Crash recovery é similar ao instance recovery, onde o primeiro referencia ambientes de instância exclusiva e o segundo ambientes parallel server.

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Crash recovery é similar ao instance recovery, onde o primeiro referencia ambientes de instância exclusiva e o segundo ambientes parallel server."

Transcrição

1 Recover no Oracle O backup e recuperação de dados em um SGBD é de grande importância para a manutenção dos dados. Dando continuidade a nossos artigos, apresentamos abaixo formas diferentes de se fazer uma restauração de dados no Oracle. Verificando a Necessidade de Recuperação Quando um banco de dados é iniciado, este passa por três fases: Fase NoMount É a primeira fase, onde é lido o arquivo de parâmetros init.ora para determinar o tamanho do SGA, criar e inicializar os processos de background. Também é lido o endereço do arquivo de controle (control files), que será aberto na próxima fase. Fase Mount Nesta fase é montado o banco de dados, onde o arquivo de controle (control files) é aberto e os endereços dos datafiles e redo log files são lidos. Fase Open Durante esta fase, caso um dos arquivos referenciados no arquivo de controle (SCN) não seja encontrado, ou esteja fora de sincronismo, o banco de dados não é aberto. No caso de erros nos arquivos de referências e falta de sincronismo do arquivo de controle, será necessária uma recuperação de mídia. (Media Recovery). Também é verificado se o último checkpoint foi realizado com sucesso, e caso positivo o banco de dados será liberado, senão procederá a um Instance Recovery. Crash/Instance Recovery Crash recovery é similar ao instance recovery, onde o primeiro referencia ambientes de instância exclusiva e o segundo ambientes parallel server. Rodando em configuração parallel server, com no mínimo duas instâncias, o instance recovery é automaticamente realizado por uma das instâncias que se mantiveram ativas após a falha. Nenhum comando é necessário para a execução do Instance Recovery, todo o processo é disparado automaticamente pelo Oracle. O que o DBA deverá fazer é descobrir quais as causas que levaram à falha. Media Recovery O media recovery só é executado através de um comando realizado pelo DBA. Este comando é executado com o objetivo de trazer um determinado data file a uma posição de atualização ou para restaurar alterações perdidas quando este foi colocado off-line sem um prévio checkpoint.

2 Um data file recuperado a partir de um backup sempre vai precisar de media recovery. Podemos fazer uma operação de recovery enquanto o banco está aberto e o datafile a ser recuperado está em estado off-line. Só podemos fazer a recuperação completa até o ponto de falha, se trabalharmos em modo ARCHIVELOG. Fases do Recovery Qualquer tipo de recovery é composto de duas fases: Roll Forward Roll Backward Aplicando o Roll Forward O roll forward consiste em aplicar seqüencialmente as alterações de blocos (redo records) contidas nos registros do redo log. O Processo lê os redo records existentes no arquivo de redo log e obtém os blocos originais correspondentes às modificações nos datafiles, movendo-os para o database buffer cache. A tabela interna undo$ contém informações sobre as transações pendentes, até que redo records, contendo a informação de commit, sejam encontrados. Neste caso, a informação é retirada da tabela undo$ e das entradas do segmento de rollback. Aplicando Roll Backward Após a aplicação de todos os redo records correspondentes, começa a segunda parte do processo de recuperação, que é o rollback das transações não confirmadas. Esta parte do processo também é chamada de recuperação da transação. As transações pendentes são localizadas através da tabela undo$ que contém as transaction tables armazenadas no segmento de rollback. Uma vez localizadas, estas são seguidas até o fim da cadeia de forma a desfazer todas as transações pendentes. As Opções do Media Recovery Existem basicamente três opções para se efetuar um media recovery. Database Recovery Tablespace Recovery

3 Data file Recovery Todos são executados a partir da recuperação das cópias de backups correspondentes, adicionando-se os redo logs arquivados (archives). Database Recovery O Database Recovery é a opção de Recovery mais abrangente, pois recupera todos os redo records contidos nos redo logs arquivados. Mas também ele é o mais custoso, consumindo muito mais tempo de execução e com maior risco, visto que sua abrangência atinge praticamente todos os datafiles pertencentes ao banco de dados. Um database recovery só pode ser executado com o banco de dados off-line. Tablespace Recovery O método Tablespace Recovery só pode ser utilizado com o banco de dados aberto, visto que uma tablespace é um objeto lógico e só existe internamente no banco de dados. Ele é um método de recuperação on-line, à medida que só funciona com o banco de dados aberto. Ele é tem menos custo e é mais rápido do que o Database Recovery. Datafile Recovery Para o método Datafile Recovery, podemos trabalhar com o banco de dados aberto, ele é o método com maior nível de granularidade, podendo ser o mais eficiente quando feito com um ou poucos datafiles. O Comando Recovery O comando Recovery deverá ser executado quando em uma das fases de inicialização do Oracle forem encontrados erros (Fase NoMount, Fase Mount, Fase Open). Sintaxe do comando Recovery: recover [automatic] [from ] [database database_name] [tablespace ] [until cancel] [until time ] [until change ] [using backup controlfile];

