Produzido pela Ciência Química. Presente nos Parques. Presente nos Museus de Ciências. Presente nos livros didáticos. Presente nas escolas ...

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Produzido pela Ciência Química. Presente nos Parques. Presente nos Museus de Ciências. Presente nos livros didáticos. Presente nas escolas ..."

Transcrição

1

2

3

4 Como é o Conhecimento Químico? Produzido pela Ciência Química Presente nos Parques Presente nos Museus de Ciências Presente nos livros didáticos Presente nas escolas...

5 A transposição didática põe em evidência o fato de que a disciplina escolar não é o conhecimento científico, mas uma parte dele e, além disso, modificada. Transformação do saber

6 Transposição Didática MICHEL VERRET Formulou o conceito na década de 1970 YVES CHEVALARD Introduziu na didática da Matemática na década de 1980 Posteriormente, a Didática das Ciências apropriou-se do conceito

7 Transposição Didática SABER SÁBIO SABER A ENSINAR SABER ENSINADO Objeto do saber: o conhecimento gerado pela comunidade científica (um cientista ou grupo de cientistas) que, na busca por uma resposta ou solução de um problema, delinearam um raciocínio para, por meio de instrumentos e procedimentos próprios, realizarem as pesquisas que geraram a descoberta.

8 Transposição Didática SABER SÁBIO SABER A ENSINAR SABER ENSINADO O Saber Sábio reestruturado numa linguagem mais simples que a sua de origem e organizado por meio de livros e manuais de ensino. Nessa reestruturação e organização, o conhecimento é descontextualizado, gerando um saber diferente do original.

9 Transposição Didática SABER SÁBIO SABER A ENSINAR SABER ENSINADO O conhecimento sofre uma contextualização para o ambiente em que ocorrerá o ensino. O educador aparece como protagonista, que realiza a transformação do saber a ensinar (determinado normalmente por um cronograma) para o saber ensinado. É influenciado pelas características pessoais do educador, pelo ambiente no qual ocorrerá o ensino e pelas características intrínsecas dos educandos.

10 4. 2. Transposição Didática SABER SÁBIO SABER A ENSINAR SABER ENSINADO Transposição didática externa Transposição didática interna manter o saber ensinado legítimo e atualizado tornar o conceito compreensível aos educandos e suprimir as dificuldades de aprendizagem

11 4. 2. Transposição Didática Noosfera Encontro de pessoas/instituições ligadas ao sistema educacional e representantes da sociedade, cada qual com seus interesses; O centro dos conflitos, negociações e soluções: a esfera onde se pensa segundo modalidades talvez muito diferentes- o funcionamento didático Chevallard (1991)

12 4. 2. Algumas Críticas à Transposição Didática Legitimação exagerada do saber sábio A teoria da Transposição Didática, como foi formulada por Chevallard, tem um domínio limitado à Matemática, no qual o Saber Sábio é a única referência¹, o que nem sempre é o caso, já que o conhecimento escolar pode ser definido a partir de uma demanda social (por exemplo: conteúdos sobre educação social pode ser inserido no currículo escolar devido ao grande número de adolescentes grávidas precocemente num determinado município e não porque o conhecimento sobre educação social possui uma legitimação científica. O que, neste caso, determinou a escolha do conteúdo foram as práticas sociais das adolescentes do município. ¹Caillot (1996), ²Marandino (2004)

13 Estudo da transposição didática por meiodo Modelo KVP Conhecimento, valores e práticas sociais Para Pierre Clemént (2010): Os conhecimentos científicos devem ser aprendidos para as diversas práticas da vida cotidiana, e para os negócios nos quais a mobilização desse conhecimento pode ser útil. Os conhecimentos são suportados por valores e práticas sociais.

14 Modelo KVP Pierre Clément dedicou-se ao estudo da transposição didática principalmente no aspecto das relações entre o conhecimento, os valores e as práticas sociais Conhecimento científico K a informação proveniente da comunidade científica Valores V opiniões, crenças e ideologias C P Práticas sociais relacionadas às ações dos atores do sistema educacional (as práticas de ensino dos professores e as práticas dos autores e editores de manuais escolares)

15 Modelo KVP Por meio deste modelo de transposição didática, é possível analisar desde a concepção inicial do conhecimento científico, no próprio meio científico, até as concepções construídas pelos estudantes.

16 O CONTEÚDO É SELECIONADO OU RECORTADO DE ACORDO COM QUE O PROFESSOR CONSIDERA RELEVANTE, SIGNIFICATIVO OU PERTINENTE PARA DESENVOLVER DETERMINADAS COMPETÊNCIAS DOS ALUNOS Temas a serem discutidos: Seleção (por importância ou preferência) Tipos de reação química x conceito de transformação química

17 ALGUNS ASPECTOS OU TEMAS SÃO MAIS ENFATIZADOS, REFORÇADOS OU DIMINUÍDOS Temas a serem discutidos: Ênfases (por importância ou preferência) Termoquímica Conteúdos que mais caem em vestibular

18 O CONHECIMENTO É DIVIDIDO PELO PROFESSOR PARA FACILITAR A SUA COMPREENSÃO MAS, DEPOIS, VOLTA A ESTABELECER A RELAÇÃO ENTRE AQUILO QUE FOI DIVIDIDO Temas a serem discutidos: Funções orgânicas Modelos atômicos

19 Distribui-se o conteúdo no tempo para organizar uma sequência, um ordenamento, uma série linear ou não linear de conceitos e relações Temas a serem discutidos: Relações Lineares e não lineares entre os conteúdos químicos.

