Automatização do processo de determinação do número de ciclos de treinamento de uma Rede Neural Artificial

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Automatização do processo de determinação do número de ciclos de treinamento de uma Rede Neural Artificial"

Transcrição

1 Automatização do processo de determinação do número de ciclos de treinamento de uma Rede Neural Artificial André Ricardo Gonçalves; Maria Angélica de Oliveira Camargo Brunetto Laboratório Protem Departamento de Computação Universidade Estadual de Londrina 23 de outubro de 2008 André Ricardo Gonçalves; Maria Angélica de Oliveira Camargo Brunetto 23 de outubro de / 22

2 Introdução Redes Multilayer Perceptron (MLP) Aprendizagem da Rede MLP Algoritmo backpropagation Número de ciclos de treinamento Validação Cruzada André Ricardo Gonçalves; Maria Angélica de Oliveira Camargo Brunetto 23 de outubro de / 22

3 Motivação Rede MLP é a rede mais largamente utilizada [Basheer and Hajmeer, 2000] Aprendizagem é um dos processos mais importantes de uma rede MLP [Haykin, 1999] Tempo dispendido para determinação do número ideal de ciclos de treinamento Um número alto de ciclos de treinamento é fixado Validação cruzada do tipo Holdout André Ricardo Gonçalves; Maria Angélica de Oliveira Camargo Brunetto 23 de outubro de / 22

4 Objetivos Determinar automaticamente o número de ciclos de treinamento Para isso utilizou-se: Validação cruzada Regressão linear Evitar sub-treinamento da rede Evitar super-treinamento da rede (overtraining) André Ricardo Gonçalves; Maria Angélica de Oliveira Camargo Brunetto 23 de outubro de / 22

5 Validação cruzada Fundamentação Teórica Validação cruzada É uma técnica estatística utilizada para estimar com maior precisão a acurácia de um classificador [Kohavi, 1995]. Conceito básico é dividir o conjunto de dados em subconjuntos menores, e posteriormente utilizá-los para treinamento e teste. Vários tipos de validação cruzada: Holdout K -fold Leave-one-out André Ricardo Gonçalves; Maria Angélica de Oliveira Camargo Brunetto 23 de outubro de / 22

6 Regressão Linear Fundamentação Teórica Regressão linear É um modelo estatístico que analisa a dependência de uma variável em relação a uma ou mais variáveis, objetivando estimar e/ou prever a média da população [Gurajati, 2000]. André Ricardo Gonçalves; Maria Angélica de Oliveira Camargo Brunetto 23 de outubro de / 22

7 Regressão Linear Fundamentação Teórica Equação que expressa o modelo é dada por: Y = α + βx + ɛ (1) α interceptação no eixo Y; β inclinação da linha de regressão; ɛ perturbação estocástica. André Ricardo Gonçalves; Maria Angélica de Oliveira Camargo Brunetto 23 de outubro de / 22

8 Modelo Proposto Materiais e Métodos Utiliza regressão linear simples de duas variáveis: Número de épocas Erro quadrado médio Núcleo do método é baseado na inclinação da reta (β). β Comportamento Significado do erro - Erro diminuindo Em processo de aprendizagem + Erro aumentando Overtraining 0 Erro constante Rede treinada André Ricardo Gonçalves; Maria Angélica de Oliveira Camargo Brunetto 23 de outubro de / 22

9 Algumas definições: Materiais e Métodos Modelo Proposto Janela de Análise Número de pontos (erros) utilizados para realizar a regressão linear. André Ricardo Gonçalves; Maria Angélica de Oliveira Camargo Brunetto 23 de outubro de / 22

10 Materiais e Métodos Modelo Proposto Faixa de Convergência Faixa de Convergência (µ) Utilizada para considerar como zero uma faixa de erro, devido a oscilação do erro na fase final de convergência. André Ricardo Gonçalves; Maria Angélica de Oliveira Camargo Brunetto 23 de outubro de / 22

11 Materiais e Métodos Considerações sobre o método Modelo Proposto Estipular um número máximo de ciclos; Obtêm-se os erros de teste pela validação cruzada; Realizar uma regressão linear sobre os erros; Analisar β em relação ao comportamento da rede. André Ricardo Gonçalves; Maria Angélica de Oliveira Camargo Brunetto 23 de outubro de / 22

12 Simulações Resultados e Discussão Rede MLP aplicada em um problema de classificação entre indivíduos normais ou com DPOC (Doença Pulmonar Obstrutiva Crônica) Foram consideradas cinco medidas fisiológicas distintas: Capacidade Vital Forçada (CVF); Volume Expiratório Forçado no Primeiro Segundo (VEF1); Pico de Fluxo Expiratório (PFE); Fluxo Expiratório Forçado Médio (FEF25-75%) e Ventilação Voluntária Máxima (VVM) André Ricardo Gonçalves; Maria Angélica de Oliveira Camargo Brunetto 23 de outubro de / 22

13 Simulações Resultados e Discussão Dados obtidos do Lab. de Fisioterapia Pulmonar da Universidade Estadual de Londrina Dados coletados de 222 pacientes: 142 normais 80 com DPOC já diagnosticada André Ricardo Gonçalves; Maria Angélica de Oliveira Camargo Brunetto 23 de outubro de / 22

14 Resultados e Discussão Simulações Número máximo de ciclos de treinamento: 100 Parâmetros da Rede MLP: Taxa de Aprendizagem: 0.5 Constante de Momento: 0.9 Número de neurônios ocultos: 7 Computador Celeron D 2.3 GHz Plataforma Slackware Linux 12.0 André Ricardo Gonçalves; Maria Angélica de Oliveira Camargo Brunetto 23 de outubro de / 22

15 Resultados Resultados e Discussão Tempo de processamento: 63,549 segundos. André Ricardo Gonçalves; Maria Angélica de Oliveira Camargo Brunetto 23 de outubro de / 22

16 Resultados Resultados e Discussão Realizados testes com diversos valores de tamanho de janela e faixa de convergência. Análise do tamanho da Janela de Análise. Tamanho Número de Tempo de execução da Janela épocas obtido (segundos) 3 6 0, , , ,03 *Valor de faixa de convergência fixado em André Ricardo Gonçalves; Maria Angélica de Oliveira Camargo Brunetto 23 de outubro de / 22

17 Resultados e Discussão Análise da Faixa de Convergência Faixa de Número de épocas Tempo de execução Convergência obtido (segundos) , , , ,126 *Valor de tamanho de janela fixado em 5. André Ricardo Gonçalves; Maria Angélica de Oliveira Camargo Brunetto 23 de outubro de / 22

18 Resultados e Discussão Considerações sobre resultados Tamanho da janela de análise entre 5 e 10 é suficiente; Faixa de Convergência entre 10 4 e 10 3 são bons valores; Faixa de convergência muito pequena, método muito sensível; Muito grande, método perde sensibilidade; André Ricardo Gonçalves; Maria Angélica de Oliveira Camargo Brunetto 23 de outubro de / 22

19 Conclusões Conclusões Método obteve precisamente números ideais de ciclos de treinamento; Método trabalha sobre a curva de aprendizagem; André Ricardo Gonçalves; Maria Angélica de Oliveira Camargo Brunetto 23 de outubro de / 22

