Partitioning Partitioning table App. Partitioning SQL Server Partitioning Vantagens Partitioning Exemplo Passos a dar

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Partitioning Partitioning table App. Partitioning SQL Server Partitioning Vantagens Partitioning Exemplo Passos a dar"

Transcrição

1 Quilson Antunes

2 Partitioning Partitioning table App. Partitioning SQL Server Partitioning Vantagens Partitioning Exemplo Passos a dar 19 de Agosto de 2011 Microsoft SQL Server Partitioning 2

3 Partitioning A partition is a division of a logical database or its constituting elements into distinct independent parts. Database partitioning is normally done for manageability, performance or availability reasons. BD Bd.mdf File1.mdf File2.mdf File3.mdf Filen.mdf 19 de Agosto de 2011 Microsoft SQL Server Partitioning 3

4 O que é uma Tabela Particionada É a Divisão de um objecto tabela, contido num único objecto de armazenamento, em vários objectos de armazenamento. Para aplicação é nada mais do que um único objecto (tabela), quando na realidade esse objecto, divide-se em múltiplos segmentos ou ficheiros (ndf). Tabela Bd.mdf File1.ndf File2.ndf File3.ndf Filen.ndf 19 de Agosto de 2011 Microsoft SQL Server Partitioning 4

5 Partitioning por Aplicação Os dados são divididos por varias tabelas ou através de servidores, e bases de dados Aplicação decide para onde redireccionar e realizar as queries. Usando o UNION ou Views através de varias tabelas ou a vários servidores (DPVs) 19 de Agosto de 2011 Microsoft SQL Server Partitioning 5

6 SQL Server Os dados são divididos por varias tabelas ou através de servidores, e bases de dados Aplicação decide para onde redireccionar e realizar as queries. Usando o UNION ou Views através de varias tabelas ou a vários servidores (DPVs) 19 de Agosto de 2011 Microsoft SQL Server Partitioning 6

7 Particionamento SQL Server Divide as tabelas e os índices em vários objectos, tendo como chave de divisão um coluna, essa divisão pode ser: Horizontal Vertical Continua a ser tratado como um único objecto para o motor do SQL Tratada como vários objectos pelo mecanismo de armazenamento 19 de Agosto de 2011 Microsoft SQL Server Partitioning 7

8 Quando é que se deve realizar o partitionin?g Quando a BD tem um único ficheiro, e este torna-se muito grande, e pesado para a seguintes acções: Gestão (Backups, Restores) Performance 19 de Agosto de 2011 Microsoft SQL Server Partitioning 8

9 Rápida leitura e escrita Melhor Gestão do Backups / Restore Melhor Gestão dos Índices Minimiza a fragmentação dos índices nas tabelas Particionadas Fácil Gestão dos dados histórico Permite que a BD tenha escalabilidade sem sacrificar a performance 19 de Agosto de 2011 Microsoft SQL Server Partitioning 9

10 Gestão Rápida leitura e escrita Melhor Gestão do Backups / Restore Melhor Gestão dos Índices Minimiza a fragmentação dos índices nas tabelas Particionadas Fácil Gestão dos dados histórico Permite que a BD tenha escalabilidade sem sacrificar a performance Optimização ao fazer querys as tabelas com muitos registos Eficiência na Join A Btree do Índice mais pequena quando Melhores planos de execução e mais simples, quando comparados com a partição usando Views 19 de Agosto de 2011 Microsoft SQL Server Partitioning 10

11 Order History Example: Table ORDER HISTORY with a Nonclustered Index on CUSTOMER ID Nonpartitioned: Order ID Customer ID Filegroup DATA Order History Table Order Date Amount Filegroup IDX Customer ID Index 19 de Agosto de 2011 Microsoft SQL Server Partitioning 11

12 Disco G: Disco E: Disco F: Order History Filegroup DATA_2002 Filegroup DATA_2003 Filegroup DATA_2004 Order ID Order History Table Order History Table Order History Table Customer ID Filegroup IDX_2002 Filegroup IDX_2003 Filegroup IDX_2004 Order Date Amount Customer ID Index Customer ID Index Customer ID Index Order Date < Order Date >= and Order Date < Order Date >= de Agosto de 2011 Microsoft SQL Server Partitioning 12

13 Switch Muda o conteúdo de uma partição para outra Merge Junta duas partições Split Separa um partição. 19 de Agosto de 2011 Microsoft SQL Server Partitioning 13

14 19 de Agosto de 2011 Microsoft SQL Server Partitioning 14

15 19 de Agosto de 2011 Microsoft SQL Server Partitioning 15

Administração e Optimização de BDs

Administração e Optimização de BDs Departamento de Engenharia Informática 2010/2011 Administração e Optimização de BDs Mini-Projecto 1 2º semestre A resolução deve ser claramente identificada com o número de grupo e entregue sob a forma

Leia mais

INSTITUTO SUPERIOR TÉCNICO Administração e Optimização de Bases de Dados

INSTITUTO SUPERIOR TÉCNICO Administração e Optimização de Bases de Dados Número: Nome: 1 -------------------------------------------------------------------------------------------------------------- INSTITUTO SUPERIOR TÉCNICO Administração e Optimização de Bases de Dados Exame

Leia mais

Consistem num conjunto de apontadores para instâncias especificas de cada relação.

