International Tax Course Course Outline

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "International Tax Course Course Outline"

Transcrição

1 Prtugal Tax - Internatinal Internatinal Tax Curse Curse Outline Prgramme I. Intrductin, bjectives f the Curse and basic cncepts (3 hurs) a. Intrductin and bjectives f the Curse Intrductin t internatinal tax planning Pragmatic apprach cncepts fr future use Discussin f the main instruments and structures Discussin and exchange f pinins b. Basic Cncepts Tax planning versus tax fraud and tax evasin Tax avidance Fraud Simulatin Abuse f law Definitin f internatinal tax planning and its limits The issue f internatinal duble taxatin Internatinal tax law and applicatin cnflicts Relatin between internal and internatinal surces Subjective and bjective incidence Territriality Hierarchy f tax rules Cnnecting elements Subjective Objective Sme relevant cncepts Base cmpanies Hlding cmpanies Service cmpanies Trading cmpanies Other Treaty shpping Dual cmpanies Recmmended bibligraphy: Jnes, Jhn F. Avery (et al.), Tax Law: Rules r Principles, in Fiscal Studies, Vl. 17, n.º 3, 1996;

2 Pereira, Paula Rsad, Princípis d Direit Fiscal Internacinal D Paradigma Clássic a Direit Fiscal Eurpeu, Almedina, 2010; Rhatgi, Ry, Basic Internatinal Taxatin, Lndres, 2002; Santiag, Brun, O princípi da nã-discriminaçã n cruzament d Direit Fiscal Internacinal cm Direit Fiscal Cmunitári, in Caderns de Ciência e Técnica Fiscal, 207, 2009;Xavier, Albert, Direit Tributári Internacinal, Almedina, 2007; II. Internatinal tax law surces (6 hurs) a. Internal Prtuguese rules Intrductin Withhlding tax versus final taxatin The cncept f residence Rules with relevance t nn-residents: Prperty incme Capital gains Interest Ryalty Dividends Emplyment incme Rendering f services Other b. OECD Mdel Tax Cnventin Origins and relevance UN Mdel and US Mdel Rle f Cmmentaries t the OECD Mdel Tax Cnventin Structure f OECD Mdel Cnventin Definitins Persns cvered Residence Permanent establishment Taxatin rules Business prfits/permanent establishment Capital incme Dividends Interest Ryalties Incme frm emplyment Pensins Capital gains Dependent Artists and sprtsmen Incme frm immvable prperty

3 Other incme Capital Methds fr eliminatin f duble taxatin Exemptin methd (full r prgressive) Credit methd (full r rdinary) Credit fr the tax suffered Matching credit and tax sparing Other rules c. EU Directives Parent-Subsidiary Directive Merger Directive Interest and Ryalties Directive Savings Directive Other d. Madeira Free Zne Main aspects f the regime Legislatin and framewrk Evlutin and future Use f Madeira Free Zne in peratins f internatinal tax planning Recmmended bibligraphy: Baker, Philip, Duble Taxatin Cnventins, Sweet & Maxwell, 2004; Gusmerli, Michele Triangular Cases and the Interest and Ryalties Directive: Untying the Grdian Knt?, in Eurpean Taxatin IBFD PUBS, 2005; Herédia, Jã, The Case f the Madeira: Prtugal v Netherlands, in Intertax, KLUWER TAX PUBS, 2002; Neves, Tiag Cassian, A Revisã de 2008 da Cnvençã Mdel da OCDE, in Revista de Finanças Públicas e Direit Fiscal, 2 An III, 07 10;Rcha, Miguel Leónidas / Ricard Jrge Almeida, O mecanism da eliminaçã da dupla tributaçã internacinal particularidades, in Revista de Finanças Públicas e Direit Fiscal, 3 An II, 10, 09, Almedina; Vgel, Klaus, On duble taxatin cnventins - A cmmentary t the OECD, UN and US Mdel Cnventins fr the avidance f duble taxatin f incme and capital, Vl. I e II, 1991; Vgel, Klaus, The Influence f the OECD Cmmentaries n Treaty Interpretatin, in Bulletin fr Internatinal Fiscal Dcumentatin, IBFD PUBS, 2000; Teixeira, Manuela Dur, A Determinaçã d Lucr Tributável ds Estabeleciments Estáveis de Nã Residentes, Almedina, 2007;Xavier, Albert, Direit Tributári Internacinal, Almedina, 2007; OECD Mdel Tax Cnventin n Incme and n Capital, OECD, 2010 III. Anti-abuse measures / Ecnmic substance (in crdinatin with Transfer Pricing) (2 hurs)

4 Intrductin and histrical evlutin The Prtuguese legislative develpment Anti-abuse general rule Principle f substance ver frm and cncept f fraud t law Rules related with blacklisted jurisdictins CFC (Cntrlled Freign Cmpany) rules Autnmus taxatin and nn-deductibility Ministerial Order 150/2004, f 13 February) Thin capitalisatin rules Transfer pricing rules General rules and scpe Transfer pricing methds Multilateral Arbitratin Cnventin Advance Pricing Agreements Other anti-abuse measures fr specific structures and peratins Recmmended bibligraphy: Câmara, Francisc de Susa da, CFC Taxatin, in Internatinal Bureau f Fiscal Dcumentatin, Eurpean Taxatin, January 1996; Mrais, Rui Duarte, Imputaçã de lucrs de sciedades nã residentes sujeitas a um regime fiscal privilegiad, Lisba, Publicações Universidade Católica, 2005; Crdewener, Alex, EU: Cmpany Taxatin, Crss-Brder Financing and Thin Capitalizatin in the EU Internal Market: Sme Cmments n Lankhrst-Hhrst, in Eurpean Taxatin, IBFD PUBS, 2003; Thöemmes, Otmar, CFC Legislatin and EC Law, in Intertax, 2003; Wiggins, Laurie / Mats, Patrícia, Transfer Pricing rules a Prtuguese perspective, in Tax Planning Internatinal Transfer Pricing, BNAI, 2005; Transfer Pricing Guidelines fr Multinatinal Enterprises and Tax Administratins, OECD, 2010 IV. Instruments and structures f internatinal tax planning / Examples f the mst used structures and vehicles n internatinal tax planning (4 hurs) a. Instruments and structures f internatinal tax planning Intrductin and histrical evlutin Objectives and framewrk factrs Mst cmmn practices and instruments b. Structures and vehicles mst used n internatinal tax planning Outward investment Inward investment Hlding cmpanies IP structures Financing structures

5 Recharacterizatin f financial flws Treaty shpping Trusts Trading cmpanies Glbal management cmpanies Use f ffshre/tax heavens Recmmended bibligraphy: Baker, Philip, Duble Taxatin Cnventins, Sweet & Maxwell, 2004; Rhatgi, Ry, Basic Internatinal Taxatin, Lndres, 2002; Xavier, Albert, Direit Tributári Internacinal, Almedina, 2007; V. Case study (2 hurs) VI. Wrap-up and cnclusins (1 hur)

