BRIEFING BAHIA RECALL REVELAÇÃO. Apoio Social: HEMOBA - Fundação de Hematologia e Hemoterapia da Bahia

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "BRIEFING BAHIA RECALL REVELAÇÃO. Apoio Social: HEMOBA - Fundação de Hematologia e Hemoterapia da Bahia"

Transcrição

1 BRIEFING BAHIA RECALL REVELAÇÃO Clientes: Rede Bahia e Instituto ACM Apoio Social: HEMOBA - Fundação de Hematologia e Hemoterapia da Bahia Tema: Doação de Sangue Objetivo de Comunicação: Estimular a doação voluntária e regular de sangue, conscientizando a sociedade quanto à importância desse ato para salvar vidas. Segundo o Ministério da Saúde, se cada pessoa doasse duas vezes ao ano, não faltaria sangue para transfusão no país. Descrição do tema: Doar sangue é um ato de amor ao próximo e de cidadania. A necessidade de sangue é constante. Transfusões fazem a diferença entre a vida e a morte para centenas de pacientes. A cada 10 pacientes internados pelo menos um necessitará de sangue. A Organização Mundial de Saúde estima que para se ter estoques satisfatórios sejam necessários pelo menos 3% da população doando sangue de forma regular. No Brasil, dados do Ministério da Saúde demonstram que 1,7% da população é doadora. Na Bahia, esse número é de 1% e predominam doadores de reposição, ou seja, estão doando porque algum parente ou amigo próximo está necessitando. A missão da Fundação de Hematologia e Hemoterapia da Bahia (HEMOBA) é coordenar a política de sangue no estado, assegurando o fornecimento de sangue para todos os hospitais da rede pública. São 24 unidades espalhadas em diferentes cidades do estado.

2 Ao longo dos últimos anos, o HEMOBA tem enfrentado uma diminuição paulatina no número de doadores voluntários, que são a base de todo o sistema de doação de sangue. Atingir um número de 100% de doadores voluntários é uma tarefa difícil, porém desejada por todos os serviços de sangue do país. Mas para isso, torna-se necessário a criação e o fortalecimento de parcerias com todos os segmentos da sociedade que possam contribuir na difusão de informação, no comprometimento com a causa, e principalmente com o aumento no número de doações. Crie uma campanha de mobilização da sociedade civil para a doação voluntária e regular de sangue. Quanto maior a conscientização e o número de doadores, mais vidas serão salvas. Reúna sua equipe, dê o melhor de si e boa sorte. INFORMAÇÕES COMPLEMENTARES: - AO DOAR SANGUE, VOCÊ PODE SALVAR ATÉ QUATRO VIDAS. ISSO PORQUE O SANGUE PODE SER SEPARADO EM ATÉ 4 TIPOS DE COMPONENTES, ESPECÍFICOS PARA A NECESSIDADE DE CADA PACIENTE. LEMBRE-SE: PARA DOAR SANGUE VOCÊ DEVE TER ENTRE 16 E 67 ANOS, ESTAR EM BOAS CONDIÇÕES DE SAÚDE E LEVAR UM DOCUMENTO DE IDENTIDADE OFICIAL, COM FOTO. MENORES DE 18 ANOS DEVEM APRESENTAR AUTORIZAÇÃO POR ESCRITO DE UM DOS PAIS OU DO REPRESENTANTE LEGAL. - DOAR SANGUE NÃO ENGORDA NEM EMAGRECE, NÃO AFINA O SANGUE E NÃO FAZ MAL À SAÚDE. - AS MULHERES REPRESANTAM APENAS 30% DO TOTAL DE DOADORES DE SANGUE NO BRASIL. ESSA É UMA REALIADDE QUE PODE SER MODIFICADA. AS MULHERES PODEM DOAR SANGUE MESMO DURANTE O PERÍODO MENSTRUAL. SÓ NÃO PODEM DOAR SANGUE SE ESTIVEREM GRÁVIDAS OU AMAMENTANDO.

3 - TODO O PROCESSO DE DOAÇÃO DURA CERCA DE UMA HORA. PRIMEIRO O DOADOR PASSA PELO CADASTRO, DEPOIS PELA TRIAGEM CLÍNICA E PELO TESTE DE HEMOGLOBINA, PARA VERIFICAR SE NÃO HÁ SINAIS DE ANEMIA. A DOAÇÃO EM SI É RÁPIDA. DURA CERCA DE 10 MINUTOS. - HOMENS PODEM DOAR A CADA 60 DIAS E MULHERES PODEM DOAR A CADA 90 DIAS. DOANDO SEMPRE VOCÊ TORNA-SE UM DOADOR VOLUNTÁRIO FIDELIZADO. QUANTO MAIS DOAÇOES FIDELIZADAS, MAIOR A QUANTIDADE DE SANGUE NOS ESTOQUES DOS BANCOS DE SANGUE. - OS TIPOS DE SANGUE EXISTENTES SAO: A, B, AB E O. O FATOR DE RH É QUE DEFINE SE O SANGUE É POSITIVO OU NEGATIVO. O SANGUE O NEGATIVO É O DE MENOR INCIDÊNCIA NA POPULAÇÃO, POR ISSO, MAIS RARO. PORÉM, TODOS OS TIPOS DE SANGUE SÃO BEM VINDOS NO HEMOCENTRO, JÁ QUE EXISTEM PACIENTES DE TODOS OS GRUPOS SANGÍNEOS À ESPERA DE DOAÇAO. - A DOAÇÃO DE PLAQUETAS PODE SER REALIZADAS A CADA 30 DIAS ATRAVÉS DE UM PROCESSO CHAMADO AFÉRESE, QUE SEPARA AS PLAQUETAS DOS OUTROS COMPONENTES DO SANGUE. - TODO O MATERIAL UTILIZADO NO PROCESSO DA DOAÇÃO DE SANGUE É INDIVIDUAL, DESCARTÁVEL E ESTÉRIL. NÃO HÁ POSSIBILIDADE DE CONTRAIR NENHUMA DOENÇA DURANTE O ATO DE DOAR SANGUE. - UMA PESSOA ADULTA POSSUI EM MÉDIA CINCO LITROS DE SANGUE E EM UMA DOAÇÃO SÃO COLETADOS NO MÁXIMO 450 ML. OU SEJA, É MENOS DE 10% DE TODO SEU SANGUE.

