Notas de Aula 05: Aplicação de um caso de uso

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Notas de Aula 05: Aplicação de um caso de uso"

Transcrição

1 Notas de Aula 05: Aplicação de um caso de uso Objetivos da aula: Aprender a aplicar a técnica de casos de uso em um pequeno problema real Identificar as variáveis relevantes a serem consideradas Modelar um caso de uso notável Correlacionar a diagramação e a descrição textual dos casos de uso com o processo de prototipação Recordando... Na aula passada, você aprendeu que um caso de uso pode ser aplicado para modelagem de um negócio e/ou sistema. Você foi exposto as associações de um diagrama de casos de uso da UML e as suas implicações. Além disso, você aprendeu que é necessário descrever textualmente os casos de uso e que o nível de granularidade desta descrição é opcional. Introdução É difícil compreender a aplicação dos casos de uso sem uma experimentação. Esta aula se propõe exatamente para isso: utilizar, baseado um domínio simples, o diagrama de casos de uso e suas associações, juntamente com uma descrição textual e um protótipo de interface. Um breve olhar sobre um problema simples (e real) Considere, como exemplo, o seguinte domínio:

2 Seja o desenvolvimento de um sistema simples de cadastro de clientes. 1 Por cadastro de clientes, considere que um operador fará, a qualquer momento, uma operação de inclusão de um cliente no sistema com CPF, nome, endereço e telefone. O sistema não pode ter mais de dois clientes com o mesmo CPF. 2 Considere ainda que este mesmo operador poderá buscar os dados deste cliente para consulta futura. 3 Se constatado qualquer erro no cadastro, o operador poderá alterar as informações já inseridas. 4 Quando alguém deixa de ser cliente, o operador executa uma operação de exclusão. A partir do domínio definido, temos a seguinte lista de requisitos: Requisito Funcional Caso de Uso Buscar e exibir os dados de um cliente Buscar Inserir os dados de um cliente Inserir Alterar os dados de um cliente Alterar Excluir os dados de um cliente Excluir A primeira coisa que devemos nos perguntar é: quem interage com os casos de uso listados? Resposta: o operador (linhas 1, 2, 3 e 4). É o operador que é o responsável por manipular o sistema em todos os casos de uso. Nesse sentido, o primeiro caso de uso pode ser facilmente diagramado pois é independente que outro caso de uso (linha 2):

3 É dito que o operador deve inserir os dados de um cliente no sistema (linha 1). Afinal, o caso de uso buscar só faz sentido se pudermos inserir. Outrossim, inserir um cliente implica em saber se um cliente já está previamente cadastrado. Assim, executar o caso de uso inserir implica na obrigatoriedade da execução do caso de uso buscar (linha 1). Devemos, então utilizar a associação <<include>>. O domínio do nosso sistema também descreve a opção de se alterar ou excluir um cliente previamente cadastrado (linhas 3 e 4). Para se alterar ou excluir os dados de um cliente é razoável cogitar que uma busca deverá ser executada primeiro. Pois, não é possível excluir ou alterar um cliente que não existe, certo? Então não pode haver uma associação direta entre o ator e os casos de uso alterar e excluir. Estes casos de uso são opcionais e podem ser representados pela associação <<extend>>.

4 O conjunto de casos de uso Buscar, Inserir, Alterar e Excluir são comumente conhecidos como grupo de casos de uso CRUD (Create, Retrieve, Update and Delete). Na verdade, estes casos de uso recebem essa rotulação porque estão geralmente presentes e podem ser aplicados a conjunto diverso de domínio e atores. O que falta, então? Devemos descrever cada caso de uso. Para isso, podemos criar um croqui de uma tela que nos auxilie na descrição do caso de uso. Os protótipos, como mencionado em aulas anteriores, podem ajudar a validar os requisitos: Neste croqui foram colocados os botões que remetem diretamente às ações dos casos de uso Inserir, Alterar, Excluir. Os campos de texto, ao lado das etiquetas, fazem referência aos dados de um cliente. Para buscar um cliente, uma lista de seleção única (combobox) com a etiqueta clientes e o serviço autocompletar permitem ao operador buscar um cliente pelo CPF. Para ficar consonante à diagramação, os botões Alterar e Excluir só ficam habilitados quando cliente é buscado. Para inserir um novo cliente, o operador

5 deve pressionar o botão Novo. Todos os campos ficarão em branco e o botão inserir ficará habilitado (todos os outros ficarão desabilitados). Estas mudanças de estados nos botões e outros campos, assim como a lógica que os direciona são descritos no roteiro do caso de uso. Em aulas mais à frente, você aprenderá um diagrama que pode auxiliá-lo entendimento desta máquina de estados. Deve-se ressaltar que este é só uma das inúmeras possibilidades de criação de interface. Diagramas de casos de uso não se predem ao uso de uma interface, mas devem ser modelados de acordos com estas (casos de uso de sistemas, é claro). Nesta disciplina não se entra na discussão de qual é o melhor método para criar uma interface de acordo com os parâmetros da Engenharia de Usabilidade. Casos de uso utilizam protótipos de interface para auxiliá-los na construção. Tendo em mente nosso croqui, vamos descrever o caso de uso mais geral. Uma coluna adicional foi colocada para explicar o preenchimento (comentários). Esta coluna não deve existir na documentação. Caso de Uso Buscar Finalidade: Demonstra o uso da funcionalidade de busca de dados de clientes por parte do operador do sistema. Comentários Ator(es): Operador. Somente um operador genérico é citado em toda a descrição do domínio. Pré-condição: Não existe. O nosso domínio é muito simples e não impôs qualquer restrição no uso da funcionalidade. Pós-condição: Dados do cliente exibidos na tela. No croqui da tela, a execução do caso de uso está amarrada pela escolha na combobox. Cenário Principal 1- O operador abre a tela CRUD Clientes. O sistema preenche automaticamente os campos com os dados do primeiro cliente da lista. Cenário(s) alternativo(s): 1a, 1b; 2- O operador seleciona um cliente através da combobox; 2.1- O sistema preenche automaticamente dos dados do cliente selecionado nas caixas de texto referentes às informações de nome, endereço e telefone; 2.2- O sistema habilita os botões Alterar e Excluir. Cenário(s) Alternativo(s): 2.2a, 2.2b, 2,3c; Optou-se em criar uma única tela que abrigasse o conjunto de casos de uso CRUD. No cenário principal, a interface foi projetada para evitar erros. Cenário(s) Alternativo(s) Cenário Alternativo 1a a- O operador não escolhe o CPF na lista, mas digita com recurso autocompletar; a.1 Se o usuário existir Então o fluxo é igual ao do cenário principal a partir do passo 2.1; a.2 Senão Estender Caso de Uso Incluir ; Este recurso poderia ter ficado de fora no protótipo, o que eliminaria a possibilidade de erro (os CPFs estariam limitados ao exibido na combobox). No entanto, a ausência deste recurso inviabiliza um sistema

