TÉCNICO DE LABORATÓRIO COMUNICAÇÃO VISUAL

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "TÉCNICO DE LABORATÓRIO COMUNICAÇÃO VISUAL"

Transcrição

1 TÉCNICO DE LABORATÓRIO COMUNICAÇÃO VISUAL INSTRUÇÕES AO CANDIDATO Além deste caderno, você deverá ter recebido o CARTÃO-RESPOSTA para a Prova Escrita. Caso não tenha recebido o cartão, peça-o ao fiscal. Verifique se este caderno contém sessenta questões. Verifique se seu nome e número de inscrição conferem com os que aparecem no CARTÃO-RESPOSTA. Em caso afirmativo, ASSINE o cartão-resposta. Leia atentamente as instruções gerais que constam nos dois documentos. No CARTÃO-RESPOSTA, atribuir-se-á pontuação zero a toda questão com mais de uma alternativa assinalada. Não é permitido fazer uso de instrumentos auxiliares para cálculo e portar material de consulta. O tempo disponível para esta prova, incluindo o preenchimento do CARTÃO-RESPOSTA, é de quatro horas e meia (13h às17h30min). Utilize caneta azul ou preta para preencher o CARTÃO-RESPOSTA. Quando terminar, entregue ao fiscal o CARTÃO-RESPOSTA e o CADERNO DE QUESTÕES. O candidato que se retirar do local de realização desta prova, após três horas e meia do seu início, poderá levar o caderno de questões. APÓS O AVISO PARA INÍCIO DAS PROVAS, VOCÊ DEVERÁ PERMANECER NO LOCAL DE REALIZAÇÃO DO CONCURSO POR, NO MÍNIMO, SESSENTA MINUTOS.

2

3 LÍNGUA PORTUGUESA Questão 1 - Uma secretária recém-concursada precisa escrever um memorando a fim de solicitar passagens aéreas para dois professores que participarão de um Congresso fora do Brasil. Considerando a norma culta do português, indique o texto que deve fazer parte de tal documento. (A) Se solicitam passagens de ida e volta em vôos diurnos. (B) Segue, anexadas, a programação e o resumo do evento. (C) Em anexo, encontra-se discriminado os horários dos vôos. (D) Os horários dos vôos diurnos foram escolhidos pelos professores. (E) As pesquisas a serem apresentadas visam a mudança na educação. Leia o texto I e responda às questões 2, 3 e 4. Questão 2 - Diz a lenda que tal alquimia foi idealizada pelo marquês Louis de Béchameil ( ), um financista francês, especialista em agricultura e assessor do rei Louis XIV. Nesse fragmento, a expressão entre vírgulas é empregada pelo mesmo motivo que justifica seu uso em: (A) Ele aceitou, depois de muito relutar, a oferta. (B) Marina, que foi aprovada no concurso, mudou-se. (C) Pirarucu, peixe dos rios amazônicos, é muito apreciado. (D) Ele melhorou, sobretudo, seu desempenho atlético. (E) Ele comprou, além de peras, bananas. Questão 3 - Dentre as alternativas abaixo, aquela em que todas as palavras obedecem, na seqüência, à mesma regra de acentuação gráfica de hipótese, porém e Itália é: TEXTO I MOLHO BÉCHAMEL Cozinho, meigamente, 1 colher de sopa de cebola micrometricamente picadinha em 100g de manteiga clarificada. Não permito, em hipótese alguma, que a cebola chegue a dourar. Acrescento 80g de farinha de trigo triplamente peneirada. Mexo por alguns segundos, começando a amalgamar. Então adiciono, pouco a pouco, 1 litro de leite amornado. Misturo bem. Levo à ebulição. Rebaixo o calor e mantenho por mais quinze minutos. Passo numa peneira bem fina. Frio, o Béchamel se coagula, adquirindo a textura de uma pasta densa. Reaquecido, porém, ele retorna à justa cremosidade. Diz a lenda que tal alquimia foi idealizada pelo marquês Louis de Béchameil ( ), um financista francês, especialista em agricultura e assessor do rei Louis XIV. Na verdade, na Itália, o molho já existia desde o século 14, uma especialidade da região de Cesena, nas imediações do mar Adriático sob o nome de Balsamella. O marquês, efetivamente, apenas utilizou a coisa antiga numa receita de frango. Provavelmente motivado pela coincidência incrível das nomenclaturas, assumiu o molho como seu. (LANCELLOTTI, Silvio. Cozinha clássica. Porto Alegre: L&PM, 2003) (A) bíceps sofá lápis. (B) jóquei pé retilínea. (C) trágico baú mágoa. (D) apático ninguém régua. (E) genérico açaí moído. Questão 4 - A palavra que apresenta processo de formação diferente de clarificada é (A) meigamente. (B) picadinha. (C) peneirada. (D) reaquecido. (E) financista. Leia o texto II e responda às questões 5 e 6. TEXTO II BRASILEIRO ECONOMIZA NO BÁSICO E MANTÉM LUXO NAS COMPRAS Maria das Graças trocou a marca tradicional da farinha de trigo, do óleo e do macarrão por uma mais em conta. Mas manteve no carrinho de compras o sabonete mais caro e "o melhor" presunto. José Roberto Fernandes substituiu o creme dental, o papel-toalha e o azeite, antes escolhidos entre as marcas "mais famosas", por uma lançada pelo supermercado de que é cliente. 5 1

4 Diz que a economia feita nesses itens possibilita manter a compra de uma sobremesa, por exemplo. Nilza Lima optou pelo detergente, pela cândida e pelo leite mais baratos da prateleira para não ter de economizar na escolha da carne que servirá à família. Maria, José Roberto e Nilza fazem parte dos 28% de brasileiros que escolhem poupar em produtos básicos para não abrir mão daqueles que entraram em sua cesta de consumo nos últimos anos. São clientes chamados de "econômicos extravagantes", na tradução da expressão inglesa "slave & splurge", que marcou o comportamento do consumidor europeu durante a crise econômica mundial em 2009 e ganha força nos demais continentes. (Folha de S. Paulo, 20/07/2015) Questão 5 - No contexto, a expressão destacada em por uma lançada pelo supermercado (linha 9) refere-se a (A) marca. (B) tradicional. (C) farinha. (D) conta. (E) compras. Questão 7 - Embora esse fragmento de texto seja parte de um editorial, gênero discursivo da modalidade escrita mais formal, ocorrem expressões coloquiais próprias da oralidade. Assinale a alternativa que apresenta uma expressão desse tipo. (A) vez por outra (B) dá para imaginar (C) obrigada a fazer (D) todo o cotidiano (E) quase sempre Questão 8 - As orações carregam traços de significação transmitidos pelas conjunções. No caso de para abrir uma rua, o sentido veiculado por para é o de (A) causa. (B) conclusão. (C) finalidade. (D) adversidade. (E) consequência. Leia o texto IV e responda às questões 9 e 10. TEXTO IV Questão 6 - Em ganha força nos demais continentes (último parágrafo) o vocábulo demais classifica-se como (A) advérbio de intensidade. (B) pronome relativo. (C) advérbio de modo. (D) adjetivo. (E) pronome indefinido. Leia o texto III e responda às questões 7 e 8. TEXTO III Toda cidade é obrigada a fazer alguns sacrifícios em nome do desenvolvimento. Quase sempre é traumático, mas vez por outra é necessário derrubar uma casa para abrir uma rua, por exemplo, ou mesmo todo o cotidiano de uma rua. Dá para imaginar como estaria São Paulo hoje se os moradores tivessem relutado em não derrubar ou modificar nenhum prédio da década de 20, por exemplo. (Editorial do jornal O Dia, 27 abril de 2006) AUMENTAM TEMORES DE GENOCÍDIO DA ETNIA ROHINGYA EM MIANMAR Solly Boussidan Os rohingyas são considerados pela ONU uma das minorias étnicas mais perseguidas do planeta. Agora, entidades internacionais e agentes humanitários advertem que a minoria muçulmana vive uma ameaça real de genocídio no Sudeste Asiático. Para Andrea Gittleman, do Centro de Prevenção de Genocídio no Museu Memorial do Holocausto nos EUA, a perseguição sistemática é similar à que antecedeu os genocídios em Ruanda e Srebrenica (Bósnia-Herzegóvina). "Comparamos elementos que costumam anteceder casos de genocídio, atrocidades ou limpeza étnica. Esses sinais iniciais estão amplamente presentes em Mianmar", diz. "Nesse estágio, um pequeno incidente pode desencadear violência em massa." Originários do noroeste de Mianmar, os rohingyas são considerados imigrantes ilegais em seu próprio país

