CLASSIFICAÇÃO E LOCALIZAÇÃO DE FALTAS DE ALTA IMPEDÂNCIA EM SISTEMAS DE DISTRIBUIÇÃO DE ENERGIA

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "CLASSIFICAÇÃO E LOCALIZAÇÃO DE FALTAS DE ALTA IMPEDÂNCIA EM SISTEMAS DE DISTRIBUIÇÃO DE ENERGIA"

Transcrição

1 CLASSIFICAÇÃO E LOCALIZAÇÃO DE FALTAS DE ALTA IMPEDÂNCIA EM SISTEMAS DE DISTRIBUIÇÃO DE ENERGIA JÉSUS A. O. NETO, RICARDO. O. C. SCARCELLI, LEONARDO. B. FELIX, MARCO A. A. CASTRO Núcleo Interdisciplinar de Análises de Sinais - NIAS Departamento de Engenharia Elétrica - DEL Universidade Federal de Viçosa - UFV Av. P. H. Holfs, sn, CEP , Viçosa - MG Fone: (31) / Abstract This paper presents a methodology based on artificial neural networks (ANNs) for location and classification of faults in a distribution system. The characteristics of the faults of these systems differ in transmission systems, mainly by the influence of high impedance and also by the presence of several loads over the distribution line. Such situations can result in errors and improper operation of the protection system. In this sense, the work proposed here uses as the main tool the ANNs. To validate this methodology several tests were carried out in a distribution system, varying the following parameters: fault type, angle, distance or location of occurrence, fault resistance. It is interesting to note that there wasn t a need for more complex calculations, such as the theory of traveling waves, just a simple modeling Auto-Regressive (AR) of the current signals and tensions. Thus, to create a model that responds favorably to the locations and types of faults considered. Keywords Location and classification of faults, Distribution Systems, Artificial Neural Networks Resumo Esse trabalho apresenta uma metodologia baseada em redes neurais artificiais (RNAs) para localização e para classificação de faltas em um sistema de distribuição. As características das faltas desses sistemas diferem-se dos sistemas de transmissão, principalmente, pela influência das altas impedâncias e, também, pela presença de várias cargas ao longo da rede elétrica. Tais situações podem acarretar em erros e em operação indevida do sistema de proteção. Nesse sentido, o trabalho aqui proposto, utiliza como ferramenta principal as RNAs. Para validar essa metodologia diversos testes foram realizados em um sistema de distribuição, variando os seguintes parâmetros: tipo de falta, ângulo de incidência, distância ou local de ocorrência, resistência de falta. É interessante destacar que não houve a necessidade de cálculos mais complexos, como a teoria de ondas viajantes, apenas uma simples modelagem Auto-Regressiva (AR) dos sinais de corrente e tensões. Desse modo, criar um modelo que responda de maneira favorável aos locais e aos tipos de faltas considerados. Palavras-chave Faltas de Alta Impedância, Localização e Classificação de faltas, Sistemas de Distribuição, Redes Neurais Artificiais 1 Introdução Os sistemas elétricos de potência, formados pela geração, transmissão e distribuição de energia, devem garantir a continuidade e confiabilidade no seu fornecimento. Porém, esses sistemas, principalmente as redes de transmissão e de distribuição estão sujeitos às faltas (neste artigo considera-se faltas curtoscircuitos). Essas faltas devem ser detectadas, classificadas e localizadas precisamente para, assim, evitar interrupções e danos nos equipamentos. As características das faltas de sistemas de distribuição diferem-se dos sistemas de transmissão principalmente no que diz respeito aos valores de impedâncias de faltas e, também, pelo fato do sistema conter harmônicos. Aliados a esses fatos, uma característica importante a ser considerada é o ângulo de falta. Com relação aos valores de impedância de faltas, geralmente, esses são altos, além de inserirem harmônicos no sistema no momento da falta. As Faltas de Alta Impedância (FAIs) tem desafiado as concessionárias de energia elétrica e os pesquisadores há vários anos. As FAIs são aquelas cujos valores de corrente ficam abaixo dos valores de partida dos relés de sobrecorrente tradicionais, o que dificulta sua localização. Essas faltas são causadas principalmente devido à queda de condutores de energia em superfícies de baixa condutividade, a galhos de árvores que encostam nas linhas e a isoladores em mau funcionamento. Outro aspecto a ser destacado nas faltas dos sistemas de distribuição é a presença dos harmônicos. Estes são freqüências múltiplas da fundamental (60 Hz) que podem afetar os equipamentos de proteção, tais como os relés digitais. Mais especificamente, nos casos dos classificadores e localizadores de faltas microprocessados, os harmônicos podem acarretar em imprecisão, no caso de relés não dimencionados para tal (BAKAR, 2008), (DUGAN et. al., 1996). Por fim, de forma a garantir precisão nos modelos dos classificadores e localizadores de faltas, deve-se considerar o ângulo de incidência das faltas pois esses afetam tanto o transitório quanto, de maneira significativa, a amplitude inicial da falta. Nesse sentido, alguns trabalhos tem sido publicados para detecção, localização e classificação de faltas em sistemas de distribuição. Estão incluídos testes hipotéticos baseados em estatísticas, (BALSER et. al., 1986); sistemas especialistas baseados nos princípios de indução, (KIM & RUSSELL, 1989); redes 2607

2 neurais, (EBRON et. al., 1990), (APOSTOLOV et. al., 1993); ângulo do terceiro harmônico das correntes de falta, (JEERINGS & LINDERS, 1991); decomposição das Wavelets (LIANG et. al., 1998) e (LAI et. al., 2003); árvores de decisão (SHENG & ROVNYAK, 2004), lógica fuzzy (JOTA & JOTA, 1998), dentre outros. Assim, o principal objetivo desse trabalho é classificar e localizar faltas em sistemas de distribuição, focando na influência da impedância de faltas como também no ângulo de incidência. Todo o algoritmo aqui implementado tem como base teórica apenas as Redes Neurais Artificiais (RNA), sem a necessidade de cálculos complexos como a teoria de ondas viajantes ou Transformada Wavelet, muito utilizadas em trabalhos relacionados a essa área. Com o tratamento inicial dos dados foi feito através de uma modelagem auto regressiva (AR) (THE MATHWORKS INC, 2002b) e com simples filtragens dos sinais de corrente pôde-se criar um modelo que responda de maneira favorável ao local e ao tipo de falta considerado. Esse artigo está dividido em quatro seções. O primeiro, aqui discutido, tratou-se da introdução e da justificativa do trabalho. A metodologia mostra como foram realizadas as simulações, a filtragem dos sinais e os modelos para a entrada da rede são apresentados na segunda seção. Por fim, os estudos de casos em um sistema de distribuição são apresentados na terceira seção e, finalizando, temos as conclusões e as referencias nas duas últimas seções. Figura 1. Ponto de incidência da falta. Para localização do ponto de incidência, o dado de corrente foi filtrado com um filtro Passa-Alta Butterworth de terceira ordem com freqüência de corte de 430 Hz. Esse filtro tem como característica suprimir em -60 db, as freqüências de 60 Hz, além do ganho de 0,03 db em 600 Hz. Essas características tem como finalidade suprimir os harmônicos mais significativos (até a sétima ordem) e proeminir o transitório. 2 Método proposto O método proposto é dividido em quatro etapas: simulação, localização do ponto de incidência, tratamento dos dados, treinamento das RNAs. 2.1 Simulação A primeira etapa desse trabalho é a simulação de um sistema de distribuição com alimentador radial e com diversas cargas intermediárias. Nesse sistema foram simuladas diversas faltas variando quatro parâmetros de estudo, os quais são: tipos de falta, ângulo de falta, resistência de falta e local da falta. Os dados obtidos na etapa de simulação foram divididos em dados de teste, validação e treinamento da RNA. 2.2 Localização do ponto de incidência Nessa etapa, o primeiro passo na localização da falta é encontrar o seu ponto de incidência, ou seja, o exato momento em que o distúrbio ocorreu, como pode ser visto na figura 1. Figura 2. Filtro Butterworth passa-alta de décima primeira ordem. A figura 2 mostra a resposta em freqüência em ganho e em fase do filtro Passa-Alta Butterworth de terceira ordem implementado. Para retirar as grandes distorções de fase ocasionadas pelo filtro IIR Butterworth, foi utilizado a Filtragem com Invenção Temporal (FIT). A FIT é uma filtragem dupla através da qual o sinal, em um primeiro momento, é filtrado e logo depois é invertido temporalmente e novamente filtrado. Com esse processo, a distorção de fase é retirada devido o cancelamento angular das duas filtragens (THE MATHWORKS INC, 2002b). Após a filtragem dos dados de corrente, os sinais resultantes foram elevados ao quadrado, a fim de suprimir pontos de baixa amplitude, e somado entre si ponto a ponto obtendo um único vetor. Logo após, esse vetor foi normalizado entre 0 e 1, dividindo o vetor pelo seu máximo. O algoritmo de localização do ponto de incidência é mostrado no diagrama abaixo (figura 3). 2608

