RUAS DA AMARGURA ESTA NOITE NA MALAPOSTA PROTOCOLO TRANSFERE 6 MILHÕES PARA AS JUNTAS DE FREGUESIA MICROCRÉDITO DAR MAIS COR AO CINZENTO DA VIDA

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "RUAS DA AMARGURA ESTA NOITE NA MALAPOSTA PROTOCOLO TRANSFERE 6 MILHÕES PARA AS JUNTAS DE FREGUESIA MICROCRÉDITO DAR MAIS COR AO CINZENTO DA VIDA"

Transcrição

1 Sexta-feira, 29 de Janeiro de 2010 // Nº 330 Ano XI Director: Henrique Ribeiro informação regional PROTOCOLO TRANSFERE 6 MILHÕES PARA AS JUNTAS DE FREGUESIA MICROCRÉDITO DAR MAIS COR AO CINZENTO DA VIDA RUAS DA AMARGURA ESTA NOITE NA MALAPOSTA NESTE NÚMERO Entre Tanto Horóscopo Videovigilância para o ano no concelho Posto de Comando Directas 6 Milhões de euros para as Juntas de Freguesia Documentário de Rui Simões na Malaposta Directas Intermitências Mundo das Tropelias Scool Colchão Mais Microcrédito dá esperança em tempos difíceis Love Weekend Iniciados dos Bons Dias vencem Arcena em Futsal Infantis do Patameiras perdem com Bons Dias Odivelas Basket Clube vence Estoril ALAMC realizou 2º Seminário de High Contact Agenda Desportiva Novos vinhos apresentados na Prova de Vinhos do Forno da Cidade Mário & Lut Cabeleireiros Restaurante Hacienda D. Luisa Odivelas Life Realmente! Nobres Confissões Guarda Real Flash do Reino Consilcar

2 2 Nova Odivelas 29 Janeiro 2010 ENTRE TANTO Horóscopo DE 30 DE JANEIRO A 05 DE FEVEREIRO CARNEIRO Carta Dominante: o Carro, que significa Sucesso. Amor: Sentir-se-á um pouco apático. Preste mais atenção ao que o seu coração lhe tem transmitido, não fique indiferente. Saúde: O seu descontentamento com a silhueta levá-lo-á a pensar em fazer uma dieta. A sua força de vontade será importante nesta etapa da sua vida. Dinheiro: É importante que faça uma análise onde destaque os seus últimos investimentos, de modo a determinar que rumo dar à sua vida financeira. Aja com prudência e sabedoria. SEXTA 29 DE JANEIRO Informalidades Sextas no CEO apresenta esta noite a tertúlia Informalidades, as palavras são como as cerejas, onde todos os temas têm lugar, quer levantados pelo painel residente, quer colocados pelos tertulianos presentes na sala, quer pelos webespectadores do DO Multimédia que transmite a tertúlia em directo da Casa do Largo do Centro de Exposições de Odivelas. Esta Sexta-feira Graça Peixoto estreará a sua participação na tertúlia, e o painel terá António Pedro, Miguel Ramos e Xara Brasil, com moderação de Henrique Ribeiro. Para ver em Participação através de ou MSN para Ruas da Amargura Os Encontros de Cinema da Malaposta apresentam esta noite o filme Ruas da Amargura de Rui Simões com debate que contará com a presença do realizador. «As ruas da Amargura são povoadas por homens e mulheres, de todas as idades, com carências afectivas, financeiras, problemas mentais, alcoolismo, toxicodependência ou simplesmente pessoas que chegaram a Portugal à procura de uma vida um pouco melhor». André Mota Quarteto As Sextas de Jazz da Malaposta apresentam às 22h00, na Sala Café Teatro, André Mota Quarteto com Jorge Reis, sax alto; Pedro Madaleno, guitarra; Nelson Cascais, contrabaixo e André Mota, bateria. SÁBADO 30 DE JANEIRO Fado com António Passão Nas Noites de Fado da Malaposta pode ver, a partir das 22h00, na Sala Café Teatro, o espectáculo de António Passão. Jovens da Ramada O projecto Jovens da Ramada tem 15 anos e a Associação que nasceu desse projecto assinalou a 27 de Janeiro o 10º aniversário da sua constituição com a inauguração da exposição Jovens da Ramada que vai estar patente até 10 de Fevereiro no Salão de Exposições da Junta de Freguesia da Ramada. As comemorações continuam hoje, das 15h00 às 19h00 com a Instalação Jovens da Ramada A História de um Projecto e às 21h00 com a Gala de Aniversário, eventos que vão ter lugar no Salão Paroquial do Centro Comunitário e Paroquial da Ramada. Concerto na SMDC Após mais de um ano de ausência forçada, motivada pela profunda reabilitação da sede da colectividade, renova-se hoje, às 21H00, a tradição do Concerto de Ano Novo, oferecido pela Banda Filarmónica da Sociedade Musical e Desportiva de Caneças, para acompanhar a banda, naquele que é considerado um dos momentos mais importantes da programação musical da SMDC, foi convidado o Grupo Coral do Montijo. «O evento servirá também para assinalar a reabertura oficial da sede, após aquela que foi uma das maiores intervenções de remodelação e reabilitação do edifício, desde a sua inauguração em Relembramos que o processo foi possível graças ao esforço financeiro do Município de Odivelas, que custeou a totalidade dos trabalhos propostos executar» diz a direcção da SMDC em comunicado. Café Concerto com os Arautos Às 16h00 no Pavilhão Polivalente de Odivelas, tem lugar um espectáculo de Café Concerto que contará com a presença dos Arautos banda de rock católico promovido pela 3ª Secção do Agrupamento de Escuteiros de Odivelas (69) com o objectivo de recolha de fundos para uma viagem de fim de ano escutista para realização de uma actividade nos Açores. O ingresso para o evento terá o custo simbólico de 2 euros e todo o lucro obtido com esta actividade reverterá para a viagem. QUARTA 03 DE FEVEREIRO O Pai Tirano As Tardes de Cinema da Malaposta apresentam hoje e amanhã o filme português O Pai Tirano de António Lopes Ribeiro, com Vasco Santana, Francisco Ribeiro e Leonor Maia, entre outros. Para ver às 15h00 com entrada livre. OUTROS DIAS Campanha de Solidariedade Até 31 de Janeiro, das 10h00 às 18h30, o Centro Emmaús de Caneças está a promover uma venda especial de artigos de mobiliário e decoração integrada na sua campanha solidária. «Todos os artigos têm preços inimagináveis». Na Quinta das Lages em Caneças. Mais informações pelo telefone ou pelo Site: O Gato das Botas De Terça a Sexta-feira às 10h30 e 15h00, para escolas por marcação, o Centro Cultural Malaposta apresenta a peça infantil, escrita por Fernando Gomes e baseada no conto de Charles Perrault, O Gato das Botas. Para o público em geral a peça será exibida aos Sábados às 16h00 e aos Domingos às 11h00. Preço único 5,00 euros. M/3. Divina Loucura No auditório do Centro Cultural da Malaposta está em cena mais uma brilhante comédia de Fernando Gomes, que pode ser vista de Quinta-feira a Sábado às 21h30 e aos Domingos às 16h00. «Uma comédia divinal Onde a loucura é total!» Preço 10,00 euros sujeito a descontos. M/12. Ensino Nocturno Na Escola Secundária de Odivelas estão abertas inscrições para o Curso Nocturno. «Estudar à Noite permite Um melhor emprego! Progressão na carreira! Candidatar-se à Universidade! Satisfação Pessoal!». A Escola Secundária de Odivelas tem para oferecer: O Ensino Secundário Recorrente por Módulos (Ciências e Tecnologias/Ciências Sociais e Humanas); Os Cursos EFA Básico e Secundário; CNO-RVCC; Curso de Português para Falantes de Outras Línguas. «Nunca é tarde para finalizar estudos ou regressar à Escola Informa-te! Inscreve-te!». Informações: Escola Secundária de Odivelas - Av. Augusto Abreu Lopes, ODIVELAS. Tlf ; TOURO Carta Dominante: Rei de Paus, que significa Força, Coragem e Justiça. Amor: Corte com as coisas do passado. Alimentar paixões antigas só vai fazer com que se sinta nostálgico e deprimido. Saúde: Cuidado com o stress. O seu organismo pode estar demasiado frágil e cansado. Dinheiro: Tenha atenção ao seu trabalho, pois é possível que alguém procure desfazer aquilo que lhe levou tanto tempo a conseguir. GÉMEOS Carta Dominante: 3 de Copas, que significa Conclusão. Amor: Alguns contratempos podem pôr em causa o seu relacionamento amoroso. Mantenha a calma e não permita que comentários de pessoas maldosas e invejosas prejudiquem a sua relação. Saúde: É possível que tenha alguns problemas circulatórios. Consulte o seu médico e siga escrupulosamente as suas indicações. Dinheiro: Esteja consciente das suas capacidades e lute por conseguir atingir os seus objectivos. CARANGUEJO Carta Dominante: Valete de Copas, que significa Lealdade, Reflexão. Amor: Um acontecimento inesperado fará com que se sinta muito querido e desejado pelos seus amigos. Saúde: Seja mais consciencioso e não coma em demasia pois, para além de engordar, pode correr o risco de sofrer de colesterol e problemas cardiovasculares. Dinheiro: Durante este período poderá andar mais nervoso do que o habitual, pois terá uma certa dificuldade em cumprir os seus compromissos. Contudo poderá ver a sua situação melhorar. LEÃO Carta Dominante: 5 de Ouros, que significa Perda/ Falha. Amor: Não se iniba de demonstrar o tamanho do seu amor, contudo evite ser demasiado exigente com o seu parceiro. Saúde: Concentre a sua atenção e energia na cura de um problema de saúde. Dinheiro: O laço que mantém com o seu actual emprego vai fazer com que tenha de fazer uma escolha difícil. VIRGEM Carta Dominante: A Imperatriz, que significa Realização. Amor: Passará momentos muito felizes junto da sua família. Aproveite para passear e fazer programas diferentes e divertidos. Saúde: É possível que uma corrente de ar lhe provoque uma forte constipação. Dinheiro: Grandes oportunidades esperam por si. Saiba aproveitá-las! BALANÇA Carta Dominante: 5 de Espadas, que significa Avareza. Amor: Andará um pouco frio e distante. Saúde: A vitalidade tomará conta de si. Aproveite para se inscrever numa modalidade desportiva. Dinheiro: O seu poder de iniciativa vai ser notado pelo seu superior hierárquico que o saberá recompensar da melhor forma. ESCORPIÃO Carta Dominante: 7 de Paus, que significa Discussão, Negociação Difícil. Amor: Poderá voltar a sentir-se apaixonado. Saúde: A sua família poderá requisitar tanto a sua presença que irá sentir-se esgotado e sem energia. Apoie os seus entes queridos mas pense também um pouco mais no seu bem-estar. Dinheiro: Período muito favorecido, contudo não coloque em risco a sua estabilidade financeira. SAGITÁRIO Carta Dominante: 6 de Paus, que significa Ganho. Amor: Não crie barreiras entre si e um amigo muito querido. Um pequeno desentendimento poderá fazer com que ponha em risco uma amizade de longa data. Saúde: Deve consultar o seu médico de modo a aconselhá-lo sobre as melhores formas de prevenir uma alergia. Dinheiro: Um colega de trabalho pode dificultar-lhe a vida ao falar com o seu chefe, no sentido de ficar com uma tarefa que lhe tinha sido atribuída a si. CAPRICÓRNIO Carta Dominante: Cavaleiro de Espadas, que significa Guerreiro, Cuidado. Amor: Procure entender os actos da sua cara-metade. Lembre-se que nem todas as pessoas são iguais e que deve aceitar a pessoa amada tal como ela é. Saúde: Evite comer alimentos demasiado pesados pois a tendência é para digestões difíceis. Dinheiro: Período favorável a iniciar um curso de formação profissional. Vá em frente, aposte em si mesmo. AQUÁRIO Carta Dominante: O Louco, que significa Excentricidade. Amor: Tenha cuidado para não magoar o seu par numa discussão insignificante e sem fundamento. Saúde: Tendência para a depressão, combata-a tendo pensamentos mais optimistas. Dinheiro: Poderá ter dificuldade em fazer-se ouvir numa importante reunião de negócios. Não desista perante as dificuldades. PEIXES Carta Dominante: 2 de Paus, que significa Perda de Oportunidades. Amor: Um amigo muito querido pode precisar da sua ajuda. Esteja disponível e seja um bom ouvinte. Saúde: Poderá notar algum cansaço fora do vulgar. Tire alguns dias para descansar. Dinheiro: Período muito favorável no sector financeiro. Invista nesta área. DO MULTIMÉDIA > OS VÍDEOS QUE INTERESSA VER PRÓXIMAS EMISSÕES EM DIRECTO SEXTA, 22H00 > TERTÚLIA INFORMALIDADES SÁBADO, 11H00 > FUTSAL INFANTIL DOMINGO, 11H30 > EUCARISTIA RAMADA DOMINGO, 19H00 > FUTSAL FEMININO

