COMUNICADO ANUAL DA MARCAÇÃO DE FÉRIAS

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "COMUNICADO ANUAL DA MARCAÇÃO DE FÉRIAS"

Transcrição

1 COMUNICADO ANUAL DA MARCAÇÃO DE FÉRIAS Comunicamos aos Srs. Gerentes que, conforme cronograma anexo, a partir do dia 09/11/2011 estará sendo aberto o Movimento Anual de Marcação de Férias, versão 2011/12/01, referente ao exercício de 2012, do Sistema de Recursos Humanos SISRHU, para empregados e ocupantes de cargos em comissão. Visando facilitar este trabalho anual, estamos enviando anexos os seguintes documentos : Cronograma da Marcação Anual de Férias Relação dos Centros de Digitação e suas Lotações Associadas Informações Simplificadas sobre a Digitação do Movimento Informações Simplificadas sobre a Rotina dos Gerentes Informações Simplificadas sobre a Rotina dos Gerentes e Diretores Tabela de Dias Úteis Ano 2012 Relação de Telefones Úteis Normas Gerais de Férias IP 01/2011 da ARH-GAP Cópia do Memorando de Alteração da Marcação de Férias. Anexos A identificação e senha cadastral das Chefias/órgãos existentes no organograma da CEDAE lhes serão novamente informadas. Após a leitura minuciosa dos manuais, toda e qualquer dúvida poderá ser esclarecida através dos telefones constantes da relação de telefones úteis, anexa a este manual. Informamos ainda que, caso seja necessário o cadastramento de novos digitadores para algum Centro de Digitação, essa solicitação deverá ser feita diretamente ao ARH-GAP-12, por telefone. Lembramos que os ocupantes dos cargos de Chefia das áreas operacionais da DG, DI e DM não poderão marcar suas férias para os meses de janeiro, fevereiro e março de 2012 conforme determinado pela O.S. E N.º de 16 de Outubro de Gerência de Administração de Pessoas ARH-GAP

2 CRONOGRAMA MARCAÇÃO ANUAL DE FÉRIAS - EXERCÍCIO DATA HORA ATIVIDADE 09/11/ :00 Início dos Trabalhos de Marcação Fechamento do Movimento de 16/11/2011 Marcação (Emissão Relatório Prévio) 17/11/ /11/2011 a 21/11/ :00 Início da Emissão dos Relatórios Finais de Marcação Início das Autorizações dos Gerentes 22/11/ :00 Autorização dos Diretores 23/11/ :00 31/12/2011 Término dos Trabalhos de Marcação Data Limite para Entrega dos Relatórios Finais assinados pelos empregados e chefias à ARH- GAP-12

3 Centros de Digitação DP GAB ASJ OUG AAI ACOM AMA ASE ARH DE AGA ATI GGC AEG DF GOR GFI GCC GAP GTS GSU DT ABJ Lotações Associadas DP, AEP-DP, ASC-1-DP, ASC-2-DP, ASS-1-DP, AEP-1-DP, ASE-1-DP-1, ASE- 1-DP-2, ASS-2-DP, AEP-2-DP, ASE-2-DP-1, ASE-2-DP-2, ASS-8-DP, ASS-8- DP-1, ASS-8-DP-1.1, ASS-8-DP-1.2, ASS-8-DP-2, ASS-8-DP-3, ASS-8-DP-3.1, ASS-8-DP-4, ASS-3-DP, ASS-3-DP-1, ASS-3-DP-2, ASS-4-DP, ASS-9-DP, ASS-9- DP-1, ASS-9-DP-2, ASS-9-DP-2.1, ASS-9-DP-3, ASS-9-DP-4, ASS-9-DP-4.1, ASS- 9-DP-4.2, ARH-DP GAB-DP, GAB-ASE, GAB-ASS, ASS-5-DP, ASS-5-DP-1, ASS-5-DP-2, ASS-5- DP-3, ASS-7-DP, ASS-7-DP-1, ASS-7-DP-2, ASS-6-DP, ASS-6-DP-1 ASJ-DP, ASS-ASJ, ASE-ASJ, AJE-ASJ, AFT-ASJ, AJC-ASJ, ACO-ASJ, AAC- ASJ, AAC-1, ACT-ASJ, AJL-ASJ OUG, OUG-ASE-1, OUG-ASE-2, OUG-1 AAI-DP, AAI-1, AAI-2, AAI-3, AEP-AAI ACOM-DP, ACOM-ASC, ACOM-ASE, ACOM-1, ACOM-2, ACOM-3 AMA-DP, AMA-ASC, AMA-1, AMA-1.1, AMA-1.2 ASE-DP, ASE-ASC, ASE-ASC-1, ASE-1, ASE-2, ASE-3 ARH-GAP, ARH-AST, ARH-AQP, ARH-GAP-1, ARH-GAP-1.1 à ARH-GAP- 1.6, ARH-GDP, ARH-GDP-1, ARH-GDP-1.1, ARH-GDP-2, ADOR DE, ASS-DE, AAT-DE, GAD-DE, GAD-1, GAD-1.1 à GAD-1.3 AGA-DE, AGA-1, AGA-1.1, AGA-1.2, AGA-2, AGA-2.1, AGA-2.2 ATI-DE, ATI-1 à ATI-4.3 GGC-DE, GGC-ASC-1 à GGC-ASC-3, GGC-1 à GGC-6.3 AEG-DE, AEG-ASC, AEG-1 à AEG-4 DF, AMI-DF, ADM-DF, ADM-GER, ADM-DF-1, PRG, ARQ, ADM-DF-2, AOF-DF, ACO-DF, ASU-DF, ASU-DF-1, GFT, GFT-1, GCI-DF GOR, GOR-1 à GOR-1.2, GOR-2 à GOR-2.2 GFI, GFI-1, GFI-1.1, GFI-1.2 GCC, GCC-1, GCC-2, GCC-3 GAP, GAP-1, GAP-2 GTS, GTS-1, GTS-2 GSU, GSU-ASC, GSU-1, GSU-2, GSU-3, GSU-4 DT, AST-DT, ASC-DT, ASQ-DT, GCT-DT, GCO-DT, GCC-DT, GCC-DT-1 ABJ-DT, PSBJ-ASC, PSBJ-1 à PSBJ-3.4

4 ABG GPT GFO DG GGL GOM GCQ GIL GGE GTE GDO DI GMP GSE GLN GNO GLE GCO DM GSUL GCEN GRN GRO GRB GLO ABG-DT, PDBG-ASC, PDBG-001, PDBG-1, PDBG-2, PDBG-2.1 GPT-DT, GPT-1 à GPT-7 GFO-DT, GFO-1, GFO-1.1 DG, ASS-DG, ADM-DG, ADM-DG-1 à ADM-DG-2.3, APO-DG, APO-DG-1 à APO-DG-2.2 GGL, GGL-ASC, GGL-1 à GGL-6.3 GOM, GOM-ASC, GOM-1 à GOM-5.3 GCQ, GCQ-ASC, GCQ-1 à GCQ-4.2 GIL, GIL-ASC, GIL-1 à GIL-4.3 GGE, GGE-ASC, GGE-1 à GGE-5.5 GTE, GTE-ASC, GTE-1 à GTE-8.2 GDO, GDO-ASC, GDO-1 à GDO-4.2 DI, ASC-DI-1 à ASC-DI-5, ASS-DI GMP, GMP-ASC, GMP-1 à GMP-2.7 GSE, GSE-ASC, GSE-1 à GSE-2.7 GLN, GLN-ASC, GLN-1 à GLN-3.6 GNO, GNO-ASC, GNO-1 à GNO-2.7 GLE, GLE-ASC, GLE-1 à GLE-6.13 GCO, GCO-ASC, GCO-1 à GCO-2.3 DM, ASC-DM-1 à ASC-DM-3, ASS-DM-1, ASS-DM-2 GSUL, GSUL-ASE-1, GSUL-ASC-1, GSUL-ASC-2, DSUL-1 à DSUL-3.2, DBRJ- 1 à DBRJ-3.3, GSUL-ASE-2 GCEN, GCEN-ASS, GCEN-ASC-1, GCEN-ASC-2, DCEN-1 à DCEN-3.2, DTIJ-1 à DTIJ-3.2, DTIM, DTIM-01, DTIM-02, DMEI, DMEI-01 à DMEI-05, GCEN- ASE GRN, GRN-ASE, GRN-ASC-1, GRN-ASC-2, DPEN-1 à DPEN-3.2, DILH-1 à DILH-3.2, DCAS-1 à DCAS-3.2, DDEO-1 à DDEO-3.2 GRO, GRO-ASE, GRO-ASC-1, GRO-ASC-2, DCAM-1 à DCAM-2.2, DSAN-1 à DSAN-2.2, DISP-1 à DISP-2.2, GRO-TEC-1, GRO-TEC-1.1 GRB, GRB-ASE-1, GRB-ASC-1, GRB-ASC-2, DCAX-1 à DCAX-3.4, DNOI-1 à DNOI-2.2, DNIL-1 à DNIL-2.3, DSJM-1 à DSJM-2.2, DBRO-1 à DBRO-2.2, DQPJ-1 à DQPJ-2.3, GRB-ASE-2, GRB-ASC-3 GLO, GLO-ASE, GLO-ASC-1 à GLO-ASC-3, GLO-1 à GLO-2.3