3 Figura 3. Diagrama de blocos do algoritmo de localização do ponto de incidência. A figura 4 ilustra a corrente da fase A e o sinal normalizado obtido: Nessa etapa, são extraídos os parâmetros para o treinamento das RNAs, utilizando-se a Modelagem Auto Regressiva AR. Esse modelo foi utilizado devido a sua simplicidade e a sua rapidez, além de ser um método eficiente para estimação dos parâmetros de sistemas. A modelagem AR consiste em relacionar determinado sinal, através de combinações lineares entre amostras passadas, minimizando o quadrado da diferença entre a amostra atual e as amostras obtidas. O resultado é uma função de transferência all-poles (somente com polos, sem zeros). O método utilizado para a obtenção dos coeficientes é o Método de Yule- Walker, também chamado de Método da Auto Correlação, no qual um modelo AR é ajustado para minimizar o erro de predição à frente pelo método dos Mínimos Quadrados (THE MATHWORKS INC, 2002b). Para o trabalho proposto, foram extraídos dez coeficientes AR das correntes (Ia, Ib, Ic), e das tensões das três fases (Vab, Vbc, Vca), totalizando 60 coeficientes para cada evento de falta. O cálculo desses coeficientes foi realizado com dados de apenas uma oscilação, ou seja, os dados de corrente e de tensão foram cortados, de forma que restaram apenas 25 pontos centralizados no ponto de incidência. Esse número equivale a um comprimento de onda de uma senóide 60 Hz com freqüência de amostragem de 1,5 khz. Esses 60 coeficientes foram utilizados como dados de estrada para RNAs tanto na localização quanto na classificação de faltas. 2.4 Treinamento da RNA Nessa etapa do trabalho foi feito o treinamento das RNAs utilizadas (THE MATHWORKS INC, 2002a). Para os algoritmos de classificação e localização utilizou-se redes Multilayer Perceptron (MLPs), com função de ativação tansig para as camadas ocultas e purelin para camada de saída além do algoritmo de aprendizagem Levenberg- Marquardt. Figura 4. Corrente da fase A e sinal obtido. É possível perceber, através da figura 4, que o sinal obtido apresenta um pico exatamente sobre o ponto de incidência da falta, o que ocorre devido ao sinal conter características transitórias no ponto de incidência. Para localizar o ponto de incidência do distúrbio foi considerado o ponto de máximo do sinal, isso é, o pico como o início do distúrbio. É importante ressaltar que este algoritmo detecta o ponto de incidência para qualquer tipo de falta e também não necessita de janelamento predefinido, ou seja, o janelamento depende apenas da aquisição dos dados. 2.3 Tratamento dos Dados Classificação Para classificação utilizou-se uma rede de duas camadas ocultas de neurônios e uma camada de saída. Através de teste de várias arquiteturas, a melhor rede obtida foi a que possuía 13 neurônios em cada camada oculta, a arquitetura da RNA é mostrada na figura 5. Figura 5. Arquitetura da RNA de Classificação No treinamento da RNA, para classificação das faltas, convencionou-se que as fases envolvidas nas faltas teriam saídas variando de 1 a 10, ou seja, a camada de saída RNA retornava um valor numérico referente às fases envolvidas, como mostradas na tabela 1: 2609

4 Tabela 1 Convenção adotada para classificação de falta. Fases envolvidas Convenção numérica adotada AT 1 BT 2 CT 3 AB 4 ABT 5 CA 6 CAT 7 BC 8 BCT 9 ABC 10 Na tabela 1, as letras A, B e C determinam quais fases foram envolvidas na falta e a letra T é presente nas faltas que envolveram o condutor terra. Através da convenção adotada e dos 60 parâmetros extraídos anteriormente, pôde-se treinar a RNA de forma a classificar as faltas em questão. Localização Nessa etapa convencionou-se a saída da RNA como sendo a própria distância, em quilômetros da ocorrência da falta e a entrada da rede como sendo os 60 coeficientes AR extraídos anteriormente. Depois de vários testes de diferentes arquiteturas, a melhor rede obtida foi a de configuração de 32 neurônios na primeira camada oculta e de 17 neurônios na segunda. Com a convenção adotada e com os parâmetros anteriormente extraídos de cada evento de falta, pôde-se treinar a RNA de forma a localizar as faltas em questão. Para localização utilizou-se a mesma rede anteriormente citada (na classificação, figura 5), diferenciando apenas no número de neurônios nas camadas ocultas. 3.1 Simulação 3 Estudos de Caso O sistema de distribuição simulado consiste de um alimentador radial o qual foi adaptado da referência (WAKILEH & PAHWA, 1997). As diversas ramificações presentes no sistema original foram agregadas, isto é, substituindo cada ramificação por cargas equivalentes. Figura 6. Sistema simulado. A figura 6 apresenta o diagrama unifilar do sistema simulado. Tabela 2. Dados do alimentador simulado. Barra Comprimento P Carga Q Carga i j (km) (kw) (kw) 0 1 4, , , , , , , , , , , Os dados de linha e das cargas estão expostos na tabela 2. A resistência da linha é R=0,28 Ohms/km e X=0,27 Ohms/km. Para fins de simulações de localização de faltas, julgou-se necessário a criação de mais pontos de aplicação da falta além dos 14 nós já apresentados pelo sistema. As simulações foram feitas variando quatro parâmetros para o estudo: - Tipo de Falta: as faltas simuladas são do tipo fasefase (AB; AC; BC), fase-fase-terra (ABT; ACT; BCT), faltas monofásicas (AT; BT; CT) e faltas trifásica (ABC); - Ângulo de falta: o ângulo de falta, que é o ângulo de ocorrência da falta tomando como referencia a fase A, foi simulado para 0, 15, 30, 45, 60, 75 e 90 ; - Distância da falta: o local onde ocorreu a falta foi simulado de 0,4 km até 27,6 km, variando com incrementos de 0,2 km, e totalizando 137 locais faltosos. Essas simulações foram voltadas para o treinamento e teste da rede; - Resistência de falta: a resistência de falta variou entre os valores 1, 10, 20, 50 e 100 Ohms. Fez-se todas as combinações possíveis entre esses parâmetros, o que totalizou em simulações, sendo 30% dos dados voltado para a validação, 40% voltados para testes e 30% para treinamento da RNA. 2610

5 Para cada simulação foram salvos os dados de correntes de linha (Iabc) e de tensões de fase (Vabc). Para a obtenção dos dados foi utilizada uma freqüência de amostragem de 1,5 khz. Cada simulação tinha duração de 0,1s, isto é, das formas de ondas foram salvas 6 ciclos de 60 Hz. 3.2 Resultados da Classificação Na apresentação dos resultados, destacam-se três parâmetros que podem afetar significativamente o modelo proposto na classificação das faltas, sendo eles: tipo de falta, resistência de falta e ângulo de falta. As figuras 7, 8 e 9, apresentam os erros percentuais em função desses parâmetros testados. Esses erros foram calculados a partir de dados de teste (40% dos dados simulados). Figura 9. Erros de classificação em função do ângulo. Como pôde ser visto através das figuras anteriores, devido à pequena porcentagem de erros, pode-se concluir que o algoritmo de classificação obteve um resultado favorável quando relacionado à exatidão e à independência dos parâmetros testados (resistência de falta, tipos de faltas e ângulo de falta). Observa-se que o erro máximo alcançado foi de apenas 1,6%, no caso da resistência de falta, e o erro percentual médio foi de 0,65 %, o que caracteriza a eficiência do algoritmo. Figura 7. Erros de classificação em função do tipo de falta. 3.3 Resultados da Localização Para localização utilizou-se a mesma rede anterior, diferenciando apenas sua arquitetura. Essa rede tem como camada de saída a resposta dos valores de distância da falta variando de 0,4 a 27,6 km. Os resultados de localização de falta foram obtidos a partir dos mesmos dados de teste da seção anterior. No cálculo dos erros destaca-se dois parâmetros que podem afetar significativamente o modelo proposto na localização das faltas, sendo eles: resistência de falta e ângulo de incidência As figura 10 e 11 mostram uma média dos resultados obtidos em função da resistência de falta e do ângulo de incidência. Sendo assim, cada ponto é uma média de resultados do algoritmo para cada situação. Figura 8. Erros de classificação em função da resistência. Fig. 10 Resultados em função da resistência de falta 2611

