G A B A R I T O. Prova Anglo P-01 SISTEMA ANGLO DE ENSINO. Tipo D-9-05/2014

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "G A B A R I T O. Prova Anglo P-01 SISTEMA ANGLO DE ENSINO. Tipo D-9-05/2014"

Transcrição

1 SISTEMA ANGLO DE ENSINO Prova Anglo P-01 Tipo D-9-05/2014 G A B A R I T O 01. D 11. A 21. C 31. D 02. D 12. B 22. B 32. A 03. C 13. A 23. A 33. B 04. D 14. D 24. C D 15. C 25. C C 16. B 26. B C 17. A 27. D B 18. B 28. A D 19. C 29. A A 20. A 30. D 00

2 Resoluções Prova Anglo F-5 P-1 TIPO D-9 Língua Portuguesa e Ciências Humanas (P-1) Ensino Fundamental 9º ano DESCRITORES, RESOLUÇÕES E COMENTÁRIOS A Prova Anglo é um dos instrumentos para avaliar o desempenho dos alunos do 9 o ano das escolas conveniadas. Essa prova tem como objetivo proporcionar ao aluno que: se familiarize com questões objetivas de múltipla escolha; identifique os conteúdos aprendidos nas aulas; assinale a resposta correta entre as quatro alternativas apresentadas para cada questão; preencha a folha de respostas; administre o tempo estabelecido para esse trabalho. No que diz respeito à prática docente, a prova poderá contribuir para que o professor: obtenha informações sobre o desempenho de seus alunos em relação às habilidades abordadas em cada questão; identifique quais são as dificuldades de seus alunos; organize intervenções que contribuam para a superação das dificuldades identificadas a partir dos resultados obtidos com a aplicação da prova. A prova contém 33 questões com quatro alternativas, das quais somente uma é a correta. Cada questão possui seu próprio descritor, sua resolução, as habilidades avaliadas e o nível de dificuldade. Os descritores foram selecionados com base: nos descritores da Prova Brasil; nos descritores da Prova Saeb; nos descritores da Prova Saresp; nos conteúdos do material do Sistema Anglo de Ensino

3 Questão 1 Resposta d D12 Identificar a finalidade de textos de diferentes gêneros. O aluno deve identificar que a finalidade da crônica é a ilustração de uma situação o conflito gerado pela execução de um afazer doméstico realizado em casal por meio da narração bem-humorada de um fato particular, a decoração de um quarto com papel de parede. Nesta crônica, o modo de narrar assume um caráter persuasivo, pois o autor dá um tom grave ao episódio, comparando-o, por exemplo, à morte de crianças comidas por um tubarão e apresentando-o como causa para a separação do casal. Desse modo tenta convencer o leitor do risco que o ato de decorar a parede traz às relações amorosas. Contudo, como o episódio é corriqueiro, a ênfase dada às suas consequências e ao conflito gera essencialmente o humor. Ademais não há a intenção de argumentar que não existam mais amores verdadeiros, pois no primeiro parágrafo o autor propõe um teste para verificar se foi efetivamente encontrada a cara- -metade. Tampouco se refuta a existência de casamentos que perduram toda a vida dos cônjuges, haja vista que a separação ocorreria apenas se o vínculo não fosse realmente forte. Também não se afirma que há divórcios gerados pela tentativa de marido e mulher decorarem a casa juntos. Questão 2 Resposta d D13 Identificar as marcas linguísticas que evidenciam o locutor e o interlocutor de um texto. O aluno deve perceber que cara-metade, pode crer e tipo (como conectivo que introduz exemplificação) são termos característicos do registro informal. Por outro lado, os termos hostilidades, vínculo afetivo e projetos dominicais são mais frequentes em situações mais formais e vossa paz e na alegria e na tristeza remetem ao discurso próprio do matrimônio religioso. Questão 3 Resposta c D2 Estabelecer relações entre partes de um texto, identificando repetições ou substituições que contribuem para a continuidade de um texto. A expressão um desses bucólicos projetos dominicais é retomada duas vezes no período, primeiramente, pelo pronome relativo que e pelo pronome oblíquo tônico consigo. Questão 4 Resposta d D15 Estabelecer relações lógico-discursivas presentes no texto, marcadas por conjunções, advérbios, etc. A conjunção coordenativa adversativa contudo estabelece uma oposição entre as situações em que ocorre conflito entre o casal: enquanto, ao se perder, o casal já sabe que a situação pode gerar conflito, ao decorar a casa, não espera o surgimento de rusgas. Questão 5 Resposta d D4 inferir uma informação implícita em um texto. Devem ser percebidos pelo aluno a reiteração das privações, a negação das possibilidades de agir e de deslocar-se, bem como o fim de todas as possibilidades, inclusive as utópicas para que identifique que a pergunta sugere a perplexidade de não saber o que fazer diante da solidão e da frustração das expectativas. A pergunta refere-se ao que se fará depois da festa, não quais as causas/motivos para seu fim, nem para a solidão de José. RESOLUÇÕES PROVA ANGLO 2 LÍNGUA PORTUGUESA E CIÊNCIAS HUMANAS (P-1) D-9 9 ANO 05/2014

4 Questão 6 Resposta c D6 Identificar o tema de um texto. O aluno deveria perceber que, no editorial, a referência às árvores que cresceram no elevado Costa e Silva deflagra uma discussão sobre a insensibilidade urbanística decorrente de uma mentalidade que privilegia o deslocamento por meio de automóveis, desconsiderando outros impactos que vias como o Minhocão poderiam ter na cidade. Ademais, ao final do editorial, questiona-se que crescimento das árvores revela, no caso, o descuido com manutenção de viadutos. Questão 7 Resposta c D21 Reconhecer posições distintas entre duas ou mais opiniões relativas ao mesmo fato ou ao mesmo tema. No editorial, a Folha de S.Paulo expressa uma oposição em relação à proposta do ex-prefeito Gilberto Kassab. Avalia que a demolição do elevado Costa e Silva e a construção de via férrea subterrânea, segundo o projeto do ex-prefeito, tornar-se-iam excessivamente caras. Ademais considera que as obras seriam bastante demoradas. Assim, o jornal assume uma opinião distinta da adotada pelo prefeito. Questão 8 Resposta b D12 Identificar a finalidade de textos de diferentes gêneros. O aluno deve perceber que, no gênero reportagem de divulgação de descoberta científica, assume-se uma postura objetiva quanto aos fatos: relata-se a identificação, por meio de ressonância magnética, de mudanças na atividade cerebral quando alguém visualiza a foto da pessoa amada. Não há a descrição dos procedimentos, nem narração das etapas para a realização do exame. Tampouco há trechos em que se expresse crítica. Questão 9 Resposta d D16 Identificar efeitos de ironia ou humor em textos variados. Para a identificação do trecho que gera humor, o aluno deve perceber a quebra da expectativa propiciada pelo último fragmento: o homem que procurara comprovação objetiva de seus sentimentos, ao ter dúvidas novamente quanto ao que sente, procura de novo uma forma objetiva de validar sua subjetividade. Nas afirmações a, b e c, apenas se relatam etapas dos acontecimentos. Questão 10 Resposta a D20 Reconhecer diferentes formas de tratar uma informação na comparação de textos que tratam do mesmo tema, em função das condições em que ele foi produzido e daquelas em que será recebido. Moacyr Scliar baseou-se em uma reportagem que informou de maneira objetiva sobre a descoberta da possibilidade de detectar o amor por meio de uma tomografia, procedimento que registra o funcionamento cerebral. Contudo, ao recriar o fato divulgado na reportagem, Scliar, humorizando a tentativa de, por meio de artifícios científicos, o homem solucionar suas angústias quanto aos sentimentos, critica a tentativa de se resolverem as questões de ordem subjetiva de modo objetivo. Não faz, entretanto, qualquer crítica aos estudos ou às descobertas científicas, apenas relativiza sua importância na vida sentimental das pessoas, isto é, em vez de relatar de forma imparcial a descoberta científica como no texto I, a crônica apresenta uma apreciação sobre o tema, expressa uma opinião. RESOLUÇÕES PROVA ANGLO 3 LÍNGUA PORTUGUESA E CIÊNCIAS HUMANAS (P-1) D-9 9 ANO 05/2014

