Nota Fiscal Eletrônica Solução SEAFZ Atualização 3.10

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Nota Fiscal Eletrônica 3.10. www.integrationsys.com Solução SEAFZ Atualização 3.10"

Transcrição

1 Nota Fiscal Eletrônica Solução SEAFZ Atualização 3.10

2 Objetivo Atualmente o leiaute da NF-e está na versão 2.00 e a Nota Técnica nº 05/2013 tem o objetivo de divulgar: Funcionalidades opcionais que serão disponibilizadas pelas SEFAZ para o serviço de autorização de uso da NF-e; Alterações necessárias para a migração da versão 2.00 para a versão 3.10; Alterações em regras de validação, principalmente aquelas vinculadas aos novos campos ou a novos controles; Para a NF-e (Modelo 55): Ambiente de Homologação (ambiente de teste das empresas): 02/12/2013; Ambiente de Produção: 03/03/2014; Desativação da versão "2.00" da NF-e: 01/12/2014

3 Novidades Processamento leiaute 3.10 Resposta síncrona A critério da SEFAZ Autorizadora, será implementada a possibilidade da resposta síncrona do Lote de NF-e: Para os Lotes com somente uma NF-e Caso a empresa deseje que o processamento seja síncrono Novo método para receber a mensagem do Lote compactada Compactação Possui unicamente o parâmetro nfedadosmsgzip, com a mensagem envinfe compactada no padrão GZip A aplicação da SEFAZ irá descompactar a mensagem recebida, seguindo o procedimento normal do tratamento do lote descompactado Em caso de falha no processo de descompactação será retornado o erro Rejeição: Falha na descompactação da área de dados Mantido o Web Service NfeAutorizacao Para envio de lotes com mais de uma NF-e Com o mesmo funcionamento da versão 2.00 A disponibilização destas duas novidades pela aplicação autorizadora é uma opção da Sefaz.

4 Novidades Campos e Regras de validação leiaute 3.10 Data e Hora de Emissão e Outros Horários Alterado o campo de Data de Emissão para representar também a Hora de Emissão, no formato UTC Este tipo de representação de dados já é utilizado atualmente no Web Service de Eventos da NF-e e é recomendável para a representação do horário em um país com dimensões continentais como o Brasil (mais de um fuso horário) Todos os demais campos com horário serão alterados para este tipo de dado Inclusive os horários que constam nas mensagens de resposta fornecidas pelas SEFAZ Serão aceitos os horários de qualquer região do mundo (faixa de horário UTC de -11 a +12) e não só as faixas de horário do Brasil Identificação de Destino da Operação Até a versão 2.00, a identificação do destino da operação (estadual, interestadual ou exterior) era resolvida considerando-se o confronto entre a UF do endereço do destinatário e o CFOP dos itens da NF-e; A partir da versão 3.00 foi incluído um identificador do tipo de operação e foram estabelecidos os respectivos controles necessários para cada tipo de operação. Facilitada a implementação de regras de validação; Incorpora mudanças e ajustes em diversas regras de validação existentes;

5 Novidades Campos e Regras de validação leiaute 3.10 Nova Finalidade de Emissão NF-e Incluída a identificação do uso da NF-e para devolução ou retorno, para permitir regras de validação tais como: Para as NF-e de devolução ou retorno, obrigatoriamente deverá ser informado o documento fiscal referenciado; Para esta finalidade de emissão somente serão aceitos itens com CFOP relativos à devolução ou retorno de mercadorias; Para as demais finalidades de emissão não serão aceitos itens com CFOP relativos à devolução ou retorno de mercadorias; Esta finalidade de emissão não deverá ser utilizada no caso de recusa de recebimento: Neste caso a mercadoria não entra no destinatário; Operação com Consumidor Final Novos campos obrigatórios indfinal: Indica operação com Consumidor final (sim, não) indpres: 0: Não se aplica (por exemplo, para a Nota Fiscal complementar ou de ajuste); 1: Operação presencial; 2: Operação não presencial, pela Internet; 3: Operação não presencial, Teleatendimento; 4: NFC-e em operação com entrega em domicílio; 9: Operação não presencial, outros; Para a NFC-e, somente são aceitas as opções 1 e 4;

6 Novidades Campos e Regras de validação leiaute 3.10 Identificação do Destinatário NFC-e Identificação opcional na NFC-e Até o limite de valor total da operação (R$ ,00); Na NF-e é sempre obrigatório CNPJ ou CPF; Se ocorrer a identificação: é opcional que seja completa, ou apenas o número do documento; Aceita CPF, CNPJ ou Documento de Identificação de Estrangeiro (ex: passaporte, DNI, etc); No caso de emissão de NFC-e para entrega em domicílio, independentemente do valor da operação, é obrigatória a identificação do destinatário e do endereço de entrega Identificação do Destinatário Incluído campo para a identificação da IE do destinatário (indiedest) 1 - Contribuinte ICMS (informar a IE do destinatário) 2 - Contribuinte isento de Inscrição no cadastro de Contribuintes do ICMS 9 - Não Contribuinte, que pode ou não possuir Inscrição Estadual no Cadastro de Contribuintes do ICMS NFC-e: informar indiedest=9 e não informar a tag IE do destinatário; Operação com o Exterior informar indiedest=9 e não informar a tag IE do destinatário; Contribuinte Isento de Inscrição (indiedest=2): não informar a tag IE do destinatário;

7 Novidades Campos e Regras de validação leiaute 3.10 Operações de Importação Controles adicionais para a importação: Via de transporte internacional informada na Declaração de Importação (DI); Valor do AFRMM (Adicional ao Frete para Renovação da Marinha Mercante); Número do ato concessório de Drawback; Forma de importação quanto à intermediação: Por conta própria ou por conta e ordem; Campo opcional com a codificação da NVE (Nomenclatura de Valor Aduaneiro e Estatística): Detalha alguns códigos de NCM; Tem por objetivo identificar a mercadoria submetida a despacho aduaneiro de importação para: efeito de valoração aduaneira; aprimorar os dados estatísticos de comércio exterior; Estabelecidas algumas regras de validação para a verificação da integridade da informação prestada, tais como: Obrigatória a informação da tag de valor da AFRMM no caso de importação por via de transporte marítima: Valor pode ser zero; Obrigatória a informação do CNPJ e da UF do adquirente ou encomendante: Exceto para importação por conta própria;

8 Novidades Campos e Regras de validação leiaute 3.10 Operações de Exportação Foram Criados: Grupo específico para controle de Exportação por item da NF-e; Regras de validação para obrigar a informação do grupo de Informações de Comércio Exterior em caso de exportação e não permitir a informação do grupo nos demais casos; Estabelecidas regras de validação para a verificação da integridade da informação prestada, tais como: Obrigatoriedade de informação do grupo de detalhes de exportação por item (para alguns CFOP); número do Drawback (para alguns CFOP); No caso da exportação indireta: Obrigatoriedade de informação deste grupo (para alguns CFOP); Obrigatoriedade de informação da Chave de Acesso no grupo de NF-e referenciada, e que esta chave exista no BD da Sefaz; Produtos Específicos Mistura GLP e GN: Percentual de Gás Natural para o produto GLP; Papel Imune: Grupo opcional com informação do número do Registro e Controle das Operações com o Papel Imune Nacional (RECOPI); A informação do número do RECOPI será obrigatória na operação com papel imune A NF-e poderá ser autorizada em até 5 dias após a data contida no identificador gerado no RECOPI;

9 Novidades Campos e Regras de validação leiaute 3.10 Grupo de Tributação ICMS Desoneração: Incluídos campos opcionais para informar: o Valor do ICMS desonerado e o Motivo da Desoneração nos diversos grupos de tributação ICMS; Grupo de Totais: Incluído o valor do ICMS desonerado no grupo de totais; Incluída nova regra de validação para verificar a informação deste total e alteradas outras regras de validação vinculadas; Valor Total Limite por UF: Eventualmente a informação do valor total da NF-e é preenchida de forma errada (erro na montagem dos campos da NF-e), representando um valor absurdo; Para evitar erros deste tipo foi criada a regra de validação para verificar se o valor da NF-e é superior a um valor limite estabelecido pela UF do Contribuinte; O mesmo controle foi criado para os campos de Valor do ICMS e Valor do ICMS-ST;

10 Novidades Campos e Regras de validação leiaute 3.10 Tributos Federais Possível informar, em um mesmo item, as informações de tributação do IPI e do ISSQN: Operações como gráficas e recauchutagem de pneus são exemplos da necessidade de concomitância dos impostos; Grupo opcional para informar o valor do IPI devolvido, para um determinado item da NF-e; Incluída a possibilidade de informação do CST 05 (Operação Tributável, Substituição Tributária) para PIS e para COFINS; No caso da NFC-e, o grupo de tributação do PIS e o grupo de tributação da COFINS são opcionais: Para a NF-e se mantém obrigatória a informação destes grupos;