6 Os resultados apresentados na figura 10 mostram que os erros de localização de faltas, mesmo para faltas de alta impedância, podem ser considerados satisfatórios, pois, já que o maior erro médio foi de 2.77 km. Fig. 11 Resultados em função do ângulo de incidência. Novamente a figura 11 mostra que o modelo proposto obteve bons resultados, independentemente dos ângulos de incidência, com um erro máximo de 3,2 km. A tabela 3 apresenta um resumo geral dos erros obtidos na localização. Erro absoluto máximo Tabela 3. Erros absolutos para todos os casos. Erro absoluto mínimo Erro absoluto médio Desvio padrão 25.2 km 0 km 0,56 km 0,83 km A partir da tabela 3, pode-se observar o bom comportamento do modelo apresentado nas diversas situações testadas, destacando-se o resultado de erro médio absoluto. Mesmo com esse bom comportamento, observa-se um erro máximo de 25,2km. A fim de justificar esse erro, fez-se uma análise mais aprimorada calculando-se os seguintes erros (tabela 4): Tabela 4. Erros absolutos para todos os casos separados em intervalos. Erros entre: Erro (%) 0 e 1 km 87,13 1 e 5 km 12,39 5 e 10 km 0,38 10 e 25.2 km 0,08 Apesar do erro máximo absoluto ter um valor muito alto (tabela 3), pode-se perceber (tabela 4) que os valores com erros maiores que 10 km ocorreram em 0,08 % dos casos (dados de teste) e já os erros menores de 1 km se destacam por ocorrem com maior frequência, sendo 87,13 % dos casos. 4 Conclusões Esse trabalho apresentou uma aplicação das RNAs em conjunto com a modelagem AR na localização e na classificação de faltas em um sistema de distribuição. Essa metodologia foi embasada nos transitórios de alta freqüência gerados por essas faltas, destacando-se: faltas monofásicas, faltas bifásicas (com terra e sem terra) e faltas trifásicas. A abordagem desse trabalho incluiu o estudo de casos de alta e de baixa impedância além de diferentes pontos de incidência das faltas. Para a extração dos parâmetros de entrada da rede neural foi realizado um pré-processamento dos sinais de tensão e de corrente, através do qual, então, foram calculados os coeficientes AR do sinal através do Método de Yule-Walker. Os resultados obtidos mostraram que o desempenho geral do algoritmo, de localização e de classificação de faltas, proposto foi favorável quando relacionado à precisão: obteve erro de classificação de 0,65 % e erro absoluto médio de localização de 0,56 km. O método proposto também se mostrou praticamente independente da impedância de falta, do tipo da falta e do ângulo de incidência da falta. Agradecimentos Os autores agradecem à FAPEMG, à CAPES, ao CNPq e à FUNARBE pelo apoio financeiro. Referências Bibliográficas APOSTOLOV A. P., BRONFELD J., SAYLOR C. H. M., SNOW P. B.,(1993) An Artificial Neural Network Approach to the Detection of High Impedance Faults, in International Conference on Expert System Applications for the Electrical Power Industry Proceedings. BAKAR, M. I. A. (2008) Assessments for the Impact of Harmonic Current Distortion of Non Linear Load In Power System Harmonics. Transmission and Distribution Conference and Exposition: Latin America, IEEE/PES Aug Page(s):1 6. BALSER S. J., CLEMENTS K. A., LAWRENCE D. J., (1986) A Microprocessor-Based Technique for Detection of High Impedance Faults, IEEE Trans. Power Delivery, vol. 3, pp , July. DUGAN, R. C.; MCGRANAGHAN, M. F. and BEATY, H. W. (1996). Electrical Power Systems Quality. McGraw-Hill Companies. EBRON S., LUBKEMAN D. L., WHITE M., (1990) A Neural Network Approach to The Detection of Incipient Faults on Power Distribution 2612

7 Feeders, IEEE Trans. Power Delivery, vol. 2, pp , April JEERINGS D. I., LINDERS J. R.,(1991) A Practical Protective Relay For Down- Conductor Faults, IEEE Trans. Power Delivery, vol. 2, pp , April. JOTA F. G., JOTA P. R. S.,(1998) High-Impedance Fault Identification Using a Fuzzy Reasoning System, IEE Proceedings Generation, Transmission and Distribution, vol. 145, Issue 6, pp , Nov. KIM C. J., RUSSELL B. D.,(1989) Classification of Faults and Switching Events by Inductive Reasoning and Expert System Methodology, IEEE Trans. Power Delivery, vol.. 3, pp , July. LAI T. M., SNIDER L. A., LO E.,(2003) Wavelet Transformation Based Algorithm for the Detection of Stochastic High Impedance Faults, in Proc. International Conference on Power System Transients (IPST 2003), New Orleans, LA, September. LIANG J., ELANGOVAN S., DEVOTTA J. B. X.,(1998) A Wavelet Multiresolution Analysis Approach to Fault Detection and Classification in Transmission Lines, International Journal of Electrical Power and Energy Systems, vol. 20, Issue 5, pp , June. SHENG Y., ROVNYAK S. M., (2004) Decision Tree-Based Methodology For High Impedance Fault Detection, IEEE Trans. Power Delivery, vol. 2, pp , April. THE MATHWORKS INC. (2002a) Neural Network Toolbox, User s Guide for use with Matlab THE MATHWORKS INC. (2002b) Signal Processing Toolbox, User s Guide for use with Matlab WAKILEH, J.J.; PAHWA, A. (1997) Optimization of Distribution System Design to Accommodate Cold Load Pickup. IEEE Transactions on Power Delivery, USA, v.12,n.1, p , jan. 2613

I Seminário da Pós-graduação em Engenharia Elétrica

I Seminário da Pós-graduação em Engenharia Elétrica DESENVOLVIMENTO DE FERRAMENTAS COMPUTACIONAIS PARA ESTUDOS EM LINHAS SUBTERRÂNEAS DE DISTRIBUIÇÃO DE ENERGIA ELÉTRICA Danilo Sinkiti Gastaldello Aluno do Programa de Pós-Graduação em Engenharia Elétrica

Leia mais

Classificação Rápida de Faltas em Sistemas Elétricos Utilizando Redes Neurais Artificiais

Classificação Rápida de Faltas em Sistemas Elétricos Utilizando Redes Neurais Artificiais Proceedings of the IV Brazilian Conference on Neural Networks - IV Congresso Brasileiro de Redes Neurais pp. 281-286, July 2-22, 1999 - ITA, São José dos Campos - SP - Brazil Classificação Rápida de Faltas

Leia mais

TÍTULO: PROPOSTA DE METODOLOGIA BASEADA EM REDES NEURAIS ARTIFICIAIS MLP PARA A PROTEÇÃO DIFERENCIAL DE TRANSFORMADORES DE POTÊNCIA

TÍTULO: PROPOSTA DE METODOLOGIA BASEADA EM REDES NEURAIS ARTIFICIAIS MLP PARA A PROTEÇÃO DIFERENCIAL DE TRANSFORMADORES DE POTÊNCIA TÍTULO: PROPOSTA DE METODOLOGIA BASEADA EM REDES NEURAIS ARTIFICIAIS MLP PARA A PROTEÇÃO DIFERENCIAL DE TRANSFORMADORES DE POTÊNCIA CATEGORIA: CONCLUÍDO ÁREA: ENGENHARIAS E ARQUITETURA SUBÁREA: ENGENHARIAS

Leia mais

Correção do Fator de Potência e Redução da Distorção Harmônica em planta industrial por meio de Banco de Capacitor Dessintonizado.

Correção do Fator de Potência e Redução da Distorção Harmônica em planta industrial por meio de Banco de Capacitor Dessintonizado. Correção do Fator de Potência e Redução da Distorção Harmônica em planta industrial por meio de Banco de Capacitor Dessintonizado. Resumo Este artigo tem como objetivo apresentar resultados obtidos de

Leia mais

ART559-07 - CD 262-07 - PÁG.: 1

ART559-07 - CD 262-07 - PÁG.: 1 ART559-07 - CD 262-07 - PÁG.: 1 EFEITOS DOS REATORES DE INTERFASE DOS EQUIPAMENTOS DE TRAÇÃO URBANA (METRÔ), EM SISTEMAS DE SUPRIMENTO DE ENERGIA (APLICAÇÃO NOS METRÔS DE SUPERFÍCIE DE BRASÍLIA E BELO

Leia mais

Estudos para Localização de Faltas em Redes Subterrâneas Integrando o Software PSCAD/EMTDC e Ferramentas Inteligentes

Estudos para Localização de Faltas em Redes Subterrâneas Integrando o Software PSCAD/EMTDC e Ferramentas Inteligentes 1 Estudos para ização de Faltas em Redes Subterrâneas Integrando o Software PSCAD/EMTDC e Ferramentas Inteligentes D. S. Gastaldello, A. N. Souza, H. L. M. do Amaral, M. G. Zago e C. C. O. Ramos Resumo--

Leia mais

II. CONCEPÇÃO DO SISTEMA DE INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL

II. CONCEPÇÃO DO SISTEMA DE INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL Aplicação de Técnicas de Inteligência Artificial na Análise de Ocorrência no Sistema: Neuranálise B. A. de Souza, N. S. D. Brito, K. M. Silva, K. M. C. Dantas, F. B. Costa Universidade Federal de Campina

Leia mais

ALGORITMO PARA PROTEÇÃO DE TRANSFORMADORES DE POTÊNCIA UTILIZANDO TRANSFORMADA WAVELET DISCRETA

ALGORITMO PARA PROTEÇÃO DE TRANSFORMADORES DE POTÊNCIA UTILIZANDO TRANSFORMADA WAVELET DISCRETA ALGORITMO PARA PROTEÇÃO DE TRANSFORMADORES DE POTÊNCIA UTILIZANDO TRANSFORMADA WAVELET DISCRETA JEFERSON P. MARQUES 1, CARLOS A. L. MENCO 1, GHENDY CARDOSO JR 1, RAFAEL CORRÊA 2. 1. Universidade Federal

Leia mais

ANÁLISE DA QUALIDADE DA ENERGIA ELÉTRICA EM CONVERSORES DE FREQUENCIA

ANÁLISE DA QUALIDADE DA ENERGIA ELÉTRICA EM CONVERSORES DE FREQUENCIA ANÁLISE DA QUALIDADE DA ENERGIA ELÉTRICA EM CONVERSORES DE FREQUENCIA Nome dos autores: Halison Helder Falcão Lopes 1 ; Sergio Manuel Rivera Sanhueza 2 ; 1 Aluno do Curso de Engenharia Elétrica; Campus

Leia mais

Avaliação do Impacto da Compensação Série na Proteção de Distância de Linhas de Transmissão Usando Estimação de Fasores

Avaliação do Impacto da Compensação Série na Proteção de Distância de Linhas de Transmissão Usando Estimação de Fasores 1 Avaliação do Impacto da Compensação Série na Proteção de Distância de Linhas de Transmissão Usando Estimação de Fasores Dêdison. S. Moura, Fernando. A. Moreira, Member, IEEE, Kleber. M. Silva, Member,

Leia mais

2 2 SIMPÓSIO BRASILEIRO DE AUTOMAÇÃO INTELIGENTE

2 2 SIMPÓSIO BRASILEIRO DE AUTOMAÇÃO INTELIGENTE 2 2 SIMPÓSIO BRASILEIRO DE AUTOMAÇÃO INTELIGENTE CEFET PR, 13 a 15 de Setembro de 1995 Curitiba Paraná Sistema Automático de Supervisão de Redes de Distribuição Radiais Patrícia Romeiro da Silva - CEFET/MG