20 Trabalhos Futuros Trabalhos Futuros Estender o método a não necessidade de informar o número máximo de ciclos de treinamento. André Ricardo Gonçalves; Maria Angélica de Oliveira Camargo Brunetto 23 de outubro de / 22

21 Referências Basheer, I. A. and Hajmeer, M. (2000). Artificial neural networks: fundamentals, computing, design, and application. Journal of Microbiological Methods, 43:3 31. Gurajati, D. N. (2000). Econometria Básica. Makron Books, São Paulo. Haykin, S. (1999). Redes Neurais, Princípios e prática. Bookman, 2 edition. Kohavi, R. (1995). A study a cross validation a bootstrap for accuracy estimation and a model selection. In International Joint Conference on Artificial Intelligence (IJCAI). André Ricardo Gonçalves; Maria Angélica de Oliveira Camargo Brunetto 23 de outubro de / 22

22 André Ricardo Gonçalves www2.dc.uel.br/ argoncalves André Ricardo Gonçalves; Maria Angélica de Oliveira Camargo Brunetto 23 de outubro de / 22

Automatização do processo de determinação do número de ciclos de treinamento de uma Rede Neural Artificial

Automatização do processo de determinação do número de ciclos de treinamento de uma Rede Neural Artificial Automatização do processo de determinação do número de ciclos de treinamento de uma Rede Neural Artificial André Ricardo Gonçalves 1, Maria Angélica de Oliveira Camargo Brunetto 2 1,2 Laboratório de Pesquisa

Leia mais

TÓPICOS AVANÇADOS EM ENGENHARIA DE SOFTWARE

TÓPICOS AVANÇADOS EM ENGENHARIA DE SOFTWARE TÓPICOS AVANÇADOS EM ENGENHARIA DE SOFTWARE Engenharia de Computação Professor: Rosalvo Ferreira de Oliveira Neto Estudos Comparativos Recentes - Behavior Scoring Roteiro Objetivo Critérios de Avaliação

Leia mais

MLP (Multi Layer Perceptron)

MLP (Multi Layer Perceptron) MLP (Multi Layer Perceptron) André Tavares da Silva andre.silva@udesc.br Roteiro Rede neural com mais de uma camada Codificação de entradas e saídas Decorar x generalizar Perceptron Multi-Camada (MLP -

Leia mais

PALAVRAS-CHAVE: Massas Nodulares, Classificação de Padrões, Redes Multi- Layer Perceptron.

PALAVRAS-CHAVE: Massas Nodulares, Classificação de Padrões, Redes Multi- Layer Perceptron. 1024 UMA ABORDAGEM BASEADA EM REDES PERCEPTRON MULTICAMADAS PARA A CLASSIFICAÇÃO DE MASSAS NODULARES EM IMAGENS MAMOGRÁFICAS Luan de Oliveira Moreira¹; Matheus Giovanni Pires² 1. Bolsista PROBIC, Graduando

Leia mais

Aplicações Práticas com Redes Neurais Artificiais em Java

Aplicações Práticas com Redes Neurais Artificiais em Java com em Java Luiz D Amore e Mauro Schneider JustJava 2009 17 de Setembro de 2009 Palestrantes Luiz Angelo D Amore luiz.damore@metodista.br Mauro Ulisses Schneider mauro.schneider@metodista.br http://blog.mauros.org

Leia mais

3 Metodologia de Previsão de Padrões de Falha

3 Metodologia de Previsão de Padrões de Falha 3 Metodologia de Previsão de Padrões de Falha Antes da ocorrência de uma falha em um equipamento, ele entra em um regime de operação diferente do regime nominal, como descrito em [8-11]. Para detectar

Leia mais

Classificação de QoS em Conteúdo Multimídia para Rede VPN utilizando Rede Neural Multilayer Perceptron

Classificação de QoS em Conteúdo Multimídia para Rede VPN utilizando Rede Neural Multilayer Perceptron Classificação de QoS em Conteúdo Multimídia para Rede VPN utilizando Rede Neural Multilayer Perceptron Paula Letícia S. Lima 1, Helvio Seabra V. Filho 1, Rian Sérgio A. Lima 1, Ananias Pereira Neto 1 1

Leia mais

Previsão do Mercado de Ações Brasileiro utilizando Redes Neurais Artificiais

Previsão do Mercado de Ações Brasileiro utilizando Redes Neurais Artificiais Previsão do Mercado de Ações Brasileiro utilizando Redes Neurais Artificiais Elisângela Lopes de Faria (a) Marcelo Portes Albuquerque (a) Jorge Luis González Alfonso (b) Márcio Portes Albuquerque (a) José

Leia mais

ESTUDO DOS DADOS DA LIXIVIAÇÃO DOS MATERIAIS DE ELETRODOS DE PILHAS EM HCl POR REDE NEURAL

ESTUDO DOS DADOS DA LIXIVIAÇÃO DOS MATERIAIS DE ELETRODOS DE PILHAS EM HCl POR REDE NEURAL ESTUDO DOS DADOS DA LIXIVIAÇÃO DOS MATERIAIS DE ELETRODOS DE PILHAS EM HCl POR REDE NEURAL Macêdo, M. I. F 1, Rosa, J. L. A. 2, Gonçalves, F. 2, Boente, A. N. P. 2 1 Laboratório de Tecnologia de Materiais,

Leia mais

TÍTULO: PROPOSTA DE METODOLOGIA BASEADA EM REDES NEURAIS ARTIFICIAIS MLP PARA A PROTEÇÃO DIFERENCIAL DE TRANSFORMADORES DE POTÊNCIA

TÍTULO: PROPOSTA DE METODOLOGIA BASEADA EM REDES NEURAIS ARTIFICIAIS MLP PARA A PROTEÇÃO DIFERENCIAL DE TRANSFORMADORES DE POTÊNCIA TÍTULO: PROPOSTA DE METODOLOGIA BASEADA EM REDES NEURAIS ARTIFICIAIS MLP PARA A PROTEÇÃO DIFERENCIAL DE TRANSFORMADORES DE POTÊNCIA CATEGORIA: CONCLUÍDO ÁREA: ENGENHARIAS E ARQUITETURA SUBÁREA: ENGENHARIAS

Leia mais

Previsão do Índice da Bolsa de Valores do Estado de São Paulo utilizandoredes Neurais Artificiais

Previsão do Índice da Bolsa de Valores do Estado de São Paulo utilizandoredes Neurais Artificiais Previsão do Índice da Bolsa de Valores do Estado de São Paulo utilizandoredes Neurais Artificiais Redes Neurais Artificiais Prof. Wilian Soares João Vitor Squillace Teixeira Ciência da Computação Universidade

Leia mais

PRODUÇÃO INDUSTRIAL DE SUÍNOS E O USO DE REDES NEURAIS ARTIFICIAIS PARA PREDIÇÃO DE ÍNDICES ZOOTÉCNICOS NA FASE DE GESTAÇÃO E MATERNIDADE RESUMO

PRODUÇÃO INDUSTRIAL DE SUÍNOS E O USO DE REDES NEURAIS ARTIFICIAIS PARA PREDIÇÃO DE ÍNDICES ZOOTÉCNICOS NA FASE DE GESTAÇÃO E MATERNIDADE RESUMO PRODUÇÃO INDUSTRIAL DE SUÍNOS E O USO DE REDES NEURAIS ARTIFICIAIS PARA PREDIÇÃO DE ÍNDICES ZOOTÉCNICOS NA FASE DE GESTAÇÃO E MATERNIDADE RESUMO HÉLITON PANDORFI 1 IRAN JOSÉ OLIVEIRA DA SILVA 2 JEFFERSON

