INDUSTRIALIZAÇÃO INDUSTRIALIZAÇÃO E NOVAS TECNOLOGIAS E TECNOLOGIAS ALTERNATIVAS

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "INDUSTRIALIZAÇÃO INDUSTRIALIZAÇÃO E NOVAS TECNOLOGIAS E TECNOLOGIAS ALTERNATIVAS"

Transcrição

1 INDUSTRIALIZAÇÃO E NOVAS TECNOLOGIAS E TECNOLOGIAS ALTERNATIVAS INDUSTRIALIZAÇÃO CONCEITOS É um método produtivo baseado na mecanização e num processo organizado de caráter repetitivo que requer continuidade. A industrialização é um processo pelo qual, através de avanços tecnológicos, conceitos e métodos organizacionais, e investimento de capital, tende a aumentar a produtividade e a melhorar o desempenho, ou seja, industrialização é uma maneira de organização. A organização é a essência da industrialização dos edifícios.

2 DESENVOLVIMENTO AS ORIGENS RECENTES DA PRÉ-FABRICAÇÃO Revolução industrial sistemas construtivos de ferro fundido (séc. XIX) arquitetura do aço; A industrialização da construção o aparecimento do cimento portland (Aspdin,1824) e o ferciment de Lambot (1856); A consolidação do concreto armado como material de construção (Monier, 1867) a pré-fabricação e a produção seriada de componentes DESENVOLVIMENTO a empresa Coignet, de Paris, emprega vigas pré-fabricadas de concreto no Cassino Biarritz; No princípio do século XX o arquiteto inglês John Brodie desenvolve o 1ºsistema de painéis préfabricados.

3 DESENVOLVIMENTO Após a segunda guerra, a opção pelo "grande painel" pré-fabricado de concreto como solução técnica e econômica, foi uma maneira de reconstruçào da Europa. DESENVOLVIMENTO TRÊS ETAPAS DA PRÉ-FABRICAÇÃO NA EUROPA 1950 a 1970: Produtividade e grandes negócios As realizações massivas na área de habitação; Uniformidade e rigidez na arquitetura e no urbanismo; Condição sine qua non: milhares de unidades agrupadas; Diminuição do número de elementos distintos; Flexibilidade zero.

4 DESENVOLVIMENTO Uniformidade e rigidez Posnan (Polônia) DESENVOLVIMENTO 1980 até a atualidade: Produtos com alta densidade tecnológica O desenvolvimento crescente de produtos com um alto valor agregado; A industrialização sutil à base de componentes pré-fabricados O CAD-Concreto de Alto Desempenho aplicado aos pré-fabricados de concreto; Os materiais compostos.

5 APLICAÇÕES ESTRUTURAS PRÉ-FABRICADAS Concreto de alta resistência e durabilidade; Alta qualidade de acabamento, sem a necessidade de revestimentos; Precisão milimétrica de montagem; Economia de escala; Rigoroso controle de qualidade presente em todas as etapas do processo: seleção dos insumos, execução em usina e montagem no canteiro de obras; Segurança ao fogo APLICAÇÕES PRÉ-FABRICAÇÃO PESADA: USOS ARQUITETÔNICOS E ESTRUTURAIS Pilares; Vigas; Lajes; Peças de cobertura; Painéis de fechamento.

6 APLICAÇÕES PAINÉIS ARQUITETÔNICOS Permitem um rápido fechamento de fachadas, particularmente quando já vêm com os caixilhos incorporados; Otimizam economicamente os empreendimentos, na medida em que oferecem condições de ocupação dos edifícios em um tempo menor que os fechamentos Convencionais; Possibilitam uma combinação quase ilimitada de cores, texturas e formas, ou seja, liberdade de projeto. APLICAÇÕES Edifício administrativo em Londres

7 ACABAMENTOS SUPERFICIAIS PAINEL ARQUITETÔNICO COM RELEVOS E ACABAMENTO SUPERFICIAL LISO ACABAMENTOS SUPERFICIAIS PAINEL ARQUITETÔNICO COM ACABAMENTO SUPERFICIAL TEXTURIZADO

8 A TECNOLOGIA DO GFRC E SUAS APLICAÇÕES OS MATERIAIS COMPOSTOS Pesquisa e desenvolvimento de soluções com matrizes de alto desempenho, associadas a materiais com altíssimo (carbono) e alto (inox e vidro) módulo de elasticidade; Desenvolvimento de aplicações aproveitando o elevado desempenho das matrizes e armaduras de alta durabilidade. GFRC: CONCRETO REFORÇADO COM FIBRA DE VIDRO DEFINIÇÃO É a designação do compósito à base de cimento, areia fina siliciosa, água e fibra de vidro álcali-resistente. A TECNOLOGIA DO GFRC E SUAS APLICAÇÕES PAINÉIS ARQUITETÔNICOS Centro comercial Colombo (Lisboa) Painéis de fechamento

9 A TECNOLOGIA DO GFRC E SUAS APLICAÇÕES PAINÉIS DE FECHAMENTO A TECNOLOGIA DO GFRC E SUAS APLICAÇÕES Hotel IBIS - Paulista INPAR (São Paulo) PAINÉIS DE FECHAMENTO e BANHEIROS PRONTOS Edifício LIVE & LODGE LUCIO ENGª (São Paulo) PAINÉIS DE FECHAMENTO e BANHEIROS PRONTOS

10 PAINÉIS DE GFRC CARACTERÍSTICAS LEVEZA - facilidade de transporte e montagem; LIGAÇÕES - Acessórios fabricados em aço inox ou galvanizados a fogo; FIXAÇÕES - Parafusos e buchas; ISOLAMENTO - Térmico e acústico; CAD - Resistência e durabilidade; INCOMBUSTIBILIDADE; MOLDABILIDADE - Facilidade para se obter detalhes arquitetônicos de maior complexidade; ACABAMENTO - externo e interno, com caixilhos. A TECNOLOGIA DO GFRC E SUAS APLICAÇÕES Produção painéis de fechamento

também de acordo com o Sistema Métrico Internacional e conforme exigência da norma ABNT

também de acordo com o Sistema Métrico Internacional e conforme exigência da norma ABNT STEEL FRAME O Steel Frame é uma alternativa já consolidada e amplamente usada há dezenas de anos em países desenvolvidos. Ao contrário das estruturas convencionais de construção, são usados perfis de aço

Leia mais

3. Estruturas pré fabricadas de concreto armado: fabricação e montagem

3. Estruturas pré fabricadas de concreto armado: fabricação e montagem 3. Estruturas pré fabricadas de concreto armado: fabricação e montagem www.projepar.com.br/imagens/prefabricados_foto1.gif Prof a. Ph.D. Jamilla Lutif Teixeira Jamilla.teixeira@ufes.br SUMÁRIO 3.1 INTRODUÇÃO

Leia mais

Painéis de garrafas PET e argamassa armada FICHA CATALOGRÁFICA NOVEMBRO/2014

Painéis de garrafas PET e argamassa armada FICHA CATALOGRÁFICA NOVEMBRO/2014 Tecnologias, Sistemas Construtivos e Tipologias para Habitações de Interesse Social Painéis de garrafas PET e argamassa armada FICHA CATALOGRÁFICA NOVEMBRO/2014 Tecnologias, Sistemas Construtivos e Tipologias

Leia mais

EMPRESA. Cobrimos todo território nacional com frota própria.