Leia mais

ANÁLISE DA DETECÇÃO DE FALTAS DE ALTA IMPEDÂNCIA UTILIZANDO REDES NEURAIS ARTIFICIAIS COM TOPOLOGIAS BASEADAS EM PERCEPTRON MULTICAMADAS E REDES RBF

ANÁLISE DA DETECÇÃO DE FALTAS DE ALTA IMPEDÂNCIA UTILIZANDO REDES NEURAIS ARTIFICIAIS COM TOPOLOGIAS BASEADAS EM PERCEPTRON MULTICAMADAS E REDES RBF ANÁLISE DA DETECÇÃO DE FALTAS DE ALTA IMPEDÂNCIA UTILIZANDO REDES NEURAIS ARTIFICIAIS COM TOPOLOGIAS BASEADAS EM PERCEPTRON MULTICAMADAS E REDES RBF RODRIGO Z. FANUCCHI 1, MARIO OLESKOVICZ 1, DANIEL BARBOSA

Leia mais

Capítulo V A IEEE 1584 e os métodos para cálculo de energia incidente e distância segura de aproximação

Capítulo V A IEEE 1584 e os métodos para cálculo de energia incidente e distância segura de aproximação 34 Capítulo V A IEEE 1584 e os métodos para cálculo de energia incidente e distância segura de aproximação Por Alan Rômulo e Eduardo Senger* No artigo anterior foram abordados os métodos previstos na NFPA

Leia mais

REDE BAYESIANA PARA ESTIMAÇÃO DE FALHAS INCIPIENTES EM TRANSFORMADORES DE POTÊNCIA UTILIZANDO DETECÇÃO DE DESCARGAS PARCIAIS POR EMISSÃO ACÚSTICA

REDE BAYESIANA PARA ESTIMAÇÃO DE FALHAS INCIPIENTES EM TRANSFORMADORES DE POTÊNCIA UTILIZANDO DETECÇÃO DE DESCARGAS PARCIAIS POR EMISSÃO ACÚSTICA REDE BAYESIANA PARA ESTIMAÇÃO DE FALHAS INCIPIENTES EM TRANSFORMADORES DE POTÊNCIA UTILIZANDO DETECÇÃO DE DESCARGAS PARCIAIS POR EMISSÃO ACÚSTICA Pedro Henrique da S. PALHARES 1, Leonardo da C. BRITO 1,

Leia mais

3 Metodologia de Previsão de Padrões de Falha

3 Metodologia de Previsão de Padrões de Falha 3 Metodologia de Previsão de Padrões de Falha Antes da ocorrência de uma falha em um equipamento, ele entra em um regime de operação diferente do regime nominal, como descrito em [8-11]. Para detectar

Leia mais

A INDICAÇÃO DA ÁREA AFETADA POR DIFERENTES TIPOS DE CURTOS-CIRCUITOS EM UM SISTEMA DE DISTRIBUIÇÃO PELA APLICAÇÃO DE REDES NEURAIS ARTIFICIAIS

A INDICAÇÃO DA ÁREA AFETADA POR DIFERENTES TIPOS DE CURTOS-CIRCUITOS EM UM SISTEMA DE DISTRIBUIÇÃO PELA APLICAÇÃO DE REDES NEURAIS ARTIFICIAIS A INDICAÇÃO DA ÁREA AFETADA POR DIFERENTES TIPOS DE CURTOS-CIRCUITOS EM UM SISTEMA DE DISTRIBUIÇÃO PELA APLICAÇÃO DE REDES NEURAIS ARTIFICIAIS ALEXANDRE V. FESTA 1, DANIEL MOTTER 1, THAIS R. KEMPNER 1,

Leia mais

Alocação de Cabos em Redes de Distribuição de Energia Elétrica de Média Tensão (MT) Utilizando Algoritmo Chu-Beasley

Alocação de Cabos em Redes de Distribuição de Energia Elétrica de Média Tensão (MT) Utilizando Algoritmo Chu-Beasley 1 Alocação de Cabos em Redes de Distribuição de Energia Elétrica de Média Tensão (MT) Utilizando Algoritmo Chu-Beasley J. Castilho Neto, A. M. Cossi Resumo-- Neste trabalho é proposta uma metodologia para

Leia mais

Classificação e Localização de Faltas em um Sistema de Distribuição Industrial Contendo Harmônicos

Classificação e Localização de Faltas em um Sistema de Distribuição Industrial Contendo Harmônicos THE 8 th LATIN-AMERICAN CONGRESS ON ELECTRICITY GENERATION AND TRANSMISSION - CLAGTEE 2009 1 Classificação e Localização de Faltas em um Sistema de Distribuição Industrial Contendo Harmônicos J. A. O.

Leia mais

II. IMPACTO DA SUPORTABILIDADE DE GERADORES SÍNCRONOS

II. IMPACTO DA SUPORTABILIDADE DE GERADORES SÍNCRONOS 1 Impactos da Suportabilidade de Geradores Síncronos Distribuídos a Afundamentos de Tensão na Proteção de Sobrecorrente e Anti-ilhamento Rafael S. Silva, Fernanda C. L. Trindade, Walmir Freitas Resumo--Este

Leia mais

Localização de Faltas em Linhas de Transmissão de Energia Elétrica Utilizando Reconhecimento de Padrões

Localização de Faltas em Linhas de Transmissão de Energia Elétrica Utilizando Reconhecimento de Padrões Proceedings of the IV Brazilian Conference on Neural Networks - IV Congresso Brasileiro de Redes Neurais pp. 061-066, July 20-22, 1999 - ITA, São José dos Campos - SP - Brazil Localização de Faltas em

Leia mais

Sistemas Híbridos Aplicados à Filtragem de Sinais de Alarme de Proteção de uma Subestação Telecomandada

Sistemas Híbridos Aplicados à Filtragem de Sinais de Alarme de Proteção de uma Subestação Telecomandada Proceedings of the IV Brazilian Conference on Neural Networks - IV Congresso Brasileiro de Redes Neurais pp. 215-219, July 20-22, 1999 - ITA, São José dos Campos - SP - Brazil Sistemas Híbridos Aplicados

Leia mais

5º CONGRESSO BRASILEIRO DE PESQUISA E DESENVOLVIMENTO EM PETRÓLEO E GÁS

5º CONGRESSO BRASILEIRO DE PESQUISA E DESENVOLVIMENTO EM PETRÓLEO E GÁS 5º CONGRESSO BRASILEIRO DE PESQUISA E DESENVOLVIMENTO EM PETRÓLEO E GÁS TÍTULO DO TRABALHO: REDES NEURAIS APLICADAS EM INDÚSTRIAS PETROQUÍMICAS DE FABRICAÇÃO DE FIBRAS DE POLIÉSTER. AUTORES: Lívia Maciel

Leia mais

Imprimir. Influência das Harmônicas na Alimentação de Dispositivos Eletrônicos: Efeitos, e como eliminá-los

Imprimir. Influência das Harmônicas na Alimentação de Dispositivos Eletrônicos: Efeitos, e como eliminá-los 1/ 9 Imprimir PROJETOS / Energia 20/08/2012 10:20:00 Influência das Harmônicas na Alimentação de Dispositivos Eletrônicos: Efeitos, e como eliminá-los Na primeira parte deste artigo vimos que a energia

Leia mais

TÍTULO: SIMULAÇÃO DE METODOLOGIA BASEADA EM REDES DE KOHONEN PARA IDENTIFICAÇÃO DE CORRENTES DE INRUSH NA PROTEÇÃO DE TRANSFORMADORES DE POTÊNCIA

TÍTULO: SIMULAÇÃO DE METODOLOGIA BASEADA EM REDES DE KOHONEN PARA IDENTIFICAÇÃO DE CORRENTES DE INRUSH NA PROTEÇÃO DE TRANSFORMADORES DE POTÊNCIA TÍTULO: SIMULAÇÃO DE METODOLOGIA BASEADA EM REDES DE KOHONEN PARA IDENTIFICAÇÃO DE CORRENTES DE INRUSH NA PROTEÇÃO DE TRANSFORMADORES DE POTÊNCIA CATEGORIA: CONCLUÍDO ÁREA: ENGENHARIAS E ARQUITETURA SUBÁREA:

Leia mais

Relatório Iniciação Científica

Relatório Iniciação Científica Relatório Iniciação Científica Ambientes Para Ensaios Computacionais no Ensino de Neurocomputação e Reconhecimento de Padrões Bolsa: Programa Ensinar com Pesquisa-Pró-Reitoria de Graduação Departamento:

Leia mais

3 Faltas Desbalanceadas

3 Faltas Desbalanceadas UFSM Prof. Ghendy Cardoso Junior 2012 1 3 Faltas Desbalanceadas 3.1 Introdução Neste capítulo são estudados os curtos-circuitos do tipo monofásico, bifásico e bifase-terra. Durante o estudo será utilizado

Leia mais

Universidade Gama Filho Campus Piedade Departamento de Engenharia de Controle e Automação

Universidade Gama Filho Campus Piedade Departamento de Engenharia de Controle e Automação Universidade Gama Filho Campus Piedade Departamento de Engenharia de Controle e Automação Laboratório da Disciplina CTA-147 Controle I Análise da Resposta Transitória (Este laboratório foi uma adaptação