Leia mais

TÉCNICAS DE COMPUTAÇÃO PARALELA PARA MELHORAR O TEMPO DA MINERAÇÃO DE DADOS: Uma análise de Tipos de Coberturas Florestais

TÉCNICAS DE COMPUTAÇÃO PARALELA PARA MELHORAR O TEMPO DA MINERAÇÃO DE DADOS: Uma análise de Tipos de Coberturas Florestais UNIVERSIDADE ESTADUAL DE PONTA GROSSA PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM COMPUTAÇÃO APLICADA CRISTIAN COSMOSKI RANGEL DE ABREU TÉCNICAS DE COMPUTAÇÃO PARALELA PARA MELHORAR

Leia mais

3. REDES DE CAMADA ÚNICA

3. REDES DE CAMADA ÚNICA 3. REDES DE CAMADA ÚNICA Perceptron Forma mais simples de RN Utilizado para classificação de padrões (linearmente separáveis) Consiste em um único neurônio, com pesos sinápticos ajustáveis e bias 3.1 Funções

Leia mais

Simulador de Redes Neurais Multiplataforma

Simulador de Redes Neurais Multiplataforma Simulador de Redes Neurais Multiplataforma Lucas Hermann Negri 1, Claudio Cesar de Sá 2, Ademir Nied 1 1 Departamento de Engenharia Elétrica Universidade do Estado de Santa Catarina (UDESC) Joinville SC

Leia mais

Inteligência Artificial. Redes Neurais Artificiais

Inteligência Artificial. Redes Neurais Artificiais Curso de Especialização em Sistemas Inteligentes Aplicados à Automação Inteligência Artificial Redes Neurais Artificiais Aulas Práticas no Matlab João Marques Salomão Rodrigo Varejão Andreão Matlab Objetivos:

Leia mais

Aula 2 RNA Arquiteturas e Treinamento

Aula 2 RNA Arquiteturas e Treinamento 2COP229 Aula 2 RNA Arquiteturas e Treinamento 2COP229 Sumário 1- Arquiteturas de Redes Neurais Artificiais; 2- Processos de Treinamento; 2COP229 1- Arquiteturas de Redes Neurais Artificiais -Arquitetura:

Leia mais

Relatório Iniciação Científica

Relatório Iniciação Científica Relatório Iniciação Científica Ambientes Para Ensaios Computacionais no Ensino de Neurocomputação e Reconhecimento de Padrões Bolsa: Programa Ensinar com Pesquisa-Pró-Reitoria de Graduação Departamento:

Leia mais

Figura 5.1.Modelo não linear de um neurônio j da camada k+1. Fonte: HAYKIN, 2001

Figura 5.1.Modelo não linear de um neurônio j da camada k+1. Fonte: HAYKIN, 2001 47 5 Redes Neurais O trabalho em redes neurais artificiais, usualmente denominadas redes neurais ou RNA, tem sido motivado desde o começo pelo reconhecimento de que o cérebro humano processa informações

Leia mais

MÓDULO DE VALIDAÇÃO CRUZADA PARA TREINAMENTO DE REDES NEURAIS ARTIFICIAIS COM ALGORITMOS BACKPROPAGATION E RESILIENT PROPAGATION

MÓDULO DE VALIDAÇÃO CRUZADA PARA TREINAMENTO DE REDES NEURAIS ARTIFICIAIS COM ALGORITMOS BACKPROPAGATION E RESILIENT PROPAGATION CDD:006.3 MÓDULO DE VALIDAÇÃO CRUZADA PARA TREINAMENTO DE REDES NEURAIS ARTIFICIAIS COM ALGORITMOS BACKPROPAGATION E RESILIENT PROPAGATION CROSS VALIDATION MODULE FOR THE TRAINING OF ARTIFICIAL NEURAL

Leia mais

Classificação - avaliação de resultados - 1. Mineração de Dados 2013

Classificação - avaliação de resultados - 1. Mineração de Dados 2013 Classificação - avaliação de resultados - 1 Mineração de Dados 2013 Luís Rato (Capítulo 4 do livro Introduction to Data Mining ) Universidade de Évora, Mineração de dados / Data Mining 1 Desempenho Desempenho

Leia mais

Curva ROC. George Darmiton da Cunha Cavalcanti Tsang Ing Ren CIn/UFPE

Curva ROC. George Darmiton da Cunha Cavalcanti Tsang Ing Ren CIn/UFPE Curva ROC George Darmiton da Cunha Cavalcanti Tsang Ing Ren CIn/UFPE Introdução ROC (Receiver Operating Characteristics) Curva ROC é uma técnica para a visualização e a seleção de classificadores baseado

Leia mais

QUALIDADE EM PFP INTERATIVA INTERATIVA. 14 de outubro: dia da espirometria

QUALIDADE EM PFP INTERATIVA INTERATIVA. 14 de outubro: dia da espirometria QUALIDADE EM PFP 14 de outubro: dia da espirometria INTERATIVA Você será náufrago em uma ilha remota. Qual equipamento de função pulmonar você levaria? a)espirômetro b)pletismógrafo c)analisador de Difusão

Leia mais

1. Introdução 2. Séries Temporais

1. Introdução 2. Séries Temporais 1. Introdução Predição de valores de ações é uma tarefa desafiadora na área de predição de séries temporais financeiras, devido à grande quantidade de variáveis que envolvem essas predições. No passado,

Leia mais

Aprendizagem de Máquina

Aprendizagem de Máquina Aprendizagem de Máquina Professor: Rosalvo Ferreira de Oliveira Neto Disciplina: Inteligência Artificial Tópicos 1. Definições 2. Tipos de aprendizagem 3. Paradigmas de aprendizagem 4. Modos de aprendizagem

Leia mais

COPPE/UFRJ. CPE 721 - Redes Neurais Feedforward Prof.: Luiz Calôba

COPPE/UFRJ. CPE 721 - Redes Neurais Feedforward Prof.: Luiz Calôba COPPE/UFRJ CPE 721 - Redes Neurais Feedforward Prof.: Luiz Calôba PROGRAMA PARA DEMONSTRAÇÃO DO PROCESSO DE APRENDIZADO DOS NEURÔNIOS DA CAMADA INTERMEDIÁRIA DE UMA REDE NEURAL FEEDFORWARD DE 2 CAMADAS,

Leia mais

A metodologia utilizada neste trabalho consiste basicamente de três etapas: ensaio, pré-processamento e simulações.