5 Lei aprovada pelo Parlamento em 1982 reconheceu 135 etnias nativas da Birmânia, nome pelo qual o país era conhecido, mas retirou a cidadania de 2 milhões de rohingyas por considerá-los etnia implantada durante a colonização britânica, que trouxe milhares de trabalhadores muçulmanos de Bangladesh. Mas historiadores apontam como origem dos rohingyas uma região que superava fronteiras modernas e incluía áreas de ambos os países. Excluídos Por serem apátridas, os rohingyas são proibidos de votar e frequentar escolas públicas. Não podem trabalhar e necessitam de permissões custosas, normalmente obtidas por suborno, para se locomover, receber atendimento médico, casar ou ter filhos. No norte do Estado de Rakhine, onde se concentram, a lei os proíbe de ter mais que dois filhos e os obriga a realizar trabalhos forçados. Desde 2009, a situação piorou, com gangues budistas inflamadas pela retórica de monges nacionalistas atacando os muçulmanos e incendiando suas casas e lojas. Em 2012, na onda de violência em Rakhine, centenas de rohingyas foram mortos a machadadas ou queimados e enterrados em valas comuns. Em Sittwe, a capital do Estado, praticamente todas as casas de rohingyas foram incendiadas. Moradores citam a participação de forças de segurança e de autoridades. Mesquitas foram destruídas ou convertidas em templos budistas, e os poucos rohingyas que sobraram foram confinados aos guetos. A poucos quilômetros do centro, campos de refugiados abrigam 120 mil deslocados internos nos 58 campos de Rakhine mantidos pelo Acnur, agência da ONU para refugiados, são mais de 140 mil. Proibidos de sair, vivem sem acesso a tratamento médico básico, alimentação e água em volume adequado. "The New York Times" classificou os locais de "campos de concentração do século 21". Folha de S. Paulo 24/05/2015 acessado em 24/05 aumentam-temores-de-genocidio-da-etnia-rohingya-emmianmar.shtml Questão 9 - A alternativa que ilustra a definição do termo genocídio é: (A) Originários do noroeste de Mianmar, os rohingyas são considerados imigrantes ilegais em seu próprio país. (B) Lei aprovada pelo Parlamento em 1982 reconheceu 135 etnias nativas da Birmânia. (C) Historiadores apontam como origem dos rohingyas uma região que superava fronteiras modernas e incluía áreas de ambos os países. (D) Por serem apátridas, os rohingyas são proibidos de votar e frequentar escolas públicas. (E) Mesquitas foram destruídas ou convertidas em templos budistas, e os poucos rohingyas que sobraram foram confinados aos guetos. Questão 10 - O fragmento Em 2012, na onda de violência em Rakhine, centenas de rohingyas foram mortos a machadadas ou queimados e enterrados em valas comuns caracteriza-se como (A) subjetivo. (B) injuntivo. (C) informativo. (D) argumentativo. (E) explicativo. INFORMÁTICA Questão 11 - No Editor Word (versão 2013 em português) qual a sequência de comandos utilizados para adicionar um gráfico em um documento? (A) Clicar em Inserir e depois em Gráfico. (B) Clicar em Inserir e depois em Imagens. (C) Clicar em Página Inicial e depois em Inserir Gráfico. (D) Clicar em Página Inicial e depois em SmartArt. (E) Clicar em Layout e depois em Gráfico. Questão 12 - Na planilha Eletrônica Excel (versão 2013 em português) a função CORREL retorna o coeficiente de correlação dos intervalos entre (A) três células. (B) duas imagens. (C) duas funções. (D) três arquivos. (E) duas matrizes. 3

6 Questão 13 - No Editor de Apresentações PowerPoint (versão 2013 em português) qual a extensão, por default, dos arquivos? (A) docx. (B) pptp. (C) ppts. (D) pptx. (E) xml. Questão 14-1 Terabyte possui (A) 1000 GB. (B) 1000 KB. (C) 1000 MB. (D) 1024 GB. (E) 1024 MB. Questão 15 - São exemplos de memórias não voláteis: (A) ERAM e DDR. (B) PROM e RAM. (C) RAM e ROM. (D) RAM e Cache. (E) ROM e EPROM. DIREITOS E DEVERES Questão 16 - Segundo o artigo 3º da Lei nº 8.112/1990, o conjunto de atribuições e responsabilidades previstas na estrutura organizacional que devem ser acometidas a um servidor denomina-se (A) provimento. (B) cargo público. (C) munus público. (D) exercício. (E) nomeação. Questão 17 - À luz da Constituição Federal, um servidor público federal eleito para o exercício de mandato eletivo de Vereador, (A) terá que se afastar do cargo público, não podendo optar pela remuneração do mesmo. (B) terá que acumular o cargo público e o cargo eletivo, sob pena de demissão do cargo público. (C) poderá acumular os dois cargos se houver compatibilidade de horários, desde que opte pela remuneração do cargo eletivo. (D) poderá acumular os dois cargos se houver compatibilidade de horários, percebendo as vantagens do cargo público, sem prejuízo da remuneração do cargo eletivo. (E) terá que se afastar do cargo público e por tal razão seu tempo de serviço não será contado para os efeitos legais. Questão 18 - Um servidor público federal em exercício em outro Município em razão de ter sido redistribuído, terá o seguinte prazo para a retomada do efetivo desempenho das atribuições do cargo: (A) mínimo de 5 dias e máximo de 15 dias. (B) mínimo de 10 dias e máximo de 20 dias. (C) mínimo de 5 dias e máximo de 20 dias. (D) mínimo de 10 dias e máximo de 30 dias. (E) mínimo de 15 dias e máximo de 30 dias. Questão 19 - De acordo com a redação da Lei nº 8.112/1990, o estágio probatório ficará suspenso durante a licença (A) para gestante. (B) por capacitação. (C) para tratamento da própria saúde. (D) para desempenho de mandato classista. (E) por motivo de afastamento do cônjuge. Questão 20 - O instituto previsto na Lei nº 8.112/1990 que configura simultaneamente vacância e forma de provimento derivado de cargo público é a (A) nomeação. (B) aposentadoria. (C) promoção. (D) progressão. (E) disponibilidade. CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS Questão 21 - Qual/quais recurso (s) fornece (m) um modo de acessar e gerenciar todos os objetos que compõem um trabalho no Illustrator? (A) Pathfinder. (B) Layers ou camadas. (C) Stroke ou contorno. (D) Swatches ou amostras de cores. (E) Anchor point ou pontos de ancoragem. 4

7 Questão 22 Qual o nome da estrutura, geralmente bidimensional, utilizada para organizar o layout, que serve como uma armadura para dispor elementos gráficos de forma racional? (A) Altura x. (B) Stencil. (C) Lombada. (D) Linha de base. (E) Grid ou grade. Questão 23 - Formato de arquivo aberto, desenvolvido pela empresa Adobe Systems, em 1993, para representar documentos de maneira independente do aplicativo, do hardware e do sistema operacional usados para criá-los. Um arquivo desse tipo pode descrever documentos que contenham texto, gráficos e imagens num formato independente de dispositivo e resolução. O formato descrito é conhecido como (A) PDF (Portable Document Format). (B) TIFF (Tagged Image File Format). (C) PNG (Portable Network Graphics). (D) GIF (Graphics Interchange Format). (E) JPEG ou JPG (Joint Photographic Experts Group). Questão 24 - Segundo as regras do sistema CMYK, também conhecido como escala Europa, que cores resultam, respectivamente, das seguintes combinações: C100M0Y100K0 e C0M0Y0K100? (A) Verde e preto. (B) Laranja e roxo. (C) Azul e amarelo. (D) Cinza e marrom. (E) Vermelho e branco. Questão 25 - Em tipografia, caracteres maiúsculos que possuem as mesmas dimensões (a mesma altura) de caracteres minúsculos (altura x) são chamados de (A) florões. (B) ligaturas. (C) ditongos. (D) serifados. (E) versaletes. Questão 26 - Em diagramação, é comum o uso do espaço que sobra entre o limite do formato (tamanho da folha) e a área que será usada para receber os elementos gráficos. Normalmente, são adicionadas informações secundárias ou mesmo para o descanso dos olhos. Esse espaço pode ser chamado de (A) Margem. (B) Epígrafe. (C) Capitular. (D) Linha de base. (E) Marca de corte. Questão 27 Sobre a ilustração vetorial, indique a afirmativa correta. (A) Pode ser editada, transformada e redimensionada sem perda de qualidade. (B) Criada, normalmente, através de pixels, perde um pouco a qualidade quando redimensionada. (C) Pode ser criada em programas como o Photoshop, pois é formada por pixels. (D) É conhecida também como imagem de varredura ou mapa de bits. (E) É formada por pequenos pontos chamados de pixels. Questão 28 - Os elementos que configuram a identidade visual de uma entidade podem ser sintetizados por meio de um símbolo e/ou logotipo, que recebe a denominação de (A) jingle. (B) mascote. (C) marca comercial. (D) esquema de cores. (E) família tipográfica institucional. Questão 29 - Assinale a alternativa que indica o sistema de cor não gratuito criado por empresa de mesmo nome. (A) RGB. (B) Pantone. (C) Escala Europa. (D) Tripletohexadecimal. (E) Sistema de cores de Munsell. Questão 30 - Para criar hierarquia entre diferentes elementos gráficos e acrescentar algum atrativo visual à página, deve-se fazer uso de (A) Semelhança. (B) Contraste. (C) Repetição. 5