4 - ALGUNS PROCEDIMENTOS ESTÉTICOS EXIGEM ALGUNS CUIDADOS NA HORA DE DOAR SANGUE. O DOADOR DEVE AGUARDAR TRÊS DIAS PARA FAZER A DOAÇÃO APÓS APLICAR PIERCING E 1 ANO APÓS FAZER TATUAGEM OU MAQUIAGEM DEFINITIVA. - É NECESSÁRIA A CONSCIENTIZAÇÃO DE QUE A DOAÇÃO DE SANGUE PRECISA SER FEITA NÃO APENAS EM ÉPOCAS DE CAMPANHAS PARA O REABASTECIMENTO DE BAIXO ESTOQUE, MAS DURANTE TODO O ANO. O SANGUE DOADO TEM SEMPRE UTILIDADE E NUNCA SOBRA, PELO CONTRÁRIO, FAZ FALTA. - PLASMA É A PARTE LÍQUIDA DO SANGUE E CORRESPONDE A CERCA DE 55% DO SEU VOLUME. OS OUTROS 45% DO VOLUME DO SANGUE SÃO REPRESENTADOS PELAS CÉLULAS: GLÓBULOS VERMELHOS, PLAQUETAS E GLÓBULOS BRANCOS. - AINDA NÃO HÁ NENHUM SUBSTITUTO PARA O SANGUE HUMANO. NÃO É POSSÍVEL FABRICAR SANGUE ARTIFICIAL EM LABORATÓRIOS. POR ISSO, A ÚNICA MANEIRA DE SE OBTER SANGUE PARA QUEM PRECISA É ATRAVÉS DO GESTO DA DOAÇÃO DE SANGUE. - PARA QUE OS HEMOCENTROS SEJAM ABASTECIDOS COM UM ESTOQUE DE SANGUE SEGURO, SERIA NECESSÁRIO QUE 3% DA POPULAÇÃO BRASIELIRA FOSSE DOADORA VOLUNTÁRIA DE SANGUE. HOJE, APENAS 1, 7% DA POPULAÇÃO DOA SANGUE COM REGULARIDADE. NA BAHIA, ESSE NÚMERO É AINDA MAIS BAIXO, CERCA DE 1%. Peças: Deverão constar na campanha as seguintes peças: VT de 30. Spot ou Jingle de 30. Anúncio de jornal no formato máximo de 1 página.

5 Banner de internet. Observação: verificar especificação detalhada das peças da campanha no regulamento. Obrigatoriedades: O VT deve ser assinado com a locução Apoio: Rede Bahia, Instituto ACM e HEMOBA e apresentar as marcas da Rede Bahia e do HEMOBA, disponíveis para download no site oficial do prêmio. No spot, a locução de assinatura deverá ser: Apoio: Rede Bahia, Instituto ACM e HEMOBA. No anúncio de jornal e no banner de internet, a assinatura deverá conter as marcas da Rede Bahia, do Instituto ACM e do HEMOBA, disponíveis para download no site oficial do prêmio.

III MOSTRA NACIONAL DE PRODUÇÃO EM SAÚDE DA FAMÍLIA CONTRIBUIÇÃO DAS EQUIPES DE SAÚDE CAPTAÇÃO DE DOADORES DE SANGUE

III MOSTRA NACIONAL DE PRODUÇÃO EM SAÚDE DA FAMÍLIA CONTRIBUIÇÃO DAS EQUIPES DE SAÚDE CAPTAÇÃO DE DOADORES DE SANGUE III MOSTRA NACIONAL DE PRODUÇÃO EM SAÚDE DA FAMÍLIA CONTRIBUIÇÃO DAS EQUIPES DE SAÚDE DA FAMÍLIA NA IMPLEMENTAÇÃO DA CAPTAÇÃO DE DOADORES DE SANGUE Josinete Gomes FUNDAÇÃO HEMOPE PERNAMBUCO Brasília -

Leia mais

Doar sangue é rápido, simples e seguro. Mas para quem precisa desse gesto de solidariedade, não é nada simples. Ele vale a vida.

Doar sangue é rápido, simples e seguro. Mas para quem precisa desse gesto de solidariedade, não é nada simples. Ele vale a vida. FUNDAÇÃO PRÓ-SANGUE A Fundação Pró-Sangue é uma instituição pública ligada à Secretaria de Estado da Saúde e ao Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo, mantendo com

Leia mais

DOE SANGUE, DOE VIDA!

DOE SANGUE, DOE VIDA! 8. CONEX Apresentação Oral Resumo Expandido 1 ÁREA TEMÁTICA: (X) SAÚDE DOE SANGUE, DOE VIDA! Apresentador 1 Patrícia de Vargas Stella Apresentador 2 Josiane Cavali Barros da Silva Autor 3 Celso Luiz Borges

Leia mais

DÚVIDAS FREQUENTES. Doar sangue engorda ou faz emagrecer? Ao doar sangue você não engorda nem emagrece.

DÚVIDAS FREQUENTES. Doar sangue engorda ou faz emagrecer? Ao doar sangue você não engorda nem emagrece. DÚVIDAS FREQUENTES Existe regulamento sobre doações de sangue? Sim. Todas as unidades coletoras seguem extensa regulamentação da Anvisa e pode ser encontrada no site: www.saude.gov.br Doar sangue engorda

Leia mais

Deixe-se levar por esta ideia

Deixe-se levar por esta ideia Requisitos básicos para Doação de Sangue Estar em boas condições de saúde; Ter entre 16 e 67 anos, desde que a primeira doação tenha sido feita até 60 anos; Para os menores de 18 anos é necessário autorização

Leia mais

CAPTAÇÃO DE ALUNOS DO CURSO DE ENFERMAGEM PARA DOAÇÃO DE SANGUE FRENTE A CARÊNCIA VIVENCIADA 1

CAPTAÇÃO DE ALUNOS DO CURSO DE ENFERMAGEM PARA DOAÇÃO DE SANGUE FRENTE A CARÊNCIA VIVENCIADA 1 CAPTAÇÃO DE ALUNOS DO CURSO DE ENFERMAGEM PARA DOAÇÃO DE SANGUE FRENTE A CARÊNCIA VIVENCIADA 1 BENDER, Leticia Silmara 2 ; MARZARI, Carla 3 ; MENEGAZZI, Bruna Boff 4 ; NEVES, Bruna Sartori 5 ; QUADROS,

Leia mais

ESTA PALESTRA NÃO PODERÁ SER REPRODUZIDA SEM A REFERÊNCIA DO AUTOR.