João Carlos Aguiar Teixeira Nacionalidade: Portuguesa CV abril 2013

João Carlos Aguiar Teixeira Nacionalidade: Portuguesa CV abril 2013 Jã Carls Aguiar Teixeira Nacinalidade: Prtuguesa CV abril 2013 Universidade ds Açres Departament de Ecnmia e Gestã Rua da Mãe de Deus, s/n 9501-801 Pnta Delgada, Prtugal Tel: 296 650 084 E-mail: jteixeira@uac.pt

Leia mais

SÍNTESE BIBLIOGRÁFICA SOBRE DIREITO FISCAL INTERNACIONAL /2013

SÍNTESE BIBLIOGRÁFICA SOBRE DIREITO FISCAL INTERNACIONAL /2013 SÍNTESE BIBLIOGRÁFICA SOBRE DIREITO FISCAL INTERNACIONAL 1-2012/2013 I. OBRAS DE CARÁCTER GERAL A. Doutrina Portuguesa AAVV, "Planeamento e Concorrência Fiscal Internacional", ed. Fisco, Lisboa 2003 (xx).

Leia mais

Ficha de Unidade Curricular (FUC) Unidade Curricular: Fiscalidade Internacional

Ficha de Unidade Curricular (FUC) Unidade Curricular: Fiscalidade Internacional INSTITUTO POLITÉCNICO DE COIMBRA INSTITUTO SUPERIOR DE CONTABILIDADE E ADMINISTRAÇÂO DE COIMBRA Aprovação do conselho Técnico-Científico / / Ficha de Unidade Curricular (FUC) Unidade Curricular: Fiscalidade

Leia mais

Ficha de Unidade Curricular (FUC) de Fiscalidade Internacional

Ficha de Unidade Curricular (FUC) de Fiscalidade Internacional INSTITUTO POLITÉCNICO DE COIMBRA INSTITUTO SUPERIOR DE CONTABILIDADE E ADMINISTRAÇÂO DE COIMBRA Aprovação do Conselho Pedagógico 30/3/2016 Aprovação do Conselho Técnico-Científico 20/4/2016 Ficha de Unidade

Leia mais

A TRIBUTAÇÃO DAS TELECOMUNICAÇÕES NA ERA DA ECONOMIA DIGITAL

A TRIBUTAÇÃO DAS TELECOMUNICAÇÕES NA ERA DA ECONOMIA DIGITAL SEMINÁRIO A TRIBUTAÇÃO DAS TELECOMUNICAÇÕES NA ERA DA ECONOMIA DIGITAL VISÃO EMPRESARIAL MAURICIO RODRIGUES DE LIMA Diretoria Tributária Telefônica / Vivo Índice Desafios era x problemas antigos Desafio

Leia mais

João Carlos Aguiar Teixeira Nacionalidade: Portuguesa CV fevereiro 2013

João Carlos Aguiar Teixeira Nacionalidade: Portuguesa CV fevereiro 2013 Jã Carls Aguiar Teixeira Nacinalidade: Prtuguesa CV fevereir 2013 Universidade ds Açres Departament de Ecnmia e Gestã Rua da Mãe de Deus, s/n 9501-801 Pnta Delgada, Prtugal Tel: 296 650 084 E-mail: jteixeira@uac.pt

Leia mais

[FISCALIDADE/TAXATION]

[FISCALIDADE/TAXATION] [FISCALIDADE/TAXATION] ELEMENTOS DA DISCIPLINA / COURSE DETAILS Docência: Sérgio Vasques/Luís Janeiro Ano Letivo 2012/2013 2º semestre Academic year: 2012/2013 2nd Semester Carga horária /Teaching hours:

Leia mais

Consolidated Results 1st Half 2015

Consolidated Results 1st Half 2015 SAG GEST Sluções Autmóvel Glbais, SGPS, SA Listed Cmpany Estrada de Alfragide, nr. 67, Amadra Registered Share Capital: 169.764.398 Eurs Registered at the Amadra Registrar f Cmpanies Registratin and Taxpayer

Leia mais

Ficha de unidade curricular. Curso de Mestrado em Direito - Profissionalizante

Ficha de unidade curricular. Curso de Mestrado em Direito - Profissionalizante Unidade curricular Direito das Sociedades Comerciais Ficha de unidade curricular Curso de Mestrado em Direito - Profissionalizante Docente responsável e respetiva carga letiva na unidade curricular (preencher

Leia mais

English version at the end of this document

English version at the end of this document English version at the end of this document Ano Letivo 2016-17 Unidade Curricular FISCALIDADE INTERNACIONAL E PLANEAMENTO FISCAL Cursos FISCALIDADE (2.º Ciclo) Unidade Orgânica Escola Superior de Gestão,

Leia mais

Beneficiário Efectivo nas CDT

Beneficiário Efectivo nas CDT Beneficiário Efectivo nas CDT e legislação doméstica Fiscalidade Internacional - Questões Actuais Tiago Cassiano Neves - 8 de Junho de 2011 Beneficiário efectivo - Questão Actual? BO incluído na CMOCDE

Leia mais

Other positions held by the Members of the Boards of. SAG GEST Soluções Automóvel Globais, SGPS, SA

Other positions held by the Members of the Boards of. SAG GEST Soluções Automóvel Globais, SGPS, SA Other psitins held by the Members f the Bards f SAG GEST Sluções Autmóvel Glbais, SGPS, SA BOARD OF DIRECTORS Dr. Jã Manuel de Queved Pereira Cutinh Other psitins held in Grup SAG Entities Chairpersn f

Leia mais

Other positions held by the Members of the Boards of SAG GEST Soluções Automóvel Globais, SGPS, SA

Other positions held by the Members of the Boards of SAG GEST Soluções Automóvel Globais, SGPS, SA Other psitins held by the Members f the Bards f SAG GEST Sluções Autmóvel Glbais, SGPS, SA BOARD OF DIRECTORS Dr. Jã Manuel de Queved Pereira Cutinh Other psitins held in Grup SAG Entities Chairpersn f

Leia mais

DO PLANEAMENTO FISCAL. Oficiais de Contas Francisco de Sousa da Câmara Porto, 10 de Outubro de 2008

DO PLANEAMENTO FISCAL. Oficiais de Contas Francisco de Sousa da Câmara Porto, 10 de Outubro de 2008 OS VEÍCULOS DO PLANEAMENTO FISCAL Câmara dos Técnicos T Oficiais de Contas Francisco de Sousa da Câmara Porto, 10 de Outubro de 2008 1 Os Veículos do Planeamento Fiscal PLANEAMENTO / POUPANÇA FISCAL CONTRIBUINTES

