Excelências, Senhores Convidados, nacionais e estrangeiros, Senhores Congressistas, Carlos Colegas, Minhas Senhoras e meus Senhores,

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Excelências, Senhores Convidados, nacionais e estrangeiros, Senhores Congressistas, Carlos Colegas, Minhas Senhoras e meus Senhores,"

Transcrição

1 Excelências, Senhores Convidados, nacionais e estrangeiros, Senhores Congressistas, Carlos Colegas, Minhas Senhoras e meus Senhores, A Associação Sindical dos Funcionários de Investigação Criminal da Polícia Judiciária - ASFIC/PJ - representante dos investigadores criminais que constituem o Órgão Superior de Polícia Criminal, que é a Polícia Judiciária - decidiu passar a promover e a organizar por triénio, um Congresso de Investigação Criminal, de cariz puramente profissional e académico/científico, visando o estudo, reflexão e formação, sobre uma temática pertinente e actual da área da Justiça. Para a realização deste evento e porque quanto maior for a participação de entidades externas à PJ, maior será a riqueza da discussão e mais aprofundadas serão as suas conclusões, promoverá sempre que possível a constituição de parcerias com entidades públicas e privadas com interesse na matéria, nomeadamente os demais operadores Judiciais, bem como as Academias. Inicia-se neste momento o primeiro destes congressos. Nele pretendemos debater, sem quaisquer preconceitos ou dogmas, recorrendo à presença de alguns dos maiores especialistas nacionais e internacionais, algumas matérias que, em nossa opinião, carecem de uma análise mais profunda. 1

2 Este 1º Congresso tem indubitavelmente o mérito de procurar através do direito comparado, avaliar criticamente o modelo português de Investigação Criminal visando a sua optimização e eficácia, proporcionando a todos os intervenientes um espaço privilegiado não só para a reflexão e discussão, mas também para o diálogo entre os principais actores da justiça, nomeadamente; - Os académicos especializados na matéria, - Os operadores da área da Justiça, onde muito justamente nos integramos, - E os detentores da decisão política. O perfil organizacional, técnico e legal da polícia de investigação criminal mudou substancialmente nas últimas décadas. Os desafios que hoje se nos colocam são completamente diferentes, daqueles que hà não muito tempo se nos deparavam. O nosso trabalho, teve por esse motivo de acompanhar as vertiginosas mutações sociais, em especial dos fenómenos criminais, sendo que, para conseguir manter índices minimamente aceitáveis de eficácia na resposta a essas solicitações, tivemos de procurar adquirir um elevado grau de especialização, para onde convergem contributos dos mais variados saberes científicos, nomeadamente, do direito, da economia, da informática, da criminologia, da sociologia, da psicologia, da biologia, da física, da medicina legal, das tecnologias de informação, etc. Todavia, se o perfil técnico é a marca indelével do investigador criminal dos nossos dias, não podemos deixar de sublinhar o seu lado mais esquecido, que é o do POLICIA, o de um combatente em batalhas diárias contra uma criminalidade cada vez mais complexa, organizada e violenta. 2

3 A actividade policial, nomeadamente na área da investigação criminal, tem de ser suportada no saber cientifico, mas não podemos em momento algum deixar de pensar nas pessoas. São elas que, com a sua dedicação a esta causa, consequem chegar aos resultados que todos pretendemos. E não haja ilusões, ESTA É UMA PROFISSÃO DIFÍCIL, EXIGENTE E SOFRIDA, QUE OBRIGA A MUITOS SACRIFÍCIOS PESSOAIS E FAMILIARES, ONDE SE SOFRE COM O INSUSSESSO E QUE EXIGE UMA DEDICAÇÃO EXCLUSIVA. MAS TAMBÉM É PRINCIPALMENTE POR TUDO ISTO QUE GOSTAMOS DE SER POLÍCIAS. Mesmo em tempos de maior paz social, nem o cidadão comum, nem muito menos o poder político, se deveriam esquecer (mas esquecem) destes milhares de homens e de mulheres que, cada vez com maior frequência, se vêem forçados a empunhar uma arma para garantir a aplicação da lei, a defesa do estado de direito democrático, sendo que, para conseguir este desiderato, colocam muitas vezes em perigo a própria vida. Este grupo de pessoas, coloca todos os dias, ao dispor do seu concidadão, o seu bem mais precioso, ou seja, a sua própria vida. Estamos, cientes de que os sistemas policiais, na sua diversidade, representam nas democracias modernas um importante e fulcral contributo na administração da Justiça e, em particular, na prevenção e investigação criminal. Pretendemos com este evento, dentro da nossa postura tradicional, sempre aberta à mudança e há evolução, colaborar na busca das melhores soluções, contribuir para a clarificação e aprofundamento das matérias em estudo, assim promovendo também a evolução, modernização e prestígio da Investigação Criminal no seu todo, e muito em particular da Polícia Judiciária. 3

4 Num momento particularmente difícil, onde estranhamente os ventos que sopram, relativamente à coordenação policial, parece quererem sujeitar a investigação criminal a regras que há muito caíram em desuso em países considerados do terceiro mundo, onde se parece querer subordinar a cada vez mais complexa investigação criminal a regras puramente militares ou pramilitares, como a organização administrativa e territorial do país, parecendo haver quem lute, não por critérios de eficácia, mas Quintas e Capelas, onde possam livremente exercer o seu mando. Esperamos seriamente que o bom sendo prevaleça, que não se criem conflitos onde eles não existem, e que a investigação criminal continue, conforme imperativo constitucional, a ser o mais importante vector da actividade policial, subordinada funcionalmente apenas ao independente poder judicial, mais concretamente ao Ministério Público. Corremos o risco de um destes dias virmos todos a assistir à uma qualquer discussão cientifica sobre de quem é a competência territorial nas Berlengas ou nas Desertas, para sabermos quem nos autorizará a iniciar ali uma qualquer investigação criminal. A situação em si, até seria cómica, se não fosse séria, mito séria mesmo e por isso trágica. É um facto por todos nós adquirido, que até ao momento presente, nunca a Justiça foi propriamente uma prioridade em Portugal. Esta situação a verificar-se trará com toda a certeza, uma maior subalternização da Justiça, uma vez que os resultados da IC, principalmente no que diz respeito à recolha da prova, seriam gravemente afectados, por serem secundarizados. 4

5 Na defesa destes valores, cerraremos todos fileiras, porque mais do que defender a Polícia Judiciária, estamos a defender a continuidade do Estado de Direito Democrático. E nesta questão, como de resto em todas as outras, conforme é nosso apanágio, podem acreditar que estamos mesmo todos bem unidos, atrevo-me a afirmar, institucionalmente UNIDOS. Concluo, agradecendo a prestimosa colaboração quer das entidades que prestigiaram o 1º Congresso de Investigação Criminal com o seu apoio institucional: MJ, PJ, ISPJCC, CEJ, OA, Universidade Católica Portuguesa, Faculdade Direito da Universidade do Porto, Sociedade Portuguesa de Criminologia e Escola de Criminologia, quer das empresas que patrocinaram e tornaram possível este evento e destas não posso deixar de referir a Editora GAILIVRO, pelo relevante apoio, ao assegurar a publicação e distribuição do Livro de actas deste Congresso. Em nome da ASFIC/PJ o nosso muito obrigado a todos os oradores neste evento que prontamente aceitaram este nosso desafio. Um muito obrigado também a todos aqueles que estão hoje aqui presentes e que por isso muito nos honraram com a sua presença. Por fim, um grande Bem-haja a todos aqueles que contribuíram para que este evento fosse uma realidade. OBRIGADO. O Presidente da ASFIC/PJ Carlos Anjos 5