Consistem num conjunto de apontadores para instâncias especificas de cada relação. Mecanismo usado para mais fácil e rapidamente aceder à informação existente numa base de dados. Bases de Dados de elevadas dimensões. Consistem num conjunto de apontadores para instâncias especificas de

Leia mais

Dicas para uso de VLDB (very large databases)

Dicas para uso de VLDB (very large databases) Dicas para uso de VLDB (very large databases) Slide 1 Considerações e Marcas Registradas As informações contidas nesta apresentação não foram submetidas à nenhuma revisão formal e é distribuída sem nenhuma

Leia mais

BD Oracle. Licenciatura em Engenharia Informática e Computação. Bases de Dados 2003/04

BD Oracle. Licenciatura em Engenharia Informática e Computação. Bases de Dados 2003/04 BD Oracle SGBD Oracle Licenciatura em Engenharia Informática e Computação Bases de Dados 2003/04 BD Oracle Introdução aos SGBD Base de Dados Colecção de dados que descrevem alguma realidade Sistema de

Leia mais

COMPETÊNCIAS ESPECÍFICAS Compreender e utilizar a linguagem SQL, na construção e manutenção de uma base de dados.

COMPETÊNCIAS ESPECÍFICAS Compreender e utilizar a linguagem SQL, na construção e manutenção de uma base de dados. PLANIFICAÇÃO DA DISCIPLINA DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO 12.ºH CURSO PROFISSIONAL DE TÉCNICO MULTIMÉDIA ANO LECTIVO 2013/2014 6. LINGUAGENS DE PROGRAMAÇÃO IV Pré-requisitos: - Planificar e estruturar bases

Leia mais

ESTRUTURA DE SERVER 2008. Lílian Simão Oliveira

ESTRUTURA DE SERVER 2008. Lílian Simão Oliveira ESTRUTURA DE ARMAZENAMENTO SQL SERVER 2008 Lílian Simão Oliveira O Banco de Dados SQL Server mapeia um banco em um conjunto de arquivos do sistema operacional As informações de log e de dados nunca ficam

Leia mais

Sumário 1 0.1 Introdução 1 0.2 Breve História da Linguagem SQL l 0.3 Características da Linguagem SQL 3 0.4 A Composição deste Livro 3

Sumário 1 0.1 Introdução 1 0.2 Breve História da Linguagem SQL l 0.3 Características da Linguagem SQL 3 0.4 A Composição deste Livro 3 ÍNDICE o -INTRODUÇÃO Sumário 1 0.1 Introdução 1 0.2 Breve História da Linguagem SQL l 0.3 Características da Linguagem SQL 3 0.4 A Composição deste Livro 3 0.5 Sistemas Utilizados 6 0.5.1 Access 2003 (Microsoft)

Leia mais

Noções de. Microsoft SQL Server. Microsoft SQL Server

Noções de. Microsoft SQL Server. Microsoft SQL Server Noções de 1 Considerações Iniciais Basicamente existem dois tipos de usuários do SQL Server: Implementadores Administradores 2 1 Implementadores Utilizam o SQL Server para criar e alterar base de dados

Leia mais

UFCD 787. Administração de base de dados. Elsa Marisa S. Almeida

UFCD 787. Administração de base de dados. Elsa Marisa S. Almeida UFCD 787 Administração de base de dados Elsa Marisa S. Almeida 1 Objectivos Replicação de base de dados Gestão de transacções Cópias de segurança Importação e exportação de dados Elsa Marisa S. Almeida

Leia mais

Banco de Dados I 2007. Módulo V: Indexação em Banco de Dados. (Aulas 4) Clodis Boscarioli

Banco de Dados I 2007. Módulo V: Indexação em Banco de Dados. (Aulas 4) Clodis Boscarioli Banco de Dados I 2007 Módulo V: Indexação em Banco de Dados (Aulas 4) Clodis Boscarioli Agenda: Indexação em SQL; Vantagens e Custo dos Índices; Indexação no PostgreSQL; Dicas Práticas. Índice em SQL Sintaxe:

Leia mais

Um Armazém de Dados para o arquivo e pesquisa de informação sobre uma Universidade. Marco Nunes marco@fe.up.pt Supervisor: Gabriel David gtd@fe.up.

Um Armazém de Dados para o arquivo e pesquisa de informação sobre uma Universidade. Marco Nunes marco@fe.up.pt Supervisor: Gabriel David gtd@fe.up. Um Armazém de Dados para o arquivo e pesquisa de informação sobre uma Universidade Marco Nunes marco@fe.up.pt Supervisor: Gabriel David gtd@fe.up.pt Índice Objectivos Matriz de data marts vs dimensões

Leia mais

RANGE-HASH e RANGE-LIST

RANGE-HASH e RANGE-LIST RANGE-HASH e RANGE-LIST O COMPOSITE PARTITION é um método de particionamento composto, unindo os três métodos discutidos anteriormente. Como os métodos Range, Hash e List Partition. Existem dois tipos

Leia mais

Índice. Introdução às bases de dados. Parte 1 ÍNDICE DE FIGURAS E QUADROS 11 CONVENÇÕES USADAS NESTE MANUAL 15 PREFÁCIO 17

Índice. Introdução às bases de dados. Parte 1 ÍNDICE DE FIGURAS E QUADROS 11 CONVENÇÕES USADAS NESTE MANUAL 15 PREFÁCIO 17 Índice ÍNDICE DE FIGURAS E QUADROS 11 CONVENÇÕES USADAS NESTE MANUAL 15 PREFÁCIO 17 Parte 1 Introdução às bases de dados 1. Introdução 21 1.1. Os sistemas de bases de dados 23 1.1.1. Breve historial 23

Leia mais

Tarefa Orientada 12 Junção Externa, Auto-Junção e União

Tarefa Orientada 12 Junção Externa, Auto-Junção e União Tarefa Orientada 12 Junção Externa, Auto-Junção e União Objectivos: Junção externa (Outer JOIN) Junção externa à esquerda (LEFT Outer JOIN) Junção externa à direita (RIGHT Outer JOIN) Junção externa completa

Leia mais

Banco de Dados Oracle 10g: Introdução à Linguagem SQL

Banco de Dados Oracle 10g: Introdução à Linguagem SQL Oracle University Entre em contato: 0800 891 6502 Banco de Dados Oracle 10g: Introdução à Linguagem SQL Duração: 5 Dias Objetivos do Curso Esta classe se aplica aos usuários do Banco de Dados Oracle8i,

Leia mais

PROGRAMA. Aquisição dos conceitos teóricos mais importantes sobre bases de dados contextualizados à luz de exemplos da sua aplicação no mundo real.