Leia mais

NEWSLETTER I FISCAL TAX

NEWSLETTER I FISCAL TAX NEWSLETTER I FISCAL TAX NEWSLETTER FISCAL I Agst, 2013 I Legislaçã Nacinal 2 II Instruções Administrativas 4 NEWSLETTER TAX I August, 2013 I Natinal Legislatin 8 II Administrative Instructins 10 NEWSLETTER

Leia mais

www.pwc.com.br The PECEX Method

www.pwc.com.br The PECEX Method www.pwc.com.br The PECEX Method Comparison between Brazil and OECD approach Main aspects of Brazilian TP rules as compared with OCDE Guidelines: Sixth Method Few countries adopt the Sixth Method for commodities,

Leia mais

CURRICULUM VITAE 1 DADOS PESSOAIS 2 GRAUS ACADÉMICOS. Manuel de Herédia Caldeira Cabral

CURRICULUM VITAE 1 DADOS PESSOAIS 2 GRAUS ACADÉMICOS. Manuel de Herédia Caldeira Cabral 1 DADOS PESSOAIS Endereç Prfissinal: Departament de Ecnmia, Universidade d Minh, 4700 Braga, Prtugal. Email: cabral_manuel@yah.c.uk Página Pessal: http://www1.eeg.uminh.pt/ecnmia/heredia/ 2 GRAUS ACADÉMICOS

Leia mais

Um novo paradigma no combate à elisão fiscal Notas de prospetiva. Luís M. S. Oliveira

Um novo paradigma no combate à elisão fiscal Notas de prospetiva. Luís M. S. Oliveira Um novo paradigma no combate à elisão fiscal Notas de prospetiva Luís M. S. Oliveira De que estamos a falar O contexto internacional Base Erosion and Profit Shifting (BEPS) Pacote Antielisão da União Europeia

Leia mais

Curriculum Vitae Abril de 2014

Curriculum Vitae Abril de 2014 Elements de identificaçã Nme: Elsa Rdrigues Experiência Prfissinal Sócia fundadra da Espanha e Assciads Sciedade de Advgads, RL, nde assume a Crdenaçã da Equipa de Tax (desde 2004); Advgada Assciada na

Leia mais

Um novo paradigma no combate ao planeamento fiscal agressivo Notas de atualidade e de prospetiva

Um novo paradigma no combate ao planeamento fiscal agressivo Notas de atualidade e de prospetiva Um novo paradigma no combate ao planeamento fiscal agressivo Notas de atualidade e de prospetiva Luís M. S. Oliveira De que estamos a falar O contexto internacional Base Erosion and Profit Shifting (BEPS)

Leia mais

Carla Cristina Martins Pica

Carla Cristina Martins Pica Carla Cristina Martins Pica Telemóvel: 91 712 29 69 Crrei electrónic: carla.pica@marinha.pt u carlapica@me.cm Habilitações Literárias e Académicas Mestre em Ciências Jurídic-Plíticas, pela Faculdade de

Leia mais

ESCRITÓRIO VETTORI, RUBINSTEIN & FOZ A D V O G A D O S

ESCRITÓRIO VETTORI, RUBINSTEIN & FOZ A D V O G A D O S ESCRITÓRIO ATUAÇÃO Planejamento fiscal, consultoria tributária & compliance fiscal Processo tributário administrativo e judicial Negócios de tecnologia, inovação e propriedade intelectual Planejamento

Leia mais

Mestrado em Economia Monetária e

Mestrado em Economia Monetária e Mestrado em Economia Monetária e Financeira Ficha de Unidade Curricular Nome da Unidade Curricular (NUC) Departamento Área Científica Activa nos Planos Curriculares Estado Código da disciplina Nome (pt)

Leia mais

Margarida Isabel A Auditoria Tributária e a Deteção. Melo de Oliveira de Comportamento Evasivo

Margarida Isabel A Auditoria Tributária e a Deteção. Melo de Oliveira de Comportamento Evasivo Universidade de Aveiro Instituto Superior de Contabilidade e Administração 2012 Margarida Isabel A Auditoria Tributária e a Deteção Melo de Oliveira de Comportamento Evasivo 1 Universidade de Aveiro Instituto

Leia mais

Foreign Investments and Brazilian Tax Regime

Foreign Investments and Brazilian Tax Regime Foreign Investments and Brazilian Tax Regime André Ricardo Passos May/2010 1 Agenda 1 Brazilian Macroeconomics 2 Legal Regime 3 Taxation Regime 2 Agenda 1 Brazilian Macroeconomics 3 Direct Foreign Investment

Leia mais

Fiscalidade para empresas Portuguesas que pretendem investir na China

Fiscalidade para empresas Portuguesas que pretendem investir na China Paulo Núncio Sócio da Garrigues Lisboa Fiscalidade para empresas Portuguesas que pretendem investir na China Ordem dos Economistas Lisboa, 23 de Março de 2011 Investir na China internacionalização Internacionalização

Leia mais

Universidade Católica Portuguesa Lisboa (Portugal) Harvard Law School Cambridge (Estados Unidos da América)

Universidade Católica Portuguesa Lisboa (Portugal) Harvard Law School Cambridge (Estados Unidos da América) Tipo de empresa ou sector Sociedade de Advogados Educação e formação Aptidões e competências pessoais Datas 1994 Datas 1995 Datas 1996 Datas 1995 Datas 1997 Licenciatura em Direito Universidade Católica

Leia mais

Maria do Carmo Correia Marques Rua Movimento das Forças Armadas, 84, 2825-091 Caparica - PORTUGAL +351 963 019 688

Maria do Carmo Correia Marques Rua Movimento das Forças Armadas, 84, 2825-091 Caparica - PORTUGAL +351 963 019 688 INFORMAÇÃO PESSOAL Maria d Carm Crreia Marques Rua Mviment das Frças Armadas, 84, 2825-091 Caparica - PORTUGAL +351 963 019 688 mcm@uninva.pt Sex Feminin Data de nasciment 11/09/1976 Nacinalidade Prtuguesa

Leia mais

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO www.passencncurs.cm.br Infrmações sbre Cncurs Inscrições: 23/11/2014 a 18/12/2014 Carg: Técnic de Nível Superir: Ciências Cntábeis Taxa de Inscriçã: R$ 60,00 Salári/Remuneraçã: R$ 4.232,00 Nº Vagas: 01

Leia mais

Ana Eugénia Calha Grave Caldeira

Ana Eugénia Calha Grave Caldeira Ana Eugénia Calha Grave Caldeira no auditório Nuno Teotónio Pereira, na sede da, Lisboa. Ana Judite Almeida Correia no auditório Nuno Teotónio Pereira, na sede da, Lisboa. Ana Margarida C. P. Almeida Machado