8 (D) Borrosidade. (E) Sobreposição de formas. Questão 31 - A quadricromia (sistema CMYK) é um dos principais processos de impressão e utiliza um sistema de retículas e cores básicas para obter uma grande quantidade de cores compostas. Quais são as cores básicas de quadricromia indispensáveis para imprimir uma imagem que utiliza as cores laranja e vermelho? (A) Laranja e verde. (B) Amarelo e magenta. (C) Amarelo, ciano e preto. (D) Azul, verde e vermelho. (E) Amarelo, azul e vermelho. Questão 32 - Dos vários aspectos do tema iluminação em fotografia, é essencial considerar as propriedades da luz. Na fotografia, a produção e o uso de filtros estão diretamente ligados à (s) propriedade (s) de (A) Transmissão. (B) Reflexão. (C) Absorção. (D) Refração e reflexão. (E) Fragmentação. Questão 33 - As lentes grande-angulares para câmeras de 35mm podem ser subdivididas em três categorias quanto ao ângulo de visão: objetivas semigrande-angulares; objetivas grande-angulares e objetivas olho de peixe. Sobre esses tipos de lente grande-angulares assinale a alternativa correta. (A) As semigrande-angulares cobrem um campo de 20º a 30º. (B) As olho de peixe cobrem um campo de 360º. (C) As grande-angulares cobrem campos da ordem de 180º. (D) As semigrande-angulares cobrem um campo de 90º. (E) As olho de peixe cobrem campos da ordem de 180º. Questão 34 - As lentes zoom, também conhecidas como lentes de foco variável, são objetivas projetadas para que uma variação na distância focal possa ser obtida pelo fotógrafo, o que provoca uma mudança nas dimensões da imagem e do ângulo de visão. TRIGO, Thales. Equipamento fotográfico: teoria e prática. São Paulo: Senac, Sob a perspectiva apresentada acima, assinale a alternativa correta. (A) Câmeras digitais compactas podem usar zooms ópticos onde a distância focal varia até duas vezes do motivo a ser fotografado. (B) Muitas lentes tipo zoom apresentam o recurso da focalização a pequenas distâncias, isto é, a possibilidade de fotografar em micro produzindo imagens com maiores ampliações. (C) Câmeras digitais não compactas podem utilizar zooms ópticos onde a distância focal varia até três vezes do motivo a ser fotografado. (D) Algumas lentes tipo zoom apresentam o recurso da focalização a pequenas distâncias, isto é, a possibilidade de fotografar em macro produzindo imagens com maiores ampliações. (E) Muitas lentes tipo zoom apresentam o recurso da focalização a longas distâncias, isto é, a possibilidade de fotografar em macro produzindo imagens com maiores ampliações. Questão 35 - O sistema digital é um avanço no campo da fotografia. Atualmente, os sensores eletrônicos usados para se obter esse tipo de fotografia são de dois tipos: os charge-coupled device (CCD) e os complementary metal-oxide semiconductor (CMOS). Um CCD é formado por um grande número de elementos sensíveis à luz chamados genericamente de (A) photoslides ou fotoiodos. (B) photobits ou fotobites. (C) photopixels ou superpixels. (D) photosites ou fotodiodos. (E) photobites ou fotoiodos. Questão 36 - Profundidade de cor é uma característica do sensor e do sistema eletrônico que o acompanha. Ela determina o número de cores usadas na representação de cada pixel na imagem. Diante disso, a profundidade de cor é expressa em (A) bits e que a cada bit associam-se dois tons. (B) pixels e que a cada pixel associam-se quatro tons. 6

9 (C) frames e que a cada frame associam-se dois tons. (D) em photosites e que a cada photosite associam-se quatro tons. (E) fotoiodos e que a cada fotoiodo associam-se dois tons. Questão 37 - Um dos formatos de arquivo usado por profissionais das áreas de edição de imagens e impressão é o Encapsulate PostScript ou EPS. Esse tipo de arquivo geralmente é grande e pode conter muitas informações como (A) Pontos de TIFF e linhatura. (B) Ângulos de retículas e linhatura. (C) Pontos de JPEG e frequência de retícula de impressão. (D) Pontos de PhotoShop e linhatura. (E) Ângulos de retículas e pontos de TIFF. Questão 38 - Sobre o tema profundidade de campo em fotografia, assinale a alternativa correta. (A) É um elemento constante no momento do registro fotográfico em qualquer situação. (B) Depende sempre de três fatores: abertura, distância focalizada e a distância focal real da objetiva (não a distância focal efetiva). (C) A distâncias próximas, todas as objetivas propiciam mais profundidade de campo do que quando os motivos são focalizados de longe. (D) Depende do tamanho dos chamados círculos de confusão, que precisam ser grandes suficientemente para parecerem pontos de luz em vez de círculos, para que a imagem apareça nítida. (E) O tamanho da lente é o fator mais importante no controle da profundidade de campo em qualquer tipo de ato fotográfico. Questão 39 - Para estender a profundidade de campo durante o ato de fotografia, deve-se (A) escolher um motivo pequeno, uma abertura pequena e uma objetiva automática. (B) escolher um motivo distante, uma abertura grande e uma objetiva rápida. (C) usar uma abertura pequena, um grande ajuste de objetiva e posicionar o motivo longe, de modo que a distância focalizada possa ser aumentada. (D) posicionar o motivo bem perto, usar uma objetiva macro e fazer foco automaticamente de modo que o motivo pareça menor. (E) escolher uma abertura grande, usar um grande ajuste de objetiva e optar por um motivo também grande. Questão 40 - Quando não há iluminação natural suficiente sobre o motivo que se deseja fotografar, o uso de flash é uma solução. Para seu uso adequado, no entanto, é importante conhecer suas virtudes e seus defeitos. Uma das principais desvantagens do flash é ser uma fonte de luz (A) áspera e de baixa potência. (B) muito difusa e que não pode ser rebatida. (C) muito potente, o que atrapalha o registro fotográfico. (D) cuja capacidade de rebatimento é incontrolável. (E) com alcance ilimitado, o que dificulta o seu direcionamento. Questão 41 - Para uma boa representação das cores da imagem capturada, a direção e a qualidade da luz desempenham um papel importante. Se, por um lado, a luz frontal direta produz cores mais fortes no quadro, por outro, a iluminação uniforme gera pouco contraste. Em relação a esses aspectos, assinale a alternativa correta. (A) Com luz lateral direta, ganha-se em brilho por causa das sombras. (B) Com luz frontal indireta, é possível uma qualidade melhor, já que essa é uma luz mais dura. (C) À contraluz, as cores ficam mais brilhantes, por causa da temperatura de cor. (D) À contraluz vinda de cima, as cores tendem a ficar mais frias. (E) À contraluz, as cores ficam com uma aparência opaca ou perdem-se completamente. Questão 42 - Diferentemente de um pintor, o fotógrafo pode não ter controle sobre a cena ou objeto a ser fotografado. Mas, quando tem controle, ele pode escolher as cores que vão predominar em seu registro. Sobre o uso de cores em fotografia, assinale a alternativa correta. 7

10 (A) O amarelo é a cor mais intensa numa fotografia, independentemente da cena fotografada. (B) O azul, quando combinado com o laranja, fica mais frio, principalmente com o uso de flash. (C) O preto e o branco são cores neutras que podem ser combinadas com diversas nuances de qualquer outra cor. (D) O vermelho só combina bem com o branco, para não causar um choque cromático. (E) O verde ganha mais brilho quando acompanhado do azul. Questão 43. A maioria das câmeras digitais oferece ajustes manuais de balanceamento de branco, além de um sistema automático para essa tarefa. Essa função das câmeras (A) consegue medir a temperatura de cor da luz refletida pelo objeto e ajusta os componentes vermelho, verde e azul do sinal do chip de imagem antes de gravá-lo, de modo que a imagem pareça normal. (B) faz, normalmente, o balanceamento do branco e do preto ao mesmo tempo, e o balanceamento dos tons de vermelho é feito posteriormente. (C) consegue medir a temperatura de cor da luz refletida pelo objeto e ajusta os componentes laranja, roxo e amarelo do sinal do chip de imagem antes de gravá-lo, de modo que a imagem pareça normal. (D) faz, normalmente, o balanceamento do branco, do preto e do cinza ao mesmo tempo. (E) permite o registro com o branco balanceado, além de medir a distância do motivo fotografado. Questão 44. O sistema de autofoco passivo, também conhecido como autofoco por detecção de fase, usa um pequeno sensor de imagem (CCD ou CMOS), que analisa se o motivo está ou não em foco. Pode ser o mesmo sensor que registra as imagens ou um chip usado somente para a focalização. HEDGECOE, John. O novo manual de fotografia: guia completo para todos os formatos. São Paulo: Senac, P. 71. De acordo com essa afirmação, (A) o sistema é falho e só oferece segurança em 50% dos registros fotográficos feitos com iluminação natural. (B) mesmo sendo automático, o sistema precisa de uma checagem manual que precisa ser feita a cada 50 registros. (C) a focalização feita com este sistema é limitada a pequenas e médias distâncias, limitando o uso de iluminação artificial. (D) o sistema necessita de luz e contraste razoáveis para funcionar eficientemente, o que pode ser uma desvantagem. (E) a focalização feita com este sistema tende a ficar mais bem feita em ambientes externos, principalmente no nascer e no pôr do sol. Questão 45 - Sobre hierarquia tipográfica, assinale a definição correta. (A) A distância da linha de base de uma linha tipográfica para outra é chamada de hierarquia tipográfica. (B) O arranjo de colunas de textos, com bordas duras ou suaves é conhecido por hierarquia tipográfica. (C) Uma hierarquia tipográfica indica um sistema que organiza o conteúdo, enfatizando alguns dados. (D) Entende-se por hierarquia tipográfica o ajuste global entre as letras de um texto. (E) A hierarquia tipográfica refere-se às opções de alinhamento da diagramação de determinado texto. Questão 46 - Das fontes de tela criadas por Mathew Carter, a fonte com serifa, que tem o objetivo de tornar a leitura mais agradável e menos cansativa ao olhar, é a (A) Verdana. (B) Tahoma. (C) Trebuchet. (D) Georgia. (E) Garamond. Questão 47 - Segundo André Villas-Boas, no livro Produção Gráfica Para Designers, ao elaborar um projeto gráfico e determinar a gramatura para o papel do miolo de um livro ou revista, a opção mais adequada é (A) até 60g/m 2. (B) entre 75g/m 2 e 180g/m 2. (C) entre 60g/m 2 e 130g/m 2. (D) entre 75g/m 2 e 120g/m 2. (E) 75g/m 2 ou 90g/m 2. 8