20 DETERMINA-SE UMA FORMA DE ORGANIZAR E APRESENTAR OS CONTEÚDOS, COMO POR MEIO DE TEXTOS, GRÁFICOS, TABELAS, ESQUEMAS ETC Temas a serem discutidos: Uso de representações gráficas e esquemáticas

21

22

23

24

Plano de Trabalho Docente Ensino Médio

Plano de Trabalho Docente Ensino Médio Plano de Trabalho Docente 2014 Ensino Médio Etec Etec: Paulino Botelho Código: 091 Município: São Carlos Área de conhecimento: Ciências da Natureza, Matemática e suas Tecnologias Componente Curricular:

Leia mais

Plano de Trabalho Docente Ensino Médio

Plano de Trabalho Docente Ensino Médio Plano de Trabalho Docente 2013 Ensino Médio ETEC Paulino Botelho Código: 091 Município: São Carlos Área de conhecimento: Ciências da Natureza, Matemática e suas Tecnologias Componente Curricular: Química

Leia mais

CURRÍCULO ESCOLAR VMSIMULADOS

CURRÍCULO ESCOLAR VMSIMULADOS CURRÍCULO ESCOLAR 01. Segundo a LDB (Lei no 9394/96), os currículos do ensino fundamental e médio devem ter uma base nacional comum, a ser complementada, em cada sistema de ensino e estabelecimento escolar,

Leia mais

PLANO DE ENSINO. CURSO Licenciatura Interdisciplinar em Ciências Naturais MATRIZ 763

PLANO DE ENSINO. CURSO Licenciatura Interdisciplinar em Ciências Naturais MATRIZ 763 Ministério da Educação UNIVERSIDADE TECNOLÓGICA FEDERAL DO PARANÁ Câmpus Ponta Grossa PLANO DE ENSINO CURSO Licenciatura Interdisciplinar em Ciências Naturais MATRIZ 76 FUNDAMENTAÇÃO LEGAL Resolução 07/11-COGEP

Leia mais

O que um professor de química precisa saber e saber fazer

O que um professor de química precisa saber e saber fazer O que um professor de química precisa saber e saber fazer Contribuições de estudos Visões de ensino como uma técnica, basta combinar, de modo eficaz, os meios e os fins. componentes afetivos processo de

Leia mais

Administração Central Unidade de Ensino Médio e Técnico - Cetec. Plano de Trabalho Docente 2014

Administração Central Unidade de Ensino Médio e Técnico - Cetec. Plano de Trabalho Docente 2014 Plano de Trabalho Docente 2014 Etec Ensino Médio ETEC MASSUYUKI KAWANO Código: 136 Município: TUPÃ/SP Área de conhecimento: Ciências da Natureza e suas tecnologias Componente Curricular: Química Série:

Leia mais

Plano de Trabalho Docente Ensino Médio

Plano de Trabalho Docente Ensino Médio Plano de Trabalho Docente 2014 Ensino Médio ETEC Prof. Mário Antônio Verza Código: 164 Município: Palmital-SP Área de conhecimento: Ciências da Natureza Matemática e suas Tecnologias Componente Curricular:

Leia mais

Plano de Trabalho Docente Ensino Médio

Plano de Trabalho Docente Ensino Médio Plano de Trabalho Docente 2014 Ensino Médio Etec Etec: Padre José Nunes Dias Código: 075 Município: Monte Aprazível Área de conhecimento: Ciências da Natureza e suas Tecnologias Componente Curricular:

Leia mais

Palavras-chave: projeto, educação especial, aprendizagem significativa, adaptação curricular.

Palavras-chave: projeto, educação especial, aprendizagem significativa, adaptação curricular. A IMPORTÂNCIA DA APRENDIZAGEM SIGNIFICATIVA NA EDUCAÇÃO ESPECIAL Artur Carmello Neto Diretoria de Ensino Região de Araraquara RESUMO A prática docente bem sucedida foi realizada em uma Sala de Recursos

Leia mais

O processo de ensino e aprendizagem em Ciências no Ensino Fundamental. Aula 2

O processo de ensino e aprendizagem em Ciências no Ensino Fundamental. Aula 2 O processo de ensino e aprendizagem em Ciências no Ensino Fundamental Aula 2 Objetivos da aula Conhecer os a pluralidade de interpretações sobre os processos de ensino aprendizagem em Ciências; Discutir

Leia mais

Pedagogia Licenciatura S-20 - Educação e Diversidade S-20 - Filosofia Geral

Pedagogia Licenciatura S-20 - Educação e Diversidade S-20 - Filosofia Geral Página 0001 de 0004 1º Período 6387-02S-20 - Educação e Diversidade 0 40-040 0491-02S-20 - Filosofia Geral 0 40-040 PED 0845-02S-20 - História da Educação I 0 40-040 PED 0752-02S-20 - Introdução à 0 40-040

Leia mais

A CONTEXTUALIZAÇÃO COMO AGENTE FACILITADOR NO PROCESSO ENSINO E APRENDIZAGEM DA MATEMÁTICA

A CONTEXTUALIZAÇÃO COMO AGENTE FACILITADOR NO PROCESSO ENSINO E APRENDIZAGEM DA MATEMÁTICA 27 a 30 de Agosto de 2014 A CONTEXTUALIZAÇÃO COMO AGENTE FACILITADOR NO PROCESSO ENSINO E APRENDIZAGEM DA MATEMÁTICA BARROSO, Poliana Polinabarroso@saocamilo-es.br BICALHO, Alessandro Erick alessandrobicalho@saocamilo-es.br

Leia mais

ESPORTE PARA O DESENVOLVIMENTO HUMANO

ESPORTE PARA O DESENVOLVIMENTO HUMANO ESPORTE PARA O DESENVOLVIMENTO HUMANO O esporte é uma via privilegiada para o desenvolvimento humano. Por meio do esporte, as crianças e jovens têm oportunidade de desenvolver valores, atitudes e competências

Leia mais

ESCOLAS INCLUSIVAS. Susana Bagatini

ESCOLAS INCLUSIVAS. Susana Bagatini ESCOLAS INCLUSIVAS Susana Bagatini Educação Especial Durante a primeira metade do século XX, as pessoas eram consideradas deficientes por causas orgânicas, que se produziam no início do desenvolvimento.

Leia mais

Objetivo: Apresentar o Caderno V de modo a compreender sua concepção metodológica a partir de oficinas.

Objetivo: Apresentar o Caderno V de modo a compreender sua concepção metodológica a partir de oficinas. Pacto Nacional Para o Fortalecimento do Ensino Médio Encontro de Planejamento Professor Formador de IES Duílio Tavares de Lima 03/2015 CADERNO 5 - Áreas de conhecimento e integração curricular Tema: Apresentação

Leia mais

ESTRUTURA, FORMATO E OBJETIVOS DA ESCOLA DE PROFESSORES DO ENSINO MÉDIO (EPEM)

ESTRUTURA, FORMATO E OBJETIVOS DA ESCOLA DE PROFESSORES DO ENSINO MÉDIO (EPEM) 1 REDEENSINAR JANEIRO DE 2001 ESTRUTURA, FORMATO E OBJETIVOS DA ESCOLA DE PROFESSORES DO ENSINO MÉDIO (EPEM) Guiomar Namo de Mello Diretora Executiva da Fundação Victor Civita Diretora de Conteúdos da