11 Novidades Campos e Regras de validação leiaute 3.10 Nota Fiscal Conjugada: Produtos e Serviços Identificação do Emitente da NF-e: Não obrigatoriedade de informação da CNAE quando for informada a Inscrição Municipal Identificação do Destinatário da NF-e: Possibilidade de informar a Inscrição Municipal do tomador do serviço Grupo de Tributação do ISS: Realizadas alterações específicas relativas à codificação do ISS; Grupo de Totais do ISS foi ampliado; Novidades diversas Grupo de informações para que a empresa emitente possa indicar outras pessoas autorizadas a obter o download do arquivo XML da NF-e: Até 10 CPF ou CNPJ; Já foram adaptados os sistemas de download para o novo mecanismo; Alíquotas de Imposto: Possibilidade de informar até 4 (quatro) casas decimais na alíquota dos impostos; Uso opcional pela a empresa, podendo ser mantidas as 2 (duas) casas decimais informadas atualmente, sempre que permitido pela legislação;

12 Novidades Campos e Regras de validação leiaute 3.10 Novidades diversas Estrutura do Leiaute Alterada a posição do subgrupo Documento Fiscal Referenciado para o final do grupo de Informações de Identificação da NF-e; Diversas alterações menores com o fim de padronizar regras de preenchimento do campo (item 3.91 da NT) Alterações Decorrentes NFC-e Novos formatos do DANFE: DANFE NFC-e; DANFE NFC-e em mensagem eletrônica; Nova modalidade de contingência: Contingência off-line da NFC-e; Deverá ser informado, a critério da UF, o grupo de Formas de Pagamento, com a informação da forma de pagamento e o respectivo montante: Podem existir combinações de formas de pagamento; a soma dos montantes dos pagamentos deve ser igual ao valor total da NFC-e; Os campos de informação do Grupo de Cartões são de preenchimento opcional; Para a NF-e não deve ser informado o grupo das Formas de Pagamento.

13 Novidades Preenchimento do leiaute 3.10 Referência a NF-e campo 17 refnfe Chave de acesso das NF-e referenciadas Referência NF modelo 1 - campo 18 refnf Informação das NF modelo 1/1A referenciadas Campo 26 tpemis Forma de Emissão da NF-e : 1 Normal emissão normal/ 2 Contingência Formulário Segurança FS/ 3 Contingência SCAN/ 4 Contingência DPEC/ 5 Contingência Formulário de Segurança de Documentos Auxiliares FS-DA Campo 29 finnfe Finalidade de emissão da NF-e 1- NF-e normal/ 2-NF-e complementar / 3 NFe de ajuste / 4- NF-e Devolução/Retorno (versão 3.10) Campo 104 NCM Código NCM na Versão 3.10 A partir de 1º de agosto de 2014 passou a ser obrigatório a identificação completa da NCM (8 dígitos) das mercadorias comercializadas com a utilização da NF-e por emissores de NF-e modelo 55; A partir de 01 de janeiro de 2015 passará a ser obrigatória a informação da NCM completa para emissores de NFCe (modelo 65); Nas NF-e de ajuste ou em que não exista mercadoria (exemplo ISSQN) deve ser utilizado NCM 00 ; Nas NF-e com finalidade de emissão normal com mercadorias e que não exista NCM utilizar exemplo venda de software de prateleira; Atenção, futuramente será feita validação do NCM com tabela TIPI

14 Novidades Emissão NF-e em situações especiais NF-e Entrada Campo Tipo de Operação (campo 15 tpnf) o valor 0 que corresponde a NF-e de entrada; Grupo de informações relativo a E - Identificação do Destinatário da Nota Fiscal eletrônica com os dados cadastrais do próprio emitente (ex: recusa do cliente) ou do Remetente (ex: devolução de não contribuinte); Se a nota fiscal a ser referenciada for uma nota fiscal eletrônica deverá ser preenchido o campo do leiaute de Chave de Acesso da NF-e Referenciada (campo 17 refnfe). Se a nota fiscal for modelo 1 deverão ser preenchidos todos os campos do leiaute do Grupo de informação da NF modelo 1/1A referenciada (campo 18 refnf); No caso de NF-e de entrada, como não haverá transporte e a emissão do documento fiscal eletrônico é feita pelo próprio contribuinte, não há necessidade de impressão do DANFE; NF-e Complemento de Imposto É possível a emissão de uma NF-e complementar para os casos de emissão de NF-e com destaque a menor de impostos; Finalidade da Emissão (campo 29 do leiaute finnfe) com o valor 2 que corresponde a NF-e Complementar; Item de produto na NF-e de Complemento de Imposto; Todos os valores preenchidos com zero exceto base de cálculo, alíquota e valor do imposto que se deseja complementar; Obrigatório preencher a informação da NF-e referenciada (campo 17 refnfe);

15 Novidades Emissão NF-e em situações especiais NF-e de Diferença de Preço ou Quantidade Natureza da Operação Venda Complemento de Preço ou Venda Complemento de Quantidade ; Finalidade da Emissão (campo 29 do leiaute finnfe) com o valor 2 - NF-e Complementar; Utilizar os mesmos dados de CFOP e Código de Produto da Nota Fiscal original; Devem estar especificados os dados do(s) produto(s) com o valor que fora a menor (NFe complementar de valor), ou ainda pela quantidade a ajustar (Nfe complementar de quantidade); A idéia é que a soma das notas complementada (emitida anteriormente) e complementar (emitida para fins de correção) represente a operação correta; Obrigatório preencher campo da nota fiscal referenciada (campo 17 refnfe); Se a regularização for após período de apuração, deve ser recolhida em guia de recolhimentos especiais a diferença do imposto com acréscimos legais; Recusa de Mercadorias com NF-e A mercadoria não ingressa no estabelecimento do destinatário; decorre de não aceitação do destinatário por diversos motivos (entrega fora do horário, NF-e em desacordo, mercadoria em desacordo, etc); a mercadoria não integra o estoque do destinatário; a NF-e recusada não deve ser escriturada pelo destinatário; não existe Recusa Parcial; procedimento de fazer declaração de Recusa no verso do DANFE, com justificativa, data, assinatura e carimbo da empresa; Mercadoria retorna acompanhada com mesmo DANFE e deverá ser emitida NF-e de entrada referenciando a NF-e da operação original;

16 Novidades Emissão NF-e em situações especiais Devolução de Mercadorias com NF-e a mercadoria ingressa no estabelecimento do destinatário; a mercadoria integra o estoque do destinatário e a NF-e deve ser escriturada no Livro Registro de Entradas do Destinatário; Para a devolução, deverá ser emitida uma Nota Fiscal pelo próprio destinatário, caso contribuinte, referenciando a NF-e original; a devolução pode ser Parcial e em várias Notas Fiscais; a partir da versão 3.10 do leiaute da NF-e existirá opção específica de devolução para preencher no campo finalidade de emissão; Mercadoria retorna acompanhada com a Nota Fiscal emitida pelo estabelecimento destinatário original; No caso do destinatário efetuar registro de manifestação para a NF-e objeto de devolução, total ou parcial, o evento a ser registrado é de Confirmação da Operação;

17 Novidades Perda de Prazo de Cancelamento e Denegação NF-e Perda de Prazo de Cancelamento Legislação da NF-e de São Paulo estabelece que após o prazo normal de cancelamento de NF-e de 24 horas, o cancelamento possa ser feito via sistema de forma extemporânea em até 744 horas da autorização de uso (31 dias); Pedido de Cancelamento extemporâneo está sujeito a penalidade correspondente a 1 % do valor da operação; Não existe atualmente possibilidade de cancelamento de ofício; Contribuinte que perder prazo de cancelamento extemporâneo deverá protocolar denúncia espontânea junto ao Posto Fiscal de jurisdição fazendo prova de que não ocorreu o fato gerador, que o destinatário não recebeu a mercadoria, e nem tampouco se aproveitou do eventual crédito do ICMS da operação; Caso tenha escriturado a NF-e cancelada com débito do imposto e recolhido o valor do período de apuração, deverá solicitar repetição de indébito se o valor do ICMS for superior a 50 UFESPs nos termos da Portaria CAT 83/91. Caso não tenha escriturado a NF-e, deverá fazer com valores zerados e efetuar termo no livro modelo 6 RUDFTO;

