Diario de Pernambuco - PE 17/02/2013 às 08:45hs

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Diario de Pernambuco - PE 17/02/2013 às 08:45hs"

Transcrição

1 Cartas à redação Lei Seca Diario de Pernambuco - PE 17/02/2013 às 08:45hs Eu nunca vi tanto empenho numa lei que é séria e que se não cumprida pode tirar a vida de pessoas, além de sérios danos materiais. É policial por todo lado convidando os motoristas para fazer o bafômetro e aplicar as penas cabíveis. Acontece que existe outra Lei Seca que, por falta de bebida, está matando tudo: seres humanos, animais e plantações e o mais estranho é que não se vê ninguém para evitar essa tragédia, talvez porque nessa os governos estadual e federal tenham que colocar dinheiro e na outra eles tiram. Pensem bem: não ter direito a beber água já é a pior das punições. Gostaria de ver nessa o mesmo empenho e velocidade das autoridades. Marcus Correia - Recife Jornal do Commercio - PE 17/02/2013 às 07:28hs Uma saída para hospitais-escola Superintendente do complexo hospitalar da UPE, João Veiga, planeja reabertura de 230 leitos em 6 meses Reabrir 230 leitos em seis meses. É a meta que o cirurgião-geral João Veiga definiu para si na missão provisória de primeiro superintendente do recém-criado complexo hospitalar da Universidade de Pernambuco (UPE). No curto prazo terá ainda que fazer com que os três hospitais universitários - Oswaldo Cruz (Huoc), Pronto-Socorro Cardiológico (Procape) e o Centro de Saúde Amaury de Medeiros (Cisam) - trabalhem de forma integrada. "Sem leitos o hospital não tem como se manter, compromete também sua função de ensino e a população fica desassistida", afirma. Segundo Veiga, é preciso abrir cerca de 100 leitos no Huoc, outros 104 na Maternidade do Cisam, fechada para reforma, e uma dúzia no Procape. Todos para manter serviços já existentes. Embora esteja iniciando um levantamento mais detalhado da situação de cada uma das unidades, o médico definiu como primeiro desafio fazer os três hospitais, referência em

2 alta complexidade, colaborarem na solução de gargalos do SUS. Um deles, é o da gestação de alto risco. "Existe uma demanda de 21 mil partos de alto risco no Estado. É necessário que o Cisam esteja pronto para ajudar na oferta de serviço e ao mesmo tempo atenda parâmetros, como cumprir a vigilância da sífilis congênita, indicando ao Estado e ao Ministério da Saúde as cidades que têm falhado na atenção básica. No Huoc, alvo de protestos em novembro passado, um dos focos é na porta de entrada, a emergência de doenças infectoparasitárias. "Há um grupo de excelência e serviços que só lá são prestados. Precisa estar preparado para atender nas epidemias e situação inusitadas." No Huoc, outra questão é a presença de pacientes crônicos. "Uma solução é criar convênios com hospitais espelhos, que receberiam esses doentes e seriam supervisionados pela equipe. No Procape, a questão primeira é desafogar a emergência, que tem lotação excessiva. O reitor da UPE, Carlos Calado, que escolheu Veiga e o empossou há 13 dias no cargo, explica que a missão dele é monitorar, integrar e articular as três unidades, que ainda não funcionam como um complexo único. "Um médico do Cisam tem que mendigar que um colega do Procape dê parecer a uma gestante com problema no coração", afirma. Veiga ficará no cargo enquanto é definido o processo de seleção de um servidor para a superintendência. "Já estamos convocando reuniões conjuntas dos dirigentes, para que possamos identificar problemas comuns e soluções", afirma João Veiga. Médico concursado do Huoc, com graduação e residência cumpridas na unidade, ele leva a vantagem de conhecer de perto grande parte dos problemas. No entanto, acredita que é a sua missão mais difícil, mesmo carregando a experiência de ex-secretário de Saúde de Olinda e ex-dirigente do Hospital da Restauração. Otimismo não falta na bagagem. "Tenho certeza que vou resolver os problemas. Não senti dificuldade na relação com os dirigentes das unidades e acredito que os servidores estão dispostos a colaborar, diz, em tom amistoso. Ele compara a situação a uma pancreatite aguda, em que o tratamento não pode ser agressivo nem distante, pois levaria à morte do doente. Prefere ações gradativas. E lembra: "O ótimo é inimigo do bom". Jornal do Commercio - PE 17/02/2013 às 07:29hs Falta de pessoal preocupa Ainda em 2012, o governo autorizou a concurso para 95 médicos que preencheriam vagas no Huoc e mais sete para o Procape O anúncio feito recentemente pelo governo do Estado de congelamento até março de concursos e contratações temporárias deixou preocupados segmentos dos três hospitais da UPE. "O Hospital Oswaldo Cruz não pode ficar funcionando eternamente com plantões extras", afirma Carlos Tadeu Leonildo, presidente da Associação Pernambucana de Médicos Residentes e membro do Conselho de Administração do Complexo Hospitalar da UPE. O grupo, que tem representação de três secretários de Estado (Ciência e Tecnologia, Saúde e Administração), dirigentes de faculdades e hospitais, de usuários e servidores, já se reuniu três vezes e foi criado para supervisionar o Huoc, o Cisam e o Procape.

3 Ainda em 2012, o governo autorizou a concurso para 95 médicos que preencheriam vagas no Huoc e mais sete para o Procape. Além disso, deveriam ocorrer seleções simplificadas de profissionais outros para as duas unidades, sendo 265 para o Huoc e 87 para o Pronto-Socorro Cardiológico. O diretor do Huoc, Raílton Bezerra, afirma ser fundamental o concurso, pois a cada dia diminuem os efetivos. Há aposentadorias e pedidos de demissão. Para reabrir leitos em 2012, ele teve que contratar 800 plantões extras a servidores da casa. Além da manutenção de serviços já realizados, o Huoc ainda tem unidades em montagem que precisam de pessoal, como a futura Radioterapia, que exige profissionais especializados. Sérgio Montenegro, diretor do Procape, explica que seria ideal iniciar o processo de seleção simplificada e concurso, "pois leva tempo o cumprimento de prazos na convocação de pessoal". A demora no início do processo vai atrasar o ingresso dos futuros aprovados. Nos dois últimos meses, com pessoal cedido do Cisam, ele conseguiu abrir 20 leitos. Mas assim que o Centro de Saúde voltar a ter espaço para funcionar, as equipes devem retornar ao antigo posto de trabalho. A unidade fechou as portas em outubro, por causa de uma reforma. Fátima Maia, diretora do Cisam, afirma que pediu à Secretaria de Ciência e Tecnologia, que as nomeações de concursados fossem liberadas. A expectativa dela é que até abril isso possa acontecer, pois é o prazo para conclusão da reforma que fechou todos os 104 leitos da maternidade. Antes disso, ela espera reabrir parte dos leitos em espaço locado em outro hospital, o que aguarda liberação de verba estadual. A Secretaria de Administração informa que só irá se pronunciar em abril. Jornal do Commercio - PE 17/02/2013 às 07:41hs Aspirantes a médicos vão para a Argentina Diante da alta concorrência no Brasil e em busca de mensalidades mais baixas, estudantes fogem para o país vizinho Depois da Bolívia e de Cuba, a Argentina se tornou o novo destino de estudantes brasileiros interessados em cursar medicina. São cerca de 4 mil jovens que, diante de dificuldades para conquistar uma vaga em instituições públicas nacionais ou pagar as altas mensalidades, acabaram recorrendo a faculdades naquele país. Em 2012, apenas no consulado da Argentina de Belo Horizonte foram mais de cem pedidos de vistos para estudantes. O fenômeno, que se repete nas demais representações argentinas no País, ganhou força nos últimos dois anos. Na embaixada brasileira na Argentina, o aumento da procura também é confirmado. São vários os pedidos de informação recebidos na representação, sobretudo para cursos de medicina. "Não é difícil entender a razão: a mensalidade no Brasil custa, em média, R$ 5 mil. Na Argentina, o aluno gasta cerca de R$ mensais", afirma o presidente do Instituto Sul-Americano de Pesquisa e Desenvolvimento (Isped), Valdir Carrenho Júnior. A empresa foi montada de olho nesse mercado. Organiza processo seletivo para a Universidad de Morón, em Buenos Aires, além de ajudar na matrícula e permitir que a