Leia mais

CADERNO IV ÁREAS DE CONHECIMENTO E INTEGRAÇÃO CURRICULAR

CADERNO IV ÁREAS DE CONHECIMENTO E INTEGRAÇÃO CURRICULAR CADERNO IV ÁREAS DE CONHECIMENTO E INTEGRAÇÃO CURRICULAR CURRÍCULO PROJETO DE FORMAÇÃO CULTURAL PARA A NAÇÃO. QUEM DOMINA O CURRÍCULO ESCOLAR, DOMINA A NAÇÃO (FOUCAULT) PROCESSO DE CONTRUÇÃO E SISTEMATIZAÇÃO

Leia mais

Ensino Técnico Integrado ao Médio FORMAÇÃO GERAL. Plano de Trabalho Docente

Ensino Técnico Integrado ao Médio FORMAÇÃO GERAL. Plano de Trabalho Docente Ensino Técnico Integrado ao Médio FORMAÇÃO GERAL Plano de Trabalho Docente - 2015 ETEC Monsenhor Antônio Magliano Código: 088 Município: Garça Área de conhecimento: Ciências da Natureza e suas Tecnologias

Leia mais

Ensino Técnico Integrado ao Médio FORMAÇÃO GERAL. Plano de Trabalho Docente

Ensino Técnico Integrado ao Médio FORMAÇÃO GERAL. Plano de Trabalho Docente Ensino Técnico Integrado ao Médio FORMAÇÃO GERAL Plano de Trabalho Docente - 2015 ETEC Monsenhor Antônio Magliano Código: 088 Município: Garça Área de conhecimento: Ciências da Natureza e suas Tecnologias

Leia mais

FUNDAMENTOS DA SUPERVISÃO ESCOLAR

FUNDAMENTOS DA SUPERVISÃO ESCOLAR FUNDAMENTOS DA SUPERVISÃO ESCOLAR Profª. Carla Verônica AULA 03 SUPERVISÃO E PLANEJAMENTO PEDAGÓGICO Identificar os princípios da gestão participativa; Analisar a dialética do ambiente escolar; Perceber

Leia mais

PERFIL PROFISSIONAL DO TUTOR DE CURSOS DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA

PERFIL PROFISSIONAL DO TUTOR DE CURSOS DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA PERFIL PROFISSIONAL DO TUTOR DE CURSOS DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA Área profissional: Educação Segmento tecnológico: Educação a Distância Qualificação profissional: Tutor de Cursos de Educação a Distância

Leia mais

A construção participativa da Base Nacional Comum Curricular

A construção participativa da Base Nacional Comum Curricular Ministério da Educação Secretaria de Educação Básica A construção participativa da Base Nacional Comum Curricular Direitos e Objetivos de Aprendizagem e Desenvolvimento Currículo Configura-se como o conjunto

Leia mais

Sugestões para a melhoria da formação pedagógica nos cursos de licenciatura da UFSCar, extraidas dos respectivos relatórios de auto-avaliação

Sugestões para a melhoria da formação pedagógica nos cursos de licenciatura da UFSCar, extraidas dos respectivos relatórios de auto-avaliação Sugestões para a melhoria da nos cursos de licenciatura da UFSCar, extraidas dos respectivos relatórios de auto-avaliação Aspecto Valorização da licenciatura e melhor preparo do licenciado Atenção aos

Leia mais

Teorias curriculares: teoria tradicional campo epistemológico e teóricos

Teorias curriculares: teoria tradicional campo epistemológico e teóricos Teorias curriculares: teoria tradicional campo epistemológico e teóricos Objetivo da Aula Reconhecer a importância da teoria para explicar, descrever e compreender os fenômenos curriculares. Identificar

Leia mais

EDITAL 005/2012 CPADC/ICED/UFOPA

EDITAL 005/2012 CPADC/ICED/UFOPA UNIVERSIDADE FEDERAL DO OESTE DO PARÁ INSTITUTO DE CIÊNCIAS DA EDUCAÇÃO CENTRO PEDAGÓGICO DE APOIO AO DESENVOLVIMENTO CIENTÍFICO EDITAL 005/2012 CPADC/ICED/UFOPA O Centro Pedagógico de Apoio ao Desenvolvimento

Leia mais

- estabelecer um ambiente de relações interpessoais que possibilitem e potencializem

- estabelecer um ambiente de relações interpessoais que possibilitem e potencializem O desenvolvimento social e cognitivo do estudante pressupõe que ele tenha condições, contando com o apoio dos educadores, de criar uma cultura inovadora no colégio, a qual promova o desenvolvimento pessoal

Leia mais

Transposição Didática dos Saberes

Transposição Didática dos Saberes MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA SUL-RIO-GRANDENSE Transposição Didática dos Saberes Prof. Nelson Luiz Reyes

Leia mais

DIFICULDADES RELATADAS POR ALUNOS DO ENSINO MÉDIO NO PROCESSO DE ENSINO DE QUÍMICA: ESTUDO DE CASO DE ESCOLAS ESTADUAIS EM GRAJAÚ, MARANHÃO 1

DIFICULDADES RELATADAS POR ALUNOS DO ENSINO MÉDIO NO PROCESSO DE ENSINO DE QUÍMICA: ESTUDO DE CASO DE ESCOLAS ESTADUAIS EM GRAJAÚ, MARANHÃO 1 DIFICULDADES RELATADAS POR ALUNOS DO ENSINO MÉDIO NO PROCESSO DE ENSINO DE QUÍMICA: ESTUDO DE CASO DE ESCOLAS ESTADUAIS EM GRAJAÚ, MARANHÃO 1 Camila Jorge Pires Graduanda em Licenciatura em Ciências Naturais/Química

Leia mais

Currículo do Curso de Licenciatura em Matemática

Currículo do Curso de Licenciatura em Matemática Currículo do Curso de Licenciatura em Matemática ATUAÇÃO O curso de Licenciatura em Matemática oferece ao estudante a oportunidade de obter ampla formação em ciências básica e aplicada, possibilitando-lhe

Leia mais

O Ensino de Ciências: história e tendências

O Ensino de Ciências: história e tendências O Ensino de Ciências: história e tendências Ensino de Química III 2011 Profª Tathiane Milaré Década de 60 Período marcante e crucial na história do Ensino de Ciências Guerra Fria Interesse dos EUA em vencerem

Leia mais

O PROJETO POLÍTICO PEDAGÓGICO DE DUAS ESCOLAS PÚBLICAS DO INTERIOR DO MATO GROSSO DO SUL: ANÁLISE DOS ASPECTOS INCLUSIVOS

