PLANO PLURIANUAL DE INVESTIMENTOS

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "PLANO PLURIANUAL DE INVESTIMENTOS"

Transcrição

1 Datas Despesas Anos Seguintes 1. FUNÇÕES GERAIS SERVIÇOS GERAIS DA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA ADMINISTRAÇÃO GERAL Edifícios dos Paços do Concelho - conservação AM DT Reparações e beneficiações de edifícios municipais AM DT Aquisição de equipamento de segurança O DT Equipamento informático Hardware O AM Software O AM Parque municipal de viaturas Aquisição de veículos O AM Aquisição de veículos por locação financeira O AM DOCUMENTOS PREVISIONAIS Página 1 de 14

2 Datas Despesas Anos Seguintes Máquinas e equipamento Aquisição de mobiliário, maquinaria e equipamento AM O O O Ferramentas e utensílios O AM Cartografia numérica à escala 1:1000 e ortofotomapas Modernização da oficina e armazém municipais O 75% AM Instalações O AM Equipamento O AM Mobiliário O AM Outros investimentos O AM Entre Douro e Vouga Digital O AM Grandes reparações Veículos O DT DOCUMENTOS PREVISIONAIS Página 2 de 14

3 Datas Despesas Anos Seguintes Máquinas e equipamentos O DT FUNÇÕES SOCIAIS EDUCAÇÃO ENSINO NÃO SUPERIOR Reparações e beneficiações de edifícios escolares AM DT Mobiliário e equipamento escolar Mobiliário escolar O DT Equipamento escolar O DT Apetrechamento informático das escolas 1º Ciclo O 75% AM Protocolo com a DREN Escola secundária n.º 1 (Serafim Leite) - Construção de Centro Multidisciplinar interactivo Apetrechamento informático das escolas do ensino pré-escolar E 100% DT O 65% AM DOCUMENTOS PREVISIONAIS Página 3 de 14

4 Datas Despesas Anos Seguintes Reparações e beneficiações de edifícios préescolares AM DT Arranjos exteriores de edifícios escolares E DT Projecto educativo municipal E DT Climatização das escolas e jardins de infância E DT Novo jardim de infância do Parque E 65% DT Escola dos Ribeiros E 70% DT Arranjos exteriores da escola dos Condes E 70% DT Arranjos exteriores da escola de Casaldelo E 70% DT Nova escola Mourisca / Parrinho E DT SERVIÇOS AUXILIARES DE ENSINO Bibliotecas escolares Mobiliário e equipamento escolar O DT O DT DOCUMENTOS PREVISIONAIS Página 4 de 14

5 Datas Despesas Anos Seguintes Bibliotecas escolares - Obra E DT SAÚDE SERVIÇOS INDIVIDUAIS DE SAÚDE Unidade de Cuidados Continuados - UCC Mov.terras e arranjos exteriores ao Centro de Saúde E 65% DT HABITAÇÃO E SERVIÇOS COLECTIVOS HABITAÇÃO Conservação de habitação social E DT Arranjos dos espaços envolventes em zonas residenciais E DT Conj.habit.Mourisca-Arranjos exteriores E DT Conj.habit. Orreiro/16 de Maio-Arranj.exteriores E DT DOCUMENTOS PREVISIONAIS Página 5 de 14

6 Datas Despesas Anos Seguintes Recuperação da Praceta do Bairro ex-fundação Salazar E DT ORDENAMENTO DO TERRITÓRIO Reabilitação de espaços públicos E DT Mobiliário urbano O DT Requalificação da Avª. Combatentes da Grande Guerra E DT Indemnizações a expropriados - terrenos O DT Indemnizações a expropriados - edifícios O DT Plano estratégico de desenvolvimento local e revisão do PDM O DAP Plano geral para o parque urbano do Outeiro O DAP Arranjo urbanístico do Nó do IC E DT Valorização de espaços públicos O DT Planos de pormenor O 70% DAP Palácio da Justiça - Arranjos exteriores, beneficiação do edifício e demolição de prédios E 100% DT Aquisição de imóveis O DT DOCUMENTOS PREVISIONAIS Página 6 de 14

7 Datas Despesas Anos Seguintes Aquisição por locação financeira de postos de venda ao público O DT Indemnizações a expropriados - Outros O DT Requalificação das entradas da cidade O DT Requalificação das rotundas e separadores O DT Requalificação da Praça Luís Ribeiro O DT Requalificação do Largo de São João E DT SANEAMENTO Construção de pequenos troços da rede de saneamento Construção de pequenos troços do sistema de drenagem de águas pluviais Remodelação das ligações de esgotos domésticos e pluviais às redes públicas AM DT E DT AM 70% DT ABASTECIMENTO DE ÁGUA Plano director de águas O DT Manutenção da rede de águas O DT DOCUMENTOS PREVISIONAIS Página 7 de 14

8 Datas Despesas Anos Seguintes Construção de reservatórios E 70% DT Reabilitação da EETA E DT Reabilitação de reservatórios E DT Aquisição de equipamento O DT Renovação da rede de distribuição AM DT RESÍDUOS SÓLIDOS Resíduos sólidos urbanos - equipamentos O DAP O DAP Limpeza urbana da cidade - equipamentos O DAP Construção do Ecocentro E DAP PROTECÇÃO DO MEIO AMBIENTE E CONSERVAÇÃO DA NATUREZA Jardim municipal E 75% DAP DOCUMENTOS PREVISIONAIS Página 8 de 14

9 Datas Despesas Anos Seguintes Intervenções em espaços públicos E DAP E 75% DAP Equipamento para jardins O DAP Sistema de rega automática em rotundas e jardins AM DAP Requalificação dos viveiros municipais E DAP E DAP Qualificação paisagística do Vale do Rio UL E 75% DAP Regularização e qualificação do Rio UL E 75% DAP Cemitério nº3 Construção do forno crematório E DAP Beneficiação dos cemitérios E DAP Parque municipal Ferreira de Castro Requalificação E 50% 40% DAP Agenda 21 Local O 50% DAP Avaliação da qualidade da água no Rio Ul O DAP DOCUMENTOS PREVISIONAIS Página 9 de 14

10 Datas Despesas Anos Seguintes 2.5 SERVIÇOS CULTURAIS, RECREATIVOS E RELIGIOSOS CULTURA Biblioteca Municipal Fundos documentais O AM Recuperação e beneficiação do edifício dos Paços da Cultura E 70% AM Museu da Indústria da Chapelaria E 75% AM Restauro do Palacete da Quinta dos Condes O AM Centro de Arte O 70% AM Academia de Música O AM Instituto de Línguas O AM Arquivo histórico de S. J. Madeira O AM Casa das Artes do Espectáculo O AM Aquisição de obras de arte O AM DOCUMENTOS PREVISIONAIS Página 10 de 14

11 Datas Despesas Anos Seguintes DESPORTO, RECREIO E LAZER Complexo desportivo Paulo Pinto Complexo desportivo Paulo Pinto - Beneficiação geral E DT Construção novas piscinas E 75% DT Pavilhão polivalente das Travessas E DT Arranjos exteriores e ampliação parque estacionamento Reconversão e ampliação do Campo de Jogos Municipal: E 70% DT Empreitada geral E 65% DT Arrelvamento sintético E 65% DT Instalações desportivas E DT Parques infantis E DT Casa da Juventude E DT Centro de ção Desportiva E DT Reapetrechamento do campo de jogos radical E DT Zona desportiva das Travessas E DT DOCUMENTOS PREVISIONAIS Página 11 de 14

12 Datas Despesas Anos Seguintes 05 Nova zona desportiva das Travessas E 75% DT FUNÇÕES ECONÓMICAS INDUSTRIA E ENERGIA VALORIZAÇÃO DAS ZONAS INDUSTRIAIS Zona Industrial das Travessas E 75% DT Centro de Incubação de Base Tecnológica de S. João da Madeira Requalificação urbanística da zona industrial da Devesa Velha E DT E DT ENERGIA ELECTRICA E ILUMINAÇÃO PUBLICA Iluminação pública - expansão E DT DOCUMENTOS PREVISIONAIS Página 12 de 14

