Clipping Nacional. Educação

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Clipping Nacional. Educação"

Transcrição

1 Clipping Nacional de Educação Quarta-feira, 17 de Julho de 2013 Capitare Assessoria de Imprensa SHN, Quadra 2 Bloco F Edifício Executive Tower - Brasília Telefones: (61) (61)

2 17/07/13 00 MERCADO ABERTO FOCO NO ENEM A rede de ensino Microlins abre neste mês cursos preparatórios para o Enem, em parceria com a Federal Concursos. A ideia é que as aulas sejam oferecidas em 40% das cerca de 500 unidades neste ano e a partir de 2014 em todas. A entrada da empresa no segmento foi impulsionada principalmente pelo crescente número de participantes do exame a cada ano. "A tendência é que o Enem substitua o vestibular", afirma Wilson Martins Filho, gerente comercial da rede. "Nossa expectativa é alcançar 3% desse mercado até 2014 e ser a maior rede de cursos preparatórios para concursos e Enem em três anos", afirma Carlos Martins, dono do Grupo Multi, que, além da Microlins, tem outras marcas como Wizard, Yázigi, Skill e People.

3 17/07/13 00 COTIDIANO Educação Estudantes voltam a invadir prédio da reitoria da Unesp DE SÃO PAULO - Um grupo de 40 estudantes invadiu o prédio da reitoria da Unesp, na região central de São Paulo, ontem à tarde. Uma outra ocupação já tinha ocorrido no mês passado. Em nota, os alunos cobraram "políticas de permanência e assistência estudantil, como restaurante universitário, moradia estudantil e bolsas de auxílio socioeconômicas", entre outras reivindicações. A vice-reitora, Marilza Vieira Cunha Rudge, se reuniu com os alunos. Até a conclusão desta edição, os estudantes ainda decidiam se manteriam a ocupação.

4 17/07/13 00 MÔNICA BERGAMO MAIS MÉDICOS O hospital Albert Einstein deve investir R$ 50 milhões para a construção da faculdade de medicina que planeja abrir em O prédio ficará ao lado da instituição, no bairro do Morumbi. MAIS MÉDICOS 2 Além de vestibular, o Einstein quer incluir uma entrevista para selecionar os alunos. A ideia é fazer um exame semestral para preencher 50 vagas em cada período. As mensalidades "vão ser caras", admite Claudio Lottenberg, presidente do hospital. Mas haverá um sistema de bolsas ou incentivos para "atrair os melhores alunos".

5 17/07/13 00 NOTAS & INFORMAÇÕES A política de bônus da USP Passou quase despercebida, por causa das recentes manifestações de protesto, a resistência da USP à proposta do governador Geraldo Alckmin para que as três universidades públicas paulistas adotem uma política de ação afirmativa no vestibular de Intitulado Programa de Inclusão com Mérito no Ensino Superior Público Paulista (Pimesp), o plano foi lançado por Alckmin no final do ano passado, teve o endosso de unidades da Unicamp e da Unesp, mas está sendo criticado pelas congregações de várias unidades da USP. Além disso, a universidade aprovou medidas - inclusive a criação de um bônus racial - que contrariam o espírito do Pimesp. A preocupação de Alckmin com a inclusão social nas universidades públicas paulistas é mais política do que pedagógica. Ele pretende disputar a reeleição em 2014 e precisa de uma bandeira eleitoral para a área da educação superior. Por sua vez, desde que assumiu o governo federal, em 2003, o PT investe na criação de institutos técnicos e na expansão das universidades federais em São Paulo, especialmente na região metropolitana. Na gestão do PT, o governo federal também implementou o sistema de cotas, enquanto em São Paulo os governos do PSDB optaram por programas que concedem pontos a vestibulandos oriundos da rede pública. O Pimesp é o mais ambicioso desses programas. Ele prevê que 35% das vagas das universidades estaduais devem ser preenchidas em 2014 por alunos de escolas públicas. Esse porcentual deve chegar a 50%, em 2016, respeitando ainda a proporção de 35% de pretos, pardos e indígenas entre os beneficiados. Uma das diferenças desse sistema em relação ao adotado pelas universidades federais é que o Pimesp não estabelece critérios específicos de renda. O ponto mais polêmico do Pimesp é a criação de um curso comunitário semipresencial para cotistas, a cargo da Universidade Virtual do Estado de São Paulo. Pelas estimativas do Pimesp, esse curso terá cerca de 2 mil alunos, mas as autoridades educacionais não deixam claro como serão escolhidos nem se esse número é suficiente para atender à demanda da rede pública estadual de ensino médio, que tem 6 mil escolas. Esse curso foi inspirado nos colleges americanos e tem uma etapa em que os estudantes terão de comparecer às salas de aula e outra em que terão aulas virtuais transmitidas pela Fundação Padre Anchieta. Ao fim do 1.º ano, os alunos com aproveitamento superior a 70% têm garantidas vagas nas faculdades de tecnologia. E, no final do 2.º ano, os alunos com aproveitamento superior a 70% têm garantidas vagas na USP, Unicamp e Unesp. Independentemente do Pimesp, a USP aprovou um bônus de 5% no vestibular para candidatos de escolas públicas que se declararem pretos, pardos ou indígenas. Até agora, a instituição não concedia esse benefício. A USP também decidiu aumentar o bônus para os demais vestibulandos oriundos da rede pública. Hoje, 28,5% dos calouros da USP vieram de colégios estaduais. Para aumentar esse porcentual, o bônus, que antes podia chegar a 15%, agora será de até 20%. Desse modo, um estudante que se declarar preto, pardo ou indígena poderá ter um acréscimo de até 25% em sua nota nos vestibulares da Fuvest. Além disso, a USP anunciou que não cumprirá as metas previstas pelo Pimesp para 2016, adiando-as para As mudanças foram criticadas por entidades estudantis e movimentos sociais, que resistem ao Pimesp e à política de bônus da USP e defendem um sistema de cotas. Também criticaram a Reitoria por não ter apresentado estudos fundamentando as mudanças na política de bônus para o vestibular de "Estão brincando com fogo, nesse clima em que o País está ", diz o presidente da ONG Educafro, frei David dos Santos. Com a resistência de unidades da USP ao Pimesp, fica mais atual do que nunca a advertência feita por vários educadores: a adoção de um modelo de inclusão social no ensino superior é um processo complexo, que tem de ser conduzido com rigorosos critérios pedagógicos e não com o olho no calendário eleitoral.

