campos magnéticos produzidos por correntes 14

15 Solenóides Canhão eletromagnético: usando princípio de válvula de água e fechadura elétrica. Quando uma corrente percorre esta bobina é criado um forte campo magnético que puxa o núcleo para o seu interior. Campos magnéticos produzidos por correntes 15

16 Exemplo 7 Solenóide Toroidal Toróide: solenóide cilíndrico que foi encurvado até as extremidades se tocarem, formando um anel. Ele, em comparação com o formato cilíndrico, fecha mais o campo magnético. B Um toróide e a vista de sua seção reta horizontal. Solenóide ideal in r N: número de espiras O campo magnético de um toróide está inteiramente confinado ao espaço no INTERIOR das espiras! Campos magnéticos produzidos por correntes 16

17 Lei de Ampère Exercício 3. Os oito fios da figura conduzem correntes iguais de 2 A. Duas curvas estão indicadas para a integral de linha B.ds. Determine o valor da integral nas duas curvas. (-2,5 x 10-6 T.m) 4. Um solenóide com 95,0 cm de comprimento tem um raio de 2,00 cm e uma bobina com 1200 espiras; a corrente é 3,6 A. Calcule o módulo do campo magnético no interior do solenóide. (5,71 x 10-3 T) 5. A figura mostra a seção de reta de um cilindro condutor oco de raio interno a = 2,0 cm e raio externo b = 4,0 cm. O cilindro conduz uma corrente para fora do plano do papel, e o módulo da densidade de corrente na seção reta é dado por J = cr 2, com c = 3,0 x 10 6 A/m 2 e r em metros. Qual é o campo magnético B em um ponto situado a 3 cm de distância do eixo central do cilindro? (2 x 10-5 T) Campos magnéticos produzidos por correntes 17

18 Campo Magnético de uma Bobina Uma bobina percorrida por corrente pode ser tratada como um dipolo magnético. Qual é o campo produzido pela bobina em um ponto do espaço? x B Toque sobre uma bobina B ir R z Bobina percorrida por corrente. Para z>>r B 0i 3 2 z Bobina percorrida por corrente. Uma espira percorrida por corrente produz um campo semelhante ao de um ímã em forma de barra. A bobina experimenta um torque na presença de um campo magnético externo; A bobina produz um campo magnético externo para pontos distantes sobre o rixo z. Campos magnéticos produzidos por correntes 18

19 O magneton de Bohr Materiais Magnéticos Os átomos de todos os materiais possuem elétrons que se movem, formando uma espira de correntes microscópicas que se movem e produzem individualmente campos magnéticos. Em alguns materiais esses campos magnéticos são distribuídos aleatoriamente e não produzem campo magnético resultante. Em outros, um campo magnético externo pode fazer as espiras se orientarem e dizemos que ele ficou magnetizado. Um elétron se movento com velocidade v em uma órbita de raio r possui um momento angular I e um momento de dipolo magnético orbital, orientado em sentido contrário. Ele também possui um momento de dipolo magnético de spin orientado no sentido contrário. Campos magnéticos produzidos por correntes 19

20 Paramagnetismo Nestes materiais, a soma dos momentos magnéticos orbitais e de spin se somam e a resultante dá zero. Quando é colocado sob a ação de um campo magnético, há torque sobre cada momento magnético, alinhadoos, que é a posição de energia potencial mínima. O campo magnético produzido pelas espiras microscópicas, é diretamente proporcional ao momento magnético total total por unidade de volume. Chamamos esta grandeza de magnetização (M) campo magnético adicional será 0 M. M total V Magnetização B B0 0M Campo Magnético Total O campo magnético no interior do material é ampliado. Exemplos: alumínio, platina, urânio e sódio. Campos magnéticos produzidos por correntes 20

21 Dimagnético Diagmagnético Nestes materiais, o momento dipolar magnético total de todas as espiras atômicas é igual a zero quando nenhum campo magnético é aplicado. Contudo, o campo magnético externo altera o movimento dos elétrons dos átomos, produzindo espiras de correntes adicionais e dipolos magnéticos induzidos, mas em sentido oposto ao do campo externo. Exemplos: Mercúrio, prata, carbono, chumbo e cobre. Campos magnéticos produzidos por correntes 21

22 Ferromanético Nestes materiais, há fortes interações entre momentos magnéticos atômicos, produzindo um alinhamento interno em certas regiões, chamadas domínios magnéticos, que existem mesmo na ausência de campo magnético externo. Exemplos: ferro, cobalto e níquel. Campos magnéticos produzidos por correntes 22

Leis de Biot-Savart e de Ampère

Leis de Biot-Savart e de Ampère Leis de Biot-Savart e de Ampère 1 Vimos que uma carga elétrica cria um campo elétrico e que este campo exerce força sobre uma outra carga. Também vimos que um campo magnético exerce força sobre uma carga

Leia mais

Capítulo 29. Objetivos do Aprendizado

Capítulo 29. Objetivos do Aprendizado Capítulo 29 Objetivos do Aprendizado OA 29.1.0 Resolver problemas relacionados a campos magnéticos produzidos por correntes. OA 29.1.1 Desenhar um elemento de corrente em um fio e indicar a orientação

Leia mais

CAMPOS MAGNÉTICOS DEVIDO À CORRENTES

CAMPOS MAGNÉTICOS DEVIDO À CORRENTES Cálculo do campo magnético devido a uma corrente Considere um fio de forma arbitrária transportando uma corrente i. Qual o campo magnético db em um ponto P devido a um elemento de fio ds? Para fazer esse

Leia mais

Lecture notes. Prof. Cristiano. Fonte de Campo Magnético. Prof. Cristiano Oliveira Ed. Basilio Jafet sala 202

Lecture notes. Prof. Cristiano. Fonte de Campo Magnético. Prof. Cristiano Oliveira Ed. Basilio Jafet sala 202 Eletricidade e Magnetismo IGC Fontes de Campo Magnético Oliveira Ed. Basilio Jafet sala 202 crislpo@if.usp.br Fonte de Campo Magnético Imã ImãemC Fio de corrente Espira de corrente Solenóide de corrente