5 ROTINA DOS GERENTES PASSOS ATIVIDADES Tela HINVE Informar o movimento a ser digitado: Dias 09/11/2011 à 16/11/2011 ANO = 2011 MÊS = 12 SEQUENCIAL = 01 Transmitir ( tecla END e tecla + ) Mensagem a ser recebida: (no rodapé da mesma página) Informações sobre uma versão ativadas Tela HINCD Informar o seu centro de digitação. (Vide folhas 3 e 4) Transmitir. (tecla END e tecla +) Mensagem a ser recebida: (no rodapé da mesma página) Centro de Digitação informado. Prossiga. Gerar o Relatório Inicial para Marcação de Férias da sua lotação. Tela HMLCØ - opção 3. Fazer as marcações devidas, observando sempre os critérios de proporcionalidade (quando houver quebra deverá haver prévia autorização do Gerente, Diretor da área) e obrigatoriedade. Tela HMFER Os campos ANO, MÊS, SEQ e CD já deverão vir preenchidos com o movimento e o centro de digitação anteriormente informada. Entrar com o movimento, a partir dos relatórios de marcação. Lembre-se: ADD para incluir CHG para alterar INQ para consultar DEL para excluir

6 6 Transmita ( tecla END e tecla + ) Se você informar 1 no campo SOS, aparecerá uma tela de ajuda na página 2 Depois de digitado as férias de todos os empregados, gerar o Relatório Prévio de Férias da sua lotação para conferência. Até o dia 16/11/2011 Tela HMLCØ - opção 4. 7 As lotações com quebra de proporcionalidade deverão ser obrigatoriamente submetidas à autorização da Diretoria da área. Após devidamente conferido, aguardar a data de abertura do movimento vide fls , para geração do Relatório Final de Marcação de Férias da sua lotação. Dia 17/11/2011 Tela HMLCØ - opção 5. Colher as assinaturas dos empregados da sua lotação, obrigatoriamente dos que optarem por vantagens de férias. ( 10 dias, 50% do 13º sal. e adiantamento de férias ) Após o encerramento dos trabalhos, inclusive com as autorizações das Gerências e Diretorias nas lotações que assim o exigir, encaminhar os relatórios finais a ARH-GAP-12, devidamente rubricados pelas chefias especificadas no rodapé do relatório, até a data limite informada no Cronograma da Marcação Anual de Férias. PASSO 1 ROTINA DOS GERENTES Dias 18/11/2011 a 21/11/2011 ATIVIDADE Acompanhar a marcação de férias de todas as lotações da sua Gerência (Tela HMLCØ) 2 Apor as devidas autorizações, nas lotações que julgar procedente.

7 (Tela HMFA1) PASSO ROTINA DOS DIRETORES A partir do dia 22/11/2011 ATIVIDADE 1 Verificar quais as lotações de sua Diretoria que estão fora da proporcionalidade Apor o seu visto naquelas que concorde com a quebra de proporcionalidade (Tela HMFA2) As lotações que não concorde com a quebra de proporcionalidade deverão ser contactadas imediatamente para reorganização da marcação. Submeter à Diretoria da área para autorização, das lotações que mantiveram com quebra de proporcionalidade. ROTINA DA ARH-GAP-12 PASSO ATIVIDADE 1 Verificar quais as lotações da Companhia que estão fora da proporcionalidade. 2 3 Acompanhar a Marcação de Férias de toda a Companhia (Tela HMFC3) Fechamento final daquelas que ficaram fora da proporcionalidade, desde que visadas pelos Diretores das respectivas áreas. (Tela HMFA3)

8 MARCAÇÃO ANUAL DE FÉRIAS - EXERCÍCIO DE MÊS TABELA DE DIAS ÚTEIS PRIMEIRO DIA ÚTIL PRIMEIRO DIA ÚTIL ( APÓS O DIA 10 ) 01 Janeiro Fevereiro Março Abril Maio Junho Julho Agosto Setembro Outubro Novembro Dezembro 3 11

9 TELEFONES ÚTEIS Dúvidas sobre a Rotina de Marcação de Férias ARH-GAP Fax Dúvidas sobre a Operação do Sistema ARH-GAP Fax Dúvidas sobre a Operação do Sistema ATI Problemas com Equipamentos e Cadastramento de Impressoras ATI

10 INSTRUÇÃO DE PROCEDIMENTO N 01 / 2011 ARH-GAP NORMAS GERAIS PARA CONCESSÃO DE FÉRIAS 1) A Chefia do órgão de lotação será a responsável pela marcação do período de gozo dos seus empregados. Caso o empregado esteja exercendo sua atividade em outro órgão/unidade, que não o da lotação constante do cadastro informado, as chefias de ambos deverão, de comum acordo, estabelecer o respectivo período de concessão simultânea e obrigatoriamente providenciar a devida correção através do formulário de Movimentação de Pessoal - PMP. 2) As eventuais marcações ou alterações do período de concessão das férias (período de gozo de Fevereiro a outubro) e/ou vantagens de férias, posteriores a Marcação Anual de Férias, deverão ser solicitadas através do Memorando de Alteração e Marcação de Férias, com a concordância da chefia imediata respeitando os prazos abaixo: 2.1. Mínimo de 90 (noventa) dias antecedentes ao mês pretendido para marcação ou alteração do mês de gozo de férias; 2.2. Mínimo de 90 (noventa) dias antecedentes em relação ao mês de pagamento pretendido, para marcação e/ou alteração somente das vantagens (ABONO DE FÉRIAS, VANTAGENS, 13º SALÁRIO e ADIANTAMENTO DE FÉRIAS); 2.3. Mínimo de 90 (noventa) dias antecedentes ao mês de férias já marcadas para cancelá-la; 2.4. Deverão ser respeitados os critérios de proporcionalidade e de obrigatoriedade da respectiva concessão. Somente serão implantados os memorandos oficialmente encaminhados através do sistema de protocolo à ARH-GAP-12 e que estiverem regularmente autorizados. 3) Os empregados que fizerem jus a 2 (dois) períodos de férias, dentro do mesmo exercício, deverão registrar o pedido de gozo do primeiro período no Relatório Anual de Férias. O segundo período poderá ser marcado e será gozado, obrigatoriamente, após o primeiro deles e desde que observadas as condições estabelecidas no item 2 e, respeitando os critérios de proporcionalidade de cada lotação.

11 4) As alterações relativas às vantagens de férias, mês de adiantamento de 50% (cinqüenta por cento) do 13 Salário, Adiantamento de férias ou alterações relativas ao mês de férias que, eventualmente, vierem a ser feitas posteriormente à Marcação Anual, através de Memorando de Alteração de Marcação de Férias, deverão respeitar as condições de prazo estabelecidas no item 2, ressalvados os casos excepcionais, que serão autorizados pela ARH-GAP Nos casos em que houver quebra de proporcionalidade, a Chefia solicitante deverá colher a autorização ao Diretor da área. 5) A ARH-GAP fará constar, mensalmente, a contar do contracheque do mês de janeiro da cada ano, as informações relativas à marcação do período de férias do empregado. 6) O número de dias de férias a que fizer jus o empregado constará obrigatoriamente do Aviso de Férias, cuja cópia, com recibo, deverá ser assinada pelo mesmo e devolvida ao ARH-GAP-12 - Coordenação de Cadastro, Documentação, Arquivo, Freqüência e Atendimento Descentralizado, para fins de arquivamento. 7) Somente os empregados que exercerem opção por vantagens de férias estarão obrigados a apor a sua assinatura no Relatório Final de Férias, não sendo permitida, em nenhuma hipótese, a efetivação de tal registro, por outrem. 8) Somente os empregados que requererem o gozo das suas férias para os meses de janeiro e fevereiro é que poderão optar pelo recebimento do adiantamento de 50% (cinqüenta por cento) do 13 Salário, nos meses de dezembro do exercício anterior e de janeiro, respectivamente. 9) O empregado que desejar receber 50% (cinqüenta por cento) do 13 Salário, juntamente com as férias a que fizer jus, deverá informar o mês anterior ao mês em que for gozá-las. Quando o recebimento for desvinculado das férias, o empregado deverá informar um determinado mês entre fevereiro a novembro do mesmo exercício.

12 10) Em obediência ao determinado pela O. S. E n 10304, de 16 de outubro de 2007, os empregados detentores dos cargos de chefia das áreas DG, DI e DM não poderão requerer a concessão das suas férias nos meses de janeiro, fevereiro e março de 2012, exceto as que forem obrigatórias. 11) As disposições constantes desta Instrução deverão ser devidamente observadas nos casos de afastamento, tais como: Licença sem Vencimentos, Acidente de Trabalho, Exclusão Temporária, ADOR Sem Ônus, em Gozo de Benefícios junto ao INSS e Aguardando JCJ, situações estas que impedirão a solicitação de concessão do gozo de férias. 12) Os empregados estatutários cedidos a esta Cia, em cumprimento ao Dec. Estadual 2479/79 que disciplina as férias dos servidores estatutários Capítulo II, Art. 90 e seus parágrafos, gozará obrigatoriamente, 30(trinta) dias consecutivos de férias remuneradas por ano civil, não sendo permitido nesse caso o abono pecuniário. 13) Nas situações em que o empregado houver marcado Licença Prêmio para o ano de 2012, constará no Relatório logo abaixo do nome do empregado o período marcado, para que não ocorra marcação concomitante, e tratando-se de marcação obrigatória terá prioridade absoluta da licença prêmio, para que não ocorra a dobra do período aquisitivo. 14) O Relatório Final não poderá conter nenhuma rasura; 15) Os casos omissos serão resolvidos diretamente pela Gerência de Administração de Pessoas ARH-GAP.

