UNL V l á ter e J. J. G. G. Lú L c ú i c o Universidade Nova de Lisboa 16 de Maio de 2012

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "UNL V l á ter e J. J. G. G. Lú L c ú i c o Universidade Nova de Lisboa 16 de Maio de 2012"

Transcrição

1 PROJETO DE ESTRUTURAS PRÉ-FABRICADAS PARA EDIFÍCIOS Válter J. G. Lúcio Universidade Nova de Lisboa 16 de Maio de 2012

2 PROJETO DE ESTRUTURAS PRÉ-FABRICADAS PARA EDIFÍCIOS 1. INTRODUÇÃO Tipos estruturais Conceção 2. EXEMPLO DE UM PROJECTO Edifício no Prior Velho 3. LIGAÇÕES Pilar-fundação Pilar-pilar Paredes resistentes-fundação Parede-parede Viga-pilar Sem continuidade de momentos Com continuidade de momentos Laje-viga

3 1. INTRODUÇÃO UNL I. Tipos estruturais Estrutura porticada Estrutura parede Edifícios de 1 piso - industriais e armazéns Edifícios de 2 a 7 pisos comércio, habitação ou escritórios Edifícios altos + de 8 pisos - habitação, escritórios II. Conceção Regularidade em planta Regularidade em altura Contraventamentos Diafragmas nos pisos Ligações Integridade/Colapso progressivo

4 1. INTRODUÇÃO Tipos Estruturais UNL Estrutura porticada de um edifício industrial

5 1. INTRODUÇÃO Tipos Estruturais UNL Estrutura porticada de um edifício industrial

6 1. INTRODUÇÃO Tipos Estruturais UNL Estrutura porticada de um edifício industrial Ligação madre-viga

7 1. INTRODUÇÃO Tipos Estruturais UNL Estrutura porticada com paredes resistentes - 5 pisos Comercial vigas pré-esforçadas / lajes alveoladas Roma, Jun.2006

8 1. INTRODUÇÃO Tipos Estruturais

9 1. INTRODUÇÃO Tipos Estruturais UNL Edifício de escritórios Delft - Holanda 10 pisos Estrutura porticada com vigas pré-esf. e lajes alveoladas

10 1. INTRODUÇÃO Tipos Estruturais UNL DEXIA tower building Bélgica 37 pisos, 130m de altura Estrutura porticada com paredes resistentes m² de lajes alveoladas. Velocidade de construção da estrutura: 1 piso por semana Prazo da construção: 1 ano Prazo mais curto e 7% mais económico que uma solução variante em estrutura metálica Foto gentilmente cedida pelo Eng. Arnold Van Acker

11 1. INTRODUÇÃO Tipos Estruturais

12 1. INTRODUÇÃO Tipos Estruturais UNL Residência de estudantes Haia - Holanda 40 pisos, 135m de altura Estrutura parede Velocidade de construção da estrutura: 2 pisos por semana Prazo da construção: 1 ano

13 1. INTRODUÇÃO Tipos Estruturais Estrutura parede UNL

14 2. EXEMPLO DE UM PROJECTO UNL ARMAZÉM COM 4 PISOS PRIOR VELHO - LOURES

15 2. EXEMPLO DE UM PROJECTO ARMAZÉM NO PRIOR VELHO UNL Rampa e viaduto de acesso de veículos pesados ao 3º piso Painéis de fachada em betão pré-fabricado com brita lavada pelo exterior

16 JD PLANTA JD CORTE TRANSVERSAL

17 Muro de suporte Núcleo de escadas JD Parede resistente Parede resistente Parede resistente Muro de suporte JD PLANTA DE FUNDAÇÕES

18

19 MONTAGEM DOS PILARES

20 LIGAÇÃO PILAR-FIUNDAÇÃO POR MEIO DE CÁLICE

21 Pa8 e Pa9 PAREDES RESISTENTES Pa1

22 PAREDE RESISTENTE Pa1

23 PILAR P1

24 PILAR P1

25 PLANTA DO PISO TIPO

26 LIGAÇÕES VIGA-PILAR UNL CORTE TRANSVERSAL

27 LIGAÇÕES VIGA-PILAR

28 LIGAÇÕES VIGA-PILAR

29 LIGAÇÕES VIGA-PILAR

30 LIGAÇÕES VIGA-PILAR

31

32 VIGA V1

33 VIGA V1

34 VIGA V1

35 VIGA V1

36

37 3. LIGAÇÕES UNL i. Pilar-fundação ii. Pilar-pilar iii. Paredes resistentes-fundação iv. Parede-parede v. Viga-pilar Sem continuidade de momentos Com continuidade de momentos vi. Laje-viga

38 3. LIGAÇÕES Pilar-fundação UNL Ligação pilar-fundação em cálice (a) (b) (c) grout grout grout (a) com armaduras salientes do pilar embebidas na sapata, (b) com armaduras salientes da sapata embebidas no pilar, (c) com armaduras salientes da sapata aparafusadas em chapa metálica existente no pilar.

39 3. LIGAÇÕES Pilar-fundação

40 3. LIGAÇÕES Pilar-fundação Pilar-fundação com varões salientes do pilar

41 3. LIGAÇÕES Viga-pilar UNL Viga pré-esforçada e lajes alveoladas Viga-pilar com ferrolhos salientes do pilar Ligação laje-viga no betão complementar

42 3. LIGAÇÕES Parede-parede UNL ESTRUTURA PAREDE Ligação por meio de dentes e ferrolhos

43 fim

Ligações nas Estruturas Pré-Fabricadas

Ligações nas Estruturas Pré-Fabricadas Ligações nas Estruturas Pré-Fabricadas Para além do facto de, nas estruturas de betão com pré-fabricação, se terem elementos estruturais não executados na sua posição final, a especificidade da pormenorização

Leia mais

Comportamento ao fogo de lajes mistas aço-betão Caso de estudo e apresentação do Software MACS+

Comportamento ao fogo de lajes mistas aço-betão Caso de estudo e apresentação do Software MACS+ Comportamento ao fogo de lajes mistas aço-betão Caso de estudo e apresentação do MACS+ Sumário Nova metodologia MACS+ MACS+ Breve descrição da obra Projeto base Solução Blocotelha - Metodologia tradicional

Leia mais

1.4. Sistemas estruturais em madeira

1.4. Sistemas estruturais em madeira 1.4. Sistemas estruturais em madeira 1.4.1. Análise estrutural Estuda as estruturas se preocupando basicamente com a determinação dos esforços e das deformações a que elas estão submetidas quando solicitadas

Leia mais

08/06/2011. IF SUL Técnicas Construtivas Profa. Carol Barros. Origem das estruturas... Homem. Sobrevivência. Agua, alimentos, proteção

08/06/2011. IF SUL Técnicas Construtivas Profa. Carol Barros. Origem das estruturas... Homem. Sobrevivência. Agua, alimentos, proteção IF SUL Técnicas Construtivas Profa. Carol Barros Origem das estruturas... Homem Sobrevivência Agua, alimentos, proteção 1 Abrigo e Proteção Blocos (tijolos) 2 Alvenaria No Egito, primerio sistema de alvenaria.

