ISOLANTE NATURAL EDIFÍCIO CONSTRUÇÃO

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "ISOLANTE NATURAL EDIFÍCIO CONSTRUÇÃO"

Transcrição

1 ISOLANTE NATURAL EDIFÍCIO CONSTRUÇÃO

2 Produtos naturais para edifícios energicamente eficientes Para a CELENIT, um ótimo isolamento é dos critérios essenciais numa construção. Devido às inúmeras vantagens e características técnicas, o CELENIT é utilizado em todas as soluções de isolamento, tanto em edifícios tradicionais recém construídos como na recuperação dos existentes, bem como em produtos de construção inovadores. Existem várias aplicações: divisórias verticais, coberturas, a superfície superior, o intradorso do piso e paredes internas. Isolamento no Edifício Tradicional Os painéis CELENIT proporcionaram soluções de isolamento para a indústria da construção há mais de 50 anos, garantindo um isolamento ecológico e térmico-acústico, melhorando as condições interiores dos edifícios. Os painéis de madeira e cimento foram os primeiros materiais de isolamento industrial utilizados nos edifícios e, a sua versatilidade, torna-os possíveis em várias aplicações. Renovação em Edifícios Aumentar a eficiência energética do edifício é uma ótima maneira de reduzir as emissões Co2, importante para o meio-ambiente. Um investimento a pensar na atualidade mas também nas gerações futuras. Edifício Inovador As casas pré-fabricadas de madeira e de estrutura metálica oferecem grandes vantagens de isolamento, respirabilidade, velocidade de construção e baixo impacto ambiental. No entanto, como são estruturas leves, têm problemas de isolamento térmico, isolamento acústico, proteção anti-fogo e humidade, que devem ter especial atenção durante a fase de projeto. Os painéis CELENIT são isoladores ideais para este tipo de estruturas, garantindo uma proteção total ao longo do tempo e aumentando consideravelmente a sua eficiência e durabilidade. Inércia Térmica Isolamento Térmico A massa específica e o calor, fazem de CELENIT o melhor isolamento de verão. Combinações universais com lã de madeira para um excelente desempenho de isolamento. Isolamento Acústico Proteção da Humidade Por natureza, a porosidade e elasticidade caracterizam CELENIT como um excelente isolamento acústico. O CELENIT, completamente imune à água e ao congelamento, protege as placas de isolamento. Respirabilidade Proteção Anti-fogo CELENIT, 100% respirável, permite que o vapor migre naturalmente. Os painéis de lã de madeira são classificados Ecológico Os painéis CELENIT são certificados pela ANABICEA e pela Natureplus para a sustentabilidade do produto e do processo produtivo. em Euroclass A2-s1, d0 e B-s1, d0. Confiabilidade Técnica A mineralização é a chave para a proteção total com duração ilimitada.

3 A partir do isolamento externo ou interno, numa estrutura tradicional ou pré-fabricada (casas de madeira, estruturas de aço), a revestimentos bio-ecológicos para coberturas de madeira e betão armado, para garantir um máximo desempenho de isolamento. O CELENIT propõe soluções de alto desempenho que utilizam materiais naturais com boa condutividade térmica, assegurando um excelente isolamento no inverno, e, sobretudo, conforto no verão, bem como a conformidade com parâmetros de isolamento acústico e a correta migração do vapor. ISOLAMENTO TÉRMICO ISOLAMENTO DE BETÃO As soluções certificadas CELENIT dão resposta aos problemas de isolamento acústico para coberturas, divisórias e paredes. O excelente desempenho acústico é apoiado por um vasto leque de testes acústicos, que gerou diversos sistemas. Estes testes são facéis de consultar, utéis para comparar vários tipos de soluções e identificar o melhor para intervir numa fase de design ou renovação. ISOLAMENTO ACÚSTICO

4 EDIFÍCIOS EM MADEIRA A excelente ligação adesiva entre lã de madeira e betão, permite a fundição entre si para criação de pilares, vigas, estruturas de carga e lajes sólidas entre os painéis CELENIT, que atuam como cofres descartáveis enquanto permanecem incorporados na fundição e formam um único bloco. O sistema de construção com peças fundidas de betão é uma otimização do trabalho no local da construção, conhecida pelas suas diversas vantagens: isolamento térmico, inércia térmica, isolamento acústico, proteção anti-fogo, bem como poupança no consumo de energia e custos de produção. Os edifícios de madeira são caracterizados pela excelente eficiência energética, com espessura de parede perimetral reduzida. Consequentemente, há mais espaço do que em outras estruturas com o mesmo volume. As duas principais tipologias de construção são estruturas em placas de contraplacado e estruturas emolduradas. Ambas requerem um isolamento térmicoacústico que aumente a durabilidade, protegendo a construção da decomposição biológica. Quanto aos edifícios de madeira, existem técnicas de construção recentemente desenvolvidas com a montagem de vários tipos de materiais estratificados numa estrutura de aço leve e resistente. O edifício tem aparência de pedra ou tijolo tradicional, com a diferença que os materiais utilizados permitem economias consideráveis e maior conforto, sem sacrificar as qualidades técnicas. ESTRUTURAS DE LUZ

5 Gamas CELENIT CELENIT FIBRA Placas de lã de madeira de abeto mineralizada, ligadas com cimento Portland cinzento. Placas de lã de madeira mineralizada, ligadas com cimento Portland cinzento acoplada a uma camada de fibra de madeira. Produtos: N - N/C - R - RAB Produtos: F2 - F2/C CELENIT MINERAL Placas de uma ou duas camadas de lã de madeira mineralizadas, ligadas com cimento Portland cinza ou branco acoplado a uma camada de lã de rocha. Produtos: L2 - L2/C - L3 - L3/C L2AB - L3AB - L3AB10 L3AB10L CELENIT MINERAL A2 Placas, na Euroclass A2-s1, d0, feitas de uma ou duas camadas de lã de madeira mineralizada, ligadas com cimento Portland branco e pó mineral acoplado a uma camada de lã de rocha. Produtos: L2AB/A2 - L2ABE/A2 L3AB/A2 - L3AB10/A2 L3AB10L/A2 CELENIT STYR Placas feitas de uma ou duas camadas de lã de madeira mineralizada, ligadas com cimento Portland cinzento ou branco acoplado a uma camada de poliestireno. Produtos: P2 - P3 - G2 - G3 G2AB - G3AB - E3 Aplicações Coberturas Paredes Perimetrais Soluções de isolamento de cobertura para maior conforto, tanto no inverno como no verão. Isolamento interno ou externo de alto desempenho que fornece proteção completa das paredes perimetrais, sem prejudicar a saúde ou o meio ambiente. Paredes Divisórias Isolamento do Primeiro Andar Soluções acústicas certificadas que permitem respeitar os limites para eliminar o ruído entre dois espaços. Isolamento de coberturas em salas não aquecidas para evitar perda e condensação e garantir proteção anti-fogo, beneficiando de espaços aquecidos. Pontes Térmicas Os nós devem ser sempre analisados e corrigidos: podem atingir 20% da perda total de energia, causando mofo e condensação.

