pós-graduação fiscalidade Janeiro.10 Dezembro.10

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "pós-graduação fiscalidade Janeiro.10 Dezembro.10"

Transcrição

1 pós-graduação fiscalidade Janeiro.10 Dezembro.10

2 pós-graduação fiscalidade A Pós-Graduação em Fiscalidade destina-se a jovens juristas ou outros profissionais que pretendem iniciar ou progredir numa carreira na área fiscal. Contando com enquadramento teórico sólido ao nível dos Princípios do Direito Fiscal, o curso desenvolve-se principalmente em torno dos impostos sobre o rendimento e do IVA. Como complemento importante do domínio destes impostos, os auditores irão também abordar o direito fiscal internacional, o processo tributário e as infracções. No final do curso, os auditores deverão ser capazes de analisar situações reais, determinando as suas implicações fiscais e liquidando o imposto devido. O curso decorre em regime presencial e será enriquecido com uma forte componente online para discussão e resolução de casos práticos. Coordenação científica Prof. Doutor José Luís Saldanha Sanches e Mestre João Gama 2

3 programa estrutura Princípios de Direito Fiscal Direito do Balanço Imposto sobre o Rendimento das Pessoas Singulares Imposto sobre o Rendimento das Pessoas Colectivas Imposto sobre o Valor Acrescentado Direito Internacional Fiscal Direito Fiscal Comunitário Processo Tributário Infracções Tributárias 16 horas presenciais e 14 horas online 8 horas presenciais 32 horas presenciais e 28 horas online 36 horas presenciais e 32 horas online 36 horas presenciais e 28 horas online 8 horas presenciais 10 horas presenciais e 7 horas online 10 horas presenciais e 10 horas online 8 horas presenciais e 4 horas online objectivos dos módulos Princípios de Direito Fiscal - Prof. Saldanha Sanches Mestre Mariana Gouveia de Oliveira Obter um conhecimento aprofundado da estrutura actual do ordenamento jurídico tributário português e dos seus princípios enformadores com particular ênfase nos problemas da fraude à lei como um limite para o planeamento fiscal. O ordenamento jurídico tributário e o seu modo actual de gestão: Do lançamento, liquidação e cobrança à auto-avaliação. A função actual do acto tributário. Auto-avaliação e avaliação administrativa. A tributação segundo a declaração como direito do sujeito passivo. Os deveres de cooperação na relação jurídico-tributária. Tributação por auto-avaliação e recurso aos métodos indiciários. Os princípios e os limites da aplicação dos métodos indiciários. 3

4 4 Direito do Balanço - Prof. Saldanha Sanches Introdução aos principais problemas jurídicos do balanço e da contabilidade. Estudo de alguns pontos chaves do balanço e da relação entre o balanço comercial e o balanço fiscal. O Direito do Balanço como uma disciplina jurídica: 1 Balanço: tecnicidade e normatividade. O balanço e as demais declarações financeiras. Contabilidade e a apresentação das contas das sociedades comerciais. 2 As fontes de Direito contabilístico: Código Comercial, Código das Sociedades Comerciais, Plano Oficial de Contabilidade. 3 Os princípios contabilísticos e a sua codificação: GOB, GAAP e IFRS/IAS. 4 Os padrões de contabilidade como norma jurídica: os problemas da sua aplicação. 5 Contabilidade, auditoria e informação financeira. 6 A prevalência da substância sobre a forma: a sua aplicação à conta de capital no balanço das sociedades comerciais. IRS - Dra. Serena Neto Sensibilizar os alunos para os princípios fundamentais da tributação das pessoas singulares em Portugal, partindo das normas constitucionais vigentes mas assentando o estudo, essencialmente, na análise do Código do IRS e da legislação conexa. Pretende-se ainda que os alunos consigam, no final do módulo, não só analisar a validade de uma liquidação de IRS, como que consigam abordar, sem dificuldades, os casos de tributação de pessoas singulares com que se possam deparar na sua vida profissional, mesmo na óptica do substituto tributário. IRC - Dr. Manuel Anselmo Torres Dr. Samuel Almeida Dra. Cláudia Reis Duarte Dotar o aluno de um conhecimento abrangente da tributação das pessoas colectivas no contexto do sistema fiscal português, através de uma abordagem equilibrada entre a perspectiva prática e a análise crítica da lei, da jurisprudência e da doutrina. A par das operações básicas de quantificação do imposto nos regimes gerais e especiais, o Módulo de IRC visa habilitar o aluno a entender a tributação das pessoas colectivas sob os princípios estruturantes da fiscalidade nacional, comunitária e internacional, e a aplicar os conhecimentos adquiridos num ambiente profissional exigente, aliando a capacidade de dar resposta a problemas concretos à de questionar posições arreigadas e de propor soluções alternativas. IVA - Dra. Angelina Tibúrcio Silva Dr. Nuno Oliveira Dar a conhecer aos alunos os aspectos fundamentais do actual regime do IVA em Portugal e na União Europeia, designadamente nas principais regras da incidência da determinação do imposto, da localização das operações, do direito à dedução, do pagamento e dos métodos de recuperação do IVA. O estudo baseia-se também na simulação de casos práticos. No final do módulo pretende-se que os alunos estejam aptos a aplicar os conhecimentos adquiridos na caracterização e compreensão das implicações do IVA, na análise dos mecanismos do IVA mais eficazes nas operações internas e internacionais, bem como dotados de capacidades e do domínio dos conhecimentos para elaboração de um conjunto de argumentos e fundamentos à solução dos problemas concretos sobre o enquadramento dos factos tributários em IVA, no âmbito profissional.

5 Direito Internacional Fiscal - Mestre Margarida Mesquita Num mundo global, o poder tributário dos Estados tem vindo, progressivamente, a sofrer limitações, de forma a diminuir os entraves à liberdade de circulação. Numa abordagem ao Direito Fiscal Internacional, necessária, actualmente, a todo o especialista em matéria fiscal, várias matérias, com especial realce para os fenómenos da dupla tributação e da evasão fiscal e as propostas tendentes à sua eliminação, não podem deixar de ser estudadas. Direito Fiscal Comunitário - Mestre Gustavo Courinha Formar os alunos nos aspectos essenciais da harmonização fiscal comunitária, com realce para a transposição das Directivas Comunitárias - harmonização positiva - e para a denominada harmonização fiscal negativa, promovida pelo Tribunal de Justiça Europeu (TJCE) nos mais variados domínios da fiscalidade directa. No final do módulo, espera-se que o aluno tenha, simultaneamente, compreendido a interacção entre o Direito Interno e o Direito Comunitário no domínio da Fiscalidade - mormente pelo domínio da metodologia de análise do TJCE - e que logre questionar as, não raramente, incorrectas transposições no Sistema Fiscal Nacional das Directivas e Princípios Comunitários. Processo Tributário - Dra. Serena Neto Transmitir aos alunos uma visão global sobre os direitos e garantias dos contribuintes, partindo da perspectiva de como exercê-los perante a Administração Tributária e os Tribunais. No final do módulo, pretende-se que os alunos conheçam os princípios fundamentais do contencioso tributário, e bem assim, os principais meios processuais - administrativos e judiciais - ao dispor dos administrados, com vista a sindicarem os actos de liquidação de tributos, os demais actos em matéria tributária e, ainda, os actos praticados em sede de execução fiscal. Infracções Tributárias - Mestre Nuno Pombo Dar a conhecer aos alunos as consequências punitivas da violação dos deveres fiscais. O módulo centra-se na análise do Regime Geral das Infracções Tributárias, seus princípios e tipos legais de crimes, dando especial relevo aos crimes de fraude e abuso de confiança, cuja análise é acompanhada de exemplos jurisprudenciais. No final do módulo, pretende-se que os alunos estejam devidamente informados dos riscos do incumprimento e aptos a estruturar a defesa perante processos penais e contra-ordenacionais tributários. 5