Leia mais

BMX-A Parque da Cidade

BMX-A Parque da Cidade BMX-A Parque da Cidade processo construtivo de 6 sub-solos com empuxo desequilibrado Qualificação da obra do Parque da Cidade Área total do empreendimento: ~ 620.000 m² Área da Gleba A: ~ 190,000,00 m²

Leia mais

RELATÓRIO DE AVALIAÇÃO DAS CONDIÇÕES DE EXECUÇÃO DO ACESSO A UMA GARAGEM

RELATÓRIO DE AVALIAÇÃO DAS CONDIÇÕES DE EXECUÇÃO DO ACESSO A UMA GARAGEM RELATÓRIO DE AVALIAÇÃO DAS CONDIÇÕES DE EXECUÇÃO DO ACESSO A UMA GARAGEM EDIFICIOS R. ANTÓNIO CARNEIRO, nº 373, 375, 381, 385 e 389, PORTO PORTO MARÇO DE 2009 ÍNDICE 01 INTRODUÇÃO 02 DESCRIÇÃO SUMÁRIA

Leia mais

FICHA TÉCNICA DE PRODUTO LAJE ALVEOLADA LA 12 -R ARMADURAS LA12-2-R

FICHA TÉCNICA DE PRODUTO LAJE ALVEOLADA LA 12 -R ARMADURAS LA12-2-R Página 1/5 LAJE ALVEOLADA LA 12 -R DESCRIÇÃO Painel pré-fabricado em betão pré-esforçado, com armadura constituída por fios de aço aderentes, de secção vazada, com as faces prontas a pintar. As lajes apresentam-se

Leia mais

1.8 Desenvolvimento da estrutura de edifícios 48

1.8 Desenvolvimento da estrutura de edifícios 48 Sumário Capítulo 1 Desenvolvimento histórico de materiais, elementos e sistemas estruturais em alvenaria 23 1.1 História dos materiais da alvenaria 24 1.2 Pedra 24 1.3 Tijolos cerâmicos 26 1.4 Blocos sílico-calcários

Leia mais

ESTUDO EXPERIMETAL DE UMA LIGAÇÃO VIGA-PILAR DE CONCRETO PRÉ-MOLDADO PARCIALMENTE RESISTENTE A MOMENTO FLETOR

ESTUDO EXPERIMETAL DE UMA LIGAÇÃO VIGA-PILAR DE CONCRETO PRÉ-MOLDADO PARCIALMENTE RESISTENTE A MOMENTO FLETOR ESTUDO EXPERIMETAL DE UMA LIGAÇÃO VIGA-PILAR DE CONCRETO PRÉ-MOLDADO PARCIALMENTE RESISTENTE A MOMENTO FLETOR Mounir Khalil El Debs Professor EESC/USP Alice Baldissera Mestre em Engenharia de Estruturas,

Leia mais

UNL V l á ter e J. J. G. G. Lú L c ú i c o Universidade Nova de Lisboa 18 de Abril de 2012

UNL V l á ter e J. J. G. G. Lú L c ú i c o Universidade Nova de Lisboa 18 de Abril de 2012 PROJECTO DE LAJES COM ELEMENTOS PRÉ-FABRICADOS Válter J. G. Lúcio Universidade Nova de Lisboa 18 de Abril de 2012 PROJECTO DE LAJES COM ELEMENTOS PRÉ-FABRICADOS 1. INTRODUÇÃO Fabricação, betão, fios e

Leia mais

Influência do Comportamento de Caixilharias Metálicas de Fachada na Concepção Estrutural de um Edifício. ANEXO 1 Plantas de Arquitectura

Influência do Comportamento de Caixilharias Metálicas de Fachada na Concepção Estrutural de um Edifício. ANEXO 1 Plantas de Arquitectura ANEXO 1 Plantas de Arquitectura ANEXO 2 Pórticos Secções Tipo: Estrutura A Secções tipo b h I 0,25 0,65 II 0,30 0,30 III 0,30 0,40 IV 0,30 0,60 V 0,20 0,20 VI 0,30 0,40 Estrutura

Leia mais

Tecnologia de construção para uma habitação unifamiliar

Tecnologia de construção para uma habitação unifamiliar Tecnologia de construção para uma habitação unifamiliar Módulo Processos de construção LABORATÓRIO DE CONSTRUÇÃO A68262 Sara Cardoso A68222 Ana Catarina Silva Guimarães, 07 de fevereiro de 2014 Índice

Leia mais

Conhecendo o Lumiform. Abre aspas % dos pisos padrões e o console que alcança até dois metros... 1º.Semestre 2017 forma de laje sem pino

Conhecendo o Lumiform. Abre aspas % dos pisos padrões e o console que alcança até dois metros... 1º.Semestre 2017 forma de laje sem pino Conhecendo o Lumiform O Lumiform é um forma totalmente em alumínio para confecção de paredes, lajes, vigas e pilares feitas no local. Geralmente são utilizadas em paredes de 10 cm em casas, sobrados e

Leia mais

CONSTRUÇÃO COM PAINÉIS DE MADEIRA CLT UMA NOVA GERAÇÃO DE EDIFÍCIOS

CONSTRUÇÃO COM PAINÉIS DE MADEIRA CLT UMA NOVA GERAÇÃO DE EDIFÍCIOS CONSTRUÇÃO COM PAINÉIS DE MADEIRA CLT UMA NOVA GERAÇÃO DE EDIFÍCIOS LISBOA, JULHO 2016 SISTEMA CONSTRUTIVO CLT - CONCEITO CARACTERÍSTICAS GERAIS ESTRATOS ORTOGONAIS ESPÉCIES RESINOSAS COLA EM POLIURETANO

Leia mais

B) CLASSIFICAÇÃO SEGUNDO TEIXEIRA TRIGO (Portugal)

B) CLASSIFICAÇÃO SEGUNDO TEIXEIRA TRIGO (Portugal) A) CLASSIFICAÇÃO SEGUNDO A JUNTA DEL ACUERDO DE CARTAGENA JUNTA DEL ACUERDO DE CARTAGENA. Manual de diseño para maderas del grupo andino. Lima: Junta del Acuerdo de Cartagena / PADT-REFORT, 1984. (países

Leia mais

Imagens relativas à Fracção A Rua das Escolas Gerais nº 13 1100-218 Lisboa

Imagens relativas à Fracção A Rua das Escolas Gerais nº 13 1100-218 Lisboa Tecto falso parcialmente destruído Lareira (à direita) existente dentro da parede mestra Interior do espaço, degradação avançada das paredes Mau estado de conservação e ruína do armazém exterior Mau estado

Leia mais

ENCONTRO Bem utilizar a madeira

ENCONTRO Bem utilizar a madeira ENCONTRO Bem utilizar a madeira Universidade do Minho Novembro de 2005 Pedro Pontífice (LNEC) pedropontifice@lnec.pt EUROCÓDIGO 5 MARCAÇÃO CE DE PRODUTOS ESTRUTURAIS DE MADEIRA 1 EUROCÓDIGOS ESTRUTURAIS