Leia mais

DIMENSIONAMENTO DE TRANSFORMADOR SOB CARGAS NÃO-LINEARES

DIMENSIONAMENTO DE TRANSFORMADOR SOB CARGAS NÃO-LINEARES DIMENSIONAMENTO DE TRANSFORMADOR SOB CARGAS NÃO-LINEARES Cairo Rezende dos SANTOS; Paulo César M. MACHADO; Luiz Roberto LISITA Escola de Engenharia Elétrica e de Computação UFG cairorezende@hotmail.com,

Leia mais

Um Método Simples e Eficiente para Detecção de Atividade de Voz Usando a Transformada Wavelet

Um Método Simples e Eficiente para Detecção de Atividade de Voz Usando a Transformada Wavelet Anais do CNMAC v.2 ISSN 984-82X Um Método Simples e Eficiente para de Atividade de Voz Usando a Transformada Wavelet Marco A. Q. Duarte Curso de Matemática, UUC, UEMS 7954-, Cassilândia, MS E-mail: marco@uems.br

Leia mais

Detecção do Intervalo de Saturação de Transformadores de Corrente através do Cálculo do Desvio Padrão entre Amostras da Corrente Secundária

Detecção do Intervalo de Saturação de Transformadores de Corrente através do Cálculo do Desvio Padrão entre Amostras da Corrente Secundária PAPER 1/6 Title Detecção do Intervalo de Saturação de Transformadores de Corrente através do Cálculo do Desvio Padrão entre Amostras da Corrente Secundária Registration Nº: (Abstract) 266 Company Centro

Leia mais

GRUPO DE ESTUDO DE PROTEÇÃO, MEDIÇÃO E CONTROLE EM SIST. DE POTÊNCIA

GRUPO DE ESTUDO DE PROTEÇÃO, MEDIÇÃO E CONTROLE EM SIST. DE POTÊNCIA GPC/023 21 a 26 de Outubro de 2001 Campinas - São Paulo - Brasil GRUPO V GRUPO DE ESTUDO DE PROTEÇÃO, MEDIÇÃO E CONTROLE EM SIST. DE POTÊNCIA UM ESQUEMA COMPLETO PARA DETECÇÃO, CLASSIFICAÇÃO E LOCALIZAÇÃO

Leia mais

Medidas de mitigação de harmônicos

Medidas de mitigação de harmônicos 38 Apoio Harmônicos provocados por eletroeletrônicos Capítulo XII Medidas de mitigação de harmônicos Igor Amariz Pires* A maneira mais comum de mitigar harmônicos é por meio da utilização de filtros. O

Leia mais

FLUXO HARMÔNICO EM PLANTA COMERCIAL NA PRESENÇA DE GRUPO GERADOR

FLUXO HARMÔNICO EM PLANTA COMERCIAL NA PRESENÇA DE GRUPO GERADOR Universidade Tecnológica Federal do Paraná Departamento Acadêmico de Eletrotécnica Curso de Engenharia Elétrica Curso de Engenharia de Controle e Automação FLUXO HARMÔNICO EM PLANTA COMERCIAL NA PRESENÇA

Leia mais

Escolha do tipo de resistor de aterramento do neutro em sistemas elétricos industriais Paulo Fernandes Costa*

Escolha do tipo de resistor de aterramento do neutro em sistemas elétricos industriais Paulo Fernandes Costa* 62 Capítulo I Escolha do tipo de resistor de aterramento do neutro em sistemas elétricos industriais Paulo Fernandes Costa* Novo! A aplicação de resistores de aterramento do neutro em sistemas industriais,

Leia mais

Distorções Harmônicas Geradas por Algumas Cargas Não lineares com Tensões Senoidais

Distorções Harmônicas Geradas por Algumas Cargas Não lineares com Tensões Senoidais 1 Distorções Harmônicas Geradas por Algumas Cargas Não lineares com Tensões Senoidais Manuel Losada y Gonzalez, Márcio Melquíades Silva, Felipe Althoff, Selênio Rocha Silva Resumo A expansão do uso de

Leia mais

A metodologia utilizada neste trabalho consiste basicamente de três etapas: ensaio, pré-processamento e simulações.

A metodologia utilizada neste trabalho consiste basicamente de três etapas: ensaio, pré-processamento e simulações. SNPTEE SEMINÁRIO NACIONAL DE PRODUÇÃO E TRANSMISSÃO DE ENERGIA ELÉTRICA GCE 20 14 a 17 Outubro de 2007 Rio de Janeiro - RJ GRUPO XIV GRUPO DE ESTUDO DE CONSERVAÇÃO DE ENERGIA ELÉTRICA UTILIZAÇÃO DE REDES

Leia mais

REDES NEURAIS ARTIFICIAIS APLICADAS À CLASSIFICAÇÃO RÁPIDA DE FALTAS EM SISTEMAS ELÉTRICOS DE POTÊNCIA

REDES NEURAIS ARTIFICIAIS APLICADAS À CLASSIFICAÇÃO RÁPIDA DE FALTAS EM SISTEMAS ELÉTRICOS DE POTÊNCIA REDES NEURAIS ARTIFICIAIS APLICADAS À CLASSIFICAÇÃO RÁPIDA DE FALTAS EM SISTEMAS ELÉTRICOS DE POTÊNCIA M. Oleskovicz D. V. Coury R. K. Aggarwal, Dept o de Engenharia Elétrica Universidade de São Paulo

Leia mais

RECONHECIMENTO DE AVES DE NOMES ONOMATOPÉICOS

RECONHECIMENTO DE AVES DE NOMES ONOMATOPÉICOS RECONHECIMENTO DE AVES DE NOMES ONOMATOPÉICOS Célio Seixo de BRITO Junior, Paulo César Miranda MACHADO Escola de Engenharia Elétrica e de Computação, UFG, 74001-970, Goiânia, GO Celiojunior01@gmail.com,

Leia mais

Estudos Iniciais do Sistema didático para análise de sinais no domínio da frequência DSA-PC: tipos de janelas temporais.

Estudos Iniciais do Sistema didático para análise de sinais no domínio da frequência DSA-PC: tipos de janelas temporais. Estudos Iniciais do Sistema didático para análise de sinais no domínio da frequência DSA-PC: tipos de janelas temporais. Patricia Alves Machado Telecomunicações, Instituto Federal de Santa Catarina machadopatriciaa@gmail.com

Leia mais

ATPDRAW APLICADO À ANÁLISE BÁSICA DE CIRCUITOS ELÉTRICOS UM PREPARO PARA A PÓS-GRADUAÇÃO

ATPDRAW APLICADO À ANÁLISE BÁSICA DE CIRCUITOS ELÉTRICOS UM PREPARO PARA A PÓS-GRADUAÇÃO ATPDRAW APLICADO À ANÁLISE BÁSICA DE CIRCUITOS ELÉTRICOS UM PREPARO PARA A PÓS-GRADUAÇÃO Eduardo Contar econtar@gmail.com Universidade Federal do Mato Grosso do Sul, Departamento de Engenharia Elétrica

Leia mais

PALAVRAS-CHAVE: Massas Nodulares, Classificação de Padrões, Redes Multi- Layer Perceptron.

PALAVRAS-CHAVE: Massas Nodulares, Classificação de Padrões, Redes Multi- Layer Perceptron. 1024 UMA ABORDAGEM BASEADA EM REDES PERCEPTRON MULTICAMADAS PARA A CLASSIFICAÇÃO DE MASSAS NODULARES EM IMAGENS MAMOGRÁFICAS Luan de Oliveira Moreira¹; Matheus Giovanni Pires² 1. Bolsista PROBIC, Graduando

Leia mais

Aplicação de Redes Auto-organizáveis de Kohonen para Identificação de Correntes de Inrush na Proteção de Transformadores de Potência

Aplicação de Redes Auto-organizáveis de Kohonen para Identificação de Correntes de Inrush na Proteção de Transformadores de Potência Aplicação de Redes Auto-organizáveis de Kohonen para Identificação de Correntes de Inrush na Proteção de Transformadores de Potência Raidson Jenner Negreiros de Alencar e Ubiratan Holanda Bezerra Resumo

Leia mais

Aplicação de Redes Neurais Artificiais na Caracterização de Tambores de Rejeito Radioativo

Aplicação de Redes Neurais Artificiais na Caracterização de Tambores de Rejeito Radioativo Aplicação de Redes Neurais Artificiais na Caracterização de Tambores de Rejeito Radioativo Ademar José Potiens Júnior 1, Goro Hiromoto 1 1 Av. Prof. Lineu Prestes, 2242 05508-000, Brasil apotiens@ipen.br,

Leia mais

A. MANUAL DO MÓDULO ATFAR DO ECGLAB

A. MANUAL DO MÓDULO ATFAR DO ECGLAB A. MANUAL DO MÓDULO ATFAR DO ECGLAB ECGLAB Módulo atfar Projeto de Mestrado de João Luiz Azevedo de Carvalho (Eng. Elétrica), orientado pelos Profs. Adson Ferreira da Rocha (Eng. Elétrica) e Luiz Fernando

Leia mais

Análise Técnico/Financeira para Correção de Fator de Potência em Planta Industrial com Fornos de Indução.