ESTA PALESTRA NÃO PODERÁ SER REPRODUZIDA SEM A REFERÊNCIA DO AUTOR. ESTA PALESTRA NÃO PODERÁ SER REPRODUZIDA SEM A REFERÊNCIA DO AUTOR. I SEMANA DE SERVIÇO SOCIAL DO HEMOCE Captação Hospitalar: Multiplique essa idéia NÁGELA LIMA CAPTAÇÃO DE DOADORES A DOAÇÃO DE SANGUE

Leia mais

III MOSTRA NACIONAL DE PRODUÇÃO EM SAÚDE DA FAMÍLIA

III MOSTRA NACIONAL DE PRODUÇÃO EM SAÚDE DA FAMÍLIA III MOSTRA NACIONAL DE PRODUÇÃO EM SAÚDE DA FAMÍLIA DOAÇÃO DE MEDULA ÓSSEA, O TRABALHO DE CAPTAÇÃO DE CANDIDATOS E A POSSIBILIDADE DE ENVOLVIMENTO DAS EQUIPES DE SAÚDE DA FAMÍLIA Déborah Carvalho Gerência

Leia mais

PROMOÇÃO DA DOAÇÃO VOLUNTÁRIA DE SANGUE NO ÂMBITO DO MERCOSUL

PROMOÇÃO DA DOAÇÃO VOLUNTÁRIA DE SANGUE NO ÂMBITO DO MERCOSUL PROMOÇÃO DA DOAÇÃO VOLUNTÁRIA DE SANGUE NO ÂMBITO DO MERCOSUL XLIII Reunião Ordinária do SGT Nº 11 Saúde Comissão Intergovernamental de Sangue e Hemoderivados Presidência Pro Tempore do Brasil 01/2015

Leia mais

(?) (?) as doações de reposição.

(?) (?) as doações de reposição. PROJETO CAPTAÇÃO DE DOADORES NA REDE HOSPITALAR Captação de Doadores Hemoce - Fortaleza Coordenação: Nágela Lima Assistentes Sociais: Adalise Maia Alexandra Paula Moraes Elizabete Cristina Ramalho Marina

Leia mais

Plaquetopenia (Camila Villa)

Plaquetopenia (Camila Villa) Plaquetopenia (Camila Villa) Para os portadores de plaquetopenia, também chamada de trombocitopenia, uma condição que causa a diminuição do número das plaquetas na corrente circulatória pelo desequilíbrio

Leia mais

Clipping Eletrônico Domingo dia 28/09/2014

Clipping Eletrônico Domingo dia 28/09/2014 Clipping Eletrônico Domingo dia 28/09/2014 Jornal Em Tempo Dia a Dia - Pág. B4-28/09/2014 Legenda : Base do Samu está fechada à espera de equipamentos Jornal Em Tempo Economia - Pág. A9-27/09/2014 Jornal

Leia mais

EXPOSIÇÃO DE MOTIVOS

EXPOSIÇÃO DE MOTIVOS EXPOSIÇÃO DE MOTIVOS O presente Projeto de Lei tem como base e inspiração a Lei Federal nº 11.930, de 22 de abril de 2009, de autoria do deputado federal Beto Albuquerque uma homenagem a seu filho e a

Leia mais

Unidade I Energia: Conservação e transformação Aula 5.2 Conteúdo: Sangue

Unidade I Energia: Conservação e transformação Aula 5.2 Conteúdo: Sangue A A Unidade I Energia: Conservação e transformação Aula 5.2 Conteúdo: Sangue 2 A A Habilidade: Identificar os componentes do sangue e a função de cada um deles; Conhecer os sistemas ABO e RH. 3 A A O sangue

Leia mais

PROJETO SANGUE CIDADÃO

PROJETO SANGUE CIDADÃO PROJETO SANGUE CIDADÃO 2015 Banco de Dados para Doadores de Sangue Criação de banco de doadores voluntários para atender campanhas emergenciais e fidelização de doadores de sangue B A N C O D E D A D O

Leia mais

BANCO DE SANGUE COLETA E TESTES SOROLÓGICOS

BANCO DE SANGUE COLETA E TESTES SOROLÓGICOS BANCO DE SANGUE COLETA E TESTES SOROLÓGICOS Resolução da Diretoria Colegiada RDC no 57, de 16 de dezembro de 2010. Determina o Regulamento Sanitário para Serviços que desenvolvem atividades relacionadas

Leia mais

Apresentação. É uma iniciativa da Fundação Ecarta para contribuir na formação de uma cultura de solidariedade

Apresentação. É uma iniciativa da Fundação Ecarta para contribuir na formação de uma cultura de solidariedade Apresentação Projeto Cultura Doadora É uma iniciativa da Fundação Ecarta para contribuir na formação de uma cultura de solidariedade e uma atitude proativa para a doação de órgãos e tecidos, bem como na

Leia mais

Hemoce: Doe sangue antes, durante e após o carnaval

Hemoce: Doe sangue antes, durante e após o carnaval O carnaval se aproxima e os cuidados redobrados com a saúde envolvem também a solidariedade na doação de sangue para salvar vidas antes, durante e após o período da festa, quando aumenta a demanda, principalmente

Leia mais

Relatório Final Projeto Sangue Bom

Relatório Final Projeto Sangue Bom Relatório Final Projeto Sangue Bom Grupo: Sangue Bom Turma ICF: 19ª São Paulo 2013 SUMÁRIO INTRODUÇÃO... 2 EQUIPE... 3 JUSTIFICATIVA... 4 MISSÃO... 5 VISÃO... 5 OBJETIVOS... 5 PÚBLICO ALVO... 6 PLANO DE

Leia mais

PARCERIA Município Cidadão

PARCERIA Município Cidadão PARCERIA Município Cidadão 1. Introdução O Hemoce é a instituição responsável pela execução da política de sangue do Ministério da Saúde no Estado do Ceará, que consiste essencialmente na coleta, no processamento

Leia mais

ESTA PALESTRA NÃO PODERÁ SER REPRODUZIDA SEM A REFERÊNCIA DO AUTOR.

ESTA PALESTRA NÃO PODERÁ SER REPRODUZIDA SEM A REFERÊNCIA DO AUTOR. ESTA PALESTRA NÃO PODERÁ SER REPRODUZIDA SEM A REFERÊNCIA DO AUTOR. XV Jornada Interiorana de Hematologia e Hemoterapia II Encontro Interiorano de Enfermagem em Hemoterapia e Hemovigilância TESTES PRÉ

Leia mais

O UNIVERSITÁRI FACULDADE ATENAS ESTÁ INTEGRADA COM A COMUNIDADE DE PARACATU

O UNIVERSITÁRI FACULDADE ATENAS ESTÁ INTEGRADA COM A COMUNIDADE DE PARACATU FACULDADE ATENAS ESTÁ INTEGRADA COM A COMUNIDADE DE PARACATU COM A REALIZAÇÃO DE DIVERSAS ATIVIDADES DE RESPONSABILIDADE SOCIAL, A INSTITUIÇÃO PROPORCIONA FORMAÇÃO HUMANIZADA AOS ALUNOS E TRAZ BENEFÍCIOS

Leia mais

PERFIL DOS ACADÊMICOS DOADORES E ÃO DOADORES DO CURSO DE CIÊ CIAS BIOLÓGICAS U EMAT CAMPUS U IVERSITÁRIO DE TA GARÁ DA SERRA MATO GROSSO.