6 Os aspectos fiscais são hoje transversais a todas as actividades. O domínio das diversas matérias fiscais passou de vantagem competitiva para necessidade básica sujeita à exigência de permanente actualização. A pós-graduação em Fiscalidade da Faculdade de Direito da UCP apresenta uma estrutura curricular bastante interessante e transversal. Com um programa muito incisivo nos temas mais importantes, com um equilíbrio perfeito entre o Fiscal e o Jurídico, permite uma visão mais clara da maioria dos impostos e da forma como se articulam e ainda ter a noção prática da sua implementação. As minhas expectativas foram amplamente superadas. MARGARIDA MONTEIRO Deloitte Tax Senior Consultant A frequência desta pós-graduação possibilitou-me aprofundar os meus conhecimentos em matéria fiscal. A componente prática do programa e a interacção com os colegas permitiram-me adquirir uma maior percepção da realidade. O nível de exigência e o trabalho desenvolvido, tornaram-me mais hábil na resolução dos casos com que me deparo no dia-a-dia. O resultado é extremamente positivo. NUNO MATOS Vinibatalha, Lda. Advogado e Consultor Fiscal 6

7 informação geral Calendário Janeiro a Dezembro de 2010 Terças, Quartas e Quintasfeiras, das 19:00h-21:00h Duração de 172 horas presenciais e 123 horas de trabalho à distância (valor estimado de horas de trabalho pessoal com apoio online). inscrições Para se inscrever deverá enviar a ficha de inscrição acompanhada de curriculum vitae e certificado de habilitações. Número limitado de vagas. Condições de admissão Licenciatura em Direito ou outra licenciatura associada a uma relevante experiência profissional nos domínios versados no curso. Certificações e Diplomas Certificado de Frequência: desde que o número de presenças efectivas seja superior a 4/5 das sessões. Carta de Pós-Graduação: desde que o número de presenças efectivas seja superior a 4/5 das sessões e após aprovação no programa de avaliação. preço O valor do programa é de e 4.705,00. Formas de pagamento: a) totalidade no momento da inscrição = e 4.705,00; b) fraccionado = e 5.331,00: três prestações de e 1.777,00 (pagas nas seguintes datas: a 1ª nomomento da inscrição, a 2ª até 15 de Abril e a 3ª até 15 de Setembro). Condições especiais: Antigos Alunos da Licenciatura em Direito e Advogados Estagiários do Conselho Distrital de Lisboa da Ordem dos Advogados Desconto de 10%: valor do programa = e 4.234,00. Formas de pagamento: a) totalidade no momento da inscrição = e 4.234,00; b) fraccionado = e 4.800,00: três prestações de e 1.600,00 (pagas nas seguintes datas: a 1ª no momento da inscrição, a 2ª até 15 de Abril e a 3ª até 15 de Setembro). Antigos Auditores de Pós-Graduações da Faculdade de Direito da UCP, associados da Associação Fiscal Portuguesa e Advogados do Conselho Distrital de Lisboa da Ordem dos Advogados Desconto de 5%: valor do programa = e 4.470,00. Formas de Pagamento: a) totalidade no momento da inscrição = e 4.470,00; b) fraccionado = e 5.064,00: três prestações de e 1.688,00 (pagas nas seguintes datas: a 1ª no momento da inscrição, a 2ª até 15 de Abril e a 3ª até 15 de Setembro). Apoio Associação Fiscal Portuguesa Conselho Distrital de Lisboa da Ordem dos Advogados contactos Telefone Faculdade de Direito - Escola de Lisboa Universidade Católica Portuguesa Palma de Cima, LISBOA 7

8

Programa Avançado 2010 LISBOA Inicio a 26 Março 2010 PORTO Inicio a 26 Março 2010 LEIRIA Inicio a 26 Março 2010 A formação em Gestão de Projectos tem vindo a assumir uma importância cada vez maior em todo

Leia mais

Licenciatura 2014-2015

Licenciatura 2014-2015 Licenciatura 2014-2015 DIREITO FISCAL PROFS. DOUTORES ANA PAULA DOURADO PAULA ROSADO PEREIRA GUSTAVO LOPES COURINHA MESTRE NUNO GARCIA Programa 1. Enquadramento geral Objecto da disciplina de Direito Fiscal.

Leia mais

Fiscalidade e Contabilidade

Fiscalidade e Contabilidade Fiscalidade e Contabilidade Formação Executiva 2016 www.catolicabs.porto.ucp.pt A Católica Porto Business School Pós-Graduações Fundada em 2002, a Católica Porto Business School é a escola de negócios

Leia mais

INSTITUTO POLITÉCNICO DE COIMBRA PÓS-GRADUAÇÃO EM FINANÇAS EMPRESARIAIS. 1.ª Edição 2011-2012

INSTITUTO POLITÉCNICO DE COIMBRA PÓS-GRADUAÇÃO EM FINANÇAS EMPRESARIAIS. 1.ª Edição 2011-2012 INSTITUTO POLITÉCNICO DE COIMBRA PÓS-GRADUAÇÃO EM FINANÇAS EMPRESARIAIS 1.ª Edição 2011-2012 Nos termos do disposto no artigo 8.º, n.º 1, a), do Regime Jurídico das Instituições do Ensino Superior, aprovado

Leia mais

DIREITO FINANCEIRO E FISCAL ANO LECTIVO 2005/2006 PROGRAMA

DIREITO FINANCEIRO E FISCAL ANO LECTIVO 2005/2006 PROGRAMA DIREITO FINANCEIRO E FISCAL ANO LECTIVO 2005/2006 PROGRAMA Introdução I. Aspectos gerais 1. As Finanças Públicas. Questões de ordem geral 2. Fixação de terminologia (Direito Financeiro, Economia Pública,

Leia mais

15.ª Edição do Curso de Preparação para Exame de Avaliação Profissional de Acesso à Ordem dos Técnicos Oficiais de Contas (OTOC)

15.ª Edição do Curso de Preparação para Exame de Avaliação Profissional de Acesso à Ordem dos Técnicos Oficiais de Contas (OTOC) Formação Contínua 15.ª Edição do Curso de Preparação para Exame de Avaliação Profissional de Acesso à Ordem dos Técnicos Oficiais de Contas (OTOC) Nos termos das normas em vigor no âmbito da Ordem dos

Leia mais

Contabilidade e Fiscalidade

Contabilidade e Fiscalidade www. indeg. iscte-iul. pt ARTICULA OS PRINCIPAIS TEMAS DE RELEVÂNCIA ATUAL E FUTURA NA ÁREA DA ATRAVÉS DE UMA ESTRUTURA PROGRAMÁTICA SÓLIDA E ABRANGENTE NA ÁREA CIENTÍFICA DA CONTABILIDADE Contabilidade