11 Questão 48 - Em relação ao diagrama modular (grid) de um layout, assinale a alternativa correta. (A) O diagrama permite ao designer organizar o conteúdo, de forma flexível, mas sem fugir de uma estrutura predeterminada. (B) O grid deve ser usado de forma rígida, mantendo o layout organizado. (C) O diagrama organiza o conteúdo, de forma flexível e não utiliza uma estrutura predeterminada. (D) É inteiramente desnecessário, já que o designer pode ter total liberdade em sua criação. (E) O diagrama deve ser baseado apenas na Proporção Áurea, e não em outros critérios. Questão 49 - Em um impresso onde foi trabalhada a policromia, deve-se converter todas as cores das imagens e objetos ao fechar o arquivo em (A) Lab. (B) RGB. (C) CMYK. (D) Greyscale. (E) Duotone. Questão 50 Num trabalho de impressão foram especificadas as cores 4/1. O trabalho apresentou impressão de (A) 1 (uma) cor numa face e nenhuma impressão no verso da folha. (B) 4 (quatro) cores numa face e apenas uma cor no verso da folha. (C) 4 (quatro) cores e uma aplicação de verniz no verso da folha. (D) policromia em ambas as faces. (E) 4 (quatro) cores Pantone e apenas a cor preta no verso da folha. Questão 51- O logotipo é uma peça de design que utiliza (A) o símbolo e a letragem para grafar o nome de uma organização. (B) somente o símbolo para representar o nome de uma organização. (C) na marca um símbolo e texto para o nome de uma organização. (D) somente fontes com letras personalizadas. (E) tipografia e a letragem para grafar o nome de uma organização e particularizá-la. Questão 52 - Qual a relação entre DPI, que é a medida que define a resolução das imagens, e LPI? (A) 2:1. (B) 1:1. (C) 1:2. (D) 3:1. (E) 2:2. Questão 53 - O processo de impressão planográfico conhecido por garantir boa qualidade com pequenas, médias e grandes tiragens a custos compatíveis é chamado de (A) sublimação. (B) offset. (C) permeografia. (D) serigrafia. (E) flexografia. Questão 54 - Assinale a alternativa correta sobre desenho isométrico. (A) É um desenho criado com perspectiva aérea. (B) É um desenho que utiliza a perspectiva comum, que possui um ponto de fuga e os objetos diminuem à distância. (C) É um desenho criado a partir de uma imagem, quando vetorizamos automaticamente. (D) É um tipo de visualização de um projeto antes de ser renderizado em 3D. (E) É um desenho que utiliza um tipo de perspectiva em que as linhas horizontais são convertidas em ângulos de 30 graus. Questão 55 No Wordpress, as linguagens de programação e de banco de dados usadas são (A) Java e PostgreSQL. (B) ASP.NET e SQL Server14. (C) PHP e MySQL. (D) ASP e Access. (E) Java e Access. Questão 56 - Para iniciar uma vetorização no Illustrator, a partir de uma imagem, criando um caminho, é adequado utilizar a ferramenta (A) Pathfinder. (B) Seleção. (C) Caneta. 9

12 (D) Elipse. (E) Traçado. Questão 57 - Na imagem a seguir, a função selecionada (com círculo branco) determina a seguinte ação: (A) produz imagens nas quais apenas as linhas verticais se curvam para fora. (B) capta somente a parte de cima da imagem, apesar de criar um campo circular de luz. (C) produz imagens nas quais apenas as linhas horizontais se curvam para fora. (D) cria um campo circular de luz, mas em geral capta somente a parte de baixo da imagem. (E) produz imagens distorcidas em que tanto as linhas verticais quanto as horizontais se curvam para fora. (A) Unir: soma os objetos selecionados para formar um novo. (B) Menos frente: elimina o objeto superior e a área que ele cobre do objeto inferior. (C) Interseção: mantém apenas a área de interseção entre os objetos sobrepostos. (D) Menos atrás: elimina o objeto inferior e a área que ele ocupa do objeto superior. (E) Excluir: elimina a área de interseção entre os objetos sobrepostos. Questão 58 - Qual formato de arquivo popular possui perda de qualidade, mas oferece uma escala de níveis dessa perda? (A) JPG. (B) RAW. (C) TIFF. (D) EPS. (E) PSD. Questão 59 - Ao trabalhar com imagens, antes de exportá-las para o destino impresso ou virtual, a melhor forma é trabalhar nos formatos (A) JPG e TIFF. (B) TIFF e PNG. (C) TIFF e PSD. (D) TIFF e GIF. (E) PSD e JPG. Questão 60 - A maior parte das objetivas é projetada para que a imagem obtida seja o mais livre de distorções possível, embora nem sempre se consiga isso. A objetiva olho de peixe é uma exceção porque 10

13

TÉCNICO EM CONTABILIDADE

TÉCNICO EM CONTABILIDADE TÉCNICO EM CONTABILIDADE INSTRUÇÕES AO CANDIDATO Além deste caderno, você deverá ter recebido o CARTÃO-RESPOSTA para a Prova Escrita. Caso não tenha recebido o cartão, peça-o ao fiscal. Verifique se este

Leia mais

TÉCNICO EM SEGURANÇA DO TRABALHO

TÉCNICO EM SEGURANÇA DO TRABALHO TÉCNICO EM SEGURANÇA DO TRABALHO INSTRUÇÕES AO CANDIDATO Além deste caderno, você deverá ter recebido o CARTÃO-RESPOSTA para a Prova Escrita. Caso não tenha recebido o cartão, peça-o ao fiscal. Verifique

Leia mais

ETI - Edição e tratamento de imagens digitais

ETI - Edição e tratamento de imagens digitais Curso Técnico em Multimídia ETI - Edição e tratamento de imagens digitais 2 Fundamentos "Conserva o modelo das sãs palavras que de mim tens ouvido, na fé e no amor que há em Cristo Jesus." 2 Timóteo 1:13

Leia mais

19/11/2015. Um pouco de história antes... A FOTOGRAFIA. James Clerk Maxwell (1831 1879) Escócia (Reino Unido) físico, filósofo e matemático.

19/11/2015. Um pouco de história antes... A FOTOGRAFIA. James Clerk Maxwell (1831 1879) Escócia (Reino Unido) físico, filósofo e matemático. Prof. Reginaldo Brito Um pouco de história antes... A FOTOGRAFIA Joseph-Nicéphore Niepce * França, (1765-1833) James Clerk Maxwell (1831 1879) Escócia (Reino Unido) físico, filósofo e matemático. 1826,

Leia mais

Imagem digital. Unidade 3

Imagem digital. Unidade 3 Imagem digital Unidade 3 Objectivos Reconhecer o potencial comunicativo/ expressivo das imagens; Reconhecer as potencialidades narrativas de uma imagem; A criação de sentido nas associações de imagens

Leia mais

ferramentas da imagem digital

ferramentas da imagem digital ferramentas da imagem digital illustrator X photoshop aplicativo ilustração vetorial aplicativo imagem digital 02. 16 imagem vetorial X imagem de rastreio imagem vetorial traduz a imagem recorrendo a instrumentos

Leia mais

Pág 31. UC Introdução a Informática Docente: André Luiz Silva de Moraes 1º sem Redes de Computadores. 5 Introdução ao uso do BrOffice Impress

Pág 31. UC Introdução a Informática Docente: André Luiz Silva de Moraes 1º sem Redes de Computadores. 5 Introdução ao uso do BrOffice Impress 5 Introdução ao uso do BrOffice Impress O pacote BrOffice é um pacote de escritório muito similar ao já conhecido Microsoft Office e ao longo do tempo vem evoluindo e cada vez mais ampliando as possibilidades

Leia mais

Thales Trigo. Formatos de arquivos digitais

Thales Trigo. Formatos de arquivos digitais Esse artigo sobre Formatos de Arquivos Digitais é parte da Tese de Doutoramento do autor apresentada para a obtenção do titulo de Doutor em Engenharia Elétrica pela Escola Politécnica da USP. Thales Trigo

Leia mais

TÉCNICO EM TI. Leia atentamente as instruções gerais que constam nos dois documentos.

