Informações básicas e. política de salário mínimo. Étude preliminaire de Claudio Dedecca (consultant BIT) avec appui de l INE PATRICK BELSER OIT

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Informações básicas e. política de salário mínimo. Étude preliminaire de Claudio Dedecca (consultant BIT) avec appui de l INE PATRICK BELSER OIT"

Transcrição

1 Informações básicas e parâmetros para adoção da política de salário mínimo em Cabo Verde : Étude preliminaire de Claudio Dedecca (consultant BIT) avec appui de l INE PATRICK BELSER OIT

2 STRUCTURE DE LA PRÉSENTATION 4 parties: Remarques générales concernant la formulation d une politique de salaire minimum Contextualisation du salaire minimum dans le cas spécifique du Cap Vert La question du niveau du salaire minimum Les recommandations du consultant

3 INFORMATIONS PRÉLIMINAIRES Le rôle et l importance du salaire minimum sont (à nouveau) reconnus au niveau international: Déclaration de l OIT sur la justice sociale pour une mondialisation équitable (Juin 2008) Le Pacte mondial pour l emploi emploi, adopté en Juin 2009 Conventions de l OIT No 26 (1928) et Convention No 131 (1970) avec respectivement 103 et 51 ratifications

4 INFORMATIONS PRÉLIMINAIRES La fonction du salaire minimum: i La Convention 131 stipule que le rôle du salaire minimum est d offrir une protection contre des salaires exceptionnellement bas (salaire plancher) S il est fixé à un niveau trop élevé ou pour un trop grand nombre de groupes de salariés, il risque de se substituer au marché ou à la négociation collective et d avoir un impact négatif sur l emploi Au Royaume Uni: «le salaire minimum doit bénéficier aux salariés les moins bien payés. En même temps, il doit être cohérent avec les objectifs d une économie compétitive. Pour cela il doit être simple, clair, et fixé à un niveau prudent»

5 INFORMATIONS PRÉLIMINAIRES Les limites it du salaire minimum: i Le salaire minimum à lui seul ne peut pas résoudre le problème des du niveau général des salaires, qui est lié au niveau général de la productivité et aux institutions de négociation collective Le salaire minimum doit être compris comme l un des outils parmi un arsenal de mesures concernant le marché du travail (comme la formalisation des contrats de travail), la politique sociale (comme les cantines scolaires) et l éducation (les bourses scolaires). Toutefois éviter liens trop rigides. Le salaire minimum ne s applique qu aux salariés

6 INFORMATIONS PRÉLIMINAIRES Le salaire minimum i doit être géré ééde manière stratégique avec un vision de long terme: Suivi par une institution tripartite Mis à jour régulièrement de manière prévisible Suivre des objectifs de moyen terme Intégré dans l inspection du travail Accompagné d une politique d information Fixé sur base empirique avec statistiques nationales => Éviter une politisation trop grande du salaire minimum (question de gouvernance)

7 CONTEXTUALISATION: OPPORTUNITÉS ET DÉFIS EN VUE DE L ADOPTION D UN SALAIRE MINIMUM AU CAP VERT

8 LE CAP VERT (2010): UN PETIT PAYS, MAJORITAIREMENT JEUNE Population Distr. Relative Total Tx Cresc. Anual ( ) População Total 491, População em Idade Ativa População em Idade Ativa População em Idade Ativa Total Sous total 304, anos 111, anos 155, anos 36, Masculin 243, Sous total 152, anos 56, Total anos 79, anos 15, Féminin 248, Sous total 151, anos 54, anos 75, anos 20,

9 UNE CROISSANCE FORTE, UN PNB PAR HABITANT DE $2 863, ET DES PRIX STABLES AVANT LA CRISE 12,0 Croissance et Inflation 10,0 8,0 6,0 4,0 PIB Inflacion 2,0 00 0, ,0 4,0

10 UN PAYS OUVERT SUR L EXTÉRIEUR ET LES INVESTISSEMENTS ÉTRANGERS

11 AVEC UNE BALANCE COMMERCIALE DÉFICITAIRE Evolução¹ Exportação Nacional Reexportação Importação Balança Comercial² Taxa de Cobertura²

12 UN TAUX DE CHÔMAGE RELATIVEMENT ÉLEVÉ ET UNE DISPERSION GÉOGRAPHIQUE Taxa de desemprego Ttl Total 13.0 Santo Antão 14.7 Sao Vicente 19.2 Sao Nicolau 13.0 Sal Boavista 11.6 Maio 17.8 Praia 16.9 Rest of Santiago 6.5 Fogo 11.2 Brava 9.4 Urbain 15.4 Rural 9.2 Masculino 12.8 Feminino 13.2

13 SALAIRE MINIMUM: NIVEAUX PROPOSÉS

14 LES CRITÈRES DE FIXATION A quel niveau le salaire minimum doit il être fixé? La Convention 131 de l OIT appelle à prendre en compte : (a) «les besoins des travailleurs et de leurs familles, eu égard au niveau général des salaires dans le pays, au coût de la vie, aux prestations de sécurité sociale et aux niveaux de vie comparés à d autres groupe sociaux» (b) «les facteurs d ordre économique, y compris les exigences du développement économique, la productivité i et l intérêt qu il y a à atteindre et à maintenir un haut niveau d emploi».

15 ASPECTS TECHNIQUES La recommandation: adopter une approche empirique, et être précautionneux : Etape 1: Analyser la distribution des salaires (information de l INE 2009) Etape 2: Etablir un seuil plancher de rémunération Etape 3: Examiner qui sera affecté par le SM

16 LE NOMBRE DE SALARIÉS populacion occupée travailleurs salariés taux de salarisation Santo Antão 14,633 9,162 63% Sao Vicente 27,600 18,995 69% Sao Nicolau 3,996 2,614 65% Sal 8,865 6,677 75% Boavista 2,764 1,842 67% Maio 2,514 1,163 46% Praia 41,403 28,355 68% Resto de Santiago 55,072 19,606 36% Fogo 10,520 3,197 30% Brava 1, % Total 169,036 92,452 55%

17 DISTRIBUTION DE L EMPLOI DÉPENDANT PAR BRANCHE Branche d'activité Total dépendants Production agri&animale 18,312 15% Industries extractives 1,146 1% Industries de transformation & eau & électricité & déchets 7,385 6% Construction 16,050 13% Commerce 11,855 10% Transport et communication 8,625 7% Hôtels & restaurants 4,568 4% Activités financières 978 1% Services immobiliers 341 0% Services aux entreprises 3,970 3% Administration publique 13,134 11% Education 11,103 9% Santé ,739 2% Autres services 2,214 2% Activités des familles 9,563 8% Activité des organismes extrateritoriaux 385 0% ND ,537 6% total 119,905

18 LA POPULATION OCCUPÉE PAR ÎLE Branche d'activité Total Santo Sao Sao Rest of Sal Boavista Maio Praia Antão Vicente Nicolau Santiago Fogo Brava Total Produção agrícola Indústria extrativa Indústria (1) Construção Comércio Transporte e comunicações Hoteis e restaurantes Atividades financeiras Serviços imobiliários Serviços as empresas Administração pública Educação Saúde Outros Serviços Serviços domiciliares

19 CALCULER LES VALEURS CENTRALES DE LA DISTRIBUTION DES SALAIRES revenus du travail salaires moyenne 24,000 28,000 médiane 15,000 18,000

20 ETABLIR UN SEUIL PLANCHER 2 valeurs de référence: le ratio du salaire minimum/salaire moyen Fourchette SM / mois Le ratio salaire minimum/salaire médian (indicateur BIT «low pay» < 2/3 salaire médian)

21 Quels secteurs d activité seront les plus concernés? Tabela 10 Rendimentos médios do trabalho segundo setor de atividade (1) Cabo Verde, 2009 Com zero e com limite superior Sem zero e com limite superior Sem zero e sem limite superior Com zero e com limite superior Sem zero e com limite superior Sem zero e sem limite superior Total ,00 100,00 Agricultura (3) ,2 88,9 Índustria (4) ,5 99,8 Comércio ,5 72,0 Serviços ,6 114,1 Não declarados ,8 118,0 Setor informal (2) ,0 82,6 Setor formal (2) ,1 149,1 Fonte: INE. (1) limite superior de 200 Contos. (2) Considera-se como setor informal... (3) Agricultura e pesca (4) Indústria de transformação e de utilidade pública (água, luz, gaz, etc).

