VII EBAM Bibliotecas, Archivos y Museos de América Latina: comunicación intercultural e inclusión social

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "VII EBAM Bibliotecas, Archivos y Museos de América Latina: comunicación intercultural e inclusión social"

Transcrição

1 O uso do Facebook como ferramenta de comunicação e interação em biblioteca universitária: o caso da Biblioteca Central da Universidade Federal de Minas Gerais Área temática - 2. Web social y tecnologías participativas Rosilene Moreira Coelho de Sá 1 Universidade Federal de Minas Gerais Resumo: O uso de tecnologias da informação e comunicação mudou o estilo de como as pessoas se comunicam e criou uma nova configuração da forma de interação da vida cotidiana, assim como novas práticas de socialização. A utilização desses novos meios de comunicação propiciou novas formas de interações sociais com novos hábitos e uma sociabilidade até então nunca conhecidas na sociedade e nem com tamanho poder de disseminação de informação. A partir de então sobrevieram novos modelos de relações sociais que permitem pessoas de línguas e localidades totalmente diferentes se comunicarem por meio da internet independente do tempo e espaço. Essa nova era virtual possibilitou que a informação seja mediada e popularizada a uma enorme gama de indivíduos. Neste âmbito de mudanças dos meios de comunicação as bibliotecas devem atuar como disseminadoras da informação e do conhecimento e se atualizarem para fazer-se presente no mundo virtual. A biblioteca universitária, em especial, fundamenta as atividades de ensino, pesquisa e extensão nas universidades e permeia o conhecimento para o desenvolvimento da ciência e da educação e fomenta a popularização da cultura. Sendo assim, o uso de redes sociais e outros meios de comunicação para disseminar a informação e impulsionar um ciclo informacional eficaz para muitos usuários, bem como para usuários em potencial da biblioteca torna-se um estímulo para a mesma se renovar e promulgar seu papel social. A biblioteca universitária ao disponibilizar de produtos e serviços informacionais que oportunizam a interação com a comunidade de usuários está atuando como mediadora, neste sentido o uso de redes sociais como ferramentas de comunicação viabilizam uma relação de proximidade com seus usuários, ainda que de modo virtual, mas vale destacar que é também uma estratégia de usar a tecnologia em benefício do contato e do marketing da biblioteca com os seus usuários. Este artigo objetiva analisar a presença da Biblioteca Central da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) na rede social Facebook por meio da página da biblioteca criada em 10 de novembro de A Biblioteca Central 1 Bibliotecária pela Universidade Federal de Minas (UFMG ), mestranda em Ciência da Informação (ECI - UFMG), atua na Biblioteca Central desta mesma Universidade. Tem experiência na área de Ciência da Informação, com ênfase em Biblioteconomia e Gestão do Conhecimento. Contato: Biblioteca Central - UFMG. Av. Antônio Carlos, Pampulha - Belo Horizonte - Minas Gerais - Brasil - Cep.: Telefone: / Endereço para Currículo Lattes:

2 está administrativamente e tecnicamente vinculada ao Sistema de Bibliotecas da UFMG, esse Sistema é composto por 25 bibliotecas setoriais, sendo 24 em Belo Horizonte - MG e 1 em Montes Claros MG. A Biblioteca Central é responsável pelo acervo das áreas de Exatas e Biológicas, atendendo diretamente cerca de 10 cursos de graduação, assim como a fase introdutória de todos os cursos de Exatas e Engenharias e Ciências Biológicas e da Saúde, bem como funcionários da Biblioteca Central e também os funcionários de unidades que não possuem bibliotecas. A cada primeiro semestre de ano letivo a biblioteca recebe cerca de 600 novos usuários dos cursos vinculados, já no segundo semestre são aproximadamente 400 novos usuários, conforme relatórios do sistema estima-se que ao todo a biblioteca possua uma média de usuários vinculados diretamente. Além do atendimento aos cursos de Exatas e Biológicas, a biblioteca possui um espaço cultural, onde são disponibilizados livros de literatura e lazer, jornais, revistas, é também um local para realização de palestras, lançamentos de livros, exibição de filmes, realização de exposição entre outros. O estímulo para o desenvolvimento deste artigo ocorreu após observação do quão rápido vem sendo a adesão de vários usuários e não usuários da biblioteca em curtir a página. O percurso metodológico, marcado por uma pesquisa descritiva e exploratória, perpassa pela revisão de literatura sobre o uso de redes sociais em bibliotecas e, especialmente, o uso do Facebook em bibliotecas universitárias, bem como a análise da página como um todo e das métricas fornecidas pelo Facebook Insights. A página da Biblioteca Central da UFMG foi criada com o propósito de divulgar produtos, serviços e informações utilitárias a toda comunidade acadêmica e também à comunidade externa a qual muitas vezes fica à margem de muitos serviços e atividades gratuitas promovidas na biblioteca. A intenção de ter uma página da biblioteca na rede social partiu da percepção de duas bibliotecárias de que estar na rede iria viabilizar maior proximidade com usuários, divulgar a informação de maneira dinâmica e manter um diálogo quase imediato com os usuários, além de ser uma estratégia de marketing para a promoção de suas variadas atividades como exposições, palestras, lançamentos de livros entre outros. O resultado da pesquisa evidenciou que houve uma rápida aceitação por parte dos usuários em curtir a Fan Page da Biblioteca Central no Facebook, assim como boa participação dos mesmos no alcance e envolvimento com as publicações nas modalidades de visualizar, curtir, compartilhar e comentar as mais variadas publicações. É possível considerar que o uso de rede social pela biblioteca viabiliza, além da divulgação e disseminação da informação de forma rápida e eficaz, a maior interação e participação dos usuários. Sendo assim percebe-se que além de divulgar os serviços da biblioteca na web, o Facebook se tornou um canal de informação entre a Biblioteca Central e seus usuários, e contribuiu para a melhoria da comunicação tanto com a comunidade acadêmica quanto com a comunidade externa à universidade. Palavras chave: Biblioteca Universitária Redes Sociais Facebook Sociabilidade Tecnologias de informação e comunicação.

3 1 Introdução A integração de tecnologias da informação e comunicação ocasionou em novas formas de socialização e alterou substancialmente a forma de interação no cotidiano da sociedade. O uso de redes sociais mudou a maneira das pessoas se comunicarem e de disseminar a informação. A nova realidade na era virtual viabiliza que a informação seja mediada e disseminada, de forma rápida, para milhares de pessoas em frações de segundos. Neste âmbito de mudanças dos meios de comunicação, bibliotecas e bibliotecários devem atuar como disseminadores da informação e do conhecimento, independente do meio e do formato em que a informação se encontre. A biblioteca universitária fundamenta as atividades de ensino, pesquisa e extensão nas universidades e faz o elo entre o conhecimento e o desenvolvimento da ciência e da educação, além de promover a popularização da cultura. Neste sentido, fazer o uso de redes sociais e outros meios de comunicação para disseminar a informação e impulsionar um ciclo informacional eficaz propicia à biblioteca universitária ir além de seus serviços essenciais e oferecer produtos e serviços informacionais que viabilizem sua interação com a comunidade de usuários e estar em consonância com o cenário informacional da atualidade. O uso de redes sociais como ferramentas de comunicação contribuem para uma relação de proximidade com os usuários, além de ser uma estratégia de usar a tecnologia em benefício do contato e do webmarketing da biblioteca. Este artigo objetiva analisar a presença da Biblioteca Central da Universidade Federal de Minas

4 Gerais (UFMG) na rede social Facebook por meio da página da biblioteca criada em 10 de novembro de A metodologia usada foi a pesquisa descritiva e exploratória, com a revisão de literatura sobre o uso de redes sociais em bibliotecas e, especialmente, o uso do Facebook em bibliotecas universitárias, bem como a análise das métricas da página fornecidas pelo Facebook Insights. 2 Referencial Teórico A biblioteca universitária tem acompanhado os avanços tecnológicos e se adequado à nova geração de usuários que, em sua grande maioria são nativos digitais, uma vez que nasceram após década de 80, época da grande disseminação das TICs. De acordo com BEZERRA (2014), As bibliotecas universitárias estão inseridas no contexto da academia como serviço primordial para facilitar a integração da tríade: ensino, pesquisa e extensão. Nessa perspectiva, elas necessitam dispor de recursos que possibilitem o seu melhor desempenho e atuação. Á inserção das TICs e das redes de comunicação potencializam a aproximação das bibliotecas universitárias com a comunidade na qual estão inseridas. (BEZERRA, 2014, p. 3) Para Santos (2012, p. 11) a biblioteca universitária, por meio do bibliotecário, acompanha o avanço das TICs afim de usufruir da diversidade dos serviços disponíveis, e adaptar-se às mudanças para que tenha melhor interação com os usuários e fazer com que a biblioteca participe do processo interativo do conhecimento compartilhado. Já CARAGNATO (2000, p. 53) complementa que as bibliotecas devem estar preparadas, ou pelo menos motivadas, a oferecer serviços de qualidade para o desenvolvimento das habilidades informacionais necessárias para o bom desempenho no ambiente digital em rede.