TÉCNICO EM TI. Leia atentamente as instruções gerais que constam nos dois documentos. TÉCNICO EM TI INSTRUÇÕES AO CANDIDATO Além deste caderno, você deverá ter recebido o CARTÃO-RESPOSTA para a Prova Escrita. Caso não tenha recebido o cartão, peça-o ao fiscal. Verifique se este caderno

Leia mais

7 Introdução ao uso do LibreOffice Impress

7 Introdução ao uso do LibreOffice Impress Introdução a Informática - 1º semestre AULA 04 Prof. André Moraes Objetivos desta aula: Criar apresentações básicas com uso do LibreOffice Impress; o Manipular a estrutura de tópicos para a digitação de

Leia mais

Fotografia digital. Aspectos técnicos

Fotografia digital. Aspectos técnicos Fotografia digital Aspectos técnicos Captura CCD (Charge Coupled Device) CMOS (Complementary Metal OxideSemiconductor) Conversão de luz em cargas elétricas Equilíbrio entre abertura do diafragma e velocidade

Leia mais

Uma nova maneira de interagir com a Gráfica Art3! A mais nova tecnologia em aprovação de arquivos via WEB.

Uma nova maneira de interagir com a Gráfica Art3! A mais nova tecnologia em aprovação de arquivos via WEB. Uma nova maneira de interagir com a Gráfica Art3! A mais nova tecnologia em aprovação de arquivos via WEB. O Portal Art3 é um sistema que permite uma grande flexibilidade na entrega e aprovação de seus

Leia mais

Fotografia Digital Obtenção da Imagem e Impressão

Fotografia Digital Obtenção da Imagem e Impressão Fotografia Digital Obtenção da Imagem e Impressão 1 Diferenças entre o CCD e o Filme: O filme como já vimos, é uma película de poliéster, coberta em um dos lados por uma gelatina de origem animal com partículas

Leia mais

Considerações gerais sobre arquivos abertos e fechados

Considerações gerais sobre arquivos abertos e fechados Considerações gerais sobre arquivos abertos e fechados Este tutorial tem por finalidade esclarecer algumas dúvidas sobre arquivos abertos e arquivos fechados. Leia e entenda um pouco mais sobre PDF, diferenças

Leia mais

Utilização do Sistema Multimédia. 2. Formatos de ficheiros 2.1. Compressão 2.2. Formatos mais comuns 2.3 Captura de imagens. 2. Formatos de ficheiros

Utilização do Sistema Multimédia. 2. Formatos de ficheiros 2.1. Compressão 2.2. Formatos mais comuns 2.3 Captura de imagens. 2. Formatos de ficheiros Utilização do Sistema Multimédia 2.1. Compressão 2.2. Formatos mais comuns 2.3 Captura de imagens 2.1. Compressão Formatos com e sem compressão Técnicas de compressão (reduzem tamanho) de 2 tipos: Compressão

Leia mais

Desenho e Apresentação de Imagens por Computador

Desenho e Apresentação de Imagens por Computador Desenho e Apresentação de Imagens por Computador Conteúdo s: Aspetos genéricos sobre o trabalho com imagens computacionais. Imagens computacionais e programas que criam ou manipulam esse tipo de imagens.

Leia mais

APLICATIVOS GRÁFICOS (AULA 4)

APLICATIVOS GRÁFICOS (AULA 4) Prof. Breno Leonardo G. de M. Araújo brenod123@gmail.com http://blog.brenoleonardo.com.br APLICATIVOS GRÁFICOS (AULA 4) 1 Classificação da imagem Em relação à sua origem pode-se classificar uma imagem,

Leia mais

Leia estas instruções:

Leia estas instruções: Leia estas instruções: 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 Confira se os dados contidos na parte inferior desta capa estão corretos e, em seguida, assine no espaço reservado para isso. Caso se identifique em qualquer

Leia mais

Sistemas e Conteúdos Multimédia. 4.1. Imagem. Nuno Miguel Gil Fonseca nuno.fonseca@estgoh.ipc.pt

Sistemas e Conteúdos Multimédia. 4.1. Imagem. Nuno Miguel Gil Fonseca nuno.fonseca@estgoh.ipc.pt Sistemas e Conteúdos Multimédia 4.1. Imagem Nuno Miguel Gil Fonseca nuno.fonseca@estgoh.ipc.pt Cores O que é a cor? Distribuição espectral do sinal de excitação. Função da reflectância e da iluminação

Leia mais

CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS» DESIGN GRÁFICO (Perfil 03) «

CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS» DESIGN GRÁFICO (Perfil 03) « CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS» DESIGN GRÁFICO (Perfil 03) «21. Numa determinada cena, um fotógrafo ajusta a velocidade de obturação de sua câmera em 125 e a abertura do diafragma em f=11 (125/11). Se quiser

Leia mais

Microsoft Power Point 2007

Microsoft Power Point 2007 Microsoft Power Point 2007 Sumário Layout e Design 4 Formatação de Textos 8 Salvando um arquivo do PowerPoint 15 Plano de Fundo 16 Marcadores 18 Réguas e grade 19 Tabelas 20 Gráficos 21 Imagens 22 Smart

Leia mais

Assine e coloque seu número de inscrição no quadro abaixo. Preencha, com traços firmes, o espaço reservado a cada opção na folha de resposta.

Assine e coloque seu número de inscrição no quadro abaixo. Preencha, com traços firmes, o espaço reservado a cada opção na folha de resposta. 1 Prezado(a) candidato(a): Assine e coloque seu número de inscrição no quadro abaixo. Preencha, com traços firmes, o espaço reservado a cada opção na folha de resposta. Nº de Inscrição Nome PROVA DE CONHECIMENTOS

Leia mais

a marca bematech Tudo o que você precisa para usar a marca. Dezembro de 2009

a marca bematech Tudo o que você precisa para usar a marca. Dezembro de 2009 16 a marca bematech Tudo o que você precisa para usar a marca. 17 Marca Dinâmica e evolutiva, a marca Bematech é formada pelo símbolo e logotipo. Suas elipses simbolizam a essência de uma empresa empreendedora.

Leia mais

Conteúdo 2 - Conceitos básicos de produção gráfica. professor Rafael Hoffmann

Conteúdo 2 - Conceitos básicos de produção gráfica. professor Rafael Hoffmann Conteúdo 2 - Conceitos básicos de produção gráfica professor Rafael Hoffmann Cor Modelos cromáticos - Síntese aditiva/cor-luz Isaac Newton foi o responsável pelo desenvolvimento da teoria das cores. Em

Leia mais

Conceitos do Photoshop. Bitmap image Formatos de arquivos Memória Escalas de cores

Conceitos do Photoshop. Bitmap image Formatos de arquivos Memória Escalas de cores Conceitos do Photoshop Bitmap image Formatos de arquivos Memória Escalas de cores Bitmap Image Conceito de pixel Imagem bitmap x imagem vetorial Pixel x bits Resolução de tela e imagem 72 pixel/inch 300

Leia mais

Fotografia Digital. Aula 1

Fotografia Digital. Aula 1 Fotografia Digital Aula 1 FOTOGRAFIA DIGITAL Tema da aula: A Fotografia 2 A FOTOGRAFIA A palavra Fotografia vem do grego φως [fós] ("luz"), e γραφις [grafis] ("estilo", "pincel") ou γραφη grafê, e significa

Leia mais

Bitmap X Vetorial OS DOIS PRINCIPAIS TIPOS DE ARQUIVOS NA COMPUTAÇÃO GRÁFICA

Bitmap X Vetorial OS DOIS PRINCIPAIS TIPOS DE ARQUIVOS NA COMPUTAÇÃO GRÁFICA OS DOIS PRINCIPAIS TIPOS DE ARQUIVOS NA COMPUTAÇÃO GRÁFICA Editores vetoriais são frequentemente contrastadas com editores de bitmap, e as suas capacidades se complementam. Eles são melhores para leiaute

Leia mais

Aula 2 Aquisição de Imagens

Aula 2 Aquisição de Imagens Processamento Digital de Imagens Aula 2 Aquisição de Imagens Prof. Dr. Marcelo Andrade da Costa Vieira mvieira@sc.usp.br EESC/USP Fundamentos de Imagens Digitais Ocorre a formação de uma imagem quando

Leia mais

Imagem digital - 1. A natureza da imagem fotográfica. A natureza da imagem fotográfica

Imagem digital - 1. A natureza da imagem fotográfica. A natureza da imagem fotográfica A natureza da imagem fotográfica PRODUÇÃO GRÁFICA 2 Imagem digital - 1 Antes do desenvolvimento das câmeras digitais, tínhamos a fotografia convencional, registrada em papel ou filme, através de um processo

Leia mais

Imagens Digitais Tratamento de Imagens

Imagens Digitais Tratamento de Imagens Imagens Digitais Imagens de Bitmap Bitmap = Mapa de Bits ou Imagens Raster São as imagens formadas por pixels em oposição às imagens vetoriais. Imagens de Bitmap Imagem de bitmap Imagem vetorial Imagens