EMPRESA. Cobrimos todo território nacional com frota própria. EMPRESA Fundada em 1994, na cidade de Ribeirão Preto, a Aço Riber é referência no mercado de aços e laminados. Hoje a empresa conta com um estoque de produtos que garante a seus clientes segurança e tranquilidade.

Leia mais

Concreto de Alto Desempenho

Concreto de Alto Desempenho Programa de Pós-Graduação em Engenharia Urbana Universidade Estadual de Maringá Centro de Tecnologia Departamento de Engenharia Civil Concretos Especiais Concreto de Alto Desempenho Material de alta resistência

Leia mais

Diretrizes de Projeto de Revestimento de Fachadas com Argamassa

Diretrizes de Projeto de Revestimento de Fachadas com Argamassa Diretrizes de Projeto de Revestimento de Fachadas com Argamassa 2. Deficiência x Excelência Elaboração Estruturas de Concreto e Revestimentos de Argamassa 7 Estruturas de Concreto e Revestimentos de Argamassa

Leia mais

CONCRETO. FMC Profª Bárbara Silvéria

CONCRETO. FMC Profª Bárbara Silvéria CONCRETO FMC Profª Bárbara Silvéria Concreto - conceito O concreto é um material de construção resultante da mistura de aglomerante, agregados e água, formando um bloco monolítico; Concreto conceito A

Leia mais

AULA 5. Materiais de Construção II. 1 Características de armaduras para Betão Armado e Pré-esforçado

AULA 5. Materiais de Construção II. 1 Características de armaduras para Betão Armado e Pré-esforçado AULA 5 Materiais de Construção II II Aços para Construção Características de armaduras para Betão Armado e Pré-esforçado; Estruturas de Aço;. 1 Características de armaduras para Betão Armado e Pré-esforçado

Leia mais

TECNOLOGIA DA CONSTRUÇÃO II CÓDIGO: IT837 CRÉDITOS: T2-P2 INSTITUTO DE TECNOLOGIA DEPARTAMENTO DE ARQUITETURA E URBANISMO

TECNOLOGIA DA CONSTRUÇÃO II CÓDIGO: IT837 CRÉDITOS: T2-P2 INSTITUTO DE TECNOLOGIA DEPARTAMENTO DE ARQUITETURA E URBANISMO TECNOLOGIA DA CONSTRUÇÃO II CÓDIGO: IT837 CRÉDITOS: T2-P2 INSTITUTO DE TECNOLOGIA DEPARTAMENTO DE ARQUITETURA E URBANISMO OBJETIVO DA DISCIPLINA: Fornecer ao aluno as informações necessárias sobre a constituição,

Leia mais

Técnicas de construção. Vedações Verticais. Profa. Keila Bento

Técnicas de construção. Vedações Verticais. Profa. Keila Bento Técnicas de construção Vedações Verticais Profa. Keila Bento Vedações verticais Definição UM SUBSISTEMA DOS EDIFÍCIOS CONSTITUÍDO PELOS ELEMENTOS QUE: DEFINEM E LIMITAM VERTICALMENTE O EDIFÍCIO E SEUS

Leia mais

SISTEMA CONSTRUTIVO EM STELL FRAME FICHA CATALOGRÁFICA-4 DATA: DEZEMBRO/2010.

SISTEMA CONSTRUTIVO EM STELL FRAME FICHA CATALOGRÁFICA-4 DATA: DEZEMBRO/2010. Tecnologias, sistemas construtivos e tipologias para habitações de interesse social em reassentamentos. SISTEMA CONSTRUTIVO EM STELL FRAME FICHA CATALOGRÁFICA-4 DATA: DEZEMBRO/2010. Tecnologias, sistemas

Leia mais

Estudo de Caso: Precon Engenharia S.A.

Estudo de Caso: Precon Engenharia S.A. Estudo de Caso: Precon Engenharia S.A. Instituto Falcão Bauer da Qualidade Rua Aquinos, 111 Prédio III 3º andar Água Branca São Paulo - SP CEP 05036-070 Tel./Fax: (11) 3611-1729 www.ifbq.org.br Painéis

Leia mais

SISTECCON. Sistema Tecnológico de Construção Ltda. Formas plásticas modulares

SISTECCON. Sistema Tecnológico de Construção Ltda. Formas plásticas modulares SISTECCON Sistema Tecnológico de Construção Ltda. Formas plásticas modulares Empresa de base tecnológica com sede em Pelotas/RS, voltada a construção seriada, em grande escala, de casas, edifícios e indústrias,

Leia mais

TECNOLOLOGIA BUBBLEDECK AMPLIAÇÃO DO EDIFÍCIO GARAGEM DO GALEÃO

TECNOLOLOGIA BUBBLEDECK AMPLIAÇÃO DO EDIFÍCIO GARAGEM DO GALEÃO TECNOLOLOGIA BUBBLEDECK AMPLIAÇÃO DO EDIFÍCIO GARAGEM DO GALEÃO Rio de Janeiro, 14 de outubro de 2015 01 RESUMO DA SITUAÇÃO 01 Ampliação do Aeroporto 01 Planta de Situação Ampliação do Edifício Garagem

Leia mais

LAJES PRÉ-MOLDADAS. GRADUAÇÃO Florestal AULA. Prof. Adriano Wagner Ballarin Prof. Marco Antonio Martin Biaggioni. Construções Rurais

LAJES PRÉ-MOLDADAS. GRADUAÇÃO Florestal AULA. Prof. Adriano Wagner Ballarin Prof. Marco Antonio Martin Biaggioni. Construções Rurais LAJES PRÉ-MOLDADAS Prof. Adriano Wagner Ballarin Prof. Marco Antonio Martin Biaggioni GRADUAÇÃO Florestal AULA 10 Aula 10b Lajes pré-moldadas 1 1. Definições São estruturas de concreto armado ou mistas,

Leia mais

Grupo de Trabalho sobre Construção Industrializada do Programa Compete Brasil, do DECONCIC-FIESP

Grupo de Trabalho sobre Construção Industrializada do Programa Compete Brasil, do DECONCIC-FIESP Grupo de Trabalho sobre Construção Industrializada do Programa Compete Brasil, do DECONCIC-FIESP Objetivo: discutir conceitos Construção industrializada X Processos construtivos industrializados 2 CONFUSÃO!