PROGRAMA. Aquisição dos conceitos teóricos mais importantes sobre bases de dados contextualizados à luz de exemplos da sua aplicação no mundo real. PROGRAMA ANO LECTIVO: 2005/2006 CURSO: LICENCIATURA BI-ETÁPICA EM INFORMÁTICA ANO: 2.º DISCIPLINA: BASE DE DADOS DOCENTE RESPONSÁVEL PELA REGÊNCIA: Licenciado Lino Oliveira Objectivos Gerais: Aquisição

Leia mais

Um objeto de estatística contém informações de distribuição de valores de uma ou mais colunas de uma tabela ou view indexada

Um objeto de estatística contém informações de distribuição de valores de uma ou mais colunas de uma tabela ou view indexada Desvendando Estatísticas do SQL Server Parte 1 Nesta série de artigos vamos dar um mergulho profundo nas Teorias Probabilísticas (mais conhecido como estatísticas) do SQL Server. Introdução Estatísticas

Leia mais

Universidade Nova de Lisboa Faculdade de Ciências e Tecnologia Departamento de Informática

Universidade Nova de Lisboa Faculdade de Ciências e Tecnologia Departamento de Informática Universidade Nova de Lisboa Faculdade de Ciências e Tecnologia Departamento de Informática Trabalho Prático de Sistemas de Gestão de Base de Dados 1º Semestre, 2011/2012 Armazenamento e Estrutura de Indexação

Leia mais

Pollyanna Gonçalves. Seminário da disciplina Banco de Dados II

Pollyanna Gonçalves. Seminário da disciplina Banco de Dados II Pollyanna Gonçalves Seminário da disciplina Banco de Dados II Web 2.0 vem gerando grande volume de dados Conteúdo gerado por redes sociais, sensores inteligentes, tecnologias de colaboração, etc. Novas

Leia mais

PostgreSQL Performance

PostgreSQL Performance PostgreSQL Performance André Restivo Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto February 24, 2012 André Restivo (FEUP) PostgreSQL Performance February 24, 2012 1 / 45 Sumário 1 Armazenamento 2 Índices

Leia mais

Semana SQL Server 2008: Data Warehousing - Escalabilidade e Performance

Semana SQL Server 2008: Data Warehousing - Escalabilidade e Performance Semana SQL Server 2008: Data Warehousing - Escalabilidade e Performance Page: 1 O que cobriremos? Page: 2 Agenda Page: 3 Escalabilidade e Performance Page: 4 Gerenciando o Tamanho dos Dados no Storage

Leia mais

In-Memory Database Internals DPB304

In-Memory Database Internals DPB304 In-Memory Database Internals DPB304 In-Memory Database Internals Alberto Lima Senior Premier Field Engineer-SQL Server allima@microsoft.com Frederico Guimarães Santos Premier Field Engineer SQL Server

Leia mais

Desempenho da Base de Dados

Desempenho da Base de Dados Desempenho Parte I Base de Dados 1 Desempenho da Base de Dados O desempenho de uma base de dados pode ser optimizado e afinado, escolhendo os valores adequados dos parâmetros do SGBD usado, o desenho dos

Leia mais

NoSQL: onde, como e por quê? Rodrigo Hjort rodrigo@hjort.co

NoSQL: onde, como e por quê? Rodrigo Hjort rodrigo@hjort.co NoSQL: onde, como e por quê? Rodrigo Hjort rodrigo@hjort.co Quem aqui usa banco de dados? Por que precisamos de SQL? Onde usamos SQL (i.e. ACID)? MAS... Universo digital em expansão Fonte: IDC White Paper,

Leia mais

Tarefa Orientada 1 Base de Dados Editora

Tarefa Orientada 1 Base de Dados Editora Tarefa Orientada 1 Base de Dados Editora Objectivos: Criar as tabelas da base de dados Editora Criar o diagrama da base de dados Editora Inserir registos com os dados de teste Criar as tabelas da base

Leia mais

PROGRAMA. Objectivos Gerais :

PROGRAMA. Objectivos Gerais : PROGRAMA ANO LECTIVO : 2005/2006 CURSO : ENGENHARIA MULTIMÉDIA ANO: 2.º DISCIPLINA : SISTEMA DE GESTÃO DE BASE DE DADOS DOCENTE RESPONSÁVEL PELA REGÊNCIA : Licenciado Lino Oliveira Objectivos Gerais :

Leia mais

Bases de Dados 1º semestre

Bases de Dados 1º semestre DepartamentodeEngenhariaInformática 2008/2009 BasesdeDados1ºsemestre Lab1:Introduçãoaoambiente O ficheiro create bank.sql contém um conjunto de instruções SQL para criar a base de dadosdeexemploilustradanafigura1.

Leia mais

Tarefa Orientada 14 Subconsultas

Tarefa Orientada 14 Subconsultas Tarefa Orientada 14 Subconsultas Objectivos: Subconsultas não correlacionadas Operadores ALL, SOME e ANY Subconsultas correlacionadas Operador EXISTS Subconsultas incluídas na cláusula FROM de uma consulta

Leia mais

O que são Bancos de Dados?

