40Hnonstop 17 MAI 01 JUN 31 MAI 01 JUN. Tema: TERRENO COMUM ENTRADA GRATUITA. Programa. BAIXA DO PORTO

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "40Hnonstop 17 MAI 01 JUN 31 MAI 01 JUN. Tema: TERRENO COMUM ENTRADA GRATUITA. Programa. www.serralvesemfesta.com BAIXA DO PORTO"

Transcrição

1 S e r r a lv e s é u m a n e w s l e t t e r d a F u n d a ç ã o d e S e r r a lv e s e d o j o r n a l P ú b l i c o pa r a a s e d i ç õ e s d e 2 5 e 3 0 d e m a i o. N ã o p o d e s e r v e n d i d a s e pa r a d a m e n t e. Programa MAI 01 JUN Tema: TERRENO COMUM 40Hnonstop 17 MAI 01 JUN Mais de 250 eventos das 8h sáb às 24h dom Patrocinador do Serralves em Festa ENTRADA GRATUITA BAIXA DO PORTO Mecenas do Serralves em Festa

2 2 s e r r a lv e s e m f e s ta BEM-VINDO À 11ª EDIÇÃO DO SERRALVES EM FESTA 40 horas em cheio! Estamos à sua espera em Serralves! Como usar este programa? Este é o seu programa do Serralves em Festa Está organizado pelas seguintes secções: atividades na Baixa do Porto, atividades contínuas e programação no sábado e domingo. Nesta página encontra uma série de informações úteis que não deve deixar de consultar. Na última página, o mapa da Festa ajuda a identificar todos os espaços do Parque de Serralves. Quer ficar a par de todas as novidades de Serralves? Dirija-se ao staff ou voluntários e deixe-nos os seus contactos. Leve Serralves consigo! A sua opinião é importante! A Fundação de Serralves, em cooperação com o ISAG Instituto Superior de Administração e Gestão, vai realizar durante o Serralves em Festa um estudo de satisfação junto dos visitantes. Contamos com a sua participação! Brigada do Ambiente Estão distribuídos por todos os espaços assistentes devidamente identificados com t-shirts Serralves em Festa e com um crachá com a indicação INFO. Eles estão preparados para responder às suas questões! Este evento também conta com o apoio de voluntários devidamente identificados, que podem ajudá-lo a usufruir das várias atividades e serviços que propomos para a Festa. SER AMIGO FAZ A DIFERENÇA! A Brigada do Ambiente vai surpreender o público do Serralves em Festa! Um conjunto de voluntários devidamente identificados sensibiliza o público para a importância das árvores e plantas do Parque de Serralves, informando e alertando. Se for surpreendido, sorria! Informações Úteis A entrada para o Serralves em Festa faz-se pelo portão da Avenida Marechal Gomes da Costa. O portão abre às 8h00 de sábado, 31 de maio, e encerra à meia-noite de domingo, 1 de junho. Para obter informações pode dirigir-se à Tenda de Acolhimento, que se encontram na Entrada (B1). Para qualquer esclarecimento, pode ligar para o número , todos os dias da semana entre as 10h00 e as 19h00. Durante as 40 horas do Serralves em Festa o atendimento é contínuo. Aconselhamos também que consulte o nosso site em ou o site da Festa em Os espaços onde se realizam as atividades e os caminhos de acesso estão identificados com sinaléticas colocadas em todo o Parque de Serralves. Por razões de segurança é proibida a entrada com garrafas de vidro. Não é permitida a entrada de animais, à exceção de cães-guia. Para contribuir para uma maior segurança, serão disponibilizadas pulseiras identificativas para as crianças. São distribuídas na Tenda de Acolhimento na Entrada (B1) e devem ser preenchidas com o nome da criança, do responsável e o respetivo contacto telefónico. Nas atividades com lotação limitada o acesso faz-se por ordem de chegada, até ao limite de lotação do espaço. As atividades sujeitas a lotação estão devidamente assinaladas ao longo do programa. As Visitas Orientadas estão sujeitas a lotação e é necessário levantar uma senha no próprio dia das visitas, a partir das 08h, na tenda de Acolhimento na Entrada (B1). Porque os Amigos de Serralves são especiais, preparámos um kit exclusivo de boas vindas para que festeje connosco as 40 horas de Festa! Na Entrada B1 dirija-se ao ponto exclusivo dos Amigos de Serralves (em funcionamento a 31 de maio e 1 de junho, das 9h às 20h) e peça o seu kit. Porque celebramos os 25 anos da Fundação de Serralves e os 15 anos do Museu de Serralves, convidamos todos os amigos a expressarem o que é ser Amigo de Serralves. Dirija-se ao Octógono E6 onde temos à sua espera um painel para este efeito. Ainda por ocasião deste duplo aniversário, oferecemos descontos especiais na renovação da sua inscrição durante o Serralves em Festa: 15% na renovação a um ano e 25% na renovação a 3 anos. Os descontos não são cumulativos com outros em vigor e são válidos para todas as categorias. Ficha Técnica Com a presença de artistas nacionais e nomes oriundos de todo o mundo, o Serralves em Festa é o maior festival de expressão artística contemporânea em Portugal e um dos maiores da Europa, ponto de passagem obrigatório para dezenas de milhares de visitantes de todas as idades ao longo de 40 horas consecutivas. Em 2014 o Serralves em Festa marca o início de um programa de comemorações dos 25 anos da Fundação de Serralves e dos 15 anos do Museu de Serralves e adota um tema que orienta as escolhas de atividades e que sublinha a vontade de colaboração e celebração que dá forma a esta Festa: Terreno Comum. As atividades para a infância e juventude estão assinaladas ao longo do programa com. A Durante o Serralves em Festa, em qualquer situação de emergência, acidente, desaparecimento ou outros, por favor dirija-se: Aos elementos de segurança Prosegur ou PSP presentes no recinto; Aos assistentes devidamente identificados com t-shirts Serralves em Festa e com um crachá com a indicação INFO ; À equipa médica móvel de socorro da Saúde CUF. Contacto de emergência disponível 40 horas non-stop: ; Aos postos de socorro fixos da Saúde CUF, localizados junto à Entrada (B1), em funcionamento sábado e domingo das 8h às 24h, e no Prado (E7), em funcionamento durante as 40 horas do Serralves em Festa; Poderá também contactar os nossos serviços através do telefone ÁREAS DE restauração Encontram-se assinalados no mapa todos os pontos onde pode encontrar uma oferta variada de refeições ligeiras, saladas, sanduíches e doces, para além do habitual serviço de bebidas, gelados e café. B2 BAR DO AUDITÓRIO O Bar do Auditório disponibiliza refeições ligeiras, tais como sopas, saladas e massas, para além de uma variada seleção de pastelaria e salgados. 40 horas, das 08h de sábado às 24h de domingo B3 RESTAURANTE DO MUSEU Sábado e domingo: 8h-11h Pequeno-almoço 12h-16h Almoço buffet 16h-19h Lanche Sábado: 20h-24h Jantar Buffet Domingo: 20h-22h Jantar Buffet D3 CASA DE CHÁ Serviço de Bar: bebidas e café, sanduíches, pastelaria diversa e snacks ligeiros Sábado das 10h às 24h Domingo das 10h às 24h D3 CAMPO DE TÉNIS Serviço de Bar: bebidas e café Das 10h de sábado às 2h de domingo Domingo das 10h às 24h B3 CLAREIRA DAS BÉTULAS Serviço de Bar: bebidas, café, gelados Das 10h de sábado às 4h de domingo Domingo das 10h às 24h E3 ALAMEDA DOS CASTANHEIROS Serviço de Bar: bebidas, café, gelados e snacks ligeiros Das 10h de sábado às 02h de domingo Domingo, das 10h às 24h B3 PÁTIO DO ULMEIRO No Pátio do Ulmeiro encontra uma oferta diversificada de sanduíches, saladas, hambúrgueres e crepes. Aproveite também a nossa esplanada, onde pode usufruir do serviço de bebidas, café e gelados. Das 10h de sábado às 6h de domingo Domingo das 10h às 24h D5 clareira da presa Serviço de Bar: bebidas, café e gelados das 10h de sábado às 6h de domingo Domingo das 10h às 24h E7 PRADO No Prado, para além do habitual serviço de bar e caipirinhas, poderá encontrar uma oferta reforçada e diversificada como hambúrgueres, cachorros, pão com chouriço e comida indiana. Das 10h de sábado às 6h de domingo Domingo das 12h às 22h E9 MARIA NORDMAN Na 11º edição do Serralves em Festa surge um novo espaço de restauração, propício ao convívio, onde pode beneficiar de uma confortável esplanada enquanto saboreia uma refeição ligeira. Com uma oferta variada de sanduíches, pizzas, snacks ligeiros pode ainda usufruir do serviço de bar, café e gelados. Das 10h de sábado às 2h de domingo Domingo das 10h às 22h F10 PÁTIO DA NOGUEIRA Este ano venha conhecer o espaço de restauração no Pátio da Nogueira, ideal para famílias, onde serão servidas refeições com menu do dia e selecção de grelhados, acompanhamento, sopa e sobremesa. O preço do menu adulto é de 9 e o de criança é de 6. Sábado e Domingo: 12h00 às 15h00 Almoço 19h00 às 22h00 Jantar Seleção Serralves em Festa Refrigerantes: Snappy, Frisumo, Frutea e Frutis Águas: Vitalis e Água das Pedras Cerveja: Super Bock Gelados: Olá Café: Delta OFERTAS ESPECIAIS DOURO AZUL PARA AMIGOS DE SERRALVES Serralves e a Douro Azul oferecem um prémio às 1as, 50as, 100as, 150as e 200as adesões e renovações de Amigo realizadas durante o Serralves em Festa. Habilite-se a uma viagem dupla num fantástico cruzeiro de Barco Rabelo no Rio Douro e num autocarro panorâmico pelas ruas do Porto. Há cinco viagens para renovações e cinco viagens para adesões. A oferta é válida para adesões e renovações em débito direto em conta e para as categorias Individual, Família (1 e 2 Titulares) e Dual. A viagem é para duas pessoas e o bilhete é válido até 30 setembro AINDA NÃO É AMIGO DE SERRALVES? Se aderir ao cartão de Amigo de Serralves durante o Serralves em Festa beneficia de descontos especiais! Porque celebramos 25 anos da Fundação e 15 anos do Museu de Serralves, oferecemos 15% de desconto na adesão a um ano e 25% de desconto na adesão a 3 anos. Os descontos não são cumulativos com outros em vigor e são válidos para todas as categorias. Diretora Geral Odete Patrício / Diretora do Museu Suzanne Cotter / Diretor do Parque João Almeida / Diretora de Recursos e Projetos Especiais Cristina Passos / Diretora Comercial e de Desenvolvimento Sofia Graça / Diretora Administrativo-Financeira Sofia Castro / Música, Dança,, e Circo Contemporâneo Programação Serviço de Artes Performativas (Cristina Grande e Pedro Rocha) / Produção Executiva Ana Conde / Visitas, Oficinas e para a Infância e Juventude Programação Serviço Educativo (Elisabete Alves e Liliana Coutinho) / Produção Executiva Diana Cruz / Consultora Elvira Leite / Circo Contemporâneo, de Rua e para a Infância e Juventude Consultor Giacomo Scalisi / Produção Executiva Lovers & Lollypops

3 3 s e r r a l v e s e m f e s t a a t i v i d a d es na ba i x a d o p o r t o Atividades na Baixa do Porto performance track Graeme Miller / Música / / Música / música experimental Companhia Visões Úteis Companhia Visões Úteis VA AA LR Biométricos Rua do Porto e no Serralves em Festa Municipal do Porto, através da PortoLazer. Percurso com início no Edifício Montepio, Avenida dos Aliados, nº 90 ATÉ 1 DE JUNHO, SEGUNDA A DOMINGO, DAS 11H ÀS 19H (ÚLTIMA SAÍDA às 17h) Biométricos é um projeto dedicado ao tema do esforço físico, comparando três áreas que normalmente não são relacionadas: a arte, o desporto e o trabalho. Uma reflexão sobre a capacidade de ultrapassar os limites do corpo, mas também sobre as diferenças no valor que habitualmente se atribui ao esforço nestas três áreas, bem como na ideia de beleza que a elas se associa. Biométricos desdobra-se em três atividades em três espaços diferentes (Edifício Montepio na Avenida dos Aliados, Espaço Mira em Campanhã e Parque de Serralves no Serralves em Festa). No projeto Biométricos Rua, durante duas semanas o público pode dirigir-se ao Edifício Montepio na Avenida dos Aliados e requisitar um smartphone que contém a aplicação original Biométricos. Será então desafiado a escolher o melhor percurso para ligar um conjunto de estações obrigatórias no centro da cidade do Porto. A sua localização será continuamente monitorizada por GPS e condicionará a banda sonora ouvida a cada momento. Pelo caminho, o espetador pode descobrir e validar os códigos Biométricos espalhados pelas ruas e escolher as ligações geográficas que implicam maior ou menor esforço físico. Os projetos apresentados na Baixa do Porto têm o apoio financeiro de: Biométricos Mira do Porto e no Serralves em Festa Municipal do Porto, através da PortoLazer. Espaço Mira, Rua de Miraflor, Campanhã, Porto 24 de maio, das 15h às 18h Durante três horas juntam-se no Espaço Mira um grupo de convidados ligados ao desporto, às artes e a trabalhos que implicam especial esforço físico. Uma espécie de instalação viva onde serão replicadas as suas atividades da performance de ator à ultramaratona, do desenho às artes marciais, do trabalho operário aos cantares e danças inspirados no trabalho rural. O público poderá não só comparar ao vivo os esforços das várias áreas, mas também aceder a dados informativos e biométricos dos participantes, medidos em tempo real. Terá ainda oportunidade de medir alguns dos seus próprios dados, e compará-los com os daqueles profissionais. A endocrinologista Isabel do Carmo, o ator António Fonseca, o Núcleo de Etnografia e Folclore da Universidade do Porto (NEFUP) e a atleta Ester Alves são alguns dos participantes convidados. CARRO/INSTALAÇÃO do Porto e no Serralves em Festa Municipal do Porto, através da PortoLazer. 30 de maio às 13h30 na Praça Carlos Alberto, às 15h no Largo de São Domingos e às 16h30 no Jardim de São Lázaro Repete em Serralves nos dias 31 de maio e 1 de junho O coletivo VA AA LR é constituído por Vasco Alves, Adam Asnan e Louie Rice. Os interesses de Vasco Alves incidem sobretudo na utilização de frequências de rádio e texturas estáticas produzidas com dispositivos analógicos customizados e software. Adam Asnan é um compositor-performer de musique concrète sediado em Londres, cujo trabalho promove o potencial estético do som gravado e amplificado, bem como das instabilidades do medium; a imagem auditiva e sujeita a intervenções, disrupções e desintegrações. Louie Rice trabalha com sistemas eletrónicos e acústicos, usando a fisicalidade do medium, cadeias de sinais e contexto espacial para criação de material sonoro. Para a apresentação na Baixa do Porto e no Serralves em Festa conceberam um conjunto de peças que utilizam um carro como instalação de difusão sonora. Graeme Miller música experimental TrackA Parceiro: MEO Imaginarius Festival Internacional de de Rua de Santa Maria da Feira do Porto e no Serralves em Festa Municipal do Porto, através da PortoLazer. Rua das Flores 29 de maio, das 17h às 22h Repete em Serralves nos dias 31 de maio e 1 de junho Track é um projeto ambiental, viajante e participativo, da autoria do artista visual, encenador e compositor Graeme Miller. Miller convida o espetador a deitar-se sobre uma estrutura em movimento contínuo e a olhar para cima, propondo-lhe observar individualmente as paisagens atravessadas ao longo do caminho percorrido. A experiência vivida pelo público é imersiva, solitária e hipnótica em resultado da re-orientação do seu olhar sobre os espaços naturais eleitos. CONCERTO PARA TOCHAS DE SINALIZAÇÃO VA AA LR do Porto e no Serralves em Festa Municipal do Porto, através da PortoLazer. Terraço da Câmara Municipal do Porto 30 de maio, 22h Repete em Serralves dia 31 acesso sujeito a lotação O material produzido pelo coletivo VA AA LR é muitas vezes de natureza volátil e consecutivamente sujeito a técnicas estritas de processamento ao vivo. Exemplo é esta peça, onde utilizam tochas de sinalização luminosa como fonte sonora, aproveitando um efeito sonoro secundário destas ferramentas visuais para uma composição musical.

