BACCALAURÉAT GÉNÉRAL ET TECHNOLOGIQUE. Session 2011 PORTUGAIS LANGUE VIVANTE 2

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "BACCALAURÉAT GÉNÉRAL ET TECHNOLOGIQUE. Session 2011 PORTUGAIS LANGUE VIVANTE 2"

Transcrição

1 BACCALAURÉAT GÉNÉRAL ET TECHNOLOGIQUE Session 2011 PORTUGAIS LANGUE VIVANTE 2 Série L : 3 heures coefficient 4 Série S : 2 heures coefficient 2 Série STG (sauf CGRH) : 2 heures coefficient 2 Série STG option CGRH : 2 heures coefficient 3 Le candidat choisira le questionnaire correspondant à sa série. L usage du dictionnaire et des calculatrices est interdit. Avant de composer, le candidat s assurera que le sujet comporte bien 6 pages numérotées de 1/6 à 6/6. Répartition des points Compréhension 10 Expression 10 11PRV2ME3 Page : 1/6

2 TEXTE Jovens voluntários no zoo São 8 horas de uma manhã de Verão. À entrada do Jardim Zoológico, três jovens aguardam Cristóvão, Ana Lúcia e Mariana. Não são visitantes madrugadores 1 ou turistas perdidos, atraídos pelos sons que desde cedo ecoam pelo Jardim. São três jovens que decidiram passar as férias de uma forma diferente: contribuir com o seu trabalho voluntário para ajudar o Zoo. Cristóvão tem 16 anos e é a primeira vez que está a fazer voluntariado. Decidiu vir porque gosta de animais e queria sentir-se útil durante as férias. Acredita que o voluntariado é importante para o Zoo. "As pessoas da nossa idade não podem contribuir monetariamente, mas podem ajudar com o trabalho". E levantar cedo, mesmo durante as férias, não o assusta 2. Para grande espanto de Cristóvão, o seu trabalho vai ser junto de tratadores, a cuidar de animais. Espera-o um trabalho duro."há pessoas que vêm para cá e pensam que ser tratador é dar festinhas 3. Mas não é. Já vi pessoas que estão 15 minutos e vão embora. Mas existem também pessoas que têm no voluntariado uma das melhores experiências da sua vida. "Os voluntários ajudam e gostam de ajudar e não é difícil gostar. Está-se ao ar livre a fazer uma coisa completamente diferente. Por isso muitos voltam depois das férias, o trabalho que aqui fazem deixa muitas saudades". É com as aves 4 que Mariana está a trabalhar. Pensa que o trabalho traz recompensas para o próprio voluntário, pelos conhecimentos adquiridos. Interessa-se por ecologia e espera que esta experiência seja boa para o seu currículo. Ana Lúcia está também a começar mas promete que é para continuar, mesmo depois das férias. Foi colocada na Quintinha, onde vai alimentar os animais e atender 5 as pessoas que lá se dirigem. O trabalho não a assusta. "Vou fazer o que for preciso". A recompensa é grande: estar em contacto com os animais! Para estes três jovens, este foi o primeiro dia de trabalho no Jardim. Tiveram a sorte de trabalhar com animais, embora existam outros serviços onde é preciso ajudar. Tudo depende do interesse e capacidade para determinadas tarefas 6 e da disponibilidade de tempo. Para o responsável pelo Voluntariado no Zoo, este projecto é muito útil para todos: "O voluntariado enriquece as pessoas a todos os níveis. Há um contacto humano mais rico, criam-se novas amizades e valores... O voluntário não é alguém que substitua o trabalhador, ajuda-o, complementa-o. Há determinadas tarefas que, por falta de tempo, o trabalhador tem dificuldade em realizar, e é aí que entra o trabalho do voluntário". Testemunhos na 1 a pessoa. Histórias de vida(s) juventude. gov.pt/portal/voluntariado 1 madrugadores: qui se lèvent tôt 2 não o assusta: ne lui fait pas peur 3 dar festinhas: faire des caresses 4 as aves: les oiseaux 5 atender: accueillir, recevoir 6 as tarefas: les tâches 11PRV2ME3 Page : 2/6

3 Travail à faire par les candidats de la série : L - Langue vivante 2 Selon votre formation, vous pouvez rédiger votre travail en portugais du Portugal ou en portugais du Brésil. Ne recopiez pas les questions. Indiquez seulement le numéro de la question à laquelle vous répondez. I. COMPRÉHENSION DU TEXTE (10 points) Leia o texto com atenção e responda em português às seguintes perguntas: A. COMPRÉHENSION 1. Como é que o Cristóvão, a Ana Lúcia e a Mariana decidiram passar as férias de Verão? 2. Por que razões o Cristóvão resolveu participar neste programa? 3. Qual vai ser o trabalho dele? 4. Por que motivos a Mariana escolheu este trabalho? Qual é a opinião dela? 5. Quais são as atividades da Ana Lúcia e como se vê o interesse dela? 6. Para o responsável pelo voluntariado, quais são os aspetos positivos deste projeto? B. TRADUCTION Passe o texto para o francês desde Cristóvão tem 16 anos... (linha 6) até...é importante para o Zoo. (linha 8) II. EXPRESSION PERSONNELLE (10 points) Escolha e trate um dos temas: 1. Qual é a sua opinião sobre o voluntariado? Gostaria de participar neste tipo de programa? Justifique a sua resposta. 2. Muitos jovens trabalham durante as férias. Em que setor gostaria de trabalhar e por que motivos? 11PRV2ME3 Page : 3/6

4 Travail à faire par les candidats de la série : S - Langue vivante 2 Selon votre formation, vous pouvez rédiger votre travail en portugais du Portugal ou en portugais du Brésil. Ne recopiez pas les questions. Indiquez seulement le numéro de la question à laquelle vous répondez. I. COMPRÉHENSION DU TEXTE (10 points) Leia o texto com atenção e responda em português às seguintes perguntas: 1. Como é que o Cristóvão, a Ana Lúcia e a Mariana decidiram passar as férias de Verão? 2. Por que razões o Cristóvão resolveu participar neste programa? 3. Qual vai ser o trabalho dele? 4. Por que motivos a Mariana escolheu este trabalho? Qual é a opinião dela? 5. Quais são as atividades da Ana Lúcia e como se vê o interesse dela? II. EXPRESSION PERSONNELLE (10 points) Escolha e trate um dos temas: 1. Qual é a sua opinião sobre o voluntariado? Gostaria de participar neste tipo de programa? Justifique a sua resposta. 2. Muitos jovens trabalham durante as férias. Em que setor gostaria de trabalhar e por que motivos? 11PRV2ME3 Page : 4/6