Leia mais

OUTRAS SOCIEDADES EM QUE OS MEMBROS DOS ORGÃOS SOCIAIS EXERCEM CARGOS. Presidente do Conselho de Administração:

OUTRAS SOCIEDADES EM QUE OS MEMBROS DOS ORGÃOS SOCIAIS EXERCEM CARGOS. Presidente do Conselho de Administração: OUTRAS SOCIEDADES EM QUE OS MEMBROS DOS ORGÃOS SOCIAIS EXERCEM CARGOS MEMBROS DO CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO Dr. Jã Manuel de Queved Pereira Cutinh Outrs cargs desempenhads em Entidades d Grup SAG Presidente

Leia mais

Certificado de Presença em Evento no ISEP

Certificado de Presença em Evento no ISEP *** Adam Silva *** ***c527078fe56b04280dcae9cc3541593d73d82015c12f65f060135ed5*** *** Adulcínio Adulcínio Duarte Rodrigues *** ***09d09b00214962ffdfefa4e2473001b55ffba6c7bbdc74ef3063ec95*** *** Alberto

Leia mais

ESTRUTURA DE CAPITAL: UMA ANÁLISE EM EMPRESAS SEGURADORAS

ESTRUTURA DE CAPITAL: UMA ANÁLISE EM EMPRESAS SEGURADORAS ESTRUTURA DE CAPITAL: UMA ANÁLISE EM EMPRESAS SEGURADORAS THE CAPITAL STRUCTURE: AN ANALYSE ON INSURANCE COMPANIES FREDERIKE MONIKA BUDINER METTE MARCO ANTÔNIO DOS SANTOS MARTINS PAULA FERNANDA BUTZEN

Leia mais

OUTRAS SOCIEDADES EM QUE OS MEMBROS DOS ORGÃOS SOCIAIS EXERCEM CARGOS

OUTRAS SOCIEDADES EM QUE OS MEMBROS DOS ORGÃOS SOCIAIS EXERCEM CARGOS OUTRAS SOCIEDADES EM QUE OS MEMBROS DOS ORGÃOS SOCIAIS EXERCEM CARGOS MEMBROS DO CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO Dr. Jã Manuel de Queved Pereira Cutinh Presidente d Cnselh de Administraçã: LGA Lgística Autmóvel,

Leia mais

A aplicação das cláusulas antiabuso das Convenções para Evitar Dupla Tributação

A aplicação das cláusulas antiabuso das Convenções para Evitar Dupla Tributação A aplicação das cláusulas antiabuso das Convenções para Evitar Dupla Tributação Contexto Internacional Aumento contínuo do fluxo de rendas: Maior facilidade de elaboração de planejamentos tributários internacionais;

Leia mais

OUTRAS SOCIEDADES EM QUE OS MEMBROS DOS ORGÃOS SOCIAIS EXERCEM CARGOS. Presidente do Conselho de Administração:

OUTRAS SOCIEDADES EM QUE OS MEMBROS DOS ORGÃOS SOCIAIS EXERCEM CARGOS. Presidente do Conselho de Administração: OUTRAS SOCIEDADES EM QUE OS MEMBROS DOS ORGÃOS SOCIAIS EXERCEM CARGOS MEMBROS DO CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO Dr. Jã Manuel de Queved Pereira Cutinh Outrs cargs desempenhads em Entidades d Grup SAG Presidente

Leia mais

OUTRAS SOCIEDADES EM QUE OS MEMBROS DOS ORGÃOS SOCIAIS EXERCEM CARGOS

OUTRAS SOCIEDADES EM QUE OS MEMBROS DOS ORGÃOS SOCIAIS EXERCEM CARGOS OUTRAS SOCIEDADES EM QUE OS MEMBROS DOS ORGÃOS SOCIAIS EXERCEM CARGOS MEMBROS DO CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO Dr. Jã Manuel de Queved Pereira Cutinh em Entidades Relacinadas SGC Investiments Sciedade Gestra

Leia mais

O Técnico Oficial de Contas e as Normas Anti Abuso. Paulo Jorge Seabra dos Anjos

O Técnico Oficial de Contas e as Normas Anti Abuso. Paulo Jorge Seabra dos Anjos O Técnico Oficial de Contas e as Normas Anti Abuso Paulo Jorge Seabra dos Anjos Sumário 3 1. Introdução 1.2. Objetivos 4 2. Enquadramento Conjuntural das Normas Anti Abuso 5 2.1. Plano Estratégico de Combate

Leia mais

Integração Regional. Fernando Rezende Buenos Aires, maio de 2009

Integração Regional. Fernando Rezende Buenos Aires, maio de 2009 Tributação do Capital e Integração Regional Fernando Rezende Buenos Aires, maio de 2009 Conteúdo da Apresentação Questões para o Debate Traços Marcantes da Tributação da Renda e do Patrimônio na AL Principais

Leia mais

Membros do Conselho de Administração

Membros do Conselho de Administração OUTRAS SOCIEDADES EM QUE OS MEMBROS DOS ORGÃOS SOCIAIS EXERCEM CARGOS Membrs d Cnselh de Administraçã Dr. Jã Manuel de Queved Pereira Cutinh Outrs cargs desempenhads em entidade d Grup SAG Presidente d

Leia mais

CURRICULUM VITAE RICARDO MIGUEL GOMES PEDRO. IDEFF Instituto de Direito Económico, Financeiro e Fiscal Pós-Graduação Avançada em Direito Fiscal

CURRICULUM VITAE RICARDO MIGUEL GOMES PEDRO. IDEFF Instituto de Direito Económico, Financeiro e Fiscal Pós-Graduação Avançada em Direito Fiscal CURRICULUM VITAE de RICARDO MIGUEL GOMES PEDRO HABILITAÇÕES LITERÁRIAS De Nov/07 a Jul/08 IDEFF Instituto de Direito Económico, Financeiro e Fiscal Pós-Graduação Avançada em Direito Fiscal De Out/04 a

Leia mais

GETI S b u stân â c n i c a i a Ec E o c nô n mic i a c a no n Pla l n a e n j e am a en e t n o

GETI S b u stân â c n i c a i a Ec E o c nô n mic i a c a no n Pla l n a e n j e am a en e t n o Substância Econômica no Planejamento Tributário Internacional Alexandre Luiz Moraes do Rêgo Monteiro Agenda Origem da Doutrina da Substância Econômica (GAARs) Evolução da Substância Econômica nos GAARs

Leia mais

OUTRAS SOCIEDADES EM QUE OS MEMBROS DOS ORGÃOS SOCIAIS EXERCEM CARGOS

OUTRAS SOCIEDADES EM QUE OS MEMBROS DOS ORGÃOS SOCIAIS EXERCEM CARGOS OUTRAS SOCIEDADES EM QUE OS MEMBROS DOS ORGÃOS SOCIAIS EXERCEM CARGOS MEMBROS DO CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO Dr. Jã Manuel de Queved Pereira Cutinh Outrs cargs desempenhads em Entidades d Grup SAG Presidente

