AÇÃO NACIONAL DE AVIAÇÃO CIVIL A ANAC mais perto de você. Belo Horizonte Dezembro de 2012

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "AÇÃO NACIONAL DE AVIAÇÃO CIVIL A ANAC mais perto de você. Belo Horizonte Dezembro de 2012"

Transcrição

1 A ANAC mais perto de você Belo Horizonte Dezembro de 2012

2 Gerenciamento de Risco ANAC Ferramentas de Identificação de Perigos

3 Gerenciamento de Risco Baseado em Dados O processo de Gerenciamento de Risco à Segurança Operacionalsó será efetivo se dispuser de informações que permitam avaliar criticamente as operações. Essas informações são coletadas, avaliadas e registradas nos processos de identificação de perigos.

4 Desdobramentos: Ferramentas Aplicação na ANAC Avaliação e mitigação dos riscos; Manutenção da efetividade dos regulamentos; Gestão da mudança; Melhoria contínua.

5 Ferramentas Aplicação na ANAC Desdobramentos: Avaliação e mitigação dos riscos; Manutenção da efetividade dos regulamentos; Gestão da mudança; Melhoria contínua.

6 Ferramentas Reporte de Ocorrências MGSO dos PSAC Denúncias DIAM SISDASO DCERTA e Registro de Voo Recomendações de Segurança Op. Relato de Prevenção Dificuldades em Serviço Relatórios bim./sem. RIRE BIMTRA Relatórios de Auditoria/Vistoria

7 Dados qualitativos

8 Ferramentas Qualitativas Reporte de Ocorrências MGSO dos PSAC Denúncias DIAM DCERTA e Registro de Voo Recomendações de Segurança Op. Relato de Prevenção Dificuldades em Serviço Relatórios bim./sem. RIRE BIMTRA Relatório de Auditoria/Vistoria

9 Relatório de Prevenção Submissão de reporte por qualquer pessoa que identifique condições, eventos ou circunstâncias inseguros.

10 Recomendações de Segurança Operacional RSO são emitidas principalmente a partir de investigações de acidentes onde foram identificados riscos a serem mitigados. A ANAC considera essas recomendações na elaboração e revisão de regulamentos e no agendamento de inspeções.

11 Dados quantitativos

12 Ferramentas Quantitativas Reporte de Ocorrências MGSO dos PSAC Denúncias DIAM DCERTA e Registro de Voo Recomendações de Segurança Op. Relato de Prevenção Dificuldades em Serviço Relatórios bim./sem. RIRE BIMTRA Relatório de Auditoria/Vistoria

13 DCERTA 82 Salas AIS

14 DCERTA Inibe voos com irregularidades Auxilia na identificação de padrões da aviação geral Fiscalização mais eficiente e abrangente Permite análise a posteriori Visa diminuir os índices de acidentes!

15 DCERTA

16 Acidentes e Irregularidades Número de acidentes e principais irregularidades identificadas. Fonte: GGAP

17 Registro de Voo Objetivos Coletar e analisar informações do diário de bordo de forma automatizada Prover a Agência com informações referentes às operações aéreas diárias, detalhadas para cada trecho de voo. 36 parâmetros Aeronaves, HOTRAN, Tripulantes, Rotas, Atrasos e Cancelamentos, Horários de Voo, Combustível, etc.

18 Objetivos Específicos Alguns dos objetivos específicos que se pretende alcançar com estes eventos são: Divulgar os serviços prestados pela ANAC, facilitando o acesso a eles; Esclarecer o funcionamento do Sistema de Aviação Civil (órgãos e instituições que o compõem e o papel de cada um); e Conhecer as dificuldades e desafios enfrentados pelos regulados.

19 Registro de Voo Análise de Jornadas

20 Registro de Voo Atrasos

21 Registro de Voo Disponibilidade de Tripulação

22 Dificuldades em Serviço Superintendência de Aeronavegabilidade - SAR Gerência Geral de Certificação de Produto Aeronáutico (GGCP) Report Nº: XYZ1234 Dificulty Date: 01/02/2013 Registration Number: PR-XXX Location: ABC DEF - AB ATA Code: NAVIGATION NAVIGATION SYSTEM Operator Type: Air Carrier Stage of Operation: CRUISE Aircraft Make: FABRICANTE AAA Aircraft Model: AAA-123LR Aircraft Serial: SN456 Event: DIVERSION DUE TO LOSS OF #1 AND #2 AIRSPEED AND ALTITUDE INDICATIONS. O reporte à ANAC de mau funcionamento de sistemas permite: Identificar necessidade de emissão de DA; Revisar programas de manutenção; Especificação de ETOPS.

23 Reporte de Ocorrências CENIPA encaminha reportes de ocorrências à ANAC O acompanhamento das ocorrências aeronáuticas permite identificar perigos importantes Análises são feitas por setor de atividade aérea, região, tipos de ocorrência, aeroportos, etc.

24 Resultados

25 Perigos identificados e tratados Resultados Fiscalização de voos panorâmicos irregulares (identificação de padrões operacionais) Fiscalização de uso indevido de código ANAC Identificação de regulamentação de tripulação Diminuição de irregularidades (DCERTA) Apoio na construção de regulamentos Relatórios Anuais Estudos de projeção de demanda

26

27 Histórico -Exposição ao Risco

28 Evolução do Índice de Irregularidades Ciclo avaliativo anterior

29 Evolução do Índice de Irregularidades Ciclo avaliativo atual

30 Indicador DCERTA por região

31 Análises de CódANAC DCERTA jan-agode 2011 Cód. ANAC com média de 10 voos por dia Cód. ANAC operando 195 de 242 dias Cód. ANAC com 250 voos com divergência

32 Conclusão Reporte de Ocorrências MGSO dos PSAC Denúncias DIAM SISDASO DCERTA e Registro de Voo Recomendações de Segurança Op. Relato de Prevenção Dificuldades em Serviço Relatórios bim./sem. RIRE BIMTRA Relatórios de Auditoria/Vistoria

33 Não espere sobreviver aos desafios do ambiente de hoje, utilizando ferramentas de ontem. autor desconhecido

34 Obrigado! Fernando Franklin Correia Gerente de Controle dos Riscos Aeronáuticos Tel: (021)

O Sistema de Gerenciamento da Segurança Operacional (SGSO) Brasília 30 de junho de 2011

O Sistema de Gerenciamento da Segurança Operacional (SGSO) Brasília 30 de junho de 2011 O Sistema de Gerenciamento da Segurança Operacional (SGSO) Brasília 30 de junho de 2011 Objetivos Identificar os compromissos do Brasil para com o gerenciamento da segurança operacional da aviação civil

Leia mais

Guia das Melhores Práticas - DCERTA Mensagem ao Comandante

Guia das Melhores Práticas - DCERTA Mensagem ao Comandante Guia das Melhores Práticas - DCERTA Mensagem ao Comandante Não seja pego de surpresa! Antes da fase de preparação para o voo, verifique a regularidade dos certificados e licenças da aeronave, da tripulação

