Conteúdo Programático

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Conteúdo Programático"

Transcrição

1 Conteúdo Programático 1. Introdução 1.1 Objetivos do capítulo 1.2 Conceitos fundamentais de economia Conceito de economia A escassez da teoria econômica Os bens econômicos A curva de possibilidades de produção Evolução histórica da teoria econômica relativamente ao papel do estado na economia 1.3 O papel do estado na economia Externalidades Falhas de mercado Bens públicos e recursos comuns As funções do estado no sistema econômico O livre mercado clássico e o intervencionismo Keynesiano Os instrumentos da política macroeconômica A política fiscal A política monetária A política cambial A política de rendas 1.4 Exercícios 2. Finanças públicas 2.1 Objetivos do capítulo 2.2 A atividade financeira do Estado 2.3 Conceito e evolução das finanças públicas2.4 Exercícios

2 3. A receita pública 3.1 Objetivos do capítulo 3.2 Conceitos e classificação da receita pública 3.3 Estágios da receita pública 3.4 A receita pública na Lei de Responsabilidade Fiscal 3.5 Os princípios econômico-fiscais da tributação 3.6 Impostos, taxas, contribuições de melhoria, fiscais e parafiscais 3.7 As competências tributárias da União, dos Estados e dos Municípios 3.8 A repartição das receitas públicas 3.9 Carga fiscal: progressiva, regressiva e neutra 3.10 A carga fiscal ótima 3.11 Os efeitos da inflação sobre a carga fiscal efeitos Tanzi e Patinkin 3.12 Tributação e eficiência 3.13 O impacto dos tributos sobre o consumidor e o produtor 3.14 A dívida ativa 3.15 Exercícios 4. A despesa pública 4.1 Objetivos do capítulo 4.2 Conceito e classificação da despesa pública 4.3 Estágios da despesa pública 4.4 Modelos macroeconômicos de gastos públicos A lei de Wagner Os modelos de Peacock e Wiseman Os modelos de Musgrave, Rostow e Herber 4.5 A despesa pública na lei de responsabilidade fiscal 4.6 Regime contábil da despesas públicas 4.7 Exercícios

3 5. A lei de Responsabilidade Fiscal 5.1 Objetivos do capítulo 5.2 Antecedentes da lei de responsabilidade fiscal - externos e internos 5.3 Os objetivos da lei de responsabilidade fiscal 5.4 O conceito e a composição da receita corrente líquida 5.5 O planejamento e o orçamento na lei de responsabilidade fiscal 5.6 Transparência, controle e fiscalização da gestão fiscal 5.7 Exercícios 6. O orçamento público 6.1 Objetivos do capítulo 6.2 Conceito e origem do orçamento público 6.3 Natureza jurídica do orçamento público 6.4 Os ciclos orçamentário e financeiro 6.5 As leis orçamentárias 6.6 O orçamento público e o processo legislativo 6.7 Os princípios orçamentários 6.8 Vedações constitucionais ao orçamento público 6.9 Os créditos adicionais 6.10 A execução orçamentária e financeira 6.11 Exercícios 7. O crédito público 7.1 Objetivos do capítulo 7.2 Conceito de crédito-público 7.3 Natureza jurídica do crédito público 7.4 Classificação do crédito público 7.5 A dívida pública7.5.1 Competências A dívida pública na lei de responsabilidade fiscal

4 7.6 Exercícios 8. O controle externo do Tribunal de contas 8.1 Objetivos do capítulo 8.2 Natureza jurídica do Tribunal de Contas 8.3 Natureza jurídica e eficácia das decisões do Tribunal de Contas 8.4 Alcance das fiscalizações do Tribunal de Contas 8.5 Competências constitucionais Parecer e tipos de parecer Auditoria e inspeção Sanções aos gestores 8.6 Competências infraconstitucionais Quanto à Lei da Responsabilidade Fiscal Quanto à Lei de crimes fiscais Quanto a Lei de licitações Competência regulamentadora Controle externo x controle interno 8.7 Exercícios 9. Sistema de contas públicas no Brasil 9.1 Objetivos do capítulo 9.2 Conceitos fundamentais 9.3 Dívida Líquida 9.4 Resultados primário, operacional e nominal 9.5 Necessidade de financiamento do setor público NFSP 9.6 Dívida e déficit público 9.7 Critérios acima e abaixo da linha9.8 Exercícios 10. Tópicos especiais de macroeconomia

5 10.1 Objetivos do capítulo 10.2 Fluxo circular da renda 10.3 O sistema de contas nacionais 10.4 Como medir os princípios agregados macroeconômicos 10.5 O balanço de pagamentos de um país 10.6 Noções sobre inflação 10.7 Exercícios 11. Bibliografia

FACULDADE DE DIREITO DA UNIVERSIDADE DE MACAU CURSO DE DIREITO EM LÍNGUA PORTUGUESA ANO LECTIVO 2007/2008 ECONOMIA PÚBLICA 2º ANO PLANO DO CURSO

FACULDADE DE DIREITO DA UNIVERSIDADE DE MACAU CURSO DE DIREITO EM LÍNGUA PORTUGUESA ANO LECTIVO 2007/2008 ECONOMIA PÚBLICA 2º ANO PLANO DO CURSO FACULDADE DE DIREITO DA UNIVERSIDADE DE MACAU CURSO DE DIREITO EM LÍNGUA PORTUGUESA ANO LECTIVO 2007/2008 ECONOMIA PÚBLICA 2º ANO PLANO DO CURSO PARTE I INTRODUÇÃO 1) Economia Pública objecto da disciplina

Leia mais

Universidade Estadual do Centro-Oeste Reconhecida pelo Decreto Estadual nº 3.444, de 8 de agosto de 1997

Universidade Estadual do Centro-Oeste Reconhecida pelo Decreto Estadual nº 3.444, de 8 de agosto de 1997 RESOLUÇÃO Nº 63-COU/UNICENTRO, DE 29 DE MAIO DE 2009. Altera o art. 2º e anexo da Resolução nº 037- COU/UNICENTRO, de 28 de dezembro de 2006, e dá outras providências. O REITOR DA UNIVERSIDADE ESTADUAL

Leia mais

PLANO DE ENSINO EMENTA

PLANO DE ENSINO EMENTA PLANO DE ENSINO FACULDADE: Faculdade de Ciências Humanas e Exatas CURSO: Administração Período: 3º DISCIPLINA: Macroeconomia Ano: 2016 CARGA HORÁRIA: 80 h/a SEMANAL: 4 aulas TOTAL: 80 horas PRÉ-REQUISITO:

Leia mais

Sumário. Serviço Público e Administração Pública

Sumário. Serviço Público e Administração Pública Sumário Capítulo 1 Contabilidade Pública 1.1 Conceito 1.2 Objeto 1.3 Objetivo 1.4 Campo de Aplicação 1.5 Exercício Financeiro 1.6 Regime Orçamentário e Regime Contábil 1.6.1 Regime de Caixa 1.6.2 Regime