Leia mais

Preço de Transferência Fund Tranfer Pricing (FTP)

Preço de Transferência Fund Tranfer Pricing (FTP) Preço de Transferência Fund Tranfer Pricing (FTP) 1º Congresso Internacional de Gestão de Riscos 19 a 21 de outubro de 2001 FEBRABAN Agenda Objetivo Visão Geral Análise e Validação Áreas Contexto do Processo

Leia mais

OUTRAS SOCIEDADES EM QUE OS MEMBROS DOS ORGÃOS SOCIAIS EXERCEM CARGOS

OUTRAS SOCIEDADES EM QUE OS MEMBROS DOS ORGÃOS SOCIAIS EXERCEM CARGOS OUTRAS SOCIEDADES EM QUE OS MEMBROS DOS ORGÃOS SOCIAIS EXERCEM CARGOS MEMBROS DO CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO Dr. Jã Manuel de Queved Pereira Cutinh Outrs cargs desempenhads em Entidades d Grup SAG Presidente

Leia mais

O Impacte do OE nas Empresas Tributação do Lucro e dos Lucros Recebidos

O Impacte do OE nas Empresas Tributação do Lucro e dos Lucros Recebidos O Impacte do OE nas Empresas Tributação do Lucro e dos Lucros Recebidos Mariana Gouveia de Oliveira Índice 1. Perspetiva Geral 2. Alterações ao Regime de Participation Exemption 3. Reporte de Prejuízos

Leia mais

INQUÉRITOS DOCENTE/UC ADM

INQUÉRITOS DOCENTE/UC ADM INQUÉRITOS DOCENTE/UC ADM Anexo Unidades Curriculares / Docentes Distribuição de Serviço Docente 2º Semestre do ano lectivo 2009-2010 fornecida pela Área Departamental 1 ADEC 1036 1176 1230 1286 1395 1629

Leia mais

Programas das Unidades Curriculares Mestrado em Contabilidade

Programas das Unidades Curriculares Mestrado em Contabilidade Programas das Unidades Curriculares Mestrado em Contabilidade Contabilidade de Gestão Avançada O papel da Contabilidade de Gestão nas organizações; Introdução aos conceitos e objectivos dos custos; Imputação

Leia mais

Britcham. Projeto "Base Erosion Profit Shifting" (BEPS) da OCDE e sua repercussão no Brasil. 18 de Outubro de 2016

Britcham. Projeto Base Erosion Profit Shifting (BEPS) da OCDE e sua repercussão no Brasil. 18 de Outubro de 2016 Britcham Projeto "Base Erosion Profit Shifting" (BEPS) da OCDE e sua repercussão no Brasil 18 de Outubro de 2016 Agenda 1. O que é o Projeto BEPS 2. Como surge o Projeto BEPS 3. Quais são os objetivos

Leia mais

Rua Andrade Corvo, nº 50-A, 4º Dto 1050-090 Lisboa Portugal Rua Vitorino Nemésio, 127 3030-361 Coimbra Portugal Telefone(s) +351 919749394

Rua Andrade Corvo, nº 50-A, 4º Dto 1050-090 Lisboa Portugal Rua Vitorino Nemésio, 127 3030-361 Coimbra Portugal Telefone(s) +351 919749394 Europass-Curriculum Vitae Informação pessoal Apelido(s) / Nome(s) próprio(s) Morada(s) Rua Andrade Corvo, nº 50-A, 4º Dto 1050-090 Lisboa Portugal Rua Vitorino Nemésio, 127 3030-361 Coimbra Portugal Telefone(s)

Leia mais

FISCALIDADE INTERNACIONAL

FISCALIDADE INTERNACIONAL PFI PROGRAMA DE FISCALIDADE INTERNACIONAL EM PARCERIA COM: AFP Associação Fiscal Portuguesa Unleash your full potential WWW.CLSBE.LISBOA.UCP.PT/EXECUTIVOS PFI PROGRAMA DE FISCALIDADE INTERNACIONAL Este

Leia mais

Licenciatura 2014-2015

Licenciatura 2014-2015 Licenciatura 2014-2015 DIREITO FISCAL PROFS. DOUTORES ANA PAULA DOURADO PAULA ROSADO PEREIRA GUSTAVO LOPES COURINHA MESTRE NUNO GARCIA Programa 1. Enquadramento geral Objecto da disciplina de Direito Fiscal.

Leia mais

REGRAS BÁSICAS DE INTERPRETAÇÃO DE TRATADOS INTERNACIONAIS. Juliana Dantas juliana.dantas@loyensloeff.com

REGRAS BÁSICAS DE INTERPRETAÇÃO DE TRATADOS INTERNACIONAIS. Juliana Dantas juliana.dantas@loyensloeff.com REGRAS BÁSICAS DE INTERPRETAÇÃO DE TRATADOS INTERNACIONAIS Juliana Dantas juliana.dantas@loyensloeff.com 1 O papel dos tratados no sistema jurídico holandês Constituição do Reino dos Países Baixos Art.

Leia mais

106 BANCO DE PORTUGAL Boletim Estatístico

106 BANCO DE PORTUGAL Boletim Estatístico 106 BANCO DE PORTUGAL Boletim Estatístico B.7.1.1 Taxas de juro sobre novas operações de empréstimos (1) concedidos por instituições financeiras monetárias a residentes na área do euro (a) Interest rates

Leia mais

A derrama e a residência das sociedades

A derrama e a residência das sociedades A derrama e a residência das sociedades Universidade Católica Portuguesa Gustavo Lopes Courinha Docente do Curso de Pós-Graduação em Fiscalidade na UCP Residência e Não Residência A incidência subjectiva

Leia mais

Órgãos Sociais da SATU-Oeiras, E.M., S.A. Triénio 2012-2014. Assembleia Geral. Presidente da Mesa da Assembleia Geral

Órgãos Sociais da SATU-Oeiras, E.M., S.A. Triénio 2012-2014. Assembleia Geral. Presidente da Mesa da Assembleia Geral Assembleia Geral Presidente da Mesa da Assembleia Geral Nome: Jorge Manuel Madeiras Silva Pracana Licenciatura em Direito na Faculdade de Direito da Universidade Clássica de Lisboa. Advogado. Membro de

Leia mais

tratados contra a dupla tributação

tratados contra a dupla tributação tratados contra a dupla tributação lucros de empresas controladas no exterior 2012 João Francisco Bianco MEDIDA PROVISÓRIA No 2.158-35, DE 24 DE AGOSTO DE 2001. Art.74. Os lucros auferidos por controlada

Leia mais

Curriculum Vitae. Elementos de Identificação. Habilitações Literárias

Curriculum Vitae. Elementos de Identificação. Habilitações Literárias Curriculum Vitae Elementos de Identificação Nome: Manuel Ricardo Fontes da CUNHA Filho de: Joaquim Manuel Martins da Cunha e de Maria Conceição Costa Castro e Fontes da Cunha Natural da Freguesia de: Nevogilde,

Leia mais

Capital Markets. Mattos Filho, Veiga Filho, Marrey Jr. e Quiroga Advogados. All rights reserved.