5 Travail à faire par les candidats de la série : STG - Langue vivante 2 Selon votre formation, vous pouvez rédiger votre travail en portugais du Portugal ou en portugais du Brésil. Ne recopiez pas les questions. Respectez l ordre des questions et indiquez le numéro de la question à laquelle vous répondez.(ex. A1, A2, etc.) A. Escolha a resposta certa: Veuillez recopier la réponse exacte: I. COMPRÉHENSION DE L ÉCRIT (10 points) 1. O texto evoca: a) uma história inventada b) uma experiência vivida c) um sonho 2. O Cristóvão, a Ana Lúcia e a Mariana: a) vieram visitar o Zoo b) vieram acompanhar turistas c) vieram fazer voluntariado 3. Os três jovens vão trabalhar principalmente: a) com animais b) nos serviços administrativos c) com o público 4. O Cristóvão vai: a) ajudar os tratadores b) substituir os tratadores c) aconselhar os tratadores B1. As afirmações seguintes estão certas ou erradas? Justifique com um elemento do texto: Recopiez la lettre de la question et indiquez en face certo ou errado en citant un élément du texte. a) O Cristóvão costuma trabalhar no Zoo cada vez que ele está de férias. b) O trabalho do zoo não é nada difícil. c) A Ana Lúcia gosta do trabalho. d) O responsável pelo voluntariado considera que este trabalho é inútil. 11PRV2ME3 Page : 5/6

6 Suite du travail à faire par les candidats de la série : STG - Langue vivante 2 B2. Transcreva as expressões do texto que mostram : (il peut y avoir plus de réponses que le nombre demande) 1. que os três jovens vão ter férias diferentes. (1 elemento no 1 parágrafo) 2. a motivação do Cristóvão. (2 elementos no 2 parágrafo ) 3. que o voluntariado é uma experiência enriquecedora para os jovens. (1 elemento no 3 parágrafo, 1 elemento no 5 parágrafo) II. EXPRESSION ÉCRITE (10 points) Escolha e trate um dos dois temas: 1. Qual é a sua opinião sobre o voluntariado? Gostaria de participar neste tipo de programa? Justifique a sua resposta. 2. Muitos jovens trabalham durante as férias. Em que sector gostaria de trabalhar e por que motivos? 11PRV2ME3 Page : 6/6

BACCALAURÉATS GÉNÉRAL ET TECHNOLOGIQUE

BACCALAURÉATS GÉNÉRAL ET TECHNOLOGIQUE BACCALAURÉATS GÉNÉRAL ET TECHNOLOGIQUE SESSION 2015 PORTUGAIS MARDI 23 JUIN 2015 LANGUE VIVANTE 2 Séries ES et S Durée de l épreuve : 2 heures coefficient : 2 Série L Langue vivante obligatoire (LVO) Durée

Leia mais

BACCALAURÉAT TECHNOLOGIQUE

BACCALAURÉAT TECHNOLOGIQUE BACCALAURÉAT TECHNOLOGIQUE SESSION 2014 PORTUGAIS VENDREDI 20 JUIN 2014 LANGUE VIVANTE 1 Séries STI2D, STD2A, STL, ST2S : 2 heures coefficient 2 Série STMG : 2 heures coefficient 3 L'usage des dictionnaires

Leia mais

BACCALAURÉAT GÉNÉRAL

BACCALAURÉAT GÉNÉRAL BACCALAURÉAT GÉNÉRAL SESSION 2014 PORTUGAIS MERCREDI 18 JUIN 2014 LANGUE VIVANTE 1 Série L Durée de l épreuve : 3 heures coefficient : 4 Série L Langue Vivante Approfondie (LVA) Durée de l épreuve : 3

Leia mais

BACCALAURÉATS GÉNÉRAL ET TECHNOLOGIQUE

BACCALAURÉATS GÉNÉRAL ET TECHNOLOGIQUE BACCALAURÉATS GÉNÉRAL ET TECHNOLOGIQUE SESSION 2016 PORTUGAIS MARDI 21 JUIN 2016 LANGUE VIVANTE 2 Séries ES et S Durée de l épreuve : 2 heures coefficient : 2 Série L Langue vivante obligatoire (LVO) Durée

Leia mais

BACCALAURÉATS GÉNÉRAL ET TECHNOLOGIQUE

BACCALAURÉATS GÉNÉRAL ET TECHNOLOGIQUE BACCALAURÉATS GÉNÉRAL ET TECHNOLOGIQUE SESSION 2015 PORTUGAIS LANGUE VIVANTE 2 Série L Durée de l épreuve : 3 heures coefficient : 4 Série L Langue Vivante Approfondie (LVA) Durée de l épreuve : 3 heures

Leia mais

ADMISSION AU COLLEGE UNIVERSITAIRE Samedi 2 mars 2013 PORTUGAIS durée de l épreuve : 1h30 coefficient 1 IMPORTANT PARTIE RESERVEE A LA CORRECTION

ADMISSION AU COLLEGE UNIVERSITAIRE Samedi 2 mars 2013 PORTUGAIS durée de l épreuve : 1h30 coefficient 1 IMPORTANT PARTIE RESERVEE A LA CORRECTION Coller votre code barre ci-dessous ADMISSION AU COLLEGE UNIVERSITAIRE Samedi 2 mars 2013 PORTUGAIS durée de l épreuve : 1h30 coefficient 1 IMPORTANT Le sujet est paginé de 1 à 3. Veuillez vérifier que

Leia mais

Prova Escrita de Francês

Prova Escrita de Francês Exame Final Nacional do Ensino Secundário Prova Escrita de Francês 11.º Ano de Escolaridade Continuação bienal Decreto-Lei n.º 139/2012, de de julho Prova 17/1.ª Fase Critérios de Classificação 7 Páginas

Leia mais

Bienvenue à l'ecole en France Bemvindo à escola em França

Bienvenue à l'ecole en France Bemvindo à escola em França Bienvenue à l'ecole en France Bemvindo à escola em França Ses objectifs / OBJECTIVOS Éduquer pour vivre ensemble -> Educar para viver juntos Portugais Português Instruire pour comprendre aujourd hui, construire

Leia mais

Ce document a été mis en ligne par le Canopé de l académie de Bordeaux pour la Base Nationale des Sujets d Examens de l enseignement professionnel.