4 mensalidade seja paga no Brasil. "Temos classes só de brasileiros, com aulas de espanhol e matérias que lá não são dadas, como bioética." Segundo ele, 200 brasileiros se inscreveram nos últimos quatro anos apenas nesta faculdade. Além do Isped, uma série de outros escritórios foram abertos nos últimos anos para auxiliar estudantes que querem cursar medicina em faculdades da Argentina e Bolívia. "A matrícula numa faculdade no exterior está longe de solucionar o problema", diz o presidente do Conselho Estadual de Medicina de São Paulo (Cremesp), Renato Azevedo Júnior. Ele alerta que a qualidade dos cursos, em boa parte dos casos, está longe de ser razoável: classes superlotadas, laboratórios sem equipamentos e ausência de aulas práticas e hospitais de apoio. A estimativa, diz Azevedo, é a de que existam cerca de 25 mil brasileiros cursando medicina no exterior. "Estamos criando um problema enorme. Alunos que investem tempo e dinheiro e que, provavelmente, serão empurrados para a clandestinidade." O presidente do Conselho Federal de Medicina (CFM), Roberto D Ávila, tem a mesma visão. "Não se trata de corporativismo ou xenofobia. Esses jovens acreditam que os cursos representam uma saída para dificuldades imediatas. Mas eles saem despreparados para a vida profissional: sem uma base teórica sólida, sem conhecimento de problemas de saúde pública do Brasil e, sobretudo, sem experiência para cuidado do paciente." VALIDAÇÃO Médicos que se formaram no exterior só podem trabalhar no País após validarem o diploma. Para isso, precisam passar por um exame organizado nacionalmente, o Revalida, ou se submeter a provas feitas por universidades federais que não aderiram ao exame nacional. O processo, porém, não é fácil. Em 2012, dos 884 profissionais que fizeram o exame, apenas 77 foram aprovados - ou 8,7%. "Os resultados são ruins desde que o teste foi criado. E não é um problema do exame, mas da formação do aluno", diz D Ávila. Jornal do Commercio - PE 17/02/2013 às 07:25hs Repórter JC Saúde não tem preço já tem 408 farmácias O programa do Ministério da Saúde em Pernambuco beneficia 360 mil pessoas com remédios para diabetes, hipertensão e asma. Folha de Pernambuco - PE 17/02/2013 às 08:16hs Orientações serão dadas à distância Anúncio da parceria foi feito sexta-feira passada, no final da manhã, no InCor, pelo ministro da Saúde, Alexandre Padilha Uma equipe do Instituto do Coração (InCor) do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (FMUSP) vai auxiliar médicos de cinco estados

5 do País repassando à distância orientação sobre a melhor conduta em casos de infarto e de outras emergências cardiológicas nos atendimentos a pacientes do Sistema Único de Saúde (SUS). As informações são da Agência Brasil. O sistema está sendo implantado em 200 pontos de atendimento espalhados por São Paulo (90), Bahia (35), Pernambuco (30), Paraná (30) e Distrito Federal (15). O anúncio da parceria foi feito sexta-feira passada, no final da manhã, no InCor, pelo ministro da Saúde, Alexandre Padilha. Trata-se de uma rede informatizada por meio da qual médicos de serviços de emergência do SUS receberão consultoria técnica em tempo real, no atendimento de infartos e casos cardiológicos complexos. A estratégia permitirá aos profissionais de prontos-socorros, unidades de Tratamento Intensivo (UTI) e unidades de Pronto-Atendimento 24 Horas (UPA) o acesso online, com o uso de um vídeo, a orientações de alto nível para os atendimentos. O médico que estiver, por exemplo, no interior da Bahia, ao conectar ao programa, mandar o resultado de exames, conversar com o Instituto do Coração, vai poder dar àquele paciente do interior da Bahia a mesma conduta que seria dada aqui no InCor, explicou Padilha. Folha de Pernambuco - PE 17/02/2013 às 07:45hs Hospital exige mais tempo de internação Antes de redução, obesos devem passar cinco meses nos leitos Cláudia Collucci A fim de evitar complicações pós-operatórias graves em pacientes que chegam a pesar quase 400 kg, o Hospital das Clínicas de São Paulo tem adotado uma nova estratégia. Superobesos mórbidos estão sendo internados por 20 semanas, em média, para que percam peso antes da cirurgia de redução do estômago. São consideradas superobesas pessoas com Índice de Massa Corporal (IMC) acima de 50. A medida tornou-se necessária uma vez que esses pacientes têm problemas cardiorrespiratórios, vasculares e de coagulação que elevam o risco de morte. É uma catástrofe. Muitos não andam, não saem da cama, têm artrose grave e dependem de oxigênio, afirma o médico Daniel Riccioppo, da Unidade de Cirurgia Bariátrica e Metabólica do HC. Não há estimativas do número de superobesos mórbidos no País, mas, no Hospital das Clínicas de São Paulo, eles são 30% dos 1,8 mil pacientes que aguardam para serem operados. O tempo médio de espera é de três anos. Se não emagrecem, o risco de complicações graves, como sangramento, infecções, tromboembolismo pulmonar e trombose, chega a 7%, e o de morte, 0,6%, segundo estudo com 156 superobesos do HC. Estudos apontam que, se o obeso perde de 5% a 20% do peso antes da cirurgia, há uma redução do fígado e da gordura acumulada no órgão. Um fígado menor tem menos sangramento, dá mais espaço para a gente operar e isso facilita a cirurgia no estômago, explica Riccioppo. Internação A regra número um do serviço é: todo obeso mórbido precisa perder peso antes da cirurgia. Os que não emagrecem em casa podem ficar por duas semanas na enfermaria

6 do Hospital das Clínicas de São Paulo, onde ingerem até 800 calorias por dia. Já os superobesos vão para o Hospital de Retaguarda de Suzano, ligado ao HC, que tem hoje seis leitos para esse fim - a fila de espera é de 60 pessoas, em média. Com 20 semanas de internação, eles perdem 20% do peso. Isso é suficiente para reduzir os riscos, diz o médico Daniel Riccioppo. O sucesso da estratégia pode ser constatado em um estudo que o Hospital das Clínicas de São Paulo está prestes a publicar: em 20 casos de superobesos operados após internação, não houve complicações graves nem morte. Quem pode pagar diárias de R$ 600, em média, recorre a spas para emagrecer antes da cirurgia. Não é só perder peso. É tomar consciência de que, no primeiro mês do póscirúrgico, a dieta será líquida e que, depois, vai ter de comer feito passarinho, destaca o endocrinologista do Spa Med, em Sorocaba (SP), Lucas Tadeu Moura. Lá, os pacientes são avaliados por endocrinologista, nutricionista, psicólogo e fisioterapeuta para tentar mudar hábitos de vida. Moura afirma, no entanto, que muitos querem operar para continuar comendo. Eles não encarnam o pensamento magro. Por isso, muitos voltam a engordar, ressalta. Folha de Pernambuco - PE 17/02/2013 às 07:54hs Pacientes conhecem os riscos Estudante garante que não fumava, não registrava sobrepeso ou histórico familiar de trombose Carolina Gonçalves Da Agência Brasil Aos 24 anos, Thais Rezende Xavier não mostra pesar por ter que assumir cuidados redobrados com a saúde por toda a vida. Ao relatar o drama que vive desde que descobriu uma embolia pulmonar, provocada pelo uso de anticoncepcional, a estudante carioca mostrou que, hoje, encara com tranquilidade as restrições impostas por médicos que ainda tratam e acompanham o caso. Nos últimos meses de 2011, depois de um ano tomando o medicamento Diane 35, recomendado por uma ginecologista, Thais começou a sentir falta de ar e cansaço. Não demorou mais que um mês para que o quadro se agravasse. Tinha procurado médicos e feito exames, mas não apareceu nenhum problema. Teve um dia em que desmaiei na rua, o médico que me atendeu identificou a embolia e a primeira coisa que me perguntou foi se usava algum hormônio, contou. Thais foi internada, passou por três cateterismos e a implantação de filtros nas veias, para evitar que a coagulação seguisse para os pulmões, o cérebro e o coração. Hoje, não posso tomar uma série de remédios e continuo fazendo tratamento com anticoagulantes. A estudante garante que não fumava, não registrava sobrepeso ou histórico familiar de trombose - principais fatores de propensão ao problema. Segundo ela, o Diane 35 foi o único hormônio que tomou. Conforme o vice-presidente da comissão de Anticoncepcionais da Federação Brasileira de Ginecologia e Obstetrícia, Rogério Bonassi, a estudante pode ser um dos casos raros de trombofilia no mundo. O problema indica uma propensão de a paciente desenvolver trombose por ter alguma deficiência no sistema de coagulação. Bonassi diz que o Diane