Leia mais

PAVILHÕES PARA INDÚSTRIA E AGRICULTURA. Sistemas em aço para apoio e armazenamento. Catálogo Geral XFRAME

PAVILHÕES PARA INDÚSTRIA E AGRICULTURA. Sistemas em aço para apoio e armazenamento. Catálogo Geral XFRAME PAVILHÕES PARA INDÚSTRIA E AGRICULTURA Sistemas em aço para apoio e armazenamento Catálogo Geral 016.01 0 PAVILHÕES CHAVE NA MÃO SOLUÇÃO INTEGRAL Solução desenvolvida e industrializada de forma a ser facilmente

Leia mais

CAPÍTULO 4 4. ELEMENTOS ESTRUTURAIS. 4.1 Classificação Geométrica dos Elementos Estruturais

CAPÍTULO 4 4. ELEMENTOS ESTRUTURAIS. 4.1 Classificação Geométrica dos Elementos Estruturais Elementos Estruturais 64 CAPÍTULO 4 4. ELEMENTOS ESTRUTURAIS 4.1 Classificação Geométrica dos Elementos Estruturais Neste item apresenta-se uma classificação dos elementos estruturais com base na geometria

Leia mais

ESPECIALIZAÇÃO EM ESTRUTURAS

ESPECIALIZAÇÃO EM ESTRUTURAS Mestrado Integrado em Engenharia Civil 2014-2015 Sumário 2 34 1. Objectivos da especialização 2. Saídas profissionais 3. Estrutura do plano curricular 4. Descrição das disciplinas 5. Temas de dissertação

Leia mais

Para facilitar o entendimento dessa consideração, vamos dividir a sua descrição em dois tópicos:

Para facilitar o entendimento dessa consideração, vamos dividir a sua descrição em dois tópicos: Palvras-chave: V17, CAD/Pilar, torção em pilar Nos projetos estruturais de edifícios altos, é comum a utilização de núcleos de concreto armado, que tem a finalidade de enrijecer os edifícios, tornando-os

Leia mais

FICHA DE AVALIAÇÃO DAS NECESSIDADES DO EDIFÍCIO CORTE BASAL 1 Bairro Rua Número Data Vistoria ALFAMA Rua dos Remédios 17 a 19 1-Jul-13 Tipologia

FICHA DE AVALIAÇÃO DAS NECESSIDADES DO EDIFÍCIO CORTE BASAL 1 Bairro Rua Número Data Vistoria ALFAMA Rua dos Remédios 17 a 19 1-Jul-13 Tipologia 1 ALFAMA Rua dos Remédios 17 a 19 1-Jul-13 EXISTE ALTERAÇÃO DA FACHADA, AO NÍVEL DOS NEMBOS (r/c) Alt. Ed: 18 Obras em Curso: Sim Não X Nº Pisos 5 Indice de vazios fachada 17,30 Indice de alvenaria 71,26

Leia mais

Universidade Federal do Ceará. Mecânica para Engenharia Civil II. Profa. Tereza Denyse. Agosto/ 2010

Universidade Federal do Ceará. Mecânica para Engenharia Civil II. Profa. Tereza Denyse. Agosto/ 2010 Universidade Federal do Ceará Mecânica para Engenharia Civil II Profa. Tereza Denyse Agosto/ 2010 Roteiro de aula Introdução Estruturas Esforços externos Esforços internos Elementos estruturais Apoios

Leia mais

TORRES EM CONCRETO PREMOLDADO PARA GERADORES EÓLICOS

TORRES EM CONCRETO PREMOLDADO PARA GERADORES EÓLICOS ICCX Conference Latin America 2014 25 a 28 Válter de março Lúcio e de Carlos 2014Chastre Universidade NOVA de Lisboa TORRES EM CONCRETO PREMOLDADO PARA GERADORES EÓLICOS Válter J. G. Lúcio e Carlos Chastre

Leia mais

Coordenação: Prof. F.A. Branco, Prof. Jorge de Brito, Eng.º Pedro Vaz Paulo e Eng.º João Pedro Correia

Coordenação: Prof. F.A. Branco, Prof. Jorge de Brito, Eng.º Pedro Vaz Paulo e Eng.º João Pedro Correia I. CONSTRUÇÃO DE EDIFÍCIOS Coordenação: Prof. F.A. Branco, Prof. Jorge de Brito, Eng.º Pedro Vaz Paulo e Eng.º João Pedro Correia 1/70 5. FASES CONSTRUTIVAS estrutura pórtico sapatas vigas de fundação

Leia mais

Prof Alexandre Landesmann FAU/UFRJ AMA Loja A1 1

Prof Alexandre Landesmann FAU/UFRJ AMA Loja A1 1 Sistemas de Pisos em Estruturas de Aço Aplicações para mezaninos Estruturas de Aço e Madeira Prof Alexandre Landesmann FAU/UFRJ AMA Loja A1 1 Definição do sistema estrutural do pavimento Vigas principais

Leia mais

A pré-fabricação em betão em Edifícios

A pré-fabricação em betão em Edifícios MESTRADO EM ENGENHARIA CIVIL Tese apresentada para obtenção do grau de Mestre Engenharia Civil Instituto Superior de Engenharia do Instituto Politécnico do Porto A pré-fabricação em betão em Edifícios

Leia mais

Escolha da estrutura do pavimento-tipo do projeto- piloto

Escolha da estrutura do pavimento-tipo do projeto- piloto Escolha da estrutura do pavimento-tipo do projeto- piloto Para se escolher a estrutura do pavimento-tipo, começa-se por decalcar a planta de alvenaria deste pavimento, desenhando-se no CAD a posição das

Leia mais

ESTRUTURAS MISTAS. Alexandre L. Vasconcellos Diretor Método Estruturas

ESTRUTURAS MISTAS. Alexandre L. Vasconcellos Diretor Método Estruturas ESTRUTURAS MISTAS Alexandre L. Vasconcellos Diretor Método Estruturas ESTRUTURAS MISTAS Lajes Mistas Vigas de Aço Vigas Mistas Ligações Parafusadas MÉTODO ENGENHARIA/SCHAIN HOSPITAL SÍRIO LIBANÊS Arquitetura:

Leia mais

Sistemas estruturais em Aço MÓDULO. Edifícios residenciais e comerciais em Aço

Sistemas estruturais em Aço MÓDULO. Edifícios residenciais e comerciais em Aço Sistemas estruturais em Aço MÓDULO Edifícios residenciais e comerciais em Aço 71 Módulo 7 Índice - Módulo 7 12. Edifícios residenciais e comerciais em aço 12.1. Elementos estruturais e de vedação que compõem

Leia mais

TangentEscala Construções e Representações, Lda.

