Procedimento Operacional N⁰ do procedimento: PO 026

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Procedimento Operacional N⁰ do procedimento: PO 026"

Transcrição

1 1/7 Nº revisão Descrição da Revisão 00 Elaboração inicial do documento 01 Revisão dos Indicadores 02 Revisão geral do documento 03 Item 4.1: Foi inserida uma aprovação final da Diretoria após o Gestor escolher o candidato para a vaga 04 Revisão geral do documento Demais envolvidos na análise e aprovação Área / Processo Responsável Rubrica Engenharia de Operações DP Administrativo Financeiro Vendas Gestão de Contratos Desenvolvimento de Produtos Industria / Service e Qualidade SGI Engenharia Automação Fabrica Suprimentos Jurídico Tecnologia da Informação Gestão de Contratos (Eletromecânica) Vendas (Eletromecânica) Operações (Eletromecânica) Claudio Marques Natália Silva Carina Dorta Roberto Saghi Júnior Ricardo Abreu Cristiano da Silva Fernandes Nivaldo Rossi Luara Rebechi Adriano Rezende João Tavares Carlos Reis Gilberto Nahas Taís Borin Marcos Monteggia Eduardo Braia Gustavo Melquem Samuel Pereira dos Santos 1. Objetivo Estabelecer procedimento para a seleção e contratação de colaboradores, visando escolher profissionais com potencial para adaptação a cultura da SINER e capacitados para o pleno desempenho das funções, assim como realizar a integração dos mesmos. 2. Abrangência

2 2/7 Este procedimento é aplicável a todas as áreas da SINER. 3. Definições SSA Software de Gestão Integrada Departamento da SINER que engloba o RH e o DP. RH Recursos Humanos Compreende a parte de que gerencia os processos de Recrutamento e Seleção, Treinamento e Desenvolvimento, Comunicação Interna, Cargos e Salários e eventos de Integração. DP Departamento Pessoal Compreende a parte de que processa as informações relacionadas à Folha de Pagamento, Benefícios, Encargos, Registro de Colaboradores e Segurança do Trabalho. 4. Procedimento 4.1. Aprovações Os seguintes profissionais da SINER podem realizar a solicitação de contratação: Diretoria Gerente da Área Para as áreas que não possuem gerência, será considerado o responsável por sua gestão Para toda abertura de vaga o solicitante deve preencher o formulário de Solicitação de Contratação (R RH 06) Após o preenchimento o solicitante deve encaminhar a solicitação para o RH que realizará a análise das informações, perfil e a comparação com descritivo do cargo, bem como buscar mais informações e detalhes sobre a solicitação Após esta etapa o RH solicitará a aprovação da Diretoria responsável pela área para liberar o processo de recrutamento e seleção A solicitação aprovada pela diretoria deve retornar para o RH, podendo haver esclarecimento de eventuais dúvidas sobre o perfil esperado e prazo para a contratação Recrutamento e Seleção

3 3/ O RH somente poderá iniciar o processo de recrutamento e seleção após o recebimento da Solicitação de Contratação aprovada pela diretoria Ao iniciar o processo de seleção a área de RH deve: a) Promover a busca em sites de oferta e candidatos, e/ou recorrer às empresas especializadas em recrutamento e seleção de pessoas, quando necessário, apresentando as vagas em aberto e negociando prazos e valores. b) Entrevistar candidatos pré selecionados, informando os detalhes sobre a vaga. c) Efetuar a triagem sobre os conhecimentos e habilidades do candidato. d) Requisitar ao candidato o preenchimento da Solicitação de Emprego (R RH 11). e) Efetuar a tomada de referências somente para cargos representativos. f) Encaminhar para entrevista técnica com o solicitante, candidatos já pré selecionados, procurando oferecer opções de escolha. g) Reservar horários com o solicitante, salas e demais recursos evitando que ocorram atrasos e qualquer constrangimento às partes. h) Orientar os candidatos selecionados sobre a documentação e processo de contratação agendando datas e programas de integração. i) Informar os candidatos não selecionados por e mail. Para casos em que houver dificuldade de contato, inclusive por se tratar de alta demanda, o selecionador deverá prever ao candidato uma data limite para a convocação de aprovados, desta forma o candidato saberá que, passada aquela data, não tendo recebido contato do RH, poderá se considerar reprovado Caso o candidato aprovado para a vaga não atenda a Descrição de Cargo (R RH 04) do cargo pretendido, a Diretoria deverá emitir uma Declaração de Competência Se houver necessidade de qualquer mudança no perfil da vaga, inclusive salarial, será necessário emitir nova Solicitação de Contratação para que a diretoria aprove e assine, substituindo e cancelando a solicitação anterior O RH e o solicitante devem avaliar os candidatos com critérios técnicos, se atentando sempre a personalidade do empregado, visando a assertividade na escolha. Na dúvida, buscar aqueles potencialmente aptos, com capacidade de aprendizado, que poderão fazer carreira na SINER O RH fará o registro e controle das vagas no Painel de Recrutamento e Seleção (R RH 18) 4.3. POI Programa de Oportunidade Interna Durante o processo seletivo de uma vaga o RH, em parceria com o solicitante, verificará a possibilidade de abrir o processo seletivo interno.

4 4/ Confirmada a possibilidade de divulgação interna, o RH providenciará a mesma, através dos meios de comunicação interna O colaborador que se enquadrar ao perfil divulgado e se interessar pela posição em aberto, deverá preencher o formulário de Candidatura a Oportunidade Interna (R RH 15), solicitar aprovação e assinatura do Gerente de sua área e entregar ao RH Somente colaboradores com mais de 06 meses de vinculo com a empresa poderão candidatar se ao POI O envio dos formulários ao RH deverá respeitar os prazos estabelecidos em sua divulgação O RH fará o processo de seleção e encaminhará finalistas ao solicitante para entrevistas e testes, conforme o caso Sendo aprovado o candidato interno, inicia se o processo de negociação entre os Gerentes envolvidos, visando a liberação do colaborador para a nova área e sua substituição na anterior Na movimentação do candidato interno aprovado, efetua se imediatamente o enquadramento no título da vaga para a qual foi aprovado e inicia se o enquadramento na faixa salarial correspondente Ao concluir o processo, o RH divulgará, através dos meios de comunicação internos da empresa, o resultado do processo, informando apenas os nomes dos candidatos aprovados e individualmente proporcionando feedback presencial aos candidatos Para as vagas em que se optar pelo POI, apenas se não haver nenhum candidato interno que se enquadre ao perfil da vaga, inicia se o processo de recrutamento externo Quando da divulgação de vagas externas, colaboradores que conheçam profissionais externos que se ajustem ao perfil divulgado poderão, também, indicá los ao RH. Para tanto, deverão orientar os candidatos indicados, fornecendo lhes dados para contato O POI somente deverá ser iniciado se não houver nenhum candidato interno da própria área que atenda as necessidades para assumir o cargo Candidatos não aprovados em processos do POI continuarão em seus cargos de origem sem nenhum prejuízo Os colaboradores internos cujos perfis estiverem dentro dos requisitos principais poderão concorrer a tantas vagas quantas desejarem.

