29/04/2014. Professor

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "29/04/2014. Professor"

Transcrição

1 UniSALESIANO Centro Universitário Católico Salesiano Auxilium Curso de Engenharia Civil Disciplina: Introdução a Engenharia Civil Elementos de Vedações Área de Construção Civil Prof. Dr. André Luís Gamino Professor Elementos de Vedações Definição Todo material de construção civil que proporciona barreira isolante para a entrada de intemperismos na edificação, proporcionando isolamento térmico e acústico e hidrófugo. Tipos Alvenarias Coberturas Esquadrias 1

2 Definição Etapa da obra constituída por pedras, tijolos ou blocos, ligados entre si com argamassa. Requisitos Básicos Resistência; Durabilidade; Impermeabilidade; Classificação Tijolos de barro cozido (comum, laminado, furado, refratário); Blocos de concreto; Concreto celular, tijolo de vidro; Tijolo de Barro Cozido A execução da alvenaria deve ser feita obedecendo-se os eixos de locação já predeterminados. As paredes devem ser erguidas mantendo-se o prumo, o alinhamento e o nivelamento das fiadas. Ferramentas Linha de nylon; Prumo; Mangueira de nível; Escantilhão; 2

3 Vergas Devem ser executadas sobre os vãos de portas e janelas para distribuir as tensões concentradas nos cantos do vão. Para vãos maiores que 1,50 m, recomenda-se o emprego de vergas duplas. A ausência das vergas pode ocasionar deformações nas esquadrias ou o surgimento de trincas nos cantos inferiores. Cinta de Amarração Produzem efeito de travejamento da alvenaria quanto aos esforços horizontais provocados pela cobertura. São utilizadas quando o cálculo estrutural não prevê o uso de vigas. Devem ser executadas sobre todas as paredes, na altura do respaldo. 3

4 Tijolo Laminado Semelhante ao tijolo comum, com melhor qualidade; Utilizado em alvenarias aparentes; São mais duros e resistentes, difíceis de serem cortados; Apresentam maior consumo de argamassa. Apresenta custo mais elevado que o do tijolo comum; Possui superfície bastante lisa, dificultando o revestimento. Tijolo Refratário Proveniente do cozimento de argilas refratárias; Resistem a temperaturas de até 1200 C; Resistência à compressão superior a 10 MPa; Dilatação linear inferior a 5%; Geralmente usado em alvenarias submetidas a altas temperaturas (fornos, churrasqueiras); 4

5 Bloco de Concreto Requerem uso de tijolos comuns para os arremates de paredes; Em locais de clima quente e úmido, podem se tornar insalubres; A absorção de água da argamassa é maior do que a do bloco, podendo ficar sinais na parede após dias chuvosos; Elementos de Vedações: Cobertura Composição Estrutura: Laje, estrutura metálica, estrutura de madeira; Telhado: Telhas, forros, sistemas de isolamento térmico e captação de águas pluviais. 5

6 Elementos de Vedações: Cobertura Tipos de Telhas Barro cozido, fibrocimento, metálicas, vidro, fibra de vidro, concreto; Telhas de Barro Problemas de resistência: queima mal efetuada Caimentos mínimos: francesa (35%) e demais (20%) Francesa Colonial Portuguesa Romana Elementos de Vedações: Cobertura Telha de Concreto Alta resistência, possuem peças especiais para acabamento de beirais e cumeeira; Custo elevado e caimento mínimo de 30%; Requer uma estrutura do telhado mais robusta; 6

7 Elementos de Vedações: Cobertura Telha de Fibrocimento Telha de baixo custo; Baixo valor de caimento mínimo (9%); Estrutura do telhado leve e econômica; Uso em edificações requer tratamento térmico; Modelos mais antigos: amianto (asbestose); Elementos de Vedações: Esquadrias Definição As esquadrias incluem todos os trabalhos executados para as vedações do tipo portas, janelas, venezianas, portões, grades, prateleiras, armários embutidos, etc. Tipos Madeira Metálicas (aço, alumínio, cobre) PVC 7

8 Elementos de Vedações: Esquadrias Madeira Preferencialmente não expostas a intemperismo; Expostas ao intemperismo: manutenção periódica; Portas: batente, folha e guarnição; Janelas: caixilho, folha e guarnição; Elementos de Vedações: Esquadrias Metálicas Materiais: aço, alumínio ou cobre (construções mais sofisticadas); Esquadrias em aço: manutenção muito inferior comparadas com as esquadrias de madeira; Esquadrias em alumínio ou cobre: dispensam pintura porém tem custo mais elevado; 8

9 Elementos de Vedações: Esquadrias Metálicas: Janelas Fixas: Permitem apenas a entrada de luz; Basculantes: Constituídas por uma parte fixa e outra móvel; De Abrir: Apresentam folhas cuja abertura é feita por meio de dobradiças; De Correr: As folhas deslizam lateralmente sobre trilhos horizontais; Fixa Basculante De Abrir De Correr Elementos de Vedações: Esquadrias Metálicas: Portas De Abrir: Apresentam duas ou mais folhas dependendo do vão; De Correr: As folhas deslizam por roldanas suspensas guiadas por trilhos colocados no piso; De Abrir De Correr 9

10 UniSALESIANO Centro Universitário Católico Salesiano Auxilium Curso de Engenharia Civil OBRIGADO PELA ATENÇÃO! Elementos de Vedações Área de Construção Civil 10

23/05/2014. Professor

23/05/2014. Professor UniSALESIANO Centro Universitário Católico Salesiano Auxilium Curso de Engenharia Civil Disciplina: Construção Civil I Alvenarias Área de Construção Civil Prof. Dr. André Luís Gamino Professor Elementos

Leia mais

Memorial Descritivo Escola Municipal Professor Ismael Silva

Memorial Descritivo Escola Municipal Professor Ismael Silva PREFEITURA MUNICIPAL DE ILICÍNEA Estado de Minas Gerais CNPJ: 18.239.608/0001-39 Praça. Padre João Lourenço Leite, 53 Centro Ilicínea Tel (fax).: (35) 3854 1319 CEP: 37175-000 Memorial Descritivo Escola

Leia mais

PLANILHA AUXILIAR B DADOS DO IMÓVEL: PROJETO 02. ÁREA TOTAL TERRENO: 336,00m²

PLANILHA AUXILIAR B DADOS DO IMÓVEL: PROJETO 02. ÁREA TOTAL TERRENO: 336,00m² - INSTALAÇÕES PROVISÓRIAS Abrigo provisório de madeira executada na obra para alojamento e depósitos de materiais e ferramentas. Unidade: m² Critério de medição: Pela área de projeção horizontal do abrigo.