4 4 s e r r a l v e s e m f e s t a a t i v i d a d es c o n t í n u as Atividades continuas Este projeto de interpretação das históricas instalações sonoras de David Tudor (o intérprete de eleição das partituras indeterminísticas de John Cage e colaborador maior de Merce Cunningham) é liderado pelo artista e estudioso da obra de Tudor, o canadiano Matt Rogalsky. Rainforest IV é um ambiente eletroacústico de grande escala desenvolvido por David Tudor em 1973 com um grupo de artistas mais jovens que ficou conhecido como Composers Inside Electronics (CIE). CIE dedicava-se à performance de música eletrónica ao vivo e Rainforest IV foi desenvolvida como instalação performativa, na qual os músicos exploravam a transformação de sons, fazendo-os atravessar diferentes objetos. Os conceitos fundamentais desta instalação foram primeiro explorados por Tudor em 1968, numa encomenda de música para a coreografia de Merce Cunningham RainForest. O projeto terá o formato duma instalação com performances ao vivo pontuais. As gravações destas atuações ao vivo servem para ativar a instalação que estará a funcionar na Casa de Serralves até ao dia 15 de Junho. A instalação consiste num total de 24 objetos esculturais que serão instalados e suspensos. RE-INTERPRETAÇÃO URBANA #1 Srosh Ensemble Parceiro: Sonoscopia 31 de maio e 1 de junho, das 10h às 22h00 sacristia da Capela da Casa de Serralves F2 exposição Histórias Obras da Coleção de Serralves Luc Tuymans, Oberammergau, 1999 Tinta sintética sobre vinil, hélio Col. Fundação de Serralves Museu de Arte Contemporânea, Porto. Aquisição 2009 PERFORMANCE TrackA Graeme Miller Parceiro: MEO Imaginarius Festival Internacional de de Rua de Santa Maria da Feira do Porto e no Serralves em Festa tem o apoio financeiro da Câmara Municipal do Porto, através da PortoLazer 31 de maio e 1 de junho, das 10h às 19h00 Arboreto F3 Manifesto And Coletivo And_Lab A atividade insere-se no projeto Serralves Ecossistema Criativo, co-financiado pelo Programa Operacional da Região do Norte das 10h às 19h00 No âmbito do programa de residências de artistas convidados a estabelecer uma relação com a Fundação e com o Museu de Serralves, o coletivo And_Lab trabalha com a comunidade artística e social que envolve Serralves. Para o Serralves em Festa, este coletivo propõe uma performance participativa que, sem lugar nem hora marcada, vai ao encontro dos visitantes, propiciando uma reflexão sobre as práticas demonstrativas de movimentos sociais e reivindicativos. INSTALAÇÃO / MÚSICA experimental DAVID TUDOR S RAINFOREST Matt Rogalsky com Henrique Fernandes, Ricardo Jacinto, Filipe Silva, Travassos, Pedro Tudela 31 de maio das 10h às 2h 1 de junho das 10h às 24h A atividade insere-se no projeto Serralves Ecossistema Criativo, co-financiado pelo Programa Operacional da Região do Norte Casa de Serralves F2 O Srosh Ensemble é um projeto criado a partir de uma iniciativa do Serviço Educativo da Casa da Música, com vista a criar uma comunidade de músicos e artistas relacionados com a música experimental e a arte sonora. O Srosh, ensemble residente da Sonoscopia, ocupa diferentes locais da Capela da Casa de Serralves onde se propõe explorar as propriedades acústicas dos espaços envolventes. A instalação Re-interpretação Urbana #1 procura transformar paisagens sonoras pela sua descontextualização temporal. Partindo de recolhas sonoras feitas em Serralves e na cidade do Porto, o som apresenta-se como um mediador entre o tempo e a voz do espaço físico. MÁQUINA SimPLES Srosh Ensemble Parceiro: Sonoscopia 31 de maio e 1 de junho, 10h às 22h00 (a Instalação estará inactiva durante as performances Nodos e Ventres #1 e Nodos e Ventres #2) Capela da Casa de Serralves F2 Instalação que recorre a mecanismos simples, programados de forma a criar padrões imprevisíveis e irrepetíveis a partir de fontes sonoras do quotidiano. A criação é da responsabilidade de Alberto Lopes, Carlos Guedes, Filipe Lopes, Gustavo Costa, Henrique Fernandes, Jorge Queijo, Loreto Troncoso, Rodrigo Malvar, Rui Dias, Susana Chiocca e José Alberto Gomes. performance / instalação MIGRAR DO CAIS DO OURO PARA O ALEIXO PARA SERRALVES Amarelo Silvestre Associação Cultural 31 de maio e 1 de junho, percursos às 10h e 16h. Esta atividade inclui um percurso que começa no Cais do Ouro e termina em Serralves. A participação nos percursos é limitada a 14 pessoas e está sujeita a uma inscrição prévia que deve ser feita em A propósito de Serralves em Festa, a Amarelo Silvestre propõe a realização da Comunitária MIGRAR, proporcionando aos participantes experiências de um Migrante na cidade do Porto. Um percurso a pé, entre ficção e realidade. Contacto e partilha com as pessoas, as vivências e os lugares. No Parque de Serralves, no Passeio da Levada (F6) será apresentado o Museu do Percurso (31 de maio e 1 junho, das 10h às 19h), onde o público poderá ver e ouvir os relatos dos migrantes e participar no momento da partilha. LEITURA PARTICIPATIVA / TEATRO SALA DE ENSAIO Parceiro: Nacional de São João 31 de maio, 15h às 20h Sala Multiusos, Museu B3 À volta de uma grande mesa, convidados e visitantes do Serralves em Festa leem textos teatrais cujo tema central são as artes visuais. Em formato de ensaio, uma leitura participativa onde se descobrem diferentes sentidos a peças como Quando nós os Mortos Despertarmos de Henrik Ibsen, Arte de Yasmina Reza, Vermelho de John Logan, Noite de Guerra no Museu do Prado de Rafael Alberti, entre outras, em que se questionam e colocam no centro do as Artes Visuais. EXPOSIÇÕES MIRA SCHENDEL 31 de maio e 1 de junho, 40 horas non-stop A atividade insere-se no projeto Serralves Ecossistema Criativo, co-financiado pelo Programa Operacional da Região do Norte Museu B3 Esta é a primeira grande exposição de Mira Schendel em Portugal. Pouco conhecida do público português, Schendel conta-se entre os mais significativos artistas latino-americanos. Contemporânea de Lygia Clark e Helio Oiticica, com eles contribuiu para redefinir a linguagem do modernismo europeu no Brasil. Nascida em Zurique em 1919, Schendel viveu em Milão e Roma antes de emigrar para o Brasil em Em 1953 fixou-se em São Paulo, onde viveu e trabalhou até à sua morte em A experiência precoce de deslocações culturais, geográficas e linguísticas e um profundo interesse pela história da religião e pela filosofia marcam todo o seu trabalho. A presente exposição constitui uma oportunidade inédita para avaliar a singularidade e a importância da obra e a variedade de temas e meios explorados pela artista. HISTÓRIAS OBRAS DA COLEÇÃO DE SERRALVES Histórias I 31 de maio e 1 de junho 40 horas non-stop Museu B3 Produzida a partir da Coleção de Serralves, Histórias é uma exposição em três partes (sendo a primeira apresentada no Museu de Serralves e as duas seguintes na Casa e no Parque) em torno da importância da narrativa na produção artística dos nossos dias. Assinalando os 15 anos da abertura do Museu de Arte Contemporânea de Serralves, a mostra promove uma reflexão sobre a coleção de arte e a arte contemporânea no século XXI. Em exposição estarão mais de 60 obras de pintura, escultura, instalação, filme e vídeo, fotografia e performance, muitas recentemente incorporadas na Coleção de Serralves, juntamente com algumas peças de artistas que se prevê venham a integrá-la. Histórias propõe ao visitante o confronto com novos rumos da arte de diferentes tempos e geografias. Estão em exposição obras de Leonor Antunes, Mirosław Bałka, Tacita Dean, Haris Epaminonda, Liam Gillick, Sanja Iveković, Ana Jotta, On Kawara, Tala Madani, Lucy McKenzie, Albuquerque Mendes, Jorge Molder, Paulo Nozolino, Paulina Olowska, Amalia Pica, Charlotte Posenenske, Walid Raad, Paula Rego, Wilhelm Sasnal, Tino Sehgal, Nedko Solakov, Simon Starling, Luc Tuymans, Danh Vo, Franz West, Haegue Yang, Lynette Yiadom-Boakye e Akram Zaatari. BLUE LINES, RED THREADS: TENDÊNCIAS SOCIAIS EM PUBLICAÇÕES DE ARTISTA 31 de maio e 1 de junho, 40 horas non-stop Esta exposição explora temas recorrentes nas publicações de artista dos últimos cinquenta anos. Em exposição estão publicações pertencentes à Coleção de Livros e Publicações de Artista de Serralves, que reúne atualmente mais de espécimes, e à Publish and Be Damned Public Library, um projeto de colaboração fundado em Londres em 2004 pelo curador independente Kit Hammonds, que publica e divulga, em exposições e eventos internacionais, publicações de artista entendidas como espaço de intercâmbio. FOTOGRAFIA UMA PESSOA, TRÊS ROSTOSA Parceiro: Academia Olhares 31 de maio e 1 de junho, das 10h às 13h e das 14h às 18h Clareira dos Teixos C4 Como seríamos se o nosso rosto fosse simétrico? Reconhecer-nosíamos? O Olhares traz ao Serralves em Festa uma experiência fotográfica que irá revelar os três rostos que cada pessoa tem: o rosto normal, o rosto resultante da simetria do seu lado direito e o resultante da simetria do seu lado esquerdo. QUE GRANDE LATA!A Parceiro: Instituto Português de Fotografia 31 de maio e 1 de junho, das 10h às 19h

5 5 s e r r a l v e s e m f e s t a a t i v i d a d es c o n t í n u as Que Grande Lata! é um projeto de dinamização cultural do Instituto Português de Fotografia que procura levar até ao grande público um conjunto de experiências fotográficas para todos os curiosos em matéria de fotografia! Numa carrinha transformada em laboratório digital, câmara pinhole e espaço de criatividade, os participantes são desafiados a experimentar diferentes abordagens ao mundo da fotografia. FOTOGAME PINTAR COM A LUZA Parceiro: Fotoadrenalina 31 de maio das 10h30 às 12h30 e das 15h às 18h30 e 1 de junho 10h30 às 12h30 e das 15h às 18h00 Clareira dos Teixos C4 O projeto FotoGame propõe aos públicos que pintem com a luz, com a utilização de um caleidoscópio que divide a imagem em milhares de partes. O final será um retrato seu, dos amigos ou da família com esta nova técnica de fotografar em caleidoscópio. OFICINAS RÁDIO KIT PRIMEIRA VEZA orientação: Rádio Manobras 31 de maio e 1 de junho, 10h, 12h, 15h e 17h Pátio da Adelina B2 e 30 minutos Lotação das oficinas: 10 pessoas (inscrições no local da oficina) Oficina de rádio experimental para crianças e jovens até aos 16 anos em forma de kit 90 minutos. Tudo o que precisas de saber para começar a fazer rádio. TRANÇA DOS VENTOSA 31 de maio e 1 de junho das 11h às 13h e das 15h às 18h Clareira das Azinheiras A3 Orientação: Oficina ARARA A Oficina ARARA propõe um espaço inspirado livremente na estrutura das teias de aranha, no conceito de labirinto ou ainda no ritual tradicional de dança do pau-de-fita. Partindo de uma estrutura fixa, ganhará diferentes formas ao longo dos dois dias de atividade, fruto das intervenções dos seus elementos e dos participantes do evento. Em paralelo, desenvolve-se uma oficina de máscaras direcionada para crianças entre os 5 e os 105 anos de idade, recorrendo a materiais de simples manuseamento e fácil construção. HÁ MÚSICA NO PARQUEA 31 de maio e 1 de junho das 10h às 19h Clareira da Presa D5 Orientação: Carla Borges, Isabel Rodrigues, Júlia Cunha e Marta Couto Neste dia de festa que sons se ouvem à nossa volta? Burburinhos, risadas, miscelânea de conversas e músicas intercaladas. Inspirados nestes sons, vamos transformar simples objetos do quotidiano num instrumento musical de forma a criar sonoridades alternativas. ANDAR À LETRAA 31 de maio e 1 de junho, das 09h às 19h Bosque das Faias D1 Orientação: Ana Vieira, Andreia Coutinho, Inês Caetano e Rita Faustino Vamos soltar as letras por Serralves, vamos ser obras de arte em movimento, salpicando a paisagem de cores. O trabalho da artista Mira Schendel, em exposição no Museu, será o mote para esta oficina. Adicionaremos cor às transparências e sobreposições que a artista utiliza nos seus trabalhos e iremos Andar à Letra como obras de arte! CAIXINHAS DE NATURALISTAA 31 de maio e 1 de junho, das 09h às 19h Bosque das Faias D1 Orientação: Rita Rocha Um Naturalista e um estudioso, um curioso, um apaixonado pelo mundo natural. A Ciência está repleta de grandes naturalistas cujas explorações nos chegam através de histórias bem guardadas em vitrinas, caixotes, cadernos e envelopes. Vamos guardar numa caixinha todo este mundo imaginário das histórias botânicas e dos animais escondidos. Uma rocha, uma folha, uma amostra de água... O que guardarei na caixinha? NO JARDIM DAS BRINCADEIRASA 31 de maio e 1 de junho, das 10h às 19h Orientação: Rita Rocha Construir e inventar faz parte das brincadeiras ao ar livre. Com materiais simples e reutilizados, vamos fazer objetos funcionais e divertidos: robots pintores, babas viscosas ou foguetões voadores vão ser o mote de muitas tropelias! AVENTURA ANIMALESCAA 31 de maio e 1 de junho, das 10h às 19h Celeiro F10 Orientação: Rita Rocha Grilos faladores, cigarras e formigas e sapos tenores povoam o imaginário das histórias do Era uma Vez... Vamos descobrir o que vive no Parque: lesmas e marias-café, minhocas e escaravelhos, joaninhas e aranhiços, todos serão convidados nesta grande aventura animalesca. MISTURAS, REAÇÕES E CONFUSÕESA 31 de maio e 1 de junho, das 10h às 19h Clareira da Presa D5 Orientação: Rita Rocha Nesta festa especial, o que e preciso e Quimikar! De luvas, balo es e tubos de ensaio na ma o, o que não vai faltar e engenho e invenc a o para criar espumas coloridas e ver mudanc as de cor instantâneas. Magia ou pura Alquimia? HISTÓRIAS INTERMINÁVEISA 31 de maio e 1 de junho, das 10h às 19h Clareira das Azinheiras A3 Orientação: Cristina Camargo, Filipa Mora, Joana Nascimento e Sofia Santos Vivemos numa época fantástica, repleta de ligações, relações, redes sociais que multiplicam as possibilidades de contacto. Como encontrar o nosso lugar numa comunidade tão vasta? Como nos reconhecermos? Um livro-escultura gigante cresce a cada momento no parque de Serralves. Cria uma história ou imagem com que te identifiques e contribui para esta construção coletiva. EXTINTOS PELA HISTÓRIA, CRIADOS PELA MEMÓRIAA 31 de maio e 1 de junho, das 10h às 19h Orientação: André Rodrigues, Marco Ramos, Raquel Correia e Sónia Borges Que animais habitariam o Parque de Serralves há milhares de anos, quando estava mergulhado no fundo do mar? Que tamanho teriam? Teriam pés para andar no fundo do mar, barbatanas para nadar, asas para trocar as ondas pelas nuvens? Vamos pensar nos animais que conhecemos e que podemos encontrar em Serralves e imaginar como seriam os seus ancestrais, ou criar outros, imaginados PEÇA A PEÇA!A 31 de maio e 1 de junho, das 10h às 19h Clareira das Azinheiras A3 Orientação: Ana Martins, Carla Alves, Carlos Carvalho e Joana Mendonça Queres fazer parte de um todo com uma peça só? Constrói uma parte de Serralves no teu palmo de terra e une-te a alguém que encontres. Pede-lhe que te mostre o seu pedaço e descobre se é essa a ligação perfeita. No final da festa teremos um puzzle espalhado por várias mãos que unido recria o mapa que te guiou por caminhos, espaços e atividades nestas 40 horas. DUPLA EXPOSIÇÃO UM MUSEU EM AÇÃOA 31 de maio e 1 de junho, das 10h às 19h Sala do Serviço Educativo, Museu B3 Orientação: Paulo Jesus, Samuel Silva, Rita Roque e Raquel Sambade De fora pouco se vê para dentro... mas no interior do Museu de Serralves encontramos janelas que nos mostram lugares mágicos do Parque. Como em dias de festa queremos ainda mais magia, vamos rasgar janelas nas paredes do Museu e projetar no seu interior as nossas ideias mais criativas e ousadas! VISITAS ORIENTADAS AOS ESPAÇOS ARQUITETÓNICOS 31 de maio e 1 de junho, às 11h, 16h30 e 18h30 Ponto de Encontro: Entrada B1 Orientação: Bernardo Amaral Lotação: 25 pessoas (inscrições na tenda de Acolhimento, na Entrada B1) O Museu de Serralves, da autoria do arquiteto Álvaro Siza, é o ponto de partida para uma experiência que relaciona a arquitetura contemporânea com a da Casa e do Parque de Serralves. AO PARQUE 31 de maio e 1 de junho, às 10h30, 17h30 e 19h Ponto de Encontro: Entrada B1 Orientação: Anabela Pereira e Dina Marques Lotação: 25 pessoas (inscrições na tenda de Acolhimento, na Entrada B1) O percurso no Parque de Serralves possibilita o reconhecimento do valor paisagístico, ecológico e estético de um lugar com características singulares, vocacionado para experiências e aprendizagens múltiplas. ÀS EXPOSIÇÕES 31 de maio às 12h30, 15h e 18h30 e 1 de junho, às 12h30 e 18h30 Ponto de Encontro: Hall do Museu B3 Orientação: Cristina Alves, Paula Fernandes, Rita Martins Lotação: 25 pessoas (inscrições na tenda de Acolhimento, na Entrada B1) A visita proporciona um enquadramento e contextualização das exposições apresentadas no Museu (Mira Schendel e Histórias Obras da Coleção de Serralves), dando a conhecer a produção artística contemporânea. ÀS ESCULTURAS DO PARQUE 31 de maio e 1 de junho, às 10h e 14h30 Ponto de Encontro: Entrada B1 Orientação: Bernardo Amaral e Marta Moreira de Almeida Lotação: 25 pessoas (inscrições na tenda de Acolhimento, na Entrada B1) Marta Moreira de Almeida, curadora do Museu de Serralves, e Bernardo Amaral, arquiteto e monitor do Museu de Serralves, conduzem os visitantes num percurso pelo Parque de Serralves que vai ao encontro das obras escultóricas que aí se encontram instaladas. ENCONTROS COM A COLEÇÃO 31 de maio, 10h30, 11h, 11h30, 16h, 16h30, 17h, 21h, 21h30, 22h e 22h30 1 de junho, 00h, 02h, 10h30, 11h, 11h30, 16h, 16h30, 17h, 21h, 21h30, 22h e 22h30 Ponto de Encontro: Hall do Museu B3 Orientação: Cristina Alves, Pedro Cachapuz, Rita Martins Lotação: 25 pessoas (Inscrições e detalhes na Tenda de Acolhimento, na Entrada B1) Este ano propõe-se aos visitantes do Serralves em Festa que vão ao encontro das obras da Coleção, expostas no Museu de Serralves. De curta duração, cada encontro estimulará o olhar sobre uma obra em particular, contextualizando-a em relação à exposição na qual se encontra e à coleção de arte contemporânea do Museu de Serralves. A VIDA DAS ABELHAS Parceiro: CIBIO / InBIO 31 de maio e 1 de junho, 11h30 e 15h Ponto de Encontro: Entrada B1 Orientação: Joana Mexia de almeida Lotação: 25 pessoas (inscrições na tenda de Acolhimento, na Entrada B1) Junto ao apiário do Parque de Serralves esta visita explora a complexa estrutura social que existe dentro de uma colmeia e realça o importante papel destes polinizadores para o planeta Terra. A FAUNA SILVESTRE Parceiro: CIBIO / InBIO 31 de maio e 1 de junho, 9h e 19h Ponto de Encontro: Entrada B1 Orientação: Raquel Ribeiro Lotação: 25 pessoas (inscrições na tenda de Acolhimento, na Entrada B1) No Parque de Serralves residem mais de 60 espécies de mamíferos, aves, répteis e anfíbios, para além de um vastíssimo número de espécies de invertebrados. Propõe-se uma visita guiada pelo Parque à procura destes animais. À DESCOBERTA DAS PLANTAS EXÓTICAS ORNAMENTAIS DO PARQUE Parceiro: CIBIO / InBIO 31 de maio e 1 de junho, 10h30 Ponto de Encontro: Entrada B1 Orientação: Sofia Viegas Lotação: 25 pessoas (inscrições na tenda de Acolhimento, na Entrada B1) Com grande presença no Parque, estas plantas oriundas de todos os cantos do planeta encontram em Serralves as condições ideais para sobreviver e prosperar fora do seu meio natural. O Arboreto acolhe um conjunto significativo destas plantas, de grande beleza cénica. À DESCOBERTA DAS PLANTAS NATIVAS DO PARQUE Parceiro: CIBIO / InBIO 31 de maio e 1 de junho, 16h30 Ponto de Encontro: Entrada B1 Orientação: Sofia Viegas Lotação: 25 pessoas (inscrições na tenda de Acolhimento, na Entrada B1) Estão espalhadas um pouco por todo o Parque, mas é na Mata, um dos seus espaços mais rústicos, que as plantas nativas de Portugal têm maior presença. É o ponto de partida ideal para descobrir estas plantas tão especiais para a preservação da nossa biodiversidade e para aprender mais sobre as suas características e curiosidades. VENDAS FEIRA DA FESTA 31 de maio e 1 de junho Entrada B1, das 9h às 20h, das 10h às 20h A Loja de Serralves está em Festa com muitas novidades e surpresas para os maiores e mais pequenos! Leve de Serralves uma recordação destas 40 horas non-stop. Para celebrar o Dia da Criança, temos uma surpresa preparada para os mais pequenos. Fica atento à Amoreirinha e ao Zé Castanheiro, que andarão a passear pelo Parque de Serralves para te divertir! FEIRA DE ARTESANATO URBANO 31 de maio e 1 de junho, das 10h às 20h Alameda dos Castanheiros E3 Multibanco não disponível A Feira de Artesanato Urbano reúne mais de três dezenas de autores nacionais com projetos nas áreas de acessórios pessoais, decoração, joalharia, entre outras. FEIRA DO LIVRO 31 de maio e 1 de junho, das 10h às 20h Pátio da Adelina B2 Na Feira do Livro pode encontrar uma seleção alargada de livros de editoras nacionais e estrangeiras sobre arte, arquitetura, fotografia, design, com descontos superiores a 50%. OUTRAS ATIVIDADES Super Bock Creative Experience 31 de maio das 10h às 22h e 1 de junho das 10h às 20h Quinta F9 O universo da música é uma das plataformas privilegiadas para a marca Super Bock chegar aos consumidores, proporcionando momentos de convívio, de prazer e de sabor autêntico. A sua energia positiva torna-a a bebida oficial da amizade. Os visitantes do Serralves em Festa podem participar numa experiência imersiva que convida os participantes a explorar sons emitidos a partir da manipulação de objetos comuns ao longo de um percurso com três momentos distintos. À medida que o público avança no percurso, a massa sonora vai assumindo diferentes densidades, atingindo o seu ponto máximo no final.