Leia mais

Programa. Finanças Públicas 2.º Ano Turmas A/B/Noite Ano Lectivo 2012/2013. Professor Doutor Eduardo Paz Ferreira. Introdução

Programa. Finanças Públicas 2.º Ano Turmas A/B/Noite Ano Lectivo 2012/2013. Professor Doutor Eduardo Paz Ferreira. Introdução Programa Finanças Públicas 2.º Ano Turmas A/B/Noite Ano Lectivo 2012/2013 Professor Doutor Eduardo Paz Ferreira Introdução I. Aspectos gerais 1. As Finanças Públicas. Questões de ordem geral 2. Fixação

Leia mais

I MACROECONOMIA BÁSICA: AGREGADOS MACROECONÔMICOS,

I MACROECONOMIA BÁSICA: AGREGADOS MACROECONÔMICOS, Sumário Resumido Ordem dos Economistas do Brasil, xiii Apresentação, xv Introdução Teoria Macroeconômica: Evolução e Situação Atual, 1 Parte I MACROECONOMIA BÁSICA: AGREGADOS MACROECONÔMICOS, 17 Apresentação,

Leia mais

Disciplina: CCJ DIREITO FINANCEIRO E TRIBUTÁRIO I. Matéria: 11 - GRADUAÇÃO. Curso(s): 1 - DIREITO. Tipo Curso: Campo: 0. Prática: 0.

Disciplina: CCJ DIREITO FINANCEIRO E TRIBUTÁRIO I. Matéria: 11 - GRADUAÇÃO. Curso(s): 1 - DIREITO. Tipo Curso: Campo: 0. Prática: 0. Disciplina: CCJ0030 - DIREITO FINANCEIRO E TRIBUTÁRIO I Matéria: 11 - GRADUAÇÃO Curso(s): 1 - DIREITO Tipo Curso: Campo: 0 Prática: 0 Teórica: 88 Carga Horária Total Versão Plano de Disciplina: 1 Vigência:

Leia mais

MINISTÉRIO DA FAZENDA Subsecretaria de Planejamento, Orçamento e Administração Coordenação-Geral de Recursos Humanos

MINISTÉRIO DA FAZENDA Subsecretaria de Planejamento, Orçamento e Administração Coordenação-Geral de Recursos Humanos ÓRGÃO: GRA-PR QUADRO GERAL DO PLANO SETORIAL DE APRENDIZAGEM PERMANENTE - 2007 Campos de Conhecimento Número de Carga Custo Total Participante Horária FINANÇAS PÚBLICAS 23 180 15.980,00 TÉCNICO-COMPLEMENTAR

Leia mais

Sumário Capítulo 1 Orçamento Público Atividade financeira do Estado 1.2. Aspectos gerais do Orçamento Público 1.3. Conceitos 1.4. Tipos/Técnicas orçamentárias 1.4.1. Orçamento Tradicional/Clássico 1.4.2.

Leia mais

Objetivos e instrumentos de política econômica, 1

Objetivos e instrumentos de política econômica, 1 Sumário Prefácio, xiii i Objetivos e instrumentos de política econômica, 1 1. Objetivo do estudo de economia, 2 2. Objetivos de política econômica, 3 2.1 Crescimento da produção e do emprego, 3 2.2 Controle

Leia mais

UNIVERSIDADE SÃO JUDAS TADEU

UNIVERSIDADE SÃO JUDAS TADEU CURSO DE DIREITO CURRÍCULO PLENO BACHARELADO 1 CICLO/MÓDULO A Fundamental: (Direito, Política e Economia) Ciência Política 02 0 02 40 Economia e Negócios 04 0 04 80 Fundamentos do Direito Civil 04 0 04

Leia mais

5. Política Fiscal e déficit público

5. Política Fiscal e déficit público 5. Política Fiscal e déficit público 5.1 Política fiscal (tributação e gastos) 5.2 conceito de déficit público 5.3 evolução do déficit público no Brasil 5.4 relação entre déficit público, taxa de juros

Leia mais

A teoria macroeconômica de John Maynard Keynes

A teoria macroeconômica de John Maynard Keynes A teoria macroeconômica de John Maynard Keynes Dr. Antony P. Mueller Professor de Economia Universidade Federal de Sergipe www.continentaleconomics.com John Maynard Keynes (1883-1946) Teoria Geral do Emprego,

Leia mais

4. OS ELEMENTOS FUNDAMENTAIS DA OFERTA E DA PROCURA

4. OS ELEMENTOS FUNDAMENTAIS DA OFERTA E DA PROCURA Licenciatura em Comunicação Social, 2 ano 2002/2003 PROGRAMA de ECONOMIA 1. UNIDADE LECTIVA PRELIMINAR 1.1 Conceitos matemáticos 1.1.1 Conceito de função; funções lineares 1.1.2 Construção e leitura de

Leia mais

PROGRAMA DE DISCIPLINA

PROGRAMA DE DISCIPLINA EMBED CorelDRAW.Graphic.12 Faculdade Anísio Teixeira de Feira de Santana Autorizada pela Portaria Ministerial nº 552 de 22 de março de 2001 e publicada no Diário Oficial da União de 26 de março de 2001.

Leia mais

Sumário. LRF_Book.indb 15 19/03/ :29:01

Sumário. LRF_Book.indb 15 19/03/ :29:01 Sumário Capítulo 1 Disposições Gerais... 1 1.1. Introdução... 1 1.2. Objetivo da obra... 6 1.3. Apresentando a LRF... 6 1.4. Origem da LRF... 7 1.5. Previsão constitucional para implementação da LRF...

Leia mais

CAPACITAÇÃO EM CONTABILIDADE APLICADA AO SETOR PÚBLICO CEARÁ

CAPACITAÇÃO EM CONTABILIDADE APLICADA AO SETOR PÚBLICO CEARÁ Pacote I Área Nº Disciplinas Horas / Aula 03 Procedimentos Contábeis Orçamentários I PCO I Procedimentos Contábeis Orçamentários II PCO II 05 Procedimentos Contábeis Patrimoniais I PCP I Fundamentos 06

Leia mais

CARGA HORÁRIA SEMANAL: 04 PERÍODO: VII

CARGA HORÁRIA SEMANAL: 04 PERÍODO: VII 1. IDENTIFICAÇÃO CÓDIGO DA DISCIPLINA: CARGA HORÁRIA SEMANAL: 04 PERÍODO: VII CARGA HORÁRIA SEMESTRAL: 60 CRÉDITO: 04 NOME DA DISCIPLINA: ECONOMIA DO SETOR PÚBLICO NOME DO CURSO: CIÊNCIAS ECONÔMICAS 2.