6 Cenário Alternativo 1b b- Não existe nenhum cliente cadastrado; b.1 Estender Caso de Uso Incluir ; Cenário Alternativo 2.2a a- Se o botão Alterar for pressionado, uma mensagem pedindo confirmação irá ser emitida. Se confirmado pelo usuário, estender Caso de Uso Alterar ; Cenário Alternativo 2.2b b- Se o botão Excluir for pressionado, uma mensagem pedindo confirmação irá ser emitida. Se confirmado pelo usuário, estender Caso de Uso Excluir ; Cenário Alternativo 2.2c c- Se o botão Novo for pressionado, uma mensagem pedindo confirmação irá ser emitida. Se confirmado pelo usuário, estender Caso de Uso Incluir. com muitos clientes (a lista iria ficar demasiadamente grande) Esta é provavelmente a primeira vez que o sistema foi iniciado. Se não é a primeira vez, então é sinal de que o negócio está indo mal... O fluxo de eventos agora passa a ser tratado pelo Caso de Uso Alterar O fluxo de eventos agora passa a ser tratado pelo Caso de Uso Excluir O fluxo de eventos agora passa a ser tratado pelo Caso de Uso Incluir Agora que descrevemos o caso de uso mais geral, passaremos para o caso de uso que requer validação de campos e que pode (e deve) ocorrer imediatamente após a primeira execução do sistema. Caso de Uso Inserir Finalidade: Demonstra o uso da funcionalidade de inserção de dados de clientes por parte do operador do sistema. Comentários Ator(es): Operador. Somente um operador genérico é citado em toda a descrição do domínio. Pré-condição: Inexistência do cliente no sistema. Como um cliente pode ser inserido a qualquer momento e o modo de busca é feito pela combobox, um trabalho desnecessário poderia ser gerado para o operador caso o cliente já exista. Assim, a interface proposta pode criticar o preenchimento do CPF e evitar o restante do trabalho para o operador. O sistema deve fazer uma busca velada. Pós-condição: Dados do cliente gravados no sistema e exibidos na tela. Cenário Principal 1- Operador abre a tela CRUD Clientes. O operador pressiona o botão novo a qualquer momento da execução; 2- O operador preenche um CPF no campo com etiqueta cpf. Cenário(s) Alternativo(s): 2a. Exceção(ões): 2a; 3- O operador preenche os demais dados do cliente nas caixas de texto referentes às informações de nome, endereço e telefone; 3.1- O sistema habilita o botão Inserir ; O sucesso do caso de uso é, obviamente, a busca bem sucedida posteriormente. Optou-se em criar uma única tela que abrigasse o conjunto de casos de uso CRUD. Não nos preocupamos neste exemplo em validar o telefone e o endereço durante o preenchimento. Entretanto, você pode colocar tantas exceções

7 3.3 O sistema emite uma mensagem de confirmação positiva em caso de sucesso na inserção. Exceção(ões): 3.3a; quanto queira, como foi o caso do CPF. Cenário(s) Alternativo(s) Cenário Alternativo 2a a- O operador digita um CPF existente; a.1 Estender Caso de Uso Buscar ; Exceção(ões) Exceção 2a a- O operador digita um CPF inválido; a.1 O sistema emite uma mensagem de erro. O sistema posiciona o cursor novamente no campo cpf ; Se o CPF já existe, então significa que não deve ser possível incluir outro cliente com CPF idêntico. Se o CPF é inválido, então não vale deixar o operador prosseguir com a continuação do cadastro. Exceção 3.3a a- O operador deixa um dos campos em branco; a.1 O sistema emite uma mensagem de erro. O sistema posiciona o cursor novamente no primeiro campo que estiver em branco. Cada campo poderia ter uma exceção em específico. Foi adotado, por simplicidade, uma validação final ao pressionar o botão Inserir. Podemos passar para o caso de uso Alterar, que possui muita similaridade com o caso de uso Incluir no que tange a validação de campos. No entanto, no caso de uso Alterar o campo CPF não pode ser modificado. Caso de Uso Alterar Finalidade: Demonstra o uso da funcionalidade de alteração de dados de clientes por parte do operador do sistema. Comentários Ator(es): Operador. Somente um operador genérico é citado em toda a descrição do domínio. Pré-condição: Existência do cliente no sistema. A alteração parte de uma busca bem sucedida no sistema Pós-condição: Dados do cliente atuais gravados no sistema e exibidos na tela. Cenário Principal 1- Operador executa caso de uso Buscar. 2- O operador altera os dados do cliente nas caixas de texto referentes às informações de nome, endereço e telefone; 3.3 O sistema emite uma mensagem de confirmação positiva em caso de sucesso na alteração. Exceção(ões): 3.3a; Exceção(ões) Exceção 3.3a a- O operador deixa um dos campos em branco; a.1 O sistema emite uma mensagem de erro. O sistema posiciona o cursor novamente no primeiro campo que estiver em branco. O sucesso do caso de uso é, obviamente, a busca bem sucedida posteriormente dos dados atualizados. Optou-se em criar uma única tela que abrigasse o conjunto de casos de uso CRUD. Não nos preocupamos neste exemplo em validar o telefone e o endereço durante o preenchimento. Entretanto, você pode colocar tantas exceções quanto queira, como foi o caso do CPF. Cada campo poderia ter uma exceção em específico. Foi adotado,

8 por simplicidade, uma validação final ao pressionar o botão Alterar. Por fim, o caso de uso Excluir, o mais simples deles: Caso de Uso Alterar Finalidade: Demonstra o uso da funcionalidade de exclusão de dados de clientes por parte do operador do sistema. Comentários Ator(es): Operador. Somente um operador genérico é citado em toda a descrição do domínio. Pré-condição: Existência do cliente no sistema. A exclusão parte de uma busca bem sucedida no sistema Pós-condição: Dados do cliente removidos no sistema. O sucesso do caso de uso é, obviamente, a remoção bem sucedida. Cenário Principal 1- Operador executa caso de uso Buscar ; 2- O operador pressiona o botão Excluir ; 3.3 O sistema emite uma mensagem de confirmação positiva em caso de sucesso na exclusão. Cenário(s) alternativo(s): 3.3a, 3.3b; Optou-se em criar uma única tela que abrigasse o conjunto de casos de uso CRUD. Cenário(s) Alternativo(s) Cenário Alternativo 3.3a a- O cliente excluído é o último existente a.1 Estender Caso de Uso Inserir ; Cenário Alternativo 3.3b a- O cliente excluído não último existente a.1 Estender Caso de Uso Buscar para o primeiro cliente da lista; O que se deve fazer quando o cliente é removido? Depende do estado do sistema... O que se deve fazer quando o cliente é removido? Depende do estado do sistema... Exercícios 1. Baseado no Estudo de Caso 1 (disponível para download) determine os requisitos funcionais. 2. Para cada caso de uso, crie um croqui de interface homem-máquina. Utilize a linguagem ou ferramenta de desenho que preferir. Não é necessário programar. 3. Faça os diagramas de casos de uso. 4. Faça a descrição textual de todos os casos de uso.

