Conteúdo Eletromagnetismo: Campo Magnético gerado por um fio e por um solenoide.

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Conteúdo Eletromagnetismo: Campo Magnético gerado por um fio e por um solenoide."

Transcrição

1 AULA 16.1 Conteúdo Eletromagnetismo: Campo Magnético gerado por um fio e por um solenoide. Habilidades: Compreender os princípios físicos envolvidos no magnetismo e eletromagnetismo para relacionar fenômenos e aplicações práticas do cotidiano. 1

2 Verificamos experimentalmente que a intensidade (B) do campo magnético criado por um fio reto e longo é proporcional à intensidade de corrente elétrica (i) que o atravessa e é inversamente proporcional à distância (r) do ponto até o fio: B = μ 0 i 2π r 2

3 Nessa expressão, a constante μ é a permeabilidade magnética do meio em que está o fio. Para o vácuo, essa constante vale: μ 0 = 4π 10 7 T m A A unidade de medida para o campo magnético no Sistema Internacional de Unidades (SI) é o tesla (T) em homenagem a Nicola Tesla ( ). 3

4 EXEMPLO Um fio retilíneo e longo é percorrido por uma corrente elétrica com intensidade de 10 A. Determine o módulo do vetor campo magnético em um ponto P situado a 20 cm do fio. Considere que o meio em que se encontra o fio é o vácuo. 4

5 EXEMPLO Solução: Dados: i = 10 A r = 20 cm = 0,2 m μ 0 = 4π 10 7 T m/a 5

6 EXEMPLO Solução: Dados: i = 10 A r = 20 cm = 0,2 m μ 0 = 4π 10 7 T m/a B = μ 0. i 2π. r 6

7 EXEMPLO Solução: Dados: i = 10 A r = 20 cm = 0,2 m μ 0 = 4π 10 7 T m/a B = μ 0. i 2π. r B = 4π π. 0,

8 EXEMPLO Solução: Dados: i = 10 A r = 20 cm = 0,2 m μ 0 = 4π 10 7 T m/a B = μ 0. i 2π. r B = 4π π. 0, B = , 4 8

9 EXEMPLO Solução: Dados: i = 10 A r = 20 cm = 0,2 m μ 0 = 4π 10 7 T m/a B = μ 0. i 2π r B = 4π π 0, 2 B = , 4 B = T, em Not.Cient. B = 4, T 9

10 SOLENOIDE Um solenoide é constituído por um fio metálico enrolado no formato de uma hélice cilíndrica. Ao ser atravessado por uma corrente elétrica, cria um campo magnético cujas linhas são mostradas na figura: 10

11 11 Solenoide

12 SOLENOIDE Na física chamamos de solenoide todo fio condutor longo e enrolado de forma que se pareça com um tubo formado por espiras circulares igualmente espaçadas. Este condutor também pode ser chamado de bobina chata. Portanto, ao se deparar com ambos os nomes, lembre-se que eles são sinônimos, pois nos dois casos temos um agrupamento de espiras. 12

13 SOLENOIDE O enrolamento de um fio sobre um tubo de caneta, por exemplo, é um solenoide. Configuramos um solenoide a partir da reunião das configurações das linhas de campo magnético produzidas por cada uma das espiras. Para fazermos um solenoide basta enrolarmos um fio longo sobre um tubo de caneta, por exemplo. A figura abaixo nos mostra um solenoide percorrido por uma corrente elétrica i e de comprimento L. 13

14 14 Tubo de Ferro

15 SOLENOIDE Como todo fio condutor percorrido por uma corrente elétrica gera ao seu redor um campo magnético, não é diferente para um solenoide. O campo magnético gerado em um solenoide possui as seguintes características: No interior do solenoide consideramos o campo magnético como sendo uniforme, portanto, as linhas de indução são paralelas entre si. Quanto mais comprido for o solenoide, mais uniforme será o campo magnético interno e mais fraco o campo magnético externo. 15

16 SOLENOIDE Para o campo magnético uniforme no interior do solenoide teremos um vetor indução em qualquer ponto interno do solenoide, portanto, como se trata de um vetor, ele terá intensidade, direção e sentido. O módulo, isto é, a intensidade do campo magnético no interior de um solenoide é obtido através da seguinte equação: B = μ. N L. i 16

17 SOLENOIDE B = μ. N L. i Onde: μ é a permeabilidade magnética do meio no interior do solenoide e N/L representa o número de espiras por unidade de comprimento do solenoide. A direção do vetor indução magnética é retilínea e paralela ao eixo do solenoide. 17

18 SOLENOIDE B = μ. N L. i O sentido é obtido através da regra da mão direita. Como existe um campo magnético no interior do solenoide, podemos dizer que as extremidades de um solenoide são seus polos. 18

19 SOLENOIDE As aplicações práticas de um solenoide são inúmeras, dentre elas podemos destacar: Válvula solenoide para vapor: 19

20 SOLENOIDE Válvula solenoide para a passagem de água ou ar: 20

21 SOLENOIDE Solenoide Rotativo (motor de arranque). 21

22 SOLENOIDE Eletroválvula 22

23 EXEMPLO Um solenoide de 1 metro de comprimento contém 500 espiras e é percorrido por uma corrente de 2A. Determinar a intensidade do vetor campo magnético no interior do solenoide. Adote μ 0 = 4π 10 7 T m/a 23

24 EXEMPLO Solução: Dados: L = 1,0 m i = 2 A N = 500 espiras μ 0 = 4π 10 7 T m/a 24

25 EXEMPLO Solução: Dados: L = 1,0 m i = 2 A N = 500 espiras μ 0 = 4π 10 7 T m/a B = n L. μ. i 25

26 EXEMPLO Solução: Dados: L = 1,0 m i = 2 A N = 500 espiras μ 0 = 4π 10 7 T m/a B = n L. μ. i 500 B =. 4. π B = ,

27 EXEMPLO Solução: Dados: L = 1,0 m i = 2 A N = 500 espiras μ 0 = 4π 10 7 T m/a B = n L. μ. i 500 B =. 4. π B = , B =

28 EXEMPLO Solução: Dados: L = 1,0 m i = 2 A N = 500 espiras μ 0 = 4π 10 7 T m/a B = n L. μ. i 500 B =. 4. π B = , B = B = 1, T 28