5 A biblioteca universitária ficou por muitos anos focada no livro texto em seu acervo, porém hoje seu incentivo é também para a difusão da cultura e o incentivo à leitura. Neste sentido VIEIRA (2014, p. 14) aborda que o uso de ferramentas virtuais para aproximar o usuário, tão presente nas mídias sociais, e incentivar a leitura e o uso das coleções oferecidas pela biblitoeca torna-se um diferencial à biblioteca universitária. NASCIMENTO; SOUZA (2014, p. 17) complementan que as bibliotecas podem e devem integrar-se a essas redes como forma de comunicar-se, integrarem-se com seus usuários afim de promover seus serviços e socializar-se com seus usuários. Sobre o uso de uso das ferramentas da Web 2.0 RIBEIRO; LEITE; LOPES (2014, p. 24) constataram em sua pesquisa que 81% das bibliotecas universitárias públicas brasileiras já aderiram às redes sociais como ferramenta de disseminação da informação, as quais destacam: o Twitter, Facebook, Blog, Feed RSS e MSN e/ou Skype. Já NASCIMENTO et. al. (2014, p. 7) ressaltam que o Facebook pode estreitar as relações com a instituição, principalmente entre o serviço de referência e seus usuários. Conforme AGUIAR; SILVA (2014, p.16) o grau de envolvimento que os usuários desejam ter com as BU por meio das redes sociais dependerá não somente do que é oferecido como conteúdo e interação, portanto cabe ao bibliotecário não fazer da rede social somente um canal de divulgação, mas sim um meio de interação com seus usuários. 3 Análise da página da Biblioteca Central da UFMG no Facebook

6 A página da Biblioteca Central da UFMG no Facebook ( foi criada com o intuito de divulgar produtos, serviços a toda comunidade acadêmica e também à comunidade externa a qual muitas vezes não tem conhecimento de serviços e atividades gratuitas oferecidas pela biblioteca. Foi intencionada também como uma estratégia de webmarketing para a promoção de suas variadas atividades culturais como exposições, palestras, lançamentos de livros entre outros. Estima-se que a biblioteca tenha uma média de usuários vinculados diretamente (dados retirados do Sistema da Biblioteca): alunos dos cursos de matemática, matemática computacional, física, química, química tecnológica, sistemas de informação, estatística, ciência da computação, ciências biológicas e funcionários da universidade de unidades que não possuem biblioteca. Diante de um número expressivo de usuários, a criação da página surgiu para viabilizar maior proximidade e divulgar a informação de maneira dinâmica, além de manter um diálogo quase instantâneo com os usuários. Desde a criação da página até o momento observou-se uma adesão paulatina e a participação de vários usuários e não usuários da biblioteca. Atualmente a página tem 619 curtidas, um número em constante alteração, uma vez que a cada publicação na página observa-se que o número de curtidas aumenta e isso reflete o dinamismo do alcance e compartilhamento das publicações. Ao considerar o quantitativo de usuários da biblioteca o total de curtidas alcança apenas 3%, porém dada a diversidade de usuários devido à multidisciplinaridade de áreas que a biblioteca abrange, esse número tende a crescer à medida da divulgação de variados temas. Estima-se que em um

7 futuro rápido boa parte dos usuários já estarão fazendo parte deste canal de comunicação com a biblioteca. A figura 1 mostra as ondas de curtidas, comentários e compartilhamentos da página desde seu início, já a figura 2 apresenta os dados das publicações, a figura 3 os detalhes de uma publicação e a figura 4 o perfil dos usuários que curtem a página: Figura 1: Curtidas, comentários e compartilhamentos - Fonte: Fan Page da Biblioteca Central UFMG. Figura 2: Dados das publicações - Fonte: Fan Page da Biblioteca Central UFMG.

8 Figura 3: Detalhes de uma publicação - Fonte: Fan Page da Biblioteca Central UFMG. Figura 4: Perfil dos usuários da página - Fonte: Fan Page da Biblioteca Central UFMG. As análises métricas evidenciam que a maior parte dos usuários que curtem a página são do sexo feminino com idade entre 18 e 34 anos. As publicações mais visualizadas e compartilhadas são informações pertinentes à biblioteca e a Universidade. As ondas de maior pico de curtidas na página são correlatas às notícias mais visualizadas e compartilhadas. Destaca-se a figura 3 como exemplo de que nem todas as pessoas que acessam as notícias curtem a página, uma vez que o número de pessoas

9 alcançadas foi 6 vezes maior que o número de curtidas na página. O levantamento dos dados quantitativos obtidos nas métricas do Facebook foram extraídos no dia 16 de julho de Breves Considerações É possível considerar que o uso de redes sociais em biblioteca viabiliza, além da divulgação e disseminação da informação de forma rápida e eficaz, a maior interação e participação dos usuários. Sendo assim, é possível verificar que além de divulgar os serviços da biblioteca na web, a página no Facebook se tornou um canal de informação entre a Biblioteca Central e seus usuários e contribuiu para a melhoria da comunicação tanto com a comunidade acadêmica quanto com a comunidade externa à universidade. Os dados analisados evidenciaram que há crescente aceitação por parte dos usuários em curtir a Fan Page da Biblioteca Central no Facebook, bem como boa participação dos mesmos no alcance e envolvimento com as publicações nas modalidades de visualizar, curtir, compartilhar e comentar as mais variadas publicações. Vale ressaltar ainda a importância da análise da rede social como canal de interação entre biblioteca e usuários a fim de demonstrar se a mesma está tendo bom desempenho e se os objetivos de criação da página estão sendo atingidos. Assim sendo, é possível ponderar que a página da Biblioteca Central da UFMG vem gradativamente alcançando seu propósito. Nota: Artigo publicado e apresentadado no VII EBAM com apoio da FAPEMIG Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais - Brasil.

10 Referências Bibliográficas AGUIAR, Giseli Adornato de; SILVA, José Fernando Modesto da. Uso das ferramentas de redes sociais em bibliotecas universitárias: um estudo exploratório na UNESP, UNICAMP E USP. Tendências da Pesquisa Brasileira em Ciência da Informação, João Pessoa, v. 7, n. 1, p.1-20, jan./jun Disponível em: < Acesso em: 10 jun BEZERRA, Fabíola Maria Pereira. A biblioteca universitária e as redes sociais: o caso do mural interativo do bibliotecário. In: SEMINÁRIO NACIONAL DE BIBLIOTECAS UNIVERSITÁRIAS, 18., 2014, Belo Horizonte. Anais.... Belo Horizonte: Snbu, p Disponível em: < trabalhos>. Acesso em: 10 jun CAREGNATO, Sônia Elisa. O desenvolvimento de habilidades Informacionais: o papel das bibliotecas universitárias no contexto da informação digital em rede. Revista de Biblioteconomia & Comunicação, Porto Alegre, v. 8, jan./dez., p.47-55, Disponível em: < Acesso em: 10 jun NASCIMENTO, Debora do et. al. O uso do facebook como ferramenta do serviço de referência. In: SEMINÁRIO NACIONAL DE BIBLIOTECAS UNIVERSITÁRIAS, 18., 2014, Belo Horizonte. Anais.... Belo Horizonte: Snbu, p Disponível em: < br/snbu2014/trabalhos>. Acesso em: 10 jun NASCIMENTO, Isabela da Rocha; SOUZA, Osvaldo de. Redes sociais e bibliotecas universitárias: estudo exploratório em bibliotecas de instituições públicas de ensino superior de Fortaleza. In: SEMINÁRIO NACIONAL DE BIBLIOTECAS UNIVERSITÁRIAS, 18., 2014, Belo Horizonte. Anais.... Belo Horizonte: Snbu, p Disponível em: < ufmg.br/snbu2014/trabalhos>. Acesso em: 10 jun RIBEIRO, Adriana; LEITE, Ramon Silva; LOPES, Humberto Elias Garcia. Análise do uso das redes sociais em bibliotecas universitárias brasileiras. Revista Digital de Biblioteconomia e Ciência da Informação, Campinas, v. 12, n. 3, p.5-27, set/dez Disponível em: < Acesso em: 10 jun SANTOS, Marivaldina Bulcão dos. Biblioteca universitária: acesso à informação e conhecimento. In: SEMINÁRIO NACIONAL DE BIBLIOTECAS UNIVERSITÁRIAS, 17., 2012, Gramado. Anais.... Gramado: Snbu, p Disponível em: < anais/pdf/4qhv.pdf>. Acesso em: 10 jun VIEIRA, David Vernon; BAPTISTA, Sofia Galvão; CUEVAS-CERVERÓ, Aurora. O uso das redes sociais na Biblioteca da Universidade Carlos III de Madri: delimitando as plataformas de acordo com o seu uso. In: CONGRESSO BRASILEIRO DE BIBLIOTECONOMIA, DOCUMENTAÇÃO E CIêNCIA DA INFORMAÇÃO, 25., 2013, Florianópolis. Congresso. Florianópolis: Cbbd, p Disponível em: <portal.febab.org.br/anais/article/download/1427/1428>. Acesso em: 10 jun

O uso do Facebook como ferramenta para promoção de serviços em bibliotecas universitárias

O uso do Facebook como ferramenta para promoção de serviços em bibliotecas universitárias Powered by TCPDF (www.tcpdf.org) O uso do Facebook como ferramenta para promoção de serviços em bibliotecas universitárias Rebeka Maria de Carvalho Santos Godeiro (UFERSA) - rebeka_carvalho@hotmail.com

Leia mais

USO DAS NOVAS TECNOLOGIAS NO PROCESSO ENSINO- APRENDIZAGEM E NA DIVULGAÇÃO CIENTÍFICA 1

USO DAS NOVAS TECNOLOGIAS NO PROCESSO ENSINO- APRENDIZAGEM E NA DIVULGAÇÃO CIENTÍFICA 1 USO DAS NOVAS TECNOLOGIAS NO PROCESSO ENSINO- APRENDIZAGEM E NA DIVULGAÇÃO CIENTÍFICA 1 Bruna Laís Campos do Nascimento Carla Beatriz Marques Felipe Malkene Wytiza F. de M. Noronha Midinai Gomes Bezerra

