1. O amor que sabe. 2. A boa e a má consciência

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "1. O amor que sabe. 2. A boa e a má consciência"

Transcrição

1 1. O amor que sabe A idéia de que devem e podem assumir algo pelos pais ou ancestrais faz parte do pano de fundo que causa dificuldades aos filhos. Isso leva a problemas intermináveis para eles. E de certa forma também para os pais. Para entendermos isso é necessário que saibamos algo sobre a diferença entre as diversas consciências. 2. A boa e a má consciência Nós sentimos a nossa consciência como boa e má consciência, como inocência e culpa. Muitos pensam que isso teria a ver com o bom e o mau. Contudo, não é assim. Isso tem a ver com o vínculo à família e com a separação dela. Cada um de nós sabe, intuitivamente, com a ajuda de sua consciência, o que deve fazer para fazer parte dela. Uma criança sabe, intuitivamente, o que deve fazer para pertencer à família. Caso se comportar de maneira 1 / 5

2 correspondente ela tem uma boa consciência. Uma boa consciência significa então: eu sinto que tenho o direito de pertencer. Se uma criança se desvia disso ou se nós nos desviamos disso, temos medo de perder o pertencimento. Sentimos esse medo como uma má consciência. Uma má consciência significa, portanto: tenho medo de ter colocado em jogo o meu direito de pertencer. Sentimos a boa e a má consciência de formas diferentes em diferentes grupos. Até as sentimos de forma diferente, conforme cada pessoa. Por isso temos, por exemplo, em relação ao pai uma consciência diferente da que temos em relação à mãe e na profissão uma outra consciência diferente da que temos em casa. Portanto, a consciência muda continuamente porque temos de grupo a grupo e de pessoa a pessoa uma outra percepção, pois de grupo a grupo e de pessoa a pessoa o que devemos fazer ou deixar de fazer é algo diferente, para podermos pertencer. Com a ajuda da consciência também diferenciamos aqueles que nos pertencem daqueles que não nos pertencem. Na medida em que a consciência nos vincula à nossa família, ela nos separa de outros grupos ou pessoas e exige de nós que nos separemos deles. Por isso, devido à nossa consciência temos freqüentemente sentimentos de rejeição e até de inimizade em relação a outras pessoas e a outros grupos. Essa rejeição tem a ver com a necessidade do pertencimento e tem pouco ou quase nada a ver com o bom e o mau. Portanto, essa consciência é uma consciência que sentimos. Com a ajuda dessa consciência, diferenciamos entre o bom e o mau, mas sempre apenas em relação a um determinado grupo. 2 / 5

3 3. O emaranhamento Contudo, existe ainda uma outra consciência oculta, uma consciência arcaica, uma consciência coletiva. Essa consciência segue outras leis diferentes daquelas ditadas pela consciência que sentimos. É a consciência do grupo. Essa consciência vela para que numa família todos se submetam a determinadas ordens que são importantes para a sua sobrevivência e união. Em primeiro lugar, o que faz parte dessas ordens, é que cada um que pertence tem o mesmo direito de pertencer. Contudo, sob a influência da consciência que sentimos, algumas vezes excluímos algumas pessoas da família. Por exemplo, aqueles que pensamos que são maus, também aqueles dos quais temos medo. Nós os excluímos porque pensamos que sejam perigosos para nós. Contudo, através dessa outra consciência oculta, aquilo que fazemos de boa consciência, seguindo a consciência que sentimos, será condenado. Pois esta outra consciência não tolera que alguém seja excluído. Entretanto, se isso acontecer, alguém será posteriomente condenado, sob a influência dessa consciência oculta, a imitar e representar um excluído em sua vida, sem que tenha consciência disso. Denomino essa ligação inconsciente com uma pessoa excluída de emaranhamento. Por isso, podemos entender que muitos filhos, os quais pensamos que estão se comportando de forma estranha ou estariam em perigo de se suicidar, ou se tornam drogaditos ou não importa o que seja, estão conectados com uma pessoa excluída. Estão emaranhados com essa pessoa. Por isso só podemos ajudá-los se eles e outras pessoas na família tiverem em 3 / 5

4 seu campo de visão essa pessoa excluída, colocando-a novamente na família e no próprio coração. Depois disso, os filhos estarão liberados do emaranhamento. Para ajudar esse tipo de filhos, outros membros familiares que até então ignoraram essas pessoas precisam finalmente olhar para elas. E aqueles com os quais estavam zangadas ou rejeitaram precisam se dedicar a elas com amor e acolhê-las novamente na família. Esse é o pano de fundo para muitas dificuldades que as crianças têm, e também a preocupação que algumas vezes seus pais têm por elas. 4. O amor cego Contudo, existe para essa consciência oculta ainda uma outra lei. Essa lei também traz dificuldades às crianças. Essa lei exige que aqueles que pertenceram antes à família, tenham precedência em relação àqueles que vieram mais tarde. Portanto, existe entre os membros anteriores e os posteriores uma hierarquia. Essa hierarquia precisa ser obedecida. Contudo, muitas crianças tomam a liberdade de assumir algo pelos pais para ajudá-los. Com isso transgridem a hierarquia. Então a criança diz para a mãe ou pra o pai, sob a influência dessa consciência, frases internas, tais como: Eu assumo isso por você. Eu expio por você. Vou adoecer em seu lugar. Vou morrer em seu lugar. Tudo isso acontece por amor, mas por um amor cego. Esse amor cego leva às drogas ou ao perigo de vida e comportamentos agressivos. Entretanto, estes tipos de comportamento e esses perigos têm a ver com a tentativa de assumir algo pelos pais. Essa ordem é violada e ferida dessa forma. 4 / 5

5 5. A ordem Quando ficamos sabendo dessa ordem, podemos restabelecê-la novamente. Isso significa, por exemplo: os pais assumem as conseqüências de seu próprio comportamento, de seu próprio emaranhamento e os carregam sozinhos. Então a criança estará livre. Ela não precisa assumir nada daquilo que é da alçada dos outros. Contudo, a transgressão da ordem de origem é castigada duramente por essa consciência oculta. Toda criança que tenta assumir algo pelos pais ou por outros que vieram antes dela, fracassa. Nenhuma tentativa de assumir algo pelos pais tem sucesso. Está sempre fadada ao fracasso e, na verdade, para todos os envolvidos. Nós precisamos saber disso. Por isso, ajudamos as crianças a se soltarem dessa intromissão. Ao invés de olhar para as crianças, olhamos primeiro para os pais e deixamos que eles mesmos resolvam os problemas. Se os pais resolverem isso, os filhos se sentem livres. Eles ficam novamente tranqüilos e se sentem acolhidos. Portanto, estas são duas leis básicas que devemos ter no nosso campo de visão e estar em acordo interno quando se quer ajudar crianças difíceis. Bert Hellinger 5 / 5