Leia mais

Introdução à. Macroeconomia

Introdução à. Macroeconomia Introdução à Prof. Fabini Hoelz Bargas Alvarez IBMEC-RJ / UCP O que é? É o estudo da economia como um todo, pois analisa a economia através de suas variáveis fortemente agregadas. Abrange o comportamento

Leia mais

Finanças Públicas Resultado Primário DÍVIDA PÚBLICA ENTENDER PARA AGIR. Prof. Moisés Ferreira da Cunha Colaboração: Prof. Everton Sotto Tibiriçá Rosa

Finanças Públicas Resultado Primário DÍVIDA PÚBLICA ENTENDER PARA AGIR. Prof. Moisés Ferreira da Cunha Colaboração: Prof. Everton Sotto Tibiriçá Rosa Finanças Públicas Resultado Primário DÍVIDA PÚBLICA ENTENDER PARA AGIR Prof. Moisés Ferreira da Cunha Colaboração: Prof. Everton Sotto Tibiriçá Rosa Os números que traduzem as finanças públicas decorrem

Leia mais

CONTROLE DE CONTEÚDO TRIBUNAL REGIONAL FEDERAL 1ª REGIÃO ANALISTA JUDICIÁRIO ÁREA: ADMINISTRATIVA

CONTROLE DE CONTEÚDO TRIBUNAL REGIONAL FEDERAL 1ª REGIÃO ANALISTA JUDICIÁRIO ÁREA: ADMINISTRATIVA CONTROLE DE CONTEÚDO TRIBUNAL REGIONAL FEDERAL 1ª REGIÃO ANALISTA JUDICIÁRIO ÁREA: ADMINISTRATIVA REGIMENTO INTERNO 1 Organização e composição do TRF 1ª Região: órgãos jurisdicionais, Corregedoria-Regional,

Leia mais

PLANO DE AULA DISCIPLINA: PRÁTICA PROCESSUAL E FISCAL TRIBUTÁRIA CÓD º PERÍODO

PLANO DE AULA DISCIPLINA: PRÁTICA PROCESSUAL E FISCAL TRIBUTÁRIA CÓD º PERÍODO PLANO DE AULA DISCIPLINA: PRÁTICA PROCESSUAL E FISCAL TRIBUTÁRIA CÓD. 00006408 4º PERÍODO TOTAL DE ENCONTROS: 20 SEMANAS SEMANA CONTEÚDOS/MATÉRIA TIPO DE AULA TEXTOS, FILMES E OUTROS MATERIAIS 1 UNIDADE

Leia mais

Sumário. Parte II Mensuração do desempenho gerencial 31. Parte I Gestão 1. Gestão rural no século XXI 3

Sumário. Parte II Mensuração do desempenho gerencial 31. Parte I Gestão 1. Gestão rural no século XXI 3 Parte I Gestão 1 CAPÍTULO 1 Gestão rural no século XXI 3 Estrutura do estabelecimento agropecuário 4 Novas tecnologias 7 A era da informação 8 Controle de ativos 9 Recursos humanos 10 Produção para atender

Leia mais

CONTROLE DE CONTEÚDO CONCURSOS LEGISLATIVOS ÁREA ADMINISTRATIVA

CONTROLE DE CONTEÚDO CONCURSOS LEGISLATIVOS ÁREA ADMINISTRATIVA 1 Domínio da Ortografia Oficial. Emprego das Letras. Emprego da Acentuação Gráfica. 2 Estrutura, Formação e Representação das Palavras. 3 Emprego das Classes de Palavras. 4 Relações de coordenação e de

Leia mais

ANEXO 9.B. Análise Gráfica do Modelo Mundell-Fleming (IS-LM-BP)

ANEXO 9.B. Análise Gráfica do Modelo Mundell-Fleming (IS-LM-BP) ANEXO 9.B Análise Gráfica do Modelo Mundell-Fleming (IS-LM-BP) A apresentação gráfica desse modelo de macroeconomia aberta com concepção keynesiana ajuda a entender passo-a-passo as dezesseis situações

Leia mais

SUMÁRIO. Língua Portuguesa

SUMÁRIO. Língua Portuguesa Língua Portuguesa Compreensão e interpretação de textos de gêneros variados... 3 Reconhecimento de tipos e gêneros textuais... 9 Domínio da ortografia oficial... 21 Domínio dos Mecanismos de Coesão Textual

Leia mais

SUMÁRIO CAPÍTULO I DOUTRINA BÁSICA DE DIREITO FINANCEIRO

SUMÁRIO CAPÍTULO I DOUTRINA BÁSICA DE DIREITO FINANCEIRO Direito Financeiro SUMÁRIO CAPÍTULO I DOUTRINA BÁSICA DE DIREITO FINANCEIRO 1 O DIREITO FINANCEIRO NOÇÕES INTRODUTÓRIAS... 21 1.1 O Estado e a atividade financeira... 21 1.2 Necessidades que não podem

Leia mais

Financiamento Orçamentário

Financiamento Orçamentário Financiamento Orçamentário Glauber P. de Queiroz Ministério do Planejamento SEAFI/SOF/MP Etapa Brasília Março 2016 Oficina XX Financiamento Orçamentário Duração : 04 h Conteúdo: Conceito de Déficit Orçamentário,

Leia mais

ANEXO II - RESOLUÇÃO Nº 282/2006-CEPE PLANO DE ENSINO

ANEXO II - RESOLUÇÃO Nº 282/2006-CEPE PLANO DE ENSINO PLANO DE ENSINO PERÍODO LETIVO/ANO: 2009 ANO DO CURSO: 2º Curso: Ciências Econômicas Modalidade: Bacharelado Turno: Noturno Centro: Centro de Ciências Sociais Aplicadas (CCSA) Campus: Cascavel Disciplina

Leia mais

CURSO ENGENHARIA DE PRODUÇÃO Autorizado pela Portaria nº de 25/08/10 D.O.U de 27/08/10 Componente Curricular: Economia

CURSO ENGENHARIA DE PRODUÇÃO Autorizado pela Portaria nº de 25/08/10 D.O.U de 27/08/10 Componente Curricular: Economia CURSO ENGENHARIA DE PRODUÇÃO Autorizado pela Portaria nº 1.150 de 25/08/10 D.O.U de 27/08/10 Componente Curricular: Economia Código: ENGP 440 Pré-requisito: Período Letivo: 2016.2 Professor: Wivaldo Andreson

Leia mais

SUMÁRIO. Língua Portuguesa

SUMÁRIO. Língua Portuguesa Língua Portuguesa Compreensão de texto contemporâneo... 3 Reconhecimento de modos de organização de diferentes gêneros de texto...9 Reconhecimento do uso significativo dos diferentes recursos gramaticais

Leia mais

DIREITO FINANCEIRO ORÇAMENTO PÚBLICO (continuação)

DIREITO FINANCEIRO ORÇAMENTO PÚBLICO (continuação) DIREITO FINANCEIRO ORÇAMENTO PÚBLICO (continuação) III. VEDAÇÕES ORÇAMENTÁRIAS A vedação, tratada pelo art. 167, da CF, é dividida em 2 tópicos: a) Execução Orçamentária (limitações a serem aplicadas no

Leia mais

Contabilidade Pública. Aula 2. Apresentação. Aula 2. Orçamento Público. O orçamento nacional deve ser equilibrado

Contabilidade Pública. Aula 2. Apresentação. Aula 2. Orçamento Público. O orçamento nacional deve ser equilibrado Contabilidade Pública Aula 2 Apresentação Prof. Me. Adilson Lombardo Aula 2 Orçamento Público: conceito e finalidades. O orçamento nacional deve ser equilibrado As dívidas públicas devem ser reduzidas...