INTERVENÇÃO DE SUA EXCELÊNCIA O MINISTRO DAS OBRAS PÚBLICAS, TRANSPORTES E COMUNICAÇÕES. Eng. Mário Lino. Cerimónia de Abertura do WTPF-09

INTERVENÇÃO DE SUA EXCELÊNCIA O MINISTRO DAS OBRAS PÚBLICAS, TRANSPORTES E COMUNICAÇÕES. Eng. Mário Lino. Cerimónia de Abertura do WTPF-09 INTERVENÇÃO DE SUA EXCELÊNCIA O MINISTRO DAS OBRAS PÚBLICAS, TRANSPORTES E COMUNICAÇÕES Eng. Mário Lino Cerimónia de Abertura do WTPF-09 Centro de Congressos de Lisboa, 22 de Abril de 2009 (vale a versão

Leia mais

Vítor Caldeira. Presidente do Tribunal de Contas Europeu

Vítor Caldeira. Presidente do Tribunal de Contas Europeu Os Tribunais de Contas e os desafios do futuro Vítor Caldeira Presidente do Tribunal de Contas Europeu Sessão solene comemorativa dos 160 anos do Tribunal de Contas Lisboa, 13 de Julho de 2009 ECA/09/46

Leia mais

DISCURSO DE SUA EXCELÊNCIA O PRIMEIRO-MINISTROMINISTRO DR. RUI MARIA DE ARAÚJO POR OCASIÃO DO 15º ANIVERSÁRIO DA POLÍCIA NACIONAL DE TIMOR-LESTE

DISCURSO DE SUA EXCELÊNCIA O PRIMEIRO-MINISTROMINISTRO DR. RUI MARIA DE ARAÚJO POR OCASIÃO DO 15º ANIVERSÁRIO DA POLÍCIA NACIONAL DE TIMOR-LESTE DISCURSO DE SUA EXCELÊNCIA O PRIMEIRO-MINISTROMINISTRO DR. RUI MARIA DE ARAÚJO POR OCASIÃO DO 15º ANIVERSÁRIO DA POLÍCIA NACIONAL DE TIMOR-LESTE Centro de Formação da Polícia em Comoro, Díli 27 de Março

Leia mais

Intervenção de Sua Excelência. o Presidente da República Portuguesa. na Comissão Económica para a América. Latina e Caraíbas - CEPAL

Intervenção de Sua Excelência. o Presidente da República Portuguesa. na Comissão Económica para a América. Latina e Caraíbas - CEPAL Intervenção de Sua Excelência o Presidente da República Portuguesa na Comissão Económica para a América Latina e Caraíbas - CEPAL Santiago do Chile, 7 de Novembro de 2007 Senhor Secretário Executivo da

Leia mais

Exmo. Senhor Presidente do Pelouro do Trabalho da Confederação das Associações Económicas de Moçambique,

Exmo. Senhor Presidente do Pelouro do Trabalho da Confederação das Associações Económicas de Moçambique, Senhores Membros do Conselho de Ministros Excelências, Exmo. Senhor Presidente do Pelouro do Trabalho da Confederação das Associações Económicas de Moçambique, Exmo Senhor Secretário-geral da Organização

Leia mais

Segredo Profissional. Revista do VI Congresso dos Advogados Portugueses. José Pedro AGUIAR-BRANCO Advogado

Segredo Profissional. Revista do VI Congresso dos Advogados Portugueses. José Pedro AGUIAR-BRANCO Advogado Segredo Profissional Revista do VI Congresso dos Advogados Portugueses José Pedro AGUIAR-BRANCO Advogado Porto, 22 de Setembro de 2005 Segredo de Justiça Se o Mercado, sem o direito, é uma selva, uma Sociedade,

Leia mais

3 de Julho 2007 Centro Cultural de Belém, Lisboa

3 de Julho 2007 Centro Cultural de Belém, Lisboa Intervenção do Ministro da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, José Mariano Gago na abertura da Sessão pública de apresentação das actividades do Conselho Europeu de Investigação (ERC) 3 de Julho 2007

Leia mais

MINISTÉRIO DOS NEGÓCIOS ESTRANGEIROS

MINISTÉRIO DOS NEGÓCIOS ESTRANGEIROS MINISTÉRIO DOS NEGÓCIOS ESTRANGEIROS Sessão Pública: Coerência das Políticas: O Desafio do Desenvolvimento Auditório Novo da Assembleia da República 19 de Janeiro de 2011 Apresentação Pública do Exame

Leia mais

É precisamente nestas alturas que temos de equacionar todos os meios possíveis para tornar viáveis, nomeadamente, os museus.

É precisamente nestas alturas que temos de equacionar todos os meios possíveis para tornar viáveis, nomeadamente, os museus. Museus Novos produtos para novos públicos António Ponte Paço dos Duques de Bragança PORTO, 2011-11-07 Ao iniciar esta apresentação quero agradecer o convite que nos foi endereçado para apresentar a situação

Leia mais

2.º Congresso Internacional da Habitação no Espaço Lusófono - 2.º CIHEL

2.º Congresso Internacional da Habitação no Espaço Lusófono - 2.º CIHEL 2.º Congresso Internacional da Habitação no Espaço Lusófono - 2.º CIHEL Tópicos de Intervenção* *(Só faz fé o discurso efectivamente proferido) Embaixador Isaac Murade Murargy Secretário Executivo da Comunidade

Leia mais

Dia de Portugal, de Camões e das Comunidades Portuguesas 10 de Junho de 2010

Dia de Portugal, de Camões e das Comunidades Portuguesas 10 de Junho de 2010 INTERVENÇÃO DO SENHOR PRESIDENTE DA CÂMARA MUNICIPAL DE OEIRAS Dr. Isaltino Afonso Morais Dia de Portugal, de Camões e das Comunidades Portuguesas 10 de Junho de 2010 LOCAL: Figueirinha, Oeiras REALIZADO

Leia mais

ESPAÇO(S) E COMPROMISSOS DA PROFISSÃO

ESPAÇO(S) E COMPROMISSOS DA PROFISSÃO ESPAÇO(S) E COMPROMISSOS DA PROFISSÃO 18 de Novembro de 2010 Teatro Municipal de Almada Senhora Presidente da Associação dos Profissionais de Serviços Social, Dr.ª Fernanda Rodrigues Senhoras e Senhores

Leia mais

RELATÓRIO DE AVALIAÇÃO DE PORTUGAL 5º CICLO CRIMINALIDADE FINANCEIRA E INVESTIGAÇÕES FINANCEIRAS

RELATÓRIO DE AVALIAÇÃO DE PORTUGAL 5º CICLO CRIMINALIDADE FINANCEIRA E INVESTIGAÇÕES FINANCEIRAS RELATÓRIO DE AVALIAÇÃO DE PORTUGAL 5º CICLO CRIMINALIDADE FINANCEIRA E INVESTIGAÇÕES FINANCEIRAS Muito obrigado Senhor Presidente. E muito bom dia a todos os colegas! Considerando que esta é a minha primeira

Leia mais

Transcrição de Entrevista n º 24

Transcrição de Entrevista n º 24 Transcrição de Entrevista n º 24 E Entrevistador E24 Entrevistado 24 Sexo Feminino Idade 47 anos Área de Formação Engenharia Sistemas Decisionais E - Acredita que a educação de uma criança é diferente

Leia mais

Por Uma Questão de Igualdade

Por Uma Questão de Igualdade Por Uma Questão de Igualdade Senhor Presidente Senhoras e Senhores Deputados Senhoras e Senhores membros do Governo Nos últimos 5 anos a Juventude Socialista tem vindo a discutir o direito ao Casamento