FAMÍLIA FAMÍLIA FAMÍLIA FAMÍLIA

FAMÍLIA FAMÍLIA FAMÍLIA FAMÍLIA SOBRE A SÉRIE! 1. A FAMÍLIA enquanto instituição tem sido desacreditada e até mesmo atacada em nosso tempo. 2. É necessário conhecer quais são os perigos que nos cercam quando o quesito é FAMÍLIA. 3. Precisamos

Leia mais

Mensagem de Kuthumi para o Mês de Maio

Mensagem de Kuthumi para o Mês de Maio Mensagem de Kuthumi para o Mês de Maio Eu sou Kuthumi! Dá-me uma grande alegria estar hoje aqui e passar esta mensagem para toda a humanidade. Este mês de maio, como vocês o chamam na Terra, é um mês muito

Leia mais

Copyright de todos artigos, textos, desenhos e lições. A reprodução parcial ou total deste ebook só é permitida através de autorização por escrito de

Copyright de todos artigos, textos, desenhos e lições. A reprodução parcial ou total deste ebook só é permitida através de autorização por escrito de 1 Veja nesta aula uma introdução aos elementos básicos da perspectiva. (Mateus Machado) 1. DEFINIÇÃO INTRODUÇÃO A PERSPECTIVA Podemos dizer que a perspectiva é sem dúvida uma matéria dentro do desenho

Leia mais

CRIANDO UM NOVO CENÁRIO DE ABUNDÂNCIA (7ª SEMANA) 14 A 20 DE JULHO Nestas 6 últimas semanas falamos dos obstáculos a serem superados.

CRIANDO UM NOVO CENÁRIO DE ABUNDÂNCIA (7ª SEMANA) 14 A 20 DE JULHO Nestas 6 últimas semanas falamos dos obstáculos a serem superados. CRIANDO UM NOVO CENÁRIO DE ABUNDÂNCIA (7ª SEMANA) 14 A 20 DE JULHO Nestas 6 últimas semanas falamos dos obstáculos a serem superados. Foi importante conscientizar-se do fato que a escassez é um conceito

Leia mais

CALCULANDO O PREÇO DO PRODUTO FINAL

CALCULANDO O PREÇO DO PRODUTO FINAL CALCULANDO O PREÇO DO PRODUTO FINAL 1º PASSO RELACIONE O MATERIAL NECESSÁRIO PARA CONFECÇÃO E SEUS RESPECTIVOS PREÇOS Quantidade Material Preço Unit Preço total 35 cm Tecido 13,00 4,55 35 cm Forro 7,00

Leia mais

Administração do Relacionamento com os

Administração do Relacionamento com os Unidade I Administração do Relacionamento com os Clientes Prof. MSc. Marcelo S. Zambon Objetivos da Disciplina Compreender o que são e quem são os clientes. Porque os clientes são vistos como início e

Leia mais

Saúde www.teachingforafrica.com página 1

Saúde www.teachingforafrica.com página 1 Saúde www.teachingforafrica.com página 1. Trazido por Every Child Ministries Uma ONG cristã trazendo esperança as crianças esquecidas da Africa Porque as crianças são os grandes recursos de qualquer nação

Leia mais

THE BLACK BOOK OF FASHION

THE BLACK BOOK OF FASHION RESUMO EXECUTIVO Este relatório apresenta, de forma sucinta, alguns aspectos competitivos que são abordados no recém lançado livro THE BLACK BOOK OF FASHION Como ganhar Dinheiro com Moda, que foi escrito

Leia mais

Como conduzir uma entrevista de início vencendo as objeções...

Como conduzir uma entrevista de início vencendo as objeções... Como conduzir uma entrevista de início vencendo as objeções... Danielle Chaves Diretora de Vendas Independente Mary Kay 1 Faça uma visita ao você do futuro Se você não entende a importância de plantar,

Leia mais

É importante saber por que certas coisas são o que são. Quer dizer, saber por que acontecem de um jeito e não de outro. O arco-íris, por exemplo.

É importante saber por que certas coisas são o que são. Quer dizer, saber por que acontecem de um jeito e não de outro. O arco-íris, por exemplo. 1. É importante saber por que certas coisas são o que são. Quer dizer, saber por que acontecem de um jeito e não de outro. O arco-íris, por exemplo. O arco-íris pode parecer muito estranho se você não

Leia mais

Auto estima e sua relação com a aprendizagem

Auto estima e sua relação com a aprendizagem Auto estima e sua relação com a aprendizagem Fonte: shutterstock.com O mundo é dos vencedores Só se dá bem quem vence Pode mais quem tem mais O que desejamos para o futuro dos nossos alunos? Aspirações

Leia mais

Profª Dra Rute Grossi Milani

Profª Dra Rute Grossi Milani Profª Dra Rute Grossi Milani Campo total Kurt Lewin Comportamento deriva da totalidade de fatos coexistentes, com caráter dinâmico e complexo Psicanálise casal Baranger Fatos psíquicos compreendidos através

Leia mais

ENCONTRO VOCACIONAL PARA CATEQUESE

ENCONTRO VOCACIONAL PARA CATEQUESE ENCONTRO VOCACIONAL PARA CATEQUESE 1. OBJETIVO DO ENCONTRO Este encontro tem por objetivo despertar as crianças para a realidade da VOCAÇÃO como o chamado de Deus e a necessidade da resposta humana. 2.

Leia mais

PCERJ- DGPE- DCAV A CRIANÇA E O ADOLESCENTE QUAIS MEDIDAS DEVEMOS TOMAR PARA EVITAR QUE SEJAM VÍTIMAS DE PEDOFILIA?