7 35 não apresenta mais riscos que qualquer outro hormônio. Todos os medicamentos indicados como anticoncepcionais no País têm a descrição do risco de trombose na bula. De acordo com estatísticas da comunidade médica brasileira e internacional, a incidência da trombose na população feminina em geral é de cinco casos para cada dez mil mulheres. No caso de pessoas que tomam pílula, o risco passa a ser de nove casos para cada dez mil. Em mulheres grávidas, sem o uso de hormônios, as estatísticas adotadas universalmente apontam que 30 mulheres, em cada dez mil, poderiam desenvolver a doença. Diario de Pernambuco - PE 17/02/2013 às 08:23hs Atendimento via internet Atendimentos do Sistema Único de Saúde (SUS) Uma equipe do Instituto do Coração (InCor) do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (FMUSP) vai auxiliar médicos de cinco estados do país repassando a distância orientação sobre a melhor conduta em casos de infarto e de outras emergências cardiológicas nos atendimentos do Sistema Único de Saúde (SUS). O sistema está sendo implantado em 200 pontos de atendimento espalhados por São Paulo (90), Bahia (35), Pernambuco (30), Paraná (30) e Distrito Federal (15). Tratase de uma rede informatizada por meio da qual médicos de serviços de emergência do SUS receberão consultoria técnica em tempo real, no atendimento de infartos e casos cardiológicos complexos. A estratégia permitirá aos profissionais de prontos-socorros, unidades de tratamento intensivo (UTIs) e UPAs o acesso online, com o uso de um vídeo, a orientações de alto nível para os atendimentos. O médico que estiver, por exemplo, no interior da Bahia, ao conectar ao programa, mandar o resultado de exames, conversar com o Instituto do Coração, vai poder dar àquele paciente do interior da Bahia a mesma conduta que seria dada aqui no InCor, explicou Padilha. (ABR) Diario de Pernambuco - PE 17/02/2013 às 09:43hs "Campeã" na doação de leite Além de amamentar a filha de sete meses, Michele Rafaela, 31, consegue doar 2,4 litros no intervalo de 24h Ana Cláudia Dolores A pequena Mariana, de sete meses de vida, procura o peito da mãe pelo menos dez vezes por dia. O leite materno é seu único alimento. Nem mesmo água ela consome. Se quisesse, no entanto, poderia mamar ainda mais. Leite, com certeza, não faltaria. Isso porque a mãe dela, a técnica em enfermagem Michele Rafaela Maximino, 31 anos, consegue produzir uma quantidade de leite fora do que os médicos consideram normal. Para se ter uma ideia, ela conseguiu doar 2,4 litros num intervalo de apenas 24 horas, enquanto a média da maioria das mulheres é de 200 ml a 250 ml. Ciente da importância que o alimento materno tem para salvar vidas, Michele quer, agora, ser uma doadora frequente. E, com seu gesto, estimular outras mães a fazerem o mesmo. Michele é moradora de Quipapá, na Mata Sul do estado. Na última semana, ela veio ao

8 Recife apenas para doar o alimento, pela primeira vez, ao Imip. O Diario acompanhou a visita de Michele ao banco de leite do hospital. Em três ordenhas, feitas num intervalo de 24 horas, ela conseguiu retirar 2,4 litros. Isso quer dizer que, além do que foi consumido por sua filha, ela ainda conseguiu produzir leite suficiente para alimentar mais de oito crianças por um dia, segundo os cálculos da equipe médica do Imip. É uma pessoa que vai ajudar a salvar vidas, avaliou a coordenadora do banco de leite do Imip, Vilneide Braga-Serva. A coordenadora do banco de leite do Hospital das Clínicas (HC), Fátima Mendonça, reconheceu a excepcionalidade do caso. Já recebemos mulheres que conseguiram retirar até 300 ml por ordenha, mas nunca desse jeito. Ela não é comum. No estado, acredito que é o 2º caso de doação nessa quantidade em apenas um dia, afirmou. As médicas, no entanto, descartam que a abundância de leite produzido por Michele esteja relacionada a problemas de saúde. Trata-se de uma hiperprodução láctea dentro da normalidade, resumiu Vilneide Braga-Serva. Michele também não vê problemas na sua alta produção de leite. Meu médico disse que sou saudável. Mãe de dois meninos, Michele chegou a amamentar cinco crianças na rua onde mora, nas gravidezes anteriores, para não desperdiçar o alimento. Dessa vez, recorreu à doação. Estava jogando o leite fora pois os seios doem. Não consigo dormir. Durante o carnaval, Michele juntou nove litros em garrafas PET para doar ao Imip, mas teve que desprezar a produção porque não foi armazenada da forma correta. Agora, ela tenta encontrar uma forma de continuar doando, já que na sua cidade, Quipapá, não há banco de leite. Vamos ver se a prefeitura tem como trazer para o Recife pelo menos uma vez por semana, já que não temos condições de vir sempre, disse o marido, o professor Ederval Soares, 41. O Imip orientou o casal a procurar o banco da Maternidade Jesus Nazareno, em Caruaru, no Agreste. A maioria das maternidades tem o serviço de recolher o alimento na casa da doadora. Diario de Pernambuco - PE 17/02/2013 às 09:43hs Qualquer quantidade é válida Para ser uma doadora, a mãe só precisa ir ao banco de leite uma vez Uma única doação de Michele é capaz de ajudar muitos bebês que não conseguem obter o alimento diretamente do peito de suas mães. Mas o que muitas mulheres talvez desconheçam é que, para doar e ajudar a salvar vidas, não é preciso ter um grande volume de leite sobrando. Pequenas quantidades também são recebidas nos bancos de leite e fazem a diferença para uma criança que esteja internada na UTI. A coordenadora do banco de leite do Imip, Vilneide Braga-Serva, explicou que a maioria dos bebês internados começa a se alimentar com poucos mililitros de leite materno a cada 2h. Como estão fracos, não conseguem sugar o leite de suas mães que, por consequência, não o produzem por falta de estímulo. São crianças prematuras em estado grave cujas mães também estão com problemas de saúde. Atualmente, temos 50 bebês internados, ressaltou a médica. No Hospital das Clínicas há 16 bebês na mesma situação.

9 Para ser uma doadora, a mãe só precisa ir ao banco de leite uma vez. Lá, ela vai receber orientações sobre como como amamentar da forma correta e como retirar o lácteo sozinha para acondicioná-lo tanto para doação quanto para o consumo do próprio filho. Depois disso, ela pode receber recipientes esterilizados para enviar o alimento ao banco, que pode buscá-lo em qualquer lugar. Diario de Pernambuco - PE 17/02/2013 às 08:41hs Blitzes para além do álcool Médicos especialistas em trânsito são categóricos ao afirmar que todas as drogas alteram a capacidade cognitiva, motora e sensitiva dequemas consome Esteve em teste novidade que pode dar nova dimensão às blitzes da Lei seca. Durante o carnaval, motoristas parados emuma das 20 barreiras montadas na capital paulista pelos órgãos de segurança do estado poderão ser multados, ter o carro apreendido e ser processados criminalmente não apenas por dirigir sob o efeito de bebida alcoólica. Usuários de maconha e cocaína também foram fiscalizados em estados como São Paulo e Rio de Janeiro com o apoio de equipamento inédito no país, capaz de detectar o consumo dessas drogas. A novidade tornou-se viável no Brasil depois da mudança na legislação, que reduziu a praticamente zero a tolerância quanto à presença de álcool no sangue do motorista, e, principalmente, pela flexibilização das provas aceitas para incriminar o fiscalizado. O condutor mantém o direito de se recusar a produzir provas contra si, evitando soprar no bafômetro ou a se submeter ao novo equipamento. Mas fica a critério do policial da blitz avaliar seu comportamento, capacidade de se expressar e de se manter em equilíbrio, podendo documentar a situação por meio de fotos, vídeos e testemunhas. Quem tivesse certeza da própria inocência poderia pedir para se submeter aos testes, o que resulta na anulação do mau uso que se fazia do dispositivo constitucional: de prova de acusação, o teste passa a valer como instrumento de defesa. O novo equipamento identifica, em amostra da saliva do motorista, a presença de anticorpos acionados pelo organismo ante o consumo de drogas como cocaína, maconha, anfetamina e heroína. Médicos especialistas em trânsito são categóricos ao afirmar que todas as drogas alteram a capacidade cognitiva, motora e sensitiva dequemas consome. Ninguém, segundo eles, tem a menorcondição de dirigircomsegurança sob o efeito delas. Não é sem motivo, portanto, que o artigo 306 do Código detrânsito Brasileiro (CTB) considera que qualquer quantidade de substância psicoativa no organismo do motorista é suficiente para configurar crime de trânsito. No país da complacência e da impunidade, não deve faltar os que consideramtudo isso um exagero ou generalização injusta. De fato, há os que sabem beber com moderação.mas é a integridade dos pedestres, passageiros e demais motoristas que estáemjogo. É comum a indignação levar as pessoas a criticar a Justiça pela falta de condenação mais severa aos que matam no trânsito.mas é sabido que essa realidade se deve a aspectos da legislação, que não cabe ao Judiciário modificar, bemcomo à fragilidade das

10 provas anteriormenteexigidas, limitações que o recente endurecimento da lei e iniciativas como a de São Paulo pretendem superar. A preservação da vida humana e do direito de ir e vir em segurança das pessoas é obrigação da autoridade e depende do envolvimento de toda a sociedade. É certo que nada dispensa trabalho intenso de educação para a convivência urbana.mas as constrangedoras estatísticas de brasileiros mortos e feridos no trânsito, que superam até mesmo as de países em guerra, sugeremque as pessoas de bem torçam para o sucesso da experiência paulista e sua extensão a todo o país.