PERFIL DOS ACADÊMICOS DOADORES E ÃO DOADORES DO CURSO DE CIÊ CIAS BIOLÓGICAS U EMAT CAMPUS U IVERSITÁRIO DE TA GARÁ DA SERRA MATO GROSSO. PERFIL DOS ACADÊMICOS DOADORES E ÃO DOADORES DO CURSO DE CIÊ CIAS BIOLÓGICAS U EMAT CAMPUS U IVERSITÁRIO DE TA GARÁ DA SERRA MATO GROSSO. NASCIMENTO, Cristiano Neves do 1 NASCIMENTO, Franciele do SILVA,

Leia mais

RECOMENDAÇÃO Nº 023/2013/GAB/PRM/PVAI

RECOMENDAÇÃO Nº 023/2013/GAB/PRM/PVAI MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL PROCURADORIA DA REPÚBLICA NO MUNICÍPIO DE PARANAVAÍ/PR RECOMENDAÇÃO Nº 023/2013/GAB/PRM/PVAI O MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL, por meio do Procurador da República signatário, no

Leia mais

O PAPEL DO ENFERMEIRO NO COMITÊ TRANSFUSIONAL

O PAPEL DO ENFERMEIRO NO COMITÊ TRANSFUSIONAL O PAPEL DO ENFERMEIRO NO COMITÊ TRANSFUSIONAL HEMOCENTRO DE BELO HORIZONTE 2015 TRANFUSÃO SANGUÍNEA BREVE RELATO Atualmente a transfusão de sangue é parte importante da assistência à saúde. A terapia transfusional

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL ESCOLA DE ENFERMAGEM EMILYN MARTINS MATIAS

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL ESCOLA DE ENFERMAGEM EMILYN MARTINS MATIAS UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL ESCOLA DE ENFERMAGEM EMILYN MARTINS MATIAS RELATÓRIO ESTÁGIO CURRICULAR III SERVIÇOS HOSPITALARES UNIDADE DE BANCO DE SANGUE DO HOSPITAL DE CLÍNICAS DE PORTO ALEGRE

Leia mais

No início do século XX, o austríaco Karl Landsteiner, misturando o sangue de indivíduos diferentes, verificou que apenas algumas combinações eram

No início do século XX, o austríaco Karl Landsteiner, misturando o sangue de indivíduos diferentes, verificou que apenas algumas combinações eram No início do século XX, o austríaco Karl Landsteiner, misturando o sangue de indivíduos diferentes, verificou que apenas algumas combinações eram compatíveis. Descobriu, assim, a existência do chamado

Leia mais

ESTRATÉGIAS DE CAPTAÇÃO DE DOADORES

ESTRATÉGIAS DE CAPTAÇÃO DE DOADORES ESTRATÉGIAS DE CAPTAÇÃO DE DOADORES VIII Simpósio HEMOMINAS de Transfusão Heloisa Gontijo Gerência de Captação e Cadastro Diretoria Técnico Científica A LEGISLAÇÃO NO BRASIL DEFINE Art. 30. A doação de

Leia mais

A Maior Triagem Odontológica do Mundo. Tá, entendi. Agora, como eu vou fazer isso?

A Maior Triagem Odontológica do Mundo. Tá, entendi. Agora, como eu vou fazer isso? A Maior Triagem Odontológica do Mundo. Em 18 de Março de 2013, o mundo inteiro vai sorrir mais bonito. Neste dia, realizaremos juntos em todo o Brasil, 10 países da América Latina e Portugal a MAIOR TRIAGEM

Leia mais

Manual do Doador Voluntário de Medula Óssea

Manual do Doador Voluntário de Medula Óssea Manual do Doador Voluntário de Medula Óssea Manual do Doador Voluntário O desconhecimento sobre a doação de medula óssea é enorme. Quando as pessoas são informadas de como é fácil ser doador voluntário

Leia mais

MÓDULO II- Referenciado

MÓDULO II- Referenciado MÓDULO - Referenciado CAPTAÇÃO, RECEPÇÃO/REGSTRO, TRAGEM CLÍNCA E COLETA 1. Captação de Doadores 1.1. Recursos Humanos Nível Sim Não 1.1.1. Pessoal qualificado/capacitado. (RDC 34/, Art. 19) 1.1.2. Supervisão

Leia mais

a) do Serviço de Hemoterapia para a Vigilância Sanitária Municipal, até o 10º dia útil subsequente ao mês/período informado;

a) do Serviço de Hemoterapia para a Vigilância Sanitária Municipal, até o 10º dia útil subsequente ao mês/período informado; Republicada no D.O. de 22/8/01 A Diretoria Colegiada da Agência Nacional de Vigilância Sanitária, no uso da atribuição que lhe confere o art. 11, inciso IV, do Regulamento da ANVISA, aprovado pelo Decreto

Leia mais

PROJETO DE LEI N.º 2.560, DE 2011 (Do Sr. Paulo Wagner)

PROJETO DE LEI N.º 2.560, DE 2011 (Do Sr. Paulo Wagner) CÂMARA DOS DEPUTADOS PROJETO DE LEI N.º 2.560, DE 2011 (Do Sr. Paulo Wagner) Institui a meia-entrada para doadores de sangue ou de medula óssea em estabelecimentos que promovam cultura, entretenimento

Leia mais

ARRECADAÇÃO DE ALIMENTOS - CESTAS BÁSICAS

ARRECADAÇÃO DE ALIMENTOS - CESTAS BÁSICAS ATIVIDADES MESTRAS ARRECADAÇÃO DE ALIMENTOS - CESTAS BÁSICAS Serão aceitas apenas doações de cestas básicas, conforme descrição abaixo, não sendo pontuados os itens/quilos excedentes; Para pontuar, cada

Leia mais

Escola Cidadã Sangue Novo no Hemoce

Escola Cidadã Sangue Novo no Hemoce PARCERIA Escola Cidadã Sangue Novo no Hemoce Ajudando a formar cidadãos transformadores que salvam vidas através da doação de sangue. Um projeto da Captação de Doadores e Diretoria de Hemoterapia 1. CONTEXTUALIZAÇÃO

Leia mais

COMISSÃO DE TRABALHO, DE ADMINISTRAÇÃO E SERVIÇO PÚBLICO PROJETO DE LEI Nº 324, DE 1999

COMISSÃO DE TRABALHO, DE ADMINISTRAÇÃO E SERVIÇO PÚBLICO PROJETO DE LEI Nº 324, DE 1999 COMISSÃO DE TRABALHO, DE ADMINISTRAÇÃO E SERVIÇO PÚBLICO PROJETO DE LEI Nº 324, DE 1999 Altera dispositivo da Consolidação das Leis do Trabalho CLT, para permitir a ausência ao serviço a cada seis meses,

Leia mais

PARTIDO COMUNISTA PORTUGUÊS Grupo Parlamentar. Projeto de Lei nº 139/XII/1ª. Estatuto do Dador de Sangue

