1. Funções Gerais , , , , , , , , ,03

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "1. Funções Gerais 20.810,54 17.270,49 119.750,00 119.750,00 100.000,00 100.000,00 100.000,00 78.000,00 535.831,03"

Transcrição

1 PÁGINA : 1 1. Funções Gerais , , , , , , , , , Serviços Gerais de , , , , , , , , ,03 Administração Pública Administracao Geral , , , , , , , , , / BOLETIM MUNICIPAL GIRP 2002/02/ /12/ , , , , , , , , / MANUTENÇÃO DO SISTEMA 2004/01/ /12/ , , , , , , ,00 INFORMATICO POCS E RENDIMENTO MINIMO DOM 2004/01/ /12/ , , , , , , , , / , / , / , / REALIZAÇÃO DE ESTÁGIOS VARIA 2004/01/ /12/ , , , ,39 S / , / , / , ESTAGIOS PEPAL /10/ /09/ / / Segurança e Ordem Públicas 5.900, , , Protecção Civil e luta 5.900, , ,00 contra incêndios / APOIO AO FUNCIONAMENTO 2009/01/ /12/ , , ,00 BOMBEIROS VOLUNTARIOS DE BORBA 2. Funções Sociais , , , , , , , , , Educação , , , , , , , , , Serviços Auxiliares de , , , , , , , , ,80 Ensino A TRANSPORTAR , , , , , , , , ,03

2 PÁGINA : 2 A TRANSPORTAR , , , , , , , , , / APOIO FINANCEIRO A DEAS 2002/01/ /12/ , , , , , , , ,00 ESTUDANTES / TRANSPORTES ESCOLARES DEAS 2004/01/ /12/ , , , , , , , , , GESTÃO E MANUTENÇÃO DAS DEAS 2004/01/ /12/ , , , , , , , ,98 CANTINAS ESCOLARES / , / , / , ACÇÃO SOCIAL ESCOLAR 2009/01/ /12/ , , , , , , / , / , / APOIO ENTIDADES COM 2009/01/ /12/ , , ,00 OBJECTIVO PROMOVER A LEITURA 2.3. Segurança e Acção Social 3.800, , , , , , , Acção Social 3.800, , , , , , , / APOIO A ENTIDADES DE ACÇÃO 2009/01/ /12/ , , , , , , ,00 SOCIAL 2.4. Habitação e Servicos , , , , , , , , ,24 Colectivos Saneamento , , , , , , , , / SANEAMENTO DASU 2005/01/ /12/ , , , , , , , , Abastecimento de Água , , , , , , , , , / ANÁLISES DE ÁGUA DASU 2003/01/ /12/ ,67 771, , , , , , , , / TELEGESTÃO DA REDE DE ÁGUAS DASU 2004/01/ /12/ , , , , , , ,00 - ASSISTÊNCIA TECNICA / ABASTECIMENTO DE DASU 2005/01/ /12/ , , , , , , , , ,72 RESERVATORIO Resíduos sólidos , , , , , , , , , / ATERRO MUNICIPAL - ENTREGA DASU 2004/01/ /12/ , , , , , , , , ,54 DE RSU A TRANSPORTAR , , , , , , , , ,07

3 PÁGINA : 3 A TRANSPORTAR , , , , , , , , , / ACÇÃO DE SENSIBILIZAÇÃO 2009/01/ /12/ , , ,00 PARA GESTÃO DE RESIDUOS 2.5. Servicos Culturais, , , , , , , , , ,46 Recreativos e Religiosos Cultura , , , , , , , , , / REALIZAÇÃO DE INICIATIVAS DPCD 2002/01/ /12/ , , , , , , , , ,52 CULTURAIS / FUNCIONAMENTO CINEMA /01/ /12/ , , , , , , ,00 CINE-TEATRO / NOITES DE VERÃO EM BORBA 2009/01/ /12/ , , , , , , , Desporto, recreio e lazer , , , , , , , , , / APOIOS A COLECTIVIDADES DPCD 2002/01/ /12/ , , , , , , , , ,28 DESPORTIVA, RECREIO E LAZER / ORGANIZAÇAO DE ACTIVIDADES DEAS 2002/01/ /12/31 685,45 266, , , , , , , ,94 NA OFICINA DA CRIANÇA ESPAÇO INTERNET DEAS 2004/01/ /12/ , , , , , , , ,00 FUNCIONAMENTO / , / , / , / , / REALIZAÇÃO DE INICIATIVAS DPCD 2005/01/ /12/ ,29 26, , , , , , , ,72 DESPORTIVAS 3. Funções económicas , , , , , , , , , Indústria e energia , , , , , , , , , / MANUTENÇÃO DA REDE DE DASU 2002/01/ /12/ , , , , , , , , ,77 ILUMINIAÇÃO PUBLICA 4. Outras funções , , , , , Transferências entre , , , , ,80 Administrações A TRANSPORTAR , , , , , , , , ,30

4 PÁGINA : 4 A TRANSPORTAR , , , , , , , , , / TRANSF. PARA JUNTAS DE CM 2002/01/ /12/ , , , , ,80 FREGUESIAS NO AMBITO DOS PROTOCOLOS - CORRENTES PROJECTO URB-AL III OUTRA /10/ /09/ / / / / / / / PROVERE DA ZONA DOS OUTRA /08/ /07/31 1 MARMORES - EEC / / / / / / TOTAL GERAL , , , , , , , , ,10 FASES DE EXECUCÇÃO 0 - NAO INICIADA 1 - COM PROJECTO TÉCNICO 2 - ADJUDICADA 3 - EXECUÇÃO FÍSICA ATÉ 50% 4 - EXECUÇÃO FÍSICA SUPERIOR A 50% 9 - CONCLUÍDA

5 PÁGINA : 5 O PRESIDENTE DO ORGÃO EXECUTIVO ORGÃO EXECUTIVO Em de de Em de de

E N T I D A D E P L A N O D E A C T I V I D A D E S M U N I C I P A L MUNICÍPIO DE ALMEIRIM DO ANO 2012

E N T I D A D E P L A N O D E A C T I V I D A D E S M U N I C I P A L MUNICÍPIO DE ALMEIRIM DO ANO 2012 PÁGINA : 1 1. FUNÇÕES GERAIS 196.000,00 196.000,00 196.000,00 1.2. Segurança e ordem públicas 196.000,00 196.000,00 196.000,00 1.2.1. Protecção civil e luta 196.000,00 196.000,00 196.000,00 contra incêndios

Leia mais

E N T I D A D E P L A N O D E A C T I V I D A D E S M U N I C I P A L MUNICIPIO DE MORA DO ANO 2013

E N T I D A D E P L A N O D E A C T I V I D A D E S M U N I C I P A L MUNICIPIO DE MORA DO ANO 2013 PÁGINA : 1 1. Funções gerais 25.122,75 53.500,00 53.500,00 55.105,00 51.456,00 53.001,00 238.184,75 1.1. Serviços gerais de 12.275,53 30.500,00 30.500,00 31.415,00 27.054,00 27.866,00 129.110,53 administração

Leia mais

1. Funções gerais 377.419,00 377.419,00 377.419,00. 1.1. Serviços gerais de 230.507,00 230.507,00 230.507,00 administração pública

1. Funções gerais 377.419,00 377.419,00 377.419,00. 1.1. Serviços gerais de 230.507,00 230.507,00 230.507,00 administração pública PÁGINA : 1 1. Funções gerais 377.419,00 377.419,00 377.419,00 1.1. Serviços gerais de 230.507,00 230.507,00 230.507,00 administração pública 1.1.1. Administracao geral 230.507,00 230.507,00 230.507,00

Leia mais

E N T I D A D E DOTAÇÕES INICIAIS P L A N O D E A C T I V I D A D E S M U N I C I P A L DO ANO 2015 CÂMARA MUNICIPAL DE MONTIJO