6 ISOLANTE NATURAL minds360.com 02/2017 ed.01 rev.00 CELENIT S.p.A. Via Bellinghiera, Onara di Tombolo (PD) - IT Tel Fax

Sistema de Isolamento Térmico pelo Exterior. Reboco Delgado Armado sobre Poliestireno Expandido - ETICS

Sistema de Isolamento Térmico pelo Exterior. Reboco Delgado Armado sobre Poliestireno Expandido - ETICS Sistema de Isolamento Térmico pelo Exterior Reboco Delgado Armado sobre Poliestireno Expandido - ETICS Sistema TEPROTERM 2 / 19 1. INTRODUÇÃO I Cerca de 1/3 do consumo mundial de energia destina-se a habitações

Leia mais

REINVENTANDO O REVESTIMENTO FINAL DE ISOLAMENTO

REINVENTANDO O REVESTIMENTO FINAL DE ISOLAMENTO REINVENTANDO O REVESTIMENTO FINAL DE ISOLAMENTO Reinventing how cork engages the world. COBERTURA DE FISSURAS COM ISOLAMENTO TÉRMICO E ACÚSTICO A solução rápida e simples para revestimentos finais. Mais

Leia mais

Lista de Exercícios Aula 04 Propagação do Calor

Lista de Exercícios Aula 04 Propagação do Calor Lista de Exercícios Aula 04 Propagação do Calor 1. (Halliday) Suponha que a barra da figura seja de cobre e que L = 25 cm e A = 1,0 cm 2. Após ter sido alcançado o regime estacionário, T2 = 125 0 C e T1

Leia mais

Soluções que sustentam a qualidade do seu projeto

Soluções que sustentam a qualidade do seu projeto Paredes Knauf Soluções que sustentam a qualidade do seu projeto Estabilidade, resistência a impactos, proteção termoacústica e outras características inovadoras que não dividem opiniões Parede Knauf W111

Leia mais

AMORIM ISOLAMENTOS, S.A

AMORIM ISOLAMENTOS, S.A AMORIM ISOLAMENTOS, S.A Universidade do Minho Floresta de Sobreiros Portugueses 725.000 HECT. DE ÁREA e 60 MILHÕES DE SOBREIROS FLORESTA DE SOBREIROS (HECTARES) PAÍSES HECTARES TONELADAS Portugal 725 000

Leia mais

29/04/2014. Professor

29/04/2014. Professor UniSALESIANO Centro Universitário Católico Salesiano Auxilium Curso de Engenharia Civil Disciplina: Introdução a Engenharia Civil Elementos de Vedações Área de Construção Civil Prof. Dr. André Luís Gamino

Leia mais

Produtos e Aplicações - Vol.1

Produtos e Aplicações - Vol.1 www.isorecort.com.br Faça o download de um leitor de QR Code na loja virtual do seu celular ou tablet e baixe este material. Produtos e Aplicações - Vol.1 1 2 3 10 12 13 4 11 5 9 8 6 Legendas 7 EPS de

Leia mais

Universidade Estadual de Campinas Faculdade de Engenharia Civil Departamento de Estruturas. Elementos estruturais. Prof. MSc. Luiz Carlos de Almeida

Universidade Estadual de Campinas Faculdade de Engenharia Civil Departamento de Estruturas. Elementos estruturais. Prof. MSc. Luiz Carlos de Almeida Universidade Estadual de Campinas Faculdade de Engenharia Civil Departamento de Estruturas Elementos estruturais Notas de aula da disciplina AU405 Concreto Prof. MSc. Luiz Carlos de Almeida Agosto/2006

Leia mais

Natureza e Tecnologia A solução ideal. Natureza e tecnologia a solução ideal

Natureza e Tecnologia A solução ideal. Natureza e tecnologia a solução ideal Natureza e Tecnologia A solução ideal ÁREA FLORESTAL DE SOBRO (HECTARES) PAÍSES HECTARES TONELADAS Portugal 725 000 (33%) 185 000 (54%) Espanha 510 000 (23%) 88 000 (26%) Algeria 460 000 (21%) 15 000 (4%)

Leia mais

TREFOR INDUSTRIAL. Colaborando com a construção de sonhos.

TREFOR INDUSTRIAL. Colaborando com a construção de sonhos. TREFOR INDUSTRIAL Colaborando com a construção de sonhos. APLICAÇÕES com telha cerâmica TREFOR é um sistema especialmente desenvolvido para construção de coberturas com telhas cerâmicas, obtendo melhor

Leia mais

Laje de concreto com esferas plásticas

Laje de concreto com esferas plásticas Laje de concreto com esferas plásticas Augusto Freire, engenheiro civil, diretor técnico da BubbleDeck Brasil BubbleDeck é um sistema construtivo formado por esferas plásticas contidas entre uma pré-laje

Leia mais

Manutenção Estrutural e Construtiva

Manutenção Estrutural e Construtiva Manutenção de Instalações de Tratamento e Armazenamento de Águas Em actividade desde 1980, e actuando exclusivamente na área da reabilitação de estruturas, a Stap consolidou ao longo dos anos a sua posição

Leia mais

GrupoFercar. Um grupo de referência

GrupoFercar. Um grupo de referência GrupoFercar Um grupo de referência Com 30 anos de experiência, know how e talento, o Grupo Fercar tornou-se uma referência capaz de providenciar uma vasta gama de produtos e serviços, dos quais se destacam

Leia mais

Soluções de isolamento acústico: - Obra nova - Reabilitação - Estabelecimentos

Soluções de isolamento acústico: - Obra nova - Reabilitação - Estabelecimentos Soluções de isolamento acústico: - Obra nova - Reabilitação - Estabelecimentos Impermeabilização Isolamento Drenagens - Geotêxteis Clarabóias Índice OBRA NOVA... N. Pavimentos...... N.. Abaixo da betonilha

Leia mais

PRODUTOS NO BRASIL VERNIZ EXTERIOR MULTIRESINA IMPERBOX ELASTEQ STAIN ELASTEQ LAJES

PRODUTOS NO BRASIL VERNIZ EXTERIOR MULTIRESINA IMPERBOX ELASTEQ STAIN ELASTEQ LAJES 07/2012 HISTÓRIA A ELASTEQ nasceu em 1994, com primeira fábrica na Europa. O foco da Empresa foi produzir e comercializar produtos para construção civil, produtos de alta qualidade, economicamente viáveis,

Leia mais

Certificado Energético Edifício de Habitação IDENTIFICAÇÃO POSTAL. Morada AVENIDA RIO DE JANEIRO, 38, 3º ESQ. Localidade LISBOA. Freguesia ALVALADE

Certificado Energético Edifício de Habitação IDENTIFICAÇÃO POSTAL. Morada AVENIDA RIO DE JANEIRO, 38, 3º ESQ. Localidade LISBOA. Freguesia ALVALADE Válido até 15/10/2024 IDENTIFICAÇÃO POSTAL Morada AVENIDA RIO DE JANEIRO, 38, 3º ESQ. Localidade LISBOA Freguesia ALVALADE Concelho LISBOA GPS 38.754048, -9.138450 IDENTIFICAÇÃO PREDIAL/FISCAL Conservatória

Leia mais

Dados Técnicos. DADOS DE ENTRADA Fronius Galvo 2.0-5. Potência CC máxima para cos φ=1. Máx. corrente de entrada. Min.