PCERJ- DGPE- DCAV A CRIANÇA E O ADOLESCENTE QUAIS MEDIDAS DEVEMOS TOMAR PARA EVITAR QUE SEJAM VÍTIMAS DE PEDOFILIA? PCERJ- DGPE- DCAV A CRIANÇA E O ADOLESCENTE QUAIS MEDIDAS DEVEMOS TOMAR PARA EVITAR QUE SEJAM VÍTIMAS DE PEDOFILIA? 18 DE MAIO: DIA NACIONAL DO ENFRENTAMENTO À EXPLORAÇÃO SEXUAL DE CRIANÇAS E ADOLESCENTES

Leia mais

EVANGELHO DO DIA E HOMILIA (LECTIO DIVINA) REFLEXÕES DE FREI CARLOS MESTERS,, O. CARM REFLEXÕES E ILUSTRAÇÕES DE PE. LUCAS DE PAULA ALMEIDA, CM

EVANGELHO DO DIA E HOMILIA (LECTIO DIVINA) REFLEXÕES DE FREI CARLOS MESTERS,, O. CARM REFLEXÕES E ILUSTRAÇÕES DE PE. LUCAS DE PAULA ALMEIDA, CM EVANGELHO DO DIA E HOMILIA (LECTIO DIVINA) REFLEXÕES DE FREI CARLOS MESTERS,, O. CARM REFLEXÕES E ILUSTRAÇÕES DE PE. LUCAS DE PAULA ALMEIDA, CM 1) Oração Terça-feira da 7ª Semana da Páscoa Ó Deus de poder

Leia mais

Desenvolvendo Habilidades Empreendedoras

Desenvolvendo Habilidades Empreendedoras Desenvolvendo Habilidades Empreendedoras Prof. Dr. José Dornelas www.planodenegocios.com.br Bem-vindo à versão de demonstração do curso Desenvolvendo Habilidades Empreendedoras! Vocêpoderá conferir alguns

Leia mais

page 2 / 11 RELACIONAMENTOS antes de precisar deles. Quando surgir a necessidade, eles estarão lá, a postos, dispostos a lhe ajudar.

page 2 / 11 RELACIONAMENTOS antes de precisar deles. Quando surgir a necessidade, eles estarão lá, a postos, dispostos a lhe ajudar. page 1 / 11 Tenho certeza que você pensava o contrário, ou seja, que "O QUE ALGUÉM FAZIA" era mais importante do que "QUEM ERA AQUELA PESSOA". Entender a diferença entre essas duas afirmações, pode ter

Leia mais

A Kelly e o Karim desejam ficar à espera de bebé daqui a meio ano

A Kelly e o Karim desejam ficar à espera de bebé daqui a meio ano A Kelly e o Karim desejam ficar à espera de bebé daqui a meio ano A Kelly e o Karim desejam ficar à esperar de bebé daqui a meio ano. 1. A Kelly e o Karim desejam ficar à esperar de bebé daqui a meio ano.

Leia mais

As 10 Maneiras mais GARANTIDAS De Se Conseguir uma Entrevista de EMPREGO

As 10 Maneiras mais GARANTIDAS De Se Conseguir uma Entrevista de EMPREGO As 10 Maneiras mais GARANTIDAS De Se Conseguir uma Entrevista de EMPREGO Quais são as melhores maneiras de se obter uma entrevista de emprego nos dias de hoje? Em nossa situação atual, às vezes somos levados

Leia mais

MÍDIAS SOCIAIS AVANÇADO

MÍDIAS SOCIAIS AVANÇADO MÍDIAS SOCIAIS AVANÇADO Módulo 1 - Mês 2- Aula 1 lebeardesign.com página 1! de 8! MENSAGEM DA MARCA A alma por trás de todo seu conteúdo Para que sua presença nas mídias Sociais seja efetiva, é importante

Leia mais

De Capa a Capa (Cover 2 Cover) Por Sharon Kay Chatwell, Março 2010

De Capa a Capa (Cover 2 Cover) Por Sharon Kay Chatwell, Março 2010 De Capa a Capa (Cover 2 Cover) Por Sharon Kay Chatwell, Março 2010 RESUMO: SKIT escrita para adolescentes e estudantes de idade universitária. 6 Atores ao mínimo 3 Personagens Principais com várias falas.

Leia mais

Harmonia sexual entre o casal

Harmonia sexual entre o casal Harmonia sexual entre o casal O ato sexual, para o casal, é a mais intensa manifestação do seu amor O bom relacionamento sexual na vida do casal é de fundamental importância para a sua harmonia. A primeira

Leia mais

Por que devo orar se não sei orar como convém?

Por que devo orar se não sei orar como convém? Contribuição de Pr. Oswaldo F Gomes 23 de novembro de 2008 igrejabatistaagape.org.br (26) Também o Espírito, semelhantemente, nos assiste em nossa fraqueza; porque não sabemos orar como convém, mas o mesmo

Leia mais

coleção Conversas #13 - outubro 2014 - Respostas perguntas que podem estar passando pela sua cabeça. para algumas

coleção Conversas #13 - outubro 2014 - Respostas perguntas que podem estar passando pela sua cabeça. para algumas coleção Conversas #13 - outubro 2014 - Eu estou apanhando muito Estou com medo. O na que minha casa. eu faço? Respostas perguntas para algumas que podem estar passando pela sua cabeça. A Coleção CONVERSAS

Leia mais

Conhecendo Deus pessoalmente

Conhecendo Deus pessoalmente Conhecendo Deus pessoalmente O que é preciso para se iniciar um relacionamento com Deus? Esperar que um raio caia? Devotar-se a obras de caridades em diferentes religiões? Tornar-se uma pessoa melhor para

Leia mais

O Deus que tudo vê. Lc 12:1-5

O Deus que tudo vê. Lc 12:1-5 O Deus que tudo vê Lc 12:1-5 Pare e pense: será que podemos esconder algo de Deus? Será que tudo aquilo que fazemos não está diante de um Deus onipresente (presente em todos os lugares ao mesmo tempo)

Leia mais

RELATO DE EXPERIÊNCIA OS DOIS MUNDOS DE PLATÃO A FILOSOFIA DENTRO DA PSICOLOGIA UM ENSAIO A RESPEITO DE UM SABER

RELATO DE EXPERIÊNCIA OS DOIS MUNDOS DE PLATÃO A FILOSOFIA DENTRO DA PSICOLOGIA UM ENSAIO A RESPEITO DE UM SABER RELATO DE EXPERIÊNCIA OS DOIS MUNDOS DE PLATÃO A FILOSOFIA DENTRO DA PSICOLOGIA UM ENSAIO A RESPEITO DE UM SABER Graciella Leus Tomé Quase a meados da década de 90, e aqui estamos falando do ano de 1990,

Leia mais

JOVENS REJEITADOS, ACLAMADOS REIS POR DEUS

JOVENS REJEITADOS, ACLAMADOS REIS POR DEUS JOVENS REJEITADOS, ACLAMADOS REIS POR DEUS Profeta 1º Samuel Cap.16, Ver. 11 Profeta 1º Samuel Cap.17, Ver. 01 Profeta 1º Samuel Cap.17, Ver. 04 / Josué Cap. 11, Vers. 22-23 Profeta 1º Samuel Cap.17, Ver.

