International Tax Course Course Outline

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "International Tax Course Course Outline"

Transcrição

1 Prtugal Tax - Internatinal Internatinal Tax Curse Curse Outline Prgramme I. Intrductin, bjectives f the Curse and basic cncepts (3 hurs) a. Intrductin and bjectives f the Curse Intrductin t internatinal tax planning Pragmatic apprach cncepts fr future use Discussin f the main instruments and structures Discussin and exchange f pinins b. Basic Cncepts Tax planning versus tax fraud and tax evasin Tax avidance Fraud Simulatin Abuse f law Definitin f internatinal tax planning and its limits The issue f internatinal duble taxatin Internatinal tax law and applicatin cnflicts Relatin between internal and internatinal surces Subjective and bjective incidence Territriality Hierarchy f tax rules Cnnecting elements Subjective Objective Sme relevant cncepts Base cmpanies Hlding cmpanies Service cmpanies Trading cmpanies Other Treaty shpping Dual cmpanies Recmmended bibligraphy: Jnes, Jhn F. Avery (et al.), Tax Law: Rules r Principles, in Fiscal Studies, Vl. 17, n.º 3, 1996;

2 Pereira, Paula Rsad, Princípis d Direit Fiscal Internacinal D Paradigma Clássic a Direit Fiscal Eurpeu, Almedina, 2010; Rhatgi, Ry, Basic Internatinal Taxatin, Lndres, 2002; Santiag, Brun, O princípi da nã-discriminaçã n cruzament d Direit Fiscal Internacinal cm Direit Fiscal Cmunitári, in Caderns de Ciência e Técnica Fiscal, 207, 2009;Xavier, Albert, Direit Tributári Internacinal, Almedina, 2007; II. Internatinal tax law surces (6 hurs) a. Internal Prtuguese rules Intrductin Withhlding tax versus final taxatin The cncept f residence Rules with relevance t nn-residents: Prperty incme Capital gains Interest Ryalty Dividends Emplyment incme Rendering f services Other b. OECD Mdel Tax Cnventin Origins and relevance UN Mdel and US Mdel Rle f Cmmentaries t the OECD Mdel Tax Cnventin Structure f OECD Mdel Cnventin Definitins Persns cvered Residence Permanent establishment Taxatin rules Business prfits/permanent establishment Capital incme Dividends Interest Ryalties Incme frm emplyment Pensins Capital gains Dependent Artists and sprtsmen Incme frm immvable prperty

3 Other incme Capital Methds fr eliminatin f duble taxatin Exemptin methd (full r prgressive) Credit methd (full r rdinary) Credit fr the tax suffered Matching credit and tax sparing Other rules c. EU Directives Parent-Subsidiary Directive Merger Directive Interest and Ryalties Directive Savings Directive Other d. Madeira Free Zne Main aspects f the regime Legislatin and framewrk Evlutin and future Use f Madeira Free Zne in peratins f internatinal tax planning Recmmended bibligraphy: Baker, Philip, Duble Taxatin Cnventins, Sweet & Maxwell, 2004; Gusmerli, Michele Triangular Cases and the Interest and Ryalties Directive: Untying the Grdian Knt?, in Eurpean Taxatin IBFD PUBS, 2005; Herédia, Jã, The Case f the Madeira: Prtugal v Netherlands, in Intertax, KLUWER TAX PUBS, 2002; Neves, Tiag Cassian, A Revisã de 2008 da Cnvençã Mdel da OCDE, in Revista de Finanças Públicas e Direit Fiscal, 2 An III, 07 10;Rcha, Miguel Leónidas / Ricard Jrge Almeida, O mecanism da eliminaçã da dupla tributaçã internacinal particularidades, in Revista de Finanças Públicas e Direit Fiscal, 3 An II, 10, 09, Almedina; Vgel, Klaus, On duble taxatin cnventins - A cmmentary t the OECD, UN and US Mdel Cnventins fr the avidance f duble taxatin f incme and capital, Vl. I e II, 1991; Vgel, Klaus, The Influence f the OECD Cmmentaries n Treaty Interpretatin, in Bulletin fr Internatinal Fiscal Dcumentatin, IBFD PUBS, 2000; Teixeira, Manuela Dur, A Determinaçã d Lucr Tributável ds Estabeleciments Estáveis de Nã Residentes, Almedina, 2007;Xavier, Albert, Direit Tributári Internacinal, Almedina, 2007; OECD Mdel Tax Cnventin n Incme and n Capital, OECD, 2010 III. Anti-abuse measures / Ecnmic substance (in crdinatin with Transfer Pricing) (2 hurs)

4 Intrductin and histrical evlutin The Prtuguese legislative develpment Anti-abuse general rule Principle f substance ver frm and cncept f fraud t law Rules related with blacklisted jurisdictins CFC (Cntrlled Freign Cmpany) rules Autnmus taxatin and nn-deductibility Ministerial Order 150/2004, f 13 February) Thin capitalisatin rules Transfer pricing rules General rules and scpe Transfer pricing methds Multilateral Arbitratin Cnventin Advance Pricing Agreements Other anti-abuse measures fr specific structures and peratins Recmmended bibligraphy: Câmara, Francisc de Susa da, CFC Taxatin, in Internatinal Bureau f Fiscal Dcumentatin, Eurpean Taxatin, January 1996; Mrais, Rui Duarte, Imputaçã de lucrs de sciedades nã residentes sujeitas a um regime fiscal privilegiad, Lisba, Publicações Universidade Católica, 2005; Crdewener, Alex, EU: Cmpany Taxatin, Crss-Brder Financing and Thin Capitalizatin in the EU Internal Market: Sme Cmments n Lankhrst-Hhrst, in Eurpean Taxatin, IBFD PUBS, 2003; Thöemmes, Otmar, CFC Legislatin and EC Law, in Intertax, 2003; Wiggins, Laurie / Mats, Patrícia, Transfer Pricing rules a Prtuguese perspective, in Tax Planning Internatinal Transfer Pricing, BNAI, 2005; Transfer Pricing Guidelines fr Multinatinal Enterprises and Tax Administratins, OECD, 2010 IV. Instruments and structures f internatinal tax planning / Examples f the mst used structures and vehicles n internatinal tax planning (4 hurs) a. Instruments and structures f internatinal tax planning Intrductin and histrical evlutin Objectives and framewrk factrs Mst cmmn practices and instruments b. Structures and vehicles mst used n internatinal tax planning Outward investment Inward investment Hlding cmpanies IP structures Financing structures