Leia mais

Lista de exercícios 8 Campos magnéticos produzidos por corrente

Lista de exercícios 8 Campos magnéticos produzidos por corrente Lista de exercícios 8 Campos magnéticos produzidos por corrente 1. Em um certo local das Filipinas o campo magnético da Terra tem um modulo de 39 µt, é horizontal e aponta exatamente para o norte. Suponha

Leia mais

Lei de Ampere. 7.1 Lei de Biot-Savart

Lei de Ampere. 7.1 Lei de Biot-Savart Capítulo 7 Lei de Ampere No capítulo anterior, estudamos como cargas em movimento (correntes elétricas) sofrem forças magnéticas, quando na presença de campos magnéticos. Neste capítulo, consideramos como

Leia mais

Cap. 22. Campo Elétrico. Prof. Oscar Rodrigues dos Santos Potencial elétrico 1

Cap. 22. Campo Elétrico. Prof. Oscar Rodrigues dos Santos Potencial elétrico 1 Cap. 22 Campo létrico Prof. Oscar Rodrigues dos Santos oscarsantos@utfpr.edu.br Potencial elétrico 1 Quando ocorre a interação no vácuo entre duas partículas que possuem cargas elétricas, como é possível

Leia mais

Aula 21 - Lei de Biot e Savart

Aula 21 - Lei de Biot e Savart Universidade Federal do Paraná Setor de Ciências Exatas Departamento de Física Física III Prof. Dr. Ricardo Luiz Viana Referências bibliográficas: H. 1-, 1-7 S. 9-, 9-, 9-4, 9-6 T. 5- Aula 1 - Lei de Biot

Leia mais

Cap. 28. Campos Magnéticos. Prof. Oscar Rodrigues dos Santos Campos Magnéticos 1

Cap. 28. Campos Magnéticos. Prof. Oscar Rodrigues dos Santos Campos Magnéticos 1 Cap. 28 Campos Magnéticos Prof. Oscar Rodrigues dos Santos oscarsantos@utfpr.edu.br Campos Magnéticos 1 Campos Magnéticos - Há mais de 2500 anos eram encontrados fragmentos de ferro imantados nas proximidades

Leia mais

Magnetismo e movimento de cargas. Fontes de Campo Magnético. Prof. Cristiano Oliveira Ed. Basilio Jafet sala 202

Magnetismo e movimento de cargas. Fontes de Campo Magnético. Prof. Cristiano Oliveira Ed. Basilio Jafet sala 202 Eletricidade e Magnetismo - IME Fontes de Campo Magnético Prof. Cristiano Oliveira Ed. Basilio Jafet sala 202 crislpo@if.usp.br Magnetismo e movimento de cargas Primeira evidência de relação entre magnetismo

Leia mais

AGG0110 ELEMENTOS DE GEOFÍSICA. Prof. Manoel S. D Agrella Filho

AGG0110 ELEMENTOS DE GEOFÍSICA. Prof. Manoel S. D Agrella Filho AGG0110 ELEMENTOS DE GEOFÍSICA Prof. Manoel S. D Agrella Filho Campo de uma força Faraday introduziu o conceito de campo de uma força Campo de uma força Na física, o campo de uma força é, frequentemente,

Leia mais

Cap. 8 - Campo Magnético

Cap. 8 - Campo Magnético Cap. 8 - Campo Magnético 1 8.1. Introdução A região do espaço em torno de uma carga em movimento ou em torno de uma substância magnética, apresenta um campo que chamaremos de Campo Magnético (B). 2 3 4

Leia mais

EXERCÍCIOS FÍSICA 3ª SÉRIE

EXERCÍCIOS FÍSICA 3ª SÉRIE 3ª SÉRIE PROF. HILTON EXERCÍCIOS COMPLEMENTARES ELETROMAGNETISMO FONTES DO CAMPO MAGNÉTICO QUESTÕES OBJETIVAS Condutor retilíneo. Ação entre condutores 1) (Vunesp) Considere os fenômenos seguintes. I.

Leia mais

Faculdade de Tecnologia de Bauru Sistemas Biomédicos

Faculdade de Tecnologia de Bauru Sistemas Biomédicos Faculdade de Tecnologia de Bauru Sistemas Biomédicos Física Aplicada à Sistemas Biomédicos II Aula 5 Propriedades Magnéticas de Materiais Profª. Me Wangner Barbosa da Costa MAGNETISMO NA MATÉRIA - μ orb

Leia mais

CAMPO MAGNÉTICO EM CONDUTORES

CAMPO MAGNÉTICO EM CONDUTORES CAMPO MAGNÉTICO EM CONDUTORES Introdução A existência do magnetismo foi observada há cerca de 2500 anos quando certo tipo de pedra (magnetita) atraía fragmentos de ferro, que são conhecidos como ímãs permanentes.

Leia mais

Lista de Exercícios. Campo Magnético e Força Magnética

Lista de Exercícios. Campo Magnético e Força Magnética Lista de Exercícios Campo Magnético e Força Magnética 1. Um fio retilíneo e longo é percorrido por uma corrente contínua i = 2 A, no sentido indicado pela figura. Determine os campos magnéticos B P e B

Leia mais

Campo Magnético produzido por correntes elétricas

Campo Magnético produzido por correntes elétricas Campo Magnético produzido por correntes elétricas Prof. Fábio de Oliveira Borges Curso de Física II Instituto de Física, Universidade Federal Fluminense Niterói, Rio de Janeiro, Brasil http://cursos.if.uff.br/fisica2-2015/

Leia mais

Eletromagnetismo. Fenômenos associados a imãs tanto naturais como artificiais.