A metodologia utilizada neste trabalho consiste basicamente de três etapas: ensaio, pré-processamento e simulações. SNPTEE SEMINÁRIO NACIONAL DE PRODUÇÃO E TRANSMISSÃO DE ENERGIA ELÉTRICA GCE 20 14 a 17 Outubro de 2007 Rio de Janeiro - RJ GRUPO XIV GRUPO DE ESTUDO DE CONSERVAÇÃO DE ENERGIA ELÉTRICA UTILIZAÇÃO DE REDES

Leia mais

IN0997 - Redes Neurais

IN0997 - Redes Neurais IN0997 - Redes Neurais Aluizio Fausto Ribeiro Araújo Universidade Federal de Pernambuco Centro de Informática - CIn Departamento de Sistemas da Computação aluizioa@cin.ufpe.br Conteúdo Objetivos Ementa

Leia mais

Renato Maia Silva. Redes Neurais Artificiais aplicadas à Detecção de Intrusão em Redes TCP/IP. Dissertação de Mestrado

Renato Maia Silva. Redes Neurais Artificiais aplicadas à Detecção de Intrusão em Redes TCP/IP. Dissertação de Mestrado Renato Maia Silva Redes Neurais Artificiais aplicadas à Detecção de Intrusão em Redes TCP/IP Dissertação de Mestrado Dissertação apresentada como requisito parcial para obtenção do grau de Mestre pelo

Leia mais

Análise de Risco de Crédito em Correspondentes Bancários através de Redes Neurais

Análise de Risco de Crédito em Correspondentes Bancários através de Redes Neurais Análise de Risco de Crédito em Correspondentes Bancários através de Redes Neurais Marcelo França Corrêa, Marley Vellasco ICA: Applied Computational Intelligence Laboratory Department of Electrical Engineering

Leia mais

Aprendizagem de Máquina

Aprendizagem de Máquina Aprendizagem de Máquina Alessandro L. Koerich Programa de Pós-Graduação em Informática Pontifícia Universidade Católica do Paraná (PUCPR) Horários Aulas Sala [quinta-feira, 7:30 12:00] Atendimento Segunda

Leia mais

REDES NEURAIS ARTIFICIAIS EM COLHEITA DE CANA-DE- AÇÚCAR

REDES NEURAIS ARTIFICIAIS EM COLHEITA DE CANA-DE- AÇÚCAR REDES NEURAIS ARTIFICIAIS EM COLHEITA DE CANA-DE- AÇÚCAR THIAGO RAMOS TRIGO 1 PAULO CESAR DA SILVA BATISTA JÚNIOR 1 FERNANDO BUARQUE DE LIMA NETO 2 RESUMO Este artigo apresenta um maneira de implementar

Leia mais

MINERAÇÃO DE DADOS PARA DETECÇÃO DE SPAMs EM REDES DE COMPUTADORES

MINERAÇÃO DE DADOS PARA DETECÇÃO DE SPAMs EM REDES DE COMPUTADORES MINERAÇÃO DE DADOS PARA DETECÇÃO DE SPAMs EM REDES DE COMPUTADORES Kelton Costa; Patricia Ribeiro; Atair Camargo; Victor Rossi; Henrique Martins; Miguel Neves; Ricardo Fontes. kelton.costa@gmail.com; patriciabellin@yahoo.com.br;

Leia mais

REDES NEURAIS ARTIFICIAIS EM COLHEITA DE CANA-DE-AÇÚCAR RESUMO

REDES NEURAIS ARTIFICIAIS EM COLHEITA DE CANA-DE-AÇÚCAR RESUMO REDES NEURAIS ARTIFICIAIS EM COLHEITA DE CANA-DE-AÇÚCAR THIAGO RAMOS TRIGO 1 PAULO CESAR DA SILVA BATISTA JÚNIOR 1 FERNANDO BUARQUE DE LIMA NETO 2 RESUMO Este artigo apresenta um maneira de implementar

Leia mais

Mineração de Dados Meteorológicos pela Teoria dos Conjuntos Aproximativos para Aplicação na Previsão de Precipitação Sazonal

Mineração de Dados Meteorológicos pela Teoria dos Conjuntos Aproximativos para Aplicação na Previsão de Precipitação Sazonal Anais do CNMAC v.2 ISSN 1984-820X Mineração de Dados Meteorológicos pela Teoria dos Conjuntos Aproximativos para Aplicação na Previsão de Precipitação Sazonal Juliana Aparecida Anochi Instituto Nacional

Leia mais

Redes Neurais. A IA clássica segue o paradigma da computação simbólica

Redes Neurais. A IA clássica segue o paradigma da computação simbólica Abordagens não simbólicas A IA clássica segue o paradigma da computação simbólica Redes Neurais As redes neurais deram origem a chamada IA conexionista, pertencendo também a grande área da Inteligência

Leia mais

5º CONGRESSO BRASILEIRO DE PESQUISA E DESENVOLVIMENTO EM PETRÓLEO E GÁS

5º CONGRESSO BRASILEIRO DE PESQUISA E DESENVOLVIMENTO EM PETRÓLEO E GÁS 5º CONGRESSO BRASILEIRO DE PESQUISA E DESENVOLVIMENTO EM PETRÓLEO E GÁS TÍTULO DO TRABALHO: REDES NEURAIS APLICADAS EM INDÚSTRIAS PETROQUÍMICAS DE FABRICAÇÃO DE FIBRAS DE POLIÉSTER. AUTORES: Lívia Maciel

Leia mais

SISTEMA AUTOMÁTICO DE PULVERIZAÇÃO UTILIZANDO TÉCNICAS DE PROCESSAMENTO DIGITAL DE IMAGENS. PERNOMIAN, Viviane Araujo. DUARTE, Fernando Vieira

SISTEMA AUTOMÁTICO DE PULVERIZAÇÃO UTILIZANDO TÉCNICAS DE PROCESSAMENTO DIGITAL DE IMAGENS. PERNOMIAN, Viviane Araujo. DUARTE, Fernando Vieira REVISTA CIENTÍFICA ELETRÔNICA DE AGRONOMIA ISSN 1677-0293 PERIODICIDADE SEMESTRAL ANO III EDIÇÃO NÚMERO 5 JUNHO DE 2004 -------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Leia mais

Redes Neurais. Profa. Flavia Cristina Bernardini

Redes Neurais. Profa. Flavia Cristina Bernardini Redes Neurais Profa. Flavia Cristina Bernardini Introdução Cérebro & Computador Modelos Cognitivos Diferentes Cérebro Computador Seqüência de Comandos Reconhecimento de Padrão Lento Rápido Rápido Lento

Leia mais

Palavras-chave: Mortalidade Infantil, Análise Multivariada, Redes Neurais.

Palavras-chave: Mortalidade Infantil, Análise Multivariada, Redes Neurais. UMA ANÁLISE COMPARATIVA DE MODELOS PARA CLASSIFICAÇÃO E PREVISÃO DE SOBREVIVÊNCIA OU ÓBITO DE CRIANÇAS NASCIDAS NO RIO DE JANEIRO EM 2006 NO PRIMEIRO ANO DE VIDA Mariana Pereira Nunes Escola Nacional de

Leia mais

BC-0005 Bases Computacionais da Ciência. Modelagem e simulação

BC-0005 Bases Computacionais da Ciência. Modelagem e simulação BC-0005 Bases Computacionais da Ciência Aula 8 Modelagem e simulação Santo André, julho de 2010 Roteiro da Aula Modelagem O que é um modelo? Tipos de modelos Simulação O que é? Como pode ser feita? Exercício:

Leia mais

Complemento II Noções Introdutória em Redes Neurais

Complemento II Noções Introdutória em Redes Neurais Complemento II Noções Introdutória em Redes Neurais Esse documento é parte integrante do material fornecido pela WEB para a 2ª edição do livro Data Mining: Conceitos, técnicas, algoritmos, orientações