Ce document a été mis en ligne par le Canopé de l académie de Bordeaux pour la Base Nationale des Sujets d Examens de l enseignement professionnel. Ce document a été mis en ligne par le Canopé de l académie de Bordeaux pour la Base Nationale des Sujets d Examens de l enseignement professionnel. Ce fichier numérique ne peut être reproduit, représenté,

Leia mais

MERCI DE NOUS RENVOYER VOTRE TEST A : info@soft-formation.com TEST PORTUGAIS NOM DU STAGIAIRE : PRENOM DU STAGIAIRE :

MERCI DE NOUS RENVOYER VOTRE TEST A : info@soft-formation.com TEST PORTUGAIS NOM DU STAGIAIRE : PRENOM DU STAGIAIRE : - 1 - MERCI DE NOUS RENVOYER VOTRE TEST A : info@soft-formation.com TEST PORTUGAIS SOCIETE : RESPONSABLE FORMATION : TELEPHONE : FAX : NOM DU STAGIAIRE : PRENOM DU STAGIAIRE : TELEPHONE : FAX : DATE DU

Leia mais

ADMISSION AU COLLEGE UNIVERSITAIRE Samedi 1 mars 2014 PORTUGAIS durée de l épreuve : 1h30 coefficient 1 IMPORTANT PARTIE RESERVEE A LA CORRECTION

ADMISSION AU COLLEGE UNIVERSITAIRE Samedi 1 mars 2014 PORTUGAIS durée de l épreuve : 1h30 coefficient 1 IMPORTANT PARTIE RESERVEE A LA CORRECTION Coller votre code barre ci-dessous ADMISSION AU COLLEGE UNIVERSITAIRE Samedi 1 mars 2014 PORTUGAIS durée de l épreuve : 1h30 coefficient 1 IMPORTANT Le sujet est paginé de 1 à 3. Veuillez vérifier que

Leia mais

1- Daria um passeio... tempo. A. se tiver B. se tenha C. se tenho D. se tivesse

1- Daria um passeio... tempo. A. se tiver B. se tenha C. se tenho D. se tivesse Portugais Sujet proposé au concours S.E.S.A.M.E 2012 Partie 1 1- Daria um passeio... tempo. A. se tiver B. se tenha C. se tenho D. se tivesse 2- Eles... eu não.... A. vão / vo B. vão / vou C. vam / vou

Leia mais

ADMISSION AU COLLEGE UNIVERSITAIRE Mercredi 29 juin 2011 PORTUGAIS durée de l épreuve : 3h IMPORTANT PARTIE RESERVEE A LA CORRECTION

ADMISSION AU COLLEGE UNIVERSITAIRE Mercredi 29 juin 2011 PORTUGAIS durée de l épreuve : 3h IMPORTANT PARTIE RESERVEE A LA CORRECTION Coller votre code barre ci-dessous ADMISSION AU COLLEGE UNIVERSITAIRE Mercredi 29 juin 2011 PORTUGAIS durée de l épreuve : 3h IMPORTANT Le sujet est paginé de 1 à 4. Veuillez vérifier que vous avez bien

Leia mais

Annales zéro baccalauréat 2013. Bac L - LV2. Ressources pour la classe de terminale. Portugais. Novembre 2012

Annales zéro baccalauréat 2013. Bac L - LV2. Ressources pour la classe de terminale. Portugais. Novembre 2012 éduscol Annales zéro baccalauréat 2013 Ressources pour la classe de terminale Bac L - LV2 Portugais Ces documents peuvent être utilisés et modifiés librement dans le cadre des activités d'enseignement

Leia mais

PROVA DE EXPRESSÃO ORAL E

PROVA DE EXPRESSÃO ORAL E FRANCÊS 12.ºANO NÍVEL DE CONTINUAÇÃO PROVA DE EXPRESSÃO ORAL E Esta prova desenvolve-se em três partes e tem uma duração aproximada de 20 minutos para cada grupo de dois alunos. Domínios de referência

Leia mais

SÓ ABRA QUANDO AUTORIZADO.

SÓ ABRA QUANDO AUTORIZADO. UNIVERSIDADE FEDERAL DE MINAS GERAIS FRANCÊS 2 a Etapa SÓ ABRA QUANDO AUTORIZADO. Leia atentamente as instruções que se seguem. 1 - Este Caderno de Prova contém quatro questões, constituídas de itens e

Leia mais

PROVA GLOBAL DE 9º ANO DE ESCOLARIDADE FRANCÊS 3 2005-2006

PROVA GLOBAL DE 9º ANO DE ESCOLARIDADE FRANCÊS 3 2005-2006 ESCOLA PROVA GLOBAL DE 9º ANO DE ESCOLARIDADE FRANCÊS 3 2005-2006 I Lisez attentivement le texte ci-dessous et les questions pour avoir une vision globale de ce qu'on vous demande. Une eau pas très écolo!

Leia mais

Bienvenue au Cours Préparatoire Bemvindos à Primária

Bienvenue au Cours Préparatoire Bemvindos à Primária Bienvenue au Cours Préparatoire Bemvindos à Primária Ce qui ne change pas O que não se altera entre o pré-escolar e o 1º ano no LFIP L organisation administrative/a organização administrativa -Les contacts

Leia mais

Programação das atividades letivas para 2015/2016 Francês Nível 1 (Iniciação) - 10º Ano - Curso Profissional 123 Horas = 148 tempos letivos

Programação das atividades letivas para 2015/2016 Francês Nível 1 (Iniciação) - 10º Ano - Curso Profissional 123 Horas = 148 tempos letivos Programação das atividades letivas para 2015/2016 Francês Nível 1 (Iniciação) - 10º Ano - Curso Profissional 123 Horas = 148 tempos letivos Competências Essenciais Conteúdos Período Previstas Avaliação

Leia mais

Provas orais em Língua Estrangeira Ensino Secundário Francês 11º ano, Nível de Continuação Janeiro 2009

Provas orais em Língua Estrangeira Ensino Secundário Francês 11º ano, Nível de Continuação Janeiro 2009 Provas orais em Língua Estrangeira Ensino Secundário Francês 11º ano, Nível de Continuação Janeiro 2009 Esta prova desenvolve-se em três partes e tem uma duração aproximada de 15-20 minutos para cada grupo

Leia mais

Parlez-vous européen?

Parlez-vous européen? Parlez-vous européen? A BONECA BRAILLIN 1. Résumé Parece uma boneca normal mas não é. A Braillin possui seis botões em relevo correspondentes aos seis pontos base da linguagem braille (P.) / braile (B.).