Leia mais

Blog +Leitura BCo/UFSCar: um relato sobre o uso da Web 2.0 no incentivo à leitura

Blog +Leitura BCo/UFSCar: um relato sobre o uso da Web 2.0 no incentivo à leitura Powered by TCPDF (www.tcpdf.org) Blog +Leitura BCo/UFSCar: um relato sobre o uso da Web 2.0 no incentivo à leitura Teresa Bessi Lopes (UFSCar) - teresa@ufscar.br Denilson de Oliveira Sarvo (UFSCar) - tcnoise@gmail.com

Leia mais

Aplicativo para dispositivos móveis: relato de experiência da biblioteca da escola de educação física e esporte da Universidade de São Paulo

Aplicativo para dispositivos móveis: relato de experiência da biblioteca da escola de educação física e esporte da Universidade de São Paulo Aplicativo para dispositivos móveis: relato de experiência da biblioteca da escola de educação física e esporte da Universidade de São Paulo Solange Alves Santana Maria Lúcia Vieira Franco Regiane Pereira

Leia mais

GESTÃO E ACESSO À INFORMAÇÃO

GESTÃO E ACESSO À INFORMAÇÃO GESTÃO E ACESSO À INFORMAÇÃO Juliana Fachin Bacharel em Biblioteconomia pela UFSC. Mestranda do Programa de Pós-Graduação em Ciência da Informação da UFSC. E-mail: julianfachin@gmail.com Resumo: A obra

Leia mais

Ensinando e aprendendo: a capacitação de usuários através do treinamento de bases de dados digitais na Universidade de Fortaleza-Unifor

Ensinando e aprendendo: a capacitação de usuários através do treinamento de bases de dados digitais na Universidade de Fortaleza-Unifor Powered by TCPDF (www.tcpdf.org) Ensinando e aprendendo: a capacitação de usuários através do treinamento de bases de dados digitais na Universidade de Fortaleza-Unifor Mírian Cristina de Lima (Unifor)

Leia mais

PRODUÇÃO JORNALÍSTICA E MÍDIAS DIGITAIS: ALCANCE E DIVULGAÇÃO EM REDE DO SITE CULTURA PLURAL

PRODUÇÃO JORNALÍSTICA E MÍDIAS DIGITAIS: ALCANCE E DIVULGAÇÃO EM REDE DO SITE CULTURA PLURAL ISSN 2238-9113 ÁREA TEMÁTICA: ( X) COMUNICAÇÃO ( ) CULTURA ( ) DIREITOS HUMANOS E JUSTIÇA ( ) EDUCAÇÃO ( ) MEIO AMBIENTE ( ) SAÚDE ( ) TRABALHO ( ) TECNOLOGIA PRODUÇÃO JORNALÍSTICA E MÍDIAS DIGITAIS: ALCANCE

Leia mais

MÍDIAS SOCIAIS. Manual de Conduta

MÍDIAS SOCIAIS. Manual de Conduta MÍDIAS SOCIAIS Manual de Conduta Apresentação O Sistema Ocemg, atento às mudanças de mercado e preocupado em estar sempre próximo de seus públicos de interesse, assume o desafio de se posicionar também

Leia mais

UMA ANÁLISE DA REDE SOCIAL EDUCACIONAL SCHOOLING COMO FERRAMENTA NO PROCESSO DE ENSINO-APRENDIZAGEM

UMA ANÁLISE DA REDE SOCIAL EDUCACIONAL SCHOOLING COMO FERRAMENTA NO PROCESSO DE ENSINO-APRENDIZAGEM UMA ANÁLISE DA REDE SOCIAL EDUCACIONAL SCHOOLING COMO FERRAMENTA NO PROCESSO DE ENSINO-APRENDIZAGEM Ricardo Fidelis Dantas Universidade Estadual da Paraíba richarges@gmail.com Francisco Eudes Almeida da

Leia mais

Contribuição das Tecnologias da Informação e Comunicação no Processo Ensino-Aprendizagem

Contribuição das Tecnologias da Informação e Comunicação no Processo Ensino-Aprendizagem Contribuição das Tecnologias da Informação e Comunicação no Processo Ensino-Aprendizagem Prof. Dr. Luis Paulo Leopoldo Mercado Programa de Pós-Graduação em Educação Universidade Federal de Alagoas Conteúdos

Leia mais

Biblioteca digital x Biblioteca virtual: aspectos norteadores para proposta de implantação em uma IES. Zaira Regina Zafalon

Biblioteca digital x Biblioteca virtual: aspectos norteadores para proposta de implantação em uma IES. Zaira Regina Zafalon ZAFALON, Z. R. Biblioteca digital X Biblioteca virtual: aspectos norteadores para proposta de implantação em uma IES. In: Seminário Nacional de Bibliotecas Universitárias, 13., 2004, Natal. Arquivo em

Leia mais

IMIGRANTES E NATIVOS DIGITAIS: UM DILEMA OU DESAFIO NA EDUCAÇÃO?

IMIGRANTES E NATIVOS DIGITAIS: UM DILEMA OU DESAFIO NA EDUCAÇÃO? IMIGRANTES E NATIVOS DIGITAIS: UM DILEMA OU DESAFIO NA EDUCAÇÃO? Resumo SANTOS, Marisilvia dos PUCPR marisilviaeu@hotmail.com SCARABOTTO, Suelen do Carmo dos Anjos PUCPR suu.anjos@gmail.com MATOS, Elizete

Leia mais

PROJETO DA REDE SOCIAL BRASILEIRA POR CIDADES JUSTAS E SUSTENTÁVEIS

PROJETO DA REDE SOCIAL BRASILEIRA POR CIDADES JUSTAS E SUSTENTÁVEIS PROJETO DA REDE SOCIAL BRASILEIRA POR CIDADES JUSTAS E SUSTENTÁVEIS 1 Índice I. Problema e Oportunidade...03 II. Objetivo geral e específicos...05 III. Resultados esperados e meios de sua verificação...07

Leia mais

Marketing e promoção na Biblioteca da Escola de Engenharia de São Carlos-USP

Marketing e promoção na Biblioteca da Escola de Engenharia de São Carlos-USP Powered by TCPDF (www.tcpdf.org) Marketing e promoção na Biblioteca da Escola de Engenharia de São Carlos-USP Luiza de Menezes Romanetto (USP e UFSCar) - lumenezesr@gmail.com Flávia Helena Cassin (EESC-USP)

Leia mais

Marketing pessoal como competência em informação dos bibliotecários do SISTEMOTECA da Universidade Federal da Paraíba - Campus I

Marketing pessoal como competência em informação dos bibliotecários do SISTEMOTECA da Universidade Federal da Paraíba - Campus I Powered by TCPDF (www.tcpdf.org) Marketing pessoal como competência em informação dos bibliotecários do SISTEMOTECA da Universidade Federal da Paraíba - Campus I Maria Meriane Vieira Rocha (UFPB) - meriane.vieira@gmail.com

Leia mais

Museu virtual e redes sociais: Uma possibilidade de interação com a comunidade

Museu virtual e redes sociais: Uma possibilidade de interação com a comunidade 13. CONEX Apresentação Oral Resumo Expandido 1 ISSN 2238-9113 ÁREA TEMÁTICA: (marque uma das opções) ( ) COMUNICAÇÃO ( ) CULTURA ( ) DIREITOS HUMANOS E JUSTIÇA ( ) EDUCAÇÃO ( ) MEIO AMBIENTE ( ) SAÚDE

Leia mais

Maríndia Mattos Morisso 2 Caterine de Moura Brachtvogel 3 Fernando Jaime González 4 Universidade Regional do Noroeste do Estado do RS Ijuí, RS

Maríndia Mattos Morisso 2 Caterine de Moura Brachtvogel 3 Fernando Jaime González 4 Universidade Regional do Noroeste do Estado do RS Ijuí, RS A Utilização das TIC por Professores de Educação Física de Escolas Públicas da Região Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul 1 Resumo Maríndia Mattos Morisso 2 Caterine de Moura Brachtvogel 3 Fernando

Leia mais

Mídias sociais: novo modelo de marketing e comunicação

Mídias sociais: novo modelo de marketing e comunicação Powered by TCPDF (www.tcpdf.org) Mídias sociais: novo modelo de marketing e comunicação Maria Fazanelli Crestana (USP) - crestana@usp.br Eidi Raquel Franco Abdalla (FMUSP) - eidi@biblioteca.fm.usp.br Fabiola

Leia mais

Acerola Assessoria de Comunicação: Uma Vivência em Assessoria na Universidade 1

Acerola Assessoria de Comunicação: Uma Vivência em Assessoria na Universidade 1 Acerola Assessoria de Comunicação: Uma Vivência em Assessoria na Universidade 1 Ana Vitória Silva Matos 2 Joana D arc Pereira 3 Universidade de Fortaleza, Fortaleza, CE RESUMO O artigo apresenta o trabalho

Leia mais

REDE DE INTERCÂMBIO ENTRE ESTUDANTES: UMA NOVA PROPOSTA DE INTERATIVIDADE E COMUNICAÇÃO PARA O ENSINO À DISTÂNCIA

REDE DE INTERCÂMBIO ENTRE ESTUDANTES: UMA NOVA PROPOSTA DE INTERATIVIDADE E COMUNICAÇÃO PARA O ENSINO À DISTÂNCIA 1 REDE DE INTERCÂMBIO ENTRE ESTUDANTES: UMA NOVA PROPOSTA DE INTERATIVIDADE E COMUNICAÇÃO PARA O ENSINO À DISTÂNCIA Indaial - SC Abril/2011 Francieli Stano Torres UNIASSELVI chellystano@yahoo.com.br Luis

Leia mais

PRONTO EDUCAÇÃO PLANO DE GESTÃO DE EDUCAÇÃO À DISTÂNCIA

PRONTO EDUCAÇÃO PLANO DE GESTÃO DE EDUCAÇÃO À DISTÂNCIA UNIVERSIDADE ANHEMBI MORUMBI LAUREATE INTERNACIONAL EDUCATION Klaibert Miranda Jacqueline Cícera Florêncio dos Santos Valter Garoli Mariana Estima do Nascimento PRONTO EDUCAÇÃO PLANO DE GESTÃO DE EDUCAÇÃO

Leia mais

PROJETO DE REVITALIZAÇÃO DA BIBLIOTECA COMUNITÁRIA DO BAIRRO SÃO JOSÉ EM BUSCA DA INCLUSÃO E FORMAÇÃO DE LEITORES CIDADÃOS.