Eletromagnetismo. Fenômenos associados a imãs tanto naturais como artificiais. Conceitos Básicos Eletromagnetismo Na região conhecida como Magnésia descobriu-se que alguns tipos de rocha atraíam umas ás outras e podiam também atrair objetos de ferro. Essas pedras, denominadas magnetitas,

Leia mais

Lista de Exercícios 3 Corrente elétrica e campo magnético

Lista de Exercícios 3 Corrente elétrica e campo magnético Lista de Exercícios 3 Corrente elétrica e campo magnético Exercícios Sugeridos (16/04/2007) A numeração corresponde ao Livros Textos A e B. A22.5 Um próton desloca-se com velocidade v = (2i 4j + k) m/s

Leia mais

EXERCÍCIOS COMPLEMENTARES ELETROMAGNETISMO FONTES DO CAMPO MAGNÉTICO

EXERCÍCIOS COMPLEMENTARES ELETROMAGNETISMO FONTES DO CAMPO MAGNÉTICO FONTES DO CAMPO MAGNÉTICO QUESTÕES OBJETIVAS Condutor retilíneo. Ação entre condutores 1) (Vunesp) Considere os fenômenos seguintes. I. Um raio de luz passou de um meio transparente para outro, mudando

Leia mais

PUC-RIO CB-CTC. P2 DE ELETROMAGNETISMO quarta-feira. Nome : Assinatura: Matrícula: Turma:

PUC-RIO CB-CTC. P2 DE ELETROMAGNETISMO quarta-feira. Nome : Assinatura: Matrícula: Turma: PUC-RIO CB-CTC P DE ELETROMAGNETISMO 3.10.13 quarta-feira Nome : Assinatura: Matrícula: Turma: NÃO SERÃO ACEITAS RESPOSTAS SEM JUSTIFICATIVAS E CÁLCULOS EXPLÍCITOS. Não é permitido destacar folhas da prova

Leia mais

Corpos que atraem Fe, Ni, Co (materiais ferromagnéticos) e suas ligas. Possuem duas regiões especiais: PÓLOS

Corpos que atraem Fe, Ni, Co (materiais ferromagnéticos) e suas ligas. Possuem duas regiões especiais: PÓLOS ÍMÃS Corpos que atraem Fe, Ni, Co (materiais ferromagnéticos) e suas ligas. Possuem duas regiões especiais: PÓLOS 1 CLASSIFICAÇÃO ímã natural: magnetita (região da magnésia Ásia menor Turquia Irã - Iraque

Leia mais

Lista de Exercícios 7 Lei de Ampère

Lista de Exercícios 7 Lei de Ampère Lista de Exercícios 7 Lei de Ampère E8.1 Exercícios E8.1 Um fio de material supercondutor de raio igual a 10 µm transporta uma corrente de 100 A. Calcule o campo magnético na superfície do fio. R.,0 T.

Leia mais

FIS1053 Projeto de Apoio Eletromagnetismo 09-Setembro Lista de Problemas 15 ant Revisão G4. Temas: Toda Matéria.

FIS1053 Projeto de Apoio Eletromagnetismo 09-Setembro Lista de Problemas 15 ant Revisão G4. Temas: Toda Matéria. FIS153 Projeto de Apoio Eletromagnetismo 9-Setembro-11. Lista de Problemas 15 ant Revisão G4. Temas: Toda Matéria. 1ª Questão (,): A superfície fechada mostrada na figura é constituída por uma casca esférica

Leia mais

Eletromagnetismo. Histórico

Eletromagnetismo. Histórico Eletromagnetismo Histórico Desde a antiguidade quando os fenômenos elétricos e magnéticos foram descobertos, se acreditava que o magnetismo e a eletricidade eram fenômenos distintos sem nenhuma relação

Leia mais

NOME: PROFESSOR: Glênon Dutra

NOME: PROFESSOR: Glênon Dutra Apostila - Eletromagnetismo NOME: PROFESSOR: Glênon Dutra DISCIPLINA: Física N O : TURMA: DATA: O nome magnetismo vem de Magnésia, região próxima da Grécia onde os gregos encontravam em abundância um mineral

Leia mais

Apostila de Física 37 Campo Magnético

Apostila de Física 37 Campo Magnético Apostila de Física 37 Campo Magnético 1.0 Definições Ímãs Pedra que atrai ferro ou outras pedras semelhantes. Fenômenos magnéticos Propriedades dos ímãs que se manifestam espontaneamente na Natureza. Magnetita

Leia mais

Física 3 - EMB5031. Prof. Diego Duarte. (lista 10) 12 de junho de 2017

Física 3 - EMB5031. Prof. Diego Duarte. (lista 10) 12 de junho de 2017 Física 3 - EMB5031 Prof. Diego Duarte Indução e Indutância (lista 10) 12 de junho de 2017 1. Na figura 1, uma semicircunferência de fio de raio a = 2,00 cm gira com uma velocidade angular constante de

Leia mais

Fontes do Campo magnético

Fontes do Campo magnético Fontes do Campo magnético Lei de Biot-Savart Jean-Baptiste Biot (1774 1862) e Félix Savart (1791 1841) Realizaram estudos sobre as influências de um corrente elétrica sobre o campo magnético. Desenvolveram

Leia mais

Ismael Rodrigues Silva Física-Matemática - UFSC. cel: (48)

Ismael Rodrigues Silva Física-Matemática - UFSC. cel: (48) Ismael Rodrigues Silva Física-Matemática - UFSC cel: (48)9668 3767 72 Agulhas magnéticas ao redor de um condutor perpendicular à folha (cuja corrente sai da folha) se posicionam da maneira mostrada abaixo

Leia mais

Capítulo 7. Fontes de Campo Magnético. 7.1 Lei de Gauss no Magnetismo

Capítulo 7. Fontes de Campo Magnético. 7.1 Lei de Gauss no Magnetismo Capítulo 7 Fontes de Campo Magnético Nesse capítulo, exploraremos a origem do campo magnético - cargas em movimento. Apresentaremos a Lei de Gauss do Magnetismo, a Lei de Biot-Savart, a Lei de Ampère e

Leia mais

Prof. Flávio Cunha, (19) Consultoria em Física, Matemática e Programação.