Documento de Visão REPOSITÓRIO DE ARQUIVOS V1.0

Documento de Visão REPOSITÓRIO DE ARQUIVOS V1.0 Documento de Visão REPOSITÓRIO DE ARQUIVOS V1.0 Macaíba/2014 1 REPOSITÓRIO DE ARQUIVOS Histórico Data Versão Descrição Autor 11/06/2014 1.0 Fim do levantamento de requisitos e casos de uso Renan Farias

Leia mais

Curso de Licenciatura em Informática

Curso de Licenciatura em Informática Curso de Licenciatura em Informática Disciplina: Análise e Projeto de Sistemas Professor: Rafael Vargas Mesquita EXERCÍCIOS SOBRE MODELAGEM DE CASOS DE USO Exercício 1: construa um Diagrama de Casos de

Leia mais

Cenários do CEL. Acessar ao sistema

Cenários do CEL. Acessar ao sistema Cenários do CEL Acessar ao sistema Permitir que o usuário acesse ao Sistema de Léxicos e Cenários nas seguintes condições: logando-se, quando já estiver cadastrado; ou incluindo usuário independente, quando

Leia mais

Ajuda On-line - Sistema de Portaria. Versão 4.8.J

Ajuda On-line - Sistema de Portaria. Versão 4.8.J Versão 4.8.J Sumário PORT - Módulo de Apoio Portaria 3 1 Manual... de Processos - Portaria 4 Fluxo - Portaria... 5 2 Configurações... 6 Unidades... de Internação 6 Setores Administrativos... 9 Configuração...

Leia mais

ESPECIFICAÇÃO DE PROGRAMAS. PROGRAMADOR Joel Victor. Introdução

ESPECIFICAÇÃO DE PROGRAMAS. PROGRAMADOR Joel Victor. Introdução Página 1 de 16 Introdução Documento para especificação de programa do Caso de Uso Manter Usuários. Além da descrição de programa o documento terá o diagrama de classes e o diagrama de sequência. Caso de

Leia mais

Notas de Aula 04: Casos de uso de um sistema

Notas de Aula 04: Casos de uso de um sistema Notas de Aula 04: Casos de uso de um sistema Objetivos da aula: Aprender os elementos básicos da modelagem por casos de uso Utilizar as associações entre casos de uso, atores e demais artefatos Compreender

Leia mais

SEFO 1.0: Software de Estúdio de Fotos Online. Investigação Contextual. Funções do Sistema. Protótipo de baixa fidelidade

SEFO 1.0: Software de Estúdio de Fotos Online. Investigação Contextual. Funções do Sistema. Protótipo de baixa fidelidade SEFO 1.0: Software de Estúdio de Fotos Online O software será uma base administrativa para cadastro de eventos e fotos de clientes. Investigação Contextual Constatamos que uma base administrativa de um

Leia mais

GUIA PASSO A PASSO PARA REALIZAR A VOTAÇÃO VIA INTERNET. [SISTEMA DE VOTAÇÃO ON-LINE CFC/CRCs] Sistema para eleições dos CRCs

GUIA PASSO A PASSO PARA REALIZAR A VOTAÇÃO VIA INTERNET. [SISTEMA DE VOTAÇÃO ON-LINE CFC/CRCs] Sistema para eleições dos CRCs GUIA PASSO A PASSO PARA REALIZAR A VOTAÇÃO VIA INTERNET [SISTEMA DE VOTAÇÃO ON-LINE CFC/CRCs] Sistema para eleições dos CRCs Sumário PROCEDIMENTOS PARA EFETUAR O PROCESSO DE VOTAÇÃO... 3 1. TROCA DE SENHA

Leia mais

SAC Sistema de Acompanhamento de Concessões Manual do Usuário

SAC Sistema de Acompanhamento de Concessões Manual do Usuário 70040-020 Brasília - DF SAC Manual do Usuário Sumário Assunto PÁGINA 1. Objetivos do Manual 3 2. Perfil do Usuário 3 2.1 Coordenador Institucional 3 3. Acesso ao Sistema SAC 3 3.1 Endereço de acesso 3

Leia mais

Design de IHC Design da Comunicação Modelos de Interação

Design de IHC Design da Comunicação Modelos de Interação 1 Design de IHC Design da Comunicação Modelos de Interação INF1403 Introdução a IHC Luciana Salgado Representações e Aspectos de IHC Representações e Aspectos de IHC Representações e Aspectos de IHC Representações

Leia mais

SuperStore. Sistema para Automação de Óticas. MANUAL DO USUÁRIO (Módulo Vendas e Caixa)

SuperStore. Sistema para Automação de Óticas. MANUAL DO USUÁRIO (Módulo Vendas e Caixa) SuperStore Sistema para Automação de Óticas MANUAL DO USUÁRIO (Módulo Vendas e Caixa) Contato: (34) 9974-7848 http://www.superstoreudi.com.br superstoreudi@superstoreudi.com.br SUMÁRIO 1 Vendas... 3 1.1

Leia mais

UML Aula I Diagramas de Caso de Uso, Sequência e Colaboração

UML Aula I Diagramas de Caso de Uso, Sequência e Colaboração UML Aula I Diagramas de Caso de Uso, Sequência e Colaboração Ricardo Argenton Ramos Engenharia de Software II 2013.1 Um Exercício Como você pode representar? Uma casa de 2 andares, 4 quartos, 2 banheiros,

Leia mais

Rem Commodatum. Rem Commodatum - Versão 1.0. Manter Visitas Técnicas. Iteração 01 - Release 1.0. Versão do Documento: 1.0

Rem Commodatum. Rem Commodatum - Versão 1.0. Manter Visitas Técnicas. Iteração 01 - Release 1.0. Versão do Documento: 1.0 Rem Commodatum Rem Commodatum - Versão 1.0 Iteração 01 - Release 1.0 Manter Visitas Técnicas Versão do Documento: 1.0 Data Versão do Documento Histórico de Revisão Descrição Autor 20/09/2011 1.0 Elaboração

Leia mais

O Processo Unificado: Captura de requisitos

O Processo Unificado: Captura de requisitos O Processo Unificado: Captura de requisitos Itana Gimenes Graduação em Informática 2008 Captura de Requisitos Modelagem do negócio: Visão de negócios Modelo de objetos de negócio de negócio Especificação

Leia mais

Especificação de Caso de Uso

Especificação de Caso de Uso Versão: 1.1 Especificação de Caso de Uso UCCITES015 Versão: 1.1 Histórico da Revisão Data Versão Descrição Autor 27/08/2008 0.1 Criação do documento. Ana Ornelas 02/09/2008 0.2 Atualização de alguns termos

Leia mais

Manual para Envio de Petição Inicial

Manual para Envio de Petição Inicial Manual para Envio de Petição Inicial 1. Após abrir a página do PROJUDI, digite seu usuário e senha 1.1. Para advogados o usuário é o cpf.adv (ex: 12345678900.adv) 1.2. Após digitar os dados (login e senha),

Leia mais

Sistema de Controle de Cheques GOLD

Sistema de Controle de Cheques GOLD Sistema de Controle de Cheques GOLD Cheques GOLD é um sistema para controlar cheques de clientes, terceiros ou emitidos. Não há limitações quanto as funcionalidades do programa, porém pode ser testado