Leia mais

RELATÓRIO DE ANÁLISE DAS CONTRIBUIÇÕES DA AUDIÊNCIA PÚBLICA N 21/2012

RELATÓRIO DE ANÁLISE DAS CONTRIBUIÇÕES DA AUDIÊNCIA PÚBLICA N 21/2012 RELATÓRIO DE ANÁLISE DAS CONTRIBUIÇÕES DA AUDIÊNCIA PÚBLICA N 21/2012 Processo n 60800.232501/2011-21 Proposta de Resolução estabelecendo novos procedimentos para os usuários do Sistema Decolagem Certa

Leia mais

MANUAL DE PROCEDIMENTOS MPR/GGAF-011-R00 OPERAÇÃO E GERENCIAMENTO DO SISTEMAS DCERTA E SICONFAC

MANUAL DE PROCEDIMENTOS MPR/GGAF-011-R00 OPERAÇÃO E GERENCIAMENTO DO SISTEMAS DCERTA E SICONFAC MANUAL DE PROCEDIMENTOS MPR/GGAF-011-R00 OPERAÇÃO E GERENCIAMENTO DO SISTEMAS DCERTA E SICONFAC 10/2015 PÁGINA INTENCIONALMENTE EM BRANCO 16 de outubro de 2015. Aprovado, Claudio Beschizza Ianelli PÁGINA

Leia mais

REGULAMENTO BRASILEIRO DA AVIAÇÃO CIVIL RBAC nº 133 EMENDA nº 00

REGULAMENTO BRASILEIRO DA AVIAÇÃO CIVIL RBAC nº 133 EMENDA nº 00 REGULAMENTO BRASILEIRO DA AVIAÇÃO CIVIL RBAC nº 133 EMENDA nº 00 Título: OPERAÇÃO DE AERONAVES DE ASAS ROTATIVAS COM CARGAS EXTERNAS Aprovação: Resolução ANAC nº 174, de 9 de novembro de 2010, publicada

Leia mais

2º Simpósio Internacional de Confiabilidade e Gestão de Segurança Operacional. 09 a 11 de novembro de 2010

2º Simpósio Internacional de Confiabilidade e Gestão de Segurança Operacional. 09 a 11 de novembro de 2010 2º Simpósio Internacional de Confiabilidade e Gestão de 17 a 19 de novembro de 2009 Segurança Operacional 09 a 11 de novembro de 2010 GERÊNCIA-GERAL GERAL DE ANÁLISE E PESQUISA DA SEGURANÇA OPERACIONAL

Leia mais

Azul+Trip Juntas pelo Brasil

Azul+Trip Juntas pelo Brasil Azul+Trip Juntas pelo Brasil 1 Azul Trip S.A. Composição Acionária 2 Azul+Trip: Números Azul+Trip: Malha completa 100 destinos + de 800 voos diários Opera nas maiores regiões metropolitanas no Brasil,

Leia mais

APRESENTAÇÃO GERAL DATA HORÁRIO CH UNIDADE. 8h às 9h 1 Credenciamento. 9h às 10h30 1 Aula inaugural. 22/09/2014 Segunda-feira

APRESENTAÇÃO GERAL DATA HORÁRIO CH UNIDADE. 8h às 9h 1 Credenciamento. 9h às 10h30 1 Aula inaugural. 22/09/2014 Segunda-feira APRESENTAÇÃO GERAL 8h às 9h 1 Credenciamento 9h às 10h30 1 Aula inaugural 22/09/2014 Segunda-feira 10h30 às 11h 11h às 12h30 1 Informações gerais 12h às 14h do almoço TOTAL 3 1 MÓDULO 1: SISTEMA DE AVIAÇÃO

Leia mais

PROVA OBJETIVA. 8 A CLAC é um organismo internacional subordinado à OACI. 9 As recomendações e resoluções estabelecidas pela CLAC são

PROVA OBJETIVA. 8 A CLAC é um organismo internacional subordinado à OACI. 9 As recomendações e resoluções estabelecidas pela CLAC são De acordo com o comando a que cada um dos itens a seguir se refira, marque, na folha de respostas, para cada item: o campo designado com o código C, caso julgue o item CERTO; ou o campo designado com o

Leia mais

Dificuldades em Serviço Resumo de 2010

Dificuldades em Serviço Resumo de 2010 Dificuldades em Serviço Resumo de 2010 Rogério Possi Junior Engenheiro de Aeronavegabilidade Continuada Agência Nacional de Aviação Civil Palavras Chave: Aeronavegabilidade, Dificuldades em Serviço, Segurança

Leia mais

Objetivos da Apresentação; Introdução; Proposta de criação do BIAC: O que um BIAC faz?

Objetivos da Apresentação; Introdução; Proposta de criação do BIAC: O que um BIAC faz? Proposta de Criação e Gerenciamento do documento Boletim Informativo de Aeronavegabilidade Continuada BIAC Ph.D. Eng. Renato Crucello Passos Grupo de Aeronavegabilidade Continuada PAC Agência Nacional

Leia mais

DÉDALO Ferramenta de Apoio à Gestão de Empresas Aéreas

DÉDALO Ferramenta de Apoio à Gestão de Empresas Aéreas DÉDALO Ferramenta de Apoio à Gestão de Empresas Aéreas DÉDALO é um sistema de informações especialista, concebido e desenvolvido para automatizar, integrar e dar suporte aos principais processos utilizados

Leia mais

MANUAL DE PROCEDIMENTOS MPR-900.50/SAR-SSO Revisão 00

MANUAL DE PROCEDIMENTOS MPR-900.50/SAR-SSO Revisão 00 MANUAL DE PROCEDIMENTOS MPR-900.50/SAR-SSO Revisão 00 Assunto: Aprovado por: Revogação: Conteúdo em ambiente de compartilhamento SharePoint dos Operadores Aéreos Portaria n o 860, de 7 de maio de 2012,

Leia mais

CGNA CURSO ATFM ICAO 24/11/2014

CGNA CURSO ATFM ICAO 24/11/2014 CGNA CURSO ATFM ICAO 24/11/2014 Objetivo Apresentar a ICA 100-22 (Serviço de Gerenciamento de Fluxo de Tráfego Aéreo) aos alunos do Curso Internacional de Gerenciamento de Fluxo de Tráfego Aéreo

Leia mais

Promover a segurança e a excelência do sistema de aviação civil, de forma a contribuir para o desenvolvimento do País e o bem-estar da sociedade

Promover a segurança e a excelência do sistema de aviação civil, de forma a contribuir para o desenvolvimento do País e o bem-estar da sociedade Promover a segurança e a excelência do sistema de aviação civil, de forma a contribuir para o desenvolvimento do País e o bem-estar da sociedade brasileira Identificar os compromissos da ANAC relacionados

Leia mais

Considerações sobre o PL do Senado nº. 114/2004. Marcelo Pacheco dos Guaranys Diretor Agência Nacional de Aviação Civil Brasília, 6 de maio de 2009

