RECURSO ORDINÁRIO. Prática Trabalhista

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "RECURSO ORDINÁRIO. Prática Trabalhista"

Transcrição

1 RECURSO ORDINÁRIO Prática Trabalhista

2 Paulo foi empregado da microempresa Tudo Limpo Ltda. de 22/02/15 a 15/03/16. Trabalhava como auxiliar de serviços gerais, atuando na limpeza de parte da pista de um aeroporto de pequeno porte. Durante todo o contrato, prestou serviços na Aeroduto Empresa Pública de Gerenciamento de Aeroportos. Ao ser dispensado e receber as verbas rescisórias, ajuizou reclamação trabalhista em face da empregadora e da tomadora dos serviços, pretendendo adicional de insalubridade porque trabalhava em local de barulho, bem como a incidência de correção monetária sobre o valor dos salários, vez que recebia sempre até o quinto dia útil do mês subsequente ao vencido. Logo, tendo mudado o mês de competência, deveria haver a correção monetária, dado o momento, na época, de inflação galopante. A ação foi distribuída para a 99ª Vara de Trabalho de Salvador. No dia da audiência, a primeira ré, empregadora, fez-se representar pelo seu contador, assistido por advogado. A segunda ré, por preposto empregado e advogado.

3 Foram entregues defesas e prova documental, sendo que, pela segunda ré, foi juntada toda a documentação relacionada à fiscalização do contrato entre as rés, o qual ainda se encontra em vigor, bem como exames médicos de rotina realizados nos empregados, inclusive o autor, os quais não demonstravam nenhuma alteração de saúde ao longo de todo o contrato, além dos recibos do autor de fornecimento de EPI para audição. Superada a possibilidade de acordo, o juiz indeferiu os requerimentos da segunda ré para a produção de provas testemunhal e pericial, consignando em ata os protestos da segunda ré, pois visava, com isso, comprovar que o EPI eliminava a insalubridade.

4 O processo seguiu concluso para a sentença, a qual decretou a revelia e confissão da primeira ré por não estar representada regularmente. Julgou procedentes os pedidos de pagamento de adicional de insalubridade em grau máximo, bem como de incidência de correção monetária sobre o valor do salário mensal pago após a virada do mês. Outrossim, condenou a segunda ré, subsidiariamente, em todos os pedidos, fundamentando a procedência na revelia e confissão da 1ª ré. Diante disso, como advogado(a) da 2ª ré, redija a peça prático-profissional pertinente ao caso.

5 I PONTOS A SEREM OBSERVADOS 1- o juiz indeferiu os requerimentos da segunda ré para a produção de provas testemunhal e pericial, consignando em ata os protetos da segunda ré, pois visava, com isso, comprovar que o EPI eliminava a insalubridade ; 2- O processo seguiu concluso para a sentença, a qual decretou a revelia e confissão da primeira ré por não estar representada regularmente. 1a Ré é Microempresa e foi representada em audiência por seu contador (não empregado) 3- Julgou procedentes os pedidos de pagamento de adicional de insalubridade em grau máximo, bem como de incidência de correção monetária sobre o valor do salário mensal pago após a virada do mês.

6 4- Julgou procedentes os pedidos de pagamento de adicional de insalubridade em grau máximo, bem como de incidência de correção monetária sobre o valor do salário mensal pago após a virada do mês. 5- condenou a segunda ré, subsidiariamente, em todos os pedidos, fundamentando a procedência naa revelia e confissão da 1a Ré.

7 I DO DIREITO MATERIAL E DO DIREITO PROCESSUAL 1) CERCEAMENTO DE PROVA o juiz indeferiu os requerimentos da segunda ré para a produção de provas testemunhal e pericial, consignando em ata os protestos da segunda ré, pois visava, com isso, comprovar que o EPI eliminava a insalubridade ; CF. Art. 5o. LV - aos litigantes, em processo judicial ou administrativo, e aos acusados em geral são assegurados o contraditório e ampla defesa, com os meios e recursos a ela inerentes;

8 NECESSIDADE DE PERÍCIA TÉCNICA PARA APRECIAÇÃO DE PEDIDO DE ADICIONAL DE INSALUBRIDADE/PERICULOSIDADE CLT. Art A caracterização e a classificação da insalubridade e da periculosidade, segundo as normas do Ministério do Trabalho, far-se-ão através de perícia a cargo de Médico do Trabalho ou Engenheiro do Trabalho, registrados no Ministério do Trabalho. 2º - Arguida em juízo insalubridade ou periculosidade, seja por empregado, seja por Sindicato em favor de grupo de associado, o juiz designará perito habilitado na forma deste artigo, e, onde não houver, requisitará perícia ao órgão competente do Ministério do Trabalho

9 Insalubridade. Prova pericial. Confissão ficta da parte autora. Efeitos. Nos termos do art. 195 da Consolidação das Leis do Trabalho a caracterização da insalubridade se faz necessariamente através de perícia a cargo de médico ou engenheiro do trabalho. Não se trata de faculdade do juiz determinar ou não a realização da prova técnica. A perícia é obrigatória e imprescindível, cabendo ao juiz determinar sua produção independentemente de requerimento prévio das partes. Preliminar que se acolhe. TRT da 2a Reg., 17a Turma, processo TRT/SP , publicado em 04/12/2015,

10 RELEVÂNCIA DA PROVA DE USO DE EPIs TST. Súmula 80. INSALUBRIDADE. A eliminação da insalubridade mediante fornecimento de aparelhos protetores aprovados pelo órgão competente do Poder Executivo exclui a percepção do respectivo adicional.

11 PROTESTOS Artigo 795/CLT. As nulidades não serão declaradas senão mediante provocação das partes, as quais deverão argüi-las à primeira vez em que tiverem de falar em audiência ou nos autos. Protesto. Registro necessário. Advogado e seu papel. Não há hierarquia nem subordinação entre advogados e magistrados. O advogado exerce seu mister no mesmo plano de igualdade do juiz (Lei n 8.906/94, art. 6 ). Demais disso, nenhum receio de desagradar a magistrado pode deter o advogado no exercício da profissão (idem, art. 31, parágrafo 2 ). Sendo assim não se aceita a alegação de ter requerido a produção de perícia grafotécnica, sem que exigisse do juiz instrutor a consignação do pedido na ata, além do indeferimento e do protesto por cerceamento do direito de defesa. A história registra a atuação de advogados que se impuseram a qualquer custo. TRT 2a Reg, Processo , ano de 2002, acórdão no da 8a Turma, Rel. José Carlos da Silva Arouca

12 RESULTADO: - NECESSIDADE DE PLEITO DA NULIDADE PROCESSUAL E, POR CONSEQUÊNCIA, NULIDADE DA SENTENÇA PARA O FIM DE, REABRINDO-SE A INSTRUÇÃO PROCESSUAL, SER PERMITIDA A REALIZAÇÃO DAS PROVAS PERICIAL E ORAL REQUERIDAS E, POSTERIORMENTE, SER PROLATADA NOVA SENTENÇA.

13 2) Da equivocada aplicação da pena de revelia e confissão à 1a Reclamada O processo seguiu concluso para a sentença, a qual decretou a revelia e confissão da primeira ré por não estar representada regularmente. 1a Ré é Microempresa e foi representada em audiência por seu contador (não empregado)

14 A 1a Reclamada é MICROEMPRESA ( Paulo foi empregado da microempresa Tudo Limpo Ltda ) Lei Complementar 123/06. Art. 54. É facultado ao empregador de microempresa ou de empresa de pequeno porte fazer-se substituir ou representar perante a Justiça do Trabalho por terceiros que conheçam dos fatos, ainda que não possuam vínculo trabalhista ou societário. TST. Súmula 377. PREPOSTO. EXIGÊNCIA DA CONDIÇÃO DE EMPREGADO. Exceto quanto à reclamação de empregado doméstico, ou contra micro ou pequeno empresário, o preposto deve ser necessariamente empregado do reclamado. Inteligência do art. 843, 1º, da CLT e do art. 54 da Lei Complementar nº 123, de 14 de dezembro de 2006.

15 RESULTADO: - NECESSIDADE DE SER AFASTADA A PENA DE REVELIA E CONFISSÃO APLICADA À 1a RECLAMADA, AFASTANDO-SE, ASSIM, A PRESUNÇÃO DE VERACIDADE DOS FATOS DESCRITOS NA PETIÇÃO INICIAL.

16 3) DA CONDENAÇÃO EM ADICIONAL DE INSALUBRIDADE EM GRAU MÁXIMO - Julgou procedentes os pedidos de pagamento de adicional de insalubridade em grau máximo IMPOSSIBILIDADE DE CONDENAÇÃO SEM A REALIZAÇÃO DE COMPETENTE PERÍCIA TÉCNICA

17 CLT. Art A caracterização e a classificação da insalubridade e da periculosidade, segundo as normas do Ministério do Trabalho, far-se-ão através de perícia a cargo de Médico do Trabalho ou Engenheiro do Trabalho, registrados no Ministério do Trabalho. 2º - Arguida em juízo insalubridade ou periculosidade, seja por empregado, seja por Sindicato em favor de grupo de associado, o juiz designará perito habilitado na forma deste artigo, e, onde não houver, requisitará perícia ao órgão competente do Ministério do Trabalho

18 Insalubridade. Prova pericial. Confissão ficta da parte autora. Efeitos. Nos termos do art. 195 da Consolidação das Leis do Trabalho a caracterização da insalubridade se faz necessariamente através de perícia a cargo de médico ou engenheiro do trabalho. Não se trata de faculdade do juiz determinar ou não a realização da prova técnica. A perícia é obrigatória e imprescindível, cabendo ao juiz determinar sua produção independentemente de requerimento prévio das partes. Preliminar que se acolhe. TRT da 2a Reg., 17a Turma, processo TRT/SP , publicado em 04/12/2015,

19 RESULTADO - NECESSIDADE DE PLEITEAR A REFORMA DA r. SENTENÇA PARA AFASTAR DA CONDENAÇÃO O PAGAMENTO DE ADICIONAL DE INSALUBRIDADE EM GRAU MÁXIMO

20 4) Da imposição de incidência da correção monetária a partir do mês de competência do crédito trabalhista Julgou procedentes os pedidos de pagamento de adicional de insalubridade em grau máximo, bem como de incidência de correção monetária sobre o valor do salário mensal pago após a virada do mês.