Leia mais

CONSTRUÇÃO INDUSTRIALIZADA PLACAS CIMENTÍCIAS, PAINÉIS E ACESSÓRIOS BRASILIT PARA A EXECUÇÃO DA SUA OBRA

CONSTRUÇÃO INDUSTRIALIZADA PLACAS CIMENTÍCIAS, PAINÉIS E ACESSÓRIOS BRASILIT PARA A EXECUÇÃO DA SUA OBRA CONSTRUÇÃO INDUSTRIALIZADA PLACAS CIMENTÍCIAS, PAINÉIS E ACESSÓRIOS BRASILIT PARA A EXECUÇÃO DA SUA OBRA Facilite com Brasilit PLACAS E PAINÉIS BRASILIT. A RAPIDEZ E A PRATICIDADE ALIADAS À ELEGÂNCIA E

Leia mais

MATERIAIS ALTERNATIVOS

MATERIAIS ALTERNATIVOS UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE - FURG Tecnologia em Construção de Edifícios MATERIAIS ALTERNATIVOS Leandro C. de Lemos Pinheiro Leandro Gularte Blois Jesus Alvarenga João Paulo Rio Grande RS 28/06/2011

Leia mais

METAIS, AÇOS E PROCESSOS SIDERÚRGICOS

METAIS, AÇOS E PROCESSOS SIDERÚRGICOS METAIS, AÇOS E PROCESSOS SIDERÚRGICOS METAIS Podem ser moldados; São dúcteis (deformam antes de romper); Bons condutores de energia elétrica e calor. OBTENÇÃO DOS METAIS OBTENÇÃO DOS METAIS OBTENÇÃO DOS

Leia mais

EXECUÇÃO DE REVESTIMENTO EM EDIFICAÇÕES DE ALVENARIA ESTRUTURAL ENGENHEIROS FERNANDO LUCAS MATEUS SOUZA RODRIGO DE MORAES FARIAS

EXECUÇÃO DE REVESTIMENTO EM EDIFICAÇÕES DE ALVENARIA ESTRUTURAL ENGENHEIROS FERNANDO LUCAS MATEUS SOUZA RODRIGO DE MORAES FARIAS EXECUÇÃO DE REVESTIMENTO EM EDIFICAÇÕES DE ALVENARIA ESTRUTURAL ENGENHEIROS FERNANDO LUCAS MATEUS SOUZA RODRIGO DE MORAES FARIAS 25 de setembro de 2009 OBRA CITTÀ LAURO DE FREITAS Perspectiva da entrada

Leia mais

INSTITUTO SENAI DE INOVAÇÃO CENTRO EMPRESARIAL DE DESENVOLVIMENTO E INOVAÇÃO DA INDÚSTRIA ELÉTRICA E ELETRÔNICA

INSTITUTO SENAI DE INOVAÇÃO CENTRO EMPRESARIAL DE DESENVOLVIMENTO E INOVAÇÃO DA INDÚSTRIA ELÉTRICA E ELETRÔNICA INSTITUTO SENAI DE INOVAÇÃO CENTRO EMPRESARIAL DE DESENVOLVIMENTO E INOVAÇÃO DA INDÚSTRIA ELÉTRICA E ELETRÔNICA Propriedade: SENAI Área: 217 mil metros quadrados Jan/2015 Mai/2016 Set/2016 Mai/2016 Mai/2016

Leia mais

Projetista: Charles José Reis Hipólito. Empresa: Cassol Pré-Fabricados Ltda. Obra: Edifício Garagem Deck Park Praia de Belas

Projetista: Charles José Reis Hipólito. Empresa: Cassol Pré-Fabricados Ltda. Obra: Edifício Garagem Deck Park Praia de Belas Projetista: Charles José Reis Hipólito Empresa: Cassol Pré-Fabricados Ltda. Obra: Edifício Garagem Deck Park Praia de Belas www.cassol.ind.br INFORMAÇÕES GERAIS DA OBRA Localização da Obra : Av. Praia

Leia mais

Simplicidade. é obter o máximo, com o mínimo. Koichi Kawana

Simplicidade. é obter o máximo, com o mínimo.  Koichi Kawana Simplicidade é obter o máximo, com o mínimo Koichi Kawana www.tecwall.com.br Seu problema: Industrializar o processo construtivo Reduzir custos Reduzir prazos Melhorar a qualidade Nossa solução: Sistema

Leia mais

DESENVOLVIMENTO DO PROJETO DE UMA ESTRUTURA (ETAPA PRELIMINAR)

DESENVOLVIMENTO DO PROJETO DE UMA ESTRUTURA (ETAPA PRELIMINAR) DESENVOLVIMENTO DO PROJETO DE UMA ESTRUTURA (ETAPA PRELIMINAR) DADOS NECESSÁRIOS PARA DEFINIR O PRODUTO (ESTRUTURA): Projeto Arquitetônico Plantas dos pavimentos tipos/subsolo/cobertura/ático Número de

Leia mais

O Sistema Dreamdomus Painéis

O Sistema Dreamdomus Painéis Construção Modular Conceito A equipa técnica da dreamdomus aprofundou o conceito de pré-fabricação, levando ao limite a noção de economia habitualmente associada a este tipo de construção, conseguindo

Leia mais

WWW.PAINEISTERMOISOLANTES.COM.BR Sistema construtivo industrializado alinhado aos critérios da norma de desempenho para empreendimentos habitacionais Giovani Oliveira Gerente do Segmento Revestimentos

Leia mais

Produzimos Solidez. produzimos solidez

Produzimos Solidez. produzimos solidez Produzimos Solidez produzimos solidez www.pribetoes.com PRODUZIMOS SOLIDEZ A PriBetões, estuda, desenvolve e produz sistemas estruturais pré-fabricados para o Sector Público, Indústria, Comércio e Habitação.