13 Datas Despesas Anos Seguintes 3.3 TRANSPORTES E COMUNICAÇÕES TRANSPORTES RODOVIÁRIOS Reparações em arruamentos e obras complementares Rede viária E DT Ligação do IC 1 ao IC 2 -Circulatória externa E DT Passagem inferior linha do Vale do Vouga E DT Reabilitação da linha Vale do Vouga O DT Sinalização e trânsito O DT Plano de transportes de S. João da Madeira O 55% DT Reabilitação de arruamentos urbanos, infraestruturas e pavimentação E DT Prolongamento da Rua de Santa Cruz E DT Ligação Nascente - Poente - Rua do Calvário E DT Rua Vasco da Gama E DT Auto-Estrada ligação ao Porto e Ovar E DT DOCUMENTOS PREVISIONAIS Página 13 de 14

14 Datas Despesas Anos Seguintes 3.4 COMÉRCIO E TURISMO MERCADOS E FEIRAS Mercado por grosso - Projecto O DT Mercado municipal - Reabilitação E DT OUTRAS FUNÇÕES ECONÓMICAS CET Inovação e competitividade O 60% DT Centro Empresarial e Tecnológico - 1ª Fase E 60% DT TOTAL GERAL Fase de ução: Responsável: de Realização: : 0 Não iniciada 1 Com Projecto Técnico 2 Adjudicada 3 ução Física até 50% 4 - ução Física superior a 50% DAF Departamento Administrativo e Financeiro DT Departamento Técnico DGU Departamento de Gestão Urbanística DAP Departamento de Ambiente e Planeamento AM Administração Municipal A Administração Directa E Empreitada O Fornecimentos e Outras Administração Central AA Administração Autárquica FC Fundos Comunitários DOCUMENTOS PREVISIONAIS Página 14 de 14

E N T I D A D E DOTAÇÕES INICIAIS MUNICIPIO VAGOS DO ANO 2009

E N T I D A D E DOTAÇÕES INICIAIS MUNICIPIO VAGOS DO ANO 2009 PÁGINA : 1 1. Funções gerais 674.458,82 124.591,58 1.509.000,00 1.509.000,00 2.617.000,00 2.662.000,00 995.000,00 8.582.050,40 1.1. Serviços gerais de 674.458,82 124.591,58 1.504.000,00 1.504.000,00 2.617.000,00

Leia mais

MUNICIPIO DE ILHAVO DO ANO 2010

MUNICIPIO DE ILHAVO DO ANO 2010 PÁGINA : 1 1. Funções gerais 1.851.000,00 1.851.000,00 860.000,00 280.000,00 2.991.000,00 1.1. Serviços gerais de administração pública 1.601.000,00 1.601.000,00 610.000,00 2.241.000,00 1.1.1. 1.1.1.1.

Leia mais

E N T I D A D E EXECUÇÃO DO PLANO PLURIANUAL DE INVESTIMENTOS ANO CONTABILÍSTICO 2008 MUNICIPIO DE REDONDO. Pagina : 1

E N T I D A D E EXECUÇÃO DO PLANO PLURIANUAL DE INVESTIMENTOS ANO CONTABILÍSTICO 2008 MUNICIPIO DE REDONDO. Pagina : 1 Pagina : 1 1. Funções gerais 610.500,00 610.500,00 334.850,49 334.850,49 54.85 54.85 1.1. Serviços gerais de administração pública 525.500,00 525.500,00 334.640,59 334.640,59 63.68 63.68 1.1.1. Administracao

Leia mais

E N T I D A D E P L A N O P L U R I A N U A L D E I N V E S T I M E N T O S DOTAÇÕES INICIAIS MUNICÍPIO DE ÍLHAVO DO ANO 2015

E N T I D A D E P L A N O P L U R I A N U A L D E I N V E S T I M E N T O S DOTAÇÕES INICIAIS MUNICÍPIO DE ÍLHAVO DO ANO 2015 PÁGINA : 1 1. FUNÇÕES GERAIS 995.500,00 995.500,00 50.000,00 50.000,00 50.000,00 1.145.500,00 1.1. SERVIÇOS GERAIS DE ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA 995.500,00 995.500,00 50.000,00 50.000,00 50.000,00 1.145.500,00

Leia mais

45.761,92 61.02 45.761,92 45.761,92 75.000,00 45.761,92 7.500,00 730.800,00 864.800,00 134.000,00 730.800,00 75.000,00 75.000,00

45.761,92 61.02 45.761,92 45.761,92 75.000,00 45.761,92 7.500,00 730.800,00 864.800,00 134.000,00 730.800,00 75.000,00 75.000,00 Pagina : 1 1. Funções gerais 2.391.613,00 2.641.653,00 5.033.266,00 711.967,19 711.967,19 29.77 14.15 1.1. Serviços gerais de administração pública 2.301.613,00 2.441.653,00 4.743.266,00 637.867,59 637.867,59

Leia mais

Execução Anual do Plano Plurianual de Investimentos

Execução Anual do Plano Plurianual de Investimentos (signação da autarquia local) do Plano Plurianual Investimentos 11 SERVIÇOS GERAIS DA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA 11 111 ADMINISTRAÇÃO GERAL 11 111 2002/1 REMODELAÇÃO E AMPLIAÇÃO DO EDIFICIO DA ABEGOARIA 11

Leia mais

P L A N O P L U R I A N U A L D E I N V E S T I M E N T O S DOTAÇÕES INICIAIS MUNICIPIO DE CARRAZEDA DE ANSIÃES DO ANO 2013 PÁGINA : 1

P L A N O P L U R I A N U A L D E I N V E S T I M E N T O S DOTAÇÕES INICIAIS MUNICIPIO DE CARRAZEDA DE ANSIÃES DO ANO 2013 PÁGINA : 1 PÁGINA : 1 1. FUNÇÕES GERAIS 40.000,00 177.879,00 177.879,00 217.879,00 1.1. SERVIÇOS GERAIS DE 40.000,00 177.879,00 177.879,00 217.879,00 ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA 1.1.1. ADMINISTRAÇÃO GERAL 40.000,00 177.879,00

Leia mais

E N T I D A D E P L A N O P L U R I A N U A L D E I N V E S T I M E N T O S DOTAÇÕES INICIAIS MUNICIPIO DE MONTALEGRE DO ANO 2008

E N T I D A D E P L A N O P L U R I A N U A L D E I N V E S T I M E N T O S DOTAÇÕES INICIAIS MUNICIPIO DE MONTALEGRE DO ANO 2008 PÁGINA : 1 1. Funções gerais 1.060.000,00 1.060.000,00 1.060.000,00 1.1. Serviços gerais de 990.000,00 990.000,00 990.000,00 administração pública 1.1.1. Administracao geral 990.000,00 990.000,00 990.000,00

Leia mais

E N T I D A D E P L A N O P L U R I A N U A L D E I N V E S T I M E N T O S - F U N C. P L A N O DOTAÇÕES INICIAIS Município de Resende DO ANO 2007

E N T I D A D E P L A N O P L U R I A N U A L D E I N V E S T I M E N T O S - F U N C. P L A N O DOTAÇÕES INICIAIS Município de Resende DO ANO 2007 PÁGINA : 1 1. FUNÇÕES GERAIS: 411'507,69 411'507,69 425'500,00 425'500,00 425'500,00 1'688'007,69 1.1. SERVIÇOS GERAIS DE 369'507,69 369'507,69 389'000,00 389'000,00 389'000,00 1'536'507,69 ADMINISTRAÇÃO

Leia mais

Município de Ourique Resumo Orçamental das Grandes Opções do Plano para 2013

Município de Ourique Resumo Orçamental das Grandes Opções do Plano para 2013 0102 020214 Estudos, pareceres, projectos e consultadoria 1 1.1 2010/5007 Agenda 21-Local 1 1.2 2011/5005 Plano Municipal de Emergência-Protecção Civil 6.000,00 6.000,00 0102 020225 s serviços 1 1.1 2012/5001