TangentEscala Construções e Representações, Lda. TangentEscala Construções e Representações, Lda. Especialista no Sistema Construtivo Light Steel Framing - LSF Índice Apresentação da Empresa 04 Sistema Construtivo LSF 05 Componentes do Sistema LSF 07

Leia mais

PONTES José J. Oliveira Pedro

PONTES José J. Oliveira Pedro PONTES José J. Oliveira Pedro IST - DECivil - Secção de Mecânica Estrutural e Estruturas Engenharia Civil e Ambiente Dezembro de 2007 PONTES 1. Introdução 2. Condicionamentos 3. Soluções estruturais 4.

Leia mais

AMPLIAÇÃO DA PISTA DO AEROPORTO DA MADEIRA

AMPLIAÇÃO DA PISTA DO AEROPORTO DA MADEIRA SEGADÃES TAVARES & ASSOCIADOS, Lda AMPLIAÇÃO DA PISTA DO AEROPORTO DA MADEIRA Dono da Obra: ANAM Aeroportos e Navegação Aérea da Madeira, SA AMPLIAÇÃO DA PISTA DO AEROPORTO DA MADEIRA A MADEIRA NO MUNDO

Leia mais

O problema consiste em obter um mínimo de elementos pré-fabricados e com um máximo de uso ou projectos diferentes.

O problema consiste em obter um mínimo de elementos pré-fabricados e com um máximo de uso ou projectos diferentes. 1.4. Pré-fabricação e montagem 1.4.1. Introdução. Princípios da pré-fabricação. Pré-fabricação. Conceito. É a técnica de construção que se pode definir como: produzir em um lugar da obra ou fora dela os

Leia mais

ESTRUTURAS PRÉ-MOLDADAS

ESTRUTURAS PRÉ-MOLDADAS ESTRUTURAS PRÉ-MOLDADAS Uso de Pré-Moldados na Rio2016 Parque Olímpico Parque Olímpico Parque Olímpico Ponto Único de Falha Colapso Progressivo Ataques Terroristas Parque Olímpico Ponto Único de Falha

Leia mais

RELATÓRIO FOTOGRÁFICO 3ª MEDIÇÃO

RELATÓRIO FOTOGRÁFICO 3ª MEDIÇÃO RELATÓRIO FOTOGRÁFICO 3ª MEDIÇÃO OBRA: Construção da nova sede da Vara do Trabalho de Pato Branco. CONTRATADA: MG EMPREENDIMENTOS IMOBILIÁRIOS LTDA. Vistoria realizada no dia 05 de outubro de 2010, que

Leia mais

uniformização de cargas

uniformização de cargas ALVENARIA ESTRUTURAL - comportamento - Engenheiro Civil - Ph.D. 85-3244-3939 9982-4969 la99824969@yahoo.com.br uniformização de cargas importância de armar (e grautear) os encontros de paredes! uniformização

Leia mais

RELATÓRIO FOTOGRÁFICO 5ª MEDIÇÃO

RELATÓRIO FOTOGRÁFICO 5ª MEDIÇÃO RELATÓRIO FOTOGRÁFICO 5ª MEDIÇÃO OBRA: EXECUÇÃO DE OBRA DE CONSTRUÇÃO DO IMÓVEL PARA A VARA DO TRABALHO DE PALMAS. CONTRATADA: BC CONSTRUTORA LTDA - EPP Considerando a instituição da Comissão de Recebimento

Leia mais

Orçamento: RESIDENCIA - ANDRE CONGONHAS

Orçamento: RESIDENCIA - ANDRE CONGONHAS Orçamento: RESIDENCIA - ANDRE CONGONHAS Orçamento parcial nº 1 SERVIÇOS PRELIMINARES 1.1 m2 Corte de capoeira fina a foice 900,000 0,19 171,00 1.2 m2 Raspagem e limpeza manual de terreno 900,000 0,63 567,00

Leia mais

CONTACTOS. > Sítio: www.estig.ipbeja.pt/~pdnl > E-mail: pedro.lanca@estig.ipbeja.pt. Pré-dimensionamento. Processos de Construção Docente: Pedro Lança

CONTACTOS. > Sítio: www.estig.ipbeja.pt/~pdnl > E-mail: pedro.lanca@estig.ipbeja.pt. Pré-dimensionamento. Processos de Construção Docente: Pedro Lança PROCESSOS DE CONSTRUÇÃO PRÉ-DIMENSIONAMENTO DE ELEMENTOS ESTRUTURAIS EM BETÃO ARMADO E l S i d T l i Tecnologia e Gestão de Beja CONTACTOS > Sítio: www.estig.ipbeja.pt/~pdnl > E-mail: pedro.lanca@estig.ipbeja.pt

Leia mais

TERMINAL DE VOOS DOMÉSTICOS AEROPORTO DE LUANDA CONCEPÇÃO ESTRUTURAL

TERMINAL DE VOOS DOMÉSTICOS AEROPORTO DE LUANDA CONCEPÇÃO ESTRUTURAL TERMINAL DE VOOS DOMÉSTICOS AEROPORTO DE LUANDA CONCEPÇÃO ESTRUTURAL Vitor França a, Hugo Sousa b e Narciso Ferreira c a,b Eng.º Civil, TRIEDE ANGOLA, Luanda c Eng.º Civil, TRIEDE, Lisboa Resumo. Descreve-se

Leia mais

Análise comparativa de soluções de lajes para edifícios estruturados em aço

Análise comparativa de soluções de lajes para edifícios estruturados em aço CONSTRUMETAL 2010 CONGRESSO LATINO-AMERICANO DA CONSTRUÇÃO METÁLICA São Paulo Brasil 31 de agosto a 2 de setembro 2010 Análise comparativa de soluções de lajes para edifícios estruturados em aço Ygor Dias

Leia mais

Concepções estruturais. Professores: Nádia Forti João Carlos Rocha Braz

Concepções estruturais. Professores: Nádia Forti João Carlos Rocha Braz Concepções estruturais Professores: Nádia Forti João Carlos Rocha Braz Tipos de perfis utilizados em estruturas metálicas Os perfis de aço podem ser obtidos pelos seguintes métodos: laminação; solda; dobramento

Leia mais

REFORÇO COM PRÉ-ESFORÇO EXTERIOR

REFORÇO COM PRÉ-ESFORÇO EXTERIOR REFORÇO COM PRÉ-ESFORÇO EXTERIOR António Costa REFORÇO COM PRÉ-ESFORÇO EXTERIOR Aplicação Alteração do sistema estrutural Aumento da capacidade resistente Correcção do comportamento em serviço Exemplos

Leia mais

Painel dos projetistas

Painel dos projetistas Painel dos projetistas Projetista: João Alberto de Abreu Vendramini Empresa: Vendramini Engenharia Ltda Obra: Sede da SP Categoria: Edifício de Múltiplos Pavimentos Altos - SP ANO 2001 Área: 38.000 m 2

Leia mais

Projeto da Estrutura Pré-Moldada de Edifício do Instituto do Câncer do do Estado do Ceará

