4. A eletrosfera de um átomo estável de ferro contém 26 elétrons. Determinar a carga elétrica de sua eletrosfera. Resp.: 4,1652.

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "4. A eletrosfera de um átomo estável de ferro contém 26 elétrons. Determinar a carga elétrica de sua eletrosfera. Resp.: 4,1652."

Transcrição

1 1 Eletricidade ndustrial Prof. Vernetti Lista de exercícios 1 1. Estrutura da matéria e carga elétrica 1. Segundo o modelo de Bohr da estrutura atômica dos elementos, os elétrons de um átomo ocupam determinados níveis orbitais concêntricos ao núcleo do átomo. O conjunto dessas órbitas ao redor do núcleo é denominado eletrosfera. Para um átomo de potássio estável, o qual possui 19 elétrons na eletrosfera, determinar: (a) a carga elétrica de sua eletrosfera, (b) a carga elétrica do átomo, (c) o número atômico do átomo. Resp.: (a) carga elétrica da eletrosfera = 3, C (b) carga elétrica do átomo = 0C (c) Determinar a quantidade de elétrons livres em um grama de alumínio, supondo 1 elétron livre por átomo. Dados: massa atômica = 26,98 g/mol; número de Avogadro = 6, átomos/mol. Resp.: 2, elétrons livres 3. A carga elétrica de 6, prótons é denominada 1 faraday. Determinar a carga elétrica em Coulomb de 5 faraday. Resp.: C 4. A eletrosfera de um átomo estável de ferro contém 26 elétrons. Determinar a carga elétrica de sua eletrosfera. Resp.: 4, C 5. Um corpo tem uma carga elétrica de C. Determinar o número de elétrons em excesso no corpo. Resp.: 3, elétrons em excesso 6. Um corpo está carregado com uma carga elétrica de 8, C. Determinar o número de elétrons em falta no corpo. Resp.: 5, elétrons em falta 7. Um corpo está carregado com uma carga de C. Determinar o número de elétrons em excesso deste corpo. Resp.: 1, elétrons em excesso 2. Lei de Coulomb 8. Calcular o módulo da forca eletrostática entre duas cargas puntiformes de 0,1 C cada uma, distanciadas entre si de 10cm. Resp.: 8, N 9. Dois corpos foram eletrizados positivamente. Um dos corpos ficou com uma carga de 10 5 C e o outro com uma carga de 10 7 C. Determinar a força de repulsão que aparecerá entre eles, se os mesmos forem colocados a uma distância de 10 3 m um do outro. Considerar a constante de proporcionalidade no vácuo igual a N.m 2 /C 2. Resp.: 9.000N 10. Duas cargas de C e C estão separadas por 5 cm, no vácuo. Calcular o valor da força de repulsão entre elas.

2 2 Resp.: 5, N 11. Duas cargas elétricas Q1 = C e Q2 = C situadas no vácuo estão separadas por uma distância de 0,2m. Determinar o valor da força de atração entre elas. Resp.: 4,5N 12. Uma carga de C é colocada a uma distância de 10 5 m de uma carga Q. Entre as cargas aparece uma força de atração igual a N. Determinar o valor da carga Q. Considerar a constante de proporcionalidade no vácuo igual a N.m 2 /C 2. Resp.: 3, C 13. Uma carga de 10 9 C é colocada a uma distância de m de uma carga Q. Entre as cargas aparece uma força de atração igual a N. Determinar o valor da carga Q. Considerar a constante de proporcionalidade no vácuo igual a N.m 2 /C 2. Resp.: 4, C 14. Determinar a distância no vácuo entre duas cargas positivas iguais a 10 4 C, para que a força elétrica de repulsão entre elas tenha intensidade 10 N. Resp.: 3m 15. Duas cargas elétricas iguais são colocadas no vácuo separadas por uma distância de 2m. A intensidade da força de repulsão entre elas é de 3, N. Determinar o valor das cargas. Resp.: C 16. Duas cargas elétricas puntiformes positivas e iguais a Q no vácuo estão separadas por uma distância de 2m. Sabendo que a força de repulsão entre elas tem intensidade igual a 0,1 N, calcular Q. Resp.: 6, C 17. Considerando que a distância entre o elétron e o próton no átomo de hidrogênio é da ordem de 5, m, determinar a força de atração eletrostática entre as partículas. Resp.: 8, N 18. Uma pequena esfera recebe uma carga de 40 C e outra esfera, de diâmetro igual, recebe uma carga 10 C. As esferas são, então, colocadas próximas uma da outra a uma distância de m entre as mesmas. Determinar a força de interação entre elas. Resp.: 1.440N 19. Duas cargas puntiformes Q1 = 10 6 C e Q2 = C estão situadas nos pontos A e B e separadas por uma distância de 0,3 m no vácuo. Determinar a força elétrica resultante sobre uma terceira carga Q3 = C, colocada no ponto médio do segmento AB. Resp.: 2,4N em sentido contrário a Q2 20. Calcular a força resultante sobre q0 em relação às cargas q1 e q2, dispostas conforme a figura abaixo. q 1 = 20 C q = 3 C q = 10 C 2 0 Resp.: 0,033125N no sentido de Q1 3. Potencial elétrico 2 m 4 m

3 21. Uma partícula eletrizada com carga q=7,5 C encontrase num campo elétrico. A partícula é deslocada de um ponto A (VA=30V) até um ponto B (VB=18V). Determinar o trabalho da força elétrica. Resp.: 22. Num campo elétrico, transportase uma carga q de C de ponto X até um ponto Y. O trabalho da força elétrica é de J. Determinar a diferença de potencial entre os pontos X e Y. Resp.: 4. Corrente elétrica e resistência 23. Como a energia elétrica em um resistor é inteiramente convertida em calor, o material daquele possui um limite de capacidade para suportar a dissipação de calor. Na verdade, todo resistor possui, além de sua resistência, uma segunda especificação técnica, a qual traduz exatamente a quantidade de calor que o mesmo pode suportar sem perder as suas características de resistor. Esta especificação é dada através da potência. Sendo assim, se um resistor possui especificação de 10 /1/2 W, determinar o valor da máxima tensão que pode ser aplicada aos seus terminais. 24. Um fio de cobre de 0,20 cm de diâmetro suporta uma corrente elétrica máxima de 25A. Considerando que esse fio tenha 380 m de comprimento e que o mesmo é percorrido por uma corrente de 25A, calcular: (a) a resistência do fio, sabendo que a sua resistividade à 20 C é 1,7.108 m; (b) a queda de tensão no fio; (c) a potência dissipada por efeito Joule; (d) a queda de tensão no fio trabalhando a 45 C; (e) a bitola (área de seção reta) do fio para que à 20 C o mesmo apresente uma queda de tensão máxima igual a 11V; (f) a potência dissipada no fio com a nova bitola. Dado: 20 C = 0,00393 C 1 Resp.: (a) 2,057 (b) 51,42 V; (c) 1285,5 W; (d) 56,5 V; (e) 14, m²; (f) 275 W 25. Um fio de cobre recozido de m 2 possui 50m de comprimento e resistividade a 20 C igual a 1,7.108.m. Determinar a potência dissipada no fio quando circula através do mesmo uma corrente de 10A. Considerando a mesma corrente, determinar a potência que seria dissipada a uma temperatura de 38 C. Dado: 20 C = 0,00393 C 1. Resp.: 21,25W; 22,75 W 26. Por uma secção transversal de um fio de cobre passa uma carga elétrica de 20C em 0,5 segundos. Calcular a corrente elétrica. 27. O filamento de uma lâmpada é percorrido por uma corrente constante de 2A. Calcular a carga elétrica que passa pelo filamento em 20 segundos. 28. No intervalo de 2s, passam elétrons pela secção transversal de um condutor metálico. Determinar a corrente elétrica que atravessa o condutor, sabendo que a carga elétrica de um elétron é 1, C. 29. Um condutor metálico é percorrido por uma corrente elétrica contínua de 8A. Determinar o número de elétrons que atravessam uma secção transversal do condutor em 5s. 30. Os gráficos (a), (b) e (c) abaixo ilustram a variação da corrente elétrica em um fio condutor, em função do tempo. Para cada um dos gráficos, determinar a carga elétrica que passa por uma secção transversal desse condutor, em 5s. 3