Leia mais

02 CARACTERÍSTICAS DA CONSTRUÇÃO INDUSTRIALIZADA -ASPECTOS FUNDAMENTAIS -

02 CARACTERÍSTICAS DA CONSTRUÇÃO INDUSTRIALIZADA -ASPECTOS FUNDAMENTAIS - 02 CARACTERÍSTICAS DA CONSTRUÇÃO INDUSTRIALIZADA -ASPECTOS FUNDAMENTAIS - AULA PASSADA Diferenciação das construções com relação as suas características (localização, uso, material, processo produtivo)

Leia mais

Aços Longos. Telas Soldadas Nervuradas

Aços Longos. Telas Soldadas Nervuradas Aços Longos Telas Soldadas Nervuradas Registro Compulsório 272/2011 Telas Soldadas Nervuradas Qualidade As Telas Soldadas de Aço Nervurado ArcelorMittal são armaduras pré-fabricadas constituídas por fios

Leia mais

REVESTIMENTOS Escolha do Sistema de Revestimento

REVESTIMENTOS Escolha do Sistema de Revestimento 200888 Técnicas das Construções I REVESTIMENTOS Escolha do Sistema de Revestimento Prof. Carlos Eduardo Troccoli Pastana pastana@projeta.com.br (14) 3422-4244 AULA 13 EXERCÍCIO 1 ESCOLHA DO SISTEMA DE

Leia mais

Soluções para Autoconstrução Praticidade, economia e agilidade na sua obra

Soluções para Autoconstrução Praticidade, economia e agilidade na sua obra Aços Longos Soluções para Autoconstrução Praticidade, economia e agilidade na sua obra Arame Recozido Trançadinho Recozido Prático Sapatas Recozido Fácil Pregos Treliças Nervuradas Murfor Produto Belgo

Leia mais

Sumário. NESTE DOCUMENTO: Introdução. Metodologia. Vantagens & Benefícios. Dúvidas Frequentes dos Clientes. Bem-vindo ao Informativo da Empresa!

Sumário. NESTE DOCUMENTO: Introdução. Metodologia. Vantagens & Benefícios. Dúvidas Frequentes dos Clientes. Bem-vindo ao Informativo da Empresa! I N F O R M A T I V O S T E E L F R A M E Guia Rápido Sumário Bem-vindo ao Informativo da Empresa! NESTE DOCUMENTO: Introdução Metodologia Vantagens & Benefícios Dúvidas Frequentes dos Clientes Introdução

Leia mais

Telas Soldadas Nervuradas Belgo

Telas Soldadas Nervuradas Belgo Telas Soldadas Nervuradas Belgo As Telas Soldadas de Aço Nervurado são uma armadura pré-fabricada, constituída por fios de aço Belgo 60 nervurado longitudinais e transversais, de alta resistência mecânica,

Leia mais

Técnicas das Construções I ALVENARIA. Prof. Carlos Eduardo Troccoli Pastana (14) AULA 6

Técnicas das Construções I ALVENARIA. Prof. Carlos Eduardo Troccoli Pastana (14) AULA 6 200888 Técnicas das Construções I ALVENARIA Prof. Carlos Eduardo Troccoli Pastana pastana@projeta.com.br (14) 3422-4244 AULA 6 Objetivos: 1. DISCUTIR A IMPORTÂNCIA DA ALVENARIA DE VEDAÇÃO. 2. DISCUTIR

Leia mais

2. ENVOLVENTES PESADAS - Parte II

2. ENVOLVENTES PESADAS - Parte II 2. ENVOLVENTES PESADAS - Parte II Em La construcción de la arquitectura (ITeC, Barcelona 1985) Ignacio Paricio classifica as envolventes de acordo com as seguintes categorias: - Com capacidade resistente;

Leia mais

APLICAÇÕES ESPECIAIS DO CONCRETO AUTOADENSÁVEL

APLICAÇÕES ESPECIAIS DO CONCRETO AUTOADENSÁVEL APLICAÇÕES ESPECIAIS DO CONCRETO AUTOADENSÁVEL Eng. Civil Augusto Masiero Gil Analista de Projetos no itt Performance Mestrando PPGEC Universidade do Vale do Rio dos Sinos UNISINOS Concreto autoadensável.

Leia mais

Placa Cimento-Madeira

Placa Cimento-Madeira Placa Cimento-Madeira INFORMAÇÃO GERAL: Painel de superfície lisa ou rugosa para diferentes aplicações. COMPOSIÇÃO: 75% Cimento 25% Madeira APRESENTADA COMO: B1 / A2 Bruto / Lixado Lisa / Bordo Maquinado

Leia mais

Elementos de vedação e divisórios

Elementos de vedação e divisórios UNIV. FEDERAL DE OURO PRETO Escola de Minas DECIV CIV601 - Técnicas Construtivas Elementos de vedação e divisórios Prof. Guilherme Brigolini CONCEITUAÇÃO vedação vertical: elementos que compartimentam

Leia mais

PAVILHÕES PARA INDÚSTRIA E AGRICULTURA. Sistemas em aço para apoio e armazenamento. Catálogo Geral XFRAME

PAVILHÕES PARA INDÚSTRIA E AGRICULTURA. Sistemas em aço para apoio e armazenamento. Catálogo Geral XFRAME PAVILHÕES PARA INDÚSTRIA E AGRICULTURA Sistemas em aço para apoio e armazenamento Catálogo Geral 016.01 0 PAVILHÕES CHAVE NA MÃO SOLUÇÃO INTEGRAL Solução desenvolvida e industrializada de forma a ser facilmente

Leia mais

Indústria da Construção Civil:

Indústria da Construção Civil: Indústria da Construção Civil: Introdução Industria da Construção Civil 1 Construção Civil A construção civil divide-se em três subsetores: 1. edificações, responsável pela construção de edifícios; 2.

Leia mais

4. Classificação dos materiais quanto à função:

4. Classificação dos materiais quanto à função: 1. Introdução A disciplina Materiais de Construção tem a sua importância na formação e no exercício profissional por ser um pré-requisito a ser aplicado em Técnicas Construtivas, que posteriormente serão

Leia mais

Empreitada de Reabilitação da Cobertura e Fachada do centro de saúde de sete Rios

Empreitada de Reabilitação da Cobertura e Fachada do centro de saúde de sete Rios Empreitada de Reabilitação da Cobertura e Fachada do centro de saúde de sete Rios Projeto de Execução Memória Descritiva e Justificativa ARSLVT Administração Regional de Saúde de Lisboa e Vale do Tejo,

Leia mais

As lajes e seus valores agregados

As lajes e seus valores agregados As lajes e seus valores agregados Por Heloisa Amorim de Medeiros Junto com as mudanças na maneira de construir, influenciada principalmente pela industrialização e racionalização do processo construtivo,

Leia mais

VISAOESTE CAIXILHARIA, FACHADA, COBERTURA E GRADEAMENTOS SISTEMA DE FACHADA E COBERTURA

VISAOESTE CAIXILHARIA, FACHADA, COBERTURA E GRADEAMENTOS SISTEMA DE FACHADA E COBERTURA CAIXILHARIA, FACHADA, COBERTURA E GRADEAMENTOS SISTEMA DE FACHADA E COBERTURA SISTEMA DE FACHADA SCHÜCO FWS 50 / FWS 60 A fachada Schüco FWS 50 / FWS 60 estabelece novos padrões de produção e eficiência

Leia mais

LSF. É mais do que um método construtivo... É um conceito de habitação totalmente novo! Convidamo-lo a conhecer todas as vantagens.