Considerações sobre o PL do Senado nº. 114/2004. Marcelo Pacheco dos Guaranys Diretor Agência Nacional de Aviação Civil Brasília, 6 de maio de 2009 Considerações sobre o PL do Senado nº. 114/2004 Marcelo Pacheco dos Guaranys Diretor Agência Nacional de Aviação Civil Brasília, 6 de maio de 2009 Estrutura da Apresentação Contexto Proposição Avaliação

Leia mais

Temporada de Verão IATA 2012. Malha de S12. Reunião de orientação com as empresas Aeroporto Internacional de Guarulhos 13 de setembro de 2011

Temporada de Verão IATA 2012. Malha de S12. Reunião de orientação com as empresas Aeroporto Internacional de Guarulhos 13 de setembro de 2011 Temporada de Verão IATA 2012 Malha de S12 Reunião de orientação com as empresas Aeroporto Internacional de Guarulhos 13 de setembro de 2011 ROTEIRO Introdução Calendário de atividades Orientações gerais

Leia mais

* Subcomissão Permanente CMACOPOLIM. Carlos Eduardo M.S. Pellegrino Brasília, 07 de junho de 2011

* Subcomissão Permanente CMACOPOLIM. Carlos Eduardo M.S. Pellegrino Brasília, 07 de junho de 2011 Apresentação ao Senado Federal Audiência Pública Conjunta das Comissões de * Serviços de Infraestrutura * Desenvolvimento Regional e Turismo * Assuntos Econômicos * Meio Mi Ambiente, Df Defesa do Consumidor

Leia mais

COMANDO DA AERONÁUTICA CENTRO DE INVESTIGAÇÃO E PREVENÇÃO DE ACIDENTES AERONÁUTICOS RELATÓRIO FINAL A - Nº 115/CENIPA/2011

COMANDO DA AERONÁUTICA CENTRO DE INVESTIGAÇÃO E PREVENÇÃO DE ACIDENTES AERONÁUTICOS RELATÓRIO FINAL A - Nº 115/CENIPA/2011 COMANDO DA AERONÁUTICA CENTRO DE INVESTIGAÇÃO E PREVENÇÃO DE ACIDENTES AERONÁUTICOS RELATÓRIO FINAL A - Nº 115/CENIPA/2011 OCORRÊNCIA: AERONAVE: MODELO: ACIDENTE PT-IKM 210L DATA: 10 OUT 2003 ADVERTÊNCIA

Leia mais

REGULAMENTO BRASILEIRO DA AVIAÇÃO CIVIL

REGULAMENTO BRASILEIRO DA AVIAÇÃO CIVIL Título: REGULAMENTO BRASILEIRO DA AVIAÇÃO CIVIL CERTIFICAÇÃO DE PRODUTO AERONÁUTICO. RBAC nº 21 EMENDA nº 00 Aprovação: Resolução ANAC nº xx, de xx de xxxxxxxx de 2009 Origem: SAR SUMÁRIO SUBPARTE A GERAL

Leia mais

AIS Serviço de Informação Aeronáutica

AIS Serviço de Informação Aeronáutica AIS Serviço de Informação Aeronáutica ATFM 2S SAI JADER Visão Geral dos Componentes do SIGMA e o projeto de centralização do Plano de Voo PLN_C (Centralizador) PLN_R (Repetitivo - RPL) PLN_A (Terminal

Leia mais

I Semana de Qualidade da Informação do Transporte Aéreo

I Semana de Qualidade da Informação do Transporte Aéreo I Semana de Qualidade da Informação do Transporte Aéreo Tarifas Aéreas Internacionais Comercializadas Laís Facó e Flávia Godoi ANAC/SRE/GEAC São Paulo-SP, 29 de agosto de 2013 Objetivos Apresentar esclarecimentos

Leia mais

O Sistema DCERTA como ferramenta de apoio à fiscalização

O Sistema DCERTA como ferramenta de apoio à fiscalização N 05 31 de maio de 2011 O Boletim Eletrônico de Capacitação é um informativo publicado quinzenalmente no portal da ANAC na internet e na intranet. O objetivo é divulgar as ações de capacitação que irão

Leia mais

CIRCULAR DE INFORMAÇÃO

CIRCULAR DE INFORMAÇÃO AGÊNCIA NACIONAL DE AVIAÇÃO CIVIL - BRASIL GERÊNCIA GERAL DE CERTIFICAÇÃO DE PRODUTOS AERONÁUTICOS CIRCULAR DE INFORMAÇÃO Assunto: CONTROLE DE FORNECEDOR PELO FABRICANTE AERONÁUTICO 1 - OBJETIVO Data:

Leia mais

CRONOGRAMA DE CURSOS PREVISTOS PAC-2014 Ordenados pelas Áreas de Conhecimento do MPOG CARGA HORÁRIA

CRONOGRAMA DE CURSOS PREVISTOS PAC-2014 Ordenados pelas Áreas de Conhecimento do MPOG CARGA HORÁRIA AUDITORIA SISTEMA DE GESTÃO EM QUALIDADE E FORMAÇÃO DE AUDITOR CURSO PRESENCIAL 40 10/03/2014 14/03/2014 RIO DE JANEIRO/RJ INTERNO ANAC AUDITORIA FORMAÇÃO DE AUDITORES EM SGSO CURSO PRESENCIAL 80 07/04/2014

Leia mais

PROGRAMA DE SEGURANÇA OPERACIONAL ESPECÍFICO DA AGÊNCIA NACIONAL DE AVIAÇÃO CIVIL. PSOE-ANAC

PROGRAMA DE SEGURANÇA OPERACIONAL ESPECÍFICO DA AGÊNCIA NACIONAL DE AVIAÇÃO CIVIL. PSOE-ANAC PROGRAMA DE SEGURANÇA OPERACIONAL ESPECÍFICO DA AGÊNCIA NACIONAL DE AVIAÇÃO CIVIL. PSOE-ANAC PROGRAMA DE SEGURANÇA OPERACIONAL ESPECÍFICO DA AGÊNCIA NACIONAL DE AVIAÇÃO CIVIL - PSOE-ANAC. PREFÁCIO De acordo

Leia mais

HISTÓRICO DO SMS NO BRASIL. Evolução 1º SEMINÁRIO SOBRE SISTEMAS DE GERENCIAMENTO DA SEGURANÇA OPERACIONAL DA AVIAÇÃO CIVIL ANAC - 05/12/2008

HISTÓRICO DO SMS NO BRASIL. Evolução 1º SEMINÁRIO SOBRE SISTEMAS DE GERENCIAMENTO DA SEGURANÇA OPERACIONAL DA AVIAÇÃO CIVIL ANAC - 05/12/2008 HISTÓRICO DO SMS NO BRASIL Evolução 1º SEMINÁRIO SOBRE SISTEMAS DE GERENCIAMENTO DA SEGURANÇA OPERACIONAL DA AVIAÇÃO CIVIL ANAC - 05/12/2008 OBJETIVO Conhecer a evolução do pensamento sobre Gerenciamento

Leia mais

AÇÃO NACIONAL DE AVIAÇÃO CIVIL: Belo Horizonte Dezembro de 2012

AÇÃO NACIONAL DE AVIAÇÃO CIVIL: Belo Horizonte Dezembro de 2012 AÇÃO NACIONAL DE AVIAÇÃO CIVIL: Belo Horizonte Dezembro de 2012 A implantação do SGSO nos Aeroclubes e Escolas de Aviação Civil Objetivos Esclarecer sobre o processo de confecção do Manual de Gerenciamento

Leia mais

INSTRUÇÃO SUPLEMENTAR IS

INSTRUÇÃO SUPLEMENTAR IS INSTRUÇÃO SUPLEMENTAR IS IS Nº 129-001 Aprovação: Portaria nº 1143/SPO, de 10 de maio de 2016. Assunto: Procedimentos relativos a operação de empresas estrangeiras de transporte aéreo público no Brasil.