E N T I D A D E DOTAÇÕES INICIAIS P L A N O D E A C T I V I D A D E S M U N I C I P A L DO ANO 2015 CÂMARA MUNICIPAL DE MONTIJO PÁGINA : 1 2. FUNÇÕES SOCIAIS 294.765,04 66.575,50 1.451.453,00 1.451.453,00 1.812.793,54 2.1. EDUCAÇÃO 247.595,04 66.000,00 1.123.723,00 1.123.723,00 1.437.318,04 2.1.1. ENSINO NÃO SUPERIOR 247.595,04

Leia mais

MUNICÍPIO DE SÃO JOÃO DA PESQUEIRA DO ANO 2009

MUNICÍPIO DE SÃO JOÃO DA PESQUEIRA DO ANO 2009 PÁGINA : 1 1. FUNÇÕES GERAIS 200.000,00 200.000,00 200.000,00 1.1. 180.000,00 180.000,00 180.000,00 1.1.1. ADMINISTRAÇÃO GERAL 180.000,00 180.000,00 180.000,00 1.1.1. 01 2005 ADMINISTRAÇÃO GERAL 55.000,00

Leia mais

FREGUESIA DE AVENIDAS NOVAS

FREGUESIA DE AVENIDAS NOVAS Ano: 0 () F. de Financiamento () () 0 0 0 00000 Funcões Gerais.,00.,00.,00.,00.0.,00 0 0000 Serviços Gerais da Administração Pública.,00.,00.,00.,00.0.,00 000 Administração Geral.,00.,00.,00.,00.0.,00

Leia mais

A TRANSPORTAR... 40.275,19 98.800,00 81.800,00 18.000,00 18.000,00 18.000,00 193.075,19

A TRANSPORTAR... 40.275,19 98.800,00 81.800,00 18.000,00 18.000,00 18.000,00 193.075,19 PÁGINA : 1 DESPESAS D (PREVISÃO) 1. FUNÇOES GERAIS 132.059,77 470.000,00 470.000,00 157.250,00 107.500,00 62.700,00 929.509,77 1.1. SERVIÇOS GERAIS DE 93.277,77 410.000,00 410.000,00 147.250,00 97.500,00

Leia mais

EXECUÇÃO DO PLANO PLURIANUAL DE INVESTIMENTOS ANO CONTABILÍSTICO 2011. Até ao mês de Rectificação

EXECUÇÃO DO PLANO PLURIANUAL DE INVESTIMENTOS ANO CONTABILÍSTICO 2011. Até ao mês de Rectificação EXECUÇÃO DO PLANO PLURIANUAL DE S ANO CONTABILÍSTICO 2011 Pagina : 1 1. FUNÇOES GERAIS 239.200,00 505.000,00 744.200,00 177.311,45 177.311,45 74.13 23.83 1.1. SERVIÇOS GERAIS DE ADMINISTRAÇAO PUBLICA 232.200,00

Leia mais

MUNICIPIO DE VINHAIS DO ANO 2015 PÁGINA : 1

MUNICIPIO DE VINHAIS DO ANO 2015 PÁGINA : 1 PÁGINA : 1 1. FUNCOES GERAIS 4.670.218,46 1.262.000,00 1.262.000,00 761.000,00 201.000,00 201.000,00 7.095.218,46 1.1. SERVICOS GERAIS DE 4.670.218,46 1.262.000,00 1.262.000,00 761.000,00 201.000,00 201.000,00

Leia mais

1.1.1. 0103/070109 04 2002 142 AQUISICAO E REPARACAO DE OUTRA 100.0 CM 2014/01/01 2014/12/31 9 5.000,00 5.000,00 5.000,00

1.1.1. 0103/070109 04 2002 142 AQUISICAO E REPARACAO DE OUTRA 100.0 CM 2014/01/01 2014/12/31 9 5.000,00 5.000,00 5.000,00 MUNICIPIO SAO DO ANO 2014 PÁGINA : 1 1. Funções gerais 114.600,00 114.600,00 114.600,00 1.1. Serviços gerais de 52.200,00 52.200,00 52.200,00 administração pública 1.1.1. Administracao geral 52.200,00

Leia mais

MODIFICAÇÕES AO PLANO PLURIANUAL DE INVESTIMENTOS

MODIFICAÇÕES AO PLANO PLURIANUAL DE INVESTIMENTOS MODIFICAÇÕES AO PLANO PLURIANUAL DE INVESTIMENTOS Página : 1 1. FUNÇOES GERAIS 1.1. SERVIÇOS GERAIS DE ADMINISTRAÇAO PUBLICA 1.1.1. ADMINISTRAÇAO GERAL 1.1.1. 01 2002 I 1 AQUISIÇAO/REPARAÇAO DE OUTRO MATERIAL

Leia mais

MUNICIPIO DE CALHETA DO ANO 2016

MUNICIPIO DE CALHETA DO ANO 2016 PÁGINA : 1 1. Funções gerais 415.272,00 415.272,00 331.772,00 78.772,00 78.772,00 157.540,71 1.062.128,71 1.1. Serviços gerais de 400.272,00 400.272,00 325.772,00 78.772,00 78.772,00 157.540,71 1.041.128,71

Leia mais

P L A N O P L U R I A N U A L D E I N V E S T I M E N T O S DOTAÇÕES INICIAIS MUNICIPIO DE PONTA DO SOL DO ANO 2009

P L A N O P L U R I A N U A L D E I N V E S T I M E N T O S DOTAÇÕES INICIAIS MUNICIPIO DE PONTA DO SOL DO ANO 2009 PÁGINA : 1 1. Funções gerais 84.620,00 84.620,00 84.620,00 1.1. Serviços gerais de administração pública 29.620,00 29.620,00 29.620,00 1.1.1. Administracao geral 29.620,00 29.620,00 29.620,00 1.1.1. SO/0707

Leia mais

Município de Nisa. Balancete das Grandes Opções do Plano por Objectivos e Programas para o ano de 2011. No periodo de 01-01-2011 a 30-09-2011

Município de Nisa. Balancete das Grandes Opções do Plano por Objectivos e Programas para o ano de 2011. No periodo de 01-01-2011 a 30-09-2011 1 Funções Gerais 641.160,00 623.375,67 17.784,33 609.638,87 491.604,67 363.182,89 128.421,78 1 1,1 Administração Geral 577.940,00 571.093,15 6.846,85 557.356,35 449.322,15 324.728,79 124.593,36 1 1,1 2001/1

Leia mais

GRANDES OPÇÕES DO PLANO 2009

GRANDES OPÇÕES DO PLANO 2009 GRANDES OPÇÕES DO PLANO 2009 1. Análise do Plano Plurianual de Investimentos (PPI) O plano plurianual de investimentos para 2009 tem subjacente um planeamento financeiro que perspectiva a execução dos

Leia mais

E N T I D A D E EXECUÇÃO DO PLANO PLURIANUAL DE INVESTIMENTOS ANO CONTABILÍSTICO 2008 MUNICIPIO DE REDONDO. Pagina : 1

E N T I D A D E EXECUÇÃO DO PLANO PLURIANUAL DE INVESTIMENTOS ANO CONTABILÍSTICO 2008 MUNICIPIO DE REDONDO. Pagina : 1 Pagina : 1 1. Funções gerais 610.500,00 610.500,00 334.850,49 334.850,49 54.85 54.85 1.1. Serviços gerais de administração pública 525.500,00 525.500,00 334.640,59 334.640,59 63.68 63.68 1.1.1. Administracao

Leia mais

PLANO PLURIANUAL DE INVESTIMENTOS Inicial ANO FINANCEIRO DE 2010 Câmara Municipa l DATAS DAS DELIBERAÇÕES Asse mbleia Municipal Revisã o Alteração Observações: E N T I D A D E P L A N O P L U R I A N U