6 17/07/13 00 METRÓPOLE Faculdades vão debater 8 anos para Medicina Comissão formada por representantes de 11 federais analisará o projeto do governo Bruno Deiro Fernanda Bassette Paulo Saldaña Uma comissão formada por representantes de 11 cursos de Medicina de universidades federais discutirá como os dois anos de serviço obrigatório no Sistema Único de Saúde (SUS) - previstos como segundo ciclo na formação dos médicos - podem, ser incorporados no tempo de residência. A comissão foi formada ontem para, segundo o ministro da Educação, Aloizio Mercadante, aprimorar as propostas do Mais Médicos, sobretudo a de levar profissionais para o interior e o segundo ciclo. Mais de cem profissionais das 59 federais estiveram na reunião. Para se tornar cirurgião, por exemplo, um médico já precisa passar por uma residência de dois anos. Segundo Mercadante, a discussão sobre como combinar esses dois prazos é forte. Outro ponto que será avaliado é a forma de acompanhamento dos estudantes no ciclo final de dois anos. Como são profissionais do SUS que vão acompanhar os estudantes, temos de definir como esse trabalho será feito, afirma Mercadante. O ministro ressaltou que a Comissão terá 180 dias para discutir antes de as propostas seguirem para o Conselho Nacional de Educação, A própria estrutura curricular do curso pode sofrer ajuste com base nas novas iniciativas, diz Mercadante. Em São Paulo. Ao menos 500 médicos e estudantes de Medicina saíram às ruas de São Paulo ontem para protestar contra as medidas do governo federal. Às 16h30, eles saíram em carreata da Rua da Consolação e percorreram as principais vias do centro da cidade. Contra a vontade dos organizadores, seguiram para a Avenida Paulista e bloquearam a via em alguns trechos nos dois sentidos, por cerca de 1h30. Não houve incidentes e os médicos receberam apoio dos motoristas. Os profissionais são contra a medida provisória publicada na semana passada que prevê a vinda de médicos estrangeiros para atuar no SUS sem a revalidação dos diplomas, a criação de mais 11,4 mil vagas nos cursos de Medicina e a obrigatoriedade de dois anos de serviço obrigatório na rede pública. Eles também protestaram contra os vetos que a presidente Dilma Rousseff fez à Lei do Ato Médico - que regulamenta o exercício da medicina. A presidente vetou, por exemplo, o trecho da lei que dizia que fazer diagnóstico de doenças e a indicação terapêutica seria atividade privativa de médicos. Se a medida provisória for aprovada, e virar lei, as entidades médicas entrarão na Justiça com uma Ação Direta, de Inconstitucionalidade (Adin), em parceria com a Ordem dos Advogado Brasil Federal. Aumentar em dois anos o curso de Medicina para instituir a obrigatoriedade de serviço obrigatório no SUS é inconstitucional. Apenas o serviço militar é obrigatório no País, afirmou Renato Azevedo Junior, presidente do Conselho Regional de Medicina de São Paulo (Cremesp). De acordo com ele, o assunto não poderá ser regido por medida provisória porque não é urgente (só passa a valer em 2015) e, por isso; deveria ser tratado por meio de projeto de lei. Os médicos organizam agora uma mobilização em 8 de agosto, para exigir audiências públicas no Congresso e no Conselho Nacional de Educação. Prometem ainda um manifesto no dia seguinte, no Congresso, para que a MP seja modificada antes de ser convertida em lei.

7 CORREIO BRAZILIENSE 17/07/13 00 ARI CUNHA Educação» Na avaliação dada pelo senador Cristovam Buarque, o destino de R$ 258 bilhões para a educação ainda gera sérias dúvidas entre os senadores. Pedro Taques e Jarbas Vasconcelos também protestaram. A começar pelo próprio valor. Vai ser esse ou não?, desconfia. Cristovam põe em dúvida não só as pesquisas que avaliam a quantidade de petróleo, como a possibilidade de extração do óleo em grandes profundidades.

8 JORNAL DE BRASÍLIA 17/07/13 00 DO ALTO DA TORRE

9 JORNAL DE BRASÍLIA 17/07/13 00 PONTO DO SERVIDOR MARIA EUGÊNIA Bolsas de estudo A Escola de Governo reabriu as inscrições para os servidores interessados em bolsas de estudo na UDF. O período será de 22 a 24 de julho. Os interessados podem procurar a Escola de Governo, no SGO Quadra 1, Área Especial 1, próximo ao Museu do Automóvel, das 9h às 17h. A vagas para cursos de Direito, Administração, Relações Internacionais entre outros cursos. Mais informações: ou / vagas em cursos de graduação estão sendo oferecidas para os servidores do GDF

10 JORNAL DE BRASÍLIA 17/07/13 00 CIDADES Decisão judicial ignorada Continua

11 Continuação 17/07/13 Continua

12 Continuação 17/07/13

13 JORNAL DE BRASÍLIA 17/07/13 00 CIDADES

14 JORNAL DE BRASÍLIA 17/07/13 00 CIDADES

Clipping Nacional. Educação

Clipping Nacional. Educação Clipping Nacional de Educação Sexta-feira, 22 de Agosto de 2014 Capitare Assessoria de Imprensa SHN, Quadra 2 Bloco F Edifício Executive Tower - Brasília Telefones: (61) 3547-3060 (61) 3522-6090 www.capitare.com.br

Leia mais

INCLUSP: situação atual, desafios e novas perspectivas

INCLUSP: situação atual, desafios e novas perspectivas INCLUSP: situação atual, desafios e novas perspectivas INCLUSP (criado em 2006) Público-alvo:» Alunos que tenham cursado o EM em escola pública brasileira Objetivos» Integrar a USP com escolas públicas.»

Leia mais

Lutas, Vitórias, Avanços e Novos Desafios

Lutas, Vitórias, Avanços e Novos Desafios Lutas, Vitórias, Avanços e Novos Desafios 10 Anos de ProUni A Educafro parabeniza o Congresso Nacional (Deputados e Senadores) e todos os protagonistas desta conquista, por transformar o Programa Universidade

Leia mais

O impacto do INCLUSP no ingresso de estudantes da escola pública na USP

O impacto do INCLUSP no ingresso de estudantes da escola pública na USP VERSÃO: 03-04-2008 2 O impacto do INCLUSP no ingresso de estudantes da escola pública na USP 1. Apresentação do Programa O Programa de Inclusão Social da USP (INCLUSP) foi concebido a partir da preocupação

Leia mais

Dúvidas sobre ampliação do Mais Médicos e incorporação do Provab

Dúvidas sobre ampliação do Mais Médicos e incorporação do Provab Dúvidas sobre ampliação do Mais Médicos e incorporação do Provab 1. Quais são as principais novidades desse edital? A partir de agora, os profissionais que estão no Provab poderão ingressar no Mais Médicos

Leia mais

Pacto Nacional pela Saúde. Mais hospitais e unidades de saúde Mais Médicos Mais Formação

Pacto Nacional pela Saúde. Mais hospitais e unidades de saúde Mais Médicos Mais Formação Pacto Nacional pela Saúde Mais hospitais e unidades de saúde Mais Médicos Mais Formação 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 Conheça mais: Programa Mais Médicos Faltam médicos no Brasil De 2003 a 2011, o número de postos

Leia mais

C R U E S P Conselho de Reitores das Universidades Estaduais Paulistas. São Paulo, 29 de julho de 2005. Of. CRUESP n 22/2005

C R U E S P Conselho de Reitores das Universidades Estaduais Paulistas. São Paulo, 29 de julho de 2005. Of. CRUESP n 22/2005 C R U E S P Conselho de Reitores das Universidades Estaduais Paulistas Of. CRUESP n 22/2005 São Paulo, 29 de julho de 2005. A Sua Excelência o Senhor Governador GERALDO ALCKMIN Digníssimo Governador do

Leia mais

Clipping Nacional. Educação

Clipping Nacional. Educação Clipping Nacional de Educação 16 de Maio de 2013 Capitare Assessoria de Imprensa SHN, Quadra 2 Bloco F Edifício Executive Tower - Brasília Telefones: (61) 3547-3060 (61) 3522-6090 www.capitare.com.br JORNAL