Doação de leite materno salva vidas de bebês nas UTIs

Doação de leite materno salva vidas de bebês nas UTIs Doação de leite materno salva vidas de bebês nas UTIs Além do atendimento especializado que somente a UTI Neonatal pode oferecer aos bebês prematuros, o leite materno é fundamental para que se desenvolvam

Leia mais

Conselho protesta contra prefeitura

Conselho protesta contra prefeitura Informativo Eletrônico da SE/CNS para os conselheiros nacionais Ano VI, Brasília, 08/04/2009. Prezado (a) conselheiro (a), Estamos encaminhando um clipping de notícias do CNS na mídia. A intenção é socializar

Leia mais

Saiba como conciliar gravidez com o trabalho

Saiba como conciliar gravidez com o trabalho Page 1 of 8 06/05/2010 13h00 - Atualizado em 06/05/2010 19h09 Saiba como conciliar gravidez com o trabalho Grávidas podem trabalhar até último mês da gestação; veja dicas. Gestantes têm estabilidade a

Leia mais

CARTILHA DO PACIENTE PORTADOR DA DOENÇA DE CHAGAS

CARTILHA DO PACIENTE PORTADOR DA DOENÇA DE CHAGAS CARTILHA DO PACIENTE PORTADOR DA DOENÇA DE CHAGAS UM COMPROMISSO COM A VIDA CARTILHA DO PACIENTE PORTADOR DA DOENÇA DE CHAGAS AMBULATÓRIO DE DOENÇA DE CHAGAS UNIDADE DE INSUFICIÊNCIA CARDÍACA UNIDADE DE

Leia mais

UMA COMPARAÇÃO ESTATÍSTICA SOBRE O TRÂNSITO: ANTES E DEPOIS DA IMPLANTAÇÃO DAOPERAÇÃO BALADA SEGURA NO RIO GRANDE DO SUL

UMA COMPARAÇÃO ESTATÍSTICA SOBRE O TRÂNSITO: ANTES E DEPOIS DA IMPLANTAÇÃO DAOPERAÇÃO BALADA SEGURA NO RIO GRANDE DO SUL ISSN 2177-9139 UMA COMPARAÇÃO ESTATÍSTICA SOBRE O TRÂNSITO: ANTES E DEPOIS DA IMPLANTAÇÃO DAOPERAÇÃO BALADA SEGURA NO RIO GRANDE DO SUL Daniellen Thaianne de Oliveira Severo - daniii_severo@hotmail.com

Leia mais

LEI SECA de trânsito

LEI SECA de trânsito LEI SECA de trânsito Tire algumas dúvidas sobre a nova Lei Seca no trânsito O jornal Zero Hora, de Porto Alegre, está apresentando em sua edição desta segunda-feira (23) um interessante serviço público.

Leia mais

Psicose pós-parto. A psicose pós-parto é um quadro de depressão pós-parto mais grave e mais acentuado, pois na psicose pós-parto existe o

Psicose pós-parto. A psicose pós-parto é um quadro de depressão pós-parto mais grave e mais acentuado, pois na psicose pós-parto existe o Psicose pós-parto Pode ir desde uma leve tristeza que desaparece com o passar dos dias até um grau mais grave de depressão onde é necessária uma rápida intervenção médica. Este estágio é chamado de psicose

Leia mais

SECRETARIA DE SAÚDE - Pronto Socorro Municipal recebe Licença Sanitária de Funcionamento: - Mais de 12 mil atendimentos nos mutirões:

SECRETARIA DE SAÚDE - Pronto Socorro Municipal recebe Licença Sanitária de Funcionamento: - Mais de 12 mil atendimentos nos mutirões: SECRETARIA DE SAÚDE - Pronto Socorro Municipal recebe Licença Sanitária de Funcionamento: o Pronto Socorro Adulto de Taubaté teve seu funcionamento aprovado pela Vigilância Sanitária Estadual. O documento

Leia mais

Veículo: Jornal da Comunidade Data: 24 a 30/07/2010 Seção: Comunidade Vip Pág.: 4 Assunto: Diabetes

Veículo: Jornal da Comunidade Data: 24 a 30/07/2010 Seção: Comunidade Vip Pág.: 4 Assunto: Diabetes Veículo: Jornal da Comunidade Data: 24 a 30/07/2010 Seção: Comunidade Vip Pág.: 4 Assunto: Diabetes Uma vida normal com diabetes Obesidade, histórico familiar e sedentarismo são alguns dos principais fatores

Leia mais

Região. Mais um exemplo de determinação

Região. Mais um exemplo de determinação O site Psicologia Nova publica a entrevista com Úrsula Gomes, aprovada em primeiro lugar no concurso do TRT 8 0 Região. Mais um exemplo de determinação nos estudos e muita disciplina. Esse é apenas o começo

Leia mais

Nº 3 - Nov/14 TRABALHO COMUNITÁRIO

Nº 3 - Nov/14 TRABALHO COMUNITÁRIO ! Nº 3 - Nov/14 o ã ç n e t a A T S PRE TRABALHO COMUNITÁRIO Apresentação Esta nova edição da Coleção Presta Atenção! apresenta pontos importantes para a implantação de projetos e programas de base comunitária.

Leia mais

A medicina da família e a humanização do atendimento ao paciente

A medicina da família e a humanização do atendimento ao paciente A medicina da família e a humanização do atendimento ao paciente por Denise Marson Apesar da implantação do programa Saúde da família, a formação de profissionais especializados na área de medicina da

Leia mais

PL 64 BOLSA COMPLEMENTAR PARA O PROGRAMA MAIS MÉDICOS

PL 64 BOLSA COMPLEMENTAR PARA O PROGRAMA MAIS MÉDICOS PL 64 BOLSA COMPLEMENTAR PARA O PROGRAMA MAIS MÉDICOS Tendo como argumento aperfeiçoar ainda mais a prestação de serviços de saúde à população, o Executivo traz a esta Casa o Projeto de Lei 64/2014, que

Leia mais

Prótese de silicone tem prazo de validade; veja respostas sobre implante

Prótese de silicone tem prazo de validade; veja respostas sobre implante Página 1 de 6 22/10/2009-11h42 Prótese de silicone tem prazo de validade; veja respostas sobre implante GABRIELA CUPANI da Folha de S.Paulo Nenhuma prótese de mama dura para sempre. Embora os especialistas

Leia mais

22/05/2006. Discurso do Presidente da República

22/05/2006. Discurso do Presidente da República , Luiz Inácio Lula da Silva, na cerimônia de assinatura de protocolos de intenções no âmbito do Programa Saneamento para Todos Palácio do Planalto, 22 de maio de 2006 Primeiro, os números que estão no

Leia mais

O Renal é um ser humano como todos e tem seu direito de ser respeitado e não ter vergonha de ser renal. Jaderson

O Renal é um ser humano como todos e tem seu direito de ser respeitado e não ter vergonha de ser renal. Jaderson Jaderson é um garoto de 11 anos, portador de insuficiência renal crônica, paciente do Serviço de Hemodiálise Pediátrica do Hospital Roberto Santos em Salvador-BA. É uma criança muito inteligente e talentosa,

Leia mais

Clipping Eletrônico Quarta-feira dia 02/09/2015. Semsa anuncia estratégias para diminuir filas nas UBSs, em Manaus

Clipping Eletrônico Quarta-feira dia 02/09/2015. Semsa anuncia estratégias para diminuir filas nas UBSs, em Manaus Clipping Eletrônico Quarta-feira dia 02/09/2015 Portal D24 AM Saúde 03 de Setembro de 2015. Fonte: http://new.d24am.com/noticias/saude/semsa-anuncia-estrategias-paradiminuir-filas-ubss-manaus/139451 Semsa

Leia mais

Beber ou Dirigir. Faça a escolha certa

Beber ou Dirigir. Faça a escolha certa Beber ou Dirigir Faça a escolha certa O consumo responsável de bebidas alcoólicas, feito por indivíduos saudáveis com mais de 18 anos, é parte da vida em sociedade. Desde os tempos antigos é utilizado

Leia mais

LEI SECA. Por Sérgio Sodré 1. 1 Advogado há 17 anos; especializado em Direito do Seguro e pós-graduado em Gestão de Seguros.