LSF. É mais do que um método construtivo... É um conceito de habitação totalmente novo! Convidamo-lo a conhecer todas as vantagens. LSF É mais do que um método construtivo... É um conceito de habitação totalmente novo! Convidamo-lo a conhecer todas as vantagens. Segurança Segurança Segurança Segurança Conforto Conforto Conforto Conforto

Leia mais

Materiais de Construção. Prof. Aline Fernandes de Oliveira, Arquiteta Urbanista 2010

Materiais de Construção. Prof. Aline Fernandes de Oliveira, Arquiteta Urbanista 2010 Materiais de Construção de Oliveira, Arquiteta Urbanista 2010 APLICAÇÕES DOS MATERIAIS NA ARQUITETURA O ENVELOPE MADEIRAS MADEIRAS MADEIRAS MADEIRAS MADEIRAS MADEIRAS MADEIRAS MADEIRAS MADEIRAS MADEIRAS

Leia mais

O que é alvenaria estrutural? Uso de paredes simultaneamente como elementos de vedação e resistente às cargas verticais e horizontais.

O que é alvenaria estrutural? Uso de paredes simultaneamente como elementos de vedação e resistente às cargas verticais e horizontais. O que é alvenaria estrutural? Uso de paredes simultaneamente como elementos de vedação e resistente às cargas verticais e horizontais. Potencial da Alvenaria Estrutural Déficit brasileiro = 12 milhões

Leia mais

FACULDADE SUDOESTE PAULISTA

FACULDADE SUDOESTE PAULISTA FACULDADE SUDOESTE PAULISTA Ciência e Tecnologia de Materiais Prof. Msc. Patrícia Correa Revisão -Propriedades ópticas em materiais -Propriedades magnéticas -Metais -Cerâmicas -Polímeros Propriedades ópticas

Leia mais

O QUE É EPS ( EXPANDED POLYS

O QUE É EPS ( EXPANDED POLYS CONSTRUÇÃO CIVIL O QUE É ( EXPANDED POLYS TYRENE)? é a sigla internacional do Poliestireno Expandido, de acordo com a definição da norma DIN ISO 1043/78. O é um plástico celular rígido, resultado da polimerização

Leia mais

B) CLASSIFICAÇÃO SEGUNDO TEIXEIRA TRIGO (Portugal)

B) CLASSIFICAÇÃO SEGUNDO TEIXEIRA TRIGO (Portugal) A) CLASSIFICAÇÃO SEGUNDO A JUNTA DEL ACUERDO DE CARTAGENA JUNTA DEL ACUERDO DE CARTAGENA. Manual de diseño para maderas del grupo andino. Lima: Junta del Acuerdo de Cartagena / PADT-REFORT, 1984. (países

Leia mais

AVALIAÇÃO DO BIOCRETO COM FIBRAS MINERALIZADAS DE BANANEIRA. Viviane da Costa Correia 1, José Dafico Alves 2

AVALIAÇÃO DO BIOCRETO COM FIBRAS MINERALIZADAS DE BANANEIRA. Viviane da Costa Correia 1, José Dafico Alves 2 AVALIAÇÃO DO BIOCRETO COM FIBRAS MINERALIZADAS DE BANANEIRA Viviane da Costa Correia 1, José Dafico Alves 2 1 Bolsista PBIC/UEG, graduada no Curso de Engenharia Agrícola, UNUCET - UEG. 2 Orientador, docente

Leia mais

Utilização de materiais compósitos de matriz polimérica na reabilitação urbana Susana Cabral-Fonseca

Utilização de materiais compósitos de matriz polimérica na reabilitação urbana Susana Cabral-Fonseca Utilização de materiais compósitos de matriz polimérica na reabilitação urbana Susana Cabral-Fonseca Investigadora Auxiliar LNEC Compósitos de matriz polimérica reforçados com fibras (FRP) Aplicação dos

Leia mais

CONSTRUÇÃO CIVIL II ENG 2333 (2016/1)

CONSTRUÇÃO CIVIL II ENG 2333 (2016/1) ENG 2333 (2016/1) Aula 12 Forros FORROS Definição: Revestimento da face inferior da laje ou de telhados de modo a constituir a superfície superior de um ambiente fechado FORROS FORROS Critérios de escolha:

Leia mais

MEMORIAL DESCRITIVO DA 2ª ETAPA DA CONSTRUÇÃO DO BLOCO DE DIREITO

MEMORIAL DESCRITIVO DA 2ª ETAPA DA CONSTRUÇÃO DO BLOCO DE DIREITO MEMORIAL DESCRITIVO DA 2ª ETAPA DA CONSTRUÇÃO DO BLOCO DE DIREITO OBRA: CONSTRUÇÃO-BLOCO DIREITO PROPRIETÁRIO: FUNDAÇAO INTEGRADA MUNICIPAL DE ENSINO SUPERIOR DE MINEIROS (FIMES) ENDEREÇO OBRA:RUA 22 ESQ.