Leia mais

PLANILHA AUXILIAR C DADOS DO IMÓVEL: PROJETO 03. ÁREA TOTAL TERRENO: 325,00m²

PLANILHA AUXILIAR C DADOS DO IMÓVEL: PROJETO 03. ÁREA TOTAL TERRENO: 325,00m² ENDEREÇO: Rua 580, S/Nº - INSTALAÇÕES PROVISÓRIAS Abrigo provisório de madeira executada na obra para alojamento e depósitos de materiais e ferramentas. Unidade: m² Critério de medição: Pela área de projeção

Leia mais

Unisalesiano Centro Universitário Católico Salesiano Auxilium Curso de Engenharia Civil. Construção Civil II. Execução de Coberturas

Unisalesiano Centro Universitário Católico Salesiano Auxilium Curso de Engenharia Civil. Construção Civil II. Execução de Coberturas Unisalesiano Centro Universitário Católico Salesiano Auxilium Curso de Engenharia Civil Construção Civil II Execução de Coberturas Prof. André L. Gamino Cargas para o Projeto: NBR 6120 (1980): Cargas para

Leia mais

COBERTURAS. Professoras: Natália e Verônica

COBERTURAS. Professoras: Natália e Verônica COBERTURAS Professoras: Natália e Verônica DEFINIÇÃO A cobertura de uma estrutura tem a múltipla função de proteger a construção contra agentes externos, definir os aspectos arquitetônicos da estrutura

Leia mais

PLANILHA AUXILIAR A DADOS DO IMÓVEL: PROJETO 01. ÁREA TOTAL TERRENO: 352,87m²

PLANILHA AUXILIAR A DADOS DO IMÓVEL: PROJETO 01. ÁREA TOTAL TERRENO: 352,87m² DADOS DO IMÓVEL: PROJETO 0 ENDEREÇO: Rua nº 0 - Loteamento Maria Laura - INSTALAÇÕES PROVISÓRIAS Abrigo provisório de madeira executada na obra para alojamento e depósitos de materiais e ferramentas. Unidade:

Leia mais

TELHADOS COBERTURAS. Elementos e tipos para se definir a Planta de Cobertura. Profª Dayane Cristina Alves Ferreira

TELHADOS COBERTURAS. Elementos e tipos para se definir a Planta de Cobertura. Profª Dayane Cristina Alves Ferreira TELHADOS COBERTURAS Elementos e tipos para se definir a Planta de Cobertura. Profª Dayane Cristina Alves Ferreira dayengcivil@yahoo.com.br Cobertura O TELHADO é uma categoria de COBERTURA, em geral caracterizado

Leia mais

TÓPICOS ESPECIAIS ECIVIL I ALVENARIA ESTRUTURAL PAREDES. Estruturas Mistas - Profas Maria Regina Leggerini / Sílvia Baptista Kalil

TÓPICOS ESPECIAIS ECIVIL I ALVENARIA ESTRUTURAL PAREDES. Estruturas Mistas - Profas Maria Regina Leggerini / Sílvia Baptista Kalil 1 TÓPICOS ESPECIAIS ECIVIL I ALVENARIA ESTRUTURAL PAREDES CONCEITO: São elementos estruturais laminares (uma das dimensões muito menor do que as outras duas), apoiadas de modo contínuo em sua base. 2 TIPOLOGIA:

Leia mais

FLEX. 1.2 INSTALAÇÕES PROVISÓRIAS Será implantado canteiro de obras dimensionado de acordo com o porte e as necessidades da obra.

FLEX. 1.2 INSTALAÇÕES PROVISÓRIAS Será implantado canteiro de obras dimensionado de acordo com o porte e as necessidades da obra. MEMORIAL DESCRITIVO 1 HABITAÇÃO 1 EQUIPAMENTO COMUNITÁRIO IDENTIFICAÇÃO: Proponente : Favoritto Incorporações SPE LTDA. Construtora : Magis Incorporações e Participações Ltda. Empreendimento : Residencial

Leia mais

Silicones, Adesivos, Selantes Vedantes, Selantes MS, Estrutural, Altas Cargas e Temperatura, Junta de Dilatação.

Silicones, Adesivos, Selantes Vedantes, Selantes MS, Estrutural, Altas Cargas e Temperatura, Junta de Dilatação. Silicones, Adesivos, Selantes Vedantes, Selantes MS, Estrutural, Altas Cargas e Temperatura, Junta de Dilatação. REPRESENTANTE AUTORIZADO - CONSTRUTORAS, INSTALADORAS, INDÚSTRIAS, REVENDAS E DISTRIBUIDORES.

Leia mais

07/05/2017. Cuiabá/MT Maio

07/05/2017. Cuiabá/MT Maio Cuiabá/MT Maio - 2017 Alvenaria e um maciço constituído de pedras ou blocos, naturais ou artificiais, ligadas entre si de modo estável pela combinação de juntas e interposição de argamassa, ou somente

Leia mais

07/05/2014. Professor

07/05/2014. Professor UniSALESIANO Centro Universitário Católico Salesiano Auxilium Curso de Engenharia Civil Disciplina: Introdução a Engenharia Civil Área de Construção Civil MSc. Dr. André Luís Gamino Professor Definição

Leia mais

Construção de casas populares no Município de Primavera-Pa

Construção de casas populares no Município de Primavera-Pa Estado do Pará Prefeitura Municipal de Primavera Secretaria Municipal de Obras Urbanismo e Transportes ANEXO I MEMORIAL DISCRITIVO Construção de casas populares no Município de Primavera-Pa Paulo José

Leia mais

Quantificação de Materiais e Mão-de-obra

Quantificação de Materiais e Mão-de-obra Quantificação de Materiais e Mão-de-obra INFRA-ESTRUTURA 20501 LOCAÇÃO DA OBRA Madeiras e pregos (locação) 144,71 1 144,71 m2 2,5 361,775 Execução da locação da obra Mão-de-obra 144,71 1 144,71 m2 2 289,42

Leia mais

ANEXO À ATA DE REGISTRO DE PREÇOS Nº 032/09 PROCESSO DE COMPRA Nº 107/09 Campinas SGVO Eng, Constr. e Empreend. Imob. Ltda

ANEXO À ATA DE REGISTRO DE PREÇOS Nº 032/09 PROCESSO DE COMPRA Nº 107/09 Campinas SGVO Eng, Constr. e Empreend. Imob. Ltda ANEXO À ATA DE REGISTRO DE PREÇOS Nº 032/09 PROCESSO DE COMPRA Nº 107/09 Campinas SGVO Eng, Constr. e Empreend. Imob. Ltda CÓDIGO DESCRIÇÃO UNIDADE QUANT. PREÇO(R$) PREÇO TOTAL (R$) 1 Requisitos gerais

Leia mais

Limpeza do terreno m 2 Área de ocupação, mais 3m em toda a periferia ou o total. Locação da obra m 2 Área do primeiro pavimento da obra.