Leia mais

ESPECIFICAÇÃO DE PROGRAMAS. PROGRAMADOR Joel Victor. Introdução

ESPECIFICAÇÃO DE PROGRAMAS. PROGRAMADOR Joel Victor. Introdução Página 1 de 15 Introdução Documento para especificação de programa do Caso de Uso Manter Usuários. Além da descrição de programa o documento terá o diagrama de classes e o diagrama de sequência. Caso de

Leia mais

Especificações de Casos de Uso UC04 Cadastro de Funcionários

Especificações de Casos de Uso UC04 Cadastro de Funcionários Especificações de Casos de Uso UC04 Cadastro de Funcionários Sistema Gerenciador de Locadora Documento de Caso de Uso UC04 Versão 1.1 Responsável: Gustavo Teles UC04 Cadastro de Funcionários Página 1 de

Leia mais

Coordenação Geral de Tecnologia da Informação - CGTI. SIGED - Sistema de Gestão Eletrônica de Documentos MANUAL DO USUÁRIO Módulo de Arquivos

Coordenação Geral de Tecnologia da Informação - CGTI. SIGED - Sistema de Gestão Eletrônica de Documentos MANUAL DO USUÁRIO Módulo de Arquivos SIGED - Sistema de Gestão Eletrônica de Documentos MANUAL DO USUÁRIO Módulo de Arquivos O objetivo deste Manual é permitir a reunião de informações dispostas de forma sistematizada, criteriosa e segmentada

Leia mais

Universidade Federal Rural de Pernambuco. Bacharelado em Sistemas de Informação. Disciplina: Análise e Projeto de Sistemas de Informação

Universidade Federal Rural de Pernambuco. Bacharelado em Sistemas de Informação. Disciplina: Análise e Projeto de Sistemas de Informação Universidade Federal Rural de Pernambuco Bacharelado em Sistemas de Informação Disciplina: Análise e Projeto de Sistemas de Informação Docente: Rodrigo Aluna: Thays Melo de Moraes Diagramas do Projeto

Leia mais

MANUAL DE CADASTRAMENTO DO CORRETOR NO PORTAL DE SERVIÇOS CHUBB

MANUAL DE CADASTRAMENTO DO CORRETOR NO PORTAL DE SERVIÇOS CHUBB MANUAL DE CADASTRAMENTO DO CORRETOR NO PORTAL DE SERVIÇOS CHUBB Versão Junho/2014 Índice 1. Objetivo do Manual... 3 2. Efetuando o Primeiro Acesso... 3 2.1 Passo 1: Entrar site Chubb... 3 2.2 Passo 2:

Leia mais

MANUAL DE ATUALIZAÇÃO DE VERSÃO DE PAF-ECF

MANUAL DE ATUALIZAÇÃO DE VERSÃO DE PAF-ECF MANUAL DE ATUALIZAÇÃO DE VERSÃO DE PAF-ECF Sobre a Atualização de Versão de PAF-ECF. Para o SAT (Sistema de Administração Tributária), atualizar a versão do PAF-ECF significa incrementar o número da versão,

Leia mais

MODELAGEM DE SISTEMAS

MODELAGEM DE SISTEMAS MODELAGEM DE SISTEMAS Diagramas de Casos de Uso Profa. Rosemary Melo Diagrama de Casos de Uso Modelagem de Sistemas Apresenta uma visão externa geral das funções ou serviços que o sistema deverá oferecer

Leia mais

É uma forma do engenheiro de requisitos especificar os limites e as funcionalidades do sistema.

É uma forma do engenheiro de requisitos especificar os limites e as funcionalidades do sistema. Definindo o Escopo: Modelo de Caso de Uso Agradei-me, particularmente, da possibilidade de que Joshua estivesse tão preso ao seu modo clássico de pensar que me permitisse realizar o incrível feito de chegar

Leia mais

SuperStore Sistema para Automação de Óticas

SuperStore Sistema para Automação de Óticas SuperStore Sistema para Automação de Óticas MANUAL DO USUÁRIO (Administrador) Contato: (34) 9974-7848 http://www.superstoreudi.com.br superstoreudi@superstoreudi.com.br SUMÁRIO 1 ACESSANDO O SISTEMA PELA

Leia mais

Quinta Lista de Exercícios -

Quinta Lista de Exercícios - INSTITUTO FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO COORDENADORIA DE INFORMÁTICA LINGUAGEM DE PROGRAMAÇÃO Quinta Lista de Exercícios - INSTRUÇÕES: 1) Nesta lista de exercícios, vamos nos preocupar em implementar o comportamento

Leia mais

Manual de utilização do. sistema integrado de controle médico WWW.ISA.NET.BR

Manual de utilização do. sistema integrado de controle médico WWW.ISA.NET.BR Manual de utilização do sistema integrado de controle médico WWW.ISA.NET.BR Sistema integrado de controle médico Acesso... 3 Menu principal... 4 Cadastrar... 6 Cadastro de pacientes... 6 Convênios... 10

Leia mais

Manual do Usuário CFCWeb BA

Manual do Usuário CFCWeb BA ÍNDICE Acesso ao sistema... 2 Tela Principal... 3 Cadastro de Candidatos... 5 Agenda Teórico... 6 Agenda Prático... 7 Consulta Agendamentos do Candidato por Serviço... 9 Cadastro de Grade Horária... 10

Leia mais

Engenharia de Requisitos Estudo de Caso

Engenharia de Requisitos Estudo de Caso Engenharia de Requisitos Estudo de Caso Auxiliadora Freire Fonte: Engenharia de Software 8º Edição / Ian Sommerville 2007 Slide 1 Engenharia de Requisitos Exemplo 1 Reserva de Hotel 1. INTRODUÇÃO Este

Leia mais

GERENCIADOR DE CONTEÚDO

GERENCIADOR DE CONTEÚDO 1/1313 MANUAL DO USUÁRIO GERENCIADOR DE CONTEÚDO CRISTAL 2/13 ÍNDICE 1. OBJETIVO......3 2. OPERAÇÃO DOS MÓDULOS......3 2.1 GERENCIADOR DE CONTEÚDO......3 2.2 ADMINISTRAÇÃO......4 Perfil de Acesso:... 4

Leia mais

Instituto de Ciências Matemáticas e de Computação. MANUAL DE USO Sistema de Reserva de Salas INTRANET - ICMC-USP

Instituto de Ciências Matemáticas e de Computação. MANUAL DE USO Sistema de Reserva de Salas INTRANET - ICMC-USP Instituto de Ciências Matemáticas e de Computação ISSN - 0103-2569 MANUAL DE USO Sistema de Reserva de Salas INTRANET - ICMC-USP André Pimenta Freire Renata Pontin de M. Fortes N 0 213 RELATÓRIOS TÉCNICOS

Leia mais

MANUAL DE UTILIZAÇÃO SISTEMA DE CADASTRO INTRANET

MANUAL DE UTILIZAÇÃO SISTEMA DE CADASTRO INTRANET MANUAL DE UTILIZAÇÃO SISTEMA DE CADASTRO INTRANET I Sumário 1. Objetivo do Documento... 1 2. Início... 1 3. Cadastro de Pessoa Física... 3 3.1. Preenchimentos Obrigatórios.... 4 3.2. Acesso aos Campos

Leia mais

Versão Liberada. www.gerpos.com.br. Gerpos Sistemas Ltda. info@gerpos.com.br. Av. Jones dos Santos Neves, nº 160/174

Versão Liberada. www.gerpos.com.br. Gerpos Sistemas Ltda. info@gerpos.com.br. Av. Jones dos Santos Neves, nº 160/174 Versão Liberada A Gerpos comunica a seus clientes que nova versão do aplicativo Gerpos Retaguarda, contendo as rotinas para emissão da Nota Fiscal Eletrônica, já está disponível. A atualização da versão

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ. CURSO: Ciência da Computação DATA: / / 2013 PERÍODO: 4 o.