3 29 Janeiro 2010 Nova Odivelas 3 MIRANTE SEGURANÇA VIDEOVIGILÂNCIA. O que pensam os munícipes de Odivelas. Reportagem na próxima edição. Videovigilância no concelho poderá avançar até ao início de 2011 Lina Manso Até ao início de 2011 a câmara gostaria de ver instaladas as primeiras câmaras de videovigilância no concelho. A implementação do sistema, que ainda carece de aprovação da Comissão Nacional de Protecção de Dados, gera opiniões contraditórias entre as estruturas partidárias locais. ACâmara Municipal de Odivelas (CMO) pretende instalar videovigilância nalguns pontos mais vulneráveis do concelho. Ainda na semana passada, a presidente Susana Amador deslocou-se à Ribeira do Porto onde acompanhou os progressos registados desde que em Setembro se montou aquele sistema ao longo de uma área de diversão nocturna. Ao nível local, PS e PSD concordam com a medida, o CDS/ PP guarda algumas reservas, enquanto a CDU e o BE rejeitam a ideia. Ponto de situação actual Numa entrevista ao Diário de Odivelas Multimédia, Susana Amador explicou que o processo já está em andamento. A conclusão de um estudo adjudicado a uma empresa de especialidade sobre os locais considerados mais vulneráveis (que contou com a colaboração da PSP), será apresentada à CMO por esta altura. Entretanto, as reuniões que decorreram quanto a esta matéria apontam para a colocação de câmaras na cidade de Odivelas e em particular no metro e alguns equipamentos públicos como o Parque do Rio da Costa ou a zona do Jardim da Música (o metro da Pontinha poderá ser outro ponto identificado). Numa fase seguinte cabe à Comissão Nacional de Protecção de Dados (CNPD) «Verificar a possibilidade de instalação do sistema» e definir, em caso afirmativo, quantas câmaras poderão ser montadas. Tendo em conta possíveis atrasos, espera-se que até ao início de 2011 os primeiros equipamentos já estejam a funcionar, 24 sobre 24 horas e com uma monitorização mais atenta no período nocturno. Susana Amador assegura que não haverá problemas de violação de privacidade já que «Há forma de vedar o acesso na monitorização a tudo o que sejam prédios de habitação. O objectivo é visionar apenas os espaços públicos». 5º concelho mais seguro da AML Questionada sobre o facto de afirmar que Odivelas é o quinto concelho mais seguro da Área Metropolitana de Lisboa (AML) e de um aparente contra-senso com o interesse na videovigilância, alega que a questão está em manter as estatísticas da segurança «E se possível reduzi-las» pois «Há zonas onde as pessoas se sentem mais inseguras», o que exige uma intervenção. Apesar dos números serem optimistas, refere que Odivelas tem «Problemas evidentes como o vandalismo ou a degradação de equipamentos públicos. O sistema permitirá ainda prevenir, nomeadamente, crimes por esticão». A presidente disse também que todo o sistema será comparticipado a 100% pela câmara, ao contrário do que se verifica na Ribeira do Porto onde é pago pela Associação de Bares da Zona Histórica. Mas numa altura em que a Comissão Nacional de Protecção de Dados anuncia que actualmente há dez vezes mais pedidos de autorização de videovigilância do que há cinco anos (630 em 2004, e 6524 em 2009), nem todas as estruturas partidárias locais estão satisfeitas com a medida avançada para o concelho. Ouvimos as posições dos vários partidos representados nos órgãos municipais sobre esta questão e delas daremos conta na próxima edição do Nova Odivelas. Fotografias: Lina Manso Fichas de trabalho para as escolas Na sequência das crónicas que tenho publicado sobre o Núcleo Museológico do Posto de Comando do MFA e considerando que aquele espaço de memória está subaproveitado, resolvi, depois das propostas organizativas, programáticas e dinamizadoras, elaborar um conjunto de fichas de trabalho, destinadas aos professores (principalmente os de História), para apoio às visitas de estudo. Este tipo de projectos sempre esteve na mente da direcção da Associação Não Apaguem a Memória, pelo que é sob os seus auspícios que é lançado e disponibilizado um modelo de ficha para o 4º, 6º, 9º e 12º anos, em PDF, que se pode descarregar livremente e ser aplicada aos alunos desses anos curriculares em que o 25 de Abril é estudado nas escolas. As fichas foram concebidas para que cada aluno faça o seu próprio estudo da importância do Posto de Comando no 25 de Abril e conheça factos e personalidades decisivas para o sucesso da revolução. Procurou-se aumentar o grau de dificuldade à medida que a ficha se destinava aos níveis curriculares mais elevados. Mas, somo os alunos, as turmas e as escolas não são todos iguais, qualquer professor pode usar questões das fichas previstas para os outros anos, retirar ou acrescentar perguntas. Obviamente, os alunos também podem descarregar as fichas e usá-las autonomamente, assim como qualquer visitante. Estas são as primeiras fichas, pois já estão a ser concebidas outras fichas complementares, com sugestões de trabalho de pesquisa individual (designadamente na Internet) e trabalhos de grupo (por exemplo, apresentações em PowerPoint). Os anos curriculares estão identificados do seguinte modo: 1-4º ano; 2-6º ano; 3-9º ano; 4-12º ano. Sugestões e críticas são bem-vindas. Podem descarregar-se as fichas em Jorge Martins

4 4 Nova Odivelas 29 Janeiro 2010 QUOTIDIANOS DIRECTAS PROTOCOLO DE DELEGAÇÃO DE COMPETÊNCIAS Concerto de Ano Novo SMO Com a sala completamente cheia, a banda da Sociedade Musical Odivelense realizou no Sábado o seu concerto de Ano Novo, naquela que foi a sua segunda apresentação em casa depois das obras de requalificação da sede da colectividade. Com a qualidade a que já nos habituou, a Banda apresentou um diversificado e muito bem escolhido reportório que incluiu a peça infantil, Pedro e o Lobo, com uma excelente narração de Paula Nunes. No final, Susana Amador, presidente da Câmara Municipal de Odivelas manifestou o seu orgulho pelas renovadas instalações da SMO. «A nossa alma sai daqui reforçada pela juventude e dinâmica que se sente». Fernanda Moroso, presidente da Sociedade considerou «Gratificante todo o trabalho que desenvolvemos» e quer que a SMO «Volte a ser uma referência cultural para os Odivelenses porque tem condições para isso». Fernando Palacino, o Maestro da Banda chegou a ir para os ensaios com receio que as paredes caíssem e hoje está muito satisfeito com as instalações da SMO que estão a permitir um crescimento das actividades e das adesões à escola de música. Para 2010 a continuação dos concertos de uma forma evolutiva são os projectos do Maestro. Veja o vídeo com as entrevistas em Rosa Mota A atleta olímpica Rosa Mota (medalha de ouro em Seul em 1988) visitou esta Terça-feira a exposição O Olimpismo em Portugal, inaugurada no passado dia 20 de Janeiro no Centro de Exposições de Odivelas (CEO). A atleta guiou os alunos de três turmas de desporto das escolas secundárias do concelho numa visita à exposição tendo-se seguido um debate, sobre o tema, no auditório do CEO, que contou com a presença da Presidente da Câmara. Fotografia: Eduardo Sousa 6 Milhões de Euros para as Juntas Henrique Ribeiro No dia 21 de Janeiro, Susana Amador e os presidentes das sete juntas de freguesia do concelho de Odivelas assinaram, nos Paços do Concelho, o Protocolo de delegação de Competências que este ano transfere da Câmara para as juntas cerca de 6 milhões de euros. Susana Amador, considera que este «É um dos protocolos mais extensos e abrangentes do País, tendo em conta a transferência financeira em causa, o nível de competências delegadas e os critérios de execução e avaliação» e que o papel das juntas de freguesia, a que as leis do país ainda atribuem poucas competências próprias, sairá, mais uma vez, dignificado em Odivelas, considerando que, em regra, estas conseguem uma maior eficácia de acção, pela maior proximidade que mantém com as suas populações. As árias em as competências são delegadas têm a ver com a manutenção e conservação de: escolas do 1.º ciclo, jardins-de-infância da rede pública e equipamentos desportivos nela integrados; mercados, incluindo mercados de levante; zonas verdes e espaços ajardinados; fontes repuxos, quedas de água, cascatas, tanques, lagos e outros, com excepção da Junta de Freguesia de Odivelas; pavimentos rodoviários e pedonais, assim como a limpeza e conservação das respectivas bermas e valetas; recintos desportivos descobertos e campos de ténis. É ainda delegada a: limpeza das vias e espaços públicos; a sinalização horizontal e vertical; a toponímia; o licenciamento da ocupação da via pública e da actividade publicitária e os transportes escolares. O valor a transferir da Câmara para as juntas no âmbito deste protocolo é de ,29 em 2010, o que significa um acréscimo superior a 3,2%, que corresponde a um aumento de ,04 nas transferências a efectuar. Segundo a CMO «A esta verba acresce ainda, a receita abdicada a favor das Freguesias no que diz respeito às competências que implicam licenciamento e que se estima situar-se na ordem de ». Para a Câmara Municipal de Odivelas, «Este é um documento que se encontra em permanente avaliação, numa lógica de parceria entre as partes envolvidas, com vista à introdução de alterações que promovam a sua melhoria contínua, Fotografias: Eduardo Sousa tendo sempre em consideração o seu fim último servir de forma rigorosa e eficiente, os cidadãos deste Concelho». Na cerimónia estiveram presentes os Vereadores Carlos Bodião, Fernanda Franchi, Hugo Martins, Ilídio Ferreira, Mário Máximo, Paulo César e Sandra Pereira, bem como os presidentes de seis das sete juntas de freguesia, Caneças, Armindo Fernandes; Odivelas, Vítor Machado; Olival Basto, Joaquim Farinha; Pontinha, José Guerreiro; Póvoa de Santo Adrião, Rogério Breia e Ramada, Francisco Bartolomeu. Por Famões, esteve presente António José Fonseca, substituto legal de António Rodrigues. «Este é um dos melhores Protocolos de Delegação de Competências do país» Para a edil é fundamental «Fazer sempre este protocolo e esta cerimónia, neste local que é o nosso Salão Nobre, porque nobre é também a vossa missão» disse dirigindo-se aos autarcas das freguesias. Para Susana Amador as juntas de freguesia são «Parceiros insubstituíveis de trabalho com a Câmara. Parceiros na prossecução do interesse colectivo e da satisfação das necessidades colectivas». Os presidentes de junta que também usaram a palavra foram unânimes na defesa deste protocolo que alguns consideraram o melhor do país e outros o documento possível, mas todos consideraram ser um documento fundamental para o trabalho das freguesias.

5 29 Janeiro 2010 Nova Odivelas 5 JS. Tomada de Posse da Comissão Política. Para ver em CINEMA DIRECTAS Montras de Natal As Ruas da Amargura na Malaposta Henrique Ribeiro Os Encontros com o Cinema, do Centro Cultural Malaposta vão apresentar Ruas da Amargura um filme/documentário de Rui Simões que fala de homens e mulheres de todas as idades, com carências afectivas, financeiras, problemas mentais, alcoolismo, toxicodependência, ou simplesmente pessoas que chegaram a Portugal à procura de uma vida um pouco melhor. Define-se como um jovem cineasta com 35 anos de actividade «Onde fui fazendo muita coisa diferente» começando pelos dois primeiros grandes filmes sobre do 25 de Abril, Bom Povo Português e Deus, Pátria Autoridade «Que me identificam com a minha actividade de cinema» tendolhe granjeado o reconhecimento público e ainda hoje são filmes indispensáveis para perceber Abril e presença em todas as programações comemorativas do aniversário da Revolução dos Cravos. Tem sido essencialmente um realizador de documentários, mas não por opção própria. Tens grandes projectos para filmes de ficção mas falta-lhe o apoio económico para os concretizar. Desde 1980 que anualmente concorre à atribuição de subsídios sem nunca ter sido contemplado, mas não desiste. Este ano vai voltar a concorrer. «Vou a todos os concursos de ficção que existem em Portugal e nunca ganhei». São muitos os seus sonhos na ficção. O seu grande projecto, começou em 1980 e tem a ver com o Marquês de Pombal, numa adaptação muito livre da figura do Marquês e que tem a ver com o poder. Muitos consideram o projecto interessante e outros megalómano. Hoje o projecto com que tem concorrido aos subsídios é mais modesto e tem a ver com a filha do inspector da PIDE, Silva Pais, que se apaixonou pela revolução cubana. Em Março, pela quinta vez, irá concorrer para a atribuição de subsídio. A sua formação cinematográfica é de ficção «Nunca tive formação de documentário. Aliás nem sabia o que era um documentário até fazer o meu primeiro filme». Rui Simões explica que «A ficção é um luxo e não é para todos. Uns podem fazer ficção, uns não podem fazer nada e outros podem fazer pouco, ou seja, o documentário é o parente pobre do cinema». Fazer documentário é, mais que uma opção, é uma necessidade. «Não consigo fazer ficção. A ficção é cara e eu não entro naquele grupo de cineastas privilegiados». A ficção tem orçamentos dez vezes, ou quinze, ou trinta, superiores ao documentário e «Eu encontro-me na situação de ter de continuar a ser um documentarista toda a vida. Vou aceitando. Já fui mais revoltado mas hoje aceito melhor a minha situação e sinto-me mais confortável documentário». «Do outro lado das Ruas há um formigueiro de voluntários, assistentes sociais e técnicos diversos que constroem e mantêm estruturas de apoio, uns pensando em dias melhores, outros institucionalizando a ajuda sem acreditar que o fenómeno possa ter cura». No documentário tem abordado os mais diversos temas. Já filmou dança, acompanhando o trabalho da Olga Roriz durante muitos anos, o teatro, «Com o ensaio sobre o Teatro, com o Grupo de Teatro e Bando e o texto do Saramago, o Ensaio sobre a Cegueira». Como ele próprio nos disse, foi fazendo aquilo que foi possível ao longo destas quase quatro décadas de realizador. Fotografia: Henrique Ribeiro DOCUMENTÁRIO 108' ANO DE PRODUÇÃO: 2008 FICHA TÉCNICA Produção e Realização: Rui Simões Direcção de Fotografia: Marta Pessoa Som: Nathalie Mansoux, Samuel Ribeiro e Marta Pessoa Montagem: Márcia Costa Assistentes de Realização: Marisa Marinho e Nathalie Mansoux 2ª Equipa de Imagem: Samuel Ribeiro, Catherine Villeret e Laurent Simões Correcção de Cor: Francisco Costa Genérico: Sofia Cal Misturas de Áudio: Paulo Abelho e João Eleutério Desenvolvimento de Projecto: Rita Palma Estagiária de Realização: Aurora Ribeiro Marketing e Comunicação: Rita Gonzalez Direcção de Produção: Jacinta Barros Produção: Real Ficção FESTIVAIS 32ª Mostra Internacional de Cinema de São Paulo 37º Festival de Cinema do Gramado Competição Nacional: DOCLISBOA 2007 Sobre As Ruas da Amargura Rui Simões classificou-o como um filme difícil de fazer «Mas bastante agradável de ver, apesar da temática ser dura, que é a dureza da vida das pessoas que vivem na rua, dos sem-abrigo, dos toxicodependentes, da prostituição, que aceitam a sua realidade e a sua situação sempre com um sorriso e uma alegria próprias». O filme foi demorado e trabalhoso. Implicou muito trabalho de pesquisa para o guião e para a escolha dos personagens. Encontrar os financiamentos também não foi fácil, disse-nos o realizador. Para além das vidas da rua o filme aborda também o trabalho «Daqueles que tentam fazer alguma coisa» como as ONG s «Que de certa maneira anestesiam um pouco o sofrimento destas pessoas». A Junta de Freguesia da Pontinha mais uma vez promoveu o seu Concurso de Montras de natal que contou com a participação de vinte estabelecimentos comerciais da freguesia. A entrega dos prémios desta 8ª edição teve lugar no dia 14 de Janeiro e contou com a presença do vereador Hugo Martins, em representação de Susana Amador, presidente da CMO; de José Francisco Guerreiro; presidente da junta e de Eugénio Marques, vogal das Actividades Económicas, bem como dos membros do júri, Carlos Monteiro do Centro de Formação Profissional do Sector Alimentar e Fátima Mendo em representação da Associação Empresarial de Comércio e Serviços dos Concelhos de Loures e Odivelas. Os vencedores desta edição foram: 1º - Oculista do Lumiar; 2º Cabeleireiro Teresa Melo; 3º Farmácia Anamar. Paróquia da Póvoa está solidária com povo do Haiti As missas de dias 23 e 24 de Fevereiro na Igreja de Nossa Senhora da Anunciação (Póvoa de Santo Adrião) foram de oração e partilha pelo povo do Haiti. Uma iniciativa solidária que o pároco Luís Ferreira explica também pelo facto da Congregação Monfortina a que pertence desenvolver um amplo trabalho missionário junto daquela comunidade que abrange igrejas, creches, orfanatos e uma escola para pessoas com deficiência auditiva. Os donativos entregues no passado domingo e todas as ofertas recebidas até ao dia 15 de Fevereiro serão canalizados para as milhares de vítimas do terramoto que destruiu grande parte daquele país das Caraíbas. «Com a nossa partilha ajudaremos e seremos parte viva no reerguer da esperança e das condições dignas dos sobreviventes», refere a paróquia. Fotografia: Eduardo Sousa