Leia mais

45.761,92 61.02 45.761,92 45.761,92 75.000,00 45.761,92 7.500,00 730.800,00 864.800,00 134.000,00 730.800,00 75.000,00 75.000,00

45.761,92 61.02 45.761,92 45.761,92 75.000,00 45.761,92 7.500,00 730.800,00 864.800,00 134.000,00 730.800,00 75.000,00 75.000,00 Pagina : 1 1. Funções gerais 2.391.613,00 2.641.653,00 5.033.266,00 711.967,19 711.967,19 29.77 14.15 1.1. Serviços gerais de administração pública 2.301.613,00 2.441.653,00 4.743.266,00 637.867,59 637.867,59

Leia mais

ANO 2006 ENTIDADE CMVM - MUNICIPIO DE VIEIRA DO MINHO PÁG. 1. (1) (2) (3) (4) (5) (6) (7) (8) (9) ( 10 = 7-9 ) (11=4+5-6-7) (12)a

ANO 2006 ENTIDADE CMVM - MUNICIPIO DE VIEIRA DO MINHO PÁG. 1. (1) (2) (3) (4) (5) (6) (7) (8) (9) ( 10 = 7-9 ) (11=4+5-6-7) (12)a MAPA DO CONTROLO ORÇAMENTAL DA RECEITA ANO 2006 ENTIDADE CMVM - MUNICIPIO DE VIEIRA DO MINHO PÁG. 1 CLA SIFICAÇÃO ECONÓMICA PREVISÕES RECEITAS POR RECEITAS LIQUIDAÇÕES RECEITAS REEMBOLSOS/RESTITUIÇÕES

Leia mais

E N T I D A D E DOTAÇÕES INICIAIS P L A N O P L U R I A N U A L D E I N V E S T I M E N T O S DO ANO 2015 CÂMARA MUNICIPAL DE MONTIJO

E N T I D A D E DOTAÇÕES INICIAIS P L A N O P L U R I A N U A L D E I N V E S T I M E N T O S DO ANO 2015 CÂMARA MUNICIPAL DE MONTIJO PÁGINA : 1 1. FUNÇÕES GERAIS 30.951,63 10.509,00 960.567,00 960.567,00 42.565,00 1.044.592,63 1.1. SERVIÇOS GERAIS DE 30.951,63 10.509,00 960.567,00 960.567,00 42.565,00 1.044.592,63 ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA

Leia mais

E N T I D A D E DOTAÇÕES INICIAIS MUNICIPIO VAGOS DO ANO 2009

E N T I D A D E DOTAÇÕES INICIAIS MUNICIPIO VAGOS DO ANO 2009 PÁGINA : 1 1. Funções gerais 674.458,82 124.591,58 1.509.000,00 1.509.000,00 2.617.000,00 2.662.000,00 995.000,00 8.582.050,40 1.1. Serviços gerais de 674.458,82 124.591,58 1.504.000,00 1.504.000,00 2.617.000,00

Leia mais

Plano PluriAnual de Investimentos do ano 2014

Plano PluriAnual de Investimentos do ano 2014 Plano PluriAnual Investimentos do ano (b)=+ finido não finido previsto +++ 1 FUNÇÕES GERAIS 1 001 ADMINISTRAÇÃO GERAL 1 001 2002/2 Aquisição mobiliário 0102 070109 O 01 01/2002 12/ 4 17.288 1 001 2002/3

Leia mais

Freguesia de Arcozelo RELATÓRIO DE GESTÃO

Freguesia de Arcozelo RELATÓRIO DE GESTÃO RELATÓRIO DE GESTÃO I Introdução 1.1 Nota Prévia Conforme se encontra preceituado no POCAL, apresenta-se o relatório de Gestão relativo ao ano de 2009 para que, dentro dos prazos previstos na Lei nº 98/97,

Leia mais

E N T I D A D E P L A N O P L U R I A N U A L D E I N V E S T I M E N T O S DOTAÇÕES INICIAIS MUNICIPIO DE MONTALEGRE DO ANO 2008

E N T I D A D E P L A N O P L U R I A N U A L D E I N V E S T I M E N T O S DOTAÇÕES INICIAIS MUNICIPIO DE MONTALEGRE DO ANO 2008 PÁGINA : 1 1. Funções gerais 1.060.000,00 1.060.000,00 1.060.000,00 1.1. Serviços gerais de 990.000,00 990.000,00 990.000,00 administração pública 1.1.1. Administracao geral 990.000,00 990.000,00 990.000,00

Leia mais

E N T I D A D E P L A N O P L U R I A N U A L D E I N V E S T I M E N T O S DOTAÇÕES INICIAIS MUNICIPIO DO PORTO SANTO DO ANO 2015

E N T I D A D E P L A N O P L U R I A N U A L D E I N V E S T I M E N T O S DOTAÇÕES INICIAIS MUNICIPIO DO PORTO SANTO DO ANO 2015 PÁGINA : 1 1. FUNÇÕES GERAIS 33.356,00 25.856,00 7.500,00 1.002.856,00 677.500,00 380.000,00 2.093.712,00 1.1. SERVIÇOS GERAIS DE 33.356,00 25.856,00 7.500,00 1.002.856,00 677.500,00 380.000,00 2.093.712,00

Leia mais

MUNICIPIO DE ILHAVO DO ANO 2010

MUNICIPIO DE ILHAVO DO ANO 2010 PÁGINA : 1 1. Funções gerais 1.851.000,00 1.851.000,00 860.000,00 280.000,00 2.991.000,00 1.1. Serviços gerais de administração pública 1.601.000,00 1.601.000,00 610.000,00 2.241.000,00 1.1.1. 1.1.1.1.

Leia mais

Execução Anual das Grandes Opções do Plano

Execução Anual das Grandes Opções do Plano das Grandes Opções do Plano 01 EDUCAÇÃO 01 01 EDUCAÇÃO PRÉ-ESCOLAR E ENSINO BÁSICO 01 01 /1 Infraestruturas de Ano Anos seguintes Anos Anteriores Ano 01 01 /1 1 Centro Escolar de Caria 0102 07010305 E

Leia mais

Freguesia de Vila Cova à Coelheira Concelho de Vila Nova de Paiva

Freguesia de Vila Cova à Coelheira Concelho de Vila Nova de Paiva INDÍCIE: Introdução Informação da actividade da Junta de Freguesia Funções Gerais Funções Sociais Funções económicas Situação Financeira da Freguesia INTRODUÇÃO: De acordo com o disposto na alínea o),

Leia mais

DEMONSTRATIVO DA DESPESA POR ÓRGÃOS E FUNÇÕES

DEMONSTRATIVO DA DESPESA POR ÓRGÃOS E FUNÇÕES Anexo 9 da Lei nº. 43/64 - Adendo VIII Exercício de Especificação Administração Agricultura Assistência Social DA AGRI E MEIO AMBIENTE DA 2.362.258.226.9 2.228.466 5.477.647 1.681.9 425.000 95.000 1.1.500

Leia mais

PLANO PLURIANUAL DE INVESTIMENTOS 2015

PLANO PLURIANUAL DE INVESTIMENTOS 2015 PLANO PLURIANUAL DE INVESTIMENTOS 2015 11:27 2014/10/27 Grandes Opções do Plano - Func. Plano Pag. 1 PÁGINA : 1 01 RENOVAR O MUNICIPIO 517.058,00 636.758,00 330.000,00 277.500,00 227.500,00 1352058,00

Leia mais

Município de Ourique Resumo Orçamental das Grandes Opções do Plano para 2013

Município de Ourique Resumo Orçamental das Grandes Opções do Plano para 2013 0102 020214 Estudos, pareceres, projectos e consultadoria 1 1.1 2010/5007 Agenda 21-Local 1 1.2 2011/5005 Plano Municipal de Emergência-Protecção Civil 6.000,00 6.000,00 0102 020225 s serviços 1 1.1 2012/5001

Leia mais

P L A N O P L U R I A N U A L D E I N V E S T I M E N T O S DOTAÇÕES INICIAIS MUNICIPIO DE CARRAZEDA DE ANSIÃES DO ANO 2013 PÁGINA : 1

P L A N O P L U R I A N U A L D E I N V E S T I M E N T O S DOTAÇÕES INICIAIS MUNICIPIO DE CARRAZEDA DE ANSIÃES DO ANO 2013 PÁGINA : 1 PÁGINA : 1 1. FUNÇÕES GERAIS 40.000,00 177.879,00 177.879,00 217.879,00 1.1. SERVIÇOS GERAIS DE 40.000,00 177.879,00 177.879,00 217.879,00 ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA 1.1.1. ADMINISTRAÇÃO GERAL 40.000,00 177.879,00

Leia mais

OPÇÕES DO PLANO 2015:2018 datas 2015 2016 2017 2018. conclusão. Respons. início 1 EDUCAÇÃO 207.000,00 186.840,00 191.282,00 196.