Análise Técnico/Financeira para Correção de Fator de Potência em Planta Industrial com Fornos de Indução. Análise Técnico/Financeira para Correção de Fator de Potência em Planta Industrial com Fornos de Indução. Jeremias Wolff e Guilherme Schallenberger Electric Consultoria e Serviços Resumo Este trabalho

Leia mais

Dimensionamento de equipamentos reservas para subestações

Dimensionamento de equipamentos reservas para subestações XVIII Seminário Nacional de Distribuição de Energia Elétrica SENDI 2008-06 a 10 de outubro Olinda - Pernambuco - Brasil Dimensionamento de equipamentos reservas para subestações Leonardo Labarrere de Souza

Leia mais

ESTUDO DE TOPOLOGIAS APLICADAS NA CONVERSÃO DE FREQÜÊNCIA EM SISTEMAS DE MÉDIA TENSÃO

ESTUDO DE TOPOLOGIAS APLICADAS NA CONVERSÃO DE FREQÜÊNCIA EM SISTEMAS DE MÉDIA TENSÃO ESTUDO DE TOPOLOGIAS APLICADAS NA CONVERSÃO DE FREQÜÊNCIA EM SISTEMAS DE MÉDIA TENSÃO Guilherme Sebastião da Silva, Cassiano Rech Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul UNIJUI

Leia mais

Algoritmos rastreadores de frequência fundamentados na TDF: Uma análise do desempenho em Sistemas Elétricos de Potência.

Algoritmos rastreadores de frequência fundamentados na TDF: Uma análise do desempenho em Sistemas Elétricos de Potência. 1 Algoritmos rastreadores de frequência fundamentados na TDF: Uma análise do desempenho em Sistemas Elétricos de Potência. G. Marchesan, E. M. dos Santos, G. Cardoso Jr,. R. Gomes, L. Kraülich, A. L. Oliveira.

Leia mais

REDE NEURAL ARTMAP-FUZZY E TRANSFORMADA WAVELET PARA DETECÇÃO E CLASSIFICAÇÃO DE DISTÚRBIOS DE TENSÃO EM SISTEMAS DE ENERGIA ELÉTRICA

REDE NEURAL ARTMAP-FUZZY E TRANSFORMADA WAVELET PARA DETECÇÃO E CLASSIFICAÇÃO DE DISTÚRBIOS DE TENSÃO EM SISTEMAS DE ENERGIA ELÉTRICA REDE NEURAL ARTMAP-FUZZY E TRANSFORMADA WAVELET PARA DETECÇÃO E CLASSIFICAÇÃO DE DISTÚRBIOS DE TENSÃO EM SISTEMAS DE ENERGIA ELÉTRICA FERNANDO C. V. MALANGE, CARLOS R. MINUSSI Departamento de Engenharia

Leia mais

LINGUAGEM DE ESPECIFICAÇÃO E DESCRIÇÃO (SDL) APLICADA AO PROCESSO DE VERIFICAÇÃO E VALIDAÇÃO DE SISTEMAS REATIVOS

LINGUAGEM DE ESPECIFICAÇÃO E DESCRIÇÃO (SDL) APLICADA AO PROCESSO DE VERIFICAÇÃO E VALIDAÇÃO DE SISTEMAS REATIVOS LINGUAGEM DE ESPECIFICAÇÃO E DESCRIÇÃO (SDL) APLICADA AO PROCESSO DE VERIFICAÇÃO E VALIDAÇÃO DE SISTEMAS REATIVOS Fabiana Fraga Ferreira Bacharelanda em Sistemas de Informação Bolsista de Iniciação Científica

Leia mais

Reduzindo os Religamentos Automáticos em Redes de Distribuição. Eng. Elves Fernandes da Silva

Reduzindo os Religamentos Automáticos em Redes de Distribuição. Eng. Elves Fernandes da Silva 21 a 25 de Agosto de 2006 Belo Horizonte - MG Reduzindo os Religamentos Automáticos em Redes de Distribuição Eng. Dilson Andrade de Sousa Eng. Elves Fernandes da Silva Eng. Ricardo Cordeiro de Oliveira

Leia mais

Aplicação de Ensembles de Classificadores na Detecção de Patologias na Coluna Vertebral

Aplicação de Ensembles de Classificadores na Detecção de Patologias na Coluna Vertebral Aplicação de Ensembles de Classificadores na Detecção de Patologias na Coluna Vertebral Hedenir M. Pinheiro Instituto de Informática Universidade Federal de Goiás (UFG) Caixa Postal 131 74001-970 Goiânia

Leia mais

Redes neurais aplicadas na identificação de variedades de soja

Redes neurais aplicadas na identificação de variedades de soja Redes neurais aplicadas na identificação de variedades de soja Fábio R. R. Padilha Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul - UNIJUÍ Rua São Francisco, 5 - Sede Acadêmica, 987-,

Leia mais

V SBQEE MONITORAMENTO DA QUALIDADE DE TENSÃO EM CONSUMIDORES INDUSTRIAIS PARA AVALIAÇÃO DA VULNERABILIDADE

V SBQEE MONITORAMENTO DA QUALIDADE DE TENSÃO EM CONSUMIDORES INDUSTRIAIS PARA AVALIAÇÃO DA VULNERABILIDADE V SBQEE Seminário Brasileiro sobre Qualidade da Energia Elétrica 17 a 20 de Agosto de 2003 Aracaju Sergipe Brasil Código: AJU 04 167 Tópico: Análise, Diagnósticos e Soluções MONITORAMENTO DA QUALIDADE

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA - UFSM CENTRO DE TECNOLOGIA CT GRUPO DE ELETRÔNICA DE POTÊNCIA E CONTROLE - GEPOC SEPOC 2010

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA - UFSM CENTRO DE TECNOLOGIA CT GRUPO DE ELETRÔNICA DE POTÊNCIA E CONTROLE - GEPOC SEPOC 2010 UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA - UFSM CENTRO DE TECNOLOGIA CT GRUPO DE ELETRÔNICA DE POTÊNCIA E CONTROLE - GEPOC SEPOC 2010 FILTRO ATIVO DE POTÊNCIA SÉRIE PARALELO APRESENTADOR: MÁRCIO STEFANELLO,

Leia mais

MODELAGEM DO CUSTO MARGINAL DA ENERGIA ELÉTRICA EM FUNÇÃO DO NÍVEL DE ARMAZENAMENTO NOS RESERVATÓRIOS

MODELAGEM DO CUSTO MARGINAL DA ENERGIA ELÉTRICA EM FUNÇÃO DO NÍVEL DE ARMAZENAMENTO NOS RESERVATÓRIOS SNPTEE SEMINÁRIO NACIONAL DE PRODUÇÃO E TRANSMISSÃO DE ENERGIA ELÉTRICA GOP - 17 16 a 21 Outubro de 2005 Curitiba - Paraná GRUPO IX GRUPO DE ESTUDO DE OPERAÇÃO DE SISTEMAS ELÉTRICOS - GOP MODELAGEM DO

Leia mais

Automatização do processo de determinação do número de ciclos de treinamento de uma Rede Neural Artificial

Automatização do processo de determinação do número de ciclos de treinamento de uma Rede Neural Artificial Automatização do processo de determinação do número de ciclos de treinamento de uma Rede Neural Artificial André Ricardo Gonçalves; Maria Angélica de Oliveira Camargo Brunetto Laboratório Protem Departamento

Leia mais

Prof. Reinaldo Castro Souza (PhD) Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-Rio) reinaldo@ele.puc-rio.br

Prof. Reinaldo Castro Souza (PhD) Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-Rio) reinaldo@ele.puc-rio.br Prof. Reinaldo Castro Souza (PhD) Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-Rio) reinaldo@ele.puc-rio.br A geração eólica depende diretamente da velocidade do vento. A velocidade do vento

Leia mais

Video Lecture RF. Laps

Video Lecture RF. Laps Video Lecture RF Laps Agenda 1. Considerações no projeto de circuitos RF 2. Casamento de impedância 3. Parâmetros S e Carta de Smith 4. Dispositivos/blocos comumente usados 5. Arquiteturas de transceptores

Leia mais

Inteligência Artificial. Redes Neurais Artificiais

Inteligência Artificial. Redes Neurais Artificiais Curso de Especialização em Sistemas Inteligentes Aplicados à Automação Inteligência Artificial Redes Neurais Artificiais Aulas Práticas no Matlab João Marques Salomão Rodrigo Varejão Andreão Matlab Objetivos:

Leia mais

9º ENTEC Encontro de Tecnologia: 23 a 28 de novembro de 2015

9º ENTEC Encontro de Tecnologia: 23 a 28 de novembro de 2015 ANÁLISE DE DISTORÇÕES HARMÔNICAS Michelle Borges de Oliveira¹; Márcio Aparecido Arruda² ¹Universidade de Uberaba, Uberaba Minas Gerais ²Universidade de Uberaba, Uberaba Minas Gerais oliveiraborges.michelle@gmail.com;

Leia mais

Análise Univariada de Sinais Mioelétricos

Análise Univariada de Sinais Mioelétricos Análise Univariada de Sinais Mioelétricos Orientador: Maria Claudia Ferrari de Castro Departamento: Engenharia Elétrica Candidato: Luiz Victor Esteves N FEI: 11209220-0 Início: Setembro/10 Provável conclusão:

Leia mais

Identificação de Caracteres com Rede Neuronal Artificial com Interface Gráfica

Identificação de Caracteres com Rede Neuronal Artificial com Interface Gráfica Identificação de Caracteres com Rede Neuronal Artificial com Interface Gráfica João Paulo Teixeira*, José Batista*, Anildio Toca**, João Gonçalves**, e Filipe Pereira** * Departamento de Electrotecnia

Leia mais

Complemento II Noções Introdutória em Redes Neurais

Complemento II Noções Introdutória em Redes Neurais Complemento II Noções Introdutória em Redes Neurais Esse documento é parte integrante do material fornecido pela WEB para a 2ª edição do livro Data Mining: Conceitos, técnicas, algoritmos, orientações