13 NORMAS DE PROPORCIONALIDADE 1. A quantidade de empregados de férias marcadas em cada mês deverá obedecer a proporcionalidade do total de empregados do órgão em relação ao número de meses do ano. 2. A fórmula para cálculo da proporcionalidade do órgão PO, resume-se em: PO = n.º. de empregados lotados no órgão / 12 Exemplificando: N.º de Empregados Lotados no órgão Proporcionalidade do órgão Limite inferior e Superior de ocorrências , , , N.º de vezes que o limite superior pode se repetir 3. A quebra desta proporcionalidade, durante a Marcação Anual de Férias, obrigatoriamente deverá ser autorizada pelo Diretor da área; 4. A fim de que se evite o acúmulo de empregados de férias nos meses de janeiro, fevereiro e março, indica-se aos gerentes, cuja proporcionalidade de seu órgão seja maior que 1 (um) e não seja um número inteiro, que evitem o uso do limite superior na marcação de férias destes meses, salvo com a concordância das chefias imediatas, da extrema necessidade de serviço e/ou nas marcações obrigatórias.

14

15 Memorando Número : Data : / / Remetente/Sigla Telefone Destinatário ARH-GAP-12 Assunto : MARCAÇÃO / ALTERAÇÃO DE FÉRIAS Sr. Coordenador, Solicitamos providenciar a Alteração de Férias conforme discriminado abaixo: Dados da Alteração / Marcação / Cancelamento de Férias Nome Lotação Registro-Dv Marque a Opção desejada e Informe as Alterações (1) - Alteração das férias (3) - Cancelamento das férias (2) - Alteração das Vantagens de Férias (4) - Marcação de Férias (5) - Alteração do Adiantamento do 13º Sal. Data de Inicio de Férias / / Vantagens Marque sua opção abaixo: 1 - Abono Pecuniário ( 10 dias ) (SIM) (NÃO) 2 - Adiantamento de Férias (SIM) (NÃO) Mês para Adiantamento do 13º Salário Cientes e de Acordo Empregado ( caso haja pedido de vantagens ) Chefe Imediato

16 Companhia Estadual de Aguas e Esgotos - CEDAE RJ 10:15:04 CCCCCCCCCC CCCCCCCCC CCCCCCCCCCCCCCCC CCCCCCCCCCCCCCC CCCCCC CCCCC CCCCCC CCCCC CCCCC CCCCC CCCCC CCCCC CCCCC CCCCC CCCCC CCCCC CCCCC CCCCC CCCCC CCCCCCCCCCCCCCCCCCCCCCCCCCCCCCCCCCCCCCCCCCCCCCCCCCCCCCCCCCCCC CCCCCCCCCCCCCCCCCCCCCCCCCCCCCCCCCCCCCCCCCCCCCCCCCCCCCCCCCCCCC CCCC CCCCC CCCCC CCCC CCCCC CCCCC CCCCC CCCC CCCCC CCCCC CCCCC CCCC CCCCCC CCCCC CCCCC CCCCCCCCCCCCCCCCC CCCCCCCCCCCCCCCC CCCCCCCCCCC CCCCCCCCCC Entre com seu Usercode USUARIO CEDAE...e sua Senha A próxima tela a surgir será a seguinte. Entre com : SISRHU no campo Choice. Transmita ( tecla + ). Action: MENU - MENU INICIAL - CEDAE 10:35:09 HOme PRev GO PArent COmnd (Press SPCFY for Help) SISTEMAS APLICATIVOS OUTROS COMANDOS SASB Sist. SASB2000 NEWS Novidades SISMAT Sist. de Material DATE Data e Hora SISORC Sist. de Orcamento de Obras SEND Envia Mensagens SISPAT Sist. de Patrimonio MSG Mostra Mensagens SISPRO Sist. de Protocolo ON Troca de Janela SISRHU Sist. de Recursos Humanos SISTRA Sist. de Transportes SISCED Sist. de Controle Interno BYE Encerra Sessao Choice: SISRHU Unisys NX5820:9211 CEDAENX MARC COMS User = USUARIO; Session = Aparecerá então a primeira tela do SISRHU. Transmita ( tecla END e tecla + ).

17 HLOGOT OUT ###### ###### ##### ##### ###### # # # # # # # # ##### # # ####### ##### # # # # # # # ###### ###### ##### # # ###### SISTEMA DE RECURSOS HUMANOS ####### # ####### ###### # # # # # # # # # # # # # ####### # ####### ###### ####### # # # # # # # # # # # ####### # ####### # # # # ##### TRANSMITA A seguir, aparecerá a tela onde deverá ser digitada sua identificação e senha para acesso ao SISRHU. Lembre-se : Use sempre Letras Maiúsculas, sem qualquer tipo de acentuação. Transmita ( tecla END e tecla + ). XLOGOT OUT RECURSOS HUMANOS S I S T E M A D E R E C U R S O S H U M A N O S * QUARTA, 09 OUTUBRO 2011 * Entre com : Codigo de identificacao : Senha de acesso : Proxima Tela : XMENU SOS : 0

CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO de 09/04/2012 Validade a partir de 20/04/2012

CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO de 09/04/2012 Validade a partir de 20/04/2012 REGIMENTO INTERNO CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO de 09/04/2012 Validade a partir de 20/04/2012 2 SUMÁRIO 1. DA SOCIEDADE E SEUS FINS... 3 2. DOS RECURSOS... 3 3. DOS DIRIGENTES... 4 4. DA ESTRUTURA ORGANIZACIONAL...

Leia mais

ESCALA DE FÉRIAS - EXERCÍCIO 2007 INSTRUÇÕES DE PREENCHIMENTO

ESCALA DE FÉRIAS - EXERCÍCIO 2007 INSTRUÇÕES DE PREENCHIMENTO ESCALA DE FÉRIAS - EXERCÍCIO 2007 INSTRUÇÕES DE PREENCHIMENTO Para o preenchimento da Escala de Férias, o servidor deverá acessar o Portal do Servidor por meio do endereço http://10.9.16.23/csp/tcdf/portal/index.csp

Leia mais

MANUAL DE FÉRIAS SIGRH PARA SECRETÁRIAS E CHEFIAS

MANUAL DE FÉRIAS SIGRH PARA SECRETÁRIAS E CHEFIAS MANUAL DE FÉRIAS SIGRH PARA SECRETÁRIAS E CHEFIAS Universidade Federal de Itajubá Diretoria de Pessoal Janeiro/2015 Prezadas Chefias e Secretárias, Com o intuito de orientar as Diretorias e Institutos

Leia mais

NORMA DE PROCEDIMENTOS. Férias

NORMA DE PROCEDIMENTOS. Férias pág.: 1/6 1 Objetivo Estabelecer critérios e procedimentos para programação, concessão e pagamento de férias aos empregados da COPASA MG. 2 Referências Para aplicação desta norma poderá ser necessário

Leia mais

INSTRUÇÃO DE SERVIÇO Nº 06/2003 DG/DNIT DO DIREITO E DA CONCESSÃO

INSTRUÇÃO DE SERVIÇO Nº 06/2003 DG/DNIT DO DIREITO E DA CONCESSÃO INSTRUÇÃO DE SERVIÇO Nº 06/2003 DG/DNIT O GESTOR DO DEPARTAMENTO NACIONAL DE INFRA-ESTRUTURA DE TRANSPORTES - DNIT, no uso das atribuições que lhe conferem os artigos 7 - C e 19 da Estrutura Regimental

Leia mais

Estado de Goiás Prefeitura Municipal de Niquelândia

Estado de Goiás Prefeitura Municipal de Niquelândia PROCEDIMENTOS E ROTINAS AO DARTAMENTO DE RECURSOS HUMANOS Título: Instrução Normativa nº. 001/2012. Ementa: Recomenda procedimentos para o Departamento de Recursos Humanos dos Órgãos da Administração Direta

Leia mais

NORMA DE FÉRIAS - NOR 304

NORMA DE FÉRIAS - NOR 304 MANUAL DE GESTÃO DE PESSOAS COD. 300 ASSUNTO: SOLICITAÇÃO, PROGRAMAÇÃO, CONCESSÃO E PAGAMENTO DE FÉRIAS APROVAÇÃO: Resolução DIREX nº 023, de 04/02/2013 VIGÊNCIA: 04/02/2013 NORMA DE FÉRIAS - NOR 304 1/12

Leia mais

Gestão de Pessoas - 4w

Gestão de Pessoas - 4w P á g i n a 1 Gestão de Pessoas - 4w Modulo Administração de Pessoal (Rubi) Processo: Férias P á g i n a 2 Sumário 1 Conceito... 3 1.1 Parametrizações no Sistema... 3 1.1.1 - Sindicato... 3 1.1.2 - Situações...