6 6 Nova Odivelas 29 Janeiro 2010 Intermitências Fernando Gomes e Klássikus com lugar cativo na Malaposta Mundo das Tropelias Os dois modos de encarar a educação da criança 53 Henrique Ribeiro O público da Malaposta já se habituou aos espectáculos de Fernando Gomes e da Klássikus. A partir de Fevereiro o autor, encenador e actor começa a colaborar com a produtora Uau, mantendo as suas produções no centro cultural que em 2006 o recebeu de braços abertos. A Divina Loucura e O Gato das Botas são as peças mais recentes de Fernando Gomes e da sua companhia de teatro profissional Klássikus, na Malaposta. Mas o início da colaboração com o centro cultural já remonta a Desde então os êxitos têm-se sucedido. A partir do próximo mês o actor, encenador e autor vai ajudar a produtora Uau na preparação de dois espectáculos para o Casino de Lisboa mas garante que o elo à casa sedeada no Olival Basto não vai ser quebrado. «O trabalho com o Manuel Coelho e a Malaposta é para continuar», garante, acrescentando que a parceria tem funcionado muito bem. Sucessos de bilheteiras Os espectadores mais assíduos do centro cultural conhecem bem as suas produções. Tudo começou há quatro anos com Du Bocage in Love, onde o poeta é autorizado pelo «Alto Representante Celestial» a regressar ao planeta Terra por algumas horas, o que provoca uma catadupa de acontecimentos inesperados e burlescos que envolve várias personagens do passado. Outro sucesso de bilheteiras foi Rosa Enjeitada, que segue as aventuras de uma prostituta que pretende mudar de vida. Ou ainda O Elixir do Amor, onde o ingénuo Nemorino acredita que uma poção milagrosa poderá fazer com que a bela e extravagante Adina corresponda à sua paixão. Às várias peças para adultos (de que estas são apenas exemplos) soma-se A Divina Loucura, em exibição até 31 de Janeiro. Uma comédia de maus costumes que remete para os maquiavélicos planos de um milionário falido que deseja reaver a sua fortuna através do lucrativo casamento da sua única filha. Em palco está ainda O Gato das Botas, com lotação esgotada até Março (um êxito, à semelhança de João e o Pé de Feijão que vai regressar à Malaposta), e que revela aos mais pequenos o valor da amizade. Parceria longa As peças de Fernando Gomes e da Klássikus têm fidelizado o público e a parceria com o centro cultural está longe de terminar. Vieram para aquela casa por intermédio do director de programação, e amigo de longa data, M a n u e l C o e l h o, que desde o p r i m e i r o m o m e n t o, quando lhe solicitaram uma sala para ensaiar Du Bocage in Love, «Ficou entusiasmado com a ideia». A experiência foi profícua e prolongou-se no tempo. Actualmente, um grande sonho de Fernando Gomes passa por reforçar a componente musical das suas produções com uma pequena banda que actuasse ao vivo (neste momento os temas são gravados). Mas avança que é uma meta difícil. Remete para o 25 de Abril de 1974 para recordar que «A revolução cultural ficou pelo caminho». Admite que hoje há mais salas de espectáculos mas deixa uma questão: «Então e o dinheiro para quem lá vai actuar?». Contudo, admite que mesmo num «País pobre» os seus trabalhos para crianças e adultos, sempre com uma boa dose de humor, têm singrado. Entretanto, a programação de 2010 da Malaposta prevê mais novidades da companhia de teatro. Em Maio, Um Cadáver atrás da Porta, inspirado nos filmes policiais, traz um divertido enredo de crime e suspense ao centro cultural. Alguns meses depois a Klássikus recupera Garrett no Coração, cuja vida e obra é homenageada através de uma récita promovida pelo «Convento das Madalenas Calçadas». Momentos de descontracção ligeiros que já conquistaram um público fixo no concelho de Odivelas e arredores. «As pessoas gostam e precisam muito de se divertir, para estarem tristes já tem muitos motivos», afirma Fernando Gomes. Fotografias: Malaposta Nos pais é possível distinguir dois modos de encarar a educação dos filhos. Por um lado temos os pais que entendem a educação dos filhos em termos de aprendizagem, isto é, os pais que estão interessados em que o seu filho vá depressa e aprenda muitas coisas, e por outro lado os pais que concebem a educação dos filhos em termos de desenvolvimento, ou seja, os pais que pretendem que o seu filho chegue longe, mas que caminhe ao seu ritmo. Os pais que encaram a educação em termos de aprendizagem estão mais preocupados com a quantidade, com o decorar soluções. O seu lema é Muito e depressa. Os pais que concebem a educação em termos de desenvolvimento estão mais interessados na qualidade, na descoberta de meios de chegar às soluções dos problemas. Devagar, que tenho pressa! é o seu guia orientador. Estes dois modos de entender a educação da criança, levam os pais a adoptarem estilos educativos distintos e a terem exigências diferentes face à criança e aos professores. Por um lado temos a criança que tem que aprender muito e depressa, e a essa é exigido que decore, não importando se compreende ou não o que aprende. Por outro temos a criança que deve chegar longe, mas compreendendo o que aprende. No primeiro modo de encarar a educação, o da aprendizagem, temos crianças que socialmente são obedientes, individualistas, conformistas, as chamadas crianças santinhas. No outro modo de conceber a educação, o do desenvolvimento, temos crianças que em termos de desenvolvimento social são críticas, solidárias, autónomas e justas. Dos pais dependerá a decisão se deverão manter a sua maneira de encarar a educação, ou alterá-la num ou noutro aspecto, se acharem que tal alteração vale a pena. Para nós o melhor do mundo são as CRIANÇAS, como tal consideramos que é importante ter em atenção a criança e o seu ritmo de trabalho, para que o seu sentido de autonomia e de intimidade não fiquem comprometidos. Equipa Técnica Mundo das Tropelias (Professora Carla Robalo) LIRREPORTAGEM

7 29 Janeiro 2010 Nova Odivelas 7

8 8 Nova Odivelas 29 Janeiro 2010 ACTUALIDADE EMPREENDEDORISMO Microcrédito dá esperança Lina Manso Há cerca de uma semana o Fundo Monetário Internacional divulgava que o desemprego em Portugal podia chegar aos 11% em Num cenário pouco optimista existem aqueles que contrariam a regra, mesmo quando nunca conheceram uma vida sem dificuldades económicas. É o caso de uma habitante da Vertente Sul de Odivelas que no espaço de um mês, e através do recurso ao microcrédito, abriu o seu próprio negócio. C onstantina Rosa Luís é um dos grandes motivos de orgulho do gabinete de empregabilidade inserido no Contrato Local de Desenvolvimento Social da Vertente Sul de Odivelas (CLDS/VSO), sedeado no Vale do Forno. Desde Outubro de 2008, 15 pessoas já recorreram aquele serviço com o objectivo de criar o seu próprio negócio através do microcrédito: apenas uma vingou (nove estão com o processo em andamento). De 55 anos, Rosa, como todos a conhecem, mora no bairro onde funciona o CLDS (coordenado pelo Centro Comunitário Paroquial de Famões em parceria com a Câmara Municipal e o Instituto da Segurança Social e que visa desenvolver e renovar a Vertente Sul). Sempre teve uma vida simples, de muito trabalho e pouca margem financeira. Quis o destino Deus segundo as suas palavras - que após mais de duas décadas como empregada numa lavandaria perto do Centro Comercial Oceano (na cidade), o negócio passasse para as suas mãos. Ainda recentemente esteve no fundo de desemprego ao que se seguiu um ano com poucas ou nenhumas ajudas. Pediu a reforma mas disseram-lhe que ainda era cedo. «Sentia que não era assim tão velha para estar sem trabalhar», desabafa. Alguns meses depois, por volta de Setembro passado, caminhava pelo centro de Odivelas quando reparou que o estabelecimento onde tinha trabalhado estava para trespasse. Sentiu um click. «Falei com a patroa sobre a possibilidade de ficar com a loja e respondeu-me logo que sim ( ) Hoje está tão satisfeita como se fosse ela a gerir o negócio!». «Sentia que não era assim tão velha para estar sem trabalhar», desabafa Constatina Luís «Foi tudo muito rápido» Refere que depois de acertadas as agulhas com a antiga chefe «Foi tudo muito rápido». Dirigiu-se às instalações do CLDS/ VSO por intermédio «De uma pessoa conhecida» que lhe avançou que ali a poderiam ajudar em termos do encaminhamento para apoios monetários. «A Paula Feliciano (responsável pela área da empregabilidade) foi incansável e tratou logo de me ajudar a preencher toda a papelada», que envolve a elaboração de um projecto profissional, declarações assinadas pelo candidato e fiador entregues ao Banco de Portugal para confirmação da inexistência de dívidas, perfil do candidato e comprovativo de residência, declarações de IRS, entre outros documentos. Não recebeu os 10 mil euros de tecto máximo garantido (três mil dos quais num segundo ano), porque também não os pediu. Apenas pretendia dinheiro para investir no fundamental: «Sobretudo a minha Vaporeta (aparelho de úl- tima geração de vapor para limpeza e com ferro de engomar), uma máquina de lavar, a máquina registadora e os produtos químicos». Também já instalou grades na montra para garantir a segurança do equipamento. Abriu a loja há poucos meses e a clientela de antigamente foi regressando. «Eles sabem que são sempre bem servidos», confessa, radiante, na companhia da filha Sandra, que dá uma ajuda quando pode. Reconhece que deu um passo de gigante em tempos que recomendam contenção à maioria dos empresários. «Vêm aqui pessoas do Vale do Forno que ficam de boca aberta. Perguntam-me como tive coragem de tomar esta decisão e de arriscar numa altura destas», diz, entre risos de satisfação. Afirma a pés juntos que não sente a crise e que adora o que faz. «É tudo com muito amor! Até comentam que tenho um jeitinho especial, que as coisas nas minhas mãos ganham outra forma ( ) E quanto mais complicado é o serviço, mais me empenho!», remata, agradecendo a Deus a oportunidade de gerir o seu próprio estabelecimento. Gabinete de Empregabilidade na Vertente Sul Paula Feliciano, do gabinete de empregabilidade, avança que a maioria dos interessados em Fotografias: Lina Manso

9 29 Janeiro 2010 Nova Odivelas 9 PEDIBUS. Já funciona na Pontinha. Leia em em tempos de contenção abrir uma empresa está em situação de desemprego e portanto não tem acesso a alguns tipos de apoios públicos existentes. Encontra uma resposta adequada nesta solução alternativa de financiamento, o microcrédito, destinado a quem tem dificuldades em obter um crédito bancário junto de uma instituição financeira (e que neste caso resulta de um protocolo assinado entre a câmara e a Associação Nacional de Direito ao Crédito (ANDC), e de uma parceria informal com o CLDS/ VSO). A responsável alega que o processo pode demorar relativamente pouco tempo, dependendo dos atrasos na compilação de todos os documentos exigidos. «Em termos gerais, o grau de escolaridade dos candidatos também não é um factor decisivo, mas sim a experiência profissional». Contudo, diz que aconselha grande parte das 241 pessoas inscritas até agora no gabinete a investir na instrução e qualificação profissional. Os beneficiários podem frequentar cursos de informática, alfabetização e português para estrangeiros, completar processos de RVCC ou ser encaminhados para formação noutros locais. Entretanto, aquele gabinete já garantiu um contrato de trabalho a 33 pessoas, e o Clube do Emprego, a funcionar às segundas-feiras de manhã, ajuda os inscritos a concorrer a anúncios ou a elaborar o seu currículo. Incentivos preciosos que podem fazer a diferença num mercado mais exigente em que a oferta está longe de satisfazer a procura. Apoios camarários Consciente das dificuldades, a câmara é um dos parceiros do CDLS/ VSO. A ANDC deu inclusive formação específica aos técnicos camarários e do Contrato Local de Desenvolvimento Social a operar no terreno, com vista à promoção do microcrédito junto dos residentes: o apoio à formulação das candidaturas é gratuito. De acordo com Mário Máximo, vereador com o pelouro das Actividades Económicas e Projectos Comparticipados, numa «Candidatura aprovada no âmbito do Programa Operacional Regional de Lisboa (Política de Cidades Parcerias para a Regeneração Urbana - Regeneração da Vertente Sul do Concelho de Odivelas ) estão contempladas diversas medidas de incentivo ao empreendedorismo e à criação do próprio emprego entre as quais se destacam: Estudo Diagnóstico sobre a População e Empresas ; Incubadora Já (criação de uma estrutura de apoio a jovens empreendedores); Workshops de Dinamização Económica ; Mercado Multicultural (dinamização da comercialização de produtos diferenciados); e Escola Intercultural das Profissões (melhoria das competências e da inserção no mercado de trabalho)». «Como instrumento privilegiado de crédito foi criado o Fundo Finicia (Fundo de Apoio às Micro e Pequenas Empresas no Concelho de Odivelas)» No que concerne à faixa de população mais carenciada, a Divisão de Apoio às Actividades Económicas e Projectos Comparticipados presta consultoria, sem quaisquer custos, no contexto do Programa de Apoio ao Empreendedorismo e Criação do Próprio Emprego que em 2009 originou 41 empresas e 80 postos de trabalho. Outras medidas de combate ao desemprego Segundo o vereador, da estratégia de combate ao desemprego faz ainda parte o Programa Inov-Social «Por se considerar que esta iniciativa abre a oportunidade aos jovens com qualificações de nível superior, de realizar um estágio remunerado em instituições particulares de solidariedade social, mutualidades, misericórdias, cooperativas de solidariedade social, associações de desenvolvimento local, instituições de empreendedorismo social e entidades culturais sem fins lucrativos que desenvolvam actividades de âmbito social. Paralelamente, a Agência de Apoio às Empresas e ao Investimento do Concelho de Odivelas (Odinvest), visa, «Como uma das principais missões, a implementação de uma incubadora de empresas na zona da Ex-Cometna (Famões) que permita o alargamento das oportunidades aos empresários em geral» e ainda aos jovens que procurem criar o seu próprio emprego. Mário Máximo acrescenta que «Como instrumento privilegiado de crédito foi criado o Fundo Finicia (Fundo de Apoio às Micro e Pequenas Empresas no Concelho de Odivelas)». Entretanto, as recentes previsões do Fundo Monetário Internacional apontam para a subida da taxa de desemprego nacional até aos 11%, ainda este ano, depois de em finais de 2009 ter alcançado os dois dígitos. Adiantam que em 2011 deverá descer mantendo essa tendência até 2014 (quando pode estabilizar nos 8, 5%). As perspectivas imediatas não são animadoras mas há quem consiga adaptar-se e descobrir algumas janelas de oportunidades, sem cair em fatalismos. Rosa é o exemplo vivo disso.