Prof. Flávio Cunha,  (19) Consultoria em Física, Matemática e Programação. CAMPO MAGNÉTICO 1. Considere as seguintes afirmações: I. Suspendendo-se um ímã pelo seu centro de gravidade, seu pólo norte se orienta na direção do pólo norte geográfico da Terra e seu pólo sul se orienta

Leia mais

LEI DE AMPÈRE. Aula # 15

LEI DE AMPÈRE. Aula # 15 LEI DE AMPÈRE Aula # 15 BIOT-SAVART Carga em movimento gera campo magnético Campo magnético produzido por um elemento de corrente em um ponto r d B = ( µ0 ) id l r r 3 = ( µ0 ) idlsin(θ) r 2 µ 0 = 10 7

Leia mais

12.1 Campo magnético criado por uma corrente rectilínea

12.1 Campo magnético criado por uma corrente rectilínea /Nov/01 Aula 1 1. Lei de Biot-Savart 1.1 Campo criado por uma corrente rectilínea 1. Campo criado por uma espira de corrente 1.3 Campo criado por N espiras de corrente 1.4 Campo criado por um arco de corrente

Leia mais

Magnetismo. Propriedades Magnéticas Campo Magnético Vetor Indução Magnética

Magnetismo. Propriedades Magnéticas Campo Magnético Vetor Indução Magnética Magnetismo Propriedades Magnéticas Campo Magnético Vetor Indução Magnética Orientação Geográfica Norte Geográfico N Sul Geográfico S Atração e Repulsão S N N S N S S N N S N S Inseparabilidade N S N S

Leia mais

Aula 14: Magnetismo da Matéria e Equações de Maxwell

Aula 14: Magnetismo da Matéria e Equações de Maxwell Aula 14: Magnetismo da Matéria e Equações de Maxwell Curso de Física Geral III F-38 1 o semestre, 14 F38 1S14 1 Ímãs Polos e dipolos Introdução As propriedades magnéticas dos materiais podem ser compreendidas

Leia mais

Prof. Igor Dornelles Schoeller

Prof. Igor Dornelles Schoeller Prof. Igor Dornelles Schoeller Os gregos descobriram na região onde hoje chamamos de Turquia, um minério com capacidade de atrair ferro e outros minérios semelhantes. Pedaços de magnetita encontradas na

Leia mais

2-ELETROMAGNETISMO (Página 24 a 115 da apostila Fundamentos do Eletromagnetismo, do professor Fernando Luiz Rosa ( Mussoi

2-ELETROMAGNETISMO (Página 24 a 115 da apostila Fundamentos do Eletromagnetismo, do professor Fernando Luiz Rosa ( Mussoi 2-ELETROMAGNETISMO (Página 24 a 115 da apostila Fundamentos do Eletromagnetismo, do professor Fernando Luiz Rosa ( Mussoi Disciplina de Eletromagnetismo 1 COMPETÊNCIAS Conhecer as leis fundamentais do

Leia mais

Fontes de Campo Magné0co

Fontes de Campo Magné0co FONTES Fontes de Campo Magné0co * Imã e * corrente elétrica (movimento de carga elétrica) Fio reto Espira circular Solenóide LINHAS Densidade de linhas n o de linhas α B área (Gauss) spin * Microscopicamente

Leia mais

Momento Magnético Momento de Dipolo

Momento Magnético Momento de Dipolo Propriedades Magnéticas I Magnetismo Fenômeno pelo qual certos materiais exercem uma força ou influência atrativa e repulsiva sobre outros materiais Aplicações mais importantes Geradores de potência elétrica

Leia mais

Eletromagnetismo II. Prof. Daniel Orquiza. Prof. Daniel Orquiza de Carvalho

Eletromagnetismo II. Prof. Daniel Orquiza. Prof. Daniel Orquiza de Carvalho Eletromagnetismo II Prof. Daniel Orquiza Eletromagnetismo II Prof. Daniel Orquiza de Carvalho Eletromagnetismo II - Eletrostática Fluxo Magnético e LGM (Capítulo 7 Páginas 207a 209) Princípio da Superposição

Leia mais

Aula 20 - Campo Magnético de uma Corrente Elétrica

Aula 20 - Campo Magnético de uma Corrente Elétrica Universidade Federal do Paraná Setor de Ciências Exatas Departamento de Física Física III Prof. Dr. Ricardo Luiz Viana Referências bibliográficas: H. 31-3, 31-4 S. 9-4, 9-5. 5-, 5-3 Aula - Campo Magnético

Leia mais

HISTERESE FERROMAGNÉTICA

HISTERESE FERROMAGNÉTICA HISTERESE FERROMAGNÉTICA Introdução Um material magnetizado é descrito pelo seu vetor de magnetização M definido como o momento de dipolo magnético por unidade de volume. M = dm dv (1) De acordo com o

Leia mais

Cap. 24. Potencial Elétrico. Prof. Oscar Rodrigues dos Santos Potencial elétrico 1

Cap. 24. Potencial Elétrico. Prof. Oscar Rodrigues dos Santos Potencial elétrico 1 Cap. 24 Potencial Elétrico Prof. Oscar Rodrigues dos Santos oscarsantos@utfpr.edu.br Potencial elétrico 1 Energia Potencial Elétrica... O U x x f i F( x) dx F(x) x i x x f x Na Mecânica, nós definimos

Leia mais

10 T, circunferências concêntricas. 10 T, 10 T, radiais com origem no eixo do solenoide. 10 T, retas paralelas ao eixo do solenoide. 9 π.

10 T, circunferências concêntricas. 10 T, 10 T, radiais com origem no eixo do solenoide. 10 T, retas paralelas ao eixo do solenoide. 9 π. 1. Considere um longo solenoide ideal composto por 10.000 espiras por metro, percorrido por uma corrente contínua de 0,2A. O módulo e as linhas de campo magnético no interior do solenoide ideal são, respectivamente:

Leia mais

Questão 1. Questão 3. Questão 2

Questão 1. Questão 3. Questão 2 Questão 1 A autoindutância (ou simplesmente indutância) de uma bobina é igual a 0,02 H. A corrente que flui no indutor é dada por:, onde T = 0,04 s e t é dado em segundos. Obtenha a expressão da f.e.m.