4 Automatic A recuperação será executada sem que o DBA precise informar o nome e o caminho dos arquivos de redo a serem aplicados. From - Irá buscar os redos arquivados na localização específica. Database_Name Nome do banco de dados se o db_name não for especificado no arquivo de parâmetros. Tablespace_name Nome da tablespace que será recuperada. Datafile_name Nome do datafile que será recuperado. O default do comando é recovery database. O Recovery Incompleto A recuperação de um banco de dados obtido de uma falha de armazenamento sem nenhuma perda de dados é identificado de Complete Recovery, caso uma parte dos dados tenha sido perdido temos um caso de Incomplete Recovery. Quando possuímos todos os arquivos de redo logs necessários, os datafiles de backup e o arquivo controle corrente, devemos fazer uma recuperação completa. Uma recuperação incompleta só deverá ser feita quando não possuirmos um dos itens necessários para tal, ou se um dos redos estiver corrompido e não trabalharmos com múltiplos destinos. Uma recuperação incompleta também pode ser utilizada para trazer o banco de dados até um determinado ponto no tempo. Quando executamos um recovery incompleto devemos abrir o banco de dados com o comando alter database open resetlogs. Após este comando devemos fazer um backup full imediatamente, de modo que se mantenha o novo conjunto de arquivos sincronizados pelo novo valor do log sequence number.este comando marca o banco de dados de forma que jamais poderemos aplicar os arquivos de redo que foram descartados. A recuperação incompleta é realizada a partir de um dos seguintes comandos: recover database until cancel; recover database until time ; recover database until chance ; Until cancel é utilizado quando desejamos fazer a recuperação até um determinado arquivo de redo, seguido do cancelamento da execução com o comando cancel.

5 Until time é utilizado quando desejamos recuperar nosso banco até um determinado ponto no tempo. Todas as transações que estiverem pendentes de confirmação naquele momento do tempo serão desfeitas através do processo de roll backwards. Until change funciona basicamente da mesma forma que a opção until time, com a diferença de que nesta opção é aplicado um determinado SCN (system change number). os arquivos de redo log serão : Recuperação em NOARCHIVELOG Nestes casos a recuperação só pode ser da imagem anterior do último backup. Ocasionalmente há perda de todas as transações subseqüêntes. Recuperação Completa Para realizar uma recuperação completa do banco de dados, ele tem que estar rodando em modo ARCHIVELOG. Deve-se estar de posse também dos datafiles a serem recuperados, control files e redo logs arquivados. Recuperação Incompleta Antes de fazer uma recuperação incompleta do banco de dados Oracle, temos que deixar prontos todos os arquivos já copiados, para o momento certo de recuperação, garantindo que todos os arquivos contenham modificações (SCNs) anteriores ao momento em que queremos para a recuperação. Ao final de uma recuperação incompleta abrimos o banco de dados com RESETLOGS, e o número seqüencial dos redo logs volta a 1. Cuidado pois, todo o conjunto de redos anteriores ficará inválido. Veja o comando abaixo: alter database open resetlogs; Utilizando o Utilitário The Recovery Manager do Oracle Podemos utilizar diversos tipos de utilitários para fazermos recovery no Oracle, mostraremos o funcionamento do utilitário padrão do Oracle. Caixa de Diálogo do Oracle Recovery Manager

6 Automatic Recovery - Executa uma recuperação automática. Restore From Full Database Backup - Restabelece a base de dados a partir de um arquivo de backup full. Se você utilizou seu banco de dados em modo de NOARCHIVELOG, esta é sua única opção. Restore Data, then Do Recovery - Restabelece o dados selecionados arquivados e executa uma recuperação automática. Data file list Box - Indica o local do banco de dados arquivado para restabelecer. Restore Control File, then Do Recovery - Restabelece o arquivo de controle e executa uma recuperação automática. Recover - Inicia o procedimento de recuperação. Caixa de Diálogo Database Files

7 Data Files Quando selecionado, exibe a lista de arquivos de dados em seu banco de dados. Log Files Quando selecionado, exibe a lista de arquivos de log e o grupo deles numerado, associado com seu banco de dados. Control Files Quando selecionado, exibe a lista de arquivos de controle do seu banco de dados. File List - Exibe a lista válida de arquivos, dependendo de como são selecionados Data, Log, ou Control Files. File name Box - Entre com um caminho e o filename para um arquivo que você quer acrescentar à lista de arquivos em seu banco de dados. Add - Acrescenta o arquivo especificado na caixa de Filename à Lista de Arquivo. Remove - Remove o arquivo selecionado da Lista de Arquivo. Group Number - Só é habilitado quando o a opção log files é selecionada. Isto indica o grupo do log file e sua sucessão para a qual o arquivo de log atualmente selecionado pertence.

*O RDBMS Oracle é um sistema de gerenciamento de banco de dados relacional.

*O RDBMS Oracle é um sistema de gerenciamento de banco de dados relacional. Arquitetura Oracle e seus componentes Hoje irei explicar de uma forma geral a arquitetura oracle e seus componentes. Algo que todos os DBA s, obrigatoriamente, devem saber de cabo a rabo. Vamos lá, e boa

Leia mais

PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO POSEAD. Curso Banco de Dados. Resenha Crítica: Backup e Recovery Aluno: Wilker Dias Maia

PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO POSEAD. Curso Banco de Dados. Resenha Crítica: Backup e Recovery Aluno: Wilker Dias Maia PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO POSEAD Curso Banco de Dados Resenha Crítica: Backup e Recovery Aluno: Wilker Dias Maia Brasília 2012 SUMÁRIO 1- INTRODUÇÃO... 3 2- DESCRIÇÃO DO ASSUNTO... 4 2.1- Estrutura fisica

Leia mais

Aula 2 Arquitetura Oracle

Aula 2 Arquitetura Oracle Aula 2 Arquitetura Oracle Instancia Oracle Uma instância Oracle é composta de estruturas de memória e processos. Sua existência é temporária na memória RAM e nas CPUs. Quando você desliga a instância em

Leia mais

Banco de Dados Oracle. Faculdade Pernambucana - FAPE

Banco de Dados Oracle. Faculdade Pernambucana - FAPE Faculdade Pernambucana - FAPE Visão Geral dos Componentes Principais da Arquitetura Oracle Servidor Oracle É o nome que a Oracle deu ao seu SGBD. Ele consiste de uma Instância e um Banco de Dados Oracle.