Leia mais

AÇÃO AFIRMATIVA NA EDUCAÇÃO SUPERIOR: PASSADO E FUTURO

AÇÃO AFIRMATIVA NA EDUCAÇÃO SUPERIOR: PASSADO E FUTURO Grupo de Estudos Multidisciplinares da Ação Afirmativa AÇÃO AFIRMATIVA NA EDUCAÇÃO SUPERIOR: PASSADO E FUTURO João Feres Júnior IESP-UERJ Veronica Toste Daflon IESP-UERJ Passado A distribuição nacional

Leia mais

UFRPE adotam ações afirmativas com bônus

UFRPE adotam ações afirmativas com bônus USP, Unicamp, UFPE e UFRPE adotam ações afirmativas com bônus Amanda Rossi e Antonio Biondi 16 Julho 2008 Na USP, maior das oito instituições de ensino superior que adotam sistemas de bonificação no vestibular

Leia mais

Universidade Virtual do Estado de São Paulo: breve histórico e perspectivas futuras

Universidade Virtual do Estado de São Paulo: breve histórico e perspectivas futuras Documentos DOI: 10.5212/MuitasVozes.v.2i1.0006 Universidade Virtual do Estado de São Paulo: breve histórico e perspectivas futuras Carlos Vogt * Programa Univesp O Programa Universidade Virtual do Estado

Leia mais

PERGUNTAS FREQUENTES PS 2014

PERGUNTAS FREQUENTES PS 2014 1) Como funciona o vestibular da UFPA? PERGUNTAS FREQUENTES PS 2014 A partir do Processo Seletivo 2014 (PS 2014), a UFPA passa a adotar o Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM) como única fase do vestibular.

Leia mais

Prepare-se para Faculdade. Leticia Bechara Pedagoga e Coordenadora Trevisan Escola de Negócios

Prepare-se para Faculdade. Leticia Bechara Pedagoga e Coordenadora Trevisan Escola de Negócios Prepare-se para Faculdade Leticia Bechara Pedagoga e Coordenadora Trevisan Escola de Negócios Sucesso $$$ sonho habilidade Passos para Faculdade 1- Conhecer você mesmo. 2- Características da faculdade.

Leia mais

CALENDÁRIO 2º SEMESTRE 2011 3º ANO DO ENSINO MÉDIO

CALENDÁRIO 2º SEMESTRE 2011 3º ANO DO ENSINO MÉDIO CALENDÁRIO 2º SEMESTRE 2011 3º ANO DO ENSINO MÉDIO DATA ATIVIDADE AGOSTO 01 Início das aulas-2º Semestre 1/8 à 15/9 Inscrições no ITA 8/8 à 12/8 Início da Apostila 01 13/8 à 15/10 A Hora do Vestibular-Biblioteca

Leia mais

Programa de Inclusão com Mérito no Ensino Superior Público Paulista - PIMESP

Programa de Inclusão com Mérito no Ensino Superior Público Paulista - PIMESP 1 Programa de Inclusão com Mérito no Ensino Superior Público Paulista - PIMESP 20-12-2012 1 Alguns dados 1) No Brasil: a) 1,9 milhão de pessoas concluíram o Ensino Médio em 2005, equivalendo a 28,8% dos

Leia mais

Os Cursos Pré-Vestibulares para Negros e as Políticas de Cotas nas Instituições de Ensino Superior no Brasil

Os Cursos Pré-Vestibulares para Negros e as Políticas de Cotas nas Instituições de Ensino Superior no Brasil LUGAR COMUM Nº30, pp. 95-100 Os Cursos Pré-Vestibulares para Negros e as Políticas de Cotas nas Instituições de Ensino Superior no Brasil Alexandre do Nascimento Políticas de ação afirmativa são medidas

Leia mais

Publicação no DSF de 03/04/2004 - página 9208

Publicação no DSF de 03/04/2004 - página 9208 Autor José Jorge (PFL - Partido da Frente Liberal / PE) Nome José Jorge de Vasconcelos Lima Completo Data 02/04/2004 Casa Senado Federal Tipo Discurso Resumo Medidas do governo federal na área de educação.

Leia mais

SENADO FEDERAL Gabinete do Senador ALOYSIO NUNES FERREIRA PARECER Nº, DE 2013. RELATOR: Senador ALOYSIO NUNES FERREIRA

SENADO FEDERAL Gabinete do Senador ALOYSIO NUNES FERREIRA PARECER Nº, DE 2013. RELATOR: Senador ALOYSIO NUNES FERREIRA PARECER Nº, DE 2013 Da COMISSÃO DE EDUCAÇÃO, CULTURA E ESPORTE, em decisão terminativa, sobre o Projeto de Lei do Senado nº 399, de 2011, do Senador Roberto Requião, que altera a Lei nº 9.394, de 20 de

Leia mais

1) Fornecedores reivindicam melhor preço para a cana - 10/04/08 - Economia. 1) Fornecedores reivindicam melhor preço para a cana

1) Fornecedores reivindicam melhor preço para a cana - 10/04/08 - Economia. 1) Fornecedores reivindicam melhor preço para a cana Registros da UENF na Imprensa, tais como foram publicados na Internet. Índice 1) Fornecedores reivindicam melhor preço para a cana - 10/04/08 - Economia 2) Novas regras para entrada de cotistas - 10/04/08

Leia mais

PROUNI. Desde 2007, o Prouni - e sua articulação com o FIES - é uma das ações integrantes do Plano de Desenvolvimento da Educação PDE.

PROUNI. Desde 2007, o Prouni - e sua articulação com o FIES - é uma das ações integrantes do Plano de Desenvolvimento da Educação PDE. PROUNI O Programa O Prouni - Programa Universidade para Todos tem como finalidade a concessão de bolsas de estudo integrais e parciais em cursos de graduação e sequenciais de formação específica, em instituições

Leia mais

SUMÁRIO. Sobre o curso Pág. 3. Etapas do Processo Seletivo Pág. 5. Cronograma de Aulas. Coordenação Programa e metodologia; Investimento.

SUMÁRIO. Sobre o curso Pág. 3. Etapas do Processo Seletivo Pág. 5. Cronograma de Aulas. Coordenação Programa e metodologia; Investimento. SUMÁRIO Sobre o curso Pág. 3 Coordenação Programa e metodologia; Investimento Etapas do Processo Seletivo Pág. 5 Matrícula Cronograma de Aulas Pág. PÓS-GRADUAÇÃO EM ODONTOLOGIA HOSPITALAR Unidade Dias

Leia mais

PROJETO DE LEI N.º 73, DE 1.999 (DA SRA. NICE LOBÃO)

PROJETO DE LEI N.º 73, DE 1.999 (DA SRA. NICE LOBÃO) PROJETO DE LEI N.º 73, DE 1.999 (DA SRA. NICE LOBÃO) Autor: DEPUTADA NICE LOBÃO Relator:DEPUTADO CARLOS ABICALIL Dispõe dobre o ingresso nas universidades federais e dá outras providências. RELATÓRIO Dispõe

Leia mais

Minuta de Resolução Programa de Ações Afirmativas da Udesc

Minuta de Resolução Programa de Ações Afirmativas da Udesc Minuta de Resolução Programa de Ações Afirmativas da Udesc O Reitor da Universidade do Estado de Santa Catarina no uso de suas atribuições e considerando: - a autonomia didático-científica, administrativa

