MANUAL DE PROCESSOS INF03 - ACOMPANHAR PROJETO DE OBRA

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "MANUAL DE PROCESSOS INF03 - ACOMPANHAR PROJETO DE OBRA"

Transcrição

1 MANUAL DE PROCESSOS INF03 - ACOMPANHAR PROJETO DE OBRA

2 SUMÁRIO GLOSSÁRIO (SIGLAS, SIGNIFICADOS)... Erro! Indicador não definido. I. OBJETIVO DO PROCESSO... 5 II. ÁREAS ENVOLVIDAS... 5 III. DESCRIÇÃO DAS ATIVIDADES... 5 IV. LEGISLAÇÃO APLICÁVEL... 8

3 GLOSSÁRIO (SIGLAS, SIGNIFICADOS) EBSERH: Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares; OS: Ordem de Serviço; COMISSÃO DE FISCALIZAÇÃO: Grupo de funcionários do Hospital e da empresa contratada responsável pela execução da obra com o objetivo de estabelecer diretrizes para a fiscalização da obra e executar a fiscalização propriamente dita; TERMO DE RECEBIMENTO PROVISÓRIO: Instrumento pelo qual a obra é oficialmente recebida para fins de avaliação e apontamento de ajustes finais, obedecendo as demais diretrizes impostas pelo artigo 73 da Lei nº 8666/93; TERMO DE RECEBIMENTO DEFINITIVO: Instrumento pelo qual a obra é oficialmente entregue pela empresa terceira contratada para a execução do serviço, obedecendo as demais diretrizes impostas pelo artigo 73 da Lei nº 8666/93.

4 CONTROLE DE VERSÕES VERSÃO RESPONSÁVEL DATA DE ALTERAÇÃO HISTÓRICO DE ALTERAÇÃO Versão 1.0 Escritório de Processos e Projetos do HC/UFTM Filial Ebserh/ SGPTI 21/01/2016 Versão 2.0 Versão 3.0 CONTROLE DE APROVAÇÕES EXECUÇÃO Escritório de Processos e Projetos do HC/UFTM Filial Ebserh/ SGPTI VALIDAÇÃO APROVAÇÃO

5 I. OBJETIVO DO PROCESSO obra. Este processo garante o acompanhamento e a fiscalização da execução de um projeto de II. ÁREAS ENVOLVIDAS ATOR SETOR DE INFRAESTRUTURA FÍ- SICA PARTICIPANTES ; Equipe do Setor de Administração; do Setor de Infraestrutura Física; Comissão de Fiscalização; Engenheiro do Setor de ; Setor Jurídico III. DESCRIÇÃO DAS ATIVIDADES 1 # ATIVIDADES PARTICIPANTES REGRAS DE NEGÓCIO Ao receber contrato de execução de obra, a Infraestrutura Física abre ordem de serviço e a ENCAMINHAR Ordem de Serviço à encaminha à Empresa Contratada para empresa contratada a execução da obra, informando a data de início da execução da obra. 2 RECEBER cheque calção da empresa contratada Administração, A Infraestrutura Física recebe o cheque calção da empresa contratada, conforme estabelecido no edital de contratação da empresa. 3 VERIFICAR pedido de medição Chefe do Setor de Encaminhado o ofício de solicitação de medição pelo Setor de Administração, o Chefe do Setor de Infraestrutura Física avalia o pedido de medição da empresa contratada de acordo com a planilha orçamentária da obra e com o cronograma físico financeiro. Esta planilha e o cronograma, inclusive, servem de base para atualização de status das obras, quando solicitada pela Direção do Hospital ou da EB- SERH. 4 AVALIAR "in loco" Comissão de Fiscali- A Comissão de Fiscalização, junta-

6 pedido de medição zação mente com o Engenheiro do setor de infraestrutura física avalia "in loco" se a medição solicitada corresponde com a realidade e se estão de acordo com o cronograma físico financeiro. 5 REALIZAR alinhamento da medição Engenheiro do Setor de Infraestrutura Física, Comissão de Fiscalização Caso sejam identificadas não conformidades na medição, a Comissão de Fiscalização, o engenheiro do Setor de realiza uma reunião de alinhamento da medição com a empresa contratada para a execução. O objetivo da reunião é definir o valor que será medido e registrado como atividade realizada na planilha de acompanhamento das medições da obra. 6 SOLICITAR nota fiscal à empresa contratada No valor definido para a medição, a Equipe de Infraestrutura solicita a nota fiscal à empresa contratada, para que possa ser efetuado o pagamento. O valor solicitado inicialmente pode variar para mais ou para menos, mediante os testes, medições e cálculos realizados pela Comissão de Fiscalização. 7 PAGAR Fornecedor Processo de Interface Recebido o processo de pagamento do Setor de Infraestrutura, o Setor de Administração realiza o processo de pagamento ao fornecedor. 8 VERIFICAR evolução da obra Comissão de Fiscalização, Equipe do Setor de Infraestrutura Física, Setor jurídico A Comissão de Fiscalização e a Equipe do Setor de, juntamente com o setor Jurídico, verificam o prazo de execução da obra no contrato e avalia "in loco" a evolução da obra. Em alguns casos, a empresa preenche o diário de obra e o fiscal assina no fim do dia, verificando o trabalho realizado. 9 AVALIAR pedido de aditivo de contrato Setor jurídico Caso o contrato esteja próximo do fim e haja a necessidade de aditivo ou que haja a necessidade de aditivo ao longo da obra, o Engenheiro do Setor de e a Comissão de Fiscalização encaminham a solicitação

7 de aditivo para a Gerência Administrativa e para o Setor Jurídico para a avaliação do pedido de aditivo. 10 AGUARDAR próxima medição, Comissão de Fiscalização Caso o pedido de aditivo tenha sido aprovado, a Comissão de Fiscalização e a Infraestrutura Física aguardam o envio da próxima medição pela empresa contratada. 11 AVALIAR situação de Recebimento Provisório Chefe do Setor de, Comissão de Fiscalização, Equipe do Setor de Infraestrutura Física Caso o contrato esteja próximo do fim, e não exista a necessidade de aditivo aguarda-se a solicitação do termo de recebimento provisório da obra da empresa contratada. Com o termo em mão, o engenheiro do Setor de Infraestrutura Física e a comissão de fiscalização analisam as informações atualizadas no cronograma físico-financeiro e verifica "in loco" todas as pendências para a finalização da obra, executando os devidos testes elétricos, hidráulicos, sanitários, entre outros, e registrando as pendências em uma lista específica para conhecimento da equipe terceirizada. A comissão de fiscalização e a Infraestrutura Física, então, definem com o construtor um dia para fazer nova inspeção na obra e verificar o cumprimento das pendências, com os demais engenheiros responsáveis. 12 AVALIAR situação de Recebimento Definitivo Chefe do Setor de Infraestrutura, Comissão de Fiscalização, Equipe do Setor de Infraestrutura Física Recebida da empresa contratada a solicitação do Termo de Recebimento Definitivo da obra, a Comissão de Fiscalização, o Chefe do Setor de Infraestrutura Física e a Equipe do Setor de verificam "in loco" se ainda há pendências a serem finalizadas. Caso esteja de acordo, a Comissão de Recebimento Definitivo carimba e assina o Termo, atestando o cumprimento das exigências para a finalização da obra. 13 ENCAMINHAR medição final para pagamento A Infraestrutura Física recebe o processo de medição via despacho com a solicitação de me-

8 dição final do contrato, executa as atividades de avaliação do pedido e encaminha para pagamento. 14 DEVOLVER cheque calção para a empresa contratada Administração, A Infraestrutura Física devolve o cheque calção, recebido no início da obra, à Empresa Contratada. IV. LEGISLAÇÃO APLICÁVEL ARTIGO 73 DA LEI Nº 8666/93: Institui procedimentos para o recebimento provisório e definitivo da obra.