29 DINÂMICA LOCAL INTERATIVA 1. Para a figura abaixo, determine o valor do vetor indução magnética B situado no ponto P e marque a alternativa correta. Adote μ 0 = 4π x10-7 T.m/A, para a permeabilidade magnética. i = 20 A a) B = T b) B = T c) B = T 5 cm d) B = T e) B = T P 29

30 DINÂMICA LOCAL INTERATIVA 2. Um solenoide de 50 cm de comprimento contém 2000 espiras e é percorrido por uma corrente de 5A. Determinar a intensidade do vetor campo magnético no interior do solenoide. Adote μ 0 = 4π 10 7 T m/a a) 1,25 x 10-2 T b) 12,5 T c) 25,512 T d) 2,51 x 10-2 T e) 2,51 x 10-7 T 30

Magnetismo. Propriedades Magnéticas Campo Magnético Vetor Indução Magnética

Magnetismo. Propriedades Magnéticas Campo Magnético Vetor Indução Magnética Magnetismo Propriedades Magnéticas Campo Magnético Vetor Indução Magnética Orientação Geográfica Norte Geográfico N Sul Geográfico S Atração e Repulsão S N N S N S S N N S N S Inseparabilidade N S N S

Leia mais

3. (Unirio RJ) Assinale a opção que apresenta a afirmativa correta, a respeito de fenômenos eletromagnéticos:

3. (Unirio RJ) Assinale a opção que apresenta a afirmativa correta, a respeito de fenômenos eletromagnéticos: Lista 10 - Eletromagnetismo 1. (PUC MG) A figura mostra o nascer do Sol. Dos pontos A, B, C e D, qual deles indica o Sul geográfico? a) A. b) B. c) C. d) D. 2. (UFMG) A figura mostra uma pequena chapa

Leia mais

Apostila de Física 37 Campo Magnético

Apostila de Física 37 Campo Magnético Apostila de Física 37 Campo Magnético 1.0 Definições Ímãs Pedra que atrai ferro ou outras pedras semelhantes. Fenômenos magnéticos Propriedades dos ímãs que se manifestam espontaneamente na Natureza. Magnetita

Leia mais

ELETRICIDADE GERAL E APLICADA. Armando Alves Hosken Neto

ELETRICIDADE GERAL E APLICADA. Armando Alves Hosken Neto ELETRICIDADE GERAL E APLICADA Armando Alves Hosken Neto MAGNETISMO IMÃS: ATRAÇÃO DE CERTOS MATERIAIS (FERRO) MAGNETISMO IMÃ: Dispositivo capaz de atrair Fe, Co, Ni, Aço (ferromagnéticos) MAGNETISMO TIPOS

Leia mais

Eletromagnetismo. Histórico

Eletromagnetismo. Histórico Eletromagnetismo Histórico Desde a antiguidade quando os fenômenos elétricos e magnéticos foram descobertos, se acreditava que o magnetismo e a eletricidade eram fenômenos distintos sem nenhuma relação

Leia mais

NOME: PROFESSOR: Glênon Dutra

NOME: PROFESSOR: Glênon Dutra Apostila - Eletromagnetismo NOME: PROFESSOR: Glênon Dutra DISCIPLINA: Física N O : TURMA: DATA: O nome magnetismo vem de Magnésia, região próxima da Grécia onde os gregos encontravam em abundância um mineral

Leia mais

CAMPO MAGNÉTICO LEONARDO PASSOS SALVATTI

CAMPO MAGNÉTICO LEONARDO PASSOS SALVATTI CAMPO MAGNÉTICO LEONARDO PASSOS SALVATTI APRESENTAÇÃO Neste tópico, introduziremos o conceito de campo magnético e discutiremos as características do vetor indução magnética. Definiremos as linhas de indução

Leia mais

CAMPO MAGNÉTICO EM CONDUTORES

CAMPO MAGNÉTICO EM CONDUTORES CAMPO MAGNÉTICO EM CONDUTORES Introdução A existência do magnetismo foi observada há cerca de 2500 anos quando certo tipo de pedra (magnetita) atraía fragmentos de ferro, que são conhecidos como ímãs permanentes.

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RECÔNCAVO DA BAHIA CENTRO DE FORMAÇÃO DE PROFESSORES ROTEIRO EXPERIMENTAL ELETROÍMÃ

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RECÔNCAVO DA BAHIA CENTRO DE FORMAÇÃO DE PROFESSORES ROTEIRO EXPERIMENTAL ELETROÍMÃ UNIVERSIDADE FEDERAL DO RECÔNCAVO DA BAHIA CENTRO DE FORMAÇÃO DE PROFESSORES ROTEIRO EXPERIMENTAL ELETROÍMÃ 1. Introdução Um solenoide conduzindo uma corrente elétrica constitui um eletroímã. Um solenoide

Leia mais

10 T, circunferências concêntricas. 10 T, 10 T, radiais com origem no eixo do solenoide. 10 T, retas paralelas ao eixo do solenoide. 9 π.

10 T, circunferências concêntricas. 10 T, 10 T, radiais com origem no eixo do solenoide. 10 T, retas paralelas ao eixo do solenoide. 9 π. 1. Considere um longo solenoide ideal composto por 10.000 espiras por metro, percorrido por uma corrente contínua de 0,2A. O módulo e as linhas de campo magnético no interior do solenoide ideal são, respectivamente:

Leia mais

Física. Leo Gomes (Vitor Logullo) Eletromagnetismo

Física. Leo Gomes (Vitor Logullo) Eletromagnetismo Eletromagnetismo Eletromagnetismo 1. Um imã preso a um carrinho desloca-se com velocidade constante ao longo de um trilho horizontal. Envolvendo o trilho há uma espira metálica, como mostra a figura. Pode-se

Leia mais

Aula 13.2 Conteúdo: Força Magnética em pontos próximos a um fio percorrido por uma corrente elétrica. INTERATIVIDADE FINAL CONTEÚDO E HABILIDADES

Aula 13.2 Conteúdo: Força Magnética em pontos próximos a um fio percorrido por uma corrente elétrica. INTERATIVIDADE FINAL CONTEÚDO E HABILIDADES Aula 13.2 Conteúdo: Força Magnética em pontos próximos a um fio percorrido por uma corrente elétrica. 2 Habilidades: Entender a relação entre força e campo magnético gerado por um fio percorrido por uma

Leia mais

Eletromagnetismo. Fenômenos associados a imãs tanto naturais como artificiais.