5 5/ Caso o colaborador queira atuar numa determinada área e não possua os requisitos básicos necessários, o RH poderá orientá lo sobre a melhor forma de gerenciar a própria carreira Após aprovação do candidato interno, a efetivação do processo deve ser confirmada através do preenchimento do formulário de Movimentação de Pessoal (R RH 05) Admissão Após aprovação do candidato pelo RH e pelo solicitante, o RH submeterá novamente para aprovação da diretoria o formulário de Solicitação de Contratação, com o nome do candidato aprovado Após aprovação da contratação pela diretoria o RH deverá providenciar as formalidades de admissão do candidato aprovado, tais como orientação e recebimento de documentos necessários, incluindo o encaminhamento para Exame Médico Admissional O RH será responsável por solicitar a infraestrutura ao novo colaborador baseado nas informações previstas na Solicitação de Contratação Cada prontuário de colaborador deverá conter em sua capa um Check List de Admissão (R RH 16 ou R RH 17) através do qual o departamento de se guiará e preencherá para cumprir as etapas requisitas na admissão Todas as contratações serão comunicadas no E mail Corporativo, sendo que o RH deve fazer a solicitação de comunicação ao Marketing até a data da admissão e o Marketing deve redistribuir em comunicado corporativo, até no máximo o dia seguinte à admissão Integração Após o processo de seleção, deve ser dado inicio ao processo de integração de novos colaboradores SINER, composto por etapas de ambientação e integração pessoal e técnica. a) Ambientação Tem como objetivo a apresentação da SINER, e o acompanhamento do colaborador em sua plena adaptação ao ambiente organizacional. A área de RH é responsável pela ambientação, apresentando instalações, direitos e deveres do colaborador, políticas e procedimentos principais, estrutura departamental e hierárquica, bem como prestar lhe apoio em seu processo de adaptação.

6 6/7 b) Integração do SGI É de responsabilidade do SGI e tem como objetivo integrar e treinar o novo colaborador quanto ao entendimento dos conceitos das normas ISO 9001, ISO e OHSAS além da politica e procedimentos. c) Integração Técnica Tem como objetivo a apresentação da área de trabalho, processos e exigências de produtividade, qualidade, prazos, segurança e indicadores de desempenho. O Gerente de Área em que trabalhará o novo colaborador é responsável pela integração técnica, e deve: Apresentar aos colegas de trabalho; Informar o fluxo das atividades e suas interligações assim como apresentar e realizar treinamento dos procedimentos da área; Expor o processo de trabalho, ferramentas e equipamentos utilizados, e os cuidados exigidos; Informar a produtividade exigida, prazos estabelecidos, padrões de qualidade e indicadores de desempenho da área e individual; Orientar tecnicamente, mantendo contato diário até o final da experiência de três meses; Manter reuniões periódicas de adaptação e acompanhamento verificando se o empregado atende plenamente as exigências pela posição Avaliação do Período de Experiência O desempenho do candidato admitido será avaliado durante seu período de experiência, através do formulário Avaliação de Competências e Habilidades (R RH 07) em que a chefia imediata registrará sua análise nos primeiros 45 dias da data da admissão (1ª etapa) e nos últimos 45 dias (2ª etapa), quando deverá informar se haverá efetivação, ou não, do colaborador O RH poderá participar da avaliação da experiência, dando orientações que julgar necessárias tanto ao colaborador quanto ao gestor Caso o gestor identifique, através de Avaliação de Desempenho, que não haverá efetivação, e também quando o colaborador solicitar seu desligamento deverá ser seguido o processo de desligamento conforme procedimento PO 029 Desligamento de Colaborador O Gerente deve entregar a solicitação de desligamento do colaborador ao RH em até 15 dias antes do término do período de experiência, tendo em anexo a Avaliação de Competências e Habilidades Considerações Gerais Sempre que possível, programar o ingresso dos novos colaboradores preferencialmente para a primeira quinzena de cada mês, facilitando assim a inclusão no sistema da Folha de Pagamento e demais atividades de.

7 7/ O Gerente de cada área deve planejar as contratações, requisitando os candidatos antes de realizar possíveis dispensas, para evitar perda de conhecimento do processo, acúmulo de trabalho ou urgência na contratação Nenhum candidato poderá ser admitido sem que tenha passado por processo seletivo junto ao RH Todas as informações necessárias referente ao processo de admissão serão fornecidas ao candidato pelo RH O recebimento dos documentos pelo RH dar se á até o primeiro dia de trabalho do novo colaborador Todo candidato que esteja de acordo com o perfil da posição existente, deverá ser considerado, independentemente de raça, sexo, cor, religião, idade, característica física, origem e/ou orientação sexual A readmissão de ex colaboradores deverá ser analisada e aprovada pelo RH e diretoria. Sendo que o processo seletivo deverá ocorrer de forma normal 5. Indicadores de Performance Os indicadores estão descritos na Lista de Indicadores da Siner. 6. Relatórios aplicáveis Não Aplicável. 7. Documentos e Controles Relacionados R RH 04 Descrição de Cargo R RH 05 Movimentação de Pessoal R RH 06 Solicitação de Contratação R RH 07 Avaliação de Competências e Habilidades R RH 11 Solicitação de Emprego R RH 15 Candidatura à Oportunidade Interna R RH 16 Check List de Admissão CLT R RH 17 Check List de Admissão PJ R RH 18 Painel de Recrutamento e Seleção Termos de Responsabilidade da Politica de Segurança da Informação Declaração de Competência

Procedimento Operacional N⁰ do procedimento: PO 023

Procedimento Operacional N⁰ do procedimento: PO 023 1/ 7 Nº revisão Descrição da Revisão 00 Elaboração inicial do documento 01 Revisão geral do documento e adequação dos registros e padrões 02 Expor de maneira clara o item 5.8 as áreas usuárias Demais envolvidos

Leia mais

Procedimento Sistêmico N⁰ do procedimento: PS 01

Procedimento Sistêmico N⁰ do procedimento: PS 01 1/ 6 Nº revisão Descrição da Revisão 00 Emissão do documento 01 Adequação aos processos Adequação de seu conteúdo para sistema ISO 9001:2008 e alteração de nomenclatura. 02 Deixa de ser chamado de PO (Procedimento

Leia mais

Procedimento Operacional N⁰ do procedimento: PO 014

Procedimento Operacional N⁰ do procedimento: PO 014 1/ 14 Nº revisão Descrição da Revisão 00 Elaboração inicial do documento 01 Revisão integral do PO, Indicadores e adequação dos registros e padrões. 02 Adequação as normas ISO 14001:2004 e OHSAS 18001:2007

Leia mais

Esta política define:

Esta política define: Esta política define: OBJETIVO ABRANGÊNCIA DEFINIÇÕES SOLICITAÇÃO DE CONTRATAÇÃO E APROVAÇÕES RECRUTAMENTO E SELEÇÃO DE RECURSOS HUMANOS ADMISSÃO SALÁRIO ADMISSIONAL INTEGRAÇÃO OBJETIVO Definir uma política

Leia mais

Manual dos processos de abertura de vaga, recrutamento e seleção e admissão

Manual dos processos de abertura de vaga, recrutamento e seleção e admissão T Manual dos processos de abertura de vaga, recrutamento e seleção e admissão Processos e Conformidade Janeiro/2015 Rev. 0 3/16/2015 1 SUMÁRIO 1. OBJETIVO...3 2. ABRANGÊNCIA...3 3. DESENHO (Abertura de

Leia mais

Procedimento Operacional N⁰ do procedimento: PO 04

Procedimento Operacional N⁰ do procedimento: PO 04 1/ 6 Nº revisão Descrição da Revisão 00 Elaboração inicial do documento 01 Revisão e adequação integral do PO 02 Revisão na íntegra do PO Demais envolvidos na análise e aprovação Área / Processo Responsável