Leia mais

FAQ EDITAL PROVAB - JANEIRO 2014

FAQ EDITAL PROVAB - JANEIRO 2014 FAQ EDITAL PROVAB - JANEIRO 2014 1. O que é o Provab e qual o perfil de profissional que costuma se inscrever no programa? O Programa de Valorização do Profissional da Atenção Básica (Provab) é uma iniciativa

Leia mais

Clipping. ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO 03 de outubro de 2011 ESTADO DE MINAS

Clipping. ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO 03 de outubro de 2011 ESTADO DE MINAS ESTADO DE MINAS 1 2 ESTADO DE MINAS 3 ESTADO DE MINAS http://www.em.com.br PSD de Kassab mira 'órfãos' do PMDB quercista O PSD obteve registro no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) na terça-feira e corre

Leia mais

Índice. 1) O exemplo do trigo. 2) Curtas. 3) Uerj estuda causas pela baixa inscrição de cotista - 20/05/08 - Educação > Noticiário

Índice. 1) O exemplo do trigo. 2) Curtas. 3) Uerj estuda causas pela baixa inscrição de cotista - 20/05/08 - Educação > Noticiário Registros da UENF na Imprensa, tais como foram publicados na Internet. Índice 1) O exemplo do trigo 2) Curtas - 20/05/08 - Opinião > Artigo - 20/05/08 - Painel Político 3) Uerj estuda causas pela baixa

Leia mais

Programa CAPES-PVE CAPES. Processo Seletivo 2010 Edital nº 049/2010/CAPES/DRI

Programa CAPES-PVE CAPES. Processo Seletivo 2010 Edital nº 049/2010/CAPES/DRI Programa CAPES- Processo Seletivo 2010 Edital nº 049/2010/CAPES/DRI A Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior-CAPES, Fundação Pública, criada pela Lei nº. 8.405, de 09 de janeiro de

Leia mais

Fiscalização do Cremesp aponta falhas e irregularidades no Programa Mais Médicos na capital

Fiscalização do Cremesp aponta falhas e irregularidades no Programa Mais Médicos na capital Fiscalização do Cremesp aponta falhas e irregularidades no Programa Mais Médicos na capital Mais de um terço dos intercambistas do Programa Mais Médicos ou 35,7% deles - nunca teve contato com seu tutor,

Leia mais

SUMÁRIO. Sobre o curso Pág. 3. Etapas do Processo Seletivo Pág. 5. Cronograma de Aulas Pág. 8. Coordenação Programa e metodologia; Investimento

SUMÁRIO. Sobre o curso Pág. 3. Etapas do Processo Seletivo Pág. 5. Cronograma de Aulas Pág. 8. Coordenação Programa e metodologia; Investimento 1 SUMÁRIO Sobre o curso Pág. 3 Coordenação Programa e metodologia; Investimento 3 4 5 Etapas do Processo Seletivo Pág. 5 Matrícula 7 Cronograma de Aulas Pág. 8 2 PÓS-GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA CLÍNICA Unidade

Leia mais

USCS Virtual Edital/Manual do Candidato Vestibular EAD 2º Semestre 2014

USCS Virtual Edital/Manual do Candidato Vestibular EAD 2º Semestre 2014 USCS - UNIVERSIDADE MUNICIPAL DE SÃO CAETANO DO SUL USCS Virtual Edital/Manual do Candidato Vestibular EAD 2º Semestre 2014 Inscrições: até 30/JULHO/2014 Prova: 3/AGOSTO/2014 Início das aulas: 9/AGOSTO/2014

Leia mais

FORMANDO AS LIDERANÇAS DO FUTURO

FORMANDO AS LIDERANÇAS DO FUTURO Fundação Carlos Chagas Difusão de Idéias dezembro/2006 página 1 FORMANDO AS LIDERANÇAS DO FUTURO Fúlvia Rosemberg: analisa ações de inclusão e apresenta programa voltado para a formação de novas lideranças

Leia mais

A medida da lei de cotas para o ensino superior

A medida da lei de cotas para o ensino superior Versão 2, 1/12/2008 A medida da lei de cotas para o ensino superior Simon Schwartzman Qual o verdadeiro alcance da lei de cotas para o ensino superior aprovada pelo Congresso Nacional no Dia da Consciência

Leia mais

UnB adota SiSU como forma de ingresso

UnB adota SiSU como forma de ingresso UnB adota SiSU como forma de ingresso No total, 88 cursos de graduação foram ofertados. Medicina foi o mais concorrido do País Neste ano, a Universidade de Brasília (UnB) adotou, pela primeira vez, ao

Leia mais

M a n u a l d o P r o U n i 2014 P á g i n a 1

M a n u a l d o P r o U n i 2014 P á g i n a 1 M a n u a l d o P r o U n i 2014 P á g i n a 1 O Programa Universidade para Todos (Prouni) foi criado pelo Governo Federal em 2004 e tem como finalidade a concessão de bolsas de estudo integrais e parciais

Leia mais

REQUERIMENTO. (Do Sr. Edson Silva) Senhor Presidente:

REQUERIMENTO. (Do Sr. Edson Silva) Senhor Presidente: REQUERIMENTO (Do Sr. Edson Silva) Requer o envio de Indicação ao Poder Executivo, sugerindo ao Ministério da Educação que a disciplina língua inglesa seja incluída nos currículos dos cursos de graduação

Leia mais

SUMÁRIO. Sobre o curso Pág. 3. Etapas do Processo Seletivo Pág. 5. Cronograma de Aulas. Coordenação Programa e metodologia; Investimento.

SUMÁRIO. Sobre o curso Pág. 3. Etapas do Processo Seletivo Pág. 5. Cronograma de Aulas. Coordenação Programa e metodologia; Investimento. SUMÁRIO Sobre o curso Pág. 3 Coordenação Programa e metodologia; Investimento Etapas do Processo Seletivo Pág. 5 Matrícula Cronograma de Aulas Pág. PÓS-GRADUAÇÃO EM FARMÁCIA CLÍNICA Unidade Dias e Horários

Leia mais

Programa para a Inclusão dos Melhores Alunos da Escola Pública na Universidade

Programa para a Inclusão dos Melhores Alunos da Escola Pública na Universidade Programa para a Inclusão dos Melhores Alunos da Escola Pública na Universidade Vestibular 2014 NÚMEROS DA UNESP Cidades: 24 Unidades: 34 Unidades Complementares: 7 Colégios Técnicos: 3 Carreiras: 69 CURSOS

Leia mais

SUMÁRIO. Sobre o curso Pág. 3. Etapas do Processo Seletivo Pág. 5. Cronograma de Aulas. Coordenação Programa e metodologia; Investimento.