Limpeza do terreno m 2 Área de ocupação, mais 3m em toda a periferia ou o total. Locação da obra m 2 Área do primeiro pavimento da obra. CRITÉRIOS PARA MEDIÇÃO DOS SERVIÇOS Limpeza do terreno m 2 Área de ocupação, mais 3m em toda a periferia ou o total. Locação da obra m 2 Área do primeiro pavimento da obra. Em obras muito extensas ou recortadas,

Leia mais

Alvenaria de Vedação. Tecnologia das Construções Profª Bárbara Silvéria

Alvenaria de Vedação. Tecnologia das Construções Profª Bárbara Silvéria Alvenaria de Vedação Tecnologia das Construções Profª Bárbara Silvéria Considerações Gerais Alvenaria, pelo dicionário da língua portuguesa, é a arte ou ofício de pedreiro ou alvanel, ou ainda, obra composta

Leia mais

8 8/14. Nível 1 9 9/14 1 : 100 1/14

8 8/14. Nível 1 9 9/14 1 : 100 1/14 1 2 3 4 A B 8 8/14 C 9 9/14 D 1 1/14 1 2 3 4 A B 8 8/14 C 9 9/14 D 2 2/14 1 2 3 4 A B 8 8/14 C 9 9/14 D 3 Cobertura 3/14 1 2 3 4 A B C D 4 Fundação 4/14 1 2 3 4 Cobertura 8.00 4.00 5 Elevação Frontal 0.00

Leia mais

TECNOLOGIA DA CONSTRUÇÃO II CÓDIGO: IT837 CRÉDITOS: T2-P2 INSTITUTO DE TECNOLOGIA DEPARTAMENTO DE ARQUITETURA E URBANISMO

TECNOLOGIA DA CONSTRUÇÃO II CÓDIGO: IT837 CRÉDITOS: T2-P2 INSTITUTO DE TECNOLOGIA DEPARTAMENTO DE ARQUITETURA E URBANISMO TECNOLOGIA DA CONSTRUÇÃO II CÓDIGO: IT837 CRÉDITOS: T2-P2 INSTITUTO DE TECNOLOGIA DEPARTAMENTO DE ARQUITETURA E URBANISMO OBJETIVO DA DISCIPLINA: Fornecer ao aluno as informações necessárias sobre a constituição,

Leia mais

MEMORIAL DESCRITIVO CASA DE MADEIRA

MEMORIAL DESCRITIVO CASA DE MADEIRA 1 MEMORIAL DESCRITIVO CASA DE MADEIRA 1 - Base: 1.1 - Fundação: 1.1.1 - Brocas com diâmetro mínimo de 20 cm em concreto estrutural, executadas manualmente, com profundidade média de até 3,00 m. 1.1.2 -

Leia mais

Responsável Técnico: Arquiteta Michelle Scherch CAU A MEMORIAL DESCRITIVO

Responsável Técnico: Arquiteta Michelle Scherch CAU A MEMORIAL DESCRITIVO Responsável Técnico: Arquiteta Michelle Scherch CAU A52432-8 MEMORIAL DESCRITIVO Natureza da Obra: Residencial - Sobrados Geminados Proprietário: 3S Construções Ltda Local: Rua Vereador Adão Santos - Quadra

Leia mais

Quando a alvenaria não é dimensionada para resistir cargas verticais além de seu peso próprio é denominada Alvenaria de vedação.

Quando a alvenaria não é dimensionada para resistir cargas verticais além de seu peso próprio é denominada Alvenaria de vedação. Quando a alvenaria não é dimensionada para resistir cargas verticais além de seu peso próprio é denominada Alvenaria de vedação. Tijolos de barro cozido Tijolo comum (maciço, caipira) dimensões

Leia mais

MURFOR Reforço de aço para alvenaria

MURFOR Reforço de aço para alvenaria Aços Longos MURFOR Reforço de aço para alvenaria Murfor : marca registrada da N.V. Bekaert Produtos ARCE1109-0218_Folheto_Murfor_21x28cm.indd 2 MURFOR Reforço de aço para alvenaria Murfor é uma treliça

Leia mais

TECNOLOGIA DAS CONSTRUÇÕES AULA 03 MATERIAIS DE CONSTRUÇÃO

TECNOLOGIA DAS CONSTRUÇÕES AULA 03 MATERIAIS DE CONSTRUÇÃO TECNOLOGIA DAS CONSTRUÇÕES AULA 03 MATERIAIS DE CONSTRUÇÃO Prof. Msc. Anderson Alencar Edificações - IFPA INTRODUÇÃO Materiais de construção são todos os utilizados nas obras (construção de casas, prédios

Leia mais

INFORME O NOME DA EMPRESA Orçamento Sintético Global (GLOBAL)

INFORME O NOME DA EMPRESA Orçamento Sintético Global (GLOBAL) 1 Instalação do Canteiro de Obras 01520.8.1.1 ABRIGO PROVISÓRIO de madeira executado na obra para alojamento e depósito de materiais e ferramentas SER.CG M² 7,50 217,91 1.634,33 35,91 % ITEM % 02230.8.3.1

Leia mais

Critérios de Medição e Levantamento de Quantitativo

Critérios de Medição e Levantamento de Quantitativo Senai Dendezeiros Área de Construção Civil Critérios de Medição e Levantamento de Quantitativo Unidade Curricular: Orçamento de Obras e Controle de Custos Aula 05 Emanuele Cristian Fer Critério de medição

Leia mais

Orçamento: RESIDENCIA - ANDRE CONGONHAS

Orçamento: RESIDENCIA - ANDRE CONGONHAS Orçamento: RESIDENCIA - ANDRE CONGONHAS Orçamento parcial nº 1 SERVIÇOS PRELIMINARES 1.1 m2 Corte de capoeira fina a foice 900,000 0,19 171,00 1.2 m2 Raspagem e limpeza manual de terreno 900,000 0,63 567,00

Leia mais

LOTEAMENTO RESIDENCIAL RESERVA CAMPO BELO ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS DAS HABITAÇÕES Residência PNE em alvenaria

LOTEAMENTO RESIDENCIAL RESERVA CAMPO BELO ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS DAS HABITAÇÕES Residência PNE em alvenaria LOTEAMENTO RESIDENCIAL RESERVA CAMPO BELO ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS DAS HABITAÇÕES Residência PNE em alvenaria 1. INFRA-ESTRUTURA 1.1. TRABALHOS EM TERRA O terreno será submetido à limpeza, nivelamento e

Leia mais

CANTEIRO DE OBRA 1. ESPECIFICAÇOES TECNICAS DOS SERVIÇOS

CANTEIRO DE OBRA 1. ESPECIFICAÇOES TECNICAS DOS SERVIÇOS CANTEIRO DE OBRA 1. ESPECIFICAÇOES TECNICAS DOS SERVIÇOS 1.1- FUNDAÇÕES Blocos em concreto simples 0.45mx0,40mx0,24m 1.4- COBERTURA Em telhas recicladas de tetra pack e alumínio. Uma cobertura ecologicamente

Leia mais

Quantitativo de Revestimento de Parede (3 unidades) Tipo Material: Nome Material: Descrição Material: Área

Quantitativo de Revestimento de Parede (3 unidades) Tipo Material: Nome Material: Descrição Material: Área Quantitativo de Revestimento de Parede (3 unidades) Tipo Nome Descrição Parede Exterior Bloco 14 - Pintura externa e Cerâmica interna Parede Exterior Bloco 14 - Pintura externa e Cerâmica interna Alvenaria