Leia mais

FUNDAMENTOS SOBRE IMAGENS PARA A WEB

FUNDAMENTOS SOBRE IMAGENS PARA A WEB FUNDAMENTOS SOBRE IMAGENS PARA A WEB Bons web sites necessitam de uma correta integração entre textos e imagens. Este artigo contém o mínimo que você precisa saber sobre imagens para a web. Introdução

Leia mais

FORMATOS DE ARQUIVOS FORMATOS DE ARQUIVOS NATIVOS FORMATOS DE ARQUIVOS GENÉRICOS. Produção Gráfica 2 A R Q U I V O S D I G I T A I S -

FORMATOS DE ARQUIVOS FORMATOS DE ARQUIVOS NATIVOS FORMATOS DE ARQUIVOS GENÉRICOS. Produção Gráfica 2 A R Q U I V O S D I G I T A I S - Produção Gráfica 2 FORMATOS DE ARQUIVOS A R Q U I V O S D I G I T A I S - FORMATOS DE ARQUIVOS PARA IMAGEM BITMAPEADAS Uma imagem bitmapeada, uma ilustração vetorial ou um texto são armazenados no computador

Leia mais

MANUAL DE IDENTIDADE VISUAL

MANUAL DE IDENTIDADE VISUAL Sumário Apresentação 3 Logotipo - Versões Cromáticas 4 Diagrama de Construção, Área de Reserva e Redução 5 Convivência com Outras Marcas 6 Patrocínio 7 Aplicações sobre Fundos 8 Aplicações Incorretas 9

Leia mais

Atualização: JULHO/2011

Atualização: JULHO/2011 Uso do logo Teuto Pfizer Este material também é conhecido por manual da marca Teuto Pfizer. Ele é destinado a profissionais de comunicação, agências de publicidade, fornecedores e usuários em geral que

Leia mais

Clique no número da página escolhida para acessá-la. Como funciona o sistema digital Transmissão de anúncios via internet Troca de material

Clique no número da página escolhida para acessá-la. Como funciona o sistema digital Transmissão de anúncios via internet Troca de material MANUAL DE ENVIO DE MATERIAL 2013 Como funciona o sistema digital Transmissão de anúncios via internet Troca de material Resolução Formatos Conteúdo Prova de cor Layout Marcas de corte Cores Clique no número

Leia mais

Manual de Identidade Visual

Manual de Identidade Visual 2 Índice Apresentação A Marca Criação da Marca Elementos Tipografia Cores Redução Máxima Área de Proteção Grid de Construção Versão Monocromática Aplicação Aplicação - Fundo Preto Aplicação - Fundo Especial

Leia mais

Manipulação Digital de Imagens Recursos Básicos de Tratamento

Manipulação Digital de Imagens Recursos Básicos de Tratamento Manipulação Digital de Imagens Recursos Básicos de Tratamento 1 Antes de mais nada, é extremamente necessário lembrar que para tratar uma imagem é necessário que o monitor de seu computador esteja calibrado

Leia mais

Usando os Softwares Corretos. Tudo bem explicadinho

Usando os Softwares Corretos. Tudo bem explicadinho Cartilha da Pré-Impressão A JACUÍ apresenta sua Cartilha da Pré-Impressão, elaborada especialmente como ferramenta de auxílio aos nossos clientes/agências. Facilitar o desenvolvimento de seus impressos

Leia mais

PÓS-GRADUAÇÃO EM MATEMÁTICA COMPUTACIONAL INFORMÁTICA INSTRUMENTAL

PÓS-GRADUAÇÃO EM MATEMÁTICA COMPUTACIONAL INFORMÁTICA INSTRUMENTAL PÓS-GRADUAÇÃO EM MATEMÁTICA COMPUTACIONAL INFORMÁTICA INSTRUMENTAL Introdução Aula 03: Pacote Microsoft Office 2007 O Pacote Microsoft Office é um conjunto de aplicativos composto, principalmente, pelos

Leia mais

Introdução à Tecnologia Web HTML HyperText Markup Language XHTML extensible HyperText Markup Language Formatos de Imagens

Introdução à Tecnologia Web HTML HyperText Markup Language XHTML extensible HyperText Markup Language Formatos de Imagens IntroduçãoàTecnologiaWeb HTML HyperTextMarkupLanguage XHTML extensiblehypertextmarkuplanguage FormatosdeImagens ProfªMSc.ElizabeteMunzlinger ProfªMSc.ElizabeteMunzlinger FormatosdeImagens Índice 1 FORMATOS

Leia mais

Introdução Microsoft PowerPoint 2013 apresentações Office PowerPoint 2013 Microsoft PowerPoint 2013 textos planilhas Excel Word

Introdução Microsoft PowerPoint 2013 apresentações Office PowerPoint 2013 Microsoft PowerPoint 2013 textos planilhas Excel Word PowerPoint 2013 Sumário Introdução... 1 Iniciando o PowerPoint 2013... 2 Criando Nova Apresentação... 10 Inserindo Novo Slide... 13 Formatando Slides... 15 Inserindo Imagem e Clip-art... 16 Inserindo Formas...

Leia mais

Figura 1: Formato matricial de uma imagem retangular. Figura 2: Ampliação dos pixels de uma imagem

Figura 1: Formato matricial de uma imagem retangular. Figura 2: Ampliação dos pixels de uma imagem Universidade Federal de Santa Maria - UFSM Departamento de Eletrônica e Computação - DELC Introdução à Informática Prof. Cesar Tadeu Pozzer Julho de 2006 Imagens Uma imagem é representada por uma matriz

Leia mais

Aquisição e Representação da Imagem Digital

Aquisição e Representação da Imagem Digital Universidade Federal do Rio de Janeiro - IM/DCC & NCE Aquisição e Representação da Imagem Digital Antonio G. Thomé thome@nce.ufrj.br Sala AEP/33 Sumário. Introdução 2. Aquisição e Representação da Imagem

Leia mais

Como Começar? Criação Páginas. Etapas. Apresentação INTERNET

Como Começar? Criação Páginas. Etapas. Apresentação INTERNET Como Começar? Criação Páginas Apresentação Etapas Como começar Para que um site tenha sucesso é necessário um correcto planeamento do mesmo. Todos os aspectos de desenho de um site devem ser pensados de

Leia mais

WEB DESIGN ELEMENTOS GRÁFICOS

WEB DESIGN ELEMENTOS GRÁFICOS ELEMENTOS GRÁFICOS Parte 4 José Manuel Russo 2005 24 A Imagem Bitmap (Raster) As imagens digitais ou Bitmap (Raster image do inglês) são desenhadas por um conjunto de pontos quadrangulares Pixel alinhados

Leia mais

Guia do Usuário de Toner Transparente do Servidor de Impressão Xerox FreeFlow Dê ênfase ao brilho!

Guia do Usuário de Toner Transparente do Servidor de Impressão Xerox FreeFlow Dê ênfase ao brilho! Impressoras em Cores Xerox 800/1000 Servidor de Impressão FreeFlow Guia do Usuário de Toner Transparente Guia do Usuário de Toner Transparente do Servidor de Impressão Xerox FreeFlow Dê ênfase ao brilho!

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE BOM DESPACHO-MG PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO - EDITAL 001/2009 CARGO: MONITOR DE INCLUSÃO DIGITAL CADERNO DE PROVAS

PREFEITURA MUNICIPAL DE BOM DESPACHO-MG PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO - EDITAL 001/2009 CARGO: MONITOR DE INCLUSÃO DIGITAL CADERNO DE PROVAS CADERNO DE PROVAS 1 A prova terá a duração de duas horas, incluindo o tempo necessário para o preenchimento do gabarito. 2 Marque as respostas no caderno de provas, deixe para preencher o gabarito depois

Leia mais

1. Introdução ao Adobe Illustrator CC. 2.6. Ferramentas de Seleção e Visualização. 1.1. Novidades do Illustrator CC. 3. Desenho. 1.2.

1. Introdução ao Adobe Illustrator CC. 2.6. Ferramentas de Seleção e Visualização. 1.1. Novidades do Illustrator CC. 3. Desenho. 1.2. 1. Introdução ao Adobe Illustrator CC 1.1. Novidades do Illustrator CC 1.2. Abrir o Programa 1.3. Criar um Novo Documento 1.4. Área de Trabalho 1.4.1. Paletas e Painéis 1.4.2. Menus de Contexto 1.4.3.