MANUAL DE PROCESSOS ENG04 - REALIZAR MANU- TENÇÃO PREVENTIVA EQ. MÉDICO-HOSPITALARES

MANUAL DE PROCESSOS ENG04 - REALIZAR MANU- TENÇÃO PREVENTIVA EQ. MÉDICO-HOSPITALARES MANUAL DE PROCESSOS ENG04 - REALIZAR MANU- TENÇÃO PREVENTIVA EQ. MÉDICO-HOSPITALARES SUMÁRIO GLOSSÁRIO (SIGLAS, SIGNIFICADOS)... Erro! Indicador não definido. I. OBJETIVO DO PROCESSO... 5 II. ÁREAS ENVOLVIDAS...

Leia mais

MANUAL DE PROCESSOS AMB07A - PROVER EXA- MES DE IMAGEM AO PACIEN- TE AMBULATORIAL

MANUAL DE PROCESSOS AMB07A - PROVER EXA- MES DE IMAGEM AO PACIEN- TE AMBULATORIAL MANUAL DE PROCESSOS AMB07A - PROVER EXA- MES DE IMAGEM AO PACIEN- TE AMBULATORIAL SUMÁRIO GLOSSÁRIO (SIGLAS, SIGNIFICADOS)... 3 I. OBJETIVO DO PROCESSO... 5 II. ÁREAS ENVOLVIDAS... 5 III. DESCRIÇÃO DAS

Leia mais

GO ALINHAMENTO ESTRATÉGICO

GO ALINHAMENTO ESTRATÉGICO Versão 01 - Página 1/24 PROCESSO: Acompanhamento e controle das obras nas sedes do MP-GO PROCEDIMENTO: Acompanhamento e controle das obras nas sedes do MP- GO ALINHAMENTO ESTRATÉGICO Objetivo estratégico:

Leia mais

PROCESSO DE COMPRAS Revisão: 01 Página 1 de 8

PROCESSO DE COMPRAS Revisão: 01 Página 1 de 8 PROCEDIMENTO PR 7.02 PROCESSO DE COMPRAS Revisão: 01 Página 1 de 8 1. HISTÓRICO DE REVISÕES DATA REVISÃO RESUMO DE ALTERAÇÕES 20/08/2013 00 Emissão inicial 24/09/2014 01 Adequação da sistemática do processo

Leia mais

Aprovado por Márcia Rangel

Aprovado por Márcia Rangel Unidade Processo Universidade Federal da Bahia Pró-Reitoria de Desenvolvimento de Pessoas Realização de Eventos por Edital de Pregão Sistema de Desenvolvimento Institucional PO - Procedimento Operacional

Leia mais

PROCEDIMENTO DE CONTRATOS

PROCEDIMENTO DE CONTRATOS PAG.: 1 de 7 1. OBJETIVO: Estabelecer procedimentos para elaboração, análise, validação e controle dos contratos firmados pela Portobello para a aquisição de bens e serviços. 2. RESPONSABILIDADES: Este

Leia mais

MANUAL DE PROCEDIMENTOS AVALIAR DESEMPENHO DE CONTRATADA

MANUAL DE PROCEDIMENTOS AVALIAR DESEMPENHO DE CONTRATADA MP080.100.030.160.040 1/11 MANUAL DE PROCEDIMENTOS AVALIAR DESEMPENHO DE CONTRATADA ESTA FOLHA ÍNDICE INDICA EM QUE REVISÃO ESTÁ CADA FOLHA NA EMISSÃO CITADA R. 0 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 R. 0 1 2

Leia mais

Unidade: Centro de Educação a Distância MANUAL DE PROCEDIMENTOS Nº: Manual de Instruçao - Autorizar Liberação de ValoresAutorizar Liberação de Valores

Unidade: Centro de Educação a Distância MANUAL DE PROCEDIMENTOS Nº: Manual de Instruçao - Autorizar Liberação de ValoresAutorizar Liberação de Valores 1/15 ESTA FOLHA ÍNDICE INDICA EM QUE REVISÃO ESTÁ CADA FOLHA NA EMISSÃO CITADA FL/R. 0 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 FL/R. 0 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 01 26 02 27 03 28 04 29 05 30 06 31 07 32 08 33

Leia mais

MANUAL DE CONTRATOS PÚBLICOS

MANUAL DE CONTRATOS PÚBLICOS 2013 MANUAL DE CONTRATOS PÚBLICOS UNIPAMPA Pró-Reitoria de Administração 12/02/2013 Este Manual destina-se a orientar sobre procedimentos de contratações de serviços (terceirizados; energia elétrica; entre

Leia mais

Sistema de Desenvolvimento Institucional PO - Procedimento Operacional

Sistema de Desenvolvimento Institucional PO - Procedimento Operacional Unidade Universidade Federal da Bahia Pró-Reitoria de Administração Sistema de Desenvolvimento Institucional PO - Procedimento Operacional Processo Compra por 1 de 6 Glossário de Termos: CATMAT Sistema

Leia mais

Políticas Organizacionais

Políticas Organizacionais Políticas Organizacionais Versão 1.4 Histórico de Revisões Data Versão Descrição Autor 11/10/2012 1.0 Revisão das políticas EPG 26/11/2012 1.1 Revisão do Item de customização EPG 24/10/2013 1.2 Revisão

Leia mais

HISTÓRICO DE REVISÕES

HISTÓRICO DE REVISÕES PÁGINA: 1/8 DIRETORIA DE ADMINISTRAÇÃO DIRAD ÁREAS SGT/ QUALIDADE CÓDIGO DE CLASSIFICAÇÃO DO DOCUMENTO 010 TíTULO: Capacitar Servidores Planejamento Anual ELABORADO EM:22/06/2016 REVISADO EM:15/07/2016

Leia mais

Normatizar o procedimento para contratação de mão-de-obra terceirizada ou demais serviços de duração de 12 ou 60 meses

Normatizar o procedimento para contratação de mão-de-obra terceirizada ou demais serviços de duração de 12 ou 60 meses Unidade Universidade Federal da Bahia Pró-Reitoria de Administração Sistema de Desenvolvimento Institucional PO - Procedimento Operacional Processo Contratos de Receita / Autorização de Renovação Identificação