5 Questão 11 Resposta a D14 Distinguir um fato da opinião relativa a esse fato. No fragmento da alternativa a, expressa-se a opinião de que a garantia da formação adequada dos médicos é de interesse social. Já nos fragmentos das demais alternativas, apresentam-se apenas os dados presentes no estudo Demografia Médica no Brasil. Questão 12 Resposta b D8 Estabelecer relação entre tese e os argumentos oferecidos para sustentá-la. No editorial, defende-se a importância da formação de um médico. Uma das etapas de formação essencial seria a residência, porque garantiria a capacitação ao permitir que o médico recém-formado ponha em prática os conhecimentos adquiridos na faculdade. A aquisição de conhecimentos teóricos é anterior à residência, por isso não é válida a justificativa da alternativa c. A opção a remete às pesquisas científicas, assunto não abordado no parágrafo. Ademais a residência é uma etapa de capacitação essencial a todos os profissionais, segundo o editorial, não se restringe aos médicos formados em regiões afastadas, o que invalida a alternativa d. Questão 13 Resposta a D7 Identificar a tese de um texto. Defende-se, no editorial, a tese de que, como os médicos são responsáveis pela vida, dever-se- -ia investir em uma formação adequada ao longo de todo o seu processo de capacitação, o que, contudo, não ocorre no Brasil. A afirmação b está equivocada, pois, embora os médicos jovens façam mais frequentemente residência e especialização, não se pode afirmar que todos estejam muito bem preparados assunto aliás do quinto e do sexto parágrafos, não do último. Em c, apresenta-se dado que não figura no editorial: afinal não se discute a qualidade dos cursos de medicina, mas o cumprimento das etapas posteriores da formação do médico. Já, em d, afirma-se o oposto do que é defendido no texto. Questão 14 Resposta d D10 Identificar o conflito gerador do enredo e os elementos que constroem a narrativa. A estabilidade inicial o momento de interação do casal é interrompido pelo vizinho que, grosseiramente, solicita que se desligue a porcaria da música. Inicia-se então a discussão extremamente deselegante sobre qual dos compositores de música erudita seria melhor. Questão 15 Resposta c D18 Reconhecer o efeito de sentido decorrente da escolha de uma determinada palavra ou expressão. A expressão baixaria fina, presente no último quadrinho, é coerente no contexto, pois o substantivo baixaria remete ao comportamento grosseiro dos vizinhos, a discussão bastante deselegante por um motivo fútil, já o adjetivo fina refere-se à erudição demonstrada pelos interlocutores ao citarem os compositores de música clássica. RESOLUÇÕES PROVA ANGLO 4 LÍNGUA PORTUGUESA E CIÊNCIAS HUMANAS (P-1) D-9 9 ANO 05/2014

6 Questão 16 Resposta b D19 Reconhecer o efeito de sentido decorrente da exploração de recursos ortográficos e/ou morfossintáticos. O uso do diminutivo resulta em efeitos bastante distintos que decorrem diretamente do contexto em que foram empregados. No caso, o sufixo -inho assume o valor de intensificação. O leitor da revista não tem sua idade identificada, nem possui nenhuma intimidade com o jornalista que lhe responde à dúvida. Por outro lado, não há sinais de desrespeito ao leitor por parte do jornalista. Questão 17 Resposta a D1 Localizar informações explícitas em um texto. O aluno deveria perceber que, já nos primeiros versos do poema, o eu lírico emprega o vocativo minha cara [...] perna esquerda, o que demonstra explicitamente que seu interlocutor é o membro que será amputado. Questão 18 Resposta b D17 Reconhecer o efeito de sentido decorrente do uso da pontuação e de outras notações. O aluno deveria perceber que, na primeira estrofe, o eu lírico se despede antecipadamente de sua perna que será amputada e, na segunda estrofe, existe a representação por meio da distribuição das palavras esquerda e direita, primeiramente, do caminhar de um homem que possui os dois membros e, depois, de seu deslocar-se desprovido de um dos membros. Caso o aluno se confunda com alguma das outras afirmações isso se dará pela consideração de palavras relacionadas ao campo semântico da morte e da separação sem a devida consideração do conjunto das informações. Questão 19 Resposta c D3 Inferir o sentido de uma palavra ou expressão. Como a palavra errância é pouco conhecida, espera-se que o aluno identifique o sinônimo pela consideração dos dados contextuais. Por oposição a quieto, com significado de imóvel, bem como por associação a termos como viagem, dembular e nômade. Questão 20 Resposta a D15 Estabelecer relações lógico-discursivas presentes no texto, marcadas por conjunções, advérbios, etc. A locução conjuntiva por isso estabelece uma conclusão, pois introduz o que se pode deduzir/concluir a partir do pressuposto de que, na concepção do autor, o homem não tem uma essência determinada previamente pela genética. RESOLUÇÕES PROVA ANGLO 5 LÍNGUA PORTUGUESA E CIÊNCIAS HUMANAS (P-1) D-9 9 ANO 05/2014

7 Questão 21 Resposta c D11 Estabelecer relação causa/consequência entre partes e elementos do texto. Segundo Mia Couto, o desejo da errância se deveria à necessidade histórica de o homem se deslocar em busca de alimento, não de sua constituição gênica. Da necessidade da caça resultaria também a capacidade investigativa e a criatividade. Assim o aluno que indique a alternativa b e d como resposta terá confundido as consequências das viagens humanas criatividade e incapacidade de fixar-se, com sua causa: a necessidade de buscar alimento. Questão 22 Resposta b D4 Inferir uma informação implícita em um texto. A palavra elo presente na chamada teria como sinônimo conexão. Está implícita a relação entre essas informações verbais e as não verbais. Na foto, o elo seria representado metonimicamente pelo abraço, pela aliança matrimonial e pelo sapatinho de lã, que, também por metonímia, remete ao filho. O aluno que indicar as respostas a e d não percebeu que os termos você e melhor rede médica são os elementos conectados, não a conexão. Por outro lado, quem apontar a alternativa c não percebeu que a maternidade seria a relação da mulher com a criança, não com o homem, nem percebeu que a responsabilidade é uma consequência do elo, não o próprio. Questão 23 Resposta a A6 Reconhecer conceitos, ideias, fenômenos e/ou sistemas sobre produção, circulação e trabalho. A notícia apresenta a produção nacional de um produto que era anteriormente importado, indicando o processo de substituição de importações com o foco em reduzir os custos e tornar o produto competitivo uma vez que o Brasil é o 4 o mercado mais importante. Os demais itens estão errados, pois b) a notícia não trata das plataformas de exportação, mas sim da política de substituição das importações, o que pode ter relação com o interesse da companhia em atingir os mercados da América do Sul; c) a notícia não trata da dependência do Brasil em relação à importação de tecnologia, embora essa seja uma situação verdadeira. d) o item comenta um tema que tem informações verdadeiras, mas não se relaciona com a notícia usada no enunciado da questão. Questão 24 Resposta c C3 Aplicar conceitos, ideias e/ou sistemas ou solucionar problemas sobre identidades, diversidades e direitos humanos. A afirmativa I está fora do contexto das informações da tabela que não informa nada sobre crescimento populacional (que também não possui relação direta com o IDH). As outras duas afirmativas são passíveis de confirmação na tabela. RESOLUÇÕES PROVA ANGLO 6 LÍNGUA PORTUGUESA E CIÊNCIAS HUMANAS (P-1) D-9 9 ANO 05/2014

8 Questão 25 Resposta c B2 Compreender conceitos, ideias, fenômenos e/ou sistemas sobre natureza-sociedade: questões ambientais O texto critica a falta de ações humanas para controlar o uso dos recursos hídricos, frente às evidências de esgotamento desse recurso. As demais estão erradas, pois a) A água não é um recurso infinito, não está ocorrendo um controle do bombeamento de água dos aquíferos e os recursos hídricos não vão continuar abundantes; b) A África não tem metade da população humana e não é o esgotamento dos lençóis freáticos que intensifica as secas do continente. d) A imagem das contas bancárias se relaciona à falta de recursos hídricos e não às crescentes reservas de água (o que não tem sido feito). Questão 26 Resposta b B3 Compreender conceitos, ideias, fenômenos e/ou sistemas sobre identidades, diversidades e direitos humanos. A base larga da pirâmide, o rápido estreitamento e o topo extremamente reduzido são características marcantes de países subdesenvolvidos, onde encontramos elevadas taxas de natalidade e baixa expectativa de vida. Questão 27 Resposta d A2 Reconhecer conceitos, ideias, fenômenos e/ou sistemas sobre natureza-sociedade: questões ambientais. A gravura reflete a vegetação da savana africana, onde encontramos animais de médio e grande porte que têm seu hábitat natural formado por árvores e arbustos de troncos retorcidos, folhas miúdas, separadas entre si por uma vegetação rasteira e arbustiva. No mapa corresponde à área demarcada pelo número 2. Questão 28 Resposta c A1 Reconhecer conceitos, ideias, fenômenos e/ou sistemas sobre tempo, espaço e fontes históricas. Responderá corretamente à questão o aluno que compreendeu os motivos que levaram os jovens europeus a se alistarem como combatentes de guerra (nacionalismo, as campanhas do governo...) e associarem a informação dada pelo texto com o fim do otimismo dos europeus que sofriam com as perdas humanas. Questão 29 Resposta a C4 Aplicar conceitos, ideias e/ou sistemas ou solucionar problemas sobre poder, Estado e instituições. Responderá corretamente à questão o aluno que encontrar no texto as evidências da concentração de poder nas mãos da burguesia e relacionar com a Revolução Menchevique, onde liberais e socialistas firmaram um acordo para derrubar o poder absoluto do Czar Nicolau II. RESOLUÇÕES PROVA ANGLO 7 LÍNGUA PORTUGUESA E CIÊNCIAS HUMANAS (P-1) D-9 9 ANO 05/2014