Leia mais

Perguntas Frequentes. como enviar arquivos para a Programação Visual

Perguntas Frequentes. como enviar arquivos para a Programação Visual Perguntas Frequentes como enviar arquivos para a Programação Visual 03 Sumário Configurações do Arquivo 05 Imagens e Ilustrações 08 Cores 11 Fontes e Textos 13 16 Revisão e Autorização + Lista de Checagem

Leia mais

Produção Gráfica. Fechamento de arquivos para impressão

Produção Gráfica. Fechamento de arquivos para impressão Arquivo aberto vs Arquivo fechado Arquivo aberto: Pacote de arquivos Na gráfica: Pacote de arquivos abertura do arquivo checagem de links conferência de imagens conferência de fontes edição de retoques

Leia mais

Microsoft Office Excel

Microsoft Office Excel 1 Microsoft Office Excel Introdução ao Excel Um dos programas mais úteis em um escritório é, sem dúvida, o Microsoft Excel. Ele é uma planilha eletrônica que permite tabelar dados, organizar formulários,

Leia mais

Configurando Color Sttings - no CS3 Shift + Ctrl + K

Configurando Color Sttings - no CS3 Shift + Ctrl + K GCR Photoshop CS3 Cores Digitais Primeiramente, vamos entender como é possível substituir o CMY por preto apenas nas áreas cinzas e escuras sem influenciar nas outras cores da foto. Quando um scanner captura

Leia mais

[CURSO DE FÉRIAS FIREWORKS] JULHO / 2011

[CURSO DE FÉRIAS FIREWORKS] JULHO / 2011 Conteúdo 1. OBJETIVO DO FIREWORKS... 2 1.1 - Diferença entre imagem Vetorial e Bitmap... 2 1.2 - Formato de Arquivos... 3 2. AMBIENTE DO FIREWORKS... 3 2.1 - INICIANDO UM PROJETO... 4 3. DESENHANDO NO

Leia mais

FECHAMENTO DE ARQUIVO PARA IMPRESSÃO DIGITAL

FECHAMENTO DE ARQUIVO PARA IMPRESSÃO DIGITAL FECHAMENTO DE ARQUIVO PARA IMPRESSÃO DIGITAL GERENCIAMENTO DE COR CONFORME ISO 12647-2:2004 Buscando qualidade, agilidade e fidelidade nas cores dos materiais impressos aos nossos clientes, a Dinâmica

Leia mais

Índice (clique no item para ir ao tópico)

Índice (clique no item para ir ao tópico) Índice (clique no item para ir ao tópico) Envio de arquivos para paginar/editorar Orientações para envio de arquivos já diagramados Package (Pacote) no InDesign Fechamento de arquivos para a gráfica Exportação

Leia mais

Fotos Analógicas (Processo químico) e Digitais (Processo eletrônico)

Fotos Analógicas (Processo químico) e Digitais (Processo eletrônico) CÂMERA FOTOGRÁFICA Foto analógica Foto digital Fotos Analógicas (Processo químico) e Digitais (Processo eletrônico) O DIAFRAGMA OBJETO DIAFRAGMA EM IRIS OBJETO IRIS RETINA ABERTURA PUPILA LENTE CRISTANILO

Leia mais

PUBLICIDADE & PROPAGANDA PRODUÇÃO GRÁFICA

PUBLICIDADE & PROPAGANDA PRODUÇÃO GRÁFICA PRODUÇÃO GRÁFICA PUBLICIDADE & PROPAGANDA Prova Semestral --> 50% da nota final. Sistema de avaliação Atividades em laboratório --> 25% da nota final Exercícios de práticos feitos nos Laboratórios de informática.

Leia mais

Fundamentos de design

Fundamentos de design Fundamentos de design gordongroup Sobre o gordongroup gordongroup é uma agência de marketing e comunicação de tempo integral e de balcão único, que oferece um conjunto exclusivo de serviços criativos,

Leia mais

Estrutura e estética: Organização, layout, cores e tipos

Estrutura e estética: Organização, layout, cores e tipos Design Web Estrutura e estética: Organiação, layout, cores e tipos Apresentação: Estrutura e Estética Organiação Navegação Layout Cores e Tipografia! " Representação e Apresentação Representação Utiliar

Leia mais

Prática 2 Características do Flash

Prática 2 Características do Flash Prática 2 Características do Flash 1. Objetivos Se familiarizar com os Painéis, Frames e Timelines. Desenvolver uma animação simples. 2. Recursos Necessários Computador com o programa Macromedia Flash

Leia mais

_PTBR. Guia de configuração de digitalização para aplicativos TWAIN

_PTBR. Guia de configuração de digitalização para aplicativos TWAIN _PTBR Guia de configuração de digitalização para aplicativos TWAIN Como usar a fonte de dados TWAIN Como iniciar a Ferramenta de validação de scanner... 2 A caixa de diálogo Ferramenta de validação de

Leia mais

Introdução. Tipo de Cor

Introdução. Tipo de Cor Introdução Este material foi pensado pela Gráfica Cartões Mais Barato, com o propósito de facilitar a produção dos seus materiais. Para isso, preparamos o melhor compilado de textos a cerca do fechamento

Leia mais

O que é a cor? Como converter as cores para CMYK

O que é a cor? Como converter as cores para CMYK Introdução A Cartilha de Fechamento de Arquivos a seguir foi preparada pela equipe de criação da gráfica Cores, com o intuito de ajudar seus clientes a criarem artes o mais precisa possível, evitando assim

Leia mais

Indesign CS e Photoshop

Indesign CS e Photoshop Universidade Presbiteriana Mackenzie Guia de laboratório para uso nas disciplinas Planejamento Gráfico I e II Indesign CS e Photoshop Idealizado por: Prof Ms. André Nóbrega Dias Ferreira. Este é um guia

Leia mais

PROCEDIMENTOS PARA FECHAMENTO E ENVIO DE ARQUIVOS DE JORNAIS PARA IMPRESSÃO

PROCEDIMENTOS PARA FECHAMENTO E ENVIO DE ARQUIVOS DE JORNAIS PARA IMPRESSÃO PROCEDIMENTOS PARA FECHAMENTO E ENVIO DE ARQUIVOS DE JORNAIS PARA IMPRESSÃO JANEIRO/2012 Introdução Este guia descreve os padrões, formatos e procedimentos a serem adotados na preparação e fechamento de

Leia mais

Composição fotográfica

Composição fotográfica Composição fotográfica É a seleção e os arranjos agradáveis dos assuntos dentro da área a ser fotografada. Os arranjos são feitos colocando-se figuras ou objetos em determinadas posições. Às vezes, na

Leia mais

Prova Escrita de Aplicações Informáticas B

Prova Escrita de Aplicações Informáticas B EXAME NACIONAL DO ENSINO SECUNDÁRIO Decreto-Lei n.º 74/2004, de 26 de Março Prova Escrita de Aplicações Informáticas B 12.º Ano de Escolaridade Prova 703/1.ª Fase 11 Páginas Duração da Prova: 120 minutos.

Leia mais

Manual de Identidade Visual. Laboratório de Experimentação Remota INE/CTC/UFSC

Manual de Identidade Visual. Laboratório de Experimentação Remota INE/CTC/UFSC Manual de Identidade Visual Laboratório de Experimentação Remota INE/CTC/UFSC 14 de maio de 2002 Este manual foi criado e desenvolvido por Guilherme Corrêa Meyer guilhermecmeyer@hotmail.com - 9121 9171

Leia mais

Manual de Identidade Visual

Manual de Identidade Visual Manual de Identidade Visual Índice Apresentação 5 A Marca 7 Criação da Marca 8 Elementos 9 Tipografia 10 Cores 11 Redução Máxima 12 Área de Proteção 13 Grid de Construção 14 Versão Monocromática 15 Aplicação

Leia mais

MANUAL DE IDENTIDADE VISUAL DA FH

MANUAL DE IDENTIDADE VISUAL DA FH 2014 MANUAL DE IDENTIDADE VISUAL DA FH Instruções VISUALIZAÇÃO DO PDF Instruções 3 VISUALIZAÇÃO DO PDF Para melhor visualização deste manual, sugerimos uma alteração de configuração, caso você utilize

Leia mais

Guia de qualidade de cores

Guia de qualidade de cores Página 1 de 5 Guia de qualidade de cores O Guia de qualidade de cores ajuda você a entender como as operações disponíveis na impressora podem ser usadas para ajustar e personalizar a saída colorida. Menu

Leia mais

Manual do. Peticionamento Eletrônico

Manual do. Peticionamento Eletrônico Manual do Peticionamento Eletrônico Este documento contém orientações sobre como gerar documentos para o serviço de Peticionamento Eletrônico no Portal e-saj Tribunal de Justiça de São Paulo. Resumo Os

Leia mais

O que há de novo no QuarkXPress 2015

O que há de novo no QuarkXPress 2015 O que há de novo no QuarkXPress 2015 CONTEÚDO Conteúdo Novidades do QuarkXPress 2015...3 Novos recursos...4 Aplicativo de 64 bits...4 Variáveis de conteúdo...4 Tabelas alinhadas...5 Notas de rodapé e notas

Leia mais

Manual de Identidade Visual

Manual de Identidade Visual rede de atenção básica Manual de Identidade Visual As marcas do sus Introdução O Ministério da Saúde, por meio do SUS (Sistema Único de Saúde), presta inúmeros serviços à população e suas novas redes foram

Leia mais

CASA DA MOEDA DO BRASIL

CASA DA MOEDA DO BRASIL CASA DA MOEDA DO BRASIL SETEMBRO 2005 01 - Você recebeu do fiscal o seguinte material: LEIA ATENTAMENTE AS INSTRUÇÕES ABAIXO. a) este caderno, com o enunciado das 30 questões das Provas Objetivas, sem

Leia mais

CRIANDO ARQUIVOS PDF

CRIANDO ARQUIVOS PDF Laboratório de Informática Centro de Pós-Graduação Faculdade de Medicina da UFMG Telefone: 3248-9654 Email: licpg@medicina.ufmg.br CRIANDO ARQUIVOS PDF Como gerar um arquivo PDF a partir de um outro arquivo

Leia mais

O que é o Microsoft Office?