Leia mais

Gestionnaires d'assurance (h/f) - Lisbonne

Gestionnaires d'assurance (h/f) - Lisbonne Gestionnaires d'assurance (h/f) - Lisbonne Notre client est un courtier-gestionnaire en assurance, un des leaders du marché, spécialisé notamment dans les secteurs de la banque, la téléphonie mobile et

Leia mais

O FIM DA FILOSOFIA EM M. HEIDEGGER. Universidade Federal da Bahia Programa de Pós-Graduação em Filosofia Mestrado em Filosofia

O FIM DA FILOSOFIA EM M. HEIDEGGER. Universidade Federal da Bahia Programa de Pós-Graduação em Filosofia Mestrado em Filosofia Universidade Federal da Bahia Programa de Pós-Graduação em Filosofia Mestrado em Filosofia Eduardo Boaventura de Souza O FIM DA FILOSOFIA EM M. HEIDEGGER Salvador 2005 Eduardo Boaventura de Souza O FIM

Leia mais

A Associação de Pais do LFIP tem o prazer de vos anunciar que no dia 29 de Novembro de 2014 irá realizar-se o 3º Marché de Noël Solidaire.

A Associação de Pais do LFIP tem o prazer de vos anunciar que no dia 29 de Novembro de 2014 irá realizar-se o 3º Marché de Noël Solidaire. Caros pais, A Associação de Pais do LFIP tem o prazer de vos anunciar que no dia 29 de Novembro de 2014 irá realizar-se o 3º Marché de Noël Solidaire. Esta iniciativa insere-se no âmbito de um projeto

Leia mais

PAAES/UFU 2ª Etapa Subprograma 2011-2014

PAAES/UFU 2ª Etapa Subprograma 2011-2014 SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERLÂNDIA Pró-Reitoria de Graduação Diretoria de Processos Seletivos PAAES 2ª ETAPA SUBPROGRAMA 2011/2014 24 de fevereiro de 2013

Leia mais

Annales zéro baccalauréat Bac Technologique - LV1. Ressources pour la classe de terminale. Portugais. Novembre 2012

Annales zéro baccalauréat Bac Technologique - LV1. Ressources pour la classe de terminale. Portugais. Novembre 2012 éduscol Annales zéro baccalauréat 2013 Ressources pour la classe de terminale Bac Technologique - LV1 Portugais Ces documents peuvent être utilisés et modifiés librement dans le cadre des activités d'enseignement

Leia mais

PLANIFICAÇÃO A MÉDIO / LONGO PRAZO

PLANIFICAÇÃO A MÉDIO / LONGO PRAZO PLANIFICAÇÃO A MÉDIO / LONGO PRAZO DISCIPLINA: Francês ANO: 7º Nível 1 Curso: Ensino Básico Total de aulas previstas: 99 Manual adotado: Mots Clés Porto Editora 1º PERÍODO - AULAS PREVISTAS: 41 Competências

Leia mais

2.2. Ensino e a construção da cidadania: da moral religiosa à moral cívica.

2.2. Ensino e a construção da cidadania: da moral religiosa à moral cívica. 2.2. Ensino e a construção da cidadania: da moral religiosa à moral cívica. Cinq mémoires sur l instruc1on publique (1791). Présenta@on, notes, bi- bliographie et chronologie part Charles Coutel et Catherine

Leia mais

Da Arqueologia à Genealogia a questão do sujeito no percurso filosófico de Michel Foucault

Da Arqueologia à Genealogia a questão do sujeito no percurso filosófico de Michel Foucault Fabiane Marques de Carvalho Souza Da Arqueologia à Genealogia a questão do sujeito no percurso filosófico de Michel Foucault Tese de Doutorado Tese apresentada ao Programa de Pós-graduação em Filosofia

Leia mais

DIÁRIO DE BORDO CONTINGENTE PORTUGUÊS. 22 a 25 de Abril de 2011

DIÁRIO DE BORDO CONTINGENTE PORTUGUÊS. 22 a 25 de Abril de 2011 DIÁRIO DE BORDO CONTINGENTE PORTUGUÊS. 22 a 25 de Abril de 2011 2 MENSAGEM DO CHEFE DE CONTINGENTE Meus caros Caminheiros, Companheiros e Dirigentes... Mais uma vez, uns quantos de nós, terão oportunidade

Leia mais

PÚBLIO, Marcelo Abilio

PÚBLIO, Marcelo Abilio PÚBLIO, Marcelo Abilio Né le 10 juin 1975 à Sorocaba-SP (Brésil) m.publio@gmail.com Situation actuelle Depuis 2013 : Enseignant-Chercheur en photographie, audiovisuel et cinéma d animation à l'université

Leia mais

Formas de saudação Alfabeto Fonemas do Francês Expressões de sala de aula

Formas de saudação Alfabeto Fonemas do Francês Expressões de sala de aula 2º PERÍODO 1º PERÍODO ESCOLA DO ENSINO BÁSICO DO 2º E 3º CICLOS DR. JOÃO DE BARROS AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DA ZONA URBANA DA FIGUEIRA DA FOZ ANO LECTIVO: 2013/2014 PLANIFICAÇÃO ANUAL DOS CONTEÚDOS DA DISCIPLINA:

Leia mais

FAIRTRADE LABELLING ORGANIZATIONS INTERNATIONAL

FAIRTRADE LABELLING ORGANIZATIONS INTERNATIONAL A: Tous les acteurs de la filière du Commerce Equitable certifiés pour la mangue, la banane, la pulpe d araza / Produtores e Comerciantes certificados da manga, da banana e da polpa de araza de CJ Tous

Leia mais

NOME Serviço de Voluntariado Europeu (SVE)

NOME Serviço de Voluntariado Europeu (SVE) PROGRAMA DE VOLUNTARIADO Nº 0004 NOME Serviço de Voluntariado Europeu (SVE) EMAIL WEBSITE www.sve.pt O QUE É O Serviço de voluntariado Europeu (SVE) é um programa da Youth in Action que pretende estimular

Leia mais

Linha de Apoio Logístico Empresarial - Francês (7h16h)

Linha de Apoio Logístico Empresarial - Francês (7h16h) Linha de Apoio Logístico Empresarial - Francês (7h16h) A Vertente Humana, empresa de trabalho temporário, recruta para sua empresa multinacional: Comunicadores fluentes em Francês; - Recebem e efectuam