Projeto da Estrutura Pré-Moldada de Edifício do Instituto do Câncer do do Estado do Ceará Projeto da Estrutura Pré-Moldada de Edifício do Instituto do Câncer do do Estado do Ceará Resumo Design of the Precast Concrete Building of Cancer s Hospital of Ceará MOTA, Joaquim Eduardo (1) (1) Doutorando,

Leia mais

Ensaios Experimentais de Ligações Pilar/Viga Pré-Fabricada para Acções Cíclicas. Engenharia Civil

Ensaios Experimentais de Ligações Pilar/Viga Pré-Fabricada para Acções Cíclicas. Engenharia Civil Ensaios Experimentais de Ligações Pilar/Viga Pré-Fabricada para Acções Cíclicas Tiago André Pacheco de Almeida Dissertação para obtenção de Grau de Mestre em Engenharia Civil Orientador: Professor José

Leia mais

Universidade Estadual de Campinas Faculdade de Engenharia Civil Departamento de Estruturas. Elementos estruturais. Prof. MSc. Luiz Carlos de Almeida

Universidade Estadual de Campinas Faculdade de Engenharia Civil Departamento de Estruturas. Elementos estruturais. Prof. MSc. Luiz Carlos de Almeida Universidade Estadual de Campinas Faculdade de Engenharia Civil Departamento de Estruturas Elementos estruturais Notas de aula da disciplina AU405 Concreto Prof. MSc. Luiz Carlos de Almeida Agosto/2006

Leia mais

RELATÓRIO FOTOGRÁFICO 9ª MEDIÇÃO

RELATÓRIO FOTOGRÁFICO 9ª MEDIÇÃO RELATÓRIO FOTOGRÁFICO 9ª MEDIÇÃO OBRA: Execução de obras complementares à construção do Fórum Trabalhista de Londrina CONTRATADA: RAC ENGENHARIA E COMERCIO LTDA Vistorias realizadas entre os dias 10 de

Leia mais

FERRAMENTAS PARA A CONSTRUÇÃO INDUSTRIALIZADA DE CONCRETO

FERRAMENTAS PARA A CONSTRUÇÃO INDUSTRIALIZADA DE CONCRETO FERRAMENTAS PARA A CONSTRUÇÃO INDUSTRIALIZADA DE CONCRETO O MELHOR KNOW-HOW E SOLUÇÕES IT DEDICADAS EXCLUSIVAMENTE PARA O MERCADO DOS PRÉ-MOLDADOS AGORA TAMBÉM NO BRASIL P2000 e LEGOCAD SÃO FERRAMENTAS

Leia mais

3AJD13_ES AQUISIÇÃO DE SOFTWARE PARA A DIREÇÃO REGIONAL DE EDIFÍCIOS PÚBLICOS. Peças do procedimento aprovadas por despacho de 22/03/2013 do DREP

3AJD13_ES AQUISIÇÃO DE SOFTWARE PARA A DIREÇÃO REGIONAL DE EDIFÍCIOS PÚBLICOS. Peças do procedimento aprovadas por despacho de 22/03/2013 do DREP 3AJD13_ES AQUISIÇÃO DE SOFTWARE PARA A DIREÇÃO REGIONAL DE EDIFÍCIOS PÚBLICOS Peças do procedimento aprovadas por despacho de 22/03/2013 do DREP CADERNO DE ENCARGOS PARTE I CLÁUSULAS JURÍDICAS ARTIGO 1.º

Leia mais

SISTEMA ABC (Accelerated Bridges Construction)

SISTEMA ABC (Accelerated Bridges Construction) IBRACON INSTITUTO BRASILEIRO DO CONCRETO SISTEMA ABC (Accelerated Bridges Construction) JULIO TIMERMAN Outubro / 2014 Introdução: ABC (Accelerated Bridges Construction) utiliza planejamento, materiais

Leia mais

TÍTULO DO ARTIGO: INFLUÊNCIA DE ESCADAS E LAJES NO DESLOCAMENTO ESTRUTURAL DE EDIFÍCIOS ALTOS. Carlos Eduardo de Oliveira 1. Nara Villanova Menon 2

TÍTULO DO ARTIGO: INFLUÊNCIA DE ESCADAS E LAJES NO DESLOCAMENTO ESTRUTURAL DE EDIFÍCIOS ALTOS. Carlos Eduardo de Oliveira 1. Nara Villanova Menon 2 4 de Dezembro de 2013 ISSN 2237-8219 TÍTULO DO ARTIGO: INFLUÊNCIA DE ESCADAS E LAJES NO DESLOCAMENTO ESTRUTURAL DE EDIFÍCIOS ALTOS Carlos Eduardo de Oliveira 1 Nara Villanova Menon 2 RESUMO Os edifícios

Leia mais

Painéis de garrafas PET e argamassa armada FICHA CATALOGRÁFICA NOVEMBRO/2014

Painéis de garrafas PET e argamassa armada FICHA CATALOGRÁFICA NOVEMBRO/2014 Tecnologias, Sistemas Construtivos e Tipologias para Habitações de Interesse Social Painéis de garrafas PET e argamassa armada FICHA CATALOGRÁFICA NOVEMBRO/2014 Tecnologias, Sistemas Construtivos e Tipologias

Leia mais

Ensaios em mesa sísmica de edifícios de betão armado com paredes de alvenaria de enchimento

Ensaios em mesa sísmica de edifícios de betão armado com paredes de alvenaria de enchimento Ensaios em mesa sísmica de edifícios de betão armado com paredes de alvenaria de enchimento Paulo Candeias 3 João Leite 1 Manuel Paulo- Pereira 2 Alfredo Campos Costa 4 Paulo B. Lourenço 5 RESUMO A influência

Leia mais

Pesos próprios e sobrecargas em edifícios segundo o EC1

Pesos próprios e sobrecargas em edifícios segundo o EC1 Pesos próprios e sobrecargas em edifícios segundo o EC1 Luciano Jacinto Área Departamental de Engenharia Civil Instituto Superior de Engenharia de Lisboa Dezembro 2013 Índice 1 Introdução... 1 2 Pesos

Leia mais

RELATÓRIO TÉCNICO. Nota técnica: 01/2009. Trabalho realizado para: Serviços do Ministério Público de Mogadouro

RELATÓRIO TÉCNICO. Nota técnica: 01/2009. Trabalho realizado para: Serviços do Ministério Público de Mogadouro RELATÓRIO TÉCNICO Nota técnica: 01/2009 Trabalho realizado para: Serviços do Ministério Público de Mogadouro Trabalho realizado por: Débora Ferreira Hermínia Morais Índice 1 - Introdução... 3 2 - Descrição

Leia mais

Obra 409. Ponte sobre a Ribeira do Jamor ao Km 1+550

Obra 409. Ponte sobre a Ribeira do Jamor ao Km 1+550 Designação: Ponte sobre a Ribeira do Jamor ao Km 1+550, do Muro de Contenção da Plataforma Rodoviária da Zona da Gibalta, da PS ao CF ao Km 3+600, da PI ao Km 8+700, da PP ao Km 10+660 e da PI ao Km 11+280