Leia mais

ACD Lotogol Chaves e Filtro PRO 1.0 Dicas

ACD Lotogol Chaves e Filtro PRO 1.0 Dicas ACD Lotogol Chaves e Filtro PRO 1.0 Dicas Antes de fazer a sua jogada, atualize os resultados e a programação de jogos, clicando nos botões Atualiza. É necessário estar conectado à Internet. Faça muitos

Leia mais

Hoje, dia 28 de Julho de 2013, estou a dar o Fim ao Regredir. Já Programei 9 vezes este Exercício, mas vou continuar a fazê-lo enquanto Eu Viver.

Hoje, dia 28 de Julho de 2013, estou a dar o Fim ao Regredir. Já Programei 9 vezes este Exercício, mas vou continuar a fazê-lo enquanto Eu Viver. Modelo Intermédio Após as 9 Regressões do Lado Direito O Passado Morre por Toda a Terra. Agora, vamos encontrar o Modelo das Origens. Quem somos e ficamos a Ter e a Ser a Força do Bom Viver. Hoje, dia

Leia mais

ALFABETIZAÇÃO. Joselaine S. de Castro

ALFABETIZAÇÃO. Joselaine S. de Castro ALFABETIZAÇÃO Joselaine S. de Castro Pressuposto n Preciso conhecer/compreender o fenômeno para poder intervir eficazmente nele. LINGUAGEM Quatro habilidades: Ouvir Falar Ler Escrever n Recebemos: Ouvir

Leia mais

Já estudamos que, assim como Abrão, podemos temer:

Já estudamos que, assim como Abrão, podemos temer: Temores naturais do nosso tempo que afetam os servos de Deus (Parte 3) Gênesis 15 Pr. Fernando Fernandes PIB em Penápolis, 28/02/2010 Abrão, pai exaltado, servo de Deus fiel e temente ao Senhor, durante

Leia mais

Novidades da semana passada

Novidades da semana passada BOAAAA TARDEEEEE Novidades da semana passada Desafio Desafio Inauguração da Casa Rosa Meu site MK Meu site MK LANÇAMENTOS!! O Natal Chegou! Nada acontece até que alguém venda algo. Mary Kay Ash Promoção

Leia mais

Revisão sujeito e predicado. Prof.ª Lucimar

Revisão sujeito e predicado. Prof.ª Lucimar Revisão sujeito e predicado Prof.ª Lucimar Tipos de sujeito Sujeito Simples: possui apenas um núcleo e este vem escrito. Exemplos: - Deus é perfeito! Sujeito simples Deus Núcleo do sujeito simples Deus

Leia mais

Aprenda a multiplicar suas finanças mudando seus conceitos sobre o dinheiro e adotando os hábitos das pessoas biblicamente prósperas

Aprenda a multiplicar suas finanças mudando seus conceitos sobre o dinheiro e adotando os hábitos das pessoas biblicamente prósperas Aprenda a multiplicar suas finanças mudando seus conceitos sobre o dinheiro e adotando os hábitos das pessoas biblicamente prósperas Ministério Família Positiva Como Deus multiplica suas finanças 1 Paulo

Leia mais

As Energias Para o Mês de Dezembro

As Energias Para o Mês de Dezembro As Energias Para o Mês Dezembro As Energias Para o Mês Dezembro Por Jen Eramith MA Que energias e experiências pomos esperar em Dezembro? Este mês parecerá estranho para muitos vocês. Há um realinhamento

Leia mais

Sinto, por vezes, que alguns responsáveis governamentais parecem ter dificuldades em entender as reivindicações e as aspirações dos Corvinos.

Sinto, por vezes, que alguns responsáveis governamentais parecem ter dificuldades em entender as reivindicações e as aspirações dos Corvinos. Sinto, por vezes, que alguns responsáveis governamentais parecem ter dificuldades em entender as reivindicações e as aspirações dos Corvinos. Sinto também que, sempre que falamos em investimentos importantes

Leia mais

Dois palhaços de nome Fraterninho e Caridoso, entram em cena procurando algo, um de costas para o outro. Ao se tocarem, ambos se assustam

Dois palhaços de nome Fraterninho e Caridoso, entram em cena procurando algo, um de costas para o outro. Ao se tocarem, ambos se assustam PEÇA ESPÍRITA : Confusão de Natal Grupo de Teatro Espírita Sentimento do 20º CRE DA USEERJ Autores : Sidney Pinto Guedes Margareth Silva Rocha Cavalcante Autor Espiritual : Odilon Silva, psicografado por

Leia mais

Copyright 2009. The Energy Extension Inc. EMF Balancing Technique All Rights Reserved.

Copyright 2009. The Energy Extension Inc. EMF Balancing Technique All Rights Reserved. Versão 1.0 1/6 Maio 2005 UNIVERSAL CALIBRATION LATTICE (UCL) (MALHA DE CALIBRAÇÃO UNIVERSAL) A Universal Calibration Lattice (UCL) é um sistema dentro da anatomia energética humana. A UCL é uma estrutura

Leia mais

ACD Loteca Chaves e Filtro PRO 1.0 Dicas

ACD Loteca Chaves e Filtro PRO 1.0 Dicas ACD Loteca Chaves e Filtro PRO 1.0 Dicas Antes de fazer a sua jogada, atualize os resultados e a programação de jogos, clicando nos botões Atualiza. É necessário estar conectado à Internet. Faça muitos

Leia mais

XEQUE-MATE : A VIDA É UM JOGO DE XADREZ (GARRY KASPAROV) Melhores trechos do livro

XEQUE-MATE : A VIDA É UM JOGO DE XADREZ (GARRY KASPAROV) Melhores trechos do livro XEQUE-MATE : A VIDA É UM JOGO DE XADREZ (GARRY KASPAROV) Melhores trechos do livro Talento não é o suficiente Ter talento não é o suficiente. Não é suficiente dedicar-se com afinco e estudar noite adentro.