Dados Técnicos. DADOS DE ENTRADA Fronius Galvo 2.0-5. Potência CC máxima para cos φ=1. Máx. corrente de entrada. Min. Dados Técnicos DADOS DE ENTRADA Fronius Galvo 2.0-5 Potência CC máxima para cos φ=1 2,650 W Máx. corrente de entrada 16.6 A Máx. tensão de entrada 24.8 A Faixa de tensão MPP 165 V Min. tensão de entrada

Leia mais

produtos térmicos um Departamento da

produtos térmicos um Departamento da um Departamento da produtos térmicos Fibras AES Alkaline Earth Silicates (Fibras BioSolúveis) Exoneradas de classificação carcinogénica na EU de acordo com os termos da NOTA Q da Directiva 67/548/EEC.

Leia mais

CAPÍTULO 4 4. ELEMENTOS ESTRUTURAIS. 4.1 Classificação Geométrica dos Elementos Estruturais

CAPÍTULO 4 4. ELEMENTOS ESTRUTURAIS. 4.1 Classificação Geométrica dos Elementos Estruturais Elementos Estruturais 64 CAPÍTULO 4 4. ELEMENTOS ESTRUTURAIS 4.1 Classificação Geométrica dos Elementos Estruturais Neste item apresenta-se uma classificação dos elementos estruturais com base na geometria

Leia mais

Instituto Falcão Bauer da Qualidade

Instituto Falcão Bauer da Qualidade Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação - FNDE Instituto Falcão Bauer da Qualidade DIRETRIZES TÉCNICAS PARA APRESENTAÇÃO DE PROJETOS E CONSTRUÇÃO DE QUADRAS POLIESPORTIVAS COBERTAS PARA ESTABELECIMENTOS

Leia mais

AMORIM ISOLAMENTOS, S.A.

AMORIM ISOLAMENTOS, S.A. AMORIM ISOLAMENTOS, S.A. 11 de Abril 2011 Floresta de Sobreiros Portugueses 725.000 HECT. DE ÁREA e 60 MILHÕES DE SOBREIROS 1 FLORESTA DE SOBREIROS (HECTARES) PAÍSES HECTARES TONELADAS Portugal 725 000

Leia mais

Membrana de isolamento, desacoplamento e drenagem

Membrana de isolamento, desacoplamento e drenagem Membrana de isolamento, desacoplamento e drenagem Membrana isolante e desacoplante em polietileno para a colocação de mosaicos, com ligações, conexões e junções, ideal para uma colocação de acordo com

Leia mais

A gama Sdeck apresenta uma linha completa de pavimentos para aplicação no exterior, habitualmente conhecidos por decks.

A gama Sdeck apresenta uma linha completa de pavimentos para aplicação no exterior, habitualmente conhecidos por decks. A gama Sdeck apresenta uma linha completa de pavimentos para aplicação no exterior, habitualmente conhecidos por decks. Para garantir a resistência e a longevidade deste pavimento, face às suas condições

Leia mais

ASSOCIAÇÃO CAATINGA PROJETO NO CLIMA DA CAATINGA ELABORAÇÃO: INSTITUTO DE DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL E ENERGIAS RENOVÁVEIS

ASSOCIAÇÃO CAATINGA PROJETO NO CLIMA DA CAATINGA ELABORAÇÃO: INSTITUTO DE DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL E ENERGIAS RENOVÁVEIS ASSOCIAÇÃO CAATINGA PROJETO NO CLIMA DA CAATINGA ELABORAÇÃO: INSTITUTO DE DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL E ENERGIAS RENOVÁVEIS Índice Apresentação Introdução Eficiência na cozinha Material de Construção A

Leia mais

People. Passion. Performance. Rompedores Hidráulicos Embarcados RX para os trabalhos mais difíceis

People. Passion. Performance. Rompedores Hidráulicos Embarcados RX para os trabalhos mais difíceis People. Passion. Performance. Rompedores Hidráulicos Embarcados RX para os trabalhos mais difíceis OS ROMPEDORES HIDRÁULICOS E M B A R C A D O S CHICAGO SÃO CONFIÁVEIS, ROBUSTOS E CONSTRUÍDOS PARA DURAR.

Leia mais

Telhas Térmicas Dânica.

Telhas Térmicas Dânica. Telhas Térmicas Dânica. Economizar se aprende em casa. As Telhas Térmicas Dânica são produzidas com núcleo de poliuretano isolante que bloqueia 95% do calor, contribuindo para um ambiente mais confortável

Leia mais

Ao considerar o impacto ambiental das empilhadeiras, observe toda cadeia de suprimentos, da fonte de energia ao ponto de uso

Ao considerar o impacto ambiental das empilhadeiras, observe toda cadeia de suprimentos, da fonte de energia ao ponto de uso Energia limpa Ao considerar o impacto ambiental das empilhadeiras, observe toda cadeia de suprimentos, da fonte de energia ao ponto de uso Empilhadeira movida a hidrogênio H oje, quando se trata de escolher

Leia mais

Especi cação Técnica Cabo OPGW

Especi cação Técnica Cabo OPGW Especi cação Técnica Cabo OPGW No Especificação.: ZTT 15-48656 Revisão: DS_V.00-15/02/2016 Escrito por: Fabricante: ZTT Cable - Jiangsu Zhongtian Technology Co.,td. Gerencia Técnica Escritório Comercial

Leia mais

Abril Educação Fontes de energia, calor e temperatura Aluno(a): Número: Ano: Professor(a): Data: Nota:

Abril Educação Fontes de energia, calor e temperatura Aluno(a): Número: Ano: Professor(a): Data: Nota: Abril Educação Fontes de energia, calor e temperatura Aluno(a): Número: Ano: Professor(a): Data: Nota: Questão 1 Como podemos relacionar o calor, a agitação térmica e o equilíbrio térmico? Questão 2 O

Leia mais

Grupo de Trabalho sobre Construção Industrializada do Programa Compete Brasil, do DECONCIC-FIESP

Grupo de Trabalho sobre Construção Industrializada do Programa Compete Brasil, do DECONCIC-FIESP Grupo de Trabalho sobre Construção Industrializada do Programa Compete Brasil, do DECONCIC-FIESP Objetivo: discutir conceitos Construção industrializada X Processos construtivos industrializados 2 CONFUSÃO!