10 10 Nova Odivelas 29 Janeiro 2010

11 29 Janeiro 2010 Nova Odivelas 11 DESPORTIVAMENTE FUTSAL Vitória justa dos Bons Dias Depois da derrota frente ao Sporting, apesar da boa exibição, a equipa de iniciados dos Bons Dias tentava regressar às vitórias jogando perante o seu público. Mas se o resultado foi positivo a exibição nem por isso. A equipa dos Bons Dias, teve um jogo para esquecer, com os jogadores desconcentrados, a perderem bolas para os adversários e a precipitarem-se nas acções ofensivas possibilitando o contra-ataque da equipa dos Unidos de Arcena, que bem organizada conseguia criar situações de perigo. De qualquer maneira, mesmo a jogar pouco os Bons Dias chegam ao intervalo a vencer por 2-0. A 2ª parte mantém a mesma tendência, mas desta vez a equipa de Arcena consegue aproveitar as fa- FUTSAL lhas dos visitados concretizando por duas vezes, chegando assim à igualdade. Os Bons Dias conseguiram reagir aos golos sofridos e num último fôlego conseguem chegar à vitória marcando por duas vezes acabando por vencer Claques fortes e com fair-play Numa partida onde se defrontavam duas equipas do concelho de Odivelas primeiras classificadas da série 3 do campeonato distrital de infantis da 2ª divisão, o ambiente na bancada do Pavilhão da Escola Secundária da Ramada, prometia um grande espectáculo desportivo. E assim foi, tanto dentro como fora do rectângulo de jogo. Com as claques bem audíveis durante todo o encontro a equipa dos Bons Dias, conseguiu durante a 1ª parte as melhores oportunidades de golo, tendo mais posse de bola e com os seus jogadores a estarem atentos aos contra-ataques da equipa adversária. O Patameiras tentou responder ao maior domínio dos Ramadenses mas BASQUETEBOL OBC em grande Bom jogo de basquetebol que as equipas do Odivelas Basket e Estoril Basket presentearam os que estiveram a assistir à partida no Pavilhão Municipal Susana Barroso, no Casal do Rato. Defrontando uma equipa muito jovem que veio do Estoril o OBC cedo se distanciou no marcador, fazendo um 1º período de grande nível com as atletas a terem mão quente raramente falhando um cesto como evidencia o resultado do 1º parcial; No 2º período o nível exibicional baixou ligeiramente mas as Odivelenses algum nervosismo e precipitação dos seus jogadores não evitaram que ao intervalo estivessem a perder por 1-0. A 2ª parte é em alguns momentos jogada mais com o coração do que com a cabeça e aí aproveitou os Bons Dias praticando um futsal mais objectivo conseguindo ampliar o resultado que se cifrou num 3-0 final. Pela réplica e continuaram a dominar a partida chegando ao intervalo a vencer por Na segunda parte a equipa do Odivelas Basket gere a vantagem possibilitando ao seu treinador, Ricardo Reis rodar toda a sua equipa, que mesmo com algumas falhas, nomeadamente nos lançamentos debaixo do cesto, continua a mandar no encontro face a uma aguerrida e muito jovem equipa do Estoril que certamente no futuro será um caso sério na modalidade. Excelente arbitragem dos manos Barros. DB entrega ao jogo dos seus atletas a equipa das Patameiras merecia um tendo de honra. Nota final para o muito público presente que fez deste jogo uma festa apoiando ambas as equipas num clima de fair-play e sem qualquer problema. Um exemplo a seguir! Boa arbitragem. DB FICHA DO JOGO JOGO: Odivelas Basket X Estoril Basket (24/01/ :00) PAVILHÃO: Municipal Susana Barroso COMPETIÇÃO: Campeonato Distrital Sub-14 Femininos Basquetebol ÁRBITROS: Diogo Barros e Tomás Barros MESA: Rute Jacinto e Maria João ESPECTADORES: 50 RESULTADO AO INTERVALO: RESULTADO FINAL: PARCIAIS: (28-11) (14-8) (15-4) (8-5) MVP (OBC): Sara Pereira MVP (EB): Joana Coutinho Fotografia: David Braga Fotografia: David Braga CANEÇAS. Vogal do Desporto fala em Diga lá Sr. Vogal no DO multimédia. FICHA DO JOGO JOGO: Bons Dias X U. Arcena (23/01/ :00) PAVILHÃO: Escola Secundária da Ramada COMPETIÇÃO: Campeonato Distrital de Iniciados 2ª Divisão ÁRBITRO: Fernando Lourenço ESPECTADORES: 40 RESULTADO AO INTERVALO: 2-0 RESULTADO FINAL: 4-2 este difícil encontro por 4-2. Boa arbitragem. No final da partida falámos com João Marçal, técnico dos Bons Dias que estava desgostoso com os seus atletas afirmando mesmo que o jogo da sua equipa tinha sido horrível e que o resultado foi injusto. Hugo atleta da casa, também reconheceu que os adversários estiveram melhor na 1ª parte, mas que a equipa melhorou na parte complementar considerando a vitória justa. DB HIGH CONTACT ALAMC realizou 2º Seminário da modalidade AAssociação Lusa de Artes Marciais Coreanas (ALAMC) realizou o 2º Seminário de High Contact, nos dias 23 e 24 do corrente mês no ginásio da Escola EB1 João Villaret na Ramada. O principal objectivo do evento era a conclusão da formação a cinco novos instrutores que estão agora habilitados a iniciarem as suas próprias escolas da modalidade. Este seminário contou com a presença do fundador do High Contact e Presidente da World Kick Boxing Organization, Mestre Félix Serrano, que entregou os respectivos diplomas a Jorge Lobo do Pinhal Novo, Arquimino Umbelino de Setúbal, Nuno Mota e Rui Carmo de Odivelas e José Mendes do Porto, que são a partir de agora os novos professores da modalidade. Em Maio a ALAMC irá realizar o 3º seminário de High Contact, bem como acções de formação a árbitros e preparar 5 atletas para participarem em Múrcia no 1º Campeonato Ibérico da Modalidade. DB Fotografia: David Braga AGENDA FIM-DE-SEMANA [30 e 31 JAN] Sábado ANDEBOL Seniores: Gin. Odivelas Náutico Guadiana Juvenis: Bairro Janeiro Gin. Odivelas Iniciados: Mafra Gin. Odivelas Minis: Oriental Gin. Odivelas Minis: Sporting B Gin. Odivelas Minis: 1º Dezembro Gin. Odivelas FUTEBOL Juniores: Vilafranquense CAC Juniores: Caneças Frielas Juniores: Odivelas FC Belenenses Juniores: Santa Maria Dom. Savio Juniores: Tenente Valdez Operário Lisboa Juvenis: Sporting Odivelas FC B Infantis: Sacavenense CAC Infantis: Fut. Benfica Caneças Infantis: Caneças Torreense Infantis: Ol. Moscavide Caneças B Infantis: Castanheira Odivelas FC Infantis: Santa Maria Odivelas FC B Infantis: Tenente Valdez Casa Pia Escolas: Odivelas FC Sporting Escolas: Sporting Odivelas FC B Escolas: Malveira Odivelas FC C FUTSAL Seniores: Famões Achada Seniores: GROB Infantado Juniores: Benfica AC Odivelas Juniores: Cardosas Arroja Juniores: Porto Salvo Bons Dias Juniores: Infantado Casal Rato Juniores: Famões ACAD Desportos Juniores: GROB Sp. Torres Juniores fem.: PSAAC Carnide Juvenis: AC Odivelas São Brás Juvenis: Escorpiões Bons Dias Juvenis: Infantado Casal Rato Juvenis: Famões ACAD Desportos Iniciados: Liberdade AC Odivelas Iniciados: Recreio Bons Dias Iniciados: Casal Rato Escorpiões Iniciados: Patameiras José Mira Infantis: Arroja Novos Talentos Infantis: AC Odivelas Apelação Infantis: Falagueira Bons Dias Infantis: Porto Salvo Casal Rato Infantis: GROB Monte Maior Infantis: Sacavenense PSAAC Escolas: Arroja Metralhas Escolas: AMSAC Bons Dias B Escolas: GROB Chelas Escolas: Patameiras Porto Salvo Domingo FUTEBOL Seniores: Rio Janeiro CAC Juvenis: CAC Casa Pia Juvenis: Odivelas FC Un. Coimbra Juvenis: Tenente Valdez Loures Iniciados: Casa Pia CAC Iniciados: Odivelas FC Sacavenense Iniciados: São Pedro Odivelas FC B FUTSAL Seniores fem.: Povoense Caneças RESULTADOS FIM-DE-SEMANA [23 e 24 JAN] ANDEBOL Seniores: Caneças BPI Seniores: Caneças B BES Seniores: Portalegre Gin. Odivelas Juvenis: Gin. Odivelas Alverca Iniciados: Passos Manuel Gin. Odivelas FUTEBOL Seniores: CAC 5 0 Malveira Serra Seniores: Pinhalnovense 2 0 Odivelas SAD Juniores: CAC [interrompido] Sacavenense Juniores: Alvalade 1 3 Caneças Juniores: Est. Amadora 3 1 Odivelas FC Juniores: Palmense 0 5 Santa Maria Juniores: Tenente Valdez 4 0 Fontainhas O site NO não vai de fim-de-semana, veja as reportagens desportivas em

12 12 Nova Odivelas 29 Janeiro 2010 EMPREENDEDORES LIRREPORTAGEM LIRREPORTAGEM. A sua empresa no Nova Odivelas. Informe-se. Telemóvel: Novos vinhos no Forno da Cidade A 38ª Prova de Vinhos do Forno da Cidade apresentou na Segunda-feira 4 vinhos de três produtores representados pela Lusovini, uma nova empresa que não quer apenas distribuir vinhos mas sim criar grandes marcas. Oespaço do Forno da Cidade começa a ser pequeno para o sucesso destas provas. Mais uma vez a sala encheu completamente com pessoas conhecidas do mundo dos negócios, da política e do espectáculo. Arnaldo Dias e a sua esposa, acompanhados por Jorge Pires e Nuno Neves de Sousa receberam os convidados para mais uma grande noite Montemor, apresentado por Teresa Dias e do Douro estiveram presentes Domingos Alves de Sousa e o seu vinho Tapadinha, branco e tinto. Acompanhados pelas já famosas iguarias do Forno da Cidade, preparadas pelo Chefe Pedro, os vinhos foram muito apreciados e mais uma vez, todos os enólogos elogiaram estes eventos e os seus mentores, com agradecimentos especiais a Arnaldo Dias, fundador do grupo empresarial com o seu nome, proprietário deste restaurante da Ribeirada. Jorge Pires, Administrador do Grupo e Nuno Neves de Sousa, gerente do Forno da Cidade, também receberam os parabéns pela realização deste evento mensal que marca já o programa das festas da cidade e do concelho. gastronómica onde o vinho teve o lugar principal. A Lusovini nasceu a 04 de Novembro de 2009 da união de várias personalidades com ligações à viticultura, enologia, distribuição e produção de vinhos. A empresa avançou com o compromisso de desenhar os vinhos desde a vinha até à garrafa final, de modo a responderem às últimas tendências do mercado nacional e internacional e, em simultâneo, procurando soluções para as necessidades específicas de cada cliente. Segundo a empresa o que a diferencia das outras produtoras «É a estratégia. Apostamos maioritariamente em marcas de boa relação qualidade preço e, mesmo nas marcas de topo, ter um preço mais competitivo, mais acessível». Os melhores vinhos numa grande casa Para esta prova a Lusovini trouxe três produtores. Da Bairrada veio o espumante Aplauso, da casta Bical, apresentado por Pedro Soares. Do Alentejo veio o Foral de

13 29 Janeiro 2010 Nova Odivelas 13

14 14 Nova Odivelas 29 Janeiro 2010 Odivelas Life Tânia Mateus Tânia Mateus, nasceu a 05 de Abril de 1979, em Lisboa. Quando nasceu o seu primeiro filho, em 2005, associou-se na Associação Comunitária Infantil e Juvenil da Ramada (ACIJR) «Uma IPSS que nasceu da vontade da população da Ramada, há 16 anos, para dar resposta a uma área tão carente como a Infância. Enquanto sócia e mãe de dois utentes sempre participei na vida da ACIJR». É Presidente da Direcção da ACIJR desde Junho de Qual foi o último livro que leu? Niketche. Uma História de Poligamia, de Paulina Chiziane. 2. Qual é a sua viagem de sonho? Patagónia, Índia, Japão, Alasca Que personalidade mais admira? Nenhuma em particular. Existem sim, várias pessoas que têm influenciado a minha forma de estar na vida. 4. Qual foi o filme que mais a marcou? Cinema Paraíso. 5. A que prato de comida não resiste? Não resisto a nenhum! 6. Prefere praia ou campo? Praia perto do campo, ou campo perto da praia. 7. Bebida? Vinho, Casa de Satão, Douro. 8. Qual é o seu clube desportivo? Não tenho. 9. Não dispensa a companhia de Família e amigos. 10. O que a faz feliz? Sentir-me realizada profissional e pessoalmente. 11. De que tem medo? Da guerra. 12. Orgulha-se de Viver o dia-a-dia, lutando pelo presente e pelo futuro, por uma sociedade mais justa, uma sociedade em que todos os cidadãos vivam em dignas condições de vida e de trabalho; que haja acesso generalizado e em igualdade aos serviços básicos e aos benefícios sociais. 13. Qual é a sua maior ambição? Não tenho ambições pessoais, mas ambicio que a ACIJR consiga concluir os seus projectos sem grandes perturbações. 14. E o maior sonho? Tenho muitos sonhos e os sonhos são exactamente o que significam Um lugar para descansar Na Barca, na Madalena do Pico. 16. Onde se sente melhor? Em qualquer lugar desde que acompanhada pela família e amigos. 17. Se não fosse Assistente Técnica o que seria? Professora, psicológa, historiadora, canalizadora Não vive sem A minha família, amigos e sem trabalhar. 19. Quem gostaria de conhecer? Muitas pessoas! Mais uma vez, não consigo particularizar! 20. Por último, um desejo Desejo que a ACIJR consiga reunir os apoios necessários e imprescindíveis, de organismos institucionais, empresas e pessoas a título individual, com vista à construção da nova Creche, e no futuro próximo do novo Jardim de Infância e salas de estudo, e simultaneamento assegurar o normal funcionamento das actuais instalações que dão resposta a 230 famílias do concelho de Odivelas.