PROJETO DE REVITALIZAÇÃO DA BIBLIOTECA COMUNITÁRIA DO BAIRRO SÃO JOSÉ EM BUSCA DA INCLUSÃO E FORMAÇÃO DE LEITORES CIDADÃOS. PROJETO DE REVITALIZAÇÃO DA BIBLIOTECA COMUNITÁRIA DO BAIRRO SÃO JOSÉ EM BUSCA DA INCLUSÃO E FORMAÇÃO DE LEITORES CIDADÃOS. FRANÇA, Maria José Maurício da Silva Aluna do Departamento de Biblioteconomia.

Leia mais

Portal Toque da Ciência: jornalismo científico em diferentes linguagens 1

Portal Toque da Ciência: jornalismo científico em diferentes linguagens 1 Portal Toque da Ciência: jornalismo científico em diferentes linguagens 1 Lydia Rodrigues SOUZA 2 Aline Ferreira PÁDUA 3 Gabriela Vanni ARROYO 4 Angela Maria Grossi de CARVALHO 5 Juliano Maurício de CARVALHO

Leia mais

WEB 2.0 NA EDUCAÇÃO: O FACEBOOK COMO AMBIENTE VIRTUAL DE APRENDIZAGEM NA FORMAÇÃO INICIAL DE PROFESSORES

WEB 2.0 NA EDUCAÇÃO: O FACEBOOK COMO AMBIENTE VIRTUAL DE APRENDIZAGEM NA FORMAÇÃO INICIAL DE PROFESSORES ISSN 2316-7785 WEB 2.0 NA EDUCAÇÃO: O FACEBOOK COMO AMBIENTE VIRTUAL DE APRENDIZAGEM NA FORMAÇÃO INICIAL DE PROFESSORES Arlam Dielcio Pontes da Silva Universidade Federal Rural de Pernambuco arllan_dielcio@hotmail.com

Leia mais

Unis - MG Centro Universitário do Sul de Minas Comissão Própria de Avaliação - CPA. Varginha - 2013 1

Unis - MG Centro Universitário do Sul de Minas Comissão Própria de Avaliação - CPA. Varginha - 2013 1 Varginha - 201 1 CPA COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO Relatório Avaliação Institucional - 2012 Varginha - 201 2 Sumário 1 DADOS DA INSTITUIÇÃO... 7 2 CONSIDERAÇÕES INICIAIS... 7 DESENVOLVIMENTO... 9.1 AVALIAÇÃO

Leia mais

A UTILIZAÇÃO DE UMA REDE SOCIAL COMO PROPOSTA DE APRENDIZAGEM E PARTICIPAÇÃO PARA ALUNOS DE CURSO TÉCNICO

A UTILIZAÇÃO DE UMA REDE SOCIAL COMO PROPOSTA DE APRENDIZAGEM E PARTICIPAÇÃO PARA ALUNOS DE CURSO TÉCNICO A UTILIZAÇÃO DE UMA REDE SOCIAL COMO PROPOSTA DE APRENDIZAGEM E PARTICIPAÇÃO PARA ALUNOS DE CURSO TÉCNICO Curitiba - PR - 05/2015 Claudia Fernanda Santos Centro Universitário UNINTER claudiabiologa@gmail.com

Leia mais

W H I T E P A P E R O s B e n e f í c i o s d a E m p r e s a S o c i a l n o M u n d o W e b 2. 0

W H I T E P A P E R O s B e n e f í c i o s d a E m p r e s a S o c i a l n o M u n d o W e b 2. 0 Av Eng. Luiz Carlos Berrini 1645, 8 andar, 04571-000 Brooklin Novo, São Paulo SP Brazil. Tel: 55 11 5508-3400 Fax: 55 11 5508 3444 W H I T E P A P E R O s B e n e f í c i o s d a E m p r e s a S o c i

Leia mais

SOCIABIIDADE VIRTUAL: INTERAÇÃO ENTRE ADOLESCENTES EM SITES DE RELACIONAMENTOS EM MONTES CLAROS/MG *

SOCIABIIDADE VIRTUAL: INTERAÇÃO ENTRE ADOLESCENTES EM SITES DE RELACIONAMENTOS EM MONTES CLAROS/MG * SOCIABIIDADE VIRTUAL: INTERAÇÃO ENTRE ADOLESCENTES EM SITES DE RELACIONAMENTOS EM MONTES CLAROS/MG * O objeto: Amanda Cristina Novaes Cangussu Orientador: Leonardo Turchi Pacheco Universidade Estadual

Leia mais

Palavras-chave: Museu do Minério e das Minas; Educação; Redes Sociais; Redes Digitais; Comunicação Social

Palavras-chave: Museu do Minério e das Minas; Educação; Redes Sociais; Redes Digitais; Comunicação Social O USO DAS REDES DIGITAIS NA CONSTRUÇÃO DA EDUCAÇÃO E DO CONHECIMENTO: A COMUNICAÇÃO DOS NOVOS TEMPOS Case Museu das Minas e do Metal Rede MMM e Midiateca Camila Vieira Dutra¹ Resumo: Este trabalho visa

Leia mais

Emir José Suaiden Professor e pesquisador da Universidade de Brasília Diretor do Instituto Brasileiro de Informação em Ciência e Tecnologia - Ibict

Emir José Suaiden Professor e pesquisador da Universidade de Brasília Diretor do Instituto Brasileiro de Informação em Ciência e Tecnologia - Ibict SERVIÇOS DE REFERÊNCIA: NAS TRILHAS DA WEB Emir José Suaiden Professor e pesquisador da Universidade de Brasília Diretor do Instituto Brasileiro de Informação em Ciência e Tecnologia - Ibict No processo

Leia mais

Novas Tecnologias no Ensino de Física: discutindo o processo de elaboração de um blog para divulgação científica

Novas Tecnologias no Ensino de Física: discutindo o processo de elaboração de um blog para divulgação científica Novas Tecnologias no Ensino de Física: discutindo o processo de elaboração de um blog para divulgação científica Pedro Henrique SOUZA¹, Gabriel Henrique Geraldo Chaves MORAIS¹, Jessiara Garcia PEREIRA².

Leia mais

Bibliotecas comunitárias e espaços públicos de informação

Bibliotecas comunitárias e espaços públicos de informação Bibliotecas comunitárias e espaços públicos de informação Roger de Miranda Guedes Introdução As bibliotecas comunitárias são ambientes físicos criados e mantidos por iniciativa das comunidades civis, geralmente

Leia mais

Investigação sobre o uso do ambiente Moodle pelos professores de uma instituição de ensino superior pública

Investigação sobre o uso do ambiente Moodle pelos professores de uma instituição de ensino superior pública Investigação sobre o uso do ambiente Moodle pelos professores de uma instituição de ensino superior pública Eixo temático 2: Formação de professores e cultura digital 1 Ana Paula Ferreira Sebastião 2 Rosemary

Leia mais

INCLUSÃO TECNOLÓGICA ATRAVÉS DE CONSTRUÇÃO COMPARTILHADA NA INTERNET

INCLUSÃO TECNOLÓGICA ATRAVÉS DE CONSTRUÇÃO COMPARTILHADA NA INTERNET 110. CONEX Apresentação Oral Resumo Expandido ÁREA TEMÁTICA: (marque uma das opções) ( ) COMUNICAÇÃO ( ) CULTURA ( ) DIREITOS HUMANOS E JUSTIÇA ( X ) EDUCAÇÃO ( ) MEIO AMBIENTE ( ) SAÚDE ( ) TRABALHO (

Leia mais

AS FERRAMENTAS DE GOVERNANÇA: O CASO DO CONSELHO FEDERAL DE CONTABILIDADE 1

AS FERRAMENTAS DE GOVERNANÇA: O CASO DO CONSELHO FEDERAL DE CONTABILIDADE 1 AS FERRAMENTAS DE GOVERNANÇA: O CASO DO CONSELHO FEDERAL DE CONTABILIDADE 1 Bruna Faccin Camargo 2, Jaciara Treter 3, Daniel Knebel Baggio 4. 1 Artigo de Conclusão do Curso em Ciências Contábeis 2 Aluna

Leia mais

Semana Nacional de Ciência e Tecnologia 19 a 22 de outubro de 2010, Barreiras - Bahia

Semana Nacional de Ciência e Tecnologia 19 a 22 de outubro de 2010, Barreiras - Bahia CAMINHOS DA INCLUSÃO DIGITAL AO DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL: INVESTIGAÇÃO SOBRE AS DEMANDAS DA TERCEIRA IDADE NO MUNICÍPIO DE BOM JESUS DA LAPA, BAHIA. Malone Moreira decastro 1 ; Davi Silva da Costa 2

Leia mais

Novo contexto. A incorporação da Internet à rotina empresarial provocou forte impacto sobre as tradicionais formas de negociação...

