PRIMAVERA INDUSTRY EXPERIÊNCIA E FLEXIBILIDADE PARA O SECTOR INDUSTRIAL

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "PRIMAVERA INDUSTRY EXPERIÊNCIA E FLEXIBILIDADE PARA O SECTOR INDUSTRIAL"

Transcrição

1 PRIMAVERA INDUSTRY EXPERIÊNCIA E FLEXIBILIDADE PARA O SECTOR INDUSTRIAL

2

3 Experiência e flexibilidade para o sector industrial ESQUEMA DA SOLUÇÃO GLOBAL As melhores práticas de implementação A garantia de um acompanhamento permanente A importância do know-how para um desempenho de alto nível PLATAFORMA TECNOLÓGICA Tecnologia e produtividade num ambiente integrado PRODUÇÃO Controlo integrado e em tempo real dos processos de fabrico LOGÍSTICA Abrangência total nos processos organizacionais ÁREA FINANCEIRA Fluidez de processos e cobertura total das exigências fiscais e legais EQUIPAMENTOS E ACTIVOS Controlo total do ciclo de vida dos bens das empresas RECURSOS HUMANOS Gestão e valorização do capital humano das empresas PROJECTOS E SERVIÇOS Gestão operacional e financeira de projectos e serviços BUSINESS INTELLIGENCE A melhor informação de apoio à decisão ENTERPRISE PORTALS Competitividade através de processos digitalizados e desmaterializados

4 4 PRIMAVERA BSS PRIMAVERA INDUSTRY. EXPERIÊNCIA E FLEXIBILIDADE PARA O SECTOR INDUSTRIAL. Com o PRIMAVERA INDUSTRY, a PRIMAVERA BSS coloca à disposição das empresas do sector industrial, uma solução aberta, facilmente adaptável, que lhe permite evoluir o seu sistema de gestão à medida do crescimento da sua organização e das necessidades específicas do seu negócio.

5 PRIMAVERA INDUSTRY V7 5 EXPERIÊNCIA E FLEXIBILIDADE PARA O SECTOR INDUSTRIAL ESQUEMA DA SOLUÇÃO GLOBAL Num mercado crescentemente Numa resposta às necessidades de mecanismos que permitem ajustar a exigente e em constante mutação, integração entre as áreas solução ao seu negócio. Para conquistar e manter uma posição de administrativa, logística e produtiva das responder aos elevados padrões de topo representa um verdadeiro desafio, empresas do sector da Indústria, a qualidade exigidos pelo seu ERP, quer só ao alcance das organizações que PRIMAVERA BSS disponibiliza o ao nível da implementação, quer ao conseguem acompanhar a evolução PRIMAVERA INDUSTRY, uma solução nível do suporte à utilização, a natural do mundo empresarial e que integra o tratamento específico PRIMAVERA BSS trabalha lado a lado adoptar a inovação como estandarte. das áreas verticais com as restantes com os seus EXECUTIVE Partners, Para que as empresas do sector áreas nucleares da gestão. Desta garantindo um acompanhamento de industrial consigam atingir altos níveis forma, sem que exista redundância de alto nível aos seus utilizadores. de performance, é importante que as informação, e de forma integrada, é diversas actividades do ciclo produtivo, possível acompanhar todas as etapas aparentemente independentes, sejam da produção, desde os cálculos de O estatuto de Executive transformadas num processo contínuo, necessidades, passando pelo Partner é atribuído em minimizando as operações não planeamento, até ao controlo geradoras de valor acrescentado para produtividade e de custos. exclusivo a empresas que o produto/cliente. cumpram os mais Através do PRIMAVERA INDUSTRY, a Por outro lado, o cenário das empresas PRIMAVERA BSS apresenta às elevados requisitos e que, do sector industrial, no que a sistemas empresas deste sector todos os através de recursos de informação diz respeito, é instrumentos necessários para que o habitualmente caracterizado por ilhas seu negócio atinja um novo patamar devidamente qualificados de informação, resultantes de sistemas na gestão. Uma experiência que alia a e certificados pela totalmente independentes ou segurança de um ERP com provas desintegrados, nomeadamente no dadas no mercado, à qualidade de um PRIMAVERA BSS, âmbito da integração entre as diversas leque exclusivo de serviços de garantem um grau vertentes operacionais, logísticas e Consultoria, Suporte e Formação, que administrativas. A informação está garantem todo o apoio necessário à superior de qualidade ao constantemente desactualizada e correcta implementação, manutenção nível da implementação, inconsistente, pelo facto dos dados e utilização das soluções PRIMAVERA. terem que ser introduzidos mais do que manutenção e uma vez, em várias aplicações, o que se Um produto com um elevado nível de reflecte num acréscimo de custos e extensibilidade e capacidade de acompanhamento diminuição da produtividade. adequação, que disponibiliza inúmeros pós-venda. Para garantir às empresas industriais o devido acompanhamento das suas especificidades, os EXECUTIVE Partners alargam as suas competências a uma certificação específica para este sector. O FENÓMENO DA GLOBALIZAÇÃO Com o lançamento da v7 do seu ERP, a PRIMAVERA BSS pretendeu ir também ao encontro das necessidades de milhares de empresas que pretendem expandir os seus negócios através da internacionalização, um cenário muito comum às empresas do sector industrial. O fenómeno da globalização e a consequente necessidade das empresas operarem em diversas culturas com várias línguas e em diferentes realidades legais e fiscais, implicam que os sistemas de informação acompanhem todas estas necessidades de modo a garantirem o suporte aos seus clientes e a fundamentarem o seu próprio potencial de internacionalização. Neste processo, todos os agentes são implicados, desde o produtor ao parceiro de negócio, culminando nos clientes. Assim, a v7 é uma versão multi-idioma (suporte para Português, Castelhano e Inglês), adaptada à cultura e à realidade fiscal dos países onde a PRIMAVERA BSS opera.