Leia mais

FLUXO DE PROCEDIMENTOS PARA SOLICITAÇÕES ESPECÍFICAS PARA PROGRAMAS/ PROJETOS COM FINANCIAMENTO EXTERNO

FLUXO DE PROCEDIMENTOS PARA SOLICITAÇÕES ESPECÍFICAS PARA PROGRAMAS/ PROJETOS COM FINANCIAMENTO EXTERNO FLUXO DE PROCEDIMENTOS PARA SOLICITAÇÕES ESPECÍFICAS PARA PROGRAMAS/ PROJETOS COM FINANCIAMENTO EXTERNO 1. OBJETO Contratação de Serviço Terceiro Pessoa Física para os seguintes projetos/programas: -Projetos,

Leia mais

Código Revisão Área Aprovação Data Página PS 12 3 Gestão Diretor Técnico 17/04/2017 1

Código Revisão Área Aprovação Data Página PS 12 3 Gestão Diretor Técnico 17/04/2017 1 PS 12 3 Gestão Diretor Técnico 17/04/2017 1 1. OBJETIVO Estabelecer uma sistemática para análise das causas de não conformidades e implementação de ações corretivas, com o intuito de eliminar a reincidência

Leia mais

Sistema de Desenvolvimento Institucional PO - Procedimento Operacional

Sistema de Desenvolvimento Institucional PO - Procedimento Operacional Unidade Universidade Federal da Bahia Pró-Reitoria de Administração Sistema de Desenvolvimento Institucional PO - Procedimento Operacional Processo PO/PROAD/CMP/ 1 de 10 Glossário de Termos e Siglas AGU

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PIAUÍ PREFEITURA UNIVERSITÁRIA SOLICITAÇÃO DE PROJETOS Projeto de Arquitetura e Engenharia

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PIAUÍ PREFEITURA UNIVERSITÁRIA SOLICITAÇÃO DE PROJETOS Projeto de Arquitetura e Engenharia UNIVERSIDADE FEDERAL DO PIAUÍ PREFEITURA UNIVERSITÁRIA SOLICITAÇÃO DE PROJETOS Projeto de Arquitetura e Engenharia COMO SOLICITAR UM PROJETO? Para solicitações de projetos de arquitetura e engenharia,

Leia mais

Versão: 1 Início de Vigência: Instrumento de Aprovação: Despacho ANEEL nº 1.578, de 14 de outubro de 2005

Versão: 1 Início de Vigência: Instrumento de Aprovação: Despacho ANEEL nº 1.578, de 14 de outubro de 2005 Procedimento de Comercialização Versão: 1 Início de Vigência: Instrumento de Aprovação: Despacho AEEL nº 1.578, de 14 de outubro de 2005 CÓDIGO ÍDICE 1. APROVAÇÃO...3 2. HISTÓRICO DE REVISÕES...3 3. PROCESSO

Leia mais

PO - Procedimento Operacional Revisão: 02 Folha: 1 de 6

PO - Procedimento Operacional Revisão: 02 Folha: 1 de 6 PO - Procedimento Operacional Revisão: 02 Folha: 1 de 6 1. OBJETIVO Orientar a condução dos processos de de forma a garantir a uniformidade e eficiência dos procedimentos, ferramentas e técnicas utilizadas,

Leia mais

DECRETO RIO Nº DE 30 DE JUNHO DE 2017 (PUBLICADO NO DO DE 03/07/2017) O PREFEITO DA CIDADE DO RIO DE JANEIRO, no uso de suas atribuições legais,

DECRETO RIO Nº DE 30 DE JUNHO DE 2017 (PUBLICADO NO DO DE 03/07/2017) O PREFEITO DA CIDADE DO RIO DE JANEIRO, no uso de suas atribuições legais, DECRETO RIO Nº 43378 DE 30 DE JUNHO DE 2017 (PUBLICADO NO DO DE 03/07/2017) Dispõe sobre a estrutura organizacional da Empresa Pública de Saúde do Rio de Janeiro S.A. - RIOSAÚDE. O PREFEITO DA CIDADE DO

Leia mais

Pró-Reitoria de Administração

Pró-Reitoria de Administração Altera a /IFTM nº 01, de 13 de Pág.1/7 NORMA OPERACIONAL/IFTM Nº 03 DE 03 DE ABRIL DE 2012 Altera a /IFTM nº 01, de 13 de O REITOR DO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO TRIÂNGULO MINEIRO,

Leia mais

DISPÕE SOBRE O RECEBIMENTO, CONFERÊNCIA E ACEITAÇÃO DOS MATERIAIS DE CONSUMO E PERMANENTE NO ÂMBITO DO INSTITUTO FEDERAL CATARINENSE CAMPUS FRAIBURGO.

DISPÕE SOBRE O RECEBIMENTO, CONFERÊNCIA E ACEITAÇÃO DOS MATERIAIS DE CONSUMO E PERMANENTE NO ÂMBITO DO INSTITUTO FEDERAL CATARINENSE CAMPUS FRAIBURGO. DISPÕE SOBRE O RECEBIMENTO, CONFERÊNCIA E ACEITAÇÃO DOS MATERIAIS DE CONSUMO E PERMANENTE NO ÂMBITO DO INSTITUTO FEDERAL CATARINENSE CAMPUS FRAIBURGO. Responsável pela elaboração: Douglas Carlesso FRAIBURGO/SC

Leia mais

Sistema de Desenvolvimento Institucional PO - Procedimento Operacional

Sistema de Desenvolvimento Institucional PO - Procedimento Operacional Unidade Universidade Federal da Bahia Pró-Reitoria de Administração Sistema de Desenvolvimento Institucional PO - Procedimento Operacional Processo Nº de folha 1 de 8 Glossário de Siglas e Termos CATMAT

Leia mais

Sistema de Desenvolvimento Institucional PO - Procedimento Operacional

Sistema de Desenvolvimento Institucional PO - Procedimento Operacional Unidade Universidade Federal da Bahia Pró-Reitoria de Administração Sistema de Desenvolvimento Institucional PO - Procedimento Operacional Processo PO/PROAD/CMP/ 1 de 6 Glossário de Termos: CATMAT Sistema

Leia mais

Sistema de Desenvolvimento Institucional PO - Procedimento Operacional

Sistema de Desenvolvimento Institucional PO - Procedimento Operacional Unidade Universidade Federal da Bahia Pró-Reitoria de Administração Sistema de Desenvolvimento Institucional PO - Procedimento Operacional Processo 1 de 6 Glossário de Termos: AGU Advocacia Geral da União

Leia mais

CONTROLE DE EQUIPAMENTOS DE INSPEÇÃO, MEDIÇÃO E ENSAIOS DO LABORATÓRIO DE RADIOMETRIA AMBIENTAL PO-LRA

CONTROLE DE EQUIPAMENTOS DE INSPEÇÃO, MEDIÇÃO E ENSAIOS DO LABORATÓRIO DE RADIOMETRIA AMBIENTAL PO-LRA 1 Objetivo Este procedimento estabelece métodos para controle e calibração de equipamentos de inspeção, medição e ensaios. 2 Campo de Aplicação Aplica-se ao Laboratório de Radiometria Ambiental do Centro

Leia mais

FOLHA DE CONTROLE DE DOCUMENTOS

FOLHA DE CONTROLE DE DOCUMENTOS FOLHA DE COTROLE DE DOCUMETO 1) IDETIFICAÇÃO Código do documento PG-CRPq-0901 Revisão 03 Data 26/09/2016 Título GERECIAMETO DA PRODUÇÃO E FORECIMETO DE ERVIÇO Classificação Ostensivo n o de páginas 03