O que são Bancos de Dados? SQL Básico Liojes de Oliveira Carneiro professor.liojes@gmail.com www.professor-liojes.blogspot.com O que são Bancos de Dados? É o software que armazena, organiza, controla, trata e distribui os dados

Leia mais

Novidades Oracle 11g. Rio Grande Energia - RGE

Novidades Oracle 11g. Rio Grande Energia - RGE Novidades Oracle 11g Daniel Güths Rio Grande Energia - RGE 1 Agenda Oracle Database 11g new features SQL e PL/SQL new features Performance e gerenciamento de recursos Gerenciamento de mudanças Gerenciamento

Leia mais

Índice. Introdução... 31. Tutorial 1: O Microsoft Access como Sistema de Gestão de Bases de Dados Relacionais... 35

Índice. Introdução... 31. Tutorial 1: O Microsoft Access como Sistema de Gestão de Bases de Dados Relacionais... 35 Introdução... 31 1. Bases de Dados Relacionais...31 2. Modelação de Bases de Dados...31 3. Modelo de Classes UML...32 4. Linguagem SQL...32 5. Sobre o Microsoft Access...32 Tutorial 1: O Microsoft Access

Leia mais

P L A N I F I C A Ç Ã O A N U A L

P L A N I F I C A Ç Ã O A N U A L P L A N I F I C A Ç Ã O A N U A L DEPARTAMENTO: MATEMÁTICA E CIÊNCIAS EXPERIMENTAIS ÁREA DISCIPLINAR: 550 - INFORMÁTICA DISCIPLINA: PSI CURSO: Profissional DE: Téc. de Gestão e Programação de Sist. Informáticos

Leia mais

ORACLE 11 G INTRODUÇÃO AO ORACLE, SQL,PL/SQL. Carga horária: 32 Horas

ORACLE 11 G INTRODUÇÃO AO ORACLE, SQL,PL/SQL. Carga horária: 32 Horas ORACLE 11 G INTRODUÇÃO AO ORACLE, SQL,PL/SQL Carga horária: 32 Horas Pré-requisito: Para que os alunos possam aproveitar este treinamento ao máximo, é importante que eles tenham participado dos treinamentos

Leia mais

ESTRATÉGIAS DE OTIMIZAÇÃO NO SGBD MICROSOFT SQL SERVER 2008 R2 IREMAR NUNES DE LIMA 2

ESTRATÉGIAS DE OTIMIZAÇÃO NO SGBD MICROSOFT SQL SERVER 2008 R2 IREMAR NUNES DE LIMA 2 ESTRATÉGIAS DE OTIMIZAÇÃO NO SGBD MICROSOFT SQL SERVER 2008 R2 RAMON FELIPE MOREIRA DIAS DE SOUZA 1 IREMAR NUNES DE LIMA 2 Resumo: Este artigo identifica e discute diversas estratégias que podem ser utilizadas

Leia mais

Os dados no MySQL são armazenado em tabelas. Uma tabela é uma colecção de informação relacionada e consiste em colunas e linhas.

Os dados no MySQL são armazenado em tabelas. Uma tabela é uma colecção de informação relacionada e consiste em colunas e linhas. MySQL 101 Recapitulando Os dados no MySQL são armazenado em tabelas. Uma tabela é uma colecção de informação relacionada e consiste em colunas e linhas. As bases de dados são úteis quando necessitamos

Leia mais

Engenharia de software 2011A. Trabalho sobre

Engenharia de software 2011A. Trabalho sobre Engenharia de software 2011A Trabalho sobre NOSQL Not only SQL NoSQL Not only SQL GRUPO - 9 Cléverton Heming Jardel Palagi Jonatam Gebing Marcos Wassem NOSQL O Termo NoSQL, foi utilizado pela primeira

Leia mais

BACO BAse de Co-Ocorrências

BACO BAse de Co-Ocorrências BACO? BACO BAse de Co-Ocorrências Luís Sarmento O BACO é uma base de dados que guarda informação gerada a partir um processamento efectuado a um ou vários corpora. O objectivo: Permitir pesquisar rapidamente

Leia mais

DataBase Refactoring em FireBird

DataBase Refactoring em FireBird DataBase Refactoring em FireBird Autor: Manoel Pimentel Medeiros É Engenheiro de Software, com mais de 15 anos na área de TI, atualmente trabalha com projetos Java pela Rhealeza(SP) e como Coach em metodologias

Leia mais

Boas Práticas para Otimização de Consultas a Bancos de. Dados usando SQL Server 2005

Boas Práticas para Otimização de Consultas a Bancos de. Dados usando SQL Server 2005 Boas Práticas para Otimização de Consultas a Bancos de Dados usando SQL Server 2005 LEONARDO FERREIRA SOARES* leo.fsoares@gmail.com IREMAR NUNES DE LIMA** iremar.prof@newtonpaiva.br RESUMO Este trabalho

Leia mais

Programação SQL. Introdução

Programação SQL. Introdução Introdução Principais estruturas duma Base de Dados: Uma BD relacional é constituída por diversas estruturas (ou objectos ) de informação. Podemos destacar: Database: designa a própria BD; Table/Tabela:

Leia mais

Bases de Dados 2005/2006. Aula 5

Bases de Dados 2005/2006. Aula 5 Bases de Dados 2005/2006 Aula 5 Sumário -1. (T.P.C.) Indique diferenças entre uma tabela e uma relação. 0. A base de dados Projecto 1. SQL Join (variantes) a. Cross Join b. Equi-Join c. Natural Join d.