4 4 i(a) i(a) i(a) t(s) t(s) 4 8 t(s) (a) (b) (c) 31. A corrente elétrica de um aquecedor elétrico é 7,5A. Determinar a quantidade de carga elétrica que passa pelo aquecedor em 30 segundos. 32. Um fio é atravessado por elétrons em 20s. Determinar a intensidade da corrente elétrica nesse fio. 33. Dada a barra de cobre abaixo, determinar a resistência elétrica na direção do eixo aa e do eixo bb. Supor que as superfícies são equipotenciais. Dado: Cu (20 o C) =1, m. b a 1 cm a' 2 cm 50 cm b' 34. Um barramento de cobre recozido possui uma seção reta de 2,5cm 2 e comprimento de 0,45m. Determinar a resistência entre as extremidades do barramento a uma temperatura de 60 o C, sabendo que a resistividade do material é 1, m a 20 o C. 35. Determinar a resistência de um condutor de cobre recozido para as temperaturas de 5 o C e 35 o C, sabendo que, a 20 o C, a sua resistência é 4,33 e o seu coeficiente de temperatura é 0,00393 o C Determinar a condutância e a condutividade de um resistor, sabendo que a sua resistividade a 20ºC é 1, m, possui seção transversal de 0,1 m 2 e comprimento de 2 cm. 37. Determinar a resistência e a respectiva tolerância para resistores com os seguintes códigos de cores: (a) cinzavermelhopretodouradomarron; (b)cinza, vermelho, dourado, marrom (c) laranjabrancodouradoprateadoincolor; (d) marroncinzavermelhoouro; (e) verdecinzavermelhodourado; (f) vermelhovioletalaranjaprateado. 38. Especificar as cores para os seguintes resistores: (a) 85%; (b) 3,9 10%; (c) 91k 10%; (d) 0,510%.

5 5 5. Lei de Ohm 39. Um chuveiro elétrico é submetido a uma diferença de potencial de 220V, sendo percorrido por uma corrente elétrica de 10A. Determinar a resistência elétrica do chuveiro. 40. Determinar a diferença de potencial que deve ser aplicada a um resistor de resistência para ser atravessado por uma corrente elétrica de 2A. 41. Uma lâmpada incandescente é submetida a uma diferença de potencial de 110V, sendo percorrida por uma corrente elétrica de 5,5A. Determinar nessas condições o valor da resistência elétrica do filamento da lâmpada. 42. Nos extremos de um resistor de 200, aplicase uma diferença de potencial de 100V. Determinar a corrente elétrica que percorre o resistor. 43. Um resistor ôhmico, quando submetido a uma diferença de potencial de 20V, é percorrido por uma corrente elétrica de 4 A. Determinar a diferença de potencial que deve ser aplicada a ele para que o resistor seja percorrido por uma corrente elétrica de 3A. 44. A curva característica de um resistor ôhmico é dada na figura abaixo. Determinar a sua resistência elétrica. v(v) i(a) 45. A curva característica de um resistor ôhmico é dada na figura abaixo. Determinar a sua resistência elétrica e o valor de i2. v(v) i2 i(a) 46. A curva característica de um resistor é dada na figura abaixo. Determinar a sua resistência elétrica e os valores de v2 e i2. v(v) v2 8 3 i1 4 7 i(a)

6 6 6. Potência, energia elétrica e rendimento 47. Quando uma lâmpada é ligada a uma tensão de 120V, a corrente que flui pelo filamento da lâmpada vale 1A. Determinar a potência da lâmpada. 48. Calcular a corrente que percorre o filamento de uma lâmpada de 120V e 60W. 49. Em um resistor de resistência igual a 10 circula uma corrente com intensidade igual a 2A. Calcular a potência dissipada no resistor. 50. De acordo com o fabricante, um determinado resistor de 100 pode dissipar, no máximo, potência de 1 W. Determinar a corrente máxima que pode atravessar esse resistor. 51. Num certo carro, o acendedor de cigarros tem potência de 48W. A tensão da bateria que alimenta o acendedor é 12V. Calcular a resistência elétrica do acendedor de cigarros. 52. Sob tensão de 10V, um determinado resistor dissipa 5W de potência. Calcular a resistência desse resistor. 53. Determinar o consumo de energia, durante um mês de 30 dias, em kwh, de um chuveiro de 4kW, que é utilizado meia hora por dia. 54. Qual é o consumo anual de energia, em kwh/ano, de uma lâmpada de 60W que fica acesa 5h por dia? 55. Em um ferro elétrico, lêse a inscrição 600W120V. sso significa que, quando o ferro elétrico estiver ligado a uma tensão de 120V, a potência desenvolvida será de 600W. Calcular a energia elétrica (em kwh) consumida em 2h. 56. Um fio de resistência elétrica igual a 50 é submetido a uma diferença de potencial de 20V. Calcular a energia dissipada pelo fio no intervalo de tempo de 1 minuto. 57. Determinar o rendimento de um motor de corrente contínua, o qual fornece 0,5hp quando é alimentado por 450W. 58. Um motor elétrico opera a 220V com 87% de rendimento. Determinar a corrente solicitada pelo motor quando o mesmo fornece 3,6hp. 59. Uma correia transportadora é acionada por um motor de 2hp. A eficiência do motor é 87% e a da correia, devido a deslizamentos, é 75%. Determinar a eficiência global do sistema. 7. Leis de Kirchhoff 60. Determinar i, v e p em todos os elementos do circuito abaixo: 2A 10V 61. Determinar i, v e p em todos os elementos do circuito abaixo:

7 7 10V 2A 62. Determinar a tensão V no circuito abaixo. 40V 5 V 10 20V 63. Para o circuito abaixo, determinar: (a) o valor de R para o qual a fonte de tensão absorve a potência de 25W; (b) a potência fornecida pela fonte de corrente no circuito do item anterior. Resp.: (a) 60 ; (b) 90W 2A R 20V 64. Determinar a corrente no circuito abaixo A 20A 65. Determinar o valor de R no circuito abaixo, para que a corrente seja 0,5A. (Aplicar LKT e lei de Ohm). 2V 3V R 66. Determinar a corrente em cada ramo do circuito abaixo 2V 3V Determinar a corrente em cada resistor e a diferença de potencial vab no circuito abaixo. a 8V 5V 10V 100 b 50

8 8 68. Para o circuito abaixo, onde é indicada a resistência total, determinar a resistência desconhecida e a corrente. 30V 10 R TOTAL = 30 1 R 69. Para o circuito abaixo, determinar o valor da tensão da fonte para que circule uma corrente igual a 4mA. V F 60 1,2k 4mA 2,74 k 70. Para o circuito da figura abaixo, determinar o valor de R e a condutância total. 6A 12V R 71. Para o circuito da figura abaixo, determinar e R supondo que as fontes são idênticas. 16V R 8 5A 16V v 72. Para o circuito da figura abaixo, determinar: (a) v0 e i0, conforme a polaridade da tensão e o sentido da corrente indicados; (b) A potência absorvida pelo resistor de Resp.: (a) 5,2474V e 0,06215A; (b) 0,2060W 8. Divisor de tensão e divisor de corrente v0 1 12V 73. Para o circuito abaixo, determinar va, vb, vc, vd, ve, vae, vab, vcb, vcd, vde, vac, vda, vce, e vdb. a 45V i0 18 c 25 b 20V e 5 15 d 74. Para o circuito abaixo, determinar va, vb, vc, vd, ve, vae, vab, vcb, vcd, vde, vac, vda, vce, e vdb.