Leia mais

FICHA TÉCNICA. Isolamento Térmico de fachadas pelo exterior. nº 17. Nº Pág.s: Fevereiro 2007

FICHA TÉCNICA. Isolamento Térmico de fachadas pelo exterior. nº 17. Nº Pág.s: Fevereiro 2007 nº 17 FICHA TÉCNICA Isolamento Térmico de fachadas pelo exterior Nº Pág.s: 07 17 12 Fevereiro 2007 Isolamento Térmico de fachadas pelo exterior 01 Para responder às crescentes exigências de conforto higrotérmico,

Leia mais

TECNOLOGIA INOVADORA PARA PROJETOS INTELIGENTES

TECNOLOGIA INOVADORA PARA PROJETOS INTELIGENTES TECNOLOGIA INOVADORA PARA PROJETOS INTELIGENTES A linha de Soluções Construtivas Eternit foi pensada para facilitar o desempenho do projeto na prática, para agregar qualidade e proporcionar um resultado

Leia mais

Formas e Escoramentos ECONOMIA, QUALIDADE E SEGURANÇA NOSSO OBJETIVO: ATENDER BEM PARA ATENDER SEMPRE

Formas e Escoramentos ECONOMIA, QUALIDADE E SEGURANÇA NOSSO OBJETIVO: ATENDER BEM PARA ATENDER SEMPRE ECONOMIA, QUALIDADE E SEGURANÇA NOSSO OBJETIVO: ATENDER BEM PARA ATENDER SEMPRE VIGAS H20 Utilizada como viga principal no nosso sistema de escoramento, a Viga H20 é um material de ponta na construção

Leia mais

DESEMPENHO DAS EDIFICAÇÕES

DESEMPENHO DAS EDIFICAÇÕES DESEMPENHO DAS EDIFICAÇÕES SUMÁRIO Conceito e Definição de Desempenho Histórico do desempenho das edificações; Abordagem de desempenho nas edificações; Norma Prescritivas X Normas de Desempenho; Metodologia

Leia mais

SISTEMA DE VEDAÇÃO VERTICAL EXTERNA EM GRC E COBERTURA PARA EDIFICAÇÕES DE BAIXO CUSTO

SISTEMA DE VEDAÇÃO VERTICAL EXTERNA EM GRC E COBERTURA PARA EDIFICAÇÕES DE BAIXO CUSTO SISTEMA DE VEDAÇÃO VERTICAL EXTERNA EM GRC E COBERTURA PARA EDIFICAÇÕES DE BAIXO CUSTO 1 Introdução A indústria da construção civil passa por um momento de grande euforia, com obras sendo executadas em

Leia mais

1. EVOLUÇÃO DA CONSTRUÇÃO INDUSTRIALIZADA

1. EVOLUÇÃO DA CONSTRUÇÃO INDUSTRIALIZADA 1. EVOLUÇÃO DA CONSTRUÇÃO INDUSTRIALIZADA 1.1 INTRODUÇÃO As construções são diferenciadas uma das outras por suas características. Essas características são classificadas quanto a: 1 - localização; 2 -

Leia mais

C 10/2 PT Jornal Oficial da União Europeia

C 10/2 PT Jornal Oficial da União Europeia C 10/2 PT Jornal Oficial da União Europeia 13.1.2017 Comunicação da Comissão no âmbito da execução do Regulamento (UE) n. o 305/2011 do Parlamento Europeu e do Conselho que estabelece condições harmonizadas

Leia mais

1.4. Sistemas estruturais em madeira

1.4. Sistemas estruturais em madeira 1.4. Sistemas estruturais em madeira 1.4.1. Análise estrutural Estuda as estruturas se preocupando basicamente com a determinação dos esforços e das deformações a que elas estão submetidas quando solicitadas

Leia mais

Aço Cortén CCM NaturaCor. Cobre CCM Green Naturabond. Aço Cortén Naturacor. Aço Inox

Aço Cortén CCM NaturaCor. Cobre CCM Green Naturabond. Aço Cortén Naturacor. Aço Inox Aço Cortén CCM NaturaCor Cobre CCM Green Naturabond Aço Cortén Aço Inox Cobre CCM Natural Naturabond A Linha Naturabond oferece painéis compostos em diferentes acabamentos, com núcleo termoplástico e face

Leia mais

CANTONEIRAS DE ABAS IGUAIS GERDAU

CANTONEIRAS DE ABAS IGUAIS GERDAU CANTONEIRAS DE ABAS IGUAIS GERDAU CANTONEIRA DE ABAS IGUAIS GERDAU Por sua ampla gama de bitolas e pela qualidade de seu aço, proporciona flexibilidade no dimensionamento das mais diversas estruturas,

Leia mais

PORTAS SECCIONAIS PORTAS SECCIONAIS INDUSTRIAIS DS NÃO É APENAS A ESCOLHA CORRETA. É A MELHOR ESCOLHA.

PORTAS SECCIONAIS PORTAS SECCIONAIS INDUSTRIAIS DS NÃO É APENAS A ESCOLHA CORRETA. É A MELHOR ESCOLHA. PORTAS SECCIONAIS PORTAS SECCIONAIS INDUSTRIAIS DS NÃO É APENAS A ESCOLHA CORRETA. É A MELHOR ESCOLHA. Portas Seccionais industriais A DOCKSTEEL oferece uma linha completa de portas seccionais comerciais

Leia mais

Inovação e inclusão social através do uso de materiais plásticos na construção civil. Erivelto Mussio

Inovação e inclusão social através do uso de materiais plásticos na construção civil. Erivelto Mussio Inovação e inclusão social através do uso de materiais plásticos na construção civil Erivelto Mussio EMPRESA ARTECOLA E MARCOPOLO VISÃO ATÉ 2018 Ser a empresa referência nacional em sistemas construtivos

Leia mais

Ariosvaldo S. Vieira Coord. Desenvolvimento Novos Produtos e Processos

Ariosvaldo S. Vieira Coord. Desenvolvimento Novos Produtos e Processos Ariosvaldo S. Vieira Coord. Desenvolvimento Novos Produtos e Processos Introdução Concreto, aço e madeira têm sido os materiais proeminentes utilizados na indústria da construção civil por muitas décadas,

Leia mais

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular SISTEMAS CONSTRUTIVOS Ano Lectivo 2012/2013

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular SISTEMAS CONSTRUTIVOS Ano Lectivo 2012/2013 Programa da Unidade Curricular SISTEMAS CONSTRUTIVOS Ano Lectivo 2012/2013 1. Unidade Orgânica Arquitectura e Artes (1º Ciclo) 2. Curso Arquitectura 3. Ciclo de Estudos 1º 4. Unidade Curricular SISTEMAS

Leia mais

Modernidade e inteligência. a serviço da construção. Eterplac Eterplac Wood Eterplac Stone Eterplac Color Painel Wall Pratic Wall

Modernidade e inteligência. a serviço da construção. Eterplac Eterplac Wood Eterplac Stone Eterplac Color Painel Wall Pratic Wall Modernidade e inteligência a serviço da construção Eterplac Eterplac Wood Eterplac Stone Eterplac Color Painel Wall Pratic Wall Com o objetivo de superar expectativas, acompanhar e influenciar a evolução

Leia mais

A Planivis incorpora nas suas construções modulares materiais sustentáveis, nomeadamente*:

A Planivis incorpora nas suas construções modulares materiais sustentáveis, nomeadamente*: Princípio construtivo: O conceito de construção modular, assenta na execução de módulos com uma estrutura metálica mista, 100% reciclável, de aço laminado a quente (aço pesado ) e aço leve galvanizado.