Capital Markets. Mattos Filho, Veiga Filho, Marrey Jr. e Quiroga Advogados. All rights reserved. Capital Markets Mattos Filho, Veiga Filho, Marrey Jr. e Quiroga Advogados. All rights reserved. Our services Best Law Firm in Latin America by Chambers & Partners Awards 2015 Mattos Filho s Capital Market

Leia mais

Fiscalidade Europeia Juros, Royalties, Dividendos e Reorganizações Societárias.

Fiscalidade Europeia Juros, Royalties, Dividendos e Reorganizações Societárias. Fiscalidade Europeia Juros, Royalties, Dividendos e Reorganizações Societárias www.vda.pt INTRODUÇÃO Diferentes objetivos prosseguidos: Eliminação de dupla tributação jurídica Diretiva Juros & Royalties

Leia mais

Computação Notas finais

Computação Notas finais Cmputaçã s finais Nme. G+0.5* NF+0.5* 2 5 4 5 4 6 7 EP)/ Adrian Jsé Guveia Sares Barret Rams Afns Scheppen Magalhães de Castr Oliveira 12 11,5 9,85 12 16,9 14, Aida Catarina Buça Nva Ribeir de Castr 11

Leia mais

O IMPACTO DA NEUTRALIDADE FISCAL NA CRISE FINANCEIRA GLOBAL 1

O IMPACTO DA NEUTRALIDADE FISCAL NA CRISE FINANCEIRA GLOBAL 1 O impacto da neutralidade fiscal na crise financeira global O IMPACTO DA NEUTRALIDADE FISCAL NA CRISE FINANCEIRA GLOBAL 1 Prof. Dr. Moris Lehner 2 I INTRODUÇÃO O tema neutralidade fiscal 3 abrange a tributação

Leia mais

MAGDA FERREIRA DA FONTE

MAGDA FERREIRA DA FONTE MAGDA FERREIRA DA FONTE CURRICULUM VITAE DADOS PESSOAIS Nme E-mail Nacinalidade Magda Ferreira da Fnte magda.fnte@reitria.ulisba.pt Prtuguesa FORMAÇÃO ACADÉMICA Nvembr de 2014 Estudante de Dutrament na

Leia mais

Tax Supply Chain. - Desafios para as Empresas e Multinacionais. Fiscalidade. Pedro Manuel de Resende Pinguicha Galego revisor oficial de contas

Tax Supply Chain. - Desafios para as Empresas e Multinacionais. Fiscalidade. Pedro Manuel de Resende Pinguicha Galego revisor oficial de contas Tax Supply Chain - Desafios para as Empresas e Multinacionais Fiscalidade Pedro Manuel de Resende Pinguicha Galego revisor oficial de contas 1. Enquadramento A globalização e a política fiscal heterogénea

Leia mais

21% 21% A Lei das Finanças Regionais prevê que a RAM possa fixar uma taxa 20% inferior à aplicável em Portugal Continental 2.

21% 21% A Lei das Finanças Regionais prevê que a RAM possa fixar uma taxa 20% inferior à aplicável em Portugal Continental 2. 01 IRC 1 21% 21% A Lei das Finanças Regionais prevê que a RAM possa fixar uma taxa 20% inferior à aplicável em Portugal Continental 2. 5% ; 2.5% (ZFI 8 sob condições) 80% de isenção das derramas (imposto

Leia mais

O Novo Regime Fiscal dos Residentes Não Habituais

O Novo Regime Fiscal dos Residentes Não Habituais O Novo Regime Fiscal dos Residentes Não Habituais Associação Fiscal Portuguesa Ricardo da Palma Borges 26 de Novembro de 2009 1 Residente habitual da Associação Fiscal Portuguesa? Como orador: Conferência

Leia mais

ALCATEIA ACAGRUP 2014 - SIERRA NORTE - MADRID - ESPANHA PARTICIPANTES: 26 60% INCIDÊNCIA NO GRUPO 20%

ALCATEIA ACAGRUP 2014 - SIERRA NORTE - MADRID - ESPANHA PARTICIPANTES: 26 60% INCIDÊNCIA NO GRUPO 20% ALCATEIA Sec NIN NOME NIN NOME Lob 1215050143005 Alice Neto Santos Nascimento 1215050143015 Afonso da Fonseca Machado Lob 1215050143010 Amélia Maria Mesquita Aleixo Alves 1115050143010 Afonso Jesus Dias

Leia mais

Clubes de futebol com boa governança possuem melhor desempenho? Evidências do mercado brasileiro

Clubes de futebol com boa governança possuem melhor desempenho? Evidências do mercado brasileiro Marcio Marcelo de Oliveira Clubes de futebol com boa governança possuem melhor desempenho? Evidências do mercado brasileiro Dissertação de Mestrado Dissertação apresentada ao Programa de Pós- Graduação

Leia mais

EXPERIÊNCIA PROFISSIONAL ACADÉMICA

EXPERIÊNCIA PROFISSIONAL ACADÉMICA [SÉRGIO VASQUES] FUNÇÃO Professor Auxiliar Coordenador do Mestrado em Direito Fiscal CONTACTOS Tel. +351 217 214 170 Fax +351 217 214 177 Palma de Cima, 1649-023 Lisboa Portugal sergiovasques@ucp.pt www.fd.lisboa.ucp.pt

Leia mais

Direito Processual Tributário

Direito Processual Tributário Faculdade de Direito Milton Campos Reconhecida pelo Ministério da Educação Curso de Pós-Graduação Lato Sensu em Direito Tributário Direito Processual Tributário Carga Horária: 36 h/a 1- Ementa Direito

Leia mais

Principais considerações fiscais Brasileiras

Principais considerações fiscais Brasileiras Investimento Português no Brasil 12 de Abril de 2012 Principais considerações fiscais Brasileiras Aspectos fiscais relevantes a considerar do ponto de vista fiscal Brasileiro Isenção de RF nos dividendos

Leia mais

SAP anuncia resultados do Segundo Trimestre de 2009

SAP anuncia resultados do Segundo Trimestre de 2009 SAP anuncia resultados do Segundo Trimestre de 2009 A SAP continua a demonstrar um forte crescimento das suas margens, aumentando a previsão, para o ano de 2009, referente à sua margem operacional Non-GAAP