Leia mais

MEMÓRIA DESCRITIVA E JUSTIFICATIVA DO MODO DE EXECUÇÃO DA OBRA

MEMÓRIA DESCRITIVA E JUSTIFICATIVA DO MODO DE EXECUÇÃO DA OBRA MEMÓRIA DESCRITIVA E JUSTIFICATIVA DO MODO DE EXECUÇÃO DA OBRA 1 Obra Refere-se o presente trabalho à reabilitação de um aglomerado de habitações antigas e uma adega no centro da Vila, com destino a uma

Leia mais

Relatório de Acompanhamento de obra

Relatório de Acompanhamento de obra Prezado(a) Sr. Daniel e Maria Carolina, Relatório de Acompanhamento de obra Nesse período da obra foi realizada a concretagem das vigas, utilizando a bomba-lança. Após este estapa as vigas já prontas,

Leia mais

ESTUDO DO GANHO ENERGÉTICO ASSOCIADO À CONSTRUÇÃO DE UMA HABITAÇÃO UNIFAMILIAR COM RECURSO A MATERIAIS NATURAIS NO CONTEXTO PORTUGUÊS

ESTUDO DO GANHO ENERGÉTICO ASSOCIADO À CONSTRUÇÃO DE UMA HABITAÇÃO UNIFAMILIAR COM RECURSO A MATERIAIS NATURAIS NO CONTEXTO PORTUGUÊS ESTUDO DO GANHO ENERGÉTICO ASSOCIADO À CONSTRUÇÃO DE UMA HABITAÇÃO UNIFAMILIAR COM RECURSO A MATERIAIS NATURAIS NO CONTEXTO PORTUGUÊS António Murta 1 ; Carlos Teixeira 1 ; Humberto Varum 2 ; Isabel Bentes

Leia mais

PLANEAMENTO DE OBRAS José Amorim Faria

PLANEAMENTO DE OBRAS José Amorim Faria PLANEAMENTO DE OBRAS José Amorim Faria ABRIL 2011 1 OBJECTO 1. Noção de Planeamento 2. Dados base 3. Resultados do planeamento 4. Como obter os dados base 5. Planeamento de obras Reflexões teóricas 6.

Leia mais

Relatório de Acompanhamento de obra

Relatório de Acompanhamento de obra Prezado(a) Sr. Daniel e Maria Carolina, Relatório de Acompanhamento de obra Ainda sobre a Segunda Etapa, tivemos a concretagem de todas Brocas com concreto usinado. De acordo com os projetos estruturais

Leia mais

Rua Rui Frazao Soares, 81 - Ala Belize, Sala 204/205 - Barra da Tijuca - RJ Tel.: Pág.

Rua Rui Frazao Soares, 81 - Ala Belize, Sala 204/205 - Barra da Tijuca - RJ Tel.: Pág. Rio de Janeiro, 04 de Abril de 2016 Segunda Feira Tempo estável Continuidade no trabalho de escavação Sendo executado estruturas de canteiro tais como: banheiro, vestiário e depósito de cimento Arrumação

Leia mais

PROJETO ARQUITETÔNICO

PROJETO ARQUITETÔNICO PROJETO ARQUITETÔNICO CEG218 Desenho arquitetônico I Prof. Márcio Carboni UFPR - DEGRAF - CEG218 DESENHO ARQUITETÔNICO I - Prof. Márcio Carboni 1 ORGANIZAÇÃO DA AULA Etapas de projeto arquitetônico Elementos

Leia mais

1. Ligações em estruturas de aço

1. Ligações em estruturas de aço 1. Ligações em estruturas de aço Bibliografia: ABNT NBR 8800:2008 Projeto de estruturas de aço e de estrutura mista de aço e concreto de edifícios QUEIROZ, G.; VILELA, P. M. L. Ligações, regiões nodais

Leia mais

ECA ESTRUTURAS DE CONCRETO ARMADO Fernando de Moraes Mihalik

ECA ESTRUTURAS DE CONCRETO ARMADO Fernando de Moraes Mihalik - 1 - UNIP - Universidade Paulista SISTEMAS ESTRUTURAIS CONCRETO SEC NOTAS DE AULA - 04 LAJES CONCEITOS, DIMENSIONAMENTO E CÁLCULO DE REAÇÕES NAS VIGAS - 2 - NA_04/2011 SISTEMAS ESTRUTURAIS NOTAS DE AULA

Leia mais

Aplicação e fabricação de painéis pré-moldados de concreto. Martin Maass

Aplicação e fabricação de painéis pré-moldados de concreto. Martin Maass Aplicação e fabricação de painéis pré-moldados de concreto Martin Maass Pauta Pré-fabricados, utilização e exemplos Vantagens e benefícios com pré-fabricados Uma visão com pré-moldados Produção de painéis

Leia mais

Fau USP PEF 604. Estruturas em aço. Prof. Francisco Paulo Graziano. Baseado em anotações e apresentações do Prof. Waldir Pignata

Fau USP PEF 604. Estruturas em aço. Prof. Francisco Paulo Graziano. Baseado em anotações e apresentações do Prof. Waldir Pignata Fau USP PEF 604 Estruturas em aço Baseado em anotações e apresentações do Prof. Waldir Pignata Disponibilidade de produtos Tipo de Aço f y f u (MPa) (MPa) ASTM A-36 250 400 ASTM A-570 250 360 (Gr 36) COS-AR-COR

Leia mais

Tecnologia da Construção Civil - I Estruturas de concreto. Roberto dos Santos Monteiro

Tecnologia da Construção Civil - I Estruturas de concreto. Roberto dos Santos Monteiro Tecnologia da Construção Civil - I Estruturas de concreto Estruturas de concreto As estruturas das edificações, sejam eles de um ou vários pavimentos, são constituídas por diversos elementos cuja finalidade

Leia mais

CÂMARA MUNICIPAL DE VIMIOSO SECÇÃO DE OBRAS

CÂMARA MUNICIPAL DE VIMIOSO SECÇÃO DE OBRAS ÍNDICE Descrição e Justificação da Proposta Enquadramento da Pretensão Adequação da Edificação à Utilização Pretendida Inserção Urbana e Paisagística Indicação da Natureza e Condições do Terreno Adequabilidade

Leia mais

INSTITUTO DE ENGENHARIA

INSTITUTO DE ENGENHARIA INSTITUTO DE ENGENHARIA TIPOLOGIA DE OBRAS DE PRÉ- FABRICADO E IMPACTOS DA NOVA NORMA NOS PROJETOS CARLOS EDUARDO EMRICH MELO ATUAÇÃO PROFISSIONAL: PRESIDENTE DA COMISSÃO DA ABNT DE REVISÃO DA NBR 9062

Leia mais

Estantes para Picking com passarelas

Estantes para Picking com passarelas Estantes para Picking com passarelas PICKING COM PASSARELAS A importância que tem o máximo aproveitamento do espaço dos armazéns requer soluções que permitam aceder aos níveis mais altos. Uma destas soluções