Leia mais

Procedimento de Gestão PG 02 Controlo de Documentos e Registos

Procedimento de Gestão PG 02 Controlo de Documentos e Registos Índice 1.0. Objectivo. 2 2.0. Campo de aplicação 2 3.0. Referências e definições....... 2 4.0. Responsabilidades... 3 5.0. Procedimento... 3 5.1. Generalidades 3 5.2. Controlo de documentos... 4 5.3. Procedimentos

Leia mais

Tuning para Desenvolvedores DB2

Tuning para Desenvolvedores DB2 Tuning para Desenvolvedores DB2 Perallis IT Innovation Soluções em Armazenamento de dados www.perallis.com contato@perallis.com +55 19 3203-1002 SOBRE ESTE CURSO PÚBLICO-ALVO O curso Tuning para Desenvolvedores

Leia mais

Android e Bancos de Dados

Android e Bancos de Dados (Usando o SQLite) Programação de Dispositivos Móveis Mauro Lopes Carvalho Silva Professor EBTT DAI Departamento de Informática Campus Monte Castelo Instituto Federal de Educação Ciência e Tecnologia do

Leia mais

Tarefa Orientada 10 Obter informação a partir de uma tabela

Tarefa Orientada 10 Obter informação a partir de uma tabela Tarefa Orientada 10 Obter informação a partir de uma tabela Objectivos: Consultar dados de uma tabela Utilizar operadores aritméticos, relacionais, lógicos, de concatenação de cadeias de caracteres, LIKE

Leia mais

Bases de Dados 2007/2008. Aula 1. Referências

Bases de Dados 2007/2008. Aula 1. Referências Bases de Dados 2007/2008 Aula 1 Sumário 1. SQL Server 2000: configuração do acesso ao servidor. 1.1. SQL Server Service Manager. 1.2. SQL Server Enterprise Manager. 1.3. SQL Query Analyzer. 2. A base de

Leia mais

Worldwide Online TechDay. 30 - Outubro

Worldwide Online TechDay. 30 - Outubro 30 - Outubro 1 Como funciona um banco de dados Microsoft SQL Server? Fabricio Catae Premier Field Engineer Microsoft Certified Master Twitter: @fcatae WebSite: http://blogs.msdn.com/fcatae/ 2 Nossos Parceiros

Leia mais

Título da Apresentação

Título da Apresentação Título da Apresentação O Ambiente IntegraçãoSPED Palestrante: EDSON IE 00/00/0000 O SPED O SPED (SISTEMA PÚBLICO DE ESCRITURAÇÃO DIGITAL), foi instituído pelo Decreto nº 6.022, de 22 de janeiro de 2007,

Leia mais

Cursos Guia DBA Pacote Curso SQL Server 2014 e o passo a passo para otimização SQL Server 2016

Cursos Guia DBA Pacote Curso SQL Server 2014 e o passo a passo para otimização SQL Server 2016 2015 Cursos Guia DBA Pacote Curso SQL Server 2014 e o passo a passo para otimização SQL Server 2016 O pacote inclui os dois cursos mais simulados para a prova de certificação, exercícios, e-book e app

Leia mais

Banco de Dados. Conversão para o Banco de Dados SisMoura

Banco de Dados. Conversão para o Banco de Dados SisMoura Banco de Dados Conversão para o Banco de Dados SisMoura Objetivo : Converter as informações contidas em um determinado banco de dados para o banco de dados do Sismoura. Restaurar Banco de Dados em branco

Leia mais

Curso de Instalação e Gestão de Redes Informáticas

Curso de Instalação e Gestão de Redes Informáticas ESCOLA PROFISSIONAL VASCONCELLOS LEBRE Curso de Instalação e Gestão de Redes Informáticas SISTEMAS DE ARQUIVOS FAT E FAT32 José Vitor Nogueira Santos FT2-0749 Mealhada, 2009 Introdução Muitos usuários

Leia mais

Best Practices SSIS 2008 for Starters

Best Practices SSIS 2008 for Starters Best Practices SSIS 2008 for Starters A Fast Introduction By @Tiago Palhota tiago.palhota@gmail.com Index Design - Anotações - Containers - Expressões - Mapping de colunas Performance - SELECT * / Table

Leia mais

Sistemas de Gestão de Bases de Dados

Sistemas de Gestão de Bases de Dados Cadeira de Tecnologias de Informação Ano lectivo 2007/08 Sistemas de Gestão de Bases de Dados Prof. Mário Caldeira Profª Ana Lucas Dr. Fernando Naves Engª Winnie Picoto Engº Luis Vaz Henriques Dr. José

Leia mais

1. Assinale as afirmações que são verdadeiras e as que são falsas, corrigindo-as:

1. Assinale as afirmações que são verdadeiras e as que são falsas, corrigindo-as: Curso Profissional Técnico de Informática de Gestão 10ºB Prof. Pedro Lopes S i s t e m a s d e I n f o r m a ç ã o M ó d u l o : L i n g u a g e m S Q L T e s t e s u m a t i v o d u r a ç ã o 8 0 m i

Leia mais

Arquivo Digital de Trabalhos Práticos de Alunos

Arquivo Digital de Trabalhos Práticos de Alunos Arquivo Digital de Trabalhos Práticos de Alunos Projecto Integrado Engenharia de Linguagens Eduardo Ribeiro Miguel Nunes Objectivos Criação de uma interface Web para incorporação de Objectos Digitais;

Leia mais

Proposta de treinamento

Proposta de treinamento Proposta de treinamento SQL11 T-SQL Expert São Paulo-SP, Fevereiro/2013 Brasília, 08 de Novembro de 2012 Ref.: 12-061 Esta proposta é válida até o dia 10 de Janeiro de 2013. Sr. Nimbus Prestação de Serviços

Leia mais

SISTEMAS DE ARQUIVOS Sistemas operacionais

SISTEMAS DE ARQUIVOS Sistemas operacionais Técnico em Informática SISTEMAS DE ARQUIVOS Sistemas operacionais Professor Airton Ribeiro de Sousa Sistemas operacionais Sistema de Arquivos pode ser definido como uma estrutura que indica como os dados

Leia mais

Tarefa Orientada 18 Procedimentos armazenados

Tarefa Orientada 18 Procedimentos armazenados Tarefa Orientada 18 Procedimentos armazenados Objectivos: Criar Procedimentos armazenados Chamar procedimentos armazenados Utilizar parâmetros de entrada e de saída Um procedimento armazenado representa