21 CLT. Art O pagamento do salário, qualquer que seja a modalidade do trabalho, não deve ser estipulado por período superior a 1 (um) mês, salvo no que concerne a comissões, percentagens e gratificações. 1º Quando o pagamento houver sido estipulado por mês, deverá ser efetuado, o mais tardar, até o quinto dia útil do mês subsequente ao vencido.

22 TST. SÚMULA 381. CORREÇÃO MONETÁRIA. SALÁRIO. ART. 459 DA CLT. O pagamento dos salários até o 5º dia útil do mês subsequente ao vencido não está sujeito à correção monetária. Se essa data limite for ultrapassada, incidirá o índice da correção monetária do mês subsequente ao da prestação dos serviços, a partir do dia 1º

23 RESULTADO NECESSIDADE DE PLEITEAR A REFORMA DA SENTENÇA PARA O FIM DE AFASTAR DA CONDENAÇÃO DIFERENÇAS DECORRENTES DA INCIDÊNCIA DE CORREÇÃO MONETÁRIA SOBRE VALOR DO SALÁRIO MENSAL PAGTO APÓS A VIRADA DO MÊS.

24 5) DA CONDENAÇÃO SUBSIDIÁRIA DA 2a RECLAMADA condenou a segunda ré, subsidiariamente, em todos os pedidos, fundamentando a procedência naa revelia e confissão da 1a Ré. A 2a RECLAMADA É EMPRESA PÚBLICA DE GERENCIAMENTO DE AEROPORTOS Administração Pública Indireta

25 TST. SÚMULA 331. CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS. LEGALIDADE I - A contratação de trabalhadores por empresa interposta é ilegal, formando-se o vínculo diretamente com o tomador dos serviços, salvo no caso de trabalho temporário (Lei nº 6.019, de ). II - A contratação irregular de trabalhador, mediante empresa interposta, não gera vínculo de emprego com os órgãos da Administração Pública direta, indireta ou fundacional (art. 37, II, da CF/1988).

26 III - Não forma vínculo de emprego com o tomador a contratação de serviços de vigilância (Lei nº 7.102, de ) e de conservação e limpeza, bem como a de serviços especializados ligados à atividade-meio do tomador, desde que inexistente a pessoalidade e a subordina- ção direta. IV - O inadimplemento das obrigações trabalhistas, por parte do empregador, implica a responsabilidade subsidiária do tomador dos serviços quanto àquelas obrigações, desde que haja participado da rela- ção processual e conste também do título executivo judicial.

27 V - Os entes integrantes da Administração Pública direta e indireta respondem subsidiariamente, nas mesmas condições do item IV, caso evidenciada a sua conduta culposa no cumprimento das obrigações da Lei n.º 8.666, de , especialmente na fiscalização do cumprimento das obrigações contratuais e legais da prestadora de serviço como empregadora. A aludida responsabilidade não decorre de mero inadimplemento das obrigações trabalhistas assumidas pela empresa regularmente contratada.

28 RESULTADO - NECESSIDADE DE PLEITEAR A REFORMA DA SENTENÇA PARA O FIM DE SE AFASTAR A RESPONSABILIDADE SUBSIDIÁRIA DA 2a RECLAMADA.

29 RECURSO ORDINÁRIO a) Cabimento Art. 895 CLT- Cabe recurso ordinário para instancia superior; I - das decisões definitivas das varas do Trabalho e juízos no prazo de 8 (oito) dias.

30 b) Custas -ART 789 par. 1º da CLT custas, pagas pelo vencido. CLT. Art Nos dissídios individuais e nos dissídios coletivos do trabalho, nas ações e procedimentos de competência da Justiça do Trabalho, bem como nas demandas propostas perante a Justiça Estadual, no exercício da jurisdição trabalhista, as custas relativas ao processo de conhecimento incidirão à base de 2% (dois por cento), observado o mínimo de R$ 10,64 (dez reais e sessenta e quatro centavos) e serão calculadas: I quando houver acordo ou condenação, sobre o respectivo valor; II quando houver extinção do processo, sem julgamento do mérito, ou julgado totalmente improcedente o pedido, sobre o valor da causa; III no caso de procedência do pedido formulado em ação declaratória e em ação constitutiva, sobre o valor da causa; IV quando o valor for indeterminado, sobre o que o juiz fixar. 1 o As custas serão pagas pelo vencido, após o trânsito em julgado da decisão. No caso de recurso, as custas serão pagas e comprovado o recolhimento dentro do prazo recursal. 2 o Não sendo líquida a condenação, o juízo arbitrar-lhe-á o valor e fixará o montante das custas processuais

31 SÚMULA Nº 05 do TRT da 2ª Região. "JUSTIÇA GRATUITA - ISENÇÃO DE DESPESAS PROCESSUAIS - CLT, ARTS. 790, 790-A E 790-B - DECLARAÇÃO DE INSUFICIÊNCIA ECONÔMICA FIRMADA PELO INTERESSADO OU PELO PROCURADOR - DIREITO LEGAL DO TRABALHADOR, INDEPENDENTEMENTE DE ESTAR ASSISTIDO PELO SINDICATO". SÚMULA Nº 06 do TRT da 2ª Região. JUSTIÇA GRATUITA - EMPREGADOR - IMPOSSIBILIDADE. Não se aplica em favor do empregador o benefício da justiça gratuita

32 C) Depósito Recursal CLT. Art Os recursos serão interpostos por simples petição e terão efeito meramente devolutivo, salvo as exceções previstas neste Título, permitida a execução provisória até a penhora. 1º Sendo a condenação de valor até 10 (dez) vêzes o saláriomínimo regional, nos dissídios individuais, só será admitido o recurso inclusive o extraordinário, mediante prévio depósito da respectiva importância. Transitada em julgado a decisão recorrida, ordenar-se-á o levantamento imediato da importância de depósito, em favor da parte vencedora, por simples despacho do juiz. 2º Tratando-se de condenação de valor indeterminado, o depósito corresponderá ao que fôr arbitrado, para efeito de custas, pela Junta ou Juízo de Direito, até o limite de 10 (dez) vêzes o salário-mínimo da região.

33 - EXIGÊNCIA DE DEPÓSITO RECURSAL POR PARTE DO RECLAMANTE. IMPOSSIBILIDADE O depósito recursal não tem natureza jurídica de taxa de recurso, mas de garantia do juízo recursal, ou seja, objetiva garantir o cumprimento da condenação. A medida é voltada exclusivamente para atender o interesse do trabalhador que, embora tendo de aguardar o julgamento do recurso interposto, terá a certeza de que ao menos parte do valor da condenação imposta encontra-se reservado para a execução da sentença. Além disso, embora o -caput- do art. 899 da CLT não declare expressamente que o depósito recursal é exigido apenas do recorrente empregador, tal conclusão é facilmente extraída dos parágrafos 4º e 5º do mencionado dispositivo legal, quando estabelecem que o depósito far-se-á na conta vinculada do trabalhador, que deverá ser aberta em seu nome, se ainda não a tiver. Recurso de revista conhecido e provido. TST, 5ª turma, processo RR /2000.2, Relator(a): Rider de Brito, julgamento: 17/12/2003, Publicação: DJ 26/03/2004.