Leia mais

4. ACTIVIDADES DE NATUREZA TÉCNICO-CIENTÍFICA

4. ACTIVIDADES DE NATUREZA TÉCNICO-CIENTÍFICA CURRICULUM VITAE 1. ELEMENTOS DE IDENTIFICAÇÃO Nome: José Jacinto Descalço Bilau 2. HABILITAÇÕES ACADÉMICAS 2.1. Doutoramento em Gestão pela Universidade Técnica de Lisboa (ISEG), 2008 Tese realizada na

Leia mais

Nome: Glória Maria Alves Teixeira

Nome: Glória Maria Alves Teixeira Nome: Glória Maria Alves Teixeira Graus Académicos: - Licenciatura em Direito pela Universidade Católica (1983/88) - Mestrado (LLM) em Direito Internacional dos Negócios pela Universidade de Londres, QMW

Leia mais

OUTRAS SOCIEDADES EM QUE OS MEMBROS DOS ÓRGÃOS SOCIAIS EXERCEM CARGOS

OUTRAS SOCIEDADES EM QUE OS MEMBROS DOS ÓRGÃOS SOCIAIS EXERCEM CARGOS OUTRAS SOCIEDADES EM QUE OS MEMBROS DOS ÓRGÃOS SOCIAIS EXERCEM CARGOS Dr. Jã Manuel de Queved Pereira Cutinh Outr carg desempenhad em entidade d Grup Presidente d Cnselh de Administraçã LGA Lgística Autmóvel,

Leia mais

Enterprise Europe - Portugal

Enterprise Europe - Portugal Enterprise Europe - Portugal Oportunidades de Cooperação Internacional Agência de Inovação Bibiana Dantas Lisboa, 5-Jun-2012 Enterprise Europe Portugal Jun 2012 2 A União Europeia é um mercado de oportunidades!

Leia mais

Illovo s Road Map on Land Rights

Illovo s Road Map on Land Rights Illv s Rad Map n Land Rights On 19 March 2015, Illv Sugar Limited ( Illv ) annunced the launch f its Grup Guidelines n Land and Land Rights, which may be fund n ur website at www.illvsugar.cm, which adpts

Leia mais

1 do Art.º º 289.º º do CÓDIGO DAS SOCIEDADES COMERCIAIS MESA DA ASSEMBLEIA GERAL. Presidente: Prof. Doutor LUÍS MANUEL MOREIRA DE CAMPOS E CUNHA

1 do Art.º º 289.º º do CÓDIGO DAS SOCIEDADES COMERCIAIS MESA DA ASSEMBLEIA GERAL. Presidente: Prof. Doutor LUÍS MANUEL MOREIRA DE CAMPOS E CUNHA BANIF - SGPS S.A. Sociedade Aberta Matriculada na Conservatória do Registo Comercial do Funchal Sede Social: Rua de João Tavira, 30 9004 509 Funchal Capital Social: 570.000.000 Euros * Número único de

Leia mais

CURRICULUM VITAE (sintético)

CURRICULUM VITAE (sintético) Universidade Técnica de Lisba CURRICULUM VITAE (sintétic) Abel Hermíni Lurenç Crreia acrreia@fmh.ult.pt Junh de 2013 1 1. Identificaçã e habitações Natural de Justes, Vila Real, 24 de junh de 1963. Prfessr

Leia mais

Programa de Mestrado e Doutorado em Administração - PMDA

Programa de Mestrado e Doutorado em Administração - PMDA Programa de Mestrado e Doutorado em Administração - PMDA Mestrado em Administração Disciplina: Internacionalização e Globalização Carga horária: 45 horas-aula Créditos: 3 I. OBJETIVOS DA DISCIPLINA A presente

Leia mais

Ficha da Unidade Curricular

Ficha da Unidade Curricular ESCOLA SUPERIOR DE TECNOLOGIA E GESTÃO DE FELGUEIRAS CURSO Licenciatura em Ciências Empresariais U.C. FINANÇAS EMPRESARIAIS Ficha da Unidade Curricular Horas presenciais / Ano 42 Ano Lectivo 2010 / 2011

Leia mais

COMÉRCIO INTERNACIONAL CURSO DE ECONOMIA

COMÉRCIO INTERNACIONAL CURSO DE ECONOMIA COMÉRCIO INTERNACIONAL CURSO DE ECONOMIA CLASSIFICAÇÕES DO SEGUNDO TESTE E DA AVALIAÇÃO CONTINUA Classificações Classificação Final Alex Santos Teixeira 13 13 Alexandre Prata da Cruz 10 11 Aleydita Barreto

Leia mais

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO www.passencncurs.cm.br Infrmações sbre Cncurs Inscrições: 10/11/2014 a 10/12/2014 Carg: Analista de Desenvlviment Taxa de Inscriçã: R$ 75,00 Salári/Remuneraçã: até R$ 5.218,56 Nº Vagas: 15 + Cadastr de

Leia mais

MALTA TRADING EM MALTA

MALTA TRADING EM MALTA MALTA TRADING EM MALTA Trading em Malta 1. Uma jurisdição eficaz para operações de comércio internacional 410.000 MALTA GMT +1 Localizada no coração do mar Mediterrâneo, Malta sempre se destacou pelo seu

Leia mais

EVOLUÇÃO DO CONCEITO DE ABUSO DE DIREITO NO ÂMBITO DO DIREITO FISCAL COMUNITÁRIO [COMENTÁRIO]

EVOLUÇÃO DO CONCEITO DE ABUSO DE DIREITO NO ÂMBITO DO DIREITO FISCAL COMUNITÁRIO [COMENTÁRIO] EVOLUÇÃO DO CONCEITO DE ABUSO DE DIREITO NO ÂMBITO DO DIREITO FISCAL COMUNITÁRIO [COMENTÁRIO] José Almeida Fernandes IDEFF Lisboa, 26 de Março 2006 I. Diferença de standards na análise do abuso de direito

Leia mais

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO www.passencncurs.cm.br Infrmações sbre Cncurs Inscrições: 01/09/2014 a 07/10/2014 Carg: Analista Financeir Cntábil Taxa de Inscriçã: R$ 75,00 Salári/Remuneraçã: R$ 7.491,32 Nº Vagas: 01 Data da Prva: 30/11/2014

Leia mais

Pensar Angola. Aspectos fiscais do investimento português em Angola. PwC. Jaime Esteves. Fevereiro Banco BIC Portugal

Pensar Angola. Aspectos fiscais do investimento português em Angola. PwC. Jaime Esteves. Fevereiro Banco BIC Portugal Aspectos fiscais do investimento português em Angola Jaime Esteves Banco BIC Portugal PwC Agenda 1 Tributação de Rendimentos em Angola 2 Investir em Angola a partir de Portugal 3 Tributação em Portugal