6 6 PRIMAVERA BSS As melhores práticas de implementação Com o PRIMAVERA INDUSTRY, a sua empresa poderá contar com o apoio de uma equipa de consultores, que está presente, desde a definição de um modelo adequado de Gestão, até ao desenho e implementação da solução mais ajustada ao seu negócio. Estes processos permitem maximizar o desempenho, a qualidade e o nível de serviço, conferindo uma elevada performance no controlo dos custos e do tempo gasto nos processos organizacionais. Combinando diferentes experiências e especialidades da sua equipa com um conjunto de ferramentas e métodos, baseados não só nos melhores modelos internacionais como também nas melhores práticas de trabalho nos domínios da Consultoria, a equipa de consultores da PRIMAVERA BSS ou dos Executive Partners disponibilizam um conjunto de serviços de excelência, com enfoque em objectivos muito concretos no que concerne a investimentos em sistemas e tecnologias de informação: Minimização do Custo Total de Propriedade (TCO); Soluções integradas e com elevada adequação (Taylor-Made); Maximização do Retorno do Investimento (ROI). Partindo de uma visão comum, unificada numa metodologia de trabalho especificamente criada para a implementação de soluções de software de gestão, as equipas de consultores garantem a correcta implementação e adequação das soluções ao modelo de funcionamento de cada organização, através da parametrização das aplicações de acordo com os requisitos da empresa, de desenvolvimentos adicionais que permitam estender as funcionalidades das aplicações e da integração de sistemas, o que permite obter um sistema de informação uno, independentemente de existirem soluções de fornecedores e produtores diferentes. Neste contexto a PRIMAVERA BSS concebeu a Metodologia de Implementação PRIMAVERA (MIP), uma metodologia de gestão de implementações utilizada pelas equipas de consultores no âmbito do PRIMAVERA INDUSTRY. A MIP agrega as melhores técnicas e práticas propostas pelas principais e mais reconhecidas metodologias e propõe uma perspectiva de actuação enquadrada no contexto da realidade das empresas, bem como das soluções PRIMAVERA. A MIP é o standard de implementação que visa fornecer as melhores práticas para a configuração de processos de negócio e aspectos técnicos, assim como os mecanismos a adoptar para os testes e formação a realizar. Esta metodologia, que assenta em quatro fases distintas, cobre todo o ciclo de vida de um projecto e tem início com o levantamento de requisitos e necessidades de customização, através do qual é efectuada uma análise detalhada dos processos de negócio da organização e das suas necessidades. Com base neste estudo é colocado em prática um plano de implementação e são desenvolvidas acções de formação junto dos utilizadores finais, com o objectivo de preparar o ambiente de produção para o arranque do sistema. Após o início da exploração da solução em ambiente produtivo, os consultores da PRIMAVERA e dos Executive Partners garantem um período de acompanhamento, durante o qual é prestado todo o apoio necessário à correcta utilização do sistema de informação, de forma a garantir o retorno e a qualidade esperados para o projecto. Tendo por base esta metodologia, as equipas de consultores da PRIMAVERA BSS ou dos Executive Partners, parceiros devidamente certificados que cumprem exigentes requisitos de qualidade, garantem a correcta implementação das suas soluções de gestão, de acordo com as necessidades de escalonamento, flexibilidade, robustez, estabilidade,