5 Recharacterizatin f financial flws Treaty shpping Trusts Trading cmpanies Glbal management cmpanies Use f ffshre/tax heavens Recmmended bibligraphy: Baker, Philip, Duble Taxatin Cnventins, Sweet & Maxwell, 2004; Rhatgi, Ry, Basic Internatinal Taxatin, Lndres, 2002; Xavier, Albert, Direit Tributári Internacinal, Almedina, 2007; V. Case study (2 hurs) VI. Wrap-up and cnclusins (1 hur)

João Carlos Aguiar Teixeira Nacionalidade: Portuguesa CV abril 2013

João Carlos Aguiar Teixeira Nacionalidade: Portuguesa CV abril 2013 Jã Carls Aguiar Teixeira Nacinalidade: Prtuguesa CV abril 2013 Universidade ds Açres Departament de Ecnmia e Gestã Rua da Mãe de Deus, s/n 9501-801 Pnta Delgada, Prtugal Tel: 296 650 084 E-mail: jteixeira@uac.pt

Leia mais

A TRIBUTAÇÃO DAS TELECOMUNICAÇÕES NA ERA DA ECONOMIA DIGITAL

A TRIBUTAÇÃO DAS TELECOMUNICAÇÕES NA ERA DA ECONOMIA DIGITAL SEMINÁRIO A TRIBUTAÇÃO DAS TELECOMUNICAÇÕES NA ERA DA ECONOMIA DIGITAL VISÃO EMPRESARIAL MAURICIO RODRIGUES DE LIMA Diretoria Tributária Telefônica / Vivo Índice Desafios era x problemas antigos Desafio

Leia mais

Ficha de unidade curricular. Curso de Mestrado em Direito - Profissionalizante

Ficha de unidade curricular. Curso de Mestrado em Direito - Profissionalizante Unidade curricular Direito das Sociedades Comerciais Ficha de unidade curricular Curso de Mestrado em Direito - Profissionalizante Docente responsável e respetiva carga letiva na unidade curricular (preencher

Leia mais

Consolidated Results 1st Half 2015

Consolidated Results 1st Half 2015 SAG GEST Sluções Autmóvel Glbais, SGPS, SA Listed Cmpany Estrada de Alfragide, nr. 67, Amadra Registered Share Capital: 169.764.398 Eurs Registered at the Amadra Registrar f Cmpanies Registratin and Taxpayer

Leia mais

CURRICULUM VITAE 1 DADOS PESSOAIS 2 GRAUS ACADÉMICOS. Manuel de Herédia Caldeira Cabral

CURRICULUM VITAE 1 DADOS PESSOAIS 2 GRAUS ACADÉMICOS. Manuel de Herédia Caldeira Cabral 1 DADOS PESSOAIS Endereç Prfissinal: Departament de Ecnmia, Universidade d Minh, 4700 Braga, Prtugal. Email: cabral_manuel@yah.c.uk Página Pessal: http://www1.eeg.uminh.pt/ecnmia/heredia/ 2 GRAUS ACADÉMICOS

Leia mais

Beneficiário Efectivo nas CDT

Beneficiário Efectivo nas CDT Beneficiário Efectivo nas CDT e legislação doméstica Fiscalidade Internacional - Questões Actuais Tiago Cassiano Neves - 8 de Junho de 2011 Beneficiário efectivo - Questão Actual? BO incluído na CMOCDE

Leia mais

www.pwc.com.br The PECEX Method

www.pwc.com.br The PECEX Method www.pwc.com.br The PECEX Method Comparison between Brazil and OECD approach Main aspects of Brazilian TP rules as compared with OCDE Guidelines: Sixth Method Few countries adopt the Sixth Method for commodities,

Leia mais

Carla Cristina Martins Pica

Carla Cristina Martins Pica Carla Cristina Martins Pica Telemóvel: 91 712 29 69 Crrei electrónic: carla.pica@marinha.pt u carlapica@me.cm Habilitações Literárias e Académicas Mestre em Ciências Jurídic-Plíticas, pela Faculdade de

Leia mais

Maria do Carmo Correia Marques Rua Movimento das Forças Armadas, 84, 2825-091 Caparica - PORTUGAL +351 963 019 688

Maria do Carmo Correia Marques Rua Movimento das Forças Armadas, 84, 2825-091 Caparica - PORTUGAL +351 963 019 688 INFORMAÇÃO PESSOAL Maria d Carm Crreia Marques Rua Mviment das Frças Armadas, 84, 2825-091 Caparica - PORTUGAL +351 963 019 688 mcm@uninva.pt Sex Feminin Data de nasciment 11/09/1976 Nacinalidade Prtuguesa

Leia mais

Ana Eugénia Calha Grave Caldeira

Ana Eugénia Calha Grave Caldeira Ana Eugénia Calha Grave Caldeira no auditório Nuno Teotónio Pereira, na sede da, Lisboa. Ana Judite Almeida Correia no auditório Nuno Teotónio Pereira, na sede da, Lisboa. Ana Margarida C. P. Almeida Machado

Leia mais

Mestrado em Economia Monetária e

Mestrado em Economia Monetária e Mestrado em Economia Monetária e Financeira Ficha de Unidade Curricular Nome da Unidade Curricular (NUC) Departamento Área Científica Activa nos Planos Curriculares Estado Código da disciplina Nome (pt)

Leia mais

Clubes de futebol com boa governança possuem melhor desempenho? Evidências do mercado brasileiro

Clubes de futebol com boa governança possuem melhor desempenho? Evidências do mercado brasileiro Marcio Marcelo de Oliveira Clubes de futebol com boa governança possuem melhor desempenho? Evidências do mercado brasileiro Dissertação de Mestrado Dissertação apresentada ao Programa de Pós- Graduação

Leia mais

Foreign Investments and Brazilian Tax Regime

Foreign Investments and Brazilian Tax Regime Foreign Investments and Brazilian Tax Regime André Ricardo Passos May/2010 1 Agenda 1 Brazilian Macroeconomics 2 Legal Regime 3 Taxation Regime 2 Agenda 1 Brazilian Macroeconomics 3 Direct Foreign Investment

Leia mais

Certificado de Presença em Evento no ISEP

Certificado de Presença em Evento no ISEP *** Adam Silva *** ***c527078fe56b04280dcae9cc3541593d73d82015c12f65f060135ed5*** *** Adulcínio Adulcínio Duarte Rodrigues *** ***09d09b00214962ffdfefa4e2473001b55ffba6c7bbdc74ef3063ec95*** *** Alberto

Leia mais

ESCRITÓRIO VETTORI, RUBINSTEIN & FOZ A D V O G A D O S

ESCRITÓRIO VETTORI, RUBINSTEIN & FOZ A D V O G A D O S ESCRITÓRIO ATUAÇÃO Planejamento fiscal, consultoria tributária & compliance fiscal Processo tributário administrativo e judicial Negócios de tecnologia, inovação e propriedade intelectual Planejamento

Leia mais

Enterprise Europe - Portugal

Enterprise Europe - Portugal Enterprise Europe - Portugal Oportunidades de Cooperação Internacional Agência de Inovação Bibiana Dantas Lisboa, 5-Jun-2012 Enterprise Europe Portugal Jun 2012 2 A União Europeia é um mercado de oportunidades!