Leia mais

Derrogação do sigilo bancário em matéria fiscal. Samuel Fernandes de Almeida

Derrogação do sigilo bancário em matéria fiscal. Samuel Fernandes de Almeida Derrogação do sigilo bancário em matéria fiscal Samuel Fernandes de Almeida Introdução O problema político da humanidade écombinar três coisas: eficiência económica, justiça social e liberdade individual

Leia mais

Gestão de Equipas no Ramo Imobiliário

Gestão de Equipas no Ramo Imobiliário Gestão de Equipas no Ramo Imobiliário DATAS A definir (após atingirmos o número mínimo de inscrições) HORÁRIO Pós-Laboral, à 2ª, 3ª e 5ª, das 19h00 às 23h00 ou Sábado, das 9h00 às 13h00 e das 14h00 às

Leia mais

Fiscalidade. Fundos de Pensões. Obrigações Declarativas dos Participantes algumas questões pertinentes (Parte II)

Fiscalidade. Fundos de Pensões. Obrigações Declarativas dos Participantes algumas questões pertinentes (Parte II) Fiscalidade Fundos de Pensões Obrigações Declarativas dos Participantes algumas questões pertinentes (Parte II) 54 Tiago dos Santos Matias Advogado João Pedro A. Luís Consultor e Auditor Fiscal Fiscalidade

Leia mais

Nota informativa. Novo Regime Fiscal dos Organismos de Investimento Colectivo. Decreto-Lei n.º 7/2015, de 13 de Janeiro

Nota informativa. Novo Regime Fiscal dos Organismos de Investimento Colectivo. Decreto-Lei n.º 7/2015, de 13 de Janeiro Nota informativa Novo Regime Fiscal dos Organismos de Investimento Colectivo Decreto-Lei n.º 7/2015, de 13 de Janeiro Novo Regime Fiscal dos Organismos de Investimento Colectivo Decreto-Lei n.º 7/2015,

Leia mais

II CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO EM DIREITO EMPRESARIAL

II CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO EM DIREITO EMPRESARIAL II CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO EM DIREITO EMPRESARIAL (2012/2013) Organização Instituto de Direito do Trabalho da Faculdade de Direito de Lisboa Coordenação científica Profª Doutora Rosário Palma Ramalho Professora

Leia mais

Simulação Empresarial ISCA-UA Ano lectivo 2010/2011

Simulação Empresarial ISCA-UA Ano lectivo 2010/2011 ISCA-UA Ano lectivo 2010/2011 é uma unidade curricular da licenciatura em Contabilidade ministrada no Instituto Superior de Contabilidade e Administração da Universidade de Aveiro. A arrancou em 1998 e

Leia mais

FICHA DOUTRINÁRIA. Processo:

FICHA DOUTRINÁRIA. Processo: FICHA DOUTRINÁRIA Diploma: CIVA Artigo: 1º 29º Assunto: Empresa não residente Armazém em Portugal T909 2006018 despacho do SDG dos Impostos, em substituição do Director- Geral, em 24-02-06 Conteúdo: 1.

Leia mais

Enquadramento Fiscal dos Advogados em. sede de IRS, IVA e segurança social

Enquadramento Fiscal dos Advogados em. sede de IRS, IVA e segurança social Enquadramento Fiscal dos Advogados em sede de IRS, IVA e segurança social Fiscalidade IVA / IRS / Segurança social Março 2015 1 IAE -Instituto dos Advogados de Empresa da Ordem dos Advogados 1 Formas de

Leia mais

O curso terá uma duração de 70 horas, repartidas por 4 módulos: Módulo 1 Contabilidade Financeira 25 horas

O curso terá uma duração de 70 horas, repartidas por 4 módulos: Módulo 1 Contabilidade Financeira 25 horas Índice 1. Apresentação, Destinatários e Objetivos... 3 1.1. Estrutura e Duração do Curso... 3 1.2. Coordenação e Equipa de Formadores... 4 2. Estrutura Funcional... 5 2.1. Custo... 5 2.2. Duração, Calendário

Leia mais

Dossiê de Preços de Transferência

Dossiê de Preços de Transferência Dossiê de Preços de Transferência Fiscalidade 2011 3 Índice Pág. 1. Preços de Transferência 03 1.1 Conceito 03 1.2 O que são Preços de Transferência 03 1.3 Porquê os Preços de Transferência? 03 1.4 Entidades

Leia mais

Uma das áreas que tem merecido

Uma das áreas que tem merecido 36 Fiscalidade O actual enquadramento fiscal dos rendimentos derivados de prestações de serviços por parte de sociedades não residentes, bem como as formalidades a cumprir de forma a legitimar a aplicação

Leia mais

NOVOS RUMOS PARA A JUSTIÇA ADMINISTRATIVA BALANÇO DA 1.ª REAJA

NOVOS RUMOS PARA A JUSTIÇA ADMINISTRATIVA BALANÇO DA 1.ª REAJA NOVOS RUMOS PARA A JUSTIÇA ADMINISTRATIVA BALANÇO DA 1.ª REAJA COMISSÃO ORGANIZADORA DA 1.ª REAJA SUMÁRIO: Introdução. Propostas apresentadas na 1.ª REAJA: I Organização Judiciária; II Processo administrativo;

Leia mais

1. Introdução... 3. 2. Plano de Estudos... 4. 3. Estrutura funcional... 9. 4. Processo de Candidatura... 12. 5.Apresentação dos Formadores...

1. Introdução... 3. 2. Plano de Estudos... 4. 3. Estrutura funcional... 9. 4. Processo de Candidatura... 12. 5.Apresentação dos Formadores... 1. Introdução... 3 1. 1. Objetivos... 3 1.2. Destinatários... 3 2. Plano de Estudos... 4 2.1. Coordenação do Curso... 4 2.2. Programa / Objetivos Específicos... 4 3. Estrutura funcional... 9 3.1. Custo...

Leia mais

Curso de Especialização Tecnológica em Aplicações Informáticas de Gestão (CET-AIG)

Curso de Especialização Tecnológica em Aplicações Informáticas de Gestão (CET-AIG) Curso de Especialização Tecnológica em Aplicações Informáticas de Gestão (CET-AIG) 1. Plano Curricular do curso O curso de especialização tecnológica em Aplicações Informáticas de Gestão integra as componentes

Leia mais

PÓS-GRADUAÇÃO EM CONTROLO DE GESTÃO E FISCALIDADE PARA PME S

PÓS-GRADUAÇÃO EM CONTROLO DE GESTÃO E FISCALIDADE PARA PME S PÓS-GRADUAÇÃO EM CONTROLO DE GESTÃO E FISCALIDADE PARA PME S CÂMARA DO COMÉRCIO DE ANGRA DO HEROÍSMO E INSTITUTO SUPERIOR DE ECONOMIA E GESTÃO Angra do Heroísmo 2010/2011 1 Objectivos Este curso de pós-graduação

Leia mais

Com o apoio de. Programação e Gestão Cultural Formação Avançada

Com o apoio de. Programação e Gestão Cultural Formação Avançada Com o apoio de Programação e Gestão Cultural EAB Escola de Estudos Avançados das Beiras Programação Instalações da EAB, Edifício Expobeiras, Parque Industrial de Coimbrões, Viseu Contacto Ana Henriques