9 Questão 30 Resposta d C5 Aplicar conceitos, ideias e/ou sistemas ou solucionar problemas sobre cidadania e movimentos sociais. Responderá corretamente à questão o aluno que encontrar no texto as informações que evidenciam o processo de urbanização do Rio de Janeiro como autoritário, promovendo a retirada dos cortiços do centro da cidade e aumentando a miséria da população. Questão 31 Resposta d (ANULADA) C3 Aplicar conceitos, ideias fenômenos e/ou sistemas sobre identidades, diversidades e direitos humanos. Responderá corretamente à questão o aluno que encontrar no texto as características que induzem à promoção da confiança e do orgulho pelo país, que motivavam os jovens nazistas na luta por uma Alemanha hegemônica e ao racismo nazista, justificado pela pretensa superioridade do povo alemão. Questão 32 Resposta a (ANULADA) A4 Reconhecer conceitos, ideias, fenômenos e/ou sistemas sobre poder, Estados e instituições. Responderá corretamente à questão o aluno que interpretar as imagens do cartaz: Getúlio Vargas sendo seguro por uma personagem que representa os paulistas, que realizavam a revolução contra o governo provisório e pleiteavam a elaboração de uma constituição. Questão 33 Resposta b B5 Aplicar conceitos, ideias e/ou sistemas ou solucionar problemas sobre cidadania e movimentos sociais. Responderá corretamente à questão o aluno que compreender que a charge faz referência ao voto cabresto e entender a opinião do autor, que demonstra que esse mecanismo beneficiava a elite cafeeira nas eleições. RESOLUÇÕES PROVA ANGLO 8 LÍNGUA PORTUGUESA E CIÊNCIAS HUMANAS (P-1) D-9 9 ANO 05/2014

Resoluções Prova Anglo

Resoluções Prova Anglo Resoluções Prova Anglo TIPO F P-1 tipo D-5 Língua Portuguesa (P-1) Ensino Fundamental 5º ano DESCRITORES, RESOLUÇÕES E COMENTÁRIOS A Prova Anglo é um dos instrumentos para avaliar o desempenho dos alunos

Leia mais

4ª, 6ª e 8ª séries / 5º, 7º e 9º anos do Ensino Fundamental e 3ª série do Ensino Médio SARESP. Escala de Proficiência de Língua Portuguesa (Leitura)

4ª, 6ª e 8ª séries / 5º, 7º e 9º anos do Ensino Fundamental e 3ª série do Ensino Médio SARESP. Escala de Proficiência de Língua Portuguesa (Leitura) 4ª, 6ª e 8ª séries / 5º, 7º e 9º anos do Ensino Fundamental e 3ª série do Ensino Médio SARESP Escala de Proficiência de Língua Portuguesa (Leitura) ESCALA DE PROFICIÊNCIA DE LÍNGUA PORTUGUESA LEITURA A

Leia mais

Reflexões sobre a Língua Portuguesa. Kátia França

Reflexões sobre a Língua Portuguesa. Kátia França Reflexões sobre a Língua Portuguesa Kátia França Níveis de aprendizagem dos alunos Abaixo do básico: os alunos demonstram que não desenvolveram as habilidades básicas requeridas para o nível de escolaridade

Leia mais

Admissão de alunos 2016

Admissão de alunos 2016 Tradição em Excelência Admissão de alunos 2016 CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS 8⁰ ANO ENSINO FUNDAMENTAL II CIÊNCIAS 1. ORIGEM DA TERRA 1.1. Origem da vida no Planeta Terra (principais teorias). 1.2. Fósseis,

Leia mais

SITUAÇÃO DE PRODUÇÃO DA RESENHA NO ENSINO SUPERIOR

SITUAÇÃO DE PRODUÇÃO DA RESENHA NO ENSINO SUPERIOR RESENHA Neste capítulo, vamos falar acerca do gênero textual denominado resenha. Talvez você já tenha lido ou elaborado resenhas de diferentes tipos de textos, nas mais diversas situações de produção.

Leia mais

PROVA COMENTADA PELOS PROFESSORES DO CURSO POSITIVO

PROVA COMENTADA PELOS PROFESSORES DO CURSO POSITIVO PROVA COMENTADA PELOS 1 Lya Luft apresenta, no 1º parágrafo do texto, sua tese acerca do que venha a ser o posicionamento ideal da família:...família deveria ser careta., i.e., humana, aberta, atenta,

Leia mais

EXPECTATIVAS DE APRENDIZAGEM PORTUGUESA DE LÍNGUA. Anos Iniciais do Ensino Fundamental (1º ao 5º ano) MARÇO

EXPECTATIVAS DE APRENDIZAGEM PORTUGUESA DE LÍNGUA. Anos Iniciais do Ensino Fundamental (1º ao 5º ano) MARÇO EXPECTATIVAS DE APRENDIZAGEM DE LÍNGUA PORTUGUESA MARÇO 2013 Expectativas de Aprendizagem de Língua Portuguesa dos anos iniciais do Ensino Fundamental 1º ao 5º ano Anos Iniciais do Ensino Fundamental (1º

Leia mais

Ensinar a ler em História, Ciências, Matemática, Geografia

Ensinar a ler em História, Ciências, Matemática, Geografia PAOLA GENTILE Ensinar a ler em História, Ciências, Matemática, Geografia A forma como se lê um texto varia mais de acordo com o objetivo proposto do que com o gênero, mas você pode ajudar o aluno a entender

Leia mais

CONTRIBUIÇÕES PARA UMA ALFABETIZAÇÃO CIENTÍFICA: ANALISANDO ABORDAGENS DA PRIMEIRA LEI DE NEWTON EM LIVROS DIDÁTICOS DE FÍSICA

CONTRIBUIÇÕES PARA UMA ALFABETIZAÇÃO CIENTÍFICA: ANALISANDO ABORDAGENS DA PRIMEIRA LEI DE NEWTON EM LIVROS DIDÁTICOS DE FÍSICA CONTRIBUIÇÕES PARA UMA ALFABETIZAÇÃO CIENTÍFICA: ANALISANDO ABORDAGENS DA PRIMEIRA LEI DE NEWTON EM LIVROS DIDÁTICOS DE FÍSICA Andrew Stanley Raposo 1, Tayse Raquel dos Santos 2, Katemari Rosa 3 Unidade

Leia mais

48 Os professores optaram por estudar a urbanização, partindo dos espaços conhecidos pelos alunos no entorno da escola. Buscavam, nesse projeto, refletir sobre as características das moradias existentes,

Leia mais

RELATO DE EXPERIÊNCIA. Sequência Didática II Brincadeira Amarelinha

RELATO DE EXPERIÊNCIA. Sequência Didática II Brincadeira Amarelinha ESCOLA MUNICIPAL JOSÉ EVARISTO COSTA RELATO DE EXPERIÊNCIA Sequência Didática II Brincadeira Amarelinha Professoras: Maria Cristina Santos de Campos. Silvana Bento de Melo Couto. Público Alvo: 3ª Fase

Leia mais

Alunos de 6º ao 9 anos do Ensino Fundamental

Alunos de 6º ao 9 anos do Ensino Fundamental Alunos de 6º ao 9 anos do Ensino Fundamental Resumo Este projeto propõe a discussão da Década de Ações para a Segurança no Trânsito e a relação dessa com o cotidiano dos alunos, considerando como a prática