15 29 Janeiro 2010 Nova Odivelas 15 Realmente! Nobres Confissões Maria Ricardina de Marmelo e Sá Viscondessa da Memória «Se está a ser assim em relação à videovigilância, que não defendeu, por que não assumir agora acerrimamente também as políticas de voluntariado, como a das famílias que apoiam famílias, ou a do Banco do Tempo, que essa coligação trouxe para o debate político no concelho de Odivelas? Podemos continuar a fazer de conta que não sabemos o que se passa à nossa volta, encolhendo os ombros, dizendo que os problemas dos outros não nos dizem respeito. Ou podemos tentar fazer alguma coisa. Não há nobreza maior na política do que procurar melhorar a vida dos que mais sofrem, dos que estão doentes, desempregados, dos que vivem sem a dignidade que qualquer ser humano merece». Paulo Aido no Bairro da Memória do Diário de Odivelas «Chamo-me Teresa Figueiras e queria felicitá-lo pela reportagem que fez no jogo de basquetebol feminino entre o Odivelas e o Estoril. É muito importante para a modalidade e para estas miúdas de tenra idade saberem que também são reconhecidas pelos jornais locais. Fiquei surpreendida pelo rigor apresentado na notícia que realmente está muito bem-feita. Espero muito sinceramente que este acompanhamento seja regular e que não se limite a ver os jogos de futebol que são sempre os que mais» mediatismo têm. Em enviado a David Braga Confesso, sim confesso Estou maravilhada. No Sábado não me apetecia ver os Ídolos e pedi ao Malaquias, motorista do meu Ferrari amarelo em part-time aos fins-de-semana que me levasse a Odivelas e fui ver o Concerto de Ano Novo da Sociedade Musical Odivelense. Fiz alguns sacrifícios, como andar a pé e misturar-me com o povinho mas valeu a pena porque também estavam lá senhoras do meu escalão social, como as doutoras Susana Amador, Fernanda Moroso e Maria da Luz Nogueira. Também tive oportunidade de ver ao vivo o elegantérrimo presidente da junta de Odivelas mas não gostei dos salamaleques constantes para a chefe do governo local. «É verdade senhora viscondessa, o homem é mesmo muito salameliqueiro», disse-me a Hermengarda que é filha de um ex-dirigente do Odivelas e já tinha convivido com o senhor, quando ele ainda andava por lá, e pelos rotários, e pela Casa do Benfica. De facto o homem está em todo o lado Não nos dispersemos e voltemos ao concerto. A senhora doutora presidente arrasou com aquele vestido. Tenho de descobrir onde a senhora se abastecesse daquelas peças lindíssimas. Bom se calhar com os meus nobres rendimentos não conseguia comprar nenhum. E lá estou eu a divagar mas como se diz na tertúlia do meu director que já mudou de canal, (e parece que daqui a pouco muda outra vez) as conversas são como as cerejas. Adoro cerejas mas também adoro conversar, então se forem «Fofocas cabeludas» como diz a Adélia da Língua Afiada, então é que eu deliro. «Olhe o concerto dona Ricardina. Daqui a pouco está no fim da crónica e não disse nada de interesse» repreendeu-me a minha nova pedicura, a Julinha, que se reformou da Passerelle e agora trata de pezinhos reais. Pronto Julinha, calma, vamos ao concerto. Aquilo é cultura, não é? Sim eu sei que é mas também sei que o senhor vereador da cultura não pôs lá os pés nem se fez representar. Olhe que assim deixa de ser o máximo, oh doutor das culturas, artes e poesias. Eu cá se fosse à doutora Moroso não lhe perdoava esta, nem com cunhas da Associação Fernando Pessoa ou do doutor Mário Soares. Mas vá lá, a SMO também tem escola de música e Fernanda Franchi, a vereadora da educação acompanhou a presidente da Câmara. Ah pois acompanhou e não levava o casaquito cor-derosa. Mas não pensem que a senhora já deu reforma ao dito cujo. Na reunião de Câmara de Quarta-feira o casaquinho voltou a ser visto em público. Sim eu sei que há coisas que não gostamos de largar e então se for rosa ~ Guarda Real ~ M udemos de assunto, mas continuemos a falar de ausências. A Associação Lusa de Artes Marciais Coreanas fez um jantar no final do seu 2º Seminário de High Contact e convidou, como é normalíssimo o senhor vereador do Desporto, Hugo Martins. Mas, o senhor vereador não foi, não mandou representação e até se esqueceu de dizer que não ia. Mas que se passa com os vereadores do PS? Será contágio? Sim nós já estávamos habituados a vereadores que não punham os pés em nada mas tinham mais um D. E u sei que não percebo nada de política nem de autarquias. Que querem, sou boa noutras coisas, mas fiquei baralhadita sobre a necessidade da CMO fazer uma reunião extraordinária na Segunda-feira, quando havia uma ordinária (não gosto nada deste termo) na Quarta-feira. Que assuntos urgentes eram esses que não podiam esperar dois dias? Ainda pensei que fosse para não tratar desses assuntos em reunião pública mas a ordem do dia era tão banal... Pois eu sei, Odivelas é especial. Pois é! M anuel Varges tinha sido convidado para ser o provedor do munícipe. E até estava com vontade de aceitar segundo as minhas fontes geralmente bem informadas. Mas acontece que um jornal local agarrou na coisa e o doutor não gostou que a carroça andasse à frente dos bois e vai daí anunciou que vai recusar. Na Quarta-feira a reunião de Câmara aprovou por unanimidade a criação da figura do provedor, escolhendo a proposta de Susana Amador em detrimento de outra apresentada pelos vereadores independentes. Éh pá mesmo sem gabinete e a queixarem-se de discriminação os homens até fazem o trabalho de casa. Agora resta saber quem vai ser o proposto para o cargo. Eu até já sei quem é mas Não vou dizer se não ainda há mais um a rejeitar e nunca mais temos provedor. E olhem que até fará falta, a crer nos discursos ouvidos na reunião de Câmara. Sim que eu cá não sei, já vos disse que não percebo nada disso. A Fiquem bem que eu fico também. inda tinha para aqui mais umas coisitas desta reunião mas ficam para a semana. Está na hora do bridge e já estão à minha espera. ~ Flash do Reino ~ «Diz-se por aí que existe um enorme buraco nas contas da Malaposta. As razões deste buraco têm de ser averiguadas à luz de uma auditoria às contas e seria de bom-tom que os responsáveis políticos e eleitos nos diversos órgãos de poder o solicitassem em devido tempo. Fala-se em gastos supérfluos e de natureza pessoal e que a ser verdade é um escândalo, então se assim é porque razão isto está tão escondido da opinião pública? A exigência de um apuramento das contas e a sua divulgação, exige-se quanto antes! Vítor Peixoto no seu blogue Acreditar para viver melhor SIMPRUS PRESS, COMUNICAÇÃO LDA Av. de Lisboa, 103 B Casal de Cambra TLF: FAX: NIPC: DIRECTORA GERAL: Helena Figueira TLM: DIRECTOR DE INFORMAÇÃO: Henrique Ribeiro TLM: DIRECTORA FINANCEIRA: Manuela Escoval CONTABILIDADE: Adélia Santos LICIDADE: TLM: NOVA ODIVELAS - Semanário do Concelho de Odivelas Av. de Lisboa, 103 B Casal de Cambra TLF: FAX: DIRECTOR: Henrique Ribeiro LICIDADE: Helena Martins TLM: DESIGN: Nuno P. Silva COLABORADORES: Eduardo Sousa (Fotografia), Lina Manso, Sérgio Mendonça (Desporto) COLUNISTAS: Edgar Valles, Fernando Tudela, Helena Jardim, Manuel Varges, Maria Máxima Vaz, Paula Paçó, Teresa Salvado CORRESPONDENTES: Olival Basto - Sara Sousa; Desporto - David Braga e Pedro Beato REGISTO NO ERC: DEPÓSITO LEGAL Nº: /9 IMPRESSÃO: GRAFEDISPORT Impressão e Artes Gráficas, SA - Rua Consiglieri Pedroso, Casal de Santa Leopoldina Queluz de Baixo DISTRIBUIÇÃO: Casa-a-casa Distribuidores Lda. TIRAGEM DESTE NÚMERO: 20 mil exemplares - Interdita a reprodução de textos e imagens sem o devido consentimento. As crónicas e artigos de opinião ou de leitores são da inteira responsabilidades dos seus autores e podem não corresponder à orientação editorial do jornal.

16 Nova Odivelas Em 2010 o mesmo rigor informativo

Ano VI N.º 22. Boletim Informativo da Junta de Freguesia da Ribeira Quente. Quinta-Feira 28 de Julho de 2011

Ano VI N.º 22. Boletim Informativo da Junta de Freguesia da Ribeira Quente. Quinta-Feira 28 de Julho de 2011 Ano VI N.º 22 Boletim Informativo da Junta de Freguesia da Ribeira Quente Quinta-Feira 28 de Julho de 2011 Bandeira Azul Hasteada na Ribeira Quente A Praia do Fogo da Ribeira Quente recebeu no dia 28 de

Leia mais

3. Caracterização e cadastro do Movimento Associativo do concelho

3. Caracterização e cadastro do Movimento Associativo do concelho De : DCED/DICUL Carlos Anjos Proc. Nº Para : ANA JOSÉ CARVALHO, CHEFE DA DICUL Assunto : PROPOSTA DE PLANO DE ACTIVIDADES DO GRUPO DE TRABALHO PARA O MOVIMENTO ASSOCIATIVO - 2011 Para os efeitos tidos

Leia mais

ARAGÃOPINTO FUNDAÇÃO DE SOLIDARIEDADE SOCIAL VAMOS AJUDAR QUEM PRECISA!

ARAGÃOPINTO FUNDAÇÃO DE SOLIDARIEDADE SOCIAL VAMOS AJUDAR QUEM PRECISA! A ESSENCIALIDADE DE CUIDAR DAS NOSSAS CRIANÇAS INVESTIR A TEMPO PARA EVITAR... E PERSISTIRMOS NA BUSCA DE FAZER SEMPRE MELHOR PARA NÓS A PREVENÇÃO NÃO É UMA OPÇÃO... É UMA OBRIGATORIEDADE MISSÃO A Fundação

Leia mais

APOIO A ESCOLAS, ASSOCIAÇÕES DE ESTUDANTES E ASSOCIAÇÕES DE PAIS

APOIO A ESCOLAS, ASSOCIAÇÕES DE ESTUDANTES E ASSOCIAÇÕES DE PAIS APOIOS A DIVERSAS ENTIDADES, INSTITUIÇÕES, ASSOCIAÇÕES E COLECTIVIDADES NO ANO DE 2014 APOIO A ESCOLAS, ASSOCIAÇÕES DE ESTUDANTES E ASSOCIAÇÕES DE PAIS Apoio à Associação de Estudantes da Escola Secundária

Leia mais

MUNICÍPIO DO CARTAXO CONSELHO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO. Acta n.º3/2004

MUNICÍPIO DO CARTAXO CONSELHO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO. Acta n.º3/2004 MUNICÍPIO DO CARTAXO CONSELHO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO Acta n.º3/2004 Aos dez dias do mês de Maio do ano de 2004, no Auditório Municipal da Quinta das Pratas, reuniu o Conselho Municipal de Educação do Concelho

Leia mais

AJUDA DE MÃE. APOIO DO FUNDO SOCIAL EUROPEU: Através do Programa Operacional da Região de Lisboa e Vale do Tejo (PORLVT)

AJUDA DE MÃE. APOIO DO FUNDO SOCIAL EUROPEU: Através do Programa Operacional da Região de Lisboa e Vale do Tejo (PORLVT) AJUDA DE MÃE APOIO DO FUNDO SOCIAL EUROPEU: Através do Programa Operacional da Região de Lisboa e Vale do Tejo (PORLVT) Objectivos: Informar, apoiar, encaminhar e acolher a mulher grávida. Ajudar cada

Leia mais

Tendo isso em conta, o Bruno nunca esqueceu que essa era a vontade do meu pai e por isso também queria a nossa participação neste projecto.

Tendo isso em conta, o Bruno nunca esqueceu que essa era a vontade do meu pai e por isso também queria a nossa participação neste projecto. Boa tarde a todos, para quem não me conhece sou o Ricardo Aragão Pinto, e serei o Presidente do Concelho Fiscal desta nobre Fundação. Antes de mais, queria agradecer a todos por terem vindo. É uma honra

Leia mais

Presidente da Câmara Municipal de Oeiras Teresa Pais Zambujo Vereador da Cultura e Juventude Jorge Barreto Xavier

Presidente da Câmara Municipal de Oeiras Teresa Pais Zambujo Vereador da Cultura e Juventude Jorge Barreto Xavier Presidente da Câmara Municipal de Oeiras Teresa Pais Zambujo Vereador da Cultura e Juventude Jorge Barreto Xavier Oeiras é um Concelho apontado, diria que justamente, como um exemplo de desenvolvimento

Leia mais

1º de Maio todos os dias

1º de Maio todos os dias Pág: 22 Área: 15,95 x 21,58 cm² Corte: 1 de 5 1º de Maio todos os dias Numa zona verde da cidade de Lisboa, no bairro de Alvalade, o Parque de Jogos 1º de Maio tem um borbulhar de actividade constante.