22 Quels secteurs institutionnels seront les plus concernées? Tabela 11 Rendimentos médios do trabalho segundo setor institucional (1) Cabo Verde, 2009 Em Contos Em relação à média Com Sem Sem Com Sem Sem zero e com zero e com zero e sem zero e com zero e com zero e sem limite superior limite superior limite superior limite superior limite superior limite superior Total 21,6 24,2 27,2 100,0 100,0 100,0 Administração 34,9 35,5 38,8 162,1 146,4 142,9 Empresas Públicas 36,3 38,4 38,7 168,2 158,4 142,2 Empresas privadas 29,4 30,8 31,9 136,2 127,0 117,4 Empresas privadas informais 15,3 18,6 22,4 71,2 76,6 82,4 Domicílios 11,0 11,8 14,0 51,2 48,7 51,5 Outros 18,7 21,4 28,1 86,8 88,3 103,3 Fonte: INE. (1) limite superior de 200 Contos. Question: faut il différencier le salaire minimum pour les travailleurs à domicile?

23 Quels occupations seront les plus concernées? Tabela 12 Rendimentos médios do trabalho segundo status ocupacional (1) Cabo Verde, 2009 Em Contos Valores relativos Com zero e com Sem zero e com Sem zero e sem Com zero e com Sem zero e com Sem zero e sem limite it superior limite it superior limite it superior limite it superior limite it superior limite it superior Total ,0 100,0 100,0 Dirigentes dos setores público e privados ,7 270,9 241,7 Spécialistes des activités intellectuelles ,0 210,2 198,9 Técnicos e profissionais intermediários ,0 188,6 171,8 Pessoal administrativo ,3 130,7 116,5 Pessoal de serviçoes e vendedores ,3 77,8 75,7 Trabalhadores agrícolas ,0 74,2 87,2 Operários ,3 92,4 95,4 Instaladores e montadores de máquinas ,7 98,4 95,1 Trabalhadores sem qualificação ,5 63,6 67,0 Fonte: INE. (1) limite superior de 200 Contos.

24 Quelles îles seront les plus concernées? salaire moyen salaire médian part des salariés < 15'000 part des salariés < 12'000 Santo Antão 23,336 10,676 65% 53% Sao Vicente 23,951 15,000 49% 41% Sao Nicolau 26,105 15,983 45% 37% Sal 40,333 25,000 26% 22% Boavista 27,148 23,232 19% 13% Maio 26,744 15,123 45% 34% Praia 31,769 22,305 33% 23% Resto de Santiago 27,260 19,375 35% 27% Fogo 22,107 17,000 40% 29% Brava 17,373 10,672 65% 54% Total 28,209 18,000 40% 31% Question: faut il différencier le salaire minimum par critère géographique?

25 UN EXEMPLE DE DISTRIBUTION DES SALAIRES: BOAVISTA

26 UN EXEMPLE DE DISTRIBUTION DES SALAIRES: FOGO

27 QUELS TYPES D EMPLOYEURS SONT CONCERNÉS? Administração pública Sector empresarial privado Empresarial do Estado Trabalhador por conta própria com pessoal ao serviço Trabalhador por conta própria sem pessoal ao serviço Trabalhador familiar sem remuneração Trabalhador em casa de família Outra situação Total Produção agrícola Indústria extrativa Indústria (1) Construção Comércio Transporte e comunicações Hoteis e restaurantes Atividades financeiras Serviços imobiliários Serviços as empresas Administração pública Educação Saúde Outros Serviços Serviços domiciliares Total

28 LES RECOMMANDATIONS DU CONSULTANT

29 RECOMMANDATIONS Fixer initialement 2 valeurs: pour les travailleurs à domicile et pour les autres travailleurs, et progressivement harmoniser les deux salaires minima Ajustement annuel en tenant compte de l inflation et de la croissance économique dans l année écoulée Une institutions tripartite (comme le conseil de concertation social) pour assurer le suivi et fournir des recommandations d ajustement au Gouvernement

30 RECOMMANDATIONS Accompagner la politique du salaire minimum par une série d autres mesures complémentaires: Obligation d enregistrer tous les contrats de travail Renforcer les standards relatifs aux conditions de travail dangereuses et aux heures de travail Encourager le développement de la négociation collective Incitation au développement du marché intérieur à travers des politiques sectorielles

31 LES DÉFIS DANS LA MISE EN ŒUVRE Branche d'activité ité Sem contrato Contrato a tempo indetermin ado Contrato a prazo Quadro (efectivo) Comissão ordinária de serviço Ignorado / Não sabe ND Total Production agri&animale 90% 1% 1% 0% 1% 5% 1% 18,312 Industries extractives 82% 1% 7% 6% 0% 0% 2% 1,146 Industries de transformatio 52% 9% 19% 14% 1% 5% 1% 7,385 Construction 70% 4% 12% 2% 2% 10% 1% 16,050 Commerce 54% 6% 17% 9% 1% 11% 2% 11,855 Transport et communicati 39% 11% 17% 26% 1% 6% 0% 8,625 Hôtels & restaurants 34% 7% 44% 8% 0% 5% 1% 4,568 Activités financières 5% 8% 31% 55% 0% 1% 0% 978 Services immobiliers 0% 21% 79% 0% 0% 0% 0% 341 Services aux entreprises 24% 17% 41% 12% 0% 5% 1% 3,970 Administration publique 29% 21% 14% 26% 0% 8% 1% 13,134 Education 15% 26% 22% 32% 1% 3% 1% 11,103 Santé 18% 17% 20% 41% 0% 4% 0% 2,739 Autres services 50% 12% 16% 5% 2% 11% 5% 2,214 Activités des familles 79% 1% 1% 1% 2% 14% 2% 9,563 Activité des organismes e 1% 40% 49% 10% 0% 0% 0% 385 ND 37% 12% 12% 16% 1% 4% 18% 7,537 total 52% 10% 15% 13% 1% 7% 2% 119,905

32 QUELQUES SUJETS DE CONSULTATION: NIVEAU DU SALAIRE MINIMUM NOMBRE DE SALAIRES MINIMA ASPECTS INSTITUTIONNELS COHÉRENCE AVEC AUTRES POLITIQUES

FAIRTRADE LABELLING ORGANIZATIONS INTERNATIONAL

FAIRTRADE LABELLING ORGANIZATIONS INTERNATIONAL A: Tous les acteurs de la filière du Commerce Equitable certifiés pour la mangue, la banane, la pulpe d araza / Produtores e Comerciantes certificados da manga, da banana e da polpa de araza de CJ Tous

Leia mais

SÓ ABRA QUANDO AUTORIZADO.