Leia mais

PROCEDIMENTO OPERACIONAL PADRÃO RECRUTAMENTO E SELEÇÃO

PROCEDIMENTO OPERACIONAL PADRÃO RECRUTAMENTO E SELEÇÃO PROCEDIMENTO OPERACIONAL PADRÃO RECRUTAMENTO E SELEÇÃO Data de emissão: Associação Paulista de Gestão Pública - APGP Elaborado por: Aprovado por: Francis da Silva Recursos Humanos Diretoria Geral // Sumário

Leia mais

Guia Básico de Processos Corporativos do Sistema Indústria

Guia Básico de Processos Corporativos do Sistema Indústria Guia Básico de Processos Corporativos do Sistema Indústria 1ª Versão 1 Guia Básico de Processos Corporativos do Sistema Indústria PROCESSO DE RECRUTAMENTO E SELEÇÃO 1ª Versão 2 ÍNDICE 1 - INTRODUÇÃO 2

Leia mais

Procedimento Sistêmico Nome do procedimento: Tratar Não Conformidade, Incidentes e Acidentes Data da Revisão 18/01/12

Procedimento Sistêmico Nome do procedimento: Tratar Não Conformidade, Incidentes e Acidentes Data da Revisão 18/01/12 1/ 11 Nº revisão Descrição da Revisão 00 Emissão do documento Adequação de seu conteúdo para sistema ISO 9001:2008 e alteração de nomenclatura. 01 Deixa de ser chamado de PO (Procedimento Operacional)

Leia mais

Procedimento Operacional Nome do procedimento: Manual de Integração (SSO) saúde e segurança ocupacional Data da Revisão 18/12/2013

Procedimento Operacional Nome do procedimento: Manual de Integração (SSO) saúde e segurança ocupacional Data da Revisão 18/12/2013 1/5 Nº revisão Descrição da Revisão 00 Elaboração inicial do documento Gestão de Contratos Service/Qualidade Demais envolvidos na análise e aprovação Área / Processo Responsável Rubrica Administrativo

Leia mais

Procedimento Operacional

Procedimento Operacional Nome do procedimento: 1/ 6 Nº revisão Descrição da Revisão 00 Elaboração inicial do documento Demais envolvidos na análise e aprovação Área / Processo Responsável Rubrica Diretoria de Engenharia e Operações

Leia mais

Procedimento Operacional Nome do procedimento: Calibração, Aferição, Instrumentação e Ferramentaria Data da Revisão: 13/05/2011

Procedimento Operacional Nome do procedimento: Calibração, Aferição, Instrumentação e Ferramentaria Data da Revisão: 13/05/2011 Data da 1/ 7 Nº revisão Descrição da Revisão 00 Elaboração inicial do documento Diretoria de Negócios Vendas Service Qualidade Suprimentos Fabrica Gestão de Materiais Demais envolvidos na análise e aprovação

Leia mais

Procedimento Operacional N⁰ do procedimento: PO 023

Procedimento Operacional N⁰ do procedimento: PO 023 1/ 7 Nº revisão Descrição da Revisão 00 Elaboração inicial do documento 01 Revisão geral do documento e adequação dos registros e padrões Demais envolvidos na análise e aprovação Área / Processo Responsável

Leia mais

Manual de Gestão Integrado MGI Elaborado por: Representante

Manual de Gestão Integrado MGI Elaborado por: Representante 1/32 Nº revisão Descrição da Revisão 00 Emissão do documento baseado nos requisitos da ISO 9001:2008 01 Alteração do nome onde passa a ser chamado de e a devida adequação os requisitos das normas ISO 14001:2004

Leia mais

REGULAMENTO DE CONTRATAÇÃO DE PESSOAL

REGULAMENTO DE CONTRATAÇÃO DE PESSOAL REGULAMENTO DE CONTRATAÇÃO DE PESSOAL 1. Objetivos 1.1 - Desta normatização Estabelecer diretrizes e critérios que viabilizem os processos de recrutamento e seleção, atraindo profissionais com capacidade

Leia mais

1. OBJETIVO 2. APLICAÇÃO 3. ATRIBUIÇÕES E RESPONSABILIDADES 4. DOCUMENTOS DE REFERÊNCIA 5. TERMINOLOGIA 6. DESCRIÇÃO DO PROCESSO DE DOCUMENTAÇÃO

1. OBJETIVO 2. APLICAÇÃO 3. ATRIBUIÇÕES E RESPONSABILIDADES 4. DOCUMENTOS DE REFERÊNCIA 5. TERMINOLOGIA 6. DESCRIÇÃO DO PROCESSO DE DOCUMENTAÇÃO Aprovado ' Elaborado por Andrea Gaspar/BRA/VERITAS em 06/12/2013 Verificado por Cristiane Muniz em 06/12/2013 Aprovado por Denis Fortes/BRA/VERITAS em 06/12/2013 ÁREA GRH Tipo Procedimento Regional Número

Leia mais

Procedimento Operacional N⁰ do procedimento: PO 014

Procedimento Operacional N⁰ do procedimento: PO 014 1/ 14 Nº revisão Descrição da Revisão 00 Elaboração inicial do documento 01 Revisão integral do PO, Indicadores e adequação dos registros e padrões. 02 Adequação as normas ISO 14001:2004 e OHSAS 18001:2007

Leia mais

Procedimento Sistêmico N⁰ do procedimento: PS 03

Procedimento Sistêmico N⁰ do procedimento: PS 03 1/ 5 Nº revisão Descrição da Revisão 00 Emissão do documento baseado nos requisitos da ISO 9001:2008 01 Adequação as normas ISO 14001:2004 e OHSAS 18001:2007, inclusão das auditorias de manutenção e alteração

Leia mais

DEARH SEDEP. Aprendiz. Verifica os prérequisitos. Estágio. para elaboração de contrato de estágio ou aprendiz para contrato de trabalho.

DEARH SEDEP. Aprendiz. Verifica os prérequisitos. Estágio. para elaboração de contrato de estágio ou aprendiz para contrato de trabalho. CONTRATAÇÃO DE ESTÁGIO E APRENDIZ 03/02/2011 e 06/04/2011 Aprendiz CIEE DEARH - SEDEP Início 1 Recebe solicitação de contratação das diversas áreas da CEAGESP de solicitação do SEDEP Documento enviado

Leia mais

PROCEDIMENTO DA QUALIDADE

PROCEDIMENTO DA QUALIDADE Pág.: 1 de 8 1. OBJETIVO Estabelecer as diretrizes e as atividades relativas à identificação, avaliação e desenvolvimento da competência das pessoas, por meio de ações de treinamento e conscientização.