Leia mais

poder de compra x custo da construção

poder de compra x custo da construção ALVENARIA ESTRUTURAL - introdução e materiais - Engenheiro Civil - Ph.D. 85-3244-3939 9982-4969 la99824969@yahoo.com.br poder de compra: poder de compra x custo da construção custo da construção: tecnologia:

Leia mais

VISAOESTE CAIXILHARIA, FACHADA, COBERTURA E GRADEAMENTOS SISTEMA DE SEGURANÇA ANTI-FURTO E À PROVA DE BALA

VISAOESTE CAIXILHARIA, FACHADA, COBERTURA E GRADEAMENTOS SISTEMA DE SEGURANÇA ANTI-FURTO E À PROVA DE BALA CAIXILHARIA, FACHADA, COBERTURA E GRADEAMENTOS SISTEMA DE SEGURANÇA ANTI-FURTO E À PROVA DE BALA SISTEMA DE SEGURANÇA ANTI-FURTO E ANTI-BALA Janela Schüco AWS 90 BR Porta Schüco ADS 90 BR Especialmente

Leia mais

Título: Comportamento mecânico de materiais compósitos FRP a temperatura elevada. Orientador: João Ramôa Correia

Título: Comportamento mecânico de materiais compósitos FRP a temperatura elevada. Orientador: João Ramôa Correia Título: Comportamento mecânico de materiais compósitos FRP a temperatura elevada Os materiais compósitos de polímero reforçado com fibras (FRP) apresentam diversas vantagens face aos materiais tradicionais

Leia mais

Desempenho em serviço Prof. Maristela Gomes da Silva

Desempenho em serviço Prof. Maristela Gomes da Silva Desempenho em serviço Prof. Maristela Gomes da Silva Departamento de Engenharia Civil Bibliografia referência para esta aula ISAIA, G. C. (editor) Materiais de Construção Civil e Princípios de ciência

Leia mais

A KitFrame oferece um produto diferenciado, com elevado padrão de qualidade e a preços muito competitivos. Isso por investir continuamente em

A KitFrame oferece um produto diferenciado, com elevado padrão de qualidade e a preços muito competitivos. Isso por investir continuamente em A KitFrame oferece um produto diferenciado, com elevado padrão de qualidade e a preços muito competitivos. Isso por investir continuamente em tecnologia de processo e de produto e ter a melhor estrutura

Leia mais

Vedação de fachadas, sem função estrutural. Painel pré-fabricado arquitetônico de concreto (PPAC) 1º FASE 2º FASE

Vedação de fachadas, sem função estrutural. Painel pré-fabricado arquitetônico de concreto (PPAC) 1º FASE 2º FASE UM PARALELO ENTRE A CONCEPÇÃO DOS PROJETOS DE PAINÉIS PRÉ- FABRICADOS ARQUITETÔNICOS DE CONCRETO E O CUMPRIMENTO DE SUAS FUNÇÕES COMO ELEMENTO DO SUBSISTEMA VEDAÇÃO VERTICAL Luciana Alves OLIVEIRA Mestranda

Leia mais

Ferragens de segurança anti-intrusão PORTAS DE ENTRADA

Ferragens de segurança anti-intrusão PORTAS DE ENTRADA Ferragens de segurança anti-intrusão PORTAS DE ENTRADA + isolamento térmico e acústico + segurança + estética A combinação perfeita entre as exigências de isolamento térmico e acústico e as necessidades

Leia mais

MICROCONCRETO DE ALTO DESEMPENHO: Uma Contribuição para o Desenvolvimento da Pré-fabricação Leve

MICROCONCRETO DE ALTO DESEMPENHO: Uma Contribuição para o Desenvolvimento da Pré-fabricação Leve Novembro de 2005 1o. Encontro Nacional de Pesquisa-Projeto-Produção em Concreto Pré-moldado MICROCONCRETO DE ALTO DESEMPENHO: Uma Contribuição para o Desenvolvimento da Pré-fabricação Leve Paulo Eduardo

Leia mais

PRELAJES e VIGOTAS em Duplo T Invertido Aplicações

PRELAJES e VIGOTAS em Duplo T Invertido Aplicações N O R D I M P I A N T I P R O D U C T S A P P L I C A T I O N S T U R N K E Y S E R V I C E G L O B A L PRELAJES e VIGOTAS em Duplo T Invertido Aplicações Vigotas em Duplo T Invertido Painéis em U Prelajes

Leia mais

PRODUTOS SIDERÚRGICOS MCC1001 AULA 11

PRODUTOS SIDERÚRGICOS MCC1001 AULA 11 PRODUTOS SIDERÚRGICOS MCC1001 AULA 11 Disciplina: Materiais de Construção I Professora: Dr. a Carmeane Effting 1 o semestre 2014 Centro de Ciências Tecnológicas Departamento de Engenharia Civil 1. PRODUTOS

Leia mais

Soluções Belgo Pronto

Soluções Belgo Pronto Aços Longos Soluções Belgo Pronto Corte e Dobra e Armadura Pronta Soldada Belgo Pronto Mais que um serviço de corte e dobra de aço, Belgo Pronto é um conjunto de soluções em aço para a execução da etapa

Leia mais

UNL V l á ter e J. J. G. G. Lú L c ú i c o Universidade Nova de Lisboa 16 de Maio de 2012

UNL V l á ter e J. J. G. G. Lú L c ú i c o Universidade Nova de Lisboa 16 de Maio de 2012 PROJETO DE ESTRUTURAS PRÉ-FABRICADAS PARA EDIFÍCIOS Válter J. G. Lúcio Universidade Nova de Lisboa 16 de Maio de 2012 PROJETO DE ESTRUTURAS PRÉ-FABRICADAS PARA EDIFÍCIOS 1. INTRODUÇÃO Tipos estruturais

Leia mais

Informação de Imprensa

Informação de Imprensa 1 Informação de Imprensa BASF lança soluções para a construção civil no Concrete Show 2016 Inovações promovem produtividade e economia de recursos Trabalho de taylor made oferece soluções customizadas,

Leia mais

A Coppermax destaca-se, no mercado brasileiro, em sistemas de fachadas, coberturas, paisagismo e revestimentos especiais utilizando cobre, titânio,

A Coppermax destaca-se, no mercado brasileiro, em sistemas de fachadas, coberturas, paisagismo e revestimentos especiais utilizando cobre, titânio, A Coppermax destaca-se, no mercado brasileiro, em sistemas de fachadas, coberturas, paisagismo e revestimentos especiais utilizando cobre, titânio, alumínio, inox e aço cortén. A busca contínua pela inovação