18 Novidades Perda de Prazo de Cancelamento e Denegação NF-e Cancelamento Indevido de NF-e (SP) Emitir nova NF-e para regularização da situação, e enviar DANFe e arquivo XML para o Destinatário; NF-e de regularização deve conter no campo de informações adicionais texto de esclarecimento da ocorrência do tipo: Documento emitido extemporaneamente para regularização fiscal. Eventual crédito somente poderá ser usufruído pelo destinatário a partir da data em que se considerar emitido este documento (concessão da autorização de uso); Chave de acesso NF-e cancelada no campo NF-e referenciada; Caso já tenha passado mais de 30 dias da emissão da NF-e indevidamente cancelada, emitir a NF-e de regularização com a data atual e constar a data de real saída da mercadoria no campo informações complementares; Lavrar termo no livro modelo 6 RUFTO informando a emissão da NF-e extemporânea de regularização; Se o imposto da NF-e cancelada indevidamente não tenha sido pago na época devida, deverá ser feito o recolhimento com os acréscimos devidos (multa e juros moratórios); Denegação Irregularidade Fiscal Destinatário Incluído na Legislação da NF-e pelo Ajuste SINIEF 10/11, de 30 de setembro de 2011, estabeleceu que a Autorização de Uso da NF-e poderá ser denegada em virtude de irregularidade fiscal do destinatário, a critério de cada unidade federada Denegação por Irregularidade do Destinatário para Operações Internas e interestaduais implantado em AC, AM, BA, DF, ES, MA, MG, MS, PB, PE, PI, RN, RS, SC, SE, SP RJ ainda não implantou a denegação por irregularidade Fiscal do Destinatário Meta de Implantação da Denegação Interestadual, até o final de 2014, em todas as Unidades Federadas;

19 Novidades PROGRAMA VISUALIZADOR NF-e Desenvolvido pela Receita Federal Possibilita visualizar Documentos Fiscais Eletrônicos a partir do respectivo arquivo XML (NF-e ou CT-e) Valida Assinatura Digital Confere a integridade do arquivo eletrônico (hash code) Verifica a existência do arquivo na base de dados do Ambiente Nacional do SPED Programa gratuito de uso público

20 Informações Importantes Cuidados na Guarda de NF-e O que devemos guardar: NF-e ou DANFE? Por quanto tempo? Regra geral o emitente e o destinatário devem guardar o arquivo eletrônico da NF-e (procnfe) e não necessitam guardar o DANFE; Exceção se o destinatário não for emissor de documento fiscal eletrônico pode optar por escriturar a NF-e a partir do DANFE e guardar o DANFE para apresentação ao Fisco; Não há qualquer previsão de que se imprimam e guardem as telas relativas a consulta da existência e validade da NF-e; No caso de contingência com DANFE impresso em formulário de segurança tanto o emitente quanto o destinatário devem guardar a via do DANFE em formulário de segurança para apresentação ao Fisco; No caso de contingência com DPEC também devem ser armazenadas as vias do emitente e do destinatário para eventual apresentação ao Fisco; O prazo decadencial de guarda de documentos fiscais (em papel ou eletrônicos) para apresentação ao Fisco é de 5 anos;

21 Informações Importantes Cuidados na Guarda de NF-e Como devo guardar o arquivo da NF-e? A legislação não estabelece a forma como deve se armazenar as notas fiscais eletrônicas; Guarda pelo prazo decadencial (5 anos); Cabe ao contribuinte definir dentro da sua realidade a melhor forma de garantir este armazenamento que poderá ser feito por uma simples gravação das informações em um mídia óptica como um CD ou DVD, até esquemas sofisticados de back-up em data Center; Todavia é importante atentar que existe definido na legislação um formato específico dos arquivos da NF-e a serem armazenados e também enviados aos clientes e transportadores; O arquivo a ser armazenado é o XML assinado e original da NF-e que foi transmitido ao Fisco acrescido das informações em formato XML da autorização de uso fornecida pela Secretaria da Fazenda. Situações de Guarda Obrigatória de DANFE Situações de emissão de NF-e em contingência com impressão de DANFE em Formulário de Segurança (FS ou FSDA); Situações de emissão de NF-e em contingência com impressão de DANFE em papel comum com geração e transmissão de DPEC; DANFEs recebidos por destinatário contribuinte do ICMS, não emissor de documentos fiscais eletrônicos (NF-e ou CT-e), e que não queira armazenar os respectivos arquivos eletrônicos; DANFEs que contenham assinaturas ou declarações como: Declaração do cliente no verso do DANFE relativa ao não recebimento e devolução de mercadoria documentada por NF-e e DANFE que sirva como comprovante de entrega de mercadoria para fins comerciais;

22 Informações Importantes Cuidados na Guarda de NF-e O Fisco fornece cópia da NF-e em caso de extravio? Como regra geral, Não. Todavia algumas Unidades Federadas já estão disponibilizando o download da NF-e em seu portal (SP, SEFAZ Virtual RS) A partir de março, o Ambiente Nacional da NF-e passou a disponibilizar o download na tela de consulta da NF-e, exigindo Certificado Digital com CNPJ do Emitente ou Destinatário Recomendamos que seja feito back-up, ao menos diário; Na impossibilidade de recuperação dos arquivos da NF-e e para resguardar seus direitos, o contribuinte pode fazer uso do instrumento de denúncia espontânea, formalizando junto ao Fisco o ocorrido, e solicitando, administrativamente, o fornecimento dos seus arquivos eletrônicos de NF-e que foram perdidos.

23 Escopo do Projeto Aplicação das Notas SAP + Etapas manuais *Para atualizar o SAP (ultima versão NF-e) precisamos aplicar XN Notas Dependerá da analise do ambiente SAP

24 Escopo do Projeto

25 Escopo do Projeto

26 Escopo do Projeto

27 Escopo do Projeto

28 Escopo do Projeto

29 Escopo do Projeto

30 Escopo do Projeto

31 Escopo do Projeto

32 Escopo do Projeto

33 Escopo do Projeto

34 Escopo do Projeto

35 Escopo do Projeto

36 Escopo do Projeto

37 Escopo do Projeto

38 Escopo do Projeto

39 Escopo do Projeto

40 Escopo do Projeto

41 Escopo do Projeto

42 Escopo do Projeto

43 Escopo do Projeto

44 Escopo do Projeto

45 Tel.: Solução SEAFZ Atualização 3.10

Novo Leiaute da Nota Fiscal Eletrônica Versão 3.10 e Nota Fiscal de Consumidor Eletrônica NFC-e

Novo Leiaute da Nota Fiscal Eletrônica Versão 3.10 e Nota Fiscal de Consumidor Eletrônica NFC-e Novo Leiaute da Nota Fiscal Eletrônica Versão 3.10 e Nota Fiscal de Consumidor Eletrônica NFC-e Agente Fiscal de Rendas Newton Oller de Mello Delegacia Regional Tributária do Litoral Secretaria da Fazenda

Leia mais

Parecer Técnico. NF-e 3.10 NT 1.21 Alterações

Parecer Técnico. NF-e 3.10 NT 1.21 Alterações Parecer Técnico NF-e 3.10 NT 1.21 Alterações PARECER SOBRE A NT 1.21 NF-e 3.10 2014 Nota Técnica 2013/005 v 1.20/1.21 Alteração no Leiaute de NF-e Em Novembro de 2014 a SEFAZ publicou a Nota Técnica 2013/005

Leia mais

Parecer Consultoria Tributária Segmentos Novo Layout NF-e versão 310

Parecer Consultoria Tributária Segmentos Novo Layout NF-e versão 310 Segmentos Novo Layout NF-e versão 310 24/10/2013 Título do documento Sumário Sumário... 2 1. Questão... 3 2. Normas apresentadas pelo cliente... 3 3. Análise da Legislação... 3 4. Conclusão... 6 5. Informações

Leia mais

Palestra em 30 de julho de 2014. Cristina S. Rodrigues ex Diretora do TI RIO e Diretora da empresa DELLINE INFORMÁTICA LTDA

Palestra em 30 de julho de 2014. Cristina S. Rodrigues ex Diretora do TI RIO e Diretora da empresa DELLINE INFORMÁTICA LTDA Palestra em 30 de julho de 2014 Cristina S. Rodrigues ex Diretora do TI RIO e Diretora da empresa DELLINE INFORMÁTICA LTDA Os Layouts e Serviços de Autorização de uso da NF-e Serão os mesmos para NFC-e.