Leia mais

REGULAMENTO/DIGEP Nº 002, DE 22 DE DEZEMBRO DE 2014.

REGULAMENTO/DIGEP Nº 002, DE 22 DE DEZEMBRO DE 2014. REGULAMENTO/DIGEP Nº 002, DE 22 DE DEZEMBRO DE 2014. Dispõe acerca das regras e procedimentos para a concessão, indenização, parcelamento e pagamento da remuneração de férias dos servidores do Instituto

Leia mais

NORMA 1 OBJETIVO. Estabelecer diretrizes para concessão e pagamento de férias. 2 CONCEITOS. 2.1 Abono Pecuniário

NORMA 1 OBJETIVO. Estabelecer diretrizes para concessão e pagamento de férias. 2 CONCEITOS. 2.1 Abono Pecuniário 1/6 1 OBJETIVO Estabelecer diretrizes para concessão e pagamento de férias. 2 CONCEITOS 2.1 Abono Pecuniário Valor pago ao beneficiário que optar expressamente por converter 1/3 (um terço) do seu período

Leia mais

FÉRIAS NO SAP 338 ALTERAÇÕES

FÉRIAS NO SAP 338 ALTERAÇÕES FÉRIAS NO SAP 338 ALTERAÇÕES O conceito de férias no SAP, está sendo alterado para possibilitar a divisão das férias em até 03 (três) períodos de gozo com seus respectivos abonos pecuniários; gozo e períodos

Leia mais

Passos e Orientações para solicitação de credenciamento como emissor de NF-e. Secretaria da Fazenda do Estado de São Paulo

Passos e Orientações para solicitação de credenciamento como emissor de NF-e. Secretaria da Fazenda do Estado de São Paulo Passos e Orientações para solicitação de credenciamento como emissor de NF-e Secretaria da Fazenda do Estado de São Paulo Versão: 24/05/2010 Passos e Orientações para solicitação de credenciamento como

Leia mais

ORIENTAÇÕES SOBRE FÉRIAS

ORIENTAÇÕES SOBRE FÉRIAS ORIENTAÇÕES SOBRE FÉRIAS Aos Servidores e Dirigentes da Universidade Federal do Amazonas: Com o objetivo de assegurar o funcionamento contínuo das atividades administrativas e acadêmicas e dos órgãos suplementares

Leia mais

Férias Web. Como utilizar este recurso do MarteWeb. Universidade de São Paulo

Férias Web. Como utilizar este recurso do MarteWeb. Universidade de São Paulo Como utilizar este recurso do MarteWeb Cartilha destinada aos servidores docentes e técnicos-administrativos da Universidade de São Paulo Universidade de São Paulo Sumário Apresentação 03 Férias Web 04

Leia mais

Passos e Orientações para solicitação de credenciamento como emissor de NF-e. Secretaria da Fazenda do Estado de São Paulo

Passos e Orientações para solicitação de credenciamento como emissor de NF-e. Secretaria da Fazenda do Estado de São Paulo Passos e Orientações para solicitação de credenciamento como emissor de NF-e Secretaria da Fazenda do Estado de São Paulo Versão 1.0 23/07/2009 Passos e Orientações para solicitação de credenciamento como

Leia mais

Boletim Interno. Edição Extraordinária nº 19

Boletim Interno. Edição Extraordinária nº 19 Boletim Interno Edição Extraordinária nº 19 Fundação Escola Nacional de Administração Pública SAIS Área 2-A 70610-900 Brasília, DF Tel.: (61) 2020-3000 Miriam Aparecida Belchior Ministra de Estado do Planejamento,

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 3.736, DE 15 DE SETEMBRO DE 2011

RESOLUÇÃO Nº 3.736, DE 15 DE SETEMBRO DE 2011 UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO UNIRIO RESOLUÇÃO Nº 3.736, DE 15 DE SETEMBRO DE 2011 Dispõe sobre o afastamento do país e concessão de passagens para servidores da UNIRIO. O Conselho de

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO PRÓ-REITORIA DE DESENVOLVIMENTO INSTITUCIONAL Avenida Rio Branco, 50 Santa Lúcia 29056-255 Vitória ES 27 3357-7500 DIRETORIA DE GESTÃO DE PESSOAS

Leia mais

Capítulo I Das Disposições Preliminares

Capítulo I Das Disposições Preliminares RESOLUÇÃO SEPLAG Nº 10, DE 1º DE MARÇO DE 2004 Estabelece normas complementares relativas ao registro, controle e apuração da frequência dos servidores públicos da administração direta, autárquica e fundacional

Leia mais

Manual do Sistema de Patrimônio P á g i n a 2. Manual do Sistema de Patrimônio. Núcleo de Informática. Universidade Federal de Mato Grosso do Sul

Manual do Sistema de Patrimônio P á g i n a 2. Manual do Sistema de Patrimônio. Núcleo de Informática. Universidade Federal de Mato Grosso do Sul Divisão de Patrimônio DIPM/GRM/PRAD Manual do Sistema de Patrimônio Versão On-Line Núcleo de Informática Universidade Federal de Mato Grosso do Sul P á g i n a 2 Manual do Sistema de Patrimônio Núcleo

Leia mais

01.07.03 Gestão de Pessoas Concessão de Férias. Manual de Normas e Procedimentos

01.07.03 Gestão de Pessoas Concessão de Férias. Manual de Normas e Procedimentos 01.07.03 Gestão de Pessoas Concessão de Férias Manual de Normas e Procedimentos Escritório de Processos da PRMA Junho de 2014 Esta edição do Manual foi atualizada até o dia 13/06/2014 Ministério Público

Leia mais

Cargos/Funções necessárias no desenvolvimento das atividades: GERENTE DE ATIVIDADE, ASSISTENTE TÉCNICO ESPECIALIZADO E ASSISTENTE OPERACIONAL

Cargos/Funções necessárias no desenvolvimento das atividades: GERENTE DE ATIVIDADE, ASSISTENTE TÉCNICO ESPECIALIZADO E ASSISTENTE OPERACIONAL Cargos/Funções necessárias no desenvolvimento das atividades: GERENTE DE ATIVIDADE, ASSISTENTE TÉCNICO ESPECIALIZADO E ASSISTENTE OPERACIONAL MACRO FUNÇÃO ATIVIDADE TAREFA Verificar Tabela de Bancos, Analisar

Leia mais

MODULO DE GESTÃO MANUTENÇÃO DE MATRÍCULA. O módulo de Gestão tem por objetivo gerenciar as atividades que ocorrem durante um ano letivo.

MODULO DE GESTÃO MANUTENÇÃO DE MATRÍCULA. O módulo de Gestão tem por objetivo gerenciar as atividades que ocorrem durante um ano letivo. MANUTENÇÃO DE MATRÍCULA 1. Informações Gerais. O módulo de Gestão tem por objetivo gerenciar as atividades que ocorrem durante um ano letivo. O item do menu Manutenção de Matrícula tem por objetivo manter

Leia mais

MANUAL DO USUÁRIO NÍVEL TÉCNICO PARTE I INFORMAÇÕES PARA BOLSISTA ALUNO

MANUAL DO USUÁRIO NÍVEL TÉCNICO PARTE I INFORMAÇÕES PARA BOLSISTA ALUNO PROGRAMA PETROBRAS DE FORMAÇÃO DE RECURSOS HUMANOS (PFRH) MANUAL DO USUÁRIO NÍVEL TÉCNICO PARTE I INFORMAÇÕES PARA BOLSISTA ALUNO Versão 04/02/2011 SUMÁRIO 1 APRESENTAÇÃO 2 INTRODUÇÃO 3 MODALIDADES DE

Leia mais

Universidade Federal Fluminense SIRH - SISTEMAS INTEGRADOS DE RECURSOS HUMANOS SISTEMA DE FREQUÊNCIA

Universidade Federal Fluminense SIRH - SISTEMAS INTEGRADOS DE RECURSOS HUMANOS SISTEMA DE FREQUÊNCIA Universidade Federal Fluminense SIRH - SISTEMAS INTEGRADOS DE RECURSOS HUMANOS SISTEMA DE FREQUÊNCIA MANUAL DO USUÁRIO ÍNDICE 1.0 OBJETIVO:...3 2.0 ACESSO AO SISTEMA:...3 3.0 BOLETIM DE FREQÜÊNCIA:...4

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 194, DE 22 DE FEVEREIRO DE 2000.

RESOLUÇÃO Nº 194, DE 22 DE FEVEREIRO DE 2000. RESOLUÇÃO Nº 194, DE 22 DE FEVEREIRO DE 2000. Dispõe sobre as férias dos servidores do Supremo Tribunal Federal. O PRESIDENTE DO SUPREMO TRIBUNAL FEDERAL, no uso das atribuições que lhe confere o art.