Leia mais

ORÇAMENTO PÚBLICO E FINANÇAS FUNDAÇÃO CARLOS CHAGAS (FCC) TRT s 04 PROVAS 16 QUESTÕES ( )

ORÇAMENTO PÚBLICO E FINANÇAS FUNDAÇÃO CARLOS CHAGAS (FCC) TRT s 04 PROVAS 16 QUESTÕES ( ) ORÇAMENTO PÚBLICO E FINANÇAS FUNDAÇÃO CARLOS CHAGAS (FCC) TÉCNICO TRT s 04 PROVAS 16 QUESTÕES (2012 2010) A apostila contém provas de Orçamento Público e Finanças de concursos da Fundação Carlos Chagas

Leia mais

COLEGIADO DO CURSO DE DIREITO Autorizado pela Portaria no de 05/12/02 DOU de 06/12/02 Componente Curricular: ECONOMIA PLANO DE CURSO

COLEGIADO DO CURSO DE DIREITO Autorizado pela Portaria no de 05/12/02 DOU de 06/12/02 Componente Curricular: ECONOMIA PLANO DE CURSO COLEGIADO DO CURSO DE DIREITO Autorizado pela Portaria no 3.355 de 05/12/02 DOU de 06/12/02 Componente Curricular: ECONOMIA Código: DIR 141 Pré-requisito: ------- Período Letivo: 2013.1 Professor: PRISCILA

Leia mais

Ementário das Disciplinas do Currículo do Curso de Bacharelado em Ciências Contábeis do USJ

Ementário das Disciplinas do Currículo do Curso de Bacharelado em Ciências Contábeis do USJ CONTEÚDOS CURRICULARES: Conteúdos curriculares: ementas das disciplinas/componentes curriculares considerando a adequação dos conteúdos à carga horária (em horas/ créditos), a adequação da bibliografia

Leia mais

CONTROLE DE CONTEÚDO - ASSEMBLEIA LEGISLATIVA SÃO PAULO - TÉCNICO LEGISLATIVO DIREITO

CONTROLE DE CONTEÚDO - ASSEMBLEIA LEGISLATIVA SÃO PAULO - TÉCNICO LEGISLATIVO DIREITO CONTROLE DE CONTEÚDO - ASSEMBLEIA LEGISLATIVA SÃO PAULO - TÉCNICO LEGISLATIVO DIREITO LÍNGUA PORTUGUESA 1 Leitura e análise de textos. Estruturação do texto e dos parágrafos. Significação contextual de

Leia mais

Curso: Administração Período 2º Ano/Sem: 2011/2. Disciplina: Microeconomia CH. Semanal: 4 h/aula CH Total: 64 h/aula

Curso: Administração Período 2º Ano/Sem: 2011/2. Disciplina: Microeconomia CH. Semanal: 4 h/aula CH Total: 64 h/aula MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS FACULDADE DE ADMINISTRAÇÃO, CIÊNCIAS CONTÁBEIS E CIÊNCIAS ECONÔMICAS CURSO DE CIÊNCIAS ECONÔMICAS PLANO DE ENSINO Curso: Administração Período 2º Ano/Sem:

Leia mais

CONCURSO PÚBLICO PARA INGRESSO NOS QUADROS COMPLEMENTARES DE OFICIAIS INTENDENTES DA MARINHA (CP-QC-IM) EM Resumo

CONCURSO PÚBLICO PARA INGRESSO NOS QUADROS COMPLEMENTARES DE OFICIAIS INTENDENTES DA MARINHA (CP-QC-IM) EM Resumo CONCURSO PÚBLICO PARA INGRESSO NOS QUADROS COMPLEMENTARES DE OFICIAIS INTENDENTES DA MARINHA (CP-QC-IM) EM 2016 Resumo 1 - O candidato aprovado e classificado na Seleção Inicial fará o Curso de Formação

Leia mais

Plano de Estudos. Turma Elite Câmara dos Deputados Instituto Cognos Fernando Mesquita. versão 1.2

Plano de Estudos. Turma Elite Câmara dos Deputados Instituto Cognos Fernando Mesquita. versão 1.2 Plano de Estudos Turma Elite Câmara dos Deputados 2015 versão 1.2 Fernando Mesquita 1 1 Português Ortografia oficial, letras e acentuação 1 1 Adm. Planejamento estratégico (1/5)* 1 1 DC Título I 1 1 Arquiv.

Leia mais

Desafios da Lei de Responsabilidade Fiscal José Roberto R. Afonso

Desafios da Lei de Responsabilidade Fiscal José Roberto R. Afonso Desafios da Lei de Responsabilidade Fiscal José Roberto R. Afonso Seminário O Desafio Fiscal do Brasil INSPER, 7/ 15/ 2015 1 LRF Histórico 1922 - Código de Contabilidade Pública (Decreto 4536) 1964 Lei

Leia mais

Parte I Compreensão dos Fundamentos da Ciência Política, Estado, Governo e Administração Pública, 9

Parte I Compreensão dos Fundamentos da Ciência Política, Estado, Governo e Administração Pública, 9 Sumário Apresentação, xiii Estrutura do livro, xv Introdução, 1 Debate sobre Governo e Administração Pública, 1 Gestão Pública no Brasil, 3 Reforma e Modernização do Estado, 4 Papel do Estado no Mundo

Leia mais

Boletim Econômico Edição nº 72 outubro de 2015 Organização: Maurício José Nunes Oliveira Assessor econômico

Boletim Econômico Edição nº 72 outubro de 2015 Organização: Maurício José Nunes Oliveira Assessor econômico Boletim Econômico Edição nº 72 outubro de 2015 Organização: Maurício José Nunes Oliveira Assessor econômico Crise política e crise econômica no Brasil e suas repercussões no mundo 1 1. A crise econômica

Leia mais

UNIVERSIDADE DE BRASÍLIA PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ECONOMIA EDITAL No. 4/2013

UNIVERSIDADE DE BRASÍLIA PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ECONOMIA EDITAL No. 4/2013 1 UNIVERSIDADE DE BRASÍLIA PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ECONOMIA EDITAL No. 4/2013 SELEÇÃO DE CANDIDATOS ÀS VAGAS DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ECONOMIA PARA O CURSO DE MESTRADO PROFISSIONAL EM ECONOMIA

Leia mais

Índice ECONOMIA E NEGÓCIOS PARTE I. Índice de caixas, figuras e tabelas 13. Prefácio para os estudantes 19. Prefácio para os professores 21