O que é o Microsoft Office? Aula 1 O que é o Microsoft Office? O Microsoft Office é um pacote de programas para escritório que faz parte de um único DVD. Você aprenderá neste curso a trabalhar com os programas mais famosos do pacote

Leia mais

Atividade: matrizes e imagens digitais

Atividade: matrizes e imagens digitais Atividade: matrizes e imagens digitais Aluno(a): Turma: Professor(a): Parte 01 MÓDULO: MATRIZES E IMAGENS BINÁRIAS 1 2 3 4 5 6 7 8 Indique, na tabela abaixo, as respostas dos 8 desafios do Jogo dos Índices

Leia mais

Câmera Digital. Autor: Darllene Negri Nicioli

Câmera Digital. Autor: Darllene Negri Nicioli Câmera Digital Autor: Darllene Negri Nicioli 2 OBJETIVO Têm como objetivo este trabalho mostrar o princípio de funcionamento geral de uma câmera digital até as vantagens e desvantagens do produto final,

Leia mais

LICENCIAMENTO DE USO. Este documento é propriedade intelectual 2002 do Centro de Computação da Unicamp e distribuído sob os seguintes termos:

LICENCIAMENTO DE USO. Este documento é propriedade intelectual 2002 do Centro de Computação da Unicamp e distribuído sob os seguintes termos: LICENCIAMENTO DE USO Este documento é propriedade intelectual 2002 do Centro de Computação da Unicamp e distribuído sob os seguintes termos: 1. As apostilas publicadas pelo Centro de Computação da Unicamp

Leia mais

OpenOffice.org 1.1.0 Imagens

OpenOffice.org 1.1.0 Imagens OpenOffice.org 1.1.0 Imagens Setembro/2003 Versão 1.0 1 LICENCIAMENTO DE USO DESTA DOCUMENTAÇÃO Este manual foi elaborado e é de propriedade da Companhia do Metropolitano de São Paulo - Metrô, sendo seu

Leia mais

Apresentação do Projeto Gráfico

Apresentação do Projeto Gráfico Arte-final Arquivo feito no computador utilizando softwares específicos que permitem a produção de um fotolito para impressão gráfica. Programas Utilizados para a Produção de Arte-final. Dependendo das

Leia mais

Tour pela área de trabalho

Tour pela área de trabalho Tour pela área de trabalho Bem-vindo ao CorelDRAW, um programa abrangente de desenho e design gráfico baseado em vetor para o profissional gráfico. Neste tutorial, você se familiarizará com a terminologia

Leia mais

Manual de Identidade Visual

Manual de Identidade Visual Manual de Identidade Visual Normas e padrões de utilização Versão 1.3 Alterada em 13/11/2014 Alteração: inclusão do elemento de marca registrada, após a concessão do registro da marca pelo INPI. Sumário

Leia mais

e-nota NFS-e Sistema de Geração e Emissão de Nota Fiscal de Serviço eletrônica

e-nota NFS-e Sistema de Geração e Emissão de Nota Fiscal de Serviço eletrônica Página1 e-nota NFS-e Sistema de Geração e Emissão de Nota Fiscal de Serviço eletrônica Manual do Usuário Produzido por: Informática Educativa Página2 Índice 1. O que é Nota Fiscal de Serviço eletrônica

Leia mais

Conteúdo Programático do Photo Shop

Conteúdo Programático do Photo Shop O Ambiente Adobe Photoshop Conteúdo Programático do Photo Shop Características das Imagens Imagens Vetoriais e de Bitmap Tamanho e Resolução de Imagens Modos de Cores Formatos de Arquivo A Iniciação de

Leia mais

Siga nossos padrões de margens especificadas abaixo e utilize nossas matrizes (disponíveis no link Gabaritos).

Siga nossos padrões de margens especificadas abaixo e utilize nossas matrizes (disponíveis no link Gabaritos). Guia de Instruções Atenção com as margens de corte Siga nossos padrões de margens especificadas abaixo e utilize nossas matrizes (disponíveis no link Gabaritos). Sempre utilize no mínimo a 3,5mm de margem

Leia mais

Excel 2010 Modulo II

Excel 2010 Modulo II Excel 2010 Modulo II Sumário Nomeando intervalos de células... 1 Classificação e filtro de dados... 3 Subtotais... 6 Validação e auditoria de dados... 8 Validação e auditoria de dados... 9 Cenários...

Leia mais

Serviço Público Federal CONCURSO PÚBLICO 2014 INSTRUÇÕES GERAIS. Nº do doc. de identificação (RG, CNH etc.): Assinatura do(a) candidato(a):

Serviço Público Federal CONCURSO PÚBLICO 2014 INSTRUÇÕES GERAIS. Nº do doc. de identificação (RG, CNH etc.): Assinatura do(a) candidato(a): Serviço Público Federal UNIVERSIDADE FEDERAL DE ALAGOAS CONCURSO PÚBLICO 2014 PROVA TIPO 1 Cargo de Nível Médio: Código: 19 ASSISTENTE DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO PROVA PRÁTICA 2014 Universidade Federal

Leia mais

Material desenvolvido por Melissa Lima da Fonseca. melissa.mlf@gmail.com.br - (031) 9401-4041. www.melissalima.com.br Página 1

Material desenvolvido por Melissa Lima da Fonseca. melissa.mlf@gmail.com.br - (031) 9401-4041. www.melissalima.com.br Página 1 EXCEL BÁSICO Material desenvolvido por Melissa Lima da Fonseca melissa.mlf@gmail.com.br - (031) 9401-4041 www.melissalima.com.br Página 1 Índice Introdução ao Excel... 3 Conceitos Básicos do Excel... 6

Leia mais

CÂMERAS. fotográficas

CÂMERAS. fotográficas CÂMERAS fotográficas Quanto ao suporte: Digital Analógico Como classificar e diferenciar os tipos de Câmeras? Quanto a automação: Automáticas Semi-automáticas Auto e manual Quanto ao visor: Visor direto

Leia mais

Tecnologias EOS 550D. Sensor CMOS Canon

Tecnologias EOS 550D. Sensor CMOS Canon Tecnologias EOS 550D Sensor CMOS Canon Desenhada pela Canon para se conjugar com os processadores DIGIC, a tecnologia CMOS integra circuitos avançados de redução de ruído em cada pixel proporcionando imagens

Leia mais

FORMATO DO PAPEL SANGRIA E PAGINAÇÃO

FORMATO DO PAPEL SANGRIA E PAGINAÇÃO 2 3 4 5 FORMATO DO PAPEL SANGRIA E PAGINAÇÃO DIFERENÇAS ENTRE IMRESSÃO OFFSET E DIGITAL O processo de impressão Offset é indireto. Cada uma das cores CMYK (ciano, magenta, amarelo e preto), são gravadas

Leia mais

CARTILHA DE PRÉ-IMPRESSÃO

CARTILHA DE PRÉ-IMPRESSÃO CARTILHA DE PRÉ-IMPRESSÃO gráfica e editora MARGENS DE SEGURANÇA Utilize este QRcode para me adicionar à agenda de contatos do seu celular. Malires Gráfica 41 3346.6498 malires@malires.com.br www.malires.com.br

Leia mais

Uso correto da Marca ONS. versão 1.0 dezembro 2012

Uso correto da Marca ONS. versão 1.0 dezembro 2012 Uso correto da Marca ONS versão 1.0 dezembro 2012 O ONS desempenha com eficiência e eficácia seu papel no setor elétrico. A Marca ONS identifica e representa a organização e todos que a formam. Este documento

Leia mais

Ciências da Computação Disciplina:Computação Gráfica

Ciências da Computação Disciplina:Computação Gráfica Ciências da Computação Disciplina:Computação Gráfica Professora Andréia Freitas 2012 7 semestre Aula 02 (1)AZEVEDO, Eduardo. Computação Gráfica, Rio de Janeiro: Campus, 2005 (*0) (2) MENEZES, Marco Antonio

Leia mais

Aula 6 Fundamentos da fotografia digital

Aula 6 Fundamentos da fotografia digital Aula 6 Fundamentos da fotografia digital Fundamentos da fotografia digital: Câmeras digitais CCD e CMOS Resolução Armazenamento Softwares para edição e manipulação de imagens digitais: Photoshop e Lightroom

Leia mais

ArcGIS Aplicado a Bacias Hidrográficas Aula 5. Frederico Damasceno Bortoloti

ArcGIS Aplicado a Bacias Hidrográficas Aula 5. Frederico Damasceno Bortoloti ArcGIS Aplicado a Bacias Hidrográficas Aula 5 Frederico Damasceno Bortoloti Revisão das funcionalidades do ArcGIS Layouts para Impressão A Interface de Layout Usando Modelos Propriedades de página Propriedades

Leia mais

Centro Federal de Educação Tecnológica da Bahia Curso Excel Avançado Índice

Centro Federal de Educação Tecnológica da Bahia Curso Excel Avançado Índice Índice Apresentação...2 Barra de Título...2 Barra de Menus...2 Barra de Ferramentas Padrão...2 Barra de Ferramentas de Formatação...3 Barra de Fórmulas e Caixa de Nomes...3 Criando um atalho de teclado

Leia mais