7 PRIMAVERA INDUSTRY V7 EXPERIÊNCIA E FLEXIBILIDADE PARA O SECTOR INDUSTRIAL 7 A garantia de um acompanhamento permanente A garantia de um retorno acelerado do investimento (ROI) depende da capacidade de eliminar ou reduzir ao máximo os tempos de espera ao nível do acompanhamento pós-venda e consequentemente dos períodos de inactividade dos sistemas de informação. os seus Executive Partners, assegura- lhe um acompanhamento ao longo de todo o ciclo de vida do produto e a certeza de que o investimento efectuado não se limita à aquisição de uma solução, mas também de um vasto conjunto de serviços e mais-valias criados a pensar nas exigências das organizações de topo. reconhecida em todo o mundo que proporciona melhorias significativas ao nível da gestão de serviços. O ITIL focaliza-se na prestação de serviços de alta qualidade, com um enfoque particular nas relações com os sistemas de qualidade, fornecendo processos bem definidos e boas práticas para a gestão dos serviços de IT. modularidade e qualidade exigidas ferramentas de que necessitam para Ao serviço da satisfação universal e da pelas organizações. obter o máximo rendimento das qualidade, colocamos à disposição dos As empresas valorizam, cada vez mais, soluções de gestão adoptadas, a Utilizadores e Executive Partners, uma tempos de contacto/resposta PRIMAVERA BSS, em conjunto com os plataforma de comunicação que reduzidos e a oferta de serviços de seus Executive Partners, coloca à permite a centralização dos pedidos de apoio permanente, que permitam disposição das empresas, um suporte e manutenção e a resposta ágil elevar a performance do seu sistema acompanhamento pós-venda à altura e eficiente às solicitações dos nossos de gestão. Estas necessidades são das exigências das grandes utilizadores. cada vez mais evidentes e têm vindo a organizações. Através de meios acentuar-se com a natural e cada vez privilegiados de contacto, a PRIMA- O investimento num sistema de gestão maior informação dos utilizadores e da VERA BSS garante-lhe um suporte não se limita ao momento da aquisição sua visão preocupada e centrada na técnico eficiente, com tempos de do mesmo. Em organizações de grande rentabilização do investimento resposta rigorosos, assente em dimensão, o tempo de resposta a efectuado nas suas soluções de mecanismos de gestão de serviços de problemas técnicos relacionados com gestão, dado que a componente de suporte e manutenção que permitem a utilização de sistemas de informação suporte e manutenção das soluções uma maior rentabilização do seu é crucial para a produtividade e são variáveis determinantes para o sistema de gestão. rentabilidade empresariais, assim como cálculo do TCO. A actividade de suporte e manutenção a garantia de uma actualização Tendo por base esta realidade e com o às soluções PRIMAVERA é baseada em permanente das soluções. intuito de oferecer às organizações as princípios ITIL, uma framework A PRIMAVERA BSS, em conjunto com

8 8 PRIMAVERA BSS A importância do know-how para um desempenho de alto nível Entre os principais factores de sucesso das empresas E porque a preparação dos utilizadores está o correcto conhecimento e a consequente utilização eficaz dos sistemas de informação de gestão implementados. com vista a realizarem, de forma segura e autónoma, as tarefas que lhes estão atribuídas, passa pela realização de acções de formação onde sejam demonstradas as funcionalidades disponíveis para realização ou Não basta adoptar a melhor tecnologia Através de acções de formação execução dos processos disponível no mercado se o desenhadas tendo por base um implementados, a PRIMAVERA conhecimento que dela possuímos não levantamento das necessidades do Academy e os Executive Partners nos permite tirar proveito das suas mercado ou específicas para a desenvolvem acções de formação à potencialidades. organização, pretendemos, acima de medida e desenvolvidas tendo por base tudo, fomentar a correcta utilização as reais necessidades da organização As grandes empresas, que recorrem a das soluções PRIMAVERA e potenciar o destinatária, permitindo-lhe dar soluções de gestão de topo, conhecimento técnico e funcional do resposta a situações que surgem com experimentam a necessidade seu sistema de gestão, num contributo o uso diário do software PRIMAVERA. constante de actualização, de para: renovação e de estar a par da A optimização do seu investimento; tecnologia mais recente disponível no O incremento da produtividade dos mercado. Consciente desta seus colaboradores; necessidade de promover o A redução de custos de suporte. conhecimento aprofundado das soluções PRIMAVERA e, O objectivo é aproximar as empresas consequentemente, a rentabilização que têm preocupações com a Formação do investimento efectuado em dos seus colaboradores, dando resposta sistemas de informação, a PRIMAVERA às exigências colocadas pelas soluções BSS, através da PRIMAVERA Academy crescentemente tecnológicas e e dos Executive Partners, acompanha sofisticadas, desta forma, potencia-se a as empresas na formação dos seus utilização do conhecimento ao serviço colaboradores. da produtividade.