Leia mais

COMUNICADO DE ATUALIZAÇÃO DO SISTEMA INFINITRI NF-E

COMUNICADO DE ATUALIZAÇÃO DO SISTEMA INFINITRI NF-E COMUNICADO DE ATUALIZAÇÃO DO SISTEMA INFINITRI NF-E Conteúdo Objetivo... 3 O que há de novo no Infinitri NF-e... 3 1. Identificação de Operação Interna, Interestadual ou com Exterior... 3 2. Finalidade

Leia mais

5. Web Services Informações Adicionais

5. Web Services Informações Adicionais 5. Web Services Informações Adicionais 5.1 Regras de validação As regras de validação aplicadas nos Web Service estão agrupadas da seguinte forma: Grupo Aplicação A Validação do Certificado Digital utilizada

Leia mais

Vinicius Pimentel de Freitas. Julho de 2010

Vinicius Pimentel de Freitas. Julho de 2010 Nota Fiscal Eletrônica no Rio Grande do Sul Vinicius Pimentel de Freitas Julho de 2010 SPED ECD EFD NF-e CT-e MC-e NFS-e... Contextualizando: Documentos Fiscais Eletrônicos no Brasil Comunicações e Energia

Leia mais

NFe Nota Fiscal Eletrônica. Helder da Silva Andrade

NFe Nota Fiscal Eletrônica. Helder da Silva Andrade Nota Fiscal Eletrônica Helder da Silva Andrade 23/08/2010 SPED SUBSISTEMAS Escrituração Contábil Digital EFD ECD Escrituração Fiscal Digital Nota Fiscal Eletrônica CTe Conhecimento Transporte Eletrônico

Leia mais

NOTA FISCAL ELETRÔNICA

NOTA FISCAL ELETRÔNICA NOTA FISCAL ELETRÔNICA 1. Comprei mercadoria com NF-e denegada. Qual o procedimento para regularizar essa situação? Resposta: Preliminarmente, temos que esclarecer o que é uma NF-e Denegada:, A Denegação

Leia mais

Palestra. SPED - NF Eletrônica - Escrituração Fiscal Digital - Atualização. Março 2010. Elaborado por:

Palestra. SPED - NF Eletrônica - Escrituração Fiscal Digital - Atualização. Março 2010. Elaborado por: Conselho Regional de Contabilidade do Estado de São Paulo Tel. (11) 3824-5400, 3824-5433 (teleatendimento), fax (11) 3824-5487 Email: desenvolvimento@crcsp.org.br web: www.crcsp.org.br Rua Rosa e Silva,

Leia mais

Manual Conectus NF-e 3.10

Manual Conectus NF-e 3.10 Manual Conectus NF-e 3.10 Modificações e Implementações no Conectus ERP para a versão 3.10 da Nota Fiscal Eletrônica NF-e Obrigatoriedade para uso da NF-e 3.10: Fica obrigatório o uso da Versão 3.10 da

Leia mais

Nota Fiscal Eletrônica

Nota Fiscal Eletrônica Receita Federal do Brasil Ricardo Rezende Barbosa nfe@sefaz.pi.gov.br 06 de dezembro de 2007 Secretaria da Fazenda do Estado do Piauí Nota Fiscal Eletrônica Nota Fiscal Eletrônica Luiz Antonio Baptista

Leia mais

Fundamentos da NF-e Exercícios Práticos. Luiz Campos

Fundamentos da NF-e Exercícios Práticos. Luiz Campos Fundamentos da NF-e Exercícios Práticos Luiz Campos 1 Livro de Apuração do IPI - CFOP CFOP DESCRIÇÃO 1.000 ENTRADAS OU AQUISIÇÕES DE SERVIÇOS DO ESTADO 1.100 COMPRAS PARA INDUSTRIALIZAÇÃO, PRODUÇÃO RURAL,

Leia mais

Nota Fiscal Eletrônica Priscila Lima

Nota Fiscal Eletrônica Priscila Lima O que é Benefícios Obrigatoriedade Fluxograma Alterações na emissão Armazenamento Recebimento Contingência Inutilização do Mod.1 Nota Fiscal Eletrônica Priscila Lima O que é... Documento de existência

Leia mais

5ª Delegacia Regional da Receita Guarapuava PR ALTAIR BATISTA DE SOUZA JOSÉ CLODOALDO MUNHOZ

5ª Delegacia Regional da Receita Guarapuava PR ALTAIR BATISTA DE SOUZA JOSÉ CLODOALDO MUNHOZ 5ª Delegacia Regional da Receita Guarapuava PR ALTAIR BATISTA DE SOUZA JOSÉ CLODOALDO MUNHOZ 1. O QUE É NF-e? 2. OBJETIVO DA NF-e 3. LEGISLAÇÃO 4. CONTRIBUINTES OBRIGATÓRIOS 5. ADESÃO VOLUNTÁRIA 6. NECESSIDADES

Leia mais

Projeto Nota Fiscal Eletrônica

Projeto Nota Fiscal Eletrônica Projeto Nota Fiscal Eletrônica Nota Técnica 2015/003 ICMS em Operações Interestaduais de Vendas a Consumidor Final Versão 1.30 Novembro 2015 Histórico de Alterações A. Alterações introduzidas na versão

Leia mais

Nota Fiscal Eletrônica

Nota Fiscal Eletrônica Nota Fiscal Eletrônica NF-e - Considerações 3,6 bilhões de notas fiscais armazenadas só em SP 26000 campos de futebol 27 voltas ao redor do mundo Podem representar um custo de até 5% no faturamento das

Leia mais

WORKSHOP CARTA CORREÇÃO ELETRONICA

WORKSHOP CARTA CORREÇÃO ELETRONICA WORKSHOP CARTA CORREÇÃO ELETRONICA Sistema JAD NOTA FISCAL ELETRÔNICA OBJETIVO: O objetivo deste WORKSHOP é apresentar a nova ferramenta do Sistema JAD, conforme o Ajuste Sinief 10 de 30/09/2011, que altera

Leia mais

Denegação de NF-e por. Irregularidade Fiscal do Destinatário

Denegação de NF-e por. Irregularidade Fiscal do Destinatário Denegação de NF-e por Irregularidade Fiscal do Destinatário Denegação da Autorização de Uso da NF-e em Razão da Irregularidade Fiscal do Destinatário Junho de 2015 Vs 1.3 1 DO QUE SE TRATA? Trata-se da

Leia mais

Secretaria de Estado da Fazenda Guia prático para emissão de Nota Fiscal Eletrônica (NF-e)

Secretaria de Estado da Fazenda Guia prático para emissão de Nota Fiscal Eletrônica (NF-e) Secretaria de Estado da Fazenda Guia prático para emissão de Nota Fiscal Eletrônica (NF-e) Para dar mais agilidade e segurança à administração tributária, os Estados brasileiros, o Distrito Federal e o

Leia mais

Altera o Livro VI do Regulamento do ICMS (RICMS/00), aprovado pelo Decreto n.º 27.427, de 17 de novembro de 2000, e dá outras providências.

Altera o Livro VI do Regulamento do ICMS (RICMS/00), aprovado pelo Decreto n.º 27.427, de 17 de novembro de 2000, e dá outras providências. Decreto Publicado no D.O.E. de 13.05.2014, pág. 01 Este texto não substitui o publicado no D.O.E Índice Remissivo: Letra R - RICMS DECRETO N.º 44.785 DE 12 DE MAIO DE 2014 Altera o Livro VI do Regulamento

Leia mais

COORDENADORIA DA ADMINISTRAÇÃO TRIBUTÁRIA Portaria CAT 12, de 04-02-2015

COORDENADORIA DA ADMINISTRAÇÃO TRIBUTÁRIA Portaria CAT 12, de 04-02-2015 COORDENADORIA DA ADMINISTRAÇÃO TRIBUTÁRIA Portaria CAT 12, de 04-02-2015 Dispõe sobre a emissão da Nota Fiscal de Consumidor Eletrônica - NFC-e (NF-e, modelo 65) e do Documento Auxiliar da Nota Fiscal

Leia mais

Projeto Nota Fiscal Eletrônica

Projeto Nota Fiscal Eletrônica Projeto Nota Fiscal Eletrônica Nota Técnica 2015/003 ICMS em Operações Interestaduais de Vendas a Consumidor Final Versão 1.10 Outubro 2015 Histórico de Alterações A. Alterações efetuadas na versão 1.00

Leia mais

Layout da versão 3.10 NF-e Alterações

Layout da versão 3.10 NF-e Alterações Layout da versão 3.10 NF-e Alterações Índice 1 Habilitar a versão 3.10... 03 2 Alterações na TAG do XML... 03 3 Botão Dados NF-e... 04 4 Notas e Conhecimentos Fiscais... 05 5 Nota Fiscal de Devolução...

Leia mais

Parecer Consultoria Tributária Segmentos Estorno Crédito ICMS por Saída Interna Isenta ICMS em MG

Parecer Consultoria Tributária Segmentos Estorno Crédito ICMS por Saída Interna Isenta ICMS em MG 06/11/2013 Título do documento Sumário Sumário... 2 1. Questão... 3 2. Normas Apresentadas Pelo Cliente... 3 3. Análise da Legislação... 3 4. Conclusão... 8 5. Informações Complementares... 8 6. Referências...