9 9 20V a 5 b 10 c d vb vc 45 e 75. Para o circuito abaixo, determinar as correntes desconhecidas utilizando a regra do divisor de corrente. i2 10A i1 i3 i4 i5 9. Força eletromotriz e resistência interna 76. Nas figuras a e b estão representados dois experimentos com uma fonte de tensão desconhecida. No experimento a, mediuse uma tensão de circuito aberto de 12V. No segundo experimento, mediuse uma corrente de 2A circulando através do resistor de. Determinar a fem da fonte e a sua resistência interna. 2A Fonte 2V Fonte () a () b 77. Uma fonte de tensão apresenta 6V a vazio (sem carga). Quando uma carga de é conectada aos terminais da fonte, surge uma tensão de 11/3V sobre os terminais da carga. Determinar a resistência interna da fonte. 78. Uma fonte de corrente com resistência interna de 10 fornece 5A a uma carga de. Determinar a corrente de curtocircuito da fonte. Uma fonte de tensão contínua apresenta em seus terminais 45V quando está sem carga (em vazio). Quando um resistor de 500 é conectado aos terminais da fonte, a diferença de potencial sobre o resistor é 40V. Determinar a resistência interna da fonte. Resp.: 62,5 10. Método de malhas (das correntes de malha) 80. Para o circuito ao lado, aplicar o método de malhas para determinar: (a) a corrente e a potência fornecida pela fonte de tensão; (b) a tensão e a potência fornecida pela fonte de corrente V 1 1

10 81. No circuito abaixo, determinar a corrente através do resistor de usando o método das correntes de malha (o sentido da corrente é de cima para baixo). 5V V Para o circuito abaixo, determinar (a) as correntes de malha, (b) a potência dissipada no resistor de 8,2kW, (c) a potência total dissipada no circuito. 6,8k 1 1,2k 2,2k 3 5V 4,7k 6V 22k 2,7k 8,2k Resp.: (a) 1 = 0A; 2 = 0,9mA; 3 = 0,6mA; 4 = 1,0mA; (b) 0,082mW; (c)11,92mw 4 2 1,1k 9V 83. Determinar no circuito abaixo: 10V 5 20V 84. No circuito abaixo, determinar V1 e a potência absorvida em cada fonte. 5k 5V 20V 60V 10k V1 85. Determinar a potência fornecida pela fonte de tensão e pela fonte de corrente, bem como a potência total absorvida pelos resistores no circuito abaixo usando o método de malhas. 9V 86. Para o circuito abaixo, aplicar o método de malhas para determinar: (a) a corrente e a potência fornecida pela fonte de tensão; (b) a tensão e a potência fornecida pela fonte de corrente.

11 11 5V V 87. Para o circuito abaixo, determinar a resistência entre os terminais ab. a 1 8 b 8 1 Resp.: 15, Para o circuito abaixo, determinar a resistência vista pela fonte. 1 12V Resp.: 19, Determinar a resistência vista a partir dos pares de terminais ab, cd e ef. c d a e b f 11. Linearidade e superposição 90. No circuito abaixo, determinar o valor da corrente usando a linearidade. 12 V No circuito abaixo, determinar o valor de vab para que i seja 10 A.

12 12 a b No circuito abaixo, determinar a tensão V usando o princípio da superposição. 40V 5 V 10 20V 93. No circuito abaixo, determinar a corrente usando o princípio da superposição. 10V 10 20V 94. Determinar por superposição no circuito abaixo: 5V 12V 6V 95. Determinar por superposição no circuito abaixo: 1 6V 1 9V Capacitância e dielétricos 96. Duas placas planas e paralelas estão distanciadas entre si de 1 mm. Determinar a área das placas requerida para que o conjunto forme um capacitor de 10 uf. 97. Determinar a capacitância total do conjunto de capacitores abaixo, sabendo que C = 2 uf.

13 13 C C C CT C C C 98. Um capacitor de placas planas paralelas possui 50 cm 2 de área e 0,5 cm de distância entre as placas. Determinar: (a) a capacitância; (b) a nova capacitância, se o espaço entre as placas for preenchido com um material dielétrico, com constante dielétrica k = 5, Um capacitor de placas planas paralelas possui uma capacitância de 10 F. Se a distância entre as placas é d, determinar a nova distância entre as placas para que a capacitância seja 10 vezes maior. Resp.: d/ Na rede abaixo, aplicase uma diferença de potencial de 12V nos terminais ab. Determinar: (a) a carga elétrica armazenada em cada capacitor, supondo que todos estavam descarregados; (b) a diferença de potencial entre as placas de cada capacitor. 12V 1F F C1 F C2 F C3 C4 Res.: (a) q1 = q4 = 28,332 C, q2 = 9,444 C, q3 = 18,888 C; (b) V1 = 1,771V; V2 = V3 = 3,148V; V4 = 7,083V 101. Determinar a capacitância de um capacitor de placas paralelas, se o mesmo armazena uma carga elétrica de 1400 C quando a tensão aplicada é de 20 V Determinar a carga elétrica acumulada nas placas de um capacitor de 0,05 F quando são aplicados 45 V nos seus terminais Determinar a capacitância de um capacitor, sabendo que a área de suas placas paralelas é de 0,075 m² e a distância entre as mesmas é 1,77 mm. O dielétrico é de ar Duas placas planas e paralelas estão distanciadas entre si de 1 mm. Determinar a área das placas requerida para que o conjunto forme um capacitor de 10 uf Um capacitor de placas paralelas com dielétrico de ar tem área das placas de 0,08 m² e distância entre placas de 0,2 mm. Sabendo que são aplicados 200 V nos seus terminais, determinar (a) a capacitância e (b) a carga acumulada nas placas Uma folha de baquelite (permissividade relativa igual a 7,0) de 0,2 mm de espessura e com área de 0,08 m² é inserida entre as placas de um capacitor de mesma área das placas. Determinar (a) a carga elétrica acumulada nas placas e (b) a capacitância Determinar a capacitância total em cada um dos circuitos abaixo:

14 14 C1 C2 C C C3 C (a) (b) 2F 3F 6F C C C (c) (d) 2F 3F 2F 4F 5F 5F 3F 3F (e) (f) 13. ndutores 108. Um indutor com núcleo de madeira possui 200 espiras, diâmetro de 0,005 m e comprimento de 0,075 m. Determinar a indutância do indutor Um indutor com núcleo de ar em forma de toróide possui 300 espiras, área de seção reta de 1,5.104 m² e comprimento médio da circunferência de 0,1 m. Determinar a sua indutância Determinar a indutância total em cada um dos circuitos abaixo: L1 L2 L L L3 L (a) (b) 2H 3H 6H L L L (c) (d)

15 15 2H 2H 3H 4H 5H 5H 3H 3H (e) (f) Resp.: (a) L1 L2 L3; (b) 3L; (c) 4H (d) L/3; (e) 23/6H = 3,833H (f) 3H

EXERCÍCIOS - ELETRODINÂMICA

EXERCÍCIOS - ELETRODINÂMICA EXERCÍCIOS - ELETRODINÂMICA Prof. Patricia Caldana 1. Uma corrente elétrica de intensidade igual a 5 A percorre um fio condutor. Determine o valor da carga que passa através de uma secção transversal em

Leia mais

Exercícios 6 1. real 2. Resp: 3. o sentido convencional Resp: 4. Resp: 5. (a) (b) (c) Resp: (b) (c) Resp:

Exercícios 6 1. real 2. Resp: 3. o sentido convencional Resp: 4. Resp: 5. (a) (b) (c) Resp: (b) (c) Resp: Exercícios 6 1. A corrente elétrica real através de um fio metálico é constituída pelo movimento de: a) Cargas positivas do maior para o menor potencial. b) Cargas positivas. c) Elétrons livres no sentido

Leia mais

1 - Eletricidade Estática

1 - Eletricidade Estática 5 1 - Eletricidade Estática 1.1 O Átomo Tudo que ocupa lugar no espaço é matéria. A matéria é constituída por partículas muito pequenas chamada de átomos. Os átomos por sua vez são constituídos por partículas

Leia mais

COLÉGIO SHALOM Ensino Médio 3 Ano Prof.º: Wesley Disciplina Física Aluno (a):. No.

COLÉGIO SHALOM Ensino Médio 3 Ano Prof.º: Wesley Disciplina Física Aluno (a):. No. COLÉGIO SHALOM Ensino Médio 3 Ano Prof.º: Wesley Disciplina Física Aluno (a):. No. Trabalho de Recuperação Data: Valor: Temas: - Força elétrica - Resistores - Associação de resistores - Geradores elétricos

Leia mais

EXERCÍCIOS DE ELETRICIDADE

EXERCÍCIOS DE ELETRICIDADE EXERCÍCIOS DE ELETRICIDADE Revisão de Eletricidade (Física) do Ensino Médio A - Corrente e Tensão Elétrica 1. Numa seção reta de um condutor de eletricidade, passam 12 C a cada minuto. Nesse condutor,

Leia mais

- Carga elétrica - Força elétrica -Campo elétrico - Potencial elétrico - Corrente elétrica - Campo magnético -Força magnetica

- Carga elétrica - Força elétrica -Campo elétrico - Potencial elétrico - Corrente elétrica - Campo magnético -Força magnetica GOIÂNIA, / / 2016 PROFESSOR: Jonas Tavares DISCIPLINA: Física SÉRIE: 3º ALUNO(a): Trabalho Recuperação 1º semestre No Anhanguera você é + Enem RELAÇÃO DE CONTEÚDOS PARA RECUPERAÇÃO - Carga elétrica - Força

Leia mais

Questão 04- A diferença de potencial entre as placas de um capacitor de placas paralelas de 40μF carregado é de 40V.