Leia mais

MANUAL DO SUPERVISOR DE ESTAGIÁRIO

MANUAL DO SUPERVISOR DE ESTAGIÁRIO MANUAL DO SUPERVISOR DE ESTAGIÁRIO Rua Dr. Alberto Ferreira, 179 - Centro - 13480-074 - Limeira/SP - (19) 3404.9634 SUMÁRIO 1. APRESENTAÇÃO:... 4 2. PERGUNTAS E RESPOSTAS:... 4 1. O que é estágio?... 4

Leia mais

Guia Básico de Processos Corporativos do Sistema Indústria

Guia Básico de Processos Corporativos do Sistema Indústria Guia Básico de Processos Corporativos do Sistema Indústria 1ª Versão 1 Guia Básico de Processos Corporativos do Sistema Indústria PROCESSO DE ADMISSÃO 1ª Versão 2 ÍNDICE 1 - INTRODUÇÃO 2 - VISÃO SISTÊMICA

Leia mais

REGULAMENTO DE SELEÇÃO E CONTRATAÇÃO DE PESSOAL

REGULAMENTO DE SELEÇÃO E CONTRATAÇÃO DE PESSOAL 1 OBJETIVO Definir as premissas para captação, seleção e contratação de recursos humanos, objetivando suprir as demandas das vagas previstas no Instituto Sócrates Guanaes ISG, incluídas aquelas oriundas

Leia mais

Pontifícia Universidade Católica de Goiás. Departamento de Engenharia. Administração e Finanças para Engenharia. Departamento de Pessoal (DRH)

Pontifícia Universidade Católica de Goiás. Departamento de Engenharia. Administração e Finanças para Engenharia. Departamento de Pessoal (DRH) Pontifícia Universidade Católica de Goiás Departamento de Engenharia Administração e Finanças para Engenharia Departamento de Pessoal (DRH) Grupo: Thahenne O. Ribeiro Paulo Victor M. Cordeiro Eduardo Borges

Leia mais

PROGRAMA DE ESTÁGIO CEMIG 2015 REGULAMENTO

PROGRAMA DE ESTÁGIO CEMIG 2015 REGULAMENTO PROGRAMA DE ESTÁGIO CEMIG 2015 REGULAMENTO PROGRAMA DE ESTÁGIO CEMIG 2015 1- Introdução Regulamento O Programa de Estágio Cemig 2015 é uma iniciativa da Empresa e tem como objetivo preparar estudantes

Leia mais

Manual de Recursos Humanos

Manual de Recursos Humanos Manual de Recursos Humanos 1º Edição 01/2016 SUMÁRIO INTRODUÇÃO CAPÍTULO I - RECRUTAMENTO E SELEÇÃO CAPÍTULO II - TREINAMENTO & DESENVOLVIMENTO CAPÍTULO III CARGOS & SALÁRIOS CAPÍTULO IV BENEFÍCIOS CAPÍTULO

Leia mais

1. HISTÓRICO E OBJETIVOS... 2

1. HISTÓRICO E OBJETIVOS... 2 UNIVERSIDADE DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO ESCOLA SUPERIOR DE DESENHO INDUSTRIAL INCUBADORA DE EMPRESAS DE DESIGN I EDITAL DE SELEÇÃO DA INCUBADORA DE EMPRESAS DE DESIGN ANO 2012 SUMÁRIO 1. HISTÓRICO E OBJETIVOS...

Leia mais

TÉCNICO EM SEGURANÇA DO TRABALHO Comunicado de Processo Seletivo Externo Nº 003/2015 para Provimento de Vaga para Contrato por Prazo Indeterminado

TÉCNICO EM SEGURANÇA DO TRABALHO Comunicado de Processo Seletivo Externo Nº 003/2015 para Provimento de Vaga para Contrato por Prazo Indeterminado TÉCNICO EM SEGURANÇA DO TRABALHO Comunicado de Processo Seletivo Externo Nº 003/2015 para Provimento de Vaga para Contrato por Prazo Indeterminado O SESI Piauí, assessorado pelo IEL, torna pública a realização

Leia mais

Hemobrás. ELABORADO POR RUBRICA DATA Nome: José Eduardo S. Martins / / Função: Gerente de Garantia da Qualidade

Hemobrás. ELABORADO POR RUBRICA DATA Nome: José Eduardo S. Martins / / Função: Gerente de Garantia da Qualidade Programa da Qualidade Página 1/20 ELABORADO POR RUBRICA DATA Nome: José Eduardo S. Martins / / Função: Gerente de Garantia da Qualidade REVISADO POR RUBRICA DATA Nome: Renato César Vieira de sousa / /

Leia mais

Procedimento Operacional N⁰ do procedimento: PO 008

Procedimento Operacional N⁰ do procedimento: PO 008 1/5 Nº revisão Descrição da Revisão 00 Elaboração inicial do documento 01 Inclusão da AP como de uso restrito e interno da SINER e revisão das responsabilidades do Responsável pelo Projeto. 02 Melhoria

Leia mais

PROCESSO SELETIVO PÚBLICO Nº 14/2014

PROCESSO SELETIVO PÚBLICO Nº 14/2014 PROCESSO SELETIVO PÚBLICO Nº 14/2014 A Agência de Desenvolvimento e Inovação Inova Sorocaba, Organização Social, sediada na Av. Itavuvu, 11.777 Parque Tecnológico, CEP 18.078-005, Sorocaba SP, torna público

Leia mais

Processo Seletivo: 053/2015 DESCRITIVO DE VAGA (S) Local: SENAC DR

Processo Seletivo: 053/2015 DESCRITIVO DE VAGA (S) Local: SENAC DR Processo Seletivo: 053/2015 DESCRITIVO DE VAGA (S) Local: SENAC DR O SENAC/MS torna público que, nos termos da Resolução SENAC nº 1018/2015, está aberto processo seletivo para contratação de pessoal, nos

Leia mais

Processo Seletivo: 003/2016 DESCRITIVO DE VAGA (S) Local: SENAC DR

Processo Seletivo: 003/2016 DESCRITIVO DE VAGA (S) Local: SENAC DR Processo Seletivo: 003/2016 DESCRITIVO DE VAGA (S) Local: SENAC DR O SENAC/MS torna público que, nos termos da Resolução SENAC nº 1018/2015, está aberto processo seletivo para contratação de pessoal, nos

Leia mais

Procedimento Operacional N⁰ do procedimento: PO 026

Procedimento Operacional N⁰ do procedimento: PO 026 1/7 Nº revisão Descrição da Revisão 00 Elaboração inicial do documento 01 Revisão dos Indicadores 02 Revisão geral do documento 03 Item 4.1: Foi inserida uma aprovação final da após o Gestor escolher o

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL CONSELHO DE ARQUITETURA E URBANISMO DO RIO GRANDE DO NORTE

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL CONSELHO DE ARQUITETURA E URBANISMO DO RIO GRANDE DO NORTE ATO NORMATIVO Nº 01, DE 28 DE MARÇO DE 2012. Institui o Normativo de Pessoal EMPREGO DE LIVRE PROVIMENTO E DEMISSÃO DE NÍVEL SUPERIOR, EMPREGOS TEMPORÁRIOS DE NÍVEL SUPERIOR E EMPREGOS TEMPORÁRIOS DE NÍVEL

Leia mais

PROCESSOS SELETIVOS 1 OBJETIVO

PROCESSOS SELETIVOS 1 OBJETIVO PROCESSOS SELETIVOS 1 OBJETIVO Estabelecer a sistemática de recrutamento e seleção dos colaboradores de Unidades Educacionais e Departamento Regional do SENAC-RS, atendendo aos princípios da publicidade,

Leia mais

PROCESSO SELETIVO FUNDEPAG Nº 05/2012

PROCESSO SELETIVO FUNDEPAG Nº 05/2012 PROCESSO SELETIVO FUNDEPAG Nº 05/2012 EDITAL DE PROCESSO SELETIVO PARA A CONTRATAÇÃO DE PESSOAL PARA O(A) FUNDAÇÃO DE DESENVOLVIMENTO DA PESQUISA DO AGRONEGÓCIO FUNDEPAG A Fundação de Desenvolvimento da