Leia mais

Projeto Nota Fiscal Eletrônica

Projeto Nota Fiscal Eletrônica Projeto Nota Fiscal Eletrônica Nota Técnica 2015/003 ICMS em Operações Interestaduais de Vendas a Consumidor Final Versão 1.40 Dezembro 2015 Histórico de Alterações A. Alterações introduzidas na versão

Leia mais

Secretaria de Estado da Fazenda Guia prático para emissão de Nota Fiscal Eletrônica (NF-e)

Secretaria de Estado da Fazenda Guia prático para emissão de Nota Fiscal Eletrônica (NF-e) Secretaria de Estado da Fazenda Guia prático para emissão de Nota Fiscal Eletrônica (NF-e) Para dar mais agilidade e segurança à administração tributária, os Estados brasileiros, o Distrito Federal e o

Leia mais

SPED NOTA FISCAL ELETRÔNICA. Maio/ 2009

SPED NOTA FISCAL ELETRÔNICA. Maio/ 2009 SPED NOTA FISCAL ELETRÔNICA Maio/ 2009 NFe - Objetivo Alteração da sistemática atual de emissão da nota fiscal em papel, por nota fiscal de existência apenas eletrônica. NFs Modelos 1 e 1A NFe - Conceito

Leia mais

119ª CONFAZ Manaus, AM, 30.09.05 P. AJ. 07/05

119ª CONFAZ Manaus, AM, 30.09.05 P. AJ. 07/05 119ª CONFAZ Manaus, AM, 30.09.05 P. AJ. 07/05 AJUSTE SINIEF /05 Institui a Nota Fiscal Eletrônica e o Documento Auxiliar da Nota Fiscal Eletrônica. O Conselho Nacional de Política Fazendária CONFAZ e o

Leia mais

Projeto Nota Fiscal Eletrônica - NF-e

Projeto Nota Fiscal Eletrônica - NF-e Projeto Nota Fiscal Eletrônica - NF-e Nota Técnica 2014/004 Validação NCM Novos códigos de País Fuso horário do Evento da NF-e Mensagem de consulta da NF-e Versão 1.10 Agosto 2014 Pág. 1 / 7 Histórico

Leia mais

SUBSEÇÃO IV Da Nota Fiscal Eletrônica - NF-e e do Documento Auxiliar da NF-e - DANFE

SUBSEÇÃO IV Da Nota Fiscal Eletrônica - NF-e e do Documento Auxiliar da NF-e - DANFE SUBSEÇÃO IV Da Nota Fiscal Eletrônica - NF-e e do Documento Auxiliar da NF-e - DANFE Art. 182-A. A Nota Fiscal Eletrônica - NF-e que poderá ser utilizada em substituição a Nota Fiscal modelo 1 ou 1-A,

Leia mais

Emissão e autorização da NF-e 2. Quais são as validações realizadas pela Secretaria de Fazenda na autorização de uma NF-e?

Emissão e autorização da NF-e 2. Quais são as validações realizadas pela Secretaria de Fazenda na autorização de uma NF-e? O QUE MUDA COM A NF-e 1. Como funciona o modelo operacional da NF-e? De maneira simplificada, a empresa emissora de NF-e, previamente credenciada segundo as normas ditadas pela Secretaria de Fazenda de

Leia mais

O GOVERNADOR DO ESTADO DO ACRE, no uso das atribuições que lhe confere o art. 78, inciso IV da Constituição Estadual, e

O GOVERNADOR DO ESTADO DO ACRE, no uso das atribuições que lhe confere o art. 78, inciso IV da Constituição Estadual, e DECRETO Nº 5.257, DE 18 DE FEVEREIRO DE 2013. Publicado no DOE nº 10.993, de 22-02-2013. Institui a Nota Fiscal Eletrônica para Consumidor Final - NFC-e e o Documento Auxiliar da Nota Fiscal Eletrônica

Leia mais

UNICOM / SEFAZ-MS / Jan. 2015 - Versão 1.00

UNICOM / SEFAZ-MS / Jan. 2015 - Versão 1.00 UNICOM / SEFAZ-MS / Jan. 2015 - Versão 1.00 Manual para Emissão da Carta de Correção eletrônica (CT-e) Este Manual tem como finalidade a apresentação do procedimento operacional de uma Carta de Correção

Leia mais

A NOTA FISCAL ELETRÔNICA: um breve histórico

A NOTA FISCAL ELETRÔNICA: um breve histórico 1 A NOTA FISCAL ELETRÔNICA: um breve histórico Nota Fiscal eletrônica - NF-e é um modelo de documento fiscal, de existência apenas digital cuja validade jurídica é garantida pela assinatura digital, que

Leia mais

Sistema Público de Escrituração Digital. Institui o Sistema Público de Escrituração Digital (Sped)

Sistema Público de Escrituração Digital. Institui o Sistema Público de Escrituração Digital (Sped) Escrituração Fiscal Digital Evolução 2003 2004 2005 2006 2007 Decreto nº 6.022-22/01/07 Institui o (Sped) Objetivo: promover a atuação integrada dos fiscos, mediante a padronização e racionalização das

Leia mais

Conhecimento de Transporte Eletrônico - CT-e

Conhecimento de Transporte Eletrônico - CT-e Conhecimento de Transporte Eletrônico - CT-e Sumário: 1. Orientações Gerais:... 3 1.1 Cadastros Básicos:... 3 1.2 Conhecimento de Transporte Eletrônico CTe:... 3 1.3 Tela inicial:... 4 2. CT-e (Conhecimento

Leia mais

O QUE VOCÊ PRECISA SABER NA EMISSÃO DA PRIMEIRA. NOTA FISCAL ELETRÔNICA NF-e UTILIZANDO O SISTEMA GRATUÍTO DA SEFAZ-SP

O QUE VOCÊ PRECISA SABER NA EMISSÃO DA PRIMEIRA. NOTA FISCAL ELETRÔNICA NF-e UTILIZANDO O SISTEMA GRATUÍTO DA SEFAZ-SP O QUE VOCÊ PRECISA SABER NA EMISSÃO DA PRIMEIRA NOTA FISCAL ELETRÔNICA NF-e UTILIZANDO O SISTEMA GRATUÍTO DA SEFAZ-SP 1. Certificado Digital - Antes de mais nada você precisa possuir um certificado digital

Leia mais

Projeto Nota Fiscal Eletrônica (NF-e)

Projeto Nota Fiscal Eletrônica (NF-e) Projeto Nota Fiscal Eletrônica (NF-e) (Ajuste SINIEF 07/05) Estado de Santa Catarina 7º Congresso de Secretários de Finanças, Contadores Públicos e Controladores Internos Municipais Florianópolis SC 15/04/2011

Leia mais

CAPÍTULO III-A DA NOTA FISCAL ELETRÔNICA E DO DOCUMENTO AUXILIAR DA NOTA FISCAL ELETRÔNICA. Seção I Da Nota Fiscal Eletrônica

CAPÍTULO III-A DA NOTA FISCAL ELETRÔNICA E DO DOCUMENTO AUXILIAR DA NOTA FISCAL ELETRÔNICA. Seção I Da Nota Fiscal Eletrônica CAPÍTULO III-A DA NOTA FISCAL ELETRÔNICA E DO DOCUMENTO AUXILIAR DA NOTA FISCAL ELETRÔNICA Seção I Da Nota Fiscal Eletrônica Vê Portaria n. 027/2010-SEFAZ, que dispõe sobre as especificações técnicas da

Leia mais

ORIENTAÇÃO TÉCNICA/SP - NF-e 01/2011

ORIENTAÇÃO TÉCNICA/SP - NF-e 01/2011 ORIENTAÇÃO TÉCNICA/SP - NF-e 01/2011 ORIENTAÇÃO AOS AGENTES PÚBLICOS COM RELAÇÃO ÀS DISPOSIÇÕES PREVISTAS PELA PORTARIA CAT 162/08 A RESPEITO DA OBRIGATORIEDADE DE EMISSÃO DE NOTA FISCAL ELETRÔNICA. ÍNDICE

Leia mais

Nota Fiscal. Eletrônica. Apontamentos para Contribuintes obrigados a emissão

Nota Fiscal. Eletrônica. Apontamentos para Contribuintes obrigados a emissão Nota Fiscal Eletrônica Apontamentos para Contribuintes obrigados a emissão Índice O que é a NF-e... 3 O que é o DANFE... 3 Nota Fiscal Paulista... 3 Quantidade de cópias do DANFE... 4 Papel do DANFE...