Leia mais

Margarida Isabel A Auditoria Tributária e a Deteção. Melo de Oliveira de Comportamento Evasivo

Margarida Isabel A Auditoria Tributária e a Deteção. Melo de Oliveira de Comportamento Evasivo Universidade de Aveiro Instituto Superior de Contabilidade e Administração 2012 Margarida Isabel A Auditoria Tributária e a Deteção Melo de Oliveira de Comportamento Evasivo 1 Universidade de Aveiro Instituto

Leia mais

INQUÉRITOS DOCENTE/UC ADM

INQUÉRITOS DOCENTE/UC ADM INQUÉRITOS DOCENTE/UC ADM Anexo Unidades Curriculares / Docentes Distribuição de Serviço Docente 2º Semestre do ano lectivo 2009-2010 fornecida pela Área Departamental 1 ADEC 1036 1176 1230 1286 1395 1629

Leia mais

Tax Supply Chain. - Desafios para as Empresas e Multinacionais. Fiscalidade. Pedro Manuel de Resende Pinguicha Galego revisor oficial de contas

Tax Supply Chain. - Desafios para as Empresas e Multinacionais. Fiscalidade. Pedro Manuel de Resende Pinguicha Galego revisor oficial de contas Tax Supply Chain - Desafios para as Empresas e Multinacionais Fiscalidade Pedro Manuel de Resende Pinguicha Galego revisor oficial de contas 1. Enquadramento A globalização e a política fiscal heterogénea

Leia mais

Universidade Católica Portuguesa Lisboa (Portugal) Harvard Law School Cambridge (Estados Unidos da América)

Universidade Católica Portuguesa Lisboa (Portugal) Harvard Law School Cambridge (Estados Unidos da América) Tipo de empresa ou sector Sociedade de Advogados Educação e formação Aptidões e competências pessoais Datas 1994 Datas 1995 Datas 1996 Datas 1995 Datas 1997 Licenciatura em Direito Universidade Católica

Leia mais

OUTRAS SOCIEDADES EM QUE OS MEMBROS DOS ORGÃOS SOCIAIS EXERCEM CARGOS

OUTRAS SOCIEDADES EM QUE OS MEMBROS DOS ORGÃOS SOCIAIS EXERCEM CARGOS OUTRAS SOCIEDADES EM QUE OS MEMBROS DOS ORGÃOS SOCIAIS EXERCEM CARGOS MEMBROS DO CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO Dr. Jã Manuel de Queved Pereira Cutinh Presidente d Cnselh de Administraçã: LGA Lgística Autmóvel,

Leia mais

Programa de Mestrado e Doutorado em Administração - PMDA

Programa de Mestrado e Doutorado em Administração - PMDA Programa de Mestrado e Doutorado em Administração - PMDA Mestrado em Administração Disciplina: Internacionalização e Globalização Carga horária: 45 horas-aula Créditos: 3 I. OBJETIVOS DA DISCIPLINA A presente

Leia mais

Administração de Capital de Giro e Planejamento a Curto Prazo. Chapter Outline

Administração de Capital de Giro e Planejamento a Curto Prazo. Chapter Outline 26-0 Universidade Federal de Itajubá Instituto de Engenharia de Produção e Gestão Curso de Finanças Corporativas Prof. Edson Pamplona (www.iem.efei.br/edson) CAPÍTULO 27 Administração de Capital de Giro

Leia mais

OUTRAS SOCIEDADES EM QUE OS MEMBROS DOS ORGÃOS SOCIAIS EXERCEM CARGOS

OUTRAS SOCIEDADES EM QUE OS MEMBROS DOS ORGÃOS SOCIAIS EXERCEM CARGOS OUTRAS SOCIEDADES EM QUE OS MEMBROS DOS ORGÃOS SOCIAIS EXERCEM CARGOS MEMBROS DO CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO Dr. Jã Manuel de Queved Pereira Cutinh em Entidades Relacinadas SGC Investiments Sciedade Gestra

Leia mais

Membros do Conselho de Administração

Membros do Conselho de Administração OUTRAS SOCIEDADES EM QUE OS MEMBROS DOS ORGÃOS SOCIAIS EXERCEM CARGOS Membrs d Cnselh de Administraçã Dr. Jã Manuel de Queved Pereira Cutinh Outrs cargs desempenhads em entidade d Grup SAG Presidente d

Leia mais

106 BANCO DE PORTUGAL Boletim Estatístico

106 BANCO DE PORTUGAL Boletim Estatístico 106 BANCO DE PORTUGAL Boletim Estatístico B.7.1.1 Taxas de juro sobre novas operações de empréstimos (1) concedidos por instituições financeiras monetárias a residentes na área do euro (a) Interest rates

Leia mais

OUTRAS SOCIEDADES EM QUE OS MEMBROS DOS ORGÃOS SOCIAIS EXERCEM CARGOS

OUTRAS SOCIEDADES EM QUE OS MEMBROS DOS ORGÃOS SOCIAIS EXERCEM CARGOS OUTRAS SOCIEDADES EM QUE OS MEMBROS DOS ORGÃOS SOCIAIS EXERCEM CARGOS MEMBROS DO CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO Dr. Jã Manuel de Queved Pereira Cutinh Outrs cargs desempenhads em Entidades d Grup SAG Presidente

Leia mais

Fiscalidade para empresas Portuguesas que pretendem investir na China

Fiscalidade para empresas Portuguesas que pretendem investir na China Paulo Núncio Sócio da Garrigues Lisboa Fiscalidade para empresas Portuguesas que pretendem investir na China Ordem dos Economistas Lisboa, 23 de Março de 2011 Investir na China internacionalização Internacionalização