Leia mais

O primeiro passo fundamental é

O primeiro passo fundamental é 1 3 PASSOS FUNDAMENTAIS PRA VOCÊ RECOMEÇAR SUA VIDA E LIDAR COM SUA NOVA REALIDADE Foi pensando em como eu posso te ajudar a dar os primeiros passos hoje, agora, a partir desse momento que eu resolvi colocar

Leia mais

NotícIA. Um Jornal para filosofar. E como março é o mês das mulheres, nada mais justo que homenageá-las!

NotícIA. Um Jornal para filosofar. E como março é o mês das mulheres, nada mais justo que homenageá-las! NotícIA Um Jornal para filosofar. Bianca, Elisa, Gabriela, Rafaela, Jéssica e Paula 2º A 1ª Edição E como março é o mês das mulheres, nada mais justo que homenageá-las! 1 Alma de Mulher Nada mais contraditório

Leia mais

Curso Importação Exportação

Curso Importação Exportação Curso Importação Exportação Este é Um Ótimo Curso Então você está procurando um curso de Importação Exportação para ajudá-lo com o seu negócio de importar e exportar? Para ir direto ao ponto, um artigo

Leia mais

TOM, SEMITOM, SUSTENIDO, BEMOL.

TOM, SEMITOM, SUSTENIDO, BEMOL. TOM, SEMITOM, SUSTENIDO, BEMOL. Tom e semitom (ou tono e semitono): são diferenças específicas de altura, existentes entre as notas musicais, isto é, são medidas mínimas de diferença entre grave e agudo.

Leia mais

O homem sai nu do ventre de sua mãe, e como vem, assim vai. De todo o trabalho em que se esforçou nada levará consigo. (Eclesiastes 5.

O homem sai nu do ventre de sua mãe, e como vem, assim vai. De todo o trabalho em que se esforçou nada levará consigo. (Eclesiastes 5. Deus é o Dono do Universo O homem sai nu do ventre de sua mãe, e como vem, assim vai. De todo o trabalho em que se esforçou nada levará consigo. (Eclesiastes 5.15)... nada trouxemos para este mundo e dele

Leia mais

Na escola estão Pedro e Thiago conversando. THIAGO: Não, tive que dormi mais cedo por que eu tenho prova de matemática hoje.

Na escola estão Pedro e Thiago conversando. THIAGO: Não, tive que dormi mais cedo por que eu tenho prova de matemática hoje. MENININHA Na escola estão Pedro e Thiago conversando. PEDRO: Cara você viu o jogo ontem? THIAGO: Não, tive que dormi mais cedo por que eu tenho prova de matemática hoje. PEDRO: Bah tu perdeu um baita jogo.

Leia mais

Você guarda coisas que não usa? Feche seus olhos por um momento e pense

Você guarda coisas que não usa? Feche seus olhos por um momento e pense CAPÍTULO UM Você guarda coisas que não usa? Feche seus olhos por um momento e pense em sua casa. Imagine-se caminhando por ela, contando todos os cestos de lixo que vê. Passe pela cozinha, pelos banheiros,

Leia mais

1. À primeira coluna (P), atribui-se uma quantidade de valores V igual à metade do total de linhas

1. À primeira coluna (P), atribui-se uma quantidade de valores V igual à metade do total de linhas LÓGICA MATEMÁTICA Walter Sousa Resumo teórico 1) PROPOSIÇÕES LÓGICAS SIMPLES Uma proposição é uma sentença declarativa que pode ser classificada em verdadeira (V) ou falsa (F), mas não ambas as interpretações.

Leia mais

4.2.2 Filtrando Macro filtro

4.2.2 Filtrando Macro filtro MACRO FILTRO A: A história O exercício de Macro Filtro é um exercício curto, mas constitui um passo muito importante que liga a geração da idéia de projeto à decisão final sobre a idéia de negócio mais

Leia mais

Inventário de Atitudes no Trabalho

Inventário de Atitudes no Trabalho Inventário de Atitudes no Trabalho Ruy A. Matos ruymattos@emco.com.br Este inventário pretende colher alguns dados sobre suas atitudes em relação a cinco tópicos básicos do trabalho. Não há resposta certa

Leia mais

CULLER, Jonathan. Narrativa. In:. Teoria. Literária. São Paulo: Beca, 1999, pp. 84-94. No século XX, a narrativa, através do romance,

CULLER, Jonathan. Narrativa. In:. Teoria. Literária. São Paulo: Beca, 1999, pp. 84-94. No século XX, a narrativa, através do romance, CULLER, Jonathan. Narrativa. In:. Teoria Literária. São Paulo: Beca, 1999, pp. 84-94. No século XX, a narrativa, através do romance, passa a ter maior interesse e, a partir dos anos 60, passa a dominar

Leia mais

Tânia Abrão. Coração de Mãe. Coração De Mãe

Tânia Abrão. Coração de Mãe. Coração De Mãe Coração de Mãe Coração De Mãe Página 1 Coração De Mãe 1º Edição Agosto de 2013 Página 2 Coração De Mãe 1º Edição È proibida à reprodução total ou parcial desta obra, por Qualquer meio e para qualquer fim

Leia mais

Menino ou menina? Exercício 1 Vamos lembrar então o que são genes e cromossomos. Volte à Aula 20 e dê as definições: a) Gene... b) Cromossomo...

Menino ou menina? Exercício 1 Vamos lembrar então o que são genes e cromossomos. Volte à Aula 20 e dê as definições: a) Gene... b) Cromossomo... A UU L AL A Menino ou menina? Quando um casal descobre que vai ter um filho, a primeira curiosidade é saber se nascerá um menino ou uma menina. Mas será que os futuros pais, ou mesmo as pessoas que não

Leia mais

Deus nos convocou para o seu time. Jogar ofensivamente Não descuide da defesa Hebreus 12.1 nos encoraja a jogarmos com perseverança a partida que nos

Deus nos convocou para o seu time. Jogar ofensivamente Não descuide da defesa Hebreus 12.1 nos encoraja a jogarmos com perseverança a partida que nos Deus nos convocou para o seu time. Jogar ofensivamente Não descuide da defesa Hebreus 12.1 nos encoraja a jogarmos com perseverança a partida que nos foi proposta. Temos diante de nós a oportunidade de

Leia mais

Atividades Recreativas Arte de Acampar

Atividades Recreativas Arte de Acampar Introdução É uma boa atividade de observação. Primeiro você deve aprender os sinais de pista utilizados para comunicação nas trilhas de florestas e nos campos. Alguns, são idênticos aos usados no passado

Leia mais

AGENDAMENTO PARA O SUCESSO

AGENDAMENTO PARA O SUCESSO AGENDAMENTO PARA O SUCESSO FICHA DE PLANEJAMENTO SEMANAL SEG TER QUA QUI SEX SAB DOM 7:00-8:00 8:00-9:00 9:00-10:00 10:00-11:00 11:00-12:00 12:00-13:00 13:00-14:00 14:00-15:00 15:00-16:00 16:00-17:00 17:00-18:00

Leia mais

Linguagem figurada. É um recurso que facilita ou promove nossa criatividade lingüística.