Novo contexto. A incorporação da Internet à rotina empresarial provocou forte impacto sobre as tradicionais formas de negociação... O AMBIENTE DIGITAL O que mudou com a Internet A estratégia no ambiente digital a Empresa 2.0 e o uso das Mídias Sociais Redes Sociais como instrumento estratégico A incorporação da Internet à rotina empresarial

Leia mais

Fórum Acidentes do Trabalho: Uma Experiência de Educação Permanente na Vigilância em Saúde do Trabalhador

Fórum Acidentes do Trabalho: Uma Experiência de Educação Permanente na Vigilância em Saúde do Trabalhador OFICINA SOBRE FORMAÇÃO E QUALIFICAÇÃO PROFISSIONAL EM SAÚDE, TRABALHO E AMBIENTE Belo Horizonte, 19 de Outubro de 2014 Fórum Acidentes do Trabalho: Uma Experiência de Educação Permanente na Vigilância

Leia mais

Segunda Chamada: Jornalismo Digital e Educação 1

Segunda Chamada: Jornalismo Digital e Educação 1 Segunda Chamada: Jornalismo Digital e Educação 1 Marília DALENOGARE 2 Aline MARTINS 3 Camila Pilla de Azevedo e SOUZA 4 Dieison MARCONI 5 Josafá Lucas ROHDE 6 Luciano MIRANDA 7 Universidade Federal de

Leia mais

FACULDADE INTEGRADA DA GRANDE FORTALEZA - FGF

FACULDADE INTEGRADA DA GRANDE FORTALEZA - FGF FACULDADE INTEGRADA DA GRANDE FORTALEZA - FGF PROGRAMA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA PROGIC/FGF EDITAL 02 Vigência Abril de 2011 a Abril de 2012 Diante dos avanços e contribuições mediadas pelo desenvolvimento

Leia mais

Projeto educacional para empresas turbinarem a leitura na vida de muitas crianças!

Projeto educacional para empresas turbinarem a leitura na vida de muitas crianças! Projeto educacional para empresas turbinarem a leitura na vida de muitas crianças! Incentivo à leitura com o objetivo de formar cidadãos capazes de mudar o mundo. O que é o projeto Oferecemos uma solução

Leia mais

ISSN 2238-9113 ÁREA TEMÁTICA: (marque uma das opções)

ISSN 2238-9113 ÁREA TEMÁTICA: (marque uma das opções) 12. CONEX Apresentação Oral Resumo Expandido 1 ISSN 2238-9113 ÁREA TEMÁTICA: (marque uma das opções) ( ) COMUNICAÇÃO ( ) CULTURA ( ) DIREITOS HUMANOS E JUSTIÇA ( X ) EDUCAÇÃO ( ) MEIO AMBIENTE ( ) SAÚDE

Leia mais

Biblioteca Virtual: Atualidade e Perspectivas 1. Guilhermina de Melo Terra 2. Universidade Federal do Amazonas

Biblioteca Virtual: Atualidade e Perspectivas 1. Guilhermina de Melo Terra 2. Universidade Federal do Amazonas Biblioteca Virtual: Atualidade e Perspectivas 1 Guilhermina de Melo Terra 2 Universidade Federal do Amazonas Resumo Discute o processo de produção, armazenamento e disseminação da informação que se encontra

Leia mais

DIAGNÓSTICO DA BIBLIOTECA PÚBLICA P RAIMUNDO DE MENEZES

DIAGNÓSTICO DA BIBLIOTECA PÚBLICA P RAIMUNDO DE MENEZES DIAGNÓSTICO DA BIBLIOTECA PÚBLICA P RAIMUNDO DE MENEZES SUBSÍDIOS PARA AVALIAÇÃO E PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO Fernanda Mendes Queiroz Orientador: Profª. Drª. Cristina Filomena Bastos Cabral TURMA 9 Subprefeitura

Leia mais

Doutora em Ciências Biológicas, Professora Associada da Universidade Estadual de Ponta Grossa, dalva_rocha@uol.com

Doutora em Ciências Biológicas, Professora Associada da Universidade Estadual de Ponta Grossa, dalva_rocha@uol.com 110. ÁREA TEMÁTICA: ( ) COMUNICAÇÃO ( ) CULTURA ( ) DIREITOS HUMANOS E JUSTIÇA ( X ) EDUCAÇÃO ( ) MEIO AMBIENTE ( ) SAÚDE ( ) TRABALHO ( ) TECNOLOGIA INTEGRAÇÃO DO HERBÁRIO (HUPG) NO ESPAÇO DIGITAL DO

Leia mais

FORMAÇÃO CONTINUADA A DISTÂNCIA: UM CAMINHO POSSÍVEL? PROPOSTA DE FORMAÇÃO DE PROFESSORES DA PREFEITURA MUNICIPAL DE SANTOS

FORMAÇÃO CONTINUADA A DISTÂNCIA: UM CAMINHO POSSÍVEL? PROPOSTA DE FORMAÇÃO DE PROFESSORES DA PREFEITURA MUNICIPAL DE SANTOS FORMAÇÃO CONTINUADA A DISTÂNCIA: UM CAMINHO POSSÍVEL? PROPOSTA DE FORMAÇÃO DE PROFESSORES DA PREFEITURA MUNICIPAL DE SANTOS Santos SP - Maio/ 2010 Marta Fernandes Garcia Secretaria de Educação Prefeitura

Leia mais

Automação de Unidades de Informação Redes de Informação

Automação de Unidades de Informação Redes de Informação Automação de Unidades de Informação Introdução As tecnologias de informação concretizam a Sociedade da Informação, na qual as redes são recursos estratégicos para o desenvolvimento científico e tecnológico.

Leia mais

INOVANDO OS SERVIÇOS DE BIBLIOTECA COM OS RECURSOS DA WEB 2.0: a experiência da Biblioteca do IPPUR/UFRJ

INOVANDO OS SERVIÇOS DE BIBLIOTECA COM OS RECURSOS DA WEB 2.0: a experiência da Biblioteca do IPPUR/UFRJ INOVANDO OS SERVIÇOS DE BIBLIOTECA COM OS RECURSOS DA WEB 2.0: a experiência da Biblioteca do IPPUR/UFRJ Información del autor(es): Cláudia Regina dos Anjos - Mestranda do Curso de Mestrado Profissional

Leia mais

Ensino de paleontologia 2.0: relato de uma experiência no ensino superior

Ensino de paleontologia 2.0: relato de uma experiência no ensino superior Evento Salão UFRGS 2013: IX SALÃO DE ENSINO Ano 2013 Local Título Autores Orientador Porto Alegre - RS Ensino de paleontologia 2.0: relato de uma experiência no ensino superior Alessandra Daniele da Silva

Leia mais

REFLEXÕES PEDAGÓGICAS

REFLEXÕES PEDAGÓGICAS REFLEXÕES PEDAGÓGICAS A forma como trabalhamos, colaboramos e nos comunicamos está evoluindo à medida que as fronteiras entre os povos se tornam mais diluídas e a globalização aumenta. Essa tendência está

Leia mais

COMPARTILHAMENTO DE DADOS E DE INFORMAÇÕES POR PESQUISADORES EM MÍDIAS SOCIAIS

COMPARTILHAMENTO DE DADOS E DE INFORMAÇÕES POR PESQUISADORES EM MÍDIAS SOCIAIS 1 Eixo Temático: Compartilhamento da Informação e do Conhecimento COMPARTILHAMENTO DE DADOS E DE INFORMAÇÕES POR PESQUISADORES EM MÍDIAS SOCIAIS Nilcéia Diegues dos Santos 1 Maria Inês Tomaél 2 RESUMO

Leia mais

FUNDAMENTAÇÃO TEÓRICA

FUNDAMENTAÇÃO TEÓRICA AULA 3 FUNDAMENTAÇÃO TEÓRICA O que é uma fundamentação teórica É uma visão crítica da pesquisa existente que é significante para o trabalho que o aluno/pesquisador está desenvolvendo; Identifica e organiza

Leia mais

FERRAMENTAS WEB PARA A CONSTRUÇÃO DE UMA BIBLIOTECA PÚBLICA DIGITAL LIVRE: uma análise por meio dos sites especializados

FERRAMENTAS WEB PARA A CONSTRUÇÃO DE UMA BIBLIOTECA PÚBLICA DIGITAL LIVRE: uma análise por meio dos sites especializados FERRAMENTAS WEB PARA A CONSTRUÇÃO DE UMA BIBLIOTECA PÚBLICA DIGITAL LIVRE: uma análise por meio dos sites especializados Autores: Robéria de Lourdes de Vasconcelos Andrade (Profa. UFAL, Brasil) Wagner

Leia mais

Portal de Periódicos da CAPES: evolução do acesso pela UEPG 2005 a 2013 : experiência da capacitação de usuários com cursos de extensão