9 PRIMAVERA INDUSTRY V7 EXPERIÊNCIA E FLEXIBILIDADE PARA O SECTOR INDUSTRIAL 9 PLATAFORMA TECNOLÓGICA Tecnologia e produtividade num ambiente integrado Com o objectivo de conseguir uma elevada abrangência das soluções e, uma grande evolução no processo de simultaneamente, aliar a tecnologia em prol da capacidade de adequação das mesmas à realidade de cada empresa onde são implementados os produtos, a PRIMAVERA BSS utiliza um ambiente transversal que suporta todas as aplicações fornecendo-lhes inúmeras funcionalidades e características. Este ambiente é designado como Plataforma estando para as aplicações tal como o sistema operativo está para os programas. A Plataforma constitui a base de toda a solução PRIMAVERA, revestindo-se, desta forma, de uma elevada importância. concepção dos produtos PRIMAVERA. Trata-se de uma característica do ERP em que a maior parte do trabalho realizado não será imediatamente visível no produto final mas que enceta uma grande evolução tecnológica em todo o ERP. Das alterações efectuadas neste contexto, realçamos duas das mais visíveis: a definição do idioma da instalação (idioma base do sistema) e a possibilidade de definir individualmente um idioma para cada utilizador, funcionalidades que abrem Concebida tendo por base as introduzidas destacam-se: a Shell ambiente confortável, agradável ao possibilidades às empresas industriais exigências de organizações com Integrada, que permitirá ao utilizador utilizador e familiar a toda a linha portuguesas a operar no estrangeiro e grandes volumes de informação, onde aceder à grande maioria dos módulos PRIMAVERA. Na sua concepção, foram empresas estrangeiras a operar em a robustez, a fiabilidade, a integridade e do ERP numa única aplicação, consideradas diversas questões Portugal. a segurança da informação são simplificando, simultaneamente, a ergonómicas de modo a facilitar a Em suma, os utilizadores podem factores vitais ao negócio, a programação de tecnologias de navegação pelos produtos e a interagir com o sistema no seu idioma, Plataforma é transversal a todo o extensibilidade, o Drill Down que facilita aumentar a produtividade dos seus sendo possível ter utilizadores a usar produto e foi alvo de investimentos a exploração de dados e a navegação utilizadores. Esta preocupação é idiomas distintos dentro da mesma significativos ao nível da consolidação entre janelas relacionadas e uma facilmente constatável no empresa. Os idiomas predefinidos são o e flexibilização das ferramentas de plataforma denominada Monitor de posicionamento estratégico de janelas Português, o Castelhano e o Inglês. administração, da integração entre os Negócio que permite criar indicadores (ex. organização dos botões), na vários módulos do ERP, da de gestão e definir alertas de forma disponibilização do Drill Down, no AMBIENTE INTEGRADO disponibilização dos meios de diferenciada para cada utilizador do Navegador, na simplificação do No âmbito da Plataforma, uma das internacionalização e do sistema. ambiente em função das permissões principais características é o conceito desenvolvimento de novas tecnologias do utilizador, entre outros. de Shell Integrada. Este conceito que permitem uma exploração mais AMBIENTE ERGONÓMICO traduz-se na disponibilização de todas rica e intuitiva da informação. No ERP PRIMAVERA houve um MULTI-IDIOMA as áreas aplicacionais (Contabilidade, Entre as principais novidades particular cuidado na criação de um A Plataforma multi-idioma representa Recursos Humanos, Logística,

10 10 PRIMAVERA BSS PLATAFORMA TECNOLÓGICA Tesouraria, entre outros) num ambiente fonte de informação operacional e de quantidade disponível em stock. E secção das áreas aplicacionais contém integrado e único. A arquitectura da gestão. A capacidade dos utilizadores assim sucessivamente. todas as estruturas de atalhos dessas Shell Integrada é definida da seguinte encontrarem e explorarem todos os Com a possibilidade de navegar mesmas áreas simplificando-se forma: esses dados de uma forma produtiva é facilmente entre janelas relacionadas, automaticamente mediante as A Shell corresponde à interface um factor crítico, nomeadamente partindo dos próprios campos das permissões do utilizador. A secção de principal da aplicação; durante os processos de decisão e interfaces, torna-se muito mais rápido Menus do Utilizador é uma área O Navegador (analisado mais análise. Mais importante do que o acesso à informação e são destinada a extensibilidade que permite adiante) fornece acesso a todas as encontrar a informação é a potenciadas as capacidades de criar uma estrutura de atalhos para operações das várias áreas possibilidade de a relacionar exploração associadas. Esta desenvolvimentos específicos, aplicacionais; facilmente, navegando entre dados possibilidade estende-se às listas e a formulários do utilizador, funções do Internamente, a aplicação e o motor relacionados de acordo com o todo o tipo de campos disponíveis na utilizador, processos do utilizador, estão divididos logicamente nos vários contexto actual do utilizador. interface. mapas do utilizador, entre outros. módulos. O ERP PRIMAVERA introduz o conceito Restrições Sintetizando, este conceito permite de drill-down que permite, a partir de NAVEGADOR Todas as restrições do sistema são que todo o acesso aos vários módulos qualquer ecrã, aprofundar a O Navegador é um dos elementos mais geridas através de um mecanismo do ERP esteja disponível dentro de um informação e navegar para outros visíveis num primeiro contacto com o uniformizado tecnologicamente. Este mesmo ambiente de trabalho. Para ecrãs relacionados usando os valores ERP PRIMAVERA. Trata-se de uma modelo garante a coerência de todas além de único, este ambiente de apresentados para definir o contexto barra de atalhos para funcionalidades operações de restrições de dados trabalho é simplificado, permitindo um dessa navegação. do ERP ou para o exterior, como por existentes em todo o ERP (filtragem de nível superior de integração entre os Através do drill-down torna-se possível, exemplo, folhas de cálculo, dados visíveis em grelhas, definição de módulos, como por exemplo, na por exemplo, aprofundar a informação documentos, páginas na internet, restrições para a impressão de mapas, navegação e na exploração da de valores em dívida na ficha de um aplicações externas, entre outros. etc.) incorporando várias informação. A Shell Integrada reúne as cliente abrindo a análise de pendentes. O navegador é dividido em várias funcionalidades. Por fim, a definição de seguintes áreas: Contabilidade, A partir desta exploração é possível secções. A secção de Favoritos restrições sobre mais entidades Equipamentos e Activos, Tesouraria, abrir um documento que figure na permite ao utilizador criar a sua própria traduz-se numa forma mais Vendas, Compras, Inventário, Projectos listagem recorrendo ao processo de estrutura de atalhos rentabilizando a confortável do utilizador executar estas e Serviços, Contactos e Oportunidades, drill-down na grelha. A partir do sua área de trabalho. A secção de operações. Recursos Humanos, Produção e documento editado pode, por exemplo, tópicos Mais recentes actualiza-se Declarações Fiscais. efectuar-se o drill-down para o detalhe automaticamente com os últimos LISTAS do artigo. Na ficha do artigo, poder-se- atalhos activados pelo utilizador Trata-se de um conceito inovador de DRILL-DOWN ia aceder ao extracto de stocks para permitindo uma maior produtividade na disposição da informação que permite O ERP PRIMAVERA é hoje uma grande justificar o valor existente no campo de utilização das opções do dia-a-dia. A a cada utilizador criar as suas próprias