Leia mais

PRODUTOS EM AÇO GALVANIZADO PRONTO PARA INSTALAR COM DESIGN INOVADOR

PRODUTOS EM AÇO GALVANIZADO PRONTO PARA INSTALAR COM DESIGN INOVADOR PRODUTOS EM AÇO GALVANIZADO PRONTO PARA INSTALAR COM DESIGN INOVADOR PRATICIDADE E ECONOMIA Produtos em aço pronto para instalar PRODUTOS RESISTENTES Pressão máxima de carga de vento de 1430 Pa e desempenho

Leia mais

PLANEJAMENTO E CONTROLE DE OBRAS

PLANEJAMENTO E CONTROLE DE OBRAS PLANEJAMENTO E CONTROLE DE OBRAS Levantamento de Quantitativos Professora: Eng. Civil Mayara Custódio, Msc. Levantamento de Quantitativos Orçamentação Serviços que compõem a obra Quais? MEMORIAL DESCRITIVO

Leia mais

Universidade de Pernambuco Escola Politécnica de Pernambuco DISCIPLINA. Construção Civil II

Universidade de Pernambuco Escola Politécnica de Pernambuco DISCIPLINA. Construção Civil II Curso: Engenharia Civil Universidade de Pernambuco Escola Politécnica de Pernambuco DISCIPLINA Construção Civil II Aula 08 Coberturas em telhados Prof. Dr. Alberto Casado Lordsleem Jr. Sumário Aula 08

Leia mais

Programa Analítico de Disciplina ARQ322 Detalhes Arquitetônicos

Programa Analítico de Disciplina ARQ322 Detalhes Arquitetônicos 0 Programa Analítico de Disciplina Departamento de Arquitetura e Urbanismo - Centro de Ciências Exatas e Tecnológicas Número de créditos: 4 Teóricas Práticas Total Duração em semanas: 15 Carga horária

Leia mais

Planilha Orçamentária

Planilha Orçamentária Ministério da Educação Obra: Proinfância - Espaço Educativo Infantil Tipo C BDI adotado Município: Endereço: Planilha Orçamentária ITEM DESCRIÇÃO DOS SERVIÇOS UNID. QUANT. PR. UNIT.(R$) VALOR (R$) 1.0

Leia mais

RESIDÊNCIA NOVO CAMPECHE

RESIDÊNCIA NOVO CAMPECHE RESIDÊNCIA NOVO CAMPECHE MEMÓRIAL DESCRITIVO RESIDÊNCIA NOVO CAMPECHE Residência unifamiliar, com 150 m2 de área construída, 2 pisos, arquitetura contemporânea de alto padrão, implantada em terreno com

Leia mais

Rua Colombia nº 50 Boqueirão Santos / S.P. MEMORIAL DESCRITIVO

Rua Colombia nº 50 Boqueirão Santos / S.P. MEMORIAL DESCRITIVO Rua Colombia nº 50 Boqueirão Santos / S.P. MEMORIAL DESCRITIVO 1 CONSIDERAÇÕES INICIAIS 1.1 Projeto Será um edifício residencial contendo subsolo, térreo, mezanino, 13 pavimentos tipo com 04 (quatro) apartamentos

Leia mais

REATERRO MANUAL de vala SER.CG M³ 1,72 2,81 4,83 4,40 CUSTO TOTAL DO ITEM 109,83 100,00 3 Fundação 10 Sapata Pré-Fabricada COMP.

REATERRO MANUAL de vala SER.CG M³ 1,72 2,81 4,83 4,40 CUSTO TOTAL DO ITEM 109,83 100,00 3 Fundação 10 Sapata Pré-Fabricada COMP. CÓDIGO DESCRIÇÃO CLASS UNID. QUANT. 1 Instalação do Canteiro de Obras 01520.8.1.1 ABRIGO PROVISÓRIO de madeira executado na obra para alojamento e depósito de materiais e ferramentas SER.CG M² 7,50 217,91

Leia mais

Catálogo de Produtos COLEÇÃO 2017

Catálogo de Produtos COLEÇÃO 2017 Catálogo de Produtos COLEÇÃO 2017 Especialidade, excelência e requinte. Essas são as principais qualidades que você pode encontrar nas peças da Linha Magnum, a mais sofisticada da Atlântica. Ao adquirir

Leia mais

Memorial descritivo. PROJETO: Reforma e ampliação do ESF Cancelão/Agrofil LOCAL: Pólo Madeireiro - 4ª Distrito de Piratini/RS

Memorial descritivo. PROJETO: Reforma e ampliação do ESF Cancelão/Agrofil LOCAL: Pólo Madeireiro - 4ª Distrito de Piratini/RS Memorial descritivo PROJETO: Reforma e ampliação do ESF Cancelão/Agrofil LOCAL: Pólo Madeireiro - 4ª Distrito de Piratini/RS O Projeto Ampliação em um pavimento com 64,57 m² de área de construção, a ser

Leia mais

Empreendimento: Edifício Residencial Panambi Endereço: Rua Caetana Alves Leite - Floresta São José - SC CEP:

Empreendimento: Edifício Residencial Panambi Endereço: Rua Caetana Alves Leite - Floresta São José - SC CEP: MEMORIAL DESCRITIVO FLORIANÓPOLIS, FEVEREIRO DE 2008. Empreendimento: Edifício Residencial Panambi Endereço: Rua Caetana Alves Leite - Floresta São José - SC CEP: INFORMAÇÕES GERAIS: Construção e Vendas

Leia mais

PLANILHA CONTRATUAL VIGENTE - RECOPA

PLANILHA CONTRATUAL VIGENTE - RECOPA 1. MOBILIZAÇÃO E DESMOBILIZAÇÃO 8.550.312,46 1.1 MOBILIZAÇÃO E DESMOBILIZAÇÃO DE PESSOAL PESS 70,000 1.778,00 124.460,00 1.2 MOBILIZAÇÃO E DESMOBILIZAÇÃO DE EQUIPAMENTOS VG 40,000 22.225,00 889.000,00

Leia mais

PROJETO-AVICULTURA COLONIAL AVIÁRIO PARA 500 AVES DE CORTE

PROJETO-AVICULTURA COLONIAL AVIÁRIO PARA 500 AVES DE CORTE PROJETO-AVICULTURA COLONIAL AVIÁRIO PARA 500 AVES DE CORTE CLIENTE-EMBRAPA CLIMA TEMPERADO ONSTRUÇÃO Projeto - Avicultura Colonial Aviário para 500 aves de corte Cliente Embrapa Clima Temperado Junho,

Leia mais

Hospitais e Laboratórios com esquadrias em PVC

Hospitais e Laboratórios com esquadrias em PVC Hospitais e Laboratórios com esquadrias em PVC O que poderia ser mais um obra inacabada se transformou em um aliado no tratamento do câncer infantil. O prédio do Instituto de Tratamento do Câncer Infantil

Leia mais

TOTAL DO ITEM 1 4.326,42

TOTAL DO ITEM 1 4.326,42 OBRA - CONSTRUÇÃO DE 40 BLOCOS RESIDENCIAIS PAGINA: 1 / 10 1 SERVIÇOS PRELIMINARES (Habitacao) 1.1 Locação da obra sem instrumento topográfico, considerada a projeção horizontal da área envolvente 349,19