Leia mais

Redes Neurais: MLP. Universidade Federal do Rio Grande do Norte Departamento de Engenharia de Computação e Automação

Redes Neurais: MLP. Universidade Federal do Rio Grande do Norte Departamento de Engenharia de Computação e Automação Universidade Federal do Rio Grande do Norte Departamento de Engenharia de Computação e Automação Redes Neurais: MLP DCA0121 Inteligência Artificial Aplicada Heitor Medeiros 1 Tópicos Redes diretas de múltiplas

Leia mais

Meta-Aprendizado de Algoritmos de Treinamento para Redes Multi-Layer Perceptron

Meta-Aprendizado de Algoritmos de Treinamento para Redes Multi-Layer Perceptron Meta-Aprendizado de Algoritmos de Treinamento para Redes Multi-Layer Perceptron Silvio Guerra, Ricardo Prudêncio, Teresa Ludermir 1 Centro de Informática, Universidade Federal de Pernambuco Caixa Postal

Leia mais

Estudo de Caso no Mercado Imobiliário de Castelo Branco

Estudo de Caso no Mercado Imobiliário de Castelo Branco 23 Estudo de Caso no Mercado Imobiliário de Castelo Branco Maria Cristina Canavarro Teixeira Escola Superior Agrária, Quinta da Sra. de Mércules, 6001-909 Castelo Branco, Portugal ccanavarro@ipcb.pt Sumário

Leia mais

Profs. Luiz Laranjeira, Nilton Silva, e Fabrício Braz

Profs. Luiz Laranjeira, Nilton Silva, e Fabrício Braz Laboratório de Dependabilidade e Segurança Lades Profs. Luiz Laranjeira, Nilton Silva, e Fabrício Braz RENASIC/CD-CIBER CD Ciber CTC - Comitê Técnico Científico RENASIC CD Comitê Diretor ASTECA VIRTUS

Leia mais

INF 1771 Inteligência Artificial

INF 1771 Inteligência Artificial Edirlei Soares de Lima INF 1771 Inteligência Artificial Aula 12 Aprendizado de Máquina Agentes Vistos Anteriormente Agentes baseados em busca: Busca cega Busca heurística Busca local

Leia mais

Projeto de Redes Neurais e MATLAB

Projeto de Redes Neurais e MATLAB Projeto de Redes Neurais e MATLAB Centro de Informática Universidade Federal de Pernambuco Sistemas Inteligentes IF684 Arley Ristar arrr2@cin.ufpe.br Thiago Miotto tma@cin.ufpe.br Baseado na apresentação

Leia mais

Uma aplicação de Inteligência Computacional e Estatística Clássica na Previsão do Mercado de Seguros de Automóveis Brasileiro

Uma aplicação de Inteligência Computacional e Estatística Clássica na Previsão do Mercado de Seguros de Automóveis Brasileiro Uma aplicação de Inteligência Computacional e Estatística Clássica na Previsão do Mercado de Seguros de Automóveis Brasileiro Tiago Mendes Dantas t.mendesdantas@gmail.com Departamento de Engenharia Elétrica,

Leia mais

Redes Neurais Construtivas. Germano Crispim Vasconcelos Centro de Informática - UFPE

Redes Neurais Construtivas. Germano Crispim Vasconcelos Centro de Informática - UFPE Redes Neurais Construtivas Germano Crispim Vasconcelos Centro de Informática - UFPE Motivações Redes Feedforward têm sido bastante utilizadas em aplicações de Reconhecimento de Padrões Problemas apresentados

Leia mais

Google Earth Search Engine: Classificação de imagens Aéreas

Google Earth Search Engine: Classificação de imagens Aéreas Google Earth Search Engine: Classificação de imagens Aéreas Susana Costa Orientada por: Prof. Doutor Hugo Proença Departamento de Informática Universidade da Beira Interior Covilhã, Portugal 18 de julho

Leia mais

Avaliação do potencial produtivo em montados de sobro com recurso a redes neuronais artificiais

Avaliação do potencial produtivo em montados de sobro com recurso a redes neuronais artificiais Avaliação do potencial produtivo em montados de sobro com recurso a redes neuronais artificiais Susana Dias (Investigadora/Colaboradora da Universidade de Évora e Docente do Instituto Politécnico de Elvas)

Leia mais

Matlab - Neural Networw Toolbox. Ana Lívia Soares Silva de Almeida

Matlab - Neural Networw Toolbox. Ana Lívia Soares Silva de Almeida 27 de maio de 2014 O que é a Neural Networw Toolbox? A Neural Network Toolbox fornece funções e aplicativos para a modelagem de sistemas não-lineares complexos que não são facilmente modelados com uma

Leia mais

Avaliando o que foi Aprendido

Avaliando o que foi Aprendido Avaliando o que foi Aprendido Treinamento, teste, validação Predição da performance: Limites de confiança Holdout, cross-validation, bootstrap Comparando algoritmos: o teste-t Predecindo probabilidades:função

Leia mais

PROTÓTIPO PARA PREVISÃO DO MERCADO DE AÇÕES UTILIZANDO BANDAS DE BOLLINGER

PROTÓTIPO PARA PREVISÃO DO MERCADO DE AÇÕES UTILIZANDO BANDAS DE BOLLINGER PROTÓTIPO PARA PREVISÃO DO MERCADO DE AÇÕES UTILIZANDO BANDAS DE BOLLINGER Adriano Cassaniga Petry Prof. Roosevelt dos Santos Junior - Orientador ROTEIRO Introdução Objetivos Fundamentação Teórica Requisitos

Leia mais

Predição da Resposta ao Tramento Anti- Retroviral de Pacientes portadores do vírus HIV-1 através de Redes Neurais Artificiais

Predição da Resposta ao Tramento Anti- Retroviral de Pacientes portadores do vírus HIV-1 através de Redes Neurais Artificiais Universidade Federal de Pernambuco UFPE Centro de Informática CIn Pós-graduação em Ciência da Computação Princípios e Técnicas da Análise Estatística Experimental Predição da Resposta ao Tramento Anti-

Leia mais

REDES NEURAIS ARTIFICIAIS E MODELO DE MARKOWITZ: COMPARANDO TÉCNICAS QUE APÓIAM A TOMADA DE DECISÃO NOS INVESTIMENTOS EM AÇÕES.