Leia mais

PLANO PLURIANUAL DE INVESTIMENTOS Inicial ANO FINANCEIRO DE 2010 Câmara Municipa l DATAS DAS DELIBERAÇÕES Asse mbleia Municipal Revisã o Alteração Observações: E N T I D A D E P L A N O P L U R I A N U

Leia mais

Execução Anual do Plano Plurianual de Investimentos

Execução Anual do Plano Plurianual de Investimentos do Plano Plurianual de Investimentos 01 FUNÇÕES GERAIS 01 001 Administração geral 01 001 2007/3 Instalações municipais de Vale Pedras de Ano Anos seguintes Anos Anteriores Ano 01 001 2007/3 3 Construção

Leia mais

1.1.1. 0103/070109 04 2002 142 AQUISICAO E REPARACAO DE OUTRA 100.0 CM 2014/01/01 2014/12/31 9 5.000,00 5.000,00 5.000,00

1.1.1. 0103/070109 04 2002 142 AQUISICAO E REPARACAO DE OUTRA 100.0 CM 2014/01/01 2014/12/31 9 5.000,00 5.000,00 5.000,00 MUNICIPIO SAO DO ANO 2014 PÁGINA : 1 1. Funções gerais 114.600,00 114.600,00 114.600,00 1.1. Serviços gerais de 52.200,00 52.200,00 52.200,00 administração pública 1.1.1. Administracao geral 52.200,00

Leia mais

Município da Figueira da Foz

Município da Figueira da Foz Município da Figueira da Foz G.O.P.-Grans Opções do Plano 2012 2015. P.P.I. Plano Plurianual Investimentos. A.M.R. Actividas Mais Relevantes Orçamento Municipal 2012 CÓDIGO MUNICÍPIO DA FIGUEIRA DA FOZ

Leia mais

Município de Nisa. Balancete das Grandes Opções do Plano por Objectivos e Programas para o ano de 2011. No periodo de 01-01-2011 a 30-09-2011

Município de Nisa. Balancete das Grandes Opções do Plano por Objectivos e Programas para o ano de 2011. No periodo de 01-01-2011 a 30-09-2011 1 Funções Gerais 641.160,00 623.375,67 17.784,33 609.638,87 491.604,67 363.182,89 128.421,78 1 1,1 Administração Geral 577.940,00 571.093,15 6.846,85 557.356,35 449.322,15 324.728,79 124.593,36 1 1,1 2001/1

Leia mais

2. FICHAS DE PROJECTO NO ÂMBITO DA REVISÃO DO PDM DE VAGOS... 4

2. FICHAS DE PROJECTO NO ÂMBITO DA REVISÃO DO PDM DE VAGOS... 4 1. PROGRAMA DE EXECUÇÃO E PLANO DE FINANCIAMENTO... 2 2. FICHAS DE PROJECTO NO ÂMBITO DA REVISÃO DO PDM DE VAGOS... 4 2.1 FICHA 1 - REQUALIFICAÇÃO DO PARQUE DESPORTIVO E DE LAZER DA VILA DE SOSA...6 2.2

Leia mais

E N T I D A D E DOTAÇÕES INICIAIS P L A N O P L U R I A N U A L D E I N V E S T I M E N T O S DO ANO 2015 CÂMARA MUNICIPAL DE MONTIJO

E N T I D A D E DOTAÇÕES INICIAIS P L A N O P L U R I A N U A L D E I N V E S T I M E N T O S DO ANO 2015 CÂMARA MUNICIPAL DE MONTIJO PÁGINA : 1 1. FUNÇÕES GERAIS 30.951,63 10.509,00 960.567,00 960.567,00 42.565,00 1.044.592,63 1.1. SERVIÇOS GERAIS DE 30.951,63 10.509,00 960.567,00 960.567,00 42.565,00 1.044.592,63 ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA

Leia mais

Orçamento Inicial para 2010

Orçamento Inicial para 2010 RECEITAS Económica Designação Previsão RECEITAS CORRENTES 7.527.796,00 01 Impostos directos 791.550,00 0102 Outros 791.550,00 010202 Imposto municipal sobre imóveis 230.000,00 010203 Imposto único de circulação

Leia mais

MUNICÍPIO DE SÃO JOÃO DA PESQUEIRA DO ANO 2009

MUNICÍPIO DE SÃO JOÃO DA PESQUEIRA DO ANO 2009 PÁGINA : 1 1. FUNÇÕES GERAIS 200.000,00 200.000,00 200.000,00 1.1. 180.000,00 180.000,00 180.000,00 1.1.1. ADMINISTRAÇÃO GERAL 180.000,00 180.000,00 180.000,00 1.1.1. 01 2005 ADMINISTRAÇÃO GERAL 55.000,00

Leia mais

MUNICíPIO DE MORTÁGUA

MUNICíPIO DE MORTÁGUA MUNICíPIO DE MORTÁGUA Opções do Plano Orçamento MUNICíPIO DE MORTÁGUA Opções do Plano Município Mortágua Grans Opções do Plano do ano (valores em euros) Obj. Prog. Projecto Ano / Nº Acção Código Classificação

Leia mais

ANO 2006 ENTIDADE CMVM - MUNICIPIO DE VIEIRA DO MINHO PÁG. 1. (1) (2) (3) (4) (5) (6) (7) (8) (9) ( 10 = 7-9 ) (11=4+5-6-7) (12)a

ANO 2006 ENTIDADE CMVM - MUNICIPIO DE VIEIRA DO MINHO PÁG. 1. (1) (2) (3) (4) (5) (6) (7) (8) (9) ( 10 = 7-9 ) (11=4+5-6-7) (12)a MAPA DO CONTROLO ORÇAMENTAL DA RECEITA ANO 2006 ENTIDADE CMVM - MUNICIPIO DE VIEIRA DO MINHO PÁG. 1 CLA SIFICAÇÃO ECONÓMICA PREVISÕES RECEITAS POR RECEITAS LIQUIDAÇÕES RECEITAS REEMBOLSOS/RESTITUIÇÕES

Leia mais

MUNICIPIO DE CALHETA DO ANO 2016

MUNICIPIO DE CALHETA DO ANO 2016 PÁGINA : 1 1. Funções gerais 415.272,00 415.272,00 331.772,00 78.772,00 78.772,00 157.540,71 1.062.128,71 1.1. Serviços gerais de 400.272,00 400.272,00 325.772,00 78.772,00 78.772,00 157.540,71 1.041.128,71

Leia mais

BALANÇO ANO 2010 ENTIDADE M. V.N.Cerveira MUNICIPIO DE VILA NOVA DE CERVEIRA PAG. 1 EXERCÍCIOS CÓDIGO DAS N N - 1 CONTAS

BALANÇO ANO 2010 ENTIDADE M. V.N.Cerveira MUNICIPIO DE VILA NOVA DE CERVEIRA PAG. 1 EXERCÍCIOS CÓDIGO DAS N N - 1 CONTAS BALANÇO ANO 2010 ENTIDADE M. V.N.Cerveira MUNICIPIO DE VILA NOVA DE CERVEIRA PAG. 1 EXERCÍCIOS CÓDIGO DAS N N - 1 CONTAS ACTIVO AB A/P AL AL Imobilizado: Bens de domínio público 451 Terrenos e recursos

Leia mais

MAPA DE PESSOAL 2015

MAPA DE PESSOAL 2015 MAPA DE PESSOAL 05 (art.º 9.º da Lei Geral do Trabalho em Funções Públicas, aprovada pela Lei n.º 5/04 de 0/06) A.. COMISSÃO DE SERVIÇO A... PESSOAL DIRIGENTE Direção Direção Dirigente Diretor de Departamento