Leia mais

EMPREENDEDORISMO: O CONTEXTO NACIONAL

EMPREENDEDORISMO: O CONTEXTO NACIONAL EMPREENDEDORISMO: O CONTEXTO NACIONAL Entrevista com Eng.º Victor Sá Carneiro N uma época de grandes transformações na economia dos países, em que a temática do Empreendedorismo assume uma grande relevância

Leia mais

I ENCONTRO NACIONAL DAS EMPRESAS DO SECTOR DA CONSTRUÇÃO E IMOBILIÁRIO Lisboa, 5 de Junho de 2012

I ENCONTRO NACIONAL DAS EMPRESAS DO SECTOR DA CONSTRUÇÃO E IMOBILIÁRIO Lisboa, 5 de Junho de 2012 I ENCONTRO NACIONAL DAS EMPRESAS DO SECTOR DA CONSTRUÇÃO E IMOBILIÁRIO Lisboa, 5 de Junho de 2012 Intervenção do Presidente da Direcção da APEGAC Associação Portuguesa da Empresas de Gestão e Administração

Leia mais

DISCURSO ABERTURA DO SEMINÁRIO DA OISC CPLP HOTEL PESTANA, 10 DE JUNHO DE 2013, SUA EXCELÊNCIA O PRESIDENTE DA ASSEMBLEIA NACIONAL;

DISCURSO ABERTURA DO SEMINÁRIO DA OISC CPLP HOTEL PESTANA, 10 DE JUNHO DE 2013, SUA EXCELÊNCIA O PRESIDENTE DA ASSEMBLEIA NACIONAL; DISCURSO ABERTURA DO SEMINÁRIO DA OISC CPLP HOTEL PESTANA, 10 DE JUNHO DE 2013, SUA EXCELÊNCIA O PRESIDENTE DA REPÚBLICA; SUA EXCELÊNCIA O PRESIDENTE DA ASSEMBLEIA NACIONAL; MERITÍSSIMO JUIZ CONSELHEIRO

Leia mais

Exmº Sr. Director das Relações Internacionais da Associación de la Magistratura

Exmº Sr. Director das Relações Internacionais da Associación de la Magistratura Exmº Sr. Presidente da ASJP, Conselheiro Mouraz Lopes Exmº Sr. Director das Relações Internacionais da Associación de la Magistratura de Espanha, Dr. Francisco Silla Sanchis Exm.ºs Conferencistas Exm.ºs

Leia mais

PRÁTICAS EDUCATIVAS E APRENDIZAGENS FORMAIS E INFORMAIS: ENCONTROS ENTRE CIDADE, ESCOLA E FORMAÇÃO DE PROFESSORES

PRÁTICAS EDUCATIVAS E APRENDIZAGENS FORMAIS E INFORMAIS: ENCONTROS ENTRE CIDADE, ESCOLA E FORMAÇÃO DE PROFESSORES PRÁTICAS EDUCATIVAS E APRENDIZAGENS FORMAIS E INFORMAIS: ENCONTROS ENTRE CIDADE, ESCOLA E FORMAÇÃO DE PROFESSORES Bravo Nico Universidade de Évora 1. INTRODUÇÃO Aprendemos em qualquer circunstância. Aprendemos

Leia mais

Díli, Timor-Leste. 14 a 17 de abril de 2015 SEMINÁRIO. «Plano Estratégico de Cooperação Multilateral no Domínio da Educação da CPLP (2015-2020)»

Díli, Timor-Leste. 14 a 17 de abril de 2015 SEMINÁRIO. «Plano Estratégico de Cooperação Multilateral no Domínio da Educação da CPLP (2015-2020)» I Reunião Extraordinária de Ministros da Educação da CPLP Díli, Timor-Leste 14 a 17 de abril de 2015 SEMINÁRIO «Plano Estratégico de Cooperação Multilateral no Domínio da Educação da CPLP (2015-2020)»

Leia mais

1. Tradicionalmente, a primeira missão do movimento associativo é a de defender os

1. Tradicionalmente, a primeira missão do movimento associativo é a de defender os A IMPORTÂNCIA DO MOVIMENTO ASSOCIATIVO NA DINAMIZAÇÃO DA ACTIVIDADE EMPRESARIAL 1. Tradicionalmente, a primeira missão do movimento associativo é a de defender os interesses das empresas junto do poder

Leia mais

Guidelines COMUNICAÇÃO INTERPROFISSIONAL E PARTILHA DE INFORMAÇÃO

Guidelines COMUNICAÇÃO INTERPROFISSIONAL E PARTILHA DE INFORMAÇÃO Prefácio A criação da Ordem dos Psicólogos Portugueses pela lei 57/2008 de 4 de Setembro, bem como a elaboração e aprovação do Código Deontológico dos Psicólogos Portugueses em 25 de Março de 2011, responderam

Leia mais

Os temas de eleição têm mudado de FÓRUM para FÓRUM, em função dos interesses mais evidentes em cada ano.

Os temas de eleição têm mudado de FÓRUM para FÓRUM, em função dos interesses mais evidentes em cada ano. FÓRUM DO TURISMO 2015 A CCIPD vem, há já alguns anos, a organizar o FÓRUM do turismo sob a competente e empenhada liderança da Comissão Especializada desta área. Faço aqui o meu reconhecimento público

Leia mais

Protocolo Facultativo à Convenção sobre os Direitos da Criança relativo à venda de crianças, prostituição e pornografia infantis

Protocolo Facultativo à Convenção sobre os Direitos da Criança relativo à venda de crianças, prostituição e pornografia infantis Protocolo Facultativo à Convenção sobre os Direitos da Criança relativo à venda de crianças, prostituição e pornografia infantis Os Estados Partes no presente Protocolo, Considerando que, para melhor realizar

Leia mais

(Actos legislativos) DIRECTIVAS

(Actos legislativos) DIRECTIVAS 26.10.2010 Jornal Oficial da União Europeia L 280/1 I (Actos legislativos) DIRECTIVAS DIRECTIVA 2010/64/UE DO PARLAMENTO EUROPEU E DO CONSELHO de 20 de Outubro de 2010 relativa ao direito à interpretação

Leia mais

Ministério do Interior, aprimorando estratégias para o reforço da paz, segurança e tranquilidade públicas

Ministério do Interior, aprimorando estratégias para o reforço da paz, segurança e tranquilidade públicas Ministério do Interior, aprimorando estratégias para o reforço da paz, segurança e tranquilidade públicas Discurso de Sua Excelência Filipe Jacinto Nyusi, Presidente da República de Moçambique, Comandante-Chefe

Leia mais

INTERVENÇÃO DE S.EXA. O SECRETÁRIO DE ESTADO DO TURISMO, DR.BERNARDO TRINDADE, NA SESSÃO DE ABERTURA DO XXXIII CONGRESSO DA APAVT

INTERVENÇÃO DE S.EXA. O SECRETÁRIO DE ESTADO DO TURISMO, DR.BERNARDO TRINDADE, NA SESSÃO DE ABERTURA DO XXXIII CONGRESSO DA APAVT INTERVENÇÃO DE S.EXA. O SECRETÁRIO DE ESTADO DO TURISMO, DR.BERNARDO TRINDADE, NA SESSÃO DE ABERTURA DO XXXIII CONGRESSO DA APAVT TURISMO: TENDÊNCIAS E SOLUÇÕES Exmos. Senhores Conferencistas, Antes de