REDES NEURAIS ARTIFICIAIS E MODELO DE MARKOWITZ: COMPARANDO TÉCNICAS QUE APÓIAM A TOMADA DE DECISÃO NOS INVESTIMENTOS EM AÇÕES. REDES NEURAIS ARTIFICIAIS E MODELO DE MARKOWITZ: COMPARANDO TÉCNICAS QUE APÓIAM A TOMADA DE DECISÃO NOS INVESTIMENTOS EM AÇÕES. Paulo Henrique Kaupa (Uninove) paulo.kaupa@gmail.com Renato Jose Sassi (Uninove)

Leia mais

Revista Hispeci & Lema On Line ano III n.3 nov. 2012 ISSN 1980-2536 unifafibe.com.br/hispecielemaonline Centro Universitário UNIFAFIBE Bebedouro-SP

Revista Hispeci & Lema On Line ano III n.3 nov. 2012 ISSN 1980-2536 unifafibe.com.br/hispecielemaonline Centro Universitário UNIFAFIBE Bebedouro-SP Reconhecimento de face utilizando banco de imagens monocromáticas e coloridas através dos métodos da análise do componente principal (PCA) e da Rede Neural Artificial (RNA) [Recognition to face using the

Leia mais

SVM Support Vector Machine

SVM Support Vector Machine SVM Support Vector Machine Ø Introduction Ø Application to Indoor Localization (MLP x LVQ x SVM) Laboratório de Automação e Robótica - A. Bauchspiess Soft Computing - Neural Networks and Fuzzy Logic SVM

Leia mais

IC Inteligência Computacional Redes Neurais. Redes Neurais

IC Inteligência Computacional Redes Neurais. Redes Neurais Universidade Federal do Rio de Janeiro PÓS-GRADUAÇÃO / 2008-2 IC Inteligência Computacional Redes Neurais www.labic.nce.ufrj.br Antonio G. Thomé thome@nce.ufrj.br Redes Neurais São modelos computacionais

Leia mais

Previsão de Falhas em Manutenção Industrial Usando Redes Neurais

Previsão de Falhas em Manutenção Industrial Usando Redes Neurais 1 Previsão de Falhas em Manutenção Industrial Usando Redes Neurais 2 Rubião Gomes Torres Júnior 1 Maria Augusta Soares Machado, Dsc,1 Jorge Muniz Barreto rubtor@attglobal.net mmachado@ibmecrj.br barreto@inf.ufsc.br

Leia mais

Classificação de Imagens Tomográficas de Ciência dos Solos Utilizando Redes Neurais e Combinação de Classificadores

Classificação de Imagens Tomográficas de Ciência dos Solos Utilizando Redes Neurais e Combinação de Classificadores Classificação de Imagens Tomográficas de Ciência dos Solos Utilizando Redes Neurais e Combinação de Classificadores Fabricio Aparecido Breve Prof. Dr. Nelson Delfino d Ávila Mascarenhas Apresentação Objetivos

Leia mais

Estimativa de Esforço em Projetos de Software com Extreme Learning Machines (ELM)

Estimativa de Esforço em Projetos de Software com Extreme Learning Machines (ELM) Estimativa de Esforço em Projetos de Software com Extreme Learning Machines (ELM) Trabalho de Conclusão de Curso Engenharia da Computação João Fausto Lorenzato de Oliveira Orientador: Prof. Sérgio Castelo

Leia mais

PROTÓTIPO DE SOFTWARE PARA APRENDIZAGEM DE REDES NEURAIS ARTIFICIAIS

PROTÓTIPO DE SOFTWARE PARA APRENDIZAGEM DE REDES NEURAIS ARTIFICIAIS Anais do XXXIV COBENGE. Passo Fundo: Ed. Universidade de Passo Fundo, Setembro de 2006. ISBN 85-7515-371-4 PROTÓTIPO DE SOFTWARE PARA APRENDIZAGEM DE REDES NEURAIS ARTIFICIAIS Rejane de Barros Araújo rdebarros_2000@yahoo.com.br

Leia mais

Análise de Técnicas de Mineração de Dados

Análise de Técnicas de Mineração de Dados Análise de Técnicas de Mineração de Dados Taylor Pablo Evaristo Silva 1, Lívia Márcia Silva 1 1 Universidade Presidente Antônio Carlos - Departamento de Ciência da Computação (UNIPAC) Rua Palma Bageto

Leia mais

Inteligência Artificial. Prof. Tiago A. E. Ferreira Aula 21 Projeto de RNA

Inteligência Artificial. Prof. Tiago A. E. Ferreira Aula 21 Projeto de RNA Inteligência Artificial Prof. Tiago A. E. Ferreira Aula 21 Projeto de RNA Projeto de Redes Neurais Projeto de Redes Neurais Baseado apenas em dados Exemplos para treinar uma rede devem ser compostos por

Leia mais

RECONHECIMENTO DE ACORDES MUSICAIS: UMA ABORDAGEM VIA PERCEPTRON MULTICAMADAS

RECONHECIMENTO DE ACORDES MUSICAIS: UMA ABORDAGEM VIA PERCEPTRON MULTICAMADAS Mecánica Computacional Vol XXIX, págs 9169-9175 (artículo completo) Eduardo Dvorkin, Marcela Goldschmit, Mario Storti (Eds) Buenos Aires, Argentina, 15-18 Noviembre 2010 RECONHECIMENTO DE ACORDES MUSICAIS:

Leia mais

OTIMIZAÇÃO DE REDES NEURAIS PARA PREVISÃO DE SÉRIES TEMPORAIS

OTIMIZAÇÃO DE REDES NEURAIS PARA PREVISÃO DE SÉRIES TEMPORAIS OTIMIZAÇÃO DE REDES NEURAIS PARA PREVISÃO DE SÉRIES TEMPORAIS Trabalho de Conclusão de Curso Engenharia da Computação Adélia Carolina de Andrade Barros Orientador: Prof. Dr. Adriano Lorena Inácio de Oliveira

Leia mais

TÉCNICAS DE APRENDIZAGEM DE MÁQUINA PARA PREVISÃO DE SUCESSO EM IMPLANTES DENTÁRIOS

TÉCNICAS DE APRENDIZAGEM DE MÁQUINA PARA PREVISÃO DE SUCESSO EM IMPLANTES DENTÁRIOS TÉCNICAS DE APRENDIZAGEM DE MÁQUINA PARA PREVISÃO DE SUCESSO EM IMPLANTES DENTÁRIOS Trabalho de Conclusão de Curso Engenharia da Computação Nome do Aluno: Carolina Baldisserotto Orientador: Prof. Adriano

Leia mais

MODELAGEM DE UMA ESTAÇÃO DE TRATAMENTO DE ESGOTOS UTILIZANDO REDES NEURAIS: CONCEITUAÇÃO E AVALIAÇÃO PRELIMINAR

MODELAGEM DE UMA ESTAÇÃO DE TRATAMENTO DE ESGOTOS UTILIZANDO REDES NEURAIS: CONCEITUAÇÃO E AVALIAÇÃO PRELIMINAR MODELAGEM DE UMA ESTAÇÃO DE TRATAMENTO DE ESGOTOS UTILIZANDO REDES NEURAIS: CONCEITUAÇÃO E AVALIAÇÃO PRELIMINAR Werner Siegfried Hanisch () Engenheiro Químico pela Universidade Federal de São Carlos, Mestre

Leia mais

Estatística e Probabilidade

Estatística e Probabilidade Correlação Estatística e Probabilidade Uma correlação é uma relação entre duas variáveis. Os dados podem ser representados por pares ordenados (x,y), onde x é a variável independente ou variável explanatória

Leia mais

V-030 - ANÁLISE DO COMPORTAMENTO DE AQUÍFEROS EM POÇOS PROFUNDOS UTILIZANDO-SE DE REDES NEURAIS ARTIFICIAIS

V-030 - ANÁLISE DO COMPORTAMENTO DE AQUÍFEROS EM POÇOS PROFUNDOS UTILIZANDO-SE DE REDES NEURAIS ARTIFICIAIS V-030 - ANÁLISE DO COMPORTAMENTO DE AQUÍFEROS EM POÇOS PROFUNDOS UTILIZANDO-SE DE REDES NEURAIS ARTIFICIAIS Nilton José Saggioro (1) Engenheiro Eletricista pela Universidade de Bauru (atual UNESP) - 1985.