Leia mais

ESCOLA E.B. 2. 3 D. AFONSO III FARO PLANIFICAÇÃO FRANCÊS LE II - 7.º Ano Ano letivo 2014 / 2015

ESCOLA E.B. 2. 3 D. AFONSO III FARO PLANIFICAÇÃO FRANCÊS LE II - 7.º Ano Ano letivo 2014 / 2015 PLANIFICAÇÃO FRANCÊS LE II - 7.º Ano Manual Mots Clés 1º. Período Nº. de aulas previstas: +/- 39 I PARTE Unidade 1 Sensibilização à língua e à cultura francesas Semelhança de vocabulário entre o português

Leia mais

PLANIFICAÇÃO ANUAL DE CONTEÚDOS DISCIPLINA:Francês 7ºAno Nível I (Turmas A/B/C/D/E)

PLANIFICAÇÃO ANUAL DE CONTEÚDOS DISCIPLINA:Francês 7ºAno Nível I (Turmas A/B/C/D/E) PLANIFICAÇÃO ANUAL DE CONTEÚDOS DISCIPLINA:Francês 7ºAno Nível I (Turmas A/B/C/D/E) Ano Letivo 2012/2013 Temáticos Unité 0 JE COMMENCE Os pronomes pessoais Os números cardinais (1) ( 0-19) Conteúdos Nº

Leia mais

Resolução da Questão 1 Texto Definitivo

Resolução da Questão 1 Texto Definitivo Questão Internet: . Acesso em: abr. 0. Considerando a figura acima apresentada, redija um texto dissertativo que atenda, necessariamente, ao que se pede a seguir. Identifique a

Leia mais

PORTUGAIS QUANDO A LUZ FALHA

PORTUGAIS QUANDO A LUZ FALHA 29 PORTUGAIS QUANDO A LUZ FALHA Com o aumento do poder de compra, os lares portugueses encheram-se de luz e de electrodomésticos. E as fábricas, com os subsídios da União Europeia, adquiriram novos equipamentos.

Leia mais

Enem. Dicas para você se dar bem na prova. A prova do ENEM está ai e você precisa de uma boa nota, certo? Verdade!

Enem. Dicas para você se dar bem na prova. A prova do ENEM está ai e você precisa de uma boa nota, certo? Verdade! Enem Dicas para você se dar bem na prova. A prova do ENEM está ai e você precisa de uma boa nota, certo? Verdade! Não tem mais para onde correr: O resto dos seus dias depende disso. Ou pelo menos é assim

Leia mais

GUIDE DE L ÉTUDIANT INTERNATIONAL

GUIDE DE L ÉTUDIANT INTERNATIONAL GUIDE DE L ÉTUDIANT INTERNATIONAL Votre arrivée à l UFCSPA demande des procédures administratives nécessaires à votre séjour au Brésil (visa, CPF, RNE) et à votre confort et sécurité (santé et transports),

Leia mais

Interferência do português língua materna vs supergeneralização na escrita em francês

Interferência do português língua materna vs supergeneralização na escrita em francês Interferência do português língua materna vs supergeneralização na escrita em francês Pablo Diego Niederauer Bernardi * (UFPel) Isabella Mozzilo (UFPel) Aprender línguas pressupõe o desenvolvimento de

Leia mais

V O T O - V I S T A. SEPÚLVEDA PERTENCE, negou provimento ao agravo. Entendeu que a

V O T O - V I S T A. SEPÚLVEDA PERTENCE, negou provimento ao agravo. Entendeu que a AG.REG.NA RECLAMAÇÃO 3.034-2 PARAÍBA RELATOR AGRAVANTE(S) AGRAVADO(A/S) INTERESSADO(A/S) : MIN. SEPÚLVEDA PERTENCE : ESTADO DA PARAÍBA : PGE-PB - LUCIANO JOSÉ NÓBREGA PIRES : RODRIGO DE SÁ QUEIROGA E OUTRO(A/S)

Leia mais

1 por quarto, por estada 1 par chambre, par séjour

1 por quarto, por estada 1 par chambre, par séjour 1 por quarto, por estada 1 par chambre, par séjour 1 por quarto, por estada Desde 2012 que depositamos anualmente 10 000 na conta Small Gestures Big Hopes. Adicionalmente, contamos com os nossos hóspedes

Leia mais

ÉPREUVE DE PORTUGAIS

ÉPREUVE DE PORTUGAIS CONCOURS IPAG 2013 ÉPREUVE DE PORTUGAIS Durée : 45 minutes Coefficient attribué à cette épreuve : Seuls les points au-dessus de la moyenne, affectés du coefficient 2, sont pris en compte et s additionnent

Leia mais

Viajar Geral. Geral - Essenciais. Geral - Conversação. Você pode me ajudar, por favor? Vous pouvez m'aider, s'il vous plaît?

Viajar Geral. Geral - Essenciais. Geral - Conversação. Você pode me ajudar, por favor? Vous pouvez m'aider, s'il vous plaît? - Essenciais Você pode me ajudar, por favor? Vous pouvez m'aider, s'il vous plaît? Pedindo ajuda Você fala inglês? Parlez-vous anglais? Perguntando se alguém fala inglês Você fala _[idioma]_? Parlez-vous

Leia mais

Mateus Geraldo Xavier. Contribuição do Ensino Religioso no processo de educação da fé: um estudo teológico-pastoral. Dissertação de Mestrado

Mateus Geraldo Xavier. Contribuição do Ensino Religioso no processo de educação da fé: um estudo teológico-pastoral. Dissertação de Mestrado Mateus Geraldo Xavier Contribuição do Ensino Religioso no processo de educação da fé: um estudo teológico-pastoral Dissertação de Mestrado Programa de Pós-graduação em Teologia do Departamento de Teologia

Leia mais

CADERNO DE PROVA 1.ª FASE

CADERNO DE PROVA 1.ª FASE AZUL CADERNO DE PROVA 1.ª FASE Francês Nome do candidato Nome do curso / Turno Local de oferta do curso N.º de inscrição Assinatura do candidato Coordenação de Exames Vestibulares I N S T R U Ç Õ E S LEIA

Leia mais

Uma Missão para recordar

Uma Missão para recordar Uma Missão para recordar Na semana passada, dias 18, 19, 20 e 21 tive a oportunidade de participar na Missão JRA Conservação ex-situ 2015, no Jardim Zoológico de Lisboa. Esta atividade organizada pela

Leia mais

Ler em família: viagens partilhadas (com a escola?)