O PROJETO POLÍTICO PEDAGÓGICO DE DUAS ESCOLAS PÚBLICAS DO INTERIOR DO MATO GROSSO DO SUL: ANÁLISE DOS ASPECTOS INCLUSIVOS O PROJETO POLÍTICO PEDAGÓGICO DE DUAS ESCOLAS PÚBLICAS DO INTERIOR DO MATO GROSSO DO SUL: ANÁLISE DOS ASPECTOS INCLUSIVOS Clarice Karen de Jesus Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul Palavras chave:

Leia mais

HISTÓRIA DA CIÊNCIA NO ENSINO DE CIÊNCIAS

HISTÓRIA DA CIÊNCIA NO ENSINO DE CIÊNCIAS HISTÓRIA DA CIÊNCIA NO ENSINO DE CIÊNCIAS Salete Linhares Queiroz (IQSC USP) Quando a abordagem histórica deve ser usada no ensino de ciências? Osvaldo Pessoa Jr. Revista Ciência e Ensino, vol. 1, 1996.

Leia mais

CURSO DE PEDAGOGIA (currículo em implantação progressiva a parir de )

CURSO DE PEDAGOGIA (currículo em implantação progressiva a parir de ) CURSO DE PEDAGOGIA (currículo em implantação progressiva a parir de 2009.1) CRIAÇÃO DO CURSO DECRETO 476/60, DE 19/01/60 PARECER 579/CNE/59, 02/12/59 RECONHECIMENTO DO CURSO DECRETO 75590/75, DE 10/04/75

Leia mais

APRENDER E ENSINAR CIÊNCIAS NATURAIS NO ENSINO FUNDAMENTAL Apresentação do PCN (Parâmetros Curriculares Nacionais) de Ciências Naturais

APRENDER E ENSINAR CIÊNCIAS NATURAIS NO ENSINO FUNDAMENTAL Apresentação do PCN (Parâmetros Curriculares Nacionais) de Ciências Naturais APRENDER E ENSINAR CIÊNCIAS NATURAIS NO ENSINO FUNDAMENTAL Apresentação do PCN (Parâmetros Curriculares Nacionais) de Ciências Naturais INTRODUÇÃO Para o ensino de Ciências Naturais é necessária a construção

Leia mais

O Ensino de Ciências: história e tendências. Profª Tathiane Milaré

O Ensino de Ciências: história e tendências. Profª Tathiane Milaré O Ensino de Ciências: história e tendências Profª Tathiane Milaré Como era a escola antigamente? Como é a escola hoje? Década de 60 Período marcante e crucial na história do Ensino de Ciências Guerra Fria

Leia mais

Unidade Universitária: CENTRO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS E DA SAÚDE. Disciplina: Projetos Educacionais para o Ensino de Biologia

Unidade Universitária: CENTRO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS E DA SAÚDE. Disciplina: Projetos Educacionais para o Ensino de Biologia Unidade Universitária: CENTRO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS E DA SAÚDE Curso: CIÊNCIAS BIOLÓGICAS Disciplina: Projetos Educacionais para o Ensino de Biologia Professor(es): Rosana dos Santos Jordão Carga horária:

Leia mais

O Ensino de Ciências: história e tendências

O Ensino de Ciências: história e tendências O Ensino de Ciências: história e tendências Profª Tathiane Milaré Como era a escola antigamente? Como é a escola hoje? 1 Década de 60 Período marcante e crucial na história do Ensino de Ciências Guerra

Leia mais

Mapas conceituais em aplicações educacionais. Evandro Cantú Instituto Federal do Paraná Câmpus Foz do Iguaçu

Mapas conceituais em aplicações educacionais. Evandro Cantú Instituto Federal do Paraná Câmpus Foz do Iguaçu Mapas conceituais em aplicações educacionais Evandro Cantú Instituto Federal do Paraná Câmpus Foz do Iguaçu evandro.cantu@ifpr.edu.br Aprendizagem Significativa Proposta por David Ausubel, nos anos 1960.

Leia mais

Plano de Trabalho Docente Ensino Médio

Plano de Trabalho Docente Ensino Médio Plano de Trabalho Docente 2014 Ensino Médio Etec Etec: PROFESSORA NAIR LUCCAS RIBEIRO Código: 156 Município: TEODORO SAMPAIO Área de conhecimento: Ciências da Natureza, Matemática e suas tecnologias Componente

Leia mais

PROJETO ESPECIAL DE AÇÃO

PROJETO ESPECIAL DE AÇÃO PROJETO ESPECIAL DE AÇÃO - 2013 PORTARIA Nº 1.566 DE 18/03/08 Nome da Unidade Educacional EMEI MÁRIO SETTE Diretoria Regional de Educação CAMPO LIMPO Modalidade (art.2º): A tematização das práticas desenvolvidas

Leia mais

Trajetórias Educacionais no Brasil e o Novo Enem. Reynaldo Fernandes INEP/MEC

Trajetórias Educacionais no Brasil e o Novo Enem. Reynaldo Fernandes INEP/MEC Trajetórias Educacionais no Brasil e o Novo Enem Reynaldo Fernandes INEP/MEC São Paulo - SP - 2009 Sistema de Ensino Desenho Todo sistema educacional maduro se inicia com letramento e numeramento e finaliza

Leia mais

A Informática na Educação Infantil

A Informática na Educação Infantil A Informática na Educação Infantil Apresentação A informática na educação se apresenta como uma inovação nas metodologias educacionais, fazendo uso da tecnologia no ambiente das escolas e trazendo o universo

Leia mais

RESOLUÇÃO 04/2016. I Tipo de alteração: INCLUSÃO DE DISCIPLINAS NOME CRÉDITOS 4 SÚMULA ETAPA ACONSELHADA NOME CRÉDITOS 3 SÚMULA ETAPA ACONSELHADA NOME

RESOLUÇÃO 04/2016. I Tipo de alteração: INCLUSÃO DE DISCIPLINAS NOME CRÉDITOS 4 SÚMULA ETAPA ACONSELHADA NOME CRÉDITOS 3 SÚMULA ETAPA ACONSELHADA NOME UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL INSTITUTO DE MATEMÁTICA E ESTATÍSTICA COMISSÃO DE GRADUAÇÃO EM MATEMÁTICA Av. Bento Gonçalves 9500 - Agronomia - 91509-900 Porto Alegre - RS - BRASIL Tel: (051)3308-6189/3308-6186

Leia mais

Matemática. 1 Semestre. Matemática I 75h. Ementa: Estuda as noções de conjuntos e de funções polinomial, modular, racional, exponencial e logarítmica.