Leia mais

GERÊNCIA-GERAL DE ANÁLISE E PESQUISA DA SEGURANÇA OPERACIONAL GGAP

GERÊNCIA-GERAL DE ANÁLISE E PESQUISA DA SEGURANÇA OPERACIONAL GGAP 202 GERÊNCIA-GERAL DE ANÁLISE E PESQUISA DA SEGURANÇA OPERACIONAL GGAP ESTUDO SOBRE AS OPERAÇÕES AÉREAS DE HELICÓPTEROS NO PAÍS EM 20 OBJETIVO Traçar um perfil sobre as operações aéreas de helicópteros

Leia mais

REGULAMENTO BRASILEIRO DA AVIAÇÃO CIVIL

REGULAMENTO BRASILEIRO DA AVIAÇÃO CIVIL REGULAMENTO BRASILEIRO DA AVIAÇÃO CIVIL RBAC nº 159 EMENDA nº 00 Título: QUALIDADE DE SERVIÇO AEROPORTUÁRIO INDICADORES DE NÍVEL DE SERVIÇO Aprovação: SUMÁRIO SUBPARTE A GENERALIDADES 159.1 Aplicabilidade

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 218, DE 28 DE FEVEREIRO DE 2012.

RESOLUÇÃO Nº 218, DE 28 DE FEVEREIRO DE 2012. RESOLUÇÃO Nº 218, DE 28 DE FEVEREIRO DE 2012. Estabelecer procedimentos para divulgação de percentuais de atrasos e cancelamentos de voos do transporte aéreo público regular de passageiros. A DIRETORIA

Leia mais

SUMÁRIO SUBPARTE B [RESERVADO] SUBPARTE C [RESERVADO] SUBPARTE D [RESERVADO]

SUMÁRIO SUBPARTE B [RESERVADO] SUBPARTE C [RESERVADO] SUBPARTE D [RESERVADO] REGULAMENTO BRASILEIRO DA AVIAÇÃO CIVIL RBAC nº 121 EMENDA nº 03 Título: REQUISITOS OPERACIONAIS: OPERAÇÕES DOMÉSTICAS, DE BANDEIRA E SUPLEMENTARES Aprovação: Resolução nº 146, de 17 de março de 2010.

Leia mais

port 617-2007 - ANVISA - ATENDIMENTO AO PÚBLICO - POLÍTICA - REGRAS

port 617-2007 - ANVISA - ATENDIMENTO AO PÚBLICO - POLÍTICA - REGRAS port 617-2007 - ANVISA - ATENDIMENTO AO PÚBLICO - POLÍTICA - REGRAS PORTARIA ANVISA Nº 617, DE 30 DE AGOSTO DE 2007 DOU 03.09.2007 Dispõe sobre a Política de Atendimento ao Público da Agência Nacional

Leia mais

Balão fez Airbus perder sensor no RJ como em queda do AF447

Balão fez Airbus perder sensor no RJ como em queda do AF447 Balão fez Airbus perder sensor no RJ como em queda do AF447 Avião da TAM com 95 passageiros ficou sem dados em 2011, após decolar. Companhia respondeu que melhorou treinamento de pilotos, diz relatório

Leia mais

Atraso e Cancelamento de Voo e Preterição de Embarque

Atraso e Cancelamento de Voo e Preterição de Embarque Atraso e Cancelamento de Voo e Preterição de Embarque Nos casos de atraso e cancelamento de voo e preterição de embarque (embarque não realizado por motivo de segurança operacional, troca de aeronave,

Leia mais

Segurança Operacional no Brasil

Segurança Operacional no Brasil Rio de Janeiro, 28 de abril de 2014 Segurança Operacional no Brasil O futuro já chegou Carlos Eduardo Pellegrino Diretor de Operações de Aeronaves Estrutura Governamental Presidência CONAC Conselho Nacional

Leia mais

C I R C U L A R D E I N F O R M A Ç Ã O A E R O N Á U T I C A PORTUGAL

C I R C U L A R D E I N F O R M A Ç Ã O A E R O N Á U T I C A PORTUGAL INSTITUTO NACIONAL DE AVIAÇÃO CIVIL, I.P. C I R C U L A R D E I N F O R M A Ç Ã O A E R O N Á U T I C A PORTUGAL INFORMAÇÃO AERONÁUTICA Aeroporto da Portela / 1749-034 Lisboa Telefone: 21 842 35 02 / Fax:

Leia mais

ANEXO I - TERMO DE REFERÊNCIA PREGÃO CFN N. REGIME DE EXECUÇÃO: Menor Preço Global (maior percentual de desconto)

ANEXO I - TERMO DE REFERÊNCIA PREGÃO CFN N. REGIME DE EXECUÇÃO: Menor Preço Global (maior percentual de desconto) Página 1 de 7 ANEXO I - TERMO DE REFERÊNCIA PREGÃO CFN N LICITAÇÃO/MODALIDADE: Pregão Presencial nº 06/2008 REGIME DE EXECUÇÃO: Menor Preço Global (maior percentual de desconto) 1. DO ORGÃO INTERESSADO

Leia mais

INSTRUÇÃO SUPLEMENTAR - IS IS Nº 43.13-005 Revisão A

INSTRUÇÃO SUPLEMENTAR - IS IS Nº 43.13-005 Revisão A INSTRUÇÃO SUPLEMENTAR - IS IS Nº 43.13-005 Aprovação: Portaria nº 2166, de 26 de agosto de 2013, publicada no Diário Oficial da União de 27 de agosto de 2013, Seção 1, página 9. Assunto: Ferramentas Especiais

Leia mais

INSTRUÇÃO SUPLEMENTAR IS

INSTRUÇÃO SUPLEMENTAR IS INSTRUÇÃO SUPLEMENTAR IS IS N o 119-002 Revisão D Aprovação: Assunto: Portaria n o 2.404/SSO, de 8 de novembro de 2012, publicada no Diário Oficial da União de 9 de novembro de 2012, Seção 1, p. 3. Guia

Leia mais

I Semana de Qualidade da Informação do Transporte Aéreo

I Semana de Qualidade da Informação do Transporte Aéreo I Semana de Qualidade da Informação do Transporte Aéreo Dados Econômicos Empresas Brasileiras Marcos Rogério e Felemon Boaventura ANAC/SRE/GEAC São Paulo-SP, 26 agosto de 2013 Regulamentação Normativa;

Leia mais

DIA DA AVIAÇÃO CIVIL: INVESTIMENTOS URGENTES. Senhor Presidente, comemoramos o Dia Internacional da Aviação Civil. A

DIA DA AVIAÇÃO CIVIL: INVESTIMENTOS URGENTES. Senhor Presidente, comemoramos o Dia Internacional da Aviação Civil. A Discurso proferido pelo deputado GERALDO RESENDE (PMDB/MS), em sessão no dia 14/12/2011. DIA DA AVIAÇÃO CIVIL: INVESTIMENTOS URGENTES Senhor Presidente, Senhoras e Senhores Deputados, No dia sete de dezembro,

Leia mais

As informações contidas neste material são de autoria da DCA BR, sendo vedada a sua reprodução total ou parcial.