LEI SECA. Por Sérgio Sodré 1. 1 Advogado há 17 anos; especializado em Direito do Seguro e pós-graduado em Gestão de Seguros. 1 LEI SECA Por Sérgio Sodré 1 O Código de Trânsito Brasileiro (Lei nº 9.503, de 23.09.1997) teve como fundamento principal a direção defensiva e, para tanto, não deixou de abordar a questão da condução

Leia mais

ÍNDICE - 21/08/2006 O Popular (GO)...2 Cidades...2

ÍNDICE - 21/08/2006 O Popular (GO)...2 Cidades...2 ÍNDICE - 21/08/2006 O Popular (GO)...2 Cidades...2 Pais doam embrião congelado para engravidar mulher infértil...2 Adormecidos no nitrogênio líquido há até dez anos...3 À espera da chance de ser mãe...3

Leia mais

ACS Assessoria de Comunicação Social

ACS Assessoria de Comunicação Social O tempo e a espera Ministro fala de projetos em andamento e ações do governo para a área educacional Entrevista do ministro publicada na Revista Educação no dia 26 de maio de 2004. Tarso Genro é considerado

Leia mais

b. Completar a implantação da Rede com a construção de hospitais regionais para atendimentos de alta complexidade.

b. Completar a implantação da Rede com a construção de hospitais regionais para atendimentos de alta complexidade. No programa de governo do senador Roberto Requião, candidato ao governo do estado pela coligação Paraná Com Governo (PMDB/PV/PPL), consta um capítulo destinado apenas à universalização do acesso à Saúde.

Leia mais

SUMÁRIO OBESIDADE...4 OBESIDADE EM ADULTOS...5 PREVENÇÃO...6 EM BUSCA DO PESO SAUDÁVEL...7 TRATAMENTO...9 CUIDADOS DIÁRIOS COM A ALIMENTAÇÃO...

SUMÁRIO OBESIDADE...4 OBESIDADE EM ADULTOS...5 PREVENÇÃO...6 EM BUSCA DO PESO SAUDÁVEL...7 TRATAMENTO...9 CUIDADOS DIÁRIOS COM A ALIMENTAÇÃO... 2 SUMÁRIO OBESIDADE...4 OBESIDADE EM ADULTOS...5 PREVENÇÃO...6 EM BUSCA DO PESO SAUDÁVEL...7 TRATAMENTO...9 CUIDADOS DIÁRIOS COM A ALIMENTAÇÃO...12 OUTROS HÁBITOS SAUDÁVEIS...14 ATIVIDADE FÍSICA...14 CUIDADOS

Leia mais

AVALIAÇÃO DOS PLANOS DE SAÚDE PELOS USUÁRIOS ANO II SÃO PAULO 2013

AVALIAÇÃO DOS PLANOS DE SAÚDE PELOS USUÁRIOS ANO II SÃO PAULO 2013 1 AVALIAÇÃO DOS PLANOS DE SAÚDE PELOS USUÁRIOS ANO II SÃO PAULO Temas 2 Objetivo e metodologia Utilização dos serviços do plano de saúde e ocorrência de problemas Reclamação ou recurso contra o plano de

Leia mais

DIABETES MELLITUS. Ricardo Rodrigues Cardoso Educação Física e Ciências do DesportoPUC-RS

DIABETES MELLITUS. Ricardo Rodrigues Cardoso Educação Física e Ciências do DesportoPUC-RS DIABETES MELLITUS Ricardo Rodrigues Cardoso Educação Física e Ciências do DesportoPUC-RS Segundo a Organização Mundial da Saúde, existem atualmente cerca de 171 milhões de indivíduos diabéticos no mundo.

Leia mais

13. Desatenção e cansaço

13. Desatenção e cansaço 13. Desatenção e cansaço Aula Interdisciplinar Indicação: 6º ao 9º Ano do Ensino Fundamental Ilustração do manual de Direção Defensiva do DENATRAN O ato de dirigir um veículo requer atenção permanente.

Leia mais

Câmara Municipal de São Paulo

Câmara Municipal de São Paulo DISCURSO PROFERIDO PELO VEREADOR NATALINI NA 126ª SESSÃO ORDINARIA, REALIZADA EM 24/03/10 GRANDE EXPEDIENTE O SR. NATALINI (PSDB) - Sr. Presidente, Sras. e Srs. Vereadores, telespectadores da TV Câmara

Leia mais

Câmara Municipal de São Paulo

Câmara Municipal de São Paulo DISCURSO PROFERIDO PELO VEREADOR NATALINI NA 195ª SESSÃO ORDINARIA, REALIZADA EM 16/11/10 GRANDE EXPEDIENTE O SR. NATALINI (PSDB) - Sr. Presidente, Sras. e Srs. Vereadores, paulistanos que nos acompanham

Leia mais

INCOR COMEMORA 1OOº TRANSPLANTE CARDÍACO PEDIÁTRICO

INCOR COMEMORA 1OOº TRANSPLANTE CARDÍACO PEDIÁTRICO Sugestão de nota de agenda INCOR Instituto do Coração do Hospital das Clínicas da FMUSP 16 de maio de 2011 INCOR COMEMORA 1OOº TRANSPLANTE CARDÍACO PEDIÁTRICO No sábado, 7 de maio, o coração dos profissionais

Leia mais

No Brasil, número de escolas privadas de Medicina cresce duas vezes mais rápido que o de cursos públicos

No Brasil, número de escolas privadas de Medicina cresce duas vezes mais rápido que o de cursos públicos RADIOGRAFIA DO ENSINO MÉDICO No Brasil, número de escolas privadas de Medicina cresce duas vezes mais rápido que o de cursos públicos Do início de 2003 a 2015, a quantidade de cursos particulares de Medicina

Leia mais

vidas tecnologia salva Quando a Inovação

vidas tecnologia salva Quando a Inovação Inovação Quando a tecnologia salva vidas Sistema da Central de Transplantes do Estado de São Paulo, com tecnologia Microsoft, torna mais ágil e segura a administração das filas de pacientes que esperam

Leia mais

A hipertensão nas gestantes é a causa de mais de 90% dos partos prematuros não

A hipertensão nas gestantes é a causa de mais de 90% dos partos prematuros não Hipertensão é a maior causa de partos prematuros não espontâneos. Pesquisa orientada pelo Caism da Unicamp envolveu 20 hospitais no Brasil. Mães contam experiência em partos prematuros e seus bebês em

Leia mais

Mostra de Projetos 2011. Coleta de Leite Materno: Minimizando Agravos à Recém Nascidos e Salvando vidas diariamente.

Mostra de Projetos 2011. Coleta de Leite Materno: Minimizando Agravos à Recém Nascidos e Salvando vidas diariamente. Mostra de Projetos 2011 Coleta de Leite Materno: Minimizando Agravos à Recém Nascidos e Salvando vidas diariamente. Mostra Local de: Paranavaí Categoria do projeto: II - Projetos finalizados Nome da Instituição/Empresa:

Leia mais

TEM QUE MELHORAR MUITO

TEM QUE MELHORAR MUITO Confira gráficos, tabelas, críticas e sugestões sobre o convênio médico na ZF revelados em levantamento feito pelo Sindicato Comprovado: convênio médico na ZF TEM QUE MELHORAR MUITO Um levantamento feito

Leia mais

DEFESA DOS CARENTES "O que decidem no mensalão torna-se norte para juízes" Por Marcos de Vasconcellos

DEFESA DOS CARENTES O que decidem no mensalão torna-se norte para juízes Por Marcos de Vasconcellos Revista Consultor Jurídico, 14 de outubro de 2012 DEFESA DOS CARENTES "O que decidem no mensalão torna-se norte para juízes" Por Marcos de Vasconcellos Enquanto, na última semana, os ministros do Supremo

Leia mais

Tome uma injeção de informação. Diabetes

Tome uma injeção de informação. Diabetes Tome uma injeção de informação. Diabetes DIABETES O diabetes é uma doença crônica, em que o pâncreas não produz insulina em quantidade suficiente, ou o organismo não a utiliza da forma adequada. Tipos

Leia mais

CÁLCULO DO IMC E A VERDADEIRA DIETA DA LUA

CÁLCULO DO IMC E A VERDADEIRA DIETA DA LUA CÁLCULO DO IMC E A VERDADEIRA DIETA DA LUA Na semana passada falei sobre as diferenças entre massa (m) e peso (P). Para reforçá-las, repito acima a tabela que resume bem a comparação entre estas duas grandezas

Leia mais

PROJETO DE LEI Nº., DE 2015. (Do Sr. Roberto de Lucena)

PROJETO DE LEI Nº., DE 2015. (Do Sr. Roberto de Lucena) PROJETO DE LEI Nº., DE 2015 (Do Sr. Roberto de Lucena) Altera a Lei nº 11.343 de 23 de agosto de 2006, que institui o Sistema Nacional de Políticas Públicas sobre Drogas - Sisnad; prescreve medidas para

Leia mais

Participar em estudos de investigação científica é contribuir para o conhecimento e melhoria dos serviços de saúde em Portugal

Participar em estudos de investigação científica é contribuir para o conhecimento e melhoria dos serviços de saúde em Portugal FO L H E TO F EC H A D O : FO R M ATO D L ( 2 2 0 x 1 1 0 m m ) FO L H E TO : C A PA Departamento de Epidemiologia Clínica, Medicina Preditiva e Saúde Pública Faculdade de Medicina da Universidade do Porto