Matemática. 1 Semestre. Matemática I 75h. Ementa: Estuda as noções de conjuntos e de funções polinomial, modular, racional, exponencial e logarítmica. Matemática 1 Semestre Matemática I 75h Ementa: Estuda as noções de conjuntos e de funções polinomial, modular, racional, exponencial e logarítmica. Lógica 60h Ementa: Estuda proposições, análise e discussões

Leia mais

5 De F A ma

5 De F A ma Educação Física 5 De F A ma Uma Breve Revisão... Em 07 de abril de 2005 entra em vigor no Estado de Minas Gerais a resolução SEE N.º 666; Em agosto de 2011, é instituído o PIP CBC; No ano de 2012 o PIP

Leia mais

LIVROS DIDÁTICOS E MODELAGEM MATEMÁTICA: UMA CARACTERIZAÇÃO DA TRANSPOSIÇÃO DIDÁTICA DO CONTEÚDO DE INTEGRAL NESTES AMBIENTES

LIVROS DIDÁTICOS E MODELAGEM MATEMÁTICA: UMA CARACTERIZAÇÃO DA TRANSPOSIÇÃO DIDÁTICA DO CONTEÚDO DE INTEGRAL NESTES AMBIENTES LIVROS DIDÁTICOS E MODELAGEM MATEMÁTICA: UMA CARACTERIZAÇÃO DA TRANSPOSIÇÃO DIDÁTICA DO CONTEÚDO DE INTEGRAL NESTES AMBIENTES Resumo Kassiana Schmidt Surjus Cirilo, PUC kassiana.cirilo@pucpr.br Lourdes

Leia mais

Para uma análise do livro didático de química proposto pela SEED, por meio de processos cognitivistas, primeiro faremos um pequeno exercício.

Para uma análise do livro didático de química proposto pela SEED, por meio de processos cognitivistas, primeiro faremos um pequeno exercício. Para uma análise do livro didático de química proposto pela SEED, por meio de processos cognitivistas, primeiro faremos um pequeno exercício. A CLASSIFICAÇÃO DOS OBJETIVOS EDUCACIONAIS Seu estudo é de

Leia mais

EDITAL DE CREDENCIAMENTO PARA ESCOLA DE TEMPO INTEGRAL PARA ATUAÇÃO EM 2017.

EDITAL DE CREDENCIAMENTO PARA ESCOLA DE TEMPO INTEGRAL PARA ATUAÇÃO EM 2017. GOVERNO DO ESTADO DE SÃO PAULO SECRETARIA DE ESTADO DA EDUCAÇÃO DIRETORIA DE ENSINO REGIÃO DE CAMPINAS OESTE Rua Candido Mota, 186, Fundação da Casa Popular Campinas/SP CEP 13.031-385 Fone:: (19) 3772-2795/2796/2798

Leia mais

CURRÍCULOS DE EDUCAÇÃO BÁSICA. Elementos para o debate

CURRÍCULOS DE EDUCAÇÃO BÁSICA. Elementos para o debate CURRÍCULOS DE EDUCAÇÃO BÁSICA Elementos para o debate Estrutura desta apresentação Primeira parte: Currículo etimologia; significados; concepções; o debate atual. Segunda parte: Base Nacional Comum (BNC)

Leia mais

Ensino Técnico Integrado ao Médio

Ensino Técnico Integrado ao Médio Ensino Técnico Integrado ao Médio FORMAÇÃO GERAL Ensino Médio Etec Plano de Curso nº 213 aprovado pela portaria Cetec nº 134 de 04/10/2014 Etec: ERMELINDA GIANNINI TEIXEIRA Código: 0187 Município: SANTANA

Leia mais

Aula 1 O processo educativo: a Escola, a Educação e a Didática. Profª. M.e Cláudia Benedetti

Aula 1 O processo educativo: a Escola, a Educação e a Didática. Profª. M.e Cláudia Benedetti Aula 1 O processo educativo: a Escola, a Educação e a Didática Profª. M.e Cláudia Benedetti Profa. M.e Cláudia Benedetti Graduada em Ciências Sociais pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita

Leia mais

SÍNTESE PROJETO PEDAGÓGICO. Missão

SÍNTESE PROJETO PEDAGÓGICO. Missão SÍNTESE PROJETO PEDAGÓGICO Curso: Licenciatura em Matemática Missão O Curso de Licenciatura em Matemática tem por missão a formação de docentes com um novo perfil fundamentado na conexão de dois eixos,

Leia mais

PlanetaBio Artigos Especiais

PlanetaBio Artigos Especiais A DISCIPLINA DE BIOLOGIA NO EXAME NACIONAL DE ENSINO MÉDIO (ENEM) Texto disponível também no site INFOENEM: http://www.infoenem.com.br/ 1- Comentários Gerais Em 2012, 6.221.697 estudantes se inscreveram

Leia mais

ABORDAGEM DE EXPERIMENTOS EM LIVROS DIDÁTICOS DE QUÍMICA DA SEGUNDA SÉRIE DO ENSINO MÉDIO

ABORDAGEM DE EXPERIMENTOS EM LIVROS DIDÁTICOS DE QUÍMICA DA SEGUNDA SÉRIE DO ENSINO MÉDIO ABORDAGEM DE EXPERIMENTOS EM LIVROS DIDÁTICOS DE QUÍMICA DA SEGUNDA SÉRIE DO ENSINO MÉDIO Joaldo Bezerra de Melo; Marconi Leal do Nascimento; Elaine Negromonte Brandão; Luciano Ferreira Gama; Aline Venâncio

Leia mais

Instituto de Educação Universidade de Lisboa

Instituto de Educação Universidade de Lisboa Instituto de Educação Universidade de Lisboa Oferta Formativa Pós-Graduada Mestrado em Educação Especialização: Educação e Tecnologias Digitais 14 15 Edição Instituto de Educação da Universidade de Lisboa

Leia mais

Plano de Trabalho Docente Ensino Médio

Plano de Trabalho Docente Ensino Médio Plano de Trabalho Docente 2015 Ensino Médio Etec Etec:Paulino Botelho Código: 091 Município: São Carlos Área de conhecimento: Ciências da Natureza, Matemática e suas Tecnologias Componente Curricular:

Leia mais

Ensino Técnico Integrado ao Médio

Ensino Técnico Integrado ao Médio Ensino Técnico Integrado ao Médio FORMAÇÃO GERAL Ensino Médio Etec Plano de Curso nº aprovado pela portaria Cetec nº de / / Etec: Código: 208 Município: São Paulo Eixo Tecnológico: Habilitação Profissional:

Leia mais

A coleção está organizada em cinco séries temáticas, por faixa etária:

A coleção está organizada em cinco séries temáticas, por faixa etária: Coleção GIRA MUNDO Educação Infantil Na coleção Gira Mundo o brincar, o cantar e o fazer artístico são os eixos que atuam como forma de expressão da cultura da infância. São os grandes articuladores do

Leia mais

Texto referência para a audiência pública sobre as Diretrizes Curriculares Nacionais para o curso de graduação em Relações Internacionais

Texto referência para a audiência pública sobre as Diretrizes Curriculares Nacionais para o curso de graduação em Relações Internacionais CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO Texto referência para a audiência pública sobre as Diretrizes Curriculares Nacionais para o curso de graduação em Relações Internacionais Comissão da Câmara de Educação Superior

Leia mais

Reestruturação do Exame Nacional do Ensino Médio - Enem

Reestruturação do Exame Nacional do Ensino Médio - Enem INISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO NACIONAL DE ESTUDOS E PESQUISAS EDUCACIONAIS ANÍSIO TEIXEIRA Proposta: Reestruturação do Exame Nacional do Ensino Médio - Enem Novas funcionalidades para o Exame Brasília,

Leia mais

SUMÁRIO. Língua Portuguesa

SUMÁRIO. Língua Portuguesa Língua Portuguesa Compreensão e interpretação de textos de gêneros variados... 3 Domínio da ortografia oficial... 21 Reconhecimento de tipos e gêneros textuais... 9 Domínio da estrutura morfossintática

Leia mais

N Disciplina Nº CR C. H. Conteúdo Natureza. Introdução a EAD 4 60 DP Mód. 1 Obrigatória. Introdução à Filosofia 4 60 FG Mód.

N Disciplina Nº CR C. H. Conteúdo Natureza. Introdução a EAD 4 60 DP Mód. 1 Obrigatória. Introdução à Filosofia 4 60 FG Mód. Apresentação O curso de Filosofia licenciatura, na modalidade a distância, é resultado do desejo de iniciar um trabalho inter e multidisciplinar na qualificação de profissionais que atuam ou atuarão na

Leia mais

Documento Base (Formulação Preliminar) Comissão SEB/MEC - Fev/2016

Documento Base (Formulação Preliminar) Comissão SEB/MEC - Fev/2016 Documento Base (Formulação Preliminar) Comissão SEB/MEC - Fev/2016 Orientações para cursos de Formação de Professores, nas áreas de Didática, Metodologias e Práticas de Ensino Estrutura do documento I.

Leia mais

Universidade Federal de Roraima Departamento de matemática

Universidade Federal de Roraima Departamento de matemática Universidade Federal de Roraima Departamento de matemática Metodologia do Trabalho Científico O Método Cientifico: o positivismo, a fenomenologia, o estruturalismo e o materialismo dialético. Héctor José

Leia mais

Regulamento Ser Cientista

Regulamento Ser Cientista Regulamento Ser Cientista 1- Objetivos 1.1 - "Ser Cientista" é um programa que tem por objetivo proporcionar aos alunos do ensino secundário uma aproximação à realidade da investigação científica pela

Leia mais

Curso: PEDAGOGIA Curriculo: 0004-L DISCIPLINAS EM OFERTA 2º Semestre de NOT

Curso: PEDAGOGIA Curriculo: 0004-L DISCIPLINAS EM OFERTA 2º Semestre de NOT GR02734 GR02105 GR02160 GR02735 GR02736 SEMESTRE 1 Carga Horária Docentes Escola e Contexto 72.00 Não ofertada no 2º semestre de 2016 Estudo da Formação da Sociedade Contemporânea 72.00 Não ofertada no

Leia mais

FORMAÇÃO CONTINUADA EM SERVIÇO: ressignificar a pesquisa na escola numa abordagem da relação de saberes LUCIANA VIEIRA DEMERY

FORMAÇÃO CONTINUADA EM SERVIÇO: ressignificar a pesquisa na escola numa abordagem da relação de saberes LUCIANA VIEIRA DEMERY 1 FORMAÇÃO CONTINUADA EM SERVIÇO: ressignificar a pesquisa na escola numa abordagem da relação de saberes LUCIANA VIEIRA DEMERY Introdução Este artigo é resultado de uma experiência com formação continuada

Leia mais

FACCAMP Faculdade Campo Limpo Paulista Curso Graduação em Pedagogia, Licenciatura Res. CNE/CP no. 1/2006 Diretrizes Curriculares Nacionais

FACCAMP Faculdade Campo Limpo Paulista Curso Graduação em Pedagogia, Licenciatura Res. CNE/CP no. 1/2006 Diretrizes Curriculares Nacionais Campo Limpo Paulista 2012 2 Atualizado em 14.08.2012 PORTFÓLIO DE FORMAÇÃO Regulamento 1. Apresentação O Portfólio de formação é um documento que facilita a observação da aprendizagem do aluno, por ele

Leia mais

Educador A PROFISSÃO DE TODOS OS FUTUROS. Uma instituição do grupo

Educador A PROFISSÃO DE TODOS OS FUTUROS. Uma instituição do grupo Educador A PROFISSÃO DE TODOS OS FUTUROS F U T U R O T E N D Ê N C I A S I N O V A Ç Ã O Uma instituição do grupo CURSO 2 CURSO OBJETIVOS Oferecer aos alunos e profissionais interessados no assunto, subsídios

Leia mais

Lei de Diretrizes e Bases

Lei de Diretrizes e Bases Lei de Diretrizes e Bases 01. Segundo a Lei de Diretrizes e Bases, a avaliação do desempenho do aluno deverá ser contínua e cumulativa, considerando-se a: a) prevalência dos aspectos quantitativos sobre

Leia mais

Economia C 12.º ano. e-manual Premium. Manual Caderno do Aluno Livro do Professor. Experimente em espacoprofessor.pt

Economia C 12.º ano. e-manual Premium. Manual Caderno do Aluno Livro do Professor. Experimente em espacoprofessor.pt Economia C.º ano Manual Caderno do Aluno Livro do Professor e-manual Premium Experimente em espacoprofessor.pt Oo e-manual Premium Simples. Completo. Sempre disponível. Experimente em espacoprofessor.pt