Leia mais

P L A N O P L U R I A N U A L D E I N V E S T I M E N T O S DOTAÇÕES INICIAIS MUNICIPIO DE PONTA DO SOL DO ANO 2009

P L A N O P L U R I A N U A L D E I N V E S T I M E N T O S DOTAÇÕES INICIAIS MUNICIPIO DE PONTA DO SOL DO ANO 2009 PÁGINA : 1 1. Funções gerais 84.620,00 84.620,00 84.620,00 1.1. Serviços gerais de administração pública 29.620,00 29.620,00 29.620,00 1.1.1. Administracao geral 29.620,00 29.620,00 29.620,00 1.1.1. SO/0707

Leia mais

Plano PluriAnual de Investimentos do ano 2011

Plano PluriAnual de Investimentos do ano 2011 Municipio Monforte Plano PluriAnual Investimentos do ano (b)=+ finido não finido +++ 1. FUNÇÕES GERAIS 1. 111 Administração Geral 1. 111 2010/41 Requalif. Edif. para Centro ATL e instalções apoio e dinamização

Leia mais

ENTIDADE DOTAÇÕES INICIAIS CÓDIGOS D E S I G N A Ç Ã O M O N T A N T E

ENTIDADE DOTAÇÕES INICIAIS CÓDIGOS D E S I G N A Ç Ã O M O N T A N T E PÁGINA : 1 R E C E I T A S C O R R E N T E S 10.964.290,82 01 IMPOSTOS DIRECTOS 3.660.000,00 01.02 3.660.000,00 01.02.02 IMPOSTO MUNICIPAL SOBRE IMÓVEIS 1.900.000,00 01.02.03 IMPOSTO MUNICIPAL SOBRE VEÍCULOS

Leia mais

Execução Anual do Plano Plurianual de Investimentos

Execução Anual do Plano Plurianual de Investimentos do Plano Plurianual de Investimentos 01 EDUCAÇÃO 01 01 EDUCAÇÃO PRÉ-ESCOLAR E ENSINO BÁSICO 01 01 /1 Infraestruturas de 01 01 /1 1 Centro Escolar de Caria 0102 07010305 E 100 01/ 12/2016 735.00 735.00

Leia mais

F L U X O S D E C A I X A ANO 2007 ENTIDADE MUN. VNFAMALICAO MUNICIPIO DE VILA NOVA DE FAMALICAO Pág. 1 PERÍODO JANEIRO A DEZEMBRO - 2007/12/31

F L U X O S D E C A I X A ANO 2007 ENTIDADE MUN. VNFAMALICAO MUNICIPIO DE VILA NOVA DE FAMALICAO Pág. 1 PERÍODO JANEIRO A DEZEMBRO - 2007/12/31 ENTIDADE MUN. VNFAMALICAO MUNICIPIO DE VILA NOVA DE FAMALICAO Pág. 1 PERÍODO JANEIRO A DEZEMBRO - 2007/12/31 R E C E B I M E N T O S SALDO DA GERÊNCIA ANTERIOR... 2.998.192,70 EXECUÇÃO ORÇAMENTAL... 1.267.764,59

Leia mais

PRESTAÇÃO DE CONTAS 2007 O Órgão Executivo; O Órgão Deliberativo;

PRESTAÇÃO DE CONTAS 2007 O Órgão Executivo; O Órgão Deliberativo; PRESTAÇÃO DE CONTAS 2007 Junto se remetem os Documentos de Prestação de Contas referentes à Gerência de 2007, organizados em conformidade com o POCAL e de acordo com a Resolução n.º 04/2001 2.ª Secção,

Leia mais

MUNICIPIO DE BRAGANÇA DO ANO 2009

MUNICIPIO DE BRAGANÇA DO ANO 2009 PÁGINA : 1 1. FUNÇÕES GERAIS 430.500,00 385.500,00 45.000,00 300.000,00 730.500,00 1.1. Serviços Gerais de 428.000,00 383.000,00 45.000,00 300.000,00 728.000,00 Administração Pública 1.1.1. Administração

Leia mais

ORGÂNICA ECONÓMICA D E S I G N A Ç Ã O ORGÂNICA ECONÓMICA

ORGÂNICA ECONÓMICA D E S I G N A Ç Ã O ORGÂNICA ECONÓMICA ENTIDADE MUNICIPIO DE MOGADOURO ORÇAMENTO DA DESPESA ( POR CLASSIFICAÇÃO ORGÂNICA/ECONÓMICA ) DOTAÇÕES INICIAIS DO ANO 2009 PÁGINA : 1 01 01.01 ADMINISTRACAO MUNICIPAL OPERACOES FINANCEIRAS 5.094.863,00

Leia mais

MUNICIPIO DE VINHAIS DO ANO 2015 PÁGINA : 1

MUNICIPIO DE VINHAIS DO ANO 2015 PÁGINA : 1 PÁGINA : 1 1. FUNCOES GERAIS 4.670.218,46 1.262.000,00 1.262.000,00 761.000,00 201.000,00 201.000,00 7.095.218,46 1.1. SERVICOS GERAIS DE 4.670.218,46 1.262.000,00 1.262.000,00 761.000,00 201.000,00 201.000,00

Leia mais

Documentos de Prestação de Contas

Documentos de Prestação de Contas Documentos de Prestação de Contas E DOCUMENTOS ANEXOS Segundo a Resolução nº04/2001-2ª Secção APROVAÇÃO Câmara Municipal - Reunião de / / Assembleia Municipal - Sessão de / / ACÓRDÃO DO TRIBUNAL DE CONTAS

Leia mais

GRANDES OPÇÕES DO PLANO 2009

GRANDES OPÇÕES DO PLANO 2009 GRANDES OPÇÕES DO PLANO 2009 1. Análise do Plano Plurianual de Investimentos (PPI) O plano plurianual de investimentos para 2009 tem subjacente um planeamento financeiro que perspectiva a execução dos

Leia mais

N.º 4 Setembro/14 BOLETIM. Informação das Actividades da Junta de Freguesia

N.º 4 Setembro/14 BOLETIM. Informação das Actividades da Junta de Freguesia N.º 4 Setembro/14 BOLETIM Informação das Actividades da Junta de Freguesia Introdução A presente Informação aos membros da Assembleia de Freguesia de Abrunheira, Verride e Vila Nova da Barca, refere-se

Leia mais

ENTIDADE ORÇAMENTO DA DESPESA DOTAÇÕES INICIAIS MUNICIPIO DE LOULE ( POR CLASSIFICAÇÃO ORGÂNICA/ECONÓMICA ) DO ANO 2013

ENTIDADE ORÇAMENTO DA DESPESA DOTAÇÕES INICIAIS MUNICIPIO DE LOULE ( POR CLASSIFICAÇÃO ORGÂNICA/ECONÓMICA ) DO ANO 2013 ENTIDADE ORÇAMENTO DA DESPESA DOTAÇÕES INICIAIS MUNICIPIO DE LOULE ( POR CLASSIFICAÇÃO ORGÂNICA/ECONÓMICA ) DO ANO 2013 PÁGINA : 1 01 ASSEMBLEIA MUNICIPAL 31.800,00 D E S P E S A S C O R R E N T E S 31.800,00

Leia mais

A TRANSPORTAR... 40.275,19 98.800,00 81.800,00 18.000,00 18.000,00 18.000,00 193.075,19

A TRANSPORTAR... 40.275,19 98.800,00 81.800,00 18.000,00 18.000,00 18.000,00 193.075,19 PÁGINA : 1 DESPESAS D (PREVISÃO) 1. FUNÇOES GERAIS 132.059,77 470.000,00 470.000,00 157.250,00 107.500,00 62.700,00 929.509,77 1.1. SERVIÇOS GERAIS DE 93.277,77 410.000,00 410.000,00 147.250,00 97.500,00