SUMÁRIO. Sobre o curso Pág. 3. Etapas do Processo Seletivo Pág. 5. Cronograma de Aulas. Coordenação Programa e metodologia; Investimento. SUMÁRIO Sobre o curso Pág. 3 Coordenação Programa e metodologia; Investimento Etapas do Processo Seletivo Pág. 5 Matrícula Cronograma de Aulas Pág. PÓS-GRADUAÇÃO EM AUDITORIA EM SERVIÇOS DE SAÚDE Unidade

Leia mais

Como se Tornar um Município Amigo do Idoso. Critérios para a Obtenção do Selo de Município Amigo do Idoso

Como se Tornar um Município Amigo do Idoso. Critérios para a Obtenção do Selo de Município Amigo do Idoso Como se Tornar um Município Amigo do Idoso Critérios para a Obtenção do Selo de Município Amigo do Idoso 2 3 GERALDO ALCKMIN Governador do Estado de São Paulo ROGERIO HAMAM Secretário de Estado de Desenvolvimento

Leia mais

Breve Histórico da Instituição

Breve Histórico da Instituição Breve Histórico da Instituição Universidade Federal de Santa Maria, idealizada e fundada pelo Prof. Dr. José Mariano da Rocha Filho, foi criada pela Lei n. 3.834- C, de 14 de dezembro de 1960, com a denominação

Leia mais

Considerações sobre o PIMESP e cotas nas universidades paulistas Kabengele Munanga UJniversidade de São Paulo

Considerações sobre o PIMESP e cotas nas universidades paulistas Kabengele Munanga UJniversidade de São Paulo Considerações sobre o PIMESP e cotas nas universidades paulistas Kabengele Munanga UJniversidade de São Paulo O debate sobre cotas para negros e indígenas ocorre desde 2002 depois da III Conferência Mundial

Leia mais

Perguntas Frequentes. Quem é o aluno da UFPI?

Perguntas Frequentes. Quem é o aluno da UFPI? Perguntas Frequentes Quem é o aluno da UFPI? É o indivíduo que está regularmente matriculado em uma disciplina ou curso ou, ainda, que já ingressou na UFPI, embora não esteja cursando nenhuma disciplina

Leia mais

PL 64 BOLSA COMPLEMENTAR PARA O PROGRAMA MAIS MÉDICOS

PL 64 BOLSA COMPLEMENTAR PARA O PROGRAMA MAIS MÉDICOS PL 64 BOLSA COMPLEMENTAR PARA O PROGRAMA MAIS MÉDICOS Tendo como argumento aperfeiçoar ainda mais a prestação de serviços de saúde à população, o Executivo traz a esta Casa o Projeto de Lei 64/2014, que

Leia mais

Cotas Socioeconômicas sim, Étnicas não

Cotas Socioeconômicas sim, Étnicas não Este é um tema atual de debate na sociedade brasileira, motivado principalmente pela discussão das cotas étnicas e, a partir do Projeto de Lei nº 3627/04, com ênfase nas socioeconômicas (origem dos alunos

Leia mais

SUMÁRIO. Sobre o curso Pág. 3. Etapas do Processo Seletivo Pág. 5. Cronograma de Aulas Pág. 10. Coordenação Programa e metodologia; Investimento

SUMÁRIO. Sobre o curso Pág. 3. Etapas do Processo Seletivo Pág. 5. Cronograma de Aulas Pág. 10. Coordenação Programa e metodologia; Investimento 1 SUMÁRIO Sobre o curso Pág. 3 Coordenação Programa e metodologia; Investimento 3 3 5 Etapas do Processo Seletivo Pág. 5 Matrícula 7 Cronograma de Aulas Pág. 10 2 PÓS-GRADUAÇÃO EM FISIOTERAPIA EM REABILITAÇÃO

Leia mais

EDITAL nº 001/2013. Convocação de Audiência Pública

EDITAL nº 001/2013. Convocação de Audiência Pública EDITAL nº 001/2013 Convocação de Audiência Pública O Presidente do Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP), no exercício da competência fixada no artigo 130-A, parágrafo 2º, inciso II, da Constituição

Leia mais

Programa Estágio de Curta Duração. CAPES/Fundação Carolina

Programa Estágio de Curta Duração. CAPES/Fundação Carolina Programa Estágio de Curta Duração CAPES/Fundação Carolina Edital DRI/CAPES nº. 007/2010 A Fundação Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES), por meio de sua Diretoria de Relações

Leia mais

Secretaria de EDUCAÇÃO vai propor parcerias com instituições particulares e públicas; duração do ensino médio pode aumentar em 1 ano

Secretaria de EDUCAÇÃO vai propor parcerias com instituições particulares e públicas; duração do ensino médio pode aumentar em 1 ano SP quer ampliar ensino técnico estadual Data:10/05/2011 Veículo: O ESTADO DE S. PAULO SP Mariana Mandelli Secretaria de EDUCAÇÃO vai propor parcerias com instituições particulares e públicas; duração do

Leia mais

SUMÁRIO. Sobre o curso Pág. 3. Etapas do Processo Seletivo Pág. 6. Cronograma de Aulas Pág. 9. Coordenação Programa e metodologia; Investimento

SUMÁRIO. Sobre o curso Pág. 3. Etapas do Processo Seletivo Pág. 6. Cronograma de Aulas Pág. 9. Coordenação Programa e metodologia; Investimento 1 SUMÁRIO Sobre o curso Pág. 3 Coordenação Programa e metodologia; Investimento 3 4 5 Etapas do Processo Seletivo Pág. 6 Matrícula 8 Cronograma de Aulas Pág. 9 2 PÓS-GRADUAÇÃO EM EDUCAÇÃO CONTINUADA E

Leia mais

Enem 2013 terá 50% a mais de corretores de redação

Enem 2013 terá 50% a mais de corretores de redação Clipping 24/07/2013 SEMERJ www.semerj.org.br semerj@semerj.org.br Caso sua instituição ainda não seja associada ao SEMERJ, visite nosso site e descubra as vantagens em associar-se ao Sindicato das Entidades

Leia mais

PROJETO DE LEI N DE 2013

PROJETO DE LEI N DE 2013 PROJETO DE LEI N DE 2013 (Do Sr. Guilherme Mussi) Cria e institui o PMC (Programa Médico Cidadão) com recursos advindos do Ministério da Saúde por meio do Governo Federal. O Congresso Nacional decreta:

Leia mais

SUMÁRIO. Sobre o curso Pág. 3. Etapas do Processo Seletivo Pág. 5. Cronograma de Aulas. Coordenação Programa e metodologia; Investimento.

SUMÁRIO. Sobre o curso Pág. 3. Etapas do Processo Seletivo Pág. 5. Cronograma de Aulas. Coordenação Programa e metodologia; Investimento. SUMÁRIO Sobre o curso Pág. 3 Coordenação Programa e metodologia; Investimento Etapas do Processo Seletivo Pág. 5 Matrícula Cronograma de Aulas Pág. PÓS-GRADUAÇÃO EM DOCÊNCIA PARA O ENSINO EM SAÚDE Unidade

Leia mais

ANAIDS Articulação Nacional de Luta Contra a AIDS

ANAIDS Articulação Nacional de Luta Contra a AIDS Carta ANAIDS 1º de Dezembro - Dia Mundial de Luta contra a AIDS Cada um tem sua cara e a aids também tem... A ANAIDS Articulação Nacional de Luta Contra Aids - colegiado que reúne os Fóruns de ONG Aids

Leia mais

CHAMADA PUBLICA CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU DA CASA DE OSWALDO CRUZ ESPECIALIZAÇÃO EM DIVULGAÇÃO DA CIÊNCIA, DA TECNOLOGIA E DA SAÚDE TURMA 2012

CHAMADA PUBLICA CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU DA CASA DE OSWALDO CRUZ ESPECIALIZAÇÃO EM DIVULGAÇÃO DA CIÊNCIA, DA TECNOLOGIA E DA SAÚDE TURMA 2012 CHAMADA PUBLICA CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU DA CASA DE OSWALDO CRUZ ESPECIALIZAÇÃO EM DIVULGAÇÃO DA CIÊNCIA, DA TECNOLOGIA E DA SAÚDE TURMA 2012 O Curso de Especialização em Divulgação da Ciência,