SÓ ABRA QUANDO AUTORIZADO. UNIVERSIDADE FEDERAL DE MINAS GERAIS FRANCÊS 2 a Etapa SÓ ABRA QUANDO AUTORIZADO. Leia atentamente as instruções que se seguem. 1 - Este Caderno de Prova contém quatro questões, constituídas de itens e

Leia mais

FRANCÊS INSTRUÇÕES 1 - ESTA PROVA CONTÉM 1 (UM) TEXTO SEGUIDO DE QUESTÕES DE COMPREENSÃO 2 - ESCOLHA E ASSINALE A ALTERNATIVA CORRETA, SEMPRE DE ACORDO COM O TEXTO EXISTE-T-IL DES RECETTES POUR ÊTRE HEUREUX?

Leia mais

Télécommande standard non polarisée 0 039 01

Télécommande standard non polarisée 0 039 01 01 Télécommande standard non polarisée R Caractéristiques techniques Alimentation...:230 V± 50/60 Hz 10 ma Capacité des bornes : 2 X 1,5 mm 2 Fixation...:surrailoméga Encombrement.... : 4 modules (70 mm)

Leia mais

EQUIVALÊNCIAS DE CRÉDITOS EQUIVALÊNCIAS DE CRÉDITOS E DUPLOS DIPLOMAS EQUIVALENCES DE CRÉDITS ET DOUBLE DIPLÔMES

EQUIVALÊNCIAS DE CRÉDITOS EQUIVALÊNCIAS DE CRÉDITOS E DUPLOS DIPLOMAS EQUIVALENCES DE CRÉDITS ET DOUBLE DIPLÔMES Encontros Acadêmicos de São Paulo 23/09/2005 EQUIVALÊNCIAS DE CRÉDITOS E DUPLOS DIPLOMAS EQUIVALENCES DE CRÉDITS ET DOUBLE DIPLÔMES EQUIVALÊNCIAS DE CRÉDITOS Aproveitamento de estudos realizados em outra

Leia mais

A Associação de Pais do LFIP tem o prazer de vos anunciar que no dia 29 de Novembro de 2014 irá realizar-se o 3º Marché de Noël Solidaire.

A Associação de Pais do LFIP tem o prazer de vos anunciar que no dia 29 de Novembro de 2014 irá realizar-se o 3º Marché de Noël Solidaire. Caros pais, A Associação de Pais do LFIP tem o prazer de vos anunciar que no dia 29 de Novembro de 2014 irá realizar-se o 3º Marché de Noël Solidaire. Esta iniciativa insere-se no âmbito de um projeto

Leia mais

Mateus Geraldo Xavier. Contribuição do Ensino Religioso no processo de educação da fé: um estudo teológico-pastoral. Dissertação de Mestrado

Mateus Geraldo Xavier. Contribuição do Ensino Religioso no processo de educação da fé: um estudo teológico-pastoral. Dissertação de Mestrado Mateus Geraldo Xavier Contribuição do Ensino Religioso no processo de educação da fé: um estudo teológico-pastoral Dissertação de Mestrado Programa de Pós-graduação em Teologia do Departamento de Teologia

Leia mais

As questões de 01 a 05, cujas respostas deverão ser redigidas EM PORTUGUÊS, referem -se ao texto abaixo.

As questões de 01 a 05, cujas respostas deverão ser redigidas EM PORTUGUÊS, referem -se ao texto abaixo. 1 2 3 4 5 Confira se os dados contidos na parte inferior desta capa estão corretos e, em seguida, assine no espaço reservado para isso. Se, em qualquer outro local deste Caderno, você assinar, rubricar,

Leia mais

6 Não será permitido o uso de dicionário.

6 Não será permitido o uso de dicionário. 1 2 3 4 5 Confira se os dados contidos na parte inferior desta capa estão corretos e, em seguida, assine no espaço reservado para isso. Se, em qualquer outro local deste Caderno, você assinar, rubricar,

Leia mais

Bienvenue à l'ecole en France Bemvindo à escola em França

Bienvenue à l'ecole en France Bemvindo à escola em França Bienvenue à l'ecole en France Bemvindo à escola em França Ses objectifs / OBJECTIVOS Éduquer pour vivre ensemble -> Educar para viver juntos Portugais Português Instruire pour comprendre aujourd hui, construire

Leia mais

FR Appel à participation : Micro-résidence de production et d affichage, Porto, Portugal 18 Avril-28 Avril 2016.

FR Appel à participation : Micro-résidence de production et d affichage, Porto, Portugal 18 Avril-28 Avril 2016. FR Appel à participation : Micro-résidence de production et d affichage, Porto, Portugal 18 Avril-28 Avril 2016. L association In Extenso est historiquement liée aux projets «hors les murs» puisque sa

Leia mais

DIPLOMA/ACTO: Resolução da Assembleia da República n.º 64/98

DIPLOMA/ACTO: Resolução da Assembleia da República n.º 64/98 DATA: Quarta -feira, 2 de Dezembro de 1999 NÚMERO: 278/98 SÉRIE I-A EMISSOR: Assembleia da República DIPLOMA/ACTO: Resolução da Assembleia da República n.º 64/98 SUMÁRIO: Aprova, para ratificação, a Convenção

Leia mais

6644 DIÁRIO DA REPÚBLICA I SÉRIE-A N. o 278 2-12-1998

6644 DIÁRIO DA REPÚBLICA I SÉRIE-A N. o 278 2-12-1998 6644 DIÁRIO DA REPÚBLICA I SÉRIE-A N. o 278 2-12-1998 PARTE IV Disposições finais Artigo 10. o As ratificações formais da presente Convenção serão comunicadas ao director-geral da Repartição Internacional

Leia mais

Laurent FONBAUSTIER. Jeudi 18 octobre 2012

Laurent FONBAUSTIER. Jeudi 18 octobre 2012 Laurent FONBAUSTIER Jeudi 18 octobre 2012 France et Europe après Rio + 20 : Peut-on croire au développement durable? França e Europa pós Rio + 20 : Pode-se crer em desenvolvimento sustentável? I. UNE VOLONTÉ

Leia mais

PRÉSENTATION DE LA SOCIÉTÉ

PRÉSENTATION DE LA SOCIÉTÉ PRÉSENTATION DE LA SOCIÉTÉ LA SOCIÉTÉ Première société portugaise de traitement et de récupération "in situ" des huiles industrielles ans d'expérience PURIFICADORA avec sa propre technologie de procédé

Leia mais

Bienvenue au Cours Préparatoire Bemvindos à Primária

Bienvenue au Cours Préparatoire Bemvindos à Primária Bienvenue au Cours Préparatoire Bemvindos à Primária Ce qui ne change pas O que não se altera entre o pré-escolar e o 1º ano no LFIP L organisation administrative/a organização administrativa -Les contacts

Leia mais

X-MET8000. Confie, mas verifique: garanta a qualidade do produto com o último analisador de XRF portátil da Oxford Instruments

X-MET8000. Confie, mas verifique: garanta a qualidade do produto com o último analisador de XRF portátil da Oxford Instruments QUALIDADE Confie, mas verifique: garanta a qualidade do produto com o último analisador de XRF portátil da Oxford Instruments Identificação rápida e confiável de ligas e composições elementares para: Controle

Leia mais

PROVA GLOBAL DE 9º ANO DE ESCOLARIDADE FRANCÊS 3 2005-2006

PROVA GLOBAL DE 9º ANO DE ESCOLARIDADE FRANCÊS 3 2005-2006 ESCOLA PROVA GLOBAL DE 9º ANO DE ESCOLARIDADE FRANCÊS 3 2005-2006 I Lisez attentivement le texte ci-dessous et les questions pour avoir une vision globale de ce qu'on vous demande. Une eau pas très écolo!