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ. CURSO: Ciência da Computação DATA: / / 2013 PERÍODO: 4 o. CURSO: Ciência da Computação DATA: / / 2013 PERÍODO: 4 o. PROFESSOR: Andrey DISCIPLINA: Técnicas Alternativas de Programação AULA: 08 APRESENTAÇÃO Na aula de hoje vamos apresentar e discutir como definir

Leia mais

Diagrama de Caso de Uso. Biblioteca

Diagrama de Caso de Uso. Biblioteca Diagrama de Caso de Uso Biblioteca Caso de Uso -Reservar Livro Objetivo: Este caso de uso possibilita a um usuário da biblioteca fazer a reserva de um livro. Esta reserva é efetuada diretamente pelo Usuário

Leia mais

MANUAL VTWEB CLIENT URBANO

MANUAL VTWEB CLIENT URBANO MANUAL VTWEB CLIENT URBANO A marca do melhor atendimento. Conteúdo... 2 1. Descrição... 3 2. Cadastro no sistema... 3 2.1. Pessoa Jurídica... 3 2.2. Pessoa Física... 5 2.3. Concluir o cadastro... 6 3.

Leia mais

Como Criar uma Aula? Na página inicial do Portal do Professor, acesse ESPAÇO DA AULA: Ao entrar no ESPAÇO DA AULA, clique no ícone Criar Aula :

Como Criar uma Aula? Na página inicial do Portal do Professor, acesse ESPAÇO DA AULA: Ao entrar no ESPAÇO DA AULA, clique no ícone Criar Aula : Como Criar uma Aula? Para criar uma sugestão de aula é necessário que você já tenha se cadastrado no Portal do Professor. Para se cadastrar clique em Inscreva-se, localizado na primeira página do Portal.

Leia mais

Cadastramento e compra de vale transporte para o Cartão Metrocard Metropolitano Integrado. Em substituição ao Vale Transporte Temporário de Papel

Cadastramento e compra de vale transporte para o Cartão Metrocard Metropolitano Integrado. Em substituição ao Vale Transporte Temporário de Papel Cadastramento e compra de vale transporte para o Cartão Metrocard Metropolitano Integrado Em substituição ao Vale Transporte Temporário de Papel Acesso para cadastramento da empresa 2 Caso já tenha se

Leia mais

MANUAL DO PROESC EDUCACIONAL

MANUAL DO PROESC EDUCACIONAL Manual do Proesc Educacional 2012 1 SUMÁRIO 1 INTRODUÇÃO... 3 1.1 APRESENTAÇÃO --------------------------------------------------------------------------------------- 3 1.2 ACESSANDO O SISTEMA -------------------------------------------------------------------------------

Leia mais

Especificação dos Requisitos do Software. White Label

Especificação dos Requisitos do Software. White Label Ubee Especificação dos Requisitos do Software White Label Review 0.3 Autores: Airton Sampaio de Sobral (asds@cin.ufpe.br) Alan Gomes Alvino (aga@cin.ufpe.br) Glauco Roberto Pires dos Santos (grps@cin.ufpe.br)

Leia mais

Sistema de Prestação de Contas Siprec

Sistema de Prestação de Contas Siprec Sistema de Prestação de Contas Siprec Manual de Utilização Perfil Beneficiário Versão 1.3.4 Agosto de 2013 1 SUMÁRIO Manual do Usuário... 3 1. Objetivo do manual... 3 2. Sobre o sistema... 3 3. Quem deve

Leia mais

Sistema de Cancelamento Eletrônico Manual do Usuário

Sistema de Cancelamento Eletrônico Manual do Usuário Sistema de Cancelamento Eletrônico Manual do Usuário IEPTB-MG Belo Horizonte, 2014 Índice Sumário I. Uso do sistema pelo credor... 4 1. Acesso ao sistema... 5 1.1 Uso da assinatura digital... 5 2. Criação

Leia mais

DOCUMENTO DE REQUISITOS

DOCUMENTO DE REQUISITOS 1/38 DOCUMENTO DE REQUISITOS GED Gerenciamento Eletrônico de Documentos Versão 1.1 Identificação do Projeto CLIENTE: NOME DO CLIENTE TIPO DO SISTEMA OU PROJETO Participantes Função Email Abilio Patrocinador

Leia mais

DIAGRAMA DE CASO DE USO

DIAGRAMA DE CASO DE USO Simulador de uma casa bancária: que faz empréstimo para aposentados, pensionistas e funcionários públicos. Onde deve-se calcular a margem de consignação, o valor das parcelas de cada empréstimo e o valor

Leia mais

SISADI MÓDULO GERAL Via Inquilino Manual versão 2.0.0

SISADI MÓDULO GERAL Via Inquilino Manual versão 2.0.0 SISADI MÓDULO GERAL Via Inquilino Manual versão 2.0.0 Autoria Cristiane Caldeira Mendes Belo Horizonte 2013 Índice Introdução... 3 Objetivo... 3 Considerações Gerais... 3 Glossário de Ícones, Botões e

Leia mais

Documento de Casos de Uso. MC436 Introdução à Engenharia de Software Profª Ariadne Maria Brito Rizzoni Carvalho

Documento de Casos de Uso. MC436 Introdução à Engenharia de Software Profª Ariadne Maria Brito Rizzoni Carvalho Documento de Casos de Uso MC436 Introdução à Engenharia de Software Profª Ariadne Maria Brito Rizzoni Carvalho 1. Índice 2. Introdução 3 3. Descrição dos atores 3 4. Diagrama de caso de uso 4 5. 5.1 5.2

Leia mais

Manual do usuário. Manual do Usuário DER-MG Página : 1

Manual do usuário. Manual do Usuário DER-MG Página : 1 Manual do usuário Manual do Usuário DER-MG Página : 1 Índice Ajuda 3 Operação do calendário 4 Operação de lista de passageiros 7 Operação de listas de veiculo 8 Esqueci minha senha 10 Alterar senha 11

Leia mais

SIGA Saúde. Sistema Integrado de Gestão da Assistência à Saúde. Manual operacional. Módulo Agenda Agendamento Local

SIGA Saúde. Sistema Integrado de Gestão da Assistência à Saúde. Manual operacional. Módulo Agenda Agendamento Local SIGA Saúde Sistema Integrado de Gestão da Assistência à Saúde Manual operacional Módulo Agenda Agendamento Local Sumário Introdução... 3 Agendamento... 4 Pesquisa de vagas... 5 Perfil de Agenda... 6 Dados