OPÇÕES DO PLANO 2015:2018 datas 2015 2016 2017 2018. conclusão. Respons. início 1 EDUCAÇÃO 207.000,00 186.840,00 191.282,00 196. 1 EDUCAÇÃO 207.000,00 186.840,00 191.282,00 196.916,00 1 ENSINO PRÉ-ESCOLAR E DO 1º CICLO 116.500,00 93.625,00 100.574,00 103.487,00 1 Apoios e subsídios CM 13 18 5 05-06-02-03-99 1.000,00 1.030,00 2.122,00

Leia mais

OPÇÕES DO PLANO. Cadafaz e Colmeal. União das Freguesias. Município de Góis PARA O ANO FINANCEIRO DE 2015

OPÇÕES DO PLANO. Cadafaz e Colmeal. União das Freguesias. Município de Góis PARA O ANO FINANCEIRO DE 2015 União das Freguesias de Cadafaz e Colmeal Município de Góis GRANDES OPÇÕES DO PLANO PARA O ANO FNANCERO DE 25 APROVADO PELA JUNTA DE FREGUESA PELAASSEMBLEA DE FREGUESA t--- Em reunião de Em sessão de 6\

Leia mais

E N T I D A D E P L A N O P L U R I A N U A L D E I N V E S T I M E N T O S DOTAÇÕES INICIAIS MUNICÍPIO DE ÍLHAVO DO ANO 2015

E N T I D A D E P L A N O P L U R I A N U A L D E I N V E S T I M E N T O S DOTAÇÕES INICIAIS MUNICÍPIO DE ÍLHAVO DO ANO 2015 PÁGINA : 1 1. FUNÇÕES GERAIS 995.500,00 995.500,00 50.000,00 50.000,00 50.000,00 1.145.500,00 1.1. SERVIÇOS GERAIS DE ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA 995.500,00 995.500,00 50.000,00 50.000,00 50.000,00 1.145.500,00

Leia mais

ORGÂNICA ECONÓMICA D E S I G N A Ç Ã O ORGÂNICA ECONÓMICA

ORGÂNICA ECONÓMICA D E S I G N A Ç Ã O ORGÂNICA ECONÓMICA ENTIDADE MUNICIPIO DE MOGADOURO ORÇAMENTO DA DESPESA ( POR CLASSIFICAÇÃO ORGÂNICA/ECONÓMICA ) DOTAÇÕES INICIAIS DO ANO 2009 PÁGINA : 1 01 01.01 ADMINISTRACAO MUNICIPAL OPERACOES FINANCEIRAS 5.094.863,00

Leia mais

E N T I D A D E P L A N O P L U R I A N U A L D E I N V E S T I M E N T O S - F U N C. P L A N O DOTAÇÕES INICIAIS Município de Resende DO ANO 2007

E N T I D A D E P L A N O P L U R I A N U A L D E I N V E S T I M E N T O S - F U N C. P L A N O DOTAÇÕES INICIAIS Município de Resende DO ANO 2007 PÁGINA : 1 1. FUNÇÕES GERAIS: 411'507,69 411'507,69 425'500,00 425'500,00 425'500,00 1'688'007,69 1.1. SERVIÇOS GERAIS DE 369'507,69 369'507,69 389'000,00 389'000,00 389'000,00 1'536'507,69 ADMINISTRAÇÃO

Leia mais

Execução Anual do Plano Plurianual de Investimentos

Execução Anual do Plano Plurianual de Investimentos (signação da autarquia local) Município Valença do Plano Plurianual Investimentos (unida: ) 01 FUNÇÕES GERAIS 01 001 SERVIÇOS GERAIS DA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA 01 001 2010/1 AQUISIÇÃO, CONSTRUÇÃO, CONSERVAÇÃO

Leia mais

F L U X O S D E C A I X A ANO 2013 ENTIDADE MVN MUNICIPIO DE VENDAS NOVAS Pág. 1 PERÍODO JANEIRO A DEZEMBRO - 2013/12/31 R E C E B I M E N T O S

F L U X O S D E C A I X A ANO 2013 ENTIDADE MVN MUNICIPIO DE VENDAS NOVAS Pág. 1 PERÍODO JANEIRO A DEZEMBRO - 2013/12/31 R E C E B I M E N T O S ENTIDADE MVN MUNICIPIO DE VENDAS NOVAS Pág. 1 PERÍODO JANEIRO A DEZEMBRO - 2013/12/31 R E C E B I M E N T O S SALDO DA GERÊNCIA ANTERIOR... 213.697,03 EXECUÇÃO ORÇAMENTAL... 67.235,92 OPERAÇÕES DE TESOURARIA...

Leia mais

Documentos de Prestação de Contas

Documentos de Prestação de Contas Documentos de Prestação de Contas E DOCUMENTOS ANEXOS Segundo a Resolução nº04/2001-2ª Secção APROVAÇÃO Câmara Municipal - Reunião de / / Assembleia Municipal - Sessão de / / ACÓRDÃO DO TRIBUNAL DE CONTAS

Leia mais

PLANO PLURIANUAL DE INVESTIMENTOS

PLANO PLURIANUAL DE INVESTIMENTOS Datas Despesas Anos Seguintes 1. FUNÇÕES GERAIS 938.000 688.000 250.000 125.786 108.000 1.171.786 1.1 SERVIÇOS GERAIS DA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA 938.000 688.000 250.000 125.786 108.000 1.171.786 1.1.1 ADMINISTRAÇÃO

Leia mais

BANCO LOCAL DE VOLUNTARIADO DE SINTRA APRESENTAÇÃO DE PROJECTO POR ORGANIZAÇÃO

BANCO LOCAL DE VOLUNTARIADO DE SINTRA APRESENTAÇÃO DE PROJECTO POR ORGANIZAÇÃO 1/5 BANCO LOCAL DE VOLUNTARIADO DE SINTRA APRESENTAÇÃO DE PROJECTO POR ORGANIZAÇÃO REGº SM Exmº Sr. Presidente da Câmara Municipal de Sintra Solicito a inserção do presente projecto no Banco Local de Voluntariado

Leia mais

GRANDES OPÇÕES DO PLANO 2011

GRANDES OPÇÕES DO PLANO 2011 GRANDES OPÇÕES DO PLANO 2011 1. Análise do Plano Plurianual de Investimentos (PPI) Neste orçamento, o Município ajustou, as dotações para despesas de investimento, ao momento de austeridade que o país

Leia mais

RESUMO FREGUESIA DE BENFICA. Ano :2012 (Unidade: EUR) Receitas Montante Despesas. Corrente... Capital... Outras Receitas... 0,00 3.432.

