Nome do Candidato Número de inscrição Assinatura do candidato

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Nome do Candidato Número de inscrição Assinatura do candidato"

Transcrição

1 Nome do Candidato Número de inscrição Assinatura do candidato

2 I N S T R U Ç Õ E S LEIA COM ATENÇÃO 1. Este Caderno de Prova, com páginas numeradas de 1 a 13 é constituído de 40 (quarenta) questões objetivas, cada uma com cinco alternativas, assim distribuídas: 01 a 10 Língua Portuguesa 11 a 40 Conhecimentos Específicos 2. Caso o Caderno de Prova esteja incompleto ou tenha qualquer defeito de impressão, solicite ao fiscal que o substitua. 3. Sobre a Marcação da Folha de Respostas As respostas deverão ser, obrigatoriamente, transcritas com caneta esferográfica de tinta preta não porosa para a Folha de Respostas, que será o único documento válido para correção. Não haverá substituição da Folha de Respostas por erro do candidato Para cada questão existe apenas uma alternativa que a responde acertadamente. Para a marcação da alternativa escolhida na FOLHA DE RESPOSTAS, pinte completamente o campo correspondente. Exemplo: Suponha que para determinada questão a alternativa C seja a escolhida. N.º da Questão A B C D E 3.2. Será invalidada a questão em que houver mais de uma marcação, marcação rasurada ou emendada, ou não houver marcação Não rasure nem amasse a FOLHA DE RESPOSTAS. 4. A duração da prova é de quatro horas, já incluído o tempo destinado ao preenchimento da FOLHA DE RESPOSTAS e a coleta de impressão de digital dos candidatos. 5. Todos os espaços em branco, neste caderno, podem ser utilizados para rascunho. 6. Será permitida a saída de candidatos da sala de prova somente após decorridas duas horas e trinta minutos do início da prova. Nesse caso, o candidato deverá entregar, obrigatoriamente, ao fiscal o Caderno de Prova e a Folha de Respostas. 7. O candidato que insistir em sair da sala de prova antes de transcorridas duas horas e trinta minutos do início da prova deverá assinar Termo de Ocorrência declarando desistência do Concurso. 8. Será permitida a saída de candidatos levando o Caderno de Prova somente após três horas e trinta minutos do início da prova. 9. É vedado ao candidato copiar as marcações feitas na Folha de Respostas. 10. Terminada a prova, o candidato deverá, obrigatoriamente, entregar ao fiscal a FOLHA DE RESPOSTAS.

3 Língua Portuguesa INSTRUÇÃO: Leia atentamente o texto para responder às questões de 01 a 10. Quanto nós merecemos? O ser humano é um animal que deu errado em várias coisas. A maioria das pessoas que conheço, se fizesse uma terapia, haveria de viver melhor. Os problemas podiam continuar ali, mas elas aprenderiam a lidar com eles. Sem querer fazer uma interpretação barata ou subir além do chinelo: como qualquer pessoa que tenha lido Freud e companhia, não raro penso nas rasteiras que o inconsciente nos passa e em quanto nos atrapalhamos por achar que merecemos pouco. Pessoalmente, acho que merecemos muito: nascemos para ser bem mais felizes do que somos, mas nossa cultura, nossa sociedade, nossa família não nos contaram essa história direito. Fomos onerados com contos de ogros sobre culpa, dívida, deveres e... mais culpa. Um psicanalista me disse um dia: Minha profissão ajuda as pessoas a manter a cabeça à tona d água. Milagres acontecem. Nessa tona das águas da vida, por cima da qual nossa cabeça espia se não naufragamos de vez, somos assediados por pensamentos nem sempre muito inteligentes sobre nós mesmos. As armadilhas do inconsciente, que é onde nosso pé derrapa, talvez nos façam vislumbrar nessa fenda obscura um letreiro que diz: Eu não mereço ser feliz. Quem sou eu para estar bem, ter saúde, ter alguma segurança e alegria? Não mereço uma boa família, afetos razoavelmente seguros, felicidade em meio aos dissabores. Nada disso. Não nos ensinaram que Deus faz sofrer a quem ama? Portanto, se algo começa a ir muito bem, possivelmente daremos um jeito que desmorone a não ser que tenhamos aprendido a nos valorizar. Vivemos o efeito de muita raiva acumulada, muito mal-entendido nunca explicado, mágoas infantis, obrigações excessivas e imaginárias. Somos ofuscados pelo danoso mito da mãe santa e da esposa imaculada e do homem poderoso, pela miragem dos filhos mais que perfeitos, do patrão infalível e do governo sempre confiável. Sofremos sob o peso de quanto devemos a todas essas entidades inventadas, pois, afinal, por trás delas existe apenas gente, tão frágil quanto nós. Esses fantasmas nos questionam, mãos na cintura, sobrancelhas iradas: Ué, você está quase se livrando das drogas, está quase conquistando a pessoa amada, está quase equilibrando sua relação com a família, está quase obtendo sucesso, vive com alguma tranquilidade financeira... Será que você merece? Veja lá! Ouvindo isso, assustados réus, num ato nada falho tiramos o tapete de nós mesmos e damos um jeito de nos boicotar coisa que aliás fazemos demais nesta curta vida. Escolhemos a droga em lugar da lucidez e da saúde; nos fechamos para os afetos em lugar de lhes abrir espaço; corremos atarantados em busca de mais dinheiro do que precisaríamos; se vamos bem em uma atividade, ficamos inquietos e queremos trocar; se uma relação floresce, viramos críticos mordazes ou traímos o outro, dando um jeito de podar carinho, confiança ou sensualidade. Se a gente pudesse mudar um pouco essa perspectiva, e não encarar drogas, bebida em excesso, mentira, egoísmo e isolamento como proibidos, mas como uma opção burra e destrutiva, quem sabe poderíamos escolher coisas que nos favorecessem. E não passar uma vida inteira afastando o que poderia nos dar alegria, prazer, conforto ou serenidade. No conflitado e obscuro território do inconsciente, que o velho sábio Freud nos ensinaria a arejar e iluminar, ainda nos consideramos maus meninos e meninas, crianças mal comportadas que merecem castigo, privação, desperdício de vida. Bom, isso também somos nós: um estranho animal que nasceu precisando urgente de conserto. (LUFT, Lya. Quanto nós merecemos? VEJA, 14/12/2009.) 1/13 TECNÓLOGO 2010

4 Questão 01 Qual o ponto de vista defendido pela cronista? [A] O homem, quando atinge a felicidade, inicia a própria derrocada. [B] Somos destinados, por vontade divina, a não atingir nossos objetivos. [C] A distância entre o homem e a consecução de seus objetivos é infinita. [D] Nossa cultura nos faz crer que não somos merecedores de felicidade. [E] Estamos destinados a não conseguir nossos objetivos, se não crermos em um ser superior. Questão 02 A coluna da esquerda apresenta tipos de argumentos e a da direita, exemplos. Numere a coluna da direita de acordo com a da esquerda. 1 Enumeração ( ) como qualquer pessoa que tenha lido Freud e companhia, não raro penso nas rasteiras 2 Testemunho ( ) Vivemos o efeito de muita raiva acumulada, muito malentendido nunca explicado 3 Causa/consequência ( ) Não mereço uma boa família, afetos razoavelmente seguros, felicidade em meio aos dissabores. ( ) Ouvindo isso, assustados réus, num ato nada falho tiramos o tapete de nós mesmos e damos um jeito de nos boicotar Assinale a sequência correta. [A] 2, 3, 1, 3 [B] 2, 1, 1, 3 [C] 3, 2, 1, 2 [D] 3, 1, 2, 1 [E] 1, 3, 3, 2 Questão 03 Sobre os dois últimos parágrafos do texto, que compõem a conclusão, marque V para as afirmativas verdadeiras e F para as falsas. ( ) Sugerem uma proposta de mudar o modo de enfrentar os fatos. ( ) Uma síntese dos argumentos revela o desencanto da cronista. ( ) A cronista atribui a Freud nosso modo de ver os fatos. ( ) O tom bem humorado do final reforça a argumentação. Assinale a sequência correta. [A] V, V, F, F [B] F, F, V, F [C] V, F, F, V [D] F, V, V, V [E] V, F, V, F Questão 04 Assinale a alternativa que apresenta a correlação correta entre a expressão dada e o sentido no texto. [A] onerados em contos de ogros representados por histórias infantis [B] subir além do chinelo ir além do próprio saber [C] onde nosso pé derrapa pensar em falsas esperanças [D] fenda obscura desesperança [E] tiramos o tapete de nós mesmos deixar aflorar dúvidas 2/13 TECNÓLOGO 2010