Leia mais

APRESENTAÇÃO COMERCIAL. 11 4963-5400 / 11 4963-6242 www.gruposec.com.br

APRESENTAÇÃO COMERCIAL. 11 4963-5400 / 11 4963-6242 www.gruposec.com.br APRESENTAÇÃO COMERCIAL Porque o GrupoSec? Grande parte do combustível das empresas são os seus colaboradores. Para contratá-los e mantê-los treinados e eficientes é trabalhoso e custa caro? E se dissermos

Leia mais

GUIA DO ESTÁGIO E SUAS VALIDAÇÕES

GUIA DO ESTÁGIO E SUAS VALIDAÇÕES GUIA DO ESTÁGIO E SUAS VALIDAÇÕES Iniciando um Estágio Logo de início, entregue este formulário ao seu contratante, evitando assim equívocos que possam atrasar o processo de sua contratação. O ideal é

Leia mais

Procedimento Operacional N do procedimento: PO 01

Procedimento Operacional N do procedimento: PO 01 1/ 18 Nº revisão Descrição da Revisão 00 Elaboração inicial do documento 01 Revisão integral do PO e Indicadores 02 Adequação da Premissa, item 4.1 e 4.2 03 Adequação dos Registros e padrões 04 Revisão

Leia mais

www.queroserprofessor.

www.queroserprofessor. www.queroserprofessor. Documento Revisado em março de 2011 SUMÁRIO 1. INTRODUÇÃO 2. O QUE É A MONITORIA? 3. OBJETIVOS DA MONITORIA 4. CONDIÇÕES PARA PARTICIPAR DA MONITORIA 5. INSCRIÇÃO 6. ATRIBUIÇÕES

Leia mais

COMUNICADO DE ABERTURA DO PROCESSO SELETIVO SENAC/SC Nº 674/2013

COMUNICADO DE ABERTURA DO PROCESSO SELETIVO SENAC/SC Nº 674/2013 COMUNICADO DE ABERTURA DO PROCESSO SELETIVO SENAC/SC Nº 674/2013 O SENAC/SC Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial de Santa Catarina - torna público processo seletivo para atuar nas cidades da Região

Leia mais

SELEÇÃO PARA O CARGO DE AGENTE DE RECRUTAMENTO E SELEÇÃO TERMO DE REFERÊNCIA N.º 08/2013

SELEÇÃO PARA O CARGO DE AGENTE DE RECRUTAMENTO E SELEÇÃO TERMO DE REFERÊNCIA N.º 08/2013 1 SELEÇÃO PARA O CARGO DE AGENTE DE RECRUTAMENTO E SELEÇÃO TERMO DE REFERÊNCIA N.º 08/2013 FINALIDADE Selecionar profissional para o Cargo de Agente de Recrutamento e Seleção NATUREZA DA INSTITUIÇÃO O

Leia mais

Dilbert, Google imagens. Kirlla Cristhine Almeida Dornelas, Doutora em Psicologia Docente

Dilbert, Google imagens. Kirlla Cristhine Almeida Dornelas, Doutora em Psicologia Docente Dilbert, Google imagens Selecionando pessoas Gestão de pessoas II Kirlla Cristhine Almeida Dornelas, Doutora em Psicologia Docente Por que selecionar pessoas? ѱ Devemos selecionar porque existe uma variabilidade

Leia mais

A CULTURA ORGANIZACIONAL PODE INFLUENCIAR NO PROCESSO DE AGREGAR PESSOAS

A CULTURA ORGANIZACIONAL PODE INFLUENCIAR NO PROCESSO DE AGREGAR PESSOAS A CULTURA ORGANIZACIONAL PODE INFLUENCIAR NO PROCESSO DE AGREGAR PESSOAS Juliana da Silva, RIBEIRO 1 Roberta Cavalcante, GOMES 2 Resumo: Como a cultura organizacional pode influenciar no processo de agregar

Leia mais

TÉCNICO EM SEGURANÇA DO TRABALHO Comunicado de Processo Seletivo INTERNO Nº 003/2015

TÉCNICO EM SEGURANÇA DO TRABALHO Comunicado de Processo Seletivo INTERNO Nº 003/2015 TÉCNICO EM SEGURANÇA DO TRABALHO Comunicado de Processo Seletivo INTERNO Nº 003/2015 O SESI Piauí, assessorado pelo IEL, torna pública a realização do Processo Seletivo Interno nº 003/2015 destinado a

Leia mais

PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU MBA EM PRÁTICAS DE GESTÃO COM PESSOAS

PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU MBA EM PRÁTICAS DE GESTÃO COM PESSOAS PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU MBA EM PRÁTICAS DE GESTÃO COM PESSOAS A Faculdade de Tecnologia SENAI de Desenvolvimento Gerencial FATESG, oferta a especialização de pós-graduação Lato Sensu MBA em Práticas de

Leia mais

MANUAL DO. estagiário

MANUAL DO. estagiário MANUAL DO estagiário ESTÁCIO SUMÁRIO MANUAL DO ESTAGIÁRIO 1) Vai fazer estágio...5 a) Importância do estágio...5 b) Estágio obrigatório x estágio não obrigatório...5 c) Como é a legislação de estágio?...5

Leia mais

EXAME PRÉ-ADMISSIONAL

EXAME PRÉ-ADMISSIONAL 1 - DEFINIÇÃO É o estabelecimento da capacidade plena do indivíduo ao desempenho de sua função. 2 - REQUISITOS BÁSICOS Candidato aprovado em Concurso Público ou Processo Seletivo para Temporários que tenha

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DO PARANÁ CÂMPUS CURITIBA

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DO PARANÁ CÂMPUS CURITIBA MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DO PARANÁ CÂMPUS CURITIBA Pró-Reitoria de Extensão, Pesquisa e Inovação Diretoria de Extensão e Políticas de Inclusão

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO ABC PROGRAMA UNIVERSIDADE ABERTA DO BRASIL. Seleção Simplificada de Tutor

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO ABC PROGRAMA UNIVERSIDADE ABERTA DO BRASIL. Seleção Simplificada de Tutor Seleção Simplificada de Tutor Especialização em Tecnologias e Sistemas de Informação - TSI Edital UAB/UFABC 008/2012 Processo seletivo Tutor TSI A UNIVERSIDADE FEDERAL DO ABC, em parceria com o Programa

Leia mais

REGULAMENTO DO PROCESSO SELETIVO Nº 086/2012

REGULAMENTO DO PROCESSO SELETIVO Nº 086/2012 REGULAMENTO DO PROCESSO SELETIVO Nº 086/2012 A FUNDAÇÃO PARQUE TECNOLÓGICO ITAIPU BRASIL (FPTI-BR) comunica a realização de Processo Seletivo nº. 086/2012 sob contratação em regime CLT (Consolidação das

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE JUIZ DE FORA EDITAL N.º 019/2013

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE JUIZ DE FORA EDITAL N.º 019/2013 SELEÇÃO DE ALUNOS PARA PROVIMENTO DAS VAGAS PARA O CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM GESTÃO PÚBLICA (PNAP - PÚBLICA), NA MODALIDADE A DISTÂNCIA A Universidade Federal de Juiz de Fora, por meio do Centro de Educação