Leia mais

Sua Excelência o Senhor Presidente da República de Cabo Verde. O Senhor Presidente da Assembleia Municipal da Boa Vista

Sua Excelência o Senhor Presidente da República de Cabo Verde. O Senhor Presidente da Assembleia Municipal da Boa Vista Cumprimento e Saúdo, Sua Excelência o Senhor Presidente da República de Cabo Verde Os Senhores Deputados da Nação O Senhor Presidente da Assembleia Municipal da Boa Vista O Senhor Presidente da Câmara

Leia mais

CONFERÊNCIA DOS MINISTROS DO TRABALHO E SEGURANÇA SOCIAL E DOS ASSUNTOS SOCIAIS DA CPLP

CONFERÊNCIA DOS MINISTROS DO TRABALHO E SEGURANÇA SOCIAL E DOS ASSUNTOS SOCIAIS DA CPLP CONFERÊNCIA DOS MINISTROS DO TRABALHO E SEGURANÇA SOCIAL E DOS ASSUNTOS SOCIAIS DA CPLP INTERVENÇÃO DO SENHOR EMBAIXADOR DOMINGOS DIAS PEREIRA MASCARENHAS, CHEFE DA DELEGAÇÃO, SOBRE O TEMA CENTRAL OS DESAFIOS

Leia mais

SECRETÁRIA DE ESTADO ADJUNTA E DA DEFESA NACIONAL. Ciberespaço: Liderança, Segurança e Defesa na Sociedade em Rede

SECRETÁRIA DE ESTADO ADJUNTA E DA DEFESA NACIONAL. Ciberespaço: Liderança, Segurança e Defesa na Sociedade em Rede INTERVENÇÃO DA SECRETÁRIA DE ESTADO ADJUNTA E DA DEFESA NACIONAL BERTA DE MELO CABRAL 7º EIN Simpósio Internacional Ciberespaço: Liderança, Segurança e Defesa na Sociedade em Rede Lisboa, Academia Militar,

Leia mais

DISCURSO DE ENCERRAMENTO DO III SEMINÁRIO DA OISC CPLP HOTEL PESTANA, 12 DE JUNHO DE 2013, MERITÍSSIMO JUIZ CONSELHEIRO DR.

DISCURSO DE ENCERRAMENTO DO III SEMINÁRIO DA OISC CPLP HOTEL PESTANA, 12 DE JUNHO DE 2013, MERITÍSSIMO JUIZ CONSELHEIRO DR. DISCURSO DE ENCERRAMENTO DO III SEMINÁRIO DA OISC CPLP HOTEL PESTANA, 12 DE JUNHO DE 2013, MERITÍSSIMO JUIZ CONSELHEIRO DR. CLAUDIO XIMENES; PRESIDENTE DO TRIBUNAL DE RECURSO DA REPÚBLICA DEMOCRÁTICA DO

Leia mais

REPÚBLICA DE MOÇAMBIQUE MINISTÉRIO DO TRABALHO, EMPREGO E SEGURANÇA SOCIAL

REPÚBLICA DE MOÇAMBIQUE MINISTÉRIO DO TRABALHO, EMPREGO E SEGURANÇA SOCIAL REPÚBLICA DE MOÇAMBIQUE MINISTÉRIO DO TRABALHO, EMPREGO E SEGURANÇA SOCIAL INTERVENÇÃO DE SUA EXCELÊNCIA A MINISTRA DO TRABALHO, EMPREGO E SEGURANÇA SOCIAL. SEMINÁRIO SOBRE EMPRESAS EUROPEIAS E AS QUESTÕES

Leia mais

SEMANA DA RESPONSABILIDADE SOCIAL REGENERAÇÃO URBANA E RESPONSABILIDADE SOCIAL NA INTERNACIONALIZAÇÃO

SEMANA DA RESPONSABILIDADE SOCIAL REGENERAÇÃO URBANA E RESPONSABILIDADE SOCIAL NA INTERNACIONALIZAÇÃO SEMANA DA RESPONSABILIDADE SOCIAL REGENERAÇÃO URBANA E RESPONSABILIDADE SOCIAL NA INTERNACIONALIZAÇÃO Começo por saudar os presentes e agradecer a disponibilidade demonstrada pelos distintos oradores que

Leia mais

As decisões intermédias na jurisprudência constitucional portuguesa

As decisões intermédias na jurisprudência constitucional portuguesa As decisões intermédias na jurisprudência constitucional portuguesa MARIA LÚCIA AMARAL * Introdução 1. Agradeço muito o convite que me foi feito para participar neste colóquio luso-italiano de direito

Leia mais

CONFERÊNCIA ENERGIA NUCLEAR O debate necessário. Lisboa, 22 de Fevereiro de 2006. Senhor Director Geral Responsável pela Energia Nuclear da UE

CONFERÊNCIA ENERGIA NUCLEAR O debate necessário. Lisboa, 22 de Fevereiro de 2006. Senhor Director Geral Responsável pela Energia Nuclear da UE CONFERÊNCIA ENERGIA NUCLEAR O debate necessário Lisboa, 22 de Fevereiro de 2006 Senhor Director Geral Responsável pela Energia Nuclear da UE Caros Colegas Co-organizadores desta Conferencia Minhas Senhoras

Leia mais

MINISTÉRIO DOS NEGóCIOS ESTRANGEIROS DIRECÇÃO GERAL DOS ASSUNTOS MULTILATERAIS Direcção de Serviços das Organizações Económicas Internacionais

MINISTÉRIO DOS NEGóCIOS ESTRANGEIROS DIRECÇÃO GERAL DOS ASSUNTOS MULTILATERAIS Direcção de Serviços das Organizações Económicas Internacionais MINISTÉRIO DOS NEGóCIOS ESTRANGEIROS DIRECÇÃO GERAL DOS ASSUNTOS MULTILATERAIS Direcção de Serviços das Organizações Económicas Internacionais Intervenção de SEXA o Secretário de Estado Adjunto do Ministro

Leia mais

Intervenção do presidente da Federação Portuguesa de Futebol, Dr. Fernando Gomes 26.08.2014

Intervenção do presidente da Federação Portuguesa de Futebol, Dr. Fernando Gomes 26.08.2014 Intervenção do presidente da Federação Portuguesa de Futebol, Dr. Fernando Gomes 26.08.2014 Há exatamente dois meses a Seleção Nacional A efetuou o seu último jogo no Campeonato do Mundo disputado no Brasil.

Leia mais

iniciar uma experiência fortemente inovadora e que possa ter um impacto sistémico relevante

iniciar uma experiência fortemente inovadora e que possa ter um impacto sistémico relevante ICBAS Agradeço o convite para a celebração dos 40 anos do ICBAS, o qual tem particular significado para mim devido à minha participação nas fases iniciais do projeto, quer como docente, quer como diretor

Leia mais

REPÚBLICA DE MOÇAMBIQUE

REPÚBLICA DE MOÇAMBIQUE REPÚBLICA DE MOÇAMBIQUE INTERVENÇÃO DE SUA EXCELÊNCIA, IOLANDA CINTURA SEUANE, MINISTRA DA MULHER E DA ACÇÃO SOCIAL DE MOÇAMBIQUE SOBRE O TEMA DESAFIOS DA PROTECÇÃO SOCIAL PARA ALCANÇAR A SEGURANÇA ALIMENTAR

Leia mais

Discurso do Presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, durante cerimônia de assinatura de atos e declaração à imprensa

Discurso do Presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, durante cerimônia de assinatura de atos e declaração à imprensa , Luiz Inácio Lula da Silva, durante cerimônia de assinatura de atos e declaração à imprensa Porto Príncipe-Haiti, 28 de maio de 2008 Meu caro amigo, presidente René Préval, presidente da República do

Leia mais

O novo regime jurídico de habilitação para a docência: Uma crítica

O novo regime jurídico de habilitação para a docência: Uma crítica O novo regime jurídico de habilitação para a docência: Uma crítica Ramiro Marques O novo regime jurídico da habilitação para a docência (Decreto Lei nº 43/2007 de 2/2), ao espartilhar o plano de estudos

Leia mais

O que são Direitos Humanos?