Leia mais

CellBus Plano de Gerenciamento de Qualidade Versão (1.3)

CellBus Plano de Gerenciamento de Qualidade Versão (1.3) CellBus Plano de Gerenciamento de Qualidade Versão (1.3) HISTÓRICO DE ALTERAÇÕES Data Versão Descrição Autor 24/09/2016 1.0 Criação do Documento Cibellie Adrianne 27/09/2016 1.1 Modificações e Alterações

Leia mais

HISTÓRICO DE REVISÕES

HISTÓRICO DE REVISÕES PÁGINA: 1/13 DIRETORIA DE ADMINISTRAÇÃO DIRAD ÁREAS SIEX/ QUALIDADE CÓDIGO DE CLASSIFICAÇÃO DO DOCUMENTO 010 TíTULO: EXPORTAR SEM COBERTURA CAMBIAL ELABORADO EM: 10/02/2014 REVISADO EM: 12/03/2014 APROVADO

Leia mais

PROGRAMA DE LIVROS Fluxo de Aquisição Centralizada Pregão

PROGRAMA DE LIVROS Fluxo de Aquisição Centralizada Pregão INÍCIO Envio de e mail às Unidades, solicitando planilhas preenchidas Prepara Planilha e encaminha ao DT/SIBi Consolida dados das Planilhas recebidas, prepara os lotes p/ o pregão e encaminha à Reitoria

Leia mais

NORMA. INSPEÇÃO DE SEGURANÇA DO TRABALHO PALAVRAS-CHAVE Segurança do Trabalho, Inspeção, Ocorrências

NORMA. INSPEÇÃO DE SEGURANÇA DO TRABALHO PALAVRAS-CHAVE Segurança do Trabalho, Inspeção, Ocorrências TÍTULO NORMA CÓDIGO T.01.07 APROVAÇÃO DEX-549ª REVISÃO 01 INSPEÇÃO DE SEGURANÇA DO TRABALHO PALAVRAS-CHAVE Segurança do Trabalho, Inspeção, Ocorrências PÁG 1 / 7 DATA 16/06/2015 DATA 02/12/2015 SUMÁRIO

Leia mais

Submódulo Recuperação de indicadores de desempenho em faixas de alerta ou insatisfatória na perspectiva da manutenção

Submódulo Recuperação de indicadores de desempenho em faixas de alerta ou insatisfatória na perspectiva da manutenção Submódulo 16.4 Recuperação de indicadores de desempenho em faixas de alerta ou insatisfatória na perspectiva da manutenção Rev. Nº. Motivo da revisão Data de aprovação pelo ONS Data e instrumento de aprovação

Leia mais

Licitações e Gestão de Contratos Administrativos

Licitações e Gestão de Contratos Administrativos Licitações e Gestão de Contratos Administrativos Por: José Luiz Lima Abreu 1 A RESPONSABILIDADE DO GESTOR NA EXECUÇÃO CONTRATUAL LEI 8.666 Art. 67 A execução do contrato deverá ser acompanhada e fiscalizada

Leia mais

Procedimento Operacional Padrão. Recrutamento, Seleção e Contratação de Pessoal. Responsável: Gerente de Recursos Humanos Revisado em: 16/09/2016

Procedimento Operacional Padrão. Recrutamento, Seleção e Contratação de Pessoal. Responsável: Gerente de Recursos Humanos Revisado em: 16/09/2016 Objetivos Estabelecer conceitos, responsabilidades, critérios e procedimentos relacionados à captação, seleção e contratação de pessoal de forma interna e/ou externa. Glossário R&S (Recrutamento e Seleção):

Leia mais

REGIMENTO DA COMISSÃO PERMANENTE DE PADRONIZAÇÃO DE MATERIAIS MÉDICO-HOSPITALARES DO HOSPITAL UNIVERSITÁRIO ANTONIO PEDRO

REGIMENTO DA COMISSÃO PERMANENTE DE PADRONIZAÇÃO DE MATERIAIS MÉDICO-HOSPITALARES DO HOSPITAL UNIVERSITÁRIO ANTONIO PEDRO UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE HOSPITAL UNIVERSITÁRIO ANTONIO PEDRO COMISSÃO PERMANENTE DE PADRONIZAÇÃO DE MATERIAIS MÉDICO-HOSPITALARES REGIMENTO DA COMISSÃO PERMANENTE DE PADRONIZAÇÃO DE MATERIAIS MÉDICO-HOSPITALARES

Leia mais

ORGANOGRAMA DA GERÊNCIA DE ADMINISTRAÇÃO ESCOLAR

ORGANOGRAMA DA GERÊNCIA DE ADMINISTRAÇÃO ESCOLAR ORGANOGRAMA DA GERÊNCIA DE ADMINISTRAÇÃO ESCOLAR Gerência Estagiário Apoio Administrativo Assistente Acompanhamento dos Recursos do PDDE e suas ações da rede estadual Programas e Convênios Estaduais Gestão

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 261. Pôr em vigência, a partir da presente data, as NORMAS PARA

RESOLUÇÃO Nº 261. Pôr em vigência, a partir da presente data, as NORMAS PARA RESOLUÇÃO Nº 261 PÕE EM VIGÊNCIA AS NORMAS PARA AFASTAMENTO DE DOCENTES PARA DOUTORADO SANDUÍCHE E ESTÁGIO DE PÓS-DOUTORADO O Reitor da Universidade Católica de Pelotas, no uso de suas atribuições, considerando

Leia mais

Submódulo Coleta de dados de medição para faturamento

Submódulo Coleta de dados de medição para faturamento Submódulo 12.4 Coleta de dados de medição para faturamento Rev. Nº. Motivo da revisão Data de aprovação pelo ONS Data e instrumento de aprovação pela ANEEL 0.0 0.1 0.2 Este documento foi motivado pela

Leia mais

PQ /04/

PQ /04/ PQ.06 03 02/04/2013 1-5 1. OBJETIVO Estabelecer sistematica para o processo de solicitação, análise crítica e preparação para a avaliação da conformidade. 2. DEFINIÇÕES Modelo de Avaliação da Conformidade:

Leia mais

PROCESSO SELETIVO EDITAL Nº 01/201 7 CRESCER CONSULTORIAS

PROCESSO SELETIVO EDITAL Nº 01/201 7 CRESCER CONSULTORIAS ANEXO VI DAS ATRIBUIÇÕES GERAIS DOS CARGOS PERFIL DE COMPETÊNCIAS E DESEMPENHO CARGO ANALISTA / FUNÇÃO ANALISTA DE COOPERATIVISMO E MONITORAMENTO Missão do Cargo: Desenvolver atividades técnicas e prestar

Leia mais

Manual simplificado para as Contratações de Soluções de TI

Manual simplificado para as Contratações de Soluções de TI Manual simplificado para as Contratações de Soluções de TI Comissão para implementação da IN 04/2010 Portaria do Reitor 2.381/2013 Março de 2014 Versão 1.0 O presente documento constitui-se em instrumento