Leia mais

CERTIFICAÇÃO PROFISSIONAL POR EXPERIÊNCIA DE ADMINISTRADORES. DESCRIÇÃO DAS ATIVIDADES Fluxo e Detalhamento

CERTIFICAÇÃO PROFISSIONAL POR EXPERIÊNCIA DE ADMINISTRADORES. DESCRIÇÃO DAS ATIVIDADES Fluxo e Detalhamento CERTIFICAÇÃO PROFISSIONAL POR EXPERIÊNCIA DE ADMINISTRADORES DESCRIÇÃO DAS ATIVIDADES Fluxo e Detalhamento ICSS 2013 1 2 Índice 1 FLUXO DO PROCESO DE CERTIFICAÇÃO POR EXPERIÊNCIA... 4 2 DETALHAMENTO DO

Leia mais

Os cinco subsistemas de Gestão de Pessoas

Os cinco subsistemas de Gestão de Pessoas Faculdade de Tecnologia Senac Goiás Os cinco subsistemas de Gestão de Pessoas Trabalho de Gestão de Pessoas Alunos: Nilce Faleiro Machado Goiânia,4 de dezembro de 2015 1 Sumário Capa...1 Sumário...2 Introdução...3

Leia mais

PROCESSO SELETIVO DE MEMBROS EDITAL Nº 02/2016

PROCESSO SELETIVO DE MEMBROS EDITAL Nº 02/2016 PROCESSO SELETIVO DE MEMBROS EDITAL Nº 02/2016 Campinas, 28 de fevereiro de 2016 Edital de Candidatura Processo Seletivo de Membros - 1º Semestre de 2016 Considerações iniciais A Estat Júnior - Consultoria

Leia mais

Administração de Pessoas

Administração de Pessoas Administração de Pessoas MÓDULO 5: ADMINISTRAÇÃO DE RECURSOS HUMANOS 5.1 Conceito de ARH Sem as pessoas e sem as organizações não haveria ARH (Administração de Recursos Humanos). A administração de pessoas

Leia mais

Recrutamento e Seleção de Pessoal

Recrutamento e Seleção de Pessoal Gestão de RH Prof. Roberto Huck Recrutamento e Seleção de Pessoal Roteiro da Teleaula 1.Conceito de Recrutamento; 2. As Fases do Recrutamento; 3.Avaliação do Processo de Recrutamento; 4.Conceito de Seleção;

Leia mais

Treinamento do Sistema RH1000

Treinamento do Sistema RH1000 Treinamento do Sistema RH1000 = Bloco Seleção = Ohl Braga Desenvolvimento Empresarial Atualizado em 23Jul2015 1 Estrutura do Sistema RH1000 Gerenciar e administrar Sistema RH1000 Planejamento Estratégico

Leia mais

REGULAMENTO PARA PARTICIPAÇÃO NO CURSO DE FORMAÇÃO TÉCNICA EM TESTES DE SOFTWARE PARA PESSOAS COM DEFICIÊNCIA

REGULAMENTO PARA PARTICIPAÇÃO NO CURSO DE FORMAÇÃO TÉCNICA EM TESTES DE SOFTWARE PARA PESSOAS COM DEFICIÊNCIA REGULAMENTO PARA PARTICIPAÇÃO NO CURSO DE FORMAÇÃO TÉCNICA EM TESTES DE SOFTWARE PARA PESSOAS COM DEFICIÊNCIA 1. APRESENTAÇÃO Este regulamento apresenta as regras e os critérios estabelecidos pelo Núcleo

Leia mais

Sistema de Gestão da Qualidade

Sistema de Gestão da Qualidade Versão: 07 Folha: 1 de 6 Processo: Recrutamento & Seleção, Movimentação e Treinamento de Pessoal Alterar logomarca 1. OBJETIVO: Identificar as competências necessárias para as funções que compõe a grade

Leia mais

Tipo de Documento: Documentos do SGQ Data de Emissão: 25/08/2010 Data de revisão: 12/01/2016

Tipo de Documento: Documentos do SGQ Data de Emissão: 25/08/2010 Data de revisão: 12/01/2016 Página 1 de 8 EDITAL Nº 02/2016 A INCIT - Incubadora de Empresas de Base Tecnológica de Itajubá torna público que estarão abertas às inscrições para o processo seletivo de novas startups para o Programa

Leia mais

DESCRITIVO DE VAGA (S) Local: SESC C. Grande/MS (Administração Regional)

DESCRITIVO DE VAGA (S) Local: SESC C. Grande/MS (Administração Regional) DESCRITIVO DE VAGA (S) Local: SESC C. Grande/MS (Administração Regional) O SESC/MS torna público que, nos termos da Resolução SESC nº 1163/2008, está aberto processo seletivo para contratação de pessoal,

Leia mais

MANUAL DE TREINAMENTO & DESENVOLVIMENTO

MANUAL DE TREINAMENTO & DESENVOLVIMENTO MANUAL DE TREINAMENTO & DESENVOLVIMENTO SUMÁRIO 1 Introdução... 03 2 Objetivos...03 3 Diretrizes...03 4 Processo...03 4.1 Atividade I...03 4.2 Atividade II...04 4.3 Atividade III...05 5 Responsabilidades...06

Leia mais

PROCESSO SELETIVO FUNDEPAG Nº 21/2012

PROCESSO SELETIVO FUNDEPAG Nº 21/2012 PROCESSO SELETIVO FUNDEPAG Nº 21/2012 EDITAL DE PROCESSO SELETIVO PARA A CONTRATAÇÃO DE PESSOAL PARA O(A) FUNDAÇÃO DE DESENVOLVIMENTO DA PESQUISA DO AGRONEGÓCIO FUNDEPAG A Fundação de Desenvolvimento da

Leia mais

EDITAL 001/2015 EMPRESA JÚNIOR DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA

EDITAL 001/2015 EMPRESA JÚNIOR DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA EDITAL 001/2015 EMPRESA JÚNIOR DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA PROCESSO DE SELEÇÃO PARA ASSESSORES JUNHO 2015 A CHRONOS JR - EMPRESA JÚNIOR DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA, nos termos do Estatuto da Empresa Júnior do

Leia mais

EDITAL DE SELEÇÃO PARA MONITORIA 2013.1

EDITAL DE SELEÇÃO PARA MONITORIA 2013.1 A Faculdade Unida da Paraíba, mantida pela Sociedade Paraibana de Educação e Cultura ASPEC com sede em João Pessoa, PB, torna públicas as regras de funcionamento do sistema de Monitoria no Curso de Graduação,

Leia mais

Edital de Candidatura

Edital de Candidatura PROCESSO SELETIVO DE EXECUTORES EDITAL N.º 01/2014 Edital de Candidatura Processo Seletivo de Executores - 1º Semestre de 2014 Considerações iniciais A Estat Júnior - Estudos Aplicados à Estatística Consultoria

Leia mais

CENTRO UNIVERSITÁRIO CATÓLICA DE SANTA CATARINA EM JARAGUÁ DO SUL PRÓ-REITORIA ACADÊMICA CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM GESTÃO DE RECURSOS HUMANOS

CENTRO UNIVERSITÁRIO CATÓLICA DE SANTA CATARINA EM JARAGUÁ DO SUL PRÓ-REITORIA ACADÊMICA CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM GESTÃO DE RECURSOS HUMANOS CENTRO UNIVERSITÁRIO CATÓLICA DE SANTA CATARINA EM JARAGUÁ DO SUL PRÓ-REITORIA ACADÊMICA CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM GESTÃO DE RECURSOS HUMANOS Matriz Curricular válida para os acadêmicos ingressantes

Leia mais

Organização da Aula. Gestão de Recursos Humanos. Aula 5. Contextualização. Captação de Pessoas. Captação de pessoas: recrutamento e seleção