Questão 04- A diferença de potencial entre as placas de um capacitor de placas paralelas de 40μF carregado é de 40V. COLÉGIO SHALOM Trabalho de recuperação Ensino Médio 3º Ano Profº: Wesley da Silva Mota Física Entrega na data da prova Aluno (a) :. No. 01-(Ufrrj-RJ) A figura a seguir mostra um atleta de ginástica olímpica

Leia mais

1 - Na eletrosfera de um átomo de magnésio temos 12 elétrons. Qual a carga elétrica de sua eletrosfera?

1 - Na eletrosfera de um átomo de magnésio temos 12 elétrons. Qual a carga elétrica de sua eletrosfera? 1 - Na eletrosfera de um átomo de magnésio temos 12 elétrons. Qual a carga elétrica de sua eletrosfera? 2 - Na eletrosfera de um átomo de carbono temos 6 elétrons. Qual a carga elétrica de sua eletrosfera?

Leia mais

LISTA DE EXERCÍCIOS 01 3º ANO PROF. FELIPE KELLER ELETROSTÁTICA

LISTA DE EXERCÍCIOS 01 3º ANO PROF. FELIPE KELLER ELETROSTÁTICA LISTA DE EXERCÍCIOS 01 3º ANO PROF. FELIPE KELLER ELETROSTÁTICA 1 (UNIFESP) Um condutor é percorrido por uma corrente elétrica de intensidade i = 800 ma. Conhecida a carga 19 elétrica elementar, e = 1,6

Leia mais

Disciplina: Física Turma:3º ano Professor: André Antunes Escola SESI Jundiaí Aluno (a): Data: / / 2017.

Disciplina: Física Turma:3º ano Professor: André Antunes Escola SESI Jundiaí Aluno (a): Data: / / 2017. LISTA DE EXERCÍCIOS CAMPO ELÉTRICO E ELETRODINÂMICA 1- Não é necessário folha em anexo (Fazer na própria lista); 2- Leia com atenção para descobrir o que o exercício pede e retire os dados; 3- Verifique

Leia mais

Cap06: Resistores Os resistores são elementos de circuito cuja principal propriedade é a resistência elétrica.

Cap06: Resistores Os resistores são elementos de circuito cuja principal propriedade é a resistência elétrica. Cap06: Resistores Os resistores são elementos de circuito cuja principal propriedade é a resistência elétrica. 6.1 considerações iniciais 6.2 Resistencia elétrica. Lei de Ohm. 6.3 Lei de Joule. 6.4 Resistividade

Leia mais

Lista de exercícios 6 Circuitos

Lista de exercícios 6 Circuitos Lista de exercícios 6 Circuitos 1. Um fio com uma resistência de 5,0 Ω é ligado a uma bateria cuja força eletromotriz é 2,0 V e cuja resistência interna é 1,0 Ω. Em 2 minutos, qual é: a) a energia química

Leia mais

Corrente elétrica. GRANDE revolução tecnológica. Definição de corrente Controle do movimento de cargas

Corrente elétrica. GRANDE revolução tecnológica. Definição de corrente Controle do movimento de cargas Definição de corrente Controle do movimento de cargas corrente elétrica{ GANDE revolução tecnológica fi eletrotécnica, eletrônica e microeletrônica (diversidade de aplicações!!) Ex. motores elétricos,

Leia mais

Elementos de circuito Circuito é a interligação de vários elementos. Estes, por sua vez, são os blocos básicos de qualquer sistema

Elementos de circuito Circuito é a interligação de vários elementos. Estes, por sua vez, são os blocos básicos de qualquer sistema Elementos de circuito Circuito é a interligação de vários elementos. Estes, por sua vez, são os blocos básicos de qualquer sistema Um elemento pode ser ativo (capaz de gerar energia), passivo (apenas dissipam

Leia mais

2 Eletrodinâmica. Corrente Elétrica. Lei de Ohm. Resistores Associação de Resistores Geradores Receptores. 4 Instrumento de Medidas Elétricas

2 Eletrodinâmica. Corrente Elétrica. Lei de Ohm. Resistores Associação de Resistores Geradores Receptores. 4 Instrumento de Medidas Elétricas 2. Eletrodinâmica Conteúdo da Seção 2 1 Conceitos Básicos de Metrologia 4 Instrumento de Medidas Elétricas 2 Eletrodinâmica Corrente Elétrica Resistência Elétrica Lei de Ohm Potência Elétrica Resistores

Leia mais

FÍSICA (ELETROMAGNETISMO) CORRENTE ELÉTRICA E RESISTÊNCIA

FÍSICA (ELETROMAGNETISMO) CORRENTE ELÉTRICA E RESISTÊNCIA FÍSICA (ELETROMAGNETISMO) CORRENTE ELÉTRICA E RESISTÊNCIA FÍSICA (Eletromagnetismo) Nos capítulos anteriores estudamos as propriedades de cargas em repouso, assunto da eletrostática. A partir deste capítulo

Leia mais

INSTITUTO SÃO JOSÉ - RSE LISTA PREPARATÓRIA PARA PROVA DO TERCEIRO TRIMESTRE

INSTITUTO SÃO JOSÉ - RSE LISTA PREPARATÓRIA PARA PROVA DO TERCEIRO TRIMESTRE 1. (Unesp) Mediante estímulo, 2 10 íons de K atravessam a membrana de uma célula nervosa em 1,0 milisegundo. Calcule a intensidade dessa corrente elétrica, sabendo-se que a carga elementar é 1,6 10 ª C.

Leia mais

2 - Circuitos Basicos

2 - Circuitos Basicos 2 - Circuitos Basicos Carlos Marcelo Pedroso 18 de março de 2010 1 Introdução A matéria é constituída por átomos, que por sua vez são compostos por 3 partículas fundamentais. Estas partículas são os prótons,

Leia mais

FÍSICA - 2 o ANO MÓDULO 20 POTÊNCIA E ENERGIA ELÉTRICA REVISÃO

FÍSICA - 2 o ANO MÓDULO 20 POTÊNCIA E ENERGIA ELÉTRICA REVISÃO FÍSICA - 2 o ANO MÓDULO 20 POTÊNCIA E ENERGIA ELÉTRICA REVISÃO Como pode cair no enem Não havendo aumento no preço do kwh nem nos impostos embutidos, você deverá pagar sua próxima conta de luz em torno

Leia mais

Curso: E.M. TURMA: 2101 e 2102 DATA:

Curso: E.M. TURMA: 2101 e 2102 DATA: EXERCÍCIOS ON LINE 2º Bimestre DISCIPLINA: Física II PROFESSOR(A): Eduardo R Emmerick Curso: E.M. TURMA: 2101 e 2102 DATA: NOME: Nº.: 01) Vamos supor que temos uma partícula carregada com carga q = 4 μc

Leia mais

ELETRICIDADE APLICADA RESUMO DE AULAS PARA A 1ª PROVA

ELETRICIDADE APLICADA RESUMO DE AULAS PARA A 1ª PROVA ELETRICIDADE APLICADA RESUMO DE AULAS PARA A 1ª PROVA Eletricidade Aplicada I 1ª Aula Apresentação CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO P 1, P 2 = Prova de teoria (0 10) P lab = Prova de laboratório (0-10) Rel = Somatória

Leia mais

ELETRÔNICA X ELETROTÉCNICA

ELETRÔNICA X ELETROTÉCNICA ELETRÔNICA X ELETROTÉCNICA ELETRÔNICA É a ciência que estuda a forma de controlar a energia elétrica por meios elétricos nos quais os elétrons têm papel fundamental. Divide-se em analógica e em digital

Leia mais

U = U 1 + U 2 + U 3. I = i 1 = i 2 = i 3. R eq = R 1 + R 2 + R 3. R eq = resistência equivalente (Ω) U = ddp da associação (V)