Leia mais

Guia prático de bolso PSC e Portal RH

Guia prático de bolso PSC e Portal RH Guia prático de bolso PSC e Portal RH O QUE É PSC? O PSC (Positivo Serviços Compartilhados) é um sistema de gestão que centraliza todos os processos administrativos do Positivo. Tem como principal objetivo

Leia mais

PRO-REITORIA DE RECURSOS HUMANOS E ASSUNTOS ESTUDANTIS

PRO-REITORIA DE RECURSOS HUMANOS E ASSUNTOS ESTUDANTIS PRO-REITORIA DE RECURSOS HUMANOS E ASSUNTOS ESTUDANTIS DEPARTAMENTO DE ADMINISTRAÇÃO DE PESSOAL DIVISÃO DE TECNOLOGIA DE INFORMAÇÃO SEÇÃO DE REGISTRO DE INFORMAÇÃO Sistema Integrado de Administração de

Leia mais

PORTARIA RIOPREVIDÊNCIA Nº. 148 DE 09 DE FEVEREIRO DE 2009.

PORTARIA RIOPREVIDÊNCIA Nº. 148 DE 09 DE FEVEREIRO DE 2009. PORTARIA RIOPREVIDÊNCIA Nº. 148 DE 09 DE FEVEREIRO DE 2009. ALTERA O MODELO DE CERTIDÃO DE TEMPO DE CONTRIBUIÇÃO - CTC, DISCIPLINA PROCEDIMENTOS QUANTO À SUA EXPEDIÇÃO E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS. O PRESIDENTE

Leia mais

SISTEMA DE GESTÃO MÓDULO FÉRIAS SERVIDOR/ESTAGIÁRIO

SISTEMA DE GESTÃO MÓDULO FÉRIAS SERVIDOR/ESTAGIÁRIO SERVIDOR/ESTAGIÁRIO O endereço eletrônico para acesso ao sistema é: https://sistemas.ufscar.br/ferias Para utilizar o Sistema de Controle de Férias você deverá estar cadastrado previamente no Banco de

Leia mais

NORMA DE FÉRIAS. RES. nº 1628/09. Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba

NORMA DE FÉRIAS. RES. nº 1628/09. Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba Vinculada ao Ministério da Integração Nacional - M I. nº 1628/09 FOR-101 1/5 S U M Á R I O 1 Objetivo, 2/5 2 Definição, 2/5 3 Competências,

Leia mais

Universidade Federal Fluminense SIRH - SISTEMAS INTEGRADOS DE RECURSOS HUMANOS SISTEMA DE CONTROLE DE FÉRIAS

Universidade Federal Fluminense SIRH - SISTEMAS INTEGRADOS DE RECURSOS HUMANOS SISTEMA DE CONTROLE DE FÉRIAS Universidade Federal Fluminense SIRH - SISTEMAS INTEGRADOS DE RECURSOS HUMANOS SISTEMA DE CONTROLE DE FÉRIAS MANUAL DO USUÁRIO Sistema de Controle de Férias Lei N 8112 de 11 de dezembro de 1990 Capítulo

Leia mais

1998-2011 Domínio Sistemas Ltda. Todos os direitos reservados.

1998-2011 Domínio Sistemas Ltda. Todos os direitos reservados. Saiba que este documento não poderá ser reproduzido, seja por meio eletrônico ou mecânico, sem a permissão expressa por escrito da Domínio Sistemas Ltda. Nesse caso, somente a Domínio Sistemas poderá ter

Leia mais

O GOVERNADOR DO ESTADO DO ESPÍRITO SANTO, no uso da atribuição que lhe confere o artigo 91, inciso III, da Constituição Estadual e,

O GOVERNADOR DO ESTADO DO ESPÍRITO SANTO, no uso da atribuição que lhe confere o artigo 91, inciso III, da Constituição Estadual e, DECRETO N.º 2297 R, DE 15 DE JULHO DE 2009. (Este texto não substitui o publicado no Diário Oficial de 16/07/2009) Dispõe sobre procedimentos para concessão de licenças médicas para os servidores públicos

Leia mais

PORTARIA DG - ATI 005/2012, DE 27 DE ABRIL DE 2012

PORTARIA DG - ATI 005/2012, DE 27 DE ABRIL DE 2012 PORTARIA DG - ATI 005/2012, DE 27 DE ABRIL DE 2012 Regulamenta procedimentos para utilização das ferramentas de emissão de comprovantes de rendimentos (contracheques) e outros comprovantes afins junto

Leia mais

Manual Módulo Livro Caixa Livro Caixa Atualizada com a versão 1.3.0

Manual Módulo Livro Caixa Livro Caixa Atualizada com a versão 1.3.0 Manual Módulo Livro Caixa Livro Caixa Atualizada com a versão 1.3.0 Noções Gerais: Pg. 02 Instruções para instalação Pg. 02 Ferramentas úteis Pg. 04 Menu Arquivos Empresas Usuárias Pg. 05 Ativar Empresa

Leia mais

Sistemas Corporativos da USP (Web)

Sistemas Corporativos da USP (Web) Sistemas Corporativos da USP (Web) O sistema de estágios remunerados da USP é fruto da colaboração das seguintes áreas da Reitoria da Universidade de São Paulo: Departamento de Recursos Humanos, Departamento

Leia mais

Manual do Usuário GEFRE

Manual do Usuário GEFRE Manual do Usuário GEFRE Gestão de Frequência - Versão 1.2 Março, 2015 Página 1 de 84 Sumário Sumário... 2 Objetivo deste Manual do Usuário... 5 1. Instalação do GEFRE... 7 1.1. Configuração Mínima Recomendada...

Leia mais

PROGRAMA DE RECOMPENSA MAIS VANTAGENS REGULAMENTO

PROGRAMA DE RECOMPENSA MAIS VANTAGENS REGULAMENTO PROGRAMA DE RECOMPENSA MAIS VANTAGENS REGULAMENTO O presente instrumento (a seguir, REGULAMENTO) disciplina o funcionamento do PROGRAMA DE RECOMPENSAS MAIS VANTAGENS (adiante PROGRAMA), gerido pela DMCARD

Leia mais

MANUAL DE NORMAS E PROCEDIMENTOS DEPARTAMENTO DE PESSOAL

MANUAL DE NORMAS E PROCEDIMENTOS DEPARTAMENTO DE PESSOAL Copia Controlada nº Código: RHP07 V05 Emissão: 30/05/2012 Folha: 1/18 MANUAL DE NORMAS E PROCEDIMENTOS Registro de Ponto Copia Controlada nº Código: RHP07 V05 Emissão: 30/05/2012 Folha: 2/18 1 Conteúdo

Leia mais

MANUAL DE PROCEDIMENTOS MPR/SGP-104-R00 FÉRIAS DOS SERVIDORES

MANUAL DE PROCEDIMENTOS MPR/SGP-104-R00 FÉRIAS DOS SERVIDORES MANUAL DE PROCEDIMENTOS MPR/SGP-104-R00 FÉRIAS DOS SERVIDORES 10/2015 PÁGINA INTENCIONALMENTE EM BRANCO 2 02 de outubro de 2015. Aprovado, Antonia Valeria Martins Maciel 3 PÁGINA INTENCIONALMENTE EM BRANCO

Leia mais

DECRETO Nº 524, DE 02 DE JULHO DE 2003.

DECRETO Nº 524, DE 02 DE JULHO DE 2003. DECRETO Nº 524, DE 02 DE JULHO DE 2003. Dispõe sobre a concessão das férias dos servidores públicos do Município de Pinhais. O PREFEITO MUNICIPAL DE PINHAIS, Estado do Paraná, D E C R E T A Art 1º Fica

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 372, DE 31 DE JULHO DE 2008

RESOLUÇÃO Nº 372, DE 31 DE JULHO DE 2008 RESOLUÇÃO Nº 372, DE 31 DE JULHO DE 2008 Dispõe sobre as férias dos servidores do Supremo Tribunal Federal. O PRESIDENTE DO SUPREMO TRIBUNAL FEDERAL, no uso das atribuições que lhe confere o art. 363,

Leia mais

MATO GROSSO PREFEITURA MUNICIPAL DE LUCAS DO RIO VERDE CONTROLE INTERNO

MATO GROSSO PREFEITURA MUNICIPAL DE LUCAS DO RIO VERDE CONTROLE INTERNO 1/8 1) DOS OBJETIVOS: 1.1) Disciplinar e normatizar os procedimentos operacionais na administração de recursos humanos; 1.2) Garantir maior segurança na admissão e exoneração de pessoal; 1.3) Manter atualizado

Leia mais

REGULAMENTO/COGEP Nº 001, DE 1º DE JUNHO DE 2012. 2ª Edição Atualizada em 29 de janeiro de 2013.

REGULAMENTO/COGEP Nº 001, DE 1º DE JUNHO DE 2012. 2ª Edição Atualizada em 29 de janeiro de 2013. REGULAMENTO/COGEP Nº 001, DE 1º DE JUNHO DE 2012. 2ª Edição Atualizada em 29 de janeiro de 2013. Dispõe acerca da Política de uso do PONTO ELETRÔNICO E DA JORNADA DE TRABALHO dos servidores do Instituto

Leia mais

SISCOF - Manual do Usuário

SISCOF - Manual do Usuário SISCOF - Manual do Usuário SERPRO / SUPDE / DECTA / DE901 SISTEMA DE CONTROLE DE FREQUÊNCIA Versão 1.2 Sumário SISCOF Sistema de Controle de Frequência 1. Login e Senha... 2 1.1 Como Efetuar Login No Sistema...