Eletromagnetismo. Fenômenos associados a imãs tanto naturais como artificiais. Conceitos Básicos Eletromagnetismo Na região conhecida como Magnésia descobriu-se que alguns tipos de rocha atraíam umas ás outras e podiam também atrair objetos de ferro. Essas pedras, denominadas magnetitas,

Leia mais

EFEITO MAGNÉTICO DA CORRENTE ELÉTRICA

EFEITO MAGNÉTICO DA CORRENTE ELÉTRICA EFEITO MAGNÉTICO DA CORRENTE ELÉTRICA Em 1819, Oersted ao aproximar uma bússola de um fio percorrido por corrente, observou que a agulha se movia, até se posicionar num plano perpendicular ao fio. Esta

Leia mais

- Carga elétrica - Força elétrica -Campo elétrico - Potencial elétrico - Corrente elétrica - Campo magnético -Força magnetica

- Carga elétrica - Força elétrica -Campo elétrico - Potencial elétrico - Corrente elétrica - Campo magnético -Força magnetica GOIÂNIA, / / 2016 PROFESSOR: Jonas Tavares DISCIPLINA: Física SÉRIE: 3º ALUNO(a): Trabalho Recuperação 1º semestre No Anhanguera você é + Enem RELAÇÃO DE CONTEÚDOS PARA RECUPERAÇÃO - Carga elétrica - Força

Leia mais

TC DE FÍSICA N o 03 3ª SÉRIE / ENSINO MÉDIO

TC DE FÍSICA N o 03 3ª SÉRIE / ENSINO MÉDIO TC DE FÍSCA N o 03 3ª SÉE / ENSNO MÉDO POFESSO Edney Melo ALUNO(A): Nº TUMA: TUNO: DATA: / / COLÉGO: Campo Magnético no Centro de uma Espira Circular Quando uma espira circular condutora, de raio, é percorrida

Leia mais

AULA 01: CAMPO MAGNÉTICO

AULA 01: CAMPO MAGNÉTICO PROF. ALEADRO FREITA 1. ÍMÃ: ão corpos que atraem ferro ou que interagem entre si. 2. PROPRIEDADE DO ÍMÃ 1ª) Todo imã possui dois pólos: o orte () e o ul (). AULA 01: CAMPO MAGÉTICO 2ª) Os pólos de um

Leia mais

EXERCÍCIOS COMPLEMENTARES ELETROMAGNETISMO FONTES DO CAMPO MAGNÉTICO

EXERCÍCIOS COMPLEMENTARES ELETROMAGNETISMO FONTES DO CAMPO MAGNÉTICO FONTES DO CAMPO MAGNÉTICO QUESTÕES OBJETIVAS Condutor retilíneo. Ação entre condutores 1) (Vunesp) Considere os fenômenos seguintes. I. Um raio de luz passou de um meio transparente para outro, mudando

Leia mais

Física Unidade VI Série 2

Física Unidade VI Série 2 01 A força magnética F é perpendicular, simultaneamente, ao campo indução B e a velocidade v. No entanto v e B não são, necessariamente, perpendiculares entre si. Resposta: B 1 02 Como a velocidade é paralelo

Leia mais

Corpos que atraem Fe, Ni, Co (materiais ferromagnéticos) e suas ligas. Possuem duas regiões especiais: PÓLOS

Corpos que atraem Fe, Ni, Co (materiais ferromagnéticos) e suas ligas. Possuem duas regiões especiais: PÓLOS ÍMÃS Corpos que atraem Fe, Ni, Co (materiais ferromagnéticos) e suas ligas. Possuem duas regiões especiais: PÓLOS 1 CLASSIFICAÇÃO ímã natural: magnetita (região da magnésia Ásia menor Turquia Irã - Iraque

Leia mais

INDUÇÃO ELETROMAGNÉTICA

INDUÇÃO ELETROMAGNÉTICA INDUÇÃO ELETROMAGNÉTICA 1. (ITA 2009) Uma haste metálica com 5,0 kg de massa e resistência de 2,0 Ω desliza sem atrito sobre duas barras paralelas separadas de 1,0 m, interligadas por um condutor de resistência

Leia mais

Considere os seguintes dados nas questões de nº 01 a 04. Determine a grandeza que falta (F m,v,b)

Considere os seguintes dados nas questões de nº 01 a 04. Determine a grandeza que falta (F m,v,b) Considere os seguintes dados nas questões de nº 01 a 04. Determine a grandeza que falta (F m,v,b) 01. 02. 03. 04. 05. A figura representa um fio condutor reto de comprimento 10cm, percorrido por corrente

Leia mais

Capacitores e Indutores (Aula 7) Prof. Daniel Dotta

Capacitores e Indutores (Aula 7) Prof. Daniel Dotta Capacitores e Indutores (Aula 7) Prof. Daniel Dotta 1 Sumário Capacitor Indutor 2 Capacitor Componente passivo de circuito. Consiste de duas superfícies condutoras separadas por um material não condutor

Leia mais

A força magnética tem origem no movimento das cargas eléctricas.

A força magnética tem origem no movimento das cargas eléctricas. Grandezas Magnéticas Força e Campo Magnético A força magnética tem origem no movimento das cargas eléctricas. Considere os dois fios condutores paralelos e imersos no espaço vazio representados na Figura

Leia mais

Magnetismo. Aula 06/10/2016

Magnetismo. Aula 06/10/2016 Magnetismo { Aula 06/10/2016 Experiências mostraram que um campo magnético pode ser gerado não apenas por ímãs, mas também por correntes elétricas. Hoje atribui-se o magnetismo dos ímãs a existência de

Leia mais

FIS Projeto de Apoio Eletromagnetismo

FIS Projeto de Apoio Eletromagnetismo FIS1053 - Projeto de Apoio Eletromagnetismo 7ª Lista de Problemas Tema: Biot-Savart 1º Questão: Seja a espira mostrada na figura ao lado que está no plano xy e na qual passa uma corrente i no sentido anti-horário.

Leia mais

f = B. A. cos a Weber

f = B. A. cos a Weber FLUXO MAGNÉTICO (f) Tesla T f = B. A. cos a Weber Wb metros quadrados m onde a ângulo formado entre n e B UEPG 1 PERGUNTA gera Se vimos que i B, será que o contrário é gera verdadeiro? Isto é, B i? EXPERIÊNCIAS

Leia mais

Eletromagnetismo. UP Centro Educacional Equipe de Física

Eletromagnetismo. UP Centro Educacional Equipe de Física Eletromagnetismo UP Centro Educacional Equipe de Física Origens do Eletromagnetismo Otermomagnetismo resultou do nome Magnésia, região da Ásia Menor (Turquia), devido a um minério chamado magnetita (ímã

Leia mais

Experimento 8 - Linhas de indução eletromagnética

Experimento 8 - Linhas de indução eletromagnética Experimento 8 - Linhas de indução eletromagnética Conceitos Distribuição das linhas de campo magnético de um condutor retilíneo. Verificar o sentido da corrente utilizando uma bússola. Analise das linhas

Leia mais

Questão 04- A diferença de potencial entre as placas de um capacitor de placas paralelas de 40μF carregado é de 40V.