5 Questão 05 Sobre a postura adotada pela cronista, assinale a afirmativa INCORRETA. [A] Utilizou a primeira pessoa, a exemplo de A maioria das pessoas que conheço, se fizesse uma terapia, haveria de viver melhor. [B] Revelou impressões pessoais sobre o assunto trabalhado no texto. [C] Intencionou motivar o leitor a repensar sua conduta em relação à vida. [D] Defendeu ideias com argumentos coerentes e figuras de linguagem. [E] Analisou com impessoalidade os sentimentos do leitor. Questão 06 No trecho Nessa tona das águas da vida, por cima da qual nossa cabeça espia se não naufragamos de vez, a expressão grifada tem o mesmo sentido de [A] senão. [B] porque. [C] portanto. [D] em lugar de. [E] quando não. Questão 07 A autora critica qual comportamento do ser humano? [A] Impositivo [B] Autossuficiente [C] Respeitoso [D] Autopunitivo [E] Fatalista Questão 08 No trecho Eu não mereço ser feliz. Quem sou eu para estar bem, ter saúde, ter alguma segurança e alegria? Não mereço uma boa família, afetos razoavelmente seguros, felicidade em meio aos dissabores., quais palavras funcionam como adjetivo, por caracterizar uma outra com valor de substantivo? [A] família e afetos [B] seguros e dissabores [C] boa e seguros [D] felicidade e afetos [E] boa e felicidade Questão 09 Uma oração adjetiva restritiva limita a significação do nome a que se refere. Qual alternativa apresenta esse tipo de oração? [A] No conflitado e obscuro território do inconsciente, que o velho sábio Freud nos ensinaria a arejar e iluminar, ainda nos consideramos maus meninos e meninas [B] Ouvindo isso, assustados réus, num ato nada falho tiramos o tapete de nós mesmos e damos um jeito de nos boicotar [C] Os problemas podiam continuar ali, mas elas aprenderiam a lidar com eles. [D] Quem sou eu para estar bem, ter saúde, ter alguma segurança e alegria? [E] se uma relação floresce, viramos críticos mordazes ou traímos o outro, dando um jeito de podar carinho, confiança ou sensualidade. 3/13 TECNÓLOGO 2010

6 Questão 10 Qual palavra, embora seja classificada como advérbio, refere-se à postura da autora sobre o assunto discutido no texto? [A] razoavelmente (linha 16) [B] possivelmente (linha 18) [C] sempre (linha 13) [D] não (linha 16) [E] muito (linha 7) Questão 11 Conhecimentos Específicos Tendo como base o modelo orientado a objetos de desenvolvimento de software, analise as afirmativas. I - Uma classe é a representação (estêncil) de um conjunto de objetos que compartilham a mesma estrutura de atributos, operações e relacionamentos. II - Uma classe especifica a estrutura de dados dos objetos, mas não as suas funcionalidades. III - Cada ocorrência concreta da classe (uma instância) representa um objeto, que possui um estado definido pelos valores de seus atributos num dado momento. IV - Dois objetos da mesma classe terão o mesmo estado quando todos os seus atributos correspondentes (exceto object ID) possuírem valores iguais. Estão corretas as afirmativas [A] I, II e IV, apenas. [B] I, II e III, apenas. [C] I, III e IV, apenas. [D] II, III e IV, apenas. [E] III e IV, apenas. Questão 12 Analise o diagrama de classes construído segundo notações da linguagem de modelagem UML (em português Linguagem de Modelagem Unificada). Com base na interpretação do diagrama, assinale a afirmativa correta. [A] A classe Empregado é uma subclasse da classe Endereco. [B] O método calcularsalario da classe Empregado é concreto. [C] Existe sobrecarga (overload) de métodos nas classes EmpregadoCLT e EmpregadoComissao. [D] As classes EmpregadoCLT e EmpregadoComissao caracterizam uma generalização da classe Empregado. [E] A classe Empregado agrega a classe Endereco. 4/13 TECNÓLOGO 2010

7 INSTRUÇÃO: Analise os trechos de códigos em Java apresentados a seguir para responder às questões 13 e 14. Questão 13 Sobre as classes A e B e a interface I, assinale a afirmativa correta. [A] A classe A implementa a interface I, contudo não atende o contrato estabelecido por esta, pois adiciona outra operação além das já estabelecidas pela interface I. [B] As classes A e B são do tipo I, pois a classe B implementa de forma indireta a interface I. [C] Tanto a classe A, como a classe B usam o recurso de sobrecarga (overload) de métodos como meio de especializar o comportamento dos métodos media() e soma(). [D] A classe A é denominada subclasse de B e a classe B é denominada superclasse de A. [E] O modificador de escopo protected (protegido) usado na classe A define que os atributos x e y serão visíveis somente na classe A. 5/13 TECNÓLOGO 2010

8 Questão 14 Sobre as classes A, B e Principal e a interface I, assinale a afirmativa correta. [A] Na linha 8 da classe Principal, existem erros semânticos e sintáticos, pois não é possível criar instância de objetos a partir de uma interface. [B] Nas linhas 10, 11 e 12 da classe Principal, são feitas sobreposições dos objetos criados na linha 8. [C] O comando de repetição for, presente na classe Principal (linhas 13 a 16), foi escrito incorretamente, pois não define condição de parada. [D] Na linha 8 da classe Principal, é feita a instanciação de quatro objetos do tipo I. [E] As classes A e B implementam comportamento polimórfico e isso fica evidente nas linhas 14 e 15 da classe Principal. Questão 15 As linguagens de programação orientadas a objetos, como Java e C#, incorporaram um elemento de programação denominado Interface. Sobre esse assunto, assinale a afirmativa correta. [A] Em uma interface são especificadas as operações públicas e privadas, sem definir suas implementações, apenas as assinaturas. [B] O tipo de herança promovida pelo uso das interfaces é caracterizado como herança de implementação. [C] A classe que implementa uma interface deve cumprir o contrato estabelecido por ela, fornecendo corpo concreto aos métodos herdados da interface, com exceção das abstratas. [D] Uma classe não pode implementar mais de uma interface, já que essas linguagens não permitem herança múltipla. [E] Por definição, todos os métodos (operações) de uma interface são concretos. Questão 16 Sobre as atividades da fase de Projeto de Software Orientado a Objetos, especificamente da atividade de distribuição de responsabilidade, assinale a afirmativa correta. [A] Classes contendo informações necessárias a um processamento devem delegar a responsabilidade por este processamento para as classes controladoras do sistema. [B] Quanto mais alta a coesão entre classes de um sistema, mais alto será o acoplamento entre essas classes. [C] Uma classe deve assumir a responsabilidade de criar instância de outra quando não agrega objetos da outra, não possui dados de inicialização da outra e não registra instâncias da outra. [D] O quesito acoplamento estabelece que as classes em um sistema Orientado a Objetos devem ter o mínimo de acoplamento possível. [E] Quanto mais acopladas estiverem as classes de um sistema, maior possibilidade de reuso. Questão 17 Sobre a Qualidade de Software, analise as afirmativas. I - Os fundamentos de Qualidade de Software se baseiam em: cultura e ética, valor e custo e modelos de melhoria da qualidade. II - No processo de Gerência de Qualidade de Software, pode-se destacar: verificações e validações, revisões e auditoria e garantia da qualidade. III - Requisitos, caracterização de defeitos, técnicas de gerenciamento e medição da qualidade são critérios práticos da Qualidade de Software. Está correto o que se afirma em [A] I e III, apenas. [B] II e III, apenas. [C] I e II, apenas. [D] I, II e III. [E] III, apenas. 6/13 TECNÓLOGO 2010

9 Questão 18 Levando em consideração a linguagem de programação C#, especificamente os recursos de organização de código-fonte, analise o trecho de código a seguir. Considerando que esse código esteja armazenado em um arquivo denominado Programa1.cs, assinale a afirmativa correta. [A] O namespace C3 usa o recurso de definição de alias para as classes com o objetivo de evitar ambiguidade de nomes de classes. [B] O código apresentado é inconsistente, pois a linguagem C# não permite a definição de mais de um namespace no mesmo arquivo. [C] Na classe Aplicacao, foi utilizado o recurso denominado polimorfismo, pois a partir do objeto ca, é possível chamar o método m1(), tanto da ClasseA, como da ClasseB. [D] O namespace C3 redefine o nome do namespace C1 para ClasseA e do namespace C2 para ClasseB. [E] O código da classe Aplicacao apresentado é inconsistente, pois a ClasseA não existe, logo não pode ser declarado e muito menos instanciado um objeto a partir dela. Questão 19 São ferramentas de e-learning Assíncrono: [A] , Fórum e Blog [B] , Chat e Fórum [C] Videoconferência, e Blog [D] Chat, Fórum e Videoconferência [E] , Chat e Blog 7/13 TECNÓLOGO 2010

10 Questão 20 Levando em consideração a linguagem de programação C#, analise o trecho de código a seguir. Assinale a alternativa que apresenta a sequência correta da saída do programa. [A] primeiro, primeiro, primeiro, primeiro [B] primeiro, quinto, primeiro, quinto [C] quinto, primeiro, quinto, primeiro [D] primeiro, primeiro, quinto, quinto [E] primeiro, quinto, quinto, primeiro Questão 21 A coluna da esquerda apresenta os tipos de teste de software e a da direita, suas caracterizações. Numere a coluna da direita de acordo com a da esquerda. 1- Teste estrutural (caixa branca) 2- Teste funcional (caixa preta) 3- Teste de usabilidade 4- Teste de volume Assinale a sequência correta. [A] 2, 3, 4, 1 [B] 3, 1, 2, 4 [C] 2, 1, 4, 3 [D] 3, 2, 1, 4 [E] 4, 3, 1, 2 ( ) Teste que dá ênfase a: fatores humanos, estética, consistência na interface do usuário, ajuda on-line e contextual, agentes e assistentes, documentação do usuário e treinamento. ( ) São testados os caminhos lógicos através dos softwares, propondo casos de teste que põem à prova conjuntos específicos de condições e/ou laços. ( ) É usado para provar que as funções dos softwares são operacionais, verificando se a entrada é adequadamente aceita e a saída é corretamente produzida. ( ) Destinado a verificar a capacidade dos softwares de lidar com grande quantidade de dados, como entrada e saída no acesso à base de dados. 8/13 TECNÓLOGO 2010