Leia mais

PROJETO PEDAGÓGICO 1

PROJETO PEDAGÓGICO 1 PROJETO PEDAGÓGICO 1 Projeto Pedagógico Por Beatriz Tavares de Souza* Título: Maricota ri e chora Autor: Mariza Lima Gonçalves Ilustrações: Andréia Resende Formato: 20,5 cm x 22 cm Número de páginas: 32

Leia mais

Pedro Bandeira. Leitor em processo 2 o e 3 o anos do Ensino Fundamental

Pedro Bandeira. Leitor em processo 2 o e 3 o anos do Ensino Fundamental Pedro Bandeira Pequeno pode tudo Leitor em processo 2 o e 3 o anos do Ensino Fundamental PROJETO DE LEITURA Coordenação: Maria José Nóbrega Elaboração: Rosane Pamplona De Leitores e Asas MARIA JOSÉ NÓBREGA

Leia mais

ORIENTAÇÕES PARA PRODUÇÃO DE TEXTOS DO JORNAL REPORTAGEM RESENHA CRÍTICA TEXTO DE OPINIÃO CARTA DE LEITOR EDITORIAL

ORIENTAÇÕES PARA PRODUÇÃO DE TEXTOS DO JORNAL REPORTAGEM RESENHA CRÍTICA TEXTO DE OPINIÃO CARTA DE LEITOR EDITORIAL ORIENTAÇÕES PARA PRODUÇÃO DE TEXTOS DO JORNAL REPORTAGEM RESENHA CRÍTICA TEXTO DE OPINIÃO CARTA DE LEITOR EDITORIAL ORIENTAÇÕES PARA OS GRUPOS QUE ESTÃO PRODUZINDO UMA: REPORTAGEM Tipos de Textos Características

Leia mais

Etapas de um Projeto de Pesquisa. Robledo Lima Gil

Etapas de um Projeto de Pesquisa. Robledo Lima Gil Etapas de um Projeto de Pesquisa Robledo Lima Gil Etapas... Escolha do tema Formulação do problema 1) Introdução; 2) Revisão de literatura (Referenciais teóricos); 3) Justificativa; 4) Objetivos (geral

Leia mais

RESULTADO DAS AVALIAÇÕES AVALIA BH / OUTUBRO 2010 2º CICLO LÍNGUA PORTUGUESA 1 ETAPA 2 CICLO

RESULTADO DAS AVALIAÇÕES AVALIA BH / OUTUBRO 2010 2º CICLO LÍNGUA PORTUGUESA 1 ETAPA 2 CICLO CEP: 31.6-0 Venda Nova, Belo Horizonte/MG RESULTADO DAS AVALIAÇÕES AVALIA BH / OUTUBRO 2º CICLO 0 LÍNGUA PORTUGUESA 1 ETAPA 2 CICLO D03 D05 D06 D07 D08 D09 D D11 D12 D19 D D21 DESCRITORES AVALIADOS: D03

Leia mais

REDAÇÃO DISSERTAÇÃO AULA 5. Professora Sandra Franco

REDAÇÃO DISSERTAÇÃO AULA 5. Professora Sandra Franco REDAÇÃO AULA 5 Professora Sandra Franco DISSERTAÇÃO 1. Definição de Dissertação. 2. Roteiro para dissertação. 3. Partes da dissertação. 4. Prática. 5. Recomendações Gerais. 6. Leitura Complementar. 1.

Leia mais

Vestibular UFRGS 2013 Resolução da Prova de Língua Portuguesa

Vestibular UFRGS 2013 Resolução da Prova de Língua Portuguesa 01. Alternativa (E) Vestibular UFRGS 2013 Resolução da Prova de Língua Portuguesa Alternativa que contém palavras grafadas de acordo com o Vocabulário Ortográfico da Língua Portuguesa - VOLP 02. Alternativa

Leia mais

LEIA ATENTAMENTE AS INSTRUÇÕES

LEIA ATENTAMENTE AS INSTRUÇÕES ZERO Instruções REDAÇÃO Você deve desenvolver seu texto em um dos gêneros apresentados nas propostas de redação. O tema é único para as três propostas. O texto deve ser redigido em prosa. A fuga do tema

Leia mais

QUESTÃO 1 Nessa charge, o autor usou três pontos de exclamação, na fala da personagem, para reforçar o sentimento de

QUESTÃO 1 Nessa charge, o autor usou três pontos de exclamação, na fala da personagem, para reforçar o sentimento de Nome: N.º: endereço: data: telefone: E-mail: Colégio PARA QUEM CURSA O 6.O ANO EM 2013 Disciplina: Prova: português desafio nota: Texto para a questão 1. (Disponível em: )

Leia mais

Colégio Monteiro Lobato

Colégio Monteiro Lobato Colégio Monteiro Lobato Disciplina: Anual 2013 Redação Professor (a): Barbara Venturoso Série: 6º ano Turma: A PLANEJAMENTO ANUAL 2013 Plano de curso Conteúdos Procedimentos Objetivos Avaliações 1º Trimestre

Leia mais

Preparação do Trabalho de Pesquisa

Preparação do Trabalho de Pesquisa Preparação do Trabalho de Pesquisa Ricardo de Almeida Falbo Metodologia de Pesquisa Departamento de Informática Universidade Federal do Espírito Santo Pesquisa Bibliográfica Etapas do Trabalho de Pesquisa

Leia mais

PROJETO DE INTERVENÇÃO PEDAGÓGICA NA ESCOLA

PROJETO DE INTERVENÇÃO PEDAGÓGICA NA ESCOLA PROJETO DE INTERVENÇÃO PEDAGÓGICA NA ESCOLA O que é o Projeto de Intervenção Pedagógica? O significado de projeto encontrado comumente nos dicionários da Língua Portuguesa está associado a plano de realizar,

Leia mais

1 Briefing de Criação

1 Briefing de Criação 1 Briefing de Criação Antecedentes do processo de criação Para se criar uma campanha ou mesmo uma única peça é imprescindível que antes seja feito um briefing para orientar o trabalho do planejamento,

Leia mais

Material de apoio para o exame final

Material de apoio para o exame final Professor Rui Piassini Geografia 1º EM Material de apoio para o exame final Questão 01) Em toda a história da humanidade os agrupamentos humanos ou os indivíduos, isoladamente, se movimentam pelo espaço,

Leia mais

O lugar da oralidade na escola

O lugar da oralidade na escola O lugar da oralidade na escola Disciplina: Língua Portuguesa Fund. I Selecionador: Denise Guilherme Viotto Categoria: Professor O lugar da oralidade na escola Atividades com a linguagem oral parecem estar

Leia mais

Direitos Humanos - Ensino Fundamental e Ensino Médio

Direitos Humanos - Ensino Fundamental e Ensino Médio Direitos Humanos - Ensino Fundamental e Ensino Médio Um projeto para discutir Direitos Humanos necessariamente tem que desafiar à criatividade, a reflexão, a crítica, pesquisando, discutindo e analisando

Leia mais

PLANEJAMENTO ANUAL / TRIMESTRAL 2013 Conteúdos Habilidades Avaliação

PLANEJAMENTO ANUAL / TRIMESTRAL 2013 Conteúdos Habilidades Avaliação Produção textual COLÉGIO LA SALLE BRASÍLIA Disciplina: Língua Portuguesa Trimestre: 1º Tipologia textual Narração Estruturação de um texto narrativo: margens e parágrafos; Estruturação de parágrafos: início,

Leia mais

ESCOLA MUNICIPAL JOSÉ EVARISTO COSTA RELATO DE EXPERIÊNCIA. Autora: Bia Villela. Professoras: Maria Cristina Santos de Campos. Período: Três semanas.

ESCOLA MUNICIPAL JOSÉ EVARISTO COSTA RELATO DE EXPERIÊNCIA. Autora: Bia Villela. Professoras: Maria Cristina Santos de Campos. Período: Três semanas. ESCOLA MUNICIPAL JOSÉ EVARISTO COSTA RELATO DE EXPERIÊNCIA Sequência Didática I Era uma vez um gato xadrez... Autora: Bia Villela. Professoras: Maria Cristina Santos de Campos. Silvana Bento de Melo Couto.