As informações contidas neste material são de autoria da DCA BR, sendo vedada a sua reprodução total ou parcial. ASPECTOS OPERACIONAIS PARA A REDUÇÃO DE EMISSÕES Luiz Aberto Munaretto Instrutor da Aviação de Caça. Piloto de Provas. Possui quinze (15) anos de experiência em Ensaios em Vôo. Engenheiro Eletricista UNIVAP.

Leia mais

Gerenciamento de Projetos Modulo VIII Riscos

Gerenciamento de Projetos Modulo VIII Riscos Gerenciamento de Projetos Modulo VIII Riscos Prof. Walter Cunha falecomigo@waltercunha.com http://waltercunha.com Bibliografia* Project Management Institute. Conjunto de Conhecimentos em Gerenciamento

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO EDITAL Nº 016/2014 Processo Seletivo para o Curso de Extensão Direito Aeronáutico com ênfase em Investigação Jurídica de Acidentes Aeronáuticos e Segurança de Voo. A PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO no uso de

Leia mais

*Dados disponíveis se as cias aéreas fornecerem as informações de atrasos e cancelamentos à ANAC

*Dados disponíveis se as cias aéreas fornecerem as informações de atrasos e cancelamentos à ANAC Referência Rápida Visão geral O Sabre Travel Network, líder mundial no fornecimento de soluções para a indústria de viagens, está comprometido com a agilidade e eficiência do seu negócio! O aplicativo

Leia mais

MANUAL DE PROCEDIMENTOS MPR-030 Revisão 01

MANUAL DE PROCEDIMENTOS MPR-030 Revisão 01 Assunto: MANUAL DE PROCEDIMENTOS MPR-030 Revisão 01 GESTÃO DA QUALIDADE INTERNA Revogação: Esta revisão substitui a revisão 00, de 30 de abril de 2009. Objetivo: Este MPR tem por objetivo estabelecer e

Leia mais

Estrutura de Gerenciamento de Risco De Crédito

Estrutura de Gerenciamento de Risco De Crédito Estrutura de Gerenciamento de Risco De Crédito 1. DEFINIÇÃO E TIPOS DE RISCO DE CRÉDITO A Resolução nº 3.721/09, do Conselho Monetário Nacional, definiu Risco de Crédito como a possibilidade de ocorrência

Leia mais

OS DIREITOS DOS PASSAGEIROS DE TRANSPORTE AÉREO

OS DIREITOS DOS PASSAGEIROS DE TRANSPORTE AÉREO OS DIREITOS DOS PASSAGEIROS DE TRANSPORTE AÉREO Dia 17 de Fevereiro entrou em vigor o Regulamento (CE) n.º 261/2004, do Parlamento Europeu e do Conselho, de 11 de Fevereiro de 2004, que estabelece regras

Leia mais

COMANDO DA AERONÁUTICA CENTRO DE INVESTIGAÇÃO E PREVENÇÃO DE ACIDENTES AERONÁUTICOS

COMANDO DA AERONÁUTICA CENTRO DE INVESTIGAÇÃO E PREVENÇÃO DE ACIDENTES AERONÁUTICOS COMANDO DA AERONÁUTICA CENTRO DE INVESTIGAÇÃO E PREVENÇÃO DE ACIDENTES AERONÁUTICOS RELATÓRIO FINAL A - 173/CENIPA/2013 OCORRÊNCIA: AERONAVE: MODELO: DATA: ACIDENTE PT-ANF C-170A 22SET2012 ADVERTÊNCIA

Leia mais

Roteiro SENAC. Análise de Riscos. Planejamento do Gerenciamento de Riscos. Planejamento do Gerenciamento de Riscos

Roteiro SENAC. Análise de Riscos. Planejamento do Gerenciamento de Riscos. Planejamento do Gerenciamento de Riscos SENAC Pós-Graduação em Segurança da Informação: Análise de Riscos Parte 2 Leandro Loss, Dr. Eng. loss@gsigma.ufsc.br http://www.gsigma.ufsc.br/~loss Roteiro Introdução Conceitos básicos Riscos Tipos de

Leia mais

Um Novo Modelo para Submissão de Ocorrências Aeronáuticas

Um Novo Modelo para Submissão de Ocorrências Aeronáuticas Um Novo Modelo para Submissão de Ocorrências Aeronáuticas Rogério Possi Junior Engenheiro de Aeronavegabilidade Continuada Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC) Renato Crucello Passos Engenheiro de

Leia mais

Manual de Usuário - TWSACARS

Manual de Usuário - TWSACARS Manual de Usuário - TWSACARS Marcelo Pires TrueWings Virtual Airlines 01/01/2013 Conteúdo 1 - Como instalar... 3 2 - Como configurar... 5 3 - Como utilizar o TWSACARS... 6 3.1 - Guia PIREP... 6 3.1.1 -

Leia mais

O que é Homologação?

O que é Homologação? O que é Homologação? Em relação a produto aeronáutico, significa a confirmação, pela autoridade competente, de que o produto está em conformidade com os requisitos estabelecidos pela autoridade aeronáutica;

Leia mais

Serviço Público Federal Conselho Regional de Corretores de Imóveis Estado de São Paulo

Serviço Público Federal Conselho Regional de Corretores de Imóveis Estado de São Paulo ANEXO VII PREGÃO PRESENCIAL Nº. 054/2015 Termo de Referência 1. OBJETO 1.1. Contratação de empresa do ramo visando o agenciamento de viagem na prestação de serviços para cotação, reserva, emissão, cancelamento,

Leia mais

18 de setembro de 2008 0003/SAR-ANAC/2008 1. ASSUNTO

18 de setembro de 2008 0003/SAR-ANAC/2008 1. ASSUNTO 18 de setembro de 2008 0003/SAR-ANAC/2008 1. ASSUNTO Composição de tripulação comissários no transporte aéreo regular conforme IAC 3206-0387, parágrafo 7 da seção II, para as aeronaves EMB-170 (ERJ 170-100

Leia mais

Proposta para implantação de um Escritório de Projetos. Eduardo Montes, PMP

Proposta para implantação de um Escritório de Projetos. Eduardo Montes, PMP Proposta para implantação de um Escritório de Projetos Eduardo Montes, PMP Agenda O que é o Escritório de Projetos? Missão, Objetivos e Diretrizes Metodologia Reuniões Semanais (Comitê/GP) Formas de atuação

Leia mais

ANEXO À PORTARIA Nº 2975, DE 10 DE DEZEMBRO DE 2014. AGENDA REGULATÓRIA DA ANAC PARA O BIÊNIO 2015-2016

ANEXO À PORTARIA Nº 2975, DE 10 DE DEZEMBRO DE 2014. AGENDA REGULATÓRIA DA ANAC PARA O BIÊNIO 2015-2016 ANEXO À PORTARIA Nº 2975, DE 10 DE DEZEMBRO DE 2014. AGENDA REGULATÓRIA DA ANAC PARA O BIÊNIO 2015-2016 de Tema Certificação basea em performance para organizações de projeto de aeronaves. Atualização

Leia mais

V ENCONTRO BRASILEIRO DE PSICOLOGIA APLICADA À AVIAÇÃO 13 e 14 de SETEMBRO DE 2012.