Ler em família: viagens partilhadas (com a escola?) Ler em família: viagens partilhadas (com a escola?) Ação nº41/2012 Formadora: Madalena Moniz Faria Lobo San-Bento Formanda: Rosemary Amaral Cabral de Frias Introdução Para se contar histórias a crianças,

Leia mais

IMMIGRATION Canada. Permis d études. Directives du bureau des visas de Sao Paulo. Table des matières IMM 5849 F ( )

IMMIGRATION Canada. Permis d études. Directives du bureau des visas de Sao Paulo. Table des matières IMM 5849 F ( ) IMMIGRATION Canada Table des matières Liste de contrôle Permis d études (disponible en portugais) Permis d études Directives du bureau des visas de Sao Paulo Ce guide est produit gratuitement par Immigration,

Leia mais

Lisez attentivement le questionnaire et répondez sincèrement aux questions en indiquant la ou les réponses qui conviennent.

Lisez attentivement le questionnaire et répondez sincèrement aux questions en indiquant la ou les réponses qui conviennent. PROTOCOLE D ENQUÊTE DESTINÉ AUX PROFESSEURS DE FRANÇAIS À PRAIA Lisez attentivement le questionnaire et répondez sincèrement aux questions en indiquant la ou les réponses qui conviennent. Première partie

Leia mais

GESTÃO DO PROGRAMA DE FRANCÊS 2013-14. 8º ANO Nível 2. Manual: Mots Croisés

GESTÃO DO PROGRAMA DE FRANCÊS 2013-14. 8º ANO Nível 2. Manual: Mots Croisés GESTÃO DO PROGRAMA DE FRANCÊS 2013-14 8º ANO Nível 2 Manual: Mots Croisés Professoras, Élia Costa, Elsa Teiga, Filomena Parracho, Teresa Madaíl COMPETÊNCIAS GERAIS 1 Desenvolver uma competência cultural

Leia mais

Eduarda Teixeira A realização do estágio noutro país é um meio para abrir portas no futuro para o mundo do trabalho. Não só por vivenciarmos novas experiências e nos tornarmos aptos para qualquer local

Leia mais

PRÉSENTATION DE LA SOCIÉTÉ

PRÉSENTATION DE LA SOCIÉTÉ PRÉSENTATION DE LA SOCIÉTÉ LA SOCIÉTÉ Première société portugaise de traitement et de récupération "in situ" des huiles industrielles ans d'expérience PURIFICADORA avec sa propre technologie de procédé

Leia mais

Conteúdo. Como ler artigos científicos... 2

Conteúdo. Como ler artigos científicos... 2 Comol era r t i gos c i ent íc os Conteúdo Como ler artigos científicos... 2 Dicas de como ler o artigo... 4 Guia de como ler um artigo:... 5 Atividade 1... 7 Etapa 1... 7 Etapa 2... 8 Etapa 3... 8 Etapa

Leia mais

[A CARTA DE APRESENTAÇÃO] Projecto CLDS Guarda + Social. Gabinete de Empregabilidade e Inserção

[A CARTA DE APRESENTAÇÃO] Projecto CLDS Guarda + Social. Gabinete de Empregabilidade e Inserção 2011 Projecto CLDS Guarda + Social Gabinete de Empregabilidade e Inserção [A CARTA DE APRESENTAÇÃO] É uma carta simples e breve que deve acompanhar o Curriculum Vitae. CLDS Guarda + Social Carta de Apresentação

Leia mais

Prova H Grupo Aveiro 11º ano, Nível de continuação

Prova H Grupo Aveiro 11º ano, Nível de continuação Prova H Grupo Aveiro 11º ano, Nível de continuação Avaliação da Expressão Oral no Ensino Secundário Esta prova desenvolve-se em três momentos e tem uma duração aproximada de 15 minutos para cada grupo

Leia mais

Trabalho 3 Scratch na Escola

Trabalho 3 Scratch na Escola Faculdade de Ciências e Tecnologias da Universidade de Coimbra Departamento de Matemática Trabalho 3 Scratch na Escola Meios Computacionais de Ensino Professor: Jaime Carvalho e Silva (jaimecs@mat.uc.pt)

Leia mais

Prova F Grupo Porto 11º ano, Nível de Continuação

Prova F Grupo Porto 11º ano, Nível de Continuação Prova F Grupo Porto 11º ano, Nível de Continuação Esta prova desenvolve-se em três partes e tem uma duração aproximada de 15 minutos para cada grupo de dois alunos. Domínios de referência: Information

Leia mais

MANUAL DO JOVEM DEPUTADO

MANUAL DO JOVEM DEPUTADO MANUAL DO JOVEM DEPUTADO Edição 2014-2015 Este manual procura expor, de forma simplificada, as regras do programa Parlamento dos Jovens que estão detalhadas no Regimento. Se tiveres dúvidas ou quiseres

Leia mais

de manuais concebidos segundo a Perspectiva Acional

de manuais concebidos segundo a Perspectiva Acional 1. NOME COMPLETO: HYANNA C. DIAS DE MEDEIROS 2. E-MAIL: hyanna.medeiros@usp.br 3. ALUNO: X EX-ALUNO: 4. PESQUISA : X INICIAÇÃO CIENTÍFICA MESTRADO DOUTORADO 5. ÁREA DE PESQUISA: X LÍNGUA, LINGUÍSTICA E

Leia mais

FR Appel à participation : Micro-résidence de production et d affichage, Porto, Portugal 18 Avril-28 Avril 2016.