Leia mais

DESCRIÇÃO DO CASO DE USO

DESCRIÇÃO DO CASO DE USO Z:\Projetos\Wilson_Sons\Intranet\Análise\Casos de Uso\Fase_2 Página: i de 9 DESCRIÇÃO DO CASO DE USO Wilson, Sons - Intranet _05_Manter Ouvidoria Versão Identificação do Projeto Cliente Wilson Sons

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE RORAIMA PRÓ REITORIA DE PLANEJAMENTO DIRETORIA DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO COORDENAÇÃO DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO

UNIVERSIDADE FEDERAL DE RORAIMA PRÓ REITORIA DE PLANEJAMENTO DIRETORIA DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO COORDENAÇÃO DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO 1 Perfis Envolvidos SIGAA GRADUAÇÃO Manual do Administrador Perfil Administrador DAE Administrador de Graduação: Administrador de Graduação (Servidor responsável pelo gerenciamento administrativo, cadastro

Leia mais

Exercício Pizzaria Análise de Casos de Uso

Exercício Pizzaria Análise de Casos de Uso Exercício Pizzaria Análise de Casos de Uso 2) A partir dos modelos de objetivos produzidos na parte 1 deste exercício (Análise de Objetivos), faça uma análise de casos de uso para o software a ser construído

Leia mais

Módulo de Usuário 04 Orientações para o Uso 05 Acessando as Salas 06 Dentro do Ambiente das Salas 08 (1) Outros Usuários 09 (2) Seus Dados 09 (3)

Módulo de Usuário 04 Orientações para o Uso 05 Acessando as Salas 06 Dentro do Ambiente das Salas 08 (1) Outros Usuários 09 (2) Seus Dados 09 (3) O recurso das Salas Virtuais é parte da estratégia adotada pelo Órgão Gestor da Política Nacional de Educação Ambiental para estimular e fortalecer a participação de grupos, coletivos e colegiados no processo

Leia mais

Cotação Eletrônica. 1º Passo: Configure o e-mail em que será utilizado para envio das. cotações.

Cotação Eletrônica. 1º Passo: Configure o e-mail em que será utilizado para envio das. cotações. Cotação Eletrônica 1º Passo: Configure o e-mail em que será utilizado para envio das cotações. Na tela Configurações do Sistema do módulo Retaguarda selecione a opção MOURAMAIL na configuração Modo de

Leia mais

1. Objetivos do curso 2. 2 Comunicação Interna (CI) 13 3 Ofício 18 4 DEFINIÇÕES GERAIS 23 5 CONCLUSÃO 27

1. Objetivos do curso 2. 2 Comunicação Interna (CI) 13 3 Ofício 18 4 DEFINIÇÕES GERAIS 23 5 CONCLUSÃO 27 1. Objetivos do curso 2 Introdução 2 Funções do Sistema: 2 Da Comunicação Interna: 3 o Enviadas: 3 o Recebidas: 3 o Com Cópia Pessoal: 3 Ofícios 4 o Enviados: 4 o Recebidas com Cópia: 5 Contatos Externos:

Leia mais

Guia de Uso. O Pro-Treino tem uma divisão clara de funções, apresentada a seguir: E três tipos de usuários que executam as funções descritas acima:

Guia de Uso. O Pro-Treino tem uma divisão clara de funções, apresentada a seguir: E três tipos de usuários que executam as funções descritas acima: Sumário 1. Introdução... 2 2. Conceitos básicos... 2 2.1. Fluxo do sistema... 3 2.2. Acesso ao sistema... 4 2.2.1. Login... 4 2.2.2. Logoff... 4 2.2.3. Esqueci minha senha... 5 2.3. Conhecendo o Sistema...

Leia mais

Está apto a utilizar o sistema, o usuário que tenha conhecimentos básicos de informática e navegação na internet.

Está apto a utilizar o sistema, o usuário que tenha conhecimentos básicos de informática e navegação na internet. Conteúdo 1. Descrição geral 2 2. Resumo das funcionalidades 3 3. Efetuar cadastro no sistema 4 4. Acessar o sistema 6 5. Funcionalidades do menu 7 5.1 Dados cadastrais 7 5.2 Grupos de usuários 7 5.3 Funcionários

Leia mais

Síntese de fluxo de máquinas e implementos

Síntese de fluxo de máquinas e implementos Síntese de fluxo de máquinas e implementos Tecinco Informática Ltda. Av. Brasil, 5256 3º Andar Centro Cascavel PR www.tecinco.com.br Sumário Objetivo... 3 Parâmetros para utilização do processo... 3 Cadastro

Leia mais

Portal Contador Parceiro

Portal Contador Parceiro Portal Contador Parceiro Manual do Usuário Produzido por: Informática Educativa 1. Portal Contador Parceiro... 03 2. Acesso ao Portal... 04 3. Profissionais...11 4. Restrito...16 4.1 Perfil... 18 4.2 Artigos...

Leia mais

Solicitação do Cliente

Solicitação do Cliente Solicitação do Cliente IDENTIFICAÇÃO Código do Provedor: 270 Nº Atendimento: 74776 Ambiente Ocorrência Aceite Cliente Externo X Web Nova Implementação Impresso X Desk X Melhoria X Email Mobile Customização

Leia mais

Sistema de Controle de Bolsas e Auxílios - SCBA

Sistema de Controle de Bolsas e Auxílios - SCBA Sistema de Controle de Bolsas e Auxílios - SCBA Manual de Utilização Perfil Beneficiário 1. 2. Objetivo do Manual... 2 Siglas e Abreviações... 2 3. Perfil do Usuário... 2 4. Descrição Geral do Sistema...

Leia mais

Especificação do Caso de Uso Manter Cliente

Especificação do Caso de Uso Manter Cliente Especificação do Caso de Uso Manter Cliente Grupo 01 - Projeto Systrack Versão 2.0 Histórico de Revisão Data Versão Descrição Autor 24/05/2011 1.0 Início do documento João Ricardo 31/06/2011 2.0 Alteração

Leia mais

Alguns recursos da planilha são baseados em MACROS, e para que os mesmos funcionem perfeitamente é necessário que se habilitem as macros do Excel.