Leia mais

TERMO DE ABERTURA PROJETO PONTOCOB

TERMO DE ABERTURA PROJETO PONTOCOB TERMO DE ABERTURA PROJETO PONTOCOB Finalidade: Aplicabilidade: Controle do Documento: Esse documento contempla o Planejamento do Escopo do projeto PontoCob. Este documento é aplicável a todos os integrantes

Leia mais

DIAGRAMA DE LEITURA DO FLUXOGRAMA DAS ATIVIDADES DE ESTÁGIO

DIAGRAMA DE LEITURA DO FLUXOGRAMA DAS ATIVIDADES DE ESTÁGIO DIAGRAMA DE LEITURA DO FLUXOGRAMA DAS ATIVIDADES DE LEGENDA, COM CORES, PARA IDENTIFICAR AS AÇÕES NO FLUXOGRAMA NÚMERO DA PÁGINA ONDE SE ENCONTRA O PROCEDIMENTO Mnnnnnnnnnnnnnnnnnn Zccccccccccc AÇÕES VINCULADAS

Leia mais

PROCEDIMENTOS INTERNOS PROCEDIMENTO DE AVALIAÇÃO E CADASTRO DE FORNECEDORES

PROCEDIMENTOS INTERNOS PROCEDIMENTO DE AVALIAÇÃO E CADASTRO DE FORNECEDORES Código: PCO-02 PROCEDIMENTOS INTERNOS Área Responsável: Suprimentos Data Elaboração: 17/01/2013 Revisão: 20/01/16 - R03 Elaborado por: Gilson Cesar Gerente de Suprimentos Revisado por: Reinaldo Santos

Leia mais

VALIDAÇÃO DE FORNECEDORES

VALIDAÇÃO DE FORNECEDORES 1 de 5 PROTOCOLO Data de Emissão: Histórico de Revisão / Versões Data Versão/Revisões Descrição Autor 1.00 Proposta inicial ATO, VSC, LAS 1 Objetivo Estabelecer uma comissão e um fluxo de trabalho para

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL CONSELHO REGIONAL DE ENGENHARIA E AGRONOMIA DO ESTADO DE SÃO PAULO

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL CONSELHO REGIONAL DE ENGENHARIA E AGRONOMIA DO ESTADO DE SÃO PAULO I. Solicitação de Treinamento Coletivo Os gestores poderão solicitar treinamentos para sua equipe que não foram previstos no Programa de Educação Continuada do CREA-SP ou no Programa de Desenvolvimento

Leia mais

Nº Versão/Data: Validade: /10/2015 OUTUBRO/2016 MKT. 02 CRIAÇÃO MACROPROCESSO MARKETING E COMUNICAÇÃO PROCESSO CRIAÇÃO

Nº Versão/Data: Validade: /10/2015 OUTUBRO/2016 MKT. 02 CRIAÇÃO MACROPROCESSO MARKETING E COMUNICAÇÃO PROCESSO CRIAÇÃO 1 de 9 CRIAÇÃO MACROPROCESSO E COMUNICAÇÃO PROCESSO CRIAÇÃO CRIAÇÃO 1. OBJETIVO... 2 2. ABRANGÊNCIA... 2 3. DOCUMENTOS RELACIONADOS... 2 4. PROCEDIMENTOS... 2 4.1 Preenchimento do Formulário... 2 4.2 ANÁLISE

Leia mais

TRIBUNAL DE CONTAS DO ESTADO DE GOIÁS OBRAS ANEXO I DOCUMENTOS E PRAZOS

TRIBUNAL DE CONTAS DO ESTADO DE GOIÁS OBRAS ANEXO I DOCUMENTOS E PRAZOS TIPO Edital DOCUMENTOS DE CITAÇÃO DESCRIÇÃO Fase Interna GEO-OBRAS OBRAS ANEXO I DOCUMENTOS E PRAZOS Planilha de Orçamento elaborada pela Administração (em formato pdf e xls ou similar) Cronograma físico-financeiro

Leia mais

PROCESSO GERENCIAMENTO DE INCIDENTES Versão 1.0 GERÊNCIA CORPORATIVA DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO

PROCESSO GERENCIAMENTO DE INCIDENTES Versão 1.0 GERÊNCIA CORPORATIVA DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO PROCESSO GERENCIAMENTO DE INCIDENTES Versão 1.0 GERÊNCIA CORPORATIVA DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO ÍNDICE 1. INTRODUÇÃO... 3 2. MACROPROCESSO... 4 3. DIAGRAMA DE ESCOPO DO PROCESSO GERENCIAMENTO DE INCIDENTES...

Leia mais

1 Diretoria de Gestão de Tecnologia da Informação (DGTI) - Universidade Federal de Lavras

1 Diretoria de Gestão de Tecnologia da Informação (DGTI) - Universidade Federal de Lavras Descrição do processo de desenvolvimento de software com empresa contratada pela UFLA Bruno da Silva Gonçalves 1, Fernando Elias de Oliveira 1, Ramon Abílio 1 1 Diretoria de Gestão de Tecnologia da Informação

Leia mais

Prazos e condições de entrega de Solicitações de Compra de bens e serviços- Campus São Paulo

Prazos e condições de entrega de Solicitações de Compra de bens e serviços- Campus São Paulo Prazos e condições de entrega de Solicitações de Compra de bens e serviços- Solicitamos especial atenção aos prazos e condições definidos para entrega de pedidos de aquisição de bens e contratações de

Leia mais

Não Conformidade, Ação Corretiva e Ação Preventiva

Não Conformidade, Ação Corretiva e Ação Preventiva 1. HISTÓRICO DE REVISÕES Revisão: 02 Página 1 de 6 DATA REVISÃO RESUMO DE ALTERAÇÕES 20/08/2013 00 Emissão inicial 21/08/2014 01 03/12/2015 02 Definição mais clara da sistemática de tratativa de cargas

Leia mais

Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica Júnior BIC Jr. ADITIVO - EDITAL PIBIC/UFRGS 2016/2017 Educação Básica

Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica Júnior BIC Jr. ADITIVO - EDITAL PIBIC/UFRGS 2016/2017 Educação Básica Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica Júnior BIC Jr. ADITIVO - EDITAL PIBIC/UFRGS 2016/2017 Educação Básica A Universidade Federal do Rio Grande do Sul, por intermédio da Pró-Reitoria

Leia mais

POP Nº XII VISTORIA PRÉVIA

POP Nº XII VISTORIA PRÉVIA Procedimentos Operacionais Padronizados: POP Nº XII VISTORIA PRÉVIA Revisão Adrianne Paixão Silvia Liane Versão 2.0 Procedimentos Operacionais Padronizados: POP Nº XII VISTORIA PRÉVIA Elaboração/Revisão:

Leia mais

Sistema de Desenvolvimento Institucional PO - Procedimento Operacional

Sistema de Desenvolvimento Institucional PO - Procedimento Operacional Unidade Universidade Federal da Bahia Pró-Reitoria de Administração Sistema de Desenvolvimento Institucional PO - Procedimento Operacional Processo 1 de 10 Glossário de Siglas e Termos CATMAT Sistema de

Leia mais

Pró-Reitoria de Administração

Pró-Reitoria de Administração Pág.1/6 NORMA OPERACIONAL/IFTM Nº 02 DE 03 DE ABRIL DE 2012 Dispõe sobre procedimentos relativos à formalização e pagamento dos contratos firmados pelo Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia

Leia mais

DIFISC PROCEDIMENTO ADMINISTRATIVO (PROCEDIMENTO OPERACIONAL PADRÃO) 02/2015

DIFISC PROCEDIMENTO ADMINISTRATIVO (PROCEDIMENTO OPERACIONAL PADRÃO) 02/2015 DIFISC PROCEDIMENTO ADMINISTRATIVO (PROCEDIMENTO OPERACIONAL PADRÃO) 02/2015 PROCEDIMENTOS PARA CONCESSÃO DE REPACTUAÇÃO E REAJUSTE DE PREÇOS EM CONTRATOS COM DEDICAÇÃO EXCLUSIVA DE MÃO DE OBRA PROCEDIMENTO

Leia mais

Procedimento Operacional N⁰ do procedimento: PO 029

Procedimento Operacional N⁰ do procedimento: PO 029 1/ 5 Nº revisão Descrição da Revisão 00 Elaboração inicial do documento 01 Revisão geral do documento Demais envolvidos na análise e aprovação Área / Processo Responsável Rubrica Diretoria de Engenharia

Leia mais

PROCEDIMENTO PARA CELEBRAÇÃO DE CONVÊNIO

PROCEDIMENTO PARA CELEBRAÇÃO DE CONVÊNIO PROCEDIMENTO PARA CELEBRAÇÃO DE CONVÊNIO 1. Abertura de processo pelo COORDENADOR DO PROJETO, sendo juntados os seguintes documentos: 1.1. Ofício de encaminhamento do projeto, assinado por seu COORDENADOR,

Leia mais

Universidade Federal da Bahia. Sistema de Desenvolvimento Institucional PO - Procedimento Operacional. Unidade. Faculdade de Odontologia

Universidade Federal da Bahia. Sistema de Desenvolvimento Institucional PO - Procedimento Operacional. Unidade. Faculdade de Odontologia Unidade Universidade Federal da Bahia Faculdade de Odontologia Sistema de Desenvolvimento Institucional PO - Procedimento Operacional Processo dentárias para disciplinas PO/FOUFBA/Setor de Compras e Nº

Leia mais

INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO PIAUÍ REITORIA DEPARTAMENTO DE SISTEMAS E INFORMAÇÃO

INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO PIAUÍ REITORIA DEPARTAMENTO DE SISTEMAS E INFORMAÇÃO PERGUNTAS E RESPOSTAS - MÓDULO DE PROTOCOLO - SUAP O Departamento de Sistemas e Informação - DSI disponibiliza este guia prático para utilização do módulo de PROTOCOLO do Sistema Unificado de Administração

Leia mais

Universidade Federal da Bahia. Sistema de Desenvolvimento Institucional PO - Procedimento Operacional. Pró-Reitoria de Planejamento e Orçamento

Universidade Federal da Bahia. Sistema de Desenvolvimento Institucional PO - Procedimento Operacional. Pró-Reitoria de Planejamento e Orçamento Unidade Universidade Federal da Bahia Pró-Reitoria de Planejamento e Orçamento Processo Acordos tripartite entre a UFBA Sistema de Desenvolvimento Institucional PO - Procedimento Operacional 1 de 5 Glossário

Leia mais

MANUAL DE PROCESSOS AMB07B - PROVER EXA- MES DE IMAGEM AO PACIEN- TE INTERNADO

MANUAL DE PROCESSOS AMB07B - PROVER EXA- MES DE IMAGEM AO PACIEN- TE INTERNADO MANUAL DE PROCESSOS AMB07B - PROVER EXA- MES DE IMAGEM AO PACIEN- TE INTERNADO SUMÁRIO GLOSSÁRIO (SIGLAS, SIGNIFICADOS)... 3 I. OBJETIVO DO PROCESSO... 5 II. ÁREAS ENVOLVIDAS... 5 III. DESCRIÇÃO DAS ATIVIDADES...

Leia mais

OBJETIVO ESTRATÉGICO 1: Identificar 80% do quadro de pessoal técnico-administrativo da UERJ em 6 meses.

OBJETIVO ESTRATÉGICO 1: Identificar 80% do quadro de pessoal técnico-administrativo da UERJ em 6 meses. SRH - SUPERINTENDÊNCIA DE RECURSOS HUMANOS MISSÃO DA UNIDADE: Promover as políticas de recursos humanos contribuindo para o funcionamento e aprimoramento das atividades desenvolvidas pela Universidade.

Leia mais

Catálogo de Serviços disponíveis ao Corretor MetLife

Catálogo de Serviços disponíveis ao Corretor MetLife Catálogo de Serviços disponíveis ao Corretor MetLife 2015 1 Central de Exclusiva ao Corretor 2 Catálogo de Serviços - ao Corretor Processo > Portal SERVIÇOS ON LINE - PORTAL E CENTRAL DE ATENDIMENTO EXCLUSIVA

Leia mais

Normatizar o procedimento para contratação de mão-de-obra terceirizada ou demais serviços de duração de 12 ou 60 meses

Normatizar o procedimento para contratação de mão-de-obra terceirizada ou demais serviços de duração de 12 ou 60 meses Unidade Universidade Federal da Bahia Pró-Reitoria de Administração Sistema de Desenvolvimento Institucional PO - Procedimento Operacional Processo Nº de folhas 1 de 7 Glossário de Siglas e Termos CCF

Leia mais

Procedimento Operacional Padrão

Procedimento Operacional Padrão Procedimento Operacional Padrão POP/DivGP/002/2016 Capacitação Externa com Ônus Versão 1.0 DivGP Procedimento Operacional Padrão POP/DivGP/002/2016 Capacitação Externa com Ônus Versão 1.0 2016, Ebserh.

Leia mais

Registrar e regularizar os débitos relativos a infrações de trânsito cometidas por motoristas dos veículos oficiais da UFBA.

Registrar e regularizar os débitos relativos a infrações de trânsito cometidas por motoristas dos veículos oficiais da UFBA. Unidade Universidade Federal da Bahia Pró-Reitoria de Administração Sistema de Desenvolvimento Institucional PO - Procedimento Operacional Processo Controle de Multas Nº de folhas 1 de 6 Glossário de Termos

Leia mais

REGRAS DE VENDAS Versão Setembro/2017. (*) Em qualquer situação a Proposta deverá atender ao perfil etário máximo de 37 anos

REGRAS DE VENDAS Versão Setembro/2017. (*) Em qualquer situação a Proposta deverá atender ao perfil etário máximo de 37 anos REGRAS DE VENDAS Versão Setembro/2017 P.M.E. 03 a 99 vidas Formação do Grupo: 03 a 99 vidas Grupo menor de 03 vidas a combinar mediante prévia análise CONDIÇÕES: Mínimo: 01 titular com vínculo formal comprovado.