Leia mais

Conversão de Energia I. Capitulo 1 Revisão Eletromagnetismo e Materiais Magnéticos

Conversão de Energia I. Capitulo 1 Revisão Eletromagnetismo e Materiais Magnéticos Conversão de Energia I Capitulo 1 Revisão Eletromagnetismo e Materiais Magnéticos 1. O principio do Imã 2 3 As propriedades magnéticas dos materiais têm sua Domínios origem na estrutura Magnéticos eletrônica

Leia mais

FIS1053 Projeto de Apoio Eletromagnetismo-25-Abril-2014 Lista de Problemas 8 Ampère.

FIS1053 Projeto de Apoio Eletromagnetismo-25-Abril-2014 Lista de Problemas 8 Ampère. FIS1053 Projeto de Apoio Eletromagnetismo-5-Abril-014 Lista de Problemas 8 Ampère. 1ª Questão A figura mostra o corte transversal de um cabo coaxial, constituído por um fio retilíneo central de raio a

Leia mais

Campo Magnética. Prof. Fábio de Oliveira Borges

Campo Magnética. Prof. Fábio de Oliveira Borges Campo Magnética Prof. Fábio de Oliveira Borges Curso de Física II Instituto de Física, Universidade Federal Fluminense Niterói, Rio de Janeiro, Brasil http://cursos.if.uff.br/fisica2-2015/ Campo magnético

Leia mais

Campo Magnético - Lei de Biot-Savart

Campo Magnético - Lei de Biot-Savart Campo Magnético - Lei de Biot-Savart Evandro Bastos dos Santos 22 de Maio de 2017 1 Campo Magnético Na aula anterior vimos que uma carga elétrica, quando em movimento, sofre uma força devido a um campo

Leia mais

Revisão de Eletromagnetismo

Revisão de Eletromagnetismo Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Santa Catarina Departamento Acadêmico de Eletrônica Eletrônica de Potência Revisão de Eletromagnetismo Prof. Clóvis Antônio Petry. Florianópolis,

Leia mais

Aulas de Eletromagnetismo

Aulas de Eletromagnetismo Centro Federal de Educação Tecnológica de Santa Catarina Gerência Educacional de Eletrônica Fundamentos de Eletricidade Aulas de Clóvis Antônio Petry, professor. Florianópolis, novembro de 2006. Bibliografia

Leia mais

Letras em Negrito representam vetores e as letras i, j, k são vetores unitários.

Letras em Negrito representam vetores e as letras i, j, k são vetores unitários. Lista de exercício 3 - Fluxo elétrico e Lei de Gauss Letras em Negrito representam vetores e as letras i, j, k são vetores unitários. 1. A superfície quadrada da Figura tem 3,2 mm de lado e está imersa

Leia mais

Projeto de Elementos Magnéticos Revisão de Eletromagnetismo

Projeto de Elementos Magnéticos Revisão de Eletromagnetismo Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Santa Catarina! Departamento Acadêmico de Eletrônica! Eletrônica de Potência! Projeto de Elementos Magnéticos Revisão de Eletromagnetismo Prof. Clovis

Leia mais

Campos Magnéticos, Densidade de Fluxo, Permeabilidade e Relutância

Campos Magnéticos, Densidade de Fluxo, Permeabilidade e Relutância Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Santa Catarina Departamento Acadêmico de Eletrônica Retificadores Campos Magnéticos, Densidade de Fluxo, Permeabilidade e Relutância Prof. Clóvis

Leia mais

Eletromagnetismo. Motor Eletroimã Eletroimã. Fechadura eletromagnética Motor elétrico Ressonância Magnética

Eletromagnetismo. Motor Eletroimã Eletroimã. Fechadura eletromagnética Motor elétrico Ressonância Magnética Eletromagnetismo Motor Eletroimã Eletroimã Fechadura eletromagnética Motor elétrico Ressonância Magnética Representação de um vetor perpendicular a um plano 1 Campo Eletromagnético Regra da mão direita:

Leia mais

Questão 04- A diferença de potencial entre as placas de um capacitor de placas paralelas de 40μF carregado é de 40V.

Questão 04- A diferença de potencial entre as placas de um capacitor de placas paralelas de 40μF carregado é de 40V. COLÉGIO SHALOM Trabalho de recuperação Ensino Médio 3º Ano Profº: Wesley da Silva Mota Física Entrega na data da prova Aluno (a) :. No. 01-(Ufrrj-RJ) A figura a seguir mostra um atleta de ginástica olímpica

Leia mais

1. Na Figura, o fluxo de campo magnético na espira aumenta de acordo com a equação

1. Na Figura, o fluxo de campo magnético na espira aumenta de acordo com a equação Lista de exercícios 9 - Indução e Indutância 1. Na Figura, o fluxo de campo magnético na espira aumenta de acordo com a equação φ B = 6,0t2 + 7,0t, onde φb está em miliwebers e t em segundos. (a) Qual

Leia mais

PROPRIEDADES MAGNÉTICAS DOS MATERIAIS

PROPRIEDADES MAGNÉTICAS DOS MATERIAIS UNIVERSIDADE FEDERAL DO ABC Centro de Engenharia, Modelagem e Ciências Sociais Aplicadas (CECS) BC-1105: MATERIAIS E SUAS PROPRIEDADES PROPRIEDADES MAGNÉTICAS DOS MATERIAIS INTRODUÇÃO Algumas Aplicações

Leia mais

PROPRIEDADES MAGNÉTICAS. Magnetismo é a propriedade que os minerais apresentam de serem atraídos por um imã.