Leia mais

Educador A PROFISSÃO DE TODOS OS FUTUROS. Uma instituição do grupo

Educador A PROFISSÃO DE TODOS OS FUTUROS. Uma instituição do grupo Educador A PROFISSÃO DE TODOS OS FUTUROS F U T U R O T E N D Ê N C I A S I N O V A Ç Ã O Uma instituição do grupo CURSO 2 OBJETIVOS Discutir e fomentar conhecimentos sobre a compreensão das potencialidades,

Leia mais

Plano de Trabalho Docente Ensino Técnico

Plano de Trabalho Docente Ensino Técnico Plano de Trabalho Docente 2014 Ensino Técnico Etec Etec: Professor Mário Antônio Verza Código: 164 Município: Palmital Eixo Tecnológico: Gestão e Negócios Habilitação Profissional: Técnico em Logística

Leia mais

EDITAL - PROGRAMA DE MENTORIA PASSEI! Seleção Mentores e Mentorados 2017

EDITAL - PROGRAMA DE MENTORIA PASSEI! Seleção Mentores e Mentorados 2017 EDITAL - PROGRAMA DE MENTORIA PASSEI! Seleção Mentores e Mentorados 2017 1. Sobre o PASSEI! O PASSEI! é um programa de mentoria online que visa a conectar universitários (mentores) a estudantes de escolas

Leia mais

CURSO: PEDAGOGIA EMENTAS º PERÍODO

CURSO: PEDAGOGIA EMENTAS º PERÍODO CURSO: PEDAGOGIA EMENTAS - 2016.1 1º PERÍODO DISCIPLINA: HISTÓRIA DA EDUCAÇÃO Estudo da história geral da Educação e da Pedagogia, enfatizando a educação brasileira. Políticas ao longo da história engendradas

Leia mais

Tendências atuais no ensino de Física básica:

Tendências atuais no ensino de Física básica: Laboratório de Pesquisa e Ensino de Física da Faculdade de Educação da USP Tendências atuais no ensino de Física básica: Prof. Dr. Maurício Pietrocola ENSINO ATUAL DE FÍSICA Desperta pouco interesse nos

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ CONSELHO SUPERIOR DE ENSINO E PESQUISA RESOLUÇÃO N.º 3.588, DE 04 DE SETEMBRO DE 2007

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ CONSELHO SUPERIOR DE ENSINO E PESQUISA RESOLUÇÃO N.º 3.588, DE 04 DE SETEMBRO DE 2007 SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ CONSELHO SUPERIOR DE ENSINO E PESQUISA RESOLUÇÃO N.º 3.588, DE 04 DE SETEMBRO DE 2007 Homologa o Parecer nº 034/07-CEG, que aprova o Projeto Político

Leia mais

DEBATE SOBRE A BASE NACIONAL COMUM CURRICULAR. Anos Iniciais. Profa. Clarice Salete Traversini Pedagogia 04/12/2015

DEBATE SOBRE A BASE NACIONAL COMUM CURRICULAR. Anos Iniciais. Profa. Clarice Salete Traversini Pedagogia 04/12/2015 DEBATE SOBRE A BASE NACIONAL COMUM CURRICULAR Anos Iniciais Profa. Clarice Salete Traversini Pedagogia 04/12/2015 Construção de currículo, assim como a construção da democracia é um processo sem fim (Boaventura

Leia mais

CIÊNCIAS DA NATUREZA. Pacto Nacional pelo Fortalecimento do Ensino Médio Etapa II Caderno III 09/04/2015

CIÊNCIAS DA NATUREZA. Pacto Nacional pelo Fortalecimento do Ensino Médio Etapa II Caderno III 09/04/2015 CIÊNCIAS DA NATUREZA Pacto Nacional pelo Fortalecimento do Ensino Médio Etapa II Caderno III 09/04/2015 1. Contextualização e contribuições da área de Ciências da Natureza para a formação do estudante

Leia mais

PLANO DE ENSINO PROJETO PEDAGÓGICO: 2010

PLANO DE ENSINO PROJETO PEDAGÓGICO: 2010 PLANO DE ENSINO PROJETO PEDAGÓGICO: 2010 Curso: Pedagogia Disciplina: Avaliação do Ensino Aprendizagem Carga Horária Semestral: 80 Semestre do Curso: 8º 1 - Ementa (sumário, resumo) Contextualização histórica

Leia mais

Aprovação do curso e Autorização da oferta

Aprovação do curso e Autorização da oferta MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE SANTA CATARINA Aprovação do curso e Autorização da oferta PROJETO PEDAGÓGICO

Leia mais

Plano de Ensino Docente

Plano de Ensino Docente Plano de Ensino Docente IDENTIFICAÇÃO CURSO: Licenciatura em Matemática. FORMA/GRAU: ( )integrado ( )subsequente ( )concomitante ( )bacharelado (x) licenciatura ( ) tecnólogo MODALIDADE: ( x ) Presencial

Leia mais

Bachelard. A Ciência é contínua?

Bachelard. A Ciência é contínua? Texto B Visão Dialética do conhecimento científico Inclui razão e experiência As observações são influenciadas por teorias prévias Visão descontinuísta das Ciências: presença de rupturas com o senso comum

Leia mais

Relações pedagógicas. Professor aluno. Ensino aprendizagem. Teoria e prática. Objetivo e avaliação. Conteúdo e método

Relações pedagógicas. Professor aluno. Ensino aprendizagem. Teoria e prática. Objetivo e avaliação. Conteúdo e método Relações pedagógicas Professor aluno Ensino aprendizagem Teoria e prática Objetivo e avaliação Conteúdo e método A linha mestra que norteia qualquer ação na educação está relacionada à relação humana.