34 Recurso Ordinário:...R$ 8.959,63 Recurso de revista:... R$ ,26 -Embargos à SDE... R$ ,26 -Recurso Extraordinário-

35 MODELO DE RECURSO ORDINÁRIO EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR JUIZ DA...VARA DO TRABALHO DE Processo nº... "...", já qualificado nos autos da Reclamação Trabalhista em epígrafe, que move em face de"..." também já qualificada, não se conformando com a r. decisão de fls., que a julgou improcedente, vem, mui respeitosamente à presença de Vossa Excelência, interpor RECURSO ORDINÁRIO, com fundamento no artigo 895, I, da CLT. Pede o regular recebimento e processamento do apelo em seus regulares efeitos, assim como seu oportuno encaminhamento à Superior Instância recorrida, com as razões que oferece em separado. Requer a juntada neste ato das guias de recolhimento de custas e depósito recursal. ( depósito recursal somente para reclamada) Termos em que, Pede Deferimento. Cidade, datar. Adv/OAB 35

36 RAZÕES DE RECURSO ORDINÁRIO Recorrente: Recorrido: Processo nº... Egrégio Tribunal, Colenda Turma, Doutos Julgadores, Não pode prevalecer, data maxima venia, a respeitável sentença de fls., proferida pelo juízo de primeira instância, merecendo a mesma urgente reforma em relação às seguintes matérias: I DA NULIDADE PROCESSUAL EM RAZÃO DE CERCEAMENTO DE DEFESA II- DA RESPONSABILIDADE SUBSIDIÁRIA DA 2a RECLAMADA III DA PENA DE REVELIA E CONFISSÃO APLICADA À 1a RECLAMADA IV- DA CONDENAÇÃO EM ADICIONAL DE INSALUBRIDADE V- DA CONDENAÇÃO EM DIFERENÇAS DECORRENTES DE INCIDÊNCIA DE CORREÇÃO MONETÁRIA SOBRE SALÁRIOS PAGOS ATÉ O 5o DIA ÚLTIL DO MÊS SUBSEQUENTE Analisemos detalhadamente tais pontos de inconformismo. 36

37 A- BREVE RELATO DA LIDE (transcrever os dados do problema). I DA NULIDADE PROCESSUAL EM RAZÃO DE CERCEAMENTO DE DEFESA Descrição do indeferimento do requerimento de produção de prova pericial (em relação ao pleito de adicional de insalubridade) e oral (em relação ao uso de EPIs) Demonstrar a relevância de tais provas e o prejuízo decorrente do indeferimento Pleitear a NULIDADE PROCESSUAL E, POR CONSEQUÊNCIA, NULIDADE DA SENTENÇA PARA O FIM DE, REABRINDO-SE A INSTRUÇÃO PROCESSUAL, SER PERMITIDA A REALIZAÇÃO DAS PROVAS PERICIAL E ORAL REQUERIDAS E, POSTERIORMENTE, SER PROLATADA NOVA SENTENÇA. 37

38 II- DA RESPONSABILIDADE SUBSIDIÁRIA DA 2a RECLAMADA Demonstrar o equívoco do Juízo a quo ao condenar subsidiariamente a 2a Reclamada, que é empresa pública, sem que houvesse qualquer demonstração de falta de fiscalização da obrigações contratuais e legais da 1a Reclamada, afrontando, assim, os termos da Súmula 331, V, do TST. REQUERER A REFORMA DA SENTENÇA PARA O FIM DE SE AFASTAR A RESPONSABILIDADE SUBSIDIÁRIA DA 2a RECLAMADA. 38

39 III DA PENA DE REVELIA E CONFISSÃO APLICADA À 1a RECLAMADA Demonstrar o equívoco da sentença que, sem se atentar aos termos do artigo 54 da Lei Complementar no. 123/06 e da Súmula 377 do TST REQUERER SEJA AFASTADA A PENA DE REVELIA E CONFISSÃO APLICADA À 1a RECLAMADA, AFASTANDO-SE, ASSIM, A PRESUNÇÃO DE VERACIDADE DOS FATOS DESCRITOS NA PETIÇÃO INICIAL. 39

40 IV- DA CONDENAÇÃO EM ADICIONAL DE INSALUBRIDADE Demonstrar o equívoco na condenação em pagamento de adicional de insalubridade sem a necessária realização de laudo pericial nos termos do artigo 195, 2o, da CLT. REQUERER A REFORMA DA r. SENTENÇA PARA AFASTAR DA CONDENAÇÃO O PAGAMENTO DE ADICIONAL DE INSALUBRIDADE EM GRAU MÁXIMO 40

41 V- DA CONDENAÇÃO EM DIFERENÇAS DECORRENTES DE INCIDÊNCIA DE CORREÇÃO MONETÁRIA SOBRE SALÁRIOS PAGOS ATÉ O 5o DIA ÚLTIL DO MÊS SUBSEQUENTE Demonstração do equívoco do Juízo de Primeiro Grau, que não se atentou aos termos da Súmula 381 do TST REQUERER A REFORMA DA SENTENÇA PARA O FIM DE AFASTAR DA CONDENAÇÃO DIFERENÇAS DECORRENTES DA INCIDÊNCIA DE CORREÇÃO MONETÁRIA SOBRE VALOR DO SALÁRIO MENSAL PAGTO APÓS A VIRADA DO MÊS. 41

42 III CONCLUSÃO Diante do exposto, requer seja o presente recurso CONHECIDO E PROVIDO, a fim de que seja decretada a NULIDADE PROCESSUAL por cerceamento de defesa E, POR CONSEQUÊNCIA, NULIDADE DA SENTENÇA PARA O FIM DE, REABRINDO- SE A INSTRUÇÃO PROCESSUAL, SER PERMITIDA A REALIZAÇÃO DAS PROVAS PERICIAL E ORAL REQUERIDAS E, POSTERIORMENTE, SER PROLATADA NOVA SENTENÇA. E, caso o Douto Juízo não entenda pela nulidade da r. sentença, requer o total PROVIMENTO do presente recurso para REFORMAR a sentença a fim de: - Afastar a condenação subsidiária da 2a Reclamada; - Afastar a condenação em adicional de insalubridade; - Afastar a condenação em diferenças decorrentes da incidência de correção monetária sobre o valor do salário mensal pago após a virada do mês. Termos em que, Pede Deferimento. Local, data. Advogado OAB 42

43

44

45

ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL XXI EXAME DE ORDEM UNIFICADO

ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL XXI EXAME DE ORDEM UNIFICADO PADRÃO DE RESPOSTA - PEÇA PROFISSIONAL Paulo foi empregado da microempresa Tudo Limpo Ltda. de 22/02/15 a 15/03/16. Trabalhava como auxiliar de serviços gerais, atuando na limpeza de parte da pista de

Leia mais

ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL XXI EXAME DE ORDEM UNIFICADO

ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL XXI EXAME DE ORDEM UNIFICADO PADRÃO DE RESPOSTA - PEÇA PROFISSIONAL Paulo foi empregado da microempresa Tudo Limpo Ltda. de 22/02/15 a 15/03/16. Trabalhava como auxiliar de serviços gerais, atuando na limpeza de parte da pista de

Leia mais

FACULDADES INTEGRADAS DO BRASIL ESCOLA DE DIREITO E RELAÇÕES INTERNACIONAIS CURSO DE BACHARELADO EM DIREITO 10º PERÍODO NIVELAMENTO RECURSO ORDINÁRIO

FACULDADES INTEGRADAS DO BRASIL ESCOLA DE DIREITO E RELAÇÕES INTERNACIONAIS CURSO DE BACHARELADO EM DIREITO 10º PERÍODO NIVELAMENTO RECURSO ORDINÁRIO FACULDADES INTEGRADAS DO BRASIL ESCOLA DE DIREITO E RELAÇÕES INTERNACIONAIS CURSO DE BACHARELADO EM DIREITO 10º PERÍODO NIVELAMENTO RECURSO ORDINÁRIO ESTUDO PROVA OAB FGV QUESTIONAMENTOS E REFLEXÕES PARA

Leia mais

TERCEIRIZAÇÃO DE SERVIÇOS. Autor: Sidnei Di Bacco/Advogado da União

TERCEIRIZAÇÃO DE SERVIÇOS. Autor: Sidnei Di Bacco/Advogado da União TERCEIRIZAÇÃO DE SERVIÇOS Autor: Sidnei Di Bacco/Advogado da União LEI 8.666/1993 Art. 71. O contratado é responsável pelos encargos trabalhistas, previdenciários, fiscais e comerciais resultantes da execução

Leia mais

DIREITO DO TRABALHO XXI EXAME DE ORDEM UNIFICADO PROVA PRÁTICO - PROFISSIONAL

DIREITO DO TRABALHO XXI EXAME DE ORDEM UNIFICADO PROVA PRÁTICO - PROFISSIONAL XXI EXAME DE ORDEM UNIFICADO DIREITO DO TRABALHO PROVA PRÁTICO - PROFISSIONAL SEU CADERNO Além deste caderno de rascunho contendo o enunciado da peça prático-profissional e das quatro questões discursivas,

Leia mais

José, já qualificado vem, respeitosamente, por meio de seu advogado interpor com fundamento nos arts. 893, II e art. 895, I da CLT Recurso Ordinário

José, já qualificado vem, respeitosamente, por meio de seu advogado interpor com fundamento nos arts. 893, II e art. 895, I da CLT Recurso Ordinário EXCELENTÍSSIMO DR. JUIZ DO TRABALHO DA VARA DO TRABALHO DE Processo número José, já qualificado, vem, respeitosamente, por meio de seu advogado, interpor, com fundamento nos arts. 893, II e art. 895, I

Leia mais

EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR JUIZ DA VARA DO TRABALHO DE SÃO JOÃO DE PADUA

EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR JUIZ DA VARA DO TRABALHO DE SÃO JOÃO DE PADUA EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR JUIZ DA VARA DO TRABALHO DE SÃO JOÃO DE PADUA Recorrente: Rildo Jaime Recorrido: Soluções Empresariais Ltda. e Metalúrgica Cristina Ltda. Processo n. 644-44.2001.5.03.0015

Leia mais

PETIÇÃO INICIAL. ENDEREÇAMENTO QUALIFICAÇÃO PRELIMINAR MÉRITO PEDIDOS REQUERIMENTOS FINAIS Valor da causa!!!!!