Leia mais

Uma conversa entre empresas e professores - os desafios da empregabilidade

Uma conversa entre empresas e professores - os desafios da empregabilidade Uma conversa entre empresas e professores - os desafios da empregabilidade No passado dia 15 de Novembro, a Share Associação para a Partilha de Conhecimento e a Faculdade de Ciências da Universidade de

Leia mais

Departamento Comercial e Marketing. Escola Secundaria de Paços de Ferreira 2009/2010. Técnicas de Secretariado

Departamento Comercial e Marketing. Escola Secundaria de Paços de Ferreira 2009/2010. Técnicas de Secretariado Escola Secundaria de Paços de Ferreira 2009/2010 Técnicas de Secretariado Departamento Comercial e Marketing Módulo 23- Departamento Comercial e Marketing Trabalho realizado por: Tânia Leão Departamento

Leia mais

Ficha de Caracterização de Projecto

Ficha de Caracterização de Projecto Ficha de Caracterização de Projecto Projecto +Skillz E5G Programa Escolhas Promotor: Associação Mais Cidadania 2 A. IDENTIFICAÇÃO GERAL DA ENTIDADE Projecto Projecto +Skillz E5G Promotor: Associação Mais

Leia mais

DTIM Associação Regional para o Desenvolvimento das Tecnologias de Informação na Madeira

DTIM Associação Regional para o Desenvolvimento das Tecnologias de Informação na Madeira DTIM Associação Regional para o Desenvolvimento das Tecnologias de Informação na Madeira APOIO DO FUNDO SOCIAL EUROPEU: Através do Programa Operacional Plurifundos da Região Autónoma da Madeira (POPRAM

Leia mais

Discurso de Sua Excelência o Presidente da República

Discurso de Sua Excelência o Presidente da República Continuarei a percorrer o País, de Norte a Sul, a apelar à união de esforços, a levar uma palavra de esperança e a mostrar bons exemplos de resposta à crise. Discurso de Sua Excelência o Presidente da

Leia mais

Histórico Dados da Colectividade Descrição das Actividades Objectivos a atingir Meios Humanos

Histórico Dados da Colectividade Descrição das Actividades Objectivos a atingir Meios Humanos Histórico Dados da Colectividade Descrição das Actividades s a atingir Meios Humanos O Centro Popular de Trabalhadores do Bairro São João Atlético Clube com Estatutos aprovados em 28/02/1990 e publicados

Leia mais

5ª Edição do Projeto "Energia com vida"

5ª Edição do Projeto Energia com vida 5ª Edição do Projeto "Energia com vida" Maria Isabel Junceiro Agrupamento de Escolas de Marvão No presente ano letivo 2014-15, quatro turmas do Agrupamento de Escolas do Concelho de Marvão (8º e 9º anos),

Leia mais

ACTA N.º 06/2005 REUNIÃO ORDINÁRIA DE CÂMARA DE 16 / 03 / 2005 RESUMO DIÁRIO DE TESOURARIA REFERENTE AO DIA 15 / 03 / 2005

ACTA N.º 06/2005 REUNIÃO ORDINÁRIA DE CÂMARA DE 16 / 03 / 2005 RESUMO DIÁRIO DE TESOURARIA REFERENTE AO DIA 15 / 03 / 2005 CÂMARA MUNICIPAL DE VIANA DO ALENTEJO ACTA N.º 06/2005 REUNIÃO ORDINÁRIA DE CÂMARA DE 16 / 03 / 2005 PRESENÇAS PRESIDENTE : ESTÊVÃO MANUEL MACHADO PEREIRA VEREADORES : JOÃO LUIS BATISTA PENETRA MANUEL

Leia mais

ESCOLA NACIONAL DE BOMBEIROS (Centro de Reconhecimento, Validação e Certificação de Competências)

ESCOLA NACIONAL DE BOMBEIROS (Centro de Reconhecimento, Validação e Certificação de Competências) ESCOLA NACIONAL DE BOMBEIROS (Centro de Reconhecimento, Validação e Certificação de Competências) APOIO DO FUNDO SOCIAL EUROPEU: Através do Programa Operacional Educação (PRODEP III) Objectivos: Reduzir

Leia mais

ASSEMBLEIA DE FREGUESIA

ASSEMBLEIA DE FREGUESIA Editorial EXECUTIVO Paulo Alexandre da Silva Quaresma 34 anos, professor Caro(a) amigo(a), Presidente Recursos Humanos, Informação e Atendimento, Habitação Social, Reabilitação Urbana, Espaços Verdes,

Leia mais

D. Virgílio Antunes no Centro Social do Senhor da Serra. Bispo de Coimbra na bênção oficial da Residência Cristo Redentor

D. Virgílio Antunes no Centro Social do Senhor da Serra. Bispo de Coimbra na bênção oficial da Residência Cristo Redentor D. Virgílio Antunes no Centro Social do Senhor da Serra Bispo de Coimbra na bênção oficial da Residência Cristo Redentor O bispo da diocese de Coimbra, D. Virgílio Antunes, procedeu à bênção oficial da

Leia mais

Programa da Rede Social CLAS Mesão Frio. Plano de Acção. O Plano de Acção do CLAS de Mesão Frio é a componente do Plano de

Programa da Rede Social CLAS Mesão Frio. Plano de Acção. O Plano de Acção do CLAS de Mesão Frio é a componente do Plano de O do CLAS de Mesão Frio é a componente do Plano de Desenvolvimento Social, onde estão definidos alguns Projectos (com o desejo de uma projecção num futuro próximo), a serem desenvolvidos para se concretizarem

Leia mais

Mais e Melhor no Desenvolvimento Comunitário

Mais e Melhor no Desenvolvimento Comunitário Mais e Melhor no Desenvolvimento Comunitário Responsabilidade Social Como estratégia de Sustentabilidade a Responsabilidade Social das Organizações, tornou-se de vital importância para o Terceiro Sector,

Leia mais

Projecto de criação. Escola de Futebol do. Clube Académico de Futebol Viseu

Projecto de criação. Escola de Futebol do. Clube Académico de Futebol Viseu Projecto de criação Escola de Futebol do Clube Académico de Futebol Viseu Setembro de 2002 Índice Metas propostas do projecto... 3 Recursos humanos... 3 Recursos materiais... 4 Instalações... 4 Material

Leia mais

" A história URCA MARCA DA NOSSA TERRA

 A história URCA MARCA DA NOSSA TERRA " A história URCA MARCA DA NOSSA TERRA A União Recreativa e Cultural da Abrunheira, faz parte da identidade desta Abrunheira contemporânea. Desde que existe, tem marcado todos os acontecimentos da nossa

Leia mais

Genialidade, Fernando Pessoa

Genialidade, Fernando Pessoa Um homem de génio é produzido por um conjunto complexo de circunstâncias, começando pelas hereditárias, passando pelas do ambiente e acabando em episódios mínimos de sorte. Genialidade, Fernando Pessoa

Leia mais

Conselho Municipal de Educação de Vila Velha de Ródão

Conselho Municipal de Educação de Vila Velha de Ródão MUNICÍPIO DE VILA VELHA DE RÓDÃO CÂ1VLARA MUNICIPAL Conselho Municipal de Educação de Vila Velha de Ródão ACTA N~ 42 Aos dez dias do mês de Setembro do ano de dois mil e catorze, pelas catorze horas, reuniu

Leia mais

Trabalhos prioritários do ensino não superior e dos assuntos juvenis do ano lectivo de 2015/2016

Trabalhos prioritários do ensino não superior e dos assuntos juvenis do ano lectivo de 2015/2016 Trabalhos prioritários do ensino não superior e dos assuntos juvenis do ano lectivo de 2015/2016 Para que o início das aulas do novo ano lectivo se realize com facilidade, a Direcção dos Serviços de Educação

Leia mais

Workshop (Da Estrutura e Desenvolvimento)

Workshop (Da Estrutura e Desenvolvimento) NOTA PRÉVIA: Dada a diversidade e quantidade de ideias e propostas manifestadas, optou por fazer-se uma síntese dos assuntos abordados retirando os comentários e as trocas de opiniões que entretanto surgiram,

Leia mais

CENTRO DE FORMAÇÃO DESPORTIVA DE XADREZ

CENTRO DE FORMAÇÃO DESPORTIVA DE XADREZ CENTRO DE FORMAÇÃO DESPORTIVA DE XADREZ Câmara Municipal de Vila Nova de Gaia Gaianima, E. M., Equipamentos Municipais Departamento do Desporto Escolar Escola Profissional de Gaia Academia de Xadrez de

Leia mais

MAPA DE PESSOAL DA JUNTA DE FREGUESIA DE CARNIDE - Ano 2014 Nos termos da Lei n.º 12-A/2008, de 27 de Fevereiro

MAPA DE PESSOAL DA JUNTA DE FREGUESIA DE CARNIDE - Ano 2014 Nos termos da Lei n.º 12-A/2008, de 27 de Fevereiro MAPA DE PESSOAL DA JUNTA DE FREGUESIA DE CARNIDE - Ano 204 Nos termos da Lei n.º 2-A/2008, de 27 de Fevereiro SECÇÃO DE APOIO E DE COORDENAÇÃO GERAL (Capitulo III do Regulamento da Organização dos Serviços)

Leia mais

A Participação Voluntária No Planeamento, Execução E Controlo Social Do Orçamento. Participativo

A Participação Voluntária No Planeamento, Execução E Controlo Social Do Orçamento. Participativo Cecília Branco Programa Urbal Red 9 Projecto Orçamento Participativo Reunião de Diadema Fevereiro 2007 A Participação Voluntária No Planeamento, Execução E Controlo Social Do Orçamento Participativo Município

Leia mais

Maratona BTT 5 Cumes realiza-se a 23 de Setembro em Barcelos

Maratona BTT 5 Cumes realiza-se a 23 de Setembro em Barcelos Em 2011 foi a Maratona com maior participação das provas da FPC Maratona BTT 5 Cumes realiza-se a 23 de Setembro em Barcelos A oitava edição da Maratona BTT 5 Cumes foi apresentada na última quinta-feira

Leia mais

Normas para as Matrículas das Crianças da Educação Pré-escolar e dos Alunos dos Ensinos Básico e Secundário

Normas para as Matrículas das Crianças da Educação Pré-escolar e dos Alunos dos Ensinos Básico e Secundário Índice Legislação Geral 1 Legislação Acção Social e Seguro Escolar 2 Alargamento da Rede de Edcação pré-escolar 2 Educação Especial 3 Inclusão e Sucesso Educativo 4 Notícias 5 Encerramento do Ano Lectivo

Leia mais

Acordo de Parceria. Plano Estratégico Concelhio de Prevenção das Toxicodependências (PECPT)

Acordo de Parceria. Plano Estratégico Concelhio de Prevenção das Toxicodependências (PECPT) Acordo de Parceria Plano Estratégico Concelhio de Prevenção das Toxicodependências (PECPT) 1. O presente Acordo pretende formalizar a parceria a estabelecer entre a Câmara Municipal de Odivelas, através

Leia mais

REGULAMENTO DO CONSELHO MUNICIPAL DE SAÚDE. (Aprovado na 23ª Reunião Ordinária de Câmara Municipal, realizada em 21 de Novembro de 2001)

REGULAMENTO DO CONSELHO MUNICIPAL DE SAÚDE. (Aprovado na 23ª Reunião Ordinária de Câmara Municipal, realizada em 21 de Novembro de 2001) REGULAMENTO DO CONSELHO MUNICIPAL DE SAÚDE (Aprovado na 23ª Reunião Ordinária de Câmara Municipal, realizada em 21 de Novembro de 2001) REGULAMENTO DO CONSELHO MUNICIPAL DE SAÚDE (Aprovado na 23ª Reunião

Leia mais

para um novo ano lectivo

para um novo ano lectivo Ano Lectivo 2008/09 20 medidas de política para um novo ano lectivo Este documento apresenta algumas medidas para 2008/09: Apoios para as famílias e para os alunos Modernização das escolas Plano Tecnológico

Leia mais

Diogo Caixeta 6 PASSOS PARA CONSTRUIR UM NEGÓCIO DIGITAL DE SUCESSO! WWW.PALAVRASQUEVENDEM.COM WWW.CONVERSAODIGITAL.COM.BR

Diogo Caixeta 6 PASSOS PARA CONSTRUIR UM NEGÓCIO DIGITAL DE SUCESSO! WWW.PALAVRASQUEVENDEM.COM WWW.CONVERSAODIGITAL.COM.BR Diogo Caixeta 6 PASSOS PARA CONSTRUIR UM NEGÓCIO DIGITAL DE SUCESSO! WWW.PALAVRASQUEVENDEM.COM WWW.CONVERSAODIGITAL.COM.BR INTRODUÇÃO Você está cansado de falsas promessas uma atrás da outra, dizendo

Leia mais

A EQUIPA MILLENNIUM BCP MICROCRÉDITO DESEJA-LHE UM FELIZ 2013!