Leia mais

CONSELHO DE GRADUAÇÃO 262ª SESSÃO EXTRAORDINÁRIA

CONSELHO DE GRADUAÇÃO 262ª SESSÃO EXTRAORDINÁRIA CONSELHO DE GRADUAÇÃO 262ª SESSÃO EXTRAORDINÁRIA 05.06.2014 Representantes Discentes presentes como ouvintes (ainda não empossados): Andrei Saito Ramalho Caio Callegari Lucas Caprio I. Expediente 1. Comunicações

Leia mais

CONCURSO VESTIBULAR FUVEST 2015 Matrícula Informe nº 10/2015-30.01.2015 LISTA DE CONVOCADOS

CONCURSO VESTIBULAR FUVEST 2015 Matrícula Informe nº 10/2015-30.01.2015 LISTA DE CONVOCADOS CONCURSO VESTIBULAR FUVEST 2015 Matrícula Informe nº 10/2015-30.01.2015 LISTA DE CONVOCADOS A lista dos candidatos convocados pela 1ª Chamada do Concurso Vestibular FUVEST 2015 está disponível no site

Leia mais

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva encontrou com o governador Paulo Hartung no 27º Encontro Econômico Brasil-Alemanha.

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva encontrou com o governador Paulo Hartung no 27º Encontro Econômico Brasil-Alemanha. Denise Zandonadi dzandonadi@redegazeta.com.br O presidente Luiz Inácio Lula da Silva encontrou com o governador Paulo Hartung no 27º Encontro Econômico Brasil-Alemanha. O presidente Luiz Inácio Lula da

Leia mais

Especialização em PET/CT (R4) Imagens Médicas de Brasília. Processo Seletivo 2015

Especialização em PET/CT (R4) Imagens Médicas de Brasília. Processo Seletivo 2015 Especialização em PET/CT (R4) Processo Seletivo 2015 A Diretoria do IMEB torna pública, para conhecimento dos interessados, a abertura de inscrições para o Processo Seletivo do Programa de Especialização

Leia mais

MAIS MÉDICOS MP 621 Uma visão jurídica

MAIS MÉDICOS MP 621 Uma visão jurídica MAIS MÉDICOS MP 621 Uma visão jurídica Em 8 de julho de 2013, entrou em vigor no sistema jurídico posto a Medida Provisória 621 Mais Médicos - com a finalidade de formar recursos humanos na área médica

Leia mais

EDITAL DO CONCURSO VESTIBULAR UNIFESP/2002

EDITAL DO CONCURSO VESTIBULAR UNIFESP/2002 EDITAL DO CONCURSO VESTIBULAR UNIFESP/2002 REITOR DA UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO PAULO/ESCOLA PAULISTA DE MEDICINA, no uso de suas atribuições legais e tendo em vista o aprovado pelo Conselho de Graduação

Leia mais

Clipping de Notícias Educacionais. Fontes: Folha de SP e UOL

Clipping de Notícias Educacionais. Fontes: Folha de SP e UOL Clipping 13/06/2012 SEMERJ www.semerj.org.br semerj@semerj.org.br Caso sua instituição ainda não seja associada ao SEMERJ, visite nosso site e descubra as vantagens em associar-se ao Sindicato das Entidades

Leia mais

ENSINO MÉDIO DIFERENCIAIS PEDAGÓGICOS ENSINO FUNDAMENTAL E MÉDIO. Processo de Admissão

ENSINO MÉDIO DIFERENCIAIS PEDAGÓGICOS ENSINO FUNDAMENTAL E MÉDIO. Processo de Admissão ENSINO MÉDIO PROCESSO DE ADMISSÃO DE NOVOS ESTUDANTES PARA 2015 PROPOSTAS PEDAGÓGICAS A fase da escolha de qual carreira seguir acontece, normalmente, durante o ensino médio. Tendo de vivenciar mudanças

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA EDITAL

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA EDITAL 1 SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA EDITAL PROCESSO SELETIVO UFBA - SISU 2015 GRADUAÇÃO, MODALIDADE PRESENCIAL, DOS CANDIDATOS SELECIONADOS PELO SISU, COM BASE

Leia mais

LEI COMPLEMENTAR Nº 156 DE 14 DE JANEIRO DE 2010.

LEI COMPLEMENTAR Nº 156 DE 14 DE JANEIRO DE 2010. LEI COMPLEMENTAR Nº 156 DE 14 DE JANEIRO DE 2010. Dispõe sobre a transformação da Universidade Virtual do Estado de Roraima UNIVIRR, para a categoria de Fundação Pública e dá outras providências. O GOVERNADOR

Leia mais

Manual do Candidato da Graduação. Processos Seletivos

Manual do Candidato da Graduação. Processos Seletivos 1 ESCOLA SUPERIOR NACIONAL DE SEGUROS Manual do Candidato da Graduação Processos Seletivos Rua Senador Dantas, 74 Térreo; 2º e 3º andares Centro Rio de Janeiro RJ Tel. 33801044 33801046 33801535 2 A Escola

Leia mais

M a n u a l E n e m 2 0 1 5 P á g i n a 1. Manual do Enem 2015

M a n u a l E n e m 2 0 1 5 P á g i n a 1. Manual do Enem 2015 M a n u a l E n e m 2 0 1 5 P á g i n a 1 Manual do Enem 2015 Criado em 1998, o Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM), segundo o INEP, tinha o objetivo de avaliar o desempenho do aluno ao término da escolaridade

Leia mais

Foto: Cecília Bastos. Caro Aluno:

Foto: Cecília Bastos. Caro Aluno: A É UM A USP DE A RSID UNIVE ICA E PÚBL UITA GRAT Foto: Cecília Bastos Caro Aluno: A Universidade de São Paulo, a melhor Universidade do Brasil, que é pública e gratuita, criou, por intermédio de sua Pró-Reitoria

Leia mais

III.4.4. Inclusão e Desenvolvimento Regional

III.4.4. Inclusão e Desenvolvimento Regional III.4.4. Inclusão e Desenvolvimento Regional UESC Missão: Formar profissionais, construir conhecimento e criar cultura fomentadora da cidadania, do desenvolvimento humano, social, econômico, artístico

Leia mais

SUMÁRIO. Sobre o curso Pág. 3. Etapas do Processo Seletivo Pág. 5. Cronograma de Aulas. Coordenação Programa e metodologia; Investimento.