Leia mais

Provas orais em Língua Estrangeira Ensino Secundário Francês 11º ano, Nível de Continuação Janeiro 2009

Provas orais em Língua Estrangeira Ensino Secundário Francês 11º ano, Nível de Continuação Janeiro 2009 Provas orais em Língua Estrangeira Ensino Secundário Francês 11º ano, Nível de Continuação Janeiro 2009 Esta prova desenvolve-se em três partes e tem uma duração aproximada de 15-20 minutos para cada grupo

Leia mais

Annales zéro baccalauréat 2013. Bac L - LV2. Ressources pour la classe de terminale. Portugais. Novembre 2012

Annales zéro baccalauréat 2013. Bac L - LV2. Ressources pour la classe de terminale. Portugais. Novembre 2012 éduscol Annales zéro baccalauréat 2013 Ressources pour la classe de terminale Bac L - LV2 Portugais Ces documents peuvent être utilisés et modifiés librement dans le cadre des activités d'enseignement

Leia mais

2.2. Ensino e a construção da cidadania: da moral religiosa à moral cívica.

2.2. Ensino e a construção da cidadania: da moral religiosa à moral cívica. 2.2. Ensino e a construção da cidadania: da moral religiosa à moral cívica. Cinq mémoires sur l instruc1on publique (1791). Présenta@on, notes, bi- bliographie et chronologie part Charles Coutel et Catherine

Leia mais

UQÀM Université du Québec à Montrilal

UQÀM Université du Québec à Montrilal UQÀM Université du Québec à Montrilal ENTENTE-CADRE entre UNIVERSIDADE FEDERAL DE SAO CARLOS, représentée par Dr. Targino de Araûjo Filho, recteur et UNIVERSITÉ DU QUÉBEC À MONTRÉAL (UQAM),représentée

Leia mais

Carolina de Campos Borges PERMANÊNCIAS E MUDANÇAS: Individualismo, trajetórias de vida e família. Tese de Doutorado

Carolina de Campos Borges PERMANÊNCIAS E MUDANÇAS: Individualismo, trajetórias de vida e família. Tese de Doutorado Carolina de Campos Borges PERMANÊNCIAS E MUDANÇAS: Individualismo, trajetórias de vida e família Tese de Doutorado Tese apresentada ao Programa de Pós-graduação em Psicologia Clínica da PUC-Rio como requisito

Leia mais

Programação das atividades letivas para 2015/2016 Francês Nível 1 (Iniciação) - 10º Ano - Curso Profissional 123 Horas = 148 tempos letivos

Programação das atividades letivas para 2015/2016 Francês Nível 1 (Iniciação) - 10º Ano - Curso Profissional 123 Horas = 148 tempos letivos Programação das atividades letivas para 2015/2016 Francês Nível 1 (Iniciação) - 10º Ano - Curso Profissional 123 Horas = 148 tempos letivos Competências Essenciais Conteúdos Período Previstas Avaliação

Leia mais

O USO E A IMPORTÂNCIA DA CANÇÃO NO PROCESSO DE ENSINO-APRENDIZAGEM EM CURSOS DE LÍNGUAS ESTRANGEIRAS

O USO E A IMPORTÂNCIA DA CANÇÃO NO PROCESSO DE ENSINO-APRENDIZAGEM EM CURSOS DE LÍNGUAS ESTRANGEIRAS O USO E A IMPORTÂNCIA DA CANÇÃO NO PROCESSO DE ENSINO-APRENDIZAGEM EM CURSOS DE LÍNGUAS ESTRANGEIRAS Manoela Salles Nery de Castro Eriton Rodrigues de França Departamento de Letras - UFRN RESUMO: O artigo

Leia mais

Le texte multimodal dans les manuels scolaires au Brésil: une approche méthodologique pour la construction et l analyse d un corpus de discours

Le texte multimodal dans les manuels scolaires au Brésil: une approche méthodologique pour la construction et l analyse d un corpus de discours Le texte multimodal dans les manuels scolaires au Brésil: une approche méthodologique pour la construction et l analyse d un corpus de discours Jocenilson Ribeiro Universidade Federal de São Carlos UFSCar-Brasil

Leia mais

Interferência do português língua materna vs supergeneralização na escrita em francês

Interferência do português língua materna vs supergeneralização na escrita em francês Interferência do português língua materna vs supergeneralização na escrita em francês Pablo Diego Niederauer Bernardi * (UFPel) Isabella Mozzilo (UFPel) Aprender línguas pressupõe o desenvolvimento de

Leia mais

Parlez-vous européen?

Parlez-vous européen? Parlez-vous européen? A BONECA BRAILLIN 1. Résumé Parece uma boneca normal mas não é. A Braillin possui seis botões em relevo correspondentes aos seis pontos base da linguagem braille (P.) / braile (B.).

Leia mais

RARI Construções Metálicas, Engenharia, Projectos e Soluções Industriais, SA. RARI TECH Septembre 2015

RARI Construções Metálicas, Engenharia, Projectos e Soluções Industriais, SA. RARI TECH Septembre 2015 RARI Construções Metálicas, Engenharia, Projectos e Soluções Industriais, SA. RARI TECH Septembre 2015 QUI SOMMES-NOUS? RARI Construções Metálicas, Engenharia, Projectos e Soluções Industriais SA. est

Leia mais

Língua Estrangeira: FRANCÊS L alarme intelligente Finis les hurlements intempestifs, elle reconnaît les cambrioleurs Les alarmes, c est bien pratique Sauf quand ça se met à hurler à tout bout de champ

Leia mais

Logements. Innovation & Qualité

Logements. Innovation & Qualité Logements Innovation & Qualité Innovation & Qualité FCM - Cofragens e Construções, S.A.. FCM - Espagne. FCM - Cofraje si Constructii, SRL. FCM - Algérie. FCM & LC Construções, Lda.. FCM - Fôrmas e Construções,

Leia mais

MERCI DE NOUS RENVOYER VOTRE TEST A : info@soft-formation.com TEST PORTUGAIS NOM DU STAGIAIRE : PRENOM DU STAGIAIRE :

MERCI DE NOUS RENVOYER VOTRE TEST A : info@soft-formation.com TEST PORTUGAIS NOM DU STAGIAIRE : PRENOM DU STAGIAIRE : - 1 - MERCI DE NOUS RENVOYER VOTRE TEST A : info@soft-formation.com TEST PORTUGAIS SOCIETE : RESPONSABLE FORMATION : TELEPHONE : FAX : NOM DU STAGIAIRE : PRENOM DU STAGIAIRE : TELEPHONE : FAX : DATE DU

Leia mais

Ficha de Unidade Curricular (FUC) de Auditoria de Segurança e Higiene no Trabalho

Ficha de Unidade Curricular (FUC) de Auditoria de Segurança e Higiene no Trabalho INSTITUTO POLITÉCNICO DE COIMBRA INSTITUTO SUPERIOR DE CONTABILIDADE E ADMINISTRAÇÂO DE COIMBRA Aprovação do Conselho Pedagógico 28/10/2015 Aprovação do Conselho Técnico-Científico 16/12/2015 Ficha de

Leia mais

Liens et Adresses Utiles. http://guida.querido.net/jogos/ (exercices et jeux sur la grammaire portugaise niveau débutants)