V ENCONTRO BRASILEIRO DE PSICOLOGIA APLICADA À AVIAÇÃO 13 e 14 de SETEMBRO DE 2012. V ENCONTRO BRASILEIRO DE PSICOLOGIA APLICADA À AVIAÇÃO 13 e 14 de SETEMBRO DE 2012. A Avaliação Psicológica e os Acidentes Aeronáuticos: Existe uma relação? 1 TEN PSL PATRÍCIA FAGUNDES- HARF 2 TEN PSL

Leia mais

Índice do Número de Acidentes da Aviação Regular a cada um Milhão de Decolagens em 2012

Índice do Número de Acidentes da Aviação Regular a cada um Milhão de Decolagens em 2012 1 2 3 4 6,0 5,0 4,0 3,0 2,0 Índice do Número de Acidentes da Aviação Regular a cada um Milhão de Decolagens em 2012 1,9 4,8 de A. **Fonte do índice dos Continentes: ICAO. 2,7 4,2 3,8 2,8 3,2 1,0 0,0 Brasil*

Leia mais

REGULAMENTO DO CURSO DE FORMAÇÃO PARA ESPECIALISTA EM REGULAÇÃO DE AVIAÇÃO CIVIL

REGULAMENTO DO CURSO DE FORMAÇÃO PARA ESPECIALISTA EM REGULAÇÃO DE AVIAÇÃO CIVIL REGULAMENTO DO CURSO DE FORMAÇÃO PARA ESPECIALISTA EM REGULAÇÃO DE AVIAÇÃO CIVIL Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC) CAPÍTULO I - DA NATUREZA E OBJETIVOS CAPÍTULO II - DA DIREÇÃO CAPÍTULO III - DA

Leia mais

SOFTWARE DE GERENCIAMENTO DO CENTRO DE REFERENCIA EM ASSISTÊNCIA SOCIAL - CRAS PROJETO DE TRABALHO

SOFTWARE DE GERENCIAMENTO DO CENTRO DE REFERENCIA EM ASSISTÊNCIA SOCIAL - CRAS PROJETO DE TRABALHO SOFTWARE DE GERENCIAMENTO DO CENTRO DE REFERENCIA EM ASSISTÊNCIA SOCIAL - CRAS PROJETO DE TRABALHO INTRODUÇÃO O avanço da tecnologia trouxe inúmeros benefícios à população. Quando usada de maneira saudável

Leia mais

MINISTÉRIO DA DEFESA COMANDO DA AERONÁUTICA TRÁFEGO AÉREO ICA 100-11 PLANO DE VOO

MINISTÉRIO DA DEFESA COMANDO DA AERONÁUTICA TRÁFEGO AÉREO ICA 100-11 PLANO DE VOO MINISTÉRIO DA DEFESA COMANDO DA AERONÁUTICA TRÁFEGO AÉREO ICA 100-11 PLANO DE VOO 2012 MINISTÉRIO DA DEFESA COMANDO DA AERONÁUTICA DEPARTAMENTO DE CONTROLE DO ESPAÇO AÉREO TRÁFEGO AÉREO ICA 100-11 PLANO

Leia mais

COMANDO DA AERONÁUTICA CENTRO DE INVESTIGAÇÃO E PREVENÇÃO DE ACIDENTES AERONÁUTICOS RELATÓRIO FINAL A - Nº 047/CENIPA/2010

COMANDO DA AERONÁUTICA CENTRO DE INVESTIGAÇÃO E PREVENÇÃO DE ACIDENTES AERONÁUTICOS RELATÓRIO FINAL A - Nº 047/CENIPA/2010 COMANDO DA AERONÁUTICA CENTRO DE INVESTIGAÇÃO E PREVENÇÃO DE ACIDENTES AERONÁUTICOS RELATÓRIO FINAL A - Nº 047/CENIPA/2010 OCORRÊNCIA: AERONAVE: MODELO: ACIDENTE PT-DGK U206C DATA: 26 JUN 2009 ADVERTÊNCIA

Leia mais

COMANDO DA AERONÁUTICA CENTRO DE INVESTIGAÇÃO E PREVENÇÃO DE ACIDENTES AERONÁUTICOS RELATÓRIO FINAL A - Nº 063/CENIPA/2009

COMANDO DA AERONÁUTICA CENTRO DE INVESTIGAÇÃO E PREVENÇÃO DE ACIDENTES AERONÁUTICOS RELATÓRIO FINAL A - Nº 063/CENIPA/2009 COMANDO DA AERONÁUTICA CENTRO DE INVESTIGAÇÃO E PREVENÇÃO DE ACIDENTES AERONÁUTICOS RELATÓRIO FINAL A - Nº 063/CENIPA/2009 OCORRÊNCIA AERONAVE MODELO ACIDENTE PP-KBK A-122B DATA 24 JUL 2007 ADVERTÊNCIA

Leia mais

COMO MANTER AERONAVES VOANDO COM CONFIABILIDADE? Eng. Luiz Fernando Salomão Gerente de Engenharia de Sistemas Fluído-Mecânicos -

COMO MANTER AERONAVES VOANDO COM CONFIABILIDADE? Eng. Luiz Fernando Salomão Gerente de Engenharia de Sistemas Fluído-Mecânicos - COMO MANTER AERONAVES VOANDO COM Eng. Luiz Fernando Salomão Gerente de Engenharia de Sistemas Fluído-Mecânicos - - A VEM - A VARIG ENGENHARIA E MANUTENÇÃO - VEM é uma empresa especializada em manutenção

Leia mais

RELAÇÃO ENTRE O FLUXO DE TRÁFEGO E A OCORRÊNCIA DE ACIDENTES AERONÁUTICOS

RELAÇÃO ENTRE O FLUXO DE TRÁFEGO E A OCORRÊNCIA DE ACIDENTES AERONÁUTICOS ISSN 1984-9354 RELAÇÃO ENTRE O FLUXO DE TRÁFEGO E A OCORRÊNCIA DE ACIDENTES AERONÁUTICOS Área temática: Logística Cleibson Aparecido Almeida contato@cleibsonalmeida.blog.br Cesar Eduardo Leite cesarl@ucb.br