Leia mais

built build to ANDAIMES MP

built build to ANDAIMES MP uilt build to ANDAIMES ANDAIMES MP Andaime_Multidirecional MP 150 Empresa Projetos Produtos Andaimes e coberturas ANDAIME Multidirecional MP O sistema multidirecional MP é a solução moderna que reflete

Leia mais

Distribuição de Cargas Verticais

Distribuição de Cargas Verticais Distribuição de Cargas Verticais Disponível em http://www.chasqueweb.ufrgs.br/~jeanmarie/eng01208/eng01208.html jean.marie@ufrgs.br Funções das paredes de alvenaria Compressão axial Transmite as cargas

Leia mais

O irmão do aço. Obtendo o ferro fundido

O irmão do aço. Obtendo o ferro fundido O irmão do aço Na segunda aula deste módulo, quando nós estudamos a classificação dos materiais, você aprendeu que eles são divididos em dois grupos: os materiais ferrosos e os materiais não-ferrosos.

Leia mais

AÇO PARA CONSTRUÇÃO CIVIL

AÇO PARA CONSTRUÇÃO CIVIL AÇO PARA CONSTRUÇÃO CIVIL GG 0 O vergalhão que está por dentro das melhores obras. VERGALHÃO GERDAU GG 0 Para o seu projeto sair do papel com segurança e qualidade, use o Vergalhão Gerdau GG 0. Produzido

Leia mais

soluções +eficientes de reabilitação de edifícios sistemas de renovação +sustentáveis sistemas energéticos +verdes Um edifício +sustentável.

soluções +eficientes de reabilitação de edifícios sistemas de renovação +sustentáveis sistemas energéticos +verdes Um edifício +sustentável. APRESENTAÇÃO A Reabilitação Sustentável é um serviço que agrega o know-how, os recursos, e a experiência das diversas áreas de atividade da Sotecnisol. A Sotecisol apresenta ao mercado uma oferta inovadora

Leia mais

Preparação de Água Quente Sanitária

Preparação de Água Quente Sanitária Preparação de Água Quente Sanitária O Ambiente como fonte de energia para água quente Bombas de Calor de Alta Tecnologia OCHSNER Bombas de Calor 3 0 A N O S D E E F I C Á C I A Bombas de calor OCHSNER

Leia mais

A escolha do processo de pintura depende dos fatores:

A escolha do processo de pintura depende dos fatores: Processos de pintura Um problema A técnica de pintar é uma questão importante porque não basta simplesmente passar tinta na superfície dos materiais. Uma série de requisitos deve ser considerado para que

Leia mais

PEQUENAS EMPRESAS E PRÁTICAS SUSTENTÁVEIS TENDÊNCIAS E PRÁTICAS ADOTADAS PELAS EMPRESAS BRASILEIRAS

PEQUENAS EMPRESAS E PRÁTICAS SUSTENTÁVEIS TENDÊNCIAS E PRÁTICAS ADOTADAS PELAS EMPRESAS BRASILEIRAS PEQUENAS EMPRESAS E PRÁTICAS SUSTENTÁVEIS TENDÊNCIAS E PRÁTICAS ADOTADAS PELAS EMPRESAS BRASILEIRAS EMENTA O presente estudo tem por finalidade abordar o comportamento recente das pequenas empresas na

Leia mais

QUÍMICA (2ºBimestre 1ºano)

QUÍMICA (2ºBimestre 1ºano) QUÍMICA (2ºBimestre 1ºano) TABELA PERIÓDICA ATUAL Exemplo: Se o K (potássio) encontra-se no 4º período ele possui 4 camadas. Nº atômico = Z 19 K-2; L-8, M-8; N-1 Propriedades gerais dos elementos Metais:

Leia mais

Certificado Energético Edifício de Habitação IDENTIFICAÇÃO POSTAL. Morada RUA CONDE SABUGOSA, 27, 7º ESQ. Localidade LISBOA. Freguesia ALVALADE

Certificado Energético Edifício de Habitação IDENTIFICAÇÃO POSTAL. Morada RUA CONDE SABUGOSA, 27, 7º ESQ. Localidade LISBOA. Freguesia ALVALADE Válido até 15/10/2024 IDENTIFICAÇÃO POSTAL Morada RUA CONDE SABUGOSA, 27, 7º ESQ. Localidade LISBOA Freguesia ALVALADE Concelho LISBOA GPS 38.748515, -9.140355 IDENTIFICAÇÃO PREDIAL/FISCAL Conservatória

Leia mais

albany led + cayado a LUZ SUSTENTÁVEL

albany led + cayado a LUZ SUSTENTÁVEL albany led + cayado a LUZ SUSTENTÁVEL albany led CARATERíSTICaS LUMINáRiaS Estanquicidade do bloco óptico: IP 66 Estanquicidade dos acessórios eléctricos: IP 44 Resistência aos choques (PC): IK 08 (**)

Leia mais

PAINÉIS DE FIBRAS DE MADEIRA

PAINÉIS DE FIBRAS DE MADEIRA PAINÉIS DE FIBRAS DE MADEIRA Prof. Setsuo Iwakiri UFPR INTRODUÇÃO HISTÓRICO > 1914: Primeira fábrica > painéis fibras isolantes > processo úmido 1930: Primeira fábrica > painéis fibras duras > processo

Leia mais

Soluções REHAU PARA A REABILITAÇÃO. www.rehau.pt. Construção Automóvel Indústria

Soluções REHAU PARA A REABILITAÇÃO. www.rehau.pt. Construção Automóvel Indústria Soluções REHAU PARA A REABILITAÇÃO Uma APLICAÇÃO PARA CADA NECESSIDADE www.rehau.pt Construção Automóvel Indústria A REABILITAÇÃO, UMA SOLUÇÃO COM SISTEMAS PARA O AQUECIMENTO E O ARREFECIMENTO POR SUPERFÍCIES

Leia mais

Treinamento IMPERGEL PU

Treinamento IMPERGEL PU Treinamento IMPERGEL PU Posicionamento do Produto (Versões) Os Produtos do sistema IMPERGEL O que é tinta??? O que é um substrato??? Sistemas de pintura Tratamento de superfície ou substrato Principais

Leia mais

Certificado Energético Edifício de Habitação IDENTIFICAÇÃO POSTAL. Morada RUA DE GONDARÉM, 822, 2.º Localidade PORTO