PARTIDO COMUNISTA PORTUGUÊS Grupo Parlamentar. Projeto de Lei nº 139/XII/1ª. Estatuto do Dador de Sangue PARTIDO COMUNISTA PORTUGUÊS Grupo Parlamentar Projeto de Lei nº 139/XII/1ª Estatuto do Dador de Sangue Exposição de Motivos A dádiva de sangue é um ato solidário e voluntário de milhares de portugueses

Leia mais

Relatório de Sustentabilidade 2014

Relatório de Sustentabilidade 2014 1 Relatório de Sustentabilidade 2014 2 Linha do Tempo TAM VIAGENS 3 Política de Sustentabilidade A TAM Viagens uma Operadora de Turismo preocupada com a sustentabilidade, visa fortalecer o mercado e prover

Leia mais

ESCOLA DE SAÚDE PÚBLICA DO ESTADO DE MINAS GERAIS CREDENCIAMENTO DE DOCENTE ESP-MG Nº 015/2011

ESCOLA DE SAÚDE PÚBLICA DO ESTADO DE MINAS GERAIS CREDENCIAMENTO DE DOCENTE ESP-MG Nº 015/2011 ESCOLA DE SAÚDE PÚBLICA DO ESTADO DE MINAS GERAIS CREDENCIAMENTO DE DOCENTE ESP-MG Nº 015/2011 PROJETO: Curso Técnico em Hemoterapia DOCENTE DE CONCENTRAÇÃO Atribuições: ministrar aulas teóricas Habilitação

Leia mais

Qual a diferença entre Aférese Não Terapêutica da Terapêutica?

Qual a diferença entre Aférese Não Terapêutica da Terapêutica? Passo Fundo - Rio Grande do Sul Ano II - Nº 07 - Dezembro - 2014 Boletim Informativo Especial Aférese O Boletim Informativo do Serviço de Hemoterapia do Hospital São Vicente de Paulo (SHHSVP), em sua sétima

Leia mais

; NESC!FlOCRÜzl IIBL.IOTEcAJ MINISTÉRIO DA SAÚDE

; NESC!FlOCRÜzl IIBL.IOTEcAJ MINISTÉRIO DA SAÚDE ; NESC!FlOCRÜzl IIBL.IOTEcAJ 8 MINISTÉRIO DA SAÚDE A, SECRETARIA DE VIGILANCIA SANITARIA ESCOLA NACIONAL DE SAÚDE PÚBLICA NÚCLEO DE ESTUDOS EM SAÚDE COLETIVA CURSO REGIONALIZADO DE ESPECIALIZAÇÃO PARA

Leia mais

MAIORIA NÃO CONVERSA COM A FAMÍLIA SOBRE DOAÇÃO DE ÓRGÃOS

MAIORIA NÃO CONVERSA COM A FAMÍLIA SOBRE DOAÇÃO DE ÓRGÃOS MAIORIA NÃO CONVERSA COM A FAMÍLIA SOBRE DOAÇÃO DE ÓRGÃOS Emmanuelle Serrano Queiroz No Brasil, a doação de órgãos é, sem dúvida, um tema que sempre está em discussão, principalmente no que se refere às

Leia mais

+ parasaber m ais ETAPA I. O candidato(a) a doador(a) deve ter em mente que o receptor. de seu sangue, ou de derivados de seu sangue, será uma

+ parasaber m ais ETAPA I. O candidato(a) a doador(a) deve ter em mente que o receptor. de seu sangue, ou de derivados de seu sangue, será uma 68 5 DOAÇÃO DE SANGUE A doação de sangue deve ser um ato espontâneo, voluntário e não remunerado. Trata-se de um procedimento totalmente seguro para o doador, executado apenas com material descartável.

Leia mais

Política de doação de Mídia Social

Política de doação de Mídia Social Política de doação de Mídia Social 1.Objetivo A presente política tem como objetivo definir critérios institucionais para cada modalidade de parceria em Mídia Social estabelecida pela Rede Gazeta e adotada

Leia mais

Clipping Eletrônico - Quarta-feira dia 17/06/2015. Infecção hospitalar será tratada na Maternidade Moura Tapajós

Clipping Eletrônico - Quarta-feira dia 17/06/2015. Infecção hospitalar será tratada na Maternidade Moura Tapajós Clipping Eletrônico - Quarta-feira dia 17/06/2015 Portal do Holanda Saúde 17 de junho de 2015. Fonte: http://www.portaldoholanda.com.br/amazonas/infeccao-hospitalarsera-tratada-na-maternidade-moura-tapajos

Leia mais

Mato Grosso do Sul conta com 80.665 pessoas cadastradas (até 2010) como doadoras de

Mato Grosso do Sul conta com 80.665 pessoas cadastradas (até 2010) como doadoras de Nesta sexta-feira (12) o Rádio Clube se dedica à solidariedade. Será feita uma campanha de captação de doadores de medula óssea no clube. A intenção da ação é sensibilizar as pessoas para aumentar o número

Leia mais

Hemoterapia 100 Questões Potenciais

Hemoterapia 100 Questões Potenciais Especial Hemoterapia Parte 1 Preparação Enfermagem HEMOCENTRO SES-DF Hemoterapia 100 Questões Potenciais 1 PORTARIA Nº 2.712, DE 12 DE NOVEMBRO DE 2013 Art. 42. No momento da seleção, será determinada

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL ESCOLA DE ENFERMAGEM RELATÓRIO FINAL DO ESTÁGIO CURRICULAR III SERVIÇOS HOSPITALARES

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL ESCOLA DE ENFERMAGEM RELATÓRIO FINAL DO ESTÁGIO CURRICULAR III SERVIÇOS HOSPITALARES UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL ESCOLA DE ENFERMAGEM RELATÓRIO FINAL DO ESTÁGIO CURRICULAR III SERVIÇOS HOSPITALARES Elisandro Luis Lima Saldanha Orientadora: Profª Themis Dovera Porto Alegre

Leia mais

Integrantes: André Paes Lemes Caio Fernando Martins Jacqueline David Ferreira da Silva Nathália Peca Renan Alves Soares

Integrantes: André Paes Lemes Caio Fernando Martins Jacqueline David Ferreira da Silva Nathália Peca Renan Alves Soares Integrantes: André Paes Lemes Caio Fernando Martins Jacqueline David Ferreira da Silva Nathália Peca Renan Alves Soares 3 BRIEFING 4 Institucional 1953 Criado o 1º Departamento Nacional de Saúde, que desdobra

Leia mais

ESTRATÉGIA DE SAÚDE DA FAMÍLIA

ESTRATÉGIA DE SAÚDE DA FAMÍLIA ESTRATÉGIA DE SAÚDE DA FAMÍLIA PROVA OBJETIVA PROCESSO SELETIVO DE AGENTES COMUNITÁRIOS DE SAÚDE Prezado candidato(a), você recebeu o seguinte material: - um caderno de questões contendo 30 (trinta) questões