Liens et Adresses Utiles. http://guida.querido.net/jogos/ (exercices et jeux sur la grammaire portugaise niveau débutants) Liens et Adresses Utiles http://guida.querido.net/jogos/ (exercices et jeux sur la grammaire portugaise niveau débutants) http://www.ac-amiens.fr/pedagogie/portugais-bts (sujets et exercices écrits et

Leia mais

PAAES/UFU 2ª Etapa Subprograma 2011-2014

PAAES/UFU 2ª Etapa Subprograma 2011-2014 SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERLÂNDIA Pró-Reitoria de Graduação Diretoria de Processos Seletivos PAAES 2ª ETAPA SUBPROGRAMA 2011/2014 24 de fevereiro de 2013

Leia mais

Ministério da Educação Universidade Federal de Roraima Centro de Comunicação Social, Letras e Artes Visuais Coordenação do Curso de Letras

Ministério da Educação Universidade Federal de Roraima Centro de Comunicação Social, Letras e Artes Visuais Coordenação do Curso de Letras PROGRAMA DE DISCIPLINA CÓDIGO LT 136 DISCIPLINA Língua Francesa V CREDITOS CARGA HORARIA PRÉ-REQUISITO T P O 60 HORAS LT135 Língua Francesa IV 04 - - CENTRO CCLA COORDENAÇÃO CCL EMENTA Prática intensiva

Leia mais

ANIMAÇÃO SOCIOCULTURAL: PRINCÍPIOS EXTRAÍDOS DE UMA ANÁLISE DA PRÁTICA

ANIMAÇÃO SOCIOCULTURAL: PRINCÍPIOS EXTRAÍDOS DE UMA ANÁLISE DA PRÁTICA ANIMAÇÃO SOCIOCULTURAL: PRINCÍPIOS EXTRAÍDOS DE UMA ANÁLISE DA PRÁTICA (luizgustavolfreire@ug.com.br) 1 RESUMO Cresce no Brasil a necessidade de pensar a escola como ambiente privilegiado para o desenvolvimento

Leia mais

PROVA DE EXPRESSÃO ORAL E

PROVA DE EXPRESSÃO ORAL E FRANCÊS 12.ºANO NÍVEL DE CONTINUAÇÃO PROVA DE EXPRESSÃO ORAL E Esta prova desenvolve-se em três partes e tem uma duração aproximada de 20 minutos para cada grupo de dois alunos. Domínios de referência

Leia mais

1- Daria um passeio... tempo. A. se tiver B. se tenha C. se tenho D. se tivesse

1- Daria um passeio... tempo. A. se tiver B. se tenha C. se tenho D. se tivesse Portugais Sujet proposé au concours S.E.S.A.M.E 2012 Partie 1 1- Daria um passeio... tempo. A. se tiver B. se tenha C. se tenho D. se tivesse 2- Eles... eu não.... A. vão / vo B. vão / vou C. vam / vou

Leia mais

Prova Escrita de Francês

Prova Escrita de Francês EXAME FINAL NACIONAL DO ENSINO SECUNDÁRIO Prova Escrita de Francês 11.º Ano de Escolaridade Continuação bienal Decreto-Lei n.º 19/2012, de 5 de julho Prova 517/1.ª Fase 7 Páginas Duração da Prova: 120

Leia mais

ORIENTAÇÕES GERAIS AOS CANDIDATOS

ORIENTAÇÕES GERAIS AOS CANDIDATOS ORIENTAÇÕES GERAIS AOS CANDIDATOS 1 Confira se este caderno contém uma proposta de redação e 06 questões discursivas, distribuídas conforme o quadro abaixo. TIPO CONTEÚDO Nº DE QUESTÕES E PROPOSTA Redação

Leia mais

Partenariats Departamento DST/AIDS - ANRS/Brazil

Partenariats Departamento DST/AIDS - ANRS/Brazil Partenariats Departamento DST/AIDS - ANRS/Brazil Bernard LAROUZE UMR INSERM 1136/UPMC, Paris VI Co-coordinateur du programme Departamento DST/AIDS (MS) - ANRS 20 Novembre 2014 Base Institutionnelle Accord

Leia mais

Biblioteca Hilda Hilst (na República Dominicana) Cristiane Grando *

Biblioteca Hilda Hilst (na República Dominicana) Cristiane Grando * Biblioteca Hilda Hilst (na República Dominicana) Cristiane Grando * São Domingos, março de 2012 Escrito especialmente para o blog de Sônia Mara: http://www.aventurasdasonia.blogspot.com/2012/03/brasileiro-doseculo-o-homem-livro.html

Leia mais

PLANIFICAÇÃO A MÉDIO / LONGO PRAZO

PLANIFICAÇÃO A MÉDIO / LONGO PRAZO PLANIFICAÇÃO A MÉDIO / LONGO PRAZO DISCIPLINA: Francês ANO: 7º Nível 1 Curso: Ensino Básico Total de aulas previstas: 99 Manual adotado: Mots Clés Porto Editora 1º PERÍODO - AULAS PREVISTAS: 41 Competências

Leia mais

N. o 66 19-3-1998 DIÁRIO DA REPÚBLICA I SÉRIE-A

N. o 66 19-3-1998 DIÁRIO DA REPÚBLICA I SÉRIE-A 1195 esta não poderá ser interpretada como isentando os funcionários de nacionalidade portuguesa da prestação de serviço militar obrigatório ou do serviço cívico que o pode substituir. Artigo 8. o 1 Os

Leia mais

6 Só será permitido o uso de dicionário FRANCÊS/FRANCÊS.

6 Só será permitido o uso de dicionário FRANCÊS/FRANCÊS. 1 2 3 4 5 Confira se os dados contidos na parte inferior desta capa estão corretos e, em seguida, assine no espaço reservado para isso. Se, em qualquer outro local deste Caderno, você assinar, rubricar,

Leia mais

GUIDE DE L ÉTUDIANT INTERNATIONAL

GUIDE DE L ÉTUDIANT INTERNATIONAL GUIDE DE L ÉTUDIANT INTERNATIONAL Votre arrivée à l UFCSPA demande des procédures administratives nécessaires à votre séjour au Brésil (visa, CPF, RNE) et à votre confort et sécurité (santé et transports),

Leia mais

Championnat du Monde des Jeunes Eau Douce U14 U18 U23

Championnat du Monde des Jeunes Eau Douce U14 U18 U23 Championnat du Monde des Jeunes Eau Douce U14 U18 U23 Organization: Support: Invitation Monsieur le Président, La Fédération Portugaise de Pêche Sportive a l honneur d inviter l équipe nationale de votre

Leia mais

Linus Pauling Fascina Ana Maria Malik

Linus Pauling Fascina Ana Maria Malik Filantropia como estratégia em cinco organizações hospitalares privadas no Município de São Paulo - Brasil Philanthropie comme stratégie dans cinq organisations hospitaliers privée à são Paulo - Brasil

Leia mais

Lisez attentivement le questionnaire et répondez sincèrement aux questions en indiquant la ou les réponses qui conviennent.