Leia mais

Diabetes Gestacional

Diabetes Gestacional Diabetes Gestacional Introdução O diabetes é uma doença que faz com que o organismo tenha dificuldade para controlar o açúcar no sangue. O diabetes que se desenvolve durante a gestação é chamado de diabetes

Leia mais

III MOSTRA NACIONAL DE PRODUÇÃO EM SAÚDE DA FAMÍLIA CONTRIBUIÇÃO DAS EQUIPES DE SAÚDE CAPTAÇÃO DE DOADORES DE SANGUE

III MOSTRA NACIONAL DE PRODUÇÃO EM SAÚDE DA FAMÍLIA CONTRIBUIÇÃO DAS EQUIPES DE SAÚDE CAPTAÇÃO DE DOADORES DE SANGUE III MOSTRA NACIONAL DE PRODUÇÃO EM SAÚDE DA FAMÍLIA CONTRIBUIÇÃO DAS EQUIPES DE SAÚDE DA FAMÍLIA NA IMPLEMENTAÇÃO DA CAPTAÇÃO DE DOADORES DE SANGUE Josinete Gomes FUNDAÇÃO HEMOPE PERNAMBUCO Brasília -

Leia mais

ÍNDICE - 01/05/2007 O Globo... 2 Ciência...2 O Estado de S.Paulo... 3 Vida&...3 Anvisa fumo Jornal de Brasília... 4 Cidades...4

ÍNDICE - 01/05/2007 O Globo... 2 Ciência...2 O Estado de S.Paulo... 3 Vida&...3 Anvisa fumo Jornal de Brasília... 4 Cidades...4 ÍNDICE - O Globo...2 Ciência...2 EURECA...2 O Estado de S.Paulo...3 Vida&...3 Anvisa prorroga consulta sobre fumo...3 Jornal de Brasília...4 Cidades...4 GDF quer acabar com a fila da cirurgia em 18 meses...4

Leia mais

Doar sangue é rápido, simples e seguro. Mas para quem precisa desse gesto de solidariedade, não é nada simples. Ele vale a vida.

Doar sangue é rápido, simples e seguro. Mas para quem precisa desse gesto de solidariedade, não é nada simples. Ele vale a vida. FUNDAÇÃO PRÓ-SANGUE A Fundação Pró-Sangue é uma instituição pública ligada à Secretaria de Estado da Saúde e ao Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo, mantendo com

Leia mais

AÇÕES DE EXTENSÃO E CUTURA 2010 UNIDADE: FOP ÁREA TEMÁTICA: EDUCAÇÃO REPRESENTANTE: CLEIDE RODRIGUES

AÇÕES DE EXTENSÃO E CUTURA 2010 UNIDADE: FOP ÁREA TEMÁTICA: EDUCAÇÃO REPRESENTANTE: CLEIDE RODRIGUES AÇÕES DE EXTENSÃO E CUTURA 2010 UNIDADE: FOP ÁREA TEMÁTICA: EDUCAÇÃO REPRESENTANTE: CLEIDE RODRIGUES PROJETO SALA DE ESPERA Equipe de trabalho: SERVIÇO DE ATENÇÃO PSICOSSOCIAL DA FOP Cleide Rodrigues e

Leia mais

Proteger nosso. Futuro

Proteger nosso. Futuro Proteger nosso Futuro A Sociedade Brasileira de Cardiologia (SBC) é uma entidade sem fins lucrativos criada em 1943, tendo como objetivo unir a classe médica especializada em cardiologia para o planejamento

Leia mais

Meta 5 Melhorar a saúde das gestantes.

Meta 5 Melhorar a saúde das gestantes. CARTA DENÚNCIA SOBRE O FUNCIONAMENTO DA RESIDÊNCIA DE ENFERMAGEM OBSTÉTRICA DO HOSPITAL REGIONAL DA ASA NORTE DISTRITO FEDERAL Brasília, 24 de setembro 2013 Ao Conselho de Saúde do Distrito Federal A/C

Leia mais

Em algum lugar de mim

Em algum lugar de mim Em algum lugar de mim (Drama em ato único) Autor: Mailson Soares A - Eu vi um homem... C - Homem? Que homem? A - Um viajante... C - Ele te viu? A - Não, ia muito longe! B - Do que vocês estão falando?

Leia mais

SENADO FEDERAL PRESSÃO CONTROLADA SENADOR CLÉSIO ANDRADE

SENADO FEDERAL PRESSÃO CONTROLADA SENADOR CLÉSIO ANDRADE SENADO FEDERAL PRESSÃO CONTROLADA SENADOR CLÉSIO ANDRADE 2 Pressão controlada apresentação Chamada popularmente de pressão alta, a hipertensão é grave por dois motivos: não apresenta sintomas, ou seja,

Leia mais

Amamentação na primeira hora, proteção sem demora.

Amamentação na primeira hora, proteção sem demora. Amamentação na primeira hora, proteção sem demora. Amamentar logo após o nascimento, na primeira hora, é muito importante para a mãe e para o bebê porque: Protege mais o bebê contra doenças. Ajuda a mulher

Leia mais

HELDER TAVARES/DP/D.A Os usuários de planos de saúde não precisam PRESS - 28/7/10

HELDER TAVARES/DP/D.A Os usuários de planos de saúde não precisam PRESS - 28/7/10 Dia a Dia Bela ajuda 11/06/2012-06:56 O provedor do Hospital Português, Alberto Ferreira da Costa, num belo gesto, vai fazer doações de material e equipamentos para o Hospital de São Lucas, em Noronha.

Leia mais

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Coordenação de Biblioteca 20 Discurso na cerimónia "Jovens

Leia mais

CONVERSA DE PSICÓLOGO CONVERSA DE PSICÓLOGO

CONVERSA DE PSICÓLOGO CONVERSA DE PSICÓLOGO Página 1 CONVERSA DE PSICÓLOGO Volume 02 - Edição 01 Julho - 2013 Entrevistada: Mayara Petri Martins Entrevistadora: Bruna Aguiar TEMA: OBESIDADE Mayara Petri Martins. Psicóloga analista do comportamento,

Leia mais

PROJETO DE LEI Nº 5512, DE 2013

PROJETO DE LEI Nº 5512, DE 2013 PROJETO DE LEI Nº 5512, DE 2013 (Da Deputada Gorete Pereira) Altera dispositivo da Lei nº 9.503, de 23 de setembro de 1997, que institui o Código de Trânsito Brasileiro, para dispor sobre o índice tolerável

Leia mais

Cliente: Prontobaby Hospital da Criança Data: 02/08/2012 Dia: Qui Assunto: Aleitamento Materno

Cliente: Prontobaby Hospital da Criança Data: 02/08/2012 Dia: Qui Assunto: Aleitamento Materno Veículo: Chris Flores Seção: Saúde Site: chrisflores.net RM http://www.chrisflores.net Amamentação Mulheres com próteses de silicone podem amamentar? Saiba o que é mito ou verdade http://www.chrisflores.net/saude/3/materia/2098/amamentacao.html

Leia mais

Prefácio. Julio Rezende Pai, empreendedor

Prefácio. Julio Rezende Pai, empreendedor Prefácio Nesse treinamento vou compartilhar o que os empresários do ramo de SEGURANÇA ELETRÔNICA não compartilham com ninguém, aliás, nenhum empresário quer contar o segredo de suas Empresas, Correto?

Leia mais

CÂMARA DOS DEPUTADOS COMISSÃO DE VIAÇÃO E TRANSPORTES. (Do Sr. JÂNIO NATAL) Senhor Presidente,

CÂMARA DOS DEPUTADOS COMISSÃO DE VIAÇÃO E TRANSPORTES. (Do Sr. JÂNIO NATAL) Senhor Presidente, COMISSÃO DE VIAÇÃO E TRANSPORTES REQUERIMENTO N O, DE 2011 (Do Sr. JÂNIO NATAL) Requer a realização de Audiência Pública para debater questões relativas à aviação civil brasileira. Senhor Presidente, Requeiro,

Leia mais

DOE SANGUE, DOE VIDA!