O que são Direitos Humanos? O que são Direitos Humanos? Técnico comercial 4 (1º ano) Direitos Humanos são os direitos e liberdades básicas de todos os seres humanos. O principal objetivo dos Direitos Humanos é tratar cada indivíduo

Leia mais

ENSINAR É INVESTIGAR,

ENSINAR É INVESTIGAR, Comunicação ao Encontro de Professores "Ensinar é Investigar. Investigação e Formação de Professores", promovido pela Associação de Professores Ensinar é Investigar. 08 de Fevereiro de 1996. Faculdade

Leia mais

Sessão Solene de abertura do Ano Judicial Supremo Tribunal de Justiça 8 de outubro de 2015

Sessão Solene de abertura do Ano Judicial Supremo Tribunal de Justiça 8 de outubro de 2015 Sessão Solene de abertura do Ano Judicial Supremo Tribunal de Justiça 8 de outubro de 2015 1. Ao longo da legislatura que agora termina, fiz sempre questão de enfatizar, em todas as sessões de abertura

Leia mais

Senhor Diretor Nacional da Polícia de Segurança Pública, Senhor Diretor do Instituto de Ciências Policiais e Segurança Interna,

Senhor Diretor Nacional da Polícia de Segurança Pública, Senhor Diretor do Instituto de Ciências Policiais e Segurança Interna, Discurso Cerimónia de Abertura Solene do Ano Académico 2012/2013 (ISCPSI 20 NOV 12) Senhor Diretor Nacional da Polícia de Segurança Pública, Senhor Diretor do Instituto de Ciências Policiais e Segurança

Leia mais

PROTOCOLO DE COLABORAÇÃO. Entre O INSTITUTO SUPERIOR DE CIÊNCIAS DA ADMINISTRAÇÃO. e O SINDICATO DOS OFICIAIS DE JUSTIÇA

PROTOCOLO DE COLABORAÇÃO. Entre O INSTITUTO SUPERIOR DE CIÊNCIAS DA ADMINISTRAÇÃO. e O SINDICATO DOS OFICIAIS DE JUSTIÇA PROTOCOLO DE COLABORAÇÃO Entre O INSTITUTO SUPERIOR DE CIÊNCIAS DA ADMINISTRAÇÃO e O SINDICATO DOS OFICIAIS DE JUSTIÇA Considerando que: 1. A mudança política, social, cultural, económica e tecnológica,

Leia mais

Na entrega dos diplomas de mestrado no Lubango (Angola)

Na entrega dos diplomas de mestrado no Lubango (Angola) Na entrega dos diplomas de mestrado no Lubango (Angola) Senhor Governador da Huíla Senhor Reitor da Universidade Agostinho Neto Senhor Reitor da Universidade Mandume Ya Ndemufayo Senhor Vice-Reitor da

Leia mais

IV Fórum do Sector Segurador e Fundos de Pensões. Lisboa, 15 de Abril de 2009

IV Fórum do Sector Segurador e Fundos de Pensões. Lisboa, 15 de Abril de 2009 IV Fórum do Sector Segurador e Fundos de Pensões Lisboa, 15 de Abril de 2009 Foi com todo o gosto e enorme interesse que aceitei o convite do Diário Económico para estar presente neste IV Fórum do sector

Leia mais

Ética no exercício da Profissão

Ética no exercício da Profissão Titulo: Ética no exercício da Profissão Caros Colegas, minhas Senhoras e meus Senhores, Dr. António Marques Dias ROC nº 562 A nossa Ordem tem como lema: Integridade. Independência. Competência. Embora

Leia mais

INOVAÇÃO PORTUGAL PROPOSTA DE PROGRAMA

INOVAÇÃO PORTUGAL PROPOSTA DE PROGRAMA INOVAÇÃO PORTUGAL PROPOSTA DE PROGRAMA FACTORES CRÍTICOS DE SUCESSO DE UMA POLÍTICA DE INTENSIFICAÇÃO DO PROCESSO DE INOVAÇÃO EMPRESARIAL EM PORTUGAL E POTENCIAÇÃO DOS SEUS RESULTADOS 0. EXPOSIÇÃO DE MOTIVOS

Leia mais

22 de Maio de 2013 Centro de Congressos de Lisboa, Auditório II. Discurso de abertura

22 de Maio de 2013 Centro de Congressos de Lisboa, Auditório II. Discurso de abertura SEMINÁRIO IDE EM PORTUGAL (Atrair Capitais para Criar Emprego) 22 de Maio de 2013 Centro de Congressos de Lisboa, Auditório II Discurso de abertura Nunca, como hoje, foi tão evidente que atingir níveis

Leia mais

A ACÇÃO EXECUTIVA E A INUTILIDADE SUPERVENIENTE DA LIDE

A ACÇÃO EXECUTIVA E A INUTILIDADE SUPERVENIENTE DA LIDE compilações doutrinais VERBOJURIDICO A ACÇÃO EXECUTIVA E A INUTILIDADE SUPERVENIENTE DA LIDE VÍTOR PACHECO ADVOGADO ESTAGIÁRIO verbojuridico NOVEMBRO 2008 2 : A ACÇÃO EXECUTIVA E A INUTILIDADE SUPERVENIENTE

Leia mais

EMBAIXADA DA REPÚBLICA DE ANGOLA NO ESTADO DE ISRAEL GABINETE DO EMBAIXADOR www.angolaembassy.org.il

EMBAIXADA DA REPÚBLICA DE ANGOLA NO ESTADO DE ISRAEL GABINETE DO EMBAIXADOR www.angolaembassy.org.il EMBAIXADA DA REPÚBLICA DE ANGOLA NO ESTADO DE ISRAEL GABINETE DO EMBAIXADOR www.angolaembassy.org.il DISCURSO PROFERIDO POR SUA EXCELÊNCIA O SR. ALMIRANTE FELICIANO ANTÓNIO DOS SANTOS, EMBAIXADOR DA REPÚBLICA

Leia mais

Casa do Direito, Abre essa porta!