Lisez attentivement le questionnaire et répondez sincèrement aux questions en indiquant la ou les réponses qui conviennent. PROTOCOLE D ENQUÊTE DESTINÉ AUX PROFESSEURS DE FRANÇAIS À PRAIA Lisez attentivement le questionnaire et répondez sincèrement aux questions en indiquant la ou les réponses qui conviennent. Première partie

Leia mais

Candidatura a Programa Estágios Profissionais - Europa

Candidatura a Programa Estágios Profissionais - Europa SECRETARIA REGIONAL DOS ASSUNTOS SOCIAIS INSTITUTO DE EMPREGO DA MADEIRA, IP-RAM Candidatura a Programa Estágios Profissionais - Europa 1. IDENTIFICAÇÃO DO ESTAGIÁRIO Nome: Morada: Concelho: Código Postal:

Leia mais

Principio cientifico, Empreendedorismo. VII FORUM BRAFITEC CIFRE-Internacional 27 maio 2011

Principio cientifico, Empreendedorismo. VII FORUM BRAFITEC CIFRE-Internacional 27 maio 2011 Principio cientifico, Empreendedorismo VII FORUM BRAFITEC CIFRE-Internacional 27 maio 2011 Dispositivo CIFRE internacional, objetivos - Posicionar os doutorandos em condições de emprego cientifico multicultural

Leia mais

34º CAMPEONATO DA EUROPA DE SUB-17 MASCULINOS

34º CAMPEONATO DA EUROPA DE SUB-17 MASCULINOS Para: De: FEDERAÇÕES EUROPEIAS PRESIDENTE DO CERH Data: 22 de Março de 2014 Assunto: 34º CAMPEONATO DA EUROPA DE SUB-17 MASCULINOS Exmºs Senhores: Como estabelecido no ponto 4 do meu Comunicado refª FG-005/2014,

Leia mais

Conformidade regulatória e Informações de segurança importantes

Conformidade regulatória e Informações de segurança importantes Conformidade regulatória e Informações de segurança importantes Você encontra a Certificação regulatória/marcas de aprovação para o seu dispositivo em Configurações > Sobre o dispositivo > Garantia e questões

Leia mais

O formulário de longa duração e o agendamento no seguinte endereço: http://riodejaneiro.ambafrance-br.org/spip.php?rubrique147

O formulário de longa duração e o agendamento no seguinte endereço: http://riodejaneiro.ambafrance-br.org/spip.php?rubrique147 VISTOS PARA MENORES O formulário de longa duração e o agendamento no seguinte endereço: http://riodejaneiro.ambafrance-br.org/spip.php?rubrique147 Taxa do visto ( não reembolsável) : Paga em Reais (espece),

Leia mais

Declaração de conformidade regulamentar

Declaração de conformidade regulamentar Declaração de conformidade regulamentar Declaração de conformidade com as diretivas e normas da UE Modelo N905 e Modelo N905B Modelo N905C A declaração de conformidade pode ser consultada em www.kobo.com/userguides

Leia mais

A formação do engenheiro para as próximas décadas

A formação do engenheiro para as próximas décadas Seminário Inovação Pedagógica na Formação do Engenheiro Universidade de São Paulo Maio de 2003 A formação do engenheiro para as próximas décadas Henrique Lindenberg Neto Escola Politécnica da Universidade

Leia mais

climatização Gás energias renováveis énergies renouvelables climatisation Gaz

climatização Gás energias renováveis énergies renouvelables climatisation Gaz Gás Gaz climatização energias renováveis énergies renouvelables Empresa Entreprise A SolGás foi fundada em 1979, por José Fernando Pinheiro Ribeiro em Marco de Canaveses, como empresa de comércio e distribuição

Leia mais

COOPERATIVA DE TRABALHO DOMÉSTICO: MECANISMO ALTERNATIVO DE PROTEÇÃO SOCIAL PARA OS TRABALHADORES DOMÉSTICOS DIARISTAS?

COOPERATIVA DE TRABALHO DOMÉSTICO: MECANISMO ALTERNATIVO DE PROTEÇÃO SOCIAL PARA OS TRABALHADORES DOMÉSTICOS DIARISTAS? COOPERATIVA DE TRABALHO DOMÉSTICO: MECANISMO ALTERNATIVO DE PROTEÇÃO SOCIAL PARA OS TRABALHADORES DOMÉSTICOS DIARISTAS? COOPERATIVE DE TRAVAIL DOMESTIQUE: AUTRE MÉCANISME DE PROTECTION SOCIALE POUR LES

Leia mais

A PRODUÇÃO. Instalação de corte a laser

A PRODUÇÃO. Instalação de corte a laser 1 A EMPRESA É desde os anos 50 que a actividade da Desalto faz parte da tradição produtiva da Brianza, uma região excepcional onde os mestres do design italiano e do «Made in Italy» encontraram um terreno

Leia mais

PLANIFICAÇÃO ANUAL DE CONTEÚDOS DISCIPLINA:Francês 7ºAno Nível I (Turmas A/B/C/D/E)

PLANIFICAÇÃO ANUAL DE CONTEÚDOS DISCIPLINA:Francês 7ºAno Nível I (Turmas A/B/C/D/E) PLANIFICAÇÃO ANUAL DE CONTEÚDOS DISCIPLINA:Francês 7ºAno Nível I (Turmas A/B/C/D/E) Ano Letivo 2012/2013 Temáticos Unité 0 JE COMMENCE Os pronomes pessoais Os números cardinais (1) ( 0-19) Conteúdos Nº

Leia mais

Gestionnaires d'assurance (h/f) - Lisbonne

Gestionnaires d'assurance (h/f) - Lisbonne Gestionnaires d'assurance (h/f) - Lisbonne Notre client est un courtier-gestionnaire en assurance, un des leaders du marché, spécialisé notamment dans les secteurs de la banque, la téléphonie mobile et

Leia mais

Marquês de Pombal, et Restauradores. Avenida da Liberdade

Marquês de Pombal, et Restauradores. Avenida da Liberdade Marquês de Pombal, et Restauradores À voir, à faire 3 Cafés et restos 9 Bars et boîtes de nuit 11 Salles de spectacle et activités culturelles 11 Index 12 À voir, à faire 3 Marquês de Pombal, et Restauradores

Leia mais

Pré-maratona de. Prof. Igor Barca

Pré-maratona de. Prof. Igor Barca de FRANCÊS para o CACD Prof. Igor Barca Como estudar francês para a diplomacia? Slide 2 de 37 O que é estudar um idioma? Slide 3 de 37 Algumas possíveis respostas Aprender gramática e entender a língua.

Leia mais

Seminário Segurança em Túneis Rodoviários. Pavimentos de Betão em Túneis (Eng. Cândido Costa)

Seminário Segurança em Túneis Rodoviários. Pavimentos de Betão em Túneis (Eng. Cândido Costa) ATIC Associação Técnica da Indústria de Cimento Seminário Segurança em Túneis Rodoviários Ordem dos Engenheiros, 18.02.2014 Pavimentos de Betão em Túneis (Eng. Cândido Costa) AGENDA 1. Apresentação da

Leia mais

V O T O - V I S T A. SEPÚLVEDA PERTENCE, negou provimento ao agravo. Entendeu que a

V O T O - V I S T A. SEPÚLVEDA PERTENCE, negou provimento ao agravo. Entendeu que a AG.REG.NA RECLAMAÇÃO 3.034-2 PARAÍBA RELATOR AGRAVANTE(S) AGRAVADO(A/S) INTERESSADO(A/S) : MIN. SEPÚLVEDA PERTENCE : ESTADO DA PARAÍBA : PGE-PB - LUCIANO JOSÉ NÓBREGA PIRES : RODRIGO DE SÁ QUEIROGA E OUTRO(A/S)

Leia mais

FAUUSP Faculdade de Arquitetura e Urbanismo Universidade de São Paulo. Programme de Cooperation International

FAUUSP Faculdade de Arquitetura e Urbanismo Universidade de São Paulo. Programme de Cooperation International FAUUSP Faculdade de Arquitetura e Urbanismo Universidade de São Paulo Programme de Cooperation International Brésil Territoire 8.500.000 km² Population 170.000.000 Hab. Republique Federative Presidentialiste

Leia mais

PORTAS EM COMPACTO FENÓLICO PORTES COMPACTE PHÉNOLIQUE - COMPACT PHENOLIC DOORS

PORTAS EM COMPACTO FENÓLICO PORTES COMPACTE PHÉNOLIQUE - COMPACT PHENOLIC DOORS PORTAS EM COMPACTO FENÓLICO PORTES COMPACTE PHÉNOLIQUE - COMPACT PHENOLIC DOORS ARCHIWOODXXI Instituto CUF Porto, Portugal Instituto CUF Porto, Portugal Porta em compacto fenólico e aro em alumínio - Porte

Leia mais

CONSULADO GERAL DA FRANCA EM SAO PAULO. O agendamento do seu pedido de visto é feito através do site: http://saopaulo.ambafrance-br.