Leia mais

FOTOGRAFIAS. FOTO N o 1 FOTO N o 2. FOTO N o 3 FOTO N o 4. ENGENHARIA DE PERÍCIAS E AVALIAÇÕES Eng. Ricardo Henrique de Araujo Imamura

FOTOGRAFIAS. FOTO N o 1 FOTO N o 2. FOTO N o 3 FOTO N o 4. ENGENHARIA DE PERÍCIAS E AVALIAÇÕES Eng. Ricardo Henrique de Araujo Imamura FOTOGRAFIAS FOTO N o 1 FOTO N o 2 Vista do Edifício Araqua, situado à Rua Aurora N o 544 Saúde, Capital, sem Garagem, na Diligência de 02/02/2012. Vista do Edifício Araqua na Rua Aurora. FOTO N o 3 FOTO

Leia mais

PRIDE IPIRANGA RELATÓRIO DE ANDAMENTO DA OBRA PERÍODO JANEIRO E FEVEREIRO DE 2016

PRIDE IPIRANGA RELATÓRIO DE ANDAMENTO DA OBRA PERÍODO JANEIRO E FEVEREIRO DE 2016 RELATÓRIO DE ANDAMENTO DA OBRA PERÍODO JANEIRO E FEVEREIRO DE 2016 Andamento das Obras Civis Serviços concluídos até 29/02/16: Estacas Escavadas são as paredes de concreto, composta por estacas executadas

Leia mais

MEMORIAL DESCRITIVO DA 2ª ETAPA DA CONSTRUÇÃO DO BLOCO DE DIREITO

MEMORIAL DESCRITIVO DA 2ª ETAPA DA CONSTRUÇÃO DO BLOCO DE DIREITO MEMORIAL DESCRITIVO DA 2ª ETAPA DA CONSTRUÇÃO DO BLOCO DE DIREITO OBRA: CONSTRUÇÃO-BLOCO DIREITO PROPRIETÁRIO: FUNDAÇAO INTEGRADA MUNICIPAL DE ENSINO SUPERIOR DE MINEIROS (FIMES) ENDEREÇO OBRA:RUA 22 ESQ.

Leia mais

CATÁLOGO DE PRODUTOS Formas metálicas para produção de pré-fabricados de concreto

CATÁLOGO DE PRODUTOS Formas metálicas para produção de pré-fabricados de concreto CATÁLOGO DE PRODUTOS Formas metálicas para produção de pré-fabricados de concreto EMPRESA 2 EMPRESA POLÍTICA DA QUALIDADE Fundada em 2014, a Formatec Tecnologia em Formas Metálicas está Instalada no município

Leia mais

Inovação com foco no cliente. Case The One. São Paulo, 06 de novembro de Cidade, XX de XX de 20XX

Inovação com foco no cliente. Case The One. São Paulo, 06 de novembro de Cidade, XX de XX de 20XX Inovação com foco no cliente Cidade, XX de XX de 20XX Case The One São Paulo, 06 de novembro de 2014 Cenário: - Terreno de 4.400 m² na região da Av Faria Lima - Parceria Odebrecht/Zabo - Vocação : corporativo

Leia mais

Introdução aos Sistemas Estruturais

Introdução aos Sistemas Estruturais Introdução aos Sistemas Estruturais Tipos de Elementos Estruturais Com uma dimensão predominante: (vigas; cabos; tirantes; pilares; e bielas (barras bi-rotuladas comprimidas). Com duas dimensões predominantes:

Leia mais

Estantes de cantoneira perfurada. Estantes desmontáveis para cargas leves

Estantes de cantoneira perfurada. Estantes desmontáveis para cargas leves Estantes de cantoneira perfurada Estantes desmontáveis para cargas leves O sistema de armazenamento manual e de picking de cargas leves mais versátil e fácil de montar As estantes de cantoneira perfurada

Leia mais

SISMO BUILDING TECHNOLOGY, TECNOLOGIA DE CONSTRUÇÃO ANTI-SISMICA: APLICAÇÕES EM PORTUGAL

SISMO BUILDING TECHNOLOGY, TECNOLOGIA DE CONSTRUÇÃO ANTI-SISMICA: APLICAÇÕES EM PORTUGAL SÍSMICA 2007 7º CONGRESSO DE SISMOLOGIA E ENGENHARIA SÍSMICA 1 SISMO BUILDING TECHNOLOGY, TECNOLOGIA DE CONSTRUÇÃO ANTI-SISMICA: APLICAÇÕES EM PORTUGAL M.T. BRAZ CÉSAR Assistente IPBragança Bragança Portugal

Leia mais

TEMAS SUGERIDOS PARA PG - PROJETO DE GRADUAÇÃO Orientadores: Prof. Joaquim Mota / Profa. Magnólia M. Campêlo Mota

TEMAS SUGERIDOS PARA PG - PROJETO DE GRADUAÇÃO Orientadores: Prof. Joaquim Mota / Profa. Magnólia M. Campêlo Mota TEMAS SUGERIDOS PARA PG - PROJETO DE GRADUAÇÃO Orientadores: Prof. Joaquim Mota / Profa. Magnólia M. Campêlo Mota Prezados Alunos, Estamos apresentando sugestões de temas para PG nas áreas: Engenharia

Leia mais

Laje de concreto com esferas plásticas

Laje de concreto com esferas plásticas Laje de concreto com esferas plásticas Augusto Freire, engenheiro civil, diretor técnico da BubbleDeck Brasil BubbleDeck é um sistema construtivo formado por esferas plásticas contidas entre uma pré-laje

Leia mais

Fundações Diretas Rasas

Fundações Diretas Rasas Fundações Diretas Rasas Grupo: Anderson Martens Daniel Pereira Ricardo N. Lima Ronaldo Guedes Vitor A. Teruya Vivian R. Pestana Professor Manoel Vitor O que são fundações? Elementos estruturais cuja função

Leia mais

ETICS GF ETICS BT FABRIC. poliestireno extrudido. Aplicações recomendadas de placas de isolamento FIBRANxps MAESTRO INCLINE L 300 C I

ETICS GF ETICS BT FABRIC. poliestireno extrudido. Aplicações recomendadas de placas de isolamento FIBRANxps MAESTRO INCLINE L 300 C I poliestireno extrudido Aplicações recomendadas de placas de - L C - I 0 - L 00 - L 00 - L MAESTRO ETICS GF ETICS BT SB FABRIC INCLINE COBERTURAS Coberturas planas invertidas Coberturas planas invertidas

Leia mais

NOVAS CONSIDERAÇÕES PARA O PROJETO ESTRUTURAL: ESTRUTURAS MISTAS E HÍBRIDAS. Alexandre L. Vasconcellos Diretor Método Estruturas

NOVAS CONSIDERAÇÕES PARA O PROJETO ESTRUTURAL: ESTRUTURAS MISTAS E HÍBRIDAS. Alexandre L. Vasconcellos Diretor Método Estruturas NOVAS CONSIDERAÇÕES PARA O PROJETO ESTRUTURAL: ESTRUTURAS MISTAS E HÍBRIDAS Alexandre L. Vasconcellos Diretor Método Estruturas O que fazer para: Aumentar a produtividade Aumentar a qualidade das obras