Alguns recursos da planilha são baseados em MACROS, e para que os mesmos funcionem perfeitamente é necessário que se habilitem as macros do Excel. SOBRE MACROS CONTABILIZAR CONTROLE DE CAIXA > MANUAL CONTAS A PAGAR Alguns recursos da planilha são baseados em MACROS, e para que os mesmos funcionem perfeitamente é necessário que se habilitem as macros

Leia mais

Manual SAGe Versão 1.2

Manual SAGe Versão 1.2 Manual SAGe Versão 1.2 Cadastramento de Usuário (a partir da versão 12.08.01 ) Conteúdo Introdução... 2 Cadastramento... 2 Desvendando a tela inicial... 4 Completando seus dados cadastrais... 5 Não lembro

Leia mais

CAPTAÇÃO DE PEDIDOS DO REVENDEDOR

CAPTAÇÃO DE PEDIDOS DO REVENDEDOR CAPTAÇÃO DE PEDIDOS DO REVENDEDOR 1. Captação de Pedidos - pela Central (Back office) 1 2. Como consultar Pedido 16 3. Como visualizar Detalhes de um Pedido 19 4. Como consultar Vendas/Cortes em Pedidos

Leia mais

Portaria Express 3.0

Portaria Express 3.0 Portaria Express 3.0 A portaria do seu condomínio mais segura e eficiente. Com a preocupação cada vez mais necessária de segurança nos condomínio e empresas, investe-se muito em segurança. Câmeras, cercas,

Leia mais

INSTALAÇÃO DO SISTEMA CONTROLGÁS

INSTALAÇÃO DO SISTEMA CONTROLGÁS INSTALAÇÃO DO SISTEMA CONTROLGÁS 1) Clique duas vezes no arquivo ControlGasSetup.exe. Será exibida a tela de boas vindas do instalador: 2) Clique em avançar e aparecerá a tela a seguir: Manual de Instalação

Leia mais

MANUAL DE UTILIZAÇÃO Aplicativo Controle de Estoque Desktop

MANUAL DE UTILIZAÇÃO Aplicativo Controle de Estoque Desktop MANUAL DE UTILIZAÇÃO Aplicativo Controle de Estoque Desktop 1 1 INICIANDO O APLICATIVO PELA PRIMEIRA VEZ... 3 2 PÁGINA PRINCIPAL DO APLICATIVO... 4 2.1 INTERFACE INICIAL... 4 3 INICIANDO PROCESSO DE LEITURA...

Leia mais

Está apto a utilizar o sistema, o usuário que tenha conhecimentos básicos de informática e navegação na internet.

Está apto a utilizar o sistema, o usuário que tenha conhecimentos básicos de informática e navegação na internet. 1. Descrição Geral Este manual descreve as operações disponíveis no módulo VTWEB Client, cuja finalidade é gerenciar cadastros de funcionários, realização de pedidos e controle financeiro dos pedidos.

Leia mais

Modelos de Sistemas Casos de Uso

Modelos de Sistemas Casos de Uso Modelos de Sistemas Casos de Uso Auxiliadora Freire Fonte: Engenharia de Software 8º Edição / Ian Sommerville 2000 Slide 1 Casos de Uso Objetivos Principais dos Casos de Uso: Delimitação do contexto de

Leia mais

Diagrama de Casos de Uso. Diagrama de Casos de Uso. Diagrama de Casos de Uso. Diagrama de Casos de Uso. Componentes do Diagrama

Diagrama de Casos de Uso. Diagrama de Casos de Uso. Diagrama de Casos de Uso. Diagrama de Casos de Uso. Componentes do Diagrama DCC / ICEx / UFMG Diagrama de Diagrama de Eduardo Figueiredo http://www.dcc.ufmg.br/~figueiredo Adota uma linguagem simples Acessível ao cliente Objetivo é a compreensão do comportamento externo do sistema

Leia mais

Modelagem do Processo de Negócio

Modelagem do Processo de Negócio Análise e Projeto 1 Modelagem do Processo de Negócio Modelos de processos de negócios descrevem as diferentes atividades que, quando combinados, oferecem suporte a um processo de negócio. Processos de

Leia mais

SECRETARIA DE ESTADO DA FAZENDA DIRETORIA DE FISCALIZAÇÃO PEDIDO DE USO DE ECF MANUAL DO USUÁRIO VERSÃO 1.0

SECRETARIA DE ESTADO DA FAZENDA DIRETORIA DE FISCALIZAÇÃO PEDIDO DE USO DE ECF MANUAL DO USUÁRIO VERSÃO 1.0 SECRETARIA DE ESTADO DA FAZENDA DIRETORIA DE FISCALIZAÇÃO PEDIDO DE USO DE ECF MANUAL DO USUÁRIO VERSÃO 1.0 Belém Agosto - 2013 1 SUMÁRIO 1. Introdução... 3 2. Identificação Acesso ao Sistema... 4 3. Painel

Leia mais

MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO SISTEMA DE EMISSÃO DE NOTA FISCAL ELETRÔNICA

MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO SISTEMA DE EMISSÃO DE NOTA FISCAL ELETRÔNICA MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO SISTEMA DE EMISSÃO DE NOTA FISCAL ELETRÔNICA Apresentação Este sistema faz parte do Portal NFS Digital e tem o intuito de ser utilizado por emissores de Nota Fiscal de Serviços

Leia mais

Orientações para o Lançamento de Notas. Diretor

Orientações para o Lançamento de Notas. Diretor Orientações para o Lançamento de Notas Diretor 1 CONTEÚDO Conteúdo... 2 Como acessar o Conexão Educação... 3 Lançamento de Notas... 5 Notas por Turma... 5 Liberação de Lançamento de Notas... 13 2 COMO

Leia mais

NutriScience Manual do Usuário

NutriScience Manual do Usuário NutriScience Manual do Usuário 2 Sumário Configurando o Sistema... 3 Importar banco de dados... 3 Alterar o Idioma... 5 Utilizando o Sistema... 6 Início... 6 Barra de Navegação... 6 Paciente... 6 Avaliação

Leia mais

Sistema Gerenciador de Hotel. Adriano Douglas Girardello. Ana Paula Fredrich. Tiago Alexandre Schulz Sippert

Sistema Gerenciador de Hotel. Adriano Douglas Girardello. Ana Paula Fredrich. Tiago Alexandre Schulz Sippert UNIOESTE Universidade Estadual do Oeste do Paraná CENTRO DE CIÊNCIAS EXATAS E TECNOLÓGICAS Colegiado de Informática Curso de Bacharelado em Informática Sistema Gerenciador de Hotel Adriano Douglas Girardello

Leia mais

SGD - Sistema de Gestão de Documentos

SGD - Sistema de Gestão de Documentos Agosto/2012 SGD - Sistema de Gestão de Documentos Manual do Módulo Documentos Características Orientações de utilização do Módulo Documentos. Apresentação das funcionalidades. Telas explicativas e passo

Leia mais

Especificação de Caso de Uso

Especificação de Caso de Uso Versão: 1.1 Especificação de Caso de Uso UCCITES04 Versão: 1.1 Histórico da Revisão Data Versão Descrição Autor 03/09/2008 0.1 Criação do documento. Ana Ornelas 09/09/2008 0.2 Atualização gerais no documento.