Questão 04- A diferença de potencial entre as placas de um capacitor de placas paralelas de 40μF carregado é de 40V. COLÉGIO SHALOM Trabalho de recuperação Ensino Médio 3º Ano Profº: Wesley da Silva Mota Física Entrega na data da prova Aluno (a) :. No. 01-(Ufrrj-RJ) A figura a seguir mostra um atleta de ginástica olímpica

Leia mais

INDUÇÃO MAGNÉTICA. Indução Magnética

INDUÇÃO MAGNÉTICA. Indução Magnética INDUÇÃO MAGNÉTIA Prof. ergio Turano de ouza Lei de Faraday Força eletromotriz Lei de Lenz Origem da força magnética e a conservação de energia.. 1 Uma corrente produz campo magnético Um campo magnético

Leia mais

EM - ELETROMAGNETISMO. Prof. Eduardo Calsan Depto. de Elétrica EN/TN/MC/AI

EM - ELETROMAGNETISMO. Prof. Eduardo Calsan Depto. de Elétrica EN/TN/MC/AI EM - ELETROMAGNETISMO Prof. Eduardo Calsan Depto. de Elétrica EN/TN/MC/AI Força eletromotriz induzida (f.e.m.i.): analisando um condutor retilíneo em movimento no interior de um campo magnético uniforme,

Leia mais

Lista de exercícios 8 Campos magnéticos produzidos por corrente

Lista de exercícios 8 Campos magnéticos produzidos por corrente Lista de exercícios 8 Campos magnéticos produzidos por corrente 1. Em um certo local das Filipinas o campo magnético da Terra tem um modulo de 39 µt, é horizontal e aponta exatamente para o norte. Suponha

Leia mais

1. Na Figura, o fluxo de campo magnético na espira aumenta de acordo com a equação

1. Na Figura, o fluxo de campo magnético na espira aumenta de acordo com a equação Lista de exercícios 9 - Indução e Indutância 1. Na Figura, o fluxo de campo magnético na espira aumenta de acordo com a equação φ B = 6,0t2 + 7,0t, onde φb está em miliwebers e t em segundos. (a) Qual

Leia mais

ELETROMAGNETISMO. Ímãs e magnetos. Atração e repulsão. Propriedades dos ímãs

ELETROMAGNETISMO. Ímãs e magnetos. Atração e repulsão. Propriedades dos ímãs ELETROMAGNETISMO Ímãs e magnetos Um ímã é definido com um objeto capaz de provocar um campo magnético à sua volta e pode ser natural ou artificial. Um ímã natural é feito de minerais com substâncias magnéticas,

Leia mais

Sistemas eléctricos e magnéticos

Sistemas eléctricos e magnéticos Sistemas eléctricos e magnéticos Indução electromagnética Prof. Luís Perna 2010/11 Origens do campo magnético O fenómeno do magnetismo era conhecido dos Gregos já no ano 800 a. C. Os Gregos descobriram

Leia mais

Unimonte, Engenharia Física Elétrica, prof. Simões. Força magnética sobre um fio que conduz uma corrente elétrica. Escolha a alternativa correta

Unimonte, Engenharia Física Elétrica, prof. Simões. Força magnética sobre um fio que conduz uma corrente elétrica. Escolha a alternativa correta Unimonte, Engenharia Física Elétrica, prof. Simões Força magnética sobre um fio que conduz uma corrente elétrica Escolha a alternativa correta 1. (MACKENZIE) Um condutor retilíneo de comprimento 0,5 m

Leia mais

Eletromagnetismo: Bobinas, Eletroímanes e Motores Elétricos.

Eletromagnetismo: Bobinas, Eletroímanes e Motores Elétricos. Eletromagnetismo: Bobinas, Eletroímanes e Motores Elétricos www.fator-f.com info@fator-f.com Campo Magnético criado por uma corrente elétrica Campo Magnético criado por um fio, percorrido por uma corrente

Leia mais

Máquinas Elétricas. Odailson Cavalcante de Oliveira

Máquinas Elétricas. Odailson Cavalcante de Oliveira Máquinas Elétricas Odailson Cavalcante de Oliveira Campo Magnético Fluxo magnético Permeabilidade Magnética Relutância Experiência de Oersted Densidade do Campo Magnético Solenoide Vetor Força Magnetizante

Leia mais

Professor João Rodrigo Escalari Quintiliano LISTA 4 BIM 2º ANO

Professor João Rodrigo Escalari Quintiliano LISTA 4 BIM 2º ANO 1. (Pucrs 2016) Para uma espira circular condutora, percorrida por uma corrente elétrica de intensidade i, é registrado um campo magnético de intensidade B no seu centro. Alterando-se a intensidade da

Leia mais

FORÇA MAGNÉTICA SOBRE CONDUTORES

FORÇA MAGNÉTICA SOBRE CONDUTORES 73 11 FORÇA MAGNÉTCA SOBRE CONDUTORES 11.1 - EFETO DE UM ÍMÃ EM UM FO CONDUZNDO CORRENTE Considere o campo magnético uniforme entre os pólos de um imã permanente, como pode ser visto na figura 11.1. N

Leia mais

Física. Leo Gomes (Vitor Logullo) 20 e Magnetismo

Física. Leo Gomes (Vitor Logullo) 20 e Magnetismo Magnetismo Magnetismo 1. Para ser atraído por um ímã, um parafuso precisa ser: a) mais pesado que o ímã b) mais leve que o ímã c) de latão e cobre d) imantado pela aproximação do ímã e) formando por uma

Leia mais

1ª Prova do 3º Período (Provão) Física 05/09/2016 Prof. Reinaldo

1ª Prova do 3º Período (Provão) Física 05/09/2016 Prof. Reinaldo 1ª Prova do 3º Período (Provão) Física 05/09/2016 Prof. Reinaldo 0 = 4..10 7 T.m/A B = 0.i / 2..r B = 0.i / 2.r B = 0.n.i FE = q.e FM = q.v.b.sen R = m.v / q.b 75. (Unesp 2016) Um ímã em forma de barra,