Linguagem figurada. É um recurso que facilita ou promove nossa criatividade lingüística. Linguagem figurada É um recurso que facilita ou promove nossa criatividade lingüística. Serve, assim, para atribuir novo tom ao pensamento, dando-lhe mais vigor, trazendo mais colorido e graça à nossa

Leia mais

A palavra louvar significa: Enaltecer com palavras, falar bem, elogiar declarar digno de aprovação, aplaudir, aprovar, exaltar, declarar como bendito,

A palavra louvar significa: Enaltecer com palavras, falar bem, elogiar declarar digno de aprovação, aplaudir, aprovar, exaltar, declarar como bendito, Música ou Louvor? Isaías 6.1-7 A palavra louvar significa: Enaltecer com palavras, falar bem, elogiar declarar digno de aprovação, aplaudir, aprovar, exaltar, declarar como bendito, confiar, reconhecer

Leia mais

PENSADORES CONTRATUALISTAS

PENSADORES CONTRATUALISTAS PENSADORES CONTRATUALISTAS Thomas Hobbes (1588-1679) Principal obra: LEVIATÃ John Locke (1632-1704) Charles-Louis de Secondat, ou Montesquieu (1689-1755) Principal obra: O espírito das leis. Jean-Jacques

Leia mais

Nome: Gabrielle 4ª Série 1ª. Unidade: Bom Jesus Centro Cidade: Curitiba Estado: Paraná. A Coruja e a Raposa

Nome: Gabrielle 4ª Série 1ª. Unidade: Bom Jesus Centro Cidade: Curitiba Estado: Paraná. A Coruja e a Raposa Nome: Gabrielle 4ª Série 1ª A Coruja e a Raposa Era uma vez uma coruja que tinha sua bela casa na montanha. A raposa tinha uma casa pequena e feia. Um dia, a coruja convidou a raposa para almoçar em sua

Leia mais

Mãe do Amor Misericordioso Catequese para crianças

Mãe do Amor Misericordioso Catequese para crianças Mãe do Amor Misericordioso Catequese para crianças Estudos www.fatima.pt/documentacao Em VAZ, Carla Abreu, coord. Envolvidos no amor de Deus pelo mundo: Itinerário Temático do Centenário das Aparições

Leia mais

Quando as crianças presenciam violência no lar

Quando as crianças presenciam violência no lar Quando as crianças presenciam violência no lar Ajudando as crianças a enfrentá-la As crianças podem ser afetadas profundamente pela violência na comunidade e no lar. Elas veem violência na TV e nos vídeo

Leia mais

r o d e s e m p r e. r o d e c o m a v o l v o.

r o d e s e m p r e. r o d e c o m a v o l v o. r o d e s e m p r e. r o d e c o m a v o l v o. EDIÇÃO 2004 REVISADA 14 O DIFERENCIAL É O QUE FAZ A DIFERENÇA! olá! nesta edição, vamos conhecer um pouco mais sobre o diferencial do seu volvo! manutenção

Leia mais

Profª Drª Carmita Abdo Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo Projeto Sexualidade (ProSex)

Profª Drª Carmita Abdo Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo Projeto Sexualidade (ProSex) Profª Drª Carmita Abdo Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo Projeto Sexualidade (ProSex) Distribuição por Gênero 1715 entrevistados 60,3% 39,7% 51,9% Minas Gerais 48,1% (n = 550) (n = 362)

Leia mais

O SER está Além da Mente

O SER está Além da Mente O SER está Além da Mente Sri Nisargadatta Maharaj - I Am That Questionador: Quando criança, eu freqüentemente experimentava estados de completa felicidade, chegando ao êxtase. Mais tarde, eles cessaram.

Leia mais

Judith Sonja Garbers, Psicóloga

Judith Sonja Garbers, Psicóloga Judith Sonja Garbers, Psicóloga A maior parte da nossa atividade cerebral é inconsciente Tudo o que nos alcança através dos nossos sentidos é registrado Só uma porcentagem minúscula se torna consciente

Leia mais

Atividade experimental - Tema: Luz

Atividade experimental - Tema: Luz 1 Problema: As plantas precisam de luz? 1. Nesta experiência desafiamos-te a observar uma planta aquática a produzir bolhinhas de oxigénio graças à luz que nelas incide. Observa a instalação e regista

Leia mais

Evangelização Espírita Ismênia de Jesus Plano de Aula Jardim. Título: O passe e a água fluidificada

Evangelização Espírita Ismênia de Jesus Plano de Aula Jardim. Título: O passe e a água fluidificada Plano de Aula 16 Centro Espírita Ismênia de Jesus Evangelização Espírita Ismênia de Jesus Plano de Aula Jardim Educadora: Priscila e Camila Dia: 08/06/2015 Horário: 20h as 21h Título: O passe e a água

Leia mais

Uma saudação carinhosa

Uma saudação carinhosa Meus caros amiguitos e amiguitas! Uma saudação carinhosa Olá! Chamo-me António Marto. Sou o novo Bispo desta diocese de Leiria-Fátima. Sabem o que é ser Bispo? Eu explico-vos através de uma comparação

Leia mais

Plano de Aula Integrado com Hipermídia

Plano de Aula Integrado com Hipermídia Plano de Aula Integrado com Hipermídia Sumário Estrutura Curricular Dados da Aula Duração das atividades Conhecimentos prévios trabalhados pelo professor com o aluno Estratégias e recursos da aula Recursos

Leia mais

Líderes para Uma Nova Geração. Ricardo Agreste

Líderes para Uma Nova Geração. Ricardo Agreste Líderes para Uma Nova Geração Ricardo Agreste Alertas e Conselhos Alertas e Conselhos 70% dos líderes terminam suas vidas ou carreiras num ponto bem abaixo do que sonhavam. Dr. J. Robert Clinton Eu não

Leia mais

O ADULTO QUE CUIDA. Psic. Ms Helenita Ferrari

O ADULTO QUE CUIDA. Psic. Ms Helenita Ferrari O ADULTO QUE CUIDA Psic. Ms Helenita Ferrari QUEM É O OUTRO, AQUELE QUE CUIDA? É o adulto que cuida. Aquele que exerce as funções de cuidado, que nem sempre é a mãe. Mas é a pessoa mais estável na vida

Leia mais

Contorne objeções e arrase nas vendas!!