DOE SANGUE, DOE VIDA! 8. CONEX Apresentação Oral Resumo Expandido 1 ÁREA TEMÁTICA: (X) SAÚDE DOE SANGUE, DOE VIDA! Apresentador 1 Patrícia de Vargas Stella Apresentador 2 Josiane Cavali Barros da Silva Autor 3 Celso Luiz Borges

Leia mais

BRIEFING BAHIA RECALL REVELAÇÃO. Apoio Social: HEMOBA - Fundação de Hematologia e Hemoterapia da Bahia

BRIEFING BAHIA RECALL REVELAÇÃO. Apoio Social: HEMOBA - Fundação de Hematologia e Hemoterapia da Bahia BRIEFING BAHIA RECALL REVELAÇÃO Clientes: Rede Bahia e Instituto ACM Apoio Social: HEMOBA - Fundação de Hematologia e Hemoterapia da Bahia Tema: Doação de Sangue Objetivo de Comunicação: Estimular a doação

Leia mais

I. Complete o texto seguinte com as formas correctas dos verbos ser ou estar. (5 pontos)

I. Complete o texto seguinte com as formas correctas dos verbos ser ou estar. (5 pontos) I. Complete o texto seguinte com as formas correctas dos verbos ser ou estar. Hoje. domingo e o tempo. bom. Por isso nós. todos fora de casa.. a passear à beira-mar.. agradável passar um pouco de tempo

Leia mais

Homocistinúria Clássica

Homocistinúria Clássica Homocistinúria Clássica Texto: Ida Vanessa D. Schwartz Ilustrações: Matheus Wilke Serviço de Genética Médica/HCPA, Departamento de Genética /UFRGS, Porto Alegre, RS, Brasil Esta publicação é destinada

Leia mais

A QUESTÃO DOS PLANOS DE SAÚDE NO BRASIL Professor Romulo Bolivar. www.proenem.com.br

A QUESTÃO DOS PLANOS DE SAÚDE NO BRASIL Professor Romulo Bolivar. www.proenem.com.br A QUESTÃO DOS PLANOS DE SAÚDE NO BRASIL Professor Romulo Bolivar www.proenem.com.br INSTRUÇÃO A partir da leitura dos textos motivadores seguintes e com base nos conhecimentos construídos ao longo de sua

Leia mais

Fiscalização do Cremesp aponta falhas e irregularidades no Programa Mais Médicos na capital

Fiscalização do Cremesp aponta falhas e irregularidades no Programa Mais Médicos na capital Fiscalização do Cremesp aponta falhas e irregularidades no Programa Mais Médicos na capital Mais de um terço dos intercambistas do Programa Mais Médicos ou 35,7% deles - nunca teve contato com seu tutor,

Leia mais

Objetivo: aumentar a clientela. Oportunidade de mercado: focar nos cabelos loiros.

Objetivo: aumentar a clientela. Oportunidade de mercado: focar nos cabelos loiros. Início: A gaúcha Flávia Machado é especialista em tingir cabelos de loiro. Depois de se mudar para Campinas, abriu um pequeno salão em casa, com ajuda do marido, Fábio Mariuzzo. Objetivo: aumentar a clientela.

Leia mais

ÍNDICE. Foto: João Borges. 2 Hospital Universitário Cajuru - 100% SUS

ÍNDICE. Foto: João Borges. 2 Hospital Universitário Cajuru - 100% SUS ÍNDICE Apresentação...03 Hospital Universitário Cajuru...04 Estrutura...04 Especialidades Atendidas...05 Diferenças entre atendimento de urgência, emergência e eletivo...06 Protocolo de Atendimento...07

Leia mais

DIABETES ORIENTAÇÕES BÁSICAS PARA OS AGENTES COMUNITÁRIOS DE SAÚDE

DIABETES ORIENTAÇÕES BÁSICAS PARA OS AGENTES COMUNITÁRIOS DE SAÚDE DIABETES ORIENTAÇÕES BÁSICAS PARA OS AGENTES COMUNITÁRIOS DE SAÚDE Governo do Estado da Bahia Jacques Wagner Secretário de Saúde do Estado da Bahia Jorge José Santos Pereira Solla Superintendência de Atenção

Leia mais

HISTÓRIA E PERSPECTIVAS DE VIDA DE ALCOOLISTAS

HISTÓRIA E PERSPECTIVAS DE VIDA DE ALCOOLISTAS HISTÓRIA E PERSPECTIVAS DE VIDA DE ALCOOLISTAS Jéssica Molina Quessada * Mariana Caroline Brancalhão Guerra* Renata Caroline Barros Garcia* Simone Taís Andrade Guizelini* Prof. Dr. João Juliani ** RESUMO:

Leia mais

MODELAGEM MATEMÁTICA: ÁLCOOL E DIREÇÃO UMA CONSCIENTIZAÇÃO

MODELAGEM MATEMÁTICA: ÁLCOOL E DIREÇÃO UMA CONSCIENTIZAÇÃO MODELAGEM MATEMÁTICA: ÁLCOOL E DIREÇÃO UMA CONSCIENTIZAÇÃO Jéssika Naves de Oliveira Universidade Tecnológica Federal do Paraná Câmpus Cornélio Procópio jessikanaves04@gmail.com Bruna Santana Sotero Universidade

Leia mais

CERTIFICAÇÃO ISO PARA EMPRESÁRIOS. Um guia fácil para preparar e certificar sua empresa. Ricardo Pereira

CERTIFICAÇÃO ISO PARA EMPRESÁRIOS. Um guia fácil para preparar e certificar sua empresa. Ricardo Pereira CERTIFICAÇÃO ISO PARA EMPRESÁRIOS Um guia fácil para preparar e certificar sua empresa Ricardo Pereira Antes de começar por Ricardo Pereira Trabalhando na Templum Consultoria eu tive a rara oportunidade

Leia mais

Estudo x trabalho: aprenda a vencer a rotina de atividades rumo ao sucesso

Estudo x trabalho: aprenda a vencer a rotina de atividades rumo ao sucesso Estudo x trabalho: aprenda a vencer a rotina de atividades rumo ao sucesso Sumário introdução 03 Capítulo 5 16 Capítulo 1 Pense no futuro! 04 Aproveite os fins de semana Capítulo 6 18 Capítulo 2 07 É preciso

Leia mais

Quanto mais, melhor? 14 Luta Médica Outubro/2015 a Janeiro/2016

Quanto mais, melhor? 14 Luta Médica Outubro/2015 a Janeiro/2016 Quanto mais, melhor? A abertura indiscriminada de cursos de Medicina pode prejudicar a formação de futuros médicos e não garante saúde de qualidade para a população A cada ano, as pessoas que desejam se

Leia mais

AVALIAÇÃO DAS BIBLIOTECAS 2009

AVALIAÇÃO DAS BIBLIOTECAS 2009 AVALIAÇÃO DAS BIBLIOTECAS 2009 Pontos fortes - Atendimento: 74% entre muito bom e ótimo - Lay-out: 80% entre muito bom e ótimo - Sinalização: 82 % entre muito boa e ótima - Número de funcionários: 84%

Leia mais

Transcriça o da Entrevista

Transcriça o da Entrevista Transcriça o da Entrevista Entrevistadora: Valéria de Assumpção Silva Entrevistada: Ex praticante Clarice Local: Núcleo de Arte Grécia Data: 08.10.2013 Horário: 14h Duração da entrevista: 1h COR PRETA

Leia mais

PORTO DIAS. Família! A parceria que cuida do paciente com competência e carinho. Fonte: www.google.com.br/imagens

PORTO DIAS. Família! A parceria que cuida do paciente com competência e carinho. Fonte: www.google.com.br/imagens H O S P I TA L & Família! A parceria que cuida do paciente com competência e carinho. Fonte: www.google.com.br/imagens 1 Telefones Úteis (HPD) Call Center 9999 Nutrição 3106 (Bloco A) / 9652(Bloco D) Recepção

Leia mais

Jornada Comemorativa dos 45 anos da Associação Brasileira de Medicina Psicossomática (ABMP)

Jornada Comemorativa dos 45 anos da Associação Brasileira de Medicina Psicossomática (ABMP) Jornada Comemorativa dos 45 anos da Associação Brasileira de Medicina Psicossomática (ABMP) São Paulo, abril/2010 Centro de Medicina Psicossomática e Psicologia Médica Hospital Geral da Santa Casa de Misericórdia

Leia mais

3 - Introdução. gestão hospitalar? 8 - Indicadores clínicos. 11 - Indicadores operacionais. 14 - Indicadores financeiros.

3 - Introdução. gestão hospitalar? 8 - Indicadores clínicos. 11 - Indicadores operacionais. 14 - Indicadores financeiros. 3 - Introdução 4 - Quais são as métricas para alcançar uma boa ÍNDICE As Métricas Fundamentais da Gestão Hospitalar gestão hospitalar? 8 - Indicadores clínicos 11 - Indicadores operacionais 14 - Indicadores

Leia mais

Fonte: Jornal Carreira & Sucesso - 151ª Edição

Fonte: Jornal Carreira & Sucesso - 151ª Edição IDENTIFICANDO A DEPRESSÃO Querida Internauta, Lendo o que você nos escreveu, mesmo não sendo uma profissional da área de saúde, é possível identificar alguns sintomas de uma doença silenciosa - a Depressão.

Leia mais

As prostitutas de BH perguntam: e a gente, como fica?