6 6 s e r r a lv e s e m f e s ta s á b 3 1 m a i Sábado 31 mai teatro físico projeto secreto 08h00 Visita orientada VISITA FORA DE HORAS Orientação: João Almeida e Ana Luísa Oliveira Ponto de partida: Entrada B1 Duração: 2 horas Lotação: 60 pessoas (inscrições na tenda de acolhimento, na Entrada B1) Numa ocasião única no ano, esta visita parte à descoberta do Parque de Serralves que, às primeiras horas da manhã, se revela aos visitantes ainda iluminado pela suave e doce luz do amanhecer. Uma experiência inesquecível a não perder. 10h00 POESIA ALEATÓRIA Repete às 11h, 12h e 13h e dia 1 de junho às 10h, 11h, 12h e 13h A horas determinadas, os intérpretes deste projeto despertam a atenção dos visitantes do Serralves em Festa, através de um sinal sonoro (o bater de tampas de panelas). Depois de reunidos os participantes, público incluído, inicia-se uma escrita coletiva de textos que, no final, serão lidos enquanto se serve um chá, naquilo que é mais um apelo à convivialidade. 10h30 Físico PROJETO SECRETOA Radar 360 Parceiro: FIMP Festival Internacional de Marionetas do Porto Repete às 18h30 Duração: 47 minutos O teatro físico que distingue o trabalho artístico da Companhia Radar 360 regressa ao Serralves em Festa com a estreia da peça intitulada Projeto Secreto. Secreto é o espaço-casa ou a nave transparente onde habitam duas personagens empenhadas em partir para grandes viagens e explorações sucessivas. Uma peça do encenador e mimo inglês John Mowat com interpretação de António Oliveira e Julieta Rodrigues. Episódio 1 ( )Tempo de jogo Tempo de viajar e aprofundar o Projeto Secreto E tudo gira Habitam dois personagens: ora homem, ora mulher, ora dum lado, ora do outro às vezes pilotos, exploradores e sonhadores outras vezes... irritados, tensos e cansados, tropeçam numa porta que se abre para outro lado explode um fusível no motor avariado faz um galo na cabeça que canta desafinado mas sempre apaixonado dança contemporânea sediela A GRANDE CORRIDAA Catarina Requeijo e Maria João Castelo Repete às 11h30, 17h30 e 18h30 e dia 1 de junho às 10h30, 11h30, 16h e 17h É o dia da grande corrida, Manuela está a postos com o seu carro maravilhoso. Mas, durante o percurso, surgem uma série de obstáculos inesperados, que são um teste à sua imaginação e sobretudo à sua persistência. Será que Manuela consegue chegar ao fim? Alcançará ou não o seu sonho de vitória? É o que vamos ficar a saber no final desta história Venham apoiar a Manuela, que não há outra como ela! música experimental david tudor s rainforest diogo andrade

7 7 s e r r a lv e s e m f e s ta s á b 3 1 m a i 11h00 Cinema ANIMAÇÃO EM FESTAA Parceiro: Casa da Animação Auditório B2 Lotação: 250 pessoas A Casa da Animação preparou para o Serralves em Festa um conjunto de filmes de animação em que não faltam os animais, o mundo do faz de conta, a poesia e o espanto. Uma programação que promete divertir! Os filmes a exibir são da autoria de Verena Fels, Natalia Chernyssheva, Carl Schroeter, Diana Van Houten, Janis Joy, Juan Pablo Zaramella, Margarida Madeira, Michael Haas, Simon, Anete Melece, Evalds Lacis, Ted Sieger e Wooter Dierickx. PIRILAMPOS E ESTRELASA Ana Lúcia Palminha Sala Multiusos, Museu B3 Repete dia 1 de junho às 11h Temos tudo para poder começar a contar! Um livro que grava sons e compõe uma melodia, uma caixa-paisagem onde alguém há-de ir parar. Desse mesmo livro sai a história que acontece no palco e nos leva pela noite à procura do que brilha. E o que é o que brilha? Decerto que os pirilampos e as estrelas, e tu, e mais tu, terão opiniões bem diferentes. POESIA ALEATÓRIA Conceção: Sónia Catita, Mário Pereira e Joana Rodrigues Repete às 12h e 13h e dia 1 de junho às 10h, 11h, 12h e 13h Música experimental CARRO/INSTALAÇÃOA VA AA LR PortoLazer Octógono E6 Repete às 19h no Redondo das Camélias e dia 1 de junho às 11h no Octógono 11h30 SEDIELA Direção Artística / Coreografia: Marina Nabais Espaço Sonoro: Simão Costa Passeio da Levada F6 Repete às 17h e dia 1 de junho às 11h30 e 17h Lotação: 100 pessoas Sediela iniciou-se com a premissa de espacialização do som através do movimento. Trata-se de um fio de nylon, instalado em tensão. O som deste material foi amplificado, criando um desafio entre som e movimento, num jogo de materialização sonora do movimento e de movimentação do som. Este objeto, pelo seu potencial de construção de movimento e som, constitui por si só a matéria coreográfica a explorar neste espetáculo-instalação de dança. Sediela empresta a sensibilidade, resistência e elasticidade a um dispositivo de amplificação por contacto que torna este objeto numa superfície bidimensional, praticamente invisível, num campo infindável de paisagens sonoras, com recursos expressivos a descobrir em cada performance. A GRANDE CORRIDAA Catarina Requeijo e Maria João Castelo Repete às 17h30 e 18h30 e dia 1 de junho às 10h30, 11h30, 16h e 17h 12h00 GREGORY CREWDSON ACE Academia Contemporânea do Espectáculo Repete dia 1 de junho às 16h30 A peça Gregory Crewdson desenvolve-se em torno do universo do fotógrafo Gregory Crewdson cujas obras, habitadas por uma mistura de realismo e estranheza, parecem captar um antes e um depois, sem que se perceba exatamente o quê. Na sua obra há uma suspensão instantânea do ritmo quotidiano, que aqui indiciam histórias sem fim, rodeadas de segredos, relações e tensões. O horizonte de relações humanas onde o cenário cria o espaço e o espaço é percorrido pela luz, transportando-nos para um lugar onde todos os elementos confluem para um mesmo olhar, motivaram a coreógrafa Joana Providência e a equipa de intérpretes a desenvolverem os materiais da peça. O trabalho de interpretação baseia-se sobretudo num corpo físico, na construção de partituras de movimento e no desenvolvimento de ideias de composição coreográfica que dão corpo a uma série de encontros, fortemente articulados com o espaço, o som e a luz. INDIVIDUAL THE ACCEPTANCE AND SHARE Conceção: Angelina Nogueira e Ana Santos Passeio da Levada F6 Repete dia 1 de junho às 12h Duração: 2 horas Retalhos de tecidos que formarão uma manta de piquenique gigante são cosidos ao longo das primeiras horas do Serralves em Festa. O público será chamado a ajudar, num apelo ao espírito de entreajuda. A manta, depois de terminada, será palco privilegiado para momentos de convívio. FOLHA DE PAPEL Conceção: Susana do Rosário Paixão Percurso pelo Parque de Serralves com início na Entrada B1 Repete dia 1 de junho às 12h e 30 minutos Três intérpretes passeiam pelo Parque de Serralves com cartolinas brancas penduradas ao pescoço. Pretende-se que o público escreva nas cartolinas frases mais ou menos íntimas, desabafos, confissões. No final, os atores encontram-se num local pré-definido, libertando-se das cartolinas e lendo em voz alta as frases escritas. POESIA ALEATÓRIA Conceção: Sónia Catita, Mário Pereira e Joana Rodrigues Repete às 13h e dia 1 de junho às 10h, 11h, 12h e 13h música experimental / NODOS E VENTRES #2 Srosh Ensemble Parceiro: Sonoscopia Capela da Casa de Serralves F2 Repete dia 1 de junho às 15h e às 17h Lotação: 40 pessoas Nodos e Ventres é um conjunto de performances que explora os modos de ressonância criados a partir da excitação de um espaço acústico. Procuram-se zonas nodais e antinodais no espaço de forma a proporcionar diferentes perceções da mesma fonte sonora conforme a localização do público. A performance #2 da série Nodos e ventres é uma criação do Srosh Ensemble da responsabilidade de Carlos Guedes, Filipe Lopes, Henrique Fernandes, Jorge Queijo e Loreto Troncoso. 12h30 Música pop rock TOM KOVACEVIC Parceiro: Bodyspace Universe Thin As Skin é o espantoso disco de estreia do norte-americano Tom Kovacevic (Portland, Maine), um multi-instrumentista que tem sido uma parte vital da paisagem musical de Portland através do seu trabalho com bandas como Olas, Fire no Fire, Cerberus Shoal e tarpigh. Na sua estreia a solo, Tom Kovacevic centra-se na música árabe que tem vindo a estudar nos últimos vinte anos. O álbum apresenta um conjunto de canções executadas no oud, na flauta nay, no djembe ou tchung drums. 13h00 POESIA ALEATÓRIA Conceção: Sónia Catita, Mário Pereira e Joana Rodrigues Repete dia 1 de junho às 10h, 11h, 12h e 13h 13h30 Música pop rock MICAH BLUE SMALDONE Parceiro: Bodyspace Clareira das Azinheiras A3 O norte-americano Micah Blue Smaldone fez parte de bandas punk, hardcore, rockabilly e garage rock mas um certo dia descobriu uma carreira a solo como guitarrista e escritor de canções com raízes no ragtime-blues, no fingerpicking e na música folk. Entre várias colaborações, Micah Blue Smaldone gravou um dueto com Jack Rose para o disco Dr Ragtime and Pals. O seu quarto disco, The Ring of the Rise, é inspirado por Bob Dylan e The Band, Neil Young e pelos primeiros discos de Richard e Linda Thompson. 14h00 / Música / BIOMÉTRICOS PARQUE Companhia Visões Úteis PortoLazer Repete às 15h, 16h e 17h e dia 1 de junho às 14h e 16h Este projeto da Companhia Visões Úteis é dedicado ao tema do esforço físico e compara três áreas que normalmente não são relacionadas: a arte, o desporto e o trabalho. Uma reflexão sobre a capacidade de ultrapassar os limites do corpo, mas também sobre as diferenças no valor que habitualmente se atribui ao esforço nestas três áreas, bem como na ideia de beleza que a elas se associa. Durante os dois dias do Serralves em Festa ocupamos parte do Parque de Serralves com um original jogo de equipas, onde desporto e arte se misturam. O Visões Úteis estará em campo, defrontando quem quiser experimentar este divertido jogo, onde a perceção é desafiada e a estratégia de equipa pode ser muito mais importante do que a capacidade física individual. Contaremos ainda com uma dupla de comentadores, formada por um jornalista de desporto e um crítico e investigador de teatro, que fará no local o relato em direto de algumas das partidas. Dança / / Música JUNTOS NUM SÓ RITMOA Parceiro: Projeto METAS E5G / ADILO (Agência de Desenvolvimento Integrado de Lordelo do Ouro) Repete dia 1 às 15h O slogan oficial do Mundial de Futebol 2014 inspirou os jovens da ADILO para mais uma vez se juntarem, unindo diferentes áreas (beatbox, percussão, dança, teatro) e diferentes grupos (Batucada Radical, Orquestra Comunitária e Grupo Folclórico de Lordelo do Ouro) para em conjunto criarem o espetáculo Juntos num só ritmo. Após o apuramento de Portugal para o Mundial de 2014 no Brasil, um grupo de portugueses atravessa o atlântico na busca da emoção do futebol. Cruzam-se com novos ritmos, experiências e aventuras e são também surpreendidos pelo apelo às questões sociais que o país atravessa. Festejando juntos, os jovens da ADILO prometem trazer alegria e emoção, desde o pontapé de saída até ao apito final! 14h30 Música pop rock JOAN SHELLEY ténis D3 Duração: 50 minutos Joan Shelley vem de Louisville, Kentucky e tem vindo a construir uma coleção admirável de canções com a sua banda June Brides, como parte integrante do trio Maiden Radio ou em duo com Daniel Martin Moore. Joan Shelley colabora ainda com Nathan Salsburg, com quem se encontra a gravar o terceiro disco de June Brides, que será lançado ainda em A familiaridade da sua voz é uma espécie de isco para quem se quiser deixar apanhar; as suas canções parecem existir desde sempre e para sempre. 15h00 SINTOMA Sintoma Faculdade de Belas Artes da Universidade do Porto Coordenação: Rita Castro Neves Duração: 4 horas Sintoma é um grupo de investigação, prática artística e experimentação em ou Live Art, constituído por estudantes de vários graus de ensino da licenciatura ao doutoramento, com coordenação de Rita Castro Neves, que integra a Faculdade de Belas Artes da Universidade do Porto (FBAUP). Nascido do desejo de ver esta área aprofundada nesta instituição artística, o grupo abre-se à experimentação pela prática, aprofundando temas e processos da Art em projetos individuais e em colaboração. No Serralves em Festa, o Sintoma propõe um programa com várias apresentações públicas dos artistas Anabela Veloso, Bárbara C. Branco, Elena Vidal Deive, Francisca Sousa, João Espírito Santo Dias, Jorge Alexandre Carvalhal, Sara Carneiro, Susana Silva, Susana Soares Pinto, Hugo Oliveira, Pedro Huet, Ricardo Nogueira e Isabel Andrade. / Música / BIOMÉTRICOS PARQUE Companhia Visões Úteis PortoLazer. Repete às 16h e 17h e dia 1 de junho às 14h e 16h música experimental DAVID TUDOR S RAINFOREST Matt Rogalsky com Henrique Fernandes, Ricardo Jacinto, Filipe Silva, Travassos, Pedro Tudela A atividade insere-se no projeto Serralves Ecossistema Criativo, co-financiado pelo Programa Operacional da Região do Norte Casa de Serralves F2 Repete dia 1 de junho às 12h e às 22h Duração: 3 horas Lotação: 100 pessoas A instalação David Tudor s Rainforest é tocada ao vivo num concerto pelos músicos e artistas que a conceberam.