Leia mais

O Talento Está no Sangue Colsan/Unifesp 1

O Talento Está no Sangue Colsan/Unifesp 1 O Talento Está no Sangue Colsan/Unifesp 1 Gabriel NASCIMENTO 2 João Batista Freitas CARDOSO 3 IMES - Universidade Municipal de São Caetano do Sul, São Caetano do Sul, SP RESUMO Doar sangue é sinônimo de

Leia mais

Versão final 28 de abril de 2014

Versão final 28 de abril de 2014 1 Plano Operativo de Saúde do Estado do Rio de Janeiro para a Copa do Mundo FIFA Brasil 2014 Versão final 28 de abril de 2014 2 Hemorrede pública do Estado do Rio de Janeiro Ações Pré Evento: Manter estoque

Leia mais

BANCO DE SANGUE PAULISTA PROCEDIMENTO OPERACIONAL RECEBIMENTO DE SOLICITAÇÕES PARA A TRANSFUSÃO DE HEMOCOMPONENTES

BANCO DE SANGUE PAULISTA PROCEDIMENTO OPERACIONAL RECEBIMENTO DE SOLICITAÇÕES PARA A TRANSFUSÃO DE HEMOCOMPONENTES Pagina 1 de 17 1. OBJETIVO Atender com eficácia as solicitações realizadas pelo corpo clínico dos hospitais. 2. APLICAÇÃO Receptores (pacientes). 3. RESPONSABILIDADES Médicos Supervisora Técnica Coordenador

Leia mais

Estratégias de Gerenciamento de Estoque no Hemocentro. Elmiro Ribeiro Filho Médico Hematologista e Hemoterapeuta Hemocentro Regional de Uberlândia

Estratégias de Gerenciamento de Estoque no Hemocentro. Elmiro Ribeiro Filho Médico Hematologista e Hemoterapeuta Hemocentro Regional de Uberlândia Estratégias de Gerenciamento de Estoque no Hemocentro Elmiro Ribeiro Filho Médico Hematologista e Hemoterapeuta Hemocentro Regional de Uberlândia Fundação Hemominas * Cobertura de 90% das transfusões *

Leia mais

Chat com a Dra. Maria Cristina Dia 24 de fevereiro de 2011

Chat com a Dra. Maria Cristina Dia 24 de fevereiro de 2011 Chat com a Dra. Maria Cristina Dia 24 de fevereiro de 2011 Tema: Mielodisplasia: Novidades no tratamento Total de pessoas que participaram: 34 usuários Limite permitido na sala: 40 usuários Duração: 1h30

Leia mais

Lista de Genética 2º EM Colégio São José - 2013

Lista de Genética 2º EM Colégio São José - 2013 1. (Fuvest 92) Nos anos 40, o famoso cineasta Charlie ChapIin foi acusado de ser o pai de uma criança, fato que ele não admitia. Os exames de sangue revelaram que a mãe era do grupo A, a criança do grupo

Leia mais

Ana Paula Tinoco da SILVA 3

Ana Paula Tinoco da SILVA 3 Anúncio impresso desenvolvido para a ONG Projeto Reconstruir 1 Adair Fernandes dos Santos JÚNIOR 2 Ana Paula Tinoco da SILVA 3 Geislane DIAS Ingrid Nayara RODRIGUES Leandro GUIMARÃES Lucas CORDEIRO Priscila

Leia mais

REGULAMENTO TÉCNICO MERCOSUL DOS NÍVEIS DE COMPLEXIDADE DOS SERVIÇOS DE MEDICINA TRANSFUSIONAL OU UNIDADES HEMOTERÁPICAS

REGULAMENTO TÉCNICO MERCOSUL DOS NÍVEIS DE COMPLEXIDADE DOS SERVIÇOS DE MEDICINA TRANSFUSIONAL OU UNIDADES HEMOTERÁPICAS MERCOSUL/GMC/RES. Nº 41/00 REGULAMENTO TÉCNICO MERCOSUL DOS NÍVEIS DE COMPLEXIDADE DOS SERVIÇOS DE MEDICINA TRANSFUSIONAL OU UNIDADES HEMOTERÁPICAS TENDO EM VISTA: o Tratado de Assunção, o Protocolo de

Leia mais

CAMPANHA DE BANDEIRA TEATRO OURO VERDE

CAMPANHA DE BANDEIRA TEATRO OURO VERDE CAMPANHA DE BANDEIRA TEATRO OURO VERDE Participação ativa na história de Londrina Participação ativa na história de Londrina e do Paraná A partir da missão de promover, com a comunicação, o desenvolvimento

Leia mais

Sistema Cardiovascular

Sistema Cardiovascular Sistema Cardiovascular O sistema cardiovascular é responsável pela circulação do sangue. O sangue transporta: nutrientes obtidos na digestão; Oxigênio; Gás carbônico; Resíduos; Hormônios. Vasos Sanguíneos

Leia mais

DOAÇÃO DE SANGUE. Raquel Rocha Gomes

DOAÇÃO DE SANGUE. Raquel Rocha Gomes DOAÇÃO DE SANGUE Raquel Rocha Gomes O dia 25 de novembro é nacionalmente comemorado como o dia do doador de sangue. Aproveitando esse tema, a Futura realizou uma pesquisa com os moradores da Grande Vitória

Leia mais

CAMPANHA DE DOAÇÃO DE SANGUE E MEDULA ÓSSEA COM A COMUNIDADE FAP-FACULDADE DE APUCARANA 2007

CAMPANHA DE DOAÇÃO DE SANGUE E MEDULA ÓSSEA COM A COMUNIDADE FAP-FACULDADE DE APUCARANA 2007 V EPCC Encontro Internacional de Produção Científica Cesumar 3 a de outubro de 7 CAMPANHA DE DOAÇÃO DE SANGUE E MEDULA ÓSSEA COM A COMUNIDADE FAP-FACULDADE DE APUCARANA 7 Bárbara Melina Viol 1 ; Joseane

Leia mais

Hemoce precisa aumentar número de doações de sangue para garantir abastecimento

Hemoce precisa aumentar número de doações de sangue para garantir abastecimento O Hemoce precisa ter em estoque 844 bolsas de sangue para atender as necessidades dos 168 hospitais públicos e ainda 126 hospitais privados com leitos do SUS em todo o Ceará. Nesta segunda-feira (17),

Leia mais

BIOBANCO IMM PERGUNTAS FREQUENTES (FAQ)

BIOBANCO IMM PERGUNTAS FREQUENTES (FAQ) BIOBANCO IMM PERGUNTAS FREQUENTES (FAQ) Gostaria de doar sangue para apoiar a investigação médica. Como poderei fazer? Para doar uma amostra pode nos contactar (217999437 ou 965152588) ou visitar nos no