RESUMO FREGUESIA DE BENFICA. Ano :2012 (Unidade: EUR) Receitas Montante Despesas. Corrente... Capital... Outras Receitas... 0,00 3.432. RESUMO Ano :2012 Receitas Montante Despesas Montante Corrente... 4.349.118,00 Corrente... Capital... 2,00 Capital... Outras Receitas... 0,00 3.432.383,80 960.736,20 Total 4.349.120,00 Total 4.393.120,00

Leia mais

1 Apresentação... 3. 2 - Resenha Histórica... 4. 3 - Objetivos... 5. 4 - Entidades envolvidas... 5. 5 - Planificação das atividades...

1 Apresentação... 3. 2 - Resenha Histórica... 4. 3 - Objetivos... 5. 4 - Entidades envolvidas... 5. 5 - Planificação das atividades... Projeto ÁGUA É VIDA Índice 1 Apresentação... 3 2 - Resenha Histórica... 4 3 - Objetivos... 5 4 - Entidades envolvidas... 5 5 - Planificação das atividades... 5 6 - Orçamento... 6 7 - Conclusão... 6 Página

Leia mais

BALANÇO ANO 2010 ENTIDADE M. V.N.Cerveira MUNICIPIO DE VILA NOVA DE CERVEIRA PAG. 1 EXERCÍCIOS CÓDIGO DAS N N - 1 CONTAS

BALANÇO ANO 2010 ENTIDADE M. V.N.Cerveira MUNICIPIO DE VILA NOVA DE CERVEIRA PAG. 1 EXERCÍCIOS CÓDIGO DAS N N - 1 CONTAS BALANÇO ANO 2010 ENTIDADE M. V.N.Cerveira MUNICIPIO DE VILA NOVA DE CERVEIRA PAG. 1 EXERCÍCIOS CÓDIGO DAS N N - 1 CONTAS ACTIVO AB A/P AL AL Imobilizado: Bens de domínio público 451 Terrenos e recursos

Leia mais

PLANO DE ACTIVIDADES E ORÇAMENTO

PLANO DE ACTIVIDADES E ORÇAMENTO PLANO DE ACTIVIDADES E ORÇAMENTO Ano de 2012 NOTA DE APRESENTAÇÃO A actual Direcção da Associação terminou o mandato para que foi eleita em 31/12/2010. Após a marcação de vários actos eleitorais para os

Leia mais

DEMONSTRATIVO DA DESPESA POR ÓRGÃO E FUNÇÕES Anexo 9 - Lei 4.320/64 TOTAL GERAL: UF: MINAS GERAIS MUNICÍPIO: GUARANESIA FOLHA: 1 ORÇAMENTO 2009

DEMONSTRATIVO DA DESPESA POR ÓRGÃO E FUNÇÕES Anexo 9 - Lei 4.320/64 TOTAL GERAL: UF: MINAS GERAIS MUNICÍPIO: GUARANESIA FOLHA: 1 ORÇAMENTO 2009 FOLHA: 1 CÓDIGO DESCRIÇÃO Legislativa Judiciaria Essencial a Justica 646.000.00 565.180.00 646.000.00 565.180.00 FOLHA: 2 CÓDIGO DESCRIÇÃO Administracao Defesa Nacional Seguranca Publica 1.583.973.00 61.132.00

Leia mais

RELATÓRIO DE GESTÃO GERÊNCIA DE 1 DE JANEIRO A 31 DE DEZEMBRO DE 2007 MUNICÍPIO DE BORBA RELATÓRIO DE GESTÃO E DOCUMENTOS DE PRESTAÇÃO DE CONTAS 2007

RELATÓRIO DE GESTÃO GERÊNCIA DE 1 DE JANEIRO A 31 DE DEZEMBRO DE 2007 MUNICÍPIO DE BORBA RELATÓRIO DE GESTÃO E DOCUMENTOS DE PRESTAÇÃO DE CONTAS 2007 RELATÓRIO DE GESTÃO GERÊNCIA DE 1 DE JANEIRO A 31 DE DEZEMBRO DE 2007 APROVAÇÃO PELA CÂMARA MUNICIPAL EM DE ABRIL DE 2008 PRESENTE À ASSEMBLEIA MUNICIPAL EM DE ABRIL DE 2008 1 I. INTRODUÇÃO 1. Enquadramento

Leia mais

Execução Anual das Grandes Opções do Plano

Execução Anual das Grandes Opções do Plano das Grandes Opções do Plano 1 FUNÇÕES GERAIS 1 111 ADMINISTRAÇÃO GERAL de Ano Anos seguintes Anos Anteriores Ano 1 111 2002/169 Aquisição de equipamento e mobiliário 0102 070109 O 01/2003 12/2013 35.00

Leia mais

FLUXOS DE CAIXA CONSOLIDADOS

FLUXOS DE CAIXA CONSOLIDADOS CÂMARA MUNICIPAL DO / SERVIÇOS MUNICIPALIZADOS DE TRANSPORTES COLECTIVOS DO RECEBIMENTOS Saldo da gerência anterior 2.363.424,49 Execução Orçamental 1.404.990,71 Operações de Tesouraria 958.433,78 Total

Leia mais

E N T I D A D E P L A N O P L U R I A N U A L D E I N V E S T I M E N T O S DOTAÇÕES INICIAIS MUNICÍPIO DE POMBAL DO ANO 2015 PÁGINA : 1

E N T I D A D E P L A N O P L U R I A N U A L D E I N V E S T I M E N T O S DOTAÇÕES INICIAIS MUNICÍPIO DE POMBAL DO ANO 2015 PÁGINA : 1 P L A N O P L U R I A N U A L D E I N V E S T I M E N T O S DOTAÇÕES INICIAIS PÁGINA : 1 DESPESAS DE INVESTIMENTO (PREVISÃO) 1. Funções gerais 1.323.365,49 3.199.350,00 1.372.350,00 1.827.000,00 2.057.000,00

Leia mais

Execução Anual do Plano Plurianual de Investimentos

Execução Anual do Plano Plurianual de Investimentos (signação da autarquia local) do Plano Plurianual Investimentos 11 SERVIÇOS GERAIS DA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA 11 111 ADMINISTRAÇÃO GERAL 11 111 2002/1 REMODELAÇÃO E AMPLIAÇÃO DO EDIFICIO DA ABEGOARIA 11

Leia mais

A TODOS OS SERVIÇOS DO ESTADO SE COMUNICA:

A TODOS OS SERVIÇOS DO ESTADO SE COMUNICA: . MINISTÉRIO DAS FINANÇAS DIRECÇÃO-GERAL DO ORÇAMENTO Gabinete do Director-Geral Circular Série A Nº 1227 A TODOS OS SERVIÇOS DO ESTADO SE COMUNICA: Assunto: Novo esquema da classificação funcional das

Leia mais

ORÇAMENTO PARA O ANO 2014 - Receita

ORÇAMENTO PARA O ANO 2014 - Receita ORÇAMENTO PARA O ANO 2014 - Receita 04 Taxas, multas e outras penalidades 0402 Multas e outras penalidades 040201 Juros de mora 6.000 040204 Coimas e penalidades por contra-ordenações 040299 Multas e penalidades

Leia mais

F L U X O S D E C A I X A ANO 2007 ENTIDADE MUN. VNFAMALICAO MUNICIPIO DE VILA NOVA DE FAMALICAO Pág. 1 PERÍODO JANEIRO A DEZEMBRO - 2007/12/31

F L U X O S D E C A I X A ANO 2007 ENTIDADE MUN. VNFAMALICAO MUNICIPIO DE VILA NOVA DE FAMALICAO Pág. 1 PERÍODO JANEIRO A DEZEMBRO - 2007/12/31 ENTIDADE MUN. VNFAMALICAO MUNICIPIO DE VILA NOVA DE FAMALICAO Pág. 1 PERÍODO JANEIRO A DEZEMBRO - 2007/12/31 R E C E B I M E N T O S SALDO DA GERÊNCIA ANTERIOR... 2.998.192,70 EXECUÇÃO ORÇAMENTAL... 1.267.764,59