Leia mais

1. Linguagens e Códigos; 2. Raciocínio Lógico e Matemática; 3. Leitura e Interpretação de Textos; 4. Atualidades.

1. Linguagens e Códigos; 2. Raciocínio Lógico e Matemática; 3. Leitura e Interpretação de Textos; 4. Atualidades. ANEXO I - PROGRAMA DAS PROVAS DE CONHECIMENTOS GERAIS E DE REDAÇÃO Prova (Todos os Cursos) Trabalhando em consonância com as diretrizes curriculares nacionais, o UNIFEMM entende que as avaliações do processo

Leia mais

Conceito de pesquisa

Conceito de pesquisa Conceito de pesquisa A pesquisa e uma atividade voltada para a solução de problemas, através do emprego de procedimentos científicos. Seus elementos são: 1. Problema ou dúvida 2. Metodo científico 3. Resposta

Leia mais

Olimpíada de LP Escrevendo o futuro

Olimpíada de LP Escrevendo o futuro Olimpíada de LP Escrevendo o futuro QUATRO GÊNEROS EM CARTAZ: OS CAMINHOS DA ESCRITA Cristiane Cagnoto Mori 19/03/2012 Referências bibliográficas RANGEL, Egon de Oliveira. Caminhos da escrita: O que precisariam

Leia mais

Prof. Daniel Santos Redação RECEITA PARA DISSERTAÇÃO ARGUMENTAÇÃO ESCRITA - ENEM. E agora José?

Prof. Daniel Santos Redação RECEITA PARA DISSERTAÇÃO ARGUMENTAÇÃO ESCRITA - ENEM. E agora José? Prof. Daniel Santos Redação RECEITA PARA DISSERTAÇÃO ARGUMENTAÇÃO ESCRITA - ENEM E agora José? Respondam Rápido: O que encanta um homem? O que encanta uma mulher? E o que ENCANTA um corretor do ENEM?

Leia mais

CONTEÚDOS PARA A 1ª AVALIAÇÃO PARCIAL 1ª ETAPA 2014 ENSINO FUNDAMENTAL II CONTEÚDOS DA 1ª AVALIAÇÃO PARCIAL DE CIÊNCIAS 1ª ETAPA 2014

CONTEÚDOS PARA A 1ª AVALIAÇÃO PARCIAL 1ª ETAPA 2014 ENSINO FUNDAMENTAL II CONTEÚDOS DA 1ª AVALIAÇÃO PARCIAL DE CIÊNCIAS 1ª ETAPA 2014 CONTEÚDOS DA 1ª AVALIAÇÃO PARCIAL DE CIÊNCIAS 1ª ETAPA 2014 6º ANO - 17/ 03/ 2014 - Ecologia (níveis de organização; relações alimentares; cadeia e teia alimentar; relações ecológicas); 7º ANO - 17/ 03/

Leia mais

MATERIAL DE DIVULGAÇÃO DA EDITORA MODERNA

MATERIAL DE DIVULGAÇÃO DA EDITORA MODERNA MATERIAL DE DIVULGAÇÃO DA EDITORA MODERNA LOGOTIPO MACMILLAN BRASIL Utilização colorido; preto/branco e negativo Professor, nós, da Editora Moderna, temos como propósito uma educação de qualidade, que

Leia mais

Sugestão de Roteiro para Elaboração de Monografia de TCC

Sugestão de Roteiro para Elaboração de Monografia de TCC Sugestão de Roteiro para Elaboração de Monografia de TCC Sugerimos, para elaborar a monografia de TCC (Trabalho de Conclusão de Curso), que o aluno leia atentamente essas instruções. Fundamentalmente,

Leia mais

inglês MATERIAL DE DIVULGAÇÃO DE EDIÇÕES SM Comparativos Curriculares SM língua estrangeira moderna ensino médio

inglês MATERIAL DE DIVULGAÇÃO DE EDIÇÕES SM Comparativos Curriculares SM língua estrangeira moderna ensino médio MATERIAL DE DIVULGAÇÃO DE EDIÇÕES SM língua estrangeira moderna Comparativos Curriculares SM inglês ensino médio A coleção Alive High Língua Estrangeira Moderna Inglês e o currículo do Estado de Goiás

Leia mais

COLÉGIO XIX DE MARÇO excelência em educação

COLÉGIO XIX DE MARÇO excelência em educação COLÉGIO XIX DE MARÇO excelência em educação 2ª PROVA PARCIAL DE GEOGRAFIA Aluno(a): Nº Ano: 8º Turma: Data: 04/06/2011 Nota: Professor: Edvaldo Valor da Prova: 40 pontos Assinatura do responsável: Orientações

Leia mais

ROTEIRO DE RECUPERAÇÃO DE HISTÓRIA

ROTEIRO DE RECUPERAÇÃO DE HISTÓRIA ROTEIRO DE RECUPERAÇÃO DE HISTÓRIA Nome: Nº 2 a. Série Data: / /2015 Professores: Gabriel e Marcelo Nota: (valor: 1,0) 3º bimestre de 2015 A - Introdução Neste bimestre, sua média foi inferior a 6,0 e

Leia mais

ATIVIDADES DISCURSIVAS 2 E POSSIBILIDADES DE RESPOSTAS

ATIVIDADES DISCURSIVAS 2 E POSSIBILIDADES DE RESPOSTAS ATIVIDADES DISCURSIVAS 2 E NED Núcleo de Estudos Dirigidos ED 2/ED Comunicação e Expressão /2012/2 Prof. Cleuber Cristiano de Sousa ATIVIDADE DISCURSIVA 2 Habilidade: ED 2: Compreender e expressar Temáticas

Leia mais

Língua Portuguesa 1ºEM

Língua Portuguesa 1ºEM ASSESSORIA DE EDUCAÇÃO PROVÍNCIA DO PARANÁ Colégio Social Madre Clélia Língua Portuguesa 1ºEM Prof. Eliana Martens A prova de redação é extremamente importante em vestibulares e em concursos Avalia diferentes

Leia mais

G A B A R I T O. Prova Anglo P-01 SISTEMA ANGLO DE ENSINO. Tipo D8-05/2015

G A B A R I T O. Prova Anglo P-01 SISTEMA ANGLO DE ENSINO. Tipo D8-05/2015 SISTEMA ANGLO DE ENSINO Prova Anglo P-01 Tipo D8-05/2015 G A B A R I T O 01. D 11. A 21. D 31. A 02. C 12. A 22. C 32. C 03. B 13. D 23. D 33. C 04. A 14. C 24. A 34. B 05. D 15. B 25. C 00 06. C 16. A

Leia mais

Ano: 7º Turma: 7.1 e 7.2

Ano: 7º Turma: 7.1 e 7.2 COLÉGIO NOSSA SENHORA DA PIEDADE Programa de Recuperação Paralela 2ª Etapa 2014 Disciplina: Geografia Professor (a): Fernando Parente Ano: 7º Turma: 7.1 e 7.2 Caro aluno, você está recebendo o conteúdo

Leia mais

medida. nova íntegra 1. O com remuneradas terem Isso é bom

medida. nova íntegra 1. O com remuneradas terem Isso é bom Entrevista esclarece dúvidas sobre acúmulo de bolsas e atividadess remuneradas Publicada por Assessoria de Imprensa da Capes Quinta, 22 de Julho de 2010 19:16 No dia 16 de julho de 2010, foi publicada

Leia mais

LEITURAS DO MEDO: As notícias sobre violência e sua relação com o aumento do sentimento de insegurança.

LEITURAS DO MEDO: As notícias sobre violência e sua relação com o aumento do sentimento de insegurança. LEITURAS DO MEDO: As notícias sobre violência e sua relação com o aumento do sentimento de insegurança. Jaquelaine SOUSA 1 Dalva Borges de SOUZA 2 Programa de Pós-Graduação em Sociologia/Faculdade de Ciências

Leia mais

Palavras-chave: Educação Matemática; Avaliação; Formação de professores; Pró- Matemática.

Palavras-chave: Educação Matemática; Avaliação; Formação de professores; Pró- Matemática. PRÓ-MATEMÁTICA 2012: UM EPISÓDIO DE AVALIAÇÃO Edilaine Regina dos Santos 1 Universidade Estadual de Londrina edilaine.santos@yahoo.com.br Rodrigo Camarinho de Oliveira 2 Universidade Estadual de Londrina

Leia mais

TEMA: CONTRASTES DE DESENVOLVIMENTO. 1ª parte -Países desenvolvidos vs Países em desenvolvimento

TEMA: CONTRASTES DE DESENVOLVIMENTO. 1ª parte -Países desenvolvidos vs Países em desenvolvimento TEMA: CONTRASTES DE DESENVOLVIMENTO 1ª parte -Países desenvolvidos vs Países em desenvolvimento Questões de partida 1. Podemos medir os níveis de Desenvolvimento? Como? 2. Como se distribuem os valores

Leia mais

2013/2014 CONTEÚDOS TEMÁTICOS CONTEÚDOS GRAMATICAIS CALENDARIZAÇÃO UNIDADE

2013/2014 CONTEÚDOS TEMÁTICOS CONTEÚDOS GRAMATICAIS CALENDARIZAÇÃO UNIDADE Escolas João de Araújo Correia EB 2.3PESO DA RÉGUA Disciplina de Português 6º Ano Ano Letivo 2013/2014 CONTEÚDOS TEMÁTICOS CONTEÚDOS GRAMATICAIS CALENDARIZAÇÃO UNIDADE 0 Ponto de partida Reportagem televisiva

Leia mais

Agora elabore duas perguntas que você gostaria de fazer para as meninas.