Leia mais

2 Técnicas de Reforço com Materiais Compósitos em Estruturas de Concreto

2 Técnicas de Reforço com Materiais Compósitos em Estruturas de Concreto 2 Técnicas de Reforço com Materiais Compósitos em Estruturas de Concreto 2.1. Notas Iniciais Este capítulo trata de algumas propriedades dos materiais compósitos, as características físico-químicas da

Leia mais

Processo de Fabricação: CORTE A LASER E CORTE A ÁGUA

Processo de Fabricação: CORTE A LASER E CORTE A ÁGUA Processo de Fabricação: CORTE A LASER E CORTE A ÁGUA CORTE A LASER O que é o Laser? Amplificação da luz por emissão estimulada de radiação. É um sistema que produz um feixe de luz coerente e concentrado

Leia mais

CONTROLE TECNOLÓGICO DO CONCRETO MCC2001 AULA 6 (parte 2)

CONTROLE TECNOLÓGICO DO CONCRETO MCC2001 AULA 6 (parte 2) CONTROLE TECNOLÓGICO DO CONCRETO MCC2001 AULA 6 (parte 2) Disciplina: Materiais de Construção II Professora: Dr. a Carmeane Effting 1 o semestre 2014 Centro de Ciências Tecnológicas Departamento de Engenharia

Leia mais

Forros. Classificação e tipos. Segundo a forma de fixação: 12/11/2013

Forros. Classificação e tipos. Segundo a forma de fixação: 12/11/2013 Definição Forros Prof. MSc. Eng. Poliana Tatiana da Silva Gratão Engenharia Civil Construção Civil II 8º Período Turma B01 Revestimento da face inferior da laje ou de telhados de modo a constituir a superfície

Leia mais

Soluções prefabricadas em betão. Edifícios

Soluções prefabricadas em betão. Edifícios Soluções prefabricadas em betão Edifícios A solução Edifícios A Mota-Engil Engenharia Prefabricados executa edifícios com base em elementos prefabricados em betão. A estrutura de um edifício pode ser dividida

Leia mais

PAINEL STONEWOOL COMPOSITE HONEYCOMB DA ARCHICOM TM

PAINEL STONEWOOL COMPOSITE HONEYCOMB DA ARCHICOM TM STONEWOOL COMPOSITE HONEYCOMB ESTAMOS COMPROMETIDOS COM O VALOR E COM A QUALIDADE ARQUITETURA IDENTIDADE CORPORA TIVA EXIBIÇÃO TRANSPORTE INDÚSTRIA SOBRE A SUSTENTABILIDADE RIGIDEZ As estruturas prensadas

Leia mais

Estruturas de concreto Armado I. Aula II Pré-Dimensionamento

Estruturas de concreto Armado I. Aula II Pré-Dimensionamento Estruturas de concreto Armado I Aula II Pré-Dimensionamento Fonte / Material de Apoio: Apostila Fundamentos do Concreto e Projeto de Edifícios Prof. Libânio M. Pinheiro UFSCAR Apostila Projeto de Estruturas

Leia mais

PAINÉIS ISOTÉRMICOS ISOJOINT 100% BRASIL

PAINÉIS ISOTÉRMICOS ISOJOINT 100% BRASIL GANHANDO TEMPO PARA VOCÊ 100% BRASIL PAINÉIS ISOTÉRMICOS ISOJOINT PA MATRIZ: ANÁPOLIS - GO MT GO UNIDADES FABRIS PR MATRÍZ: GO - 62 4015-12 FILIAIS: PA - 91 3711-2720 MT - 65 3692-4611 PR - 41 3525-5300

Leia mais

O que são os revestimentos verticais??? REVESTIMENTO: Cartão de visitas da empresa!!! que cobre uma superfície

O que são os revestimentos verticais??? REVESTIMENTO: Cartão de visitas da empresa!!! que cobre uma superfície Escola Politécnica da Universidade de São Paulo Departamento de Engenharia de Construção Civil PCC-2436 Tecnologia da Construção de Edifícios II Aula 05: Revestimentos Verticais Conceituação e Classificação

Leia mais

E STEEL FRAME. Prof. Roberto Monteiro de Barros Filho. jan. 2014

E STEEL FRAME. Prof. Roberto Monteiro de Barros Filho. jan. 2014 PRODUTOS DE GESSO SISTEMA DRY WALL E STEEL FRAME jan. 2014 GESSO O gesso é uma substância, normalmente vendida na forma de um pó branco, produzida a partir do mineral gipsita, composto basicamente de sulfato

Leia mais

1.8 Desenvolvimento da estrutura de edifícios 48

1.8 Desenvolvimento da estrutura de edifícios 48 Sumário Capítulo 1 Desenvolvimento histórico de materiais, elementos e sistemas estruturais em alvenaria 23 1.1 História dos materiais da alvenaria 24 1.2 Pedra 24 1.3 Tijolos cerâmicos 26 1.4 Blocos sílico-calcários

Leia mais

Alvenaria estrutural

Alvenaria estrutural Estudo exploratório rio sobre a elaboração de projetos arquitetônicos Alvenaria desenvolvidos estrutural para o sistema de alvenaria estrutural Projeto de alvenaria O que é ALVENARIA ESTRUTURAL? Conceito:

Leia mais

EHD 804 MÉTODOS DE CONSTRUÇÃO

EHD 804 MÉTODOS DE CONSTRUÇÃO Universidade Federal de Itajubá Instituto de Recursos Naturais EHD 804 MÉTODOS DE CONSTRUÇÃO Profa. Nívea Adriana Dias Pons INTRODUÇÃO Ementa: Equipamentos de transporte, escavação e de movimentação de

Leia mais

Aplicação e fabricação de painéis pré-moldados de concreto. Martin Maass

Aplicação e fabricação de painéis pré-moldados de concreto. Martin Maass Aplicação e fabricação de painéis pré-moldados de concreto Martin Maass Pauta Pré-fabricados, utilização e exemplos Vantagens e benefícios com pré-fabricados Uma visão com pré-moldados Produção de painéis

Leia mais

Algarve. Armação de Péra Tendências de decoração 2017 Estilo moderno decoraçao para interiores

Algarve. Armação de Péra Tendências de decoração 2017 Estilo moderno decoraçao para interiores Tendências de decoração 2017 Estilo moderno decoraçao para interiores Revestimento de perede 3D Placas decorativas de gesso 3D Negocio produzido e confeccionado em familia. Somos uma empresa com uma motivação

Leia mais