11 PRIMAVERA INDUSTRY V7 EXPERIÊNCIA E FLEXIBILIDADE PARA O SECTOR INDUSTRIAL 11 listas de informação flexibilizando o acesso e a análise dos seu dados. Na V7, este conceito foi alvo de diversas melhorias relativamente às versões antecessoras. Uma das melhorias mais importantes, traduz-se na possibilidade destas listas poderem ser criadas sobre dados provenientes de uma fonte de informação externa (base de dados externa). Através das listas, os dados de diversas tabelas podem ser agrupados, filtrados e associados de forma totalmente dinâmica. Para além de poderem ser incluídos novos campos calculados, também é possível realçar os dados de completamente extensível, que permite exploração dos dados através do configurações dos acessos, a definição executar periodicamente alertas e/ou mecanismo de listas, aproveitando dos perfis do utilizador, a autenticação, indicadores, de acordo com um toda a sua flexibilidade, a rastreabilidade, entre outros, são calendário predefinido (por exemplo, nomeadamente a possibilidade de temas assiduamente revistos e durante a noite) através de um serviço incluir dados de fontes externas à base melhorados em todas as versões do Windows específico para este efeito de dados do ERP. Mediante a ERP PRIMAVERA. (também disponível para a execução complexidade da informação Às possibilidades de o responsável pelo de Processos do Utilizador, tarefas pretendida, estas listas podem ser sistema poder definir com exactidão os PRIMAVERA BI e para o envio de criadas pelo próprio utilizador ou pelos perfis de acesso dos utilizadores aos mensagens de e SMS). implementadores das soluções. produtos, bem como efectuar o Os alertas, tal como o nome indica, Os alertas e os indicadores podem ser respectivo rastreio (possibilidade de servem para definir avisos pró-activos disponibilizados em estruturas gráficas registar as operações de inserção, para o utilizador acerca de eventos, de fácil leitura organizadas pelo próprio alteração ou remoção de dados contextos ou informações relevantes utilizador. Estas estruturas, análogas a efectuados por um utilizador, num ao seu trabalho (exemplo: os EIS (Executive Information System) são determinado local), foi acrescentada a funcionários em fim de contrato). Para organizadas em painéis de gráficos (no Autenticação Windows. Esta acordo com diversos critérios além de um conjunto de alertas caso dos indicadores) ou em conjuntos autenticação permite a utilização da utilizando cores ou formatações predefinidos, é possível definir novos de listas de informação (no caso dos validação do acesso ao sistema diferentes. Estas listas permitem ainda alertas. alertas). O Monitor de Negócio faz a operativo Windows de forma integrada a exportação de dados para diversos Os indicadores fornecerão tipicamente gestão dos alertas lidos e não lidos, com o ERP, simplificando as tarefas de formatos como o Excel, Word, Html, informação de gestão de uma forma permitindo também a criação de criação e administração de utilizadores. Xml, ou ainda proceder a mail merge, sintetizada e sistematizada. Esta notificações para os alertas e para os impressão, criação de actividades de informação é apresentada através de indicadores, através do envio de EXTENSIBILIDADE CRM, entre outros. uma biblioteca de gráficos mensagens de correio electrónico e/ou A extensibilidade assume, cada vez configuráveis, disponível neste SMS. mais, uma elevada preponderância MONITOR DE NEGÓCIO mecanismo. Analogamente aos alertas, como complemento às funcionalidades Outra grande novidade presente na é possível criar novos indicadores. SEGURANÇA das aplicações. Para dar resposta às plataforma resulta do desenvolvimento Por tirar partido de um sistema de A segurança é um dos temas que, necessidades mais específicas das da Plataforma de Alertas e Indicadores classificação de informação necessariamente, está sempre num empresas, a PRIMAVERA dotou os seus de Gestão e a respectiva (Categorias), o Monitor de Negócio plano de elevada importância em produtos de elevada tecnologia, disponibilização do Monitor do apresenta, nos alertas e nos qualquer processo de desenvolvimento disponibilizando inúmeros mecanismos Negócio. Trata-se de uma plataforma indicadores, a vantagem de permitir a de software da PRIMAVERA. As que permitem ajustar a solução a cada