Leia mais

OUTRAS SOCIEDADES EM QUE OS MEMBROS DOS ORGÃOS SOCIAIS EXERCEM CARGOS

OUTRAS SOCIEDADES EM QUE OS MEMBROS DOS ORGÃOS SOCIAIS EXERCEM CARGOS OUTRAS SOCIEDADES EM QUE OS MEMBROS DOS ORGÃOS SOCIAIS EXERCEM CARGOS MEMBROS DO CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO Dr. Jã Manuel de Queved Pereira Cutinh Outrs cargs desempenhads em Entidades d Grup SAG Presidente

Leia mais

O IMPACTO DA NEUTRALIDADE FISCAL NA CRISE FINANCEIRA GLOBAL 1

O IMPACTO DA NEUTRALIDADE FISCAL NA CRISE FINANCEIRA GLOBAL 1 O impacto da neutralidade fiscal na crise financeira global O IMPACTO DA NEUTRALIDADE FISCAL NA CRISE FINANCEIRA GLOBAL 1 Prof. Dr. Moris Lehner 2 I INTRODUÇÃO O tema neutralidade fiscal 3 abrange a tributação

Leia mais

Capital Markets. Mattos Filho, Veiga Filho, Marrey Jr. e Quiroga Advogados. All rights reserved.

Capital Markets. Mattos Filho, Veiga Filho, Marrey Jr. e Quiroga Advogados. All rights reserved. Capital Markets Mattos Filho, Veiga Filho, Marrey Jr. e Quiroga Advogados. All rights reserved. Our services Best Law Firm in Latin America by Chambers & Partners Awards 2015 Mattos Filho s Capital Market

Leia mais

Contabilidade Pública e Princípios Orçamentários

Contabilidade Pública e Princípios Orçamentários Contabilidade Pública e Princípios Orçamentários Silvana Duarte dos Santos 1 Resumo No Brasil, ao longo da história, o orçamento público sempre teve como função principal servir de instrumento limitador

Leia mais

Computação Notas finais

Computação Notas finais Cmputaçã s finais Nme. G+0.5* NF+0.5* 2 5 4 5 4 6 7 EP)/ Adrian Jsé Guveia Sares Barret Rams Afns Scheppen Magalhães de Castr Oliveira 12 11,5 9,85 12 16,9 14, Aida Catarina Buça Nva Ribeir de Castr 11

Leia mais

Mestrado em Ciências Jurídicas Especialização em História do Direito 2015-16

Mestrado em Ciências Jurídicas Especialização em História do Direito 2015-16 Mestrado em Ciências Jurídicas Especialização em História do Direito Unidade curricular História do Direito Português I (1º sem). Docente responsável e respectiva carga lectiva na unidade curricular Prof.

Leia mais

Integração Regional. Fernando Rezende Buenos Aires, maio de 2009

Integração Regional. Fernando Rezende Buenos Aires, maio de 2009 Tributação do Capital e Integração Regional Fernando Rezende Buenos Aires, maio de 2009 Conteúdo da Apresentação Questões para o Debate Traços Marcantes da Tributação da Renda e do Patrimônio na AL Principais

Leia mais

Illovo s Road Map on Land Rights

Illovo s Road Map on Land Rights Illv s Rad Map n Land Rights On 19 March 2015, Illv Sugar Limited ( Illv ) annunced the launch f its Grup Guidelines n Land and Land Rights, which may be fund n ur website at www.illvsugar.cm, which adpts

Leia mais

ESTRUTURA DE CAPITAL: UMA ANÁLISE EM EMPRESAS SEGURADORAS

ESTRUTURA DE CAPITAL: UMA ANÁLISE EM EMPRESAS SEGURADORAS ESTRUTURA DE CAPITAL: UMA ANÁLISE EM EMPRESAS SEGURADORAS THE CAPITAL STRUCTURE: AN ANALYSE ON INSURANCE COMPANIES FREDERIKE MONIKA BUDINER METTE MARCO ANTÔNIO DOS SANTOS MARTINS PAULA FERNANDA BUTZEN

Leia mais

Licenciatura 2014-2015

Licenciatura 2014-2015 Licenciatura 2014-2015 DIREITO FISCAL PROFS. DOUTORES ANA PAULA DOURADO PAULA ROSADO PEREIRA GUSTAVO LOPES COURINHA MESTRE NUNO GARCIA Programa 1. Enquadramento geral Objecto da disciplina de Direito Fiscal.

Leia mais

FISCALIDADE INTERNACIONAL

FISCALIDADE INTERNACIONAL PFI PROGRAMA DE FISCALIDADE INTERNACIONAL EM PARCERIA COM: AFP Associação Fiscal Portuguesa Unleash your full potential WWW.CLSBE.LISBOA.UCP.PT/EXECUTIVOS PFI PROGRAMA DE FISCALIDADE INTERNACIONAL Este

Leia mais

4. ACTIVIDADES DE NATUREZA TÉCNICO-CIENTÍFICA

4. ACTIVIDADES DE NATUREZA TÉCNICO-CIENTÍFICA CURRICULUM VITAE 1. ELEMENTOS DE IDENTIFICAÇÃO Nome: José Jacinto Descalço Bilau 2. HABILITAÇÕES ACADÉMICAS 2.1. Doutoramento em Gestão pela Universidade Técnica de Lisboa (ISEG), 2008 Tese realizada na

Leia mais

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO www.passencncurs.cm.br Infrmações sbre Cncurs Inscrições: 23/11/2014 a 18/12/2014 Carg: Técnic de Nível Superir: Ciências Cntábeis Taxa de Inscriçã: R$ 60,00 Salári/Remuneraçã: R$ 4.232,00 Nº Vagas: 01

Leia mais

Global Reporting Initiative Diretrizes G4 para Relato de Sustentabilidade. Glaucia Terreo e Catarina Bronstein Ponto Focal GRI Brasil

Global Reporting Initiative Diretrizes G4 para Relato de Sustentabilidade. Glaucia Terreo e Catarina Bronstein Ponto Focal GRI Brasil Global Reporting Initiative Diretrizes G4 para Relato de Sustentabilidade Glaucia Terreo e Catarina Bronstein Ponto Focal GRI Brasil GRI ONG sediada em Amsterdam Criada em 1997 no Estados Unidos a partir

Leia mais

5. Objectivos de aprendizagem (conhecimentos, aptidões e competências a desenvolver pelos estudantes)

5. Objectivos de aprendizagem (conhecimentos, aptidões e competências a desenvolver pelos estudantes) Ficha de Unidade Curricular 1. Unidade curricular / Curricular Unit Seminári e Estági de Serviç Scial V (cm Labratóri de Cmunicaçã e Apresentaçã Pública) Seminar f Scial Wrk Practice Placement III (with

Leia mais

PROGRAMA DA DISCIPLINA DE DIREITO FISCAL (3. ANO)