Contorne objeções e arrase nas vendas!! Contorne objeções e arrase nas vendas!! 3600 ptos Seja Consultora Estrela!! Método de Memorização Preencha fichas e Decore como uma tabuada Frente: Objeção Verso: Resposta Método 1. Eu sei como você

Leia mais

Apresentação: Então, ao jogarmos fora estamos jogando algo que pode valer ouro nas mãos de quem tem criatividade. Sugestões Práticas:

Apresentação: Então, ao jogarmos fora estamos jogando algo que pode valer ouro nas mãos de quem tem criatividade. Sugestões Práticas: Apresentação: As Lâmpadas econômicas do tipo apresentadas nesse tutorial tem a tendência natural de em algum momento não ligar mais após certo tempo de uso, pelo mesmo motivo muitas vezes pegamos as mesmas

Leia mais

Produção do texto: Ilustração e Diagramação:

Produção do texto: Ilustração e Diagramação: Produção do texto: Flávia Azevedo Fernandes Mariana Alvarenga Eghrari Pereira Ilustração e Diagramação: Alex Leal - Mtb 4998/DF Uma promoção da Campanha Quem Financia a Baixaria é Contra a Cidadania em

Leia mais

Chamei? Eu não te chamei. Eu estou orando. "Pai nosso que estais nos céus."

Chamei? Eu não te chamei. Eu estou orando. Pai nosso que estais nos céus. "Pai nosso, que estás nos céus". --- Sim? Não me interrompa. Estou orando. --- Mas você me chamou. Chamei? Eu não te chamei. Eu estou orando. "Pai nosso que estais nos céus." --- Aí. Você fez de novo.

Leia mais

Página 2 EDITORIAL. Dhenyfe Lorrany Samarah Christina. Oficinista: Elma Torres. Legenda da imagem ou do elemento gráfico.

Página 2 EDITORIAL. Dhenyfe Lorrany Samarah Christina. Oficinista: Elma Torres. Legenda da imagem ou do elemento gráfico. VIDA ESCOLAR Página 2 VIDA ESCOLAR EDITORIAL Dhenyfe Lorrany Samarah Christina Oficinista: Elma Torres Legenda da imagem ou do elemento gráfico. Página 3 Política na Escola Assim como o Brasil, a escola

Leia mais

Criando um Legado de Serviço

Criando um Legado de Serviço Criando um Legado de Serviço Programa de Doação Lights 4Life Português Se combinamos nossas luzes, verdadeiramente podemos fazer que nossa esperança brilhe e faça uma diferença no mundo. Bianca Lisonbee

Leia mais

Proteção dos seus filhos contra ferimentos por arma de fogo

Proteção dos seus filhos contra ferimentos por arma de fogo Proteção dos seus filhos contra ferimentos por arma de fogo A curiosidade da criança pode levar a ferimento grave ou à morte FATO Nos Estados Unidos, 33 por cento das casas têm pelo menos uma arma de fogo.

Leia mais

Modelo de Ética para Tomada de Decisão

Modelo de Ética para Tomada de Decisão Modelo de Ética para omada de Decisão a eneral Dynamics, enfrentamos decisões de ética nos negócios quase todos os dias. Muitas são claras e requerem pouco esforço consciente para resolvê-los: fazer a

Leia mais

A Construção da Identidade Humana proposta por E. Erickson 1

A Construção da Identidade Humana proposta por E. Erickson 1 A Construção da Identidade Humana proposta por E. Erickson 1 MARIA APPARECIDA CAMPOS MAMEDE-NEVES (ORG) Em sua obra Identidade, juventude e crise, Erikson apresenta a construção da identidade no homem

Leia mais

RECONECTE. Um novo jeito de viver! BEM-VINDO! Andreza Frasseto www.inspireleveza.com

RECONECTE. Um novo jeito de viver! BEM-VINDO! Andreza Frasseto www.inspireleveza.com BEM-VINDO! Costumo ouvir as pessoas fazendo piadinha reclamando da atual situação. Saiba que um país do outro lado do mundo não será melhor que o seu; assim como a vida do vizinho não é mais fácil que

Leia mais

(1) A LEI DA ATR AÇÃO Lei_Atração-CYAN.indd 18 Lei_Atração-CYAN.indd 18 27/10/2008 13:28:37 27/10/2008 13:28:37

(1) A LEI DA ATR AÇÃO Lei_Atração-CYAN.indd 18 Lei_Atração-CYAN.indd 18 27/10/2008 13:28:37 27/10/2008 13:28:37 (1) A LEI DA ATRAÇÃO Lei_Atração-CYAN.indd 18 27/10/2008 13:28:37 ENTENDER A LEI DA ATRAÇÃO É A CHAVE QUE LHE PERMITIRÁ CRIAR A VIDA DOS SEUS SONHOS A Lei da Atração é a mais poderosa do universo. Assim

Leia mais

É proibida a COMERCIALIZAÇÃO

É proibida a COMERCIALIZAÇÃO - 1 - ESTUDO DO LIVRO DOS MÉDIUNS PARTE 1: NOÇÕES PRELIMINARES CAPÍTULO I: EXISTEM ESPÍRITOS? Liz Bittar Fevereiro de 1998 (1 a. versão em Fevereiro de 1990) - 2 - ESTUDO DO LIVRO DOS MÉDIUNS CAP. I EXISTEM

Leia mais

GRELHA DE ANÁLISE DA ENTREVISTA EFETUADA À FUNCIONÁRIA B. A entrevistada tem 52 anos e é casada. 9º ano.