Leia mais

1.4. Sistemas estruturais em madeira

1.4. Sistemas estruturais em madeira 1.4. Sistemas estruturais em madeira 1.4.1. Análise estrutural Estuda as estruturas se preocupando basicamente com a determinação dos esforços e das deformações a que elas estão submetidas quando solicitadas

Leia mais

Construções e Eletrificação Rural

Construções e Eletrificação Rural Universidade Federal de Goiás Escola de Agronomia e Engenharia de Alimentos Setor de Engenharia Rural Construções e Eletrificação Rural Prof. Dr. Regis de Castro Ferreira rcastro@agro.ufg.br INTRODUÇÃO

Leia mais

CIRURGIA DE CASAS. Guilherme Felipe. Nathali Padovani Pflex. Profª. Silke Kapp. dezembro 2010

CIRURGIA DE CASAS. Guilherme Felipe. Nathali Padovani Pflex. Profª. Silke Kapp. dezembro 2010 CIRURGIA DE CASAS Guilherme Felipe. Nathali Padovani Pflex. Profª. Silke Kapp. dezembro 2010 Entrevista com o cliente Quatro moradores: Cândida : 45 anos Petra: 22 anos Bárbara : 16 anos Gabriel: 2 anos,

Leia mais

Elementos de vedação e divisórios

Elementos de vedação e divisórios UNIV. FEDERAL DE OURO PRETO Escola de Minas DECIV CIV601 - Técnicas Construtivas Elementos de vedação e divisórios Prof. Guilherme Brigolini CONCEITUAÇÃO vedação vertical: elementos que compartimentam

Leia mais

CADERNO DE ESPECIFICAÇÕES

CADERNO DE ESPECIFICAÇÕES ANEXO - I CADERNO DE ESPECIFICAÇÕES 1 - OBJETIVO: Tem este o objetivo de esclarecer e orientar os diversos serviços para a construção de um abrigo para o grupo gerador de 380/220 V, 55 KVA e interligações

Leia mais

INFORME O NOME DA EMPRESA Orçamento Sintético Global (GLOBAL)

INFORME O NOME DA EMPRESA Orçamento Sintético Global (GLOBAL) CÓDIGO DESCRIÇÃO CLASS UNID. QUANT. 1 Instalação do Canteiro de Obras 01520.8.1.1 ABRIGO PROVISÓRIO de madeira executado na obra para alojamento e depósito de materiais e ferramentas SER.CG M² 7,50 217,91

Leia mais

Portas e Janelas de Madeira. Um mundo feito sob medida para você.

Portas e Janelas de Madeira. Um mundo feito sob medida para você. Catálogo de Produtos Portas e Janelas de Madeira Um mundo feito sob medida para você. 02 É a sua casa. É a sua vida. Durante anos o nome Portalmad foi construído em torno da qualidade e beleza de seus

Leia mais

DESEMPENHO DE EDIFICAÇÕES

DESEMPENHO DE EDIFICAÇÕES UNIVERSIDADE DO VALE DO RIO DOS SINOS: UNISINOS INSTITUTO TECNOLÓGICO EM DESEMPENHO E CONSTRUÇÃO CIVIL NORMA DE DESEMPENHO E OS SISTEMAS VERTICAIS DE VEDAÇÃO DESEMPENHO DE EDIFICAÇÕES Prof. Dr. Bernardo

Leia mais

EDITAL DE LICITAÇÃO TOMADA DE PREÇO Nº 2/2016

EDITAL DE LICITAÇÃO TOMADA DE PREÇO Nº 2/2016 Page 1 of 10 Sub. Qtde. Unid. Descrição Marca/Modelo Valor Valor Total 1 1,00 UN INSTALAÇÃO DA OBRA Valor de Referência: 612,55000 1 2,50 M2 PLACA DE OBRA 2,00 m x 1,25 m Valor de Referência: 245,02000

Leia mais

RESIDENCIAL NOVO CAMPECHE

RESIDENCIAL NOVO CAMPECHE RESIDENCIAL NOVO CAMPECHE MEMÓRIA DESCRITIVA RESIDÊNCIA NOVO CAMPECHE 3 Residência unifamiliar, com 158,88 m2 de área construída, 2 pisos, arquitetura contemporânea de alto padrão, implantada em terreno

Leia mais

COMPARATIVO TEÓRICO ENTRE O SISTEMA CONSTRUTIVO EM LIGHT STEEL FRAMING E O SISTEMA CONSTRUTIVO EM ALVENARIA CONVENCIONAL

COMPARATIVO TEÓRICO ENTRE O SISTEMA CONSTRUTIVO EM LIGHT STEEL FRAMING E O SISTEMA CONSTRUTIVO EM ALVENARIA CONVENCIONAL COMPARATIVO TEÓRICO ENTRE O SISTEMA CONSTRUTIVO EM LIGHT STEEL FRAMING E O SISTEMA CONSTRUTIVO EM ALVENARIA CONVENCIONAL Washington Duarte Teixeira (1) ; Paula Gabrielle Campos (2), Geovana Bomtempo Morais

Leia mais

Guia Prático de Instalação Completo Forros Minerais OWA. Revisão: 2

Guia Prático de Instalação Completo Forros Minerais OWA. Revisão: 2 Guia Prático de Instalação Completo Forros Minerais OWA Revisão: 2 Guia Prático de Instalação Forros Minerais OWA Cuidados Iniciais Cuidados iniciais: SEMPRE manter as mãos limpas para manusear os forros

Leia mais

Prefeitura Municipal de Itambé

Prefeitura Municipal de Itambé MEMORIAL DESCRITIVO REFORMA E AMPLIAÇÃO DA CAPELA MORTUÁRIA CONSIDERAÇÕES INICIAIS Este memorial tem por objetivo descrever de forma clara a reforma e ampliação da capela mortuária. Todos os materiais

Leia mais

FUNCIONAL ENTORNO ELEMENTOS DE ENTORNO, CONSIDERANDO OS ATRIBUTOS DO LUGAR - MASSAS TOPOGRAFIA

FUNCIONAL ENTORNO ELEMENTOS DE ENTORNO, CONSIDERANDO OS ATRIBUTOS DO LUGAR - MASSAS TOPOGRAFIA FUNCIONAL ENTORNO IDENTIFICAR A RELAÇÃO DO EDIFÍCIO COM OS ELEMENTOS DE ENTORNO, CONSIDERANDO OS ATRIBUTOS DO LUGAR - MASSAS EDIFICADAS, RELAÇÕES DE PROXIMIDADE, DIÁLOGO, INTEGRAÇÃO OU AUTONOMIA CARBON

Leia mais

ESTUDO COMPARATIVO TABELAS DE CUSTOS SIN-RN X SINAPI-RN (JAN-2013)