Leia mais

Capítulo II. Da Adesão. Capítulo III

Capítulo II. Da Adesão. Capítulo III Decreto do Estado do Amazonas nº 33.405 de 16.04.2013 DOE-AM: 16.04.2013 Disciplina a emissão da Nota Fiscal Eletrônica a Consumidor Final, e dá outras providências. O GOVERNADOR DO ESTADO DO AMAZONAS,

Leia mais

Megasale NFe. 2013 Aob Software Informatica ltda

Megasale NFe. 2013 Aob Software Informatica ltda 2 Tabela de Conteúdo Nota Fiscal Eletrônica 3 1 Tela de... Acesso 4 Digitalizando o Pedido 4 1 Preenchendo... o Item 6 2 Recebimento... A Vista 7 3 Recebimento... A Prazo 7 Gerando Proposta Comercial Emissão

Leia mais

Manual Básico de Procedimentos Nota Fiscal Eletrônica NF-e no APOLO

Manual Básico de Procedimentos Nota Fiscal Eletrônica NF-e no APOLO Manual Básico de Procedimentos Nota Fiscal Eletrônica NF-e no APOLO 1- Geração e Envio Normal: Quando estiver tudo pronto para a geração da NF-e, selecione a nota, clique com o botão direito do mouse,

Leia mais

ELETRÔNICA FELLIPE M. GUERRA

ELETRÔNICA FELLIPE M. GUERRA 3ª GERAÇÃO - NOTA FISCAL ELETRÔNICA FELLIPE M. GUERRA ROTEIRO BREVE REVISÃO SOBRE NF-e - Conceito, características e modelo operacional. - Processamento da NF-e(autorização/denegação/rejeição). - Cancelamento

Leia mais

NOTA FISCAL ELETRÔNICA

NOTA FISCAL ELETRÔNICA NOTA FISCAL ELETRÔNICA Instalação do certificado digital Para cada empresa certificadora existe um manual de instalação. Antes de emitir o certificado no cliente, leia atentamente as instruções do manual.

Leia mais

Nota Fiscal Eletrônica NOTA FISCAL ELETRÔNICA

Nota Fiscal Eletrônica NOTA FISCAL ELETRÔNICA Nota Fiscal Eletrônica NOTA FISCAL ELETRÔNICA Sistema Tributário Brasileiro (1967) Obrigações acessórias em excesso, muitas vezes redundantes Verificação Fiscal complexa e trabalhosa Altos custos com emissão,

Leia mais

Projeto Nota Fiscal Eletrônica - NF-e

Projeto Nota Fiscal Eletrônica - NF-e Projeto Nota Fiscal Eletrônica - NF-e Nota Técnica 2014/004 Validação NCM Novos códigos de País Fuso horário do Evento da NF-e Mensagem de consulta da NF-e Versão 1.00 Junho 2014 1. Resumo Esta Nota Técnica

Leia mais

Passos e Orientações para solicitação de credenciamento como emissor de NF-e. Secretaria da Fazenda do Estado de São Paulo

Passos e Orientações para solicitação de credenciamento como emissor de NF-e. Secretaria da Fazenda do Estado de São Paulo Passos e Orientações para solicitação de credenciamento como emissor de NF-e Secretaria da Fazenda do Estado de São Paulo Versão 1.0 23/07/2009 Passos e Orientações para solicitação de credenciamento como

Leia mais

Referência: Decreto Estadual-RJ nº 44.785/14 - ICMS - NFC-e - Emissão, autorização, contingência e outros Alterações.

Referência: Decreto Estadual-RJ nº 44.785/14 - ICMS - NFC-e - Emissão, autorização, contingência e outros Alterações. Rio de Janeiro, 13 de maio de 2014. Of. Circ. Nº 137/14 Referência: Decreto Estadual-RJ nº 44.785/14 - ICMS - NFC-e - Emissão, autorização, contingência e outros Alterações. Senhor Presidente, Fazendo

Leia mais

Passos e Orientações para solicitação de credenciamento como emissor de NF-e. Secretaria da Fazenda do Estado de São Paulo

Passos e Orientações para solicitação de credenciamento como emissor de NF-e. Secretaria da Fazenda do Estado de São Paulo Passos e Orientações para solicitação de credenciamento como emissor de NF-e Secretaria da Fazenda do Estado de São Paulo Versão: 24/05/2010 Passos e Orientações para solicitação de credenciamento como

Leia mais

Receita Estadual. Nota Fiscal de Consumidor eletrônica

Receita Estadual. Nota Fiscal de Consumidor eletrônica Receita Estadual Nota Fiscal de Consumidor eletrônica PARANÁ 2015 NFC-e: Nota Fiscal de Consumidor eletrônica Operações de venda presencial ou para entrega em domicílio a consumidor final (pessoa física

Leia mais

MANIFESTO ELETRÔNICO DE DOCUMENTOS FISCAIS (MDF-e) NO TRC

MANIFESTO ELETRÔNICO DE DOCUMENTOS FISCAIS (MDF-e) NO TRC MANIFESTO ELETRÔNICO DE DOCUMENTOS FISCAIS (MDF-e) NO TRC 1 Conceito do MDF-e: MDF-e é o documento emitido e armazenado eletronicamente por contribuinte credenciado pela Secretaria da Fazenda como emitente

Leia mais

A seguir falaremos sobre os campos que deverão ser preenchidos no Shop Control 8.

A seguir falaremos sobre os campos que deverão ser preenchidos no Shop Control 8. Nota Fiscal Eletrônica Este módulo permite a integração do Shop Control 8 com o site da Secretaria da Fazenda dos Estados e Receita Federal para emitir a Nota Fiscal Eletrônica (NFe) : Este módulo é exclusivo

Leia mais

Secretaria de Estado da Fazenda Guia prático para emissão de Conhecimento de Transporte Eletrônico (CT-e)

Secretaria de Estado da Fazenda Guia prático para emissão de Conhecimento de Transporte Eletrônico (CT-e) Secretaria de Estado da Fazenda Guia prático para emissão de Conhecimento de Transporte Eletrônico (CT-e) Para dar mais agilidade e segurança à administração tributária, os Estados brasileiros, o Distrito

Leia mais

SPED - EFD Escrituração Fiscal Digital.

SPED - EFD Escrituração Fiscal Digital. SPED - EFD Escrituração Fiscal Digital. MANUAL DE ORIENTAÇÃO PARA LANÇAMENTO DE UM DOCUMENTO FISCAL. 1. APRESENTAÇÃO. 2. PREPARAÇÃO PARA A GERAÇÃO DOS REGISTROS. 2.1. Classificação Física dos Documentos

Leia mais

ANEXO IX - DOS DOCUMENTOS FISCAIS ELETRÔNICOS E AUXILIARES

ANEXO IX - DOS DOCUMENTOS FISCAIS ELETRÔNICOS E AUXILIARES ANEXO IX - DOS DOCUMENTOS FISCAIS ELETRÔNICOS E AUXILIARES CAPÍTULO I DA NOTA FISCAL ELETRÔNICA - NF-e E DO DOCUMENTO AUXILIAR DA NF-e DANFE Art. 1º A Nota Fiscal Eletrônica - NF-e, modelo 55, poderá ser

Leia mais

Estado do Paraná Secretaria de Estado da Fazenda Coordenação da Receita do Estado

Estado do Paraná Secretaria de Estado da Fazenda Coordenação da Receita do Estado NORMA DE PROCEDIMENTO FISCAL Nº 100/2014 Publicado no DOE 9334 de 17.11.2014 SÚMULA: Dispõe sobre a emissão da Nota Fiscal de Consumidor Eletrônica - NFC-e, modelo 65. O DIRETOR DA CRE - COORDENAÇÃO DA

Leia mais

NT 2013/005 Leiaute NF-e 3.10 (Pacote Especial)

NT 2013/005 Leiaute NF-e 3.10 (Pacote Especial) Produto : Datasul Faturamento Datasul 11.5 Chamado : TIBCE7 Data da : 15/10/2014 Data da revisão : 24/10/2014 criação Banco(s) de País(es) : Brasil : Todos Dados Importante O objetivo principal dessa liberação

Leia mais

Introdução. Benefícios para todos

Introdução. Benefícios para todos Introdução Esta cartilha tem a finalidade de guiar as empresas na implantação da Nota Fiscal Eletrônica e demonstrar as facilidades e vantagens do sistema para o contribuinte e para a sociedade A Nota

Leia mais

Documentos Fiscais Eletrônicos na Prestação de Serviço de Transporte de Cargas AFR Newton Oller de Mello Delegacia Regional Tributária do Litoral

Documentos Fiscais Eletrônicos na Prestação de Serviço de Transporte de Cargas AFR Newton Oller de Mello Delegacia Regional Tributária do Litoral Documentos Fiscais Eletrônicos na Prestação de Serviço de Transporte de Cargas AFR Newton Oller de Mello Delegacia Regional Tributária do Litoral Palestra SINDISAN Sindicato das Empresas de Transporte

Leia mais

DOE Nº 12.927 Data: 11/04/2013 PORTARIA Nº 036/2013-GS/SET, DE 10 DE ABRIL DE 2013.

DOE Nº 12.927 Data: 11/04/2013 PORTARIA Nº 036/2013-GS/SET, DE 10 DE ABRIL DE 2013. DOE Nº 12.927 Data: 11/04/2013 PORTARIA Nº 036/2013-GS/SET, DE 10 DE ABRIL DE 2013. Institui o Projeto Piloto da Nota Fiscal Eletrônica para Consumidor Final (NFC-e), que possibilita a emissão da Nota

Leia mais

Comprei mercadoria com NF-e denegada. E agora?