Leia mais

1ª RETIFICAÇÃO PREGÃO PRESENCIAL PARA REGISTRO DE PREÇOS Nº 330/2015 - CPL 04 SESACRE

1ª RETIFICAÇÃO PREGÃO PRESENCIAL PARA REGISTRO DE PREÇOS Nº 330/2015 - CPL 04 SESACRE 1ª RETIFICAÇÃO PREGÃO PRESENCIAL PARA DE PREÇOS Nº 330/2015 - CPL 04 SESACRE OBJETO: Contratação dos serviços de empresa de fretamento aéreos intermunicipais para atender as demandas do Setor de Tratamento

Leia mais

Em Despacho nº 715/2011/GFIS/SER/ANAC, de 11/05/2011 (fls. 12 do processo

Em Despacho nº 715/2011/GFIS/SER/ANAC, de 11/05/2011 (fls. 12 do processo DECISÃO JR Nº PROC. ADM.: 60800.084264/2011-85 Nº PROC.: 619.177/08-0 Nº DATA AI/NI: 141 e 142/SAC-GR/2006 31/08/2006 NOME DO INTERESSADO: S.A VIAÇÃO AEREA RIO-GRANDENSE EM RECUPERAÇÃO JUDICIAL Nº DATA

Leia mais

França mantém operações de frota A400M após acidente na Espanha

França mantém operações de frota A400M após acidente na Espanha França mantém operações de frota A400M após acidente na Espanha A força aérea francesa vai manter seus seis aviões de transporte A400M em operação por enquanto, disse uma fonte do Ministério da Defesa

Leia mais

PROJETO DE LEI N.º, DE 2016

PROJETO DE LEI N.º, DE 2016 PROJETO DE LEI N.º, DE 2016 (Do Sr. Rubens Bueno) Altera a Lei nº 9.656, de 3 de junho de 1998 que dispõe sobre os planos e seguros privados de assistência à saúde, para estender a sua aplicação aos planos

Leia mais

Condições Gerais Norwegian Cruise Line

Condições Gerais Norwegian Cruise Line Condições Gerais Norwegian Cruise Line 1. CONFIRMAÇÃO DA VIAGEM A confirmação da viagem da NCL (Bahamas) Ltd., negociando como Norwegian Cruise Line (a seguir Norwegian), é a aceitação do seu pedido de

Leia mais

COMANDO DA AERONÁUTICA CENTRO DE INVESTIGAÇÃO E PREVENÇÃO DE ACIDENTES AERONÁUTICOS

COMANDO DA AERONÁUTICA CENTRO DE INVESTIGAÇÃO E PREVENÇÃO DE ACIDENTES AERONÁUTICOS COMANDO DA AERONÁUTICA CENTRO DE INVESTIGAÇÃO E PREVENÇÃO DE ACIDENTES AERONÁUTICOS ADVERTÊNCIA O único objetivo das investigações realizadas pelo Sistema de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos

Leia mais

AGÊNCIA NACIONAL DE AVIAÇÃO CIVIL INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 24, DE 25 DE JUNHO DE 2009.

AGÊNCIA NACIONAL DE AVIAÇÃO CIVIL INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 24, DE 25 DE JUNHO DE 2009. AGÊNCIA NACIONAL DE AVIAÇÃO CIVIL INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 24, DE 25 DE JUNHO DE 2009. Dispõe sobre o Processo de Concessão de Bolsas de Estudo em Idiomas como parte integrante do Programa Permanente de

Leia mais

RELATÓRIO FINAL A - Nº 078/CENIPA/2012

RELATÓRIO FINAL A - Nº 078/CENIPA/2012 COMANDO DA AERONÁUTICA CENTRO DE INVESTIGAÇÃO E PREVENÇÃO DE ACIDENTES AERONÁUTICOS RELATÓRIO FINAL A - Nº 078/CENIPA/2012 OCORRÊNCIA: AERONAVE: ACIDENTE PT-YHA MODELO: 206L-3 DATA: 22OUT2006 ADVERTÊNCIA

Leia mais

Conheça a NBR ISO/IEC 27002

Conheça a NBR ISO/IEC 27002 Conheça a NBR ISO/IEC 27002 A norma NBR ISO/IEC 27002 Código de Prática para a Gestão de Segurança da Informação, que tem como objetivo estabelecer diretrizes e princípios gerais para iniciar, implementar,

Leia mais

Centro de Gerenciamento da Navegação Aérea

Centro de Gerenciamento da Navegação Aérea CGNA CGNA Centro de Gerenciamento da Navegação Aérea ICA 100-22 SERVIÇO DE GERENCIAMENTO DE FLUXO SERVIÇO DE GERENCIAMENTO DE FLUXO DE TRÁFEGO AÉREO ICA 100-22 SERVIÇO DE GERENCIAMENTO DE FLUXO DE TRÁFEGO

Leia mais

Basileia III e Gestão de Capital

Basileia III e Gestão de Capital 39º ENACON Encontro Nacional de Contadores Basileia III e Gestão de Capital Novembro/2013 Agenda 1. Resolução 3.988, de 30/6/2011 2. Circular 3.547, de 7/7/2011: Icaap 3. Carta-Circular 3.565, modelo Icaap

Leia mais

MINISTÉRIO DA DEFESA COMANDO DA AERONÁUTICA TRÁFEGO AÉREO ICA 100-11 PLANO DE VÔO

MINISTÉRIO DA DEFESA COMANDO DA AERONÁUTICA TRÁFEGO AÉREO ICA 100-11 PLANO DE VÔO MINISTÉRIO DA DEFESA COMANDO DA AERONÁUTICA TRÁFEGO AÉREO ICA 100-11 PLANO DE VÔO 2008 MINISTÉRIO DA DEFESA COMANDO DA AERONÁUTICA DEPARTAMENTO DE CONTROLE DO ESPAÇO AÉREO TRÁFEGO AÉREO ICA 100-11 PLANO

Leia mais

JUSTIFICATIVA DE AUDIÊNCIA PÚBLICA

JUSTIFICATIVA DE AUDIÊNCIA PÚBLICA JUSTIFICATIVA DE AUDIÊNCIA PÚBLICA Ementa: Proposta de ato normativo para regulamentar a apresentação de informações relativas à movimentação aeroportuária. 1. Do Objetivo Com o recebimento das informações

Leia mais

Anexo I - Cronograma de Eventos Realizados

Anexo I - Cronograma de Eventos Realizados Anexo I - Cronograma de Eventos Realizados EVENTO DE CAPACITAÇÃO PROGRAMA PERMANENTE DE CAPACITAÇÃO ÁREA DEMANDANTE STATUS DO EVENTO DATA DE INÍCIO (PRESENCIAL) DATA DE TÉRMINO (PRESENCIAL) DATA DE INÍCIO

Leia mais

Esfera: 10 Função: 05 - Defesa Nacional Subfunção: 128 - Formação de Recursos Humanos UO: 52201 - Agência Nacional de Aviação Civil - ANAC