Leia mais

FAQ Sistema Eletrônico de Informações SEI-MP

FAQ Sistema Eletrônico de Informações SEI-MP FAQ Sistema Eletrônico de Informações SEI-MP 1. Quem pode obter o acesso ao SEI-MP? O SEI-MP está disponível apenas para usuários e colaboradores internos do MP. Usuários externos não estão autorizados

Leia mais

AdminIP. Manual do Usuário Módulo Administrador IES

AdminIP. Manual do Usuário Módulo Administrador IES 2 AdminIP Manual do Usuário Módulo Administrador IES Brasília 2012 SUMÁRIO APRESENTAÇÃO... 4 1 SISTEMA ADMINIP... 4 1.1 O que é o AdminIP?... 4 1.2 Quem opera?... 4 1.3 Onde acessar?... 5 1.4 Como acessar?...

Leia mais

Certidão Online Manual do Usuário

Certidão Online Manual do Usuário JUNTA COMERCIAL DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO Certidão Online Manual do Usuário Versão 3.1 Lista de Tópicos - Navegação Rápida CADASTRANDO O USUÁRIO... 3 ACESSANDO O SISTEMA... 5 CERTIDAO SIMPLIFICADA NADA

Leia mais

NORMA PROCEDIMENTAL PROGRAMAÇÃO, REPROGRAMAÇÃO E HOMOLOGAÇÃO DE FÉRIAS. Servidores docentes e técnico-administrativos da UFTM.

NORMA PROCEDIMENTAL PROGRAMAÇÃO, REPROGRAMAÇÃO E HOMOLOGAÇÃO DE FÉRIAS. Servidores docentes e técnico-administrativos da UFTM. 50.05.009 1/7 1. FINALIDADE Regulamentar os procedimentos relacionados à programação, reprogramação e homologação de férias dos servidores da UFTM. 2. ÂMBITO DE APLICAÇÃO Servidores docentes e técnico-administrativos

Leia mais

Universidade Federal Fluminense SIRH - SISTEMAS INTEGRADOS DE RECURSOS HUMANOS SISTEMA DE PERÍCIA MÉDICA

Universidade Federal Fluminense SIRH - SISTEMAS INTEGRADOS DE RECURSOS HUMANOS SISTEMA DE PERÍCIA MÉDICA Universidade Federal Fluminense SIRH - SISTEMAS INTEGRADOS DE RECURSOS HUMANOS SISTEMA DE PERÍCIA MÉDICA MANUAL DO USUÁRIO ÍNDICE 1.0 OBJETIVO:...3 2.0 ACESSO AO SISTEMA:...3 3.0 CADASTRO:...4 3.1 SOLICITAÇÃO

Leia mais

PORTARIA TRT 18ª GP/DG/SGPe Nº 395/2012 O DESEMBARGADOR-PRESIDENTE DO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 18ª REGIÃO, no uso de suas atribuições legais

PORTARIA TRT 18ª GP/DG/SGPe Nº 395/2012 O DESEMBARGADOR-PRESIDENTE DO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 18ª REGIÃO, no uso de suas atribuições legais PORTARIA TRT 18ª GP/DG/SGPe Nº 395/2012 O DESEMBARGADOR-PRESIDENTE DO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 18ª REGIÃO, no uso de suas atribuições legais e regimentais e tendo em vista o que dispõem os artigos

Leia mais

ORIENTAÇÕES SOBRE PROCEDIMENTOS GERAIS PARA ADESÃO ACESSO ÀS PÁGINAS DO FIES

ORIENTAÇÕES SOBRE PROCEDIMENTOS GERAIS PARA ADESÃO ACESSO ÀS PÁGINAS DO FIES ORIENTAÇÕES SOBRE PROCEDIMENTOS GERAIS PARA ADESÃO ACESSO ÀS PÁGINAS DO FIES 1. Acessar o site do Ministério da Educação www.mec.gov.br 2. Clicar sobre o ícone do FIES 3. Clicar sobre a expressão Acesso

Leia mais

SUPERINTENDÊNCIA CENTRAL DE ADMINISTRAÇÃO DE PESSOAL

SUPERINTENDÊNCIA CENTRAL DE ADMINISTRAÇÃO DE PESSOAL SUPERINTENDÊNCIA CENTRAL DE ADMINISTRAÇÃO DE PESSOAL INSTRUÇÃO NORMATIVA /SEPLAG/SCAP/Nº 02/2011 Dispõe sobre o exercício de funções temporárias nos órgãos e entidades das Administrações Direta e Indireta

Leia mais

SIPAC- SISTEMA INTEGRADO DE PATRIMÔNIO, ADMINISTRAÇÃO E CONTRATOS MÓDULO DE PROTOCOLO MANUAL DE OPERAÇÃO Versão 1.0 Dezembro/2012

SIPAC- SISTEMA INTEGRADO DE PATRIMÔNIO, ADMINISTRAÇÃO E CONTRATOS MÓDULO DE PROTOCOLO MANUAL DE OPERAÇÃO Versão 1.0 Dezembro/2012 SIPAC- SISTEMA INTEGRADO DE PATRIMÔNIO, ADMINISTRAÇÃO E CONTRATOS MÓDULO DE PROTOCOLO MANUAL DE OPERAÇÃO Versão 1.0 Dezembro/2012 Caro Gestor, Este manual de operação tem por objetivo instruí-lo sobre

Leia mais

Manual de Recursos Humanos

Manual de Recursos Humanos Manual de Recursos Humanos Associação dos Amigos do Paço das Artes Francisco Matarazzo Sobrinho Organização Social de Cultura 1 Finalidade: Disponibilizar princípios básicos de gestão de pessoal que devem

Leia mais

Este Procedimento Operacional Padrão define as etapas necessárias de como fazer o Cadastro de Avisos Automáticos no Sistema TOTVS RM.

Este Procedimento Operacional Padrão define as etapas necessárias de como fazer o Cadastro de Avisos Automáticos no Sistema TOTVS RM. Este Procedimento Operacional Padrão define as etapas necessárias de como fazer o Cadastro de Avisos Automáticos no Sistema TOTVS RM. Índice I. Acesso ao Cadastro... 2 II. Parâmetros da Coligada Atual...

Leia mais

ORIENTAÇÕES SOBRE OCORRÊNCIAS NO SISTEMA GRIFO

ORIENTAÇÕES SOBRE OCORRÊNCIAS NO SISTEMA GRIFO ORIENTAÇÕES SOBRE OCORRÊNCIAS NO SISTEMA GRIFO AS OCORRÊNCIAS PODEM SER INCLUÍDAS PELO MENU FREQUÊNCIA (NO ATALHO DISPONÍVEL NO FINAL NA LINHA DO DIA) OU APENAS PELO MENU OCORRÊNCIA TIPOS DE OCORRÊNCIAS

Leia mais

Produto Gestão de Pessoas - Versão 4w

Produto Gestão de Pessoas - Versão 4w Produto Gestão de Pessoas - Versão 4w Módulo Administração de Pessoal (Rubi) Processo: Férias Senior Sistemas S.A Rua São Paulo, 825 - Bairro Victor Konder - CEP 89012.001 - Blumenau/SC Fone: (047) 3221-3300

Leia mais

RH EM AÇÃO INFORMATIVO Nº 01

RH EM AÇÃO INFORMATIVO Nº 01 RH EM AÇÃO INFORMATIVO Nº 01 A Superintendência de Administração de Recursos Humanos/SEDUC, em consonância com a política de gestão e valorização de pessoas, desenvolvida pela Secretaria de Estado da Educação,

Leia mais

Manual do Sistema de RMO P á g i n a 2. Manual do Sistema de RMO. Registro Mensal de Ocorrências (GRH) Núcleo de Informática

Manual do Sistema de RMO P á g i n a 2. Manual do Sistema de RMO. Registro Mensal de Ocorrências (GRH) Núcleo de Informática Gerência de Recursos Humanos GRH/PRAD/UFMS Manual do Sistema de RMO Versão On-Line Núcleo de Informática Universidade Federal de Mato Grosso do Sul P á g i n a 2 Manual do Sistema de RMO Registro Mensal

Leia mais

MANUAL DO USUÁRIO NÍVEL TÉCNICO PARTE I INFORMAÇÕES PARA BOLSISTAS

MANUAL DO USUÁRIO NÍVEL TÉCNICO PARTE I INFORMAÇÕES PARA BOLSISTAS PROGRAMA PETROBRAS DE FORMAÇÃO DE RECURSOS HUMANOS (PFRH) MANUAL DO USUÁRIO NÍVEL TÉCNICO PARTE I INFORMAÇÕES PARA BOLSISTAS Versão 06/maio/2010 SUMÁRIO 1 APRESENTAÇÃO 2 INTRODUÇÃO 3 MODALIDADES DE AUXÍLIO

Leia mais

DECRETO Nº. 1.370/2015 DE 05 DE JANEIRO DE 2015. O Prefeito Municipal de Querência - MT, no uso de suas