Leia mais

RMAN - utilização e considerações como ferramenta de backup

RMAN - utilização e considerações como ferramenta de backup Fundação de Estudos Sociais do Paraná ISET Curso de Especialização em Administração de Banco de Dados Oracle 9i RMAN - utilização e considerações como ferramenta de backup Aluno: Milton Bastos Henriquis

Leia mais

Restauração do Exchange Server.

Restauração do Exchange Server. Restauração do Exchange Server. Considerações Iniciais Como visto anteriormente, não há maiores dificuldades na configuração de backups de um banco Exchange. Reservam-se à restauração as operações mais

Leia mais

Guia de procedimentos de backups

Guia de procedimentos de backups Guia de procedimentos de backups Sumário Sobre o guia 3... 4 Procedimentos de backup do banco de dados Oracle... 5 Backup lógico... 6 Backup físico... 7 Envio de backup... para fita 9 2 3 Sobre o guia

Leia mais

Sumário. Recuperação de Falhas

Sumário. Recuperação de Falhas Sumário 1 Processamento de Consultas 2 Introdução a Transações 3 Recuperação de Falhas 4 Controle de Concorrência 5 Banco de Dados Distribuído Recuperação de Falhas Garantia de atomicidade e durabilidade

Leia mais

Sumário. Capítulo 2 Conceitos Importantes... 32 Tópicos Relevantes... 32 Instance... 33 Base de Dados... 36 Conclusão... 37

Sumário. Capítulo 2 Conceitos Importantes... 32 Tópicos Relevantes... 32 Instance... 33 Base de Dados... 36 Conclusão... 37 7 Sumário Agradecimentos... 6 Sobre o Autor... 6 Prefácio... 13 Capítulo 1 Instalação e Configuração... 15 Instalação em Linux... 15 Instalação e Customização do Red Hat Advanced Server 2.1... 16 Preparativos

Leia mais

Técnica UNDO/REDO. detectar que X é atualizado mais de uma vez e realizar apenas a última atualização técnica UNDO/REDO com REDO único para cada dado

Técnica UNDO/REDO. detectar que X é atualizado mais de uma vez e realizar apenas a última atualização técnica UNDO/REDO com REDO único para cada dado Técnica UNDO/REDO Quando se percorre o Log forward para fazer REDO, é possível que um dado X tenha sido atualizado por mais de uma transação committed Variante da técnica UNDO/REDO detectar que X é atualizado

Leia mais

UNINOVE Tec. Adm. e Des. de Sistemas. Administracão de Banco de Dados. ORACLE Backup / Recovery AULA 11

UNINOVE Tec. Adm. e Des. de Sistemas. Administracão de Banco de Dados. ORACLE Backup / Recovery AULA 11 UNINOVE Tec. Adm. e Des. de Sistemas Administracão de Banco de Dados ORACLE Backup / Recovery AULA 11 Prof. MsC. Eng. Marcelo Bianchi AULA 09 A ARQUITETURA DO ORACLE O conhecimento da arquitetura Oracle

Leia mais

Recuperação de Falhas

Recuperação de Falhas Recuperação de Falhas Prof. Márcio Bueno {bd2tarde,bd2noited}@marciobueno.com Material do Prof. Paulo Pires Recuperação de Falhas Garantia de atomicidade e durabilidade de Transações requer um SGBD tolerante

Leia mais

Carga Horária 40 horas. Requisitos Servidor Oracle 10G Ferramenta para interação com o banco de dados

Carga Horária 40 horas. Requisitos Servidor Oracle 10G Ferramenta para interação com o banco de dados Oracle 10g - Workshop de Administração I Objetivos do Curso Este curso foi projetado para oferecer ao participante uma base sólida sobre tarefas administrativas fundamentais. Neste curso, você aprenderá

Leia mais

Gerenciamento de Transações

Gerenciamento de Transações Gerenciamento de Transações Outros tipos de recuperação: Além das falhas causadas por transações incorretas, conforme vimos anteriormente, podem ocorrer outros tipos de falhas, que ocorrem por fatores

Leia mais

Fazer backup de arquivos em um arquivo ou fita

Fazer backup de arquivos em um arquivo ou fita Fazer backup de arquivos em um arquivo ou fita Usando a interface do Windows 1.Abra o Backup. O Assistente de backup ou restauração é iniciado por padrão, a menos que ele esteja desativado. Você pode usar

Leia mais

BACKUP E ALTA DISPONIBILIDADE

BACKUP E ALTA DISPONIBILIDADE BACKUP E ALTA DISPONIBILIDADE Dayse Soares Santos Clailson S. D. de Almeida RESUMO O artigo relata sobre a importância do backup da base de dados de um sistema, a escolha do tipo de armazenamento a ser

Leia mais

Pedro F. Carvalho Analista de Sistemas contato@pedrofcarvalho.com.br. RMAN: Ambiente de backup

Pedro F. Carvalho Analista de Sistemas contato@pedrofcarvalho.com.br. RMAN: Ambiente de backup RMAN: Ambiente de backup Olá amigos! Após algumas séries de colunas explicando os conceitos e modos que o RMAN pode trabalhar, iremos aprender a utilizar essa ferramenta para auxiliar os serviços administrativos