Esfera: 10 Função: 05 - Defesa Nacional Subfunção: 128 - Formação de Recursos Humanos UO: 52201 - Agência Nacional de Aviação Civil - ANAC Programa 0630 Desenvolvimento da Aviação Civil Numero de Ações 14 Ações Orçamentárias 0B09 Apoio a Aeroclubes e Escolas de Aviação Civil Produto: Entidade apoiada Esfera: 10 Função: 05 - Defesa Nacional

Leia mais

MANUAL DE PROCEDIMENTOS MPR-200 Revisão 02

MANUAL DE PROCEDIMENTOS MPR-200 Revisão 02 Assunto: MANUAL DE PROCEDIMENTOS MPR-200 Revisão 02 CERTIFICAÇÃO DE PROJETO DE TIPO BRASILEIRO Revogação: Esta revisão substitui a revisão 01, de 11 de maio de 2009. Este MPR contém as informações necessárias

Leia mais

Iniciativa: Vistorias de Aeronaves Centralização do Planejamento e Controle

Iniciativa: Vistorias de Aeronaves Centralização do Planejamento e Controle Iniciativa: Vistorias de Aeronaves Centralização do Planejamento e Controle Superintendência de Aeronavegabilidade Agência Nacional de Aviação Civil Responsável: Mário Igawa, Gerente Geral de Aeronavegabilidade

Leia mais

INSTRUÇÃO SUPLEMENTAR IS

INSTRUÇÃO SUPLEMENTAR IS INSTRUÇÃO SUPLEMENTAR IS IS N o 91-002 Aprovação: Portaria nº 2471/SPO, de 17 de setembro de 2015. Assunto: Uso de informação aeronáutica em formato digital - Electronic Flight Bag (EFB). Origem: SPO 1.

Leia mais

ON BOARD GOL MÍDIA KIT 2014

ON BOARD GOL MÍDIA KIT 2014 ON BOARD GOL MÍDIA KIT 2014 mídia kit on board gol GOL Linhas Aéreas Inteligentes Perfil do passageiro Ações on board impacto 360 Contatos A GOL é a empresa brasileira com maior número de decolagens por

Leia mais

Fornecemos soluções aeronáuticas inteligentes, para que você e sua empresa possam operar sempre com excelência, segurança e rentabilidade.

Fornecemos soluções aeronáuticas inteligentes, para que você e sua empresa possam operar sempre com excelência, segurança e rentabilidade. Idealizada para ser a melhor em seu ramo de atuação, a SkyBound é formada por consultores com sólida formação prática e acadêmica, profundo conhecimento aeronáutico e grande experiência em suas respectivas

Leia mais

COMANDO DA AERONÁUTICA CENTRO DE INVESTIGAÇÃO E PREVENÇÃO DE ACIDENTES AERONÁUTICOS RELATÓRIO FINAL A - Nº 038/CENIPA/2012

COMANDO DA AERONÁUTICA CENTRO DE INVESTIGAÇÃO E PREVENÇÃO DE ACIDENTES AERONÁUTICOS RELATÓRIO FINAL A - Nº 038/CENIPA/2012 COMANDO DA AERONÁUTICA CENTRO DE INVESTIGAÇÃO E PREVENÇÃO DE ACIDENTES AERONÁUTICOS RELATÓRIO FINAL A - Nº 038/CENIPA/2012 OCORRÊNCIA: AERONAVE: MODELO: ACIDENTE PT-OJU C90 DATA: 15 MAIO 2006 ADVERTÊNCIA

Leia mais

INCURSÃO EM PISTA: UM PROBLEMA ATUAL E CRESCENTE

INCURSÃO EM PISTA: UM PROBLEMA ATUAL E CRESCENTE INCURSÃO EM PISTA: UM PROBLEMA ATUAL E CRESCENTE 1 FONSECA, Wilber Campos 2 BARCO, Juliana Alexandra P. de C Ms. Humberto César Machado. RESUMO: Com a elevada demanda no tráfego aéreo, o número de incursões

Leia mais

Apresentação para a Câmara dos Deputados: Cobrança de serviços adicionais pelas empresas aéreas

Apresentação para a Câmara dos Deputados: Cobrança de serviços adicionais pelas empresas aéreas Apresentação para a Câmara dos Deputados: Cobrança de serviços adicionais pelas empresas aéreas Exposição: Ricardo Bisinotto Catanant - Gerente - 27 de Abril de 2011 Cobrança de serviços adicionais pelas

Leia mais

GERENCIAMENTO DE RESÍDUOS SÓLIDOS - A IMPORTÂNCIA DA EDUCAÇÃO AMBIENTAL NO PROCESSO DE IMPLANTAÇÃO DA COLETA SELETIVA DE LIXO O CASO DE IJUÍ/RS 1

GERENCIAMENTO DE RESÍDUOS SÓLIDOS - A IMPORTÂNCIA DA EDUCAÇÃO AMBIENTAL NO PROCESSO DE IMPLANTAÇÃO DA COLETA SELETIVA DE LIXO O CASO DE IJUÍ/RS 1 GERENCIAMENTO DE RESÍDUOS SÓLIDOS - A IMPORTÂNCIA DA EDUCAÇÃO AMBIENTAL NO PROCESSO DE IMPLANTAÇÃO DA COLETA SELETIVA DE LIXO O CASO DE IJUÍ/RS 1 Juliana Carla Persich 2, Sérgio Luís Allebrandt 3. 1 Estudo

Leia mais

VI Encontro Brasileiro de Psicologia Aplicada à Aviação 26/11/2013. Fatores Humanos e Fatores de Integração Humana nos Sistemas Operacionais

VI Encontro Brasileiro de Psicologia Aplicada à Aviação 26/11/2013. Fatores Humanos e Fatores de Integração Humana nos Sistemas Operacionais VI Encontro Brasileiro de Psicologia Aplicada à Aviação 26/11/2013 Fatores Humanos e Fatores de Integração Humana nos Sistemas Operacionais OBJETIVO Refletir considerações teóricas e práticas da concepção

Leia mais

NOTA DA SECRETARIA DE AVIAÇÃO CIVIL - Perguntas e Respostas sobre o processo de concessão Viernes 30 de Septiembre de 2011 17:32

NOTA DA SECRETARIA DE AVIAÇÃO CIVIL - Perguntas e Respostas sobre o processo de concessão Viernes 30 de Septiembre de 2011 17:32 There are no translations available. PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA SECRETARIA DE AVIAÇÃO CIVIL Perguntas e Respostas sobre o processo de concessão A concessão Por que o governo resolveu fazer a concessão? Nos

Leia mais

Política de Gerenciamento de Capital e Liquidez

Política de Gerenciamento de Capital e Liquidez Página 1 de 7 Política de Gerenciamento de Capital e Processos Página 2 de 7 SUMÁRIO Estrutura... 3 Definição do Processo de Gerenciamento de Capital... 4 Disposições Gerais do Gerenciamento de Capital...

Leia mais