Leia mais

Manual do Aluno Engenharia Insper i

Manual do Aluno Engenharia Insper i Manual do Aluno Engenharia Insper i Capítulo 1 A visão do Insper para a Engenharia A missão dos cursos de engenharia do Insper é: Desenvolver jovens engenheiros que estarão preparados para reconhecer as

Leia mais

Bases psicopedagógicas para a matriz conceitual do ENEM. Robert Lassance MSc, Prof. UCB, Pesquisador Inep

Bases psicopedagógicas para a matriz conceitual do ENEM. Robert Lassance MSc, Prof. UCB, Pesquisador Inep Bases psicopedagógicas para a matriz conceitual do ENEM Robert Lassance MSc, Prof. UCB, Pesquisador Inep Aprendizagem Para Objetivos: transmite conhecimento, seqüência, hierarquia, homogêneo, ensino para

Leia mais

Currículo Escolar. Contextualização. Instrumentalização. Teleaula 2. Refletir sobre currículo. Profa. Me. Inge R. F. Suhr

Currículo Escolar. Contextualização. Instrumentalização. Teleaula 2. Refletir sobre currículo. Profa. Me. Inge R. F. Suhr Currículo Escolar Teleaula 2 Contextualização Profa. Me. Inge R. F. Suhr Que realidade se põe? Como isso afeta a questão do currículo? Refletir sobre currículo Expansão industrial X finalidade da educação

Leia mais

ESTUDANDO A TRANSPOSIÇÃO DIDÁTICA 1

ESTUDANDO A TRANSPOSIÇÃO DIDÁTICA 1 ESTUDANDO A TRANSPOSIÇÃO DIDÁTICA 1 Sobre a socialização do conhecimento Nos Estados Unidos, por razões que não compreendo (e que são realmente perversas), isto de escrever para os não cientistas se encontra

Leia mais

Ensino Técnico Integrado ao Médio FORMAÇÃO GERAL. Plano de Trabalho Docente

Ensino Técnico Integrado ao Médio FORMAÇÃO GERAL. Plano de Trabalho Docente Ensino Técnico Integrado ao Médio FORMAÇÃO GERAL Plano de Trabalho Docente - 2015 ETEC Monsenhor Antônio Magliano Código: 088 Município: Garça Área de conhecimento: Ciências da Natureza e suas Tecnologias

Leia mais

Educação por Competências. Dezembro de 2014

Educação por Competências. Dezembro de 2014 Educação por Competências Dezembro de 2014 Vale a pena ser ensinado (na escola) tudo o que une e tudo o que liberta. Tudo o que une, isto é, tudo o que integra cada indivíduo num espaço de cultura e de

Leia mais

Ensino Técnico Integrado ao Médio

Ensino Técnico Integrado ao Médio Ensino Técnico Integrado ao Médio FORMAÇÃO PROFISSIONAL Plano de Trabalho Docente 2015 ETEC de Mairiporã Código: 271 Município: Mairiporã EE: Eixo Tecnológico: Gestão e Negócios Habilitação Profissional:

Leia mais

VISÃO GERAL DA DISCIPLINA

VISÃO GERAL DA DISCIPLINA VISÃO GERAL DA DISCIPLINA Antes eu não gostava de Matemática, mas agora a professora joga, conta história e deixa a gente falar né? Então é bem mais divertido, eu estou gostando mais. Pedro, 9 anos. Neste

Leia mais

FUNDAMENTOS PARA A BUSCA DO CONCEITO DA MEDIAÇÃO DIALÉTICA NA EDUCAÇÃO.

FUNDAMENTOS PARA A BUSCA DO CONCEITO DA MEDIAÇÃO DIALÉTICA NA EDUCAÇÃO. FUNDAMENTOS PARA A BUSCA DO CONCEITO DA MEDIAÇÃO DIALÉTICA NA EDUCAÇÃO. Autora: Jéssica de Carvalho Silva 1 ; Co-autora: Marilia Mithyê Andrade da Silva 2 ; Co-autor: Rosevânio de Britto Oliveira 3 ; Orientador:

Leia mais

Roteiro de Observação para Exposição

Roteiro de Observação para Exposição Roteiro de Observação para Exposição Este roteiro é um instrumento para auxiliá-lo na observação da exposição. O objetivo específico do exercício é analisar a forma como o museu comunica por meio de sua

Leia mais

COMPLEXO EDUCACIONAL MILLENIUM LTDA FACULDADE MILLENIUM (FAMIL)

COMPLEXO EDUCACIONAL MILLENIUM LTDA FACULDADE MILLENIUM (FAMIL) COMPLEXO EDUCACIONAL MILLENIUM LTDA FACULDADE MILLENIUM (FAMIL) CAE CENTRO DE APOIO AO ESTUDANTE REGIMENTO DO PROGRAMA DE NIVELAMENTO 2015 1 APRESENTAÇÃO Diante do panorama atual da Educação Básica, é

Leia mais

FUNDAMENTAÇÃO TEÓRICA

FUNDAMENTAÇÃO TEÓRICA 1 AMARELINHA DAS FUNÇÕES OXIGENADAS: UM JOGO DIDÁTICO EM QUÍMICA ORGÂNICA Apresentação: Pôster Higor Diego Farias de Melo 1 ; Ayrton Matheus da Silva Nascimento 2 ; Rhaylene de Almeida Ramos 3 ; Kilma

Leia mais

Contrato didático e (in)disciplina. Professora: Dra. Eduarda Maria Schneider

Contrato didático e (in)disciplina. Professora: Dra. Eduarda Maria Schneider Contrato didático e (in)disciplina Professora: Dra. Eduarda Maria Schneider Objetivos Trabalhar o Contrato Didático como um conceito da didática e importante teoria na compreensão das diversas situações

Leia mais

Ensinar e aprender: Processos e relações interdependentes. Profa. Dra. Maria Regina Cavalcante Profa. Dra. Alessandra de Andrade Lopes

Ensinar e aprender: Processos e relações interdependentes. Profa. Dra. Maria Regina Cavalcante Profa. Dra. Alessandra de Andrade Lopes Ensinar e aprender: Processos e relações interdependentes Profa. Dra. Maria Regina Cavalcante Profa. Dra. Alessandra de Andrade Lopes Eixo 2: Práticas Pedagógicas no Ensino Superior: epistemologia do ensinar

Leia mais

Plano de Trabalho Docente Ensino Médio. Habilitação Profissional: Técnico em informática para Internet Integrado ao Ensino Médio

Plano de Trabalho Docente Ensino Médio. Habilitação Profissional: Técnico em informática para Internet Integrado ao Ensino Médio Plano de Trabalho Docente - 2015 Ensino Médio Código: 0262 ETEC ANHANQUERA Município: Santana de Parnaíba Área de Conhecimento: Matemática Componente Curricular: Matemática Série: 1ª Eixo Tecnológico:

Leia mais

CURRÍCULO DO CURSO. 1º Fase-Sugestão

CURRÍCULO DO CURSO. 1º Fase-Sugestão Documentação: Curso Reconhecido pela Portaria nº 651 de 29/06/2017 e Publicado no DOU em 30/06/2017. Objetivo: Titulação: Diplomado em: Licenciado em Matemática Matemática Período de Conclusão do Curso:

Leia mais