PETIÇÃO INICIAL. ENDEREÇAMENTO QUALIFICAÇÃO PRELIMINAR MÉRITO PEDIDOS REQUERIMENTOS FINAIS Valor da causa!!!!! PETIÇÃO INICIAL ENDEREÇAMENTO QUALIFICAÇÃO PRELIMINAR MÉRITO PEDIDOS REQUERIMENTOS FINAIS Valor da causa!!!!! ENDEREÇAMENTO EXCELENTISSIMO SENHOR DOUTOR JUIZ DA VARA DO TRABALHO DE... art. 651 do CPC QUALIFICAÇÃO

Leia mais

A C Ó R D Ã O (2ª Turma) GMCB/ean PREPOSTO. ADVOGADO. ATUAÇÃO SIMULTÂNEA. REVELIA.

A C Ó R D Ã O (2ª Turma) GMCB/ean PREPOSTO. ADVOGADO. ATUAÇÃO SIMULTÂNEA. REVELIA. A C Ó R D Ã O (2ª Turma) GMCB/ean RECURSO DE REVISTA. PREPOSTO. ADVOGADO. ATUAÇÃO SIMULTÂNEA. REVELIA. Este Tribunal tem se orientado no sentido de que é possível a atuação simultânea nas funções de advogado

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 2ª REGIÃO RECURSO ORDINÁRIO DA 80ª VARA DO TRABALHO DE SÃO PAULO RECORRENTE: LEANDRO JOSÉ DA SILVA

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 2ª REGIÃO RECURSO ORDINÁRIO DA 80ª VARA DO TRABALHO DE SÃO PAULO RECORRENTE: LEANDRO JOSÉ DA SILVA PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 2ª REGIÃO PROCESSO Nº 0000901-18.2015.5.02.0080-4 a TURMA RECURSO ORDINÁRIO DA 80ª VARA DO TRABALHO DE SÃO PAULO RECORRENTE: LEANDRO JOSÉ DA SILVA RECORRIDOS:

Leia mais

RECURSO ORDINÁRIO 23/04/2015. Prática Trabalhista RECURSO ORDINÁRIO. b) Custas. -ART 789 par. 1º da CLT custas, pagas pelo vencido.

RECURSO ORDINÁRIO 23/04/2015. Prática Trabalhista RECURSO ORDINÁRIO. b) Custas. -ART 789 par. 1º da CLT custas, pagas pelo vencido. RECURSO ORDINÁRIO Prática Trabalhista RECURSO ORDINÁRIO a) Cabimento Art. 895 CLT- Cabe recurso ordinário para instancia superior; - das decisões definitivas das varas do Trabalho e juízos no prazo de

Leia mais

EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR DESEMBARGADOR PRESIDENTE DO EGRÉGIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO PARANÁ

EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR DESEMBARGADOR PRESIDENTE DO EGRÉGIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO PARANÁ PROPOSTA 22 João utiliza todos os dias, para retornar do trabalho para sua casa, no Rio de Janeiro, o ônibus da linha A, operado por Ômega Transportes Rodoviários Ltda. Certo dia, o ônibus em que João

Leia mais

RECURSO ORDINÁRIO EM RITO SUMARÍSSIMO ORIGEM: 75ª VARA DO TRABALHO DE SÃO PAULO

RECURSO ORDINÁRIO EM RITO SUMARÍSSIMO ORIGEM: 75ª VARA DO TRABALHO DE SÃO PAULO PODER JUDICIÁRIO FEDERAL TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO 2ª REGIÃO PROCESSO Nº 0001174-17.2012.5.02.0075 5ª TURMA PROCESSO Nº 0001174-17.2012.5.02.0075 RECURSO ORDINÁRIO EM RITO SUMARÍSSIMO ORIGEM: 75ª VARA

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO FEDERAL JUSTIÇA DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 1ª REGIÃO Gabinete Juiz Convocado 8 Av. Presidente Antonio Carlos, 251

PODER JUDICIÁRIO FEDERAL JUSTIÇA DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 1ª REGIÃO Gabinete Juiz Convocado 8 Av. Presidente Antonio Carlos, 251 A C Ó R D Ã O 8ª T U R M A TESTEMUNHA CLIENTE DO ADVOGADO DO AUTOR NÃO ACOLHIMENTO DA CONTRADITA, PORÉM APRECIADA COM RESERVAS POR PRESUMIR-SE QUE FOI ORIENTADA POR DEVER DE OFÍCIO. Entendo que o fato

Leia mais

Processo do Trabalho I Simulados_Corrigidos_UNESA

Processo do Trabalho I Simulados_Corrigidos_UNESA Processo do Trabalho I Simulados_Corrigidos_UNESA SIMULADO 1: 1a Questão: A Consolidação das Leis do Trabalho autoriza que o Direito Processual Comum seja aplicado subsidiariamente ao Direito Processual

Leia mais

EXCELENTÍSSIMO SENHOR JUIZ DA 20ª. VARA DO TRABALHO DO RIO DE JANEIRO RJ

EXCELENTÍSSIMO SENHOR JUIZ DA 20ª. VARA DO TRABALHO DO RIO DE JANEIRO RJ EXCELENTÍSSIMO SENHOR JUIZ DA 20ª. VARA DO TRABALHO DO RIO DE JANEIRO RJ RT n 0001948-10.2011.5.03.0020 PEDRO DE OLIVEIRA (completo, sem abreviaturas e em caixa alta), pessoa física, brasileiro, estado

Leia mais

DIREITO DO TRABALHO. Sujeitos do contrato de trabalho / empregador. Prof. Hermes Cramacon

DIREITO DO TRABALHO. Sujeitos do contrato de trabalho / empregador. Prof. Hermes Cramacon DIREITO DO TRABALHO Sujeitos do contrato de trabalho / empregador Prof. Hermes Cramacon Avulso Trabalhador portuário - Lei 12.815/2013. Trabalhador não portuário - Lei 12.023/2009. Conceito: Aquele que

Leia mais

EXCELENTÍSSIMO SR. PRESIDENTE DO EGRÉGIO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO Processo número: Concreto Duro, já qualificada, vem, respeitosamente, por meio

EXCELENTÍSSIMO SR. PRESIDENTE DO EGRÉGIO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO Processo número: Concreto Duro, já qualificada, vem, respeitosamente, por meio EXCELENTÍSSIMO SR. PRESIDENTE DO EGRÉGIO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO Processo número: Concreto Duro, já qualificada, vem, respeitosamente, por meio de seu advogado, perante Vossa Excelência, com fundamento

Leia mais

RECURSO ORDINÁRIO ARTIGO 895, I, CLT

RECURSO ORDINÁRIO ARTIGO 895, I, CLT RECURSO ORDINÁRIO ARTIGO 895, I, CLT Art. 895. Cabe recurso ordinário para a instância superior: I das decisões definitivas ou terminativas das Varas e Juízos, no prazo de 8 (oito) dias;... RECURSO ORDINÁRIO

Leia mais

TRABALHOS TÉCNICOS Divisão Jurídica

TRABALHOS TÉCNICOS Divisão Jurídica TRABALHOS TÉCNICOS Divisão Jurídica RESPONSABILIDADE SUBSIDIÁRIA DA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA NOS CONTRATOS DE TERCEIRIZAÇÃO DE SERVIÇOS DA DECLARAÇÃO DE CONSTITUCIONALIDADE DO ART. 71, 1º, DA LEI Nº 8.666/93,

Leia mais

O TRT, às fls. 202/215, negou provimento ao recurso ordinário interposto pela reclamada.

O TRT, às fls. 202/215, negou provimento ao recurso ordinário interposto pela reclamada. A C Ó R D Ã O 6ª Turma KA/tbc RECURSO DE REVISTA. ADICIONAL DE INSALUBRIDADE. PERÍCIA TÉCNICA. OBRIGATORIEDADE. Nos termos do art. 195, 2.º, da CLT a realização de perícia técnica para a apuração da insalubridade

Leia mais

Temos ainda um Juízo de admissibilidade (a quo) e um Juízo de julgamento (ad quem).

Temos ainda um Juízo de admissibilidade (a quo) e um Juízo de julgamento (ad quem). PARTE II TEORIA GERAL DOS RECURSOS Conceito: Recurso é o direito que a parte vencida ou o terceiro prejudicado possui de, uma vez atendidos os pressupostos de admissibilidade, submeter a matéria contida

Leia mais

PROCESSO Nº TST-RR A C Ó R D Ã O (2ª Turma) GMMHM/dl/nt

PROCESSO Nº TST-RR A C Ó R D Ã O (2ª Turma) GMMHM/dl/nt A C Ó R D Ã O (2ª Turma) GMMHM/dl/nt AGRAVO DE INSTRUMENTO. RECURSO DE REVISTA INTERPOSTO ANTES DA LEI 13.015/2014. NULIDADE POR CERCEAMENTO DE DEFESA. PROVA TESTEMUNHAL. Ante a possível violação ao art.

Leia mais

CHECK LIST DAS PEÇAS PROCESSUAIS TRABALHISTAS

CHECK LIST DAS PEÇAS PROCESSUAIS TRABALHISTAS CHECK LIST DAS PEÇAS PROCESSUAIS TRABALHISTAS I - RECLAMAÇÃO TRABALHISTA a) Endereçamento: Juiz do Trabalho da Vara do Trabalho b) Qualificação do reclamante - 12 itens: 1.Nome, 2.nacionalidade, 3.estado

Leia mais

Curso Esfera OAB / CONCURSOS

Curso Esfera OAB / CONCURSOS Curso Esfera OAB / CONCURSOS www.cursoesfera.com.br PROFª: MARIA INÊS GERARDO Site: www.mariainesgerardo.com.br Instagram: Maria Inês Gerardo Facebook: Maria Inês Gerardo (Profª Maria Inês) Fanpage: Maria

Leia mais

EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR JUIZ DA 76ª VARA DO TRABALHO DE SÃO PAULO.

EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR JUIZ DA 76ª VARA DO TRABALHO DE SÃO PAULO. EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR JUIZ DA 76ª VARA DO TRABALHO DE SÃO PAULO. PROCESSO nº 00013904320105020076 EDITORA GLOBO S/A, já qualificada nos autos em epígrafe, da AÇÃO ANULATÓRIA que move em face da

Leia mais

MÉRITO DO CONTRATO DE TRABALHO

MÉRITO DO CONTRATO DE TRABALHO PEÇA TREINO JOÃO CIDADÃO distribuiu, em 07/03/2014, Reclamação Trabalhista em face de seu empregador EMPRESA VIGILÂNCIA TOTAL LTDA e do tomador de serviços, BANCO FATURANDO S/A. Alegou, em síntese, que

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO FEDERAL JUSTIÇA DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 1ª REGIÃO

PODER JUDICIÁRIO FEDERAL JUSTIÇA DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 1ª REGIÃO Acórdão 5ª Turma RECURSO ADMINISTRATIVO DA EMPRESA JUNTO AO INSS NEXO TÉCNICO EPIDEMIOLÓGICO O efeito suspensivo dado ao recurso administrativo contra a aplicação do nexo técnico epidemiológico, de que

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO JUSTIÇA DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 15ª REGIÃO 2ª Vara do Trabalho de Sorocaba

PODER JUDICIÁRIO JUSTIÇA DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 15ª REGIÃO 2ª Vara do Trabalho de Sorocaba PODER JUDICIÁRIO JUSTIÇA DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 15ª REGIÃO 2ª Vara do Trabalho de Sorocaba PODER JUDICIÁRIO FEDERAL Justiça do Trabalho - 15ª Região 2ª Vara do Trabalho de Sorocaba

Leia mais

b) PREVISÃO LEGAL Embargos de Declaração a) CONCEITO

b) PREVISÃO LEGAL Embargos de Declaração a) CONCEITO EMBARGOS DE DECLARAÇÃO NA ÁREA TRABALHISTA PRÁTICA 1 a) CONCEITO Embargos de Declaração Segundo o prof. Ovídio Batista da Silva: É o instrumento de que a parte se vale para pedir ao magistrado prolator

Leia mais

PADRÃO DE RESPOSTA PEÇA PROFISSIONAL

PADRÃO DE RESPOSTA PEÇA PROFISSIONAL PEÇA PROFISSIONAL O(A) examinando(a) deverá apresentar uma ação de consignação em pagamento endereçada ao juiz do trabalho. Como fundamento, deverá argumentar a rescisão por abandono de emprego, invocando

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO JUSTIÇA DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 12ª REGIÃO

PODER JUDICIÁRIO JUSTIÇA DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 12ª REGIÃO PODER JUDICIÁRIO JUSTIÇA DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 12ª REGIÃO PROCESSO nº 0000073-50.2016.5.12.0034 (ROPS) RECORRENTE: VES COMERCIO DE ALIMENTOS EIRELI - ME RECORRIDO: SIND DE HOTEIS

Leia mais

NIVELAMENTO PARA PÓS GRADUAÇÃO. - Direito Individual do Trabalho - (aula 11/11)

NIVELAMENTO PARA PÓS GRADUAÇÃO. - Direito Individual do Trabalho - (aula 11/11) NIVELAMENTO PARA PÓS GRADUAÇÃO - Direito Individual do Trabalho - (aula 11/11) CUSTÓDIO NOGUEIRA Advogado militante especializado em Direito Civil e Processo Civil; Sócio da Tardem e Nogueira Assessoria

Leia mais

EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR JUIZ DA VARA DO TRABALHO DE PARANAGUÁ PR

EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR JUIZ DA VARA DO TRABALHO DE PARANAGUÁ PR EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR JUIZ DA VARA DO TRABALHO DE PARANAGUÁ PR JOÃO DA SILVA, brasileiro, casado, auxiliar de produção, portador da Cédula de Identidade RG nº, inscrito no CPF sob nº, portador da

Leia mais

José, funcionário da empresa LV, admitido em 11/5/2008, ocupava o cargo de recepcionista, com

José, funcionário da empresa LV, admitido em 11/5/2008, ocupava o cargo de recepcionista, com DIREITO DO TRABALHO PEÇA PROFISSIONAL José, funcionário da empresa LV, admitido em 11/5/2008, ocupava o cargo de recepcionista, com salário mensal de R$ 465,00. Em 19/6/2009, José afastou-se do trabalho

Leia mais

PROCESSO: RTOrd

PROCESSO: RTOrd ACÓRDÃO 9ª Turma PROCESSO: 0022300-36.2009.5.01.0341 - RTOrd ADICIONAL DE INSALUBRIDADE. BASE DE CÁLCULO. O STF há muito, repudia a adoção do salário mínimo como base de cálculo para qualquer outra relação

Leia mais

PROCESSO: RTOrd

PROCESSO: RTOrd A C Ó R D Ã O 6ª TURMA TERCEIRIZAÇÃO ILÍCITA. IMPOSSIBILIDADE DE VÍNCULO COM A ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA Reconhecida judicialmente as considerações que embasaram em Ação Civil Pública a homologação de Termo

Leia mais

AULA 12 RECURSOS TRABALHISTAS DISCIPLINA: DIREITO PROCESSUAL DO TRABALHO PROFª KILMA GALINDO DO NASCIMENTO

AULA 12 RECURSOS TRABALHISTAS DISCIPLINA: DIREITO PROCESSUAL DO TRABALHO PROFª KILMA GALINDO DO NASCIMENTO AULA 12 RECURSOS TRABALHISTAS DISCIPLINA: DIREITO PROCESSUAL DO TRABALHO PROFª KILMA GALINDO DO NASCIMENTO RECURSO ORDINÁRIO Art. 895, CLT - Cabe recurso ordinário para a instância superior: I - das decisões

Leia mais

Sentença publicada em secretaria aos vinte e dois dias do mês de março de 2013, sexta-feira, às 17 horas. VISTOS, ETC.

Sentença publicada em secretaria aos vinte e dois dias do mês de março de 2013, sexta-feira, às 17 horas. VISTOS, ETC. Fl. 1 Processo n. 839/11 Rito: Ordinário Origem: Reclamante: Bruna Martins Pereira Reclamado: Consórcio Público da Associação dos Municípios do Litoral Norte Sentença publicada em secretaria aos vinte

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO FEDERAL JUSTIÇA DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 1ª REGIÃO

PODER JUDICIÁRIO FEDERAL JUSTIÇA DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 1ª REGIÃO ACÓRDÃO 7ª Turma MULTA DO ART. 467 DA CLT. ABRANGÊNCIA DA RESPONSABILIDADE SUBSIDIÁRIA. A responsabilidade subsidiária abrange todos os créditos trabalhistas, inclusive as multas. Inteligência da Súmula

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO FEDERAL JUSTIÇA DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 1ª REGIÃO

PODER JUDICIÁRIO FEDERAL JUSTIÇA DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 1ª REGIÃO A C Ó R D Ã O 3ª Turma ADICIONAL DE INSALUBRIDADE. PERÍCIA TÉCNICA. É desnecessária a prova pericial na hipótese em que há norma coletiva prevendo o direito ao recebimento do adicional de insalubridade

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO 3ª REGIÃO TRT RO

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO 3ª REGIÃO TRT RO RECORRENTE: KAREN KETHELIN SILVA LOPES RECORRIDOS: ACTIVA ASSESSORIA E COBRANÇA LTDA E OUTRA BANCO BMG S/A LOSANGO PROMOÇÕES DE VENDAS LTDA Relator: Desembargador Jales Valadão Cardoso Revisor: Desembargador

Leia mais

A C Ó R D Ã O 5ª T U R M A

A C Ó R D Ã O 5ª T U R M A A C Ó R D Ã O 5ª T U R M A ENQUADRAMENTO SINDICAL. CURSO LIVRE DE IDIOMAS. NÃO VINCULAÇÃO A CATEGORIA PROFISSIONAL DOS PROFESSORES. VALIDADE DAS NORMAS COLETIVAS FIRMADAS ENTRE SINDELIVRE E O SENALBA.