Agora elabore duas perguntas que você gostaria de fazer para as meninas. Nome: Data: / /2013 Professora: Classe: F-3 A TAREFA DE LÍNGUA PORTUGUESA Como já sabemos, no dia 12/9 receberemos Laura, Tamara e Marininha Klink, autoras do livro Férias na Antártica. Se você quiser

Leia mais

Centro Educacional Juscelino Kubitschek

Centro Educacional Juscelino Kubitschek Centro Educacional Juscelino Kubitschek ALUNO: N.º: DATA: / /2011 ENSINO FUNDAMENTAL SÉRIE: 6ª série/7 ano TURMA: TURNO: DISCIPLINA: GEOGRAFIA PROFESSOR: Equipe de Geografia Roteiro e lista de Recuperação

Leia mais

PROVA 358. (Dec.- Lei n.º 139/2012, de 5 de julho) 2014/2015 1.ª e 2.ª Fases

PROVA 358. (Dec.- Lei n.º 139/2012, de 5 de julho) 2014/2015 1.ª e 2.ª Fases PROVA 358 INFORMAÇÃO - PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA INGLÊS Formação Específica Anual 12.º Ano (Dec.- Lei n.º 139/2012, de 5 de julho) 2014/2015 1.ª e 2.ª Fases Provas Escrita e Oral Cursos Científico-

Leia mais

Texto 1 O FUTEBOL E A MATEMÁTICA Modelo matemático prevê gols no futebol Moacyr Scliar

Texto 1 O FUTEBOL E A MATEMÁTICA Modelo matemático prevê gols no futebol Moacyr Scliar PROFESSOR: EQUIPE DE PORTUGUÊS BANCO DE QUESTÕES - LÍNGUA PORTUGUESA - 5 ANO - ENSINO FUNDAMENTAL ========================================================================== Texto 1 O FUTEBOL E A MATEMÁTICA

Leia mais

PRIMEIRO SEMESTRE. Fundamentos Teóricometodológicos SUB-TOTAL 360 TOTAL 360

PRIMEIRO SEMESTRE. Fundamentos Teóricometodológicos SUB-TOTAL 360 TOTAL 360 PRIMEIRO SEMESTRE Teórica Fundamentos da Comunicação e do Jornalismo Comunicação em Língua Portuguesa I Teoria da Comunicação Sociologia da Comunicação Introdução à Economia Fundamentos Epistemológicos

Leia mais

1. Você escolhe a pessoa errada porque você espera que ela mude após o casamento.

1. Você escolhe a pessoa errada porque você espera que ela mude após o casamento. 10 Maneiras de se Casar com a Pessoa Errada O amor cego não é uma forma de escolher um parceiro. Veja algumas ferramentas práticas para manter os seus olhos bem abertos. por Rabino Dov Heller, Mestre em

Leia mais

X Encontro Nacional de Educação Matemática Educação Matemática, Cultura e Diversidade Salvador BA, 7 a 9 de Julho de 2010

X Encontro Nacional de Educação Matemática Educação Matemática, Cultura e Diversidade Salvador BA, 7 a 9 de Julho de 2010 INVESTIGAÇÃO MATEMÁTICA: UMA EXPERIÊNCIA DE ENSINO Bruno Rodrigo Teixeira 1 Universidade Estadual de Londrina - UEL bruno_matuel@yahoo.com.br Camila Rosolen 2 Universidade Estadual de Londrina - UEL camilarosolen@yahoo.com.br

Leia mais

VI Seminário de Iniciação Científica SóLetras - 2009 ISSN 1808-9216

VI Seminário de Iniciação Científica SóLetras - 2009 ISSN 1808-9216 O EMPREGO GRAMATICAL NO LIVRO DIDÁTICO Desiree Bueno TIBÚRCIO (G-UENP/campus Jac.) desiree_skotbu@hotmail.com Marilúcia dos Santos Domingos Striquer (orientadora-uenp/campus Jac.) marilucia.ss@uol.com.br

Leia mais

METODOLOGIA PARA DESENVOLVIMENTO DE ESTUDOS DE CASOS

METODOLOGIA PARA DESENVOLVIMENTO DE ESTUDOS DE CASOS METODOLOGIA PARA DESENVOLVIMENTO DE ESTUDOS DE CASOS 1 O Método do Caso e o Ensino em Administração O uso do Método do Caso nas escolas de administração no Brasil é relativamente recente, embora não haja

Leia mais

População é o conjunto de habitantes de um determinado lugar em um determinado tempo;

População é o conjunto de habitantes de um determinado lugar em um determinado tempo; INTRODUÇÃO À GEOGRAFIA DA POPULAÇÃO 1 Aspectos teóricos e metodológicos da geografia da população População é o conjunto de habitantes de um determinado lugar em um determinado tempo; A importância de

Leia mais

Painel 2 O BUSINESS JORNAL E O POSICIONAMENTO MULTIPLATAFORMA

Painel 2 O BUSINESS JORNAL E O POSICIONAMENTO MULTIPLATAFORMA 29. 09. 2014 Geral Nome da pesquisa Painel 2 O BUSINESS JORNAL E O POSICIONAMENTO Autor 2 Apêndice: Pesquisa Painel 2 O BUSINESS JORNAL E O POSICIONAMENTO A reunião na agência foi muito positiva. Márcio

Leia mais

Propaganda ideológica. Baseado no livro: O que é Propaganda Ideológica de Nelson Jahr Garcia

Propaganda ideológica. Baseado no livro: O que é Propaganda Ideológica de Nelson Jahr Garcia Propaganda ideológica Baseado no livro: O que é Propaganda Ideológica de Nelson Jahr Garcia Propagandas: comerciais e eleitorais Estão em todo parte: televisão, rádio, cartazes; veículos; objetos... As

Leia mais

ROTEIRO DE RECUPERAÇÃO FINAL DE GEOGRAFIA 2015

ROTEIRO DE RECUPERAÇÃO FINAL DE GEOGRAFIA 2015 ROTEIRO DE RECUPERAÇÃO FINAL DE GEOGRAFIA 2015 Nome: Nº 7º ano Data: / /2015 Professor: Nota: (valor: 2,0) A - Introdução Neste ano, sua pontuação foi inferior a 60,0 pontos e você não assimilou os conteúdos

Leia mais

Fonte: http://revistaescola.abril.com.br/gestao-escolar/coordenador-pedagogico/projeto-formacao-professoresmatematica-623627.shtml

Fonte: http://revistaescola.abril.com.br/gestao-escolar/coordenador-pedagogico/projeto-formacao-professoresmatematica-623627.shtml Fonte: http://revistaescola.abril.com.br/gestao-escolar/coordenador-pedagogico/projeto-formacao-professoresmatematica-623627.shtml Projeto de formação de professores em Matemática Um projeto exclusivo

Leia mais

Qualidade ambiental. Atividade de Aprendizagem 18. Eixo(s) temático(s) Vida e ambiente

Qualidade ambiental. Atividade de Aprendizagem 18. Eixo(s) temático(s) Vida e ambiente Qualidade ambiental Eixo(s) temático(s) Vida e ambiente Tema Uso dos recursos naturais / ocupação do espaço e suas consequências / desequilíbrio ambiental e desenvolvimento sustentável Conteúdos Lixo /

Leia mais

Processos Gerenciais

Processos Gerenciais UNIVERSIDADE PAULISTA CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA Projeto Integrado Multidisciplinar III e IV Processos Gerenciais Manual de orientações - PIM Curso Superior de Tecnologia em Processos Gerenciais. 1.