As prostitutas de BH perguntam: e a gente, como fica? As prostitutas de BH perguntam: e a gente, como fica? Categories : Copa Pública Date : 18 de setembro de 2012 Maria Aparecida Menezes Vieira, a Cida, de 46 anos, há mais de 20 anos faz ponto na rua Afonso

Leia mais

RELATÓRIO PARA A. SOCIEDADE informações sobre recomendações de incorporação de medicamentos e outras tecnologias no SUS

RELATÓRIO PARA A. SOCIEDADE informações sobre recomendações de incorporação de medicamentos e outras tecnologias no SUS RELATÓRIO PARA A SOCIEDADE informações sobre recomendações de incorporação de medicamentos e outras tecnologias no SUS RELATÓRIO PARA A SOCIEDADE Este relatório é uma versão resumida do relatório técnico

Leia mais

SAÚDE E TRATAMENTOS MÉDICOS

SAÚDE E TRATAMENTOS MÉDICOS SAÚDE E TRATAMENTOS MÉDICOS CENTRO DE PROMOÇÃO À SAÚDE Iwata-shi Kounodai 57-1 É um órgão da prefeitura que tem como objetivo principal: promover serviços visando o bem-estar e a saúde dos cidadãos e a

Leia mais

Modelo concede flexibilidade a hospitais públicos

Modelo concede flexibilidade a hospitais públicos Modelo concede flexibilidade a hospitais públicos Servidores continuariam a ser admitidos por concurso, mas passariam a ser regidos pela CLT, por exemplo Karine Rodrigues, RIO O Estado de S. Paulo, 31

Leia mais

Aplicativos transformam esquema informal de caronas em negócio

Aplicativos transformam esquema informal de caronas em negócio Fonte: Dr. Fernando Villela Seção: Negócios Versão: Impressa e online Data: 22/03 Aplicativos transformam esquema informal de caronas em negócio 22/03/2015-01h29 FILIPE OLIVEIRA DE SÃO PAULO Novas empresas

Leia mais

Grasiela - Bom à gente pode começar a nossa conversa, você contando para a gente como funciona o sistema de saúde na Inglaterra?

Grasiela - Bom à gente pode começar a nossa conversa, você contando para a gente como funciona o sistema de saúde na Inglaterra? Rádio Web Saúde dos estudantes de Saúde Coletiva da UnB em parceria com Rádio Web Saúde da UFRGS em entrevista com: Sarah Donetto pesquisadora Inglesa falando sobre o NHS - National Health Service, Sistema

Leia mais

MUNICÍPIO DE CUIABÁ) Excelentíssimo Senhor Presidente do. Supremo Tribunal Federal, Doutor Professor Gilmar Ferreira

MUNICÍPIO DE CUIABÁ) Excelentíssimo Senhor Presidente do. Supremo Tribunal Federal, Doutor Professor Gilmar Ferreira O SR. JOSÉ ANTÔNIO ROSA (PROCURADOR-GERAL DO MUNICÍPIO DE CUIABÁ) Excelentíssimo Senhor Presidente do Supremo Tribunal Federal, Doutor Professor Gilmar Ferreira Mendes, na pessoa de quem cumprimento todos

Leia mais

ESTRATÉGIAS PARA PROVA MENTALIDADE E ORGANIZAÇÃO TODO CONTEÚDO DE ENFERMAGEM PARA CONCURSOS CICLO E3R PREPARO PARA O ESTUDO

ESTRATÉGIAS PARA PROVA MENTALIDADE E ORGANIZAÇÃO TODO CONTEÚDO DE ENFERMAGEM PARA CONCURSOS CICLO E3R PREPARO PARA O ESTUDO ESTRATÉGIAS PARA PROVA TODO CONTEÚDO DE ENFERMAGEM PARA CONCURSOS MENTALIDADE E CICLO E3R PREPARO PARA O ESTUDO OBJETIVO DO MÓDULO SEU MAIOR CONCORRENTE É VOCÊ. SE VOCÊ IDENTIFICA OS PRÓPRIOS ERROS E ORGANIZA

Leia mais

Vencedores! Ideias de Negócio. Passos para criar. Descubra como criar ideias com potencial lucrativo, alinhadas com suas habilidades pessoais!

Vencedores! Ideias de Negócio. Passos para criar. Descubra como criar ideias com potencial lucrativo, alinhadas com suas habilidades pessoais! Por Rafael Piva Guia 33 Prático Passos para criar Ideias de Negócio Vencedores! Descubra como criar ideias com potencial lucrativo, alinhadas com suas habilidades pessoais! Que bom que você já deu um dos

Leia mais

1 - O QUE DIZ A LEI SECA

1 - O QUE DIZ A LEI SECA INFORMATIVO - N - O QUE DIZ A ANO LEI FEDERAL Nº.7/8. - Fixou tolerância zero à combinação álcool e volante. O motorista flagrado com qualquer quantidade de álcool no organismo é punido. - A lei tornou

Leia mais

Clipping da DIRETORIA DE REPRESENTAÇÃO

Clipping da DIRETORIA DE REPRESENTAÇÃO DR Clipping da DIRETORIA DE REPRESENTAÇÃO Nº 08 GESTÃO DIGNIDADE E RESPEITO Notícias da semana 24/02/2012 Quarta-feira, 22 de Fevereiro de 2012 Diário de S. Paulo Clipping da DIRETORIA DE REPRESENTAÇÃO

Leia mais

Segunda-feira, 03.10.11

Segunda-feira, 03.10.11 Segunda-feira, 03.10.11 Veja os destaques de hoje e do fim de semana: 1. Dia do Idoso 2. OVG doa lençóis para unidades de saúde Jornal O Popular - 01.10.11 Dia do Idoso Realidade é de maus-tratos, violência

Leia mais

Idade, ela pesa 07/07/ 2015. Minhavida.com.br

Idade, ela pesa 07/07/ 2015. Minhavida.com.br Todo mundo quer viver muitos anos, não é mesmo? Mas você já se questionou se está somando mais pontos contra do que a favor na busca pela longevidade? Por isso mesmo, um estudo da Universidade da Califórnia,

Leia mais

sobre pressão alta Dr. Decio Mion

sobre pressão alta Dr. Decio Mion sobre pressão alta Dr. Decio Mion 1 2 Saiba tudo sobre pressão alta Dr. Decio Mion Chefe da Unidade de Hipertensão do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (HC-FMUSP)

Leia mais

Câncer de Mama COMO SÃO AS MAMAS:

Câncer de Mama COMO SÃO AS MAMAS: Câncer de Mama COMO SÃO AS MAMAS: As mamas (ou seios) são glândulas e sua função principal é a produção de leite. Elas são compostas de lobos que se dividem em porções menores, os lóbulos, e ductos, que

Leia mais

DOENÇAS CARDÍACAS NA INSUFICIÊNCIA RENAL

DOENÇAS CARDÍACAS NA INSUFICIÊNCIA RENAL DOENÇAS CARDÍACAS NA INSUFICIÊNCIA RENAL As doenças do coração são muito freqüentes em pacientes com insuficiência renal. Assim, um cuidado especial deve ser tomado, principalmente, na prevenção e no controle

Leia mais

Diminua seu tempo total de treino e queime mais gordura

Diminua seu tempo total de treino e queime mais gordura Diminua seu tempo total de treino e queime mais gordura Neste artigo vou mostrar o principal tipo de exercício para acelerar a queima de gordura sem se matar durante horas na academia. Vou mostrar e explicar

Leia mais

Vida nova Jovens contam como superaram doenças graves. Depois de um câncer de mama aos 23 anos, Dolores Cardoso teve um filho, escreveu um livro e

Vida nova Jovens contam como superaram doenças graves. Depois de um câncer de mama aos 23 anos, Dolores Cardoso teve um filho, escreveu um livro e Sexta Vida nova Jovens contam como superaram doenças graves. Depois de um câncer de mama aos 23 anos, Dolores Cardoso teve um filho, escreveu um livro e mudou o rumo da vida profissional FOLHA DA SEXTA

Leia mais

coleção Conversas #17 - DEZEMBRO 2014 - u s a r Respostas perguntas para algumas que podem estar passando pela sua cabeça.

coleção Conversas #17 - DEZEMBRO 2014 - u s a r Respostas perguntas para algumas que podem estar passando pela sua cabeça. coleção Conversas #17 - DEZEMBRO 2014 - Sou so profes r a, Posso m a s n ão parar d aguento m e ai ensinar s? d a r a u la s Respostas perguntas para algumas que podem estar passando pela sua cabeça. A

Leia mais

CONSELHO REGIONAL DE MEDICINA DO ESTADO DE MATO GROSSO

CONSELHO REGIONAL DE MEDICINA DO ESTADO DE MATO GROSSO 1 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 PARECER CONSULTA CRM-MT Nº 07/2014 DATA DA ENTRADA: 07 de janeiro de 2014 INTERESSADA: Sra. M. C. da S. CONSELHEIRA CONSULTORA: Dra Hildenete Monteiro Fortes ASSUNTO: classificação

Leia mais

Saúde em risco: realizar exame desnecessário pode ser prejudicial

Saúde em risco: realizar exame desnecessário pode ser prejudicial Dezembro/2011 Nº 13 Saúde em risco: realizar exame desnecessário pode ser prejudicial Presidente da Sociedade Brasileira de Medicina de Família diz que problema diminui quando um médico generalista é a

Leia mais