Leia mais

MANUAL DE CONFIGURAÇÃO DO BACKUP

MANUAL DE CONFIGURAÇÃO DO BACKUP SISTEMA DE AUTOMAÇÃO COMERCIAL MANUAL DE CONFIGURAÇÃO DO BACKUP Apresentação Após o término da instalação você deverá configurar o Backup para que você tenha sempre uma cópia de segurança dos seus dados

Leia mais

Procedimentos para Instalação do SISLOC

Procedimentos para Instalação do SISLOC Procedimentos para Instalação do SISLOC Sumário 1. Informações Gerais...3 2. Instalação do SISLOC...3 Passo a passo...3 3. Instalação da Base de Dados SISLOC... 11 Passo a passo... 11 4. Instalação de

Leia mais

Procedimento de Configuração. Database Mirroring. SQL Server

Procedimento de Configuração. Database Mirroring. SQL Server Procedimento de Configuração Database Mirroring SQL Server 1 Sumário 1. Histórico do Documento 3 2. Introdução 4 3. Requisitos Mínimos 4 4. Modos de operação do Database Mirroring 5 5. Configurando o Database

Leia mais

MANUAL DE SERVIÇOS GUIA DE RECUPERAÇÃO DO SISTEMA OPERACIONAL LINUX

MANUAL DE SERVIÇOS GUIA DE RECUPERAÇÃO DO SISTEMA OPERACIONAL LINUX MANUAL DE SERVIÇOS GUIA DE RECUPERAÇÃO DO SISTEMA OPERACIONAL LINUX MANUAL DE SERVIÇO NOTEBOOK CONSIDERAÇÕES PRECAUÇÕES DE SERVIÇO E INSPEÇÃO UTILIZE SOMENTE PEÇAS DESIGNADAS O conjunto de componentes

Leia mais

Tópicos Avançados em Banco de Dados Espaços de Tabelas, Arquivos de Dados e Arquivos de Controle. Prof. Hugo Souza

Tópicos Avançados em Banco de Dados Espaços de Tabelas, Arquivos de Dados e Arquivos de Controle. Prof. Hugo Souza Tópicos Avançados em Banco de Dados Espaços de Tabelas, Arquivos de Dados e Arquivos de Controle Prof. Hugo Souza Após abordarmos os componentes lógicos, em uma síntese de dependências gradativas, vamos

Leia mais

Backup dos Bancos de Dados Interbase

Backup dos Bancos de Dados Interbase Backup dos Bancos de Dados Interbase Interbase... O que é? InterBase é um gerenciador de Banco de dados relacionais da Borland. O Interbase é uma opção alternativa aos bancos de dados tradicionais como

Leia mais

Procedimentos para Reinstalação do Sisloc

Procedimentos para Reinstalação do Sisloc Procedimentos para Reinstalação do Sisloc Sumário: 1. Informações Gerais... 3 2. Criação de backups importantes... 3 3. Reinstalação do Sisloc... 4 Passo a passo... 4 4. Instalação da base de dados Sisloc...

Leia mais

Sistemas de Banco de Dados Aspectos Gerais de Banco de Dados

Sistemas de Banco de Dados Aspectos Gerais de Banco de Dados Sistemas de Banco de Dados Aspectos Gerais de Banco de Dados 1. Conceitos Básicos No contexto de sistemas de banco de dados as palavras dado e informação possuem o mesmo significado, representando uma

Leia mais

Backups no Oracle. Comparação de três módulos para backup online de bancos de dados Oracle. Máquina de clonar

Backups no Oracle. Comparação de três módulos para backup online de bancos de dados Oracle. Máquina de clonar Comparação de três módulos para backup online de bancos de dados Oracle Máquina de clonar Soluções centralizadas para cópias de segurança poupam tempo, dinheiro e espaço. Bancos de dados também podem ser

Leia mais

As principais estruturas são a SGA (System Global Area ou Área Global do Sistema) e a PGA (Program Global Area ou Área Global de Programa).

As principais estruturas são a SGA (System Global Area ou Área Global do Sistema) e a PGA (Program Global Area ou Área Global de Programa). ARQUITETURA ORACLE O conhecimento da arquitetura interna do ORACLE é de extrema importância para a compreensão das técnicas de otimização do produto. Basicamente, os seus mecanismos de execução são as

Leia mais

Tópicos. Atualizações e segurança do sistema. Manutenção Preventiva e Corretiva de Software (utilizando o MS Windows XP)

Tópicos. Atualizações e segurança do sistema. Manutenção Preventiva e Corretiva de Software (utilizando o MS Windows XP) teste 1 Manutenção Preventiva e Corretiva de Software (utilizando o MS Windows XP) Rafael Fernando Diorio www.diorio.com.br Tópicos - Atualizações e segurança do sistema - Gerenciamento do computador -

Leia mais

Procedimentos para Instalação do Sisloc

Procedimentos para Instalação do Sisloc Procedimentos para Instalação do Sisloc Sumário: 1. Informações Gerais... 3 2. Instalação do Sisloc... 3 Passo a passo... 3 3. Instalação da base de dados Sisloc... 16 Passo a passo... 16 4. Instalação

Leia mais

ATUALIZAÇÃO DE PREÇOS

ATUALIZAÇÃO DE PREÇOS ATUALIZAÇÃO DE PREÇOS Guia da Farmácia Para versões anteriores ao release 137 A SoftPharma orienta que, ao efetuar atualização de preços, a farmácia sempre efetue um backup de segurança dos produtos, pois

Leia mais

Noções de. Microsoft SQL Server. Microsoft SQL Server

Noções de. Microsoft SQL Server. Microsoft SQL Server Noções de 1 Considerações Iniciais Basicamente existem dois tipos de usuários do SQL Server: Implementadores Administradores 2 1 Implementadores Utilizam o SQL Server para criar e alterar base de dados

Leia mais

EverSafe Online Backup Client

EverSafe Online Backup Client Manual do usuário EverSafe Offsite Backup Equipe de desenvolvimento Fev.2011 Conteúdo 1. Baixando instalador Online Backup Agent [oba-win.exe ] 1.1. Como baixar o agente instalador 1.2. Executando o agente

Leia mais

Tutorial: Como fazer o backup (cópia) e a restauração de conteúdos no Moodle?