Índice ECONOMIA E NEGÓCIOS PARTE I. Índice de caixas, figuras e tabelas 13. Prefácio para os estudantes 19. Prefácio para os professores 21 Índice Índice de caixas, figuras e tabelas 13 Prefácio para os estudantes 19 Prefácio para os professores 21 PARTE I ECONOMIA E NEGÓCIOS Capítulo 1 Ambiente empresarial 1.1. Âmbito da economia empresarial

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO JOÃO DEL-REI NÚCLEO DE EDUCAÇÃO À DISTÂNCIA CURSO DE GRADUAÇÃO EM ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA GABARITO

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO JOÃO DEL-REI NÚCLEO DE EDUCAÇÃO À DISTÂNCIA CURSO DE GRADUAÇÃO EM ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA GABARITO UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO JOÃO DEL-REI NÚCLEO DE EDUCAÇÃO À DISTÂNCIA CURSO DE GRADUAÇÃO EM ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA GABARITO GRUPO: CONTABILIDADE E ORÇAMENTO DATA: HORÁRIO: NOME DO CANDIDATO: CPF: ASSINATURA:

Leia mais

Ficha de Unidade Curricular (FUC) Unidade Curricular: Análise Macroeconómica

Ficha de Unidade Curricular (FUC) Unidade Curricular: Análise Macroeconómica INSTITUTO POLITÉCNICO DE COIMBRA INSTITUTO SUPERIOR DE CONTABILIDADE E ADMINISTRAÇÂO DE COIMBRA Aprovação do conselho Técnico-Científico 20/2/2013 Ficha de Unidade Curricular (FUC) Unidade Curricular:

Leia mais

Sistema de Controle Acadêmico. Grade Curricular. Curso : CIÊNCIAS CONTÁBEIS. CRÉDITOS Obrigatórios: 136 Optativos: 16. 1º Semestre

Sistema de Controle Acadêmico. Grade Curricular. Curso : CIÊNCIAS CONTÁBEIS. CRÉDITOS Obrigatórios: 136 Optativos: 16. 1º Semestre Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro Pró-reitoria de Graduação - DAARG DRA - Divisão de Registros Acadêmicos Sistema de Controle Acadêmico Grade Curricular 30/01/2014-13:28:06 Curso : CIÊNCIAS

Leia mais

Cód. Disciplina Período Créditos Carga Horária º 4 Semanal Mensal 4 60 ANÁLISE MACROECONÔMICA I

Cód. Disciplina Período Créditos Carga Horária º 4 Semanal Mensal 4 60 ANÁLISE MACROECONÔMICA I Cód. Disciplina Período Créditos Carga Horária 020022 5º 4 Semanal Mensal 4 60 Nome da Disciplina ANÁLISE MACROECONÔMICA II Curso CIÊNCIAS ECONÔMICAS ANÁLISE MACROECONÔMICA I Modelo keynesiano simplificado.

Leia mais

ANEXO 01 (Conteúdo do EXIN Ciências Contábeis - Campus Mossoró) 3ª SÉRIE

ANEXO 01 (Conteúdo do EXIN Ciências Contábeis - Campus Mossoró) 3ª SÉRIE DISCIPLINAS DA SÉRIE ANEXO 01 (Conteúdo do EXIN 2016.2 Ciências Contábeis - Campus Mossoró) 3ª SÉRIE CONTABILIDADE INTRODUTÓRIA II DIREITO TRIBUTARIO LEGISLAÇÃO SOCIAL E TRABALHISTA ORÇAMENTO PUBLICO TEORIA

Leia mais

QUADRO DE DISCIPLINAS

QUADRO DE DISCIPLINAS QUADRO DE DISCIPLINAS Disciplinas 1 Horas- Aula 2 1. Fundamentos do Gerenciamento de Projetos 24 2. Gerenciamento do Escopo em Projetos 24 3. Gerenciamento da Qualidade em Projetos 12 4. Gerenciamento

Leia mais

FUNDAÇÃO GETULIO VARGAS

FUNDAÇÃO GETULIO VARGAS PÓS-GRADUAÇÃO GESTÃO EMPRESARIAL TURMA 2016 53 FUNDAÇÃO GETULIO VARGAS MBA EM GESTÃO FINANCEIRA, CONTROLADORIA E AUDITORIA TURMA 27 Vitória-ES APRESENTAÇÃO O curso de MBA em Gestão Financeira, Controladoria

Leia mais

Sumário. Capítulo Breves Noções Históricas A Contabilidade no Brasil O Símbolo da Contabilidade...4

Sumário. Capítulo Breves Noções Históricas A Contabilidade no Brasil O Símbolo da Contabilidade...4 Sumário Capítulo 1 Breves Noções Históricas...1 1.1. Breves Noções Históricas...1 1.2. A Contabilidade no Brasil...3 1.3. O Símbolo da Contabilidade...4 Capítulo 2 Conceitos Iniciais...5 2.1. A Definição

Leia mais

Federação Nacional dos Engenheiros (FNE) Colocar a economia no rumo do crescimento

Federação Nacional dos Engenheiros (FNE) Colocar a economia no rumo do crescimento Federação Nacional dos Engenheiros (FNE) Colocar a economia no rumo do crescimento Prof. Dr. Antonio Corrêa de Lacerda Barra Bonita, 25 de Novembro de 2016 BRASIL: EVOLUÇÃO DO CRESCIMENTO DO PIB (VAR.

Leia mais

Faço saber que a Assembléia Legislativa do Estado do Tocantins decreta e eu sanciono a seguinte Lei:

Faço saber que a Assembléia Legislativa do Estado do Tocantins decreta e eu sanciono a seguinte Lei: LEI Nº 1.415, DE 20 DE NOVEMBRO DE 2003. Publicado no Diário Oficial nº 1568 *Revogada pela Lei nº 2.735, de 4/07/2013. Dispõe sobre o Sistema de Controle Interno do Poder Executivo Estadual, e adota outras

Leia mais

PROPOSTA DE PILARES PARA O PRÓXIMO PROGRAMA DE APOIO AS POLÍTICAS (PSI) APRESENTAÇÃO AO SEMINÁRIO DE AVALIAÇÃO DOS PROGRAMAS DO FMI E PERSPECTIVAS

PROPOSTA DE PILARES PARA O PRÓXIMO PROGRAMA DE APOIO AS POLÍTICAS (PSI) APRESENTAÇÃO AO SEMINÁRIO DE AVALIAÇÃO DOS PROGRAMAS DO FMI E PERSPECTIVAS PROPOSTA DE PILARES PARA O PRÓXIMO PROGRAMA DE APOIO AS POLÍTICAS (PSI) APRESENTAÇÃO AO SEMINÁRIO DE AVALIAÇÃO DOS PROGRAMAS DO FMI E PERSPECTIVAS MAPUTO, 11 DE MARÇO DE 2013 ESTRUTURA DA APRESENTAÇÃO

Leia mais

Unidade I. Economia e Gestão do. Prof. Maurício Felippe Manzalli

Unidade I. Economia e Gestão do. Prof. Maurício Felippe Manzalli Unidade I Economia e Gestão do Setor Público Prof. Maurício Felippe Manzalli Estado De onde surge a palavra? O que essa expressão significa? O que quer representar? Qual a relação entre o Estado e a Qual

Leia mais

Unidade I Teoria Geral dos Tributos. Capítulo 1 Conceito de Tributo e suas Espécies...3. Capítulo 2 Os Impostos Capítulo 3 As Taxas...