11 Questão 22 Analise o comando em linguagem SQL abaixo. SELECT MEDICOS.NOME FROM MEDICOS INNER JOIN CONSULTAS ON MEDICOS.CODM = CONSULTAS.CODM WHERE CONSULTAS.DATA = 13/05/2003 O resultado desse comando lista [A] os médicos que possuem consultas ou não na data 13 de maio de [B] apenas os médicos que possuem consultas na data 13 de maio de [C] apenas os médicos que não possuem consultas na data 13 de maio de [D] apenas as consultas apresentando o nome do paciente na data 13 de maio de [E] as consultas apresentando o nome do paciente na data 13 de maio de 2003 ou não nesta data. Questão 23 A coluna da esquerda apresenta os tipos da linguagem SQL e a da direita, seus principais comandos. Numere a coluna da direita de acordo com a da esquerda. 1- Linguagem de Manipulação de Dados 2- Linguagem de Definição de Dados 3- Linguagem de Controle Transacional 4- Linguagem de Controle de Dados Assinale a sequência correta. [A] 3, 1, 2, 4 [B] 2, 3, 4, 1 [C] 4, 2, 3, 1 [D] 2, 1, 4, 3 [E] 4, 3, 1, 2 Questão 24 9/13 TECNÓLOGO 2010 ( ) Grant e Revoke ( ) Create, Alter e Drop ( ) Commit e Rollback ( ) Insert, Update e Delete Qual comando em linguagem SQL retorna todas as linhas e colunas da tabela FUNCIONARIO que possui os campos ID_FUNCIONARIO, NOME, SOBRENOME, ID_DEPARTAMENTO, SALARIO? [A] SELECT *.* FROM FUNCIONARIO [B] SELECT % FROM FUNCIONARIO [C] SELECT ALL FROM FUNCIONARIO [D] SELECT * FROM FUNCIONARIO [E] SELECT ID_FUNCIONARIO, NOME, SOBRENOME, ID_DEPARTAMENTO FROM FUNCIONARIO Questão 25 Analise o comando em linguagem SQL abaixo. SELECT F.F_NOME FROM FUNCIONARIO F, TRABALHA T WHERE F.N_ FUNCIONARIO = T.N_ FUNCIONARIO AND T.N_PROJETO = 1 GROUP BY F.N_ FUNCIONARIO, F.F_NOME HAVING SUM(T.HORAS) > 10 O resultado desse comando lista todos os funcionários envolvidos [A] em qualquer projeto e que possuam mais de 10 horas trabalhadas em pelo menos um deles. [B] no projeto 1 e que possuam a soma de todas as horas trabalhadas nele. [C] em qualquer projeto exceto o projeto 1 e que possuam mais de 10 horas trabalhadas nesses projetos. [D] em qualquer projeto e mostra a soma de todas as horas trabalhadas nesses projetos. [E] no projeto 1 e que possuam mais de 10 horas trabalhadas nele.

12 Questão 26 Analise o algoritmo escrito em português estruturado. Algoritmo N2 Var Cont, Cont2: inteiro nome : vetor[1..10] de cadeia nota: vetor[1..10] de real Ordena, M1, Total : real Nomeaux: cadeia Inicio Total<- 0 Para Cont de 1 ate 10 passo 1 faça Leia( nome[cont], nota[cont]) Total <- Total +nota[cont] Fim_para M1 <- Total/Cont Para Cont de 1 ate 10 passo 1 faça se nota[cont+1] > nota[cont] então Ordena <- nota[cont+1] nota[cont+1] <- nota[cont] nota[cont] <- Ordena Nomeaux <- nome[cont+1] nome [Cont+1] <- nome [Cont] nome [Cont] <- Nomeaux Fim_se Se Cont = 9 então Para Cont2 de 1 ate 9 passo 1 faça se nota[cont2+1] > nota[cont2] então Cont <- 1 Fim_se Fim_para Fim_se Fim_para Escreva ( Nota1 : nome[1], nota[1]) Escreva ( Nota2 : nome[10], nota[10]) Escreva ( Nota3 :,M1) Fim_algoritmo Sobre o algoritmo dado, assinale a afirmativa correta. [A] Calcula a média de 10 alunos, mostra no final o nome do aluno com a maior nota e o nome do aluno com a menor nota, além da média das notas de todos os alunos. [B] Mostra a menor e a maior nota de 10 alunos e a média dessas notas. [C] Mostra as notas de 10 alunos de forma ordenada. [D] Mostra o primeiro e o último aluno inseridos e suas respectivas notas, além de suas médias. [E] Mostra 10 notas de 10 alunos e calcula no final a maior nota do primeiro aluno e a menor nota do último aluno, além de sua média. Questão 27 Considerando a metodologia de gerenciamento de projetos SCRUM, assinale a afirmativa correta. [A] Toda arquitetura do sistema é modelada no primeiro sprint. [B] Cada projeto possui apenas um sprint. [C] Em cada sprint são implementadas as funcionalidades prioritárias. [D] Participa do sprint somente o cliente. [E] Cada sprint tem duração de, no mínimo, 3 meses. 10/13 TECNÓLOGO 2010

13 Questão 28 Sobre o Ambiente Virtual de Aprendizagem Moodle, marque V para as afirmativas verdadeiras e F para as falsas. ( ) É disponibilizado livremente por licença GNU-GPL. ( ) Os cursos Moodle podem ser configurados somente em formato Social e Semanal. ( ) Permite, dentre outros recursos para o desenvolvimento de atividades, pesquisa de opinião, trabalho com revisão e avaliação de cursos. Assinale a sequência correta. [A] V, F, V [B] V, V, V [C] V, F, F [D] F, V, V [E] F, V, F Questão 29 Analise as expressões lógicas abaixo. I - p q (p q) ~(p q) II - (p q) r p (q r) III - p (q r) (p q) (q r) Está correto o que se afirma em [A] I, II e III. [B] II e III, apenas. [C] I e II, apenas. [D] III, apenas. [E] II, apenas. Questão 30 Considerando a API JDBC de manipulação de banco de dados da linguagem Java, analise o trecho de código. Sobre o trecho de código, assinale a afirmativa correta. [A] O comando Class.forName("com.microsoft.jdbc.sqlserver.SQLServerDriver") realiza a conexão com o banco de dados, por meio do driver de conexão. [B] O método preparecall retorna um objeto do tipo CallableStatement, usado para executar diretamente gatilhos (triggers) armazenados em um banco de dados. [C] O método preparecall retorna um objeto do tipo CallableStatement, usado para executar um gatilho (trigger) chamado p1, com um parâmetro de saída e quatro de entrada. [D] O método preparecall retorna um objeto do tipo CallableStatement, usado para executar um procedimento (procedure) chamado p1, com um parâmetro de saída e quatro de entrada. [E] O método preparecall retorna um objeto do tipo CallableStatement, usado para executar um procedimento (procedure) chamado p1, com um parâmetro de entrada e quatro de saída. 11/13 TECNÓLOGO 2010

14 Questão 31 Em relação ao mecanismo de manipulação de banco de dados ADO.NET, marque V para as afirmativas verdadeiras e F para as falsas. ( ) A classe Connection é responsável por fazer a conexão com o banco de dados; para isso, é necessário definir a propriedade ConnectionString com as informações da conexão. ( ) A classe Command é usada para executar comandos em SQL no banco de dados conectado; o método ExecuteNonQuery dessa classe executa comandos de consulta (Select). ( ) A classe DataReader é usada para receber os resultados do método ExecuteNonQuery da Classe Command, permitindo acessar as linhas e colunas por meio de seu método Read(). ( ) A classe DataSet representa uma base de dados em memória contendo uma ou mais tabelas (DataTables). Assinale a sequência correta. [A] V, F, F, V [B] F, F, V, V [C] V, V, F, F [D] F, V, F, V [E] V, F, F, F Questão 32 Assinale a alternativa que apresenta unicamente ferramentas voltadas para automatizar as atividades de gerenciamento de projetos. [A] Jira, Netbeans e Doxygen. [B] Trac, Hibernate e Eclipse. [C] Subversion, Mantis e Doxygen. [D] CVS, Doxygen e Subversion. [E] Jira, Trac e Mantis. Questão 33 Sobre Sistemas Gerenciadores de Banco de Dados (SGBD), assinale a afirmativa correta. [A] SGBD relacional é aquele que trabalha com conjunto de objetos. [B] SGBD relacional é aquele que trabalha com tabelas. [C] SGBD orientado a objetos trabalha com conjunto de dados chamados registros. [D] SGBD relacional é aquele que identifica suas tuplas somente por um campo chamado chave. [E] SGBD orientado a objetos é aquele que representa herança por meio de tabelas hierárquicas. Questão 34 No comando CREATE TABLE, é permitido incluir restrições sobre os dados. Sobre restrições, assinale a afirmativa correta. [A] A PRIMARY KEY é aplicada somente em um campo da tabela. [B] A FOREIGN KEY cria índice na tabela referenciada. [C] A PRIMARY KEY é aplicada somente em campos numéricos. [D] A UNIQUE cria implicitamente um índice. [E] A UNIQUE é aplicada somente em campos numéricos. Questão 35 Sobre comandos Data Definition Language (DDL), assinale a afirmativa correta. [A] Abrem uma nova transação e cancelam a transação ativa. [B] Cancelam a transação ativa. [C] Confirmam automaticamente a transação ativa. [D] Não afetam o dicionário de dados. [E] Só podem afetar um registro por vez. 12/13 TECNÓLOGO 2010