Tutorial: Como fazer o backup (cópia) e a restauração de conteúdos no Moodle? Tutorial: Como fazer o backup (cópia) e a restauração de conteúdos no Moodle? Olá, professor(a), Este tutorial tem o objetivo de lhe auxiliar na realização de backup do conteúdo de uma disciplina já oferecida,

Leia mais

CPS FINANÇAS PESSOAIS MANUAL DO USUÁRIO

CPS FINANÇAS PESSOAIS MANUAL DO USUÁRIO APRESENTAÇÃO O CPS FINANÇAS PESSOAIS é um software desenvolvido para gerenciar a movimentação financeira de forma pessoal, rápida e simplificada fornecendo relatórios e demonstrativos. Este manual é parte

Leia mais

BACKUP ONLINE LINHA OFFICE

BACKUP ONLINE LINHA OFFICE BACKUP ONLINE LINHA OFFICE Índice 1. INFORMAÇÕES INICIAIS... 03 2. REQUISITOS PARA FUNCIONAMENTO... 03 2.1. CONFIGURAÇÕES DE REDE... 03 2.2 INSTALAÇÃO DOTNET... 03 3. ROTINA DE CONFIGURAÇÃO DO BACKUP ONLINE...

Leia mais

Sistemas de Gerência de Bancos de Dados. 6 - Controle de Integridade 6.1 - Método baseado em Imagens Transientes

Sistemas de Gerência de Bancos de Dados. 6 - Controle de Integridade 6.1 - Método baseado em Imagens Transientes Sistemas de Gerência de Bancos de Dados 6 - Controle de Integridade 6.1 - Método baseado em Imagens Transientes 1 Controle de Integridade Subsistema para controle de integridade: mantém a integridade do

Leia mais

Considerações sobre o Disaster Recovery

Considerações sobre o Disaster Recovery Considerações sobre o Disaster Recovery I M P O R T A N T E O backup completo para Disaster Recovery não dispensa o uso de outros tipos de trabalhos de backup para garantir a integridadedo sistema. No

Leia mais

Unidade III. Unidade III

Unidade III. Unidade III Unidade III 4 ADMINISTRAÇÃO DE SGBDs As pessoas que trabalham com um banco de dados podem ser categorizadas como usuários de banco de dados ou administradores de banco de dados. 1 Entre os usuários, existem

Leia mais

Backup. Permitir a recuperação de sistemas de arquivo inteiros de uma só vez. Backup é somente uma cópia idêntica de todos os dados do computador?

Backup. Permitir a recuperação de sistemas de arquivo inteiros de uma só vez. Backup é somente uma cópia idêntica de todos os dados do computador? Backup O backup tem dois objetivos principais: Permitir a recuperação de arquivos individuais é a base do típico pedido de recuperação de arquivo: Um usuário apaga acidentalmente um arquivo e pede que

Leia mais

Kaseya 2. Dados de exibição rápida. Version R8. Português

Kaseya 2. Dados de exibição rápida. Version R8. Português Kaseya 2 Using StorageCraft Recovery Environment Dados de exibição rápida Version R8 Português Outubro 23, 2014 Agreement The purchase and use of all Software and Services is subject to the Agreement as

Leia mais

Pedro F. Carvalho Analista de Sistemas contato@pedrofcarvalho.com.br www.pedrofcarvlho.com.br AULA 16 RECOVERY

Pedro F. Carvalho Analista de Sistemas contato@pedrofcarvalho.com.br www.pedrofcarvlho.com.br AULA 16 RECOVERY AULA 16 RECOVERY O RMAN (Recovery Manager) é a ferramenta Oracle, parte integrante do banco de dados, que permite a execução de backups do banco de dados Oracle e, principalmente, a recuperação de dados

Leia mais

GUIA RÁPIDO DE INSTALAÇÃO MÍDIA BOX

GUIA RÁPIDO DE INSTALAÇÃO MÍDIA BOX GUIA RÁPIDO DE INSTALAÇÃO MÍDIA BOX 1. INSTALAÇÃO 2. CONEXÕES 3. CONFIGURAÇÕES INICIAIS A) CONFIGURAÇÕES DE FÁBRICA B) ALTERANDO AS CONFIGURAÇÕES C) ALTERANDO AS CONFIGURAÇÕES DE REDE D) ALTERANDO AS

Leia mais

SQL Introdução ao Oracle

SQL Introdução ao Oracle SQL Introdução ao Oracle Estagiários: Daniel Feitosa e Jaqueline J. Brito Sumário Modelo de armazenamento de dados Modelo físico Modelo lógico Utilizando o SQL Developer Consulta de Sintaxe Sumário Modelo