Leia mais

ACÓRDÃO AIRO Fl. 1. DESEMBARGADORA ANA ROSA PEREIRA ZAGO SAGRILO Órgão Julgador: 10ª Turma

ACÓRDÃO AIRO Fl. 1. DESEMBARGADORA ANA ROSA PEREIRA ZAGO SAGRILO Órgão Julgador: 10ª Turma 0000017-90.2016.5.04.0211 AIRO Fl. 1 DESEMBARGADORA ANA ROSA PEREIRA ZAGO SAGRILO Órgão Julgador: 10ª Turma Agravante: Agravado: Origem: Prolator da Decisão: GABIATTI, RESTAURANTE E LANCHERIA LTDA. - ME

Leia mais

FACULDADES INTEGRADAS DO BRASIL ESCOLA DE DIREITO E RELAÇÕES INTERNACIONAIS CURSO DE BACHARELADO EM DIREITO 10º PERÍODO NIVELAMENTO RECURSO DE REVISTA

FACULDADES INTEGRADAS DO BRASIL ESCOLA DE DIREITO E RELAÇÕES INTERNACIONAIS CURSO DE BACHARELADO EM DIREITO 10º PERÍODO NIVELAMENTO RECURSO DE REVISTA FACULDADES INTEGRADAS DO BRASIL ESCOLA DE DIREITO E RELAÇÕES INTERNACIONAIS CURSO DE BACHARELADO EM DIREITO 10º PERÍODO NIVELAMENTO RECURSO DE REVISTA ESTUDO PROVA OAB FGV QUESTIONAMENTOS E REFLEXÕES PARA

Leia mais

REPRESENTAÇÃO PROCESSUAL DO EMPREGADOR DOMÉSTICO EM AUDIENCIA TRABALHISTA

REPRESENTAÇÃO PROCESSUAL DO EMPREGADOR DOMÉSTICO EM AUDIENCIA TRABALHISTA REPRESENTAÇÃO PROCESSUAL DO EMPREGADOR DOMÉSTICO EM AUDIENCIA TRABALHISTA Este trabalho tem por finalidade estudar os aspectos da representação processual trabalhista em foco da representação do empregador

Leia mais

Módulo Direito e Processo do Trabalho

Módulo Direito e Processo do Trabalho Material Teórico Carreiras Militares Módulo Direito e Processo do Trabalho Aula 5 Parte II A execução e a finalização do Processo do Trabalho Conteudista Responsável: Profª Marlene Lessa cod DPTrabCDSG1108_MilitarPII_a05

Leia mais

RECURSO ORDINÁRIO CONSTITUCIONAL EM MANDADO DE SEGURANÇA

RECURSO ORDINÁRIO CONSTITUCIONAL EM MANDADO DE SEGURANÇA RECURSO ORDINÁRIO CONSTITUCIONAL EM MANDADO DE SEGURANÇA Em 20/1/2009, foi instaurado procedimento administrativo disciplinar, por portaria publicada no DOU, com descrição suficiente dos fatos, para apurar

Leia mais

Trabalhador terceirizado

Trabalhador terceirizado 1 5. Terceirização A terceirização da atividade empresarial obedece a uma dissociação da atividade produtiva, nas palavras do Ministro Maurício Godinho, na qual a empresa tomadora contrata uma empresa

Leia mais

Adoto o relatório da r. sentença de fs. 142/145, que julgou a ação improcedente. Embargos de declaração (fs. 149), julgou improcedente.

Adoto o relatório da r. sentença de fs. 142/145, que julgou a ação improcedente. Embargos de declaração (fs. 149), julgou improcedente. PROCESSO TRT/SP Nº 00558.2006.084.02.00-1 9ª Turma RECURSO ORDINÁRIO ORIGEM: 84ª Vara do Trabalho de São Paulo RECORRENTE: RENATA AMARAL FERNANDES DAS SILVA RECORRIDO: ASSOCIAÇÃO DOS SERVIDORES DA REITORIA

Leia mais

Curso de férias: Atualidades em Processo do Trabalho

Curso de férias: Atualidades em Processo do Trabalho Curso de férias: Atualidades em Processo do Trabalho CARLA TERESA MARTINS ROMAR Advogada trabalhista; Bacharel em Direito pela Universidade de São Paulo (USP); Mestre e Doutora em Direito do Trabalho pela

Leia mais

FACULDADES INTEGRADAS DO BRASIL ESCOLA DE DIREITO E RELAÇÕES INTERNACIONAIS CURSO DE BACHARELADO EM DIREITO 10º PERÍODO NIVELAMENTO CONTESTAÇÃO

FACULDADES INTEGRADAS DO BRASIL ESCOLA DE DIREITO E RELAÇÕES INTERNACIONAIS CURSO DE BACHARELADO EM DIREITO 10º PERÍODO NIVELAMENTO CONTESTAÇÃO FACULDADES INTEGRADAS DO BRASIL ESCOLA DE DIREITO E RELAÇÕES INTERNACIONAIS CURSO DE BACHARELADO EM DIREITO 10º PERÍODO NIVELAMENTO CONTESTAÇÃO ESTUDO PROVA OAB FGV QUESTIONAMENTOS E REFLEXÕES PARA A PROVA

Leia mais

Nesses termos, pede deferimento. Local e data. Advogado... OAB...

Nesses termos, pede deferimento. Local e data. Advogado... OAB... PROPOSTA APELAÇÃO Em janeiro de 2011, Antonio da Silva Júnior, 7 anos, voltava da escola para casa, caminhando por uma estrada de terra da região rural onde morava, quando foi atingindo pelo coice de um

Leia mais

PROCESSO Nº TST-RR A C Ó R D Ã O (Ac. 3ª Turma) GMALB/arcs/AB/lds

PROCESSO Nº TST-RR A C Ó R D Ã O (Ac. 3ª Turma) GMALB/arcs/AB/lds A C Ó R D Ã O (Ac. 3ª Turma) GMALB/arcs/AB/lds RECURSO DE REVISTA INTERPOSTO SOB A ÉGIDE DAS LEIS Nº 13.015/2014 E 13.105/2015. COMPETÊNCIA DA JUSTIÇA DO TRABALHO. DEVOLUÇÃO DE DESCONTOS EM CRÉDITO TRABALHISTA

Leia mais

EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR JUIZ DE DIREITO DO TRABALHO DA MM... ª VARA DO TRABALHO DE...

EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR JUIZ DE DIREITO DO TRABALHO DA MM... ª VARA DO TRABALHO DE... EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR JUIZ DE DIREITO DO TRABALHO DA MM.... ª VARA DO TRABALHO DE...... (nome completo),... (nacionalidade),... (estado civil),... (profissão), nascido em... (dia, mês, ano), portador

Leia mais

ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL XX EXAME DE ORDEM UNIFICADO

ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL XX EXAME DE ORDEM UNIFICADO PADRÃO DE RESPOSTA - PEÇA PROFISSIONAL Renato trabalhou como motorista para o Restaurante Amargo Ltda., tendo sempre recebido salário fixo no valor de R$ 1.600,00 mensais. Diariamente dirigia o veículo

Leia mais

BuscaLegis.ccj.ufsc.br

BuscaLegis.ccj.ufsc.br BuscaLegis.ccj.ufsc.br Recurso de revista. Empregado doméstico. Preposto. Pessoa que tenha conhecimento do fato. Possibilidade. Inteligência da súmula nº 377 do C. TST. Tribunal Superior do Trabalho -

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 2ª REGIÃO 15ª TURMA

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 2ª REGIÃO 15ª TURMA PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 2ª REGIÃO 15ª TURMA PROCESSO TRT/SP Nº 00014151920125020001 RECURSO ORDINÁRIO ORIGEM: 01ª VARA DO TRABALHO DE SÃO PAULO RECORRENTE: RECORRIDO: SINDICATO

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 2ª REGIÃO

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 2ª REGIÃO 1 PROCESSO TRT/SP Nº 0000557-13.2010.5.02.0371 RECURSO ORDINÁRIO RECORRENTE: HOSPITAL E MATERNIDADE MOGI-D OR LTDA. 1º RECORRIDO: MARY HELLEN APARECIDA LUNARDI 2º RECORRIDO: S.I. SERVIÇOS RADIOLÓGICOS

Leia mais

LEGALE CURSO DE EXECUÇÃO TRABALHISTA. Sujeito Passivo / Grupo de Empresas / Sucessão

LEGALE CURSO DE EXECUÇÃO TRABALHISTA. Sujeito Passivo / Grupo de Empresas / Sucessão LEGALE CURSO DE EXECUÇÃO TRABALHISTA Sujeito Passivo / Grupo de Empresas / Sucessão Professor: Rogério Martir Doutorando em Ciências Jurídicas e Sociais pela Universidad Del Museo Social Argentino, Advogado

Leia mais

ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL XX EXAME DE ORDEM UNIFICADO

ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL XX EXAME DE ORDEM UNIFICADO PADRÃO DE RESPOSTA - PEÇA PROFISSIONAL Renato trabalhou como motorista para o Restaurante Amargo Ltda., tendo sempre recebido salário fixo no valor de R$ 1.600,00 mensais. Diariamente dirigia o veículo

Leia mais

PROCESSO Nº TST-RR A C Ó R D Ã O 3ª Turma GMAAB/lfz/ct/smf

PROCESSO Nº TST-RR A C Ó R D Ã O 3ª Turma GMAAB/lfz/ct/smf A C Ó R D Ã O 3ª Turma GMAAB/lfz/ct/smf I - AGRAVO DE INSTRUMENTO. RECURSO DE REVISTA. POLICIAL MILITAR. VÍNCULO DE EMPREGO COM EMPRESA PRIVADA. Em face de possível contrariedade à Súmula 386 do TST, deve-se

Leia mais

RECURSO DE REVISTA-AIRR REC. ADESIVO EMBARGOS À SDI RECURSO EXTRAORDINÁRIO PROFESSOR LAURO GUIMARÃES

RECURSO DE REVISTA-AIRR REC. ADESIVO EMBARGOS À SDI RECURSO EXTRAORDINÁRIO PROFESSOR LAURO GUIMARÃES RECURSO DE REVISTA-AIRR REC. ADESIVO EMBARGOS À SDI RECURSO EXTRAORDINÁRIO PROFESSOR LAURO GUIMARÃES NOVA SISTEMÁTICA RECURSAL TRABALHISTA REP. GERAL/REC. REPETITIVOS LEI 13.015/2014 NOVO CPC CPC - ARTS.