DECRETO Nº. 1.370/2015 DE 05 DE JANEIRO DE 2015. O Prefeito Municipal de Querência - MT, no uso de suas DECRETO Nº. 1.370/2015 DE 05 DE JANEIRO DE 2015. Dispõe acerca da Política de uso do ponto eletrônico e da jornada de trabalho dos servidores públicos do Poder Executivo município de Querência - MT. atribuições,

Leia mais

Secretaria Municipal de Saúde e Defesa Civil Subsecretaria de Gestão Coordenadoria de Gestão de Pessoas Coordenação de Administração de Pessoas

Secretaria Municipal de Saúde e Defesa Civil Subsecretaria de Gestão Coordenadoria de Gestão de Pessoas Coordenação de Administração de Pessoas PREFEITURA DA CIDADE DO RIO DE JANEIRO Secretaria Municipal de Saúde e Defesa Civil Subsecretaria de Gestão Coordenadoria de Gestão de Pessoas Coordenação de Administração de Pessoas Cartão de Ponto O

Leia mais

PROCEDIMENTO OPERACIONAL AQUISIÇÃO / QUALIFICAÇÃO E AVALIAÇÃO DE FORNECEDORES

PROCEDIMENTO OPERACIONAL AQUISIÇÃO / QUALIFICAÇÃO E AVALIAÇÃO DE FORNECEDORES Histórico de Revisões Rev. Modificações 01 30/04/2007 Primeira Emissão 02 15/06/2009 Alteração de numeração de PO 7.1 para. Alteração do título do documento de: Aquisição para: Aquisição / Qualificação

Leia mais

CENTRO UNIVERSITÁRIO UNA NORMAS E PROCEDIMENTOS PARA REGISTRO DO PONTO DOS PROFESSORES

CENTRO UNIVERSITÁRIO UNA NORMAS E PROCEDIMENTOS PARA REGISTRO DO PONTO DOS PROFESSORES REGISTRO AUTOMATIZADO DAS OCORRÊNCIAS DO PONTO DOS PROFESSORES DA GRADUAÇÃO CENTRO UNIVERSITÁRIO UNA NORMAS E PROCEDIMENTOS PARA REGISTRO DO PONTO DOS PROFESSORES a- Descrição: O Núcleo Acadêmico e a área

Leia mais

INTRODUÇÃO REQUISITOS TECNOLÓGICOS E DE AMBIENTE

INTRODUÇÃO REQUISITOS TECNOLÓGICOS E DE AMBIENTE INTRODUÇÃO Na intenção de realizar um novo sistema financeiro para a gestão de recursos de convênios celebrados pela Academia Brasileira de Ciências, o setor de informática juntamente com o setor financeiro

Leia mais

ATUALIZAÇÃO CADASTRAL DO SERVIDOR MUNICIPAL

ATUALIZAÇÃO CADASTRAL DO SERVIDOR MUNICIPAL ATUALIZAÇÃO CADASTRAL DO SERVIDOR MUNICIPAL ORIENTAÇÕES SOBRE A ATUALIZAÇÃO CADASTRAL DO SERVIDOR MUNICIPAL Apresentação A Prefeitura Municipal de Goiânia realizará a atualização cadastral dos Servidores

Leia mais

MODULO DE GESTÃO MANUTENÇÃO DE MATRÍCULA. O módulo de Gestão tem por objetivo gerenciar as atividades que ocorrem durante um ano letivo.

MODULO DE GESTÃO MANUTENÇÃO DE MATRÍCULA. O módulo de Gestão tem por objetivo gerenciar as atividades que ocorrem durante um ano letivo. MANUTENÇÃO DE MATRÍCULA 1. Informações Gerais. O módulo de Gestão tem por objetivo gerenciar as atividades que ocorrem durante um ano letivo. O item do menu Manutenção de Matrícula tem por objetivo manter

Leia mais

MANUAL PARA PREENCHIMENTO DE REQUERIMENTOS ON-LINE

MANUAL PARA PREENCHIMENTO DE REQUERIMENTOS ON-LINE SECRETARIA MUNICIPAL DE GESTÃO PÚBLICA DEPARTAMENTO DE RECURSOS EM TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO MANUAL PARA PREENCHIMENTO DE REQUERIMENTOS ON-LINE Mogi das Cruzes, 2010. Sumário 1. Requerimentos Disponíveis...

Leia mais

EXACTUS SOFTWARE LTDA

EXACTUS SOFTWARE LTDA Instruções para Geração do 13º Salário EXACTUS SOFTWARE LTDA SISTEMA - WINNER Edição 2009 Página 1 de 24 Londrina Paraná Edição 10/2009 COPYRIGHT Todos os direitos são reservados à Exactus Software Ltda.

Leia mais

Espaço do Coordenador

Espaço do Coordenador Espaço do Coordenador Guia de utilização Versão 2.5 PARTE 6: Pedidos de pessoal 2 SUMÁRIO 8.4 PEDIDOS DE PESSOAL... 6 8.4.1 CLT... 7 8.4.2 ESTAGIÁRIO... 17 8.4.3 AUTÔNOMO... 26 8.4.4 VALE ALIMENTAÇÃO/REFEIÇÃO...

Leia mais

DIÁRIO OFICIAL Nº. 31389 de 31/03/2009

DIÁRIO OFICIAL Nº. 31389 de 31/03/2009 DIÁRIO OFICIAL Nº. 31389 de 31/03/2009 GABINETE DA GOVERNADORA DEFENSORIA PÚBLICA DO ESTADO INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº_03 /2009. O Defensor Público Geral do Estado do Pará, no uso de atribuições previstas

Leia mais

Introdução. Benefícios para todos

Introdução. Benefícios para todos Introdução Esta cartilha tem a finalidade de guiar as empresas na implantação da Nota Fiscal Eletrônica e demonstrar as facilidades e vantagens do sistema para o contribuinte e para a sociedade A Nota

Leia mais

Copyright 2004/2014 - VLC

Copyright 2004/2014 - VLC Escrituração Fiscal Manual do Usuário Versão 7.2 Copyright 2004/2014 - VLC As informações contidas neste manual são de propriedade da VLC Soluções Empresariais Ltda., e não poderão ser usadas, reproduzidas

Leia mais

Servidores pensionistas do Instituto de Previdência dos Servidores do Estado de Minas Gerais - IPSEMG

Servidores pensionistas do Instituto de Previdência dos Servidores do Estado de Minas Gerais - IPSEMG PUBLICO ALVO Servidores pensionistas do Instituto de Previdência dos Servidores do Estado de Minas Gerais - IPSEMG Para os casos de analfabetos e deficientes visuais, devemos seguir a regra abaixo: Até

Leia mais

Manual do Assistente do Certificado Digital

Manual do Assistente do Certificado Digital Manual do Assistente do Certificado Digital Índice Bem-vindo ao Assistente do Certificado Digital Serasa Experian 3 Iniciando o Assistente do Certificado Digital Serasa Experian 4 Renovação de Certificado

Leia mais

Manual usuario sipon. Índice. Introdução. Características do Sistema. De Wiki Intranet. 1 Introdução 1.1 Características do Sistema

Manual usuario sipon. Índice. Introdução. Características do Sistema. De Wiki Intranet. 1 Introdução 1.1 Características do Sistema Manual usuario sipon De Wiki Intranet Índice 1 Introdução 1.1 Características do Sistema 1.2 Regras Gerais (Tipos de Jornada, Prazos, Tolerância, Justificativas, Limites do Banco de Horas etc) 1.2.1 Tipos

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE MUNIZ FREIRE - ES

PREFEITURA MUNICIPAL DE MUNIZ FREIRE - ES DECRETO Nº 6.106/2013 REGULAMENTA AS LICENÇAS PARA TRATAMENTO DE SAÚDE, DE QUE TRATAM OS ARTS. 80, I; 82 A 100, DA LEI MUNICIPAL Nº 1.132, DE 02 DE JULHO DE 1990 (ESTATUTO DOS SERVIDORES PÚBLICOS DO MUNICÍPIO

Leia mais

TUTORIAL PARA SUBMISSÃO DE TRABALHOS

TUTORIAL PARA SUBMISSÃO DE TRABALHOS TUTORIAL PARA SUBMISSÃO DE TRABALHOS Prezados autores, Este tutorial foi elaborado para auxilia-lo no processo de submissão de trabalhos ao XIX Congresso Brasileiro de Ciências do Esporte e VI Congresso

Leia mais

MINISTÉRIO DA FAZENDA SECRETARIA FEDERAL DE CONTROLE INTERNO PORTARIA SFC Nº 40, DE 14 DE MARÇO DE 2001.

MINISTÉRIO DA FAZENDA SECRETARIA FEDERAL DE CONTROLE INTERNO PORTARIA SFC Nº 40, DE 14 DE MARÇO DE 2001. MINISTÉRIO DA FAZENDA SECRETARIA FEDERAL DE CONTROLE INTERNO PORTARIA SFC Nº 40, DE 14 DE MARÇO DE 2001. O SECRETÁRIO FEDERAL DE CONTROLE INTERNO, no uso da competência que lhe foi delegada pela Portaria

Leia mais

Portal dos Convênios - SICONV. Inclusão e Envio de Proposta. Manual do Usuário

Portal dos Convênios - SICONV. Inclusão e Envio de Proposta. Manual do Usuário MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO ORÇAMENTO E GESTÃO SECRETARIA DE LOGÍSTICA E TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO DEPARTAMENTO DE LOGÍSTICA E SERVIÇOS GERAIS Portal dos Convênios - SICONV Inclusão e Envio de Proposta Manual

Leia mais

Perguntas frequentes:

Perguntas frequentes: Perguntas frequentes: O equipamento é regulado para bater ponto só às 7 ou às 8 horas, nos horários tradicionais? Não, você pode bater o ponto em qualquer horário tendo como norte os horários institucionais.