U = U 1 + U 2 + U 3. I = i 1 = i 2 = i 3. R eq = R 1 + R 2 + R 3. R eq = resistência equivalente (Ω) U = ddp da associação (V) Acesse. www.professorarnon.com Eletricidade Básica. Associação de Resistências em Série Vários resistores estão associados em série quando são ligados um em seguida do outro, de modo a serem percorridos

Leia mais

CONDUTORES E ISOLANTES

CONDUTORES E ISOLANTES ELETRICIDADE CONDUTORES E ISOLANTES O FÍSICO INGLÊS STEPHEN GRAY PERCEBEU QUE ALGUNS FIOS CONDUZIAM BEM A ELETRICIDADE E CHAMOU-OS DE CONDUTORES E, AOS QUE NÃO CONDUZIAM OU CONDUZIAM MAL A ELETRICIDADE,

Leia mais

Capacitores e Indutores (Aula 7) Prof. Daniel Dotta

Capacitores e Indutores (Aula 7) Prof. Daniel Dotta Capacitores e Indutores (Aula 7) Prof. Daniel Dotta 1 Sumário Capacitor Indutor 2 Capacitor Componente passivo de circuito. Consiste de duas superfícies condutoras separadas por um material não condutor

Leia mais

RESISTOR É O ELEMENTO DE CIRCUITO CUJA ÚNICA FUNÇÃO É CONVERTER A ENERGIA ELÉTRICA EM CALOR.

RESISTOR É O ELEMENTO DE CIRCUITO CUJA ÚNICA FUNÇÃO É CONVERTER A ENERGIA ELÉTRICA EM CALOR. Resistores A existência de uma estrutura cristalina nos condutores que a corrente elétrica percorre faz com que pelo menos uma parte da energia elétrica se transforme em energia na forma de calor, as partículas

Leia mais

1. Arthur monta um circuito com duas lâmpadas idênticas e conectadas à mesma bateria, como mostrado nesta figura:

1. Arthur monta um circuito com duas lâmpadas idênticas e conectadas à mesma bateria, como mostrado nesta figura: 1. Arthur monta um circuito com duas lâmpadas idênticas e conectadas à mesma bateria, como mostrado nesta figura: Considere nula a resistência elétrica dos fios que fazem a ligação entre a bateria e as

Leia mais

Nome do Aluno: Nº Ensino Médio 2º ano.

Nome do Aluno: Nº Ensino Médio 2º ano. Valor do trabalho: 10 pontos NOTA: Nome do Aluno: Nº Ensino Médio 2º ano. Trabalho de recuperação paralela de Física Setor A Prof. Douglas Rizzi Data: / / INSTRUÇÕES GERAIS: Responda os testes com atenção

Leia mais

BC 1519 Circuitos Elétricos e Fotônica

BC 1519 Circuitos Elétricos e Fotônica BC 1519 Circuitos Elétricos e Fotônica Capacitor / Circuito RC Indutor / Circuito RL 2015.1 1 Capacitância Capacitor: bipolo passivo que armazena energia em seu campo elétrico Propriedade: Capacitância

Leia mais

Notas de Aula ELETRICIDADE BÁSICA

Notas de Aula ELETRICIDADE BÁSICA Notas de ula ELETICIDDE ÁSIC Salvador, gosto de 2005. . Conceitos ásicos Fundamentais Estrutura tômica figura.0 é a representação esquemática de um átomo de ohr. Elétron () Núcleo( ou 0) Este átomo é composto

Leia mais

Cap. 5 - Corrente, Resistência e Força Eletromotriz

Cap. 5 - Corrente, Resistência e Força Eletromotriz Universidade Federal do Rio de Janeiro Instituto de Física Física III 2014/2 Cap. 5 - Corrente, Resistência e Força Eletromotriz Prof. Elvis Soares Nesse capítulo, estudaremos a definição de corrente,

Leia mais

LISTA DE EXERCÍCIOS DE ELETRODINÂMICA

LISTA DE EXERCÍCIOS DE ELETRODINÂMICA csjose@csjose.com.br Aluno(a) Nº Série: 3º Ensino Médio Turma 1ª Unidade Disciplina: FÍSICA Data / /. Professor(a) : Antônio Barreto O S e n h o r t e a b e n ç o e e t e g u a r d e v o l t e p a r a

Leia mais

Aluno: Disciplina: FÍSICA. Data: ELETROSTÁTICA

Aluno: Disciplina: FÍSICA. Data: ELETROSTÁTICA LISTA DE EXERCÍCIOS ELETRICIDADE ENSINO MÉDIO Aluno: Série: 3 a Professor: EDUARDO Disciplina: FÍSICA Data: ELETROSTÁTICA 1) (Unicamp-SP) Duas cargas elétricas Q 1 e Q 2 atraem-se quando colocadas próximas

Leia mais

Prof. Fábio de Oliveira Borges

Prof. Fábio de Oliveira Borges Corrente Elétrica Prof. Fábio de Oliveira Borges Curso de Física II Instituto de Física, Universidade Federal Fluminense Niterói, Rio de Janeiro, Brasil http://cursos.if.uff.br/fisica2-0116/ Corrente elétrica

Leia mais

CONCEITOS BÁSICOS Capítulo

CONCEITOS BÁSICOS Capítulo . Sistema Internacional de Unidades. Sistema de Unidades-MKS (SI) A engenharia eléctrotécnica usa o sistema de medidas MKS na sua versão moderna, SI. Tabela. Unidades Mecânicas Fundamentais no Sistema

Leia mais

2. Duas partículas eletricamente carregadas com cargas Q 1 = +8, C e Q 2 = -5,0.10 -

2. Duas partículas eletricamente carregadas com cargas Q 1 = +8, C e Q 2 = -5,0.10 - EXERCÍCIOS DE REVISÃO PARA PROVA EAD 1. Duas cargas iguais de 54.10-8 C, se repelem no vácuo e estão separadas por uma distância de 30cm. Sabendo-se que a constante elétrica do vácuo é 9.10 9 Nm 2 /C 2,

Leia mais

INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO RN CAMPUS: CURSO: ALUNO:

INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO RN CAMPUS: CURSO: ALUNO: INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO RN CAMPUS: CURSO: ALUNO: DISCIPLINA: FÍSICA PROFESSOR: EDSON JOSÉ LEIS DE ÔHM 1. Um chuveiro elétrico é submetido a uma ddp de 220V, sendo percorrido

Leia mais

Recuperação de Física Giovanni

Recuperação de Física Giovanni Nome: nº Ano: LISTA DE EXERCÍCIOS DE FÍSICA Recuperação de Física Giovanni 1 - Uma corrente elétrica com intensidade de 8,0 A percorre um condutor metálico. A carga elementar é e = 1,6.10-19 C. Determine

Leia mais

I = corrente elétrica medida em Ampères (A) t = tempo em segundos

I = corrente elétrica medida em Ampères (A) t = tempo em segundos Eletrodinâmica ELETRODINÂMICA: Carga Elétrica: Q = n.e Corrente Elétrica: I = Q / t Q = carga elétrica medida em Coulombs (C) n = número de elétrons ou prótons e = carga de um elétron = 1,6 10-19 Coulombs

Leia mais

LISTA DE RECUPERAÇÃO DE FÍSICA 1º SEMESTRE 3º ANO

LISTA DE RECUPERAÇÃO DE FÍSICA 1º SEMESTRE 3º ANO Maceió - Alagoas FÍSICA TIO BUBA LISTA DE RECUPERAÇÃO DE FÍSICA 1º SEMESTRE 3º ANO Professor(a): JOÃO CARLO ( BUBA) 01) O campo elétrico gerado em P, por uma carga puntiforme positiva de valor +Q a uma

Leia mais

ELETRICIDADE CAPÍTULO 1 VARIÁVEIS DE CIRCUITOS ELÉTRICOS

ELETRICIDADE CAPÍTULO 1 VARIÁVEIS DE CIRCUITOS ELÉTRICOS ELETRICIDADE CAPÍTULO 1 VARIÁVEIS DE CIRCUITOS ELÉTRICOS 1 - INTRODUÇÃO 1.1 HISTÓRICO DA CIÊNCIA ELÉTRICA 1 - INTRODUÇÃO O PRIMEIRO TRANSISTOR CHIP DE COMPUTADOR 1 - INTRODUÇÃO 1 - INTRODUÇÃO 1 - INTRODUÇÃO

Leia mais

Eletrotécnica Geral. Lista de Exercícios 1

Eletrotécnica Geral. Lista de Exercícios 1 ESCOL POLITÉCNIC D UNIVERSIDDE DE SÃO PULO PE - Departamento de Engenharia de Energia e utomação Elétricas Eletrotécnica Geral Lista de Exercícios 1 1. Circuitos em corrente contínua 2. Circuitos monofásicos

Leia mais

Energia e fenómenos elétricos

Energia e fenómenos elétricos Energia e fenómenos elétricos 1. Associa o número do item da coluna I à letra identificativa do elemento da coluna II. Estabelece a correspondência correta entre as grandezas elétricas e os seus significados.