SUMÁRIO. Sobre o curso Pág. 3. Etapas do Processo Seletivo Pág. 5. Cronograma de Aulas. Coordenação Programa e metodologia; Investimento. SUMÁRIO Sobre o curso Pág. 3 Coordenação Programa e metodologia; Investimento Etapas do Processo Seletivo Pág. 5 Matrícula Cronograma de Aulas Pág. PÓS-GRADUAÇÃO EM PSICOLOGIA HOSPITALAR Unidade Dias e

Leia mais

PROCESSO SELETIVO VESTIBULAR ESPECIAL DE VERÃO 2009/1

PROCESSO SELETIVO VESTIBULAR ESPECIAL DE VERÃO 2009/1 PROCESSO SELETIVO VESTIBULAR ESPECIAL DE VERÃO 2009/1 EDITAL DE ABERTURA DE INSCRIÇÃO O Reitor do Centro Universitário Feevale, instituição de ensino superior recredenciada pela Portaria nº 1.566, de 27

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO PROCESSO SELETIVO 2014

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO PROCESSO SELETIVO 2014 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO CAMPUS CENTRO-SERRANO Rua Principal, S/Nº Fazenda Pagung Alto Jetibá Caramuru 29645-000 Santa Maria de Jetibá ES PROCESSO SELETIVO 2014 EDITAL

Leia mais

Documento Base do Plano Estadual de Educação do Ceará. Eixo Temático Educação Superior

Documento Base do Plano Estadual de Educação do Ceará. Eixo Temático Educação Superior Documento Base do Plano Estadual de Educação do Ceará Eixo Temático Educação Superior Ceará, 2015 1 Socioeconômico Diagnóstico Para compreender a situação da educação no estado do Ceará é necessário também

Leia mais

GOVERNO DO ESTADO DO PIAUÍ UNIVERSIDADE ESTADUAL DO PIAUÍ-UESPI PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO, ASSUNTOS ESTUDANTIS E COMUNITÁRIOS PREX EDITAL Nº 001/2015

GOVERNO DO ESTADO DO PIAUÍ UNIVERSIDADE ESTADUAL DO PIAUÍ-UESPI PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO, ASSUNTOS ESTUDANTIS E COMUNITÁRIOS PREX EDITAL Nº 001/2015 EDITAL Nº 001/2015 A Universidade Estadual do Piauí - UESPI, através da Pró-Reitoria de Extensão, Assuntos Estudantis e Comunitários PREX, torna público o presente Edital que define o Processo de Seleção

Leia mais

CRONOGRAMA DE IMPLEMENTAÇÃO DO PDI

CRONOGRAMA DE IMPLEMENTAÇÃO DO PDI CRONOGRAMA DE IMPLEMENTAÇÃO DO PDI A implementação do Plano de Desenvolvimento Institucional, envolve além dos objetivos e metas já descritos, o estabelecimento de indicadores, como forma de se fazer o

Leia mais

Você conhece a Faculdade Sagrada Família? Quais os cursos que a FASF irá ofertar?

Você conhece a Faculdade Sagrada Família? Quais os cursos que a FASF irá ofertar? 1 Você conhece a Faculdade Sagrada Família? A FASF iniciou as suas atividades no ano de 2011, após ter passado por todos os processos burocráticos exigidos pelo Ministério da Educação para sua abertura

Leia mais

PROJETO DE LEI Nº DE 2013. (Do Sr. Cândido Vaccarezza)

PROJETO DE LEI Nº DE 2013. (Do Sr. Cândido Vaccarezza) PROJETO DE LEI Nº DE 2013 (Do Sr. Cândido Vaccarezza) Institui a Universidade Federal do Oeste Paulista UFOESP e dá outras providências. O Congresso Nacional decreta: Institui a Universidade Federal do

Leia mais

Monitoramento das Ações Afirmativas no Brasil: O que monitorar e Como?

Monitoramento das Ações Afirmativas no Brasil: O que monitorar e Como? Comissão de Ação Afirmativa/UFSC Monitoramento das Ações Afirmativas no Brasil: O que monitorar e Como? Marcelo H. R. Tragtenberg (FSC/UFSC) Rio de Janeiro, 22 de novembro de 2012 O QUE MONITORAR NAS I

Leia mais

SUMÁRIO. Sobre o curso Pág. 3. Etapas do Processo Seletivo Pág. 5. Cronograma de Aulas Pág. 7. Coordenação Programa e metodologia; Investimento

SUMÁRIO. Sobre o curso Pág. 3. Etapas do Processo Seletivo Pág. 5. Cronograma de Aulas Pág. 7. Coordenação Programa e metodologia; Investimento 1 SUMÁRIO Sobre o curso Pág. 3 Coordenação Programa e metodologia; Investimento 3 3 4 Etapas do Processo Seletivo Pág. 5 Matrícula 7 Cronograma de Aulas Pág. 7 2 PÓS-GRADUAÇÃO EM PSICOLOGIA HOSPITALAR

Leia mais

SUMÁRIO. Sobre o curso Pág. 3. Etapas do Processo Seletivo Pág. 5. Cronograma de Aulas Pág. 9. Coordenação Programa e metodologia; Investimento

SUMÁRIO. Sobre o curso Pág. 3. Etapas do Processo Seletivo Pág. 5. Cronograma de Aulas Pág. 9. Coordenação Programa e metodologia; Investimento 1 SUMÁRIO Sobre o curso Pág. 3 Coordenação Programa e metodologia; Investimento 3 4 5 Etapas do Processo Seletivo Pág. 5 Matrícula 7 Cronograma de Aulas Pág. 9 2 PÓS-GRADUAÇÃO EM NUTRIÇÃO NAS DOENÇAS CRÔNICAS

Leia mais

SUMÁRIO. Sobre o curso Pág. 3. Etapas do Processo Seletivo Pág. 6. Cronograma de Aulas Pág. 10. Coordenação Programa e metodologia; Investimento

SUMÁRIO. Sobre o curso Pág. 3. Etapas do Processo Seletivo Pág. 6. Cronograma de Aulas Pág. 10. Coordenação Programa e metodologia; Investimento 1 SUMÁRIO Sobre o curso Pág. 3 Coordenação Programa e metodologia; Investimento 3 4 5 Etapas do Processo Seletivo Pág. 6 Matrícula 8 Cronograma de Aulas Pág. 10 2 PÓS-GRADUAÇÃO EM ONCOLOGIA Unidade Dias

Leia mais

PROJETO DE LEI Nº 198/2013

PROJETO DE LEI Nº 198/2013 PROJETO DE LEI Nº 198/2013 Dispõe sobre a admissão, no Estado do Espírito Santo, de diplomas de pós-graduação strictusensu (Mestrado e Doutorado) originários de cursos ofertados de forma integralmente

Leia mais

Programa Mais Médicos Perguntas e respostas

Programa Mais Médicos Perguntas e respostas Programa Mais Médicos Perguntas e respostas 1) Faltam médicos no Brasil? Sim, nos últimos oito anos o número de postos de emprego formal criados para médicos ultrapassa em 54 mil o de graduados em Medicina

Leia mais

FACULDADE CAPIXABA DA SERRA - SERRAVIX EDITAL Nº 0011/2013 - PROCESSO SELETIVO 2013/2

FACULDADE CAPIXABA DA SERRA - SERRAVIX EDITAL Nº 0011/2013 - PROCESSO SELETIVO 2013/2 FACULDADE CAPIXABA DA SERRA - SERRAVIX EDITAL Nº 0011/2013 - PROCESSO SELETIVO 2013/2 A Faculdade Capixaba da Serra Serravix, credenciada pela Portaria MEC nº 248, publicada no D.O.U em 07 de julho de

Leia mais

Novo curso da Univesp inicia processo seletivo

Novo curso da Univesp inicia processo seletivo Edição 12 de 1 a 7 de junho de 2010 VISITE A PÁGINA DA SALA DE IMPRENSA DA EACH. ALÉM DO CLIPPING SEMANAL, VOCÊ PODERÁ ENCONTRAR OUTRAS NOTÍCIAS IMPORTANTES SOBRE A NOSSA ESCOLA http://each.uspnet.usp.br/each/sala-imprensa.php

Leia mais

1. DAS DISPOSIÇÕES GERAIS

1. DAS DISPOSIÇÕES GERAIS A Fundace Fundação para Pesquisa do Desenvolvimento da Administração, Contabilidade e Economia, fundação de apoio formada pelos professores da Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade FEA-RP/USP

Leia mais

Filho de ex-braço direito de Dilma trabalhou no governo

Filho de ex-braço direito de Dilma trabalhou no governo 13/09/2010 Filho de ex-braço direito de Dilma trabalhou no governo Israel Guerra tinha cargo comissionado na Anac; irmão dela atuou na Infraero Acusado de atuar como lobista para intermediar interesses

Leia mais

CHAMADA PUBLICA PARA O CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM DIVULGAÇÃO DA CIÊNCIA, DA TECNOLOGIA E DA SAÚDE.