Certificado Energético Edifício de Habitação IDENTIFICAÇÃO POSTAL. Morada RUA DE GONDARÉM, 822, 2.º Localidade PORTO Válido até 30/09/2025 IDENTIFICAÇÃO POSTAL Morada RUA DE GONDARÉM, 822, 2.º Localidade PORTO Freguesia ALDOAR, FOZ DO DOURO E NEVOGILDE Concelho PORTO GPS 41.159819, -8.682735 IDENTIFICAÇÃO PREDIAL/FISCAL

Leia mais

INBI INOVADOR ROLO FLEXIVEL PARA A SUA TELA TRANSPORTADORA

INBI INOVADOR ROLO FLEXIVEL PARA A SUA TELA TRANSPORTADORA INBI INOVADOR ROLO FLEXIVEL PARA A SUA TELA TRANSPORTADORA Sede Porto Rua Antonio Silva Marinho, 66 100-063 Porto Portugal Email: vendasporto@juncor.pt Telefone: +31 6 197 360 Fax: +31 6 197 361 (Abertos

Leia mais

Proteção de Estruturas Metálicas Frente ao Fogo. Fabio Domingos Pannoni, Ph.D.

Proteção de Estruturas Metálicas Frente ao Fogo. Fabio Domingos Pannoni, Ph.D. Proteção de Estruturas Metálicas Frente ao Fogo Fabio Domingos Pannoni, Ph.D. Tópicos Abordados Estruturas em situação de incêndio Introdução: dinâmica de incêndio NBR 14432:2000 Isenções Métodos de cálculo:

Leia mais

O sistema de cofragem para oaredes e pilares

O sistema de cofragem para oaredes e pilares O sistema de cofragem para oaredes e pilares Sistema de módulos adaptável a cada obra Stem ofrece soluções de cofragem para paredes de qualquer dimensão e forma, acoplando os seus paineis no sentido vertical

Leia mais

b. Referencias bibliográficas, endereço da página.

b. Referencias bibliográficas, endereço da página. Roteiro para Apresentação de Questões Orientações: 1. Cada grupo (e cada integrante do grupo) será responsável em pesquisar, responder e apresentar as questões (mostradas a seguir para cada grupo), bem

Leia mais

LINHA BRICOLAGE BRICOLAGE LINHA

LINHA BRICOLAGE BRICOLAGE LINHA CONSTRUÇÃO Bricocem Cimento Rápido Bricocem Argamassa Cinza Bricocem Argamassa Rápida Bricocem Argamassa Refractária Bricocem Pasta Niveladora Bricocem Cimento Cola Flexível Bricocem Junta Impermeável

Leia mais

Calle Dali 2, E-18690 Almuñecar / Spain Web: www.rbm-baumat.es Mail: info@rbm-baumat.es TELHAS SOLARES: GERAR E POUPAR ENERGIA NUM SÓ SISTEMA

Calle Dali 2, E-18690 Almuñecar / Spain Web: www.rbm-baumat.es Mail: info@rbm-baumat.es TELHAS SOLARES: GERAR E POUPAR ENERGIA NUM SÓ SISTEMA Calle Dali 2, E-18690 Almuñecar / Spain Web: www.rbm-baumat.es Mail: info@rbm-baumat.es TELHAS SOLARES: GERAR E POUPAR ENERGIA NUM SÓ SISTEMA GERAR ENERGIA COM A energia solar é infinita e gratuita. FOTOVOLTAICO

Leia mais

Resistência mecânica Isolamento térmico e acústico Resistência ao fogo Estanqueidade Durabilidade

Resistência mecânica Isolamento térmico e acústico Resistência ao fogo Estanqueidade Durabilidade APÓS ESTUDAR ESTE CAPÍTULO; VOCÊ DEVERÁ SER CAPAZ DE: Escolher a alvenaria adequada; Orientar a elevação das paredes (primeira fiada, cantos, prumo, nível); Especificar o tipo de argamassa de assentamento;

Leia mais

Memorial Descritivo BUEIROS CELULARES DE CONCRETO. 01 BUEIRO triplo na RS715 com 3,00m X 2,50m X 16m, cada célula, no km 0 + 188,5m.

Memorial Descritivo BUEIROS CELULARES DE CONCRETO. 01 BUEIRO triplo na RS715 com 3,00m X 2,50m X 16m, cada célula, no km 0 + 188,5m. Memorial Descritivo BUEIROS CELULARES DE CONCRETO OBRAS / LOCALIZAÇÃO 01 BUEIRO triplo na RS715 com 3,00m X 2,50m X 16m, cada célula, no km 0 + 188,5m. 01 BUEIRO triplo na RS 715 com 3,00m X 2,00m X 19m,

Leia mais

Construção Civil. Lajes Nervuradas com EPS / Fachadas e Rodatetos em EPS. A leveza do EPS, gerando economia

Construção Civil. Lajes Nervuradas com EPS / Fachadas e Rodatetos em EPS. A leveza do EPS, gerando economia Construção Civil Lajes Nervuradas com EPS / Fachadas e Rodatetos em EPS A leveza do EPS, gerando economia Enchimento para Lajes EPS Unidirecional Moldada (330 e 400mm) 330 / 400mm 1000mm 30 40 330 / 400

Leia mais

SUMÁRIO. 2 Fundações 29. 1 Construindo Edifícios 3. 3 Madeira 85

SUMÁRIO. 2 Fundações 29. 1 Construindo Edifícios 3. 3 Madeira 85 SUMÁRIO 2 Fundações 29 1 Construindo Edifícios 3 Aprendendo a construir 4 Sustentabilidade 4 O trabalho do projetista: a escolha de sistemas construtivos 8 Normas para construção e fontes de informação

Leia mais

PORTARIA DAAE Nº 0031/10 ANEXO I MANUAL DE INSTALAÇÃO: PADRONIZAÇÃO DAS LIGAÇÕES DE ÁGUA

PORTARIA DAAE Nº 0031/10 ANEXO I MANUAL DE INSTALAÇÃO: PADRONIZAÇÃO DAS LIGAÇÕES DE ÁGUA PORTARIA DAAE Nº 0031/10 ANEXO I MANUAL DE INSTALAÇÃO: PADRONIZAÇÃO DAS LIGAÇÕES DE ÁGUA O Novo Padrão de Ligações Residenciais do DAAE facilita muito sua vida. Algumas vantagens que o Novo Padrão traz

Leia mais

OFICIAL LIMPA E BRILHA

OFICIAL LIMPA E BRILHA OFICIAL LIMPA E BRILHA LIMPADOR UNIVERSAL Classificação: Detergente Propriedades É um produto para limpeza total, utilizado na manutenção de superfície em geral. Sua principal característica é manter a

Leia mais

FONTES DE ENERGIA. Energia. [Do gr. energéia, pelo lat. energia]. 1. Maneira como se