8 8 s e r r a lv e s e m f e s ta s á b 3 1 m a i música experimental / NODOS E VENTRES #1 Srosh Ensemble Parceiro: Sonoscopia Capela da Casa de Serralves F2 Repete às 17h e dia 1 de junho às 12h Lotação: 40 pessoas Nodos e Ventres #1 é uma criação de Alberto Lopes, Gustavo Costa, Rodrigo Malvar, Rui Dias e Susana Chiocca. 15h30 A SAGRAÇÃO DA PRIMAVERA Ginasiano Repete dia 1 de junho às 10h30 A Sagração da Primavera é uma das obras seminais do século XX no contexto do modernismo. Com música de Igor Stravinski, coreografia de Vaslav Nijinski e cenários e figurinos de Nicholas Roerich, a nova obra, que estreou a 29 de maio de 1913 em Paris, é hoje considerada como uma das peças mais controversas e radicais da história da dança. Paula Moreno, orientadora coreográfica da proposta do Ginasiano dedicada a esta obra, afirma: o impulso que me levou a coreografar 20 minutos d A Sagração da Primavera surgiu no momento em que ouvi a versão musical tocada pelo grupo The Bad Plus, uma interpretação admirável numa tonalidade de jazz alternativo. A força criativa que emerge da composição musical inspirou pela primeira vez Nijinsky em 1913 e continuou a contagiar muitos outros coreógrafos ao longo dos tempos. Se a sonoridade dessa obra-prima consegue fazer vibrar os corpos como uma pulsação de vida geradora de movimentos, o seu tema também sugestiona uma entrega total ao bailarino que a dança ( ). Música jazz MATTHEW SHIPP Parceiro: JACC Jazz ao Centro Club Auditório B2 Duração: 50 minutos Lotação: 250 pessoas Numa lista das figuras fundamentais do jazz actual, decerto figuraria o pianista Matthew Shipp. Chegado a Nova Iorque em 1984, numa altura em que a cidade fervilhava de ideias novas e de cruzamentos improváveis, Matthew Shipp encontrou o ambiente ideal para o seu espírito irrequieto e inquisitivo. Muito rapidamente encontrou o caminho para alguns dos gigs mais cobiçados da Big Apple, ocupando o lugar de pianista no David S. Ware Quartet e na Note Factory de Roscoe Mitchell. Desde o início da década de 90, o seu trabalho tem obtido reconhecimento, sobretudo, pelo facto de possuir um estilo único, que une, no aqui e agora, as raízes do jazz e as formas do seu devir. De certa forma, o seu último disco a solo, intitulado Piano Sutras (Thirsty Ear, 2013) ilustra na perfeição esta articulação entre a tradição e o salto para o futuro imaginado. 16h00 17h00 BIOMÉTRICOS PARQUE Agitación Senil performance / Música / Companhia Visões Úteis PortoLazer. Repete às 17h e dia 1 de junho às 14h e 16h 16h30 Música erudita GUITARRAFONIA COM TIAGO SOUSA parceiro: guitarrafonia e 10 minutos Guitarrafonia e uma orquestra de guitarras constituída por alunos e professores de escolas do Ensino Artístico Especializado da Música e teve o seu arranque em 2006, com o esforço conjunto de três escolas: Conservatório Regional de Castelo Branco, Academia de Música e Dança do Fundão e Conservatório de Música de S. Jose da Guarda. Para além das fundadoras, a Guitarrafonia e atualmente constituída também por elementos oriundos do Conservatório Regional de Música da Covilhã, do Conservatório Regional de Música de Viseu Dr. Jose Azeredo Perdigão e da Escola Profissional de Artes da Beira Interior. O Serviço de Artes Performativas de Serralves lançou o desafio a esta orquestra e ao jovem compositor português Tiago Sousa para colaborarem na criação de um trabalho inédito a ser apresentado no Serralves em Festa. Tiago Sousa, compositor, pianista e improvisador, tem vindo a afirmar-se como um dos mais interessantes músicos no panorama musical português dos últimos anos. Para a orquestra de guitarras Guitarrafonia, Tiago Sousa compôs a peça intitulada In The Light of The Impartial Dharma. Nesta peça de cerca de 20 minutos, o músico prossegue o desenvolvimento da sua estética e metodologia autodidacta, num percurso de auto-descoberta e auto-emancipação que ressoa à música de compositores do período romântico ou impressionista mas que existe para lá do epíteto erudito. O programa deste concerto será completado com peças de Steve Reich, Leo Brower e David Adele. de máscaras Vagalume Parceiro: FITEI Festival Internacional de de Expressão Ibérica frente à Casa de Serralves F2 Duração: 52 minutos Três anciãos partilham um banco de jardim numa praça. Vêem-se diariamente mas mal se conhecem. Um dia, casualmente, encontram-se perante uma caixa multibanco. As suas circunstâncias pessoais vão levá-los a unirem-se com um objetivo comum: roubá-la. Nesta odisseia, os anciãos descobrem a sua coragem, os seus medos, a sua generosidade, a sua cobardia Vão sentir o seu coração agitado, vivo mas nada os poderá deter. A companhia de de rua Vagalume, sediada na Andaluzia, reinventa-se em Agitación Senil, uma história plena de humor e ternura. SEDIELA Marina Nabais e Simão Costa Passeio da Levada F6 Repete dia 1 de junho às 11h30 e 17h Lotação: 100 pessoas / Música / BIOMÉTRICOS PARQUE Companhia Visões Úteis PortoLazer. Repete dia 1 de junho às 14h e 16h NODOS E VENTRES #1 Srosh Ensemble Parceiro: Sonoscopia Capela da Casa de Serralves F2 Repete dia 1 de junho às 12h Lotação: 40 pessoas 17h30 A GRANDE CORRIDAA Catarina Requeijo e Maria João Castelo Repete às 18h30 e dia 1 de junho às 10h30, 11h30, 16h e 17h Música pop rock UMA MÃO QUE ARRANCA UMA FRASE DE DENTRO parceiro: Balleateatro Escola Profissional Repete dia 1 de junho às 12h Duração: 35 minutos Trabalhar em dança, por vezes, implica o estudo do silenciar das práticas de gestos para reviver modos de estar no mundo. Para tornar visíveis estes gestos é necessário voltar a exteriorizar processos de interiorização. Neste ténue processo de pôr cá para fora o que está lá dentro, há todo um mundo que se vai atualizando e implodindo como cenário à afirmação: não mais do que isto. ÉME Parceiro: Filho Único clareira das azinheiras a3 O Éme, mesmo com holofotes na cara nos concertos d Os Passos em Volta, permanece uma pardíssima eminência na editora lisboeta Cafetra. Mas, embora seja simultaneamente paciente e humilde, isso não quer dizer que não lhe possamos consagrar toda a atenção que merece, principalmente quando se nos atravessa no caminho este seu conjunto de trovas obliquamente traçadas entre versões lisboetas da folk e da sunshine pop, às vezes com a pungência e vulnerabilidade das revelações mais íntimas, outras com a estultice e a insolência próprias de quem, com as suas canções, começa a querer desvendar os mistérios do mundo a partir de um quarto e de uma audiência de meia dúzia de amigos, mas que, pela mais pura honestidade artística, quer também tudo isso transcender. Ouvir «Gancia» é ver o Éme a partir para o outro lado do espelho vem com a promessa de um novo disco em que se incluem as canções que tem apresentado em concerto com a sua banda (Júlia Reis-bateria; Miguel Abreu-baixo; Lourenço Crespo-teclados). 18h00 Música pop experimental GO SUCK A FUCK Parceiro: Filho Único ténis d3 Go Suck a Fuck são Leonardo Bindilatti e Tiago Pestana, parte fundamental da casa que a editora lisboeta Cafetra construiu. Estrearam-se em disco em Janeiro de 2012 com o EP Para o Seu Marido, 20 temas com duração média a rondar o minuto, um valoroso compêndio de experimentação pop de baixa fidelidade, algures entre o oferecido pelo avatar sénior R Stevie Moore, a escola da K Records e o espectro dos My Bloody Valentine por perto a segredar. Seguiram-se concertos e a série Maiorga Tapes disponibilizada no bandcamp do projeto, entusiasmo profícuo com certeza propulsionado pelo Fostex Multitracker XR-7 (por ventura agora baptizada Proxeneta ) que passaram a usar para gravar e produzir. Em Novembro de 2013 lançaram a cassete SILVX/TRIPPY DAZE, que agora mostram ao público. Físico PROJETO SECRETOA Radar 360 Parceiro: FIMP Festival Internacional de Marionetas do Porto Duração: 47 minutos A GRANDE CORRIDAA Catarina Requeijo e Maria João Castelo Repete dia 1 de junho às 10h30, 11h30, 16h e 17h 19h00 Música eletrónica DIGITÓPIA COLLECTIVE Parceiro: Casa da Música Digitópia Collective é um grupo de música eletrónica formado pelos monitores da Digitópia (projeto do Serviço Educativo da Casa da Música). Começou a sua atividade em Dezembro de 2010 e em 2013 editou o seu primeiro trabalho. Em 2014 esteve envolvido no espetáculo Curado [Música Revolução] [Ao Alcance de Todos], apresentado em abril. O grupo já se apresentou várias vezes em diversos locais e tem igualmente sido uma ajuda importante no domínio da eletrónica para os grupos residentes da Casa da Música. Música experimental CARRO / INSTALAÇÃO VA AA LR BAINHA PortoLazer Redondo das Camélias G3 Repete dia 1 de junho às 11h no Octógono Repete dia 1 de junho às 17h Duração: 25 minutos 20h00 18h30 Circo Contemporâneo / Trapézio Erva Daninha Ser mais forte, estar preparada, ser capaz, Desembainhar a espada no momento certo e cortar a memória em pedaços, Inverter a história, ser mais forte, estar preparada e ser capaz. Bainha é o novo espectáculo de trapézio da Companhia Erva Daninha sobre a temática da identidade, criado para o espaço público. Depois da última produção G.R.A.S. (Junho 2013) cuja temática incidia sobre o fim, a Companhia sentiu vontade de avançar com uma temática mais ligada à vida, ao nascimento e à mudança. Solo de trapézio fixo, Bainha parte da maternidade e de algumas características particulares da intérprete Juliana Moura emigrante brasileira e a viver em Portugal há quatro anos. A peça transporta-nos para as suas experiências individuais que incluem a atração pela Europa, o confronto com a decadência económica atual, a distância da sua terra natal, a mistura das culturas e o questionamento da sua identidade e lugar de proveniência. Música rock OvO Parceiro: Amplificasom A definição do lugar que os OvO possam coabitar com outros artistas perde-se na singularidade, tanto sonora como performativa e visual, da dupla italiana. Versados numa ética de Do It Yourself que transcende as limitações do punk, cruzam a linguagem dos géneros pesados com uma desenvoltura visceral e ambiental que não deixa de apelar a um tribalismo distante da cacofonia ocidental. Prova disso será Abisso, mais recente disco de Stefania Pedretti e Bruno Dorella, lançado no desfecho do ano passado e contando com colaborações de nomes como Carla Bozulich (Evangelista) e Alan Dubin (Khanate). Os OvO, sempre de pé em palco, encaram a audiência com a mesma assertividade que o seu nome os olhos de OvO nos nossos olhos, ao vivo, no estúdio ou na relação que estabelecem nos recantos da nossa mente.

9 9 s e r r a lv e s e m f e s ta s á b 3 1 m a i 22h00 Circo Contemporâneo / Malabarismo SMASHED Gandini Juggling Apoio: British Council Clareira das Azinheiras A3 Repete dia 1 de junho às 22h Nove habilidosos malabaristas, nove cadeiras, muitas maçãs vermelhas e vários conjuntos de peças de louça de chá ocupam o palco num jogo performativo constante, que rompe com as convenções da manipulação de objetos e que procura chegar ao lado negro das relações humanas, cruzando o novo circo, o teatro e a dança. Neste desfile de cenas cinematográficas, inspiradas no universo da coreógrafa Pina Bausch e interpretadas singularmente, o público é confrontado com um mundo subjetivo e repleto de emoções, onde há o humor, o conflito, muitos amores perdidos e, por fim, um chá da tarde. Smashed é a oportunidade para ver uma companhia icónica, fundada em 1992 por Sean Gandini e Kati Ylä-Hokkala e que tem estado na vanguarda do novo circo, reinventando o conceito de malabarismo enquanto disciplina artística. Um espetáculo que conjuga harmonia, caos e divertimento e que, no final, é literalmente destruído ( smashed ). 23h00 Música eletrónica PALMER ELDRITCH Parceiro: Easy Pieces Palmer Eldritch é um duo português. Exploram a música eletrónica através do recurso a texturas microscópicas e de ritmos dançáveis num contexto não dançável, resultando numa música simultaneamente apelativa e estranha. O seu primeiro EP, Five Easy Pieces (2011, PAD), atraiu a atenção da publicação inglesa The Wire, que os destacou na coletânea Wire Tapper. Glaser e Invisible Cities (2012, PAD) seguiram-se e confirmaram estarmos na presença de um dos mais interessantes projetos de música eletrónica nacional. O projeto passou por festivais como o Madeira DIG e a Bienal de Cerveira. 23h15 teatro de máscaras agitación senil Música experimental CONCERTO PARA TOCHAS DE SINALIZAÇÃO VA AA LR PortoLazer. Frente à Casa de Serralves F2 Música eletrónica BLAC KOYOTE Parceiro: Easy Pieces Blac Koyote é José Alberto Gomes com um espaço musical só seu, batida sobre batida, camada sobre camada, melodia sobre melodia, experiência em cima de experiência, num lugar onde confluem todas as eletrónicas que povoam o seu imaginário construído paulatinamente no confronto com influências várias. Estreou-se com sua primeira edição em 2011 pela PAD/Easy Pieces. Apresenta agora ao vivo o novo trabalho Quiet Ensemble lançado em Abril, depois da primeira amostra com Antes Era Assim. música guitarrafonia com tiago sousa Música rock DREAMWEAPON Parceiro: Lovers & Lollypops Duração: 50 minutos Os Dreamweapon são um dos nomes emergentes da nova vaga psicadélica nacional. Têm um EP editado e já passaram pelos palcos do Milhões de Festa e do INDOORS Fest. Alinhando-se com os soporíferos cáusticos dos Sonic Youth, com uma dose de psicotrópicos, os Dreamweapon são o rock na letargia: não a arma de sonho, mas um sonho como arma. Ao vivo, espera-se que o seu rock maciço cubra o público de reverbs e o mergulhe no oceano de éter das distorções e efeitos shoegazer. circo contemporâneo / malabarismo smashed laís pereira

10 1 0 s e r r a lv e s e m f e s ta d o m 1 j u n Domingo 1 jun FESTA NO PRADO 00h00 Música eletrónica OCTA PUSH Parceiro: Bodyspace Desafiados pelo coletivo Conspira, os Octa Push iniciaram operações em 2008 quando os irmãos Dizzycutter & Mushug decidiram começar a escrever uma das páginas mais entusiasmantes da música portuguesa atual. A fusão refrescante de linguagens como o UK Garage, o afrobeat ou o techno, levaram-nos a actuar em diversos palcos como o Boom Festival, Optimus Alive, Casa da Música, Lux, Sonar, Redbull Music Academy (Espanha), Fabric, Music Hall, entre muitos outros. Com o disco de estreia, Oito, lançado em 2013, os Octa Push deram um gigantesco passo na afirmação de uma identidade própria no universo das músicas de dança. Ao vivo, a música dos Octa Push agiganta-se para se transformar numa enorme celebração que é um convite aberto à dança. Inevitavelmente. música octa push 01h30 Música pop rock DUCHESS SAYS 00h00 01h30 THE ASTROBOY Ballata del Suicidio, Working Class Angels. Para Pasolini, 2007 Música eletrónica Parceiro: Easy Pieces The Astroboy é um projeto pessoal de Luís Fernandes. Exploração tímbrica e paisagens sonoras contemplativas com um piscar de olhos à kosmische musik é o que podemos encontrar na sua discografia, que conta já com quatro álbuns. O seu trabalho mereceu atenção de publicações de relevo internacional como a The Wire, The Arts Desk, The Liminal, No Fear of Pop, No Modest Bear ou Visitation Rites. Depois do aclamado Flow my Tears (2013, Easy Pieces), que contou com a participação dos Qluster de Hans-Joachim Roedelius, encontra-se a preparar material novo para edição em Visual MOTH THEATRE Graeme Miller Arboreto F3 Duração: 2 horas Lotação: 250 pessoas É um teatro de insetos para insetos. Uma coreografia espontânea de insetos apresentada num cinema miniatura, instalado num local recôndito do Arboreto de Serralves. A peça Moth Theatre foi encomendada pelo Latitude Festival 2010 em Suffolk, no Reino Unido, e venceu o prémio Latitude Contemporary Art. Graeme Miller é artista visual, encenador e compositor. A sua obra integra uma série de disciplinas artísticas performativas exploradas em várias peças site-specific e instalações na paisagem. Vídeo João Tabarra Vídeo (DVD), cor, som, 6 31 (loop). Ed. 1/5 + 1 A. P. Colecção Fundação de Serralves - Museu de Arte Contemporânea, Porto. Aquisição 2008 Repete às 21h00 Duração: 2 horas e 30 minutos Ballata del Suicidio título de um poema de Pier Paolo Pasolini inicia-se com o ecrã completamente negro. A banda sonora impõe-se, lembrando o som de uma escrita a lápis, nervosa e rápida. Um ponto luminoso surge no ecrã, que progressiva e rapidamente começa a encher-se de cada vez mais e maiores pontos de luz até culminar num branco total. O filme volta ao início e o negro regressa. A natureza das fontes de luz não é clara: carros, aviões, insetos, fogo-de-artifício numa noite escura? Imagem e som convergem para criar um dinamismo frenético, numa composição simultaneamente pictórica e cinematográfica. O som que se ouve é o de João Tabarra a escrever o poema de Pasolini, um texto obscuro e pessimista, que contrasta com os pontos de luz dos working class angels [anjos proletários] (registos multiplicados de luzes de aviões) que constroem uma paisagem de corpos luminosos, celestiais, evocando as estrelas e o cosmos. música duchess says música factory floor emilie bailey Os Duchess Says são uma das bandas mais queridas em Montreal, tendo granjeado a sua reputação quer pela energia eletro-punk do seu moog rock tingido pelo colorido e texturas de sintetizadores vários, quer pelos míticos concertos ao vivo liderados pela imparável vocalista Anne-Claude Deschênes. Influenciado pela música no wave, punk e new wave, assim como pelo cinema e artes visuais, o grupo formou-se em 2003 e para além da voz, guitarra e teclados de Deschênes, conta ainda com Ismaël Tremblay na guitarra e teclados, Phil Clément na guitarra, baixo e feedback e Simon Besre na bateria e demais gadgets. Duchess apareceu originalmente como referência a uma camionista russa encontrada na internet para logo se transformar na Mãe Budgie, a figura tutelar da misteriosa Igreja dos Budgerigars, cuja religião os Duchess Says professam. Enquanto apóstolos, espalham este evangelho cuja mensagem não muito clara parece envolver cerveja e periquitos. Os salmos são proferidos na forma de poderosas descargas hipnóticas de um rock tão agressivo quanto dançável. A fúria e a intensidade das guitarras entrecortadas por vários efeitos, a bateria implacável, os teclados abrasivos e a eletrónica crepitante formam a base perfeita para os desvarios inflamados de Deschênes, cuja elasticidade vocal é apenas superada pela sua admirável capacidade de controlar níveis explosivos de fervor e energia. Não reconhecendo limites ao palco, a vocalista avança pelo espaço do público enquanto entoa refrões infinitos. O termo one-woman mosh pit já lhe foi justamente aplicado e testemunhas há que a viram organizar corridas com o público durante concertos. Por tudo isto, os Duchess Says já participaram em alguns dos mais importantes festivais mundiais e realizaram