GRELHA DE ANÁLISE DA ENTREVISTA EFETUADA À FUNCIONÁRIA B. A entrevistada tem 52 anos e é casada. 9º ano. GRELHA DE ANÁLISE DA ENTREVISTA EFETUADA À FUNCIONÁRIA B CATEGORIAS DE ANÁLISE SÍNTESE EXCERTOS DAS ENTREVISTAS Caracterização sociodemográfica Idade Sexo Estado civil Grau de escolaridade / habilitações

Leia mais

AS DIFICULDADES ENCONTRADAS PELAS CRIANÇAS QUE TRABALHAM E ESTUDAM

AS DIFICULDADES ENCONTRADAS PELAS CRIANÇAS QUE TRABALHAM E ESTUDAM UNIVERSIDADE CANDIDO MENDES PRÓ-REITORIA DE PLANEJAMENTO E DESENVOLVIMENTO DIRETORIA DE PROJETOS ESPECIAIS PROJETO A VEZ DO MESTRE AS DIFICULDADES ENCONTRADAS PELAS CRIANÇAS QUE TRABALHAM E ESTUDAM Flávia

Leia mais

ESTUDO DO MEIO 2.º ANO

ESTUDO DO MEIO 2.º ANO 1 1. Escreve o nome de cada uma das partes do corpo do rapaz e da rapariga. 1.1 Quais são as diferenças entre o corpo do rapaz e o da rapariga? 190 Material fotocopiável @ Santillana-Constância 2 1. Apresenta

Leia mais

Meu Guia. Pamella Padilha

Meu Guia. Pamella Padilha Meu Guia Pamella Padilha Meu Guia Sentir se confiante (postura na coluna) para falar, pensar, agir, olhar. Posso olhar e falar com qualquer pessoa, desde o mendigo até a pessoa mais linda do mundo, ter

Leia mais

alocação de custo têm que ser feita de maneira estimada e muitas vezes arbitrária (como o aluguel, a supervisão, as chefias, etc.

alocação de custo têm que ser feita de maneira estimada e muitas vezes arbitrária (como o aluguel, a supervisão, as chefias, etc. Professor José Alves Aula pocii Aula 3,4 Custeio por Absorção Custeio significa apropriação de custos. Métodos de Custeio é a forma como são apropriados os custos aos produtos. Assim, existe Custeio por

Leia mais

Árvores de Decisão Matemática Discreta

Árvores de Decisão Matemática Discreta Bruno Duarte Eduardo Germano Isolino Ferreira Vagner Gon Árvores de Decisão Matemática Discreta 28/04/2011 Serra IFES Definição de Árvores de Decisão: Arvore de Decisão é uma árvore em que seus nós internos

Leia mais

Técnicas de sobrevivência em meio à cultura contemporânea

Técnicas de sobrevivência em meio à cultura contemporânea Técnicas de sobrevivência em meio à cultura contemporânea Técnicas de sobrevivência em meio à cultura contemporânea Em meio à cultura da Auto Ajuda. Por favor, não beba quando for dirigir. Você ainda

Leia mais

1. Nenhuma paz vai nos proteger

1. Nenhuma paz vai nos proteger 1. Nenhuma paz vai nos proteger A polícia não exerce um poder legítimo Um policial comum não é nenhum especialista em leis, ele provavelmente sabe os protocolos de seu batalhão mas muito pouco sobre

Leia mais

COMO VENDER MAIS USANDO FUNIL DE VENDAS. Capítulo III: Etapas do Funil de Vendas

COMO VENDER MAIS USANDO FUNIL DE VENDAS. Capítulo III: Etapas do Funil de Vendas COMO VENDER MAIS USANDO FUNIL DE VENDAS Capítulo III: Etapas do Funil de Vendas Índice Introdução Defina suas etapas de vendas corretamente Como definir suas etapas de vendas 03 05 06 2 Introdução Olá,

Leia mais

POTENCIAÇÂO. A potenciação é uma forma de representar uma multiplicação de fatores iguais.

POTENCIAÇÂO. A potenciação é uma forma de representar uma multiplicação de fatores iguais. POTENCIAÇÂO A potenciação é uma forma de representar uma multiplicação de fatores iguais. A potência é o resultado. x x x cada termo desta multiplicação é chamado de fator, portanto temos 4 fatores iguais

Leia mais

FUTUROS DESEJÁVEIS (Wellington Nogueira)

FUTUROS DESEJÁVEIS (Wellington Nogueira) FUTUROS DESEJÁVEIS (Wellington Nogueira) FUTUROS DESEJÁVEIS (Wellington Nogueira) 1) Onde começa e onde termina o Hospital? As pessoas estão cultivando a doença em uma série de situações. Apesar da doença

Leia mais

Ahmmm... Deus? O mesmo flash de ainda há pouco e, de novo, estava à Sua frente:

Ahmmm... Deus? O mesmo flash de ainda há pouco e, de novo, estava à Sua frente: EAÍ, CARA? O que é que eu estou fazendo aqui? Quem é você? Você sabe muito bem quem Eu sou. É... Vai fundo, fala!... Deus? Viu? Não era tão difícil assim! Claro que Eu sou Deus. É assim que você Me imaginava,

Leia mais

TUDO COMEÇA POR UM COMEÇO.

TUDO COMEÇA POR UM COMEÇO. TUDO COMEÇA POR UM COMEÇO. Michel Silveira 1 2 TUDO COMEÇA PELO COMEÇO Dedico a você: 3 4 TUDO COMEÇA PELO COMEÇO Sumário. Primeira fase Namoro pg. 29 Segunda fase Noivado pg.39 Terceira fase Casamento

Leia mais

Programa Competências Transversais

Programa Competências Transversais Programa Competências Transversais o Consumo Consciente de Energia o Desenho Arquitetônico o Educação Ambiental o Empreendedorismo o Fundamentos de Logística o Finanças Pessoais o Legislação Trabalhista

Leia mais

FILOSOFIA POLÍTICA: O PROBLEMA DA JUSTIFICAÇÃO E DA ORIGEM DO ESTADO.

FILOSOFIA POLÍTICA: O PROBLEMA DA JUSTIFICAÇÃO E DA ORIGEM DO ESTADO. FILOSOFIA POLÍTICA: O PROBLEMA DA JUSTIFICAÇÃO E DA ORIGEM DO ESTADO. A justificação contratualista de John Locke -A proposta de Locke, em seu Segundo tratado sobre o Governo civil (1690), é mais influente

Leia mais