Leia mais

EverSafe Online Backup Manager

EverSafe Online Backup Manager Manual do usuário EverSafe Offsite Backup Equipe de desenvolvimento Fev.2011 Conteúdo 1. Baixando instalador Online Backup Agent [oba-win.exe ] 1.1. Como baixar o agente instalador 1.2. Executando o agente

Leia mais

Prof. Luiz Fernando. Unidade III ADMINISTRAÇÃO DE

Prof. Luiz Fernando. Unidade III ADMINISTRAÇÃO DE Prof. Luiz Fernando Unidade III ADMINISTRAÇÃO DE BANCOS DE DADOS Administração de SGBDs De todo o tipo de pessoal envolvido com desenvolvimento, manutenção, e utilização de bancos de dados há dois tipo

Leia mais

Revista Eletrônica da FANESE ISSN 2317-3769

Revista Eletrônica da FANESE ISSN 2317-3769 REPLICAÇÃO E ALTA DISPONIBILIDADE NO SQL SERVER 2012 Renata Azevedo Santos Carvalho 1 RESUMO Neste artigo serão relatadas as novidades que o SQL Server 2012 vem trazendo nesta sua nova versão no que se

Leia mais

SISTEMAS OPERACIONAIS II ESPECIFICAÇÃO CAMADA INDEPENDENTE

SISTEMAS OPERACIONAIS II ESPECIFICAÇÃO CAMADA INDEPENDENTE ANDRÉ LUCHESI CESAR HENRIQUE KÁLLAS SISTEMAS OPERACIONAIS II ESPECIFICAÇÃO CAMADA INDEPENDENTE Pontifícia Universidade Católica de Campinas Faculdade de Engenharia de Computação Turma III Grupo 9 Agosto

Leia mais

CA ARCserve Backup para Windows

CA ARCserve Backup para Windows CA ARCserve Backup para Windows Guia do Agente para Oracle r16.5 A presente documentação, que inclui os sistemas de ajuda incorporados e os materiais distribuídos eletronicamente (doravante denominada

Leia mais

Manual de Atualização Versão 3.6.4.

Manual de Atualização Versão 3.6.4. Manual de Atualização Versão 3.6.4. Sumário 1. AVISO... 1 2. INTRODUÇÃO... 2 3. PREPARAÇÃO PARA ATUALIZAÇÃO... 3 4. ATUALIZANDO GVCOLLEGE E BASE DE DADOS... 7 5. HABILITANDO NOVAS VERSÕES DO SISTEMA....

Leia mais

Backup e recuperação. Guia do Usuário

Backup e recuperação. Guia do Usuário Backup e recuperação Guia do Usuário Copyright 2007 Hewlett-Packard Development Company, L.P. Windows é uma marca registrada nos Estados Unidos da Microsoft Corporation. As informações contidas neste documento

Leia mais

Revisão: Introdução. - Integração com o AutoManager; 1 Atualização de versão do banco de dados PostgreSQL

Revisão: Introdução. - Integração com o AutoManager; 1 Atualização de versão do banco de dados PostgreSQL Urano Indústria de Balanças e Equipamentos Eletrônicos Ltda. Rua Irmão Pedro 709 Vila Rosa Canoas RS Fone: (51) 3462.8700 Fax: (51) 3477.4441 Características do Software Urano Integra 2.2 Data: 12/05/2014

Leia mais

Sumário. Administração de Banco de dados Módulo 12. Ilustração Backup-Recovery. Recuperação (Recovery) - Definição

Sumário. Administração de Banco de dados Módulo 12. Ilustração Backup-Recovery. Recuperação (Recovery) - Definição Sumário Administração de Banco de dados Módulo 12 1. Administração de SGBDs - Continuação 1.1. Recuperação (Recovery) 1.1.1. Recuperação de sistema 1.1.2. Recuperação da mídia M. Sc. Luiz Alberto lasf.bel@gmail.com

Leia mais

MANUAL DO USUÁRIO SUMÁRIO

MANUAL DO USUÁRIO SUMÁRIO SUMÁRIO 1. Home -------------------------------------------------------------------------------------------------------- 7 2. Cadastros -------------------------------------------------------------------------------------------------

Leia mais

Operação local em caso de falha na rede

Operação local em caso de falha na rede Agosto/2012 Operação local em caso de falha na rede Caros usuários, Este mês trataremos de um recurso bastante útil e de extrema importância para o uso contínuo do DataLyzer Spectrum. Sem dúvida é um diferencial

Leia mais

www.nddigital.com.br Manual de Administração DPS Printer 2.1 NDDigital S/A - Software

www.nddigital.com.br Manual de Administração DPS Printer 2.1 NDDigital S/A - Software www.nddigital.com.br Manual de Administração DPS Printer 2.1 NDDigital S/A - Software 2 Introdução Este manual foi elaborado para administradores, para entendimento do funcionamento do produto e administração

Leia mais

PAINEL MANDIC CLOUD. Mandic. Somos Especialistas em Cloud. Manual do Usuário

PAINEL MANDIC CLOUD. Mandic. Somos Especialistas em Cloud. Manual do Usuário Mandic. Somos Especialistas em Cloud. PAINEL MANDIC CLOUD Manual do Usuário 1 BEM-VINDO AO SEU PAINEL DE CONTROLE ESTE MANUAL É DESTINADO AO USO DOS CLIENTES DA MANDIC CLOUD SOLUTIONS COM A CONTRATAÇÃO

Leia mais

Pedro F. Carvalho Analista de Sistemas contato@pedrofcarvalho.com.br www.pedrofcarvlho.com.br. CAPITULO 14 e 15 BACKUPS NO ORACLE