Leia mais

Aplicativo da Manifestação do Destinatário. Manual

Aplicativo da Manifestação do Destinatário. Manual Aplicativo da Manifestação do Destinatário Manual Novembro de 2012 1 Sumário 1 Aplicativo de Manifestação do Destinatário...4 2 Iniciando o aplicativo...4 3 Menus...5 3.1 Manifestação Destinatário...5

Leia mais

Sistema de Autorização Unimed

Sistema de Autorização Unimed Diretoria de Gestão Estratégica Departamento de Tecnologia da Informação Divisão de Serviços em TI Sistema de Autorização Unimed MANUAL DO USUÁRIO DIVISÃO DE SERVIÇOS EM TI A Divisão de Serviços em TI

Leia mais

Criação de Classes de Atividade Complementar - AC

Criação de Classes de Atividade Complementar - AC Criação de Classes de Atividade Complementar - AC Objetivo Orientar as escolas que trabalham com Atividade complementar, tais como: Mais Educação, Ensino Médio Inovador e Atividade Complementar na execução

Leia mais

Guia Site Empresarial

Guia Site Empresarial Guia Site Empresarial Índice 1 - Fazer Fatura... 2 1.1 - Fazer uma nova fatura por valores de crédito... 2 1.2 - Fazer fatura alterando limites dos cartões... 6 1.3 - Fazer fatura repetindo última solicitação

Leia mais

Manual do Instar Mail Sumário

Manual do Instar Mail Sumário Manual do Instar Mail Sumário 1 - Apresentação do sistema... 2 2 - Menu cliente... 2 3 - Menu Importação... 5 4 - Menu Campanhas... 9 5 - Menu banco de arquivos... 16 6 - Menu agendamento... 16 7 - Menu

Leia mais

O Komunik é uma ferramenta de comunicação interna que permite a interação completa entre todos os setores de uma empresa.

O Komunik é uma ferramenta de comunicação interna que permite a interação completa entre todos os setores de uma empresa. ORG 13.8 KOMUNIK O QUE É Manual Estoque - Versão 4.55.001-2ª Edição - 2012 O Komunik é uma ferramenta de comunicação interna que permite a interação completa entre todos os setores de uma empresa. PRA

Leia mais

Sistema de Protocolo. Manual do Usuário

Sistema de Protocolo. Manual do Usuário Sistema de Protocolo Manual do Usuário Atualizado em 05/06/2010 2 Apresentação Módulo Protocolo Está disponível de forma integrada com todos os órgãos para registrar e acompanhar, de modo atualizado e

Leia mais

Resumo das funcionalidades

Resumo das funcionalidades Resumo das funcionalidades Menu MENU Dados Cadastrais Atualizar Cadastro Troca Senha Grupo Usuários Incluir Atualizar Funcionários Incluir Atualizar Atualizar Uso Diário Importar Instruções Processar Status

Leia mais

Delphi 7 Aula 01 Área do Triângulo

Delphi 7 Aula 01 Área do Triângulo Delphi 7 Aula 01 Área do Triângulo Prof. Gilbert Azevedo da Silva I. Objetivos Conhecer o Ambiente Integrado de Desenvolvimento (IDE) do Delphi 7, Desenvolver a primeira aplicação no Delphi 7, Aprender

Leia mais

Manual do usuário SIACC CAIXA Programado 1

Manual do usuário SIACC CAIXA Programado 1 Manual do usuário SIACC CAIXA Programado 1 Índice ACESSO AO SISTEMA CAIXA PROGRAMADO PELA PRIMEIRA VEZ... 6 CONFIGURAÇÕES NECESSÁRIAS PARA ACESSAR O SISTEMA... 6 TELA DE ACESSO AO SISTEMA CAIXA PROGRAMADO...

Leia mais

Roteiro 2: (Planilhas Eletrônicas) - Função procv / manipulação de formulários

Roteiro 2: (Planilhas Eletrônicas) - Função procv / manipulação de formulários Roteiro 2: (Planilhas Eletrônicas) - Função procv / manipulação de formulários Objetivos Explorar funções de procura e referência; Explorar ferramentas para controle de formulários em planilhas; Importar

Leia mais

NOVIDADES DA VERSÃO DO ZPEDIDOS.

NOVIDADES DA VERSÃO DO ZPEDIDOS. NOVIDADES DA VERSÃO DO ZPEDIDOS. Procedimento de Envio de Novos Clientes: Para o envio de novos clientes, assim como na versão anterior, é obrigatório o cadastro de um pedido para o cliente, porém o procedimento

Leia mais

Sistema de Bilhetagem Eletrônica

Sistema de Bilhetagem Eletrônica GUIA DE REFERÊNCIA SIB Sistema de Bilhetagem Eletrônica Projeto Sistema de Bilhetagem Eletrônica Documento MR (17/Maio/2011) Tabela 1 Histórico das alterações no documento Data Versão Autor Descrição 09/11/2010

Leia mais

GUIA RÁPIDO PARA PETICIONAMENTO ON-LINE

GUIA RÁPIDO PARA PETICIONAMENTO ON-LINE 1. Antes de acessar o Sistema: 1.1 Verificar navegador instalado usar Mozilla Firefox Se não estiver, faça o download aqui: http://br.mozdev.org/ Após o download, instale o programa. 1.2 Verificar se Java

Leia mais

QUESTÃO 01 - DIAGRAMA DE SEQUENCIA (CONCEITOS)

QUESTÃO 01 - DIAGRAMA DE SEQUENCIA (CONCEITOS) Campus Cachoeiro de Itapemirim Disciplina: Análise e Projeto de Sistemas Curso Técnico em Informática Professor: Rafael Vargas Mesquita Bimestre 02 - Avaliação 03 - Assunto: Diagrama de Sequência Aluno:

Leia mais

1ª PARTE DIÁRIOS ELETRÔNICOS

1ª PARTE DIÁRIOS ELETRÔNICOS 1 1ª PARTE DIÁRIOS ELETRÔNICOS 1.ACESSANDO O SITE DA FEOL 1.1 Endereço do Site O endereço para acessar o site da Fundação Educacional de Oliveira é: www.feol.com.br Obs: experimente digitar apenas feol.com.br

Leia mais

BENNER WEB MÓDULO BENEFICIÁRIOS

BENNER WEB MÓDULO BENEFICIÁRIOS BENNER WEB MÓDULO BENEFICIÁRIOS 1 Módulo Beneficiários Onde são criados os registros das famílias dos titulares e definidas coberturas assistenciais do plano de saúde, bem como os valores de custeio, os

Leia mais

2 Diagrama de Caso de Uso

2 Diagrama de Caso de Uso Unified Modeling Language (UML) Universidade Federal do Maranhão UFMA Pós Graduação de Engenharia de Eletricidade Grupo de Computação Assunto: Diagrama de Caso de Uso (Use Case) Autoria:Aristófanes Corrêa

Leia mais

MANUAL DO GERENCIADOR ESCOLAR WEB

MANUAL DO GERENCIADOR ESCOLAR WEB CNS LEARNING MANUAL DO GERENCIADOR ESCOLAR WEB Versão Online 13 Índice ÍNDICE... 1 VISÃO GERAL... 2 CONCEITO E APRESENTAÇÃO VISUAL... 2 PRINCIPAIS MÓDULOS... 3 ESTRUTURAÇÃO... 3 CURSOS... 4 TURMAS... 4

Leia mais

Tópicos Especiais em Sistemas de Telecomunicações IV

Tópicos Especiais em Sistemas de Telecomunicações IV Sumário Tópicos Especiais em Sistemas de Telecomunicações IV Modelagem de Sistemas de Software Departamento de Engenharia de Telecomunicações Escola de Engenharia Universidade Federal Fluminense Setembro

Leia mais