Leia mais

EXPERIMENTO 10: MEDIDAS DA COMPONENTE HORIZONTAL DO CAMPO MAGNÉTICO TERRESTRE

EXPERIMENTO 10: MEDIDAS DA COMPONENTE HORIZONTAL DO CAMPO MAGNÉTICO TERRESTRE EXPERIMENTO 10: MEDIDAS DA COMPONENTE HORIZONTAL DO CAMPO MAGNÉTICO TERRESTRE 10.1 OBJETIVOS Determinar o valor da componente horizontal da indução magnética terrestre local. 10.2 INTRODUÇÃO Num dado lugar

Leia mais

AULA 05 Magnetismo Transformadores

AULA 05 Magnetismo Transformadores AULA 05 Magnetismo Transformadores MAGNETISMO As primeiras observações de fenômenos magnéticos são muito antigas. Acredita-se que estas observações foram realizadas pelos gregos, em uma cidade denominada

Leia mais

Problemas de magnetismo (campo de fio retilíneo)

Problemas de magnetismo (campo de fio retilíneo) Lista de Magnetismo Problemas de magnetismo (campo de fio retilíneo) 1) (FUVEST 00) Apoiado sobre uma mesa, observa-se o trecho de um fio longo, ligado a uma bateria. Cinco bússolas são colocadas próximas

Leia mais

2013, Relatório fis 3 exp 6 EXPERIMENTO 6: DETERMINAÇÃO DA CAPACITÂNCIA. Copyright B T

2013, Relatório fis 3 exp 6 EXPERIMENTO 6: DETERMINAÇÃO DA CAPACITÂNCIA. Copyright B T EXPERIMENTO 6: DETERMINAÇÃO DA CAPACITÂNCIA Introdução! Suspendendo-se uma agulha magnética de tal modo que ela possa girar livremente, ela se orienta em uma direção perfeitamente determinada. Este comportamento

Leia mais

Sistemas de Geração, Transmissão e Distribuição de Energia Elétrica.

Sistemas de Geração, Transmissão e Distribuição de Energia Elétrica. Sistemas de Geração, Transmissão e Distribuição de Energia Elétrica. Ímã: Princípios de Eletromecânica Ímã é um objeto formado por material ferromagnético que apresenta um campo magnético à sua volta.

Leia mais

0 0 A carga elétrica que passa nesse condutor nos 4 primeiros segundos vale 3

0 0 A carga elétrica que passa nesse condutor nos 4 primeiros segundos vale 3 0 0 A carga elétrica que passa nesse condutor nos 4 primeiros segundos vale 3 1 1 Sendo a carga elementar e = 1,6.10-19 C, a quantidade de elétrons que passa condutor nos 10 s vale 3,75.10 17. 2 2 A corrente

Leia mais

AULA 17.1. Eletromagnetismo: Introdução ao eletromagnetismo.

AULA 17.1. Eletromagnetismo: Introdução ao eletromagnetismo. AULA 17.1 Eletromagnetismo: Introdução ao eletromagnetismo. 1 INTRODUÇÃO AO ELETROMAGNETISMO A palavra magnetismo está relacionada à Magnésia, região da Ásia onde foi encontrada, pela primeira vez, a magnetita,

Leia mais

ESTUDO DO CAMPO MAGNÉTICO NO INTERIOR DE UM SOLENÓIDE

ESTUDO DO CAMPO MAGNÉTICO NO INTERIOR DE UM SOLENÓIDE Departamento de Física da Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa Electromagnetismo A 009/010 ESTUDO DO CAMPO MAGNÉTICO NO INTERIOR DE UM SOLENÓIDE 1. O campo magnético no interior dum solenóide

Leia mais

CAMPOS MAGNÉTICOS DEVIDO À CORRENTES

CAMPOS MAGNÉTICOS DEVIDO À CORRENTES Cálculo do campo magnético devido a uma corrente Considere um fio de forma arbitrária transportando uma corrente i. Qual o campo magnético db em um ponto P devido a um elemento de fio ds? Para fazer esse

Leia mais

O ALTIFALANTE. No altifalante a corrente elétrica é transformada em vibrações mecânicas do ar, reconstituindo o som inicial.

O ALTIFALANTE. No altifalante a corrente elétrica é transformada em vibrações mecânicas do ar, reconstituindo o som inicial. Um microfone transforma as perturbações produzidas no ar pela voz e pela música em impulsos elétricos. O ALTIFALANTE No altifalante a corrente elétrica é transformada em vibrações mecânicas do ar, reconstituindo

Leia mais

Lei de Ampere. 7.1 Lei de Biot-Savart

Lei de Ampere. 7.1 Lei de Biot-Savart Capítulo 7 Lei de Ampere No capítulo anterior, estudamos como cargas em movimento (correntes elétricas) sofrem forças magnéticas, quando na presença de campos magnéticos. Neste capítulo, consideramos como

Leia mais

RESOLUÇÃO DO TC DO CLICK PROFESSOR

RESOLUÇÃO DO TC DO CLICK PROFESSOR Resposta da questão 1: Podemos garantir apenas que o feixe de radiação gama (sem carga) não é desviado pelo campo magnético, atingindo o ponto 3. Usando as regras práticas do eletromagnetismo para determinação

Leia mais

Cap. 28. Campos Magnéticos. Prof. Oscar Rodrigues dos Santos Campos Magnéticos 1

Cap. 28. Campos Magnéticos. Prof. Oscar Rodrigues dos Santos Campos Magnéticos 1 Cap. 28 Campos Magnéticos Prof. Oscar Rodrigues dos Santos oscarsantos@utfpr.edu.br Campos Magnéticos 1 Campos Magnéticos - Há mais de 2500 anos eram encontrados fragmentos de ferro imantados nas proximidades

Leia mais

Força Magnética sobre Correntes Eléctricas

Força Magnética sobre Correntes Eléctricas Força Magnética sobre Correntes Eléctricas Quando um fio condutor percorrido por uma corrente eléctrica é colocado numa região onde existe um campo magnético, fica sujeito a uma força, que é igual à soma

Leia mais

4* 2* ; o mesmo se passa para 4* 1. no exterior, iremos considerar de valor desprezável os integrais dos percursos 2* 3, 3 4 e 4 4*.