Pedro F. Carvalho Analista de Sistemas contato@pedrofcarvalho.com.br www.pedrofcarvlho.com.br. CAPITULO 14 e 15 BACKUPS NO ORACLE CAPITULO 14 e 15 BACKUPS NO ORACLE Um assunto muito pouco abordado entre os profissionais Oracle, e que sempre causa estresse e problemas quando necessário, é a eficiência da estratégia de backup & recover

Leia mais

Guia de boas práticas para realização de Backup

Guia de boas práticas para realização de Backup Objetivo Quando o assunto é backup de dados, uma proposição de atividades e procedimentos como sendo a melhor prática pode ser bastante controversa. O que permanece verdadeiro, porém, é que seguir algumas

Leia mais

FERRAMENTAS DE COLABORAÇÃO CORPORATIVA

FERRAMENTAS DE COLABORAÇÃO CORPORATIVA FERRAMENTAS DE COLABORAÇÃO CORPORATIVA Manual de Utilização Google Grupos Sumário (Clique sobre a opção desejada para ir direto à página correspondente) Utilização do Google Grupos Introdução... 3 Página

Leia mais

GUIA PARA HABILITAÇÃO DAS BIOMETRIAS LINEAR (SÉRIE LN) NO SOFTWARE HCS 2010 V9.0 (BETA 3) 11/06/2014

GUIA PARA HABILITAÇÃO DAS BIOMETRIAS LINEAR (SÉRIE LN) NO SOFTWARE HCS 2010 V9.0 (BETA 3) 11/06/2014 GUIA PARA HABILITAÇÃO DAS BIOMETRIAS LINEAR (SÉRIE LN) NO SOFTWARE HCS 2010 V9.0 (BETA 3) 11/06/2014 A partir da versão 9.0 (BETA 3) do Software HCS 2010 é possível monitorar e gerenciar as biometrias

Leia mais

CA ARCserve Backup para Windows

CA ARCserve Backup para Windows CA ARCserve Backup para Windows Guia do Agente para Oracle r16 A presente documentação, que inclui os sistemas de ajuda incorporados e os materiais distribuídos eletronicamente (doravante denominada Documentação),

Leia mais

NOMES: Leonardo Claro Diego Lage Charles Tancredo Márcio Castro

NOMES: Leonardo Claro Diego Lage Charles Tancredo Márcio Castro NOMES: Leonardo Claro Diego Lage Charles Tancredo Márcio Castro O MySQL Cluster é versão do MySQL adaptada para um ambiente de computação distribuída, provendo alta disponibilidade e alta redundância utilizando

Leia mais

Backup (cópia de segurança) e restauração de informações no

Backup (cópia de segurança) e restauração de informações no Backup (cópia de segurança) e restauração de informações no Pag.2 Backup (cópia de segurança) Após acessar a Intranet da Unimep, para abrir o Ambiente Virtual de Aprendizagem-Moodle, clique sobre seu link

Leia mais

GerNFe 1.0 Sistema de Gerenciador de Notas Fiscais Eletrônicas

GerNFe 1.0 Sistema de Gerenciador de Notas Fiscais Eletrônicas GerNFe 1.0 Manual do usuário Página 1/13 GerNFe 1.0 Sistema de Gerenciador de Notas Fiscais Eletrônicas O programa GerNFe 1.0 tem como objetivo armazenar em local seguro e de maneira prática para pesquisa,

Leia mais

Criando Banco de Dados, Tabelas e Campos através do HeidiSQL. Prof. Vitor H. Migoto de Gouvêa Colégio IDESA 2011

Criando Banco de Dados, Tabelas e Campos através do HeidiSQL. Prof. Vitor H. Migoto de Gouvêa Colégio IDESA 2011 Criando Banco de Dados, Tabelas e Campos através do HeidiSQL Prof. Vitor H. Migoto de Gouvêa Colégio IDESA 2011 Edição 2 Pedreiros da Informação Criando Banco de Dados, Tabelas e Campos através do HeidiSQL

Leia mais

MANUAL DE INSTALAÇÂO E OPERAÇÃO DO SOFTWARE

MANUAL DE INSTALAÇÂO E OPERAÇÃO DO SOFTWARE MANUAL DE INSTALAÇÂO E OPERAÇÃO DO SOFTWARE SPEED Instalação e configuração Belo Horizonte Agosto - 2007 INTRODUÇÃO Bem vindo ao sistema de consultas SPEED! O software SPEED é um sistema indispensável

Leia mais

ARQUIVOS DE CONFIGURAÇAO ZIM 8.50

ARQUIVOS DE CONFIGURAÇAO ZIM 8.50 ZIM TECHNOLOGIES DO BRASIL ARQUIVOS DE CONFIGURAÇAO ZIM 8.50 Próx Antes de Iniciar Este documento detalha os arquivos de configuração da versão Zim 8.50 para Unix/WIndows. Você também deve consultar as

Leia mais

BASÍLIO, LARISSA PIZARRO, MICAELA OLIVEIRA RELATÓRIO FINAL DE PROJETO FERRAMENTAS DE DIAGNÓSTICO

BASÍLIO, LARISSA PIZARRO, MICAELA OLIVEIRA RELATÓRIO FINAL DE PROJETO FERRAMENTAS DE DIAGNÓSTICO Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial E.E.P. Senac Pelotas Centro Histórico Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego Curso Técnico em Informática IGOR BASÍLIO, LARISSA PIZARRO, MICAELA