Comprei mercadoria com NF-e denegada. E agora? Comprei mercadoria com NF-e denegada. E agora? Tomei conhecimento de um caso bastante comum sobre a Nota Fiscal Eletrônica. Um contador amigo enviou-me seguinte pergunta: Meu cliente recebeu uma mercadoria

Leia mais

Módulo 14. CgaInformatica. NFe. NFe para o Sistema Retwin

Módulo 14. CgaInformatica. NFe. NFe para o Sistema Retwin Módulo 14 CgaInformatica NFe NFe para o Sistema Retwin 2 Sumário O que é... 3 Benefícios... 3 Requisitos para Instalação e Implantação... 3 Obrigação Backup... 4 Configuração Geral do Sistema... 5 Cadastro

Leia mais

Programa Emissor Gratuito Versão 3.10

Programa Emissor Gratuito Versão 3.10 Programa Emissor Gratuito Versão 3.10 A partir do dia 1º de Abril de 2015, não serão mais aceitos o envio de NF-e com Schema na versão 2.00, ou seja, todos os contribuintes devem utilizar a versão do Schema

Leia mais

Projeto Nota Fiscal Eletrônica

Projeto Nota Fiscal Eletrônica Projeto Nota Fiscal Eletrônica A ABRAFORM agradece a oportunidade de estar divulgando suas ações. www.abraform.org.br abraform@abraform.org.br Fone: (11) 3284-6456 29/09/2009 EMBASAMENTO LEGAL Ajuste SINIEF

Leia mais

Projeto Nota Fiscal Eletrônica

Projeto Nota Fiscal Eletrônica Projeto Nota Fiscal Eletrônica Nota Técnica 2013/003 Lei da Transparência dos Tributos Federais, Estaduais e Municipais Versão 1.00a Abril 2013 01. Resumo O Ajuste SINIEF 07/2013, publicado em 05/04/2013,

Leia mais

MANUAL DE INSTRUÇÃO SISTEMA EMISSOR DE NOTA FISCAL ELETRÔNICA. NF-e

MANUAL DE INSTRUÇÃO SISTEMA EMISSOR DE NOTA FISCAL ELETRÔNICA. NF-e MANUAL DE INSTRUÇÃO SISTEMA EMISSOR DE NOTA FISCAL ELETRÔNICA NF-e SELECIONE A EMPRESA EMISSORA DA NFE CLIQUE EM INICIAR TELA DE AVISOS FAÇA A LEITURA DOS AVISOS E CLIQUE EM FECHAR EMISSÃO DA NOTA FISCAL

Leia mais

Projeto Nota Fiscal Eletrônica

Projeto Nota Fiscal Eletrônica Projeto Nota Fiscal Eletrônica Nota Técnica 2015/003 Cobrança do ICMS na Operação Interestadual Versão 1.00 Agosto 2015 Pág. 1 / 8 01. Resumo Esta Nota Técnica altera o leiaute da NF-e para receber a informação

Leia mais

ORIENTAÇÕES PARA PREENCHIMENTO DA NOTA FISCAL ELETRÔNICA DE IMPORTAÇÃO

ORIENTAÇÕES PARA PREENCHIMENTO DA NOTA FISCAL ELETRÔNICA DE IMPORTAÇÃO ORIENTAÇÕES PARA PREENCHIMENTO DA NOTA FISCAL ELETRÔNICA DE IMPORTAÇÃO 1. Introdução: Toda mercadoria procedente do exterior, importada a título definitivo ou não, sujeita ou não ao pagamento do imposto

Leia mais

PERGUNTAS E RESPOSTAS Nota Fiscal Avulsa Eletrônica MEI NFAe-MEI SUMÁRIO (versão 1.7 - atualizada em 24/04/2015)

PERGUNTAS E RESPOSTAS Nota Fiscal Avulsa Eletrônica MEI NFAe-MEI SUMÁRIO (versão 1.7 - atualizada em 24/04/2015) PERGUNTAS E RESPOSTAS Nota Fiscal Avulsa Eletrônica MEI NFAe-MEI SUMÁRIO (versão 1.7 - atualizada em 24/04/2015) 1 Conceito e Noções Gerais da NFAe-MEI 1.1 - O que é a Nota Fiscal Avulsa eletrônica MEI

Leia mais

AJUSTE SINIEF 07/05 A J U S T E

AJUSTE SINIEF 07/05 A J U S T E AJUSTE SINIEF 07/05 Publicado no DOU de 05.10.05. Republicado no DOU de 07.12.05. Alterado pelos Ajustes 11/05, 02/06, 04/06. Ato Cotepe 72/05 dispõe sobre as especificações técnicas da NF-e e do DANFE.

Leia mais

GERENCIAMENTO DE NF-e (VEND0079)

GERENCIAMENTO DE NF-e (VEND0079) GERENCIAMENTO DE NF-e (VEND0079) 1. IDENTIFICAÇÃO DAS INFORMAÇÕES NA TELA.... 2 2. FUNCIONALIDADES.... 3 2.1 EMISSÕES DE NOTAS... 3 2.2 DESTINATÁRIO DE NF-E... 4 2.3 ENVIAR NOTA POR E-MAIL... 7 2.4 VISUALIZAÇÃO...

Leia mais

MANUAL DO SPED FISCAL

MANUAL DO SPED FISCAL MANUAL DO SISTEMA TOP FOR WINDOWS ESCRITA FISCAL - SKILL MANUAL DO SPED FISCAL VERSÃO 2.11 Equipe de Especialistas: Claudio Aparecido Medeiros Cristiano Besson Ederson Von Mühlen Diretor Responsável: João

Leia mais

MANUAL DO SPED FISCAL

MANUAL DO SPED FISCAL MANUAL DO SISTEMA TOP FOR WINDOWS ESCRITA FISCAL - SKILL MANUAL DO SPED FISCAL VERSÃO 2.11 Equipe de Especialistas: Claudio Aparecido Medeiros Cristiano Besson Ederson Von Mühlen Diretor Responsável: João

Leia mais

PERGUNTAS E RESPOSTAS Nota Fiscal Avulsa Eletrônica MEI NFAe-MEI SUMÁRIO (versão 1.4 - atualizada em 12/06/2013)

PERGUNTAS E RESPOSTAS Nota Fiscal Avulsa Eletrônica MEI NFAe-MEI SUMÁRIO (versão 1.4 - atualizada em 12/06/2013) PERGUNTAS E RESPOSTAS Nota Fiscal Avulsa Eletrônica MEI NFAe-MEI SUMÁRIO (versão 1.4 - atualizada em 12/06/2013) 1 Conceito e Noções Gerais da NFAe-MEI 1.1 - O que é a Nota Fiscal Avulsa eletrônica MEI

Leia mais

NF-e Nota Fiscal Eletrônica - Atualização

NF-e Nota Fiscal Eletrônica - Atualização Conselho Regional de Contabilidade do Estado de São Paulo Tel. (11) 3824-5400 - ramal 1529 (núcleo de relacionamento) Email: desenvolvimento@crcsp.org.br web: www.crcsp.org.br Rua Rosa e Silva, 60 Higienópolis

Leia mais

NOTA FISCAL ELETRÔNICA v3.10

NOTA FISCAL ELETRÔNICA v3.10 ATUALIZAÇÃO DA NOTA FISCAL ELETRÔNICA v3.10 Autor: Hugo Leonardo Villa Lobos 1/8 Introdução De forma geral, as necessidades de alteração de leiaute da NF-e são agrupadas durante um tempo e acabam compondo

Leia mais

1 de 6 12-04-2013 11:27

1 de 6 12-04-2013 11:27 (*) ESTE TEXTO NÃO SUBSTITUI O ORIGINAL PUBLICADO NO DIÁRIO OFICIAL DO ESTADO. Decreto Nº 13.537, DE 20 DE DEZEMBRO DE 2012. Altera, acrescenta e revoga dispositivos do Subanexo XIII - Do Conhecimento

Leia mais

Principais Alterações da NF-e na versão 2.00

Principais Alterações da NF-e na versão 2.00 Principais Alterações da NF-e na versão 2.00 A partir de 01/04/2011, a Nota Fiscal Eletrônica modelo 55 deve seguir obrigatoriamente as orientaçõs contidas no Manual de Integração da NF-e 4.01, que define

Leia mais

1. Como funciona o modelo operacional da NF-e? (atualizado em 31/12/08)

1. Como funciona o modelo operacional da NF-e? (atualizado em 31/12/08) III. Modelo Operacional (o que muda com a NF-e) - Modelo 55 1. Como funciona o modelo operacional da NF-e? (atualizado em 31/12/08) De maneira simplificada, a empresa emissora de NF-e gerará um arquivo

Leia mais

Vale Fertilizantes Janeiro / 2012 Versão 1.0

Vale Fertilizantes Janeiro / 2012 Versão 1.0 Cartilha CT-e Conhecimento de Transporte Eletrônico Vale Fertilizantes Janeiro / 2012 Versão 1.0 Este documento descreve as Conhecimento de Transporte Eletrônicos Conteúdo 1. Introdução... 3 2. Papeis

Leia mais

Sistema Nota Fiscal Eletrônica

Sistema Nota Fiscal Eletrônica Fiscal eletrônica Sistema Fiscal Eletrônica Técnica 2013/007 Apresenta o novo ambiente de autorização de contingência do Sistema NF-e e disciplina a sua forma de uso pelas empresas: SVC - SEFAZ VIRTUAL

Leia mais

Parecer Consultoria Tributária Segmentos Aplicação da Resolução do Senado para NF-e de devolução

Parecer Consultoria Tributária Segmentos Aplicação da Resolução do Senado para NF-e de devolução Aplicação 07/10/2013 Sumário Título do documento 1. Questão... 3 2. Analise da Legislação... 3 2.1. Nota Técnica 2013/06... 4 3. Processos Impactados... 5 4. Detalhamento dos Processos... 6 5. Conclusão...