FR Appel à participation : Micro-résidence de production et d affichage, Porto, Portugal 18 Avril-28 Avril 2016. FR Appel à participation : Micro-résidence de production et d affichage, Porto, Portugal 18 Avril-28 Avril 2016. L association In Extenso est historiquement liée aux projets «hors les murs» puisque sa

Leia mais

Prova Escrita de Francês

Prova Escrita de Francês EXAME FINAL NACIONAL DO ENSINO SECUNDÁRIO Prova Escrita de Francês 11.º Ano de Escolaridade Continuação bienal Decreto-Lei n.º 19/2012, de 5 de julho Prova 517/1.ª Fase 7 Páginas Duração da Prova: 120

Leia mais

O relato de viagem escolar

O relato de viagem escolar Visita de estudos Ouça o relato com atenção e preencha os espaços vazios. O relato de viagem escolar Minha primeira viagem de avião, Quando eu estudava na oitava série, uma viagem a Brasil com minha turma

Leia mais

Je remercie Mme Narvaez-Goldstein et M. Fourneyron d avoir accepté de suivre ce travail. Je remercie les personnes qui m ont accordé des entretiens

Je remercie Mme Narvaez-Goldstein et M. Fourneyron d avoir accepté de suivre ce travail. Je remercie les personnes qui m ont accordé des entretiens Je remercie Mme Narvaez-Goldstein et M. Fourneyron d avoir accepté de suivre ce travail. Je remercie les personnes qui m ont accordé des entretiens et m ont fait partager leurs connaissances et leurs expériences

Leia mais

A leitura, um bem essencial

A leitura, um bem essencial A leitura, um bem essencial A leitura, um bem essencial A leitura é uma competência básica que todas as pessoas devem adquirir para conseguirem lidar de forma natural com a palavra escrita. Mas aprender

Leia mais

X-MET8000. Confie, mas verifique: garanta a qualidade do produto com o último analisador de XRF portátil da Oxford Instruments

X-MET8000. Confie, mas verifique: garanta a qualidade do produto com o último analisador de XRF portátil da Oxford Instruments QUALIDADE Confie, mas verifique: garanta a qualidade do produto com o último analisador de XRF portátil da Oxford Instruments Identificação rápida e confiável de ligas e composições elementares para: Controle

Leia mais

PORTUGAIS - 29 - O FUTURO DA TV

PORTUGAIS - 29 - O FUTURO DA TV - 29 - PORTUGAIS O FUTURO DA TV 5 10 15 20 25 30 35 40 Quando os historiadores do futuro forem estudar o século que acabou há pouco, usarão, se quiserem, apenas imagens em movimento. A história humana,

Leia mais

Estágios profissionais são bons para ganhar experiência

Estágios profissionais são bons para ganhar experiência 79% dos universitários portugueses garantem Estágios profissionais são bons para ganhar experiência A rede Universia e o portal de empregos www.trabalhando.com realizaram em nove países um questionário

Leia mais

Championnat du Monde des Jeunes Eau Douce U14 U18 U23

Championnat du Monde des Jeunes Eau Douce U14 U18 U23 Championnat du Monde des Jeunes Eau Douce U14 U18 U23 Organization: Support: Invitation Monsieur le Président, La Fédération Portugaise de Pêche Sportive a l honneur d inviter l équipe nationale de votre

Leia mais

Sinopse II. Idosos não institucionalizados (INI)

Sinopse II. Idosos não institucionalizados (INI) Sinopse II. Idosos não institucionalizados (INI) II 1 Indicadores Desqualificação Não poder fazer nada do que preciso, quero fazer as coisas e não posso ; eu senti-me velho com 80 anos. Aí é que eu já

Leia mais

O PERCURSO ACADÉMICO NA FBAUL E AS PERSPECTIVAS FUTURAS

O PERCURSO ACADÉMICO NA FBAUL E AS PERSPECTIVAS FUTURAS O PERCURSO ACADÉMICO NA FBAUL E AS PERSPECTIVAS FUTURAS QUE OPORTUNIDADES PÓS-LICENCIATURA ESPERAM? EXPECTATIVAS QUE INQUIETAÇÕES TÊM OS ALUNOS DE DC? MADALENA : M QUAL É A TUA PERSPECTIVA DO MERCADO

Leia mais

RARI Construções Metálicas, Engenharia, Projectos e Soluções Industriais, SA. RARI TECH Septembre 2015

RARI Construções Metálicas, Engenharia, Projectos e Soluções Industriais, SA. RARI TECH Septembre 2015 RARI Construções Metálicas, Engenharia, Projectos e Soluções Industriais, SA. RARI TECH Septembre 2015 QUI SOMMES-NOUS? RARI Construções Metálicas, Engenharia, Projectos e Soluções Industriais SA. est

Leia mais

COMO É O SISTEMA DE ENSINO PARA CRIANÇAS E ADOLESCENTES NO CANADÁ

COMO É O SISTEMA DE ENSINO PARA CRIANÇAS E ADOLESCENTES NO CANADÁ COMO É O SISTEMA DE ENSINO PARA CRIANÇAS E ADOLESCENTES NO CANADÁ Uma das principais preocupações de casais que pretendem morar no Canadá levando os filhos diz respeito à educação das crianças e adolescentes

Leia mais

1. Nós... sempre a viagem de noite. A. fazíamos B. faziámos C. faziamos D. fáziamos

1. Nós... sempre a viagem de noite. A. fazíamos B. faziámos C. faziamos D. fáziamos Portugais Sujet proposé au concours S.E.S.A.M.E 2009 Partie 1 1. Nós... sempre a viagem de noite. A. fazíamos B. faziámos C. faziamos D. fáziamos 2. Brevemente, o Jorge e a Lídia... para o Brasil. A. partíram

Leia mais

Língua Estrangeira: FRANCÊS L alarme intelligente Finis les hurlements intempestifs, elle reconnaît les cambrioleurs Les alarmes, c est bien pratique Sauf quand ça se met à hurler à tout bout de champ

Leia mais

ÁREAS DE CONTEÚDO: O QUE SÃO? COMO SE DEFINEM?

ÁREAS DE CONTEÚDO: O QUE SÃO? COMO SE DEFINEM? ÁREAS DE CONTEÚDO: O QUE SÃO? COMO SE DEFINEM? As Áreas de Conteúdo são áreas em que se manifesta o desenvolvimento humano ao longo da vida e são comuns a todos os graus de ensino. Na educação pré-escolar

Leia mais

Portugués PROBA DE CERTIFICACIÓN DE NIVEL INTERMEDIO. Expresión oral ... / 25. Tarefa 1 Interacción / 12,5. Tarefa 2 Monólogo / 12,5 PUNTUACIÓN

Portugués PROBA DE CERTIFICACIÓN DE NIVEL INTERMEDIO. Expresión oral ... / 25. Tarefa 1 Interacción / 12,5. Tarefa 2 Monólogo / 12,5 PUNTUACIÓN Apelidos e nome da persoa candidata:... PROBA DE CERTIFICACIÓN DE NIVEL INTERMEDIO Portugués PUNTUACIÓN Tarefa 1 Interacción / 12,5 Tarefa 2 Monólogo / 12,5... / 25 TAREFA 1 (INTERAÇÃO) - FICHA 1A Tempo

Leia mais

10... toalha... ainda não foi utilizada. A. Essa / aí B. Esta / aí C. Aquela / aqui D. Esta / ali

10... toalha... ainda não foi utilizada. A. Essa / aí B. Esta / aí C. Aquela / aqui D. Esta / ali Portugais Sujet proposé au concours S.E.S.A.M.E 2007 Partie 1 Traitez en 200 à 250 mots l un des deux sujets suivants. Indiquez le numéro du sujet choisi et le nombre de mots à l endroit prévu sur la copie.