Portal de Periódicos da CAPES: evolução do acesso pela UEPG 2005 a 2013 : experiência da capacitação de usuários com cursos de extensão 13. CONEX Apresentação Oral Resumo Expandido 1 ISSN 2238-9113 ÁREA TEMÁTICA: (marque uma das opções) ( ) COMUNICAÇÃO ( ) CULTURA ( ) DIREITOS HUMANOS E JUSTIÇA ( x ) EDUCAÇÃO ( ) MEIO AMBIENTE ( ) SAÚDE

Leia mais

O ESTÁGIO SUPERVISIONADO NAS LICENCIATURAS A DISTÂNCIA DA UFRN: Desafios e perpectivas para uma formação reflexiva e investigativa

O ESTÁGIO SUPERVISIONADO NAS LICENCIATURAS A DISTÂNCIA DA UFRN: Desafios e perpectivas para uma formação reflexiva e investigativa O ESTÁGIO SUPERVISIONADO NAS LICENCIATURAS A DISTÂNCIA DA UFRN: Desafios e perpectivas para uma formação reflexiva e investigativa RESUMO Jacyene Melo de Oliveira Araújo Profª Drª UFRN- CE-SEDIS Os Estágios

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SERGIPE CENTRO DE CIÊNCIAS SOCIAIS E APLICADAS NÚCLEO DE CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SERGIPE CENTRO DE CIÊNCIAS SOCIAIS E APLICADAS NÚCLEO DE CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO Projeto de Extensão ESPAÇO PARA A SOCIALIZAÇÃO COLETIVA DO CONHECIMENTO: BIBLIOTECA DA ACADEMIA SERGIPANA DE LETRAS PROPONENTE: BARBARA COELHO NEVES (DOCENTE UFS) LOCAL: Biblioteca da Academia Sergipana

Leia mais

SENI: UM AMBIENTE VIRTUAL DE APRENDIZAGEM CUSTOMIZADO A PARTIR DO MOODLE PARA ATENDIMENTO DE UM GRANDE PÚBLICO

SENI: UM AMBIENTE VIRTUAL DE APRENDIZAGEM CUSTOMIZADO A PARTIR DO MOODLE PARA ATENDIMENTO DE UM GRANDE PÚBLICO SENI: UM AMBIENTE VIRTUAL DE APRENDIZAGEM CUSTOMIZADO A PARTIR DO MOODLE PARA ATENDIMENTO DE UM GRANDE PÚBLICO Salvador BA 05/2011 Elson Cardoso Siquara SENAI-BA elsoncs@fieb.org.br Fábio Britto de Carvalho

Leia mais

PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA PIBID ESPANHOL

PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA PIBID ESPANHOL PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA PIBID ESPANHOL A língua espanhola na Educação Básica A implantação da língua espanhola por meio da lei federal 11.161, que diz respeito à sua oferta

Leia mais

I SEMINÁRIO POLÍTICAS PÚBLICAS E AÇÕES AFIRMATIVAS Universidade Federal de Santa Maria Observatório de Ações Afirmativas 20 a 21 de outubro de 2015

I SEMINÁRIO POLÍTICAS PÚBLICAS E AÇÕES AFIRMATIVAS Universidade Federal de Santa Maria Observatório de Ações Afirmativas 20 a 21 de outubro de 2015 I SEMINÁRIO POLÍTICAS PÚBLICAS E AÇÕES AFIRMATIVAS Universidade Federal de Santa Maria Observatório de Ações Afirmativas 20 a 21 de outubro de 2015 A GESTÃO ESCOLAR E O POTENCIAL DAS TECNOLOGIAS DE INFORMAÇÃO

Leia mais

Tema: Capacitación profesional. 7.- El acceso y la reinserción al mercado laboral mediante el e-learning. SCHLÜNZEN, Elisa Tomoe Moriya 1

Tema: Capacitación profesional. 7.- El acceso y la reinserción al mercado laboral mediante el e-learning. SCHLÜNZEN, Elisa Tomoe Moriya 1 TelEduc: Um Ambiente Virtual na Formação de Educadores à Distância para a Potencializar a Inclusão Social, Digital e Escolar de Pessoas com Necessidades Especiais PNE s. Tema: Capacitación profesional

Leia mais

Projeto de Disseminação da Informação para ME e EPP no Brasil Ação conjunta Secretaria Técnica e Comitê Informação

Projeto de Disseminação da Informação para ME e EPP no Brasil Ação conjunta Secretaria Técnica e Comitê Informação Projeto de Disseminação da Informação Ação conjunta Secretaria Técnica e Comitê Informação Introdução Detalhamento da Proposta do Projeto Estratégia e desenvolvimento tático Atividades e ações Resultados

Leia mais

PALAVRAS CHAVE: Jornalismo. Projeto de Extensão. Programa Ade!. Interatividade.

PALAVRAS CHAVE: Jornalismo. Projeto de Extensão. Programa Ade!. Interatividade. 13. CONEX Apresentação Oral Resumo Expandido 1 ISSN 2238-9113 ÁREA TEMÁTICA: ( x ) COMUNICAÇÃO ( ) CULTURA ( ) DIREITOS HUMANOS E JUSTIÇA ( ) EDUCAÇÃO ( ) MEIO AMBIENTE ( ) SAÚDE ( ) TRABALHO ( ) TECNOLOGIA

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO PORTARIA Nº 1.289, DE 11 DE JULHO DE 2012. RESOLVE:

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO PORTARIA Nº 1.289, DE 11 DE JULHO DE 2012. RESOLVE: MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO PORTARIA Nº 1.289, DE 11 DE JULHO DE 2012. O REITOR DO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO ESPÍRITO SANTO, nomeado através da Portaria MEC nº 265, de 24.03.2009,

Leia mais

O ENSINO DA EDUCAÇÃO FISCAL EM SALA DE AULA: UMA METODOLOGIA POSSÍVEL?

O ENSINO DA EDUCAÇÃO FISCAL EM SALA DE AULA: UMA METODOLOGIA POSSÍVEL? O ENSINO DA EDUCAÇÃO FISCAL EM SALA DE AULA: UMA METODOLOGIA POSSÍVEL? ADOLFO, Gisele Lauxen 1 ; GRAVE, Berta Elisa 2 ; MALDANER, Nilva Lopes 3 ; SCHNEIDER, Maidi 4 ; WOTTRICH, Fabiane Correa 5 Resumo:

Leia mais

DISSEMINAÇÃO DA ETIQUETAGEM DE EFICIÊNCIA ENERGÉTICA DE EDIFICAÇÕES ATRAVÉS DE UM CURSO A DISTÂNCIA EM AMBIENTE VIRTUAL DE APRENDIZAGEM

DISSEMINAÇÃO DA ETIQUETAGEM DE EFICIÊNCIA ENERGÉTICA DE EDIFICAÇÕES ATRAVÉS DE UM CURSO A DISTÂNCIA EM AMBIENTE VIRTUAL DE APRENDIZAGEM DISSEMINAÇÃO DA ETIQUETAGEM DE EFICIÊNCIA ENERGÉTICA DE EDIFICAÇÕES ATRAVÉS DE UM CURSO A DISTÂNCIA EM AMBIENTE VIRTUAL DE APRENDIZAGEM Fernando O. R. Pereira (1); Alice T. C. Pereira (2); Evelise Leite

Leia mais

SISTEMA DE AVALIAÇÃO E APOIO À QUALIDADE DO ENSINO A DISTÂNCIA

SISTEMA DE AVALIAÇÃO E APOIO À QUALIDADE DO ENSINO A DISTÂNCIA 1 SISTEMA DE AVALIAÇÃO E APOIO À QUALIDADE DO ENSINO A DISTÂNCIA Renato Cislaghi, UFSC, cislaghi@inf.ufsc.br Silvia Modesto Nassar, UFSC, silvia@inf.ufsc.br Beatriz Wilges, UFSC, beaw@inf.ufsc.br Introdução

Leia mais

Espaço Ilha da Cultura Biblioteca Comunitária Profa. Martha Ribeiro Alves

Espaço Ilha da Cultura Biblioteca Comunitária Profa. Martha Ribeiro Alves Espaço Ilha da Cultura Biblioteca Comunitária Profa. Martha Ribeiro Alves Leandro Augusto de Andrade Daqui a duzentos ou trezentos anos, ou mesmo mil anos não se trata de exatidão haverá uma vida nova.