PROPRIEDADES MAGNÉTICAS. Magnetismo é a propriedade que os minerais apresentam de serem atraídos por um imã. PROPRIEDADES MAGNÉTICAS Magnetismo é a propriedade que os minerais apresentam de serem atraídos por um imã. São poucos minerais que mostram esta propriedade isto é, são atraídos por um imã. Ex: magnetita

Leia mais

MÁQUINAS ELÉTRICAS. Aula 01 - ELETROMAGNETISMO

MÁQUINAS ELÉTRICAS. Aula 01 - ELETROMAGNETISMO MÁQUINAS ELÉTRICAS Aula 01 - ELETROMAGNETISMO Introdução Magnetismo: Origina-se da estrutura física da matéria, no átomo; Spin eletrônico e Rotação orbital é que definem o efeito magnético do átomo; Na

Leia mais

Halliday & Resnick Fundamentos de Física

Halliday & Resnick Fundamentos de Física Halliday & Resnick Fundamentos de Física Eletromagnetismo Volume 3 www.grupogen.com.br http://gen-io.grupogen.com.br O GEN Grupo Editorial Nacional reúne as editoras Guanabara Koogan, Santos, Roca, AC

Leia mais

FACULDADE PITÁGORAS MAGNETISMO E ELETROMAGNETISMO

FACULDADE PITÁGORAS MAGNETISMO E ELETROMAGNETISMO FACULDADE PITÁGORAS MAGNETISMO E ELETROMAGNETISMO Prof. Ms. Carlos José Giudice dos Santos carlos@oficinadapesquisa.com.br www.oficinadapesquisa.com.br UNIDADE III Magnetismo Características dos imãs (polos)

Leia mais

C. -20 nc, e o da direita, com +20 nc., no ponto equidistante aos dois anéis? exercida sobre uma carga de 1,0 nc colocada no ponto equidistante?

C. -20 nc, e o da direita, com +20 nc., no ponto equidistante aos dois anéis? exercida sobre uma carga de 1,0 nc colocada no ponto equidistante? Profa. Dra. Ignez Caracelli (DF) 30 de outubro de 2016 LISTA DE EXERCÍCIOS 2: ASSUNTOS: FORÇA DE COULOMB, CAMPO ELÉTRICO, CAMPO ELÉTRICO PRODUZIDO POR CARGA PONTUAL - DISTRIBUIÇÃO DISCRETA DE CARGAS, CAMPO

Leia mais

Eletricidade Aula 8. Componentes Reativos

Eletricidade Aula 8. Componentes Reativos Eletricidade Aula 8 Componentes Reativos Campo Elétrico Consideremos uma diferença de potencial V entre duas chapas condutoras. Em todo ponto entre essas duas chapas, passa uma linha invisível chamada

Leia mais

INDUÇÃO MAGNÉTICA. Indução Magnética

INDUÇÃO MAGNÉTICA. Indução Magnética INDUÇÃO MAGNÉTIA Prof. ergio Turano de ouza Lei de Faraday Força eletromotriz Lei de Lenz Origem da força magnética e a conservação de energia.. 1 Uma corrente produz campo magnético Um campo magnético

Leia mais

Conteúdo Eletromagnetismo: Campo Magnético gerado por um fio e por um solenoide.

Conteúdo Eletromagnetismo: Campo Magnético gerado por um fio e por um solenoide. AULA 16.1 Conteúdo Eletromagnetismo: Campo Magnético gerado por um fio e por um solenoide. Habilidades: Compreender os princípios físicos envolvidos no magnetismo e eletromagnetismo para relacionar fenômenos

Leia mais

Física 3. Resumo e Exercícios P2

Física 3. Resumo e Exercícios P2 Física 3 Resumo e Exercícios P2 Resumo Teórico Parte 1 Corrente Elétrica Definição: i = dq dt Convenção: Sentido das cargas positivas Corrente Média: I = Q = n. v. A t Onde: n: densidade de partículas

Leia mais

Curso Técnico em Mecatrônica. Exemplos de Máquinas Elétricas. Introdução à Máquinas Elétricas. Magnetismo. Máquinas Elétricas Plano de Ensino

Curso Técnico em Mecatrônica. Exemplos de Máquinas Elétricas. Introdução à Máquinas Elétricas. Magnetismo. Máquinas Elétricas Plano de Ensino Curso Técnico em Mecatrônica Máquinas Elétricas Plano de Ensino 4º Módulo 2017/2 Professor: Thiago Mombach thiago.mombach@ifsc.edu.br Introdução à Máquinas Elétricas Máquinas Elétricas são equipamentos

Leia mais

- Carga elétrica - Força elétrica -Campo elétrico - Potencial elétrico - Corrente elétrica - Campo magnético -Força magnetica

- Carga elétrica - Força elétrica -Campo elétrico - Potencial elétrico - Corrente elétrica - Campo magnético -Força magnetica GOIÂNIA, / / 2016 PROFESSOR: Jonas Tavares DISCIPLINA: Física SÉRIE: 3º ALUNO(a): Trabalho Recuperação 1º semestre No Anhanguera você é + Enem RELAÇÃO DE CONTEÚDOS PARA RECUPERAÇÃO - Carga elétrica - Força

Leia mais

2-ELETROMAGNETISMO (Página 24 a 115 da apostila Fundamentos do Eletromagnetismo, do professor Fernando Luiz Rosa Mussoi) (Slides da apresentação

2-ELETROMAGNETISMO (Página 24 a 115 da apostila Fundamentos do Eletromagnetismo, do professor Fernando Luiz Rosa Mussoi) (Slides da apresentação 2-ELETROMAGNETISMO (Página 24 a 115 da apostila Fundamentos do Eletromagnetismo, do professor Fernando Luiz Rosa Mussoi) (Slides da apresentação ão: Geração de Corrente Alternada do professor Clóvis Antônio

Leia mais

Eletromagnetismo - Instituto de Pesquisas Científicas

Eletromagnetismo - Instituto de Pesquisas Científicas ELETROMAGNETISMO Vamos analisar uma corrente elétrica passando por um fio, como na imagem abaixo: Podemos calcular o campo magnético através de Biot-Savart, de modo a obter: B = μ 0I 2πr Note que se analisarmos

Leia mais

Terceira Lista - Potencial Elétrico

Terceira Lista - Potencial Elétrico Terceira Lista - Potencial Elétrico FGE211 - Física III Sumário Uma força F é conservativa se a integral de linha da força através de um caminho fechado é nula: F d r = 0 A mudança em energia potencial