12 12 PRIMAVERA BSS PLATAFORMA TECNOLÓGICA organização implementada. Se uma organização necessitar de novas tabelas com informação específica, de um novo formulário com uma determinada operacionalidade, de um comportamento diferente do produto no editor de vendas, ou de novos campos na ficha de clientes, fornecedores, funcionários, etc, tudo isto será possível recorrendo apenas a mecanismos de extensibilidade disponibilizados pelas aplicações. Trata-se da possibilidade de incorporar informação adicional, processos complementares ou rotinas que executam tarefas específicas necessárias à organização, mesmo que não tenham sido contempladas na aplicação base. Adaptar o produto às reais necessidades das empresas será agora muito mais fácil e, como tal, menos dispendioso. A extensibilidade continua a ser uma preocupação muito importante no desenvolvimento dos produtos PRIMA- VERA e um factor crítico para todo o modelo de negócio da PRIMAVERA e dos seus Parceiros. À semelhança das últimas versões do ERP PRIMAVERA, a V7 utiliza uma arquitectura tecnológica de DNA 3 camadas, no entanto, como resultado da Shell Integrada, esta arquitectura passa a integrar todos os objectos de negócio das diversas áreas aplicacionais, ou seja, existe um único motor que integra os vários módulos. Este desenho da arquitectura simplifica o desenvolvimento de projectos de integração que necessitem de interagir simultaneamente com várias aplicacionais (por exemplo, Vendas e Contabilidade, Recursos Humanos e Tesouraria). Para além da integração de soluções externas, a V7 passa a disponibilizar um único projecto VBA através da Shell, integrando todos os objectos de negócio, classes e eventos dos vários módulos (Logística, Tesouraria, Recursos Humanos, Contabilidade, Produção, etc.). Esta alteração facilitará substancialmente o desenvolvimento de Processos do Utilizador para automatizar os processos de negócio mais repetitivos e sistematizáveis. Seguem-se alguns exemplos das potencialidades da Extensibilidade: Funções do Utilizador Trata-se da possibilidade de dotar os produtos com novas funcionalidades generalistas, sendo que algumas delas (ex. envio de um ou sms) podem

13 PRIMAVERA INDUSTRY V7 EXPERIÊNCIA E FLEXIBILIDADE PARA O SECTOR INDUSTRIAL 13 ser criadas pelo próprio utilizador. Estas informação, calendários, árvores de Processos do Utilizador funções vão desde as funcionalidades informação, componentes multimédia Este mecanismo permite desenhar um mais simples até às mais complexas, e qualquer outro tipo de controlos de fluxograma composto por Funções do consistindo num dos instrumentos que entre os milhões existentes em todo o Utilizador e condições. É possível melhor garante uma mundo. calendarizar cada Processo do optimização/adequação do produto às Utilizador para executar necessidades da organização. Formulários do Utilizador automaticamente, mediante uma Uma nova funcionalidade específica determinada periodicidade, a uma Tabelas e campos do utilizador que não seja suportada ao nível da determinada hora. Através deste É possível criar novas tabelas e novos interface de nenhum ponto dos mecanismo, a aplicação encarrega-se campos nas tabelas existentes, com produtos pode ser criada através de de autonomamente processar alguma informação específica da organização. um novo ecrã. Este ecrã, após tarefa que pode incluir o envio de Estes novos campos são associado a um Menu do Utilizador, informação através de correio automaticamente desenhados num funciona como se fosse uma electrónico ou SMS, efectuar um novo separador junto dos campos funcionalidade base do produto. processamento, emitir um mapa, predefinidos do produto. efectuar alertas, calcular dados, Alternativamente, poder-se-ão Mapas do utilizador actualizar DataWarehouses ou bases desenhar manualmente separadores Para além de ser possível criar novos de dados externas, entre outros. Tratado utilizador para incorporar estes mapas para os produtos e colocá-los se de um verdadeiro mecanismo de campos e/ou outros objectos com num menu destinado a esse efeito, é automatização de processos que pode funcionalidades específicas. possível editar qualquer mapa ser utilizado para uma grande predefinido através do Crystal Reports, diversidade de fins. Separadores do Utilizador utilizando mecanismos dos produtos É a possibilidade de desenhar novos que apoiam esse processo. ecrãs em qualquer tabela de manutenção (clientes, fornecedores, Menus do Utilizador artigos, funcionários, fichas de De acordo com as exigências da imobilizado, etc). Porque a ferramenta organização, esta funcionalidade de desenho dos ecrãs é a do Visual permite ao utilizador criar novos Basic for Applications (VBA), para além menus, que tornam o acesso a dos Campos do Utilizador, podemos funcionalidades específicas totalmente incluir nestes novos ecrãs: botões de transparente.