FONTES DE ENERGIA. Energia. [Do gr. energéia, pelo lat. energia]. 1. Maneira como se Energia. [Do gr. energéia, pelo lat. energia]. 1. Maneira como se exerce uma força. 2. Força moral; firmeza. 3. Vigor, força. 4. Filos. Segundo Aristóteles, o exercício mesmo da atividade, em oposição

Leia mais

e-mail: ederaldoazevedo@yahoo.com.br

e-mail: ederaldoazevedo@yahoo.com.br Assunto: Cálculo de Lajes Prof. Ederaldo Azevedo Aula 3 e-mail: ederaldoazevedo@yahoo.com.br 3.1. Conceitos preliminares: Estrutura é a parte ou o conjunto das partes de uma construção que se destina a

Leia mais

POLÍMEROS. 1. Monômeros e polímeros. 2. Polímeros de Adição 2.1 Borracha natural e vulcanização 2.2 Borracha sintética (copolímero)

POLÍMEROS. 1. Monômeros e polímeros. 2. Polímeros de Adição 2.1 Borracha natural e vulcanização 2.2 Borracha sintética (copolímero) POLÍMEROS 1. Monômeros e polímeros 2. Polímeros de Adição 2.1 Borracha natural e vulcanização 2.2 Borracha sintética (copolímero) 3. Polímeros de Condensação 3.1 Silicones 4. Polímeros de Rearranjo 1.

Leia mais

CONSTRUÇÕES INDUSTRIALIZADAS Steel Framing

CONSTRUÇÕES INDUSTRIALIZADAS Steel Framing 20/09/2006 CONSTRUÇÕES INDUSTRIALIZADAS Steel Framing engº Hélcio Hernandes Brasil um País Continental Balança comercial Superávit de US$ 44,7 bilhões em 2005 Taxa de crescimento real do PIB 2,3% em 2005

Leia mais

Edifício de escritórios em Josefa Valcárcel, 40 (Madrid)

Edifício de escritórios em Josefa Valcárcel, 40 (Madrid) ISOLAR NEUTRALUX Edifício de escritórios em Josefa Valcárcel, 40 (Madrid) Vidros Câmara de ar Capa metálica Perfil separador Primeira barreira de selagem (Butil) Tamis molecular (Desidratante) Segunda

Leia mais

Fundações Diretas Rasas

Fundações Diretas Rasas Fundações Diretas Rasas Grupo: Anderson Martens Daniel Pereira Ricardo N. Lima Ronaldo Guedes Vitor A. Teruya Vivian R. Pestana Professor Manoel Vitor O que são fundações? Elementos estruturais cuja função

Leia mais

Correntes indústria cimenteira

Correntes indústria cimenteira Correntes indústria cimenteira Correntes resistentes e duradouras para, elevadores de caçambas, transportadores de bandeja e de arrasto, para aplicações críticas. Produtos projetados e fabricados para

Leia mais

Portfólio armários deslizantes.

Portfólio armários deslizantes. Portfólio armários deslizantes. Apresentação Compromissados em fornecer móveis de altissima qualidade para escritórios, a Scrittori conta com as melhores linhas de serviços que incluem o fornecimento de

Leia mais

Inovação: arquitetura, decoração e design. A mais moderna tecnologia em aços pré-pintados. CSNSteelcolors

Inovação: arquitetura, decoração e design. A mais moderna tecnologia em aços pré-pintados. CSNSteelcolors Inovação: arquitetura, decoração e design. A mais moderna tecnologia em aços pré-pintados. folhetocsn.indd 1 2/29/08 6:47:58 PM Brasilata - Fornecedor Sulmetais Fotos meramente ilustrativas - aplicação

Leia mais

PROJETO V.I.P. EQUIPE ESPECIALIZADA EM ATENDIMENTO PERSONALIZADO PARA PISCINAS ESPECIAIS!

PROJETO V.I.P. EQUIPE ESPECIALIZADA EM ATENDIMENTO PERSONALIZADO PARA PISCINAS ESPECIAIS! PROJETO V.I.P. EQUIPE ESPECIALIZADA EM ATENDIMENTO PERSONALIZADO PARA PISCINAS ESPECIAIS! Filtros Sibrape Filtro Nautilus Filtros Sodramar Motobomba Sibrape Motobomba Nautilus Motobomba Sodramar

Leia mais

Propriedades Térmicas. DEMEC TM229 Prof. Adriano Scheid Callister Cap. 19

Propriedades Térmicas. DEMEC TM229 Prof. Adriano Scheid Callister Cap. 19 DEMEC TM229 Prof. Adriano Scheid Callister Cap. 19 Entende-se como propriedade térmica como a resposta de um material à aplicação de calor. À medida que um sólido absorve energia na forma de calor, a sua

Leia mais

PROJETO DE LEI Nº, DE, DE, DE 2013. Senhor Presidente, JUSTIFICATIVA:

PROJETO DE LEI Nº, DE, DE, DE 2013. Senhor Presidente, JUSTIFICATIVA: A Sua Excelência o Senhor Vereador JUARES CARLOS HOY Presidente da Câmara Municipal de Canoas PROJETO DE LEI Nº, DE, DE, DE 2013. Senhor Presidente, O Vereador Pedro Bueno, Vice-líder da Bancada do Partido

Leia mais

SE TEM TECVENT, RESPIRE TRANQUILO.

SE TEM TECVENT, RESPIRE TRANQUILO. SE TEM TECVENT, RESPIRE TRANQUILO. TECVENT. AMBIENTE VENTILADO, RETORNO GARANTIDO. Fundada em 1994 da união de vários profissionais de larga experiência em ventilação industrial, a TecVent tornou-se referência

Leia mais

Sistemas de Impermeabilização

Sistemas de Impermeabilização Sistemas de Impermeabilização Projecto de Construção CET Seia Eng. Sá Neves Eng. Sá Neve Sistema invertido ou tradicional : Os sistemas em cobertura invertida são os mais aconselháveis devido a maior durabilidade

Leia mais

sistema construtivo Steel Frame

sistema construtivo Steel Frame sistema construtivo Steel Frame A Allmas é uma indústria da construção civil, especializada na fabricação de estruturas e na construção em Steel Frame ou Light Steel Frame (LSF). Atua nos segmentos residenciais,

Leia mais

Tecnologia da Construção Civil - I Fundações. Roberto dos Santos Monteiro

Tecnologia da Construção Civil - I Fundações. Roberto dos Santos Monteiro Tecnologia da Construção Civil - I Fundações Após a execução da sondagem, iremos definir qual o tipo de fundação mais adequada a ser utilizado no nosso empreendimento. As Fundações são elementos estruturais

Leia mais

Edifício Solar XXI e Casa Termicamente Optimizada: a Arquitectura Solar Passiva no LNEG. António Rocha e Silva