15 Questão 36 Na arquitetura cliente/servidor, o SGBD atua como servidor e responde requisições do programa cliente. Nesse contexto, assinale a afirmativa correta. [A] A conexão do cliente com o servidor é feita somente em máquinas diferentes. [B] Para garantir a segurança da comunicação, a conexão é feita somente por protocolo SSL. [C] Para conectar-se ao servidor, o cliente precisa antes acessar o dicionário de dados. [D] Para cada conexão o servidor abre duas sessões, uma para receber e uma para enviar os dados. [E] Para cada conexão é aberta uma sessão no servidor. Questão 37 Assinale a alternativa que apresenta uma técnica usada para prototipar a interface de um sistema Web. [A] Wireframe de site web [B] Firewire de site web [C] Wireless de site web [D] Framewire de site web [E] Wirefire de site web Questão 38 Sobre requisitos de software, assinale a afirmativa correta. [A] Requisitos lógicos são suficientes para especificar o sistema. [B] Requisitos funcionais são os únicos a serem especificados. [C] Requisitos não funcionais são externos e devem ser desprezados na especificação do sistema. [D] Requisitos funcionais e não funcionais devem ser especificados. [E] Requisitos lógicos não devem ser especificados. Questão 39 Analise o comando em SQL abaixo. CREATE INDEX MEUINDICE ON LOJA (NOME) UNIQUE DESCENDING; Sobre o comando dado, assinale a afirmativa correta. [A] É criado um índice que permite que nomes repetidos possam ser cadastrados na tabela Loja. [B] É criado um índice baseado no campo nome da tabela Loja. [C] O índice criado na tabela Loja é organizado em ordem decrescente e permite cadastrar nomes repetidos. [D] O índice criado não permite a inclusão de novos nomes. [E] O índice criado indexa somente os registros existentes e não é usado por novos registros. Questão 40 Em relação ao gerenciamento ágil de projetos, assinale a afirmativa correta. [A] A documentação é mais importante que o produto pronto. [B] A interação com o cliente não é priorizada. [C] O produto pronto é mais importante que a documentação. [D] As mudanças nos requisitos não são permitidas. [E] O produto é entregue somente após todos os requisitos serem implementados. 13/13 TECNÓLOGO 2010

Considerando-se a especificação de requisitos de um software, é INCORRETO afirmar que esse documento

Considerando-se a especificação de requisitos de um software, é INCORRETO afirmar que esse documento QUESTÕES DE TI QUESTÃO 16 Considerando-se o número de pontos de função para a estimativa do tamanho de um software, é INCORRETO afirmar que, na contagem de pontos, leva-se em consideração A) as compilações

Leia mais

Faculdade Pitágoras 16/08/2011. Curso Superior de Tecnologia: Banco de Dados Sistemas para Internet

Faculdade Pitágoras 16/08/2011. Curso Superior de Tecnologia: Banco de Dados Sistemas para Internet Faculdade Pitágoras Curso Superior de Tecnologia: Banco de Dados Sistemas para Internet Disciplina: Banco de Dados Prof.: Fernando Hadad Zaidan SQL A linguagem SQL é responsável por garantir um bom nível

Leia mais

Faculdade Pitágoras. Curso Superior de Tecnologia: Banco de Dados. Disciplina: Banco de Dados Prof.: Fernando Hadad Zaidan SQL

Faculdade Pitágoras. Curso Superior de Tecnologia: Banco de Dados. Disciplina: Banco de Dados Prof.: Fernando Hadad Zaidan SQL Faculdade Pitágoras Curso Superior de Tecnologia: Banco de Dados Disciplina: Banco de Dados Prof.: Fernando Hadad Zaidan SQL A linguagem SQL é responsável por garantir um bom nível de independência do

Leia mais

UNIVERSIDADE VEIGA DE ALMEIDA CURSO DE BACHARELADO EM CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM PROCESSAMENTO DE DADOS BANCO DE DADOS

UNIVERSIDADE VEIGA DE ALMEIDA CURSO DE BACHARELADO EM CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM PROCESSAMENTO DE DADOS BANCO DE DADOS CURSO DE BACHARELADO EM CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM PROCESSAMENTO DE DADOS CLAUDIO RIBEIRO DA SILVA MARÇO 1997 2 1 - CONCEITOS GERAIS DE 1.1 - Conceitos Banco de Dados - Representa

Leia mais

Exercícios de Lógica Exercícios de Fixação 08

Exercícios de Lógica Exercícios de Fixação 08 Exercícios Exercícios de Lógica Exercícios de Fixação 08 1. A linguagem SQL apresenta uma série de comandos que permitem a definição dos dados, chamada de DDL (Data Definition Language). Assinale a alternativa

Leia mais

Faculdade Lourenço Filho - ENADE 2011-1

Faculdade Lourenço Filho - ENADE 2011-1 1. Quando se constrói um banco de dados, define-se o modelo de entidade e relacionamento (MER), que é a representação abstrata das estruturas de dados do banco e seus relacionamentos. Cada entidade pode

Leia mais

BANCO DE DADOS. info 3º ano. Prof. Diemesleno Souza Carvalho diemesleno@iftm.edu.br www.diemesleno.com.br

BANCO DE DADOS. info 3º ano. Prof. Diemesleno Souza Carvalho diemesleno@iftm.edu.br www.diemesleno.com.br BANCO DE DADOS info 3º ano Prof. Diemesleno Souza Carvalho diemesleno@iftm.edu.br www.diemesleno.com.br BANCO DE DADOS Unidade 1 - Introdução Dados; Banco de Dados; Base de Dados; Projeto de Banco de Dados.

Leia mais

SQL Structured Query Language

SQL Structured Query Language Janai Maciel SQL Structured Query Language (Banco de Dados) Conceitos de Linguagens de Programação 2013.2 Structured Query Language ( Linguagem de Consulta Estruturada ) Conceito: É a linguagem de pesquisa

Leia mais

Introdução à Banco de Dados. Nathalia Sautchuk Patrício

Introdução à Banco de Dados. Nathalia Sautchuk Patrício Introdução à Banco de Dados Nathalia Sautchuk Patrício Histórico Início da computação: dados guardados em arquivos de texto Problemas nesse modelo: redundância não-controlada de dados aplicações devem

Leia mais

PHP INTEGRAÇÃO COM MYSQL PARTE 1

PHP INTEGRAÇÃO COM MYSQL PARTE 1 INTRODUÇÃO PHP INTEGRAÇÃO COM MYSQL PARTE 1 Leonardo Pereira leonardo@estudandoti.com.br Facebook: leongamerti http://www.estudandoti.com.br Informações que precisam ser manipuladas com mais segurança

Leia mais

Banco de Dados. Marcio de Carvalho Victorino www.dominandoti.eng.br. Exercícios SQL

Banco de Dados. Marcio de Carvalho Victorino www.dominandoti.eng.br. Exercícios SQL Banco de Dados Exercícios SQL 1 TRF (ESAF 2006) 32. Analise as seguintes afirmações relacionadas a Bancos de Dados e à linguagem SQL: I. A cláusula GROUP BY do comando SELECT é utilizada para dividir colunas

Leia mais

Banco de Dados. Aula 1 - Prof. Bruno Moreno 16/08/2011

Banco de Dados. Aula 1 - Prof. Bruno Moreno 16/08/2011 Banco de Dados Aula 1 - Prof. Bruno Moreno 16/08/2011 Roteiro Apresentação do professor e disciplina Definição de Banco de Dados Sistema de BD vs Tradicional Principais características de BD Natureza autodescritiva

Leia mais

Comandos de Manipulação

Comandos de Manipulação SQL - Avançado Inserção de dados; Atualização de dados; Remoção de dados; Projeção; Seleção; Junções; Operadores: aritméticos, de comparação,de agregação e lógicos; Outros comandos relacionados. SQL SQL

Leia mais

Banco de Dados. Prof. Antonio

Banco de Dados. Prof. Antonio Banco de Dados Prof. Antonio SQL - Structured Query Language O que é SQL? A linguagem SQL (Structure query Language - Linguagem de Consulta Estruturada) é a linguagem padrão ANSI (American National Standards

Leia mais

Banco de Dados. Maurício Edgar Stivanello

Banco de Dados. Maurício Edgar Stivanello Banco de Dados Maurício Edgar Stivanello Agenda Conceitos Básicos SGBD Projeto de Banco de Dados SQL Ferramentas Exemplo Dado e Informação Dado Fato do mundo real que está registrado e possui um significado

Leia mais

UFCD 787. Administração de base de dados. Elsa Marisa S. Almeida

UFCD 787. Administração de base de dados. Elsa Marisa S. Almeida UFCD 787 Administração de base de dados Elsa Marisa S. Almeida 1 Objectivos Replicação de base de dados Gestão de transacções Cópias de segurança Importação e exportação de dados Elsa Marisa S. Almeida

Leia mais

COMPETÊNCIAS ESPECÍFICAS Compreender e utilizar a linguagem SQL, na construção e manutenção de uma base de dados.