Unidade I Teoria Geral dos Tributos. Capítulo 1 Conceito de Tributo e suas Espécies...3. Capítulo 2 Os Impostos Capítulo 3 As Taxas... S u m á r i o Unidade I Teoria Geral dos Tributos Capítulo 1 Conceito de Tributo e suas Espécies...3 1.1. Conceito de Tributo... 3 1.2. As Espécies Tributárias... 8 Capítulo 2 Os Impostos... 18 2.1. Teoria

Leia mais

LC 101/2000 Lei de Responsabilidade Fiscal. Aspectos Operacionais. Edson Ronaldo Nascimento Analista de Finanças

LC 101/2000 Lei de Responsabilidade Fiscal. Aspectos Operacionais. Edson Ronaldo Nascimento Analista de Finanças LC 101/2000 Lei de Responsabilidade Fiscal Aspectos Operacionais Edson Ronaldo Nascimento Analista de Finanças Edsonn@fazenda.gov.br Aspectos Operacionais da LC 101 1. Introdução Após a fase de entendimentos

Leia mais

Experiência do Brasil para melhoria da transparência fiscal

Experiência do Brasil para melhoria da transparência fiscal PAINEL VI O Brasil no contexto da transparência fiscal Experiência do Brasil para melhoria da transparência fiscal George Alberto de Aguiar Soares Secretário Adjunto para Assuntos Fiscais/SOF SUMÁRIO 1

Leia mais

INTRODUÇÂO À MACROECONOMIA. Programa. Ano Lectivo

INTRODUÇÂO À MACROECONOMIA. Programa. Ano Lectivo INTRODUÇÂO À MACROECONOMIA Programa Ano Lectivo 2006-07 Objectivos: Esta disciplina tem como objectivo ensinar os princípios básicos da macroeconomia com ênfase em economias de mercado aberto. Pretende-se

Leia mais

EDITAL THCURSOS Nº 001, DE 29 DE SETEMBRO DE 2015.

EDITAL THCURSOS Nº 001, DE 29 DE SETEMBRO DE 2015. EDITAL THCURSOS Nº 001, DE 29 DE SETEMBRO DE 2015. REGULAMENTA O PRIMEIRO SIMULADO PARA O CONCURSO PÚBLICO PARA PROVIMENTO EM CARGOS DE TÉCNICO DE CONTROLE EXTERNO NO ÂMBITO DO TRIBUNAL DE CONTAS DO MUNICÍPIO

Leia mais

Capítulo 1 Origem e evolução histórica e legislativa no Brasil e no mundo... 1 Capítulo 2 Direito Previdenciário... 11

Capítulo 1 Origem e evolução histórica e legislativa no Brasil e no mundo... 1 Capítulo 2 Direito Previdenciário... 11 Sumário Capítulo 1 Origem e evolução histórica e legislativa no Brasil e no mundo... 1 1.1. Introdução...1 1.2. Assistência social...1 1.3. Mutualismo...2 1.4. Seguro privado...2 1.5. Seguro social...3

Leia mais

O que é orçamento público?

O que é orçamento público? O que é orçamento público? É a previsão de arrecadação de receitas e a fixação de despesas para um período determinado. É computar, avaliar, calcular a previsão da arrecadação de tributos e o gasto de

Leia mais

Filosofia e Direito. Filosofia e Direito

Filosofia e Direito. Filosofia e Direito 2016-2 HORÁRIO DO 1º SEMESTRE 1ª Aula Humanidades em Direito Redação e Linguagem Jurídica Filosofia e Direito Ciência Política e Teoria do Estado Introdução ao Estudo do Direito 2ª Aula Humanidades em

Leia mais

PLANO DE ENSINO Disciplina: Fundamentos de Economia I CHS: 64

PLANO DE ENSINO Disciplina: Fundamentos de Economia I CHS: 64 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS FACULDADE DE ADMINISTRAÇÃO, CIÊNCIAS CONTÁBEIS E CIÊNCIAS ECONÔMICAS CURSO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS PLANO DE ENSINO Disciplina: Fundamentos de Economia

Leia mais

AFO-SEFAZ-PI. Professor: Leonardo Chaves

AFO-SEFAZ-PI. Professor: Leonardo Chaves AFO-SEFAZ-PI Professor: Leonardo Chaves Administração Financeira e Orçamentária & Orçamento Público para o concurso de Analista Tributário da Secretaria de Fazenda do Estado do Piauí (SEFAZ-PI), com dicas

Leia mais

Jornada do CFO O papel do executivo financeiro na crise. Othon Almeida, Sócio líder do CFO Program da Deloitte

Jornada do CFO O papel do executivo financeiro na crise. Othon Almeida, Sócio líder do CFO Program da Deloitte Jornada do CFO 2015 O papel do executivo financeiro na crise Othon Almeida, Sócio líder do CFO Program da Deloitte A jornada do CFO O panorama econômico brasileiro mudou ao longo das décadas... 2016-2018:???????

Leia mais

PLANEJAMENTO E GESTÃO TRIBUTÁRIA

PLANEJAMENTO E GESTÃO TRIBUTÁRIA EMENTA PLANEJAMENTO E GESTÃO TRIBUTÁRIA DISCIPLINA: Contabilidade Empresarial EMENTA: A disciplina enfoca a legislação e órgãos normatizadores, o balanço patrimonial, a demonstração do resultado do exercício,

Leia mais

Sistemas de Controle das empresas estatais

Sistemas de Controle das empresas estatais Sistemas de Controle das empresas estatais Alexandre Luis Bragança Penteado Gerente Setorial do Jurídico Corporativo de Órgãos Externos da Petróleo Brasileiro S.A. - PETROBRAS Sistemas de controle do Estado

Leia mais

CARLOS ALBERTO DE MORAES RAMOS FILHO. ~~~~~T~ ~~~A~t~~~~ , .. ~ ,r"" I. ~~f! I'.,~.. o.esaraiva

CARLOS ALBERTO DE MORAES RAMOS FILHO. ~~~~~T~ ~~~A~t~~~~ , .. ~ ,r I. ~~f! I'.,~.. o.esaraiva CARLOS ALBERTO DE MORAES RAMOS FILHO ~~~~~T~ ~~~A~t~~~~ ------, 2015.. ~ o.esaraiva '. ~~f! I'.,~..,r"" I SUMÁRIO '.. Homenagem... 9 Ag'radecimentos...:... 11 Metodologia esquematizado... 13. Apresentação...:...