Leia mais

SOCIEDADES ABERTAS E DO MERCADO SOCIEDADES COMERCIAIS 2014-2015 PÓS-GRADUAÇÃO 2015 PÓS-GRADUAÇÃO DIREITO DAS DIREITO DAS

SOCIEDADES ABERTAS E DO MERCADO SOCIEDADES COMERCIAIS 2014-2015 PÓS-GRADUAÇÃO 2015 PÓS-GRADUAÇÃO DIREITO DAS DIREITO DAS 2014-2015 PÓS-GRADUAÇÃO 3ª edição outubro de 2014 a fevereiro de 2015 ABERTAS E DO MERCADO 2015 PÓS-GRADUAÇÃO 3ª edição janeiro a junho de 2015 DIREITO COMERCIAL 2014-2015 PÓS-GRADUAÇÕES 3ª edição Em 2012/13

Leia mais

DERROGAÇÃO DE SIGILO BANCÁRIO

DERROGAÇÃO DE SIGILO BANCÁRIO Delegação de Viana do Castelo Direcção de Finanças de Viana do Castelo DERROGAÇÃO DE SIGILO BANCÁRIO CONFERÊNCIA jesuinoamartins@gmail.com 04.06.2015 Atribuições da AT No conjunto das actividades desenvolvida

Leia mais

Europass curriculum vitae

Europass curriculum vitae Europass curriculum vitae DADOS E INFORMAÇÕES PESSOAIS Nome: João Paulo do Nascimento Pereira da Silva HABILITAÇÕES ACADÉMICAS Curso Superior de Contabilidade e Administração Fiscal (Ano letivo 1999/2000)

Leia mais

Pós-Graduação. Contabilidade e Finanças. Associação Centro de Incubação de Empresas de Base Tecnológica. Sines Tecnopolo. Edital 1ª Edição 2012

Pós-Graduação. Contabilidade e Finanças. Associação Centro de Incubação de Empresas de Base Tecnológica. Sines Tecnopolo. Edital 1ª Edição 2012 Associação Centro de Incubação de Empresas de Base Tecnológica Sines Tecnopolo Pós-Graduação Contabilidade e Finanças Edital 1ª Edição 2012 3ª Fase Enquadramento O Sines Tecnopolo apresenta, em parceria

Leia mais

PLANO DE FORMAÇÃO DE RECURSOS HUMANOS 2012 FORMAÇÃO DE TREINADORES FEDERAÇÃO PORTUGUESA DO PENTATLO MODERNO

PLANO DE FORMAÇÃO DE RECURSOS HUMANOS 2012 FORMAÇÃO DE TREINADORES FEDERAÇÃO PORTUGUESA DO PENTATLO MODERNO 1 PLANO DE FORMAÇÃO DE RECURSOS HUMANOS 2012 FORMAÇÃO DE TREINADORES FEDERAÇÃO PORTUGUESA DO PENTATLO MODERNO 2 1. Introdução O processo de adaptação e ajustamento ao PNFT entra em 2012 na sua fase terminal

Leia mais

M ODELO EUROPEU DE CURRICULUM VITAE

M ODELO EUROPEU DE CURRICULUM VITAE M ODELO EUROPEU DE CURRICULUM VITAE INFORMAÇÃO PESSOAL Nome SOUTELINHO, SUSANA TERESA BAPTISTA NUNES CIRERA EXPERIÊNCIA PROFISSIONAL Datas Desde Janeiro de 2008 Leite de Campos, Soutelinho & Associados,

Leia mais

www.highskills.pt geral@highskills.pt

www.highskills.pt geral@highskills.pt www.highskills.pt geral@highskills.pt Índice Designação do Curso... 2 Duração Total... 2 Destinatários... 2 Perfil de saída... 2 Pré-Requisitos... 2 Objetivo Geral... 2 Objetivos Específicos... 3 Estrutura

Leia mais

Ficha de Unidade Curricular (FUC) de Sistemas de Informação de Gestão

Ficha de Unidade Curricular (FUC) de Sistemas de Informação de Gestão INSTITUTO POLITÉCNICO DE COIMBRA INSTITUTO SUPERIOR DE CONTABILIDADE E ADMINISTRAÇÂO DE COIMBRA Aprovação do Conselho Pedagógico 25/3/2015 Aprovação do Conselho Técnico-Científico 20/5/2015 Ficha de Unidade

Leia mais

VERSÃO A. Exame de Matérias Estatutárias e Deontológicas (A que se refere alínea f) do nº 1 do artº15º do Decreto de Lei 452/99 de 5 de Novembro)

VERSÃO A. Exame de Matérias Estatutárias e Deontológicas (A que se refere alínea f) do nº 1 do artº15º do Decreto de Lei 452/99 de 5 de Novembro) 1. A Câmara dos Técnicos Oficias de Contas substitui: a) A DGCI enquanto entidade pública a quem compete representar e superintender os TOC; b) A Associação dos Técnicos Oficiais de Contas, criada pelo

Leia mais

Processo: R-4559/98 (A2) Assunto: Tributação com recurso a presunções e métodos indiciários. Dever de fundamentação. O caso concreto de M...

Processo: R-4559/98 (A2) Assunto: Tributação com recurso a presunções e métodos indiciários. Dever de fundamentação. O caso concreto de M... Processo: R-4559/98 (A2) Assunto: Tributação com recurso a presunções e métodos indiciários. Dever de fundamentação. O caso concreto de M... Decisão: A situação objecto de queixa foi pelo Provedor de Justiça

Leia mais

Europass-Curriculum Vitae

Europass-Curriculum Vitae Europass-Curriculum Vitae Informação pessoal Apelido(s) / Nome(s) próprio(s) Morada(s) Cristina Cota Sequeira e Rua Maluda nº 10 3º Dtº, 1750-465 Lisboa, Portugal Telefone(s) 217931889 Telemóvel: 962835470

Leia mais

XIII FÉRIAS TÉCNICAS COM A FORD

XIII FÉRIAS TÉCNICAS COM A FORD 27 Agosto a 7 de Setembro de 2012 ÍNDICE PARTE I NOTA INTRODUTÓRIA... 3 PARTE II DESCRIÇÃO TÉCNICA DO PROJECTO... 4 PROGRAMA PARA O NÍVEL I... 4 PROGRAMA PARA O NÍVEL II... 10 PARTE I NOTA INTRODUTÓRIA

Leia mais

Orçamento de Estado 2013 Workshop O que muda!