Leia mais

DIÁRIO ECONÓMICO LISBOA OCIDENTAL OBRAS CONCLUÍDAS, EM CURSO E A REALIZAR BONS EXEMPLOS DE REABILITAÇÃO URBANA

DIÁRIO ECONÓMICO LISBOA OCIDENTAL OBRAS CONCLUÍDAS, EM CURSO E A REALIZAR BONS EXEMPLOS DE REABILITAÇÃO URBANA DIÁRIO ECONÓMICO LISBOA OCIDENTAL OBRAS CONCLUÍDAS, EM CURSO E A REALIZAR BONS EXEMPLOS DE REABILITAÇÃO URBANA Lisboa, 21 de Novembro de 2011 1. LOCALIZAÇÃO DA ÁREA DE REABILITAÇÃO URBANA DA LISBOA OCIDENTAL,

Leia mais

EXECUÇÃO DO PLANO PLURIANUAL DE INVESTIMENTOS ANO CONTABILÍSTICO 2011. Até ao mês de Rectificação

EXECUÇÃO DO PLANO PLURIANUAL DE INVESTIMENTOS ANO CONTABILÍSTICO 2011. Até ao mês de Rectificação EXECUÇÃO DO PLANO PLURIANUAL DE S ANO CONTABILÍSTICO 2011 Pagina : 1 1. FUNÇOES GERAIS 239.200,00 505.000,00 744.200,00 177.311,45 177.311,45 74.13 23.83 1.1. SERVIÇOS GERAIS DE ADMINISTRAÇAO PUBLICA 232.200,00

Leia mais

F L U X O S D E C A I X A R E C E B I M E N T O S

F L U X O S D E C A I X A R E C E B I M E N T O S PERÍODO 2014/01/02 A 2014/12/31 Pág. 1 R E C E B I M E N T O S SALDO DA GERÊNCIA ANTERIOR... 259.724,13 EXECUÇÃO ORÇAMENTAL... 18.518,45 OPERAÇÕES DE TESOURARIA... 241.205,68 RECEITAS ORÇAMENTAIS... 4.975.283,44

Leia mais

MODIFICAÇÕES AO PLANO PLURIANUAL DE INVESTIMENTOS

MODIFICAÇÕES AO PLANO PLURIANUAL DE INVESTIMENTOS MODIFICAÇÕES AO PLANO PLURIANUAL DE INVESTIMENTOS Página : 1 1. FUNÇOES GERAIS 1.1. SERVIÇOS GERAIS DE ADMINISTRAÇAO PUBLICA 1.1.1. ADMINISTRAÇAO GERAL 1.1.1. 01 2002 I 1 AQUISIÇAO/REPARAÇAO DE OUTRO MATERIAL

Leia mais

MPS PERIODO : JANEIRO A OUTUBRO - 2015/10/31 2015/11/16 2015 1 DOTAÇÃO MOVIMENTO DO PERIODO MOVIMENTO ACUMULADO SALDO

MPS PERIODO : JANEIRO A OUTUBRO - 2015/10/31 2015/11/16 2015 1 DOTAÇÃO MOVIMENTO DO PERIODO MOVIMENTO ACUMULADO SALDO MPS PERIODO : JANEIRO A OUTUBRO - 2015/10/31 2015/11/16 2015 1 010101 TITULARES DE ÓRGÃOS DE SOBERANIA E 94.610,00 94.610,00 94.610,00 70.063,47 70.063,47 94.610,00 94.610,00 70.063,47 70.063,47 24.546,53

Leia mais

Mapa de Fluxos de Caixa

Mapa de Fluxos de Caixa RECEBIMENTOS Saldo da Gerência Anterior 1.243.835,16 Execução Orçamental 1.090.463,60 Operações de Tesouraria 153.371,56 Receitas Orçamentais 18.346.140,09 01 IMPOSTOS DIRECTOS 4.120.643,81 0102 Outros

Leia mais

Execução Anual do Plano Plurianual de Investimentos

Execução Anual do Plano Plurianual de Investimentos (signação da autarquia local) Município Valença do Plano Plurianual Investimentos (unida: ) 01 FUNÇÕES GERAIS 01 001 SERVIÇOS GERAIS DA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA 01 001 2010/1 AQUISIÇÃO, CONSTRUÇÃO, CONSERVAÇÃO

Leia mais

ORÇAMENTO DA RECEITA. Receitas Correntes 14.415.223

ORÇAMENTO DA RECEITA. Receitas Correntes 14.415.223 Receitas Correntes 14.415.223 01 Impostos Directos 4.655.446 01 02 Outros 4.655.446 01 02 02 IMI - Imposto municipal sobre imóveis 2.728.366 01 02 03 IUC Imposto único de circulação 278.183 01 02 04 IMT

Leia mais

Revisão do Plano Diretor Municipal de Carrazeda de Ansiães Fase 4 Plano Diretor Municipal Volume III Programa de Execução

Revisão do Plano Diretor Municipal de Carrazeda de Ansiães Fase 4 Plano Diretor Municipal Volume III Programa de Execução Revisão do Plano Diretor Municipal de Carrazeda de Ansiães Fase 4 Plano Diretor Municipal Volume III Programa de Execução Janeiro 2015 E17093 RR - Planning, Lda. Av. Gomes Freire, n.º 18 2760 066 Caxias

Leia mais

Município de Mortágua

Município de Mortágua Município de Mortágua Documentos de Prestação de Contas Balanço Demonstração de Resultados Mapas de Execução Orçamental Anexos às Demonstrações Financeiras Relatório de Gestão 2004 Índice Índice: 5. Balanço

Leia mais

Cargo, Carreira, Categoria. Actividade /Atribuições / Projectos / Competências ou Perfil

Cargo, Carreira, Categoria. Actividade /Atribuições / Projectos / Competências ou Perfil Mapa de Pessoal 2016 Mapa de Pessoal 2016 ESTRUTURA ORGÂNICA POSTOS DE TRABALHO OCUPADOS POSTOS DE TRABALHO CATIVOS * POSTOS TRABALHO A OCUPAR Unidade Orgânica Serviço ou Função Director de Serviços Director

Leia mais

PLANOESTRATÉGICO DO DESENVOLVIMENTOECONÓMICOLOCAL DE S. JOÃO DA MADEIRA. Plano da sessão

PLANOESTRATÉGICO DO DESENVOLVIMENTOECONÓMICOLOCAL DE S. JOÃO DA MADEIRA. Plano da sessão plano estratégico del desenvolvimento económico local PLANOESTRATÉGICO DO DESENVOLVIMENTOECONÓMICOLOCAL ECONÓMICO LOCAL DE S. JOÃO DA MADEIRA Equipa técnica: Assessor: João Pedro Guimarães Colaboradores:

Leia mais

CONTEÚDOS FUNCIONAIS:

CONTEÚDOS FUNCIONAIS: CONTEÚDOS FUNCIONAIS: Ref.ª A) TÉCNICO SUPERIOR DE ENGENHARIA DO AMBIENTE Realizar análises, estudo e emissão de pareceres dos assuntos que lhe são submetidos, tendo como base as melhores praticas legais

Leia mais

Fluxos de Caixa. Recebimentos

Fluxos de Caixa. Recebimentos Recebimentos Saldo da Gerência Anterior 393.778,77 Total das Receitas Orçamentais Execução Orçamental 263.966,97 Operações de Tesouraria 129.811,80 16.355.231,25 Receitas Correntes 12.596.773,53 01 Impostos

Leia mais

ANEXO 6 Tabela de Indicadores de Realização

ANEXO 6 Tabela de Indicadores de Realização ANEXO 6 Tabela de Indicadores de Realização CÓDIGO NOME UNIDADE TI DE INDICADOR 29 Acções de promoção ACOMPANHAMENTO 7 Área cartografada no estudo m2 ACOMPANHAMENTO 31 Arquivos organizados/inventariados

Leia mais

Fluxos de Caixa. Recebimentos

Fluxos de Caixa. Recebimentos Recebimentos Saldo da Gerência Anterior 310.276,31 Total das Receitas Orçamentais Execução Orçamental 103.137,41 Operações de Tesouraria 207.138,90 6.794.667,86 Receitas Correntes 5.881.296,87 01 Impostos