Leia mais

BRASIL 5a. ECONOMIA DO MUNDO: CHEGAREMOS LÁ?

BRASIL 5a. ECONOMIA DO MUNDO: CHEGAREMOS LÁ? 1 Secretaria de Acompanhamento Econômico - SEAE BRASIL 5a. ECONOMIA DO MUNDO: CHEGAREMOS LÁ? Antonio Henrique P. Silveira Secretário de Acompanhamento Econômico 6 de fevereiro de 2010 1 Sumário A Estratégia

Leia mais

4 - A LOA compreende, entre outros, o orçamento de investimento de todas as empresas de que a União participe.

4 - A LOA compreende, entre outros, o orçamento de investimento de todas as empresas de que a União participe. Orçamento Público CF/88 (CESPE SAD/PE Analista de Controle Interno Especialidade: Finanças Públicas/2010) - A seção II do capítulo referente às finanças públicas, estabelecido na CF, regula os denominados

Leia mais

C O M U N I C A D O. Art. 2º Dê-se ciência aos interessados e a quem de direito para que o presente produza seus efeitos. Publique-se.

C O M U N I C A D O. Art. 2º Dê-se ciência aos interessados e a quem de direito para que o presente produza seus efeitos. Publique-se. COMUNICADO CTADS/IT 1/2017 DIVULGA RELAÇÃO DE DISCIPLINAS RECOMENDADAS COMO OPTATIVAS PARA O O CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM ANÁLISE E DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS DO CAMPUS ITATIBA DA UNIVERSIDADE SÃO

Leia mais

2. As Despesas Públicas

2. As Despesas Públicas 2. As Despesas Públicas 2.1 Enquadramento geral 2.1.1.Noção de despesas públicas 2.1.2. Classificação e tipologias de despesas públicas 2.1.3.despesa pública 2.1.4. O crescimento da despesa pública 1 Bibliografia

Leia mais

Economia. Prof. Me. Wesley V. Borges

Economia. Prof. Me. Wesley V. Borges Economia Prof. Me. Wesley V. Borges ECONOMIA Seja em nosso cotidiano, seja nos jornais, rádio, televisão, internet, deparamo-nos com inúmeras questões econômicas, tais como: Aumento de preços; Períodos

Leia mais

Clipping Tribunal de Contas do Estado do Piauí Sábado, 06 de fevereiro de 2016

Clipping Tribunal de Contas do Estado do Piauí Sábado, 06 de fevereiro de 2016 Clipping Tribunal de Contas do Estado do Piauí Sábado, 06 de fevereiro de 2016 Clipping Tribunal de Contas do Estado do Piauí Domingo, 07 de fevereiro de 2016 Clipping Tribunal de Contas do Estado do

Leia mais

CURSO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS Autorizado pela Portaria no de 04/07/01 DOU de 09/07/01 Componente Curricular: MERCADO DE CAPITAIS

CURSO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS Autorizado pela Portaria no de 04/07/01 DOU de 09/07/01 Componente Curricular: MERCADO DE CAPITAIS CURSO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS Autorizado pela Portaria no 1.393 de 04/07/01 DOU de 09/07/01 Componente Curricular: MERCADO DE CAPITAIS Código: CTB 000 Pré-requisito: ------- Período Letivo: 2016.1 Professor:

Leia mais

Economia e Finanças Públicas Aula T17. Bibliografia. Conceitos a reter. Cap. 5 - Orçamento do Estado (OE) Livro EFP, Cap. 12. Orçamento do Estado

Economia e Finanças Públicas Aula T17. Bibliografia. Conceitos a reter. Cap. 5 - Orçamento do Estado (OE) Livro EFP, Cap. 12. Orçamento do Estado Economia e Finanças Públicas Aula T17 Cap. 5 - Orçamento do Estado (OE) 5.1 Noção de orçamento e ciclo orçamental 5.1.1 Noção, âmbito e importância do OE 5.1.2 O conteúdo da Proposta de Lei do OE 5.1.3

Leia mais

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO ESQUEMATIZADO: ANALISTA JUDICIÁRIO - ÁREA ADMINISTRATIVA

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO ESQUEMATIZADO: ANALISTA JUDICIÁRIO - ÁREA ADMINISTRATIVA CONTEÚDO PROGRAMÁTICO ESQUEMATIZADO: ANALISTA JUDICIÁRIO - ÁREA ADMINISTRATIVA DE ACORDO COM O EDITAL N 1, DE 24 DE NOVEMBRO DE 201, DO TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DE SÃO PAULO, TRE-SP CONHECIMENTOS BÁSICOS

Leia mais

CONTROLE DE CONTEÚDO - TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DE SÃO PAULO ANALISTA JUDICIÁRIO ÁREA: CONTABILIDADE (TRE-SP AJAC)

CONTROLE DE CONTEÚDO - TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DE SÃO PAULO ANALISTA JUDICIÁRIO ÁREA: CONTABILIDADE (TRE-SP AJAC) CONTROLE DE CONTEÚDO - TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DE SÃO PAULO ANALISTA JUDICIÁRIO ÁREA: CONTABILIDADE (TRE-SP AJAC) 1 Ortografia oficial. GRAMÁTICA E INTERPRETAÇÃO DE TEXTO DA LÍNGUA PORTUGUESA CONTEÚDO

Leia mais

Dimensão financeira do desequilíbrio fiscal

Dimensão financeira do desequilíbrio fiscal Dimensão financeira do desequilíbrio fiscal Geraldo Biasoto Jr I Jornada de Debates sobre a Dívida Pública 20/10/2105 Ministério Público Federal/Ministério Público de Contas SP Quando o fiscal virou financeiro?

Leia mais

UNIVERSIDADE ESTADUAL PAULISTA JÚLIO DE MESQUITA FILHO. Faculdade de Ciências e Letras FCLar Araraquara

UNIVERSIDADE ESTADUAL PAULISTA JÚLIO DE MESQUITA FILHO. Faculdade de Ciências e Letras FCLar Araraquara UNIVERSIDADE ESTADUAL PAULISTA JÚLIO DE MESQUITA FILHO Faculdade de Ciências e Letras FCLar Araraquara PROJETO DE PESQUISA : em Macroeconomia Aberta da Argentina referente aos anos de 2006-2012 Coordenador:

Leia mais

Faço saber que a CÂMARA MUNICIPAL DE BELÉM estatui e eu sanciono a seguinte Lei:

Faço saber que a CÂMARA MUNICIPAL DE BELÉM estatui e eu sanciono a seguinte Lei: Estima a Receita e fixa a Despesa do Município de Belém, para o exercício de 2016. O PREFEITO MUNICIPAL DE BELÉM, Faço saber que a CÂMARA MUNICIPAL DE BELÉM estatui e eu sanciono a seguinte Lei: Art. 1º