Leia mais

Lei de Gauss. O produto escalar entre dois vetores a e b, escrito como a. b, é definido como

Lei de Gauss. O produto escalar entre dois vetores a e b, escrito como a. b, é definido como Lei de Gauss REVISÃO DE PRODUTO ESCALAR Antes de iniciarmos o estudo do nosso próximo assunto (lei de Gauss), consideramos importante uma revisão sobre o produto escalar entre dois vetores. O produto escalar

Leia mais

Engenharia Elétrica Prof. Dr. Giuliano Pierre Estevam

Engenharia Elétrica Prof. Dr. Giuliano Pierre Estevam CONVERSÃO DE ENERGIA Engenharia Elétrica Prof. Dr. Giuliano Pierre Estevam Programa de ensino (Conteúdo programático) -I N T R O D U Ç Ã O A O S I S T E M A E L E T R O M E C Â N I C O ; -P R I N C Í P

Leia mais

Física Geral III. Prof. Marcio R. Loos. Força magnética sobre um fio transportando corrente 5/21/2015

Física Geral III. Prof. Marcio R. Loos. Força magnética sobre um fio transportando corrente 5/21/2015 Física Geral III Aula Teórica 15 (Cap. 30 parte /): 1) Força magnética sobre um fio transportando corrente ) 3) O dipolo magnético Prof. Marcio R. Loos Força magnética sobre um fio transportando corrente

Leia mais

Leis da Eletricidade e do Magnetismo

Leis da Eletricidade e do Magnetismo Leis da Eletricidade e do Magnetismo Centro de Ensino Médio Setor Leste Apostila de Física Terceiro ano Segundo Bimestre Prof. Flávio Ambrósio Nesta apostila encontram-se algumas leis e relações matemáticas

Leia mais

Histórico do Magnetismo e suas bases teóricas

Histórico do Magnetismo e suas bases teóricas Histórico do Magnetismo e suas bases teóricas Prof. Vicente Pereira de Barros Conteúdo 15 -Histórico e propriedades básicas do Magnetismo Conteúdo 16 O campo magnético Conteúdo 17 Fluxo Magnético Conteúdo

Leia mais

Campo Elétrico [N/C] Campo produzido por uma carga pontual

Campo Elétrico [N/C] Campo produzido por uma carga pontual Campo Elétrico Ao tentar explicar, ou entender, a interação elétrica entre duas cargas elétricas, que se manifesta através da força elétrica de atração ou repulsão, foi criado o conceito de campo elétrico,

Leia mais

Aula 17 - Campo Magnético

Aula 17 - Campo Magnético Universidade Federal do Paraná Setor de Ciências Eatas Departamento de Física Física III Prof. Dr. Ricardo Lui Viana Referências bibliográficas: H. 30-1, 30-, 34-4 S. 8-3, 8-4 T. 4-1, 6-1 Aula 17 - Campo

Leia mais

Princípios de Eletricidade Magnetismo

Princípios de Eletricidade Magnetismo Princípios de Eletricidade Magnetismo Corrente Elétrica e Circuitos de Corrente Contínua Professor: Cristiano Faria Corrente e Movimento de Cargas Elétricas Embora uma corrente seja um movimento de partícula

Leia mais

PUC-RIO CB-CTC. P4 DE ELETROMAGNETISMO sexta-feira. Nome : Assinatura: Matrícula: Turma:

PUC-RIO CB-CTC. P4 DE ELETROMAGNETISMO sexta-feira. Nome : Assinatura: Matrícula: Turma: PUC-RIO CB-CTC P4 DE ELETROMAGNETISMO 28.06.13 sexta-feira Nome : Assinatura: Matrícula: Turma: NÃO SERÃO ACEITAS RESPOSTAS SEM JUSTIFICATIVAS E CÁLCULOS EXPLÍCITOS. Não é permitido destacar folhas da

Leia mais

Aula 17 Tudo sobre os Átomos

Aula 17 Tudo sobre os Átomos Aula 17 Tudo sobre os Átomos Física 4 Ref. Halliday Volume4 Sumário Algumas propriedades dos átomos; O spin do elétron; Momento Angular e momento magnético; O experimento de Stern-Gerlach; O princípio

Leia mais

Plano de Estudos Independentes de Recuperação ( No período de férias escolares)

Plano de Estudos Independentes de Recuperação ( No período de férias escolares) Plano de Estudos Independentes de Recuperação ( No período de férias escolares) 3ºANO Física (Prof. Ronaldo) Carga Elétrica Processos de Eletrização. Lei de Coulomb. Campo e Potencial Elétrico. Trabalho

Leia mais

PUC-RIO CB-CTC. P4 DE ELETROMAGNETISMO quarta-feira. Nome : Assinatura: Matrícula: Turma:

PUC-RIO CB-CTC. P4 DE ELETROMAGNETISMO quarta-feira. Nome : Assinatura: Matrícula: Turma: PUC-RIO CB-CTC P4 DE ELETROMAGNETISMO 30.11.11 quarta-feira Nome : Assinatura: Matrícula: Turma: NÃO SERÃO ACEITAS RESPOSTAS SEM JUSTIFICATIVAS E CÁLCULOS EXPLÍCITOS. Não é permitido destacar folhas da

Leia mais

Magnetismo e Eletromagnetismo. Odailson Cavalcante de Oliveira

Magnetismo e Eletromagnetismo. Odailson Cavalcante de Oliveira Magnetismo e Eletromagnetismo Odailson Cavalcante de Oliveira Ímãs Naturais O imã é capaz de atrair substâncias magnéticas como certos metais. Imãs Naturais são encontrados na natureza, compostos por minério

Leia mais

Física 3 - CÓDIGO Profa. Dra. Ignez Caracelli (DF)