Leia mais

Direitos da Entidade Organizadora/Promotora

Direitos da Entidade Organizadora/Promotora OBJECTIVOS GERAIS 1 Criação em todas as suas componentes estruturais, de um espaço físico com vista à realização de actividades de lazer e em contacto directo com a natureza, nomeadamente: a) Campos de

Leia mais

Candidatura a Programa Estágios Profissionais - Europa

Candidatura a Programa Estágios Profissionais - Europa SECRETARIA REGIONAL DOS ASSUNTOS SOCIAIS INSTITUTO DE EMPREGO DA MADEIRA, IP-RAM Candidatura a Programa Estágios Profissionais - Europa 1. IDENTIFICAÇÃO DO ESTAGIÁRIO Nome: Morada: Concelho: Código Postal:

Leia mais

Pessoal Carta. Carta - Endereço

Pessoal Carta. Carta - Endereço - Endereço Clarisse Beaulieu 18, rue du Bac 75500 Paris. Formato de endereço no Brasil: nome da rua e número do endereço bairro nome da cidade + abreviação do estado código postal Clarisse Beaulieu 18,

Leia mais

34º CAMPEONATO DA EUROPA DE SUB-17 MASCULINOS

34º CAMPEONATO DA EUROPA DE SUB-17 MASCULINOS Para: De: FEDERAÇÕES EUROPEIAS PRESIDENTE DO CERH Data: 22 de Março de 2014 Assunto: 34º CAMPEONATO DA EUROPA DE SUB-17 MASCULINOS Exmºs Senhores: Como estabelecido no ponto 4 do meu Comunicado refª FG-005/2014,

Leia mais

Programa de Estágio em Educação Ambiental Jardim Zoobotânico de Toledo Parque das Aves

Programa de Estágio em Educação Ambiental Jardim Zoobotânico de Toledo Parque das Aves Programa de Estágio em Educação Ambiental Jardim Zoobotânico de Toledo Parque das Aves Estamos cadastrando alunos cursando Biologia interessados em trabalhar em atividades monitoradas em Ed.Ambiental no

Leia mais

EQUIVALÊNCIAS DE CRÉDITOS EQUIVALÊNCIAS DE CRÉDITOS E DUPLOS DIPLOMAS EQUIVALENCES DE CRÉDITS ET DOUBLE DIPLÔMES

EQUIVALÊNCIAS DE CRÉDITOS EQUIVALÊNCIAS DE CRÉDITOS E DUPLOS DIPLOMAS EQUIVALENCES DE CRÉDITS ET DOUBLE DIPLÔMES Encontros Acadêmicos de São Paulo 23/09/2005 EQUIVALÊNCIAS DE CRÉDITOS E DUPLOS DIPLOMAS EQUIVALENCES DE CRÉDITS ET DOUBLE DIPLÔMES EQUIVALÊNCIAS DE CRÉDITOS Aproveitamento de estudos realizados em outra

Leia mais

O referencial. 2- Um quadro europeu que define as competências chave para a educação e a formação ao longo de toda a vida

O referencial. 2- Um quadro europeu que define as competências chave para a educação e a formação ao longo de toda a vida O referencial 1- O nosso objectivo 2- Um quadro europeu que define as competências chave para a educação e a formação ao longo de toda a vida 3- Os limites da avaliação das competências chave 4- A construção

Leia mais

A formação do engenheiro para as próximas décadas

A formação do engenheiro para as próximas décadas Seminário Inovação Pedagógica na Formação do Engenheiro Universidade de São Paulo Maio de 2003 A formação do engenheiro para as próximas décadas Henrique Lindenberg Neto Escola Politécnica da Universidade

Leia mais

Jardim Zoológico Centro Pedagógico

Jardim Zoológico Centro Pedagógico N.º 9 2008 111 (111-115) Jardim Zoológico Centro Pedagógico Vera Sequeira * [ vera_lia@netcabo.pt ] 1. Introdução Se no seu início, os zoos eram meras exposições de animais, museus vivos repletos de curiosidades,

Leia mais

QUEM SOMOS intercâmbio

QUEM SOMOS intercâmbio alemanha Programa HIGH SCHOOL QUEM SOMOS intercâmbio O Number One Intercâmbio possui mais de 15 anos de mercado oferecendo as melhores opções de viagem para você e sua família, seja a lazer, trabalho ou

Leia mais

GUIÃO COMO FAZER UM TRABALHO

GUIÃO COMO FAZER UM TRABALHO GUIÃO COMO FAZER UM TRABALHO BE-CRE 2012/2013 1ª Etapa Penso sobre o tema 2ª Etapa Onde vou encontrar a informação? 3ª Etapa Seleciono os documentos 4ª Etapa Recolho a informação 5ª Etapa Trato a informação

Leia mais

Pré-maratona de. Prof. Igor Barca

Pré-maratona de. Prof. Igor Barca de FRANCÊS para o CACD Prof. Igor Barca Como estudar francês para a diplomacia? Slide 2 de 37 O que é estudar um idioma? Slide 3 de 37 Algumas possíveis respostas Aprender gramática e entender a língua.

Leia mais

Concours externe du Capes et Cafep-Capes. Section langues vivantes étrangères : portugais. Exemples de sujets (Épreuves d admissibilité)

Concours externe du Capes et Cafep-Capes. Section langues vivantes étrangères : portugais. Exemples de sujets (Épreuves d admissibilité) Concours externe du Capes et Cafep-Capes Section langues vivantes étrangères : portugais Exemples de sujets (Épreuves d admissibilité) À compter de la session 2014, les épreuves du concours sont modifiées.

Leia mais

PROVA DE CULTURA GERAL PROVA MODELO

PROVA DE CULTURA GERAL PROVA MODELO INSTITUTO SUPERIOR POLITÉCNICO DE VISEU ESCOLA SUPERIOR DE TECNOLOGIA E GESTÃO DE VISEU ACESSO AO ENSINO SUPERIOR PARA MAIORES DE 23 ANOS (Dec.Lei nº 64/2006, de 21 de Março) PROVA DE CULTURA GERAL PROVA

Leia mais