PROGRAMA DA DISCIPLINA DE DIREITO FISCAL (3. ANO) FACULDADE DE DIREITO UNIVERSIDADE DE MACAU CURSO DE LICENCIATURA EM DIREITO EM LÍNGUA PORTUGUESA ANO LECTIVO DE 2014/2015 PROGRAMA DA DISCIPLINA DE DIREITO FISCAL (3. ANO) DISCIPLINA SEMESTRAL CARGA HORÁRIA:

Leia mais

Rua Andrade Corvo, nº 50-A, 4º Dto 1050-090 Lisboa Portugal Rua Vitorino Nemésio, 127 3030-361 Coimbra Portugal Telefone(s) +351 919749394

Rua Andrade Corvo, nº 50-A, 4º Dto 1050-090 Lisboa Portugal Rua Vitorino Nemésio, 127 3030-361 Coimbra Portugal Telefone(s) +351 919749394 Europass-Curriculum Vitae Informação pessoal Apelido(s) / Nome(s) próprio(s) Morada(s) Rua Andrade Corvo, nº 50-A, 4º Dto 1050-090 Lisboa Portugal Rua Vitorino Nemésio, 127 3030-361 Coimbra Portugal Telefone(s)

Leia mais

RESPONSABILIDADE SOCIAL CORPORATIVA, SOLIDARIEDADE E DÁDIVA:

RESPONSABILIDADE SOCIAL CORPORATIVA, SOLIDARIEDADE E DÁDIVA: Luciana Poli Silva RESPONSABILIDADE SOCIAL CORPORATIVA, SOLIDARIEDADE E DÁDIVA: O caso da Petrobras S.A. Dissertação de Mestrado Dissertação apresentada como requisito parcial para a obtenção do grau de

Leia mais

Nota introdutória. São alguns destes mecanismos que nos propomos analisar de forma sucinta no presente documento.

Nota introdutória. São alguns destes mecanismos que nos propomos analisar de forma sucinta no presente documento. 1 Nota introdutória A crise financeira internacional originou uma cooperação multilateral reforçada no combate à fraude e evasão fiscal. Com efeito, as autoridades fiscais dispõem de amplos mecanismos

Leia mais

Curriculum Vitae. Elementos de Identificação. Habilitações Literárias

Curriculum Vitae. Elementos de Identificação. Habilitações Literárias Curriculum Vitae Elementos de Identificação Nome: Manuel Ricardo Fontes da CUNHA Filho de: Joaquim Manuel Martins da Cunha e de Maria Conceição Costa Castro e Fontes da Cunha Natural da Freguesia de: Nevogilde,

Leia mais

REGRAS BÁSICAS DE INTERPRETAÇÃO DE TRATADOS INTERNACIONAIS. Juliana Dantas juliana.dantas@loyensloeff.com

REGRAS BÁSICAS DE INTERPRETAÇÃO DE TRATADOS INTERNACIONAIS. Juliana Dantas juliana.dantas@loyensloeff.com REGRAS BÁSICAS DE INTERPRETAÇÃO DE TRATADOS INTERNACIONAIS Juliana Dantas juliana.dantas@loyensloeff.com 1 O papel dos tratados no sistema jurídico holandês Constituição do Reino dos Países Baixos Art.

Leia mais

Nome: Glória Maria Alves Teixeira

Nome: Glória Maria Alves Teixeira Nome: Glória Maria Alves Teixeira Graus Académicos: - Licenciatura em Direito pela Universidade Católica (1983/88) - Mestrado (LLM) em Direito Internacional dos Negócios pela Universidade de Londres, QMW

Leia mais

Programas das Unidades Curriculares Mestrado em Contabilidade

Programas das Unidades Curriculares Mestrado em Contabilidade Programas das Unidades Curriculares Mestrado em Contabilidade Contabilidade de Gestão Avançada O papel da Contabilidade de Gestão nas organizações; Introdução aos conceitos e objectivos dos custos; Imputação

Leia mais

FORMAÇÃO AVANÇADA EM FISCALIDADE EMPRESARIAL

FORMAÇÃO AVANÇADA EM FISCALIDADE EMPRESARIAL FORMAÇÃO AVANÇADA EM FISCALIDADE EMPRESARIAL Início a 3 de Maio de 2004 Objectivos Aquisição de uma sólida base de conhecimentos com vista à compreensão integrada do sistema fiscal português. Obtenção

Leia mais

Ficha de unidade curricular Curso de Doutoramento

Ficha de unidade curricular Curso de Doutoramento Ficha de unidade curricular Curso de Doutoramento Unidade curricular História do Direito Português I (Doutoramento - 1º semestre) Docente responsável e respectiva carga lectiva na unidade curricular Prof.

Leia mais

Capítulo 6 Em Torno dos Princípios do Direito Fiscal Internacional

Capítulo 6 Em Torno dos Princípios do Direito Fiscal Internacional Capítulo 6 Em Torno dos Princípios do Direito Fiscal Internacional paula rosado pereira 1 1. Objectivos da aprendizagem Apreender a existência dos princípios do direito fiscal internacional ou aprofundar

Leia mais

MAGDA FERREIRA DA FONTE

MAGDA FERREIRA DA FONTE MAGDA FERREIRA DA FONTE CURRICULUM VITAE DADOS PESSOAIS Nme E-mail Nacinalidade Magda Ferreira da Fnte magda.fnte@reitria.ulisba.pt Prtuguesa FORMAÇÃO ACADÉMICA Nvembr de 2014 Estudante de Dutrament na

Leia mais

FACULDADE DE DIREITO DA UNIVERSIDADE DE LISBOA DIREITO INTERNACIONAL ECONÓMICO. (Programa e bibliografia geral seleccionada) 5º Ano

FACULDADE DE DIREITO DA UNIVERSIDADE DE LISBOA DIREITO INTERNACIONAL ECONÓMICO. (Programa e bibliografia geral seleccionada) 5º Ano FACULDADE DE DIREITO DA UNIVERSIDADE DE LISBOA DIREITO INTERNACIONAL ECONÓMICO (Programa e bibliografia geral seleccionada) 5º Ano Ano Lectivo 2002/2003 Coordenador Prof. Doutor Eduardo Paz Ferreira Regente

Leia mais

Análise do Processo de Gestão da Mudança em um Ambiente de Fusão: A Perspectiva dos Tomadores de Decisão da Affero Tecnologia