Física 3 - CÓDIGO Profa. Dra. Ignez Caracelli (DF) Física 3 - CÓDIGO 09903-1 Profa. Dra. Ignez Caracelli (DF) 06 de janeiro de 2017 Lista de Exercícios CAMPOS MAGNÉTICOS Definição de Campo Magnético 1 Um próton cuja trajetória faz um ângulo de 23 com a

Leia mais

H. 33-7, 34-2, 34-3, 34-6, 34-7, 34-8, 36-6 S.

H. 33-7, 34-2, 34-3, 34-6, 34-7, 34-8, 36-6 S. Universidade Federal do Paraná Setor de Ciências Exatas Departamento de Física Física III - Prof. Dr. Ricardo Luiz Viana Referências bibliográficas: H. 33-7, 34-2, 34-3, 34-6, 34-7, 34-8, 36-6 S. 29-9,

Leia mais

Lei de Gauss. Quem foi Gauss? Um dos maiores matemáticos de todos os tempos. Ignez Caracelli 11/17/2016

Lei de Gauss. Quem foi Gauss? Um dos maiores matemáticos de todos os tempos. Ignez Caracelli 11/17/2016 Lei de Gauss Ignez Caracelli ignez@ufscar.br Quem foi Gauss? Um dos maiores matemáticos de todos os tempos Um professor mandou ue somassem todos os números de um a cem. Para sua surpresa, em poucos instantes

Leia mais

HISTERESE FERROMAGNÉTICA

HISTERESE FERROMAGNÉTICA HISTERESE FERROMAGNÉTICA Introdução Um material magnetizado é descrito pelo seu vetor de magnetização M definido como o momento de dipolo magnético por unidade de volume. M = dm dv (1) De acordo com o

Leia mais

Duração do exame: 2:30h Leia o enunciado com atenção. Justifique todas as respostas. Identifique e numere todas as folhas da prova.

Duração do exame: 2:30h Leia o enunciado com atenção. Justifique todas as respostas. Identifique e numere todas as folhas da prova. Duração do exame: :3h Leia o enunciado com atenção. Justifique todas as respostas. Identifique e numere todas as folhas da prova. Problema Licenciatura em Engenharia e Arquitetura Naval Mestrado Integrado

Leia mais

Escola Politécnica FGE GABARITO DA P2 17 de maio de 2007

Escola Politécnica FGE GABARITO DA P2 17 de maio de 2007 P2 Física III Escola Politécnica - 2007 FGE 2203 - GABARITO DA P2 17 de maio de 2007 Questão 1 Um capacitor plano é constituido por duas placas planas paralelas de área A, separadas por uma distância d.

Leia mais

I N S T I T U T O F E D E R A L D E E D U C A Ç Ã O, C I Ê N C I A E T E C N O L O G I A D E S A N T A C A T A R I N A C A M P U S L A G E S

I N S T I T U T O F E D E R A L D E E D U C A Ç Ã O, C I Ê N C I A E T E C N O L O G I A D E S A N T A C A T A R I N A C A M P U S L A G E S INDUÇÃO E INDUTÂNCIA I N S T I T U T O F E D E R A L D E E D U C A Ç Ã O, C I Ê N C I A E T E C N O L O G I A D E S A N T A C A T A R I N A C A M P U S L A G E S G R A D U A Ç Ã O E M E N G E N H A R I

Leia mais

b) determine a direção e sentido do vetor campo magnético nesse ponto indicado.

b) determine a direção e sentido do vetor campo magnético nesse ponto indicado. COLÉGIO SHALOM Ensino Médio 3 Ano Prof.º: Wesley Disciplina Física Aluno (a):. No. Trabalho de Recuperação Data: /12/2017 Valor: 1 - (UEL-PR) Um fio longo e retilíneo, quando percorridos por uma corrente

Leia mais

Cargas elétricas em movimento (correntes) geram campos magnéticos B e sofrem forças

Cargas elétricas em movimento (correntes) geram campos magnéticos B e sofrem forças Capítulo 6 Campo Magnético 6.1 Introdução Cargas elétricas geram campos elétricos E e sofrem forças elétricas F e. Cargas elétricas em movimento (correntes) geram campos magnéticos B e sofrem forças magnéticas

Leia mais

Conversão de Energia I Circuitos Magnéticos Aula I.3

Conversão de Energia I Circuitos Magnéticos Aula I.3 Departamento de Engenharia Elétrica Conversão de Energia I Circuitos Magnéticos Aula I.3 Prof. Clodomiro Unsihuay Vila Bibliografia FITZGERALD, A. E., KINGSLEY Jr. C. E UMANS, S. D. Máquinas Elétricas:

Leia mais

Eletromagnetismo II. Prof. Daniel Orquiza. Prof. Daniel Orquiza de Carvalho

Eletromagnetismo II. Prof. Daniel Orquiza. Prof. Daniel Orquiza de Carvalho Eletromagnetismo II Prof. Daniel Orquiza Eletromagnetismo II Prof. Daniel Orquiza de Carvalho Eletromagnetismo II - Eletrostática Fluxo Magnético e LGM (Capítulo 7 Páginas 207a 209) Princípio da Superposição

Leia mais

I ind. Indução eletromagnética. Lei de Lenz. Fatos (Michael Faraday em 1831): 2 solenóides

I ind. Indução eletromagnética. Lei de Lenz. Fatos (Michael Faraday em 1831): 2 solenóides Lei de Lenz Fatos (Michael Faraday em 1831): solenóides A I ind A I ind ao se ligar a chave, aparece corrente induzida na outra espira I di > 0 ao se desligar a chave, também aparece corrente induzida

Leia mais

Eletrização por atrito

Eletrização por atrito Eletrização por atrito Quando do atrito entre dois corpos, a energia aplicada é suficiente para que um corpo transfira elétrons para o outro, tornando um corpo carregado positivamente e o outro negativamente.

Leia mais

Magnetismo. Aula 06/10/2016

Magnetismo. Aula 06/10/2016 Magnetismo { Aula 06/10/2016 Experiências mostraram que um campo magnético pode ser gerado não apenas por ímãs, mas também por correntes elétricas. Hoje atribui-se o magnetismo dos ímãs a existência de

Leia mais