Leia mais

ELETRICIDADE. Eletrodinâmica. Eletrostática. Eletromagnetismo

ELETRICIDADE. Eletrodinâmica. Eletrostática. Eletromagnetismo ELETRICIDADE Eletrodinâmica Eletrostática Eletromagnetismo Átomo Núcleo Prótons carga positiva (+e). Nêutrons carga neutra. Eletrosfera Eletrons carga negativa (-e). Carga Elétrica Elementar e = 1,6 x

Leia mais

Unidades de medida. Tensão, corrente, potência, Medidores de potência. Corrente contínua

Unidades de medida. Tensão, corrente, potência, Medidores de potência. Corrente contínua Unidades de medida. Tensão, corrente, potência, Medidores de potência. Corrente contínua Força eletromotriz (f.e.m) e diferença de potencial (d.d.p) Força eletromotriz (FEM), geralmente denotada como E

Leia mais

Energia envolvida na passagem de corrente elétrica

Energia envolvida na passagem de corrente elétrica Eletricidade Supercondutividade Baixando-se a temperatura dos metais a sua resistividade vai diminuindo Em alguns a resistividade vai diminuindo com a temperatura, mas não se anula Noutros a resistividade

Leia mais

ELETRODINÂMICA. Prof. Patricia Caldana

ELETRODINÂMICA. Prof. Patricia Caldana ELETRODINÂMICA Prof. Patricia Caldana Ao se estudarem situações onde as partículas eletricamente carregadas deixam de estar em equilíbrio eletrostático passamos à situação onde há deslocamento destas cargas

Leia mais

Eletrodinâmica REVISÃO ENEM CORRENTE ELÉTRICA

Eletrodinâmica REVISÃO ENEM CORRENTE ELÉTRICA REVISÃO ENEM Eletrodinâmica CORRENTE ELÉTRICA Corrente elétrica em um condutor é o movimento ordenado de suas cargas livres devido a ação de um campo elétrico estabelecido no seu interior pela aplicação

Leia mais

ESCOLA ESTADUAL JOÃO XXIII A Escola que a gente quer é a Escola que a gente faz!

ESCOLA ESTADUAL JOÃO XXIII A Escola que a gente quer é a Escola que a gente faz! ESCOLA ESTADUAL JOÃO XXIII A Escola que a gente quer é a Escola que a gente faz! NATUREZA DA ATIVIDADE: EXERCÍCIOS DE FIXAÇÃO - ELETROSTÁTICA DISCIPLINA: FÍSICA ASSUNTO: CAMPO ELÉTRICO, POTENCIAL ELÉTRICO,

Leia mais

ESCOLA SUPERIOR DE TECNOLOGIA

ESCOLA SUPERIOR DE TECNOLOGIA Departamento Informática Disciplina Sistemas de Instrumentação Engenharia de Sistemas e 1 Ano Curso Ano 2º Semestre Informática º Lectivo Aulas TeóricoPráticas Ficha de Trabalho N.º1 2005/2006 Título Conceitos

Leia mais

FÍSICA. Prof. SÉRGIO GOUVEIA PROMILITARES AFA/EFOMM/EN MÓDULO 6 SUMÁRIO

FÍSICA. Prof. SÉRGIO GOUVEIA PROMILITARES AFA/EFOMM/EN MÓDULO 6 SUMÁRIO SUMÁRIO 1. A DDP ENTRE DOIS PONTOS DE UM CONDUTOR 3. ENERGIA E POTÊNCIA SORVIDAS NUM TRECHO DE CIRCUITO PELA PASSAGEM DE CORRENTE _ 4 3. O EFEITO JOULE (EMISSÃO DE CALOR POR CONDUTOR) 5 4. RESISTOR 6 5.

Leia mais

Eletrodinânica - Exercícios

Eletrodinânica - Exercícios Eletrodinânica - Exercícios Professor Walescko 13 de outubro de 2005 Sumário 1 Exercícios 1 2 Vestibulares UFRGS 7 3. O gráfico representa a corrente elétrica i em função da diferença de potencial V aplicada

Leia mais

Tópico 01: Estudo de circuitos em corrente contínua (CC) Profa.: Ana Vitória de Almeida Macêdo

Tópico 01: Estudo de circuitos em corrente contínua (CC) Profa.: Ana Vitória de Almeida Macêdo Disciplina Eletrotécnica Tópico 01: Estudo de circuitos em corrente contínua (CC) Profa.: Ana Vitória de Almeida Macêdo Conceitos básicos Eletricidade Eletrostática Eletrodinâmica Cargas elétricas em repouso

Leia mais

3 Médio Disciplinas Professores Natureza Trimestre/Ano Data da entrega Valor

3 Médio Disciplinas Professores Natureza Trimestre/Ano Data da entrega Valor Nome Nº Ano/Série Ensino Turma 3 Médio Disciplinas Professores Natureza Trimestre/Ano Data da entrega Valor Física Carlos A8/TI 2º/201]6 02/08/2016 5,0 Introdução: Querido(a) aluno(a), Este material foi

Leia mais

Capítulo 27: Circuitos

Capítulo 27: Circuitos Capítulo 7: Circuitos Índice Força letromotriz Trabalho, nergia e Força letromotriz Calculo da Corrente de um Circuito de uma Malha Diferença de Potencial entre dois Pontos Circuitos com mais de uma Malha

Leia mais

Respostas Finais Lista 6. Corrente Elétrica e Circuitos de Corrente Contínua ( DC )

Respostas Finais Lista 6. Corrente Elétrica e Circuitos de Corrente Contínua ( DC ) Respostas Finais Lista 6 Corrente Elétrica e Circuitos de Corrente Contínua ( DC ) Q 26.3) Essa diferença esta mais associada à energia entregue à corrente de um circuito por algum tipo de bateria e à

Leia mais

Prof. Fábio de Oliveira Borges

Prof. Fábio de Oliveira Borges Corrente Elétrica Prof. Fábio de Oliveira Borges Curso de Física II Instituto de Física, Universidade Federal Fluminense Niterói, Rio de Janeiro, Brasil https://cursos.if.uff.br/!fisica2-0117/doku.php

Leia mais

Sala de Estudos FÍSICA Lucas 3 trimestre Ensino Médio 2º ano classe: Prof.LUCAS Nome: nº Sala de Estudos Leis de Ôhm e Resistores

Sala de Estudos FÍSICA Lucas 3 trimestre Ensino Médio 2º ano classe: Prof.LUCAS Nome: nº Sala de Estudos Leis de Ôhm e Resistores Sala de Estudos FÍSICA Lucas 3 trimestre Ensino Médio 2º ano classe: Prof.LUCAS Nome: nº Sala de Estudos Leis de Ôhm e Resistores 1. (Unicamp 2013) O carro elétrico é uma alternativa aos veículos com motor

Leia mais

Aula 2 Lei de Coulomb

Aula 2 Lei de Coulomb Aula Lei de Coulomb Introdução Vimos na aula anterior que corpos carregados com carga sofrem interação mutua podendo ser atraídos ou repelidos entre si. Nessa aula e na próxima trataremos esses corpos

Leia mais

Física Eletrodinâmica Médio [20 Questões]

Física Eletrodinâmica Médio [20 Questões] Física Eletrodinâmica Médio [20 Questões] 01 - (FCM MG) A figura abaixo mostra uma resistência de imersão (ebulidor) mergulhada num recipiente com água, interligada num amperímetro ideal; os terminais

Leia mais

4. Variando-se a ddp aplicada a um condutor e medindo-se as intensidades de corrente, obtêm-se os resultados da tabela abaixo:

4. Variando-se a ddp aplicada a um condutor e medindo-se as intensidades de corrente, obtêm-se os resultados da tabela abaixo: AS RESPOSTAS ESTÃO NO FINAL DOS EXERCÍCIOS. 1. Um resistor tem resistência igual a 50Ω, sob ddp U = 60V. Calcule a intensidade de corrente que o atravessa. 2. Um resistor ôhmico, quando submetido a uma

Leia mais

Prof. Ricardo Brauer Vigoderis, D.S. website:

Prof. Ricardo Brauer Vigoderis, D.S.   website: UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DE PERNAMBUCO UNIDADE ACADÊMICA DE GARANHUNS ENERGIA NA AGRICULTURA Prof. Ricardo Brauer Vigoderis, D.S. Email: vigoderis@yahoo.com.br website: www.vigoderis.tk Pode ser gerada

Leia mais

RADIOELETRICIDADE. O candidato deverá acertar, no mínimo: Classe B 50% Classe A 70% TESTE DE AVALIAÇÃO CORRIGIDO CONFORME A ERRATA

RADIOELETRICIDADE. O candidato deverá acertar, no mínimo: Classe B 50% Classe A 70% TESTE DE AVALIAÇÃO CORRIGIDO CONFORME A ERRATA Dados: ANATEL - DEZ/2008 RADIOELETRICIDADE TESTE DE AVALIAÇÃO 1 RADIOELETRICIDADE O candidato deverá acertar, no mínimo: Classe B 50% Classe A 70% TESTE DE AVALIAÇÃO CORRIGIDO CONFORME A ERRATA Fonte:

Leia mais

CIRCUITOS COM CAPACITORES

CIRCUITOS COM CAPACITORES CIRCUITOS COM CAPACITORES 1. (Ufpr 13) Considerando que todos os capacitores da associação mostrada na figura abaixo têm uma capacitância igual a C, determine a capacitância do capacitor equivalente entre

Leia mais

NOME: N O : TURMA: PROFESSOR: Glênon Dutra

NOME: N O : TURMA: PROFESSOR: Glênon Dutra Circuitos Elétricos DISCIPLINA: Física NOME: N O : TURMA: PROFESSOR: Glênon Dutra DATA: NOTA: ASS: - Circuito Simples: Esquema: Bateria: Corrente elétrica i Resistência: i = corrente elétrica V = d.d.p.

Leia mais

Resistência elétrica de uma barra (prismática ou cilíndrica) de área A e comprimento L

Resistência elétrica de uma barra (prismática ou cilíndrica) de área A e comprimento L Universidade Federal do Paraná Setor de Ciências Exatas Departamento de Física Física III Prof. Dr. Ricardo uiz Viana Referências bibliográficas: H. 28-4, 29-4, 29-6 S. 26-4, 27-2 T. 22-2 ula Resistores

Leia mais

3ª Ficha. Corrente, resistência e circuitos de corrente contínua

3ª Ficha. Corrente, resistência e circuitos de corrente contínua 3ª Ficha Corrente, resistência e circuitos de corrente contínua 1- Um condutor eléctrico projectado para transportar corrente elevadas possui um comprimento de 14.0 m e uma secção recta circular com diâmetro

Leia mais

Recursos para Estudo / Atividades. Conteúdo. 2ª Etapa Livro

Recursos para Estudo / Atividades. Conteúdo. 2ª Etapa Livro Rede de Educação Missionárias Servas do Espírito Santo Colégio Nossa Senhora da Piedade Av. Amaro Cavalcanti, 2591 Encantado Rio de Janeiro / RJ CEP: 20735042 Tel: 2594-5043 Fax: 2269-3409 E-mail: cnsp@terra.com.br

Leia mais

ATIVIDADE PARA 4UL FÍSICA (3S14 e 3S15)

ATIVIDADE PARA 4UL FÍSICA (3S14 e 3S15) ATIVIDADE PARA 4UL FÍSICA (3S14 e 3S15) 1 - Duas partículas de cargas elétricas Q1 = 4,0 10-16 C e q2 = 6,0 10-16 C, estão separadas no vácuo por uma distância de 3,0.10-9 m. Sendo k = 9,0.10 9 N.m 2 /C

Leia mais

H1- Compreender as grandezas relacionadas com o campo de conhecimento em eletricidade. Aula 1

H1- Compreender as grandezas relacionadas com o campo de conhecimento em eletricidade. Aula 1 H1- Compreender as grandezas relacionadas com o campo de conhecimento em eletricidade. Aula 1 Técnico em Eletromecânica - Agosto o de 2009 Prof. Dr. Emerson S. Serafim 1 Eletrostática: CONTEÚDO Átomo-Lei

Leia mais

Resumo de Eletrodinâmica

Resumo de Eletrodinâmica Resumo de Eletrodinâmica i = Corrente Elétrica (A) Δq = quantidade de carga elétrica no fio em movimento (C = coulomb) milicoulomb: microcoulomb: nanocoulomb: n = número de elétrons e = carga elementar

Leia mais

CET ENERGIAS RENOVÁVEIS ELECTROTECNIA

CET ENERGIAS RENOVÁVEIS ELECTROTECNIA CET ENERGIAS RENOVÁVEIS ELECTROTECNIA CADERNO DE EXERCÍCIOS 1. Duas cargas pontuais q1 = 30µ C e q2 = 100µ C encontram-se localizadas em P1 (2, 0) m e P2 (0, 2) m. Calcule a força eléctrica que age sobre

Leia mais

Corrente elétrica e resistência

Corrente elétrica e resistência Corrente elétrica e resistência 1 Corrente elétrica Neste capítulo vamos discutir as correntes elétricas, isto é, cargas em movimento. Especificamente, discutiremos correntes em materiais condutores. Embora

Leia mais

Exercícios de Física Eletrodinâmica

Exercícios de Física Eletrodinâmica Exercícios de Física Eletrodinâmica Lista elaborada pelo Professor Fernando Valentim nandovalentim@yahoo.com.br 01. No circuito da figura, o gerador é ideal. A intensidade da corrente elétrica que passa

Leia mais

EXERCÍCIOS DE TREINAMENTO

EXERCÍCIOS DE TREINAMENTO 1. (G1) O que é um farad (F)? EXERCÍCIOS DE TREINAMENTO RSE 2. (Unesp) São dados um capacitor de capacitância (ou capacidade) C, uma bateria de f.e.m. e dois resistores cujas resistências são, respectivamente,

Leia mais

H1- Compreender as grandezas relacionadas com o campo de conhecimento em eletricidade. Aula 1

H1- Compreender as grandezas relacionadas com o campo de conhecimento em eletricidade. Aula 1 H1- Compreender as grandezas relacionadas com o campo de conhecimento em eletricidade. Aula 1 Técnico em Eletromecânica - Julho de 2010 Prof. Dr. Emerson S. Serafim 1 Eletrostática: CONTEÚDO Átomo-Lei

Leia mais

CAPACITORES Profº João Escalari DP ESQ

CAPACITORES Profº João Escalari DP ESQ 1. Três esferas condutoras de raios R, 3R e 5R e eletrizadas, respectivamente, com quantidade de cargas iguais a - 15 C, - 30 C e + 13 C estão muito afastadas entre si. As esferas são então interligadas

Leia mais

Prof. Sergio Abrahão 38

Prof. Sergio Abrahão 38 Principais ligações num circuito Os diferentes modos que podemos utilizar para interligar os elementos elétricos, formando um circuito elétrico, são chamados de associações. Podemos ter associação em série,

Leia mais

EXERCÍCIOS TERMODINÂMICA

EXERCÍCIOS TERMODINÂMICA RSE LISTA DE EXERCÍCIOS RECUPERAÇÃO FINAL Nome: Objetivo: Preparar-se para a prova de recuperação final 27/Novembro/2010 3º ANO Nº ENSINO MÉDIO EXERCÍCIOS TERMODINÂMICA 1. Um corpo recebe 40 Joules de

Leia mais

LISTA DE EXERCÍCIOS DE RECUPERAÇÃO 2º TRIMESTRE FÍSICA

LISTA DE EXERCÍCIOS DE RECUPERAÇÃO 2º TRIMESTRE FÍSICA LISTA DE EXERCÍCIOS DE RECUPERAÇÃO 2º TRIMESTRE FÍSICA ALUNO(a): Nº: SÉRIE: 2ª TURMA: UNIDADE: VV JC JP PC DATA: / /2017 Obs.: Esta lista deve ser entregue resolvida no dia da prova de recuperação. Valor:

Leia mais

GERADORES E RECEPTORES:

GERADORES E RECEPTORES: COLÉGIO ESTADUAL JOSUÉ BRANDÃO 3º Ano de Formação Geral Física IV Unidade_2009. Professor Alfredo Coelho Resumo Teórico/Exercícios GERADORES E RECEPTORES: Anteriormente estudamos os circuitos sem considerar

Leia mais

LABORATÓRIO ATIVIDADES 2013/1

LABORATÓRIO ATIVIDADES 2013/1 LABORATÓRIO ATIVIDADES 2013/1 RELATÓRIO DAS ATIVIDADES DESENVOLVIDAS NO LABORATÓRIO MÓDULO I ELETRICIDADE BÁSICA TURNO NOITE CURSO TÉCNICO EM AUTOMAÇÃO INDUSTRIAL CARGA HORÁRIA EIXO TECNOLÓGICO CONTROLE

Leia mais

c) da aplicação correta destas equações nos diversos níveis de problemas de Física abrangendo aquilo que estudamos.

c) da aplicação correta destas equações nos diversos níveis de problemas de Física abrangendo aquilo que estudamos. ELETRÓSTATICA E ELETRODINÂMICA I) RESUMO DAS PPRICIPAIS EQUAÇÕES Como Ciências naturais que se apoia nas ciências exatas para estudar as leis que regem os fenômenos da natureza em nível macroscópico e

Leia mais

Δt, quando. R. 1 Nessas condições, a relação entre as

Δt, quando. R. 1 Nessas condições, a relação entre as 1. (Unesp 016) As companhias de energia elétrica nos cobram pela energia que consumimos. Essa energia é dada pela expressão E V i t, em que V é a tensão que alimenta nossa residência, a intensidade de

Leia mais

Médio. Física. Exercícios de Revisão I

Médio. Física. Exercícios de Revisão I Nome: n o : Médio E nsino: S érie: T urma: Data: 3 a Prof(a): Ivo Física Exercícios de Revisão I Exercícios referentes aos capítulos 5 e 6 (livro 3). As resoluções dos exercícios (1 a 7) devem ser fundamentadas

Leia mais

Um circuito DC é aquele cuja alimentação parte de uma fonte DC (do inglês Direct Current), ou em português, CC (corrente contínua).

Um circuito DC é aquele cuja alimentação parte de uma fonte DC (do inglês Direct Current), ou em português, CC (corrente contínua). Um circuito DC é aquele cuja alimentação parte de uma fonte DC (do inglês Direct Current), ou em português, CC (corrente contínua). Como vimo anteriormente, para que haja fluxo de corrente pelo circuito,

Leia mais

INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO RIO GRANDE DO NORTE. Técnico Integrado em Informática. Resposta: Resposta:

INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO RIO GRANDE DO NORTE. Técnico Integrado em Informática. Resposta: Resposta: INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO RIO GRANDE DO NORTE 4ª Lista de Exercícios Eletricidade Instrumental Técnico Integrado em Informática Aluno (a): Ano/Série: Matrícula: Professor:

Leia mais

Professor: Gabriel Alves

Professor: Gabriel Alves Professor: Gabriel Alves Questão 01 - (IFPE/2016) Em muitas casas brasileiras, para um maior conforto, é comum ter instalado um chuveiro elétrico. Seu funcionamento se dá graças à resistência presente

Leia mais

Eletricidade Aula 2. Circuitos elétricos e suas propriedades

Eletricidade Aula 2. Circuitos elétricos e suas propriedades Eletricidade Aula 2 Circuitos elétricos e suas propriedades O Resistor Podemos construir um componente que possua um valor desejado de resistência o resistor. Os resistores podem ser construídos para ter

Leia mais

SIMULADO Radioeletricidade

SIMULADO Radioeletricidade 73 questões PY1IB SIMULADO Radioeletricidade 1ª Pergunta: Dois corpos carregados eletricamente com cargas, respectivamente, positiva e negativa exercem entre si uma força que tende a: A Aproximá los. B

Leia mais

b) átomos do dielétrico absorvem elétrons da placa negativa para completar suas camadas eletrônicas externas;

b) átomos do dielétrico absorvem elétrons da placa negativa para completar suas camadas eletrônicas externas; GOIÂNIA, _28 / 10 / 2016 PROFESSOR: Jonas Tavares DISCIPLINA: Física SÉRIE: 3º ALUNO(a): L1 4º Bim Data da Prova: 28/10/2016 No Anhanguera você é + Enem Antes de iniciar a lista de exercícios leia atentamente

Leia mais

PR1 FÍSICA - Lucas 1 trimestre Ensino Médio 3º ano classe: Prof.LUCAS Nome: nº Sala de Estudos Corrente Elétrica e Leis de Ôhm

PR1 FÍSICA - Lucas 1 trimestre Ensino Médio 3º ano classe: Prof.LUCAS Nome: nº Sala de Estudos Corrente Elétrica e Leis de Ôhm PR1 FÍSICA - Lucas 1 trimestre Ensino Médio 3º ano classe: Prof.LUCAS Nome: nº Sala de Estudos Corrente Elétrica e Leis de Ôhm 1. (Uerj 2016) Aceleradores de partículas são ambientes onde partículas eletricamente

Leia mais

2 bimestre - Volume 3, Capítulo 6

2 bimestre - Volume 3, Capítulo 6 Página 1 de 6 2 bimestre - Volume 3, Capítulo 6 Testes propostos 2º bimestre 1. (UFC-CE) Um pássaro pousa em um dos fios de uma linha de transmissão de energia elétrica. O fio conduz uma corrente elétrica

Leia mais

Experimento Prático N o 4

Experimento Prático N o 4 UNIVERSIDADE CATÓLICA DE GOIÁS Departamento de Engenharia Área de Eletricidade Experimento Prático N o Eletricidade para Engenharia Lei de Ohm e Potência Elétrica L A B O R A T Ó R I O D E E L E T R I

Leia mais

Resistor e resistência

Resistor e resistência LEIS DE OHM Resistor e resistência O resistor é um dispositivo cujas principais funções são: dificultar a passagem da corrente elétrica e transformar energia elétrica em energia térmica por efeito Joule.

Leia mais

Eletricidade Aula 8. Componentes Reativos

Eletricidade Aula 8. Componentes Reativos Eletricidade Aula 8 Componentes Reativos Campo Elétrico Consideremos uma diferença de potencial V entre duas chapas condutoras. Em todo ponto entre essas duas chapas, passa uma linha invisível chamada

Leia mais

QUESTÕES DA PROVA DE RÁDIO ELETRICIDADE - PARTE - 2

QUESTÕES DA PROVA DE RÁDIO ELETRICIDADE - PARTE - 2 QUESTÕES DA PROVA DE RÁDIO ELETRICIDADE - PARTE - 2 QUESTÃO 50 Se aumentarmos o valor da corrente através de um fio condutor, o que acontece com o campo magnético: a. Diminui a intensidade b. Aumenta a

Leia mais

Aula 2 Tensão, Corrente e Resistência Elétrica

Aula 2 Tensão, Corrente e Resistência Elétrica Imagine um corpo netro. Instituto Federal de São Paulo - IFSP Tensão Elétrica nº prótons = nº de elétrons Quando as cargas são separadas em duas regiões, tem-se, regiões com carga positiva e com carga

Leia mais

d) calcule o potencial elétrico em qualquer ponto da superfície e do interior da esfera.

d) calcule o potencial elétrico em qualquer ponto da superfície e do interior da esfera. Na solução da prova, use quando necessário: 8 Velocidade da luz no vácuo c = 3, 1 m/s 7 Permeabilidade magnética do vácuo µ =4π 1 T m / A 9 2 2 Constante eletrostática no vácuo K=9 1 N m / C Questão 1

Leia mais

Energia É definida como tudo aquilo capaz de realizar ou produzir trabalho. Ela existe em diversas modalidades sob várias formas:

Energia É definida como tudo aquilo capaz de realizar ou produzir trabalho. Ela existe em diversas modalidades sob várias formas: 1. Instalações Elétricas de Baixa Tensão: 1.1. Introdução A energia elétrica está presente em inúmeras atividades do ser humano. Ela é sinônimo de desenvolvimento de um país e de padrão de vida de sua

Leia mais