Leia mais

DOTAÇÕES INICIAIS MUNICIPIO DO PORTO SANTO ( POR CLASSIFICAÇÃO ORGÂNICA/ECONÓMICA ) DO ANO 2012

DOTAÇÕES INICIAIS MUNICIPIO DO PORTO SANTO ( POR CLASSIFICAÇÃO ORGÂNICA/ECONÓMICA ) DO ANO 2012 ENTIDADE ORÇAMENTO DA DESPESA DOTAÇÕES INICIAIS MUNICIPIO DO PORTO SANTO ( POR CLASSIFICAÇÃO ORGÂNICA/ECONÓMICA ) DO ANO 2012 PÁGINA : 1 01 ADMINISTRAÇÃO MUNICIPAL 4.684.112,00 01.01 ADM/OPERAÇÕES FINANCEIRAS

Leia mais

DOTAÇÕES INICIAIS DO ANO 2013 RECEITAS MONTANTE DESPESAS MONTANTE

DOTAÇÕES INICIAIS DO ANO 2013 RECEITAS MONTANTE DESPESAS MONTANTE R E S U M O D O O R Ç A M E N T O ENTIDADE SERVIÇOS MUNICIPALIZADOS DAS CALDAS DA RAINHA DOTAÇÕES INICIAIS DO ANO RECEITAS MONTANTE DESPESAS MONTANTE Correntes... 6.949.000,00 Correntes... 5.808.050,00

Leia mais

F L U X O S D E C A I X A R E C E B I M E N T O S

F L U X O S D E C A I X A R E C E B I M E N T O S PERÍODO 2014/01/02 A 2014/12/31 Pág. 1 R E C E B I M E N T O S SALDO DA GERÊNCIA ANTERIOR... 259.724,13 EXECUÇÃO ORÇAMENTAL... 18.518,45 OPERAÇÕES DE TESOURARIA... 241.205,68 RECEITAS ORÇAMENTAIS... 4.975.283,44

Leia mais

Município da Figueira da Foz

Município da Figueira da Foz Município da Figueira da Foz G.O.P.-Grans Opções do Plano 2012 2015. P.P.I. Plano Plurianual Investimentos. A.M.R. Actividas Mais Relevantes Orçamento Municipal 2012 CÓDIGO MUNICÍPIO DA FIGUEIRA DA FOZ

Leia mais

MPS PERIODO : JANEIRO A NOVEMBRO - 2014/11/30 2014/12/15 2014 1 DOTAÇÃO MOVIMENTO DO PERIODO MOVIMENTO ACUMULADO SALDO

MPS PERIODO : JANEIRO A NOVEMBRO - 2014/11/30 2014/12/15 2014 1 DOTAÇÃO MOVIMENTO DO PERIODO MOVIMENTO ACUMULADO SALDO MPS PERIODO : JANEIRO A NOVEMBRO - 2014/11/30 2014/12/15 2014 1 010101 TITULARES DE ÓRGÃOS DE SOBERANIA E 98.400,00 98.400,00 98.373,57 77.242,97 77.242,97 98.400,00 98.373,57 77.242,97 77.242,97 26,43

Leia mais

INFRAQUINTA. Afirmação de uma Cultura Ambiental. "Modelos de Gestão no Sector do Turismo. Albufeira, 22 Abril 2009

INFRAQUINTA. Afirmação de uma Cultura Ambiental. Modelos de Gestão no Sector do Turismo. Albufeira, 22 Abril 2009 INFRAQUINTA Afirmação de uma Cultura Ambiental "Modelos de Gestão no Sector do Turismo Albufeira, 22 Abril 2009 AGENDA 1. A INFRAQUINTA Génese Estrutura Accionista Organograma Missão Competências 2. O

Leia mais

1ª Revisão do Orçamento, PPI e PPA do ano 2013

1ª Revisão do Orçamento, PPI e PPA do ano 2013 2013 1ª Revisão do Orçamento, PPI e PPA do ano 2013 Junta de Freguesia de Gâmbia-Pontes-Alto da Guerra Branco Lima FREGUESIA DE GÂMBIA-PONTES-ALTO DA GUERRA Pág. 1 MODIFICAÇÕES DO ORÇAMENTO DA RECEITA

Leia mais

PRODER Sub-Programa 3 Dinamização das Zonas Rurais ESTRATÉGIA LOCAL DE DESENVOLVIMENTO PARA O INTERIOR DO ALGARVE CENTRAL

PRODER Sub-Programa 3 Dinamização das Zonas Rurais ESTRATÉGIA LOCAL DE DESENVOLVIMENTO PARA O INTERIOR DO ALGARVE CENTRAL PRODER Sub-Programa 3 Dinamização das Zonas Rurais ESTRATÉGIA LOCAL DE DESENVOLVIMENTO PARA O INTERIOR DO ALGARVE CENTRAL Medida 3.1 - Diversificação da economia e criação de emprego Objectivos : - Promover

Leia mais

A Participação Voluntária No Planeamento, Execução E Controlo Social Do Orçamento. Participativo

A Participação Voluntária No Planeamento, Execução E Controlo Social Do Orçamento. Participativo Cecília Branco Programa Urbal Red 9 Projecto Orçamento Participativo Reunião de Diadema Fevereiro 2007 A Participação Voluntária No Planeamento, Execução E Controlo Social Do Orçamento Participativo Município

Leia mais

CORRENTES CAPITAL TOTAL RECEITAS 17 526 004 7 283 896 24 809 900 DESPESAS 12 372 900 12 437 000 24 809 900

CORRENTES CAPITAL TOTAL RECEITAS 17 526 004 7 283 896 24 809 900 DESPESAS 12 372 900 12 437 000 24 809 900 ANÁLISE DO ORÇAMENTO: RECEITA E DESPESA O orçamento para 2014 volta a ser mais contido que o anterior, situando-se em 24.809.900, ou seja menos 4,3% que o de 2013. Como se verá mais à frente, o plano de

Leia mais

GRANDES OPÇÕES PLANO

GRANDES OPÇÕES PLANO MUNICÍPIO DAS VELAS GRANDES OPÇÕES DO PLANO ANO DE INTRODUÇÃO Os presentes Plano e Orçamento municipais apresentam-se condicionados por várias situações facto que o tornam totalmente subjugado à política

Leia mais

PRESTAÇÃO DE CONTAS 2007 O Órgão Executivo; O Órgão Deliberativo;

PRESTAÇÃO DE CONTAS 2007 O Órgão Executivo; O Órgão Deliberativo; PRESTAÇÃO DE CONTAS 2007 Junto se remetem os Documentos de Prestação de Contas referentes à Gerência de 2007, organizados em conformidade com o POCAL e de acordo com a Resolução n.º 04/2001 2.ª Secção,

Leia mais

AGRUPAM ENTO SUB- ALINEA ALÍNEA RUBRICA SUBAGRUP AMENTO 01 ASSEMBLEIA MUNICIPAL DESPESAS CORRENTES

AGRUPAM ENTO SUB- ALINEA ALÍNEA RUBRICA SUBAGRUP AMENTO 01 ASSEMBLEIA MUNICIPAL DESPESAS CORRENTES CÓDIGO P AM 01 ASSEMBLEIA MUNICIPAL DESPESAS CORRENTES 01 DESPESAS COM O PESSOAL 0102 ABONOS VARIÁVEIS OU EVENTUAIS 010204 AJUDAS DE CUSTO 500 010213 OUTROS SUPLEMS E PRÉMIOS 01021302 OUTROS 30.000 30.000

Leia mais

A Valorsul Localização

A Valorsul Localização A Valorsul Missão Implementar e gerir um sistema integrado, tecnicamente avançado, ambientalmente correcto e economicamente sustentável, para o tratamento e valorização dos resíduos sólidos urbanos da