COMPETÊNCIAS ESPECÍFICAS Compreender e utilizar a linguagem SQL, na construção e manutenção de uma base de dados. PLANIFICAÇÃO DA DISCIPLINA DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO 12.ºH CURSO PROFISSIONAL DE TÉCNICO MULTIMÉDIA ANO LECTIVO 2013/2014 6. LINGUAGENS DE PROGRAMAÇÃO IV Pré-requisitos: - Planificar e estruturar bases

Leia mais

BANCO DE DADOS. info 3º ano. Prof. Diemesleno Souza Carvalho diemesleno@iftm.edu.br www.diemesleno.com.br

BANCO DE DADOS. info 3º ano. Prof. Diemesleno Souza Carvalho diemesleno@iftm.edu.br www.diemesleno.com.br BANCO DE DADOS info 3º ano Prof. Diemesleno Souza Carvalho diemesleno@iftm.edu.br www.diemesleno.com.br Na última aula estudamos Unidade 4 - Projeto Lógico Normalização; Dicionário de Dados. Arquitetura

Leia mais

CARGO: PSICÓLOGO. TEXTO: Quanto nós merecemos?

CARGO: PSICÓLOGO. TEXTO: Quanto nós merecemos? CARGO: PSICÓLOGO TEXTO: Quanto nós merecemos? Sem querer fazer uma interpretação barata ou subir além do chinelo: como qualquer pessoa que tenha lido Freud e companhia, não raro penso nas rasteiras que

Leia mais

Banco de Dados. Um momento crucial na organização dos dados é a forma com que cadastramos estes dados, a estrutura de armazenamento que criamos.

Banco de Dados. Um momento crucial na organização dos dados é a forma com que cadastramos estes dados, a estrutura de armazenamento que criamos. Banco de Dados O que é um Banco de Dados? Este assunto é muito vasto, tentaremos resumi-lo para atender as questões encontradas em concursos públicos. Já conhecemos o conceito de dado, ou seja, uma informação

Leia mais

P L A N I F I C A Ç Ã O A N U A L

P L A N I F I C A Ç Ã O A N U A L P L A N I F I C A Ç Ã O A N U A L DEPARTAMENTO: MATEMÁTICA E CIÊNCIAS EXPERIMENTAIS ÁREA DISCIPLINAR: 550 - INFORMÁTICA DISCIPLINA: PSI CURSO: Profissional DE: Téc. de Gestão e Programação de Sist. Informáticos

Leia mais

CONCURSO PÚBLICO EDITAL N o 135/2011 FUNÇÃO: ANALISTA DE INFORMÁTICA ÁREA DE DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS (NOME COMPLETO EM LETRA DE FORMA) INSTRUÇÕES

CONCURSO PÚBLICO EDITAL N o 135/2011 FUNÇÃO: ANALISTA DE INFORMÁTICA ÁREA DE DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS (NOME COMPLETO EM LETRA DE FORMA) INSTRUÇÕES UNIVERSIDADE ESTADUAL DE PONTA GROSSA COMISSÃO PERMANENTE DE SELEÇÃO CONCURSO PÚBLICO EDITAL N o 135/2011 FUNÇÃO: ANALISTA DE INFORMÁTICA ÁREA DE DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS (NOME COMPLETO EM LETRA DE

Leia mais

14/08/2008. Curso Superior de Tecnologia em Banco de Dados Disciplina: Projeto de Banco de Dados Relacional 1 Prof.: Fernando Hadad Zaidan

14/08/2008. Curso Superior de Tecnologia em Banco de Dados Disciplina: Projeto de Banco de Dados Relacional 1 Prof.: Fernando Hadad Zaidan Faculdade INED Curso Superior de Tecnologia em Banco de Dados Disciplina: Projeto de Banco de Dados Relacional 1 Prof.: Fernando Hadad Zaidan 1 Unidade 2 Introdução a SQL 2 Leitura Obrigatória ELMASRI,

Leia mais

1. Identifique-se na parte inferior desta capa. Caso se identifique em qualquer outro local deste caderno, você será eliminado do Concurso.

1. Identifique-se na parte inferior desta capa. Caso se identifique em qualquer outro local deste caderno, você será eliminado do Concurso. 1. Identifique-se na parte inferior desta capa. Caso se identifique em qualquer outro local deste caderno, você será eliminado do Concurso. 2. Este Caderno contém, respectivamente, duas questões discursivas,

Leia mais

INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO CIÊNCIA E TECNOLOGIA FARROPILHA

INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO CIÊNCIA E TECNOLOGIA FARROPILHA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO CIÊNCIA E TECNOLOGIA FARROPILHA CONCURSO PÚBLICO PROVAS OBJETIVAS INFORMÁTICA/PROGRAMAÇÃO DOCENTE Leia atentamente as INSTRUÇÕES: 1. Confira seus dados no cartão resposta:

Leia mais

DESENVOLVIMENTO DE SOFTWARE

DESENVOLVIMENTO DE SOFTWARE VARIAÁ VEL Antes de iniciarmos os comandos referentes a Banco de Dados, precisamos de uma breve descrição técnica sobre Variáveis que serão uma constante em programação seja qual for sua forma de leitura.

Leia mais

Formação em Banco de Dados. Subtítulo

Formação em Banco de Dados. Subtítulo Formação em Banco de Dados Subtítulo Sobre a APTECH A Aptech é uma instituição global, modelo em capacitação profissional, que dispõe de diversos cursos com objetivo de preparar seus alunos para carreiras

Leia mais

APOSTILA BANCO DE DADOS INTRODUÇÃO A LINGUAGEM SQL

APOSTILA BANCO DE DADOS INTRODUÇÃO A LINGUAGEM SQL 1. O que é Linguagem SQL 2. Instrução CREATE 3. CONSTRAINT 4. ALTER TABLE 5. RENAME TABLE 6. TRUCANTE TABLE 7. DROP TABLE 8. DROP DATABASE 1 1. O que é Linguagem SQL 2. O SQL (Structured Query Language)

Leia mais

2008.1. A linguagem SQL

2008.1. A linguagem SQL SQL 2008.1 A linguagem SQL SQL - Structured Query Language. Foi definida nos laboratórios de pesquisa da IBM em San Jose, California, em 1974. Teve seus fundamentos no modelo relacional Sua primeira versão

Leia mais

INTRODUÇÃO À LINGUAGEM SQL CRIAÇÃO DE BANCO DE DADOS E OTIMIZAÇÃO DE CONSULTAS

INTRODUÇÃO À LINGUAGEM SQL CRIAÇÃO DE BANCO DE DADOS E OTIMIZAÇÃO DE CONSULTAS Esclarecimento Licenciamento de Uso Este documento é propriedade intelectual 2012 da NRSYSTEM COMÉRCIO E SERVIÇOS DE INFORMÁTICA LTDA-ME, consiste de uma compilação de diversos materiais entre livros,

Leia mais

C A D E R N O D E P R O V A S

C A D E R N O D E P R O V A S CONCURSO PÚBLICO ASSEMBLEIA LEGISLATIVA DO ESTADO DE MINAS GERAIS C A D E R N O D E P R O V A S CADERNO 3 ESPECIALIDADE: ANALISTA DE SISTEMAS/ÁREA III (SUPORTE TÉCNICO) PROVA: CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS

Leia mais

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE PONTA GROSSA

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE PONTA GROSSA UNIVERSIDADE ESTADUAL DE PONTA GROSSA SECRETARIA MUNICIPAL DE GESTÃO DE RECURSOS HUMANOS CONCURSO PÚBLICO PARA ANALISTA DE SUPORTE 08 DE NOVEMBRO DE 2009... (NOME COMPLETO EM LETRA DE FORMA) INSTRUÇÕES

Leia mais

AULA 2 INTERAÇÃO COM O BANCO DE DADOS

AULA 2 INTERAÇÃO COM O BANCO DE DADOS AULA 2 INTERAÇÃO COM O BANCO DE DADOS BANCO DE DADOS POSTGRESQL O PostgreSQL é um sistema gerenciador de banco de dados dos mais robustos e avançados do mundo. Seu código é aberto e é totalmente gratuito,

Leia mais

Persistindo dados com TopLink no NetBeans

Persistindo dados com TopLink no NetBeans Persistindo dados com TopLink no NetBeans O que é TopLink? O TopLink é uma ferramenta de mapeamento objeto/relacional para Java. Ela transforma os dados tabulares de um banco de dados em um grafo de objetos

Leia mais

Roteiro 2 Conceitos Gerais

Roteiro 2 Conceitos Gerais Roteiro 2 Conceitos Gerais Objetivos: UC Projeto de Banco de Dados Explorar conceitos gerais de bancos de dados; o Arquitetura de bancos de dados: esquemas, categorias de modelos de dados, linguagens e

Leia mais

BANCO DE DADOS E BUSINESS INTELIGENCE. C/H: 20 horas (20/02, 25/02, 27/02, 04/03, 06/03)