Leia mais

ADE. ADICIONAL DE DESEMPENHO Perguntas e respostas para esclarecer dúvidas sobre a concessão do Adicional de Desempenho

ADE. ADICIONAL DE DESEMPENHO Perguntas e respostas para esclarecer dúvidas sobre a concessão do Adicional de Desempenho ADE ADICIONAL DE DESEMPENHO Perguntas e respostas para esclarecer dúvidas sobre a concessão do Adicional de Desempenho Sumário 1. O que é o Adicional de Desempenho? 2. Qual legislação dispõe sobre o ADE?

Leia mais

www.unifap.br Serviços SIGRH

www.unifap.br Serviços SIGRH MANUAL PARA INCLUSÃO DE FÉRIAS (Servidor) Esta operação possibilita que o servidor cadastre o período em que deseja obter férias. As férias representam um período anual de descanso remunerado com duração

Leia mais

CONSELHO NACIONAL DO MINISTÉRIO PÚBLICO PROPOSTA DE RESOLUÇÃO CONSELHEIRO LUIZ MOREIRA GOMES JÚNIOR. RESOLUÇÃO Nº, de de de 2013.

CONSELHO NACIONAL DO MINISTÉRIO PÚBLICO PROPOSTA DE RESOLUÇÃO CONSELHEIRO LUIZ MOREIRA GOMES JÚNIOR. RESOLUÇÃO Nº, de de de 2013. CONSELHO NACIONAL DO MINISTÉRIO PÚBLICO PROPOSTA DE RESOLUÇÃO CONSELHEIRO LUIZ MOREIRA GOMES JÚNIOR RESOLUÇÃO Nº, de de de 2013. Dispõe sobre as férias dos Membros dos Ministérios Públicos da União e dos

Leia mais

Férias Proporcionais Até 5 faltas 6 a 14 faltas 15 a 23 faltas 24 a 32 faltas

Férias Proporcionais Até 5 faltas 6 a 14 faltas 15 a 23 faltas 24 a 32 faltas FÉRIAS ASPECTOS GERAIS Férias é o período de descanso anual, que deve ser concedido ao empregado após o exercício de atividades por um ano, ou seja, por um período de 12 meses, período este denominado

Leia mais

Coordenação de Cadastro/DP

Coordenação de Cadastro/DP CONHECENDO A UFRRJ: um olhar mais próximo da estrutura física, organizacional, funcional e cultural da Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro. Coordenação de Cadastro/DP SEÇÃO DE CADASTRO Controle

Leia mais

FÉRIAS WEB PARA O SERVIDOR

FÉRIAS WEB PARA O SERVIDOR Tutorial ACESSO AO APLICATIVO OBJETIVO PROCEDIMENTOS PARA PROGRAMAÇÃO DE FÉRIAS QUANTIDADE DE PARCELAS ADIANTAMENTO SALARIAL E DE DÉCIMO TERCEIRO SALÁRIO OBJETIVO O aplicativo de Férias Web possibilita

Leia mais

AdminIP. Manual do Usuário Módulo Administrador IES

AdminIP. Manual do Usuário Módulo Administrador IES 2ª Edição 2 AdminIP Manual do Usuário Módulo Administrador IES Brasília 2012 SUMÁRIO APRESENTAÇÃO... 4 1. SISTEMA ADMINIP... 4 1.1 O que é o AdminIP?... 4 1.2 Quem opera?... 4 1.3 Onde acessar?... 5 1.4

Leia mais

Manual de Atualização Versão 3.6.4.

Manual de Atualização Versão 3.6.4. Manual de Atualização Versão 3.6.4. Sumário 1. AVISO... 1 2. INTRODUÇÃO... 2 3. PREPARAÇÃO PARA ATUALIZAÇÃO... 3 4. ATUALIZANDO GVCOLLEGE E BASE DE DADOS... 7 5. HABILITANDO NOVAS VERSÕES DO SISTEMA....

Leia mais

Recursos Humanos. Cálculos de Folha de Pagamento - Férias e Décimo-Terceiro. Férias - Finalidade. Férias - Direito. Patrícia Ramos Palmieri

Recursos Humanos. Cálculos de Folha de Pagamento - Férias e Décimo-Terceiro. Férias - Finalidade. Férias - Direito. Patrícia Ramos Palmieri Recursos Humanos Patrícia Ramos Palmieri Cálculos de Folha de Pagamento - Férias e Décimo-Terceiro 1 Férias - Finalidade A finalidade básica da concessão das férias é o restabelecimento das forças físicas

Leia mais

APROVAR as normas para concessão de afastamento para pós-graduação aos servidores do IF-SC. CAPÍTULO I DOS TIPOS DE PÓS-GRADUAÇÃO

APROVAR as normas para concessão de afastamento para pós-graduação aos servidores do IF-SC. CAPÍTULO I DOS TIPOS DE PÓS-GRADUAÇÃO RESOLUÇÃO N o 019/2012/CDP Florianópolis, 03 de maio de 2012. A PRESIDENTE DO DO INSTITUTO FEDERAL DE SANTA CATARINA, no uso das atribuições que lhe foram conferidas pelo Regimento Geral do IF-SC e pelo

Leia mais

SECRETARIA DE GESTÃO PÚBLICA ORIENTAÇÃO NORMATIVA Nº 12, DE 23 DE SETEMBRO DE 2013(*)

SECRETARIA DE GESTÃO PÚBLICA ORIENTAÇÃO NORMATIVA Nº 12, DE 23 DE SETEMBRO DE 2013(*) SECRETARIA DE GESTÃO PÚBLICA ORIENTAÇÃO NORMATIVA Nº 12, DE 23 DE SETEMBRO DE 2013(*) Orienta os órgãos e entidades integrantes do Sistema de Pessoal Civil da Administração Federal (SIPEC) sobre o regime

Leia mais

NORMA DE TELEFONIA FIXA, MÓVEL E RÁDIO COMUNICAÇÃO NOR 203

NORMA DE TELEFONIA FIXA, MÓVEL E RÁDIO COMUNICAÇÃO NOR 203 MANUAL DE ADMINISTRAÇÃO COD. 200 ASSUNTO: UTILIZAÇÃO DE SERVIÇOS DE TELEFONIA FIXA, MÓVEL E RÁDIO COMUNICAÇÃO COD: NOR 203 APROVAÇÃO: REDIR nº 14/2009, de 16/11/2009 NORMA DE TELEFONIA FIXA, MÓVEL E RÁDIO

Leia mais

1. Plataforma Sage... 2 2. Primeiro Acesso... 3. 3. Configurações... 6. 4. Relacionamento... 8. 5. Folha de Pagamento esocial...

1. Plataforma Sage... 2 2. Primeiro Acesso... 3. 3. Configurações... 6. 4. Relacionamento... 8. 5. Folha de Pagamento esocial... 1. Plataforma Sage... 2 2. Primeiro Acesso... 3 1.1. Conhecendo a Plataforma... 4 1.2. Seleção da Empresa de Trabalho... 4 1.3. Sair do Sistema... 5 1.4. Retornar a tela principal... 5 3. Configurações...

Leia mais

MANUAL FATURAMENTO SERVIÇOS MÉDICOS/CONTAS MÉDICAS

MANUAL FATURAMENTO SERVIÇOS MÉDICOS/CONTAS MÉDICAS MANUAL FATURAMENTO SERVIÇOS MÉDICOS/CONTAS MÉDICAS ÍNDICE 1. INTRODUÇÃO...3 2. INFORMAÇÕES REGULAMENTARES:...3 3. ACESSO AO SISTEMA...3 4. INCLUSÃO DE USUÁRIOS...4 5. FATURAMENTO ELETRÔNICO...5 6. GUIA

Leia mais

PROJETO NOVA ASEEL INSTRUÇÃO NORMATIVA 001 DE FINANÇAS E CONTABILIDADE REVISÃO 005 JUNHO 2008 APROVADA NA ATA DE REUNIÃO 352/2008

PROJETO NOVA ASEEL INSTRUÇÃO NORMATIVA 001 DE FINANÇAS E CONTABILIDADE REVISÃO 005 JUNHO 2008 APROVADA NA ATA DE REUNIÃO 352/2008 PROJETO NOVA ASEEL INSTRUÇÃO NORMATIVA 001 DE FINANÇAS E CONTABILIDADE REVISÃO 005 JUNHO 2008 APROVADA NA ATA DE REUNIÃO 352/2008 1/6 ÍNDICE 1. DISPOSIÇÕES PRELIMINARES 2. OBJETIVOS 3. ABRANGÊNCIA E VIGÊNCIA

Leia mais