CONSULADO GERAL DA FRANCA EM SAO PAULO. O agendamento do seu pedido de visto é feito através do site: http://saopaulo.ambafrance-br. CONSULADO GERAL DA FRANCA EM SAO PAULO (atualizado em : 29/08/2014) PEDIDO DE VISTO DE LONGA DURACAO (superior a 3 meses) MENORES ESCOLARIZADOS E DESACOMPAHADOS VIAGEMS ORGANIZADAS POR INTITUCOES OU AGENCIAS

Leia mais

DOSSIER DE CANDIDATURE EN ECHANGE PROGRAMME GRENOBLE-BRESIL 2012-2013

DOSSIER DE CANDIDATURE EN ECHANGE PROGRAMME GRENOBLE-BRESIL 2012-2013 Réservé à L Université de Grenoble : Dossier reçu le : // Dossier n : Brésil 2012/ Photo DOSSIER DE CANDIDATURE EN ECHANGE PROGRAMME GRENOBLE-BRESIL 2012-2013 Ce formulaire vous est remis par le service

Leia mais

O referencial. 2- Um quadro europeu que define as competências chave para a educação e a formação ao longo de toda a vida

O referencial. 2- Um quadro europeu que define as competências chave para a educação e a formação ao longo de toda a vida O referencial 1- O nosso objectivo 2- Um quadro europeu que define as competências chave para a educação e a formação ao longo de toda a vida 3- Os limites da avaliação das competências chave 4- A construção

Leia mais

BACCALAURÉAT GÉNÉRAL ET TECHNOLOGIQUE. Session 2011 PORTUGAIS LANGUE VIVANTE 2

BACCALAURÉAT GÉNÉRAL ET TECHNOLOGIQUE. Session 2011 PORTUGAIS LANGUE VIVANTE 2 BACCALAURÉAT GÉNÉRAL ET TECHNOLOGIQUE Session 2011 PORTUGAIS LANGUE VIVANTE 2 Série L : 3 heures coefficient 4 Série S : 2 heures coefficient 2 Série STG (sauf CGRH) : 2 heures coefficient 2 Série STG

Leia mais

Justiça Restaurativa, Experiências Brasileiras, Propostas e. Direitos Humanos

Justiça Restaurativa, Experiências Brasileiras, Propostas e. Direitos Humanos 1 Universidade Metodista de Piracicaba Faculdade de Direito Neemias Moretti Prudente Justiça Restaurativa, Experiências Brasileiras, Propostas e Direitos Humanos Piracicaba Fevereiro de 2009 2 Universidade

Leia mais

! " # $! % #& & ''(" '')! * +!*, / +!*, -.. 0!

!  # $! % #& & ''( '')! * +!*, / +!*, -.. 0! ! " # $! % #& & ''(" '')! * +!*, -.. + / +!*, -.. 0! !"# #$ % & ' #$ #%# ( #%#)&$ 0 0 3 )& *(& ) 0 0 7 +, # -#". # & &#! /$ " #) 0 ) +0+, 1/ # /)/ "# * -#". # & &# > > ) +0+0+, /. ) & ) * -#". # & &#

Leia mais

ÉCOLE D HIVER ESCOLA DE INVERNO 2013 (DES)ENGAGEMENTS POLITIQUES ET CULTURELS PROGRAMME PROGRAMA. De 14 a 18 de Janeiro ORGANISATION ORGANIZAÇÃO

ÉCOLE D HIVER ESCOLA DE INVERNO 2013 (DES)ENGAGEMENTS POLITIQUES ET CULTURELS PROGRAMME PROGRAMA. De 14 a 18 de Janeiro ORGANISATION ORGANIZAÇÃO ÉCOLED HIVER ESCOLADEINVERNO2013 PROGRAMME PROGRAMA De14a18deJaneiro (DES)ENGAGEMENTSPOLITIQUESETCULTURELS ORGANISATION ORGANIZAÇÃO PARTENAIRES PARCEIROS DES)ENGAGEMENTSPOLITIQUESETCULTURELS SCIENCESPO

Leia mais

CabriWorld 2001-Montréal - Canada

CabriWorld 2001-Montréal - Canada - 1 - Cabri-géomètre à distance via Internet CabriWorld 2001-Montréal - Canada Alexandre Campos Silva alesilva@pucsp.br Vincenzo Bongiovanni vincenzo@atribuna.com.br PUC/SP- Brésil Résumé de l atelier

Leia mais

DIREITOS CONSTITUIDOS AOS PORTADORES DE DIABETES MELLITUS TIPO I DROITS CONSTITUÉS AUX TRANSPORTEURS DE DIABÈTES MELLITUS TYPE I

DIREITOS CONSTITUIDOS AOS PORTADORES DE DIABETES MELLITUS TIPO I DROITS CONSTITUÉS AUX TRANSPORTEURS DE DIABÈTES MELLITUS TYPE I DIREITOS CONSTITUIDOS AOS PORTADORES DE DIABETES MELLITUS TIPO I DROITS CONSTITUÉS AUX TRANSPORTEURS DE DIABÈTES MELLITUS TYPE I Antonio Rodrigues Sobrinho Filho Acadêmico em Pedagogia pela UFCG* RESUMO:

Leia mais

1 por quarto, por estada 1 par chambre, par séjour

1 por quarto, por estada 1 par chambre, par séjour 1 por quarto, por estada 1 par chambre, par séjour 1 por quarto, por estada Desde 2012 que depositamos anualmente 10 000 na conta Small Gestures Big Hopes. Adicionalmente, contamos com os nossos hóspedes

Leia mais

BOLETIM OFICIAL. I Série ÍNDICE. Número 49. Quarta-feira, 19 de Agosto de 2015 CONSELHO DE MINISTROS: Decretos nº 7/2015:

BOLETIM OFICIAL. I Série ÍNDICE. Número 49. Quarta-feira, 19 de Agosto de 2015 CONSELHO DE MINISTROS: Decretos nº 7/2015: Quarta-feira, 19 de Agosto de 2015 Documento descarregado pelo utilizador irlanda (10.72.24.70) em 18-09-2015 09:47:51. I Série Número 49 BOLETIM OFICIAL ÍNDICE CONSELHO DE MINISTROS: Decretos nº 7/2015:

Leia mais

Boletim da Cooperação Brasil-França sobre Áreas Protegidas

Boletim da Cooperação Brasil-França sobre Áreas Protegidas Boletim da Cooperação Brasil-França sobre Áreas Protegidas Nº1 -Março/2009 Baixo rio Negro - Baixo Sul da Bahia - Extremo Sul da Bahia - Grande Sertão Veredas Peruaçu - Ibiapaba Sobral - Itabira - Jureia

Leia mais

A POBREZA E OS PROBLEMAS DO DESENVOLVIMENTO SOCIAL DO MARROCOS

A POBREZA E OS PROBLEMAS DO DESENVOLVIMENTO SOCIAL DO MARROCOS A POBREZA E OS PROBLEMAS DO DESENVOLVIMENTO SOCIAL DO MARROCOS 127 Abderrazak Belhaj * RESUMO: Este trabalho aborda a questão da pobreza e os problemas do desenvolvimento econômico do Marrocos, ou de qualquer

Leia mais

Tournée au Japon invité par la chanteuse et compositeur Joyce.