11 1 1 s e r r a lv e s e m f e s ta d o m 1 j u n 10h00 uma tournée britânica com os Yeah Yeah Yeahs. No entanto, também os podemos encontrar em performances em locais inusitados como campos de golfe, montras, edifícios abandonados, etc. O certo é que, quando os Duchess Says tocam, tudo pode acontecer. UATIP Universidade do Autodidata e da Terceira Idade do Porto 03h00 Repete às 11h e às 12h Música pop electrónica FACTORY FLOOR Os Factory Floor existem na sua formação actual desde 2009, altura em que a guitarrista/vocalista Nick Colk juntou forças com o baterista Gabe Gurnsey e com Dominic Butler, encarregue dos sintetizadores. Durante os últimos anos têm desenvolvido um percurso que conduz o espírito e sonoridades pós-punk a uma aproximação cada vez mais eletrónica às pistas de dança onde a atmosfera industrial se mistura com o techno, o minimal e o acid. Paralelamente aos discos que marcam este percurso, nomeadamente o primeiro álbum, Factory Floor, editado em 2013 pela DFA, o trabalho singular desta banda britânica é igualmente reconhecido pela força das apresentações ao vivo que têm realizado em contextos tão diversificados como raves, festivais, galerias de arte, cinemas, clubes, etc. A frescura da sua sonoridade vive dum sentido exploratório animado pelo confronto entre o digital e o analógico, o caótico e a estruturação minimal, a rudeza e a elegância, isto organizado em massas sonoras e velocidade implacável que resultam numa incrível energia sonora. A versatilidade dos Factory Floor é também refletida nas suas colaborações onde se incluem tanto ex-membros dos Throbbing Gristle, New Order e Cabaret Voltaire como artistas contemporâneos como Haroon Mirza e Hannah Sawtell. 04h00 DJ Set FOGO DE ARTIFÍCIO E AS ESTRELAS Inspirado pelas obras Aquista e Elogio da Velhice de Herman Hesse, o grupo de teatro da UATIP apresenta uma curta intervenção em que se faz o elogio poético do tempo que resta e da presença do olhar humano e da voz humana, redescobertas na sua pureza entre tantos fogos de artifício cada vez mais exuberantes e impositivos. A conceção está a cargo do encenador Zeferino Mota. POESIA ALEATÓRIA Repete às 11h, 12h e 13h APRENDIZES DE FAZEDORES DE MÚSICAA Academia de Música de Costa Cabral Em mais uma edição do Serralves em Festa, a Academia de Música de Costa Cabral apresenta os seus Aprendizes de Fazedores de Música. Neste primeiro dia de junho, coincidente com as comemorações do dia da criança, os espetadores poderão ouvir alguns grupos de câmara, compostos por alunos da AMCC (Quarteto de trompetes, Quarteto de saxofones, Ensemble de clarinetes, Low brass ensemble, Sexteto de trompas, Sexteto de flautas, Quinteto clássico, etc.), assim como trabalhos de composição elaborados no âmbito das disciplinas de Análise e Técnicas de Composição e de Teoria e Análise Musical. O repertório abrange géneros e épocas musicais muito diferentes, assim como linguagens mais contemporâneas com fortes influências do tango, do jazz e da música pop. 10h30 A SAGRAÇÃO DA PRIMAVERA Ana Lúcia Palminha Dança Contemporânea Ginasiano A GRANDE CORRIDAA Catarina Requeijo e Maria João Castelo Repete às 11h30, 16h e 17h 11h00 FOGO DE ARTIFÍCIO E AS ESTRELAS UATIP Universidade do Autodidata e da Terceira Idade do Porto UFFE Repete às 12h O jovem DJ e produtor dinamarquês Uffe Christensen iniciou a sua carreira na cena musical de Copenhaga, que o ajudou a desenvolver a qualidade própria dos seus sets e da sua música, inspirada pelo sampling e pela música experimental. Agora a residir em Amesterdão, e depois de ter passado um pouco por vários géneros de música de dança, inicia em 2012 a publicação de discos em nome próprio. Colors Outside teve o selo da Pets Recordings dos Catz n Dogs sendo amplamente elogiado pela combinação de sonoridades mais cinemáticas e psicadélicas pontuadas pela voz de Uffe. Ao sucesso da sua remistura de Twisted Sister de M.A.N.D.Y., seguiram-se edições na incontornável Get Physical: Blues Mile e Bones. Enquanto DJ, Uffe é apreciado pelos sets onde reúne influências e estilos vários, do house a géneros mais sombrios, do jazz ao techno. Para breve estará a edição do LP de Uffe. A força e qualidade demonstradas por este jovem músico fazem antever voos mais altos num futuro próximo. Cinema Duração: 2 horas Música erudita ANIKI-BÓBÓ Manoel de Oliveira Parceiro: Cinemateca Portuguesa Museu do Cinema Auditório B2 e 10 minutos Lotação: 250 pessoas Aniki-Bóbó, proposta da Cinemateca Júnior da Cinemateca Portuguesa Museu do Cinema para o Serralves em Festa, é a primeira longa-metragem de Manoel de Oliveira, segundo o conto de Rodrigues de Freitas, Meninos Milionários, em cópia restaurada. O título é a invocação de um jogo infantil para dividir os que serão polícias e ladrões. Uma belíssima incursão no mundo da infância, que é simultaneamente um documento excecional sobre a cidade do Porto no começo da década de quarenta. PIRILAMPOS E ESTRELASA Sala Multiusos, Museu B3 POESIA ALEATÓRIA Repete às 12h e 13h Música experimental CARRO/INSTALAÇÃO VA AA LR PortoLazer Octógono E6 11h30 SEDIELA Direção Artística / Coreografia: Marina Nabais Espaço Sonoro: Simão Costa Passeio da Levada F6 Repete às 17h Lotação: 100 pessoas A GRANDE CORRIDAA Catarina Requeijo e Maria João Castelo Repete às 16h e 17h 12h00 Música Jazz ORQUESTRA DE JAZZ DA ESCOLA PROFISSIONAL DE MÚSICA DE ESPINHO parceiro: Escola Profissional de Música de Espinho Clareira das Azinheiras A3 A Orquestra de Jazz da Escola Profissional de Música de Espinho colabora, neste concerto, com um talento emergente da nova geração de músicos de jazz, o saxofonista norte-americano Marc Schwartz. Aluno de Bill Dobbins na Eastman School of Music, Schwartz foi galardoado em 2013 com o prestigiado Student Downbeat Award para melhor arranjador e melhor intérprete, tendo editado, nesse ano, o seu primeiro disco a solo, In the Wee Small Hours of the Night. Recentemente integrou a conhecida Orquestra Glenn Miller numa digressão pelo Japão. música experimental DAVID TUDOR S RAINFOREST Matt Rogalsky com Henrique Fernandes, Ricardo Jacinto, Filipe Silva, Travassos, Pedro Tudela A atividade insere-se no projeto Serralves Ecossistema Criativo, co-financiado pelo Programa Operacional da Região do Norte Casa de Serralves F2 Repete às 22h Duração: 2 horas Lotação: 100 pessoas INDIVIDUAL THE ACCEPTANCE AND SHARE Passeio da Levada F6 Duração: 2 horas FOGO DE ARTIFÍCIO E AS ESTRELAS UATIP Universidade do Autodidata e da Terceira Idade do Porto Música experimental / performance NODOS E VENTRES #1 Srosh Ensemble Castelo Branco. Criado em 2007, tem como objetivo a exploração de novas linguagens de criação musical coletiva com meios eletrónicos e eletroacústicos, recorrendo a vários tipos de recursos técnicos como sintetizadores, controladores, computação física, instrumentos e processadores virtuais, comunicação por rede, etc. Grande parte destes recursos são construídos ou programados pelos próprios alunos. A direção artística está a cargo de Rui Dias. POESIA ALEATÓRIA 14h00 Música pop rock LABOULE Parceiro: Bodyspace Duração: 50 minutos Laboule é um projeto do italiano Paolo Novellino, nascido em Milão em 1984 e crescido em Valtellina, por entre abundante natureza. Guitarrista por nascimento e multiinstrumentista por necessidade, fundou algumas bandas na sua descoberta musical mas foi ao ouvir Rocky Mountain Raga, de Robbie Basho, que decidiu tornar-se auto-suficiente em Laboule. Depois de um EP, Laboule lançou em 2013 o seu disco de estreia, Refugio, uma homenagem à guitarra norteamericana e aos seus heróis, uma dedicatória à música folk, um disco de paisagens (não tivesse sido gravado com os Alpes à distância do olhar), mas sobretudo um disco de enorme beleza e melancolia. Parceiro: Sonoscopia Capela da Casa de Serralves F2 Lotação: 40 pessoas Dança / / Música / PortoLazer Repete às 16h UMA MÃO QUE ARRANCA UMA FRASE DE DENTRO parceiro: Balleteatro Escola Profissional Duração: 35 minutos POESIA ALEATÓRIA Repete às 13h FOLHA DE PAPEL Percurso com início na Entrada B1 e 30 minutos 13h00 Música eletrónica E.M.E. ENSEMBLE DE MÚSICA ELETRÓNICA DA ESART Parceiro: ESART Formação de arquitetura variável constituída por alunos do curso de Música Eletrónica e Produção Musical da Escola Superior de Artes Aplicadas do Instituto Politécnico de BIOMÉTRICOS PARQUE Companhia Visões Úteis 15h00 Instalação AFTER PIETÁ Miguel da Santa Parceiro: Universidade Católica Portuguesa Duração: 3 horas Lotação: 100 pessoas O projeto é constituído por um livro de três volumes e por um vídeo. A ligá-los está uma recolha de imagens da Pietá entre imagens de arquivo, fotografias que servem a história da arte, imagens turísticas e vistas domésticas que serve aturadas pesquisa e reflexão sobre a forma como a fotografia pode constituir uma parte fundamental da nossa apreensão e partilha do mundo. Dança / / Música JUNTOS NUM SÓ RITMOA Parceiro: Projeto METAS E5G / ADILO (Agência de Desenvolvimento Integrado de Lordelo do Ouro)

12 1 2 s e r r a lv e s e m f e s ta d o m 1 j u n Conversa Participativa Sala Multiusos, Museu B3 Duração: 2 horas Catarina Requeijo e Maria João Castelo Associação DesNORTE LIA RODRIGUES Conversa com a coreógrafa Lia Rodrigues (Rio de Janeiro, Brasil) sobre o trabalho desenvolvido no Centro de Artes da Maré, focado na articulação entre prática artística, educação e desenvolvimento social. Este encontro é aberto ao público mas serão convocadas pessoas e entidades que estejam a desenvolver actividades no âmbito da Educação formal e não formal e do desenvolvimento social. Música Jazz ESMAE BIG BAND Parceiro: ESMAE A ESMAE Big Band é constituída maioritariamente por alunos da Licenciatura e Mestrado em Jazz da Escola Superior de Música, Artes e Espetáculo do Porto. Ao longo da última década foi dirigida por Alan Farber, Carlos Azevedo, George Colligan, Jason Lindner, Laurent Filipe, Maria Schneider, Orrin Evans, Paulo Perfeito e Pedro Guedes, entre outros. Tem interpretado diferentes repertórios de alguns dos mais importantes compositores para esta formação. Thad Jones, Sammy Nestico, Carla Bley, Maria Schneider, Kenny Wheeler e Charles Mingus são alguns exemplos. Este concerto é integralmente composto por obras do compositor alemão Florian Ross e a direção musical estará a cargo de Telmo Marques. A GRANDE CORRIDAA Repete às 17h 16h30 GREGORY CREWDSON ACE Academia Contemporânea do Espetáculo 17h00 Circo Contemporâneo / Trapézio BAINHA Erva Daninha Duração: 25 minutos SEDIELA Direção Artística / Coreografia: Marina Nabais Espaço Sonoro: Simão Costa Passeio da Levada F6 Lotação: 100 pessoas A GRANDE CORRIDAA Catarina Requeijo e Maria João Castelo Música experimental / performance NODOS E VENTRES #2 Srosh Ensemble Música experimental / performance NODOS E VENTRES #2 Srosh Ensemble Parceiro: Sonoscopia Capela da Casa de Serralves F2 Repete às 17h Lotação: 40 pessoas 16h00 Música jazz HITCHPOP Parceiro: Turbina Este projeto, que junta três nomes promissores da música em Portugal (João Guimarães, Miguel Ramos e Marcos Cavaleiro), iniciou em 2012 a construção de um repertório muito singelo, que agora apresenta na tour que antecede o lançamento do primeiro álbum de originais. Hitchpop é um suspense jazz à moda do realizador com quase o mesmo nome. Dança / / Música / BIOMÉTRICOS PARQUE Companhia Visões Úteis PortoLazer Parceiro: Sonoscopia Capela da Casa de Serralves F2 Lotação: 40 pessoas 18h00 PINDORAMA Lia Rodrigues Companhia de Danças Parceiros: Alkantara Festival A atividade insere-se no projeto Serralves Ecossistema Criativo, co-financiado pelo Programa Operacional da Região do Norte Museu de Serralves, Sala 14, Acesso junto à Repete às 22h30 e 20 minutos Como abordar, mais uma vez, formas possíveis de estarmos juntos? Misturando-nos até à fusão? Afirmando os nossos limites e as nossas singularidades? Que rituais, sacrifícios e acordos são necessários para a constituição de um colectivo, ainda que temporário? E que paisagens criar em Pindorama nome indígena dado às terras brasileiras antes da chegada dos europeus? Este é o território explorado por Lia Rodrigues em Pindorama, uma peça que reflete sobre as relações entre o indivíduo e o grupo e que é representativa do processo criativo de uma das figuras mais relevantes da dança contemporânea brasileira, conhecida pelo seu envolvimento político, social e ético na vida das favelas do complexo da Maré, no Rio de Janeiro, onde a coreógrafa enraíza as suas criações coreográficas. SEVERAL Conceito de Vera Mota, com a colaboração de Pedro Augusto e interpretação de Joana von Mayer Trindade, Ana Renata Polónia, Cristina Planas Leitão, Mariana Amorim, Pedro Augusto, Vera Mota. Entrada do Museu de Serralves B3 Several apresenta-nos exercícios em que o corpo aparece reduzido a um mero operário. Assistimos à realização de uma sequência de acções simples, onde se impõe gerir a força e intensidade do gesto, organizar os movimentos, numa tentativa de cumprir uma tarefa por vezes sujeita às interferências do caos e da desordem. Esta performance junta uma coreografia simples, mas rigorosa, a uma forte componente sonora. (A peça original foi realizada por duas pessoas.) Música erudita QUARTETO DE CORDAS DE MATOSINHOS Parceiro: Câmara Municipal de Matosinhos Sala Multiusos, Museu B3 O Quarteto de Cordas de Matosinhos (QCM) foi fundado em 2007 através de um concurso público promovido pela Câmara Municipal de Matosinhos. O QCM desenvolve uma temporada regular de concertos em Matosinhos, onde apresenta uma série de projetos inéditos no país: além de integrais dos quartetos de Haydn, Mozart, Beethoven, Mendelssohn e Schumann, assume especial importância na promoção e divulgação do património musical português e estreia de obras de compositores portugueses. Foi atribuído ao QCM o prémio Rising Stars 2014/2015 European Concert Hall Organisation. O Quarteto de Cordas em Fá menor, Op. 10, n.º 1, de Paul Hindemith ( ) foi composto em 1918 e apresentado, pela primeira vez, em Frankfurt em 1919, pelo Rebner Quartett. Desenvolve-se a partir de uma escrita musical que emerge a partir de pormenores como a vitalidade rítmica, a escrita polifónica apurada, a mestria no tratamento instrumental ou a acuidade no desenvolvimento formal e temático. Pormenores que permitem, pela sua articulação conjunta, sublinhar o carácter excecional e sublime desta joia musical de perfil pós-romântica. Música Rock QUELLE DEAD GAZELLE Parceiro: Turbina Pedro Ferreira na guitarra e Miguel Abelaira na bateria compõem, desde Lisboa, a banda a que chamaram Quelle Dead Gazelle. Uma banda que, despreocupados, não consideram nem mais nem menos que rock. Puro e duro. Instrumental. Vencedores do Festival Termómetro em 2013, tornaram-se a primeira banda puramente instrumental a vencer o festival, o que sem dúvida ajudou a garantir nesse ano o lugar em dois grandes festivais: o Optimus Alive! e Paredes de Coura, depois de em 2012 terem atuado no Vodafone Mexefest trouxe a estreia dos Quelle Dead Gazelle na edição. O EP homónimo teve em Afrobrita o seu single de apresentação. Para 2014 está a ser preparado o lançamento do primeiro álbum. 19h00 Música pop rock SURVEILLANCE Parceiro: Turbina Um duo poderoso de Shamancore que foi recentemente criado com a junção da destreza virtuosa de Tiago Martins (ex-baixista da banda de math-rock Porn Sheep Hospital) e do alto poderio rítmico controlado pela semideusa-baterista Inês Lobo. Depois do aclamado EP de estreia de 2012 e da atuação no festival SBSR 2013, a banda apresenta agora um split single num vinil de 7 e a consequente tour ibérica com a banda Microcause (ES). Deste split que vem em antecipação do seu primeiro LP consta o single Coralligator, que conta com a participação de Ana Miró (Sequin) e Inês Pimenta, uma das muitas faixas do próximo álbum que poderão ouvir já nos próximos concertos. 19h30 Música jazz SUN RA ARKESTRA e 30 minutos Ensemble de jazz americano que emergiu nos anos 50, dirigido pelo compositor de jazz, bandleader, pianista, poeta e filósofo Sun Ra, conhecido pela sua filosofia cósmica, pelas suas composições musicais e performances, e que se tornou um dos pioneiros do afrofuturismo. Sun Ra foi um dos mais controversos músicos de jazz, pelo seu eclectismo e estilo de vida pouco ortodoxo. Afirmava ser o Anjo da Raça vindo de Saturno. A sua música variava desde solos de teclas a big bands com mais de 30 músicos, que podiam tocar todo o espectro da história do jazz, do ragtime ao swing, do bebop ao free jazz. Foi também um pioneiro da música eletrónica e da space music. Actualmente, a Arkestra perpetua o legado de Sun Ra, liderada pelo saxofonista Marshall Allen. / Música KINSHASA ELECTRIC Coreografia de Ula Sickle com os bailarinos de Kinshasa Popaul Amisi, Jeannot Kumbonyeki Deba e Joel Tenda e o convidado especial Branko (Buraka Som Sistema) Parceiro: Alkantara Festival Clareira de Bétulas B2 Duração: 50 minutos O projeto performativo Kinshasa Electric, da autoria da coreógrafa Ula Sickle (CA/PL/BE), reflete sobre as várias ligações e intercâmbios na cultura (dança, arte, música) bem como no comércio (imagens de meios de comunicação, troca de mercadorias, etc.) no interior de um contexto globalizado. A partir de uma abordagem formal e coreográfica, a performance aprofunda e amplia as linhas indefinidas entre a cultura popular e a alta cultura, entre a arte e o comércio, a autenticidade e o consumo. Nas suas performances, Ula Sickle fixa-se nas histórias individuais dos artistas com quem trabalha para explorar a forma como os movimentos são politicamente e culturalmente codificados. Em Kinshasa Electric, Sickle irá novamente trabalhar em estreita colaboração com os artistas de Kinshasa. Juntos propõem explorar as danças mais populares e atuais, tomando como ponto de partida a experiência local um concerto ou uma pista de dança numa discoteca onde estas expressões são criadas ou reinventadas. Acompanhados por Branko (DJ) dos Buraka Som Sistema, os bailarinos ocupam o palco usando-o como uma plataforma para apresentar formas de dança coletivas e refletir sobre o significado do espetáculo um lugar de entretenimento ou um espaço político ativo e de reflexão sobre a experiência de estarem juntos? 20h00 Música pop / vídeo HOLY NOTHING Parceiro: Turbina Holy Nothing é som que se entrelaça com imagem, mesclando sem preconceitos o analógico e o digital. Movem-se dinamicamente pelos terrenos da eletrónica, aproveitando a imprevisibilidade que as máquinas permitem, explorando sempre som e imagem, elementos de forças iguais nas atuações deste projeto. Numa frase incompleta, fala-se de uma sonoridade que se traduz em batidas marcadas nem sempre quadradas, linhas de baixo fortes e sintetizadores, muitos sintetizadores. Em palco dispõem de seis mãos que se passeiam descontroladamente entre sequenciadores, caixas de ritmos, computadores, controladores, processadores de efeitos, teclados... e também uma guitarra e um baixo, claro. Os Holy Nothing são Nelson Silva, Pedro Rodrigues e Samuel Gonçalves, que têm vindo a trabalhar com o músico e produtor Rui Maia (X-Wife, Mirror People) e com o designer Bruno Albuquerque, responsável pela construção de narrativas visuais compostas por animações e ilustrações originais que integram os concertos através de projeção de vídeo. 21h00 Música eletrónica TAR FEATHER Parceiro: Easy Pieces Tar Feather é um projeto de leftfield português responsável por uma abordagem enviesada ao techno e música house, produzindo temas que envolvem a música de dança ortodoxa num casulo de drones baços e batidas fragmentadas.

13 1 3 s e r r a lv e s e m f e s ta d o m 1 j u n Música pop eletrónica LIFAFA Parceiro: Fundação Arpad Szenes Vieira da Silva dança contemporânea pindorama Sammi Landweer performance several dinis santos Suryakant Sawhney é o lider do quarteto de hemp jazz de Nova Deli, Peter Cat Recording Co., uma das bandas mais experimentais da Índia. Recentemente, Sawhney apresentou a sua primeira incursão pelo território da eletrónica, com o projeto a solo que designou por Lifafa e que classifica como chudail step. Chudail é o espírito de uma feiticeira ou fantasma vingadora na iconografia do sul da Ásia. A música de Lifafa é assombrada pelos fantasmas do passado musical da Índia e também por influências recentes como a música eletrónica ocidental que conheceu em viagens, nomeadamente a de James Blake. O seu primeiro registo de longa duração, assume-o como um álbum formativo onde se traduzem as muitas ideias que o assaltavam, apontando tanto para a música de dança como para ambientes mais atmosféricos e evocativos. Sintetizador, caixa de ritmos e a voz quente de Sawhney são os elementos base do concerto ao vivo do inesperado projeto deste jovem e irreverente músico indiano. Vídeo Ballata del Suicidio, Working Class Angels. Para Pasolini, 2007 João Tabarra Vídeo (DVD), cor, som, 6 31 (loop). Ed. 1/5 + 1 A. P. Colecção Fundação de Serralves - Museu de Arte Contemporânea, Porto. Aquisição 2008 Duração: 3 horas 22h00 Música / DJ Set DJ LYNCE Parceiro: Lovers & Lollypops Duração: 2 horas música sun ra arkestra sybille zerr dança contemporânea / música kinshasa electric DJ Lynce é o alter-ego de Pedro Santos: DJ, promotor e colecionador de discos a operar a partir da cidade do Porto. Os seu sets caracterizam-se pela seriedade e capacidade de cruzar os mais variados géneros e estilos musicais: Psych, Funk, Ragga, Folk..., tornando DJ Lynce num dos mais interessantes e versáteis comunicadores das músicas do nosso tempo! Circo Contemporâneo / Malabarismo SMASHED Gandini Juggling Apoio: British Council Clareira das Azinheiras A3 música experimental DAVID TUDOR S RAINFOREST Matt Rogalsky com Henrique Fernandes, Ricardo Jacinto, Filipe Silva, Travassos, Pedro Tudela cinema / música gravity hill: sound + image A atividade insere-se no projeto Serralves Ecossistema Criativo, co-financiado pelo Programa Operacional da Região do Norte Casa de Serralves F2 Lotação: 100 pessoas 22h30 Cinema / Música GRAVITY HILL: SOUND + IMAGE Jem Cohen com Guy Picciotto, Jim White e George Xylouris Auditório B2 e 30 minutos Lotação: 250 pessoas Gravity Hill explora a relação entre a música e as imagens em movimento. No cinema, muitas vezes acontece que a complexidade das imagens é obscurecida pelo uso da música. Nos concertos, o uso crescente de imagens funciona como um papel de parede para focar a atenção. A questão surge: como pode o potencial do encontro entre a imagem e a música ser aproveitado, evitando a subjugação duma na relação com a outra? Jem Cohen tem explorado este encontro em vários dos seus projetos, criando experiências únicas para cada espaço e audiência. Para este espetáculo, junta-se a um grupo de músicos versáteis e aventurosos para explorar o som e a imagem numa vasta gama de combinações. Os temas variam entre uma súbita tempestade numa cidade, a noite em Coney Island ou os mistérios das antiguidades num museu. Uma peça nova, surgida desta colaboração, será estreada: Counting, numa noite que também inclui imagens sem música e música sem imagens. O realizador Jem Cohen é conhecido pelos seus filmes e instalações que, com base em retratos atentos e gravações diarísticas de ambientes maioritariamente urbanos, navegam entre o documentário, a narrativa e o cinema experimental. Alguns dos seus filmes integram as coleções do MoMA e Whitney Museum de Nova Iorque. A ele se juntam dois nomes maiores das franjas mais livres do rock: Guy Picciotto, conhecido enquanto guitarrista dos Fugazi e produtor de bandas como os Blonde Redhead ou os Gossip, e Jim White, baterista dos australianos Dirty Three e colaborador de músicos como Cat Power, PJ Harvey ou Smog. O terceiro músico, George Xylouris, é um pioneiro dos solos de alaúde de Creta com uma carreira internacional onde se incluem colaborações com os Dirty Three e Cesária Évora. Dança Contemporânea PINDORAMA Lia Rodrigues Companhia de Danças Parceiros: Alkantara Festival A atividade insere-se no projeto Serralves Ecossistema Criativo, co-financiado pelo Programa Operacional da Região do Norte Museu de Serralves, Sala 14, Acesso junto à e 20 minutos