ESTUDO COMPARATIVO TABELAS DE CUSTOS SIN-RN X SINAPI-RN (JAN-2013) CÓDIGO DESCRIÇ CLA UNIDA SS DE QUANT. 01.0 SEVIÇOS PRELIMINARES PREÇO UNIT. S/ BDI (R$) SINAPI 2013 PREÇO TOTAL S/ BDI (R$) SINAP 2013 REFERÊNC IA SINAPI 2013 PREÇO UNIT. S/ BDI (R$) SIN-RN 2013 PREÇO

Leia mais

Em qualquer tipo de piso é importante que o solo esteja muito bem preparado. Praticamente devemos observar os seguintes itens: O solo deve estar

Em qualquer tipo de piso é importante que o solo esteja muito bem preparado. Praticamente devemos observar os seguintes itens: O solo deve estar Em qualquer tipo de piso é importante que o solo esteja muito bem preparado. Praticamente devemos observar os seguintes itens: O solo deve estar muito bem compactado. Toda a tubulação embutida deve estar

Leia mais

DURABILIDADE ACABAMENTO CONFORTO SEGURANÇA PINTURA HIDROSSOLÚVEL, ECOLOGICAMENTE CORRETA.

DURABILIDADE ACABAMENTO CONFORTO SEGURANÇA PINTURA HIDROSSOLÚVEL, ECOLOGICAMENTE CORRETA. DURABILIDADE Produto fosfatizado, que oferece proteção contra ferrugem. Sistema anti-infiltração. ACABAMENTO Solda ponto, que deixa o vidro apoiado à esquadria e facilita a limpeza. Acessórios parafusados

Leia mais

COBERTURAS. Prof. Amison de Santana

COBERTURAS. Prof. Amison de Santana COBERTURAS Prof. Amison de Santana Cobertura Funções Básicas: Proteção das partes internas das construções; Dar inclinação adequada, de acordo com o tipo de telha utilizada, para drenar águas pluviais;

Leia mais

LOCAÇÃO DE SERVIÇOS. SERVIÇOS PRELIMINARES Remoção de pintura - Caixa d água Remoção de pintura látex. Página 1 de 6

LOCAÇÃO DE SERVIÇOS. SERVIÇOS PRELIMINARES Remoção de pintura - Caixa d água Remoção de pintura látex. Página 1 de 6 ANEXO IV LOCAÇÃO DE SERVIÇOS SERVIÇOS PRELIMINARES Remoção de pintura - Caixa d água Remoção de pintura látex - toda área interna - área externa fundos lado externo e interno todo, todos rodapés externos.

Leia mais

MEMORIAL DESCRITIVO BASICO Mogi Mirim

MEMORIAL DESCRITIVO BASICO Mogi Mirim MEMORIAL DESCRITIVO BASICO Mogi Mirim 1- ESTRUTURA E ALVENARIA Adotado sistema de alvenaria estrutural em blocos cerâmicos. 2- COBERTURA E PROTEÇÕES 2.1 COBERTURA Laje e Telha com capitação de água e descida

Leia mais

CADERNO DE ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS PARA FORNECIMENTO E INSTALAÇÃO DE DIVISÓRIAS PARA O ESCRITÓRIO REGIONAL DE BELO HORIZONTE MG ER 04

CADERNO DE ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS PARA FORNECIMENTO E INSTALAÇÃO DE DIVISÓRIAS PARA O ESCRITÓRIO REGIONAL DE BELO HORIZONTE MG ER 04 PREGÃO AMPLO 009/2003 ANEXO I ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS ANATEL ER04 MINAS GERAIS CADERNO DE ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS PARA FORNECIMENTO E INSTALAÇÃO DE DIVISÓRIAS PARA O ESCRITÓRIO REGIONAL DE BELO HORIZONTE

Leia mais

ENGENHARIA CIVIL CAMPUS DA FAROLÂNDIA 2013

ENGENHARIA CIVIL CAMPUS DA FAROLÂNDIA 2013 ENGENHARIA CIVIL CAMPUS DA FAROLÂNDIA 2013 ALVENARIA ESTRUTURAL Definição: processo construtivo que se caracteriza pelo uso de paredes de alvenaria como principal estrutura suporte do edifício, dimensionada

Leia mais

01- SERVIÇOS PRELIMINARES

01- SERVIÇOS PRELIMINARES MEMORIAL DESCRITIVO Este memorial descritivo destina-se a descrever e especificar os serviços e materiais a serem utilizados na construção de um PRÉDIO EM ALVENARIA E CONCRETO PARA INSTALAÇÃO DA PREFEITURA

Leia mais

Dicas para sua Obra. Revenda Autorizada. Vão Saiba tudo aqui!

Dicas para sua Obra. Revenda Autorizada. Vão Saiba tudo aqui! Revenda Autorizada Dicas para sua Obra Obrigado por escolher a Exata Decor e a linha de esquadrias da Claris / Tigre. Queremos que você obtenha o melhor desempenho de todas peças que serão instaladas em

Leia mais

QUADRO 1 GLOSSÁRIO. ATERRO: Colocação de terra ou entulho para nivelar uma superfície irregular.

QUADRO 1 GLOSSÁRIO. ATERRO: Colocação de terra ou entulho para nivelar uma superfície irregular. QUADRO 1 GLOSSÁRIO ABRIGO: Área coberta, porém sem fechamentos laterais, o que proporciona proteção contra ações do tempo, porém com livre ventilação; ACABAMENTO: Arremate final da obra, podendo utilizar

Leia mais

DESENHOS DAS FORMAS ESTRUTURAIS LEVANTAMENTO DAS AÇÕES VERTICAIS

DESENHOS DAS FORMAS ESTRUTURAIS LEVANTAMENTO DAS AÇÕES VERTICAIS UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA Departamento de Estruturas e Construção Civil ECC 1008 Estruturas de Concreto DESENHOS DAS FORMAS ESTRUTURAIS LEVANTAMENTO DAS AÇÕES VERTICAIS Aulas 13-16 Gerson Moacyr

Leia mais

Memorial Descritivo. Prédio Residencial: Villa Dei Fiori Rua Cândido Silveira 160

Memorial Descritivo. Prédio Residencial: Villa Dei Fiori Rua Cândido Silveira 160 Memorial Descritivo Prédio Residencial: Villa Dei Fiori Rua Cândido Silveira 160 1. Descrição do prédio O prédio a ser construído compõe-se de 16 pavimentos, incluindo um subsolo, constituído de 42 (quarenta

Leia mais

ADEQUAÇÃO DO AUDITÓRIO PARA GABINETE DA SEDE DAS PROMOTORIAS DE RONDONÓPOLIS MT

ADEQUAÇÃO DO AUDITÓRIO PARA GABINETE DA SEDE DAS PROMOTORIAS DE RONDONÓPOLIS MT 1 MEMORIAL DESCRITIVO E CADERNO DE ENCARGOS ADEQUAÇÃO DO AUDITÓRIO PARA GABINETE DA SEDE DAS PROMOTORIAS DE RONDONÓPOLIS MT 2 SUMÁRIO (Arquitetura e Civil) 1 OBJETIVO...3 2 GENERALIDADES...3 SERVIÇOS A

Leia mais

MEMORIAL DESCRITIVO DA 2ª ETAPA DA CONSTRUÇÃO DO BLOCO DE DIREITO

MEMORIAL DESCRITIVO DA 2ª ETAPA DA CONSTRUÇÃO DO BLOCO DE DIREITO MEMORIAL DESCRITIVO DA 2ª ETAPA DA CONSTRUÇÃO DO BLOCO DE DIREITO OBRA: CONSTRUÇÃO-BLOCO DIREITO PROPRIETÁRIO: FUNDAÇAO INTEGRADA MUNICIPAL DE ENSINO SUPERIOR DE MINEIROS (FIMES) ENDEREÇO OBRA:RUA 22 ESQ.