Leia mais

Bases de Dados 1º semestre

Bases de Dados 1º semestre DepartamentodeEngenhariaInformática 2009/2010 BasesdeDados1ºsemestre Lab1:Introduçãoaoambiente Oficheirobank.sqlcontémumconjuntodeinstruçõesSQLparacriarabasededadosde exemploilustradanafigura1. Figura1.Basededadosdeexemplo

Leia mais

PLANEAMENTO DA INSTALAÇÃO DO WINDOWS SERVER 2003

PLANEAMENTO DA INSTALAÇÃO DO WINDOWS SERVER 2003 PLANEAMENTO DA INSTALAÇÃO DO WINDOWS SERVER 2003 1 PLANEAMENTO DA INSTALAÇÃO Instalar o Windows Server 2003 requer alguma preparação, devido à sua complexidade: Ao correr o programa de setup (configuração)

Leia mais

BD SQL Server. Licenciatura em Engenharia Informática e Computação. Bases de Dados 2003/04

BD SQL Server. Licenciatura em Engenharia Informática e Computação. Bases de Dados 2003/04 BD SQL Server SGBD SQL Server Licenciatura em Engenharia Informática e Computação Bases de Dados 2003/04 BD SQL Server Criação da Ligação ao SGBD Entrar no Microsoft SQL Server / Enterprise Manager Criar

Leia mais

Data Warehousing e OLAP

Data Warehousing e OLAP Data Warehousing e OLAP Jornadas de Engenharia Informática Instituto Politécnico da Guarda Henrique Madeira Departamento de Engenharia Informática Faculdade de Ciências e Tecnologia Universidade de Coimbra

Leia mais

Administrando SQL Server para "Não DBAs"

Administrando SQL Server para Não DBAs Administrando SQL Server para "Não DBAs" Marcelo Fernandes @marcelodba fernandes_dba@hotmail.com Guilherme Torres @ guitorres_dba guilhermetorres.dba@gmail.com PATROCINADORES SP_WHO Especialista em SQL

Leia mais

FIG I. Para configurar o MULTICENTRAL para ligação a várias centrais temos que ( ver FIG I ):

FIG I. Para configurar o MULTICENTRAL para ligação a várias centrais temos que ( ver FIG I ): CS. M ARKETING Janeiro 2012 PG 1 O MULTICENTRAL é uma versão do que permite em um único software receber registos de chamadas de várias centrais. Numa versão multicentral podemos criar várias centrais

Leia mais

DESENVOLVENDO SOLUÇÕES COM VISUAL FOXPRO 8 E 9

DESENVOLVENDO SOLUÇÕES COM VISUAL FOXPRO 8 E 9 DESENVOLVENDO SOLUÇÕES COM VISUAL FOXPRO 8 E 9 Í N D I C E Capítulo 1 - O Início de Tudo 1 Reunindo todas as informações necessárias 2 Instalando o Visual FoxPro 2 Configurando o Visual FoxPro 7 Capítulo

Leia mais

Bancos de Dados III. Bancos de Dados Distribuídos Especificação e Projeto Parte 1. Rogério Costa rogcosta@inf.puc-rio.br

Bancos de Dados III. Bancos de Dados Distribuídos Especificação e Projeto Parte 1. Rogério Costa rogcosta@inf.puc-rio.br Bancos de Dados III Bancos de Dados Distribuídos Especificação e Projeto Parte 1 Rogério Costa rogcosta@inf.puc-rio.br 1 Arquitetura em 3 Camadas Três níveis de esquemas: conceitual, interno e externo

Leia mais

trigger insert, delete, update

trigger insert, delete, update 1 Um trigger é um conjunto de instruções SQL armazenadas no catalogo da BD Pertence a um grupo de stored programs do MySQL Executado quando um evento associado com uma tabela acontece: insert, delete,

Leia mais

Planificação Anual. Departamento Expressões e Tecnologias

Planificação Anual. Departamento Expressões e Tecnologias Modelo Dep-01 Planificação Anual Agrupamento de Escolas do Castêlo da Maia Departamento Expressões e Tecnologias Ano 12º Ano letivo 2013.2014 Disciplina Programação e Sistemas de Informação Turma G Professores:

Leia mais

Banco de Dados. Otimização de consultas. Prof. Joao Eduardo Ferreira Prof. Osvaldo Kotaro Takai. Última atualização: 15 de maio de 2006

Banco de Dados. Otimização de consultas. Prof. Joao Eduardo Ferreira Prof. Osvaldo Kotaro Takai. Última atualização: 15 de maio de 2006 Banco de Dados Otimização de consultas Última atualização: 15 de maio de 2006 Prof. Joao Eduardo Ferreira Prof. Osvaldo Kotaro Takai Introdução Consulta em linguagem de alto nível Análise e validação Forma

Leia mais

SDSS SQL. Walter A. Santos Jr. IAG/USP

SDSS SQL. Walter A. Santos Jr. IAG/USP SDSS SQL Walter A. Santos Jr. IAG/USP Banco de Dados e Ferramentas dos SDSS skyserver.sdss.org Banco de Dados e Ferramentas dos SDSS skyserver.sdss.org (em português) Banco de Dados e Ferramentas dos SDSS

Leia mais

Servidores Identica A performance ao extremo agora disponível no Brasil

Servidores Identica A performance ao extremo agora disponível no Brasil Servidores Identica A performance ao extremo agora disponível no Brasil Com nossa marca Identica oferecemos, entre outros, servidores virtualizados que são hospedados e gerenciados pela unidade de negócios

Leia mais

SQL CREATE DATABASE. MySQL, SQL Server, Access, Oracle, Sybase, DB2, e outras base de dados utilizam o SQL.