Leia mais

INSTRUÇÃO 1. OBJETIVO. Descrever o processo de Serviços no DETRAN/SP. 2. PROCEDIMENTO 2.1 DETALHAMENTO DO PROCESSO 1º REGISTRO

INSTRUÇÃO 1. OBJETIVO. Descrever o processo de Serviços no DETRAN/SP. 2. PROCEDIMENTO 2.1 DETALHAMENTO DO PROCESSO 1º REGISTRO SERVIÇOS DETRAN Página: 1/7 1. OBJETIVO Descrever o processo de Serviços no DETRAN/SP. 2. PROCEDIMENTO 2.1 DETALHAMENTO DO PROCESSO 1º REGISTRO 1. Para iniciar o procedimento de 1º registro de veículos

Leia mais

Sistema de Desenvolvimento Institucional PO - Procedimento Operacional

Sistema de Desenvolvimento Institucional PO - Procedimento Operacional Unidade Universidade Federal da Bahia Pró-Reitoria de Graduação Sistema de Desenvolvimento Institucional PO - Procedimento Operacional Processo Identificação Versão Nº de folhas 1 de 5 Glossário de Termos

Leia mais

POLÍTICA CORPORATIVA 2. Vice-Presidência aprovação Vice-Presidência Administrativa, Financeira e Tecnologia. Não Aplicável HISTÓRICO DE REVISÕES

POLÍTICA CORPORATIVA 2. Vice-Presidência aprovação Vice-Presidência Administrativa, Financeira e Tecnologia. Não Aplicável HISTÓRICO DE REVISÕES POLÍTICA DE ATIVOS POLÍTICA CORPORATIVA 2 Área responsável Administrativa Vice-Presidência aprovação Vice-Presidência Administrativa, Financeira e Tecnologia Diretor responsável Vagner de Paula Guzella

Leia mais

Procedimento Operacional Padrão

Procedimento Operacional Padrão Procedimento Operacional Padrão Regras de Segurança para Empresas Prestadoras de Serviços Versão 1.0 SOST Procedimento Operacional Padrão Versão 1.0 2016, Ebserh. Todos os direitos reservados Empresa Brasileira

Leia mais

Diretoria de Governo. Gerência de Negócios com o Setor Público. - Junho/2009 -

Diretoria de Governo. Gerência de Negócios com o Setor Público. - Junho/2009 - Diretoria de Governo Gerência de Negócios com o Setor Público - Junho/2009 - AGENDA OPERAÇÕES DE CRÉDITO Modalidades: PROVIAS CAMINHO DA ESCOLA FLUXO OPERACIONAL MANUAL PARA INSTRUÇÃO DE PLEITOS: PARCERIAS

Leia mais

ADMINISTRATIVO DAS INSPETORIAS FALHAS EM PROCESSUALÍSTICA (A) CONTROLE DE PRAZOS (B)

ADMINISTRATIVO DAS INSPETORIAS FALHAS EM PROCESSUALÍSTICA (A) CONTROLE DE PRAZOS (B) APÊNDICE 1 TIPO DE PROCESSO: CONTROLE ADMINISTRATIVO DAS INSPETORIAS FALHAS EM PROCESSUALÍSTICA (A) CONTROLE DE PRAZOS (B) Versão fevereiro/2017 DESCRIÇÃO DO TIPO DE PROCESSO Nome do Tipo de Processo:

Leia mais

Sistemática para as Aquisições de Bens e Serviços de TIC

Sistemática para as Aquisições de Bens e Serviços de TIC Sistemática para as Aquisições Genivalter Gomes genivaltergomes@cepromat.mt.gov.br Diretoria de Gestão da Informação DGTI João Paulo Carvalho Feitosa joaopaulofeitosa@cepromat.mt.gov.br Unidade de Gestão

Leia mais

Metodologia de Gestão de Desenvolvimento de Sistemas da UFVJM

Metodologia de Gestão de Desenvolvimento de Sistemas da UFVJM ANEXO E METODOLOGIA DE DESENVOLVIMENTO E GERENCIAMENTO DE SISTEMAS E PROPOSTAS DE PADRONIZAÇÃO DA DTI Metodologia de Gestão de Desenvolvimento de Sistemas da UFVJM Objetivo Estabelecer uma Metodologia

Leia mais

PROCESSO GESTÃO DA MUDANÇA Versão 1.0 GERÊNCIA CORPORATIVA DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO

PROCESSO GESTÃO DA MUDANÇA Versão 1.0 GERÊNCIA CORPORATIVA DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO PROCESSO GESTÃO DA MUDANÇA Versão 1.0 GERÊNCIA CORPORATIVA DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO ÍNDICE 1. INTRODUÇÃO... 3 2. MACROPROCESSO... 5 3. DIAGRAMA DE ESCOPO DO PROCESSO GESTÃO DA MUDANÇA... 6 4. PROCESSO

Leia mais

ORDEM DE SERVIÇO N 01/2016 PROAD

ORDEM DE SERVIÇO N 01/2016 PROAD ORDEM DE SERVIÇO N 01/2016 PROAD O Pró-Reitor de Administração da Fundação Universidade Federal de Ciências da Saúde de Porto Alegre UFCSPA, no uso de suas atribuições legais e estatutárias, divulga o

Leia mais

Service Center Manual para Envio de Documentos Fiscais de Serviços

Service Center Manual para Envio de Documentos Fiscais de Serviços Service Center Manual para Envio de Documentos Fiscais de Serviços (01/09/2016) 1 2 Introdução Envio de Documentos Fiscais Objetivo O envio de documentos fiscais de serviços, através do Service Center,

Leia mais

Manual de Regras, Procedimentos e Controles Internos Instrução CVM 558

Manual de Regras, Procedimentos e Controles Internos Instrução CVM 558 1. Objetivo A administração de carteiras de valores mobiliários é o exercício profissional de atividades relacionadas, direta ou indiretamente, ao funcionamento, à manutenção e à gestão de uma carteira

Leia mais

INSTRUÇÃO NORMATIVA 05/17-SEGES/MPDG. Gabriela Pércio

INSTRUÇÃO NORMATIVA 05/17-SEGES/MPDG. Gabriela Pércio INSTRUÇÃO NORMATIVA 05/17-SEGES/MPDG Gabriela Pércio Tratou a contratação pública como processo Incorporou a ideia de planejamento da contratação Incorporou a e gestão de risco Incorporou doutrina, juris

Leia mais

REQUISIÇÃO DE DOCUMENTOS

REQUISIÇÃO DE DOCUMENTOS Data versão inicial: Data versão vigente: 1/6 Unidade de Aplicação: Promotorias de do MP-PR. Objetivo do Processo: Responsável(is) envolvido(s): Secretarias, assessorias e promotores de justiça. Cumprimento

Leia mais

Pró-Reitoria de Administração

Pró-Reitoria de Administração Pág.1/13 NORMA OPERACIONAL/IFTM Nº 02 DE 03 DE ABRIL DE 2012 (Versão Compilada com as alterações e inclusões da /IFTM nº 03/2016) Dispõe sobre procedimentos relativos à formalização, acompanhamento e pagamento

Leia mais

Instruir o processo de orientação, acompanhamento e efetivação da remoção do servidor, por motivo de saúde própria ou de pessoa da família.