Orçamento de Estado 2013 Workshop O que muda! www.pwc.pt/academy Orçamento de Estado 2013 Workshop O que muda! Lisboa, 6 de março de 2013 Academia da PwC 3ª Edição Eficiência e eficácia para a sua gestão fiscal e económica! Orçamento de Estado 2013

Leia mais

Reforma Fiscal de Cabo Verde

Reforma Fiscal de Cabo Verde Reforma Fiscal de Cabo Verde Ribeira Grande, Mindelo e Espargos, respetivamente 4, 5 e 6 de Março de 2015 Formação profissional Os elementos críticos e recentes atualizações da fiscalidade Cabo-verdiana

Leia mais

PLANO DE CURSO. Formação para Profissionais. www.vantagem.com PORTUGAL ANGOLA MOÇAMBIQUE CABO VERDE SÃO TOMÉ E PRÍNCIPE BRASIL

PLANO DE CURSO. Formação para Profissionais. www.vantagem.com PORTUGAL ANGOLA MOÇAMBIQUE CABO VERDE SÃO TOMÉ E PRÍNCIPE BRASIL PLANO DE CURSO PORTUGAL ANGOLA MOÇAMBIQUE CABO VERDE SÃO TOMÉ E PRÍNCIPE BRASIL Formação para Profissionais + 2.000 Cursos Disponíveis A Melhor e Maior Oferta de Formação em Portugal + 1.300 Cursos na

Leia mais

Pós-Graduação em Fiscalidade 6 ª Edição 2015-2016

Pós-Graduação em Fiscalidade 6 ª Edição 2015-2016 Pós-Graduação em Fiscalidade 6 ª Edição 2015-2016 1. Justificação e Enquadramento A fiscalidade faz, inexoravelmente, parte da vida dos cidadãos e das empresas e outras entidades, os quais devem estar

Leia mais

Educação Formação Avançada

Educação Formação Avançada ISEC Instituto Superior de Educação e Ciências Educação Formação Avançada ISEC Instituto Superior de Educação e Ciências Educação Formação Avançada Unidade Científico- Pedagógica de Ciências da Educação

Leia mais

Curso de pós-graduação Lato Sensu Especialização em. Gestão Tributária

Curso de pós-graduação Lato Sensu Especialização em. Gestão Tributária Curso de pós-graduação Lato Sensu Especialização em Gestão Tributária Os cursos de Especialização do INPG ampliam o conhecimento e são destinados a quem precisa atualizar-se ou qualificarse para assumir

Leia mais

A REVISÃO DO ACTO TRIBUTÁRIO: Do mea culpa à reposição da legalidade

A REVISÃO DO ACTO TRIBUTÁRIO: Do mea culpa à reposição da legalidade PAULO MARQUES Jurista Inspector Tributário A REVISÃO DO ACTO TRIBUTÁRIO: Do mea culpa à reposição da legalidade Prefácio: Prof. Doutora Paula Rosado Pereira PREFÁCIO A obra que ora se apresenta A Revisão

Leia mais

PwC s Academy Luanda Centro e Talatona

PwC s Academy Luanda Centro e Talatona www.pwc.pt/academy Luanda Centro e Talatona Cursos práticos em Novembro de 2014 Formação profissional a realizar em Luanda Centro e em Talatona em Angola Formação de profissionais para profissionais Estarei

Leia mais

OTOC - Exame de Avaliação Profissional Conteúdos Programáticos

OTOC - Exame de Avaliação Profissional Conteúdos Programáticos OTOC - Exame de Avaliação Profissional Conteúdos Programáticos Contabilidade Geral 1. Fundamentos da Contabilidade Financeira 1.1. A contabilidade financeira 1.1.1. Objeto e divisões da Contabilidade 1.1.2.

Leia mais

Decreto-Lei n.º 29/2008, de 25 de Fevereiro I série nº39

Decreto-Lei n.º 29/2008, de 25 de Fevereiro I série nº39 Estabelece deveres de comunicação, informação e esclarecimento à administração tributária para prevenir e combater o planeamento fiscal abusivo O presente decreto-lei, na sequência da autorização legislativa

Leia mais

DIREITO PROCESSUAL PENAL

DIREITO PROCESSUAL PENAL DIREITO PROCESSUAL PENAL Objectivos, métodos de trabalho, programa e bibliografia Ano lectivo de 2015-2016 (1.º Ciclo, 1.º Semestre) Regente: Frederico de Lacerda da Costa Pinto OBJECTIVOS 1. Conhecer

Leia mais

Associação Centro de Incubação de Empresas de Base Tecnológica. Sines Tecnopolo. Pós-Graduação. Gestão Logística

Associação Centro de Incubação de Empresas de Base Tecnológica. Sines Tecnopolo. Pós-Graduação. Gestão Logística Associação Centro de Incubação de Empresas de Base Tecnológica Sines Tecnopolo Pós-Graduação Gestão Logística Edital 1ª Edição 2012 1 Enquadramento Tem vindo a ser reconhecida, por políticas governamentais

Leia mais

VALORES DE FUTURO INSTITUTO SUPERIOR DE ADMINISTRAÇÃO E GESTÃO PÓS-GRADUAÇÃO FISCALIDADE PROGRAMAS EXECUTIVOS

VALORES DE FUTURO INSTITUTO SUPERIOR DE ADMINISTRAÇÃO E GESTÃO PÓS-GRADUAÇÃO FISCALIDADE PROGRAMAS EXECUTIVOS VALORES DE FUTURO INSTITUTO SUPERIOR DE ADMINISTRAÇÃO E GESTÃO PÓS-GRADUAÇÃO PROGRAMAS EXECUTIVOS UM COMPROMISSO DE DUAS INSTITUIÇÕES Bem-vindo aos Programas Executivos do ISAG e da IFACC. A união de sinergias

Leia mais

Pós-Graduação Gestão Hoteleira

Pós-Graduação Gestão Hoteleira Coordenação: Mestre Filipe Ferrão Pós-Graduação Gestão Hoteleira O Curso de Pós-Graduação em Gestão de Hotelaria visa proporcionar uma especializada, que alie o conhecimento das técnicas de gestão fundamentais

Leia mais

Curso de. Pós-Graduação em Gestão de Bancos. e Seguradoras. Instituto Superior de Economia e Gestão Universidade Técnica de Lisboa

Curso de. Pós-Graduação em Gestão de Bancos. e Seguradoras. Instituto Superior de Economia e Gestão Universidade Técnica de Lisboa Curso de Pós-Graduação em Gestão de Bancos e Seguradoras Instituto Superior de Economia e Gestão Universidade Técnica de Lisboa 2 O desenvolvimento dos mercados de produtos e serviços financeiros (bancários,

Leia mais

Marketing. Formação Executiva 2016. www.catolicabs.porto.ucp.pt

Marketing. Formação Executiva 2016. www.catolicabs.porto.ucp.pt Marketing Formação Executiva 2016 www.catolicabs.porto.ucp.pt A Católica Porto Business School Fundada em 2002, a Católica Porto Business School é a escola de negócios da Universidade Católica Portuguesa

Leia mais

Madeira. Bens e serviços. Açores. Taxa Taxa intermédia. Observações / Legislação reduzida

Madeira. Bens e serviços. Açores. Taxa Taxa intermédia. Observações / Legislação reduzida F i s c a l i d a d e TOC 86 - Maio 2007 Para determinar a taxa aplicável nas operações relacionadas com as Regiões Autónomas são chamados os critérios constantes do artigo 6. do Código do IVA, por força

Leia mais

NOTAS PRÉVIAS I - DE APRESENTAÇÃO

NOTAS PRÉVIAS I - DE APRESENTAÇÃO NOTAS PRÉVIAS I - DE APRESENTAÇÃO 1. O presente estudo dá continuidade ao trabalho de natureza estatística relativo às declarações do Imposto sobre o Rendimento das Pessoas Colectivas (DR Modelo 22 de

Leia mais

Presidente do Instituto Politécnico da Guarda

Presidente do Instituto Politécnico da Guarda Pós-Graduações A formação ao longo da vida é hoje uma necessidade indiscutível que constitui uma oportunidade a não perder por parte da instituição. A aposta nas pós-graduações deve ser incrementada, e

Leia mais

1. Apresentação. 2. Objetivos do Curso de Formação

1. Apresentação. 2. Objetivos do Curso de Formação Índice 1. Apresentação... 3 2. Objetivos do Curso de Formação... 3 2.1. Destinatários... 4 2.2. Modalidade e Forma de Organização da Formação:... 4 3. Plano de Estudos... 4 3.1. Coordenação do curso...