Leia mais

TEXTO I Por Ar-Condicionado, Alunas Da UFRB Assistem Aula De Biquíni

TEXTO I Por Ar-Condicionado, Alunas Da UFRB Assistem Aula De Biquíni Nos últimos meses a capacidade do brasileiro de manifestar-se em favor de suas necessidades parece brotar da terra como se os risonhos lindos campos gritassem por mais flores, como se nossos bosques ressequidos

Leia mais

A GESTÃO HOSPITALAR E A NOVA REALIDADE DO FINANCIAMENTO DA ASSISTÊNCIA RENILSON REHEM SALVADOR JULHO DE 2006

A GESTÃO HOSPITALAR E A NOVA REALIDADE DO FINANCIAMENTO DA ASSISTÊNCIA RENILSON REHEM SALVADOR JULHO DE 2006 A GESTÃO HOSPITALAR E A NOVA REALIDADE DO FINANCIAMENTO DA ASSISTÊNCIA RENILSON REHEM SALVADOR JULHO DE 2006 No passado, até porque os custos eram muito baixos, o financiamento da assistência hospitalar

Leia mais

Compreensão/Expressão oral

Compreensão/Expressão oral ESCOLA SECUNDÁRIA DR. SOLANO DE ABREU ABRANTES PLANIFICAÇÃO ANUAL 3º C.E.B DISCIPLINA: Português ANO: 7º ANO : 2011/2012 SEQUÊNCIA 1 COMPETÊNCIAS/ Compreensão/Expressão oral Dispor-se a escutar. LEITURA

Leia mais

DISCIPLINA: Vivência na Prática Educativa VI PROFESSORA: Ermelinda Nóbrega de M. Melo COMO ELABORAR UM PLANO DE AULA

DISCIPLINA: Vivência na Prática Educativa VI PROFESSORA: Ermelinda Nóbrega de M. Melo COMO ELABORAR UM PLANO DE AULA COMO ELABORAR UM PLANO DE AULA PLANO DE AULA É... Um guia e tem a função de orientar a prática do professor, partindo da própria prática e, portanto, não pode ser um documento rígido e absoluto. Ele é

Leia mais

NONA AULA DE GRAMÁTICA - INTERNET. Professora: Sandra Franco

NONA AULA DE GRAMÁTICA - INTERNET. Professora: Sandra Franco NONA AULA DE GRAMÁTICA - INTERNET Professora: Sandra Franco Período Composto 1.Orações Subordinadas Adverbiais. 2. Apresentação das conjunções adverbiais mais comuns. 3. Orações Reduzidas. As orações subordinadas

Leia mais

Resoluções Prova Anglo

Resoluções Prova Anglo Resoluções Prova Anglo F- TIPO D-6 Matemática (P-2) Ensino Fundamental 6º ano DESCRITORES, RESOLUÇÕES E COMENTÁRIOS A Prova Anglo é um dos instrumentos para avali ar o desempenho dos alunos do 6 o ano

Leia mais

PLANEJAMENTO DE GEOGRAFIA

PLANEJAMENTO DE GEOGRAFIA COLÉGIO VICENTINO IMACULADO CORAÇÃO DE MARIA Educação Infantil, Ensino Fundamental e Médio Rua Rui Barbosa, 1324, Toledo PR Fone: 3277-8150 PLANEJAMENTO DE GEOGRAFIA SÉRIE: 9º ANO PROFESSORA: ROSI MAGDA

Leia mais

ABCEducatio entrevista Sílvio Bock

ABCEducatio entrevista Sílvio Bock ABCEducatio entrevista Sílvio Bock Escolher uma profissão é fazer um projeto de futuro A entrada do segundo semestre sempre é marcada por uma grande preocupação para todos os alunos que estão terminando

Leia mais

Prof. Volney Ribeiro

Prof. Volney Ribeiro A REDAÇÃO NO ENEM Prof. Volney Ribeiro Professor de língua portuguesa Especialista em Gestão Educacional Mestrando em Letras A prova de redação exigirá de você a produção de um texto em prosa, do tipo

Leia mais

PROVA 367. (Dec.- Lei n.º 139/2012, de 5 de julho) 2014/2015 1.ª e 2.ª Fases

PROVA 367. (Dec.- Lei n.º 139/2012, de 5 de julho) 2014/2015 1.ª e 2.ª Fases PROVA 367 INFORMAÇÃO - PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA INGLÊS- continuação 10.º e 11.º Anos (Dec.- Lei n.º 139/2012, de 5 de julho) 2014/2015 1.ª e 2.ª Fases Provas Escrita e Oral Cursos Científico-

Leia mais

Lição 5. Instrução Programada

Lição 5. Instrução Programada Instrução Programada Lição 5 Na lição anterior, estudamos a medida da intensidade de urna corrente e verificamos que existem materiais que se comportam de modo diferente em relação à eletricidade: os condutores

Leia mais

PROJETO ARARIBÁ. Um projeto que trabalha a compreensão leitora, apresenta uma organização clara dos conteúdos e um programa de atividades específico.

PROJETO ARARIBÁ. Um projeto que trabalha a compreensão leitora, apresenta uma organização clara dos conteúdos e um programa de atividades específico. PROJETO ARARIBÁ Um projeto que trabalha a compreensão leitora, apresenta uma organização clara dos conteúdos e um programa de atividades específico. ARARIBÁ HISTÓRIA O livro tem oito unidades, divididas

Leia mais

PLANO DE CURSO REFERENCIAL LÍNGUA PORTUGUESA/GESTAR 6ª SÉRIE (7º ANO)

PLANO DE CURSO REFERENCIAL LÍNGUA PORTUGUESA/GESTAR 6ª SÉRIE (7º ANO) PLANO DE CURSO REFERENCIAL LÍNGUA PORTUGUESA/GESTAR 6ª SÉRIE (7º ANO) Processo Avaliativo Unidade Didática PRIMEIRA UNIDADE Competências e Habilidades Aperfeiçoar a escuta de textos orais - Reconhecer

Leia mais

SEE/AC - SECRETARIA DE ESTADO DE EDUCAÇÃO DO ACRE - PROFESSOR P2

SEE/AC - SECRETARIA DE ESTADO DE EDUCAÇÃO DO ACRE - PROFESSOR P2 SEE/AC - SECRETARIA DE ESTADO DE EDUCAÇÃO DO ACRE - PROFESSOR P2 RESPOSTAS AOS RECURSOS Cargo: ART - PROFESSOR P2 / ARTE Disciplina: LÍNGUA PORTUGUESA (LPO) 5 - Gab.:V B 5 - Gab.:W C 5 - Gab.:X D 8 - Gab.:V

Leia mais

INSTITUTO CAMPINENSE DE ENSINO SUPERIOR FACULDADE MAURÍCIO DE NASSAU CURSO DE ENFERMAGEM. NOME DOS ALUNOS (equipe de 4 pessoas) TÍTULO DO PROJETO

INSTITUTO CAMPINENSE DE ENSINO SUPERIOR FACULDADE MAURÍCIO DE NASSAU CURSO DE ENFERMAGEM. NOME DOS ALUNOS (equipe de 4 pessoas) TÍTULO DO PROJETO 1 INSTITUTO CAMPINENSE DE ENSINO SUPERIOR FACULDADE MAURÍCIO DE NASSAU CURSO DE ENFERMAGEM NOME DOS ALUNOS (equipe de 4 pessoas) TÍTULO DO PROJETO CAMPINA GRANDE-PB 2014 2 NOME DOS ALUNOS (equipe de 4

Leia mais

GABARITO PRÉ-VESTIBULAR

GABARITO PRÉ-VESTIBULAR LINGUAGENS 01. C 02. D 03. C 04. B 05. C 06. C 07. * 08. B 09. A 10. D 11. B 12. A 13. D 14. B 15. D LÍNGUA ESTRANGEIRA 16. D 17. A 18. D 19. B 20. B 21. D MATEMÁTICA 22. D 23. C De acordo com as informações,

Leia mais

A METODOLOGIA DE.ENSINO-APRENDIZAGEM DE MATEMÁTICA ATRAVÉS DA RESOLUÇÃO DE PROBLEMAS: INTERDISCIPLINARIDADE E O USO DA MATEMÁTICA FUNCIONAL.