Casa do Direito, Abre essa porta! Casa do Direito, Abre essa porta! Apresentação do Projecto Organização Actividades Decreto-lei nº62/2005 de 10 de Outubro Garantir a protecção e o exercício dos direitos do cidadão bem como a observância

Leia mais

REPÚBLICA DE MOÇAMBIQUE DISCURSO DE SUA EXCELÊNCIA PRIMEIRO. MINISTRO, Dr. Pascoal Mocumbi, POR OCASIÃO DO LANÇAMENTO OFICIAL DA PESQUISA

REPÚBLICA DE MOÇAMBIQUE DISCURSO DE SUA EXCELÊNCIA PRIMEIRO. MINISTRO, Dr. Pascoal Mocumbi, POR OCASIÃO DO LANÇAMENTO OFICIAL DA PESQUISA REPÚBLICA DE MOÇAMBIQUE DISCURSO DE SUA EXCELÊNCIA PRIMEIRO MINISTRO, Dr. Pascoal Mocumbi, POR OCASIÃO DO LANÇAMENTO OFICIAL DA PESQUISA NACIONAL DE BASE SOBRE GOVERNAÇÃO E CORRUPÇÃO Maputo, 27 de Novembro

Leia mais

POLÍTICAS DE DROGAS E DIREITOS HUMANOS

POLÍTICAS DE DROGAS E DIREITOS HUMANOS POLÍTICAS DE DROGAS E DIREITOS HUMANOS Para a construção de um memorandum dos juízes dos países e territórios de língua oficial portuguesa (UIJLP) no âmbito da 1ª Conferência Internacional sobre Políticas

Leia mais

Sessão de Abertura Muito Bom dia, Senhores Secretários de Estado Senhor Presidente da FCT Senhoras e Senhores 1 - INTRODUÇÃO

Sessão de Abertura Muito Bom dia, Senhores Secretários de Estado Senhor Presidente da FCT Senhoras e Senhores 1 - INTRODUÇÃO Sessão de Abertura Muito Bom dia, Senhores Secretários de Estado Senhor Presidente da FCT Senhoras e Senhores 1 - INTRODUÇÃO Gostaria de começar por agradecer o amável convite que a FCT me dirigiu para

Leia mais

INTERVENÇÃO DO SENHOR SECRETÁRIO DE ESTADO DO TURISMO NO SEMINÁRIO DA APAVT: QUAL O VALOR DA SUA AGÊNCIA DE VIAGENS?

INTERVENÇÃO DO SENHOR SECRETÁRIO DE ESTADO DO TURISMO NO SEMINÁRIO DA APAVT: QUAL O VALOR DA SUA AGÊNCIA DE VIAGENS? INTERVENÇÃO DO SENHOR SECRETÁRIO DE ESTADO DO TURISMO NO SEMINÁRIO DA APAVT: QUAL O VALOR DA SUA AGÊNCIA DE VIAGENS? HOTEL TIVOLI LISBOA, 18 de Maio de 2005 1 Exmos Senhores ( ) Antes de mais nada gostaria

Leia mais

o que é muito pouco. E o empoderamento das mulheres só se dará com a inserção delas no mercado de trabalho, comentou a coordenadora do Dandara no

o que é muito pouco. E o empoderamento das mulheres só se dará com a inserção delas no mercado de trabalho, comentou a coordenadora do Dandara no NIQUELÂNDIA O Grupo de Mulheres Negras Dandara no Cerrado, em parceria com a Secretaria Municipal de Assistência Social de Niquelândia, promoveu na cidade, entre a manhã e a tarde de sexta-feira (23),

Leia mais

Escola E.B. 2/3 Ciclos do Paul. Trabalho elaborado por: Frederico Matias 8ºA nº8 João Craveiro 8ºA nº5

Escola E.B. 2/3 Ciclos do Paul. Trabalho elaborado por: Frederico Matias 8ºA nº8 João Craveiro 8ºA nº5 Escola E.B. 2/3 Ciclos do Paul Trabalho elaborado por: Frederico Matias 8ºA nº8 João Craveiro 8ºA nº5 Introdução Este trabalho foi-nos proposto na aula de Área de Projecto pela Professora. Pretendemos

Leia mais

ASSEMBLEIA NACIONAL GABINETE DO PRESIDENTE

ASSEMBLEIA NACIONAL GABINETE DO PRESIDENTE ASSEMBLEIA NACIONAL GABINETE DO PRESIDENTE Discurso de S.E o Presidente da Assembleia Nacional na cerimónia de abertura da I Conferência Internacional Uma Criança, Um Cidadão. Senhora Ministra da Educação

Leia mais

39º Aniversário da Universidade de Aveiro 17 de Dezembro de 2012

39º Aniversário da Universidade de Aveiro 17 de Dezembro de 2012 39º Aniversário da Universidade de Aveiro 17 de Dezembro de 2012 Discurso do Presidente da Associação Académica da Universidade de Aveiro Tiago Alves Gostaria de iniciar esta minha intervenção saudando

Leia mais

Formação em Protecção Social

Formação em Protecção Social Formação em Protecção Social Sessão 3 A dimensão económica da PS e a relação com outras áreas da política Bilene, Moçambique, 5, 6 e 7 de Maio de 2010 A importância do investimento Ao nível da intervenção

Leia mais

SUSPENSÃO DO PROCESSO NO DIREITO PENAL TRIBUTÁRIO PORTUGUÊS

SUSPENSÃO DO PROCESSO NO DIREITO PENAL TRIBUTÁRIO PORTUGUÊS SUSPENSÃO DO PROCESSO NO DIREITO PENAL TRIBUTÁRIO PORTUGUÊS No Processo Penal Português está plasmado o princípio da suficiência daquele, o qual, nos termos do disposto no artigo 7.º, n.º 1, CPP, prevê

Leia mais

Pronunciamento Exército 18.08.2014 (Senador Pedro Taques) Senhor Presidente, Senhores senadores, Amigos que nos acompanham na TV Senado,

Pronunciamento Exército 18.08.2014 (Senador Pedro Taques) Senhor Presidente, Senhores senadores, Amigos que nos acompanham na TV Senado, Pronunciamento Exército 18.08.2014 (Senador Pedro Taques) Senhor Presidente, Senhores senadores, Amigos que nos acompanham na TV Senado, Hoje minha palavra é dirigida a uma classe importante para o Brasil:

Leia mais

Exmos. Senhores Membros do Governo (Sr. Ministro da Saúde - Prof. Correia de Campos e Sr. Secretário de Estado da Saúde -Dr.

Exmos. Senhores Membros do Governo (Sr. Ministro da Saúde - Prof. Correia de Campos e Sr. Secretário de Estado da Saúde -Dr. Exmos. Senhores Membros do Governo (Sr. Ministro da Saúde - Prof. Correia de Campos e Sr. Secretário de Estado da Saúde -Dr. Francisco Ramos) Ex.mo Senhor Presidente da Comissão Parlamentar da Saúde, representado

Leia mais

Relatório de análise sobre uma queixa relacionada com omissão administrativa

Relatório de análise sobre uma queixa relacionada com omissão administrativa Relatório de análise sobre uma queixa relacionada com omissão administrativa Parte I: Assunto * 1. A Associação Novo Macau apresentou, em 11 de Setembro de 2012, uma queixa ao Comissariado contra a Corrupção

Leia mais

LONDRES Reunião do GAC: Processos Políticos da ICANN

LONDRES Reunião do GAC: Processos Políticos da ICANN LONDRES Reunião do GAC: Processos Políticos da ICANN e Responsabilidades do interesse público em relação aos Direitos Humanos e Valores Democráticos Terça feira, 24 de junho de 2014 09:00 a 09:30 ICANN

Leia mais

Diário da República, 1.ª série N.º 41 1 de Março de 2010 575. Artigo 25.º. Artigo 20.º

Diário da República, 1.ª série N.º 41 1 de Março de 2010 575. Artigo 25.º. Artigo 20.º Diário da República, 1.ª série N.º 41 1 de Março de 2010 575 Artigo 20.º Oferta formativa e monitorização 1 A oferta formativa destinada aos activos desempregados é assegurada através de cursos de educação

Leia mais

Senhor Presidente e Senhores Juízes do Tribunal de Justiça das Comunidades Europeias, Senhores Juízes Conselheiros do Supremo Tribunal Administrativo,

Senhor Presidente e Senhores Juízes do Tribunal de Justiça das Comunidades Europeias, Senhores Juízes Conselheiros do Supremo Tribunal Administrativo, Intervenção do Presidente do Supremo Tribunal Administrativo Conselheiro Manuel Fernando dos Santos Serra por altura da visita de uma Delegação do Tribunal de Justiça das Comunidades Europeias Supremo