Leia mais

REUNIÃO ORDINÁRIA DA CÂMARA MUNICIPAL DE S. JOÃO DA MADEIRA

REUNIÃO ORDINÁRIA DA CÂMARA MUNICIPAL DE S. JOÃO DA MADEIRA 1 REUNIÃO ORDINÁRIA DA CÂMARA MUNICIPAL DE S. JOÃO DA MADEIRA ACTA Nº 10/2008 - MAIO --- DATA DA REUNIÃO: Vinte de Maio de dois mil e oito. -------------------------------- --- LOCAL DA REUNIÃO: Sala das

Leia mais

INFORMAÇÃO SOBRE ACTIVIDADE DO MUNICIPIO Art. 68 n.º 1 al. c) e n.º 4 da lei 169/99 de 11 de Janeiro

INFORMAÇÃO SOBRE ACTIVIDADE DO MUNICIPIO Art. 68 n.º 1 al. c) e n.º 4 da lei 169/99 de 11 de Janeiro INFORMAÇÃO SOBRE ACTIVIDADE DO MUNICIPIO Art. 68 n.º 1 al. c) e n.º 4 da lei 169/99 de 11 de Janeiro No corrente mês de Junho, foram lançados os concursos públicos da Casa das Artes do Espectáculo e do

Leia mais

GRANDES OPÇÕES PLANO

GRANDES OPÇÕES PLANO MUNICÍPIO DAS VELAS GRANDES OPÇÕES DO PLANO ANO DE INTRODUÇÃO Os presentes Plano e Orçamento municipais apresentam-se condicionados por várias situações facto que o tornam totalmente subjugado à política

Leia mais

1.827.036,84 + IVA E APROVAÇÃO DE MINUTA DO CONTRATO...

1.827.036,84 + IVA E APROVAÇÃO DE MINUTA DO CONTRATO... PONTO 1 APROVAÇÃO DA ACTA DA REUNIÃO ANTERIOR.... PONTO 2 PERÍODO DE ANTES DA ORDEM DO DIA ASSUNTOS DE INTERESSE CONCELHIO.... PONTO 3 - INFORMAÇÃO PRESTADA PELO CHEFE DE DIVISÃO DE OBRAS MUNICIPAIS ENG.º

Leia mais

Ata n.º 16/ / Minuta

Ata n.º 16/ / Minuta Ata n.º 6/ / Minuta Reunião Ordinária, realizada em 28 de agosto de 205,, pelas 6,3 A Câmara Municipal de Soure deliberou, nos termos do artigo 57.º da Lei n.º75/203, de 2 de Setembro, aprovar em minuta

Leia mais

OPÇÕES DO PLANO 2015:2018 datas 2015 2016 2017 2018. conclusão. Respons. início 1 EDUCAÇÃO 207.000,00 186.840,00 191.282,00 196.

OPÇÕES DO PLANO 2015:2018 datas 2015 2016 2017 2018. conclusão. Respons. início 1 EDUCAÇÃO 207.000,00 186.840,00 191.282,00 196. 1 EDUCAÇÃO 207.000,00 186.840,00 191.282,00 196.916,00 1 ENSINO PRÉ-ESCOLAR E DO 1º CICLO 116.500,00 93.625,00 100.574,00 103.487,00 1 Apoios e subsídios CM 13 18 5 05-06-02-03-99 1.000,00 1.030,00 2.122,00

Leia mais

Mapa de Pessoal Ano de 2016 ( Art.º 29º do anexo à Lei nº 35/2014, de 20 de junho )

Mapa de Pessoal Ano de 2016 ( Art.º 29º do anexo à Lei nº 35/2014, de 20 de junho ) Mapa de Pessoal Ano de 2016 ( Art.º 29º do anexo à Lei nº 35/2014, de 20 de junho ) Atribuições/Competências/Actividades Chefe de Divisão Superior Especialista de Informática de Informática Coordenador

Leia mais

1 - PLANO DE FINANCIAMENTO O plano de financiamento é desenvolvido focando-se dois pontos distintos:

1 - PLANO DE FINANCIAMENTO O plano de financiamento é desenvolvido focando-se dois pontos distintos: 1 - PLANO DE FINANCIAMENTO O plano de financiamento é desenvolvido focando-se dois pontos distintos: 1. 1 - Identificação e avaliação dos grandes factores de custo, independentemente da responsabilidade

Leia mais

Anúncio de pré-informação para contratos no domínio da defesa e da segurança

Anúncio de pré-informação para contratos no domínio da defesa e da segurança União Europeia Publicação no suplemento do Jornal Oficial da União Europeia 2, rue Mercier, 2985 Luxembourg, Luxemburgo +352 29 29 42 670 ojs@publications.europa.eu Informação e formulários em linha: http://simap.europa.eu

Leia mais

GRANDES OPÇÕES DO PLANO ORÇAMENTO DA RECEITA E DA DESPESA 2014

GRANDES OPÇÕES DO PLANO ORÇAMENTO DA RECEITA E DA DESPESA 2014 GRANDES OPÇÕES DO PLANO ORÇAMENTO DA RECEITA E DA DESPESA 2014 INTRODUÇÃO O próximo ano estará marcado pelo fim do atual QREN o que provocará com que o investimento previsto seja reduzido significativamente.

Leia mais

Plano de Pormenor de Salvaguarda e Valorização do Núcleo Histórico de Sines. Proposta de Termos de Referência

Plano de Pormenor de Salvaguarda e Valorização do Núcleo Histórico de Sines. Proposta de Termos de Referência Plano de Pormenor de Salvaguarda e Valorização do Núcleo Histórico de Sines Proposta de Termos de Referência Câmara Municipal de Sines Divisão de Planeamento, Ordenamento do Território e Ambiente OUTUBRO

Leia mais

enewsletter NOVEMBRO`09

enewsletter NOVEMBRO`09 Página Web 1 de 7 enewsletter NOVEMBRO`09 www.centralprojectos.pt Central Projectos conquista estatuto de PME Líder A Central Projectos foi recentemente reconhecida como PME Líder pelo IAPMEI no âmbito

Leia mais

Câmara Municipal de Barcelos

Câmara Municipal de Barcelos Câmara Municipal de Barcelos Reunião ordinária do executivo 17 de janeiro de 2014 Lista completa das deliberações 1. Atribuição de subsídio para refeição escolar, com efeitos retroativos à data do pedido

Leia mais

Programação de equipamentos colectivos

Programação de equipamentos colectivos Programação de equipamentos colectivos Definição e tipologia Conceitos associados à programação de equipamentos Critérios de programação, dimensionamento e localização; exemplos Instituto Superior Técnico/Departamento

Leia mais

P L A N O D E G O V E R N O P R O G R E S S I S T A

P L A N O D E G O V E R N O P R O G R E S S I S T A P L A N O D E G O V E R N O P R O G R E S S I S T A Realizar uma gestão com desenvolvimento social e econômico sustentáveis. Eficiência na geração e aplicação dos recursos públicos. PP SIGNIFICA P R I

Leia mais

CURSOS QUE CONFEREM HABILITAÇÃO PRÓPRIA PARA A DOCÊNCIA. Grupo de Recrutamento 530 - Educação Tecnológica

CURSOS QUE CONFEREM HABILITAÇÃO PRÓPRIA PARA A DOCÊNCIA. Grupo de Recrutamento 530 - Educação Tecnológica Arquitectura Arquitectura (Curso superior) 1º Arquitectura e Urbanismo Universidade Fernando Pessoa Arte e Comunicação ramo de Audiovisual; ramo Fotográfico; ramo de Multimédia Escola Superior Artística

Leia mais

PROPOSTA DE PLANO DE ACTIVIDADES PARA A VILA DE ARCOZELO

PROPOSTA DE PLANO DE ACTIVIDADES PARA A VILA DE ARCOZELO PROPOSTA DE PLANO DE ACTIVIDADES PARA A VILA DE ARCOZELO ANO ECONÓMICO DE 2010 GRANDES OPÇÕES DO PLANO PARA O QUADRIÉNIO 2009 2013 É tempo de um novo mandato autárquico, resultante das eleições do passado