Leia mais

MATERIAIS DE CONSTRUÇÃO CERÂMICA VERMELHA

MATERIAIS DE CONSTRUÇÃO CERÂMICA VERMELHA MATERIAIS DE CONSTRUÇÃO CERÂMICA VERMELHA Definição É o material pétreo artificial obtido pela moldagem, secagem e cozedura das argilas ou de suas misturas. Nos materiais cerâmicos, a argila fica aglutinada

Leia mais

MEMORIAL DESCRITIVO ARQUITETURA. ARQ. Cesar Luiz Basso

MEMORIAL DESCRITIVO ARQUITETURA. ARQ. Cesar Luiz Basso MEMORIAL DESCRITIVO ARQUITETURA RESPONSÁVEL: ARQ. Cesar Luiz Basso CAU: A5819-0 OBRA: LOCAL: 6098 NÚCLEO PEDAGÓGICO CAMPUS JORGE AMADO - SUBESTAÇÃO SECUNDÁRIA BR415 Rodovia Itabuna/ Ilhéus - BA 1 CONTROLE

Leia mais

execução Caixote de massa em madeira A madeira absorve a água da argamassa o que diminui a trabalhabilidade da argamassa.

execução Caixote de massa em madeira A madeira absorve a água da argamassa o que diminui a trabalhabilidade da argamassa. execução Caixote de massa em madeira A madeira absorve a água da argamassa o que diminui a trabalhabilidade da argamassa. Para melhorar a fluidez da argamassa o pedreiro adiciona água, o que modifica todas

Leia mais

TUTORIAL MINHA CASA MINHA VIDA. Fone: FEVEREIRO

TUTORIAL MINHA CASA MINHA VIDA. Fone: FEVEREIRO TUTORIAL MINHA CASA MINHA VIDA O Template MCMV O Template MCMV Minha Casa Minha Vida tem como objetivo fornecer um arquivo BIM (Building Information Modeling) com Famílias e Famílias de Sistemas adaptados

Leia mais

MEMORIAL DESCRITIVO ARQUITETURA. ARQ. Cesar Luiz Basso

MEMORIAL DESCRITIVO ARQUITETURA. ARQ. Cesar Luiz Basso MEMORIAL DESCRITIVO ARQUITETURA RESPONSÁVEL: ARQ. Cesar Luiz Basso CAU: A5819-0 OBRA: LOCAL: 6098 NÚCLEO PEDAGÓGICO CAMPUS JORGE AMADO - SUBESTAÇÃO PRIMÁRIA BR415 Rodovia Itabuna/ Ilhéus - BA 1 CONTROLE

Leia mais

DESENHOS DAS FORMAS ESTRUTURAIS LEVANTAMENTO DAS AÇÕES VERTICAIS

DESENHOS DAS FORMAS ESTRUTURAIS LEVANTAMENTO DAS AÇÕES VERTICAIS UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA Departamento de Estruturas e Construção Civil ECC 1008 Estruturas de Concreto DESENHOS DAS FORMAS ESTRUTURAIS LEVANTAMENTO DAS AÇÕES VERTICAIS Aulas 13-16 Gerson Moacyr

Leia mais

PLANILHA DE FORMAÇÃO DE PREÇOS

PLANILHA DE FORMAÇÃO DE PREÇOS P.UNIT.S/ P.UNIT.C/ ITEM DISCRIMINAÇÃO UNID QUANT ITEM S/ BDI ITEM C/BDI BDI BDI 1 SERVIÇOS PRELIMINARES 1.1 Terreno 1.1.1 Limpeza do terreno m2 24,99 1.1.2 Locação da obra m2 24,99 1.2 Ligações provisórias

Leia mais

Lista de Exercícios Aula 04 Propagação do Calor

Lista de Exercícios Aula 04 Propagação do Calor Lista de Exercícios Aula 04 Propagação do Calor 1. (Halliday) Suponha que a barra da figura seja de cobre e que L = 25 cm e A = 1,0 cm 2. Após ter sido alcançado o regime estacionário, T2 = 125 0 C e T1

Leia mais

PAREDE DIVISÓRIA ARTICULADA - LINHA PREMIUM

PAREDE DIVISÓRIA ARTICULADA - LINHA PREMIUM PAREDE DIVISÓRIA ARTICULADA - LINHA PREMIUM Características: Modelo indicado para ambientes que necessitam apresentação estética e alto isolamento acústico. Alguns ambientes que poderão ser instaladas

Leia mais

CEAA COMÉRCIO DE MATERIAIS DE CONSTRUÇÃO LTDA-ME CNPJ / MEMORIAL DESCRITIVO PREFEITURA MUNICIPAL DE SANTO ÂNGELO

CEAA COMÉRCIO DE MATERIAIS DE CONSTRUÇÃO LTDA-ME CNPJ / MEMORIAL DESCRITIVO PREFEITURA MUNICIPAL DE SANTO ÂNGELO MEMORIAL DESCRITIVO PREFEITURA MUNICIPAL DE SANTO ÂNGELO SECRETÁRIA MUNICIPAL DE MEIO AMBIENTE -PROJETO BASE PARA BALANÇA DE CONCRETO, -PROJETO ESCRITÓRIO DE CONTROLE DE CARGAS. -DESCRIÇÃO BALANÇA RODOVIÁRIA

Leia mais

índice Fases básicas da obra 3 Importância da estrutura .4 Mapa estrutural 5 Alvenaria 7 Cobertura 8 Acabamento 9 Como escolher o cimento

índice Fases básicas da obra 3 Importância da estrutura .4 Mapa estrutural 5 Alvenaria 7 Cobertura 8 Acabamento 9 Como escolher o cimento índice Fases básicas da obra...3 Importância da estrutura...4 Mapa estrutural...5 Alvenaria...7 Cobertura...8 Acabamento...9 Como escolher o cimento...10 Portfólio...12 Dicas...14 Uma obra passa por dezenas

Leia mais

- COBERTURA. - Francesa ou Marselha - Paulista ou Canal ou Colonial - Paulistinha - Plan - Romana - Portuguesa - Termoplan (Vasatex)

- COBERTURA. - Francesa ou Marselha - Paulista ou Canal ou Colonial - Paulistinha - Plan - Romana - Portuguesa - Termoplan (Vasatex) - COBERTURA Neste capítulo iremos abordar as telhas cerâmicas visto serem as mais utilizadas em obras residênciais. As demais telhas (fibrocimento, alumínio, galvanizada) são mais utilizadas em obras comerciais