BANCO DE DADOS E BUSINESS INTELIGENCE. C/H: 20 horas (20/02, 25/02, 27/02, 04/03, 06/03) MBA em Gestão de TI MÓDULO: BANCO DE DADOS E BUSINESS INTELIGENCE C/H: 20 horas (20/02, 25/02, 27/02, 04/03, 06/03) PROFESSOR: Edison Andrade Martins Morais prof@edison.eti.br http://www.edison.eti.br

Leia mais

Introdução à Engenharia da Computação. Banco de Dados Professor Machado

Introdução à Engenharia da Computação. Banco de Dados Professor Machado Introdução à Engenharia da Computação Banco de Dados Professor Machado 1 Sistemas isolados Produção Vendas Compras Banco de Dados Produtos... Banco de Dados Produtos... Banco de Dados Produtos... Desvantagens:

Leia mais

Prova de pré-requisito

Prova de pré-requisito Prova de pré-requisito Curso Python e Django 1. Ao se acessar o site www.google.com qual comando e parâmetros são enviados para o servidor pelo navegador? a. GET / b. GET www.google.com c. PAGE index.html

Leia mais

Orientação a Objetos

Orientação a Objetos 1. Domínio e Aplicação Orientação a Objetos Um domínio é composto pelas entidades, informações e processos relacionados a um determinado contexto. Uma aplicação pode ser desenvolvida para automatizar ou

Leia mais

SQL. Prof. Márcio Bueno. {bd2tarde,bd2noite}@marciobueno.com

SQL. Prof. Márcio Bueno. {bd2tarde,bd2noite}@marciobueno.com SQL Prof. Márcio Bueno {bd2tarde,bd2noite}@marciobueno.com Material dos professores Ana Carolina Salgado, Fernando Foncesa e Valéria Times (CIn/UFPE) SQL SQL - Structured Query Language Linguagem de Consulta

Leia mais

CÓDIGO DA VAGA: TP05 QUESTÕES DE MÚLTIPLAS ESCOLHAS

CÓDIGO DA VAGA: TP05 QUESTÕES DE MÚLTIPLAS ESCOLHAS QUESTÕES DE MÚLTIPLAS ESCOLHAS 1. Sistemas de gerenciamento de rede tem sua arquitetura baseada em três componentes principais. São eles: a) Protocolo de gerenciamento, protocolo de monitoramento, segurança.

Leia mais

MSc. Daniele Carvalho Oliveira

MSc. Daniele Carvalho Oliveira MSc. Daniele Carvalho Oliveira AULA 2 Administração de Banco de Dados: MSc. Daniele Oliveira 2 CONCEITOS FUNDAMENTAIS DE BANCO DE DADOS Administração de Banco de Dados: MSc. Daniele Oliveira 3 Conceitos

Leia mais

Prof.: Clayton Maciel Costa clayton.maciel@ifrn.edu.br

Prof.: Clayton Maciel Costa clayton.maciel@ifrn.edu.br Programação com acesso a BD Prof.: Clayton Maciel Costa clayton.maciel@ifrn.edu.br 1 Modelos de Dados, Esquemas e Instâncias 2 Modelos de Dados, Esquemas e Instâncias Modelo de dados: Conjunto de conceitos

Leia mais

2008.1 SQL. Autor: Renata Viegas

2008.1 SQL. Autor: Renata Viegas SQL Autor: Renata Viegas A linguagem SQL SQL - Structured Query Language. Foi definida nos laboratórios de pesquisa da IBM em San Jose, California, em 1974. Teve seus fundamentos no modelo relacional Sua

Leia mais

Sistemas de Informação James A. O Brien Editora Saraiva Capítulo 5

Sistemas de Informação James A. O Brien Editora Saraiva Capítulo 5 Para entender bancos de dados, é útil ter em mente que os elementos de dados que os compõem são divididos em níveis hierárquicos. Esses elementos de dados lógicos constituem os conceitos de dados básicos

Leia mais

PROCEDIMENTOS ARMAZENADOS (Stored Procedures)

PROCEDIMENTOS ARMAZENADOS (Stored Procedures) PROCEDIMENTOS ARMAZENADOS (Stored Procedures) 1. Introdução Stored Procedure é um conjunto de comandos, ao qual é atribuído um nome. Este conjunto fica armazenado no Banco de Dados e pode ser chamado a

Leia mais

Gerenciamento de um Sistema de

Gerenciamento de um Sistema de SBD Gerenciamento de um Sistema de Banco de Dados Prof. Michel Nobre Muza ua michel.muza@ifsc.edu.br Prof. Marcos Antonio Viana Nascimento Por que é importante: Motivação Participar na organização e no

Leia mais

INSTRUÇÕES NÃO SERÃO ACEITAS RECLAMAÇÕES FORMULADAS APÓS O INÍCIO DA PROVA. NÃO ESQUEÇA de assinar a LISTA DE PRESENÇA.

INSTRUÇÕES NÃO SERÃO ACEITAS RECLAMAÇÕES FORMULADAS APÓS O INÍCIO DA PROVA. NÃO ESQUEÇA de assinar a LISTA DE PRESENÇA. INSTRUÇÕES Verifique, com muita atenção, este Caderno de QUESTÕES que deve conter 14 (quatorze) questões, sendo 03 (três) de Língua Portuguesa e 10 (dez) de Conhecimentos Específicos e 1 (uma) questão

Leia mais

A & F Consultoria em Sistemas e Treinamentos 2014 af.tecnoserv@gmail.com. A linguagem SQL. Autor: Hélio de Almeida Fonte: Wikipédia

A & F Consultoria em Sistemas e Treinamentos 2014 af.tecnoserv@gmail.com. A linguagem SQL. Autor: Hélio de Almeida Fonte: Wikipédia A linguagem SQL Autor: Hélio de Almeida Fonte: Wikipédia 1 Structure Query Language O SQL foi desenvolvido originalmente no início dos anos 70 nos laboratórios da IBM em San Jose, dentro do projeto System

Leia mais

Gabarito - Banco de Dados SQL - 30/07/2013 AULA 01

Gabarito - Banco de Dados SQL - 30/07/2013 AULA 01 Gabarito - Banco de Dados SQL - 30/07/2013 AULA 01 1 1- Bancos de dados compreendem desde agendas telefônicas até sistemas computadorizados. (Sim) 2- Só podemos instalar o SQL Server Express se tivermos

Leia mais

Orientação a Objeto e UML Questões 2014 Prof. Felipe Leite

Orientação a Objeto e UML Questões 2014 Prof. Felipe Leite Orientação a Objeto e UML Questões 2014 Prof. Felipe Leite Pessoal, fiz uma coletânea das questões mais recentes de concursos públicos de TODO o Brasil de várias bancas diferentes sobre os assuntos Orientação

Leia mais

UNISA Universidade de Santo Amaro. http://www.unisa.br. Material de Estudo. Módulo I: Básico Banco de dados SQL Server. http://www.unisa-sis.

UNISA Universidade de Santo Amaro. http://www.unisa.br. Material de Estudo. Módulo I: Básico Banco de dados SQL Server. http://www.unisa-sis. UNISA Universidade de Santo Amaro http://www.unisa.br Material de Estudo Módulo I: Básico Banco de dados SQL Server http://www.unisa-sis.info Junho/2010 Objetivo do Workshop Compartilhar e apresentar

Leia mais

EXEMPLOS DE COMANDOS NO SQL SERVER

EXEMPLOS DE COMANDOS NO SQL SERVER EXEMPLOS DE COMANDOS NO SQL SERVER Gerenciando Tabelas: DDL - DATA DEFINITION LANGUAG Criando uma tabela: CREATE TABLE CLIENTES ID VARCHAR4 NOT NULL, NOME VARCHAR30 NOT NULL, PAGAMENTO DECIMAL4,2 NOT NULL;

Leia mais

Integridade dos Dados

Integridade dos Dados 1 Integridade dos Dados Integridade dos Dados Melissa Lemos melissa@inf.puc-rio.br A integridade dos dados é feita através de restrições, que são condições obrigatórias impostas pelo modelo. Restrições

Leia mais

DO BÁSICO AO AVANÇADO PARA MANIPULAÇÃO E OTIMIZAÇÃO DE DADOS. Fábio Roberto Octaviano

DO BÁSICO AO AVANÇADO PARA MANIPULAÇÃO E OTIMIZAÇÃO DE DADOS. Fábio Roberto Octaviano DO BÁSICO AO AVANÇADO PARA MANIPULAÇÃO E OTIMIZAÇÃO DE DADOS Fábio Roberto Octaviano Conceitos da arquitetura Oracle e da Linguagem SQL Recuperar dados por meio de SELECT Criar relatórios de dados classificados

Leia mais

Auxiliar de Serviços Gerais Nível Fundamental Incompleto

Auxiliar de Serviços Gerais Nível Fundamental Incompleto Auxiliar de Serviços Gerais Nível Fundamental Incompleto 15.01.2012 - TARDE LÍNGUA PORTUGUESA TEXTO FALTA PEDREIRO Superinteressante São Paulo, Abril, n. 280 Falta pedreiro, estão reclamando os mestres