Leia mais

Eng.º José Pinto Leite

Eng.º José Pinto Leite Dia 27 de Maio Investimento e sustentabilidade Eng.º José Pinto Leite Programa Polis Congresso LIDER A 09 Sustentabilidade e o POLIS José Manuel Pinto Leite IST 27/05/2009 1 Sustentabilidade e o POLIS

Leia mais

CURRICULUM VITAE. - Licenciada em História pela Universidade Lusíada no ano lectivo de 1989/90, com a classificação de catorze valores

CURRICULUM VITAE. - Licenciada em História pela Universidade Lusíada no ano lectivo de 1989/90, com a classificação de catorze valores CURRICULUM VITAE 1. DADOS PESSOAIS Lucinda Maria Correia Lucas dos Santos Lopes Data de Nascimento: 20.07.1963 2. HABILITAÇÕES LITERÁRIAS - Licenciada em História pela Universidade Lusíada no ano lectivo

Leia mais

Uma entidade privada sem fins lucrativos constituída em 1994, por entidades colectivas denaturezapúblicaeprivada,comsedenaviladocadaval.

Uma entidade privada sem fins lucrativos constituída em 1994, por entidades colectivas denaturezapúblicaeprivada,comsedenaviladocadaval. Uma entidade privada sem fins lucrativos constituída em 1994, por entidades colectivas denaturezapúblicaeprivada,comsedenaviladocadaval. GAL Grupo de Acção Local, reconhecido pelo Ministério da Agricultura

Leia mais

FREGUESIA DE AVENIDAS NOVAS

FREGUESIA DE AVENIDAS NOVAS Ano: 0 () F. de Financiamento () () 0 0 0 00000 Funcões Gerais.,00.,00.,00.,00.0.,00 0 0000 Serviços Gerais da Administração Pública.,00.,00.,00.,00.0.,00 000 Administração Geral.,00.,00.,00.,00.0.,00

Leia mais

Fluxos de Caixa. Recebimentos

Fluxos de Caixa. Recebimentos Recebimentos Saldo da Gerência Anterior 316.566,25 Total das Receitas Orçamentais Execução Orçamental 264.031,03 Operações de Tesouraria 52.535,22 5.031.119,33 Receitas Correntes 2.585.384,84 01 Impostos

Leia mais

Termos de Referência do Plano de Urbanização do Vale dos Socorridos ÍNDICE

Termos de Referência do Plano de Urbanização do Vale dos Socorridos ÍNDICE ÍNDICE 1- Introdução... 2 2 - Enquadramento Legal do Plano... 2 3 - Enquadramento Territorial da Área de Intervenção... 3 4 - Base Programática para o Desenvolvimento da Solução Urbanística... 5 4.1 Caracterização

Leia mais

Às sextas na Cidade. Águeda - cidade inclusiva

Às sextas na Cidade. Águeda - cidade inclusiva Às sextas na Cidade Águeda - cidade inclusiva Índice Águeda - cidade inclusiva: Como pode a cidade ser mais inclusiva? idosos, crianças, pessoas com necessidades especiais A cidade é de TODOS! Índice INCLUSÃO

Leia mais

Mapa de pessoal CTFP tp determinado Artigo 5º LVCR Área de formação académica e/ou profissional

Mapa de pessoal CTFP tp determinado Artigo 5º LVCR Área de formação académica e/ou profissional Funções consultivas, de estudo, planeamento, programação, avaliação e aplicação de métodos e processos de natureza técnica e ou científica, que fundamentam e preparam a decisão. Elaboração, autonomamente

Leia mais

BALANÇO ANO 2005 ENTIDADE C.M.M MUNICIPIO DE MIRANDELA PAG. 1 EXERCÍCIOS CÓDIGO DAS N N - 1 ACTIVO AB A/P AL AL

BALANÇO ANO 2005 ENTIDADE C.M.M MUNICIPIO DE MIRANDELA PAG. 1 EXERCÍCIOS CÓDIGO DAS N N - 1 ACTIVO AB A/P AL AL Prestação de Contas - 2005 Junto se remete os Documentos de Prestação de Contas referentes à Gerência de 2005, organizados em conformidade com o POCAL e a Resolução n.º 04/2001 2.ª Secção, do Tribunal

Leia mais

ANO 2007 ENTIDADE C.M.L. MUNICÍPIO DE LAGOA Pág. 1

ANO 2007 ENTIDADE C.M.L. MUNICÍPIO DE LAGOA Pág. 1 ENTIDADE C.M.L. MUNICÍPIO DE LAGOA Pág. 1 R E C E B I M E N T O S SALDO DA GERÊNCIA ANTERIOR... 383.685,64 EXECUÇÃO ORÇAMENTAL... 161.920,09 OPERAÇÕES DE TESOURARIA... 221.765,55 RECEITAS ORÇAMENTAIS...

Leia mais

DOCUMENTO ORIENTADOR 1ª REVISÃO DO PLANO DIRETOR MUNICIPAL DE MEALHADA

DOCUMENTO ORIENTADOR 1ª REVISÃO DO PLANO DIRETOR MUNICIPAL DE MEALHADA DOCUMENTO ORIENTADOR 1ª REVISÃO DO PLANO DIRETOR MUNICIPAL DE MEALHADA [APROVADA EM ASSEMBLEIA MUNICIPAL DE 10 DE ABRIL DE 2015 E PUBLICADA EM DIÁRIO DA REPÚBLICA ATRAVÉS DO AVISO N.º 4234/2015, DE 20

Leia mais

Nº 48 - Município de Chaves - dezembro de 2012 - Distribuição gratuita - www.chaves.pt

Nº 48 - Município de Chaves - dezembro de 2012 - Distribuição gratuita - www.chaves.pt ISSN: 1645-7528 Nº 48 - Município de Chaves - dezembro de 2012 - Distribuição gratuita - www.chaves.pt UTAD e Universidade de Vigo assinaram acordo de colaboração para a criação de um Campus da Água em

Leia mais

DOTAÇÕES INICIAIS DO ANO 2013 RECEITAS MONTANTE DESPESAS MONTANTE

DOTAÇÕES INICIAIS DO ANO 2013 RECEITAS MONTANTE DESPESAS MONTANTE R E S U M O D O O R Ç A M E N T O ENTIDADE SERVIÇOS MUNICIPALIZADOS DAS CALDAS DA RAINHA DOTAÇÕES INICIAIS DO ANO RECEITAS MONTANTE DESPESAS MONTANTE Correntes... 6.949.000,00 Correntes... 5.808.050,00

Leia mais

Investir na Educação, Construir o Futuro. Filomena Pinheiro Vice-Presidente da Câmara Municipal de Mealhada

Investir na Educação, Construir o Futuro. Filomena Pinheiro Vice-Presidente da Câmara Municipal de Mealhada Investir na Educação, Construir o Futuro Filomena Pinheiro Vice-Presidente da Câmara Municipal de Mealhada Caracterização do Concelho de Mealhada - Área: 111 Km 2 - População: 22 099 habitantes - Território

Leia mais

III.2. Do Plano de Acção à Subvenção Global: A contratualização com Associação de Municípios no âmbito do INAlentejo

III.2. Do Plano de Acção à Subvenção Global: A contratualização com Associação de Municípios no âmbito do INAlentejo III.2. Do Plano de Acção à Subvenção Global: A contratualização com Associação de Municípios no âmbito do INAlentejo A contratualização com associações de municípios no âmbito dos Programas Operacionais,

Leia mais

CAPÍTULO I ÁGUA, SANEAMENTO, ÁGUAS RESIDUAIS E RESÍDUOS SÓLIDOS URBANOS

CAPÍTULO I ÁGUA, SANEAMENTO, ÁGUAS RESIDUAIS E RESÍDUOS SÓLIDOS URBANOS CAPÍTULO I ÁGUA, SANEAMENTO, ÁGUAS RESIDUAIS E RESÍDUOS SÓLIDOS URBANOS Ligações de Água de Abastecimento Público a) Colocação de Contadores (cada serviço) 10,15 Ligação, Aferição, Interrupção e Restabelecimento