A METODOLOGIA DE.ENSINO-APRENDIZAGEM DE MATEMÁTICA ATRAVÉS DA RESOLUÇÃO DE PROBLEMAS: INTERDISCIPLINARIDADE E O USO DA MATEMÁTICA FUNCIONAL. A METODOLOGIA DE.ENSINO-APRENDIZAGEM DE MATEMÁTICA ATRAVÉS DA RESOLUÇÃO DE PROBLEMAS: INTERDISCIPLINARIDADE E O USO DA MATEMÁTICA FUNCIONAL. Wagner José Bolzan 1. Resumo Em minha dissertação de mestrado

Leia mais

Psicopedagogia Institucional

Psicopedagogia Institucional Psicopedagogia Institucional Pós-graduação 03 Módulo A: Introdução à Psicopedagogia Teorias da Aprendizagem Psicologia do Desenvolvimento e da Aprendizagem Desafio Profissional. Enunciado O tema deste

Leia mais

PORTUGUÊS COMENTÁRIO DA PROVA

PORTUGUÊS COMENTÁRIO DA PROVA COMENTÁRIO DA PROVA Excetuando-se as questões de Literatura, a diversidade racial foi a temática desta prova. Novamente, uma prova parecida com a dos anos anteriores, com uma grande diferença para melhor:

Leia mais

DIAGNÓSTICO DO PERFIL DO LEITOR: ANÁLISE COMPARATIVA ENTRE O ENSINO PÚBLICO E PRIVADO NA REGIÃO OESTE DO ESTADO DE SÃO PAULO

DIAGNÓSTICO DO PERFIL DO LEITOR: ANÁLISE COMPARATIVA ENTRE O ENSINO PÚBLICO E PRIVADO NA REGIÃO OESTE DO ESTADO DE SÃO PAULO DIAGNÓSTICO DO PERFIL DO LEITOR: ANÁLISE COMPARATIVA ENTRE O ENSINO PÚBLICO E PRIVADO NA REGIÃO OESTE DO ESTADO DE SÃO PAULO Érika Cristina Mashorca Fiorelli, UNESP - Presidente Prudente-SP, SESI/SP; Ana

Leia mais

Pré-texto. Texto. Pós-texto. Estrutura do Trabalho Final de Curso. A estrutura do Trabalho Final de Curso compreende: pré-texto, texto e pós-texto.

Pré-texto. Texto. Pós-texto. Estrutura do Trabalho Final de Curso. A estrutura do Trabalho Final de Curso compreende: pré-texto, texto e pós-texto. Estrutura do Trabalho Final de Curso A estrutura do Trabalho Final de Curso compreende: pré-texto, texto e pós-texto. Pré-texto Capa Folha de Rosto Dedicatória Agradecimentos Epígrafe Resumo Sumário Texto

Leia mais

PLANEJAMENTO DO TRIMESTRE EDUCAÇÃO INFANTIL MATERNAL III

PLANEJAMENTO DO TRIMESTRE EDUCAÇÃO INFANTIL MATERNAL III 1ª ETAPA COMPONENTE CURRICULAR - BRINCAR Objetos e Significados na brincadeira Participar das brincadeiras exploradas. Utilizar os brinquedos de maneira cuidadosa. Participar de jogos com ou sem a intervenção

Leia mais

PROPOSTA DE ATIVIDADE

PROPOSTA DE ATIVIDADE PROPOSTA DE ATIVIDADE 1- Título: O Planeta Terra em Alerta, os principais problemas ambientais das grandes metrópoles 2- Autor: Marcia Andréia Veit 3- Aplicativo utilizado: Internet e Impress 4- Disciplina:

Leia mais

PLANIFICAÇÃO ANUAL 2015/2016 PORTUGUÊS - 4ºANO

PLANIFICAÇÃO ANUAL 2015/2016 PORTUGUÊS - 4ºANO . Interação discursiva Princípios de cortesia e cooperação Informação, explicação; pergunta. Compreensão e expressão Vocabulário: variedade e precisão Informação: essencial e acessória; implícita Facto

Leia mais

Por uma pedagogia da juventude

Por uma pedagogia da juventude Por uma pedagogia da juventude Juarez Dayrell * Uma reflexão sobre a questão do projeto de vida no âmbito da juventude e o papel da escola nesse processo, exige primeiramente o esclarecimento do que se

Leia mais

A INVESTIGAÇÃO DE EXPERIÊNCIAS: TORNANDO POSSÍVEL O ENSINO E A APRENDIZAGEM DE INGLÊS Hilda Simone Henriques Coelho 1

A INVESTIGAÇÃO DE EXPERIÊNCIAS: TORNANDO POSSÍVEL O ENSINO E A APRENDIZAGEM DE INGLÊS Hilda Simone Henriques Coelho 1 resenhas e críticas A INVESTIGAÇÃO DE EXPERIÊNCIAS: TORNANDO POSSÍVEL O ENSINO E A APRENDIZAGEM DE INGLÊS Hilda Simone Henriques Coelho 1 Resenha do livro de Laura Stella Miccoli, Ensino e Aprendizagem

Leia mais

Construindo o Conteúdo da Liderança. José Renato S. Santiago Jr.

Construindo o Conteúdo da Liderança. José Renato S. Santiago Jr. Construindo o Conteúdo da Liderança José Renato S. Santiago Jr. Gestão Estratégica de RH Módulo 1: Alinhando Gestão de Pessoas com a Estratégia da Empresa Módulo 2: Compreendendo e Dinamizando a Cultura

Leia mais

Não Era uma Vez... Contos clássicos recontados

Não Era uma Vez... Contos clássicos recontados elaboração: PROF. DR. JOSÉ NICOLAU GREGORIN FILHO Não Era uma Vez... Contos clássicos recontados escrito por Vários autores Os Projetos de Leitura: concepção Buscando o oferecimento de subsídios práticos

Leia mais

JORNAL DIÁRIO DA CONSTRUÇÃO CIVIL DO PARÁ www.diariodaconstrucao.com.br

JORNAL DIÁRIO DA CONSTRUÇÃO CIVIL DO PARÁ www.diariodaconstrucao.com.br PROPOSTA DE PROPAGANDA - ANUNCIE NO JDC Apresentação de Plano de Publicidade Online no Site O JORNAL DIÁRIO DA CONSTRUÇÃO CIVIL DO PARÁ atende com o nome de JDC, porque é uma empresa que tem como sua atividade

Leia mais

OS DOZE TRABALHOS DE HÉRCULES

OS DOZE TRABALHOS DE HÉRCULES OS DOZE TRABALHOS DE HÉRCULES Introdução ao tema A importância da mitologia grega para a civilização ocidental é tão grande que, mesmo depois de séculos, ela continua presente no nosso imaginário. Muitas

Leia mais

Sistema de Ensino CNEC

Sistema de Ensino CNEC 1 SUMÁRIO VOLUME 1 "O homem é um pedaço do Universo cheio de vida." Ralph Waldo Emerson Capítulo 1 O Tempo não para 5 Capítulo 2 Você percebendo-se como sujeito histórico 20 Capítulo 3 O Universo que nos

Leia mais

ROTEIRO PARA OFICINA DE DIVULGAÇÃO DE RESULTADOS

ROTEIRO PARA OFICINA DE DIVULGAÇÃO DE RESULTADOS 2011 ROTEIRO PARA OFICINA DE DIVULGAÇÃO DE RESULTADOS sadeam2011 Oficina de Apropriação dos Resultados 4 ROTEIRO DE OFICINA Multiplicador Este roteiro deverá ser utilizado por você como subsídio para

Leia mais

BANDEIRAS EUROPÉIAS: CORES E SÍMBOLOS (PORTUGAL)

BANDEIRAS EUROPÉIAS: CORES E SÍMBOLOS (PORTUGAL) BANDEIRAS EUROPÉIAS: CORES E SÍMBOLOS (PORTUGAL) Resumo A série apresenta a formação dos Estados europeus por meio da simbologia das cores de suas bandeiras. Uniões e cisões políticas ocorridas ao longo

Leia mais

PLANEJAMENTO ANUAL DE ESPANHOL ENSINO MÉDIO

PLANEJAMENTO ANUAL DE ESPANHOL ENSINO MÉDIO ENSINO FUNDAMENTAL E MÉDIO PLANEJAMENTO ANUAL DE ESPANHOL ENSINO MÉDIO Docente: Breno Soler Longo Ano: 2013 Introdução: O Espanhol é o segundo idioma mais falado no mundo e é a língua nativa de 7% da população

Leia mais

Aula 9.1 Conteúdos: Estruturação de parágrafo Características do parágrafo considerando o tipo textual Os parágrafos num texto argumentativo

Aula 9.1 Conteúdos: Estruturação de parágrafo Características do parágrafo considerando o tipo textual Os parágrafos num texto argumentativo 2 CONTEÚDO E HABILIDADES FORTALECENDO SABERES DESAFIO DO DIA Aula 9.1 Conteúdos: Estruturação de parágrafo Características do parágrafo considerando o tipo textual Os parágrafos num texto argumentativo

Leia mais