4* 2* ; o mesmo se passa para 4* 1. no exterior, iremos considerar de valor desprezável os integrais dos percursos 2* 3, 3 4 e 4 4*. As "Referências" são relativas ao livro : "Electromagnetismo Alfredo arbosa Henriques, Jorge Crispim Romão, IST Press, Colecção Ensino da Ciência e da Tecnologia, nº18. 3ª semana: 5 a 7 Março 014 Objectivo

Leia mais

216 Demonstração da Lei de Ampère

216 Demonstração da Lei de Ampère 1 Roteiro elaborado com base na documentação que acompanha o conjunto por: Hermes Urébe Guimarães Tópicos Relacionados Campos magnéticos uniformes, indução magnética, força de Lorentz, portadores de carga,

Leia mais

Campo Magnético e Força Magnética Prof. Lutiano Freitas

Campo Magnético e Força Magnética Prof. Lutiano Freitas Campo Magnético e Força Magnética Prof. Lutiano Freitas 01 - (UNIMONES MG/2015) Duas espiras circulares, 1 e 2, coplanares e concêntricas, possuem raios R 1 e R 2 e são percorridas por correntes I 1 e

Leia mais

Electromagnetismo Aula Teórica nº 21

Electromagnetismo Aula Teórica nº 21 Electromagnetismo Aula Teórica nº 21 Departamento de Engenharia Física Faculdade de Engenharia Universidade do Porto PJVG, LMM 1 Breve revisão da última aula Rotacional Rotacional Teorema de Stokes Forma

Leia mais

Prof. Renato. ETEC de Vila Formosa ETEC Prof. Camargo Aranha SESI Carrão. Física 1ª. Série. Aula 1

Prof. Renato. ETEC de Vila Formosa ETEC Prof. Camargo Aranha SESI Carrão. Física 1ª. Série. Aula 1 Aula 1 1. Apresentação (Conhecimento / Reconhecimento) 1.1 Pessoal Nome, Formação, Profissão, Residência... 1.2 Disciplina (Levantamento / Classificação) Física 1ª. Série 2ª. Série 3ª. Série Mecânica /

Leia mais

Fluxo de um campo vetorial e a Lei de Gauss

Fluxo de um campo vetorial e a Lei de Gauss Fluxo de um campo vetorial e a Lei de Gauss Bibliografia e figuras: Sears & Zemanski, 12a ed. cap 22 Nesta aula vamos aprender a: determinar a quantidade de carga no interior de uma superfície fechada

Leia mais

ELETROMAGNETISMO. Quando uma corrente atravessa um condutor, gera em torno do mesmo um campo magnético.

ELETROMAGNETISMO. Quando uma corrente atravessa um condutor, gera em torno do mesmo um campo magnético. ELETROMAGNETISMO A relação entre o magnetismo e a corrente elétrica foi descoberta por H. C. Oersted (Hans Christian Ørsted), físico e químico dinamarquês (1777-1851). Quando uma corrente atravessa um

Leia mais

FICHA DE TRABALHO DE FÍSICA E QUÍMICA A DEZEMBRO 2010

FICHA DE TRABALHO DE FÍSICA E QUÍMICA A DEZEMBRO 2010 FICHA DE TRABALHO DE FÍSICA E QUÍMICA A DEZEMBRO 2010 APSA Nº11 11º Ano de Escolaridade 1- Classifique como verdadeiras ou falsas cada uma das seguintes afirmações, corrigindo estas últimas sem recorrer

Leia mais

ENGC25 - ANÁLISE DE CIRCUITOS II

ENGC25 - ANÁLISE DE CIRCUITOS II ENGC25 - ANÁLISE DE CIRCUITOS II Módulo V CIRCUITOS ACOPLADOS MAGNETICAMENTE INTRODUÇÃO AOS TRANSFORMADORES UFBA Curso de Engenharia Elétrica Prof. Eugênio Correia Teixeira Campo Magnético Linhas de fluxo

Leia mais

Plano de Trabalho Docente Ensino Técnico

Plano de Trabalho Docente Ensino Técnico Plano de Trabalho Docente 2016 Ensino Técnico Plano de Curso nº 233 aprovado pela portaria Cetec nº 172 de 13/09/2013 Etec Paulino Botelho Código: 091 Município: São Carlos Eixo Tecnológico: Controle e

Leia mais

t RESOLUÇÃO COMECE DO BÁSICO

t RESOLUÇÃO COMECE DO BÁSICO t RESOLUÇÃO COMECE DO BÁSICO SOLUÇÃO PC. 01 [E] Como a partícula é abandonada do repouso, ela sofre ação apenas da força elétrica, acelerando na mesma direção do campo elétrico. Como os dois campos têm

Leia mais

ELETRICIDADE MAGNETISMO GRAVITAÇÃO UNIVERSAL LEIS DE KEPLER ESTÁTICA HIDROSTÁTICA

ELETRICIDADE MAGNETISMO GRAVITAÇÃO UNIVERSAL LEIS DE KEPLER ESTÁTICA HIDROSTÁTICA ELETRICIDADE MAGNETISMO GRAVITAÇÃO UNIVERSAL LEIS DE KEPLER ESTÁTICA HIDROSTÁTICA Prof. Samuel Degtiar Equilíbrio da partícula: F resultante = 0 (SF x = 0 e SF y =0). A partícula em equilíbrio se encontra

Leia mais

Electromagnetismo Aula Teórica nº 22

Electromagnetismo Aula Teórica nº 22 Electromagnetismo Aula Teórica nº 22 Departamento de Engenharia Física Faculdade de Engenharia Universidade do Porto PJVG, LMM 1 Breve revisão da última aula O motor de corrente contínua Inductâncias A

Leia mais

Lei de Coulomb. Interação entre Duas Cargas Elétricas Puntiformes

Lei de Coulomb. Interação entre Duas Cargas Elétricas Puntiformes Lei de Coulomb Interação entre Duas Cargas Elétricas Puntiformes A intensidade F da força de interação eletrostática entre duas cargas elétricas puntiformes q 1 e q 2, é diretamente proporcional ao produto

Leia mais

Campo Magnética. Prof. Fábio de Oliveira Borges

Campo Magnética. Prof. Fábio de Oliveira Borges Campo Magnética Prof. Fábio de Oliveira Borges Curso de Física II Instituto de Física, Universidade Federal Fluminense Niterói, Rio de Janeiro, Brasil http://cursos.if.uff.br/fisica2-2015/ Campo magnético