Leia mais

Planilha Orçamentária

Planilha Orçamentária 1 SERVIÇOS PRELIMINARES,DEMOLIÇÕES,LIMPEZA 2.742,56 1.1 PLACA DE OBRA 6,00 m² 205,83 25,62 231,45 1.234,98 153,72 1.388,70 1.2 LIMPEZA PERMANENTE DA OBRA 66,00 h 0,37 7,37 7,74 24,32 486,42 510,74 1.3

Leia mais

Fotografia: V. Bigeard GYPSE A GUARDA PRUMO SIMPLES TRADICIONAL

Fotografia: V. Bigeard GYPSE A GUARDA PRUMO SIMPLES TRADICIONAL Fotografia: V. Bigeard GYPSE A GUARDA PRUMO SIMPLES TRADICIONAL Arquitecto: A. Sompairac. Fotografia: Xavier Benony GYPSE: um sistema construtivo de guardas com inúmeras possibilidades e com linhas minimalistas

Leia mais

Manutenção, Reparação e Modificação de Instalações Hoteleiras

Manutenção, Reparação e Modificação de Instalações Hoteleiras Manutenção, Reparação e Modificação de Instalações Hoteleiras Fundada em 1980 para actuar exclusivamente na área da reabilitação de estruturas, a Stap consolidou ao longo dos anos a sua posição como PME

Leia mais

Programa: Melhoria da infraestrutura escolar Nº do contrato: 0-yy / 0 88,52% (hora) Empreendimento: Galpão Multiuso DESCRIÇÃO DO SERVIÇO UNID. QUANT.

Programa: Melhoria da infraestrutura escolar Nº do contrato: 0-yy / 0 88,52% (hora) Empreendimento: Galpão Multiuso DESCRIÇÃO DO SERVIÇO UNID. QUANT. ORÇAMENTO ART/RRT Nº: 20152130286 BDI já incluso no orçamento: 2,04% Tomador: Município Tupãssi DATA BASE: fevereiro-2015 Encargos sociais s/ m.o. Programa: Melhoria da infraestrutura escolar Nº do contrato:

Leia mais

UNIDADE CURRICULAR PROJECTO DE ESTRUTURAS PARTE ESTRUTURAS METÁLICAS 6º SEMESTRE ENUNCIADOS DE PROBLEMAS AVALIAÇÃO A REALIZAR EM GRUPO

UNIDADE CURRICULAR PROJECTO DE ESTRUTURAS PARTE ESTRUTURAS METÁLICAS 6º SEMESTRE ENUNCIADOS DE PROBLEMAS AVALIAÇÃO A REALIZAR EM GRUPO UNIDADE CURRICULAR PROJECTO DE ESTRUTURAS PARTE ESTRUTURAS METÁLICAS 6º SEMESTRE ENUNCIADOS DE PROBLEMAS AVALIAÇÃO A REALIZAR EM GRUPO SEMESTRE INVERNO 2014/2015 Problema 1 A estrutura de pavimento de

Leia mais

Innovators in steel buildings Innovators in steel buildings CEPTRA

Innovators in steel buildings Innovators in steel buildings CEPTRA Innovators in steel buildings CEPTRA leveza ESTABILIDADE Apenas Na Frisomat para um bom desempenho são necessários apenas 2. Somente 2 pessoas são suficientes para montar uma construção Frisomat, num período

Leia mais

Projecto de Fundações e Estruturas do Edifício Administrativo do Parque de Materiais e Oficinas de Ceira.

Projecto de Fundações e Estruturas do Edifício Administrativo do Parque de Materiais e Oficinas de Ceira. INSTITUTO SUPERIOR DE ENGENHARIA DE LISBOA Departamento de Engenharia Civil ISEL Projecto de Fundações e Estruturas do Edifício Administrativo do Parque de Materiais e Oficinas de Ceira. Pedro André Gomes

Leia mais

1 Computação (2.º Semestre): Documentos para consulta no exame N.º. Nome completo: Curso: Foto:

1 Computação (2.º Semestre): Documentos para consulta no exame N.º. Nome completo: Curso: Foto: 1 N.º Nome completo: Curso: Foto: 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30 31 32 33 34 35 36 37 38 39 40 41 42 43 44 45 46 47 48 49 50 51 52 53 54 55 56 57 58 59 60

Leia mais

built build to ANDAIMES MP

built build to ANDAIMES MP uilt build to ANDAIMES ANDAIMES MP Andaime_Multidirecional MP 150 Empresa Projetos Produtos Andaimes e coberturas ANDAIME Multidirecional MP O sistema multidirecional MP é a solução moderna que reflete

Leia mais

TC-038 Construção Civil III

TC-038 Construção Civil III TC-038 Construção Civil III As primeiras casas em madeira transportadas para o local de montagem que temos notícia surgiram ainda no período colonial, como os casos das casas préfabricadas em 1578 levada

Leia mais

LEITURA E INTERPRETAÇÃO DE ELEMENTOS ESTRUTURAIS. Prof. Janine Gomes da Silva

LEITURA E INTERPRETAÇÃO DE ELEMENTOS ESTRUTURAIS. Prof. Janine Gomes da Silva LEITURA E INTERPRETAÇÃO DE PROJETOS ELEMENTOS ESTRUTURAIS ELEMENTOS ESTRUTURAIS - LAJES Elementos estruturais Elementos Lajes Elemento plano bidimensional Duas dimensões são da mesma ordem de grandeza

Leia mais

Ancoragem Mecânica de Barras em Vigas de Transição. Aplicação dos Critérios do ACI Wanderlan Paes Filho

Ancoragem Mecânica de Barras em Vigas de Transição. Aplicação dos Critérios do ACI Wanderlan Paes Filho Ancoragem Mecânica de Barras em Vigas de Transição Aplicação dos Critérios do ACI 318-2008 Wanderlan Paes Filho Ancoragem Mecânica de Barras -Introdução -NBR 6118 -Ensaios da Universidade do Texas (USA)

Leia mais

REFORÇO DE ESTRUTURAS POR ENCAMISAMENTO DE SECÇÕES

REFORÇO DE ESTRUTURAS POR ENCAMISAMENTO DE SECÇÕES REFORÇO DE ESTRUTURAS POR ENCAMISAMENTO DE SECÇÕES Aumento da secção transversal através da adição de armaduras suplementares e betão Campos de aplicação Aumentar a resistência de zonas comprimidas Necessidade

Leia mais

Pontes. Principais Tipos de Pontes. Conceituação. O uso do Aço na Arquitetura 1 Aluízio Fontana Margarido. Objetivo

Pontes. Principais Tipos de Pontes. Conceituação. O uso do Aço na Arquitetura 1 Aluízio Fontana Margarido. Objetivo Pontes O uso do Aço na Arquitetura 1 Aluízio Fontana Margarido 14 Objetivo Fornecer os elementos estruturais constituintes das pontes para permitir melhor entendimento de sua concepção. Conceituação Pontes

Leia mais