Leia mais

JUNTOS SOMOS A ALTERNATIVA PROFISSIONAL PARA O SECTOR DA MEDIAÇÃO IMOBILIÁRIA

JUNTOS SOMOS A ALTERNATIVA PROFISSIONAL PARA O SECTOR DA MEDIAÇÃO IMOBILIÁRIA A PRESIDENTE DA APEMIP 2014 / 2016 JUNTOS SOMOS A ALTERNATIVA PROFISSIONAL PARA O SECTOR DA MEDIAÇÃO IMOBILIÁRIA PROGRAMA DE CANDIDATURA Encabeçando uma grande lista de pessoas de reconhecido mérito na

Leia mais

Discurso do Ministro do Ensino Superior, Ciência e Inovação no acto de abertura da 1ª Edição da Inter-universidade Cabo- Verdiana de Verão 26/09/2011

Discurso do Ministro do Ensino Superior, Ciência e Inovação no acto de abertura da 1ª Edição da Inter-universidade Cabo- Verdiana de Verão 26/09/2011 Discurso do Ministro do Ensino Superior, Ciência e Inovação no acto de abertura da 1ª Edição da Inter-universidade Cabo- Verdiana de Verão 26/09/2011 Senhor Representante da OMS em Cabo Verde, Magnífico

Leia mais

PROJECTO DE CARTA-CIRCULAR SOBRE POLÍTICA DE REMUNERAÇÃO DAS INSTITUIÇÕES FINANCEIRAS

PROJECTO DE CARTA-CIRCULAR SOBRE POLÍTICA DE REMUNERAÇÃO DAS INSTITUIÇÕES FINANCEIRAS PROJECTO DE CARTA-CIRCULAR SOBRE POLÍTICA DE REMUNERAÇÃO DAS INSTITUIÇÕES FINANCEIRAS No âmbito da avaliação realizada, a nível internacional, sobre os fundamentos da crise financeira iniciada no Verão

Leia mais

Colóquio anual sobre Direito do Trabalho Outubro/2009 Despedimento para a Reestruturação (da empresa) Intervenção em mesa redonda

Colóquio anual sobre Direito do Trabalho Outubro/2009 Despedimento para a Reestruturação (da empresa) Intervenção em mesa redonda Colóquio anual sobre Direito do Trabalho Outubro/2009 Despedimento para a Reestruturação (da empresa) Intervenção em mesa redonda Quero começar por agradecer ao Supremo Tribunal de Justiça, por intermédio

Leia mais

A Política de Cotas nas Universidades Públicas Brasileiras

A Política de Cotas nas Universidades Públicas Brasileiras A Política de Cotas nas Universidades Públicas Brasileiras Muitas pessoas se assustam ao ouvirem a idéia de criação de cotas para negros nas universidades públicas Brasileiras. Este artigo busca compreender

Leia mais

COLÉGIO O BOM PASTOR PROF. RAFAEL CARLOS SOCIOLOGIA 3º ANO. Material Complementar Módulos 01 a 05: Os modos de produção.

COLÉGIO O BOM PASTOR PROF. RAFAEL CARLOS SOCIOLOGIA 3º ANO. Material Complementar Módulos 01 a 05: Os modos de produção. COLÉGIO O BOM PASTOR PROF. RAFAEL CARLOS SOCIOLOGIA 3º ANO Material Complementar Módulos 01 a 05: Os modos de produção. Modos de Produção O modo de produção é a maneira pela qual a sociedade produz seus

Leia mais

Plano de Aula de Matemática. Competência 3: Aplicar os conhecimentos, adquiridos, adequando-os à sua realidade.

Plano de Aula de Matemática. Competência 3: Aplicar os conhecimentos, adquiridos, adequando-os à sua realidade. Plano de Aula de Matemática Competência 3: Aplicar os conhecimentos, adquiridos, adequando-os à sua realidade. Habilidade: H27. Resolver situações-problema de adição ou subtração envolvendo medidas ou

Leia mais

É urgente redimensionar (oferta formativa); reorientar (especialização, prioridades); reformar.

É urgente redimensionar (oferta formativa); reorientar (especialização, prioridades); reformar. Magnifico Reitor da UÉ, Sr Secretário de Estado do Ensino Superior, Sra Representante do Presidente da Câmara, Sr Presidente da Associação Académica da UÉ, Exmas autoridades Civis, Militares e Judiciais,

Leia mais

Campos do Lis UMA SÓ RAÇA DO CÃO DE CASTRO LABOREIRO! LIS (campeão nacional)

Campos do Lis UMA SÓ RAÇA DO CÃO DE CASTRO LABOREIRO! LIS (campeão nacional) NEWSLETTER Nº 26 / Janeiro 2011 Esta newsletter destina-se a ser um espaço de informação e divulgação dos Cães de Castro Laboreiro, detentores do afixo de criador "", bem como um espaço de intervenção

Leia mais

A família da implantologia mundial reuniu-se no Estoril

A família da implantologia mundial reuniu-se no Estoril 12th SENAME International Dental Congress A família da implantologia mundial reuniu-se no Estoril Foi entre os dias 17 e 19 de setembro que Portugal recebeu, pela primeira vez, o congresso da SENAME (South

Leia mais

Código de Contratos Públicos. Dois anos de vigência. Ordem dos Engenheiros, 3 de Fevereiro de 2011

Código de Contratos Públicos. Dois anos de vigência. Ordem dos Engenheiros, 3 de Fevereiro de 2011 BASTONÁRIO Código de Contratos Públicos. Dois anos de vigência Ordem dos Engenheiros, 3 de Fevereiro de 2011 Exmo Sr. Presidente da Região Sul, Engº. Carlos Mineiro Aires Exmo. Senhor. Presidente do InCI,

Leia mais

Educação para os Media e Cidadania

Educação para os Media e Cidadania Educação para os Media e Cidadania Sara Pereira Instituto de Estudos da Criança Universidade do Minho Com este artigo procura-se reflectir sobre a educação para os media como uma forma e uma via de educar

Leia mais

-Senhor Reitor da Universidade do Minho

-Senhor Reitor da Universidade do Minho -Senhor Reitor da Universidade do Minho - Senhor Presidente da Comissão Parlamentar de Educação e Ciência. - Senhor Arcebispo Primaz - Digníssimas Autoridades Académicas, Civis, Militares e Religiosas

Leia mais

Conferência sobre a Nova Lei das Finanças Locais

Conferência sobre a Nova Lei das Finanças Locais Conferência sobre a Nova Lei das Finanças Locais Exmo. Sr. Bastonário da Ordem dos Técnicos Oficiais de Contas, Dr. Domingues de Azevedo, Exmos. Senhores Presidentes de Câmaras Municipais, Demais Entidades,

Leia mais

A formação profissional em Ciência da Informação em Portugal: desafios e perspectivas

A formação profissional em Ciência da Informação em Portugal: desafios e perspectivas A formação profissional em Ciência da Informação em Portugal: desafios e perspectivas Fernanda Ribeiro Doutora em Ciências Documentais pela Faculdade de Letras da Universidade do Porto, Diretora da Faculdade

Leia mais

CRIANÇAS E JOVENS EM RISCO E PREVENÇÃO NA PRIMEIRA INFÂNCIA

CRIANÇAS E JOVENS EM RISCO E PREVENÇÃO NA PRIMEIRA INFÂNCIA 1 CRIANÇAS E JOVENS EM RISCO E PREVENÇÃO NA PRIMEIRA INFÂNCIA ENQUADRAMENTO Um projecto de prevenção em saúde mental na área da primeira infância implica sempre uma união de esforços e um trabalho em conjunto