Leia mais

REDES NEURAIS PARA IDENTIFICAÇÃO DE PADRÕES NA DETECÇÃO DE QUEIMADAS NA FLORESTA AMAZÔNICA

REDES NEURAIS PARA IDENTIFICAÇÃO DE PADRÕES NA DETECÇÃO DE QUEIMADAS NA FLORESTA AMAZÔNICA REDES NEURAIS PARA IDENTIFICAÇÃO DE PADRÕES NA DETECÇÃO DE QUEIMADAS NA FLORESTA AMAZÔNICA Luiz Pinheiro Duarte Neto 1, Lauro Yasumasa Nakayama 2, Juliano João Bazzo 3 1 Instituto Nacional de Pesquisas

Leia mais

FUNDAÇÃO DE APOIO AO ENSINO TÉCNICO DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO FAETERJ Petrópolis Área de Extensão PLANO DE CURSO

FUNDAÇÃO DE APOIO AO ENSINO TÉCNICO DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO FAETERJ Petrópolis Área de Extensão PLANO DE CURSO FUNDAÇÃO DE APOIO AO ENINO TÉCNICO DO ETADO DO RIO DE JANEIRO PLANO DE CURO 1. Identificação Curso de Extensão: INTRODUÇÃO AO ITEMA INTELIGENTE Professor Regente: José Carlos Tavares da ilva Carga Horária:

Leia mais

UNISINOS - UNIVERSIDADE DO VALE DO RIO DOS SINOS

UNISINOS - UNIVERSIDADE DO VALE DO RIO DOS SINOS UNISINOS - UNIVERSIDADE DO VALE DO RIO DOS SINOS Curso: Informática Disciplina: Redes Neurais Prof. Fernando Osório E-mail: osorio@exatas.unisinos.br EXEMPLO DE QUESTÕES DE PROVAS ANTIGAS 1. Supondo que

Leia mais

Rede MLP: Perceptron de Múltiplas Camadas

Rede MLP: Perceptron de Múltiplas Camadas Rede MLP: Perceptron de Múltiplas Camadas Conteúdo. Neurônio artificial.... Eemplos mais usuais de funções de ativação... 3 3. Produto interno e projeção... 5 4. Função de epansão ortogonal... 7 5. Redes

Leia mais

Classificação de pacientes com transtorno de dislexia usando Redes Neurais Artificiais

Classificação de pacientes com transtorno de dislexia usando Redes Neurais Artificiais Classificação de pacientes com transtorno de dislexia usando Redes Neurais Artificiais Raimundo José Macário Costa Programa de Engenharia de Sistemas, COPPE/UFRJ E-mail: macario@cos.ufrj.br Telma Silveira

Leia mais

MÉTODOS DE PREVISÃO USANDO A SÉRIE ECONOMÉTRICA DE NELSON-PLOSSER: UM ESTUDO COMPARATIVO

MÉTODOS DE PREVISÃO USANDO A SÉRIE ECONOMÉTRICA DE NELSON-PLOSSER: UM ESTUDO COMPARATIVO MÉTODOS DE PREVISÃO USANDO A SÉRIE ECONOMÉTRICA DE NELSON-PLOSSER: UM ESTUDO COMPARATIVO Pedro Paulo Balestrassi EFEI Escola Federal de Engenharia de Itajubá - e-mail: pedro@eps.ufsc.br Robert Wayne Samohyl

Leia mais

As fases na resolução de um problema real podem, de modo geral, ser colocadas na seguinte ordem:

As fases na resolução de um problema real podem, de modo geral, ser colocadas na seguinte ordem: 1 As notas de aula que se seguem são uma compilação dos textos relacionados na bibliografia e não têm a intenção de substituir o livro-texto, nem qualquer outra bibliografia. Introdução O Cálculo Numérico

Leia mais

FERRAMENTA COMPUTACIONAL PARA PROJETOS DE REDES NEURAIS ARTIFICIAIS UTILIZANDO LINGUAGEM GRÁFICA

FERRAMENTA COMPUTACIONAL PARA PROJETOS DE REDES NEURAIS ARTIFICIAIS UTILIZANDO LINGUAGEM GRÁFICA FERRAMENTA COMPUTACIONAL PARA PROJETOS DE REDES NEURAIS ARTIFICIAIS UTILIZANDO LINGUAGEM GRÁFICA Hugo da Silva Bernardes Gonçalves hugo.bernardes@gmail.com IFSP Instituto Federal de Ciência e Tecnologia

Leia mais

PREVISÃO DE TEMPERATURA ATRAVÉS DE REDES NEURAIS ARTIFICIAIS

PREVISÃO DE TEMPERATURA ATRAVÉS DE REDES NEURAIS ARTIFICIAIS PREVISÃO DE TEMPERATURA ATRAVÉS DE REDES NEURAIS ARTIFICIAIS Alexandre Pinhel Soares 1 André Pinhel Soares 2 Abstract : The temperature monitoring is a quasi-continuous and judicious task that gives a

Leia mais

Estudos para Localização de Faltas em Redes Subterrâneas Integrando o Software PSCAD/EMTDC e Ferramentas Inteligentes

Estudos para Localização de Faltas em Redes Subterrâneas Integrando o Software PSCAD/EMTDC e Ferramentas Inteligentes 1 Estudos para ização de Faltas em Redes Subterrâneas Integrando o Software PSCAD/EMTDC e Ferramentas Inteligentes D. S. Gastaldello, A. N. Souza, H. L. M. do Amaral, M. G. Zago e C. C. O. Ramos Resumo--

Leia mais

OBJETIVOS. Aplicar técnicas de inteligência artificial na solução de problemas de controle e automação. EMENTA

OBJETIVOS. Aplicar técnicas de inteligência artificial na solução de problemas de controle e automação. EMENTA Curso: ENGENHARIA ELÉTRICA Unidade Curricular: INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL Professor(es): HANS ROLF KULITZ Período Letivo: OPTATIVA Carga Horária: 30 h TEÓRICAS E 30 h PRÁTICA OBJETIVOS Geral: Aplicar técnicas

Leia mais

Ajuste de modelos de redes neurais artificiais na precipitação pluviométrica mensal

Ajuste de modelos de redes neurais artificiais na precipitação pluviométrica mensal Ajuste de modelos de redes neurais artificiais na precipitação pluviométrica mensal 1 Introdução Antonio Sergio Ferraudo 1 Guilherme Moraes Ferraudo 2 Este trabalho apresenta estudos de série de precipitação

Leia mais

O USO DE REDES NEURAIS E REGRESSÃO LINEAR MÚLTIPLA NA ENGENHARIA DE AVALIAÇÕES: DETERMINAÇÃO DOS VALORES VENAIS DE IMÓVEIS URBANOS

O USO DE REDES NEURAIS E REGRESSÃO LINEAR MÚLTIPLA NA ENGENHARIA DE AVALIAÇÕES: DETERMINAÇÃO DOS VALORES VENAIS DE IMÓVEIS URBANOS O USO DE REDES NEURAIS E REGRESSÃO LINEAR MÚLTIPLA NA ENGENHARIA DE AVALIAÇÕES: DETERMINAÇÃO DOS VALORES VENAIS DE IMÓVEIS URBANOS Marisa Baptistella Universidade Federal do Paraná UFPR Programa de Pós-Graduação