Leia mais

Plano PluriAnual de Investimentos do ano 2014

Plano PluriAnual de Investimentos do ano 2014 Plano PluriAnual Investimentos do ano (b)=+ finido não finido previsto +++ 1 FUNÇÕES GERAIS 1 001 ADMINISTRAÇÃO GERAL 1 001 2002/2 Aquisição mobiliário 0102 070109 O 01 01/2002 12/ 4 17.288 1 001 2002/3

Leia mais

E N T I D A D E P L A N O P L U R I A N U A L D E I N V E S T I M E N T O S DOTAÇÕES INICIAIS MUNICIPIO DE PAREDES DE COURA DO ANO 2013

E N T I D A D E P L A N O P L U R I A N U A L D E I N V E S T I M E N T O S DOTAÇÕES INICIAIS MUNICIPIO DE PAREDES DE COURA DO ANO 2013 PÁGINA : 1 1. Funções gerais 1.510.800,00 1.510.800,00 27.300,00 1.538.100,00 1.1. Serviços gerais de 1.469.600,00 1.469.600,00 1.469.600,00 administração pública 1.1.1. Administração geral 1.469.600,00

Leia mais

CÂMARA MUNICIPAL. LUGARES A PREENCHER (Necessidades previsionais) SERVIÇO MUNICIPAL PROTEÇÃO CIVIL. LUGARES A PREENCHER (Necessidades previsionais)

CÂMARA MUNICIPAL. LUGARES A PREENCHER (Necessidades previsionais) SERVIÇO MUNICIPAL PROTEÇÃO CIVIL. LUGARES A PREENCHER (Necessidades previsionais) mapa de pessoal Ano 2013 Artigos 4º e 5º da Lei nº 12-A/2008 de 27 de Fevereiro CÂMARA MUNICIPAL Assistente Técnico 12º ano de escolaridade 2 1 - Secretário Presidência Assistente Operacional Escolaridade

Leia mais

Junta de Freguesia de S. Julião da Figueira da Foz Fluxos de Caixa (Desagregados)

Junta de Freguesia de S. Julião da Figueira da Foz Fluxos de Caixa (Desagregados) Pag.: 1 Despesas Correntes 01...... 01...... 01.03..... 01.03.01.... 01.03.01.01... 01.03.01.01.01.. ADMINISTRAÇÃO DA FREGUESIA 274.212,16 ADMINISTRAÇÃO DA FREGUESIA 13.440,80 ADMINISTRAÇÃO GERAL 274.212,16

Leia mais

Última alteração 03-12-2009

Última alteração 03-12-2009 01 Impostos directos * 01 02 Outros 01 02 02 Imposto municipal sobre imóveis * 01 02 03 Imposto único de circulação 01 02 04 Imposto municipal sobre as transacções onerosas de imóveis 01 02 05 Derrama

Leia mais

E N T I D A D E P L A N O P L U R I A N U A L D E I N V E S T I M E N T O S DOTAÇÕES INICIAIS MUNICIPIO DO PORTO SANTO DO ANO 2015

E N T I D A D E P L A N O P L U R I A N U A L D E I N V E S T I M E N T O S DOTAÇÕES INICIAIS MUNICIPIO DO PORTO SANTO DO ANO 2015 PÁGINA : 1 1. FUNÇÕES GERAIS 33.356,00 25.856,00 7.500,00 1.002.856,00 677.500,00 380.000,00 2.093.712,00 1.1. SERVIÇOS GERAIS DE 33.356,00 25.856,00 7.500,00 1.002.856,00 677.500,00 380.000,00 2.093.712,00

Leia mais

DEPARTAMENTO DE OBRAS E GESTÃO DE INFRA-ESTRUTURAS MUNICIPAIS FICHA TÉCNICA

DEPARTAMENTO DE OBRAS E GESTÃO DE INFRA-ESTRUTURAS MUNICIPAIS FICHA TÉCNICA PARTAMENTO OBRAS E GESTÃO FICHA TÉCNICA 1. INTIFICAÇÃO Construção do Campo Polivalente do Clube da Cruz de Cristo Coselhas 2. LOCALIZAÇÃO Coselhas Freguesia de Santo António dos Olivais 3. SCRIÇÃO GERAL

Leia mais

REPÚBLICA DE ANGOLA Governo Provincial da Huíla. INVEST HUÍLA 2015 Fórum de Negócios e Oportunidades de Investimento OPORTUNIDADES DE INVESTIMENTO

REPÚBLICA DE ANGOLA Governo Provincial da Huíla. INVEST HUÍLA 2015 Fórum de Negócios e Oportunidades de Investimento OPORTUNIDADES DE INVESTIMENTO REPÚBLICA DE ANGOLA Governo Provincial da Huíla INVEST HUÍLA 2015 Fórum de Negócios e s de Investimento OPORTUNIDADES SECTOR IMOBILIÁRIO Construção SECTOR IMOBILIÁRIO Construção ÍNDICE IH.IM017 Boulevard

Leia mais

E N T I D A D E P L A N O P L U R I A N U A L D E I N V E S T I M E N T O S DOTAÇÕES INICIAIS MUNICÍPIO DE POMBAL DO ANO 2015 PÁGINA : 1

E N T I D A D E P L A N O P L U R I A N U A L D E I N V E S T I M E N T O S DOTAÇÕES INICIAIS MUNICÍPIO DE POMBAL DO ANO 2015 PÁGINA : 1 P L A N O P L U R I A N U A L D E I N V E S T I M E N T O S DOTAÇÕES INICIAIS PÁGINA : 1 DESPESAS DE INVESTIMENTO (PREVISÃO) 1. Funções gerais 1.323.365,49 3.199.350,00 1.372.350,00 1.827.000,00 2.057.000,00

Leia mais

EDITAL ANTÓNIO MAGALHÃES, PRESIDENTE DA CÂMARA MUNICIPAL DE GUIMARÃES, FAZ SABER,

EDITAL ANTÓNIO MAGALHÃES, PRESIDENTE DA CÂMARA MUNICIPAL DE GUIMARÃES, FAZ SABER, Fls. 1 EDITAL ANTÓNIO MAGALHÃES, PRESIDENTE DA CÂMARA MUNICIPAL DE GUIMARÃES, FAZ SABER, em cumprimento do disposto no art. 91º da Lei nº 169/99, de 18 de Setembro, alterada e republicada pela Lei nº 5-A/2002,

Leia mais

Projectos Gaia 2013 (Aviso n.º 3145/2010 - Diário da República, de 11 de Fevereiro de 2010)

Projectos Gaia 2013 (Aviso n.º 3145/2010 - Diário da República, de 11 de Fevereiro de 2010) PROJECTO ENCOSTAS DO DOURO Percurso Largo D. Luís I Areínho de Avintes Largo D. Luís I Areínho de Avintes Projectos Gaia 2013 (Aviso n.º 3145/2010 - Diário da República, de 11 de Fevereiro de 2010) Percurso

Leia mais

Documentos Gráficos: Cartas, Mapas e Desenhos de Arquitetura

Documentos Gráficos: Cartas, Mapas e Desenhos de Arquitetura A Secretaria Regional do Turismo e Transportes, através do Centro de Informação e Documentação divulga, nesta página, uma listagem de documentos gráficos, que compõem, na generalidade, o núcleo documental

Leia mais

Mapa de Pessoal ano 2013

Mapa de Pessoal ano 2013 DAF DAF DF DRHA CTRC Animação Cultural Diretor de Gestão Autárquica 1 1 Animação Cultural 1 1 Arquivistíca 1 1 Sociologia 1 1 Total 6 6 DAF Total 6 6 Contabilidade 1 1 Administração Pública 1 1 CTRC Total

Leia mais