Leia mais

PERGUNTAS FREQUENTES EVENTOS DE MANIFESTAÇÃO DO DESTINATÁRIO

PERGUNTAS FREQUENTES EVENTOS DE MANIFESTAÇÃO DO DESTINATÁRIO PERGUNTAS FREQUENTES EVENTOS DE MANIFESTAÇÃO DO DESTINATÁRIO 1. O que é um evento da Nota Fiscal Eletrônica NF-e? É qualquer fato relacionado com uma NF-e, normalmente ocorrido após a sua respectiva autorização

Leia mais

Boletim Técnico. NF-e Implementações da versão 3.10. Produto : Microsiga Protheus Faturamento, Versão 11

Boletim Técnico. NF-e Implementações da versão 3.10. Produto : Microsiga Protheus Faturamento, Versão 11 Produto : Microsiga Protheus Faturamento, Versão 11 Chamado : TPSDB1 Data da publicação : 04/07/14 País(es) : Brasil Banco(s) de Dados : Todos Para informações sobre utilização da Nota Fiscal Eletrônica,

Leia mais

NFe e NFCe Como emitir nota fiscal pelo Lince? COMO EMITIR NOTA FISCAL PELO LINCE?

NFe e NFCe Como emitir nota fiscal pelo Lince? COMO EMITIR NOTA FISCAL PELO LINCE? Como emitir nota fiscal pelo Lince? COMO EMITIR NOTA FISCAL PELO LINCE? O que é a Nota Fiscal Eletrônica? Nota Fiscal Eletrônica (NF-e) tem como intuito emitir e armazenar eletronicamente, para fins fiscais,

Leia mais

Projeto Nota Fiscal Eletrônica

Projeto Nota Fiscal Eletrônica Projeto Nota Fiscal Eletrônica Nota Técnica 2013/005 Alteração Leiaute da NF-e - Versão Nacional 2014 - Versão 1.21 Novembro 2014 Sumário Sumário... 2 Histórico de Alterações... 7 A. Alterações efetuadas

Leia mais

Os Conhecimentos de Transporte podem ser declarados na DIA?

Os Conhecimentos de Transporte podem ser declarados na DIA? PERGUNTA RESPOSTA O que é período de referência da DIA? É o período em que as notas ingressaram no Amazonas, de acordo com o desembaraço efetuado junto à SEFAZ. Qual o prazo de entrega da DIA? Até o décimo

Leia mais

Contudo, o Manual de Integração versão 3.0, que define a versão 1.10 da NF-e, continuará em vigor até 31 de dezembro de 2010.

Contudo, o Manual de Integração versão 3.0, que define a versão 1.10 da NF-e, continuará em vigor até 31 de dezembro de 2010. Principais Mudanças da NF-e XML 2.0 Um dos temas em mais relevantes no cenário empresarial para 2010 é a chamada Segunda Geração da NF-e, cujas especificações técnicas tiveram inicio em 1º de abril, de

Leia mais

PROJETO DE REDES www.projetoderedes.com.br

PROJETO DE REDES www.projetoderedes.com.br PROJETO DE REDES www.projetoderedes.com.br Curso de Tecnologia em Redes de Computadores Disciplina: Tópicos Avançados II 5º período Professor: José Maurício S. Pinheiro AULA 5: Certificado Digital e Nota

Leia mais

Sistema Nota Fiscal Eletrônica

Sistema Nota Fiscal Eletrônica Fiscal eletrônica Sistema Fiscal Eletrônica Técnica 2013/007 Apresenta o novo ambiente de autorização de contingência do Sistema NF-e e disciplina a sua forma de uso pelas empresas: SVC - SEFAZ VIRTUAL

Leia mais

SPED - EFD - Escrituração Fiscal Digital

SPED - EFD - Escrituração Fiscal Digital Conselho Regional de Contabilidade do Estado de São Paulo Tel. (11) 3824-5400, 3824-5433 (teleatendimento), fax (11) 3824-5487 Email: desenvolvimento@crcsp.org.br web: www.crcsp.org.br Rua Rosa e Silva,

Leia mais

NFC-e NOTA FISCAL DE VENDA A CONSUMIDOR ELETRÔNICA. Perguntas e Respostas. Versão 1.0

NFC-e NOTA FISCAL DE VENDA A CONSUMIDOR ELETRÔNICA. Perguntas e Respostas. Versão 1.0 NFC-e NOTA FISCAL DE VENDA A CONSUMIDOR ELETRÔNICA Perguntas e Respostas Versão 1.0 01/10/2014 SUMÁRIO I) INFORMAÇÕES INICIAIS 1. O que é a Nota Fiscal de Consumidor Eletrônica - NFC-e? 1 2. Quais os tipos

Leia mais

Secretaria de Estado da Fazenda Guia prático para emissão de Conhecimento de Transporte Eletrônico (CT-e)

Secretaria de Estado da Fazenda Guia prático para emissão de Conhecimento de Transporte Eletrônico (CT-e) Secretaria de Estado da Fazenda Guia prático para emissão de Conhecimento de Transporte Eletrônico (CT-e) Para dar mais agilidade e segurança à administração tributária, os Estados brasileiros, o Distrito

Leia mais

Pergunte à CPA. Nota Fiscal Eletrônica Modalidades de Contingência

Pergunte à CPA. Nota Fiscal Eletrônica Modalidades de Contingência 30/04/2013 Pergunte à CPA Nota Fiscal Eletrônica Modalidades de Contingência Apresentação: Helen Mattenhauer Oliveira 2 Conceito de Contingência para a NF- e A contingência é apenas de comunicação ou de

Leia mais

AJUSTE SINIEF 9, DE 25 DE OUTUBRO DE 2007. Nota: vide alterações desta norma pelos Ajuste SINIEF 10/2008 e Ajuste SINIEF 04/2009.

AJUSTE SINIEF 9, DE 25 DE OUTUBRO DE 2007. Nota: vide alterações desta norma pelos Ajuste SINIEF 10/2008 e Ajuste SINIEF 04/2009. AJUSTE SINIEF 9, DE 25 DE OUTUBRO DE 2007 Data D.O.U.: 30.10.2007 republicado no D.O.U. de 31.10.2007 Nota: vide alterações desta norma pelos Ajuste SINIEF 10/2008 e Ajuste SINIEF 04/2009. Institui o Conhecimento

Leia mais

GOVERNO DO ESTADO DE ALAGOAS SECRETARIA DE ESTADO DA FAZENDA DE ALAGOAS. NFC-e Nota Fiscal de Consumidor Eletrônica. Perguntas e Respostas

GOVERNO DO ESTADO DE ALAGOAS SECRETARIA DE ESTADO DA FAZENDA DE ALAGOAS. NFC-e Nota Fiscal de Consumidor Eletrônica. Perguntas e Respostas GOVERNO DO ESTADO DE ALAGOAS SECRETARIA DE ESTADO DA FAZENDA DE ALAGOAS NFC-e Nota Fiscal de Consumidor Eletrônica Perguntas e Respostas I) INFORMAÇÕES INICIAIS 1. O que é a Nota Fiscal de Consumidor Eletrônica

Leia mais

Programa Contag Consultoria e Escola de Negócios, representação da Nasajon Sistemas no Amapá

Programa Contag Consultoria e Escola de Negócios, representação da Nasajon Sistemas no Amapá Programa Contag Consultoria e Escola de Negócios, representação da Nasajon Sistemas no Amapá Instrutor: José Jeová Junior Contador, com formação nesta área pelo Instituto IOB de São Paulo Dinâmica das

Leia mais