Leia mais

PÓS-GRADUAÇÃO EM INTEGRAÇÃO DE SISTEMAS E DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL

PÓS-GRADUAÇÃO EM INTEGRAÇÃO DE SISTEMAS E DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL PÓS-GRADUAÇÃO EM INTEGRAÇÃO DE SISTEMAS E DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL ENQUADRAMENTO E OBJECTIVOS: Num mundo em constante aceleração económica, tecnológica e de produção de grandes quantidades de conhecimento,

Leia mais

TAX & BUSINESS M E D I D A S D E E S T Í M U L O A O E M P R E G O ( A C T U A L I Z A Ç Ã O ) N º 1 7 / 1 5 INTRODUÇÃO

TAX & BUSINESS M E D I D A S D E E S T Í M U L O A O E M P R E G O ( A C T U A L I Z A Ç Ã O ) N º 1 7 / 1 5 INTRODUÇÃO i N º 1 7 / 1 5 M E D I D A S D E E S T Í M U L O A O E M P R E G O ( A C T U A L I Z A Ç Ã O ) INTRODUÇÃO Nos últimos anos e com o intuito de contrariar os efeitos da recessão económica no emprego, o

Leia mais

Autoriza o Governo a alterar o Estatuto da Câmara dos Técnicos Oficiais de Contas, aprovado pelo Decreto-Lei n.º 452/99, de 5 de Novembro

Autoriza o Governo a alterar o Estatuto da Câmara dos Técnicos Oficiais de Contas, aprovado pelo Decreto-Lei n.º 452/99, de 5 de Novembro DECRETO N.º 369/X Autoriza o Governo a alterar o Estatuto da Câmara dos Técnicos Oficiais de Contas, aprovado pelo Decreto-Lei n.º 452/99, de 5 de Novembro A Assembleia da República decreta, nos termos

Leia mais

TRINTA PROPOSTAS DE ALTERAÇÃO À PROPOSTA DE LEI DO ORÇAMENTO DE ESTADO PARA 2007

TRINTA PROPOSTAS DE ALTERAÇÃO À PROPOSTA DE LEI DO ORÇAMENTO DE ESTADO PARA 2007 TRINTA PROPOSTAS DE ALTERAÇÃO À PROPOSTA DE LEI DO ORÇAMENTO DE ESTADO PARA 2007 O Bloco de Esquerda apresentou um conjunto de propostas sobre a política fiscal, que permitiriam gerar 960 milhões de euros

Leia mais

PÓS-GRADUAÇÃO GESTÃO DA QUALIDADE E DA SEGURANÇA ALIMENTAR 2ª EDIÇÃO (início a 24 de Outubro de 2005)

PÓS-GRADUAÇÃO GESTÃO DA QUALIDADE E DA SEGURANÇA ALIMENTAR 2ª EDIÇÃO (início a 24 de Outubro de 2005) PÓS-GRADUAÇÃO GESTÃO DA QUALIDADE E DA SEGURANÇA ALIMENTAR 2ª EDIÇÃO (início a 24 de Outubro de 2005) Horário Pós-Laboral 3 dias/semana das 18:30 às 23:00 Apoio: Gestão da Qualidade e da Segurança Alimentar

Leia mais

Formulário de Candidatura

Formulário de Candidatura (a preencher pela ADRAL) N.º de Processo: Data de Entrada : (a preencher pela entidade receptora) Entidade Receptora : Local e data : Criação de Empresa: SIM NÃO Prazo de Financiamento Ano de Carência

Leia mais

Contabilidade Finanças para Não Financeiros

Contabilidade Finanças para Não Financeiros Contabilidade Finanças para Não Financeiros DATAS A definir (assim que seja atingido o número mínimo de inscrições) HORÁRIO Pós-Laboral, à 2ª, 3ª e 5ª, das 19h00 às 23h00 ou Sábado, das 9h30 às 13h00 e

Leia mais

Advocacia e Cidadania

Advocacia e Cidadania REGRA GERAL: SUJEIÇÃO TRIBUTÁRIA (Art. 3.º e 48.º CIRC) IPSS não exercem a título principal uma actividade de natureza comercial, industrial ou agrícola Tributadas pelo rendimento global, o qual corresponde

Leia mais

Gestão Empresarial. Comércio e Serviços

Gestão Empresarial. Comércio e Serviços Curso de Gestão Empresarial para Comércio e Serviços PROMOÇÃO: COLABORAÇÃO DE: EXECUÇÃO: APRESENTAÇÃO: > A aposta na qualificação dos nossos recursos humanos constitui uma prioridade absoluta para a Confederação

Leia mais

Assurance Tax Outsourcing Consulting Corporate Finance. Management Essentials I

Assurance Tax Outsourcing Consulting Corporate Finance. Management Essentials I Assurance Tax Outsourcing Consulting Corporate Finance Management Essentials I Introdução A Baker Tilly Portugal, enquanto Organização de referência em Serviços Profissionais e a Baker Tilly Academy tendo

Leia mais

DIREITO PROCESSUAL PENAL PORTUGUÊS

DIREITO PROCESSUAL PENAL PORTUGUÊS Germano Marques da Silva Professor da Faculdade de Direito Universidade Católica Portuguesa DIREITO PROCESSUAL PENAL PORTUGUÊS VOL. I Universidade Católica Editora Lisboa, 2013 PREFÁCIO Este livro deveria

Leia mais

Associação Centro de Incubação de Empresas de Base Tecnológica. Sines Tecnopolo. Pós-Graduação. MBA em Negócios Internacionais

Associação Centro de Incubação de Empresas de Base Tecnológica. Sines Tecnopolo. Pós-Graduação. MBA em Negócios Internacionais Associação Centro de Incubação de Empresas de Base Tecnológica Sines Tecnopolo Pós-Graduação MBA em Negócios Internacionais Edital 1ª Edição 2012-2013 1 Enquadramento O MBA em Negócios Internacionais é

Leia mais

OFERTA COBRANÇAS E RECUPERAÇÃO EXTRA-JUDICIAL DE INCOBRÁVEIS

OFERTA COBRANÇAS E RECUPERAÇÃO EXTRA-JUDICIAL DE INCOBRÁVEIS COBRANÇAS E RECUPERAÇÃO EXTRA-JUDICIAL DE INCOBRÁVEIS Directores financeiros, Directores Comerciais responsáveis de controlo de crédito, membros de equipas de cobranças, credit managers. Prevenir a cobrança

Leia mais

INFORMAÇÃO TÉCNICA N.º 28/2013. Retenções na fonte a rendimentos obtidos por não residentes Lei n.º 55/2013, de 08.08, e obrigações declarativas

INFORMAÇÃO TÉCNICA N.º 28/2013. Retenções na fonte a rendimentos obtidos por não residentes Lei n.º 55/2013, de 08.08, e obrigações declarativas INFORMAÇÃO TÉCNICA N.º 28/2013 Retenções na fonte a rendimentos obtidos por não residentes Lei n.º 55/2013, de 08.08, e obrigações declarativas A presente informação técnica substitui a informação 27/2008,