Leia mais

Pronunciamento do Excelentíssimo Senhor Ministro de Estado Chefe da Casa Civil da Presidência da República, Antonio Palocci Filho

Pronunciamento do Excelentíssimo Senhor Ministro de Estado Chefe da Casa Civil da Presidência da República, Antonio Palocci Filho Pronunciamento do Excelentíssimo Senhor Ministro de Estado Chefe da Casa Civil da Presidência da República, Antonio Palocci Filho Brasília, 02/01/2011 (Saudações e agradecimentos)... Senhoras e senhores,

Leia mais

D SCUR CU S R O O DE D SUA U A EXCE

D SCUR CU S R O O DE D SUA U A EXCE DISCURSO DE SUA EXCELÊNCIA O PRIMEIRO-MINISTRO MINISTRO DA REPÚBLICA DEMOCRÁTICA DE TIMOR-LESTE, DR. RUI MARIA DE ARAÚJO, POR OCASIÃO DA ATRIBUIÇÃO DA PRESIDÊNCIA DA CONFEDERAÇÃO EMPRESARIAL DA CPLP A

Leia mais

CONFERÊNCIA INTERNACIONAL CONVENÇÃO SOBRE OS DIREITOS DAS PESSOAS COM DEFICIÊNCIA: UM DESAFIO PARA A IGUALDADE E AUTONOMIA

CONFERÊNCIA INTERNACIONAL CONVENÇÃO SOBRE OS DIREITOS DAS PESSOAS COM DEFICIÊNCIA: UM DESAFIO PARA A IGUALDADE E AUTONOMIA CONFERÊNCIA INTERNACIONAL CONVENÇÃO SOBRE OS DIREITOS DAS PESSOAS COM DEFICIÊNCIA UM DESAFIO PARA A IGUALDADE E AUTONOMIA CENTRO CULTURAL DE BELÉM 3 DE DEZEMBRO DE 2009 MARIA GUIDA DE FREITAS FARIA 1 AGRADEÇO

Leia mais

Há cada vez mais empresas cidadãs

Há cada vez mais empresas cidadãs + Faça do VER a sua homepage ENTREVISTA Há cada vez mais empresas cidadãs As empresas que lideram no seu mercado são as que apresentam melhores práticas de governação. Foi com base neste pressuposto que

Leia mais

Projeto de lei n.º /XII

Projeto de lei n.º /XII Projeto de lei n.º /XII Elimina as discriminações no acesso à adoção, apadrinhamento civil e demais relações jurídicas familiares, procedendo à segunda alteração à Lei n.º 7/2001, de 11 de maio, e à primeira

Leia mais

REGIÃO AUTÓNOMA DOS AÇORES Vice - Presidência do Governo Gabinete do Vice-Presidente

REGIÃO AUTÓNOMA DOS AÇORES Vice - Presidência do Governo Gabinete do Vice-Presidente Senhor Presidente da Assembleia Senhoras e Senhores Deputados Senhor Presidente Senhora e Senhores Membros do Governo Permitam-me que, pela primeira vez que tenho a honra de intervir nesta Assembleia,

Leia mais

Seminário Energia e Cidadania 23 de Abril de 2009 Auditório CIUL

Seminário Energia e Cidadania 23 de Abril de 2009 Auditório CIUL Seminário Energia e Cidadania 23 de Abril de 2009 Auditório CIUL Começo por agradecer a todos terem vindo a este seminário. Em especial à Senhora Secretária de Estado que muito nos honra com a sua presença

Leia mais

Dia da Escola de Ciências da Saúde //Homenagem ao Prof. Sérgio Machado dos Santos Auditório da ECS 8 de Outubro de 2009, 10h

Dia da Escola de Ciências da Saúde //Homenagem ao Prof. Sérgio Machado dos Santos Auditório da ECS 8 de Outubro de 2009, 10h - Senhor Secretário de Estado da Saúde; - Senhora Presidente da Escola de Ciências da Saúde; - Senhor Professor José Veiga Simão, (profundamente ligado à criação desta Universidade) - Senhor Professor

Leia mais

ABERTURA DO ANO OPERACIONAL 19 DE NOVEMBRO 2015

ABERTURA DO ANO OPERACIONAL 19 DE NOVEMBRO 2015 1 ABERTURA DO ANO OPERACIONAL 19 DE NOVEMBRO 2015 Senhor Presidente da Câmara Municipal do Barreiro, Senhor Almirante Saldanha Lopes meu ilustre antecessor Senhor General Chefe da Casa Militar de Sua Exa.

Leia mais

INTERVENÇÃO DO SECRETÁRIO DE ESTADO ADJUNTO E DA DEFESA NACIONAL PAULO BRAGA LINO COMEMORAÇÕES DO DIA DO COMBATENTE, EM FRANÇA

INTERVENÇÃO DO SECRETÁRIO DE ESTADO ADJUNTO E DA DEFESA NACIONAL PAULO BRAGA LINO COMEMORAÇÕES DO DIA DO COMBATENTE, EM FRANÇA INTERVENÇÃO DO SECRETÁRIO DE ESTADO ADJUNTO E DA DEFESA NACIONAL PAULO BRAGA LINO COMEMORAÇÕES DO DIA DO COMBATENTE, EM FRANÇA Richebourg/La Couture, 13 de abril de 2012 Monsieur le Préfet du Pas-de-Calais

Leia mais

Só em circunstâncias muito excepcionais pode o advogado ser autorizado a revelar factos sujeitos a sigilo profissional.

Só em circunstâncias muito excepcionais pode o advogado ser autorizado a revelar factos sujeitos a sigilo profissional. - Dispensa de sigilo profissional n.º 88/SP/2010-P Através de comunicação escrita, registada com o n.º ( ), recebida a 15.04.2010 pela Secretaria do Conselho Distrital do Porto da Ordem dos Advogados,

Leia mais

GRACE GRUPO DE REFLEXÃO E APOIO À CIDADANIA EMPRESARIAL - ASSOCIAÇÃO ESTATUTOS CAPÍTULO I DENOMINAÇÃO, DURAÇÃO, SEDE, OBJECTO, PRINCÍPIOS E VALORES

GRACE GRUPO DE REFLEXÃO E APOIO À CIDADANIA EMPRESARIAL - ASSOCIAÇÃO ESTATUTOS CAPÍTULO I DENOMINAÇÃO, DURAÇÃO, SEDE, OBJECTO, PRINCÍPIOS E VALORES GRACE GRUPO DE REFLEXÃO E APOIO À CIDADANIA EMPRESARIAL - ASSOCIAÇÃO ESTATUTOS CAPÍTULO I DENOMINAÇÃO, DURAÇÃO, SEDE, OBJECTO, PRINCÍPIOS E VALORES Art. 1º 1. GRACE GRUPO DE REFLEXÃO E APOIO À CIDADANIA

Leia mais

Exmo. Senhor Bastonário da Ordem dos Advogados de Moçambique, Exmos. Senhores Membros dos Corpos Directivos da Ordem dos Advogados de Moçambique,

Exmo. Senhor Bastonário da Ordem dos Advogados de Moçambique, Exmos. Senhores Membros dos Corpos Directivos da Ordem dos Advogados de Moçambique, Exmo. Senhor Bastonário da Ordem dos Advogados de Moçambique, Exmos. Senhores Membros dos Corpos Directivos da Ordem dos Advogados de Moçambique, Caros Convidados, Caros Colegas, Permitam-me que comece

Leia mais