SQL CREATE DATABASE. MySQL, SQL Server, Access, Oracle, Sybase, DB2, e outras base de dados utilizam o SQL. LINGUAGEM SQL SQL CREATE DATABASE MySQL, SQL Server, Access, Oracle, Sybase, DB2, e outras base de dados utilizam o SQL. SQL CREATE TABLE SQL NOT NULL O valor NOT NULL obriga que o campo contenha sempre

Leia mais

PL/SQL Developer. Solução para Ambiente de Desenvolvimento Integrado Oracle

PL/SQL Developer. Solução para Ambiente de Desenvolvimento Integrado Oracle Solução para Ambiente de Desenvolvimento Integrado Oracle PL/SQL Developer é um ambiente de desenvolvimento integrado (IDE) que foi especialmente destinado ao desenvolvimento de programas armazenados em

Leia mais

Tarefa Orientada 16 Vistas

Tarefa Orientada 16 Vistas Tarefa Orientada 16 Vistas Objectivos: Vistas só de leitura Vistas de manipulação de dados Uma vista consiste numa instrução de SELECT que é armazenada como um objecto na base de dados. Deste modo, um

Leia mais

GIIGA GESTÃO DA INFORMAÇÃO DA IGA

GIIGA GESTÃO DA INFORMAÇÃO DA IGA IGA INVESTIMENTOS E GESTÃO DA ÁGUA GIIGA GESTÃO DA INFORMAÇÃO DA IGA IGA INVESTIMENTOS E GESTÃO DA ÁGUA GIIGA GESTÃO DA INFORMAÇÃO DA IGA OBJECTIVOS O projecto GIIGA tem por objectivo elaborar o cadastro

Leia mais

Informática para Ciências e Engenharias 2012/13. Teórica 10

Informática para Ciências e Engenharias 2012/13. Teórica 10 Informática para Ciências e Engenharias 2012/13 Teórica 10 Na aula de hoje... Introdução aos sistemas de bases de dados (parte 2): Combinar MATLAB e SQL Um exemplo prático 2 MATLAB + SQL 3 MATLAB + SQL

Leia mais

Escrito por Sex, 14 de Outubro de 2011 23:12 - Última atualização Seg, 26 de Março de 2012 03:33

Escrito por Sex, 14 de Outubro de 2011 23:12 - Última atualização Seg, 26 de Março de 2012 03:33 Preço R$ 129.00 Compre aqui SUPER PACOTÃO 3 EM 1: 186 Vídeoaulas - 3 dvd's - 10.5 Gybabyte. 1) SQL 2) Banco de Dados (Oracle 10g, SQL Server 2005, PostgreSQL 8.2, Firebird 2.0, MySQL5.0) 3) Análise e Modelagem

Leia mais

INSTITUTO SUPERIOR TÉCNICO Administração e Optimização de Bases de Dados

INSTITUTO SUPERIOR TÉCNICO Administração e Optimização de Bases de Dados Número: Nome: 1 -------------------------------------------------------------------------------------------------------------- INSTITUTO SUPERIOR TÉCNICO Administração e Optimização de Bases de Dados Exame

Leia mais

Ex.: INSERT INTO tmpautor (CDAUTOR, NMAUTOR) VALUES (1, Renato Araújo )

Ex.: INSERT INTO tmpautor (CDAUTOR, NMAUTOR) VALUES (1, Renato Araújo ) PRONATEC - Programador de Sistemas Banco de Dados 1) Incluindo linhas nas tabelas a. Para incluir linhas em tabelas utilize o comando INSERT INTO INSERT INTO tabela [ ( coluna [, coluna,...] ) ] VALUES

Leia mais

Sistemas de Gestão de Bases de Dados

Sistemas de Gestão de Bases de Dados Cadeira de Tecnologias de Informação Ano lectivo 2008/2009 Sistemas de Gestão de Bases de Dados Profª Ana Lucas (Responsável) Mestre Fernando Naves Mestre Cristiane Pedron Engª Filipa Pires da Silva Dr.

Leia mais

Internet Access Quality Monitor. Bruno Pires Ramos Prof. Vasco Soares Prof. Alexandre Fonte

Internet Access Quality Monitor. Bruno Pires Ramos Prof. Vasco Soares Prof. Alexandre Fonte Internet Access Quality Monitor Bruno Pires Ramos Prof. Vasco Soares Prof. Alexandre Fonte Escola Superior de Tecnologia - Maio 2008 2 Índice Objectivos Estado da Arte Sistema IAQM Tecnologias Utilizadas

Leia mais

Linguagem SQL (Parte I)

Linguagem SQL (Parte I) Universidade Federal de Sergipe Departamento de Sistemas de Informação Itatech Group Jr Softwares Itabaiana Site: www.itatechjr.com.br E-mail: contato@itatechjr.com.br Linguagem SQL (Parte I) Introdução

Leia mais

Microsoft SQL Server

Microsoft SQL Server departamento de informática FACULDADE DE CIÊNCIAS E TECNOLOGIA UNIVERSIDADE NOVA DE LISBOA Sistemas de Bases de Dados 2013/2014 Microsoft SQL Server Antero Pires, nº 44296 Diogo Cardoso, nº 41908 Pedro

Leia mais

Tecnologias de Informação e Comunicação Página 1 de 5

Tecnologias de Informação e Comunicação Página 1 de 5 1. Descrição da prova A prova irá abranger várias tarefas de utilização do software do Microsoft Office2007 e software gráfico como o Adobe Photoshop CS4 ou Adobe Fireworks CS4. As principais áreas abrangidas

Leia mais

Sistemas Operativos I

Sistemas Operativos I Gestão da Memória Luis Lino Ferreira / Maria João Viamonte Fevereiro de 2006 Gestão da Memória Gestão de memória? Porquê? Atribuição de instruções e dados à memória Endereços lógicos e físicos Overlays

Leia mais

ISEP. Instituto Superior de Engenharia do Porto. Análise de Sistemas Informáticos