A EQUIPA MILLENNIUM BCP MICROCRÉDITO DESEJA-LHE UM FELIZ 2013! nº 3 - janeiro 2013 A EQUIPA MILLENNIUM BCP MICROCRÉDITO DESEJA-LHE UM FELIZ 2013! Vivemos tempos desafiantes. Cerca de 41% dos microempreendedores que recorrem ao Microcrédito do Millennium bcp vêm de

Leia mais

Município de Freixo de Espada à Cinta PLANO DE ACÇÃO (2009-2010) Conselho Local de Acção Social de Freixo de Espada à Cinta

Município de Freixo de Espada à Cinta PLANO DE ACÇÃO (2009-2010) Conselho Local de Acção Social de Freixo de Espada à Cinta Município de Freixo de Espada à Cinta PLANO DE ACÇÃO (2009-2010) Conselho Local de Acção Social de Freixo de Espada à Cinta FICHA TÉCNICA Relatório do Plano de Acção de Freixo de Espada à Cinta Conselho

Leia mais

9.ª EDIÇÃO 24 Fevereiro a 02 Março ORGANIZAÇÃO SINDICATO DOS JOGADORES PROFISSIONAIS DE FUTEBOL PRODUÇÃO RM PREMIUM EVENTS

9.ª EDIÇÃO 24 Fevereiro a 02 Março ORGANIZAÇÃO SINDICATO DOS JOGADORES PROFISSIONAIS DE FUTEBOL PRODUÇÃO RM PREMIUM EVENTS 9.ª EDIÇÃO 24 Fevereiro a 02 Março ORGANIZAÇÃO SINDICATO DOS JOGADORES PROFISSIONAIS DE FUTEBOL PRODUÇÃO RM PREMIUM EVENTS conceito O futebol, fonte de paixão e emoção, continua a potenciar extremismos

Leia mais

Apoios gratuitos a doentes e seus familiares

Apoios gratuitos a doentes e seus familiares União Humanitária dos Doentes com Cancro Quanto mais olharmos o cancro de frente, mais ele se afasta de nós Exmo(a). Senhor(a), Os melhores cumprimentos. A União Humanitária dos Doentes com Cancro está

Leia mais

ATA NÚMERO CENTO E TRINTA E DOIS

ATA NÚMERO CENTO E TRINTA E DOIS ATA NÚMERO CENTO E TRINTA E DOIS Aos vinte e dois dias de Abril de dois mil e catorze, pelas vinte e uma horas e trinta minutos, reuniram-se em sessão ordinária, os membros da Assembleia de Freguesia de

Leia mais

A Concepção da Ideia

A Concepção da Ideia A Concepção da Ideia Inov@emprego - Fórum do emprego, formação e empreendedorismo do litoral alentejano Tiago Santos Sines, 7 de Novembro de 2008 Sines Tecnopolo O Sines Tecnopolo é uma associação de direito

Leia mais

Plano a Médio Prazo e Orçamento 2005. Intervenção no Plenário Assembleia Legislativa da R.A.A. 5 a 8 de Abril de 2005

Plano a Médio Prazo e Orçamento 2005. Intervenção no Plenário Assembleia Legislativa da R.A.A. 5 a 8 de Abril de 2005 Plano a Médio Prazo e Orçamento 2005 Intervenção no Plenário Assembleia Legislativa da R.A.A. 5 a 8 de Abril de 2005 Senhor Presidente da ALRAA Senhoras e Senhores Deputados Senhor Presidente do Governo

Leia mais

I EMJ 8 de Junho de 2013 Recomendações finais Participantes nos grupos de trabalho que produziram as recomendações:

I EMJ 8 de Junho de 2013 Recomendações finais Participantes nos grupos de trabalho que produziram as recomendações: Nr Área Recomendação Valido Abstenh o-me C/6 E/7 F/7 Voluntariado Aproveitar espaços sem utilização para fazer jardins, espaços para convívio e locais de desporto para a população. Promover a limpeza dos

Leia mais

Ano Internacional das Cooperativas 2012. Seminário As Cooperativas e a Economia Social

Ano Internacional das Cooperativas 2012. Seminário As Cooperativas e a Economia Social Ano Internacional das Cooperativas 2012 Seminário As Cooperativas e a Economia Social Cooperativa das Iniciativas de Economia Solidária Origem As primeiras iniciativas de Economia Solidária surgiram nos

Leia mais

Câmara Municipal Gondomar REGULAMENTO DO CONSELHO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO DE GONDOMAR

Câmara Municipal Gondomar REGULAMENTO DO CONSELHO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO DE GONDOMAR Câmara Municipal Gondomar REGULAMENTO DO CONSELHO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO DE GONDOMAR Aprovado pela Câmara em 6/02/2003, alterado em Reunião de Câmara de 18/09/2003 Aprovado pela Assembleia Municipal em

Leia mais

Lic. Marketing e Publicidade. Marketing 1º Ano/2º Semestre Pós laboral

Lic. Marketing e Publicidade. Marketing 1º Ano/2º Semestre Pós laboral Lic. Marketing e Publicidade Marketing 1º Ano/2º Semestre Pós laboral Trabalho realizado por: Maria Marques, 7005 Docente: Dr. Fernando Gaspar SANTARÉM Licenciatura em Marketing & Publicidade 1 de 10 2007/2008

Leia mais

Exma. Sra. Presidente do Conselho Geral Transitório Exmos. Srs. Conselheiros Exmos. Srs. Professores Exmos. Srs. Funcionários Caros amigos e amigas

Exma. Sra. Presidente do Conselho Geral Transitório Exmos. Srs. Conselheiros Exmos. Srs. Professores Exmos. Srs. Funcionários Caros amigos e amigas Exma. Sra. Presidente do Conselho Geral Transitório Exmos. Srs. Conselheiros Exmos. Srs. Professores Exmos. Srs. Funcionários Caros amigos e amigas Em primeiro lugar gostaria de expressar o meu agradecimento

Leia mais

UMA BOA IDEIA PARA A SUSTENTABILIDADE

UMA BOA IDEIA PARA A SUSTENTABILIDADE UMA BOA IDEIA PARA A SUSTENTABILIDADE REGULAMENTO DO CONCURSO DE IDEIAS (Aberto a todos os Cidadãos) 1. O QUE É: O concurso Uma Boa Ideia para a Sustentabilidade é uma iniciativa da Câmara Municipal de

Leia mais

Câmara Municipal de Estarreja PREÂMBULO

Câmara Municipal de Estarreja PREÂMBULO PREÂMBULO O projecto Estarreja COMpartilha surge da necessidade que se tem verificado, na sociedade actual, da falta de actividades e práticas de cidadania. Traduz-se numa relação solidária para com o

Leia mais

CONSELHO LOCAL DE ACÇÃO SOCIAL DE CASTELO DE VIDE

CONSELHO LOCAL DE ACÇÃO SOCIAL DE CASTELO DE VIDE CONSELHO LOCAL DE ACÇÃO SOCIAL DE CASTELO DE VIDE ACTA Nº. 4 Ao dia nove de Setembro do ano dois mil e nove, nesta Vila de Castelo de Vide, reuniu na Biblioteca Municipal pelas 10,00 horas, o Conselho

Leia mais

Painel Temático 2: A Educação para o Desenvolvimento Sustentável Sala G4 10H45 12H15 Moderadora: Cristina Gomes Ferreira Relatora: Elizabeth Silva

Painel Temático 2: A Educação para o Desenvolvimento Sustentável Sala G4 10H45 12H15 Moderadora: Cristina Gomes Ferreira Relatora: Elizabeth Silva Painel Temático 2: A Educação para o Desenvolvimento Sustentável Sala G4 10H45 12H15 Moderadora: Cristina Gomes Ferreira Relatora: Elizabeth Silva Apresentação dos seguintes projectos: 1) Câmara de Lobos.

Leia mais

Divisão de Desenvolvimento Económico e Social Serviços de Educação e Juventude. Conselho Municipal de Juventude (C.M.J.) Ata n.

Divisão de Desenvolvimento Económico e Social Serviços de Educação e Juventude. Conselho Municipal de Juventude (C.M.J.) Ata n. Divisão de Desenvolvimento Económico e Social Serviços de Educação e Juventude Conselho Municipal de Juventude (C.M.J.) Ata n.º1 / 2014 Aos sete dias, do mês de março, do ano dois mil e catorze, no salão

Leia mais

SUMÁRIO EXECUTIVO DO PROJECTO

SUMÁRIO EXECUTIVO DO PROJECTO SUMÁRIO EXECUTIVO DO PROJECTO A Associação de Paralisia Cerebral de Lisboa - APCL propõe-se desenvolver um projecto, designado CLEAN, que consiste na criação de um Centro de Limpeza Ecológica de Automóveis

Leia mais

INTRODUÇÃO O QUE É O PLANO «SALATIA»?

INTRODUÇÃO O QUE É O PLANO «SALATIA»? INTRODUÇÃO O QUE É O PLANO «SALATIA»? No actual cenário económico-financeiro do Mundo e do País, é obrigação de todas as entidades públicas, à sua escala, promoverem medidas de apoio às empresas e às famílias

Leia mais

SPORTING CLUBE DE CASAÍNHOS NEWSLETTER Nº25 FEVEREIRO 2013 S.C.C. NEWSLETTER #25

SPORTING CLUBE DE CASAÍNHOS NEWSLETTER Nº25 FEVEREIRO 2013 S.C.C. NEWSLETTER #25 No próximo sábado, dia 2 de Março, decorrerá uma Via-sacra pelas 21.30 realizada no largo da igreja, pelos grupos de catequese juvenis e também pelo grupo de jovens. No sábado seguinte terá lugar outra

Leia mais

PROJETO PROFISSÕES. Entrevista com DJ

PROJETO PROFISSÕES. Entrevista com DJ Entrevista com DJ Meu nome é Raul Aguilera, minha profissão é disc-jóquei, ou DJ, como é mais conhecida. Quando comecei a tocar, em festinhas da escola e em casa, essas festas eram chamadas de "brincadeiras

Leia mais

PLANO DE ATIVIDADES 2015/2016. Associação Sénior de Odivelas

PLANO DE ATIVIDADES 2015/2016. Associação Sénior de Odivelas PLANO DE ATIVIDADES 2015/2016 Associação Sénior de Odivelas A Universidade Sénior de Odivelas é um projecto inovador que tem por base a promoção da qualidade de vida dos seniores de Odivelas, fomentando

Leia mais

questionários de avaliação da satisfação CLIENTES, COLABORADORES, PARCEIROS

questionários de avaliação da satisfação CLIENTES, COLABORADORES, PARCEIROS questionários de avaliação da satisfação creche CLIENTES, COLABORADORES, PARCEIROS 2ª edição (revista) UNIÃO EUROPEIA Fundo Social Europeu Governo da República Portuguesa SEGURANÇA SOCIAL INSTITUTO DA

Leia mais

Contactos: 21 481 58 72 Email: com.arte@dnacascais.pt

Contactos: 21 481 58 72 Email: com.arte@dnacascais.pt Contactos: 21 481 58 72 Email: com.arte@dnacascais.pt O que é o com.arte? O com.arte é um projecto promovido pela Câmara Municipal de Cascais e pela DNA CASCAIS Comércio e que terá, em 2012, a sua 4ª edição.

Leia mais

ATA DO CONSELHO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO

ATA DO CONSELHO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO ATA DO CONSELHO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO Ao décimo primeiro dia do mês de março de dois mil e treze, pelas nove horas e trinta minutos, no edifício da Junta de Freguesia de Viana do Alentejo, reuniu o Conselho

Leia mais

Produção Multimédia Interactiva

Produção Multimédia Interactiva Produção Multimédia Interactiva Candidaturas 2012/13 secretaria@ipa.univ.pt http://pmi.ipa.univ.pt www.ipa.univ.pt IPA Instituto Superior Autónomo de Estudos Politécnicos No IPA prosseguimos os seguintes

Leia mais

Grelha de Análise SWOT (Strengths (forças); Weaknesses (fraquezas); Opportunities (oportunidades), Threats (ameaças))... Factores Endógenos

Grelha de Análise SWOT (Strengths (forças); Weaknesses (fraquezas); Opportunities (oportunidades), Threats (ameaças))... Factores Endógenos Problemática Essencial I Envelhecimento Demográfico - Apoio Domiciliário do Centro de Saúde com viatura cedida pela Câmara Municipal. - Iniciativas da Câmara Municipal com o objectivo de proporcionar momentos

Leia mais

GUIA COMO ENCONTRAR UM MENTOR DE NEGÓCIOS

GUIA COMO ENCONTRAR UM MENTOR DE NEGÓCIOS GUIA COMO ENCONTRAR UM MENTOR DE NEGÓCIOS Se você já entendeu que ter mentor é uma estratégia poderosa para acelerar seu negócio, saiba agora como encontrar o seu. Sobre Andrea Jackson Andrea é administradora

Leia mais

Fls. 1. Departamento de Administração Geral tel.: 351 + 253 + 51 51 23 / 33 fax: 351 + 253 + 51 51 34 e-mail: camaraguimaraes@mail.telepac.

Fls. 1. Departamento de Administração Geral tel.: 351 + 253 + 51 51 23 / 33 fax: 351 + 253 + 51 51 34 e-mail: camaraguimaraes@mail.telepac. Fls. 1 EDITAL ANTÓNIO MAGALHÃES, PRESIDENTE DA CÂMARA MUNICIPAL DE GUIMARÃES, FAZ SABER, em cumprimento do disposto no art.º 91º da Lei nº 169/99, de 18 de Setembro, alterada e republicada pela Lei 5-A/2002,

Leia mais

Ateneu Desportivo de Leiria. Newsletter Ginástica ABRIL 2013

Ateneu Desportivo de Leiria. Newsletter Ginástica ABRIL 2013 Newsletter Ginástica ABRIL 2013 Leiria, 30 de Abril de 2013 Tivemos um mês de Abril muito animado! No dia 20 participámos na 3ª Edição do LudoApta, um evento organizado pela Associação OASIS e pela Escola

Leia mais

OPÇÕES DO PLANO 2015:2018 datas 2015 2016 2017 2018. conclusão. Respons. início 1 EDUCAÇÃO 207.000,00 186.840,00 191.282,00 196.