Leia mais

REDES NEURAIS ARTIFICIAIS APLICADAS AO MONITORAMENTO REMOTO DOS NÍVEIS DE TENSÃO EM UM SISTEMA DE DISTRIBUIÇÃO

REDES NEURAIS ARTIFICIAIS APLICADAS AO MONITORAMENTO REMOTO DOS NÍVEIS DE TENSÃO EM UM SISTEMA DE DISTRIBUIÇÃO REDES NEURAIS ARTIFICIAIS APLICADAS AO MONITORAMENTO REMOTO DOS NÍVEIS DE TENSÃO EM UM SISTEMA DE DISTRIBUIÇÃO FERNANDO B. BOTTURA 1, HERMES M. G. C. BRANCO 1, RICARDO A.S. FERNANDES 1, MÁRIO OLESKOVICZ

Leia mais

Matlab - Neural Networw Toolbox. Ana Lívia Soares Silva de Almeida

Matlab - Neural Networw Toolbox. Ana Lívia Soares Silva de Almeida 27 de maio de 2014 O que é a Neural Networw Toolbox? A Neural Network Toolbox fornece funções e aplicativos para a modelagem de sistemas não-lineares complexos que não são facilmente modelados com uma

Leia mais

INSTRUMENTAÇÃO INDUSTRIAL 1. INTRODUÇÃO / DEFINIÇÕES

INSTRUMENTAÇÃO INDUSTRIAL 1. INTRODUÇÃO / DEFINIÇÕES 1 INSTRUMENTAÇÃO INDUSTRIAL 1. INTRODUÇÃO / DEFINIÇÕES 1.1 - Instrumentação Importância Medições experimentais ou de laboratório. Medições em produtos comerciais com outra finalidade principal. 1.2 - Transdutores

Leia mais

Desenvolvimento de um Sistema de Acionamento de Disjuntores Visando a Menor Sobretensão

Desenvolvimento de um Sistema de Acionamento de Disjuntores Visando a Menor Sobretensão 1 Desenvolvimento de um Sistema de Acionamento de Disjuntores Visando a Menor Sobretensão M. V. Garbelotti, TBE; J. A. Jardini; M. Masuda; R. P. Casolari; G. Y. Saiki, EPUSP/PEA/GAGTD 1 Resumo O chaveamento

Leia mais

Uma aplicação de Inteligência Computacional e Estatística Clássica na Previsão do Mercado de Seguros de Automóveis Brasileiro

Uma aplicação de Inteligência Computacional e Estatística Clássica na Previsão do Mercado de Seguros de Automóveis Brasileiro Uma aplicação de Inteligência Computacional e Estatística Clássica na Previsão do Mercado de Seguros de Automóveis Brasileiro Tiago Mendes Dantas t.mendesdantas@gmail.com Departamento de Engenharia Elétrica,

Leia mais

Universidade Federal de Goiás Escola de Engenharia Elétrica e de Computação Laboratório de Máquinas Especiais

Universidade Federal de Goiás Escola de Engenharia Elétrica e de Computação Laboratório de Máquinas Especiais Aspectos Relacionados ao Acionamento e Controle de Velocidade de um Motor Linear a Relutância Variável. MARIANO, Rodrigo Leandro; SANTOS, Euler Bueno. Universidade Federal de Goiás Escola de Engenharia

Leia mais

Congreso Internacional de Distribución Eléctrica CIDEL 2014

Congreso Internacional de Distribución Eléctrica CIDEL 2014 Congreso Internacional de Distribución Eléctrica CIDEL 2014 Aplicabilidade de Transformadores de Corrente de Baixa Relação de Transformação Acoplados a Relés de Sobrecorrente Digitais em Circuitos com

Leia mais

Sistema de distribuição.

Sistema de distribuição. 1 Impacto de Cargas Eletrônicas Residenciais e Comerciais Eficientes e Não-lineares no Sistema de Distribuição Parte II Medições das Cargas em Alimentadores Típicos M. L. y Gonzalez, S. Visacro F., P.

Leia mais

5 ANÁLISE AUTOMÁTICA DE SINAIS DE ECG

5 ANÁLISE AUTOMÁTICA DE SINAIS DE ECG 67 5 ANÁLISE AUTOMÁTICA DE SINAIS DE ECG Nesse capítulo descreve-se o funcionamento do programa desenvolvido, juntamente com seu pré-processamento e resultados obtidos. O algoritmo desenvolvido tem a finalidade

Leia mais

LT 500 kv ESTREITO FERNÃO DIAS CD PROJETO BÁSICO

LT 500 kv ESTREITO FERNÃO DIAS CD PROJETO BÁSICO POJETO BÁSICO CAPÍTULO 15 SISTEMA DE ATEAMENTO Capítulo 15 Pág.1/13 CONTEÚDO 1. OBJETIVO 2. DADOS 3. ESISTIVIDADE DO SOLO DA EGIÃO 4. METODOLOGIA DE CÁLCULO DA ESISTÊNCIA DOS CABOS CONTAPESOS 5. SISTEMA

Leia mais

Estudos Pré-Operacionais do Controle de Corrente para Geradores Eólicos

Estudos Pré-Operacionais do Controle de Corrente para Geradores Eólicos Estudos Pré-Operacionais do Controle de Corrente para Geradores Eólicos Camila M. V. Barros 1, Luciano S. Barros 2, Aislânia A. Araújo 1, Iguatemi E. Fonseca 2 1 Mestrado em Ciência da Computação Universidade

Leia mais

TÉCNICAS DE COMPUTAÇÃO PARALELA PARA MELHORAR O TEMPO DA MINERAÇÃO DE DADOS: Uma análise de Tipos de Coberturas Florestais

TÉCNICAS DE COMPUTAÇÃO PARALELA PARA MELHORAR O TEMPO DA MINERAÇÃO DE DADOS: Uma análise de Tipos de Coberturas Florestais UNIVERSIDADE ESTADUAL DE PONTA GROSSA PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM COMPUTAÇÃO APLICADA CRISTIAN COSMOSKI RANGEL DE ABREU TÉCNICAS DE COMPUTAÇÃO PARALELA PARA MELHORAR

Leia mais

INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL APLICADA À PROTEÇÃO DE TRANSFORMADORES DE POTÊNCIA

INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL APLICADA À PROTEÇÃO DE TRANSFORMADORES DE POTÊNCIA INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL APLICADA À PROTEÇÃO DE TRANSFORMADORES DE POTÊNCIA ÊNIO C. SEGATTO, DENIS V. COURY Laboratório LSEE, Departamento de Engenharia Elétrica, Escola de Engenharia de São Carlos - USP

Leia mais

CIDEL Argentina 2014 Congreso Internacional de Distribución Eléctrica

CIDEL Argentina 2014 Congreso Internacional de Distribución Eléctrica CIDEL Argentina 2014 Congreso Internacional de Distribución Eléctrica PROJEÇÃO DE DEMANDA DE ENERGIA ELÉTRICA NO CURTO PRAZO CONSIDERANDO EFEITOS CLIMÁTICOS: UMA ABORDAGEM ATRAVÉS DE REDES NEURAIS D. Boff

Leia mais

LABORATÓRIO DE CONTROLE I APLICAÇÃO DE COMPENSADORES DE FASE DE 1ª ORDEM E DE 2ª ORDEM

LABORATÓRIO DE CONTROLE I APLICAÇÃO DE COMPENSADORES DE FASE DE 1ª ORDEM E DE 2ª ORDEM UNIVERSIDADE FEDERAL DO VALE DO SÃO FRANCISCO COLEGIADO DE ENGENHARIA ELÉTRICA LABORATÓRIO DE CONTROLE I Experimento 5: APLICAÇÃO DE COMPENSADORES DE FASE DE 1ª ORDEM E DE 2ª ORDEM COLEGIADO DE ENGENHARIA

Leia mais

UTILIZANDO O LABVIEW EM UMA EXPERIÊNCIA DE MINI SISTEMA DE ENERGIA POSSIBILITANDO ACESSO REMOTO.

UTILIZANDO O LABVIEW EM UMA EXPERIÊNCIA DE MINI SISTEMA DE ENERGIA POSSIBILITANDO ACESSO REMOTO. UTILIZANDO O LABVIEW EM UMA EXPERIÊNCIA DE MINI SISTEMA DE ENERGIA POSSIBILITANDO ACESSO REMOTO. Vinícius José Santos Lopes vinicius.lopes@poli.usp.br Departamento de Eng. de Energia e Automação Elétricas

Leia mais

Uma arquitetura baseada em agentes de software para a automação de processos de gerênciadefalhasemredesde telecomunicações

Uma arquitetura baseada em agentes de software para a automação de processos de gerênciadefalhasemredesde telecomunicações Adolfo Guilherme Silva Correia Uma arquitetura baseada em agentes de software para a automação de processos de gerênciadefalhasemredesde telecomunicações Dissertação de Mestrado Dissertação apresentada

Leia mais

Filtro Híbrido Trifásico de Baixa Potência Com Controle de Amortecimento Harmônico Aplicado a Redes de Distribuição de Energia Elétrica

Filtro Híbrido Trifásico de Baixa Potência Com Controle de Amortecimento Harmônico Aplicado a Redes de Distribuição de Energia Elétrica Filtro Híbrido Trifásico de Baixa Potência Com Controle de Amortecimento Harmônico Aplicado a Redes de Distribuição de Energia Elétrica L. S. Caires¹ L. F. Encarnação² Resumo -- A melhora da eficiência

Leia mais

Miguel Moreto, Jacqueline G. Rolim Universidade Federal de Santa Catariana CTC - LABSPOT Florianópolis SC

Miguel Moreto, Jacqueline G. Rolim Universidade Federal de Santa Catariana CTC - LABSPOT Florianópolis SC SISTEMA ESPECIALISTA PARA PRÉ-ANÁLISE DE OSCILOGRAFIAS VOLTADO PARA GERAÇÃO Miguel Moreto, Jacqueline G. Rolim Universidade Federal de Santa Catariana CTC - LABSPOT Florianópolis SC Emails: moreto@labspot.ufsc.br,

Leia mais

Palavras-chave: Sistema neuro-fuzzy, Sistemas de avaliação, Sistemas Adaptativos.