Análise do Processo de Gestão da Mudança em um Ambiente de Fusão: A Perspectiva dos Tomadores de Decisão da Affero Tecnologia Carlos Andre Pereira de Lucena Análise do Processo de Gestão da Mudança em um Ambiente de Fusão: A Perspectiva dos Tomadores de Decisão da Affero Tecnologia Dissertação de Mestrado Dissertação apresentada

Leia mais

A Tributação das Telecomunicações na Era da Economia Digital Tributação das Telecomunicações - Experiência Internacional

A Tributação das Telecomunicações na Era da Economia Digital Tributação das Telecomunicações - Experiência Internacional A Tributação das Telecomunicações na Era da Economia Digital Tributação das Telecomunicações - Experiência Internacional Mario Nascimento S. Neto, Sócio de Consultoria Tributária 27 de Novembro de 2015

Leia mais

2 - Develop the ability to analyze and articulate the different sources of the Economic and Financial Law;

2 - Develop the ability to analyze and articulate the different sources of the Economic and Financial Law; ECONOMIC AND FINANCIAL LAW [8175124] GENERAL Lective Year: 201516 Disciplinay Group: Ciências Jurídico-Administrativas e Fiscais ECTS: 5,0 Period: Daytime classes, Evening classes Semester: S2 OBJECTIVES

Leia mais

Gestão Hospitalar O caso de hospitais privados do Rio de Janeiro

Gestão Hospitalar O caso de hospitais privados do Rio de Janeiro Alexandre Cunha Lobo de Melo Gestão Hospitalar O caso de hospitais privados do Rio de Janeiro Dissertação de mestrado Dissertação de mestrado apresentada ao Departamento de Administração da Pontifícia

Leia mais

tratados contra a dupla tributação

tratados contra a dupla tributação tratados contra a dupla tributação lucros de empresas controladas no exterior 2012 João Francisco Bianco MEDIDA PROVISÓRIA No 2.158-35, DE 24 DE AGOSTO DE 2001. Art.74. Os lucros auferidos por controlada

Leia mais

Fed. Portuguesa Tiro com Armas de Caça Escola de Tiro Santo Isidro de Pegões

Fed. Portuguesa Tiro com Armas de Caça Escola de Tiro Santo Isidro de Pegões Classificação Individual: Homens Page 1 of 2 1 37 MEN/E 0908 FARIA, José 24 22 21 23 21 111 12+18 14 2 11 MEN/E 0635 AZEVEDO, João 23 21 24 23 23 114 13 9 3 3 MEN/E 0114 SILVA, Manuel 21 22 22 23 24 112

Leia mais

MALTA TRADING EM MALTA

MALTA TRADING EM MALTA MALTA TRADING EM MALTA Trading em Malta 1. Uma jurisdição eficaz para operações de comércio internacional 410.000 MALTA GMT +1 Localizada no coração do mar Mediterrâneo, Malta sempre se destacou pelo seu

Leia mais

Child Online Protection: The Brazilian Experience in producing statistical indicators

Child Online Protection: The Brazilian Experience in producing statistical indicators Child Online Prtectin: The Brazilian Experience in prducing statistical indicatrs Survey n the use f Infrmatin and Cmmunicatin Technlgies in Brazil Geneva, Octber 9 2013 CGI.br Brazilian Internet Steering

Leia mais

GOVERNO DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO DEMONSTRATIVO DE CREDITOS ADICIONAIS Z33NDKYP 04/03/2015 PAG. 1 03 44612 19/02/2014 135400 00059 0,00 5622.167,24 13540 20601016620910000 449000 013 0,00 44612 19/02/2014

Leia mais

Direito Processual Tributário

Direito Processual Tributário Faculdade de Direito Milton Campos Reconhecida pelo Ministério da Educação Curso de Pós-Graduação Lato Sensu em Direito Tributário Direito Processual Tributário Carga Horária: 36 h/a 1- Ementa Direito

Leia mais

15 e 16 de Agosto de 2013. Luis Ferreira ATENÇÃO. Fax: 219228915 E-mail: fps@surfingportugal.com

15 e 16 de Agosto de 2013. Luis Ferreira ATENÇÃO. Fax: 219228915 E-mail: fps@surfingportugal.com Prova 2ª Etapa do Circuito Nacional Bodyboard Open 2013 Praia de Cortegaça - Vila do Surf 15 e 16 de Agosto de 2013 Director Técnico Chefe de Juízes Luis Ferreira Diogo Marques José Miguel Pereira Ricardo

Leia mais

Ficha da Unidade Curricular

Ficha da Unidade Curricular ESCOLA SUPERIOR DE TECNOLOGIA E GESTÃO DE FELGUEIRAS CURSO Licenciatura em Ciências Empresariais U.C. FINANÇAS EMPRESARIAIS Ficha da Unidade Curricular Horas presenciais / Ano 42 Ano Lectivo 2010 / 2011

Leia mais

CURRICULUM VITÆ. Licenciatura em Economia da Faculdade de Economia da Universidade do Porto, concluída em Julho de 1996.

CURRICULUM VITÆ. Licenciatura em Economia da Faculdade de Economia da Universidade do Porto, concluída em Julho de 1996. CURRICULUM VITÆ DADOS PESSOAIS Nome: Nascimento: Nacionalidade: Morada: Manuel Emílio Mota de Almeida Delgado Castelo Branco 30 de Dezembro de 1971, Porto (Portugal) Portuguesa Faculdade de Economia do

Leia mais

AS NORMAS CFC NO CIRC E A SUA INCOMPATIBILIDADE

AS NORMAS CFC NO CIRC E A SUA INCOMPATIBILIDADE AS NORMAS CFC NO CIRC E A SUA INCOMPATIBILIDADE COM O DIREITO COMUNITÁRIO O NOVO ARTIGO 66º.CIRC APROVADO PELA LEI DO OE 2012 TESE DE MESTRADO DIREITO FISCAL ALCÍDIO MANUEL DE FRAZÃO RODRIGUES MATEUS FERREIRA

Leia mais

Sistema de gestão para prevenção e combate à fraude e corrupção. José Salvador da Silva Filho 16 de agosto de 2012

Sistema de gestão para prevenção e combate à fraude e corrupção. José Salvador da Silva Filho 16 de agosto de 2012 Sistema de gestão para prevenção e combate à fraude e corrupção José Salvador da Silva Filho 16 de agosto de 2012 2 Impactos, interesses e expectativas Fig. 2 da ISO 26000 - Relação entre a organização,

Leia mais

OHADA International Conference (The Harmonization of Commercial Laws in Africa and its Advantage for Chinese Investments in Africa) in November 2007