Leia mais

UFF. SDC. COORDENAÇÃO DE BIBLIOTECAS

UFF. SDC. COORDENAÇÃO DE BIBLIOTECAS UFF. SDC. COORDENAÇÃO DE BIBLIOTECAS 1 SUMÁRIO 1 APRESENTAÇÃO... 3 2 ESTRUTURA PROPOSTA PARA O ROTEIRO... 3 2.1 Informações Gerais... 3 2.2 Estrutura Física e Recursos... 4 2.2.1 Equipamentos... 4 2.2.2

Leia mais

INFORMÁTICA NA ESCOLA: UM PROJETO COMO INSTRUMENTO DE ESTÍMULO PARA O INGRESSO NO ENSINO SUPERIOR

INFORMÁTICA NA ESCOLA: UM PROJETO COMO INSTRUMENTO DE ESTÍMULO PARA O INGRESSO NO ENSINO SUPERIOR INFORMÁTICA NA ESCOLA: UM PROJETO COMO INSTRUMENTO DE ESTÍMULO PARA O INGRESSO NO ENSINO SUPERIOR André Gilberto Teixeira Gomes 1 Gabriela Teixeira Gomes 2 Júlio César Madeira 3 Resumo O presente trabalho

Leia mais

PALAVRAS-CHAVE: Chuteiras Fora de Foco; jornalismo digital; blog; Salvador; Copa das Confederações 1 INTRODUÇÃO

PALAVRAS-CHAVE: Chuteiras Fora de Foco; jornalismo digital; blog; Salvador; Copa das Confederações 1 INTRODUÇÃO Blog Chuteiras Fora de Foco: das Ruas, dos Campos às Mídias Digitais 1 Lícia Lara Dantas BARROS 2 Adeilton Gonçalves da SILVA JÚNIOR 3 Alexandre Borges CAVALCANTE 4 Alieny Aparecida da SILVA 5 Eriskarine

Leia mais

AS MÍDIAS SOCIAIS E O SEU ALCANCE PARA A IMAGEM E O AUMENTO DAS VENDAS DAS PEQUENAS EMPRESAS VAREJISTAS DE SANTA FÉ DO SUL (SP) RESUMO

AS MÍDIAS SOCIAIS E O SEU ALCANCE PARA A IMAGEM E O AUMENTO DAS VENDAS DAS PEQUENAS EMPRESAS VAREJISTAS DE SANTA FÉ DO SUL (SP) RESUMO 200 AS MÍDIAS SOCIAIS E O SEU ALCANCE PARA A IMAGEM E O AUMENTO DAS VENDAS DAS PEQUENAS EMPRESAS VAREJISTAS DE SANTA FÉ DO SUL (SP) RESUMO Clayton Cardoso de MORAES 1 Guilherme Bernardo SARDINHA 2 O presente

Leia mais

AÇÕES DA EXTENSÃO PROJETOS 2009 - ENCERRADOS. Programa ESAG Sênior. Coordenador: Mário César Barreto Moraes

AÇÕES DA EXTENSÃO PROJETOS 2009 - ENCERRADOS. Programa ESAG Sênior. Coordenador: Mário César Barreto Moraes AÇÕES DA EXTENSÃO PROJETOS 2009 - ENCERRADOS Programa ESAG Sênior Mário César Barreto Moraes Bolsistas: Vanessa Vidal Riso Danielle Cândido Vecchietti Juliana Oliveira Lima de Souza A busca pro metodologias

Leia mais

Estudo OS PRODUTOS CHINESES NO MERCADO BRASILEIRO

Estudo OS PRODUTOS CHINESES NO MERCADO BRASILEIRO Estudo OS PRODUTOS CHINESES NO MERCADO BRASILEIRO Índice Introdução...03 Conceito que pesa na escolha...04 E o consumidor, o que pensa sobre a invasão?...05 Bola da Vez...09 Vantagens trazidas pelas novas

Leia mais

O ENSINO DE ESTATÍSTICA NO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO OFERECIDO NA MODALIDADE À DISTÂNCIA: AVALIAÇÃO DE UMA EXPERIÊNCIA

O ENSINO DE ESTATÍSTICA NO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO OFERECIDO NA MODALIDADE À DISTÂNCIA: AVALIAÇÃO DE UMA EXPERIÊNCIA 1 O ENSINO DE ESTATÍSTICA NO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO OFERECIDO NA MODALIDADE À DISTÂNCIA: AVALIAÇÃO DE UMA EXPERIÊNCIA Rio Grande/RS, maio de 2009 Suzi Samá Pinto Universidade Federal de Rio Grande (FURG)

Leia mais

Universidade Estadual do Centro-Oeste Reconhecida pelo Decreto Estadual nº 3.444, de 8 de agosto de 1997

Universidade Estadual do Centro-Oeste Reconhecida pelo Decreto Estadual nº 3.444, de 8 de agosto de 1997 RESOLUÇÃO Nº 60-GR/UNICENTRO, DE 19 DE DEZEMBRO DE 2012. ESTA RESOLUÇÃO ESTÁ RATIFICADA PELA RESOLUÇÃO Nº 7/2013- CEPE/UNICENTRO. Aprova, ad referendum do CEPE, o Curso de Especialização em Educação a

Leia mais

A criação do projeto laboratório biblioteca digital como estratégia de ensino da disciplina bibliotecas arquivos e museus digitais

A criação do projeto laboratório biblioteca digital como estratégia de ensino da disciplina bibliotecas arquivos e museus digitais Powered by TCPDF (www.tcpdf.org) A criação do projeto laboratório biblioteca digital como estratégia de ensino da disciplina bibliotecas arquivos e museus digitais Célia da Consolação Dias (ECI/UFMG) -

Leia mais

Plano de Gestão Pró-IFSC Jaraguá 2016-2019

Plano de Gestão Pró-IFSC Jaraguá 2016-2019 Plano de Gestão Pró-IFSC Jaraguá 2016-2019 Candidato: Diretor-Geral: Jaison Vieira da Maia Indicações: Diretora de Ensino, Pesquisa e Extensão: Catia Regina Barp Machado. Chefe do Departamento de Administração:

Leia mais

As informações sobre o processo seletivo são as seguintes: 1. DADOS DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO STRICTO SENSU MESTRADO EM EDUCAÇÃO

As informações sobre o processo seletivo são as seguintes: 1. DADOS DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO STRICTO SENSU MESTRADO EM EDUCAÇÃO EDITAL Nº 01/ 2011 PPGEd CHAMADA DE CANDIDATOS AO PROCESSO SELETIVO DE ALUNOS REGULARES DO PPGEd - PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM EDUCAÇÃO DA UNIV. FEDERAL DE SÃO CARLOS - CAMPUS SOROCABA - PARA O ANO DE

Leia mais

Mestrado Profissional em Ensino de Biologia em Rede Nacional - PROFBIO PROPOSTA

Mestrado Profissional em Ensino de Biologia em Rede Nacional - PROFBIO PROPOSTA Mestrado Profissional em Ensino de Biologia em Rede Nacional - PROFBIO PROPOSTA Considerando que o Ensino Médio é para a maioria dos cidadãos a última oportunidade de uma educação formal em Biologia, a

Leia mais

11 a 14 de dezembro de 2012 Campus de Palmas

11 a 14 de dezembro de 2012 Campus de Palmas EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA: UM ESTUDO DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO NO CURSO DE LICENCIATURA EM BIOLOGIA, NA UNIVERSIDADE FEDERAL DO TOCANTINS, NO CAMPUS DE GURUPI. Nome dos autores: Josilia Ferreira Dos Santos,

Leia mais

Gestão de Comunicação Assessoria de Promoção e Inteligência Competitiva. Cerimônia marca abertura dos Jogos Escolares em São José Jornal Mídia Live

Gestão de Comunicação Assessoria de Promoção e Inteligência Competitiva. Cerimônia marca abertura dos Jogos Escolares em São José Jornal Mídia Live Gestão de Comunicação Assessoria de Promoção e Inteligência Competitiva Monitoramento das Notícias da UNISUL Dia 31 de Julho de 2014 JORNAIS Palhoça precisa ser feliz Notícias do dia Ensino superior com

Leia mais

Dados Pessoais. Resende/RJ - Fone/Fax: (024) 3383-9000. Formação Acadêmica

Dados Pessoais. Resende/RJ - Fone/Fax: (024) 3383-9000. Formação Acadêmica C U R R I C U L U M V I T A E Dados Pessoais Nome: E-mail: Site: Currículo Lattes: End. Profissional: Miguel Carlos Damasco dos Santos contato@profdamasco.site.br.com http://www.profdamasco.site.br.com

Leia mais

Caroline Brito de Oliveira

Caroline Brito de Oliveira COOPERAÇÃO, COMPARTILHAMENTO E COLABORAÇÃO NA REDE DE BIBLIOTECAS E CENTROS DE INFORMAÇÃO EM ARTE NO ESTADO DO RIO DE JANEIRO REDARTE/RJ Caroline Brito de Oliveira Orientador: Profª Drª Regina de Barros

Leia mais

MUSEU DA COMPUTAÇÃO DA UEPG: O QUE É O MUSEU VIRTUAL

MUSEU DA COMPUTAÇÃO DA UEPG: O QUE É O MUSEU VIRTUAL 9. CONEX Apresentação Oral Resumo Expandido 1 ÁREA TEMÁTICA: (marque uma das opções) ( ) COMUNICAÇÃO ( ) CULTURA ( ) DIREITOS HUMANOS E JUSTIÇA ( X) EDUCAÇÃO ( ) MEIO AMBIENTE ( ) SAÚDE ( ) TRABALHO (

Leia mais

Desenvolvimento da coleção digital das publicações da Embrapa Soja

Desenvolvimento da coleção digital das publicações da Embrapa Soja Desenvolvimento da coleção digital das publicações da Embrapa Soja CONDE, C. A. G. F.¹; MARTINS, M. C. da S.¹; LIMA, A. B. A. de². ¹Universidade Estadual de Londrina UEL; ²Embrapa Soja. No recém-inaugurado

Leia mais

REFLETINDO SOBRE A ESCRITA NA EaD: APONTAMENTOS A PARTIR DA LEITURA DE UMA OBRA AUDIOVISUAL E OBSERVAÇÃO ESCOLAR*

REFLETINDO SOBRE A ESCRITA NA EaD: APONTAMENTOS A PARTIR DA LEITURA DE UMA OBRA AUDIOVISUAL E OBSERVAÇÃO ESCOLAR* REFLETINDO SOBRE A ESCRITA NA EaD: APONTAMENTOS A PARTIR DA LEITURA DE UMA OBRA AUDIOVISUAL E OBSERVAÇÃO ESCOLAR* Wallace Alves Cabral 1 ; Nielsen de Moura 1 1 Universidade Federal de Juiz de Fora Resumo:

Leia mais

Proiniciar Virtual: um espaço de interação destinado aos alunos que ingressam através do Sistema de Reserva de Vagas na UERJ. Rio de Janeiro - 05/2009

Proiniciar Virtual: um espaço de interação destinado aos alunos que ingressam através do Sistema de Reserva de Vagas na UERJ. Rio de Janeiro - 05/2009 Proiniciar Virtual: um espaço de interação destinado aos alunos que ingressam através do Sistema de Reserva de Vagas na UERJ Rio de Janeiro - 05/2009 Marcia Taborda UERJ mtaborda@uerj.br Vera Regina P.