Palavras-chave: Sistema neuro-fuzzy, Sistemas de avaliação, Sistemas Adaptativos. ANÁLISE DO CURSO DE ENGENHARIA ELÉTRICA NA UERJ A PARTIR DE INDICADORES CONSTRUÍDOS BASEADOS NO EXAME NACIONAL DE CURSOS: UM SISTEMA NEBULOSO DE AVALIAÇÃO Maria Luiza F. Velloso mlfv@centroin.com.br Universidade

Leia mais

Simulador de Redes Neurais Multiplataforma

Simulador de Redes Neurais Multiplataforma Simulador de Redes Neurais Multiplataforma Lucas Hermann Negri 1, Claudio Cesar de Sá 2, Ademir Nied 1 1 Departamento de Engenharia Elétrica Universidade do Estado de Santa Catarina (UDESC) Joinville SC

Leia mais

INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL APLICADA À PROTEÇÃO DE TRANSFORMADORES DE POTÊNCIA

INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL APLICADA À PROTEÇÃO DE TRANSFORMADORES DE POTÊNCIA INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL APLICADA À PROTEÇÃO DE TRANSFORMADORES DE POTÊNCIA ÊNIO C. SEGATTO, DENIS V. COURY Laboratório LSEE, Departamento de Engenharia Elétrica, Escola de Engenharia de São Carlos - USP

Leia mais

Comparação técnico-econômica entre equipamentos mitigadores de harmônicos e compensadores de energia reativa: Estudo de caso

Comparação técnico-econômica entre equipamentos mitigadores de harmônicos e compensadores de energia reativa: Estudo de caso 1 Comparação técnico-econômica entre equipamentos mitigadores de harmônicos e compensadores de energia reativa: Estudo de caso Marcelo Inácio Lemes, Flávio Resende Garcia IESA Projetos, Equipamentos e

Leia mais

SNPTEE SEMINÁRIO NACIONAL DE PRODUÇÃO E TRANSMISSÃO DE ENERGIA ELÉTRICA GRUPO IV GRUPO DE ESTUDO DE ANÁLISE E TÉCNICAS DE SISTEMAS DE POTÊNCIA - GAT

SNPTEE SEMINÁRIO NACIONAL DE PRODUÇÃO E TRANSMISSÃO DE ENERGIA ELÉTRICA GRUPO IV GRUPO DE ESTUDO DE ANÁLISE E TÉCNICAS DE SISTEMAS DE POTÊNCIA - GAT SNPTEE SEMINÁRIO NACIONAL DE PRODUÇÃO E TRANSMISSÃO DE ENERGIA ELÉTRICA GAT 24 14 a 17 Outubro de 2007 Rio de Janeiro - RJ GRUPO IV GRUPO DE ESTUDO DE ANÁLISE E TÉCNICAS DE SISTEMAS DE POTÊNCIA - GAT MODELAGEM

Leia mais

DETECÇÃO DE VAZAMENTOS EM TUBULAÇÕES PREDIAIS DE GÁS ATRAVÉS DA ANÁLISE ESPECTRAL DE TRANSIENTES DE PRESSÃO

DETECÇÃO DE VAZAMENTOS EM TUBULAÇÕES PREDIAIS DE GÁS ATRAVÉS DA ANÁLISE ESPECTRAL DE TRANSIENTES DE PRESSÃO DETECÇÃO DE VAZAMENTOS EM TUBULAÇÕES PREDIAIS DE GÁS ATRAVÉS DA ANÁLISE ESPECTRAL DE TRANSIENTES DE PRESSÃO R. B. SANTOS 1, M.M. de F. SILVA e A. M. F. FILETI Universidade Estadual de Campinas, Faculdade

Leia mais

Previsão do Mercado de Ações Brasileiro utilizando Redes Neurais Artificiais

Previsão do Mercado de Ações Brasileiro utilizando Redes Neurais Artificiais Previsão do Mercado de Ações Brasileiro utilizando Redes Neurais Artificiais Elisângela Lopes de Faria (a) Marcelo Portes Albuquerque (a) Jorge Luis González Alfonso (b) Márcio Portes Albuquerque (a) José

Leia mais

Estudo, Projeto e Desenvolvimento de um Sistema para Localizar Faltas em Redes de Distribuição. Paulo S. Pereira Junior

Estudo, Projeto e Desenvolvimento de um Sistema para Localizar Faltas em Redes de Distribuição. Paulo S. Pereira Junior Estudo, Projeto e Desenvolvimento de um Sistema para Localizar Faltas em Redes de Distribuição Paulo S. Pereira, PhD Conprove Indústria e Comércio psp@ conprove. com.br Marcos V. C. Rosa Conprove Indústria

Leia mais

Controle de Conversores Estáticos Controladores baseados no princípio do modelo interno. Prof. Cassiano Rech cassiano@ieee.org

Controle de Conversores Estáticos Controladores baseados no princípio do modelo interno. Prof. Cassiano Rech cassiano@ieee.org Controle de Conversores Estáticos Controladores baseados no princípio do modelo interno cassiano@ieee.org 1 Objetivos da aula Projeto de um controlador PID para o controle da tensão de saída de um inversor

Leia mais

III Seminário da Pós-graduação em Engenharia Elétrica

III Seminário da Pós-graduação em Engenharia Elétrica ESTUDO SOBRE A EXPANSÃO DO SISTEMA DE TRANSMISSÃO DE ENERGIA NO BRASIL Tiago Forti da Silva Aluno do Programa de Pós-Graduação em Engenharia Elétrica Unesp Bauru Prof. Dr. André Nunes de Souza Orientador

Leia mais

Relatório de uma Aplicação de Redes Neurais

Relatório de uma Aplicação de Redes Neurais UNIVERSIDADE ESTADUAL DE MONTES CLAROS CENTRO DE CIÊNCIAS EXATAS E TECNOLÓGICAS DEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS DA COMPUTACAÇÃO ESPECIALIZAÇÃO EM ENGENHARIA DE SISTEMAS DISCIPLINA: REDES NEURAIS PROFESSOR: MARCOS

Leia mais

ANÁLISE E DETERMINAÇÃO DAS PERDAS NO FERRO DO ESTATOR EM MOTORES DE INDUÇÃO TRIFÁSICOS

ANÁLISE E DETERMINAÇÃO DAS PERDAS NO FERRO DO ESTATOR EM MOTORES DE INDUÇÃO TRIFÁSICOS ART458-07 - CD - 6-07 - ÁG.: 1 ANÁLISE E DETERMINAÇÃO DAS ERDAS NO FERRO DO ESTATOR EM MOTORES DE INDUÇÃO TRIFÁSICOS João Roberto Cogo*, Ângelo Stano Júnior* Evandro Santos onzetto** Artigo publicado na

Leia mais

METODOLOGIA DE LOCALIZAÇÃO DE FALTAS EM REDES DE DISTRIBUIÇÃO SUBTERRÂNEAS INTEGRANDO PSCAD/EMTDC E REDES NEURAIS ARTIFICIAIS

METODOLOGIA DE LOCALIZAÇÃO DE FALTAS EM REDES DE DISTRIBUIÇÃO SUBTERRÂNEAS INTEGRANDO PSCAD/EMTDC E REDES NEURAIS ARTIFICIAIS METODOLOGIA DE LOCALIZAÇÃO DE FALTAS EM REDES DE DISTRIBUIÇÃO SUBTERRÂNEAS INTEGRANDO PSCAD/EMTDC E REDES NEURAIS ARTIFICIAIS Gastaldello, D. S. 1 ; Souza, A. N. 2 ; Zago, M. G. 3 ; Amaral, H. L 2. M.;

Leia mais

Plataforma para Simulação de Motores com Dispositivos de Partida Baseada na Integração do ATPDraw com o TOpReDE

Plataforma para Simulação de Motores com Dispositivos de Partida Baseada na Integração do ATPDraw com o TOpReDE XVIII Seminário Nacional de Distribuição de Energia Elétrica SENDI 2008-06 a 10 de outubro Olinda - Pernambuco - Brasil Plataforma para Simulação de Motores com Dispositivos de Partida Baseada na Integração

Leia mais

Efeito de Filtro Capacitivo na redução de ruídos e artefatos. harmônicos na rede elétrica

Efeito de Filtro Capacitivo na redução de ruídos e artefatos. harmônicos na rede elétrica Efeito de Filtro Capacitivo na redução de ruídos e artefatos harmônicos na rede elétrica Prof. Dr. Ernane José Xavier Costa; Eng o. MSc. Aldo Ivan Céspedes Arce; Eng a. Luciana Vieira Piza LAFAC- Laboratório

Leia mais

Estudo comparativo do comportamento térmico de quatro sistemas de cobertura. Um estudo experimental para a reação frente ao calor.

Estudo comparativo do comportamento térmico de quatro sistemas de cobertura. Um estudo experimental para a reação frente ao calor. Estudo comparativo do comportamento térmico de quatro sistemas de cobertura. Um estudo experimental para a reação frente ao calor. Francisco Vecchia Departamento de Hidráulica e Saneamento Escola de Engenharia

Leia mais