14 MAI 01 JUN ENTRADA GRA GRATUITA A UITA AT T TA 40HNONSTOP 4 0HNO NON NSTOP Mais de Das 8h00 sáb 220 eventos 2 20 e ventos às 24h00 dom TEMA: TERRENO COMUM OMUM A FUNDAÇÃO DE SERRALV SERRALVES LVES LV S AGRAD A AGRADECE ADECE CE A TOD TODOS ODOS OD OS QUE TORNAM POSSÍVEL SÍVEL A REALIZAÇÃO REALI AÇÃO DO SERRALVES SERRALV L ES EM FESTA LV T 2014 TA 014 Mecenas BPI Patrocinador Super Bock Parceiros Media Partners Academia Contemporânea do Espetáculo do Bolhão Academia de Música de Costa Cabral Academia Olhares ADILO Agência de Desenvolvimento Integrado de Lordelo do Ouro Amplificasom Balleteatro Escola Profissional Bodyspace Câmara Municipal de Matosinhos Casa da Animação Casa da Música CIBIO - Centro de Investigação em Biodiversidade e Recursos Genéticos / InBIO Laboratório Associado Cinemateca Portuguesa Museu do Cinema desnorte EPME Escola Profissional de Música de Espinho ESART Escola Superior de Artes Aplicadas do Instituto Politécnico de Castelo Branco ESAP Escola Superior Artística do Porto ESMAE Escola Superior de Música, Artes e Espetáculo Filho Único FIMP Festival Internacional de Marionetas do Porto FITEI Festival Internacional de de Expressão Ibérica Fundação Arpad Szenes Vieira da Silva Fotoadrenalina Ginasiano Guitarrafonia Instituto Português de Fotografia Jazz ao Centro Club Lovers & Lollypops MEO Imaginarius Festival Internacional de de Rua de Santa Maria da Feira PAD/ Easy Pieces Sonoscopia Associação Cultural Nacional São João Turbina Associação Cultural UATIP Universidade do Autodidata e Terceira Idade do Porto Universidade do Porto Faculdade de Belas-Artes Sintoma Universidade Católica Portuguesa Escola das Artes RTP Antena 1 Público Apoios British Council Diário do Porto Douro Azul CP Comboios de Portugal Coliseu do Porto Consulado-Geral do Brasil no Porto Eracenário Geostar ISAG Instituto Superior de Administração e Gestão Linde Portugal, Lda. Metro do Porto Opel Centrum Douro Prosegur SGL Sociedade Geral de Limpezas STCP Seara VCoutinho Colaboração Câmara Municipal do Porto Porto Lazer Corretora Oficial MDS Serviços Médicos oficiais Saúde CUF Apoio Institucional Secretaria de Estado da Cultura E um agradecimento especial a todos os voluntários que participam na Festa!

15 SERRALVES EM FESTA 40NON-STOP HORAS O BPI, mecenas do Serralves em Festa, volta a apoiar as 40h de cultura promovidas pela Fundação de Serralves. Dias 31 de Maio e 1 de Junho, junte-se ao BPI e à Fundação de Serralves em 40h de cultura non-stop e assista a mais de 250 eventos culturais para todas as idades. Desde música, dança, teatro, performance, circo contemporâneo, exposições, cinema, vídeo, fotografia, workshops, visitas orientadas e muitas actividades para crianças e famílias. Este ano, participe também nas actividades promovidas na Baixa do Porto que já começaram. Porque festa nunca é demais. Entrada gratuita. Dias 31 de Maio e 1 de Junho. Das 08h00 de Sábado às 24h00 de Domingo. Durante todo o ano, os Clientes BPI podem entrar gratuitamente na Fundação de Serralves mediante a apresentação do seu cartão de débito ou de crédito.

16 A como CHEGAR A SERRALVES C de COMBOIO Vaivém STCP: Ligação Casa da Música Serralves Casa da Música Das 13h30 de Sábado à 01h00 de Domingo; Domingo das 13h30 às 22h00, com frequência de 30 minutos. Complementa a linha 203 e garante uma frequência de 15 minutos entre a Boavista e Serralves. Sujeito a tarifário. Outras linhas da Rotunda da Boavista para Serralves: 201, 203, 502 e 504. Consulte o tarifário em ou ligue / Autocarro Panorâmico Douro Azul: Ligação Aliados Casa da Música Serralves Aliados Sábado das 08h00 às 20h00 Domingo das 08h00 às 20h00 de METRO Com destino à Casa da Música utilize as linhas: (A) Azul; (B) Vermelha; (C) Verde; (D) Amarela (faça transbordo na Estação da Trindade); (F) Laranja e (E) Violeta. Das 06h00 à 1h30, sábado e domingo. Consulte acima as indicações da ligação direta da Casa da Música a Serralves nos vaivéns disponíveis e de outras linhas STCP da Rotunda da Boavista para Serralves. Consulte o tarifário em de CARRO Na Avenida da Boavista, seguindo no sentido este-oeste, virar à esquerda na Avenida Marechal Gomes da Costa. De seguida virar à esquerda na Rua Afonso de Albuquerque e seguir pela 1ª à esquerda em direção ao Largo D. João III. Estacionar. COORDENADAS GPS Latitude 41 9'35.40"N Longitude 8 39'35.35"W COMBOIOS LONGO-CURSO e REGIONAL Alfa Pendular e Intercidades (Linha do Norte), Inter-Regionais e Regionais (Linhas do Minho e do Douro). Condições especiais para grupos. Contacto para reservas: /511/524 ou por para Saia na estação de Campanhã e utilize as linhas de Metro (consulte acima as indicações). Compre o seu bilhete antecipadamente e usufrua de descontos nos serviços Alfa Pendular e Intercidades, mediante a apresentação do comprovativo de Serralves 25% Desconto na Classe Conforto/1ª Classe 20% Desconto na Classe Turística/2ª Classe Na aquisição de bilhetes de ida e volta com destino às estações de Porto Campanhã ou Vila Nova de Gaia. Condições para obter o desconto CP Válido para os comboios Alfa Pendular e Intercidades, mediante a apresentação do título CP em curso de validade. Desconto aplicável para o período compreendido entre os 5 dias anteriores e os 5 dias posteriores à data de validade do título de transporte. Caso não possua o seu bilhete de Serralves no ato de aquisição do título de transporte, poderá igualmente usufruir destas condições. Para o efeito deverá comunicar que pretende viajar ao abrigo de acordo de cooperação entre a Fundação de Serralves e a CP e apresentar o bilhete de Serralves na viagem de regresso. Se não o apresentar no seu regresso, será considerado cliente sem título de transporte válido. Deverá levantar o seu comprovativo na receção de Serralves para este efeito. Será necessário comprovar que viajou para Serralves em comboios Alfa Pendular e Intercidades, mediante a apresentação de um título de transporte válido. Para mais informações consulte ou Por um mundo mais sustentável! Venha de autocarro ao Serralves em Festa! Media Partners Media Partners Apoios Apoios ERACENÁRIO ERACENÁRIO INFORMAÇÕES ACOLHIMENTO sta Co da s me Go BOSQUE DAS FAIAS AMIGOS FEIRA DA FESTA G Ru ad es err alv es 1 PARTERRE LATERAL SAÍDA DE EMERGÊNCIA CLAREIRA DAS BÉTULAS AUDITÓRIO FEIRA DO LIVRO CASA E CAPELA ALAMEDA DOS LIQUIDÂMBARES 2 PÁTIO DA ADELINA FRENTE DA CASA JANELA DA BIBLIOTECA MUSEU ROSEIRAL SAÍDA DE EMERGÊNCIA FEIRA DE ARTESANATO URBANO TÉNIS CLAREIRA DAS AZINHEIRAS REDONDO DAS CAMÉLIAS PARTERRE CENTRAL BIBLIOTECA ALAMEDA DOS CASTANHEIROS PÁTIO DO ULMEIRO ARBORETO 3 CLAREIRA DOS TEIXOS 4 LAGO CAMINHO DA PRESA CLAREIRA DA PRESA ENTRADA PARKING 5 SAÍDA DE EMERGÊNCIA OCTÓGONO AMIGOS PASSEIO DA LEVADA 6 PRADO 7 JARDIM DAS AROMÁTICAS Percurso aconselhado a pessoas com mobilidade reduzida 8 ho Vel eu m olo art ab Ru Linha 504 Boavista-Norteshopping (Sábado e Domingo das 06h00 à 01h00) Ao diurno frequências entre 15 e 45 minutos. Ao noturno frequências entre 30 e 40 minutos. F s ane il E ag u R Linha 502 Bolhão-Matosinhos Mercado (Sábado e Domingo das 06h00 às 00h30) l ha rec Ma. v A Castr o Linha 207 Campanhã-Foz (Sábado das 06h00 às 15h30) COMBOIOS URBANOS DO PORTO Linhas de Braga, Guimarães, Aveiro e Caíde Contacto para Informações e reservas: ou João de Linha 203 Marquês-Castelo do Queijo (Sábado e Domingo das 06h00 às 21h00) E Rua D. Linha 201 Sá da Bandeira-Viso (Sábado e Domingo das 05h30 às 21h30) D ENTRADA I o II Joã D. o g Lar de AUTOCARRO B Cobertura em todo o Parque QUINTA SUPER BOCK CREATIVE EXPERIENCE FEIRA DA FESTA MARIA NORDMAN 9 SAÍDA DE EMERGÊNCIA VIAJE DRE O NO TE HELICÓPES EM FESTA SERRALV ESPAÇO. PARQUE PÁTIO DA NOGUEIRA CELEIRO ar de atam ja o p uro Azul in t a o ue se ntes, a D isitante pre q Sem 00 visita spetivo v utos no min 10.0 ce ao re 0 1 zul/ e ofere iagem d uroa o a Do v n uma cóptero d realizar heli tours, a ana da li m e e H es fim d Festa. a eir tel as P a ad Ru Serralves em Festa com o Ambiente. Separe os resíduos no Ecoponto! Percurso aconselhado a pessoas com mobilidade reduzida Cobertura em todo o Parque Patrocinador dopatrocinador Serralves emdo Festa Serralves em Mecenas Festa do Serralves Mecenas emdo Festa Serralves em Festa Apoio Institucional Apoio Institucional Corretora OficialCorretora Oficial Parceria Serviços Médicos Serviços OficiaisMédicos Oficiais Parceria

Artes performativas Uma, duas, três pêras no meu cestinho! Para famílias com crianças a partir dos 3 anos Uma estória com canções e baile para Todos

Artes performativas Uma, duas, três pêras no meu cestinho! Para famílias com crianças a partir dos 3 anos Uma estória com canções e baile para Todos Programa de Atividades: Música Balada de frutas Para famílias com crianças a partir dos 6 anos Oficina com palavras e música Vamos à descoberta! Se a fruta falasse, o que teria ela a dizer? Vamos ouvir!

Leia mais

Horários: 10h30 12h30 / 15h00 20h00 (com marcação prévia)

Horários: 10h30 12h30 / 15h00 20h00 (com marcação prévia) MUSEU DO CARRO ELÉTRICO Inaugurado em 1992, o Museu do Carro Elétrico nasceu da dedicação e voluntarismo de um pequeno grupo de entusiastas e apaixonados por este meio de transporte coletivo, impulsionados

Leia mais

MUSEU DA MARIONETA um mundo de histórias! SERVIÇO EDUCATIVO 2015/16 MUSEUDAMARIONETA.PT

MUSEU DA MARIONETA um mundo de histórias! SERVIÇO EDUCATIVO 2015/16 MUSEUDAMARIONETA.PT MUSEU DA MARIONETA um mundo de histórias! SERVIÇO EDUCATIVO 2015/16 MUSEUDAMARIONETA.PT O programa educativo 2015 / 2016 do Museu da Marioneta pretende dar a conhecer o espólio do museu e o vasto universo

Leia mais

Envolver Programa do Serviço Educativo 2014-2015 FÉRIAS DE VERÃO. www.museuberardo.pt/ferias

Envolver Programa do Serviço Educativo 2014-2015 FÉRIAS DE VERÃO. www.museuberardo.pt/ferias Envolver Programa do Serviço Educativo 2014-2015 www.museuberardo.pt/ferias 29 junho 3 julho 2 Verão modernista Pinturas cubistas, pinturas abstratas, pinturas surrealistas, pinturas expressionistas, pinturas

Leia mais

SERVIÇO EDUCATIVO APRESENTAÇÃO

SERVIÇO EDUCATIVO APRESENTAÇÃO APRESENTAÇÃO O Serviço Educativo foi concebido com a missão de ressignificar o Museu da CARRIS como lugar de vivência coletiva, diálogo e partilha de múltiplas vozes, como território de reflexão e experimentação

Leia mais

Escola sede: Escola Secundária de S. Pedro do Sul Alunos Matriculados - 2015/2016

Escola sede: Escola Secundária de S. Pedro do Sul Alunos Matriculados - 2015/2016 13948 5 A 2.º Ciclo do Ensino Básico Ana Gabriela Pedro Fernandes Escola Básica n.º 2 de São Pedro do Sul 13933 5 A 2.º Ciclo do Ensino Básico Ana Júlia Capela Pinto Escola Básica n.º 2 de São Pedro do

Leia mais

Programacao. programacao de aniversario

Programacao. programacao de aniversario Programacao programacao de aniversario Teatro de Tabuas comemora 13 anos com temporada em Campinas Duas estruturas itinerantes estarao em atividade O grupo Teatro de Tábuas, sediado na cidade de Campinas,

Leia mais

Envolver Programa do Serviço Educativo 2014-2015 ANIVERSÁRIOS. www.museuberardo.pt/educacao/atividades/aniversarios

Envolver Programa do Serviço Educativo 2014-2015 ANIVERSÁRIOS. www.museuberardo.pt/educacao/atividades/aniversarios Envolver Programa do Serviço Educativo 2014-2015 www.museuberardo.pt/educacao/atividades/aniversarios 4-6 anos / Duração média: 2 horas a 2 horas e 30 minutos 2 MAGIA NO MUSEU Há magia no ar! As obras

Leia mais

QUARTO LUGAR DE ABRIGO, IDENTIDADE, EVASÃO PROJETO COM ESCOLAS 2011-2012

QUARTO LUGAR DE ABRIGO, IDENTIDADE, EVASÃO PROJETO COM ESCOLAS 2011-2012 QUARTO LUGAR DE ABRIGO, IDENTIDADE, EVASÃO PROJETO COM ESCOLAS 2011-2012 O homem não pode escapar à preensão da sua própria cultura, a qual mergulha até às raízes do seu sistema nervoso, modelando a sua

Leia mais

Escola Secundária de S. Pedro do Sul (AESPS)

Escola Secundária de S. Pedro do Sul (AESPS) Sala B5 KFS ALEXANDRE DE ALMEIDA SILVA ALEXANDRE HENRIQUE DA ROCHA OLIVEIRA ALEXANDRE MIGUEL DE ALMEIDA PEREIRA ALEXANDRE SILVA FIGUEIREDO ANA CATARINA GOMES MOREIRA ANA CATARINA MARQUES GOMES ANA MARGARIDA

Leia mais

AGENDA DE NOVEMBRO E DEZEMBRO DE 2014

AGENDA DE NOVEMBRO E DEZEMBRO DE 2014 AGENDA DE NOVEMBRO E DEZEMBRO DE 2014 O Agrupamento de Escolas N.º2 de Abrantes tem como um dos seus objetivos a plena integração na comunidade de que faz parte. Surge assim como natural a divulgação das

Leia mais

Dia Internacional dos Museus Noite dos Museus. Museus num Mundo em Mudança: Novos Desafios, Novas Inspirações 2012

Dia Internacional dos Museus Noite dos Museus. Museus num Mundo em Mudança: Novos Desafios, Novas Inspirações 2012 Museus num Mundo em Mudança: Novos Desafios, Novas Inspirações Centro Museu de Aveiro 10h00 Teatro Tudo o que não vem na História do Museu Conceção artística de Cláudia Stattmiller. Custo 3 Inscrição prévia

Leia mais

PRESSRELEASE VERÃO EM SERRALVES OFICINAS PARA CRIANÇAS. 6 de Julho 4 de Setembro 2009 09h30-12h30 e 14h00-17h00

PRESSRELEASE VERÃO EM SERRALVES OFICINAS PARA CRIANÇAS. 6 de Julho 4 de Setembro 2009 09h30-12h30 e 14h00-17h00 VERÃO EM SERRALVES OFICINAS PARA CRIANÇAS 6 de Julho 4 de Setembro 2009 09h30-12h30 e 14h00-17h00 O programa de Verão no Museu e Parque de Serralves convida os mais novos a participar num conjunto de actividades

Leia mais

METAS DE APRENDIZAGEM (5 anos)

METAS DE APRENDIZAGEM (5 anos) METAS DE APRENDIZAGEM (5 anos) 1. CONHECIMENTO DO MUNDO Conhecer diferentes termos espaciais (em pé, deitado, em cima, em baixo, à frente, atrás, dentro, fora ) Descrever itinerários diários (exemplos:

Leia mais

FÉRIAS DE VERÃO 2014

FÉRIAS DE VERÃO 2014 FÉRIAS DE VERÃO 2014 O Museu da Carris oferece ateliers didáticos, interdisciplinares e criativos, que vão motivar as suas crianças durante o período de férias de Verão! Há muito para aprender, descobrir

Leia mais

Natal e. programa. Fim de Ano

Natal e. programa. Fim de Ano Natal e programa Fim de Ano 2013 il basilico Sabores italianos exclusivos, junto À promenade!! AlmoÇos e jantares... todos os dias!! 12h30-15h00 / 18h30-22h30 domingo : 12h30-16h00 / 18h30-22h30 Partilhe

Leia mais

LISTA DE ORDENAÇÃO ENSINO INGLÊS ANO LETIVO 2012-2013

LISTA DE ORDENAÇÃO ENSINO INGLÊS ANO LETIVO 2012-2013 LISTA DE ORDENAÇÃO ENSINO INGLÊS ANO LETIVO 2012-2013 OFERTA 2737 433133 2737 435006 2737 433645 2737 431145 2737 411431 2737 447993 2737 432457 2737 412330 2737 415973 2737 427952 2737 417413 2737 417268

Leia mais

- Visitas orientadas Público-alvo: público geral

- Visitas orientadas Público-alvo: público geral Criado em 2006, o Serviço Educativo do Museu de Santa Maria de Lamas (MSML) tem desenvolvido um conjunto de actividades pedagógicas e lúdicas, no sentido de divulgar o património integrado no seu vasto

Leia mais

Nesta edição, poderá consultar o programa de Oficinas de páscoa e primavera e escolher entre 13 propostas diferentes.