Leia mais

COMO FAZER PESQUISA NA TUTORIA? POSSIBILIDADES DO PLANO DE AÇÃO NAS ATRIBUIÇÕES DO TUTOR PESQUISADOR

COMO FAZER PESQUISA NA TUTORIA? POSSIBILIDADES DO PLANO DE AÇÃO NAS ATRIBUIÇÕES DO TUTOR PESQUISADOR 1 COMO FAZER PESQUISA NA TUTORIA? POSSIBILIDADES DO PLANO DE AÇÃO NAS ATRIBUIÇÕES DO TUTOR PESQUISADOR Indaial - SC - Abril 2012 Ana Luisa Fantini Schmitt - Centro Universitário Leonardo da Vinci (UNIASSELVI)

Leia mais

PRODUÇÃO DE MATERIAL DIDÁTICO A DISTÂNCIA: A EXPERIÊNCIA DA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE PELOTAS UCPEL VIRTUAL

PRODUÇÃO DE MATERIAL DIDÁTICO A DISTÂNCIA: A EXPERIÊNCIA DA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE PELOTAS UCPEL VIRTUAL PRODUÇÃO DE MATERIAL DIDÁTICO A DISTÂNCIA: A EXPERIÊNCIA DA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE PELOTAS UCPEL VIRTUAL Gabriela Jurak de Castro UCPel gabriela.jurak@ucpel.tche.br Letícia Marques Vargas UCPel lvargas@ucpel.tche.br

Leia mais

FERRAMENTAS E APLICATIVOS PARA CAPACITAÇÃO DE DOCENTES UM RELATO DE EXPERIÊNCIA DO PLANO INOVADOR DE CAPACITAÇÃO PIC NUTEAD/UEPG

FERRAMENTAS E APLICATIVOS PARA CAPACITAÇÃO DE DOCENTES UM RELATO DE EXPERIÊNCIA DO PLANO INOVADOR DE CAPACITAÇÃO PIC NUTEAD/UEPG 1 FERRAMENTAS E APLICATIVOS PARA CAPACITAÇÃO DE DOCENTES UM RELATO DE EXPERIÊNCIA DO PLANO INOVADOR DE CAPACITAÇÃO PIC NUTEAD/UEPG Ponta Grossa PR 05/2015 Maria Luzia Fernandes Bertholino dos Santos Universidade

Leia mais

TECNOLOGIAS DA INFORMAÇÃO E DA COMUNICAÇÃO E FORMAÇÃO DE PROFESSORES: ENTRE A POLÍTICA E A PRÁTICA

TECNOLOGIAS DA INFORMAÇÃO E DA COMUNICAÇÃO E FORMAÇÃO DE PROFESSORES: ENTRE A POLÍTICA E A PRÁTICA TECNOLOGIAS DA INFORMAÇÃO E DA COMUNICAÇÃO E FORMAÇÃO DE PROFESSORES: ENTRE A POLÍTICA E A PRÁTICA Fernanda Araujo Coutinho Campos 1 Hormindo P. de Souza Junior 2 RESUMO Este artigo apresenta parte dos

Leia mais

Situação do Desenvolvimento do Projeto/Avaliação Projeto Tecnológico e Midiático na EE Ernesto Solon Borges

Situação do Desenvolvimento do Projeto/Avaliação Projeto Tecnológico e Midiático na EE Ernesto Solon Borges Situação do Desenvolvimento do Projeto/Avaliação Projeto Tecnológico e Midiático na EE Ernesto Solon Borges Município/Escola Bandeirantes/ Ernesto Solon Borges Ações desenvolvidas (maio a novembro/2013)

Leia mais

MERCADO DE ENERGIA EÓLICA DE PEQUENO PORTE NO BRASIL: PERCEPÇÃO DO POTENCIAL CONSUMIDOR

MERCADO DE ENERGIA EÓLICA DE PEQUENO PORTE NO BRASIL: PERCEPÇÃO DO POTENCIAL CONSUMIDOR MERCADO DE ENERGIA EÓLICA DE PEQUENO PORTE NO BRASIL: PERCEPÇÃO DO POTENCIAL CONSUMIDOR Marcio Giannini Pereira 1, Bruno E. M. Montezano 2 & Ricardo Marques Dutra 1 1- Centro de Pesquisas de Energia Elétrica

Leia mais

LEIA TODO O MANUAL ATENTAMENTE

LEIA TODO O MANUAL ATENTAMENTE APRESENTAÇÃO Olá! É uma enorme satisfação para nós, da AkiExpress, saber que você está interessado em nos conhecer melhor. Somos uma empresa que preza muito pela transparência, pelo respeito e pela interação

Leia mais

PORTAL ESCOLAR: EDUCAÇÃO SEM DISTÂNCIA COM O USO DE SOFTWARE LIVRE

PORTAL ESCOLAR: EDUCAÇÃO SEM DISTÂNCIA COM O USO DE SOFTWARE LIVRE PORTAL ESCOLAR: EDUCAÇÃO SEM DISTÂNCIA COM O USO DE SOFTWARE LIVRE Agleice Marques Gama Resumo: Neste artigo, apresenta-se uma análise do Portal Escolar: Educação sem Distância do Estado do Pará, com o

Leia mais

AVALIAÇÃO DA APRENDIZAGEM NOS CURSOS DE SAÚDE UTILIZANDO FERRAMENTAS ONLINE

AVALIAÇÃO DA APRENDIZAGEM NOS CURSOS DE SAÚDE UTILIZANDO FERRAMENTAS ONLINE AVALIAÇÃO DA APRENDIZAGEM NOS CURSOS DE SAÚDE UTILIZANDO FERRAMENTAS ONLINE Maceió AL Maio 2011 2.3.1. Educação Universitária 2.3.2.3. Interação e Comunicação em Comunidades de Aprendizagem 2.3.2.2. Tecnologia

Leia mais

MÉTODO PARA REALIZAÇÃO DE REVISÃO DA PRODUÇAO ACADÊMICA NO BRASIL: BANCO DE TESE DA CAPES 1

MÉTODO PARA REALIZAÇÃO DE REVISÃO DA PRODUÇAO ACADÊMICA NO BRASIL: BANCO DE TESE DA CAPES 1 MÉTODO PARA REALIZAÇÃO DE REVISÃO DA PRODUÇAO ACADÊMICA NO BRASIL: BANCO DE TESE DA CAPES 1 André Luiz Borges Milhomem Mestre em Educação UNEMAT andre80@unemat.br Heloisa Salles Gentil Profª Drª do Programa

Leia mais

DSpace como repositório eletrônico de monografias da Universidade Estadual da Paraíba

DSpace como repositório eletrônico de monografias da Universidade Estadual da Paraíba de Andrade, Camille; Santos da Silva Medeiros, Irenilda DSpace como repositório eletrônico de monografias da Universidade Estadual da Paraíba III Jornadas de Intercambio y Reflexión acerca de la Investigación

Leia mais

UNIVERSIDADE DO ESTADO DE SANTA CATARINA - UDESC CENTRO DE CIÊNCIAS HUMANAS E DA EDUCAÇÃO FAED DIREÇÃO DE ENSINO

UNIVERSIDADE DO ESTADO DE SANTA CATARINA - UDESC CENTRO DE CIÊNCIAS HUMANAS E DA EDUCAÇÃO FAED DIREÇÃO DE ENSINO RENOVAÇÃO DO RECONHECIMENTO DOS CURSOS DE GRADUAÇÃO - FAED Curso: PEDAGOGIA Departamento: PEDAGOGIA ASPECTOS ATINGIDOS A PARTIR DA AVALIAÇÃO DO CONSELHO ESTADUAL DE EDUCAÇÃO Aspectos a Melhorar: Definir

Leia mais

PLANO DE COMUNICAÇÃO E MOBILIZAÇÃO DO COMITÊ DA BACIA HIDROGRÁFICA DO RIO PIANCÓ- PIRANHAS-AÇU

PLANO DE COMUNICAÇÃO E MOBILIZAÇÃO DO COMITÊ DA BACIA HIDROGRÁFICA DO RIO PIANCÓ- PIRANHAS-AÇU PLANO DE COMUNICAÇÃO E MOBILIZAÇÃO DO COMITÊ DA BACIA HIDROGRÁFICA DO RIO PIANCÓ- PIRANHAS-AÇU CAICÓ - RN COMITÊ DA BACIA HIDROGRÁFICA DO RIO PIANCÓ-PIRANHAS-AÇU PLANO DE COMUNICAÇÃO E MOBILIZAÇÃO SOCIAL

Leia mais