Leia mais

UMA ABORDAGEM DE PODA PARA MÁQUINAS DE APRENDIZADO EXTREMO VIA ALGORITMOS GENÉTICOS

UMA ABORDAGEM DE PODA PARA MÁQUINAS DE APRENDIZADO EXTREMO VIA ALGORITMOS GENÉTICOS UMA ABORDAGEM DE PODA PARA MÁQUINAS DE APRENDIZADO EXTREMO VIA ALGORITMOS GENÉTICOS Alisson S. C. Alencar, Ajalmar R. da Rocha Neto Departamento de Computação, Instituto Federal do Ceará (IFCE). Programa

Leia mais

MEDIÇÃO VIRTUAL DE PRESSÃO POR MEIO DE REDES NEURAIS ATRAVÉS DO PI ACE

MEDIÇÃO VIRTUAL DE PRESSÃO POR MEIO DE REDES NEURAIS ATRAVÉS DO PI ACE Seminário Regional OSIsoft do Brasil 2010 São Paulo, Brasil MEDIÇÃO VIRTUAL DE PRESSÃO POR MEIO DE REDES NEURAIS ATRAVÉS DO PI ACE 28 de Outubro de 2010 André Paulo Ferreira Machado PETROBRAS Empowering

Leia mais

Plataforma Analítica para Inteligência de Negócios

Plataforma Analítica para Inteligência de Negócios Plataforma Analítica para Inteligência de Negócios Carlos André Reis Pinheiro, D.Sc. Gerente de Desenho de Aplicações Predição de abandono Rede Neural Artificial (MLP) para predição de abandono Precisão

Leia mais

Redes Neurais Utilizadas na Detecção de Intrusões em Redes de Computadores

Redes Neurais Utilizadas na Detecção de Intrusões em Redes de Computadores Redes Neurais Utilizadas na Detecção de Intrusões em Redes de Computadores Jessica Nancy Salas Poveda Engenharia Elétrica Universidade Presbiteriana Mackenzie São Paulo SP 01302-907 Brasil e Paulo Alves

Leia mais

Aprendizagem de Máquina

Aprendizagem de Máquina Aprendizagem de Máquina Professor: Rosalvo Ferreira de Oliveira Neto Disciplina: Inteligência Artificial Tópicos 1. Definições 2. Tipos de aprendizagem 3. Paradigmas de aprendizagem 4. Modos de aprendizagem

Leia mais

CONTROLE DE POSIÇÃO DE MANIPULADOR ELETROPNEUMÁTICO COM REDES NEURAIS ARTIFICIAIS

CONTROLE DE POSIÇÃO DE MANIPULADOR ELETROPNEUMÁTICO COM REDES NEURAIS ARTIFICIAIS CONTROLE DE POSIÇÃO DE MANIPULADOR ELETROPNEUMÁTICO COM REDES NEURAIS ARTIFICIAIS JOSÉ L. N. SILVA¹, JOSIAS G. BATISTA¹, JOSÉ R. M. F. FILHO¹, GEORGE A. P. THɲ. 1. Instituto Federal de Ciência e Tecnologia

Leia mais

Uso de Materiais de Referência

Uso de Materiais de Referência Uso de Materiais de Referência Ricardo Rezende Zucchini Célia Omine Iamashita IPT Divisão de Química Agrupamento de Materiais de Referência Introdução Série de guias ISO sobre Materiais de Referência ABNT

Leia mais

Análise de Tendências de Mercado por Redes Neurais Artificiais

Análise de Tendências de Mercado por Redes Neurais Artificiais Análise de Tendências de Mercado por Redes Neurais Artificiais Carlos E. Thomaz 1 e Marley M.B.R. Vellasco 2 1 Departamento de Engenharia Elétrica (IAAA), FEI, São Paulo, Brasil 2 Departamento de Engenharia

Leia mais

CONTROLE PI-NEURAL APLICADO A UM SISTEMA DE VAZÃO

CONTROLE PI-NEURAL APLICADO A UM SISTEMA DE VAZÃO CONTROLE PI-NEURAL APLICADO A UM SISTEMA DE VAZÃO LUCAS H. S. DE ANDRADE 1, CRISTIANO M. AGULHARI 1, ALESSANDRO GOEDTEL 2 1. Laboratório de Controle e Automação de Sistemas, Universidade Tecnológica Federal

Leia mais

Curso de Redes Neurais utilizando o MATLAB

Curso de Redes Neurais utilizando o MATLAB Curso de Redes Neurais utilizando o MATLAB Victoria Yukie Matsunaga Belém-Pará-Brasil 2012 Esta apostila tem como principal objetivo fornecer um material de auxílio ao Curso de Redes Neurais utilizando

Leia mais

ESTUDO DA DINÂMICA POPULACIONAL DE UM VÍRUS COMPUTACIONAL

ESTUDO DA DINÂMICA POPULACIONAL DE UM VÍRUS COMPUTACIONAL ESTUDO DA DINÂMICA POPULACIONAL DE UM VÍRUS COMPUTACIONAL Aluno: João Henrique Carneiro Orientador: Carlos Frederico Palmeira Introdução Foi feito um estudo sobre dinâmica populacional a fim de buscar

Leia mais

Relatório da Aula Prática sobre Redes Neurais Artificiais

Relatório da Aula Prática sobre Redes Neurais Artificiais Relatório da Aula Prática sobre Redes Neurais Artificiais Instituto de Informática UFRGS Carlos Eduardo Ramisch Cartão: 134657 INF01017 Redes Neurais e Sistemas Fuzzy Porto Alegre, 16 de outubro de 2006.

Leia mais

Análise e visualização de dados utilizando redes neurais artificiais auto-organizáveis

Análise e visualização de dados utilizando redes neurais artificiais auto-organizáveis Análise e visualização de dados utilizando redes neurais artificiais auto-organizáveis Adriano Lima de Sá Faculdade de Computação Universidade Federal de Uberlândia 20 de junho de 2014 Adriano L. Sá (UFU)

Leia mais

Análise de Regressão. Tópicos Avançados em Avaliação de Desempenho. Cleber Moura Edson Samuel Jr

Análise de Regressão. Tópicos Avançados em Avaliação de Desempenho. Cleber Moura Edson Samuel Jr Análise de Regressão Tópicos Avançados em Avaliação de Desempenho Cleber Moura Edson Samuel Jr Agenda Introdução Passos para Realização da Análise Modelos para Análise de Regressão Regressão Linear Simples

Leia mais

MODELAGEM DO CUSTO MARGINAL DA ENERGIA ELÉTRICA EM FUNÇÃO DO NÍVEL DE ARMAZENAMENTO NOS RESERVATÓRIOS

MODELAGEM DO CUSTO MARGINAL DA ENERGIA ELÉTRICA EM FUNÇÃO DO NÍVEL DE ARMAZENAMENTO NOS RESERVATÓRIOS SNPTEE SEMINÁRIO NACIONAL DE PRODUÇÃO E TRANSMISSÃO DE ENERGIA ELÉTRICA GOP - 17 16 a 21 Outubro de 2005 Curitiba - Paraná GRUPO IX GRUPO DE ESTUDO DE OPERAÇÃO DE SISTEMAS ELÉTRICOS - GOP MODELAGEM DO

Leia mais