Edifício Solar XXI e Casa Termicamente Optimizada: a Arquitectura Solar Passiva no LNEG. António Rocha e Silva Edifício Solar XXI e Casa Termicamente Optimizada: a Arquitectura Solar Passiva no LNEG António Rocha e Silva ISMAI, 29 de Maio de 2015 Casa Termicamente Optimizada (1983) Rua de Salazares, 842 Porto (Ramalde)

Leia mais

Critério de Desenvolvimento da Embalagem de Transporte. Magda Cercan Junho/2013 São Paulo

Critério de Desenvolvimento da Embalagem de Transporte. Magda Cercan Junho/2013 São Paulo Critério de Desenvolvimento da Embalagem de Transporte Magda Cercan Junho/2013 São Paulo Magda Cercan Garcia Tecnôloga Mecânica em Processos de Produção e Projetos de Máquinas pela Faculdade de Tecnologia

Leia mais

LINHA DE PRODUTOS AS MELHORES MARCAS

LINHA DE PRODUTOS AS MELHORES MARCAS A MR SERVICE é uma empresa comprometida com a satisfação no atendimento do seu cliente, agregando produtos de qualidade com agilidade e eficiência na execução dos serviços. LINHA DE PRODUTOS Elevadores

Leia mais

CADERNO DE ESPECIFICAÇÕES

CADERNO DE ESPECIFICAÇÕES ANEXO - I CADERNO DE ESPECIFICAÇÕES 1 - OBJETIVO: Tem este o objetivo de esclarecer e orientar os diversos serviços para a construção de um abrigo para o grupo gerador de 380/220 V, 55 KVA e interligações

Leia mais

OPERAÇÕES UNITÁRIAS 1I. Sólidos SÓLIDOS PARTICULADOS 1: Particulados - PROPRIEDADES DOS SÓLIDOS PARTICULADOS - PENEIRAÇÃO

OPERAÇÕES UNITÁRIAS 1I. Sólidos SÓLIDOS PARTICULADOS 1: Particulados - PROPRIEDADES DOS SÓLIDOS PARTICULADOS - PENEIRAÇÃO OPERAÇÕES UNITÁRIAS 1I Sólidos SÓLIDOS PARTICULADOS 1: Particulados - PROPRIEDADES DOS SÓLIDOS PARTICULADOS - PENEIRAÇÃO Prof. Dr. Félix Monteiro Pereira PROF. DR. FÉLIX MONTEIRO PEREIRA 1 O que é um sólido

Leia mais

Gresca. Planta G1. Gresca. Planta G2. Gresca. Planta G3

Gresca. Planta G1. Gresca. Planta G2. Gresca. Planta G3 Gresca Planta G1 Gresca Planta G2 Gresca Planta G3 sobre a empresa Referência no mercado da construção civil, a Cerâmica Gresca fabrica blocos com furo vertical e peças especiais de alto desempenho, que

Leia mais

SISTEMA DE ISOLAMENTO TÉRMICO PELO EXTERIOR. O sistema de acabamento leve para isolamento térmico e protecção de paredes

SISTEMA DE ISOLAMENTO TÉRMICO PELO EXTERIOR. O sistema de acabamento leve para isolamento térmico e protecção de paredes SISTEMA DE ISOLAMENTO TÉRMICO PELO EXTERIOR O sistema de acabamento leve para isolamento térmico e protecção de paredes O SISTEMA DE ISOLAMENTO TÉRMICO DA VIERO O sistema de isolamento térmico da VIERO

Leia mais

Ficha de identificação da entidade participante

Ficha de identificação da entidade participante Ficha de identificação da entidade participante Designação ECT-UTAD Escola de Ciências e Tecnologia da Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro Professor responsável José Boaventura Ribeiro da Cunha

Leia mais

A eficiência encontra a performance. MAN TGX como novos motores D38.

A eficiência encontra a performance. MAN TGX como novos motores D38. A eficiência encontra a performance. MAN TGX como novos motores D38. UMA NOVA DIMENSÃO DE PERFORMANCE. Algum do equipamento apresentado nesta brochura não é fornecido de série. 2. Fahrerhaus Fahrerhaus.

Leia mais

OBJETIVOS DA SEÇÃO. Após concluir com êxito o módulo sobre Área de Trabalho, o aluno deve estar apto a:

OBJETIVOS DA SEÇÃO. Após concluir com êxito o módulo sobre Área de Trabalho, o aluno deve estar apto a: OBJETIVOS DA SEÇÃO Após concluir com êxito o módulo sobre Área de Trabalho, o aluno deve estar apto a: I. Definir os critérios da Área de Trabalho para o Sistema de Cabeamento Siemon, tanto para interfaces

Leia mais

Gradis e Grades de Piso Eletrofundidos

Gradis e Grades de Piso Eletrofundidos Gradis e Grades de Piso Eletrofundidos Desde 1980 a PISOMETAL vem fornecendo e instalando gradis e grades de piso eletrofundidos. Localizada em São Paulo Capital é uma empresa nacional que atua nos mais

Leia mais

Perfeitamente ligado. JUNG Multimédia

Perfeitamente ligado. JUNG Multimédia Perfeitamente ligado JUNG Multimédia JUNG PORTUGAL, S.A. R. Eng.º Frederico Ulrich, 2650 Edifício das Tecnologias - Piso 0 4470-605 Maia Tel. 229 407 750 Fax 229 407 752 e-mail: info@jungportugal.pt www.jungportugal.pt

Leia mais

MEMORIAL DE CÁLCULO. 10201 Demolição de piso cimentado inclusive lastro de concreto 5,58X2,98=16,62 10,73+10,70+19,98=41,41 m² TOTAL=58,03m²

MEMORIAL DE CÁLCULO. 10201 Demolição de piso cimentado inclusive lastro de concreto 5,58X2,98=16,62 10,73+10,70+19,98=41,41 m² TOTAL=58,03m² MEMORIAL DE CÁLCULO 10201 Demolição de piso cimentado inclusive lastro de concreto 5,58X2,98=16,62 10,73+10,70+19,98=41,41 m² TOTAL=58,03m² 10214 Retirada de portas e janelas de madeira, inclusive batentes

Leia mais

Além de fazer uma ótima escolha, você ainda está ajudando a natureza e garantindo a preservação do meio ambiente.