Nesta edição, poderá consultar o programa de Oficinas de páscoa e primavera e escolher entre 13 propostas diferentes. O ficinas Sazonais P E L O U R O D A I N O V A Ç Ã O E Procurando alargar as atividades de educação ambiental aos períodos de férias escolares, em particular às famílias, o Pelouro da Inovação e Ambiente

Leia mais

LISTA DE GRADUAÇÃO DOS CANDIDATOS GRUPO DE RECRUTAMENTO 600. Horário 28

LISTA DE GRADUAÇÃO DOS CANDIDATOS GRUPO DE RECRUTAMENTO 600. Horário 28 LISTA DE GRADUAÇÃO DOS CANDIDATOS GRUPO DE RECRUTAMENTO 600 Horário 28 Graduação Profissional Nº Candidato Nome 24,508 4716699811 Vanda Isabel do Vale Silva Almeida 24,203 8219102942 Cristina Maria da

Leia mais

TURMA 10 H. CURSO PROFISSIONAL DE: Técnico de Multimédia RELAÇÃO DE ALUNOS

TURMA 10 H. CURSO PROFISSIONAL DE: Técnico de Multimédia RELAÇÃO DE ALUNOS Técnico de Multimédia 10 H 7536 Alberto Filipe Cardoso Pinto 7566 Ana Isabel Lomar Antunes 7567 Andreia Carine Ferreira Quintela 7537 Bruno Manuel Martins Castro 7538 Bruno Miguel Ferreira Bogas 5859 Bruno

Leia mais

as s FESTIVAL DE ARTES

as s FESTIVAL DE ARTES as s ARTES MÚSICA WORKSHOPS SOLIDÁRIO FESTIVAL DE ARTES Festival ASAS Apresentação: ATB e Município de Penela Conceito Método Objetivos Cronograma/programação Projetos de intervenção social A região de

Leia mais

A Bebé Vida sugere. Sugestões de Fim de Semana 21 de Março de 2014

A Bebé Vida sugere. Sugestões de Fim de Semana 21 de Março de 2014 A Bebé Vida sugere Sugestões de Fim de Semana 21 de Março de 2014 Cinema A CASA DA MAGIA Trovão é um pequeno gatinho que foi abandonado pela sua família e que se refugia numa misteriosa mansão onde vive

Leia mais

natal + fim de ano programa 2012//13

natal + fim de ano programa 2012//13 natal fim de ano programa 2012//13 feliz natal bom ano novo 19 dez quarta 20 dez quinta PASSEIO PELO JARDIM DO HOTEL introdução ao nosso jardim reservar no dia anterior na receção do spa 11h00. receção

Leia mais

LISTA ORDENADA POR GRADUAÇÃO PROFISSIONAL - DGAE

LISTA ORDENADA POR GRADUAÇÃO PROFISSIONAL - DGAE Nome da Escola : Agrupamento de Escolas de Almancil, Loulé Horário n.º: 27-18 horas 2013-10-09 Grupo de Recrutamento: 420 - Geografia LISTA ORDENADA POR GRADUAÇÃO PROFISSIONAL - DGAE Ordenação Graduação

Leia mais

ESCOLA E.B. 2,3 DE LAMAÇÃES 2013-2014

ESCOLA E.B. 2,3 DE LAMAÇÃES 2013-2014 5º1 1 ANA CATARINA R FREITAS SIM 2 BEATRIZ SOARES RIBEIRO SIM 3 DIOGO ANTÓNIO A PEREIRA SIM 4 MÁRCIO RAFAEL R SANTOS SIM 5 MARCO ANTÓNIO B OLIVEIRA SIM 6 NÁDIA ARAÚJO GONÇALVES SIM 7 SUNNY KATHARINA G

Leia mais

turismo industrial AGENDAMarinhaGrande GUIA CULTURAL APRESENTAÇÃO OFICIAL Circuitos Industriais Marinha Grande

turismo industrial AGENDAMarinhaGrande GUIA CULTURAL APRESENTAÇÃO OFICIAL Circuitos Industriais Marinha Grande 11.MARÇO.2013 25 anos da elevação a cidade APRESENTAÇÃO OFICIAL Circuitos Industriais Marinha Grande turismo industrial Marinha Grande www.cm-mgrande.pt MARÇO 2013 AGENDAMarinhaGrande GUIA CULTURAL DESTAQUE

Leia mais

MESTRADOS E DOUTORAMENTOS - 2015

MESTRADOS E DOUTORAMENTOS - 2015 MESTRADOS E DOUTORAMENTOS - 2015 2ª FASE - ECT SUPLENTE EXCLUÍDO LISTA DE CANDIDATOS SERIAÇÃO CARLA MARIA CARNEIRO ALVES Doutoramento em Didática de Ciências e Tecnologias 3,9 de 5 4 CARLOS EDUARDO DOS

Leia mais

11º GRANDE PRÉMIO DE S.JOSÉ

11º GRANDE PRÉMIO DE S.JOSÉ 11º GRANDE PRÉMIO DE S.JOSÉ 1 FRANCISCO PEREIRA 36 SENIOR MASC. VITÓRIA S.C. 20.23 2 ANDRE SANTOS 48 SENIOR MASC. C.A.O.VIANENSE 20.27 3 JORGE CUNHA 3 SENIOR MASC. S.C.MARIA DA FONTE 21.14 4 DOMINGOS BARROS

Leia mais

Ao Alcance de Todos 2015

Ao Alcance de Todos 2015 Ao Alcance de Todos 2015 Editorial Mecenas Serviço Educativo Apoio Institucional No ano em que a Casa da Música comemora o seu décimo aniversário, Ao Alcance de Todos é a imagem mais visível de um trabalho

Leia mais

CULTURA EM EXPANSÃO ANTÓNIO ROSADO E FILIPE QUARESMA MÚSICA 24 DE OUTUBRO 21H30 ONDE CHEGA A CULTURA

CULTURA EM EXPANSÃO ANTÓNIO ROSADO E FILIPE QUARESMA MÚSICA 24 DE OUTUBRO 21H30 ONDE CHEGA A CULTURA CULTURA EM EXPANSÃO A SANTA JOANA DOS MATADOUROS: ABERTURA DOS PORTÕES! DE JOAO SOUSA CARDOSO A PARTIR DE BERTOLT BRECHT CINEMA/TEATRO 3 E 4 DE OUTUBRO 21H30 ARQUIPÉLAGO DE AO CABO TEATRO EM COLABORAÇÃO

Leia mais

COMPONENTE DE APOIO À FAMÍLIA JARDIM DE INFÂNCIA Nº1 PROJETO EDUCATIVO / PLANO DE ATIVIDADES ANO LETIVO 2014/2015 PROJETO: CHUVA DE CORES

COMPONENTE DE APOIO À FAMÍLIA JARDIM DE INFÂNCIA Nº1 PROJETO EDUCATIVO / PLANO DE ATIVIDADES ANO LETIVO 2014/2015 PROJETO: CHUVA DE CORES COMPONENTE DE APOIO À FAMÍLIA JARDIM DE INFÂNCIA Nº1 PROJETO EDUCATIVO / PLANO DE ATIVIDADES ANO LETIVO 2014/2015 PROJETO: CHUVA DE CORES INTRODUÇÃO «Será a emergência do sentido e conteúdo curricular

Leia mais

Corrida da Saúde. Infantis A - Feminino

Corrida da Saúde. Infantis A - Feminino Corrida da Saúde Classificação geral do corta-mato, realizado no dia 23 de Dezembro de 2007, na Escola E.B. 2,3 de Valbom. Contou com a participação dos alunos do 4º ano e do 2º e 3º ciclos do Agrupamento

Leia mais

151713 - Agrupamento de Escolas de Mosteiro e Cávado 346652 - Escola E.B.2,3 do Cávado. Relação de Alunos

151713 - Agrupamento de Escolas de Mosteiro e Cávado 346652 - Escola E.B.2,3 do Cávado. Relação de Alunos 3452 - Escola E.B.2,3 do Cávado Turma : A 2002 1 Ana Catarina Loureiro Silva S 171 2 André Eduardo Dias Santos S 173 3 Ângelo Rafael Costa e Silva S S 2007 4 Bruno da Silva Gonçalves S 20 5 Catarina Daniela

Leia mais

SERVIÇO EDUCATIVO DA EXPO CELEBRAR OEIRAS

SERVIÇO EDUCATIVO DA EXPO CELEBRAR OEIRAS SERVIÇO EDUCATIVO DA EXPO CELEBRAR OEIRAS A Expo Celebrar Oeiras passado, presente e futuro, que irá estar patente ao público entre Maio e Dezembro, procura dar a conhecer aos visitantes o desenvolvimento

Leia mais

Informar, surpreender, inovar, provocar são intenções da programação do Serviço Educativo da Fundação de Serralves no âmbito das artes visuais, da

Informar, surpreender, inovar, provocar são intenções da programação do Serviço Educativo da Fundação de Serralves no âmbito das artes visuais, da PROGRAMA 2007-2008 Informar, surpreender, inovar, provocar são intenções da programação do Serviço Educativo da Fundação de Serralves no âmbito das artes visuais, da arquitectura e do ambiente. Espaço

Leia mais

Clube de Teatro Escola EB - 2,3 de Perafita

Clube de Teatro Escola EB - 2,3 de Perafita 1 Clube de Teatro Escola EB - 2,3 de Perafita Ana Moreira, Coordenadora O Clube de Teatro da Escola E.B. 2,3 de Perafita apresentou-se em cena nos dias 21 e 24 de Maio, com o seu mais recente trabalho

Leia mais

161342 - Agrupamento de Escolas de Condeixa-a-Nova 340613 - Escola Básica nº 2 de Condeixa-a-Nova Relação de Alunos

161342 - Agrupamento de Escolas de Condeixa-a-Nova 340613 - Escola Básica nº 2 de Condeixa-a-Nova Relação de Alunos : A 12 1 Adriana Beatriz Pinto Pereira Cortez S 13078 2 Ana Francisca Conceição Costa S 136 3 Ana Francisca Rodrigues Preces 1307 4 António José da Silva Loreto S 13084 Beatriz Moura Neves Beja Facas S

Leia mais

Museu de Arqueologia D. Diogo de Sousa Braga

Museu de Arqueologia D. Diogo de Sousa Braga Museu de Arqueologia D. Diogo de Sousa Braga 1 Museu de Arqueologia D. Diogo de Sousa APRESENTAÇÃO Edifício de traça actual, construído de raiz, implantado no centro histórico de Braga, na proximidade

Leia mais

AEC ALE EXPRESSÃO MUSICAL. Orientações Pedagógicas. 1.º Ciclo do Ensino Básico

AEC ALE EXPRESSÃO MUSICAL. Orientações Pedagógicas. 1.º Ciclo do Ensino Básico ATIVIDADES DE ENRIQUECIMENTO CURRICULAR ANO LETIVO AEC ALE EXPRESSÃO MUSICAL Orientações Pedagógicas 1.º Ciclo do Ensino Básico 1. Introdução A atividade de enriquecimento curricular, ALE (atividades lúdico-expressivas)

Leia mais

ALCATEIA ACAGRUP 2014 - SIERRA NORTE - MADRID - ESPANHA PARTICIPANTES: 26 60% INCIDÊNCIA NO GRUPO 20%

ALCATEIA ACAGRUP 2014 - SIERRA NORTE - MADRID - ESPANHA PARTICIPANTES: 26 60% INCIDÊNCIA NO GRUPO 20% ALCATEIA Sec NIN NOME NIN NOME Lob 1215050143005 Alice Neto Santos Nascimento 1215050143015 Afonso da Fonseca Machado Lob 1215050143010 Amélia Maria Mesquita Aleixo Alves 1115050143010 Afonso Jesus Dias

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE VOUZELA E CAMPIA ESCOLA BÁSICA DE CAMPIA MATEMÁTICA - 2013/2014 (3.º período) 2.º Ciclo - TABUADA

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE VOUZELA E CAMPIA ESCOLA BÁSICA DE CAMPIA MATEMÁTICA - 2013/2014 (3.º período) 2.º Ciclo - TABUADA 2.º Ciclo - TABUADA 1.ºs 6.º Ac 7 Fernando Miguel L. Fontes 100,0 6.º Ac 8 Francisca Vicente Silva 100,0 6.º Bc 2 Daniel Henriques Lourenço 99,6 3.ºs 5.º Bc 16 Simão Pedro Tojal Almeida 99,6 5.º Ac 10

Leia mais

SERVIÇO DE PÚBLICOS E DESENVOLVIMENTO CULTURAL DIRECÇÃO DA CULTURA DA SCML

SERVIÇO DE PÚBLICOS E DESENVOLVIMENTO CULTURAL DIRECÇÃO DA CULTURA DA SCML SERVIÇO DE PÚBLICOS E DESENVOLVIMENTO CULTURAL DIRECÇÃO DA CULTURA DA SCML Largo Trindade Coelho 1200-470 Lisboa Tel. 213 235 233/824/065 www.scml.pt/ www.museu-saoroque.com info@museu-saoroque.com Transportes

Leia mais

QUESTÃO 04 QUESTÃO 05

QUESTÃO 04 QUESTÃO 05 QUESTÃO 01 Arte abstrata é uma arte: a) que tem a intenção de representar figuras geométricas. b) que não pretende representar figuras ou objetos como realmente são. c) sequencial, como, por exemplo, a

Leia mais

Sala: 4 anos (2) Educadora: Luísa Almeida

Sala: 4 anos (2) Educadora: Luísa Almeida Sala: 4 anos (2) Educadora: Luísa Almeida SETEMBRO Regresso à escola/adaptação Facilitar a adaptação/readaptação ao jardim de infância Negociar e elaborar a lista de regras de convivência Diálogo sobre

Leia mais

Histórias com sombras

Histórias com sombras Histórias com sombras Oficina de planificação, preparação e apresentação de um teatro de sombras Descobrir as técnicas para construção de um teatro de sombras, é a proposta desta oficina, em que as crianças

Leia mais

CIRCUITO PORTUGAL TOUR 2015 4ª ETAPA BIATLE - ABRANTES - 04.07.2015. APRENDIZ - 2007 + NOVOS Prova- corrida 200 mts + natação 50 mts + corrida 200 mts

CIRCUITO PORTUGAL TOUR 2015 4ª ETAPA BIATLE - ABRANTES - 04.07.2015. APRENDIZ - 2007 + NOVOS Prova- corrida 200 mts + natação 50 mts + corrida 200 mts CIRCUITO PORTUGAL TOUR 0 ª ETAPA BIATLE - ABRANTES - 0.0.0 APRENDIZ - 00 + NOVOS Prova- corrida 00 mts + natação 0 mts + corrida 00 mts A LUISA CUNHA Casa Benfica de Abrantes 00 0:: A0 INÊS IACHIMOVSCHI

Leia mais

A Arte e as Crianças

A Arte e as Crianças A Arte e as Crianças A criança pequena consegue exteriorizar espontaneamente a sua personalidade e as suas experiências inter-individuais, graças aos diversos meios de expressão que estão à sua disposição.

Leia mais

1º Ciclo 1ª Categoria. 5.º Campeonato Regional de Jogos Matemáticos. Classificação Nome Escola 1º 9 Vasco Batista. 2º 2 Rodrigo de Carvalho F.

1º Ciclo 1ª Categoria. 5.º Campeonato Regional de Jogos Matemáticos. Classificação Nome Escola 1º 9 Vasco Batista. 2º 2 Rodrigo de Carvalho F. 1º 9 Vasco Batista Matriz 2º 2 Rodrigo de Carvalho F. Junior y 3º 7 Beatriz Cunha São Roque 4º 1 Isabel Maria C. R. da Ponte Medina y 5º 5 Maria João Cabral 6º 4 Ângela Oliveira 7º 6 Letícia Rego 8º 3

Leia mais

Projeto Pedagógico e de Animação 5 dias 5 passos na Cultura. Projeto Pedagógico e de Animação 5 dias 5 passos na Cultura

Projeto Pedagógico e de Animação 5 dias 5 passos na Cultura. Projeto Pedagógico e de Animação 5 dias 5 passos na Cultura Projeto Pedagógico e de Animação 5 dias 5 passos na Cultura 1 Índice 1. Objetivos gerais:... 4 2. Objetivos específicos:... 5 3. Estratégias Educativas e Pedagógicas... 6 4. Atividades Sócio-Educativas...

Leia mais

Plano Anual de Atividades

Plano Anual de Atividades Plano Anual de Atividades Objetivos Atividades Responsáveis Datas Recursos Avaliaçõe s Promover o convívio entre os elementos da comunidade educativa Proporcionar momentos de alegria e partilha Recepção

Leia mais

Programa Educativo 2014 2015 Público Escolar Museu das Comunicações

Programa Educativo 2014 2015 Público Escolar Museu das Comunicações Programa Educativo 2014 2015 Público Escolar Museu das Comunicações Visitas guiadas às exposições Exposições Permanentes Vencer a Distância - Cinco Séculos de Comunicações em Portugal Horários: 3ª a 6ª

Leia mais

15 DE MARÇO _ 5ª FEIRA

15 DE MARÇO _ 5ª FEIRA FESTAS DE S. JOSÉ - COMEMORAÇÕES DO FERIADO MUNICIPAL 2012 DE 15 A 19 DE MARÇO PROGRAMA 15 DE MARÇO _ 5ª FEIRA 10H00 ÀS 16H00 - CELEBRAÇÃO DOS 865 ANOS DA RECONQUISTA CRISTÃ DE SANTARÉM POR D. AFONSO HENRIQUES

Leia mais

CENTRO DE ARTES DE SINES. Serviço Educativo e Cultural

CENTRO DE ARTES DE SINES. Serviço Educativo e Cultural CENTRO DE ARTES DE SINES Serviço Educativo e Cultural SEMANA DE EDUCAÇÃO ARTISTICA 2015 Em 2015 o Centro de Artes de Sines volta a dedicar especial atenção àquela que é uma das suas prioridades a Educação

Leia mais

números redondos costumam encher o peito de quem os

números redondos costumam encher o peito de quem os números redondos costumam encher o peito de quem os comemora. Não é que os outros não mereçam festejos, mas um número redondo traz aquele conforto de mais um ciclo completo e outros tantos por cumprir.