OHADA International Conference (The Harmonization of Commercial Laws in Africa and its Advantage for Chinese Investments in Africa) in November 2007 2007/2008 Seminars / Conferences / Open Lectures OHADA International Conference (The Harmonization of Commercial Laws in Africa and its Advantage for Chinese Investments in Africa) in November 2007 Presentations:

Leia mais

ALCATEIA ACAGRUP 2014 - SIERRA NORTE - MADRID - ESPANHA PARTICIPANTES: 26 60% INCIDÊNCIA NO GRUPO 20%

ALCATEIA ACAGRUP 2014 - SIERRA NORTE - MADRID - ESPANHA PARTICIPANTES: 26 60% INCIDÊNCIA NO GRUPO 20% ALCATEIA Sec NIN NOME NIN NOME Lob 1215050143005 Alice Neto Santos Nascimento 1215050143015 Afonso da Fonseca Machado Lob 1215050143010 Amélia Maria Mesquita Aleixo Alves 1115050143010 Afonso Jesus Dias

Leia mais

OUTRAS SOCIEDADES EM QUE OS MEMBROS DOS ÓRGÃOS SOCIAIS EXERCEM CARGOS

OUTRAS SOCIEDADES EM QUE OS MEMBROS DOS ÓRGÃOS SOCIAIS EXERCEM CARGOS OUTRAS SOCIEDADES EM QUE OS MEMBROS DOS ÓRGÃOS SOCIAIS EXERCEM CARGOS Dr. Jã Manuel de Queved Pereira Cutinh Outr carg desempenhad em entidade d Grup Presidente d Cnselh de Administraçã LGA Lgística Autmóvel,

Leia mais

Maria Segurado Fátima, 25 de Fevereiro de 2008

Maria Segurado Fátima, 25 de Fevereiro de 2008 Alterações da norma OHSAS 18001:2007 Ricardo Teixeira Gestor de Cliente Coordenador Revisão da norma Objectivos da revisão danorma: Esclarecimento da 1.ª edição; Alinhamento com a ISO 14001; Melhoria da

Leia mais

GONÇALO SARAIVA MATIAS

GONÇALO SARAIVA MATIAS GONÇALO SARAIVA MATIAS FUNÇÃO Assistente da Faculdade de Direito da Universidade Católica Portuguesa. Membro do Conselho de Direção para as Relações Internacionais. CONTACTOS Tel. +351 217 214 170 Fax

Leia mais

Resultados do CORTA-MATO - DIA 11/11/2015

Resultados do CORTA-MATO - DIA 11/11/2015 Resultados do CORTA-MATO - DIA 11/11/2015 INFANTIL A - MASCULINO - 1000 metros Class. Dorsal Nome Escola 1º 168 NUNO CORDEIRO STª CLARA 2º 244 LUIS FERREIRA STª CLARA 3º 188 FRANCISCO SANTOS STª CLARA

Leia mais

FICHA DE UNIDADE CURRICULAR (UC)

FICHA DE UNIDADE CURRICULAR (UC) FICHA DE UNIDADE CURRICULAR (UC) Ano letivo 2014/2015 Ano/Semestre curricular 2º ano/3º semestre Unidade Curricular [designação e tipo/se é do tipo obrigatório ou optativo] (máx100 caracteres) Língua de

Leia mais

Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro

Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro Luiz Antônio Gaulia Comunicação Empresarial e Sustentabilidade. Análise de Caso: Relatório da BP - British Petroleum 2010 Dissertação de Mestrado Dissertação

Leia mais

Órgãos Sociais da SATU-Oeiras, E.M., S.A. Triénio 2012-2014. Assembleia Geral. Presidente da Mesa da Assembleia Geral

Órgãos Sociais da SATU-Oeiras, E.M., S.A. Triénio 2012-2014. Assembleia Geral. Presidente da Mesa da Assembleia Geral Assembleia Geral Presidente da Mesa da Assembleia Geral Nome: Jorge Manuel Madeiras Silva Pracana Licenciatura em Direito na Faculdade de Direito da Universidade Clássica de Lisboa. Advogado. Membro de

Leia mais

Turismo Sénior. Outono / Inverno 2011-12. Benalmadena Benidorm Maiorca

Turismo Sénior. Outono / Inverno 2011-12. Benalmadena Benidorm Maiorca Turism Sénir Outn / Invern 2011-12 Benalmadena Benidrm Mairca Entidades envlvidas Oriznia é descbrir e desfrutar. É fazer cm a cnfiança que smente uma rganizaçã líder n sectr turístic ibéric pde ferecer.

Leia mais

African Development Successes Revised Course Outline

African Development Successes Revised Course Outline African Develpment Successes Revised Curse Outline Instructr: Jrge Braga de Maced (jbmaced@fe.unl.pt) Many African cuntries have been excluded frm the benefits f glbalizatin. Yet there are African develpment

Leia mais

Mensuração do Desempenho do Gerenciamento de Portfólio de Projetos: Proposta de Modelo Conceitual

Mensuração do Desempenho do Gerenciamento de Portfólio de Projetos: Proposta de Modelo Conceitual Pedro Bruno Barros de Souza Mensuração do Desempenho do Gerenciamento de Portfólio de Projetos: Proposta de Modelo Conceitual Dissertação de Mestrado Dissertação apresentada ao Programa de Pósgraduação

Leia mais

Escola sede: Escola Secundária de S. Pedro do Sul Alunos Matriculados - 2015/2016

Escola sede: Escola Secundária de S. Pedro do Sul Alunos Matriculados - 2015/2016 13008 10 E Técnico de Instalações Elétricas Carlos Jorge Oliveira Rodrigues Escola Secundária de São Pedro do Sul 13791 10 E Técnico de Instalações Elétricas Daniel dos Santos Rodrigues Escola Secundária

Leia mais

CAE Rev_3: 74900 e 71120 LICENCIAMENTO DE EMPRESAS PARA O EXERCÍCIO DE ACTIVIDADES DE PRODUÇÃO E RENOVAÇÃO DE CADASTRO PREDIAL

CAE Rev_3: 74900 e 71120 LICENCIAMENTO DE EMPRESAS PARA O EXERCÍCIO DE ACTIVIDADES DE PRODUÇÃO E RENOVAÇÃO DE CADASTRO PREDIAL O cnteúd infrmativ dispnibilizad pela presente ficha nã substitui a cnsulta ds diplmas legais referenciads e da entidade licenciadra. FUNCHAL CAE Rev_3: 74900 e 71120 LICENCIAMENTO DE EMPRESAS PARA O EXERCÍCIO