Leia mais

Fluxos de Caixa. Recebimentos

Fluxos de Caixa. Recebimentos Recebimentos Saldo da Gerência Anterior 1.348.952,41 Total das Receitas Orçamentais Execução Orçamental 1.034.500,26 Operações de Tesouraria 314.452,15 16.035.427,63 Receitas Correntes 11.478.511,35 01

Leia mais

ORÇAMENTO DA DESPESA

ORÇAMENTO DA DESPESA 01 00 00 Administração Autárquica DESPESAS CORRENTES 01 Despesas com o pessoal 255.313,99 01 01 Remunerações certas e permanentes 176.770,19 01 01 01 Titulares de órgãos de soberania e membros de órgãos

Leia mais

Betha Sistemas. Exercício de 2013 Período: Janeiro à Dezembro Página 1 ESSENCIAL À JUSTIÇA ADMINISTRAÇÃO DEFESA NACIONAL RELAÇÕES EXTERIORES

Betha Sistemas. Exercício de 2013 Período: Janeiro à Dezembro Página 1 ESSENCIAL À JUSTIÇA ADMINISTRAÇÃO DEFESA NACIONAL RELAÇÕES EXTERIORES Página 1 LEGISLATIVA JUDICIÁRIA ESSENCIAL À JUSTIÇA ADMINISTRAÇÃO DEFESA NACIONAL SEGURANÇA PÚBLICA RELAÇÕES EXTERIORES Entidade: 340.277,32 1.960.693,07 4.278.045,63 2.024.573,92 33.355,22 1.366.745,28

Leia mais

Orçamento 01 280.554,00 200,00 300,00 10.100,00 10.000,00 4.900,00. 30.750,00 04.01.23.99.01 Atestados, Confirmações e

Orçamento 01 280.554,00 200,00 300,00 10.100,00 10.000,00 4.900,00. 30.750,00 04.01.23.99.01 Atestados, Confirmações e Pag.: 1 04.01.23.99.03 1.500,00 Transladações 04.02 Multas e outras penalidades 04.02.99 Multas e penalidades diversas 05 Rendimentos da propriedade 05.02 Juros - Sociedades financeiras 05.02.01 Bancos

Leia mais

Plano Anual de Actividades, Conta de Exploração Previsional. Orçamento de Investimentos e Desinvestimentos 2010

Plano Anual de Actividades, Conta de Exploração Previsional. Orçamento de Investimentos e Desinvestimentos 2010 Plano Anual de Actividades, Conta de Exploração Previsional e Orçamento de Investimentos e Desinvestimentos 2010 Nome: Centro Social de Cultura e Recreio da Silva Natureza Jurídica: Associação - Instituição

Leia mais

MAPA DE PESSOAL - 2012 (art.º 5.º da Lei n.º 12-A/2008, de 27 de Fevereiro e art.º 3.º do Decreto-Lei n.º 209/2009, de 03 de Setembro)

MAPA DE PESSOAL - 2012 (art.º 5.º da Lei n.º 12-A/2008, de 27 de Fevereiro e art.º 3.º do Decreto-Lei n.º 209/2009, de 03 de Setembro) MAPA DE PESSOAL - 202 (art.º 5.º da Lei n.º 2-A/2008, de 27 de Fevereiro e art.º.º do Decreto-Lei n.º 209/2009, de 0 de Setembro) GERAL, FINANÇAS E MODERNIZAÇÃO Decreto-Lei n.º 05/09, de 2/0. DEPARTAMENTO

Leia mais

PROVERE - ZONA DOS MÁRMORES CARACTERIZAÇÃO

PROVERE - ZONA DOS MÁRMORES CARACTERIZAÇÃO PROVERE - ZONA DOS MÁRMORES CARACTERIZAÇÃO A Estratégia de Eficiência Colectiva (EEC) PROVERE Zona dos Mármores assume como foco temático o aproveitamento do recurso endógeno mármore, com uma abrangência

Leia mais

Lista Classificativa de Projectos de Construção que Precisam de se Sujeitar à Avaliação de Impacto Ambiental (experimental)

Lista Classificativa de Projectos de Construção que Precisam de se Sujeitar à Avaliação de Impacto Ambiental (experimental) Lista Classificativa de de Construção que Precisam de se Sujeitar à Avaliação de Impacto Ambiental (experimental) 1. Objectivo Para acelerar as acções referente ao estabelecimento do regime da avaliação

Leia mais

UMA BOA IDEIA PARA A SUSTENTABILIDADE

UMA BOA IDEIA PARA A SUSTENTABILIDADE UMA BOA IDEIA PARA A SUSTENTABILIDADE REGULAMENTO DO CONCURSO DE IDEIAS (Aberto a todos os Cidadãos) 1. O QUE É: O concurso Uma Boa Ideia para a Sustentabilidade é uma iniciativa da Câmara Municipal de

Leia mais

Actividades relacionadas com o património cultural. Actividades relacionadas com o desporto

Actividades relacionadas com o património cultural. Actividades relacionadas com o desporto LISTA E CODIFICAÇÃO DAS ÁREAS DE ACTIVIDADES Actividades relacionadas com o património cultural 101/801 Artes plásticas e visuais 102/802 Cinema, audiovisual e multimédia 103/803 Bibliotecas 104/804 Arquivos

Leia mais

JUNTA DE FREGUESIA DE Nª. SRª GUADALUPE. Concelho de Évora OPÇÕES DO PLANO PARA 2006. Largo Abel Augusto nº 4 7000-222 Nª. Sr.

JUNTA DE FREGUESIA DE Nª. SRª GUADALUPE. Concelho de Évora OPÇÕES DO PLANO PARA 2006. Largo Abel Augusto nº 4 7000-222 Nª. Sr. JUNTA DE FREGUESIA DE Nª. SRª GUADALUPE Concelho de Évora OPÇÕES DO PLANO PARA 2006 Largo Abel Augusto nº 4 7000-222 Nª. Sr.ª Guadalupe Tel. e Fax: 266 781 165 Tel.: 266 747 916 email: jfguadalupe@mail.evora.net

Leia mais

Revista de Imprensa. 10 - Jornal de Cascais, 10-02-2009, Educação e sensibilização ambiental para os alunos de Cascais

Revista de Imprensa. 10 - Jornal de Cascais, 10-02-2009, Educação e sensibilização ambiental para os alunos de Cascais Revista de Imprensa Agenda 21 1 - Jornal de Cascais, 10-02-2009, Educação e sensibilização ambiental para os alunos de Cascais 2 - Jornal da Costa do Sol, 05-02-2009, Ambiente de Cascais chegou a Seia

Leia mais

1. Eixo(s) em que se insere Eixo 3 Qualidade de vida nas zonas rurais e diversificação da economia rural

1. Eixo(s) em que se insere Eixo 3 Qualidade de vida nas zonas rurais e diversificação da economia rural MEDIDA 3.1 Diversificação da Economia e Criação de Emprego 1. Eixo(s) em que se insere Eixo 3 Qualidade de vida nas zonas rurais e diversificação da economia rural 2. Enquadramento Regulamentar Artigo

Leia mais

Orçamento Inicial para 2010

Orçamento Inicial para 2010 RECEITAS Económica Designação Previsão RECEITAS CORRENTES 7.527.796,00 01 Impostos directos 791.550,00 0102 Outros 791.550,00 010202 Imposto municipal sobre imóveis 230.000,00 010203 Imposto único de circulação

Leia mais

ROJECTO PEDAGÓGICO E DE ANIMAÇÃO

ROJECTO PEDAGÓGICO E DE ANIMAÇÃO O Capítulo 36 da Agenda 21 decorrente da Conferência das Nações Unidas sobre o Meio Ambiente e Desenvolvimento, realizada em 1992, declara que a educação possui um papel fundamental na promoção do desenvolvimento