Leia mais

Organização da Aula 2. Gestão do Orçamento Público. Aula 2. Contextualização

Organização da Aula 2. Gestão do Orçamento Público. Aula 2. Contextualização Organização da Aula 2 Gestão do Orçamento Público Aula 2 Base legal e orçamento público Princípios Constitucionais; Legislação e instrumentos legais de planejamento público orçamentário. Prof. Nivaldo

Leia mais

Definições: Material 1. Problema Econômico Fundamental

Definições: Material 1. Problema Econômico Fundamental Material 1 Microeconomia Gilmar Ferreira Abril 2010 Escassez Eficiência produtiva e alocativa Curva de possibilidades de produção Eficiência (ótimo) de Pareto Custo de oportunidade Racionalidade econômica

Leia mais

NOÇÕES DE DIREITO CONSTITUCIONAL

NOÇÕES DE DIREITO CONSTITUCIONAL NOÇÕES DE DIREITO CONSTITUCIONAL 1 Constituição. 1.1 Conceito, classificações, princípios fundamentais. 2 Direitos e garantias fundamentais. 2.1 Direitos e deveres individuais e coletivos, Direitos sociais,

Leia mais

Conteúdo Programático Contabilidade Geral Básica - CGB [2ª Edição]

Conteúdo Programático Contabilidade Geral Básica - CGB [2ª Edição] Conteúdo Programático Contabilidade Geral Básica - CGB [2ª Edição] CAPÍTULO I. Introdução ao Curso de Contabilidade Introdução ao Curso de Contabilidade 1. Contabilidade. 2. Contabiliza.se o quê. 3. O

Leia mais

Consolidação dos Trabalhos sobre componentes do Balanço de Pagamentos. Análise Macroeconômica 1º semestre de 2007

Consolidação dos Trabalhos sobre componentes do Balanço de Pagamentos. Análise Macroeconômica 1º semestre de 2007 Consolidação dos Trabalhos sobre componentes do Balanço de Pagamentos Análise Macroeconômica 1º semestre de 2007 Balanço de Pagamentos do Brasil Componentes destacados Balança Comercial; Balança de Serviços;

Leia mais

Sumário. Prefácio, xiii PARTE I AMBIENTE FINANCEIRO, 1

Sumário. Prefácio, xiii PARTE I AMBIENTE FINANCEIRO, 1 Prefácio, xiii PARTE I AMBIENTE FINANCEIRO, 1 1 Origem da Moeda e Intermediação Financeira, 3 1.1 Atividade econômica, 4 1.2 Primeiro estágio: economia de escambo, 10 1.3 Segundo estágio: introdução da

Leia mais

Tributária Bruta

Tributária Bruta Evolução da Carga Tributária Bruta 1990 2009 Setembro de 2010 1 Os INFORMATIVOS ECONÔMICOS da (SPE) são elaborados a partir de dados de conhecimento público, cujas fontes primárias são instituições autônomas,

Leia mais

DA CONTABILIDADE AO ORÇAMENTO POR COMPETÊNCIA

DA CONTABILIDADE AO ORÇAMENTO POR COMPETÊNCIA DA CONTABILIDADE AO ORÇAMENTO POR COMPETÊNCIA 2013 REFORMAS CONTÁBEIS CONTEXTO INTERNACIONAL Origens em registro base caixa; Reformas em âmbito mundial para melhor gestão dos recursos públicos rotuladas

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO Fundação Instituída nos termos da Lei nº 5.152, de 21/10/1966 São Luís - Maranhão.

UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO Fundação Instituída nos termos da Lei nº 5.152, de 21/10/1966 São Luís - Maranhão. COMPONENTES CURRICULARES OBRIGATÓRIA 1º PERÍODO Créditos Carga Horária Prérequisito Teórico Prático E Total Horas Aula Horas Relógio 1 Contabilidade Básica I DECCA 4 - - 4 60 50-2 Sociologia das Organizações

Leia mais

1. IDENTIFICAÇÃO CÓDIGO DA DISCIPLINA: D - 20 PERÍODO: 4 CRÉDITO: 04 CARGA HORÁRIA SEMANAL: 04 CARGA HORÁRIA SEMESTRAL: 60

1. IDENTIFICAÇÃO CÓDIGO DA DISCIPLINA: D - 20 PERÍODO: 4 CRÉDITO: 04 CARGA HORÁRIA SEMANAL: 04 CARGA HORÁRIA SEMESTRAL: 60 1. IDENTIFICAÇÃO CÓDIGO DA DISCIPLINA: D - 20 PERÍODO: 4 CRÉDITO: 04 CARGA HORÁRIA SEMANAL: 04 NOME DA DISCIPLINA: DIREITO FIANCEIRO E ECONOMICO NOME DO CURSO: Direito 2. EMENTA CARGA HORÁRIA SEMESTRAL:

Leia mais

Análise do Documento de Estratégia Orçamental junho de 2014

Análise do Documento de Estratégia Orçamental junho de 2014 Análise do Documento de Estratégia Orçamental 2014-2018 junho de 2014 Cenário macroeconómico O cenário macroeconómico apresentado parece ser equilibrado e razoavelmente prudente: Previsão de crescimento

Leia mais

MÓDULO - 03 ECONOMIA POLÍCIA FEDERAL

MÓDULO - 03 ECONOMIA POLÍCIA FEDERAL 1 2 MÓDULO - 03 ECONOMIA POLÍCIA FEDERAL 01. (ESAF/AFC-STN/2000) Os governos podem auferir receita como resultado de seu monopólio na emissão de moeda. Neste contexto, surge o conceito de seigniorage.

Leia mais

Ficha da Unidade Curricular 2011/2012

Ficha da Unidade Curricular 2011/2012 1 de 5 09-09-2011 16:17 Ficha da Unidade Curricular 2011/2012 IDENTIFICAÇÃO DA UNIDADE CURRICULAR Designação: Economia Monetária e Financeira Última alteração: 2011-09-02 09:47:00 ECTS: 5 Língua de leccionação:

Leia mais

Administração e Economia para Engenharia

Administração e Economia para Engenharia Administração e Economia para Engenharia Aula 4.1: Introdução à macroeconomia Aula 4.2: Agentes, estruturas e parâmetros da macroeconomia 1 Seção 4.1 INTRODUÇÃO À MACROECONOMIA 2 Microeconomia Trata Da

Leia mais

C = 0,8Yd i* = 12 T = 0,25Y X = e I = 300 5i Mimp= 50 6e + 0,1Y G = 400 Md= 0,2Y 12i Ms = 160

C = 0,8Yd i* = 12 T = 0,25Y X = e I = 300 5i Mimp= 50 6e + 0,1Y G = 400 Md= 0,2Y 12i Ms = 160 Universidade de Brasília Departamento de Economia Disciplina: Macroeconomia I Professor: Carlos Alberto Período: 2/2013 Segunda Prova Questões 1. Assuma um país pequeno, com taxa de câmbio flexível e perfeita

Leia mais