Leia mais

Nome: Login: CA: Cidade: UF CARTÃO RESPOSTA QUESTÃO RESPOSTA QUESTÃO RESPOSTA

Nome: Login: CA: Cidade: UF CARTÃO RESPOSTA QUESTÃO RESPOSTA QUESTÃO RESPOSTA ANÁLISE E DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS TURMA 2008 3º PERÍODO - 6º MÓDULO AVALIAÇÃO A2 DATA 02/07/2009 SISTEMAS EMPRESARIAIS Dados de identificação do Acadêmico: Nome: Login: CA: Cidade: UF CARTÃO RESPOSTA

Leia mais

CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS

CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS 9. A respeito da linguagem SQL, das afirmativas abaixo, é INCORRETO afirmar que a) é uma linguagem declarativa, ao contrário das linguagens tradicionais, que são do tipo procedimental. b) é constituída

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA - UFSM COLÉGIO AGRÍCOLA DE FREDERICO WESTPHALEN BANCO DE DADOS II

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA - UFSM COLÉGIO AGRÍCOLA DE FREDERICO WESTPHALEN BANCO DE DADOS II UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA - UFSM COLÉGIO AGRÍCOLA DE FREDERICO WESTPHALEN BANCO DE DADOS II BANCO DE DADOS II AULA 1 Linguagem SQL Linguagem de definição de dados (DDL) DISCIPLINA: Banco de Dados

Leia mais

Curso Superior de Tecnologia em BD Curso Superior de Tecnologia em DAI

Curso Superior de Tecnologia em BD Curso Superior de Tecnologia em DAI Curso Superior de Tecnologia em BD Curso Superior de Tecnologia em DAI Fundamentos de Banco de Dados Aula 01 Introdução aos Sistemas de Bancos de Dados Introdução aos Sistemas de BD Objetivo Apresentar

Leia mais

Introdução Banco de Dados

Introdução Banco de Dados Introdução Banco de Dados Vitor Valerio de Souza Campos Adaptado de Vania Bogorny Por que estudar BD? Os Bancos de Dados fazem parte do nosso dia-a-dia: operação bancária reserva de hotel matrícula em

Leia mais

Fundamentos do Sistema Gerenciador de Banco de Dados

Fundamentos do Sistema Gerenciador de Banco de Dados Fundamentos do Sistema Gerenciador de Banco de Dados Cláudio Luís V. Oliveira Janeiro de 2010 Definição "Um sistema cujo objetivo principal é gerenciar o acesso, a correta manutenção e a integridade dos

Leia mais

Banco de Dados. Profª. Ana Leda

Banco de Dados. Profª. Ana Leda Banco de Dados Profª. Ana Leda Introdução 1 DADO PROCESSAMENTO INFORMAÇÃO 2 Dados x Informação DADO = REPRESENTAÇÃO DE UM FATO, OBJETO, EVENTO, PESSOA, ETC. ENTIDADE = FATO, OBJETO, EVENTO, PESSOA, ETC,

Leia mais

BANCO DE DADOS CONCEITOS BÁSICOS

BANCO DE DADOS CONCEITOS BÁSICOS Universidade Federal da Paraíba UFPB Centro de Energias Alternativas e Renováveis - CEAR Departamento de Eng. Elétrica DEE BANCO DE DADOS CONCEITOS BÁSICOS Isaac Maia Pessoa Introdução O que é um BD? Operações

Leia mais

Python Acessando o Banco de Dados MySQL

Python Acessando o Banco de Dados MySQL Python Acessando o Banco de Dados MySQL ANTONIO SÉRGIO NOGUEIRA PRESIDENTE PRUDENTE SP 2009 1 Sumário 1. Introdução...3 2. Interface MySQL...3 3.Instalando o MySQLdb...3 4.Verificando se o MySQL está instalado...4

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO FEDERAL JUSTIÇA FEDERAL DE PRIMEIRO GRAU Seção Judiciária do Rio Grande do Norte Rua Dr. Lauro Pinto, nº 245, Lagoa Nova, Natal/RN

PODER JUDICIÁRIO FEDERAL JUSTIÇA FEDERAL DE PRIMEIRO GRAU Seção Judiciária do Rio Grande do Norte Rua Dr. Lauro Pinto, nº 245, Lagoa Nova, Natal/RN PODER JUDICIÁRIO FEDERAL JUSTIÇA FEDERAL DE PRIMEIRO GRAU Seção Judiciária do Rio Grande do Norte Rua Dr. Lauro Pinto, nº 245, Lagoa Nova, Natal/RN PROCESSO SELETIVO PARA ESTÁGIO REMUNERADO EM INFORMÁTICA

Leia mais

Gestão de Tecnologia da Informação

Gestão de Tecnologia da Informação Gestão de Tecnologia da Informação Banco de Dados Prof. Gilberto B. Oliveira Tópicos Projeto de Banco de Dados (Button-Up) Modelagem conceitual Modelagem lógica Exemplo: Implementação do modelo Escola

Leia mais

Introdução a Sistemas de Bancos de Dados

Introdução a Sistemas de Bancos de Dados Introdução a Sistemas de Bancos de Dados Prof. UFES - Universidade Federal do Espírito Santo rapchan@inf.ufes.br http://www.inf.ufes.br/~rapchan Roteiro da Apresentação Introdução Características de um

Leia mais

Faça um Site PHP 5.2 com MySQL 5.0 Comércio Eletrônico

Faça um Site PHP 5.2 com MySQL 5.0 Comércio Eletrônico Editora Carlos A. J. Oliviero Faça um Site PHP 5.2 com MySQL 5.0 Comércio Eletrônico Orientado por Projeto 1a Edição 2 Reimpressão São Paulo 2011 Érica Ltda. Noções Livrarse Preparação muitas muita Sumário

Leia mais

Manipulação de Banco de Dados com Java. Ms. Bruno Crestani Calegaro (bruno.calegaro@ifsc.edu.br) Maio/ 2015

Manipulação de Banco de Dados com Java. Ms. Bruno Crestani Calegaro (bruno.calegaro@ifsc.edu.br) Maio/ 2015 Manipulação de Banco de Dados com Java Ms. Bruno Crestani Calegaro (bruno.calegaro@ifsc.edu.br) Maio/ 2015 Acesso a um SGBD Em sistemas mais simples o uso de arquivos pode ser usado mas para aplicações

Leia mais

Linguagem de Consulta Estruturada SQL- DML

Linguagem de Consulta Estruturada SQL- DML Linguagem de Consulta Estruturada SQL- DML INTRODUÇÃO A SQL - Structured Query Language, foi desenvolvido pela IBM em meados dos anos 70 como uma linguagem de manipulação de dados (DML - Data Manipulation

Leia mais

SQL. SQL (Structured Query Language) Comando CREATE TABLE. SQL é uma linguagem de consulta que possibilita:

SQL. SQL (Structured Query Language) Comando CREATE TABLE. SQL é uma linguagem de consulta que possibilita: SQL Tópicos Especiais Modelagem de Dados Prof. Guilherme Tavares de Assis Universidade Federal de Ouro Preto UFOP Instituto de Ciências Exatas e Biológicas ICEB Mestrado Profissional em Ensino de Ciências

Leia mais

Concurso Público Técnico-Administrativo 2014 - Prova Tipo B 7

Concurso Público Técnico-Administrativo 2014 - Prova Tipo B 7 Técnico de Tecnologia da Informação ==Questão 26==================== Um banco de dados é uma coleção de dados relacionados, que representam informações sobre um domínio específico. Sobre um banco de dados,

Leia mais

Controle de transações em SQL

Controle de transações em SQL Transações Controle de transações em SQL Uma transação é implicitamente iniciada quando ocorre uma operação que modifica o banco de dados (INSERT, UPDATE ou DELETE). Uma transação pode terminar normalmente

Leia mais

SISTEMAS DE BANCO DE DADOS. Prof. Adriano Pereira Maranhão

SISTEMAS DE BANCO DE DADOS. Prof. Adriano Pereira Maranhão SISTEMAS DE BANCO DE DADOS Prof. Adriano Pereira Maranhão 1 REVISÃO BANCO DE DADOS I O que é banco de dados? Ou seja afinal o que é um SGBD? REVISÃO BD I REVISÃO DE BD I Um Sistema de Gerenciamento de

Leia mais

Esta aula tem o objetivo de nos orientar durante este período em nossas aulas de Banco de Dados, não tem a pretensão de ser a única fonte de

Esta aula tem o objetivo de nos orientar durante este período em nossas aulas de Banco de Dados, não tem a pretensão de ser a única fonte de BD Esta aula tem o objetivo de nos orientar durante este período em nossas aulas de Banco de Dados, não tem a pretensão de ser a única fonte de informação para nosso êxito no curso. A intenção de elaborar

Leia mais

Structured Query Language (SQL) Ambiente Simplificado de um SGBD

Structured Query Language (SQL) Ambiente Simplificado de um SGBD Structured Query Language (SQL) Ambiente Simplificado de um SGBD 2 1 Características dos SGBDs Natureza auto-contida de um sistema de banco de dados: metadados armazenados num catálogo ou dicionário de

Leia mais

Núcleo de Pós Graduação Pitágoras

Núcleo de Pós Graduação Pitágoras Núcleo de Pós Graduação Pitágoras Professor: Fernando Zaidan Disciplina: Modelagem e Projeto de Banco de Dados Especialização em Tecnologia da Informação - Ênfases Março- 2009 1 Modelo Físico Introdução

Leia mais

Banco de Dados. Conceitos e Arquitetura de Sistemas de Banco de Dados. Profa. Flávia Cristina Bernardini

Banco de Dados. Conceitos e Arquitetura de Sistemas de Banco de Dados. Profa. Flávia Cristina Bernardini Banco de Dados Conceitos e Arquitetura de Sistemas de Banco de Dados Profa. Flávia Cristina Bernardini Relembrando... Vantagens da Utilização de SGBD Redundância controlada Consistência dos dados armazenados

Leia mais

Diagrama de Classes. Um diagrama de classes descreve a visão estática do sistema em termos de classes e relacionamentos entre as classes.