Leia mais

PROCESSO Nº TST-RR A C Ó R D Ã O (1ª Turma) GDCMP/rd/

PROCESSO Nº TST-RR A C Ó R D Ã O (1ª Turma) GDCMP/rd/ A C Ó R D Ã O (1ª Turma) GDCMP/rd/ CONFISSÃO FICTA. ATESTADO MÉDICO. APRESENTAÇÃO EM JUÍZO DOIS DIAS APÓS AUDIÊNCIA DE INSTRUÇÃO. IMPOSSIBILIDADE DE LOCOMOÇÃO. 1. Não é possível estabelecer, aprioristicamente,

Leia mais

Comprova, ao final, o preparo recursal.

Comprova, ao final, o preparo recursal. MERITÍSSIMO JUIZ DE DIREITO DO QUARTO JUÍZO CÍVEL DA COMARCA DE UBERABA/MINAS GERAIS. Autos nº. Quarta Secretaria Cível Recurso de apelação BANCO XXXXX., já qualificado nos autos epigrafados da AÇÃO MONITÓRIA

Leia mais

FACULDADES INTEGRADAS DO BRASIL ESCOLA DE DIREITO E RELAÇÕES INTERNACIONAIS CURSO DE BACHARELADO EM DIREITO 10º PERÍODO NIVELAMENTO CONTESTAÇÃO

FACULDADES INTEGRADAS DO BRASIL ESCOLA DE DIREITO E RELAÇÕES INTERNACIONAIS CURSO DE BACHARELADO EM DIREITO 10º PERÍODO NIVELAMENTO CONTESTAÇÃO FACULDADES INTEGRADAS DO BRASIL ESCOLA DE DIREITO E RELAÇÕES INTERNACIONAIS CURSO DE BACHARELADO EM DIREITO 10º PERÍODO NIVELAMENTO CONTESTAÇÃO ESTUDO PROVA OAB FGV QUESTIONAMENTOS E REFLEXÕES PARA A PROVA

Leia mais

ACÓRDÃO 3ª TURMA NULIDADE JULGAMENTO EXTRA PETITA É nula a sentença que julga pretensão diversa da formulada pelo Autor. Buffet Amanda Ltda.

ACÓRDÃO 3ª TURMA NULIDADE JULGAMENTO EXTRA PETITA É nula a sentença que julga pretensão diversa da formulada pelo Autor. Buffet Amanda Ltda. ACÓRDÃO 3ª TURMA NULIDADE JULGAMENTO EXTRA PETITA É nula a sentença que julga pretensão diversa da formulada pelo Autor. Recorrente: Buffet Amanda Ltda. Recorridos: Alex Sandro Farias de Oliveira Marina

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO 3ª REGIÃO

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO 3ª REGIÃO RECORRENTES: CLÁUDIA MÁRCIA VARGAS DA COSTA (1) BANCO CITIBANK S/A (2) RECORRIDOS : OS MESMOS EMENTA: DEVOLUÇÃO TARDIA DOS AUTOS. NÃO CONHECIMENTO DA IMPUGNAÇÃO À DEFESA. CERCEAMENTO DE DEFESA. CONFIGURAÇÃO.

Leia mais

R E C U R S O O R D I N Á R I O

R E C U R S O O R D I N Á R I O R E C U R S O O R D I N Á R I O HIPÓTESES DE CABIMENTO... 1 ESTRUTURA DO RECURSO ORDINÁRIO... 4 ANÁLISE DOS TÓPICOS DO RECURSO ORDINÁRIO... 7 FOLHA DE ROSTO DO RECURSO ORDINÁRIO... 7 FOLHA DE RAZÕES DO

Leia mais

EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR JUIZ DE DIREITO DA VARA... DA FAZENDA PÚBLICA DA COMARCA DE CIDADE..., ESTADO...

EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR JUIZ DE DIREITO DA VARA... DA FAZENDA PÚBLICA DA COMARCA DE CIDADE..., ESTADO... EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR JUIZ DE DIREITO DA VARA... DA FAZENDA PÚBLICA DA COMARCA DE CIDADE..., ESTADO... AUTOS nº... MARTA..., nacionalidade..., estado civil..., profissão..., portadora da cédula

Leia mais

Vistos, relatados e discutidos estes autos de Recurso de Revista n TST-RR , em que é Recorrente

Vistos, relatados e discutidos estes autos de Recurso de Revista n TST-RR , em que é Recorrente A C Ó R D Ã O 5ª Turma GMCB/jna AGRAVO DE INSTRUMENTO. FORMAÇÃO DE GRUPO ECONÔMICO. EXISTÊNCIA DE SÓCIO EM COMUM. PROVIMENTO. Ante uma possível violação do artigo 2º, 2º, da CLT, dá-se provimento ao agravo

Leia mais

PROCESSO Nº TST-RR A C Ó R D Ã O 3ª Turma GMAAB/pc/ct/dao

PROCESSO Nº TST-RR A C Ó R D Ã O 3ª Turma GMAAB/pc/ct/dao A C Ó R D Ã O 3ª Turma GMAAB/pc/ct/dao RECURSO DE REVISTA. VÍNCULO DE EMPREGO. FAXINEIRA. DUAS VEZES POR SEMANA. ÂMBITO COMERCIAL. Deve ser mantido o vínculo de emprego, nos termos do art. 3º da CLT. Embora

Leia mais

EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR JUIZ DA VARA DO TRABALHO DE CAMBORIÚ SC

EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR JUIZ DA VARA DO TRABALHO DE CAMBORIÚ SC EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR JUIZ DA VARA DO TRABALHO DE CAMBORIÚ SC ALDAIR, nacionalidade, estado civil, frentista, portador da Cédula de Identidade RG nº, inscrito no CPF nº, portador da CTPS nº, inscrito

Leia mais

EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR JUIZ DA VARA DO TRABALHO DE SÃO PAULO SP

EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR JUIZ DA VARA DO TRABALHO DE SÃO PAULO SP Obs: os espaços deste exercício tem a função de facilitar a visualização do aluno. Não é aconselhável pular linhas na prova. EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR JUIZ DA VARA DO TRABALHO DE SÃO PAULO SP KID PAPÃO,

Leia mais

EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR JUIZ DO TRABALHO DA...ª VARA DO TRABALHO DE...

EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR JUIZ DO TRABALHO DA...ª VARA DO TRABALHO DE... EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR JUIZ DO TRABALHO DA...ª VARA DO TRABALHO DE... RECLAMAÇÃO TRABALHISTA AUTOS DE PROCESSO nº...... (razão social completa), pessoa jurídica de direito privado, inscrita no CNPJ/MF...,

Leia mais

A C Ó R D Ã O 4ª Turma JOD/abm/gms RECURSO DE REVISTA INTERPOSTO NA VIGÊNCIA DA LEI Nº /2014.

A C Ó R D Ã O 4ª Turma JOD/abm/gms RECURSO DE REVISTA INTERPOSTO NA VIGÊNCIA DA LEI Nº /2014. A C Ó R D Ã O 4ª Turma JOD/abm/gms RECURSO DE REVISTA INTERPOSTO NA VIGÊNCIA DA LEI Nº 13.015/2014. PRELIMINAR. NULIDADE. CERCEAMENTO DO DIREITO DE DEFESA. PROVA TESTEMUNHAL. CARTA PRECATÓRIA. INDEFERIMENTO

Leia mais

Processo originário da 4ª Vara do Trabalho do Rio de Janeiro.

Processo originário da 4ª Vara do Trabalho do Rio de Janeiro. ACÓRDÃO 8ª TURMA CONTRATO DE EXPERIÊNCIA. PRORROGAÇÃO. AUSÊNCIA DE NULIDADE. É lícita a prorrogação do contrato de experiência inicialmente firmado por trinta dias, para mais sessenta. Recorrente: DAIANA

Leia mais

Auxiliar Jurídico. Módulo III. Aula 01

Auxiliar Jurídico. Módulo III. Aula 01 Auxiliar Jurídico Módulo III Aula 01 1 INTRODUÇÃO O 3º módulo correspondente ao Direito Processual do Trabalho que trata de alguns mecanismos processuais dentro da Justiça do Trabalho. Estudaremos ainda,

Leia mais

PROCESSO Nº TST-AIRR A C Ó R D Ã O (2ª Turma) GMDMA/MCL

PROCESSO Nº TST-AIRR A C Ó R D Ã O (2ª Turma) GMDMA/MCL A C Ó R D Ã O (2ª Turma) GMDMA/MCL AGRAVO DE INSTRUMENTO EM RECURSO DE REVISTA DA RECLAMADA. DESERÇÃO DO RECURSO ORDINÁRIO. PESSOA FÍSICA. EMPREGADOR DOMÉSTICO. BENEFÍCIO DA JUSTIÇA GRATUITA. DEPÓSITO

Leia mais

PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE GOIÁS FACULDADE DE DIREITO Direito Processual do Trabalho Profª. Ms. Tatiana Riemann DISSÍDIO COLETIVO

PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE GOIÁS FACULDADE DE DIREITO Direito Processual do Trabalho Profª. Ms. Tatiana Riemann DISSÍDIO COLETIVO DISSÍDIO COLETIVO 1. Conceito - Dissídio coletivo é o processo que vai dirimir os conflitos coletivos do trabalho, por meio do pronunciamento do Poder Judiciário, criando ou modificando condições de trabalho

Leia mais

DÉCIMA QUINTA CÂMARA CÍVEL DO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO AGRAVO