Leia mais

Junho. Quando as crianças brincam Eu as ouço brincar, Qualquer coisa em minha alma Começa a se alegrar

Junho. Quando as crianças brincam Eu as ouço brincar, Qualquer coisa em minha alma Começa a se alegrar Junho Quando as crianças brincam Eu as ouço brincar, Qualquer coisa em minha alma Começa a se alegrar E toda aquela infância Que não tive me vem, Numa onda de alegria Que não foi de ninguém. [ ] (F. Pessoa

Leia mais

Dia Internacional dos Museus Noite dos Museus. Museus num Mundo em Mudança: Novos Desafios, Novas Inspirações 2012

Dia Internacional dos Museus Noite dos Museus. Museus num Mundo em Mudança: Novos Desafios, Novas Inspirações 2012 Museus num Mundo em Mudança: Novos Desafios, Novas Inspirações Porto Casa-Museu Guerra Junqueiro 10h00 20h00 Exposição O Vestir da Arte Percurso expositivo inspirado na coleção de artes decorativas de

Leia mais

PROGRAMA DE VOLUNTARIADO SERRALVES EM FESTA 2012

PROGRAMA DE VOLUNTARIADO SERRALVES EM FESTA 2012 PROGRAMA DE VOLUNTARIADO SERRALVES EM FESTA 2012 VOLUNTARIADO SERRALVES EM FESTA 2012 Preparado para mais um Serralves em Festa? É já nos dias 2 e 3 de Junho que se realiza mais uma edição do Serralves

Leia mais

2014/2015 Lista de manuais escolares adotados 5.º ANO

2014/2015 Lista de manuais escolares adotados 5.º ANO 5.º ANO Inglês História e Geografia de Portugal Ciências Naturais Pretextos 5 Caderno de Atividades - Pretextos 5 Tween 5 - Inglês - 5.º Ano - Nível 1 Tween 5 - Workbook Saber em Ação 5 - História e Geografia

Leia mais

Vamos ao M useu? Vamos ao Museu? Vamos ao Museu? Vamos ao Museu? useu? Vamos ao Museu? Vamos ao Museu?

Vamos ao M useu? Vamos ao Museu? Vamos ao Museu? Vamos ao Museu? useu? Vamos ao Museu? Vamos ao Museu? Vamos ao Museu? Vamos ao Museu? é programa que visa ampliar as experiências culturais de estudantes, professores e comunidades por meio de ações educativas que envolvem visitas a espaços de preservação

Leia mais

"Amor mais Perfeito Tribute to José Fontes Rocha" Música de José Fontes Rocha

Amor mais Perfeito Tribute to José Fontes Rocha Música de José Fontes Rocha PRESS-RELEASE Joana Amendoeira é considerada uma das mais importantes vozes da Nova Geração do Fado. No seu cantar, o Fado ganha novo fulgor, nova atitude, sem se desviar da tradição. Joana Amendoeira

Leia mais

II Caminhada Entre Gerações

II Caminhada Entre Gerações II Caminhada Entre Gerações Âmbito: Envelhecimento Ativo e Solidariedade entre Gerações Tourigo 12 de maio de 2013 CAMINHAR ENTRE GERAÇÕES O idoso não perde talento com o tempo, não perde nada. O jovem

Leia mais

Despertar os sentidos!

Despertar os sentidos! Despertar os sentidos! Tudo o que conhecemos chega-nos, de uma forma ou de outra, através de sensações sobre as realidades que nos rodeiam. Esta consciência sensorial pode e deve ser estimulada! Quanto

Leia mais

www.byonritmos.com HISTORIAL / APRESENTAÇÃO

www.byonritmos.com HISTORIAL / APRESENTAÇÃO www.byonritmos.com HISTORIAL / APRESENTAÇÃO O Festival Byonritmos nasceu em Baião, no ano de 2006, como resultado de um desejo partilhado por um grupo de jovens ligados às artes plásticas e performativas.

Leia mais

LISTA DE CANDIDATOS ADMITIDOS E NÃO ADMITIDOS. Concurso Oferta de Escola para Contratação de Docente Grupo 110. Ano Letivo - 2014/2015

LISTA DE CANDIDATOS ADMITIDOS E NÃO ADMITIDOS. Concurso Oferta de Escola para Contratação de Docente Grupo 110. Ano Letivo - 2014/2015 LISTA DE CANDIDATOS ADMITIDOS E NÃO ADMITIDOS Concurso Oferta de Escola para Contratação de Docente Grupo 110 Ano Letivo - 2014/2015 CANDIDATOS ADMITIDOS: Nº Candidato NOME OSERVAÇÕES 1367130034 Alexandra

Leia mais

SEMANA DO DESPORTO SEMANA DA NATUREZA COM PRAIA

SEMANA DO DESPORTO SEMANA DA NATUREZA COM PRAIA Dia 16 de Junho - segunda -feira 17 de Junho - terça -feira 18 de Junho -quarta -feira 19 de Junho - quinta -feira 20 de Junho - sexta -feira SEMANA DO DESPORTO TPC/Atelier do Saber " desporto?? Jogos??

Leia mais

Livros. Jogo. Diversos. Teatro. Espetáculo. Música. Dança. Gastronomia. Palestras. Programação sujeita a alterações.

Livros. Jogo. Diversos. Teatro. Espetáculo. Música. Dança. Gastronomia. Palestras. Programação sujeita a alterações. 2015 No Casino Figueira, março é um mês para viajar. Nas Noites do Mundo, vamos até um dos destinos mais paradisíacos da Europa - a Grécia. Mas não ficamos por aqui. Março é também o mês das mulheres,

Leia mais

152729 - Agrupamento de Escolas Dr. Júlio Martins 401535 - Escola Secundária Dr. Júlio Martins Relação de Alunos

152729 - Agrupamento de Escolas Dr. Júlio Martins 401535 - Escola Secundária Dr. Júlio Martins Relação de Alunos : A 1248 1 Ana Garcia Amarante 1239 2 André Carneiro Rodrigues 124 3 Beatriz Branco Ramos 151 4 Camila Alves Salgado 16485 5 Daniel Emídio Costa dos Santos 1648 6 Débora Barroso Fernandes 16528 Hugo Paulo

Leia mais

set-dez 2013 comunidade cabelo seco, marabá cursos projetos ações culturais inscrições 01 a 08 setembro

set-dez 2013 comunidade cabelo seco, marabá cursos projetos ações culturais inscrições 01 a 08 setembro comunidade cabelo seco, marabá set-dez 2013 cursos projetos ações culturais inscrições 01 a 08 setembro Vamos criar uma Universidade Comunitária dos Rios? Querida comunidade de Cabelo Seco! Amigos e amigas

Leia mais

Um ano depois, como Gama e Cabral, chegamos a bom porto!

Um ano depois, como Gama e Cabral, chegamos a bom porto! Integrado nas comemorações: PORTO À VISTA! Um ano depois, como Gama e Cabral, chegamos a bom porto! Queremos celebrar este primeiro aniversário na sua companhia e, para tal, preparamos um fimde-semana

Leia mais

161718 - Agrupamento Escolas Castro Daire 343717 - Escola Básica dos 2.º e 3.º Ciclos de Castro Daire. Relação de Alunos

161718 - Agrupamento Escolas Castro Daire 343717 - Escola Básica dos 2.º e 3.º Ciclos de Castro Daire. Relação de Alunos 343717 - Escola Básica dos 2.º e 3.º s de Castro Daire Turma : A 1498 1 Ana Catarina Costa Esteves 14920 2 Ana Francisca da Silva Fernandes 16292 3 Beatriz Monteiro Andrade 14409 4 Camila Almeida Oliveira

Leia mais

COMPONENTE DE APOIO À FAMÍLIA PRÉ-ESCOLAR PROJETO EDUCATIVO / PLANO DE ATIVIDADES PROJETO: CHUVA DE CORES

COMPONENTE DE APOIO À FAMÍLIA PRÉ-ESCOLAR PROJETO EDUCATIVO / PLANO DE ATIVIDADES PROJETO: CHUVA DE CORES COMPONENTE DE APOIO À FAMÍLIA PRÉ-ESCOLAR PROJETO EDUCATIVO / PLANO DE ATIVIDADES PROJETO: CHUVA DE CORES INTRODUÇÃO «Será a emergência do sentido e conteúdo curricular que permitirá distinguir e recriar

Leia mais

TODOS OS ESPETÁCULOS SÃO GRATUITOS.

TODOS OS ESPETÁCULOS SÃO GRATUITOS. CIRCUITO GANDARELA DE MINAS - AGENDA AGOSTO TODOS OS ESPETÁCULOS SÃO GRATUITOS. É necessário chegar com uma hora de antecedência para garantir os ingressos. 03 E 04 DE AGOSTO - SÁBADO E DOMINGO O CONTO

Leia mais

Análise Matemática I - Informática de Gestão Avaliação da 1ª frequência

Análise Matemática I - Informática de Gestão Avaliação da 1ª frequência Análise Matemática I - Informática de Gestão Avaliação da 1ª frequência Número Nome Nota Obs 10780 ALEXANDRE JOSÉ SIMÕES SILVA 15 11007 ALEXANDRE REIS MARTINS 7,7 11243 Álvaro Luis Cortez Fortunato 11,55

Leia mais

SOBRE ESTE LIVRO > SIGAM AS PISTAS...

SOBRE ESTE LIVRO > SIGAM AS PISTAS... As pistas e propostas de trabalho que se seguem são apenas isso mesmo: propostas e pistas, pontos de partida, sugestões, pontapés de saída... Não são lições nem fichas de trabalho, não procuram respostas

Leia mais

Museu Nacional de Soares dos Reis Porto

Museu Nacional de Soares dos Reis Porto Museu Nacional de Soares dos Reis Porto 4 Museu Nacional de Soares dos Reis APRESENTAÇÃO O Museu ocupa, desde 1940, o Palácio dos Carrancas, construído nos finais do séc. XVIII para habitação e fábrica

Leia mais

DISCÓRDIA Biografias

DISCÓRDIA Biografias A L I C E DISCÓRDIA Biografias Afonso Alves // Voz - Já há algum tempo que queria escrever na língua em que sonho [visto que anteriormente escrevia maioritariamente em inglês]. O Diogo foi o primeiro reflexo

Leia mais

Centro de Transição para a Vida Adulta e Activa JORNAL VIDA ACTIVA. A equipa de jornalistas

Centro de Transição para a Vida Adulta e Activa JORNAL VIDA ACTIVA. A equipa de jornalistas Centro de Transição para a Vida Adulta e Activa JORNAL VIDA ACTIVA A equipa de jornalistas Da esquerda para a direita e de cima para baixo: Tiago Videira, Albino Silva, Mafalda Celeste, Maria do Carmo

Leia mais

Natal Fundão 2015. O Município do Fundão irá promover, até dia 6 de janeiro, um conjunto de iniciativas denominado Natal Fundão 2015.

Natal Fundão 2015. O Município do Fundão irá promover, até dia 6 de janeiro, um conjunto de iniciativas denominado Natal Fundão 2015. Natal Fundão 2015 O Município do Fundão irá promover, até dia 6 de janeiro, um conjunto de iniciativas denominado Natal Fundão 2015. Este ciclo contará com a Casa do Pai Natal, várias Casas Temáticas,

Leia mais

Ateliers de Verão Câmara Municipal do Barreiro

Ateliers de Verão Câmara Municipal do Barreiro Programação de Actividades Julho 02 (4ª) 15h00 Edifício Américo Marinho Hum! Hum! Hum! Que delícia!, sessão I 04 (6ª) 15h00 Auditório Municipal Augusto Cabrita Atelier de Movimento, sessão I 07 (2ª) 15h00

Leia mais

Museu do Futebol comemora sete anos

Museu do Futebol comemora sete anos Museu do Futebol comemora sete anos Programação especial de aniversário, de 29 de setembro a 4 de outubro, terá entrada gratuita e diversas atividades para toda família O Museu do Futebol instituição da

Leia mais

INICIATIVAS EDUCATIVAS Fevereiro 2008

INICIATIVAS EDUCATIVAS Fevereiro 2008 Sector de Educação e Animação Artística CENTRO DE ARTE MODERNA JOSÉ DE AZEREDO PERDIGÃO FUNDAÇÃO CALOUSTE GULBENKIAN INICIATIVAS EDUCATIVAS Fevereiro 2008 Ideias Irrequietas - de Contos A Colecção AGENDA-RESUMO...

Leia mais

Biblioteca extravagante É um espectáculo onde se contam histórias a partir de objectos que vão surgindo em cena. Histórias de Rui Horta, Ana Faria,

Biblioteca extravagante É um espectáculo onde se contam histórias a partir de objectos que vão surgindo em cena. Histórias de Rui Horta, Ana Faria, Viagem sem bagagem Viagem sem bagagem é o título do novo espectáculo da Triarte, com estreia marcada na Expo Criança. Subordinado ao tema da feira, Viagem ao tempo dos castelos, esta produção promete uma

Leia mais

Aldeia de Santa Margarida

Aldeia de Santa Margarida Aldeia de Santa Margarida Agenda Cultural Cultural Edição Especial - Nov Dez 2013 Agenda Cultural Propriedade: Junta de Freguesia de Aldeia de Santa Margarida Edição Especial Nov. Dez. 2013 Distribuição

Leia mais

170458 - Agrupamento de Escolas de Benavente 341356 - Escola Básica Duarte Lopes, Benavente Relação de Alunos

170458 - Agrupamento de Escolas de Benavente 341356 - Escola Básica Duarte Lopes, Benavente Relação de Alunos : A Ano Letivo 2014 / 201 Processo Nome Idade EMR Rep. 448 1 Afonso Miguel Gonçalves Aires 13 S 00 2 Afonso Vitorino Caveiro 208 3 Alexandre de Jesus Sousa Silva 416 4 Ana Carolina Rodrigues Ressonha 46

Leia mais

Cartas de Curso para entrega - ESTGOH Nome. Curso

Cartas de Curso para entrega - ESTGOH Nome. Curso Cartas de para entrega - ESTGOH Nome ID Dipl. Nome Aluno(a) Grau Academico 102011 Filipe Dinis Mendes de Figueiredo Engenharia Civil e do Ambiente Bacharelato 102011 Filipe Dinis Mendes de Figueiredo Engenharia

Leia mais

b. Promover a contribuição das artes e humanidades, assim como das ciências, na educação para sustentabilidade.

b. Promover a contribuição das artes e humanidades, assim como das ciências, na educação para sustentabilidade. Integrar, na educação formal e na aprendizagem ao longo da vida, os conhecimentos, valores e habilidades necessárias para um modo de vida sustentável. b. Promover a contribuição das artes e humanidades,

Leia mais

Programação JANEIRO 2014 Aeroportos de Lisboa e Porto VER, OUVIR E DEGUSTAR NO AEROPORTO

Programação JANEIRO 2014 Aeroportos de Lisboa e Porto VER, OUVIR E DEGUSTAR NO AEROPORTO Programação JANEIRO 2014 Aeroportos de Lisboa e Porto VER, OUVIR E DEGUSTAR NO AEROPORTO Ano Novo, viagens novas e novidades na programação do Ver, Ouvir e Degustar. Neste primeiro mês do ano e para bons

Leia mais

Titulo: I Circuito Literário Integrado: Conhecendo o Brasil e sua diversidade. cultural

Titulo: I Circuito Literário Integrado: Conhecendo o Brasil e sua diversidade. cultural Titulo: I Circuito Literário Integrado: Conhecendo o Brasil e sua diversidade cultural Justificativa: O mundo vive um momento de transição. A sociedade começa a esgotar os recursos naturais e valorizar

Leia mais

Mostra gastronómica do Brasil. 18h00 / 19h30 Saber Ouvir - Curso Livre de História da Música

Mostra gastronómica do Brasil. 18h00 / 19h30 Saber Ouvir - Curso Livre de História da Música PROGRAMAÇÃO OUTUBRO DE 2009 1 de Outubro de 2009-5ª Feira Dia Mundial da Música e do Idoso 18h30 Palestra: O Apoio Social nas Organizações não Governamentais Oradores: Cristina Soares, Raquel Nascimento,

Leia mais

VAMOS PROCURAR A ARQUITETURA 2ª Edição I ESPAÇOS PÚBLICOS

VAMOS PROCURAR A ARQUITETURA 2ª Edição I ESPAÇOS PÚBLICOS VAMOS PROCURAR A ARQUITETURA 2ª Edição I ESPAÇOS PÚBLICOS A Secção Regional do Norte da Ordem dos Arquitectos (OASRN) convida todas as Instituições de Ensino da Região Norte, a participar na 2ª edição

Leia mais

Resultados da Candidatura a Alojamento

Resultados da Candidatura a Alojamento Resultados da Candidatura a Alojamento Unidade Orgânica: Serviços de Acção Social RESIDÊNCIA: 02 - ESE ANO LECTIVO: 2015/2016 2ª Fase - Resultados Definitivos >>> EDUCAÇÃO BÁSICA 14711 Ana Catarina Mendes

Leia mais

GÔDA. dobrar. GôDA Teatro. Público Geral. Sessões especiais para a Infância e Público Sénior

GÔDA. dobrar. GôDA Teatro. Público Geral. Sessões especiais para a Infância e Público Sénior GôDA Teatro Público Geral Sessões especiais para a Infância e Público Sénior GÔDA O que se esconde por detrás de uma porta antiga e enferrujada? O que se guarda por entre papéis e as fotografias velhas?

Leia mais

ANALISAR OBJECTOS ARTÍSTICOS

ANALISAR OBJECTOS ARTÍSTICOS ANALISAR OBJECTOS ARTÍSTICOS Um dos aspectos essenciais à história da arte, à antropologia e à museologia, a análise de objectos artísticos e antropológicos é o tema deste workshop em 10 sessões, orientado

Leia mais

O Dia Mundial da Poesia comemora-se a 21 de março, tendo sido criado na 30ª Conferência Geral da UNESCO realizada a 16 de novembro de 1999.

O Dia Mundial da Poesia comemora-se a 21 de março, tendo sido criado na 30ª Conferência Geral da UNESCO realizada a 16 de novembro de 1999. O Dia Mundial da Poesia comemora-se a 21 de março, tendo sido criado na 30ª Conferência Geral da UNESCO realizada a 16 de novembro de 1999. A data visa fazer uma reflexão sobre a livre criação de ideias

Leia mais

Autor Área Científica 1 Área Científica 2 Ordem Dia Hora Área Autor Área Científica 1 Área Científica 2 Ordem Dia Hora Área

Autor Área Científica 1 Área Científica 2 Ordem Dia Hora Área Autor Área Científica 1 Área Científica 2 Ordem Dia Hora Área Autor Área Científica 1 Área Científica 2 Ordem Dia Hora Área Carina Coelho Cariologia/Med. dentária Preventiva Dentisteria Operatória 1 11 15h00-16h00 Investigação Isabel Roçadas Pires Cariologia/Med.

Leia mais

Referência FAMILIAR. Situada no Estoril, esta moradia, projeto. sob medida projetos

Referência FAMILIAR. Situada no Estoril, esta moradia, projeto. sob medida projetos sob medida projetos Referência FAMILIAR A decoração desta moradia, no Estoril, ficou a cargo das arquitetas de interiores Maria Ana Franco e Teresa Matos Correia, da Fusion. TEXTO: patrícia ROCHA PRODUÇÃO:

Leia mais

QUADRO DE ATIVIDADES. Dia Horário Local Dinamizado por Público-alvo Atividades

QUADRO DE ATIVIDADES. Dia Horário Local Dinamizado por Público-alvo Atividades 10-13h 14-16h30 Margem esquerda Ludoteca O Dragão Brincalhão da APCC Público em geral LUDOTECA AO AR LIVRE COM: Jogo simbólico (faz-de-conta) Jogo de construção Jogos tradicionais Jogos gigantes 10-13h

Leia mais

Lista de Resultados da 6ª Fase de Seleção - Curso de Tripulante de Ambulância de Socorro - TAE-INEM 01/2015 NOTA 1ª F NOTA 2ª F

Lista de Resultados da 6ª Fase de Seleção - Curso de Tripulante de Ambulância de Socorro - TAE-INEM 01/2015 NOTA 1ª F NOTA 2ª F Lista de Resultados da ase de Seleção - Curso de Tripulante de Ambulância de Socorro - TAE-INEM 01/2015 106 2165 02291253122165975318 Abílio Fernando Bragança Milheiro 15,250 14,050 18,400 12,000 12,900

Leia mais