Leia mais

Aplicação Peça Aplicação Peça

Aplicação Peça Aplicação Peça Aplicação Peça Aplicação Peça 1002A Botão de Correção c/ Lâmina 1002B Botão de Correção Lâmina c/ Calota 1003 Corrente (metro) 1009 Pivô p/ Pivotantes 1013 Pivô p/ 1103 1014 Pivô p/ Excêntrica 1038 1038A

Leia mais

UNeB Relatório de Material e Mão-de-obra

UNeB Relatório de Material e Mão-de-obra 1 PREPARAÇÃO DO TERRENO 2709.43 20202 RASPAGEM e limpeza manual de terreno M2 25.00 0.00 0.87 0.00 0.87 21.75 20301 LIGAÇÃO provisória de água para obra e instalação sanitária provisória, instalação mínima

Leia mais

MEMORIAL DESCRITIVO ARQUITETÔNICO

MEMORIAL DESCRITIVO ARQUITETÔNICO MEMORIAL DESCRITIVO ARQUITETÔNICO Obra - Ampliação do Ginásio de Esporte Proprietária - PREFEITURA MUNICIPAL DE ARATIBA. Local - Rua Itá, Parte da Chácara 61, Aratiba/RS. 1. OBJETIVO O presente memorial

Leia mais

UNeB Relatório de Material e Mão-de-obra

UNeB Relatório de Material e Mão-de-obra 1 PREPARAÇÃO DO TERRENO 2709.43 20202 RASPAGEM e limpeza manual de terreno M2 25.00 0.00 0.87 0.00 0.87 21.75 20301 LIGAÇÃO provisória de água para obra e instalação sanitária provisória, instalação mínima

Leia mais

MEMORIAL DESCRITIVO PRÉDIO DE APARTAMENTOS. Local: Rua General Auto, N 101 e 111 Centro Porto Alegre

MEMORIAL DESCRITIVO PRÉDIO DE APARTAMENTOS. Local: Rua General Auto, N 101 e 111 Centro Porto Alegre MEMORIAL DESCRITIVO PRÉDIO DE APARTAMENTOS Local: Rua General Auto, N 101 e 111 Centro Porto Alegre INDICE 1. GENERALIDADES 1.1. OBJETOS E DADOS 1.2. NORMAS 1.3. PLANTAS 2. INTERPRETAÇÃO 3. PRÉDIO 3.1.

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE CAÇADOR SECRETARIA MUNICPAL DE EDUCAÇÃO MEMORIAL DESCRITIVO

PREFEITURA MUNICIPAL DE CAÇADOR SECRETARIA MUNICPAL DE EDUCAÇÃO MEMORIAL DESCRITIVO MEMORIAL DESCRITIVO OBRA: REFORMA DA ESCOLA ALCIDES TOMBINI LOCALIZAÇÃO: Rua Augusto Driessen Bairro: Sorgatto 1. DEMOLIÇÕES Todas as paredes internas dos banheiros deverão ser demolidas. Todo o revestimento

Leia mais

unid. 1, Locação da obra: execução de gabarito m² 67, Raspagem e limpeza manual de terreno

unid. 1, Locação da obra: execução de gabarito m² 67, Raspagem e limpeza manual de terreno 1 1.1 INSTALAÇÃO DO CANTEIRO DE OBRA Abrigo provisório de madeira executada na obra para alojamento e depósitos de materiais e ferramentas 01520.8.1.1 m² 7,50 1.2 Ligação provisória de água para a obra

Leia mais

CONSTRUÇÃO CIVIL II ENG 2333 (2016/1)

CONSTRUÇÃO CIVIL II ENG 2333 (2016/1) ENG 2333 (2016/1) Aula 12 Forros FORROS Definição: Revestimento da face inferior da laje ou de telhados de modo a constituir a superfície superior de um ambiente fechado FORROS FORROS Critérios de escolha:

Leia mais

DCC - RESPONDENDO AS DÚVIDAS 05. PAREDES

DCC - RESPONDENDO AS DÚVIDAS 05. PAREDES DCC - RESPONDENDO AS DÚVIDAS 05. PAREDES Av. Torres de Oliveira, 76 - Jaguaré CEP 05347-902 - São Paulo / SP MÃOS À OBRA CUIDADOS PRELIMINARES A SEREM TOMADOS Uma alvenaria é geralmente constituída por

Leia mais

Normas ABNT em Consulta Pública, Publicadas, Confirmadas ou Canceladas 18 de Outubro à 04 de Novembro de2016

Normas ABNT em Consulta Pública, Publicadas, Confirmadas ou Canceladas 18 de Outubro à 04 de Novembro de2016 em, Publicadas, Confirmadas ou Canceladas ABNT/CEE-185 ABNT NBR 16569 _ Parede e laje de concreto celular estrutural moldada no local para a construção de edificações Projeto, execução e controle Requisitos

Leia mais

FUNCIONAL ENTORNO ELEMENTOS DE ENTORNO, CONSIDERANDO OS ATRIBUTOS DO LUGAR - MASSAS TOPOGRAFIA ESSENCIALMENTE RETANGULAR E DELGADO.

FUNCIONAL ENTORNO ELEMENTOS DE ENTORNO, CONSIDERANDO OS ATRIBUTOS DO LUGAR - MASSAS TOPOGRAFIA ESSENCIALMENTE RETANGULAR E DELGADO. FUNCIONAL ENTORNO IDENTIFICAR A RELAÇÃO DO EDIFÍCIO COM OS ELEMENTOS DE ENTORNO, CONSIDERANDO OS ATRIBUTOS DO LUGAR - MASSAS EDIFICADAS, RELAÇÕES DE PROXIMIDADE, DIÁLOGO, INTEGRAÇÃO OU AUTONOMIA RUA ALEMANHA

Leia mais

Curso: Técnico em Edificações Integrado Disciplina: Tecnologia das Construções Turma: Professor: Marcos Valin Jr Data: Atividade Avaliativa

Curso: Técnico em Edificações Integrado Disciplina: Tecnologia das Construções Turma: Professor: Marcos Valin Jr Data: Atividade Avaliativa Curso: Técnico em Edificações Integrado Disciplina: Tecnologia das Construções Turma: Aluno: Professor: Marcos Valin Jr Data: Atividade Avaliativa 01) A alvenaria pode ser definida como componente complexo,

Leia mais

Sistema de Isolamento Térmico pelo Exterior. Reboco Delgado Armado sobre Poliestireno Expandido - ETICS

Sistema de Isolamento Térmico pelo Exterior. Reboco Delgado Armado sobre Poliestireno Expandido - ETICS Sistema de Isolamento Térmico pelo Exterior Reboco Delgado Armado sobre Poliestireno Expandido - ETICS Sistema TEPROTERM 2 / 19 1. INTRODUÇÃO I Cerca de 1/3 do consumo mundial de energia destina-se a habitações

Leia mais