Diagrama de Classes. Um diagrama de classes descreve a visão estática do sistema em termos de classes e relacionamentos entre as classes. 1 Diagrama de Classes Um diagrama de classes descreve a visão estática do sistema em termos de classes e relacionamentos entre as classes. Um dos objetivos do diagrama de classes é definir a base para

Leia mais

Formação em Banco de Dados

Formação em Banco de Dados Formação em Banco de Dados Sobre a KTEC A KTEC Escola de Tecnologia oferece uma série de cursos, para os que procuram uma base sólida no aprendizado, com foco nas boas práticas que fazem a diferença no

Leia mais

Testes de Software Fases. Baseado em notas de aula da profa. Eliane Martins

Testes de Software Fases. Baseado em notas de aula da profa. Eliane Martins Testes de Software Fases Baseado em notas de aula da profa. Eliane Martins Tópicos Testes de Unidades Testes de Integração Testes de Aceitação e de Sistemas Testes de Regressão Testes de Unidades Visam

Leia mais

LINGUAGEM DE BANCO DE DADOS

LINGUAGEM DE BANCO DE DADOS LINGUAGEM DE BANCO DE DADOS Gabriela Trevisan Bacharel em Sistemas de Informação Universidade Federal do Rio Grande Pós-Graduanda Formação Pedagógica de Professores (FAQI) Conceito de BD Um banco de dados

Leia mais

Histórico de revisões

Histórico de revisões Apostila 3 Histórico de revisões Data Versão Descrição Autor 30/09/2011 1.0 Criação da primeira versão HEngholmJr CONTEÚDO Exclusão de registros Consultas por Dados de Resumo Group by / Having Funções

Leia mais

S Q L 15/01/2013. Enfoques de SQL. Enfoques de SQL SQL. Usos de SQL. SQL - Origem/Histórico. Gerenciamento de Dados e Informação

S Q L 15/01/2013. Enfoques de SQL. Enfoques de SQL SQL. Usos de SQL. SQL - Origem/Histórico. Gerenciamento de Dados e Informação Enfoques de SQL Gerenciamento de Dados e Informação Fernando Fonseca Ana Carolina Valeria Times Bernadette Loscio Linguagem interativa de consulta (ad-hoc): usuários podem definir consultas independente

Leia mais

PROVA ESPECÍFICA Cargo 04

PROVA ESPECÍFICA Cargo 04 10 PROVA ESPECÍFICA Cargo 04 QUESTÃO 21 Analise as seguintes afirmativas: I. Uma das funções de um DBA é gerenciar os mecanismos de segurança de acesso aos dados armazenados em um SGBD (Sistema Gerenciador

Leia mais

Introdução a Banco de Dados

Introdução a Banco de Dados Introdução a Banco de Dados O modelo relacional Marta Mattoso Sumário Introdução Motivação Serviços de um SGBD O Modelo Relacional As aplicações não convencionais O Modelo Orientado a Objetos Considerações

Leia mais

Tópicos em Engenharia de Software (Optativa III) AULA 2. Prof. Andrêza Leite andreza.lba@gmail.com (81 )9801-6619

Tópicos em Engenharia de Software (Optativa III) AULA 2. Prof. Andrêza Leite andreza.lba@gmail.com (81 )9801-6619 Tópicos em Engenharia de Software (Optativa III) AULA 2 Prof. Andrêza Leite andreza.lba@gmail.com (81 )9801-6619 Engenharia de Software Objetivo da aula Depois desta aula você terá uma revisão sobre o

Leia mais

ANALISTA DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO

ANALISTA DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO 14 CEFET CARGOS DE CLASSE E EDITAL N o 0011/2014, DE 25 DE MARÇO DE 2014 LEIA ATENTAMENTE AS INSTRUÇÕES ABAIXO. 01 - O candidato recebeu do fiscal o seguinte material: a) este CADERNO DE QUESTÕES, com

Leia mais

SQL - Structured Query Language, ou Linguagem de Consulta Estruturada ou SQL

SQL - Structured Query Language, ou Linguagem de Consulta Estruturada ou SQL SQL - Structured Query Language, ou Linguagem de Consulta Estruturada ou SQL Criar uma base de dados (criar um banco de dados) No mysql: create database locadora; No postgresql: createdb locadora Criar

Leia mais

SQL Server Triggers Aprenda a utilizar triggers em views e auditar as colunas atualizadas em uma tabela

SQL Server Triggers Aprenda a utilizar triggers em views e auditar as colunas atualizadas em uma tabela SQL Server Triggers Aprenda a utilizar triggers em views e auditar as colunas atualizadas em uma tabela Certamente você já ouviu falar muito sobre triggers. Mas o quê são triggers? Quando e como utilizá-las?

Leia mais

Introdução. Banco de dados. Por que usar BD? Por que estudar BD? Exemplo de um BD. Conceitos básicos

Introdução. Banco de dados. Por que usar BD? Por que estudar BD? Exemplo de um BD. Conceitos básicos Introdução Banco de Dados Por que usar BD? Vitor Valerio de Souza Campos Adaptado de Vania Bogorny 4 Por que estudar BD? Exemplo de um BD Os Bancos de Dados fazem parte do nosso dia-a-dia: operação bancária

Leia mais

SQL. Hélder Antero Amaral Nunes

SQL. Hélder Antero Amaral Nunes SQL Hélder Antero Amaral Nunes 2 Introdução Desenvolvida pelo departamento de pesquisa da IBM na década de 1970 (System R); Linguagem padrão de BD Relacionais; Apresenta várias padrões evolutivos: SQL86,

Leia mais

PROVA DE CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS PROGRAMADOR DE COMPUTADOR. Analise as seguintes afirmativas sobre os modelos de processos de software:

PROVA DE CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS PROGRAMADOR DE COMPUTADOR. Analise as seguintes afirmativas sobre os modelos de processos de software: 12 PROVA DE CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS PROGRAMADOR DE COMPUTADOR QUESTÃO 21 Analise as seguintes afirmativas sobre os modelos de processos de software: I. O modelo em cascata considera as atividades de

Leia mais

O que são Bancos de Dados?

O que são Bancos de Dados? SQL Básico Liojes de Oliveira Carneiro professor.liojes@gmail.com www.professor-liojes.blogspot.com O que são Bancos de Dados? É o software que armazena, organiza, controla, trata e distribui os dados

Leia mais

Programação SQL. Introdução

Programação SQL. Introdução Introdução Principais estruturas duma Base de Dados: Uma BD relacional é constituída por diversas estruturas (ou objectos ) de informação. Podemos destacar: Database: designa a própria BD; Table/Tabela:

Leia mais

Estudo de Caso Sistema de Caixa Automático

Estudo de Caso Sistema de Caixa Automático Estudo de Caso Sistema de Caixa Automático Curso de Especialização DEINF - UFMA Desenvolvimento Orientado a Objetos Prof. Geraldo Braz Junior Referências: Notas de Aula Ulrich Schiel Notas de Aula Ariadne

Leia mais

Índice. Introdução 31. Tutorial 1: O Microsoft Access como Sistema de Gestão de Bases de Dados Relacionais 35

Índice. Introdução 31. Tutorial 1: O Microsoft Access como Sistema de Gestão de Bases de Dados Relacionais 35 Introdução 31 1. Bases de Dados Relacionais 31 2. Modelação de Bases de Dados 31 3. Modelo de Classes UML 32 4. Linguagem SQL 32 5. Sobre o Microsoft" Access" 32 Tutorial 1: O Microsoft Access como Sistema

Leia mais

Álgebra Relacional. Conjunto de operações que usa uma ou duas relações como entrada e gera uma relação de saída. Operações básicas:

Álgebra Relacional. Conjunto de operações que usa uma ou duas relações como entrada e gera uma relação de saída. Operações básicas: Álgebra Relacional Conjunto de operações que usa uma ou duas relações como entrada e gera uma relação de saída operação (REL 1 ) REL 2 operação (REL 1,REL 2 ) REL 3 Operações básicas: seleção projeção

Leia mais

Programação WEB (JSP + Banco Dados) Eng. Computação Prof. Rodrigo Rocha http://www.materialdeaula.com.br

Programação WEB (JSP + Banco Dados) Eng. Computação Prof. Rodrigo Rocha http://www.materialdeaula.com.br Programação WEB (JSP + Banco Dados) Eng. Computação Prof. Rodrigo Rocha http://www.materialdeaula.com.br JSP (Java Server Pages) - JavaServer Pages (JSP) - Tecnologia de programação serverside - Permite

Leia mais