Além de fazer uma ótima escolha, você ainda está ajudando a natureza e garantindo a preservação do meio ambiente. Obrigado por adquirir um produto Meu Móvel de Madeira. Agora, você tem em suas mãos um produto de alta qualidade, produzido com matérias-primas derivadas de floresta plantada. Além de fazer uma ótima escolha,

Leia mais

Manual de Aplicação de tijolos de face à vista e de pavers cerâmicos. de tijolos de face à vista e de pavers cerâmicos

Manual de Aplicação de tijolos de face à vista e de pavers cerâmicos. de tijolos de face à vista e de pavers cerâmicos Manual de Aplicação de tijolos de face à vista e de pavers cerâmicos de tijolos de face à vista e de pavers cerâmicos Apresentação da CVG A Cerâmica Vale da Gândara foi criada em 1957, e encontra-se localizada

Leia mais

PEX - Extra Pesado Axial

PEX - Extra Pesado Axial C - CELERON Capacidade até 0kg C - Celeron. Dureza: 103 Rockwell M. (-30 a +ºC) Fabricadas com composto obtido da combinação de fibras de algodão maceradas impregnadas com resina fenólica, moldado sob

Leia mais

PermaBase. Placas Cimentícias

PermaBase. Placas Cimentícias PermaBase Placas Cimentícias PAREDES EXTERIORES 2. Malha de fibra de vidro anti-alcalina 5. Perfil "C" com 75 x 50 x 1 mm em aço galvanizado 6. Guia "U" com 75 x 40 x 1 mm em aço galvanizado 7. Lã mineral

Leia mais

PROJETOS ESTABILIDADE CONSTRUÇÃO MANUTENÇÃO EDIFÍCIOS INDÚSTRIA PECMEI \ PRESERVE THE PRESENT, BUILD THE FUTURE

PROJETOS ESTABILIDADE CONSTRUÇÃO MANUTENÇÃO EDIFÍCIOS INDÚSTRIA PECMEI \ PRESERVE THE PRESENT, BUILD THE FUTURE PROJETOS ESTABILIDADE CONSTRUÇÃO MANUTENÇÃO EDIFÍCIOS INDÚSTRIA MANTER O PARQUE EMPRESARIAL SAUDÁVEL, FORTE E CAPAZ DE CUMPRIR COM TODAS AS NECESSIDADES DO MERCADO. Dedicamos a nossa especial atenção

Leia mais

Habitação de Interesse Social. em Containers

Habitação de Interesse Social. em Containers Habitação de Interesse Social Orientador: Prof. Dr. Antonio Castelnou DAU-UFPR em Containers Projeto: Manual de reciclagem arquitetônica de containers BANPESQ/THALES: 2014015430 Diego Nogossek da Rocha

Leia mais

1. EMC DO BRASIL 2. SISTEMAS EMC 3. SEU TELHADO E O MEIO AMBIENTE 4. ILHAS DE CALOR URBANA 5. PROCEL E SUSTENTABILIDADE 6. DISTRIBUIÇÃO DA EMC NO

1. EMC DO BRASIL 2. SISTEMAS EMC 3. SEU TELHADO E O MEIO AMBIENTE 4. ILHAS DE CALOR URBANA 5. PROCEL E SUSTENTABILIDADE 6. DISTRIBUIÇÃO DA EMC NO 1. EMC DO BRASIL 2. SISTEMAS EMC 3. SEU TELHADO E O MEIO AMBIENTE 4. ILHAS DE CALOR URBANA 5. PROCEL E SUSTENTABILIDADE 6. DISTRIBUIÇÃO DA EMC NO BRASIL 7. INVESTIMENTOS 1. EMC DO BRASIL QUEM SOMOS? A

Leia mais

Bloco de Concreto CONCEITO

Bloco de Concreto CONCEITO CONCEITO A alvenaria de bloco de concreto é empregada em paredes com função estrutural ou mesmo como vedação em edifícios com estrutura de concreto armado. Substituem a alvenaria de tijolos que, por falta

Leia mais

PX - Super Pesado Axial

PX - Super Pesado Axial NM - NYLON MACIÇO Capacidade até 1400kg NM - Nylon Maciço Usinado. Dureza: 70 Shore D. ( 40ºc a +110ºC) Produzidas a partir de tarugos de nylon 6.0. São leves, possuem ótima resistência mecânica, rodam

Leia mais

2 03/11 Relatório Final R.A. O.S. O.A. PU. 1 30/09 Alterado Endereço do Terreno R.A. O.S. O.A. PU

2 03/11 Relatório Final R.A. O.S. O.A. PU. 1 30/09 Alterado Endereço do Terreno R.A. O.S. O.A. PU Código Rev. Folha SD.KLA.PA.RE.001 2 1/ Código do cliente Rev. 0 KLABIN S. A. PARANAGUA PR TERRENO ROCHA RELATÓRIO DE AVALIAÇÃO GEOTÉCNICA FUROS DE SONDAGENS Cliente : KLABIN S. A. Obra : LEVANTAMENTO

Leia mais

IFRN - Campus Parnamirim Curso de eletricidade turma de redes de Computadores 2011.2. Figura 35 Relé eletromecânico

IFRN - Campus Parnamirim Curso de eletricidade turma de redes de Computadores 2011.2. Figura 35 Relé eletromecânico Figura 35 Relé eletromecânico Figura 36 Aplicação para o relé eletromecânico INFORMAÇÕES IMPORTANTES SOBRE OS INDUTORES Três conclusões muito importantes podem ser tiradas em relação ao comportamento do

Leia mais

Celulose - A Escolha Natural SOLUÇÕES MODERNAS E EFICAZES DE ISOLAMENTO TÉRMICO E ACÚSTICO. Soluciona todos os seus problemas térmicos e acústicos

Celulose - A Escolha Natural SOLUÇÕES MODERNAS E EFICAZES DE ISOLAMENTO TÉRMICO E ACÚSTICO. Soluciona todos os seus problemas térmicos e acústicos Celulose - A Escolha Natural SOLUÇÕES MODERNAS E EFICAZES DE ISOLAMENTO TÉRMICO E ACÚSTICO Soluciona todos os seus problemas térmicos e acústicos ISOLAMENTO TÉRMICO Para o comum dos mortais, o isolamento

Leia mais

São assim denominados pois não utilizam o processo de queima cerâmica que levaria à derrubada de árvores para utilizar a madeira como combustível,

São assim denominados pois não utilizam o processo de queima cerâmica que levaria à derrubada de árvores para utilizar a madeira como combustível, TIJOLOS ECOLÓGICOS Casa construída com tijolos ecológicos Fonte: paoeecologia.wordpress.com TIJOLOS ECOLÓGICOS CARACTERÍSTICAS São assim denominados pois não utilizam o processo de queima cerâmica que

Leia mais

ATIVIDADE DE FÍSICA PARA AS FÉRIAS 8. o A/B PROF. A GRAZIELA

ATIVIDADE DE FÍSICA PARA AS FÉRIAS 8. o A/B PROF. A GRAZIELA ATIVIDADE DE FÍSICA PARA AS FÉRIAS 8. o A/B PROF. A GRAZIELA QUESTÃO 1) Utilize as informações do texto abaixo para responder às questões que o seguem. Uma máquina simples para bombear água: A RODA D ÁGUA

Leia mais