Leia mais

MUNICíPIO DE MORTÁGUA

MUNICíPIO DE MORTÁGUA MUNICíPIO DE MORTÁGUA Opções do Plano Orçamento MUNICíPIO DE MORTÁGUA Opções do Plano Município Mortágua Grans Opções do Plano do ano (valores em euros) Obj. Prog. Projecto Ano / Nº Acção Código Classificação

Leia mais

Freguesia de Arcozelo RELATÓRIO DE GESTÃO. Conforme se encontra preceituado no POCAL, apresenta-se o relatório de Gestão relativo ao

Freguesia de Arcozelo RELATÓRIO DE GESTÃO. Conforme se encontra preceituado no POCAL, apresenta-se o relatório de Gestão relativo ao RELATÓRIO DE GESTÃO I- Introdução 1.1 Nota Prévia Conforme se encontra preceituado no POCAL, apresenta-se o relatório de Gestão relativo ao ano de 2010 para que, dentro dos prazos previstos na Lei no 98/97,

Leia mais

Lei n.º 159/99, de 14 de Setembro. Estabelece o quadro de transferência de atribuições e competências para as autarquias locais CAPÍTULO I

Lei n.º 159/99, de 14 de Setembro. Estabelece o quadro de transferência de atribuições e competências para as autarquias locais CAPÍTULO I Lei n.º 159/99, de 14 de Setembro Estabelece o quadro de transferência de atribuições e competências para as autarquias locais A Assembleia da República decreta, nos termos da alínea c) do artigo 161.º

Leia mais

DOTAÇÕES INICIAIS MUNICIPIO DE VILA VELHA DE RODAO ( POR CLASSIFICAÇÃO ORGÂNICA/ECONÓMICA ) DO ANO 2007

DOTAÇÕES INICIAIS MUNICIPIO DE VILA VELHA DE RODAO ( POR CLASSIFICAÇÃO ORGÂNICA/ECONÓMICA ) DO ANO 2007 ENTIDADE ORÇAMENTO DA DESPESA DOTAÇÕES INICIAIS MUNICIPIO DE VILA VELHA DE RODAO ( POR CLASSIFICAÇÃO ORGÂNICA/ECONÓMICA ) DO ANO 2007 PÁGINA : 1 01 CAMARA MUNICIPAL 1.433.053,00 01.01 OPERAÇOES FINANCEIRAS

Leia mais

Jornadas Técnicas de Água e Saneamento da África Sub-Saheliana Apresentação da Situação de Abastecimento de Água e Saneamento em Cabo Verde

Jornadas Técnicas de Água e Saneamento da África Sub-Saheliana Apresentação da Situação de Abastecimento de Água e Saneamento em Cabo Verde Jornadas Técnicas de Água e Saneamento da África Sub-Saheliana Apresentação da Situação de Abastecimento de Água e Saneamento em Cabo Verde ABRIL DE 2009 Índice Apresentação da ELECTRA, SA Papel da empresa

Leia mais

Escola Sénior do Mundo Rural - 2006

Escola Sénior do Mundo Rural - 2006 Escola Sénior do Mundo Rural - 2006 A Escola Sénior do Mundo Rural (ESMR), insere-se no âmbito da actividade 6 - "Apoio ao Movimento Associativo", do projecto ParticipAR. Tendo como objectivo principal

Leia mais

2006 Junho Gerente no Banco Santander Totta, S.A., no balcão de Valença (Av. Miguel Dantas).

2006 Junho Gerente no Banco Santander Totta, S.A., no balcão de Valença (Av. Miguel Dantas). C U R R I C U L U M V I T A E IDENTIFICAÇÃO Nome: Filipe Jorge Quintas Ferreira Morada: Rua Prof. Alfredo de Sousa n.º 11 1ºB 1600 188 Lisboa Morada (2ª): Lugar Albergaria 4950 740 Sá MNC Telefone: 912215627/938885364

Leia mais

Investimentos em Imóveis

Investimentos em Imóveis Campo de minigolfe nos Jardins da Parede Referência na carta: 7 (carta 5) Conservatória: ª Conservatória do Registo Predial de Cascais 2-08-997 4//2003 Entidade: 99 Outros Motivo : 05 Outros Número: 454

Leia mais

Como melhorar a Sustentabilidade através da implementação de um Sistema Integrado de Gestão Qualidade, Ambiente e Segurança

Como melhorar a Sustentabilidade através da implementação de um Sistema Integrado de Gestão Qualidade, Ambiente e Segurança Como melhorar a Sustentabilidade através da implementação de um Sistema Integrado de Gestão Qualidade, Ambiente e Segurança ENQUADRAMENTO O QUE SE PRETENDE? A IMPLEMENTAÇÃO DE UM SISTEMA INTEGRADO DE GESTÃO

Leia mais

FÁTIMA SOUSA HELENA MOREIRA MARINELA CRISTO MÓNICA MATA OLGA MONTEIRO PAULO MARTINS SÍLVIA SILVA

FÁTIMA SOUSA HELENA MOREIRA MARINELA CRISTO MÓNICA MATA OLGA MONTEIRO PAULO MARTINS SÍLVIA SILVA PAPEL DO TÉCNICO DE SAÚDE AMBIENTAL NA UNIDADE DE SAÚDE PÚBLICA E NO AGRUPAMENTO DE CENTROS DE SAÚDE FÁTIMA SOUSA HELENA MOREIRA MARINELA CRISTO MÓNICA MATA OLGA MONTEIRO PAULO MARTINS SÍLVIA SILVA SETEMBRO

Leia mais

PLANO DE ORDENAMENTO DA ALBUFEIRA DO DIVOR

PLANO DE ORDENAMENTO DA ALBUFEIRA DO DIVOR INAG INSTITUTO DA ÁGUA PLANO DE ORDENAMENTO DA ALBUFEIRA DO DIVOR PROGRAMA DE EXECUÇÃO E PLANO DE FINANCIAMENTO ÍNDICE GERAL DOS ELEMENTOS COMPLEMENTARES PEÇAS ESCRITAS: Relatório Síntese dos Estudos de

Leia mais

APRESENTAÇÃO DOS DOCUMENTOS PREVISIONAIS 2010. Generalidades / Enquadramento

APRESENTAÇÃO DOS DOCUMENTOS PREVISIONAIS 2010. Generalidades / Enquadramento APRESENTAÇÃO DOS DOCUMENTOS PREVISIONAIS 2010 Os Documentos Previsionais para o Ano Financeiro 2010 foram elaborados de acordo com as regras definidas no POCAL Plano Oficial de Contabilidade das Autarquias

Leia mais

Execução Anual das Grandes Opções do Plano

Execução Anual das Grandes Opções do Plano das Grandes Opções do Plano 01 FUNÇÕES GERAIS 01 001 Administração geral de 01 001 2005/5000 Comparticipação no projecto Algarve Digital 0102 080102 O 01/2005 12/ 4,00 4,00 157.657,98 157.657,98 10 01

Leia mais

E N T I D A D E P L A N O D E A C T I V I D A D E S M U N I C I P A L DOTAÇÕES INICIAIS MUNICIPIO DE MONTALEGRE DO ANO 2008

E N T I D A D E P L A N O D E A C T I V I D A D E S M U N I C I P A L DOTAÇÕES INICIAIS MUNICIPIO DE MONTALEGRE DO ANO 2008 PÁGINA : 1 1. Funções gerais 1.179.500,00 1.179.500,00 1.179.500,00 1.1. Serviços gerais de 1.080.000,00 1.080.000,00 1.080.000,00 administração pública 1.1.1. Administracao geral 1.080.000,00 1.080.000,00

Leia mais

Anúncio de pré-informação para contratos no domínio da defesa e da segurança

Anúncio de pré-informação para contratos no domínio da defesa e da segurança União Europeia Publicação no suplemento do Jornal Oficial da União Europeia 2, rue Mercier, 2985 Luxembourg, Luxemburgo +352 29 29 42 670 ojs@publications.europa.eu Informação e formulários em linha: http://simap.europa.eu

Leia mais