Instruir o processo de orientação, acompanhamento e efetivação da remoção do servidor, por motivo de saúde própria ou de pessoa da família. Unidade Processo Universidade Federal da Bahia Pró-Reitoria de Desenvolvimento de Pessoas Sistema de Desenvolvimento Institucional PO - Procedimento Operacional Nº de folhas 1 de 7 Glossário de Siglas

Leia mais

Guia Rápido de Contrato com Fluxo Orçamentário

Guia Rápido de Contrato com Fluxo Orçamentário Guia Rápido de Contrato com Fluxo Orçamentário RMS Software S.A. - Uma Empresa TOTVS Todos os direitos reservados. A RMS Software é a maior fornecedora nacional de software de gestão corporativa para o

Leia mais

Procedimento Operacional Nome do procedimento: Calibração, Aferição, Instrumentação e Ferramentaria Data da Revisão: 24/04/2012

Procedimento Operacional Nome do procedimento: Calibração, Aferição, Instrumentação e Ferramentaria Data da Revisão: 24/04/2012 Data da 1/ 7 Nº revisão Descrição da Revisão 00 Elaboração inicial do documento 01 Alteração dos números dos Registros e inclusão do Item 4 Diretoria de Negócio Vendas Service SGI Qualidade Suprimentos

Leia mais

Manual de Folha de Ponto

Manual de Folha de Ponto T Manual de Folha de Ponto Processos e Conformidade Dezembro/2014 Rev.0 1 SUMÁRIO 1 OBJETIVO...3 2 ABRANGÊNCIA...3 3 DESENHO...4 4 PASSO A PASSO...6 5 FUNÇÕES E RESPONSABILIDADES...9 6 BANCO DE HORAS...10

Leia mais

Nº Pontos: 100 Revisão: 0 Módulo: 1 Laboratório Campo Subgrupo: Sondagem Pasta: 1.2 Nome: Procedimento de Sondagem

Nº Pontos: 100 Revisão: 0 Módulo: 1 Laboratório Campo Subgrupo: Sondagem Pasta: 1.2 Nome: Procedimento de Sondagem Objetivo/Resumo: Este procedimento tem o objetivo de dar uma orientação geral e concisa sobre os serviços de sondagem, desde a solicitação do serviço até o descarte das amostras de campo. 1. Solicitação

Leia mais

Análise de Riscos (ARIS)

Análise de Riscos (ARIS) Análise de s (ARIS) Contratação de solução de impressão para a sede do IBAMA Instituto Brasileiro de Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis IBAMA Planejamento da Contratação de Tecnologia da

Leia mais

POLÍTICA DE CADASTRO. Set.16

POLÍTICA DE CADASTRO. Set.16 POLÍTICA DE CADASTRO Set.16 1. INTRODUÇÃO 3 2. ABRANGÊNCIA 3 3. INCLUSÃO CADASTRAL 4 4. ATUALIZAÇÃO CADASTRAL / RENOVAÇÃO CADASTRAL 6 5. TIPOS DE COTISTAS 8 6. PERFIL DE RISCO SUITABILITY 8 7. ENVIO DE

Leia mais

SEGUE O FLUXO DO PROCESSO

SEGUE O FLUXO DO PROCESSO Profissional DISPONIBILIZAMOS AO SERVIDOR DA CATEGORIA FUNCIONAL TÉCNICO ADMINISTRATIVO O FLUXO DO PROCESSO DE PROGRESSÃO FUNCIONAL POR CAPACITAÇÃO INSTITUÍDO PELA LEI 11.091/05 ATIVIDADE (entrada com

Leia mais

SISTEMA DE GESTÃO DA QUALIDADE IT Instrução de Trabalho

SISTEMA DE GESTÃO DA QUALIDADE IT Instrução de Trabalho BAIXA DE ANOTAÇÃO DE RESPONSABILIDADE TÉCNICA IT. 44 00 1 / 5 1. OBJETIVO Estabelecer diretrizes para solicitação de baixa de Anotação de Responsabilidade Técnica ART. 2. DOCUMENTOS DE REFERÊNCIA IT 01

Leia mais

MANUAL DE PROCESSOS SUP10 - PAGAR FORNECE- DOR

MANUAL DE PROCESSOS SUP10 - PAGAR FORNECE- DOR MANUAL DE PROCESSOS SUP10 - PAGAR FORNECE- DOR SUMÁRIO GLOSSÁRIO (SIGLAS, SIGNIFICADOS)... 3 I. OBJETIVO DO PROCESSO... 5 II. ÁREAS ENVOLVIDAS... 5 III. DESCRIÇÃO DAS ATIVIDADES... 5 IV. LEGISLAÇÃO APLICÁVEL...

Leia mais

RESOLUÇÃO CONSU Nº. 41/2013 DE 16 DE DEZEMBRO DE 2013

RESOLUÇÃO CONSU Nº. 41/2013 DE 16 DE DEZEMBRO DE 2013 RESOLUÇÃO CONSU Nº. 41/2013 DE 16 DE DEZEMBRO DE 2013 A Presidente do Conselho Superior Universitário da Universidade Estadual de Ciências da Saúde de Alagoas, no uso de suas atribuições regimentais, considerando

Leia mais

DPGE - COM ALIENAÇÃO FIDUCIÁRIA DE RECEBÍVEIS CCB - PJ

DPGE - COM ALIENAÇÃO FIDUCIÁRIA DE RECEBÍVEIS CCB - PJ DPGE - COM ALIENAÇÃO FIDUCIÁRIA DE RECEBÍVEIS CCB - PJ I. PROCEDIMENTOS / PROCESSO OPERACIONAL 1) Adesão da IF Associada para a modalidade de DPGE Com Garantia A Instituição Financeira - IF interessada

Leia mais

Manual de Movimentação Cadastral

Manual de Movimentação Cadastral Manual de Movimentação Cadastral 1. Objetivo; 2. Processo; 3. Datas de vigência e datas de cadastro; 4. Cadastro de novo Subestipulante; 4.1 Filiais; 4.2 Prestador de Serviços; 5. Inclusões de Segurados;

Leia mais

MANUAL DE CONTRATAÇÃO E MONITORAMENTO DE AGENTE DE DEPÓSITO PARA FIDCS

MANUAL DE CONTRATAÇÃO E MONITORAMENTO DE AGENTE DE DEPÓSITO PARA FIDCS MANUAL DE CONTRATAÇÃO E MONITORAMENTO DE AGENTE DE DEPÓSITO PARA FIDCS VERSÃO: DEZEMBRO/2015 Índice 1. INTRODUÇÃO... 3 2. PROCESSO DE CONTRATAÇÃO DO AGENTE DE DEPÓSITO... 3 2.1 DA SELEÇÃO... 3 2.2 DOS

Leia mais

Pró-Reitoria de Administração

Pró-Reitoria de Administração Pág.1/8 NORMA OPERACIONAL/IFTM Nº 03 DE 25 DE OUTUBRO DE 2016 Altera a /IFTM n 02, de 03 de abril de 2012. O REITOR DO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO TRIÂNGULO MINEIRO, no uso das

Leia mais

INSTRUÇÃO NORMATIVA N 01 DE 22 DE SETEMBRO DE 2010

INSTRUÇÃO NORMATIVA N 01 DE 22 DE SETEMBRO DE 2010 Ministério da Educação Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul Campus Porto Alegre INSTRUÇÃO NORMATIVA N 01 DE 22 DE SETEMBRO

Leia mais