Leia mais

BACKUP ONLINE PASSOS PARA CONFIGURAÇÃO INICIAL DO PRODUTO

BACKUP ONLINE PASSOS PARA CONFIGURAÇÃO INICIAL DO PRODUTO BACKUP ONLINE PASSOS PARA CONFIGURAÇÃO INICIAL DO PRODUTO Criação de Conta de Usuário...03 Edição da Conta de Usuário...10 Download do Backup Online Embratel...10 Descrição dos Conjuntos de Cópia de Segurança...19

Leia mais

PRÁTICA DE DNS - LINUX DIFERENÇAS NO ROTEIRO EM RELAÇÃO A IMAGEM DO DVD 1.A) INSTALAÇÃO DO SERVIDOR DNS INICIALIZAÇÃO DO AMBIENTE DO DVD

PRÁTICA DE DNS - LINUX DIFERENÇAS NO ROTEIRO EM RELAÇÃO A IMAGEM DO DVD 1.A) INSTALAÇÃO DO SERVIDOR DNS INICIALIZAÇÃO DO AMBIENTE DO DVD PRÁTICA DE DNS - LINUX Esses exercícios devem ser executados através do servidor de máquinas virtuais: espec.ppgia.pucpr.br ou através da imagem fornecida no DVD. DIFERENÇAS NO ROTEIRO EM RELAÇÃO A IMAGEM

Leia mais

Database Cloud Service Database Backup para Oracle Cloud

Database Cloud Service Database Backup para Oracle Cloud Database Cloud Service Database Backup para Oracle Cloud Copyright 2014 Oracle Corporation. All Rights Reserved. Oracle Database Backup Service é uma solução segura, escalável e sob demanda para backup

Leia mais

Treinamento PostgreSQL - Aula 09

Treinamento PostgreSQL - Aula 09 Treinamento PostgreSQL - Aula 09 Eduardo Ferreira dos Santos SparkGroup Treinamento e Capacitação em Tecnologia eduardo.edusantos@gmail.com eduardosan.com 10 de Junho de 2013 Eduardo Ferreira dos Santos

Leia mais

Índice. Manual Backup Online. 03 Capítulo 1: Visão Geral

Índice. Manual Backup Online. 03 Capítulo 1: Visão Geral Índice 03 Capítulo 1: Visão Geral 04 Capítulo 2: Conta de Usuário 04 Criação 08 Edição 09 Grupo de Usuários 10 Informações da Conta 12 Capítulo 3: Download do Backup Online Embratel 16 Capítulo 4: Cópia

Leia mais

Copyright 2015 Mandic Cloud Solutions - Somos Especialistas em Cloud. www.mandic.com.br

Copyright 2015 Mandic Cloud Solutions - Somos Especialistas em Cloud. www.mandic.com.br Sumário 1. Boas vindas... 4 2. Dashboard... 4 3. Cloud... 5 3.1 Servidores... 5 o Contratar Novo Servidor... 5 o Detalhes do Servidor... 9 3.2 Cloud Backup... 13 o Alteração de quota... 13 o Senha do agente...

Leia mais

Prof. Eduardo Ferramenta de Backup do Windows XP Fazendo backups de arquivos específicos: Ferramentas de Sistema Avançar

Prof. Eduardo Ferramenta de Backup do Windows XP Fazendo backups de arquivos específicos: Ferramentas de Sistema Avançar Ferramenta de Backup do Windows XP O Windows XP vem com uma gama muito variada de utilitários que auxiliam muitos usuários em tarefas corriqueiras. Neste tutorial eu vou falar de um utilitário pouco conhecido:

Leia mais

1. Introdução. 2. Funcionamento básico dos componentes do Neteye

1. Introdução. 2. Funcionamento básico dos componentes do Neteye 1. Introdução Esse guia foi criado com o propósito de ajudar na instalação do Neteye. Para ajuda na utilização do Software, solicitamos que consulte os manuais da Console [http://www.neteye.com.br/help/doku.php?id=ajuda]

Leia mais

Passo-a-Passo das novas Funcionalidades do Gil versão 3.0.05. BACKUP, RESTORE e REPARADOR DE BASE

Passo-a-Passo das novas Funcionalidades do Gil versão 3.0.05. BACKUP, RESTORE e REPARADOR DE BASE Passo-a-Passo das novas Funcionalidades do Gil versão 3.0.05 BACKUP, RESTORE e REPARADOR DE BASE Objetivo:Realizar backup/restore do Sistema de forma automática ou manual, reparar base do Sistema com problemas

Leia mais

LINEAR EQUIPAMENTOS RUA SÃO JORGE, 269 - TELEFONE: 6823-8800 SÃO CAETANO DO SUL - SP - CEP 09530-250

LINEAR EQUIPAMENTOS RUA SÃO JORGE, 269 - TELEFONE: 6823-8800 SÃO CAETANO DO SUL - SP - CEP 09530-250 LINEAR EQUIPAMENTOS RUA SÃO JORGE, 269 - TELEFONE: 6823-8800 SÃO CAETANO DO SUL - SP - CEP 09530-250 Recomendações Iniciais SOFTWARE HCS 2005 - VERSÃO 4.2 (Compatível com Guarita Vr4.03 e Vr4.04) Para

Leia mais

Treinamento. DBA Oracle 11g. Duração: 120 horas

Treinamento. DBA Oracle 11g. Duração: 120 horas Treinamento DBA Oracle 11g Duração: 120 horas Neste curso no primeiro módulo (Introdução ao Oracle 11g SQL e PL_SQL) é oferecido um curso introdutório à tecnologia do banco de dados Oracle 11g. Também

Leia mais