Leia mais

PLANIFICAÇÃO ANUAL DIREITO 12ºANO DE ESCOLARIDADE ANO LECTIVO 2014/2015

PLANIFICAÇÃO ANUAL DIREITO 12ºANO DE ESCOLARIDADE ANO LECTIVO 2014/2015 Governo dos Açores Escola Básica e Secundária de Velas PLANIFICAÇÃO ANUAL DIREITO 12ºANO DE ESCOLARIDADE ANO LECTIVO 2014/2015 (Decreto-Lei nº 139/2012, de 5 de julho, alterado pelo Decreto-Lei nº 91/2013,

Leia mais

Novo Código Contributivo da Segurança Social

Novo Código Contributivo da Segurança Social Novo Código Contributivo da Segurança Social O Código Contributivo para a Segurança Social, aprovado através da Lei n.º 110/2009, de 16 de Setembro tem a sua entrada em vigor agendada para 1 de Janeiro

Leia mais

CURRICULUM VITAE. Alexandra Ludomila Ribeiro Fernandes Leitão. Dados pessoais. Habilitações literárias

CURRICULUM VITAE. Alexandra Ludomila Ribeiro Fernandes Leitão. Dados pessoais. Habilitações literárias CURRICULUM VITAE Alexandra Ludomila Ribeiro Fernandes Leitão Dados pessoais Data de Nascimento: 8 de Abril de 1973 Local de Nascimento: Lisboa Nacionalidade: Portuguesa Estado Civil: Casada Habilitações

Leia mais

Enquadramento Fiscal

Enquadramento Fiscal Organizações Sem Fins Lucrativos Enquadramento Fiscal Ponte da Barca, 14 de Maio de 2013 Organizações Sem Fins Lucrativos Os principais tipos de entidades sem fins lucrativos em Portugal são as associações,

Leia mais

Pós-Graduação. Segurança e Higiene no Trabalho. Associação Centro de Incubação de Empresas de Base Tecnológica Vasco da Gama.

Pós-Graduação. Segurança e Higiene no Trabalho. Associação Centro de Incubação de Empresas de Base Tecnológica Vasco da Gama. Associação Centro de Incubação de Empresas de Base Tecnológica Vasco da Gama Sines Tecnopolo Pós-Graduação Segurança e Higiene no Trabalho Edital 4ª Edição 2011-2012 2ª a 5ª Feira Sines, 27 de Junho de

Leia mais

PRODUTO FINANCEIRO COMPLEXO

PRODUTO FINANCEIRO COMPLEXO EMPRESA DE SEGUROS Santander Totta Seguros, Companhia de Seguros de Vida S.A., com Sede na Rua da Mesquita, nº 6 - Torre A - 2º - 1070 238 Lisboa, Portugal (pertence ao Grupo Santander). A Santander Totta

Leia mais

2012-2013. Estudos avançados em DO TRABALHO. mestrado pós-graduação doutoramento

2012-2013. Estudos avançados em DO TRABALHO. mestrado pós-graduação doutoramento 2012-2013 Estudos avançados em DIREITO DO TRABALHO mestrado pós-graduação doutoramento 2012-2013 Estudos avançados em DIREITO DO TRABALHO Centrado na temática do Direito do Trabalho na empresa, é um curso

Leia mais

FICHA DE CURSO FINANÇAS PARA NÃO FINANCEIROS. Curso 02 Princípios de Análise Financeira

FICHA DE CURSO FINANÇAS PARA NÃO FINANCEIROS. Curso 02 Princípios de Análise Financeira FICHA DE CURSO FINANÇAS PARA NÃO FINANCEIROS Curso 02 Princípios de Análise Financeira DESCRIÇÃO DO CURSO Já sentiu necessidade de compreender melhor os conceitos financeiros que lhe permitem interpretar

Leia mais

com nove mil participantes

com nove mil participantes 12 Notícias eventual Novas funções para os TOC na Internet 01Formação com nove mil participantes De acordo com o Plano de Actividades para 2006, realizou-se nos meses de Junho e Julho o segundo ciclo de

Leia mais

Boletim Informativo AMI 10467

Boletim Informativo AMI 10467 , 28 de Janeiro de 2013. Informação Fiscal Residentes Fiscais não habituais Portugal. Em resultado do reconhecimento pelas autoridades fiscais portuguesas do estatuto de residente fiscal não habitual,

Leia mais

Diário da República, 1.ª série N.º 41 1 de Março de 2010 575. Artigo 25.º. Artigo 20.º

Diário da República, 1.ª série N.º 41 1 de Março de 2010 575. Artigo 25.º. Artigo 20.º Diário da República, 1.ª série N.º 41 1 de Março de 2010 575 Artigo 20.º Oferta formativa e monitorização 1 A oferta formativa destinada aos activos desempregados é assegurada através de cursos de educação

Leia mais

Universidade Aberta. Mestrado em Supervisão Pedagógica 2007/2009. Projecto de Dissertação de Mestrado

Universidade Aberta. Mestrado em Supervisão Pedagógica 2007/2009. Projecto de Dissertação de Mestrado Universidade Aberta Mestrado em Supervisão Pedagógica 2007/2009 Projecto de Dissertação de Mestrado Aprender a «viver juntos»: Que significado curricular no 1º. Ano? 30 de Setembro de 2008 Projecto de

Leia mais

CURRICULUM VITAE. Membro estagiária da Ordem dos Revisores Oficiais de Contas nº 112-E-2005 no período de 01/10/2005 a 30/09/2008.

CURRICULUM VITAE. Membro estagiária da Ordem dos Revisores Oficiais de Contas nº 112-E-2005 no período de 01/10/2005 a 30/09/2008. CURRICULUM VITAE I. ELEMENTOS DE IDENTIFICAÇÃO Nome: Catarina Gonçalves dos Santos Silva Siquet II. HABILITAÇÕES LITERÁRIAS, inscrita na Ordem dos Revisores Oficiais de Contas com o nº 1398, por deliberação

Leia mais

DISSOLUÇÃO E LIQUIDAÇÃO DE SOCIEDADES

DISSOLUÇÃO E LIQUIDAÇÃO DE SOCIEDADES DISSOLUÇÃO E LIQUIDAÇÃO DE SOCIEDADES Perspectiva Contabilística e Fiscal Fases DISSOLUÇÃO LIQUIDAÇÃO PARTILHA Formalidades da Dissolução A dissolução deve obedecer a uma das seguintes formas: Por escritura

Leia mais

NOVIDADES LEGISLATIVAS E REGULAMENTARES MAIS SIGNIFICATIVAS

NOVIDADES LEGISLATIVAS E REGULAMENTARES MAIS SIGNIFICATIVAS DESTAQUES DE 27 A 31 DE MAIO NOVIDADES LEGISLATIVAS E REGULAMENTARES MAIS SIGNIFICATIVAS ACTIVIDADE PARLAMENTAR E PROCESSO LEGISLATIVO ÚLTIMAS INICIATIVAS Proposta de Lei 151/XII Procede à primeira alteração

Leia mais

MBA Negócios Internacionais. Edital 1ª Edição 2013-2014

MBA Negócios Internacionais. Edital 1ª Edição 2013-2014 MBA Negócios Internacionais Edital 1ª Edição 2013-2014 Sines, Junho de 2013 1 Enquadramento O MBA em Negócios Internacionais é um curso de pós-graduação desenvolvido pela Escola Superior de Ciências Empresariais