Leia mais

COMÉRCIO INTERNACIONAL CURSO DE ECONOMIA

COMÉRCIO INTERNACIONAL CURSO DE ECONOMIA COMÉRCIO INTERNACIONAL CURSO DE ECONOMIA CLASSIFICAÇÕES DO SEGUNDO TESTE E DA AVALIAÇÃO CONTINUA Classificações Classificação Final Alex Santos Teixeira 13 13 Alexandre Prata da Cruz 10 11 Aleydita Barreto

Leia mais

Minutes of 1 st workshop. PORTUGAL English language. 10 November 2015 Public Version. Co-funded by European Union

Minutes of 1 st workshop. PORTUGAL English language. 10 November 2015 Public Version. Co-funded by European Union Minutes f 1 st wrkshp PORTUGAL English language 10 Nvember 2015 Public Versin C-funded by Eurpean Unin Paula Fnseca & Carls Patrã ISR-University f Cimbra Pól II 3030 290 Cimbra This dcument has been elabrated

Leia mais

Evolução futura e perspectivas de evolução do Sistema Fiscal Português e do ordenamento comunitário em sede de tributação directa

Evolução futura e perspectivas de evolução do Sistema Fiscal Português e do ordenamento comunitário em sede de tributação directa Evluçã futura e perspectivas de evluçã d Sistema Fiscal Prtuguês e d rdenament cmunitári em sede de tributaçã directa Paulin Brilhante Sants Lisba, 28 Mai 2008 Índice Evluçã d Sistema Fiscal Prtuguês Evluçã

Leia mais

ATESTADOS DE FORMAÇÃO

ATESTADOS DE FORMAÇÃO Hélio Luís Coelho Nogueira 01/2012 22/11/2012 22/11/2019 Mário João Rodrigues Matias 02/2012 22/11/2012 22/11/2019 Nuno Miguel Gonçalves Saraiva 03/2012 22/11/2012 22/11/2019 Paulo Alexandre Gonçalves

Leia mais

ANÁLISE DO ALINHAMENTO ENTRE O BALANÇO SOCIAL E O RELATÓRIO DE SUSTENTABILIDADE DOS TRÊS MAIORES BANCOS EM ATIVIDADE NO BRASIL

ANÁLISE DO ALINHAMENTO ENTRE O BALANÇO SOCIAL E O RELATÓRIO DE SUSTENTABILIDADE DOS TRÊS MAIORES BANCOS EM ATIVIDADE NO BRASIL ANÁLISE DO ALINHAMENTO ENTRE O BALANÇO SOCIAL E O RELATÓRIO DE SUSTENTABILIDADE DOS TRÊS MAIORES BANCOS EM ATIVIDADE NO BRASIL ANALYSIS OF ALIGNMENT AMONG SOCIAL BALANCE AND SUSTAINABILITY REPORT OF THREE

Leia mais

OUTRAS SOCIEDADES EM QUE OS MEMBROS DOS ÓRGÃOS SOCIAIS EXERCEM CARGOS

OUTRAS SOCIEDADES EM QUE OS MEMBROS DOS ÓRGÃOS SOCIAIS EXERCEM CARGOS OUTRAS SOCIEDADES EM QUE OS MEMBROS DOS ÓRGÃOS SOCIAIS EXERCEM CARGOS Dr. Jã Manuel de Queved Pereira Cutinh Outrs cargs desempenhads em entidade d Grup Presidente d Cnselh de Administraçã SIVA Sciedade

Leia mais

RESULTADOS SONAE SIERRA DE 2007

RESULTADOS SONAE SIERRA DE 2007 COMUNICADO SONAE - SGPS, S. A. Sede: Lugar d Espid, Via Nrte, Maia Capital scial: 2.000.000.000,00 Matriculada na Cnservatória d Regist Cmercial da Maia sb númer únic de matrícula e identificaçã fiscal

Leia mais

BUSINESS TO WORLD COMPANHIA GLOBAL DO VAREJO

BUSINESS TO WORLD COMPANHIA GLOBAL DO VAREJO BUSINESS TO WORLD COMPANHIA GLOBAL DO VAREJO 4Q08 Results Conference Call Friday: March 13, 2008 Time: 12:00 p.m (Brazil) 11:00 a.m (US EDT) Phone: +1 (888) 700.0802 (USA) +1 (786) 924.6977 (other countries)

Leia mais

SAP anuncia resultados do Segundo Trimestre de 2009

SAP anuncia resultados do Segundo Trimestre de 2009 SAP anuncia resultados do Segundo Trimestre de 2009 A SAP continua a demonstrar um forte crescimento das suas margens, aumentando a previsão, para o ano de 2009, referente à sua margem operacional Non-GAAP

Leia mais

MALTA HOLDINGS EM MALTA

MALTA HOLDINGS EM MALTA MALTA HOLDINGS EM MALTA Holdings em Malta 1. Malta 410.000 MALTA GMT +1 Localizada no coração do mar Mediterrâneo, Malta sempre se destacou pelo seu papel no comércio internacional. A localização estratégica

Leia mais

Transportes. Transportation. Semestre do plano de estudos 1

Transportes. Transportation. Semestre do plano de estudos 1 Nome UC Transportes CU Name Código UC 706 Curso MEC Semestre do plano de estudos 1 Área científica Engenharia Civil Duração Semestral Horas de trabalho 120 ECTS 4.5 Horas de contacto T - 22,5; TP - 22,5

Leia mais

Conceito de tributação efectiva de lucros distribuídos

Conceito de tributação efectiva de lucros distribuídos 15 de Novembro de 2011 Tax Alert Conceito de tributação efectiva de lucros distribuídos For additional information, please contact: António Neves antonio.neves@pt.ey.com Carlos Lobo carlos.lobo@pt.ey.com

Leia mais

VII Encontro Amazônico de Agrárias

VII Encontro Amazônico de Agrárias VII Encontro Amazônico de Agrárias Segurança Alimentar: Diretrizes para Amazônia CONCESSÃO DE CRÉDITO E DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL: O CASO DO BANCO DA AMAZÔNIA RESUMO No Brasil, o setor bancário assume

Leia mais

Preços de Transferência Ativos Intangíveis. Inês Frutuoso Melo 20.11.2013

Preços de Transferência Ativos Intangíveis. Inês Frutuoso Melo 20.11.2013 Preços de Transferência Ativos Intangíveis Inês Frutuoso Melo 20.11.2013 O que são ativos intangíveis? PROPRIEDADE INTELECTUAL PROPRIEDADE INDUSTRIAL OUTROS DIREITOS 2 Diretrizes da OCDE em matéria de

Leia mais