Organização da Aula. Gestão de Recursos Humanos. Aula 5. Contextualização. Captação de Pessoas. Captação de pessoas: recrutamento e seleção Gestão de Recursos Humanos Aula 5 Profa. Me. Ana Carolina Bustamante Organização da Aula Captação de pessoas: recrutamento e seleção Empregabilidade Estratégias de recrutamento e seleção Processos de orientação

Leia mais

REGULAMENTO DE CONTRATAÇÃO DE PESSOAL CAPÍTULO I INTRODUÇÃO

REGULAMENTO DE CONTRATAÇÃO DE PESSOAL CAPÍTULO I INTRODUÇÃO Código: Ed.001/2016 Versão: 01 Página: 1 / 8 REGULAMENTO DE CAPÍTULO I INTRODUÇÃO Art. 1º Este regulamento estabelece as regras de Recrutamento e Seleção para o preenchimento de vagas para pessoal administrativo

Leia mais

PROFESSOR DE ENSINO FUNDAMENTAL I - PEDAGOGO Comunicado de Processo Seletivo INTERNO Nº 001/2015

PROFESSOR DE ENSINO FUNDAMENTAL I - PEDAGOGO Comunicado de Processo Seletivo INTERNO Nº 001/2015 PROFESSOR DE ENSINO FUNDAMENTAL I - PEDAGOGO Comunicado de Processo Seletivo INTERNO Nº 001/2015 O SESI Piauí, assessorado pelo IEL, torna pública a realização do Processo Seletivo Interno nº 001/2015

Leia mais

PROCEDIMENTO OPERACIONAL

PROCEDIMENTO OPERACIONAL Página: 1/7 Classificação: ( ) Provisão de (X) Aplicação de ( ) Manutenção de ( ) Desenvolvimento de ( ) Monitoração de ÍNDICE 1 OBJETIVO 2 ABRANGÊNCIA 3 REFERÊNCIA 4 DEFINIÇÕES 5 S E RESPONSABILIDADES

Leia mais

MANUAL DE MONITORIA ACADÊMICA DA FESAR

MANUAL DE MONITORIA ACADÊMICA DA FESAR MANUAL DE MONITORIA ACADÊMICA DA FESAR Elaborado por: Georgia Miranda Tomich Coordenadora de Pesquisa e Extensão da FESAR Redenção 2014 2 SUMÁRIO INTRODUÇÃO...3 JUSTIFICATIVA...3 PROGRAMA DE MONITORIA...4

Leia mais

Procedimento Operacional N⁰ do procedimento: PO 20

Procedimento Operacional N⁰ do procedimento: PO 20 1/ 8 Nº revisão Descrição da Revisão 00 Elaboração inicial do documento 01 Revisão e Adequação integral do PO 02 Adequação dos Registros e Padrões Demais envolvidos na análise e aprovação Área / Processo

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO TOCANTINS PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU MBA EM GERENCIAMENTO DE PROJETOS

UNIVERSIDADE FEDERAL DO TOCANTINS PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU MBA EM GERENCIAMENTO DE PROJETOS EDITAL Nº 01/2014 PROCESSO DE SELEÇÃO A Universidade Federal do Tocantins UFT, por meio da Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós- Graduação PROPESQ, torna pública a abertura de inscrições para selecionar candidatos

Leia mais

2.1. As inscrições estarão abertas no período de 10 de fevereiro a 05 de maio de 2014.

2.1. As inscrições estarão abertas no período de 10 de fevereiro a 05 de maio de 2014. EDITAL Nº 01/2014 PROCESSO DE SELEÇÃO A Universidade Federal do Tocantins UFT, por meio da Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós- Graduação PROPESQ, torna pública a abertura de inscrições para selecionar candidatos

Leia mais

Programa de Treinamento de Profissionais de Aeroportos TREINAR

Programa de Treinamento de Profissionais de Aeroportos TREINAR PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA SECRETARIA DE AVIAÇÃO CIVIL SECRETARIA DE NAVEGAÇÃO AÉREA CIVIL Programa de Treinamento de Profissionais de Aeroportos TREINAR EDITAL Nº 005/2014 SENAV/SAC-PR A Secretaria de Navegação

Leia mais

REGULAMENTO DE ESTÁGIO OBRIGATÓRIO DO CURSO DE Bacharelado em Administração Modalidade a Distância

REGULAMENTO DE ESTÁGIO OBRIGATÓRIO DO CURSO DE Bacharelado em Administração Modalidade a Distância REGULAMENTO DE ESTÁGIO OBRIGATÓRIO DO CURSO DE Bacharelado em Administração Modalidade a Distância I INTRODUÇÃO O estágio curricular do curso de Bacharelado em Administração Modalidade a Distância é uma

Leia mais

AVALIAÇÃO DE DESEMPENHO

AVALIAÇÃO DE DESEMPENHO AVALIAÇÃO DE DESEMPENHO MANUAL DO AVALIADOR Avaliar é fazer análise e ter a oportunidade de rever, aperfeiçoar, fazer de forma diferente, sempre em busca de eficácia e resultados. Gartner & Sánchez As

Leia mais

PRÁTICAS, FUNÇÕES E TÉCNICAS DE RECURSOS HUMANOS

PRÁTICAS, FUNÇÕES E TÉCNICAS DE RECURSOS HUMANOS INTRODUÇÂO Como as pessoas constituem o mais importante ativo de que dispõem as organizações, devem ser recrutadas e selecionadas com a maior competência possível, já que falhas nesse processo podem comprometer

Leia mais

EDITAL BOLSA PNPD/CAPES PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM TECNOLOGIAS AMBIENTAIS

EDITAL BOLSA PNPD/CAPES PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM TECNOLOGIAS AMBIENTAIS EDITAL BOLSA PNPD/CAPES PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM TECNOLOGIAS AMBIENTAIS 1. FINALIDADE 1.1. Abrir as inscrições e estabelecer as condições de seleção para ingresso como bolsista PNPD/CAPES no Programa

Leia mais

PROCESSO SELETIVO FUNCAMP Nº 342/2010

PROCESSO SELETIVO FUNCAMP Nº 342/2010 PROCESSO SELETIVO FUNCAMP Nº 342/2010 EDITAL DE PROCESSO SELETIVO PARA A CONTRATAÇÃO DE PESSOAL PARA A FUNDAÇÃO DE DESENVOLVIMENTO DA UNICAMP - FUNCAMP A Fundação de Desenvolvimento da Unicamp - FUNCAMP

Leia mais

SISTEMAS INTEGRADOS PARA GESTAO DE PESSOAS E DE PROCESSOS. Empresa XPTO 1

SISTEMAS INTEGRADOS PARA GESTAO DE PESSOAS E DE PROCESSOS. Empresa XPTO 1 Empresa XPTO 1 Desenvolvimento de Sistema Integrado de Informação para a área de Recrutamento e Seleção - Recursos Humanos Empresa XPTO Alunos: -------- -------- -------- -------- -------- Descrição da

Leia mais

COPPE Instituto Alberto Luiz Coimbra de Pós-Graduação e Pesquisa de Engenharia. PESC Programa de Engenharia de Sistemas e Computação

COPPE Instituto Alberto Luiz Coimbra de Pós-Graduação e Pesquisa de Engenharia. PESC Programa de Engenharia de Sistemas e Computação UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO DE JANEIRO COPPE Instituto Alberto Luiz Coimbra de Pós-Graduação e Pesquisa de Engenharia PESC Programa de Engenharia de Sistemas e Computação EDITAL UFRJ nº 234/2014 Processo