Leia mais

1)Campanha Pré-Calamidade

1)Campanha Pré-Calamidade 1)Campanha Pré-Calamidade A Cruz Vermelha de São Paulo, no cumprimento de sua missão de ajuda humanitária e de auxiliar as comunidades carentes, que sofrem com as enchentes e desabamentos provocados pelas

Leia mais

Grupo de Estudos de Voluntariado Empresarial. 1º Encontro 2011 Aspectos Legais do Voluntariado 09/02/2011

Grupo de Estudos de Voluntariado Empresarial. 1º Encontro 2011 Aspectos Legais do Voluntariado 09/02/2011 Grupo de Estudos de Voluntariado Empresarial 1º Encontro 2011 Aspectos Legais do Voluntariado 09/02/2011 Introdução Uma das principais características legais do voluntariado é o não vínculo empregatício,

Leia mais

ALIMENTAÇÃO Preventiva. Volume I

ALIMENTAÇÃO Preventiva. Volume I ALIMENTAÇÃO Preventiva Volume I By porque evoluir é preciso Que o teu alimento seja seu medicamento Hipócrates Pai da medicina moderna Não coma, nutra-se! Existem muitas informações importantes disponíveis,

Leia mais

O primeiro ciclo em gestão portuária foi incumbido de realizar um trabalho onde pudéssemos trabalhar o social, a criatividade e a integração, sendo o

O primeiro ciclo em gestão portuária foi incumbido de realizar um trabalho onde pudéssemos trabalhar o social, a criatividade e a integração, sendo o O primeiro ciclo em gestão portuária foi incumbido de realizar um trabalho onde pudéssemos trabalhar o social, a criatividade e a integração, sendo o dia 25 de novembro o Dia Nacional da Doação de Sangue

Leia mais

APRESENTAÇÃO CRITÉRIOS DE SELEÇÃO TEMA DO ANO. Amor Infinito.

APRESENTAÇÃO CRITÉRIOS DE SELEÇÃO TEMA DO ANO. Amor Infinito. Edital para monitoria 2014 APRESENTAÇÃO Os monitores fazem um trabalho único para que a estrutura do Ilha Design continue de pé. São os pontos de ligação entre membros da equipe, oficineiros e alunos.

Leia mais

SOU DOADORA DE VIDA DOANDO VIDAS

SOU DOADORA DE VIDA DOANDO VIDAS SOU DOADORA DE VIDA DOANDO VIDAS DOANDO VIDAS Gesto de Amor Ato Voluntário Salva Vidas Cidadania e Solidariedade Critérios Para Doar Sangue : Procedimento Seguro e Simples Mulheres / Homens Peso Minimo:

Leia mais

REGULAMENTO BAHIA RECALL REVELAÇÃO

REGULAMENTO BAHIA RECALL REVELAÇÃO REGULAMENTO BAHIA RECALL REVELAÇÃO O Bahia Recall Revelação é uma iniciativa da Rede Bahia, que se destina a estimular a criatividade e a participação de estudantes de publicidade e propaganda de instituições

Leia mais

HEMOTERAPIA BRASILEIRA

HEMOTERAPIA BRASILEIRA FAZENDO HISTÓRIA NA HEMOTERAPIA BRASILEIRA COLSAN - ASSOCIAÇÃO BENEFICENTE DE COLETA DE SANGUE fazendo história na hemoterapia brasileira A Colsan Associação Beneficente de Coleta de Sangue é uma entidade

Leia mais

A morte cerebral é diferente da morte cardíaca: a primeira permite a doação de órgãos e tecidos; a segunda, só a doação de tecidos.

A morte cerebral é diferente da morte cardíaca: a primeira permite a doação de órgãos e tecidos; a segunda, só a doação de tecidos. Doação de órgãos A doação de órgãos é um ato de caridade e amor ao próximo. A cada ano, muitas vidas são salvas por esse gesto altruísta. A conscientização da população sobre a importância da doação de

Leia mais

Fundação Itaú Social. Por uma educação integral,

Fundação Itaú Social. Por uma educação integral, Fundação Itaú Social Por uma educação integral, integrada e integradora Visão Itaú Ser o banco líder em performance e perene reconhecidamente sólido e ético, destacando-se por equipes motivadas, comprometidas

Leia mais

LIA TERESINHA GONÇALVES DANI A DOAÇÃO DE SANGUE NO CONTEXTO DO GRUPO HOSPITALAR CONCEIÇÃO

LIA TERESINHA GONÇALVES DANI A DOAÇÃO DE SANGUE NO CONTEXTO DO GRUPO HOSPITALAR CONCEIÇÃO LIA TERESINHA GONÇALVES DANI A DOAÇÃO DE SANGUE NO CONTEXTO DO GRUPO HOSPITALAR CONCEIÇÃO Projeto de Pesquisa apresentado como pré-requisito de conclusão do Curso de Especialização em Informação Científica

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA 03. Projeto Produção de Açaí: geração de renda e conservação da Mata Atlântica

TERMO DE REFERÊNCIA 03. Projeto Produção de Açaí: geração de renda e conservação da Mata Atlântica TERMO DE REFERÊNCIA 03 Projeto Produção de Açaí: geração de renda e conservação da Mata Atlântica OBJETO O Centro Ecológico torna público a todos interessados que realizará cotação para selecionar empresas

Leia mais

Cadastramento dos doadores de sangue - Decreto-Lei 95721 de 11/2/1988

Cadastramento dos doadores de sangue - Decreto-Lei 95721 de 11/2/1988 Cadastramento dos doadores de sangue - Decreto-Lei 95721 de 11/2/1988 Ementa: Regulamenta a Lei n.º 7.649, de 25 de janeiro de 1988, que estabelece a obrigatoriedade do cadastramento dos doadores de sangue

Leia mais

Caderno de Redação. 8ª série Ensino Fundamental. Aluno(a):... 27/09/2011

Caderno de Redação. 8ª série Ensino Fundamental. Aluno(a):... 27/09/2011 Caderno de Redação 8ª série Ensino Fundamental Aluno(a):... 27/09/2011 Este Caderno de Redação segue as novas diretrizes estabelecidas pela portaria nº 109, emitida em 27/05/2009, no Diário Oficial da

Leia mais

Criado e Desenvolvido por: Todos os direitos são reservados 2015. www.tioronni.com

Criado e Desenvolvido por: Todos os direitos são reservados 2015. www.tioronni.com Criado e Desenvolvido por: Todos os direitos são reservados 2015. www.tioronni.com SISTEMA ABO O Sistema ABO foi o primeiro dos grupos sanguíneos descobertos (1900, 1901) no início do século XX em 1900),

Leia mais

HEMOTERAPIA. Segurança do Sangue. Escolha da população de doadores Triagem clínica Triagem sorológica Uso adequado dos componentes