Leia mais

OUTRAS SOCIEDADES EM QUE OS MEMBROS DOS ÓRGÃOS SOCIAIS EXERCEM CARGOS

OUTRAS SOCIEDADES EM QUE OS MEMBROS DOS ÓRGÃOS SOCIAIS EXERCEM CARGOS OUTRAS SOCIEDADES EM QUE OS MEMBROS DOS ÓRGÃOS SOCIAIS EXERCEM CARGOS Dr. Jã Manuel de Queved Pereira Cutinh Outrs cargs desempenhads em entidade d Grup Presidente d Cnselh de Administraçã SIVA Sciedade

Leia mais

Avaliação de empresas no Brasil: determinação do

Avaliação de empresas no Brasil: determinação do Marcio Almeida de Assis Avaliação de empresas no Brasil: determinação do custo de capital para investimento em concessões de terminais aeroportuários. Dissertação de Mestrado Dissertação apresentada como

Leia mais

http://www.advocatus.pt/sociedade-de-advogados/9500-legal-500-destaca-85- advogados-portugueses

http://www.advocatus.pt/sociedade-de-advogados/9500-legal-500-destaca-85- advogados-portugueses http://www.advocatus.pt/sociedade-de-advogados/9500-legal-500-destaca-85- advogados-portugueses Legal 500 destaca 85 advogados portugueses A edição de 2014 do diretório The Legal 500 destaca 85 advogados

Leia mais

A Comissão de Valores Mobiliários e os principais instrumentos regulatórios do mercado de capitais brasileiro

A Comissão de Valores Mobiliários e os principais instrumentos regulatórios do mercado de capitais brasileiro Julio Ramalho Dubeux A Comissão de Valores Mobiliários e os principais instrumentos regulatórios do mercado de capitais brasileiro Dissertação de Mestrado Dissertação apresentada como requisito parcial

Leia mais

Turismo Sénior. Outono / Inverno 2011-12. Benalmadena Benidorm Maiorca

Turismo Sénior. Outono / Inverno 2011-12. Benalmadena Benidorm Maiorca Turism Sénir Outn / Invern 2011-12 Benalmadena Benidrm Mairca Entidades envlvidas Oriznia é descbrir e desfrutar. É fazer cm a cnfiança que smente uma rganizaçã líder n sectr turístic ibéric pde ferecer.

Leia mais

Passenger cabotage transport in Brazil: it is "trade or navigation in Brazilian coastal waters.

Passenger cabotage transport in Brazil: it is trade or navigation in Brazilian coastal waters. Passenger cabotage transport in Brazil: it is "trade or navigation in Brazilian coastal waters. Center for Legal Studies Department of Law Laboratory studies in law and science waterway navigation 1/10

Leia mais

CAE Rev_3: 74900 e 71120 LICENCIAMENTO DE EMPRESAS PARA O EXERCÍCIO DE ACTIVIDADES DE PRODUÇÃO E RENOVAÇÃO DE CADASTRO PREDIAL

CAE Rev_3: 74900 e 71120 LICENCIAMENTO DE EMPRESAS PARA O EXERCÍCIO DE ACTIVIDADES DE PRODUÇÃO E RENOVAÇÃO DE CADASTRO PREDIAL O cnteúd infrmativ dispnibilizad pela presente ficha nã substitui a cnsulta ds diplmas legais referenciads e da entidade licenciadra. FUNCHAL CAE Rev_3: 74900 e 71120 LICENCIAMENTO DE EMPRESAS PARA O EXERCÍCIO

Leia mais

FUNDAÇÃO INSTITUTO CAPIXABA DE PESQUISA EM CONTABILIDADE, ECONOMIA E FINANÇAS - FUCAPE VINICIUS SOUTO-MAIOR LIMA

FUNDAÇÃO INSTITUTO CAPIXABA DE PESQUISA EM CONTABILIDADE, ECONOMIA E FINANÇAS - FUCAPE VINICIUS SOUTO-MAIOR LIMA FUNDAÇÃO INSTITUTO CAPIXABA DE PESQUISA EM CONTABILIDADE, ECONOMIA E FINANÇAS - FUCAPE VINICIUS SOUTO-MAIOR LIMA VALUE & GROWTH INVESTING NO BRASIL: o impacto do critério SUE na performance de portfólios

Leia mais

A INFLUÊNCIA DO ENVELHECIMENTO NA SUSTENTABILIDADE DAS ORGANIZAÇÕES

A INFLUÊNCIA DO ENVELHECIMENTO NA SUSTENTABILIDADE DAS ORGANIZAÇÕES A INFLUÊNCIA DO ENVELHECIMENTO NA SUSTENTABILIDADE DAS ORGANIZAÇÕES CÉSAR FONSECA (VICE PRESIDENTE AAGI ID) COMUNICAÇÃO OFICIAL DIRECÇÃO DA ASSOCIAÇÃO 2 DE JULHO DE 2010 POLITICAS PARA O ENVELHECIMENTO

Leia mais

PROGRAMA DA DISCIPLINA DE DIREITO FISCAL (3. ANO)

PROGRAMA DA DISCIPLINA DE DIREITO FISCAL (3. ANO) FACULDADE DE DIREITO UNIVERSIDADE DE MACAU CURSO DE LICENCIATURA EM DIREITO EM LÍNGUA PORTUGUESA ANO LECTIVO DE 2014/2015 PROGRAMA DA DISCIPLINA DE DIREITO FISCAL (3. ANO) DISCIPLINA SEMESTRAL CARGA HORÁRIA:

Leia mais

GONÇALO SARAIVA MATIAS

GONÇALO SARAIVA MATIAS GONÇALO SARAIVA MATIAS FUNÇÃO Assistente da Faculdade de Direito da Universidade Católica Portuguesa. Membro do Conselho de Direção para as Relações Internacionais. CONTACTOS Tel. +351 217 214 170 Fax

Leia mais

FORMAÇÃO AVANÇADA EM FISCALIDADE EMPRESARIAL

FORMAÇÃO AVANÇADA EM FISCALIDADE EMPRESARIAL FORMAÇÃO AVANÇADA EM FISCALIDADE EMPRESARIAL Início a 3 de Maio de 2004 Objectivos Aquisição de uma sólida base de conhecimentos com vista à compreensão integrada do sistema fiscal português. Obtenção

Leia mais

PROJETO DE LEI N.º 136/XII/1.ª

PROJETO DE LEI N.º 136/XII/1.ª PROJETO DE LEI N.º 136/XII/1.ª Promove a equidade fiscal através da alteração ao regime de tributação sobre os lucros distribuídos por sociedades submetidas a regimes fiscais claramente mais favoráveis

Leia mais