Leia mais

Associação Paulista para o Desenvolvimento da Medicina Saúde Indígena Convênios SPDM-MS/SESAI PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO SPDM MATRIZ Nº 012/2015

Associação Paulista para o Desenvolvimento da Medicina Saúde Indígena Convênios SPDM-MS/SESAI PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO SPDM MATRIZ Nº 012/2015 PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO SPDM MATRIZ Nº 012/2015 PROCESSO SELETIVO DE PROFISSIONAIS PARA TRABALHAREM NA SEDE ADMINISTRATIVA DO PROJETO DE SAÚDE INDÍGENA DA SPDM DEPARTAMENTO DE RECURSOS HUMANOS Cargos/Funções:

Leia mais

Professor de Ensino Fundamental II

Professor de Ensino Fundamental II PROFESSOR DE ENSINO FUNDAMENTAL II PROFESSOR/GEOGRAFIA Comunicado de Processo Seletivo Externo Nº 009/2016 para Provimento de Vaga para Contrato por Prazo Indeterminado O SESI Piauí, assessorado pelo IEL,

Leia mais

Departamento Regional do Piauí

Departamento Regional do Piauí INSTRUTOR DE ENSINO SUPERIOR - CONSTRUÇÃO CIVIL Comunicado de Processo Seletivo Externo Nº 002/2015 para Provimento de Vaga para Contrato por Prazo Indeterminado O Senai Piauí, assessorado pelo IEL, torna

Leia mais

EDITAL DO PROCESSO SELETIVO

EDITAL DO PROCESSO SELETIVO CURSO DE APRENDIZAGEM INDUSTRIAL CANDIDATOS FORMALMENTE ENCAMINHADOS POR EMPRESAS CONTRIBUINTES DO SENAI-SP 1SEM15 EDITAL DO PROCESSO SELETIVO 1. Das Inscrições 1.1 As inscrições para o processo seletivo

Leia mais

Procedimento Operacional

Procedimento Operacional 1/11 Nº revisão Descrição da Revisão 00 Elaboração inicial do documento 01 Revisão geral do documento 02 Adequação dos registros e padrões Adequação para o Sistema de Gestão Integrado, alteração do Item

Leia mais

PROCESSO SELETIVO DE EXECUTORES EDITAL Nº 01/2016

PROCESSO SELETIVO DE EXECUTORES EDITAL Nº 01/2016 PROCESSO SELETIVO DE EXECUTORES EDITAL Nº 01/2016 Campinas, 14 de fevereiro de 2016 Edital de Candidatura Processo Seletivo de Executores - 1º Semestre de 2016 Considerações iniciais A Estat Júnior - Consultoria

Leia mais

REGIMENTO DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO ACADÊMICA EM CIÊNCIAS DA SAÚDE DA SOCIEDADE BENEFICENTE ISRAELITA BRASILEIRA ALBERT EINSTEIN

REGIMENTO DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO ACADÊMICA EM CIÊNCIAS DA SAÚDE DA SOCIEDADE BENEFICENTE ISRAELITA BRASILEIRA ALBERT EINSTEIN REGIMENTO DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO ACADÊMICA EM CIÊNCIAS DA SAÚDE DA SOCIEDADE BENEFICENTE ISRAELITA BRASILEIRA ALBERT EINSTEIN CAPÍTULO I - DAS FINALIDADES Art. 1º O Programa de Pós-graduação Acadêmica

Leia mais

Programa de Treinamento de Profissionais de Aeroportos TREINAR

Programa de Treinamento de Profissionais de Aeroportos TREINAR PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA SECRETARIA DE AVIAÇÃO CIVIL SECRETARIA DE NAVEGAÇÃO AÉREA CIVIL Programa de Treinamento de Profissionais de Aeroportos TREINAR EDITAL Nº 04/2016 SENAV/SAC-PR A Secretaria de Navegação

Leia mais

Circular Interna. Transferência Ato de movimentar colaboradores entre as áreas do Instituto.

Circular Interna. Transferência Ato de movimentar colaboradores entre as áreas do Instituto. Circular Interna Emissor: Nº doc: Diretoria Administrativa Corporativa 101-2015 Data: 31/10/2014 Destinatário: Todas as unidades/contratos Assunto: Política de Recrutamento e Seleção OBJETIVO: Estabelecer

Leia mais

COMUNICADO DE ABERTURA DO PROCESSO DE RECRUTAMENTO E SELEÇÃO SENAC/SC Nº 499/2015 - II

COMUNICADO DE ABERTURA DO PROCESSO DE RECRUTAMENTO E SELEÇÃO SENAC/SC Nº 499/2015 - II COMUNICADO DE ABERTURA DO PROCESSO DE RECRUTAMENTO E SELEÇÃO SENAC/SC Nº 499/2015 - II O SENAC/SC Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial de Santa Catarina - torna público processo de recrutamento e

Leia mais

EDITAL 01/2016 RETIFICADO

EDITAL 01/2016 RETIFICADO EDITAL 01/2016 RETIFICADO Dispõe sobre a abertura de inscrições ao para as funções de Artesão, Auxiliar Administrativo, Auxiliar de Serviços Gerais, Enfermeiro, Fonoaudiólogo,Jornalista/Comunicação, Músico,

Leia mais

Edital PIBID/UNISC nº 02/2015 Processo Seletivo de Bolsistas de Supervisão

Edital PIBID/UNISC nº 02/2015 Processo Seletivo de Bolsistas de Supervisão Edital PIBID/UNISC nº 02/2015 Processo Seletivo de Bolsistas de Supervisão 1 DAS NORMAS GERAIS 1.1 O Programa Institucional de Bolsa de Iniciação à Docência (PIBID/CAPES) visa fomentar a iniciação à docência

Leia mais

REGULAMENTO PARA PARTICIPAÇÃO NO CURSO DE FORMAÇÃO E CERTIFICAÇÃO EM GERENCIAMENTO DE PROJETO

REGULAMENTO PARA PARTICIPAÇÃO NO CURSO DE FORMAÇÃO E CERTIFICAÇÃO EM GERENCIAMENTO DE PROJETO REGULAMENTO PARA PARTICIPAÇÃO NO CURSO DE FORMAÇÃO E CERTIFICAÇÃO EM GERENCIAMENTO DE PROJETO 1. APRESENTAÇÃO Este regulamento apresenta as regras e os critérios estabelecidos pelo Núcleo de Gestão do

Leia mais

Sugestões Apresentadas pelos funcionários da USP para a nova carreira

Sugestões Apresentadas pelos funcionários da USP para a nova carreira Sugestões Apresentadas pelos funcionários da USP para a nova carreira Criar um link na página do DRH para responder a todas as dúvidas. Aguardar um tempo para que a nova carreira seja regulamentada junto

Leia mais

Ter experiência mínima de 1 (um) ano no magistério (exercer ou ter exercido a profissão no Ensino Fundamental, Ensino Médio ou Superior)*.

Ter experiência mínima de 1 (um) ano no magistério (exercer ou ter exercido a profissão no Ensino Fundamental, Ensino Médio ou Superior)*. MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO RIO GRANDE DO SUL Campus Rio Grande REDE ESCOLA TÉCNICA ABERTA DO BRASIL (e-tec BRASIL) EDITAL Nº 01, DE 13 DE AGOSTO DE 2014

Leia mais