Leia mais

PROGRAMA DA DISCIPLINA DE DIREITO FISCAL (3. ANO)

PROGRAMA DA DISCIPLINA DE DIREITO FISCAL (3. ANO) FACULDADE DE DIREITO UNIVERSIDADE DE MACAU CURSO DE LICENCIATURA EM DIREITO EM LÍNGUA PORTUGUESA ANO LECTIVO DE 2014/2015 PROGRAMA DA DISCIPLINA DE DIREITO FISCAL (3. ANO) DISCIPLINA SEMESTRAL CARGA HORÁRIA:

Leia mais

Estaleiros Temporários ou Móveis Decreto-Lei n.º 273/2003, de 29 de Outubro

Estaleiros Temporários ou Móveis Decreto-Lei n.º 273/2003, de 29 de Outubro Estaleiros Temporários ou Móveis Decreto-Lei n.º 273/2003, de 29 de Outubro 1. INTRODUÇÃO A indústria da Construção engloba um vasto e diversificado conjunto de características, tais como: Cada projecto

Leia mais

MÓDULO 1: Sustentabilidade das Organizações

MÓDULO 1: Sustentabilidade das Organizações MÓDULO 1: Sustentabilidade das Organizações Sustentabilidade, Empreendedorismo e Inovação Social (12h) Docente: Américo M. S. Carvalho Mendes (FEG- UCP) Organizações de Economia Social o Questões de Identidade

Leia mais

PROPOSTA DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE CONTABILIDADE

PROPOSTA DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE CONTABILIDADE PROPOSTA DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE CONTABILIDADE PROPOSTA Empresa/Sector: A constituir / Construção Civil Contacto: Lurdes Coelho Projeto: Prestação de serviços de contabilidade; Gestão do Projeto: Vitória

Leia mais

PROPOSTA DE LEI N.º 101/VIII AUTORIZA O GOVERNO A LEGISLAR EM MATÉRIA DE PROPRIEDADE INDUSTRIAL. Exposição de motivos

PROPOSTA DE LEI N.º 101/VIII AUTORIZA O GOVERNO A LEGISLAR EM MATÉRIA DE PROPRIEDADE INDUSTRIAL. Exposição de motivos PROPOSTA DE LEI N.º 101/VIII AUTORIZA O GOVERNO A LEGISLAR EM MATÉRIA DE PROPRIEDADE INDUSTRIAL Exposição de motivos Os sinais de uma nova economia, assentes em processos de globalização e de virtualização

Leia mais

REGULAMENTO DAS PROVAS ORAIS DE AVALIAÇÃO E AGREGAÇÃO

REGULAMENTO DAS PROVAS ORAIS DE AVALIAÇÃO E AGREGAÇÃO REGULAMENTO DAS PROVAS ORAIS DE AVALIAÇÃO E AGREGAÇÃO APROVADO PELO CONSELHO DISTRITAL DE LISBOA DA ORDEM DOS ADVOGADOS NO ÂMBITO DO REGULAMENTO N.º 52-A/2005 DO CONSELHO GERAL A formação e avaliação têm

Leia mais

Plano de Curso CURSO PREPARAÇÃO OTOC

Plano de Curso CURSO PREPARAÇÃO OTOC Plano de Curso CURSO PREPARAÇÃO OTOC INTRODUÇÃO O Curso de preparação para os exames de avaliação profissional da Ordem dos Técnicos Oficiais de Contas, promovido pela Associação para a Extensão Universitária

Leia mais

Plano Empresas Reforma

Plano Empresas Reforma Plano Empresas Reforma Condições gerais e especiais 1110599-01.20104 Pela protecção dos valores da vida. Liberty Seguros, S.A. - Av. Fontes Pereira de Melo, n.º 6 1069-001 Lisboa Telef. 808 243 000 - Fax

Leia mais

PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO ESTRATÉGICA DOS RECURSOS HUMANOS E INOVAÇÃO

PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO ESTRATÉGICA DOS RECURSOS HUMANOS E INOVAÇÃO PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO ESTRATÉGICA DOS RECURSOS HUMANOS E INOVAÇÃO ENQUADRAMENTO E OBJECTIVOS: A Pós-Graduação em Gestão Estratégica dos Recursos Humanos e Inovação tem como objectivo geral dotar os gestores,

Leia mais

COMISSÃO DE INSCRIÇÃO

COMISSÃO DE INSCRIÇÃO COMISSÃO DE INSCRIÇÃO JURI DE EXAME EXAME Artigo 13.º do Regulamento de Inscrição e Exame ANO 2008 3º Grupo de Matérias DATA PROGRAMAS DETALHADOS DOS MÓDULOS QUE INTEGRAM O EXAME DO 3º GRUPO DE MATÉRIAS:

Leia mais

METODOLOGIA DA EDUCAÇÃO MORAL E RELIGIOSA CATÓLICA NA EDUCAÇÃO BÁSICA

METODOLOGIA DA EDUCAÇÃO MORAL E RELIGIOSA CATÓLICA NA EDUCAÇÃO BÁSICA METODOLOGIA DA EDUCAÇÃO MORAL E RELIGIOSA CATÓLICA NA EDUCAÇÃO BÁSICA Só é educativa a relação que faz crescera educando para uma maior autonomia (Aires Gameiro) Porque não lançar-se à tarefa de ajudar

Leia mais

Senhor Presidente e Senhores Juízes do Tribunal de Justiça das Comunidades Europeias, Senhores Juízes Conselheiros do Supremo Tribunal Administrativo,

Senhor Presidente e Senhores Juízes do Tribunal de Justiça das Comunidades Europeias, Senhores Juízes Conselheiros do Supremo Tribunal Administrativo, Intervenção do Presidente do Supremo Tribunal Administrativo Conselheiro Manuel Fernando dos Santos Serra por altura da visita de uma Delegação do Tribunal de Justiça das Comunidades Europeias Supremo

Leia mais

FISCALIDADE. PÓS-GRADUAÇÃO 9ª edição janeiro a dezembro de 2016. Com a parceria estratégica da

FISCALIDADE. PÓS-GRADUAÇÃO 9ª edição janeiro a dezembro de 2016. Com a parceria estratégica da FISCALIDADE PÓS-GRADUAÇÃO 9ª edição janeiro a dezembro de 2016 Com a parceria estratégica da 2016 FISCALIDADE A Pós-graduação em Fiscalidade da Católica oferece, no âmbito do projeto Católica Tax, formação

Leia mais

P O R T U G A L - G U I A F I S C A L D O I M O B I L I Á R I O

P O R T U G A L - G U I A F I S C A L D O I M O B I L I Á R I O i P O R T U G A L - G U I A F I S C A L D O I M O B I L I Á R I O I N T R O D U Ç Ã O O presente documento tem como objectivo salientar as principais características do regime fiscal aplicável ao património

Leia mais

Visita a Portugal do importador. Exclusivos Camacho

Visita a Portugal do importador. Exclusivos Camacho Visita a Portugal do importador Exclusivos Camacho Sector Cerâmica e Faiança Decorativas Espanha 14 a 16 de Janeiro de 2014 Enquadramento : Como consequência da nova situação económica em Espanha, os últimos

Leia mais