DÉCIMA QUINTA CÂMARA CÍVEL DO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO AGRAVO DÉCIMA QUINTA CÂMARA CÍVEL DO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO AGRAVO DE INSTRUMENTO Nº 0030830-56.2014.8.19.0000 RELATOR: DES. CELSO FERREIRA FILHO AGRAVANTE: CAIXA DE PREVIDÊNCIA DOS FUNCIONÁRIOS

Leia mais

EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR JUIZ DO TRABALHO DA... VARA DO TRABALHO DE SÃO PAULO

EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR JUIZ DO TRABALHO DA... VARA DO TRABALHO DE SÃO PAULO Hermes Cramacon @hermescramacon OAB - 2ª fase - Prática Trabalhista PEÇA 01 Mauro, residente e domiciliado na cidade de Barueri, foi contratado na função de auxiliar de serviços gerais pela empresa ABC

Leia mais

Escola de Ciências Jurídicas-ECJ

Escola de Ciências Jurídicas-ECJ Posição legal Momento processual Necessidade, finalidade, objeto e limites Natureza jurídica Liquidação na pendência de recurso Liquidação concomitante com execução Modalidades Liquidação de sentença Sumário

Leia mais

TEMA I A PREPARAÇÃO PARA A AUDIÊNCIA. 1) Preparação para o advogado em audiência. 2) Perguntas. 3) Cálculos

TEMA I A PREPARAÇÃO PARA A AUDIÊNCIA. 1) Preparação para o advogado em audiência. 2) Perguntas. 3) Cálculos A AUDIÊNCIA NO PROCESSO DO TRABALHO 1 TEMA I A PREPARAÇÃO PARA A AUDIÊNCIA 2 1) Preparação para o advogado em audiência 2) Perguntas 3) Cálculos 3 1 TEMA 2 AS PECULIARIDADES NA REALIZAÇÃO DA AUDIÊNCIA

Leia mais

EXCELENTÍSSIMO (A) SENHOR (A) DOUTOR (A) JUIZ (A) DO TRABALHO DA VARA DO TRABALHO DE CUIABÁ (MT)

EXCELENTÍSSIMO (A) SENHOR (A) DOUTOR (A) JUIZ (A) DO TRABALHO DA VARA DO TRABALHO DE CUIABÁ (MT) JB ADVOGADO Advocacia & Consultoria EXCELENTÍSSIMO (A) SENHOR (A) DOUTOR (A) JUIZ (A) DO TRABALHO DA VARA DO TRABALHO DE CUIABÁ (MT) WILLIAN APARECIDO DE JESUS SOUZA, brasileiro, solteiro, Auxiliar de

Leia mais

STEVÃO GANDH DIREITO PROCESSUAL DO TRABALHO

STEVÃO GANDH DIREITO PROCESSUAL DO TRABALHO STEVÃO GANDH DIREITO PROCESSUAL DO TRABALHO Conteúdo Programático Anal Jud. Área Jud. Formas de solução de conflitos trabalhistas. Fontes do Direito Processual do Trabalho; Justiça do Trabalho: organização

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO JUSTIÇA DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 11ª REGIÃO

PODER JUDICIÁRIO JUSTIÇA DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 11ª REGIÃO Identificação PODER JUDICIÁRIO JUSTIÇA DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 11ª REGIÃO PROCESSO nº 0001876-26.2014.5.11.0015 (AIRO) AGRAVANTE: SINDICATO DOS TRABALHADORES NAS INDÚSTRIAS URBANAS

Leia mais

Luiz ajuizou, contra a empresa A, ação reclamatória, distribuída à 1.ª Vara do Trabalho de

Luiz ajuizou, contra a empresa A, ação reclamatória, distribuída à 1.ª Vara do Trabalho de DIREITO DO TRABALHO PEÇA PROFISSIONAL Luiz ajuizou, contra a empresa A, ação reclamatória, distribuída à 1.ª Vara do Trabalho de Formosa GO, pertencente à 18.ª Região. No processo, o reclamante declarou

Leia mais

ATOS, TERMOS, PRAZOS E NULIDADES PROCESSUAIS. Prof. Renato Gama

ATOS, TERMOS, PRAZOS E NULIDADES PROCESSUAIS. Prof. Renato Gama ATOS, TERMOS, PRAZOS E NULIDADES PROCESSUAIS Prof. Renato Gama Classificação: Atos processuais Atos processuais postulatórios, de desenvolvimento, de instrução e de provimento. Atos da parte (art. 200

Leia mais

PARTE I ASPECTOS PROCESSUAIS GERAIS

PARTE I ASPECTOS PROCESSUAIS GERAIS Sumário 1 Jurisdição 1.1 Introdução 1.2 Conceito e características 1.3 Divisão da jurisdição 1.4 Organização judiciária 2 Direito Processual Civil PARTE I ASPECTOS PROCESSUAIS GERAIS 2.1 Conceito e delimitação

Leia mais

I - R E L A T Ó R I O

I - R E L A T Ó R I O Acórdão 2a Turma INTEGRAÇÃO DAS HORAS EXTRAS AO 13º SALÁRIO. A Lei nº 4090/62, em seu artigo 1º, 1º, dispõe que a gratificação natalina corresponderá a 1/12 da remuneração devida em dezembro, multiplicada

Leia mais

ACÓRDÃO RO Fl. 1. DESEMBARGADORA MARIA INÊS CUNHA DORNELLES Órgão Julgador: 6ª Turma

ACÓRDÃO RO Fl. 1. DESEMBARGADORA MARIA INÊS CUNHA DORNELLES Órgão Julgador: 6ª Turma 0000522-83.2011.5.04.0461 RO Fl. 1 DESEMBARGADORA MARIA INÊS CUNHA DORNELLES Órgão Julgador: 6ª Turma Recorrente: Recorrido: Origem: Prolator da Sentença: SINDICATO DOS TRABALHADORES DO ENSINO PRIVADO

Leia mais

PROCESSO Nº TST-RR A C Ó R D Ã O 4ª Turma GMFEO/RCA/NDJ/iap

PROCESSO Nº TST-RR A C Ó R D Ã O 4ª Turma GMFEO/RCA/NDJ/iap A C Ó R D Ã O 4ª Turma GMFEO/RCA/NDJ/iap RECURSO DE REVISTA. RECURSO ORDINÁRIO. NÃO CONHECIMENTO. DESERÇÃO. DEPÓSITO RECURSAL. AUSÊNCIA DA INFORMAÇÃO PARA FINS RECURSAIS NO CABEÇALHO DA GUIA DE RECOLHIMENTO.

Leia mais

PROCESSO Nº TST-RR Poder Judiciário Justiça do Trabalho Tribunal Superior do Trabalho

PROCESSO Nº TST-RR Poder Judiciário Justiça do Trabalho Tribunal Superior do Trabalho A C Ó R D Ã O 4ª Turma JOD/mfv/jv EMBARGOS DE DECLARAÇÃO. AGRAVO REGIMENTAL. SUSPENSÃO DO PRAZO RECURSAL. GREVE DOS BANCÁRIOS. COMPROVAÇÃO. PROVA DOCUMENTAL SUPERVENIENTE. SÚMULA Nº 385, III, DO TST 1.

Leia mais

Direito do Trabalho Teoria Geral dos Recursos Trabalhistas Konrad Mota Copyright. Curso Agora Eu Passo - Todos os direitos reservados ao autor.

Direito do Trabalho Teoria Geral dos Recursos Trabalhistas Konrad Mota Copyright. Curso Agora Eu Passo - Todos os direitos reservados ao autor. Direito do Trabalho Teoria Geral dos Recursos Trabalhistas Konrad Mota 2012 Copyright. Curso Agora Eu Passo - Todos os direitos reservados ao autor. TEORIA GERAL DOS RECURSOS TRABALHISTAS Prof.: Konrad

Leia mais

PADRÃO DE RESPOSTA PEÇA PROFISSIONAL

PADRÃO DE RESPOSTA PEÇA PROFISSIONAL PEÇA PROFISSIONAL Trata-se de reclamação trabalhista sob o rito ordinário visto que a empresa foi fechada e seus representantes se encontram em local incerto e não sabido, à medida que o art. 825-B, II,

Leia mais

Excertos do Código de Processo Civil/2015

Excertos do Código de Processo Civil/2015 Excertos do Código de Processo Civil/2015 Art. 85. A sentença condenará o vencido a pagar honorários ao advogado do vencedor. 1º - São devidos honorários advocatícios na reconvenção, no cumprimento de

Leia mais

TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO 3ª REGIÃO

TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO 3ª REGIÃO Turma Recursal de Juiz de Fora Publicacao: 05/06/2015 Ass. Digital em 27/05/2015 por HERIBERTO DE CASTRO PODER JUDICIÁRIO Relator: HC Revisor: LAPI Recorrente: HIDROPLAN CONSTRUÇÃO LTDA. Recorrido: VICENTE

Leia mais

Bom dia, hoje trago um modelo de petição de auxílio reclusão previdenciário com pedido de tutela antecipada em face do INSS perante a Justiça Federal.

Bom dia, hoje trago um modelo de petição de auxílio reclusão previdenciário com pedido de tutela antecipada em face do INSS perante a Justiça Federal. Bom dia, hoje trago um modelo de petição de auxílio reclusão previdenciário com pedido de tutela antecipada em face do INSS perante a Justiça Federal. Excelentíssimo Senhor Doutor Juiz de Direito da Vara

Leia mais