14 14 PRIMAVERA BSS PRODUÇÃO Controlo integrado e em tempo real dos processos de fabrico A área de Produção permite controlar totalmente todo o ciclo de produção desde a fábrica até ao cliente, garantido o total controlo de processos. A competitividade dita o sucesso de uma empresa e a gestão adequada da produção constitui um trunfo importante. Para além do processo de aprovisionamento, as empresas necessitam de proceder a uma gestão eficaz dos seus processos produtivos de modo a garantirem a maior qualidade ao menor custo, dos produtos sujeitos a manufactura. A área de Produção foi desenvolvida a pensar nas inúmeras e particulares necessidades do sector industrial, permitindo planear e controlar eficazmente os custos e tempos de fabrico, saber diariamente o ponto de situação de cada produto, calcular custos, efectuar o planeamento e gerir de forma integrada os processos de fabrico. Para dar resposta às particularidades de cada empresa, a área de Produção dispõe de ferramentas potentes de extensibilidade, que permitem adequar a resposta do Sistema de Informação aos processos das empresas. Estas valências auxiliam o controlo de todo o processo produtivo, o qual, aliado a uma gestão eficaz, permite estabelecer altos níveis de performance. A integração entre a área produtiva da empresa e as áreas administrativa, logística, financeira, entre outras, garante a qualidade da informação que circula na empresa, evita duplicação de tarefas e auxilia a participação dos diversos intervenientes dos processos organizacionais. É ainda possível efectuar a ligação entre as ordens de fabrico, operações e diários de trabalho para a contabilidade geral, centros de custo, contabilidade analítica, entre outros. FICHAS TÉCNICAS O registo dos dados principais dos artigos, as suas características, as possíveis variantes (ex. Cores e Tamanhos), a gestão de nº de série, a informação técnica e as gamas de operações a que o artigo será submetido são alguns dos dados existentes na Ficha Técnica. Cada produto tem uma origem (fabrico, compra ou misto), simplificando assim todo o processo de criação e execução de fichas técnicas, encomendas e ordens de fabrico, e automatizando todos os processos de cálculos de necessidades para produção e/ou compra. Isto permite uma mais fácil e imediata adequação às necessidades de diferentes indústrias. A análise das gamas operatórias numa forma de esquema em árvore; a possibilidade de agrupar as gamas em alternativas de produção, ou seja, formas distintas de fabricar o mesmo produto; o tratamento de derivados e de desperdícios; a definição dos tempos de preparação, espera e movimentação no planeamento da produção, são algumas das características existentes nas operações das Fichas Técnicas. BOM BILL OF MATERIAL Associado ao mecanismo das fichas técnicas, existe um esquema representativo da lista de materiais previstos (BOM as planned) onde são representadas as diversas alternativas planeadas para a produção de um determinado produto. Esta lista de materiais apresenta todos os componentes do produto principal com as respectivas quantidades, apresentando também as composições