HEMOTERAPIA. Segurança do Sangue. Escolha da população de doadores Triagem clínica Triagem sorológica Uso adequado dos componentes Segurança do Sangue Escolha da população de doadores Triagem clínica Triagem sorológica Uso adequado dos componentes Escolha dos Doadores Voluntários Baixa prevalência de doenças Doadores de repetição

Leia mais

Cartaz Desenvolvido para a Campanha Leuceminas: Você Faz A Diferença Na Cura Do Câncer. 1

Cartaz Desenvolvido para a Campanha Leuceminas: Você Faz A Diferença Na Cura Do Câncer. 1 Cartaz Desenvolvido para a Campanha Leuceminas: Você Faz A Diferença Na Cura Do Câncer. 1 Marleyde Alves dos SANTOS 2 Daniel Cardoso Pinto COELHO 3 Cláudia CONDÉ 4 Raísa moysés GENTA 5 Bruno César de SOUZA

Leia mais

O Projeto Ações Sociais AMO-RS nasceu do desejo de mudar realidades, incentivar, potencializar e criar multiplicadores.

O Projeto Ações Sociais AMO-RS nasceu do desejo de mudar realidades, incentivar, potencializar e criar multiplicadores. O Projeto Ações Sociais AMO-RS nasceu do desejo de mudar realidades, incentivar, potencializar e criar multiplicadores. Estamos desenvolvendo um exercício de cidadania, pois envolve as pessoas para além

Leia mais

Mini-conferência Detecção de agentes infecciosos em hemocomponentes não plasmáticos. Discussão

Mini-conferência Detecção de agentes infecciosos em hemocomponentes não plasmáticos. Discussão Foto: Marcelo Rosa 8h30 8h40-9h 9h-9h50 9h50-10h 10h-10h20 Entrega do material Abertura Conferência: A doação de sangue na América Latina 10h20-10h50 10h50-11h 11h-12h30 11h-11h20 11h20-11h40 11h40-12h

Leia mais

II Seminário de Intercâmbio de Experiências Exitosas apara o Alcance dos Objetivos de Desenvolvimento do Milênio Rede IDEEA

II Seminário de Intercâmbio de Experiências Exitosas apara o Alcance dos Objetivos de Desenvolvimento do Milênio Rede IDEEA II Seminário de Intercâmbio de Experiências Exitosas apara o Alcance dos Objetivos de Desenvolvimento do Milênio Rede IDEEA Salvador, Bahia Brasil, 19 e 20 de novembro de 2009 Mobilização Mundial Conferências

Leia mais

Programa de Educação Ambiental e de Comunicação Social. Projeto de Implantação de Depósito de Celulose. Klabin S.A

Programa de Educação Ambiental e de Comunicação Social. Projeto de Implantação de Depósito de Celulose. Klabin S.A Programa de Educação Ambiental e de Comunicação Social Projeto de Implantação de Depósito de Celulose Klabin S.A Ref.: Condicionante para obtenção de Licença de Instalação Telêmaco Borba, 12 de janeiro

Leia mais

Genética Grupos sanguíneos

Genética Grupos sanguíneos Genética Grupos sanguíneos 1- Em um banco de sangue, existe o seguintes estoque: 12 litros de sangue do tipo A, 7 litros de sangue do tipo B, 3 litros de sangue do tipo AB e 10 litros de sangue do tipo

Leia mais

Aula 14 Sistema ABO. Grupo sangüíneo (fenótipo) Aglutinogênio (hemácias) Aglutinina (soro) Anti - B. Anti - A. A e B.

Aula 14 Sistema ABO. Grupo sangüíneo (fenótipo) Aglutinogênio (hemácias) Aglutinina (soro) Anti - B. Anti - A. A e B. Aula 14 Sistema ABO A transfusão de sangue incompatível pode provocar queda de pressão, escurecimento da visão, desmaio e até a morte. Esses efeitos são devidos a uma reação de aglutinação, ou seja reunião

Leia mais

contato@ynvictus.com suporte@ynvictus.com comprovante@ynvictus.com

contato@ynvictus.com suporte@ynvictus.com comprovante@ynvictus.com contato@ynvictus.com suporte@ynvictus.com comprovante@ynvictus.com Entrada Saída Entrada Entrada Saída Conceito básico de um desenvolvimento sustentável Para ser um membro do Club Ynvictus, você precisa

Leia mais

BOAS PRÁTICAS DE ENFERMAGEM NA INSTALAÇÃO DA TRANSFUSÃO

BOAS PRÁTICAS DE ENFERMAGEM NA INSTALAÇÃO DA TRANSFUSÃO BOAS PRÁTICAS DE ENFERMAGEM NA INSTALAÇÃO DA TRANSFUSÃO Jaciane Vargas de Freitas Silva Enfermeira RT Serviço de Enfermagem do Ambulatório do HBH Fundação Hemominas BOA PRÁTICA TRANSFUSIONAL Aplicação

Leia mais

WORLD GIVING INDEX 2015

WORLD GIVING INDEX 2015 WORLD GIVING INDEX 2015 QUEM SOMOS Fundado em 1999, organização pioneira no apoio técnico ao investidor social no Brasil e na América Latina, e tem como missão promover e estruturar o sistema de investimento

Leia mais

Caracterização socioeconômica e demográfica de doadores e não-doadores de sangue da Região Metropolitana de Belo Horizonte

Caracterização socioeconômica e demográfica de doadores e não-doadores de sangue da Região Metropolitana de Belo Horizonte Maria Cecília Sacramento Souza 1 Vania Candida da Silva 1 Caracterização socioeconômica e demográfica de doadores e não-doadores de sangue da Região Metropolitana de Belo Horizonte BELO HORIZONTE, JULHO

Leia mais

Mapa Musical da Bahia 2014 FAQ

Mapa Musical da Bahia 2014 FAQ Mapa Musical da Bahia 2014 FAQ 1. O que é o Mapa Musical da Bahia? O Mapa Musical da Bahia é uma ação da Fundação Cultural do Estado da Bahia (FUNCEB) para mapear, reconhecer e promover a difusão da música

Leia mais

Projeto coordenado por Denise Costa Dias

Projeto coordenado por Denise Costa Dias A hemoterapia moderna baseia-se no uso seletivos dos componentes do sangue. A utilização correta dos diversos hemocomponentes, associados a um maior controle de qualidade nas diversas etapas desde a coleta

Leia mais

Instituto Avon investe R$ 2,1 milhões em Minas Gerais para combate ao Câncer de Mama

Instituto Avon investe R$ 2,1 milhões em Minas Gerais para combate ao Câncer de Mama Instituto Avon investe R$ 2,1 milhões em Minas Gerais para combate ao Câncer de Mama São Paulo, 25 de julho de 2014 Minas Gerais recebeu um reforço de R$ 2,1 milhões na luta contra o câncer de mama. O

Leia mais