ISEP. Instituto Superior de Engenharia do Porto. Análise de Sistemas Informáticos ISEP Instituto Superior de Engenharia do Porto Análise de Sistemas Informáticos Armazenamento de Dados em Rede A Revolução do Armazenamento Partilhado A crise económica e a crescente necessidade de armazenamento

Leia mais

Sistema de Arquivos FAT

Sistema de Arquivos FAT Sistemas Operacionais Sistema de Arquivos FAT Edeyson Andrade Gomes www.edeyson.com.br FAT A FAT é o sistema de arquivos usado pelo MS-DOS e outros sistemas operacionais baseados em Windows para organizar

Leia mais

O poder da cobertura das consultas (Cover Indexes) Estratégias de indexação apropriadas (AND, OR, joins, agregações)

O poder da cobertura das consultas (Cover Indexes) Estratégias de indexação apropriadas (AND, OR, joins, agregações) São Paulo 05 07 Dezembro DAT303 Pré-requisitos (detabe sobre índices cluster) O poder da cobertura das consultas (Cover Indexes) Estratégias de indexação apropriadas (AND, OR, joins, agregações) Outras

Leia mais

Acessando catálogos modernos em Astronomia: dicas e práticas

Acessando catálogos modernos em Astronomia: dicas e práticas Acessando catálogos modernos em Astronomia: dicas e práticas Walter A. Santos Jr. (walter.augusto@gmail.com) IAG/USP 07/04/2017 Introdução Catálogo: conjunto de objetos astronômicos + suas informações

Leia mais

Exercícios com o intuito de cobrar todos os assuntos vistos em sala, relativos à Modelagem Conceitual, SQL, PL e XML. 1ª ETAPA

Exercícios com o intuito de cobrar todos os assuntos vistos em sala, relativos à Modelagem Conceitual, SQL, PL e XML. 1ª ETAPA Exercícios com o intuito de cobrar todos os assuntos vistos em sala, relativos à Modelagem Conceitual, SQL, PL e XML. A 1ª etapa é referente à primeira unidade da cadeira. A 2ª etapa tem foco na segunda

Leia mais

DBMS%Performance% Carlos%Soares% (baseado%em%materiais%gen8lmente%cedidos% por%andré%res8vo,%joão%correia%lopes%e%do% livro%ramakrishnan%&%gehrke)% %

DBMS%Performance% Carlos%Soares% (baseado%em%materiais%gen8lmente%cedidos% por%andré%res8vo,%joão%correia%lopes%e%do% livro%ramakrishnan%&%gehrke)% % DBMS%Performance% Carlos%Soares% (baseado%em%materiais%gen8lmente%cedidos% por%andré%res8vo,%joão%correia%lopes%e%do% livro%ramakrishnan%&%gehrke)% % Plano% Contexto% Índices% Carga%da%base%de%dados%%

Leia mais

Base de Dados II. Relatório do 2º Trabalho. Curso de Engenharia de Informática (regime nocturno) Escola Superior de Tecnologia e Gestão de Beja

Base de Dados II. Relatório do 2º Trabalho. Curso de Engenharia de Informática (regime nocturno) Escola Superior de Tecnologia e Gestão de Beja Escola Superior de Tecnologia e Gestão de Beja Curso de Engenharia de Informática (regime nocturno) Base de Dados II Relatório do 2º Trabalho Alunos: Miguel Bilro Murta Soares nº2863 José Afonso Esteves

Leia mais

Bases de Dados II 6638: BSc in Information Systems and Technologies. Cap. 1 Arquitectura de Sistemas de Bases de Dados. Module Introduction

Bases de Dados II 6638: BSc in Information Systems and Technologies. Cap. 1 Arquitectura de Sistemas de Bases de Dados. Module Introduction Bases de Dados II 6638: BSc in Information Systems and Technologies Cap. 1 Module Introduction Objectivos O propósito e a origem da arquitectura de base de dados a três níveis. O conteúdo dos níveis externo,

Leia mais

CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO RIO

CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO RIO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO RIO GRANDE DO NORTE BANCO DE DADOS II Docente: Éberton da Silva Marinho e-mail: ebertonsm@gmail.com eberton.marinho@ifrn.edu.br Curso de Tecnologia

Leia mais

T-SQL Mitos. Vamos criar uma tabela para os nossos exemplos e, em seguida, comparar planos de execução. Mãos à obra.

T-SQL Mitos. Vamos criar uma tabela para os nossos exemplos e, em seguida, comparar planos de execução. Mãos à obra. T-SQL Mitos Mito T-SQL: COUNT(1) é mais rápido que COUNT(*) Já escutei algumas pessoas afirmarem, inclusive DBAs, que usar COUNT(1) é mais performático que COUNT(*). Além disso, também ouço programadores

Leia mais

Computador. Principais Características

Computador. Principais Características Computador Principais Características DISCO RÍGIDO HD SISTEMAS DE ARQUIVOS - WINDOWS IBM 305 RAMAC Ano 1956 Primeiro HD Um disco rígido ou HD, é um dispositivo composto por uma ou várias lâminas rígidas

Leia mais

Tuning em queries em Banco de Dados

Tuning em queries em Banco de Dados Tuning em queries em Banco de Dados Alison K. L. Leite 1, Izabella C. A. M. S. Bosco 1, Juliana M. Massoni 1, Patrícia B. Ribeiro 1 1 Curso de Tecnologia em Banco de Dados - Faculdade de Tecnologia de

Leia mais

EXEMPLOS DE COMANDOS NO SQL SERVER

EXEMPLOS DE COMANDOS NO SQL SERVER EXEMPLOS DE COMANDOS NO SQL SERVER Gerenciando Tabelas: DDL - DATA DEFINITION LANGUAG Criando uma tabela: CREATE TABLE CLIENTES ID VARCHAR4 NOT NULL, NOME VARCHAR30 NOT NULL, PAGAMENTO DECIMAL4,2 NOT NULL;

Leia mais