Tournée au Japon invité par la chanteuse et compositeur Joyce. 2008 Lancement du DVD João Donato e Bud Shank ao vivo no Rio de Janeiro (Acre Musical/Urca Filmes/Biscoito Fino). Spectacle au Festival Jazz Plaza 2008, à Havane, Cuba et enregistrement d un DVD avec des

Leia mais

A pedagogia da luz na recriação do cego de nascença Jo 9,1-12

A pedagogia da luz na recriação do cego de nascença Jo 9,1-12 Maria da Conceição Vieira A pedagogia da luz na recriação do cego de nascença Jo 9,1-12 Dissertação de Mestrado Dissertação apresentada ao programa de Pós-Graduação em Teologia PUC-Rio, como requisito

Leia mais

VIDAS MULTILADAS: REFLEXÕES SOBRE A DEGRADAÇÃO AMBIENTAL DO PARQUE DO LAGO EM CAMPO MOURÃO/PR 1

VIDAS MULTILADAS: REFLEXÕES SOBRE A DEGRADAÇÃO AMBIENTAL DO PARQUE DO LAGO EM CAMPO MOURÃO/PR 1 VIDAS MULTILADAS: REFLEXÕES SOBRE A DEGRADAÇÃO AMBIENTAL DO PARQUE DO LAGO EM CAMPO MOURÃO/PR 1 PAROLIN, Eloisa Silva de Paula 2 PAROLIN, Mauro 3 RESUMO O trabalho é resultado de observações das condições

Leia mais

INVESTIGADORA DO CPIHTS DEFENDE TESE DE MESTRADO EM COIMBRA

INVESTIGADORA DO CPIHTS DEFENDE TESE DE MESTRADO EM COIMBRA INVESTIGADORA DO CPIHTS DEFENDE TESE DE MESTRADO EM COIMBRA A Dra. Sónia Maria dos Santos, Assistente Social, docente do Instituto Superior Miguel Torga, Investigadora do Centro Português de Investigação

Leia mais

Prova F Grupo Porto 11º ano, Nível de Continuação

Prova F Grupo Porto 11º ano, Nível de Continuação Prova F Grupo Porto 11º ano, Nível de Continuação Esta prova desenvolve-se em três partes e tem uma duração aproximada de 15 minutos para cada grupo de dois alunos. Domínios de referência: Information

Leia mais

Catalogue des nouvelles acquisitions

Catalogue des nouvelles acquisitions Bulletin Bibliographique Edition Nº 03 Bissau, 18/06/2013 CID Centre d Information et Documentation Nations Unies, Guine-Bissau www.gw.one.un.org www.cidnubissau.net Catalogue des nouvelles acquisitions

Leia mais

3. QUANTIDADE E DURAÇÃO DA BOLSA Será concedida 01 (uma) bolsa, com duração de 01 (um) mês.

3. QUANTIDADE E DURAÇÃO DA BOLSA Será concedida 01 (uma) bolsa, com duração de 01 (um) mês. PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO IPEA/PROCIN Nº 008/2015 - CONCESSÃO DE BOLSAS O Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (IPEA), fundação pública vinculada à Secretaria de Assuntos Estratégicos da Presidência

Leia mais

Michelangelo SC-SCUSA-DS BOHEC. Espresso Coffee Machines. Un arte tutta italiana

Michelangelo SC-SCUSA-DS BOHEC. Espresso Coffee Machines. Un arte tutta italiana Michelangelo SC-SCUSA-DS Espresso Coffee Machines Un arte tutta italiana Design italien indémodable, signé par le Studio Zanoni de Milan, associé à une technologie de pointe. Thermosiphon à chaudières

Leia mais

LÍNGUA PORTUGUESA PARA SURDOS NA MODALIDADE ESCRITA, ENFRENTANDO DESAFIOS PARA INCLUIR.

LÍNGUA PORTUGUESA PARA SURDOS NA MODALIDADE ESCRITA, ENFRENTANDO DESAFIOS PARA INCLUIR. LÍNGUA PORTUGUESA PARA SURDOS NA MODALIDADE ESCRITA, ENFRENTANDO DESAFIOS PARA INCLUIR. Sandra Maria de Oliveira Diniz Santos - UFPB sandradinizz@hotmail.com Elizete Olinto Ferreira dos Santos UFPB elizeteolinto@gmail.com

Leia mais

Maria Ines Saadi de Tozatto. TRANSMISSÃO PSÍQUICA Metamorfoses teórico-clínicas de um campo em movimento

Maria Ines Saadi de Tozatto. TRANSMISSÃO PSÍQUICA Metamorfoses teórico-clínicas de um campo em movimento Maria Ines Saadi de Tozatto TRANSMISSÃO PSÍQUICA Metamorfoses teórico-clínicas de um campo em movimento Tese de Doutorado DEPARTAMENTO DE PSICOLOGIA Programa de Pós-Graduação em Psicologia Clínica Rio

Leia mais

Start Here Comece aqui Mise en route Empezar aquí

Start Here Comece aqui Mise en route Empezar aquí Start Here Comece aqui Mise en route Empezar aquí 1 Install the software (required for full functionality). Instale o software (necessário para funcionalidade total). Installez le logiciel (requis pour

Leia mais

de manuais concebidos segundo a Perspectiva Acional

de manuais concebidos segundo a Perspectiva Acional 1. NOME COMPLETO: HYANNA C. DIAS DE MEDEIROS 2. E-MAIL: hyanna.medeiros@usp.br 3. ALUNO: X EX-ALUNO: 4. PESQUISA : X INICIAÇÃO CIENTÍFICA MESTRADO DOUTORADO 5. ÁREA DE PESQUISA: X LÍNGUA, LINGUÍSTICA E

Leia mais

O FIM DA FILOSOFIA EM M. HEIDEGGER. Universidade Federal da Bahia Programa de Pós-Graduação em Filosofia Mestrado em Filosofia

O FIM DA FILOSOFIA EM M. HEIDEGGER. Universidade Federal da Bahia Programa de Pós-Graduação em Filosofia Mestrado em Filosofia Universidade Federal da Bahia Programa de Pós-Graduação em Filosofia Mestrado em Filosofia Eduardo Boaventura de Souza O FIM DA FILOSOFIA EM M. HEIDEGGER Salvador 2005 Eduardo Boaventura de Souza O FIM

Leia mais

PÚBLIO, Marcelo Abilio

PÚBLIO, Marcelo Abilio PÚBLIO, Marcelo Abilio Né le 10 juin 1975 à Sorocaba-SP (Brésil) m.publio@gmail.com Situation actuelle Depuis 2013 : Enseignant-Chercheur en photographie, audiovisuel et cinéma d animation à l'université

Leia mais

PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA

PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA Diário da República, 1.ª série N.º 122 27 de junho de 2013 3761 PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA Decreto do Presidente da República n.º 70/2013 de 27 de junho O Presidente da República decreta, nos termos do artigo

Leia mais