Leia mais

FACULDADE PITÁGORAS DISCIPLINA: ELETRICIDADE. Prof. Ms. Carlos José Giudice dos Santos

FACULDADE PITÁGORAS DISCIPLINA: ELETRICIDADE. Prof. Ms. Carlos José Giudice dos Santos FACULDADE PITÁGORAS DISCIPLINA: ELETRICIDADE Prof. Ms. Carlos José Giudice dos Santos carlos@oficinadapesquisa.com.br www.oficinadapesquisa.com.br UNIDADE III Magnetismo Características dos imãs (polos)

Leia mais

Eletricidade Aplicada

Eletricidade Aplicada Magnetismo: Fenômeno apresentado por determinados materiais caracterizado por uma força de atração ou repulsão entre eles. Imã Polo Norte Linhas de Força (Campo Magnético) Polo Sul 1 2 Fluxo Magnético

Leia mais

UDESC 2015/2 FÍSICA. Comentário

UDESC 2015/2 FÍSICA. Comentário FÍSICA I. Incorreta. Com o aumento da distância a força aplicada é menor para produzir o mesmo torque. II. Incorreta. Joule é a unidade específica para energia. III. Correta. IV. Incorreta. Se a força

Leia mais

CAMPO MAGNÉTICO E DINÂMICA DE UMA PARTÍCULA NO C.M.U.

CAMPO MAGNÉTICO E DINÂMICA DE UMA PARTÍCULA NO C.M.U. AULA 25 CAMPO MAGNÉTICO E DINÂMICA DE UMA PARTÍCULA NO C.M.U. 1- ÍMÃ Os ímãs são corpos que se diferenciam por apresentar algumas propriedades que comentaremos a seguir. Um ímã atrai pedaços de ferro e

Leia mais

FÍSICA - 2 o ANO MÓDULO 31 MAGNETISMO: FORÇA MAGNÉTICA

FÍSICA - 2 o ANO MÓDULO 31 MAGNETISMO: FORÇA MAGNÉTICA FÍSICA - 2 o ANO MÓDULO 31 MAGNETISMO: FORÇA MAGNÉTICA B F V MÃO DIREITA fonte de ions trajetória de ions E B E = 1 x 10 3 N/c B = 5 x 10-2 T v =? Como é MRU R = 0 F mag = F EL v B = E E 10 3 10 5 v =

Leia mais

Prova de Questões Analítico-Discursivas FÍSICA

Prova de Questões Analítico-Discursivas FÍSICA 1 Um garoto lança horizontalmente uma bola, da altura de 80,0 cm, com a intenção de atingir um buraco situado a 0,0080 km do ponto de lançamento, conforme figura abaixo. Com qual velocidade inicial, em

Leia mais

Princípios de Eletricidade Magnetismo

Princípios de Eletricidade Magnetismo Princípios de Eletricidade Magnetismo Corrente Elétrica e Circuitos de Corrente Contínua Professor: Cristiano Faria Corrente e Movimento de Cargas Elétricas Embora uma corrente seja um movimento de partícula

Leia mais

Eletromagnetismo II. Prof. Daniel Orquiza. Prof. Daniel Orquiza de Carvalho

Eletromagnetismo II. Prof. Daniel Orquiza. Prof. Daniel Orquiza de Carvalho Eletromagnetismo II Prof. Daniel Orquiza Eletromagnetismo II Prof. Daniel Orquiza de Carvalho (Capítulo 9 Páginas 277a 284) Lei de Faraday. Lei de Lenz. Eletromagnetismo I 1 Prof. Daniel Orquiza Campos

Leia mais

Segunda aula de Fundamentos de Eletromagnetismo

Segunda aula de Fundamentos de Eletromagnetismo Segunda aula de Fundamentos de Eletromagnetismo Prof. Vicente Barros 1- Revisão de vetores. 2- Revisão sobre carga elétrica. 3- Revisão condutores e isolantes 4- Revisão sobre Lei de Coulomb. Revisão de

Leia mais

Ismael Rodrigues Silva Física-Matemática - UFSC. cel: (48)

Ismael Rodrigues Silva Física-Matemática - UFSC. cel: (48) Ismael Rodrigues Silva Física-Matemática - UFSC cel: (48)9668 3767 R1 Quando duas cargas estão em movimento, além da força eletrostática manifesta-se uma outra força, chamada força magnética. Todos os

Leia mais

Aluno(a): Código: 2 Rua T-53 Qd. 92 Lt. 10/11 nº 1356 Setor Bueno

Aluno(a): Código: 2 Rua T-53 Qd. 92 Lt. 10/11 nº 1356 Setor Bueno Aluno(a):_ Código: Série: 2ª Turma: Data: / / b) A amplitude máxima da onda estacionária resultante; 01. Entre os extremos de uma corda de comprimento 60 cm, estabelecese o estado estacionário, esquematizado,

Leia mais

Lei de Coulomb. Página 1 de 9

Lei de Coulomb. Página 1 de 9 1. (Unesp 2015) Em um experimento de eletrostática, um estudante dispunha de três esferas metálicas idênticas, A, B e C, eletrizadas, no ar, com cargas elétricas 5Q, 3Q e 2Q, respectivamente. Utilizando

Leia mais

PUC-RIO CB-CTC. Não é permitido destacar folhas da prova

PUC-RIO CB-CTC. Não é permitido destacar folhas da prova PUC-RIO CB-CTC FIS5 P DE ELETROMAGNETISMO 8.4. segunda-feira Nome : Assinatura: Matrícula: Turma: NÃO SERÃO ACEITAS RESPOSTAS SEM JUSTIFICATIVAS E CÁLCULOS EXPLÍCITOS. Não é permitido destacar folhas da

Leia mais

passagem da partícula pela região de campo uniforme, sua aceleração é:

passagem da partícula pela região de campo uniforme, sua aceleração é: LISTA 11 - Eletromagnetismo 1.(Mackenzie SP) Os radioisótopos são hoje largamente utilizados em diversas pesquisas científicas e aplicados inclusive em medicina terapêutica. Seu decaimento radioativo pode

Leia mais

Histórico do Magnetismo e suas bases teóricas

Histórico do Magnetismo e suas bases teóricas Histórico do Magnetismo e suas bases teóricas Prof. Vicente Pereira de Barros Conteúdo 15 -Histórico e propriedades básicas do Magnetismo Conteúdo 16 O campo magnético Conteúdo 17 Fluxo Magnético Conteúdo