OPÇÕES DO PLANO 2015:2018 datas 2015 2016 2017 2018. conclusão. Respons. início 1 EDUCAÇÃO 207.000,00 186.840,00 191.282,00 196. 1 EDUCAÇÃO 207.000,00 186.840,00 191.282,00 196.916,00 1 ENSINO PRÉ-ESCOLAR E DO 1º CICLO 116.500,00 93.625,00 100.574,00 103.487,00 1 Apoios e subsídios CM 13 18 5 05-06-02-03-99 1.000,00 1.030,00 2.122,00

Leia mais

http://www.construir.pt/2015/04/14/arquitecto-nuno-teotonio-pereira-recebe-premiouniversidade-de-lisboa/

http://www.construir.pt/2015/04/14/arquitecto-nuno-teotonio-pereira-recebe-premiouniversidade-de-lisboa/ Construir.pt ID: 58821467 15-04-2015 Visitas diárias: 532 Âmbito: Outros Assuntos OCS: Construir.pt Arquitecto Nuno Teotónio Pereira recebe Prémio Universidade de Lisboa http://www.construir.pt/2015/04/14/arquitecto-nuno-teotonio-pereira-recebe-premiouniversidade-de-lisboa/

Leia mais

NURAP 2 NURAP 3. Colaboração: Aprendizes Raquel André Silva

NURAP 2 NURAP 3. Colaboração: Aprendizes Raquel André Silva EXPEDIENTE Ano 3 - Dezembro - Edição 29 NURAP em revista é uma publicação do NURAP ( Núcleo de Aprendizagem Profissional) Destinada aos seus parceiros e aprendizes. Colaboração: Aprendizes Raquel André

Leia mais

PLANO DE AÇÃO DA REDE SOCIAL

PLANO DE AÇÃO DA REDE SOCIAL PLANO DE AÇÃO DA REDE SOCIAL 2014 Aprovado na reunião do Plenário de 11.06.2014 16 de janeiro Workshop e assinatura de protocolo com CIG Público-alvo: comunidade no geral Local: Edifício Paço dos Concelho

Leia mais

O PERCURSO ACADÉMICO NA FBAUL E AS PERSPECTIVAS FUTURAS

O PERCURSO ACADÉMICO NA FBAUL E AS PERSPECTIVAS FUTURAS O PERCURSO ACADÉMICO NA FBAUL E AS PERSPECTIVAS FUTURAS QUE OPORTUNIDADES PÓS-LICENCIATURA ESPERAM? EXPECTATIVAS QUE INQUIETAÇÕES TÊM OS ALUNOS DE DC? MADALENA : M QUAL É A TUA PERSPECTIVA DO MERCADO

Leia mais

PROTOCOLO SIMPLEX AUTÁRQUICO

PROTOCOLO SIMPLEX AUTÁRQUICO CONSIDERANDO QUE: PROTOCOLO SIMPLEX AUTÁRQUICO A simplificação administrativa e a administração electrónica são hoje reconhecidas como instrumentos fundamentais para a melhoria da competitividade e da

Leia mais

AVISO. Admissão de Pessoal. (m/f)

AVISO. Admissão de Pessoal. (m/f) AVISO Admissão de Pessoal (m/f) A AJITER Associação Juvenil da Ilha Terceira pretende admitir jovens recém-licenciados à procura do primeiro emprego, para estágio no seu serviço, ao abrigo do Programa

Leia mais

Projecto Igreja Solidária Proposta de Comunicação. Lisboa, 8 de Julho de 2009

Projecto Igreja Solidária Proposta de Comunicação. Lisboa, 8 de Julho de 2009 Projecto Igreja Solidária Proposta de Comunicação Lisboa, 8 de Julho de 2009 Índice 1. Enquadramento 2. Proposta O Projecto Missão e Princípios Fases do Projecto O Nosso Desafio A Nossa Resposta O Conceito

Leia mais

CÂMARA MUNICIPAL DE ARCOS DE VALDEVEZ MINUTA DA ACTA DA REUNIÃO EXTRAORDINÁRIA DE 06 DE JULHO DE 2009

CÂMARA MUNICIPAL DE ARCOS DE VALDEVEZ MINUTA DA ACTA DA REUNIÃO EXTRAORDINÁRIA DE 06 DE JULHO DE 2009 CÂMARA MUNICIPAL DE ARCOS DE VALDEVEZ MINUTA DA ACTA DA REUNIÃO EXTRAORDINÁRIA DE 06 DE JULHO DE 2009 PRESIDÊNCIA: DR. FRANCISCO RODRIGUES DE ARAÚJO VEREADORES PRESENTES: DR. JOÃO MANUEL DO AMARAL ESTEVES

Leia mais

Acta n.º 57. 1. Discussão das propostas de alteração às Normas e Critérios de Apoio ao Movimento Associativo para 2010;

Acta n.º 57. 1. Discussão das propostas de alteração às Normas e Critérios de Apoio ao Movimento Associativo para 2010; Acta n.º 57 No dia 4 de Fevereiro de 2009, pelas 21 horas, realizou-se a 57ª reunião ordinária da Comissão Executiva do. A reunião contou com as seguintes presenças: Sr. Vereador Joaquim dos Santos; Adjunto,

Leia mais

Regulamento. Loja Social de Ourique

Regulamento. Loja Social de Ourique Regulamento Loja Social de Ourique Regulamento Loja Social de Ourique Nota Justificativa O presente Regulamento define as normas de funcionamento da Loja Social e faz parte integrante do projecto Espaço

Leia mais

Introdução. 1 Direcção Geral da Administração Interna, Violência Doméstica 2010 Ocorrências Participadas às

Introdução. 1 Direcção Geral da Administração Interna, Violência Doméstica 2010 Ocorrências Participadas às Câmara Municipal da Departamento de Educação e Desenvolvimento Sociocultural Divisão de Intervenção Social Plano Municipal contra a Violência Rede Integrada de Intervenção para a Violência na Outubro de

Leia mais

Aos Órgãos Sociais da FAPODIVEL. Odivelas, 20 de Novembro de 2010. Caros Colegas,

Aos Órgãos Sociais da FAPODIVEL. Odivelas, 20 de Novembro de 2010. Caros Colegas, Aos Órgãos Sociais da FAPODIVEL Odivelas, 20 de Novembro 2010 Caros Colegas, Estando a terminar este ano de trabalho na Federação Concelhia de Odivelas, da qual eu fiz parte dos seus Órgãos Sociais neste

Leia mais

Discurso do Secretário de Estado do Emprego. Octávio Oliveira. Dia Nacional do Mutualismo. 26 de outubro 2013 Centro Ismaili, Lisboa

Discurso do Secretário de Estado do Emprego. Octávio Oliveira. Dia Nacional do Mutualismo. 26 de outubro 2013 Centro Ismaili, Lisboa Discurso do Secretário de Estado do Emprego Octávio Oliveira Dia Nacional do Mutualismo 26 de outubro 2013 Centro Ismaili, Lisboa Muito boa tarde a todos! Pretendia começar por cumprimentar o Senhor Presidente

Leia mais

1ª Liga de Futsal 2014/2015

1ª Liga de Futsal 2014/2015 1ª Liga de Futsal 2014/2015 Patrono RICARDINHO 1 I Liga Futsal 2014/2015 Regulamento Equipas Artigo 1º Esta liga de futsal encontra-se aberta a equipas de empresas devidamente certificadas, podendo ser

Leia mais

REGULAMENTO de. do MUNICÍPIO DE VIZELA TRANSPORTES ESCOLARES MUNICÍPIO DE VIZELA

REGULAMENTO de. do MUNICÍPIO DE VIZELA TRANSPORTES ESCOLARES MUNICÍPIO DE VIZELA REGULAMENTO de TRANSPORTES ESCOLARES do MUNICÍPIO DE VIZELA MUNICÍPIO DE VIZELA ÍNDICE Preâmbulo 2 Artigo 1.º Lei habilitante 3 Artigo 2.º Princípios gerais 3 Artigo 3.º Âmbito 3 Artigo 4.º Organização

Leia mais

NOS@EUROPE. O Desafio da Recuperação Económica e Financeira. Prova de Texto. Nome da Equipa GMR2012

NOS@EUROPE. O Desafio da Recuperação Económica e Financeira. Prova de Texto. Nome da Equipa GMR2012 NOS@EUROPE O Desafio da Recuperação Económica e Financeira Prova de Texto Nome da Equipa GMR2012 Alexandre Sousa Diogo Vicente José Silva Diana Almeida Dezembro de 2011 1 A crise vista pelos nossos avós

Leia mais

Para alcançar o Sucesso é preciso que você tenha a plena convicção de que nossos produtos e nossa Oportunidade podem realmente transformar a vida das

Para alcançar o Sucesso é preciso que você tenha a plena convicção de que nossos produtos e nossa Oportunidade podem realmente transformar a vida das Querida Estrela do Bem, Aqui estão alguns Passos para aplicarmos no dia a dia São passos diários para o sucesso do seu negócio MK. Faça o Plano das 100 CARITAS em 4 semanas com todas as Consultoras de

Leia mais

Debate Quinzenal Economia Intervenção do Primeiro-Ministro José Sócrates

Debate Quinzenal Economia Intervenção do Primeiro-Ministro José Sócrates Debate Quinzenal Economia Intervenção do Primeiro-Ministro José Sócrates 11.02.2009 1. A execução da Iniciativa para o Investimento e o Emprego A resposta do Governo à crise económica segue uma linha de

Leia mais

ASSISTÊNCIA EMPRESARIAL DO IAPMEI NA ÁREA DA INTERNACIONALIZAÇÃO E DA EXPORTAÇÃO

ASSISTÊNCIA EMPRESARIAL DO IAPMEI NA ÁREA DA INTERNACIONALIZAÇÃO E DA EXPORTAÇÃO ASSISTÊNCIA EMPRESARIAL DO IAPMEI NA ÁREA DA INTERNACIONALIZAÇÃO E DA EXPORTAÇÃO Como fazemos 1. Através do Serviço de Assistência Empresarial (SAE), constituído por visitas técnicas personalizadas às

Leia mais

Nº 22 - Agosto 2013 - GRATUITO. newsletter E I P D A AGENDA. copywright Escola Intercultural, empresa municipal

Nº 22 - Agosto 2013 - GRATUITO. newsletter E I P D A AGENDA. copywright Escola Intercultural, empresa municipal Nº 22 - Agosto 2013 - GRATUITO newsletter copywright Escola Intercultural, empresa municipal E I P D A ENSINO INTERVENÇÃO PARCERIAS DESENVOLVIMENTO AGENDA 01 EDITORIAL Somos o que fazemos É tempo de férias

Leia mais

EIXO 1 - Empreendedorismo, Empregabilidade e Educação

EIXO 1 - Empreendedorismo, Empregabilidade e Educação PLANO DE DESENVOLVIMENTO SOCIAL de ODEMIRA 2014-2015 EIXO 1 - Empreendedorismo, Empregabilidade e Educação Promover o conhecimento e o acesso dos empresários aos apoios e incentivos no âmbito do empreendedorismo

Leia mais

C Â M A R A M U N I C I P A L D O S A B U G A L

C Â M A R A M U N I C I P A L D O S A B U G A L C Â M A R A M U N I C I P A L D O S A B U G A L ACTA N. º 3/2009 REUNIÃO ORDINÁRIA DO DIA 06 DE FEVEREIRO DE 2009 PRESIDENTE: Manuel Rito Alves VEREADORES: José Santo Freire Manuel Fonseca Corte Luís Manuel

Leia mais

Alta Performance Como ser um profissional ou ter negócios de alta performance

Alta Performance Como ser um profissional ou ter negócios de alta performance Sobre o autor: Meu nome é Rodrigo Marroni. Sou apaixonado por empreendedorismo e vivo desta forma há quase 5 anos. Há mais de 9 anos já possuía negócios paralelos ao meu trabalho e há um pouco mais de

Leia mais

Entrevista ao Engº José Carlos Ramos, Director de Franchising da Explicolândia Centros de Estudo

Entrevista ao Engº José Carlos Ramos, Director de Franchising da Explicolândia Centros de Estudo Entrevista ao Engº José Carlos Ramos, Director de Franchising da Explicolândia Centros de Estudo Criada em Setembro de 2005 em Sacavém, a Explicolândia Centros de Estudo tem sido ao longo dos anos, uma

Leia mais

Rio de Janeiro, 10 de junho de 2008

Rio de Janeiro, 10 de junho de 2008 IDENTIFICAÇÃO Rio de Janeiro, 10 de junho de 2008 Humberto Cordeiro Carvalho admitido pela companhia em 1 de julho de 1981. Eu nasci em 25 de maio de 55 em Campos do Goytacazes. FORMAÇÃO Segundo grau Escola

Leia mais

COMO GERIR A OFICINA EM TEMPOS DE CRISE? e as oficinas têm de se adaptar às novas

COMO GERIR A OFICINA EM TEMPOS DE CRISE? e as oficinas têm de se adaptar às novas COMO GERIR A OFICINA EM TEMPOS DE CRISE? 1 1 Com esta crise, já não há filas à porta das oficinas, nem listas de marcações com vários dias de espera. Era bom, era, mas já foi! Os tempos são de mudança

Leia mais

V Fórum Rede Portuguesa de Cidades Saudáveis. As Desigualdades em Saúde e o Planeamento Saudável. Montijo 14 de Novembro de 2014

V Fórum Rede Portuguesa de Cidades Saudáveis. As Desigualdades em Saúde e o Planeamento Saudável. Montijo 14 de Novembro de 2014 V Fórum Rede Portuguesa de Cidades Saudáveis As Desigualdades em Saúde e o Planeamento Saudável Montijo 14 de Novembro de 2014 1. Saudação Exmo. Sr. Presidente da Câmara Municipal do Montijo Exmo. Sr.

Leia mais

Projeto Viva a Alameda

Projeto Viva a Alameda Projeto Viva a Alameda Janeiro 2012 I. Enquadramento a. Política de Cidades o instrumento PRU b. Sessões Temáticas II. A PRU de Oliveira do Bairro a. Visão b. Prioridades Estratégicas c. Área de Intervenção

Leia mais

Ideias finais (Concurso Nacional de Ideias Cidades Criativas )

Ideias finais (Concurso Nacional de Ideias Cidades Criativas ) Ideias finais (Concurso Nacional de Ideias Cidades Criativas ) O Concurso "Cidades Criativas", iniciativa dirigida a jovens alunos de Área de Projecto do 12.º ano, chegou ao fim. Durante cerca de nove

Leia mais

EMPREENDEDORISMO E INOVAÇÃO SOCIAL CONCEITO E PRÁTICA

EMPREENDEDORISMO E INOVAÇÃO SOCIAL CONCEITO E PRÁTICA EMPREENDEDORISMO E INOVAÇÃO SOCIAL CONCEITO E PRÁTICA Laurinda da Conceição C. Grosso Socióloga e colaboradora do Centro de Investigação em Sociologia e Antropologia Augusto da Silva (CISA-AS), Universidade

Leia mais

6º Congresso Nacional da Administração Pública

6º Congresso Nacional da Administração Pública 6º Congresso Nacional da Administração Pública João Proença 30/10/08 Desenvolvimento e Competitividade: O Papel da Administração Pública A competitividade é um factor-chave para a melhoria das condições

Leia mais

Projecto Integrado da Baixa da Banheira

Projecto Integrado da Baixa da Banheira Projecto Integrado da Baixa da Banheira 1. INTRODUÇÃO O Projecto Integrado da Baixa da Banheira nasce de uma parceria entre a Câmara Municipal da Moita e o ICE tendo em vista induzir as Associações da

Leia mais