CHAMADA PUBLICA PARA O CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM DIVULGAÇÃO DA CIÊNCIA, DA TECNOLOGIA E DA SAÚDE. CHAMADA PUBLICA PARA O CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM DIVULGAÇÃO DA Periodicidade: anual Coordenação: Luisa Medeiros Massarani CIÊNCIA, DA TECNOLOGIA E DA SAÚDE. Objetivos do Curso Formação de especialistas

Leia mais

UNIVERSIDADES E INSTITUIÇÕES PÚBLICAS ESTADUAIS QUE JÁ ADOTARAM AÇÕES AFIRMATIVAS

UNIVERSIDADES E INSTITUIÇÕES PÚBLICAS ESTADUAIS QUE JÁ ADOTARAM AÇÕES AFIRMATIVAS UNIVERSIDADES E INSTITUIÇÕES PÚBLICAS ESTADUAIS QUE JÁ ADOTARAM AÇÕES AFIRMATIVAS ESCS Escola Superior de Ciência da Saúde DF FAETEC Fundação de apoio à Escola Técnica do RJ FAMERP Faculdade Medicina S.J.

Leia mais

UENF é a melhor do Rio

UENF é a melhor do Rio Jornal: Cidade: Data: Página: Seção: O Globo, Extra Rio de Janeiro 7/12/2012 WEB UENF é a melhor do Rio Com a maioridade atingida em 2011, já que está apenas com 19 anos, a Universidade Estadual do Norte

Leia mais

1. AÇÕES AFIRMATIVAS 2. DO CADASTRAMENTO DATA HORÁRIO LOCAL

1. AÇÕES AFIRMATIVAS 2. DO CADASTRAMENTO DATA HORÁRIO LOCAL EDITAL DE CADASTRAMENTO, REMANEJAMENTO E MATRÍCULA PARA CANDIDATOS CLASSIFICADOS NO PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO PARA O CURSO SUPERIOR DE LETRAS, COM HABILITAÇÃO EM LÍNGUA BRASILEIRA DE SINAIS (LIBRAS)/LÍNGUA

Leia mais

Fies tem prazo de aditamento de contrato prorrogado Sex, 29 de Abril de 2016 10:42 - Última atualização Sex, 29 de Abril de 2016 11:29

Fies tem prazo de aditamento de contrato prorrogado Sex, 29 de Abril de 2016 10:42 - Última atualização Sex, 29 de Abril de 2016 11:29 O prazo para os aditamentos de renovação semestral dos contratos do Financiamento Estudantil (Fies) do primeiro semestre de 2016 foi prorrogado para o dia 31 de maio. A portaria publicada no Diário Oficial

Leia mais

SUMÁRIO. Sobre o curso Pág. 3. Etapas do Processo Seletivo. Cronograma de Aulas. Coordenação Programa e metodologia; Investimento.

SUMÁRIO. Sobre o curso Pág. 3. Etapas do Processo Seletivo. Cronograma de Aulas. Coordenação Programa e metodologia; Investimento. SUMÁRIO Sobre o curso Pág. 3 Coordenação Programa e metodologia; Investimento Etapas do Processo Seletivo Pág. Matrícula Cronograma de Aulas Pág. PÓS-GRADUAÇÃO EM COLOPROCTOLOGIA Unidade Dias e Horários

Leia mais

Manual do Candidato. Grupo Educacional LBS-FAPPES. Vestibular FAPPES 2016. WEST PLAZA R. Barão de Tefé, 247 - São Paulo - SP, 05003-100

Manual do Candidato. Grupo Educacional LBS-FAPPES. Vestibular FAPPES 2016. WEST PLAZA R. Barão de Tefé, 247 - São Paulo - SP, 05003-100 Grupo Educacional LBS-FAPPES CREDENCIADO PELO MEC. DECRETO N 485 de 09/02/2006 Manual do Candidato Vestibular FAPPES 2016 1. Disposições Gerais 1.1. O Processo Seletivo consiste na seleção e classificação

Leia mais

EIXO III CRONOGRAMA DE IMPLANTAÇÃO E DESENVOLVIMENTO DA INSTITUIÇÃO E DE CADA UM DE SEUS CURSOS

EIXO III CRONOGRAMA DE IMPLANTAÇÃO E DESENVOLVIMENTO DA INSTITUIÇÃO E DE CADA UM DE SEUS CURSOS UNIVERSIDADE ESTADUAL DE LONDRINA EIXO III CRONOGRAMA DE IMPLANTAÇÃO E DESENVOLVIMENTO DA INSTITUIÇÃO E DE CADA UM DE SEUS CURSOS EIXO III - CRONOGRAMA DE IMPLANTAÇÃO E DESENVOLVIMENTO DA INSTITUIÇÃO

Leia mais

Carta da Região Sudeste

Carta da Região Sudeste I FÓRUM ESTADUAL DE PRÁTICAS INTEGRATIVAS E COMPLEMENTARES I SEMINÁRIO SUDESTE DE PRÁTICAS INTEGRATIVAS E COMPLEMENTARES Carta da Região Sudeste Gestores da Saúde, Servidores da Saúde, Representantes de

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE VIÇOSA Pró-Reitoria de Assuntos Comunitários Divisão de Assistência Estudantil Serviço de Bolsa

UNIVERSIDADE FEDERAL DE VIÇOSA Pró-Reitoria de Assuntos Comunitários Divisão de Assistência Estudantil Serviço de Bolsa UNIVERSIDADE FEDERAL DE VIÇOSA Pró-Reitoria de Assuntos Comunitários Divisão de Assistência Estudantil Serviço de Bolsa LEIA ATENTAMENTE ANTES DE PREENCHER O FORMULÁRIO As Bolsas e Serviços são concedidos

Leia mais

UFMG / PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO / SETOR DE BOLSAS PMG PROGRAMA DE MONITORIA DE GRADUAÇÃO DIRETRIZES GERAIS

UFMG / PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO / SETOR DE BOLSAS PMG PROGRAMA DE MONITORIA DE GRADUAÇÃO DIRETRIZES GERAIS UFMG / PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO / SETOR DE BOLSAS PMG PROGRAMA DE MONITORIA DE GRADUAÇÃO DIRETRIZES GERAIS 2015 1) DOS OBJETIVOS O Programa de Monitoria de Graduação visa dar suporte às atividades acadêmicas

Leia mais

Todos os cursos da USP que não aderiram ao Enem

Todos os cursos da USP que não aderiram ao Enem Ano 23 - Junho 2015 Todos os cursos da USP que não aderiram ao Enem O Conselho Universitário da USP aprovou, em 23 de junho, em caráter experimental, com validade para o vestibular 2016, a adesão da universidade

Leia mais