Leia mais

Sala de Estudos FÍSICA Lucas 3 trimestre Ensino Médio 2º ano classe: Prof.LUCAS Nome: nº Sala de Estudos: Força Magnética em Cargas

Sala de Estudos FÍSICA Lucas 3 trimestre Ensino Médio 2º ano classe: Prof.LUCAS Nome: nº Sala de Estudos: Força Magnética em Cargas Sala de Estudos FÍSICA Lucas 3 trimestre Ensino Médio 2º ano classe: Prof.LUCAS Nome: nº Sala de Estudos: Força Magnética em Cargas 1. (G1 - ifsp 2012) Os ímãs têm larga aplicação em nosso cotidiano tanto

Leia mais

a) Quais são os polos magnéticos M e N da agulha magnética da bússola? b) Quais são os polos P e Q do imã?

a) Quais são os polos magnéticos M e N da agulha magnética da bússola? b) Quais são os polos P e Q do imã? Professor: Luciano Dias Campo Magnético e Fontes de Campo Magnético 01-(UFB) Uma bússola tem sua agulha magnética orientada com um polo (M) indicando Roraima e o outro (N) indicando o Paraná. A seguir,

Leia mais

Electromagnetismo. Campo Magnético:

Electromagnetismo. Campo Magnético: Campo Magnético: http://www.cartoonstock.com/lowres/hkh0154l.jpg Campo Magnético: Existência de ímans Corrente eléctrica A bússola é desviada http://bugman123.com/physics/oppositepoles large.jpg Observação

Leia mais

O microfone e o altifalante. O altifalante é um aparelho que converte os sinais elétricos em sons originais

O microfone e o altifalante. O altifalante é um aparelho que converte os sinais elétricos em sons originais Sumário UNIDADE TEMÁTICA 2. 1.3 - O microfone e o altifalante. - O campo magnético quem cria o campo e como se deteta. - O vetor campo magnético. - O campo elétrico quem cria o campo e como se deteta.

Leia mais

INDUÇÃO MAGNÉTICA. 1 Resumo. 2 Fundamento Teórico

INDUÇÃO MAGNÉTICA. 1 Resumo. 2 Fundamento Teórico Protocolos das Aulas Práticas 6/7 INDUÇÃO MAGNÉTICA 1 Resumo Um campo magnético de intensidade e frequência variáveis é produzido num solenóide longo. Dentro deste último são introduzidos enrolamentos

Leia mais

Sala de Estudos FÍSICA Lucas 3 trimestre Ensino Médio 3º ano classe: Prof.LUCAS Nome: nº Sala de Estudos Força Eletrostática e Campo Elétrico

Sala de Estudos FÍSICA Lucas 3 trimestre Ensino Médio 3º ano classe: Prof.LUCAS Nome: nº Sala de Estudos Força Eletrostática e Campo Elétrico Sala de Estudos FÍSICA Lucas 3 trimestre Ensino Médio 3º ano classe: Prof.LUCAS Nome: nº Sala de Estudos Força Eletrostática e Campo Elétrico 1. (Pucrj 2010) O que acontece com a força entre duas cargas

Leia mais

d) calcule o potencial elétrico em qualquer ponto da superfície e do interior da esfera.

d) calcule o potencial elétrico em qualquer ponto da superfície e do interior da esfera. Na solução da prova, use quando necessário: 8 Velocidade da luz no vácuo c = 3, 1 m/s 7 Permeabilidade magnética do vácuo µ =4π 1 T m / A 9 2 2 Constante eletrostática no vácuo K=9 1 N m / C Questão 1

Leia mais

ESTUDO DIRIGIDO DE REVISÃO PARA RECUPERAÇÃO FINAL - 2015

ESTUDO DIRIGIDO DE REVISÃO PARA RECUPERAÇÃO FINAL - 2015 Nome: 3ª série: n o Professor: Luiz Mário Data: / / 2015. ESTUDO DIRIGIDO DE REVISÃO PARA RECUPERAÇÃO FINAL - 2015 Orientações: - Este estudo dirigido poderá ser usado para revisar a matéria que será cobrada

Leia mais

1. Conceito de capacidade 2. Tipos de condensadores. 3. Associação de condensadores. 4. Energia de um condensador. 5. Condensador plano paralelo com

1. Conceito de capacidade 2. Tipos de condensadores. 3. Associação de condensadores. 4. Energia de um condensador. 5. Condensador plano paralelo com 1. Conceito de capacidade 2. Tipos de condensadores. 3. Associação de condensadores. 4. Energia de um condensador. 5. Condensador plano paralelo com dieléctrico. Utilidade: Armazenamento de carga e energia

Leia mais

Cargas elétricas em movimento (correntes) geram campos magnéticos B e sofrem forças

Cargas elétricas em movimento (correntes) geram campos magnéticos B e sofrem forças Capítulo 6 Campo Magnético 6.1 Introdução Cargas elétricas geram campos elétricos E e sofrem forças elétricas F e. Cargas elétricas em movimento (correntes) geram campos magnéticos B e sofrem forças magnéticas

Leia mais

Exercícios Exercício 1) Como são chamados os pequenos volumes magnéticos formados em materiais ferromagnéticos?

Exercícios Exercício 1) Como são chamados os pequenos volumes magnéticos formados em materiais ferromagnéticos? Exercícios Exercício 1) Como são chamados os pequenos volumes magnéticos formados em materiais ferromagnéticos? Exercício 2) Em um átomo, quais são as três fontes de campo magnético existentes? Exercício

Leia mais

b) átomos do dielétrico absorvem elétrons da placa negativa para completar suas camadas eletrônicas externas;

b) átomos do dielétrico absorvem elétrons da placa negativa para completar suas camadas eletrônicas externas; GOIÂNIA, _28 / 10 / 2016 PROFESSOR: Jonas Tavares DISCIPLINA: Física SÉRIE: 3º ALUNO(a): L1 4º Bim Data da Prova: 28/10/2016 No Anhanguera você é + Enem Antes de iniciar a lista de exercícios leia atentamente

Leia mais

φ = B A cosθ, em que θ é o ângulo formado entre a normal ao plano da

φ = B A cosθ, em que θ é o ângulo formado entre a normal ao plano da 01 As afirmativas: I) Falsa, pois o ângulo formado entre a normal ao plano da espira é de 60, assim o fluxo eletromagnético é: φ = B A cosθ, em que θ é o ângulo formado entre a normal ao plano da espira

Leia mais