15 PRIMAVERA INDUSTRY V7 EXPERIÊNCIA E FLEXIBILIDADE PARA O SECTOR INDUSTRIAL 15 (componentes e quantidades) dos sub- custos e avaliar a sua performance (Material Requirements Planning) ou do Ordens de Fabrico planeadas permitirá produtos e produtos intermédios financeira e produtiva. MRP II (Manufacturing Resource ajustar as compras de matériasincorporados. Planning), este mecanismo permite a primas ou as necessidades de Através deste conceito é possível automatização do processo e a sua produção de produtos intermédios, às Cada processo produtivo pode controlar as operações de produção de interligação com as outras áreas do datas mais adequadas para a incorporar alterações nas gamas cada centro, podendo ser definidos os ERP, nomeadamente a Logística, produção, reduzindo o risco de falhas operatórias e nas composições tempos trabalháveis por centro de sempre que o cálculo implique tais de stocks ou de excesso de tempo de relativamente à BOM planeada. Com trabalho e por dia. É possível, também, operações. Este mecanismo permite armazenagem. base neste pressuposto, a área da definir o tempo de preparação calcular necessidades de produção ou Produção permite analisar a lista predefinido, ou seja, o tempo que é de compra tendo em conta a Este processo usa diversas efectiva de materiais num determinado necessário acrescentar ao início da disponibilidade de stocks previstas na informações acerca dos produtos processo produtivo (BOM as operação para, por exemplo, afiar a data da necessidade, as disponíveis no ERP e processa um manufactured). lâmina de uma máquina de corte. É responsabilidades assumidas, o plano vasto número de cálculos, baseados ainda possível definir o tempo de de produção global da empresa, os em diversos dados, tais como: COMPOSIÇÕES COM FÓRMULAS espera, isto é, o tempo que é níveis de stock em cada armazém, etc. Plano de produção global; A área de Produção permite também necessário acrescentar ao final de Nº de unidades de um produto que definir quantidades de componentes cada operação para proceder, por É possível despoletar o cálculo de a empresa definiu para serem com base em fórmulas (matemáticas, exemplo, à secagem do produto. necessidades brutas ou líquidas para produzidos em determinado período; VBScript, etc.). Esta potencialidade uma determinada data. As Encomendas de Clientes; permite criar duplicações de fichas O mecanismo de centros de trabalho necessidades líquidas podem ter em Lista de materiais; técnicas base atribuindo e calculando permite calcular um valor consideração os stocks mínimos de Lista de componentes do produto; os valores dessas mesmas fórmulas. hora/máquina através da atribuição de cada armazém. O cálculo pode incidir Níveis de stocks; Através da utilização desta ferramenta custos base e custos anuais. Podem sobre as Ordens de Fabrico existentes Ordens de Compra a Fornecedor torna-se extremamente simples gerar ainda ser associados os funcionários (por exemplo, planeadas, tendo em atenção as respectivas fichas técnicas e produtos novos que poderão trabalhar em cada centro orçamentadas ou em execução), sobre datas de entrega. baseados num standard, reflectindo as de trabalho e o número de pessoas que as encomendas de clientes e sobre o alterações na gama e nas quantidades podem trabalhar simultaneamente, o plano de produção. Assim sendo, a utilização deste dos seus componentes. Este cenário é que permitirá a obtenção de um valor O mecanismo de cálculo automatiza a mecanismo garante a interligação da especialmente útil para indústrias com hora/homem. Estes critérios geração de ordens de fabrico e de requisição de materiais com as produtos modulares. fundamentam e conferem maior encomendas a fornecedor ou necessidades de fabrico e compra, o precisão ao cálculo do custo teórico requisições internas garantindo que permite optimizar as quantidades CENTROS DE TRABALHO dos produtos. diversas condições tais como, por de stock em armazém, aumentar a Um centro de trabalho pode ser uma exemplo, a criação de ordens de rotação dos mesmos e evitar falhas de máquina, um conjunto de máquinas CÁLCULO DE NECESSIDADES fabrico cujas quantidades respeitem a stock. ou mesmo um conjunto de pessoas (MRP E MRP II) definição de quantidades económicas Os prazos de entrega são mais fiáveis pertencentes a uma determinada Independentemente da técnica a de produção ou o agrupamento por para o cliente; é possível aceder a secção. Trata-se na sua essência de utilizar para despoletar as diversas dimensões (cores, tamanhos, etc.), avisos antecipados de problemas e um bloco produtivo com pessoas necessidades de fabrico e/ou compra entre outros. falhas de produção e, por último, e/ou máquinas, sobre o qual assentar nos critérios do clássico Após proceder ao planeamento, um existe um controlo mais apurado da pretendemos planear, controlar cálculo de necessidades, do MRP novo cálculo de necessidades sobre as fiabilidade dos fornecedores.

16 16 PRIMAVERA BSS PRODUÇÃO PLANEAMENTO FINO DA PRODUÇÃO serão satisfeitas pela Ordem de Ordens de Fabrico resultam da este processo, garante total Através desta vertente é possível obter Fabrico em causa. definição de operações, matérias- flexibilidade para empresas que tenham uma visão detalhada de O Planeamento Fino de Produção primas, produtos intermédios, mão-de- processos de produção muito disponibilidade de recursos e prazos de permite, ainda, movimentar as barras e obra, tempos de operação, particulares. entrega, possibilitando a simulação de ver as implicações nos restantes quantidades, entre outros, definidos na diferentes cenários e validação do centros de trabalho, analisando as ficha técnica do produto e nos centros DIÁRIO DE TRABALHO mais indicado para a satisfação das mudanças de cor e simulando as de trabalho. Após serem geradas, as A recolha de dados de produção necessidades internas e externas. "realidades" desejadas. Ordens de Fabrico assumem poderá ser realizada através de Esta funcionalidade permite automaticamente as previsões de terminais de aquisição de dados em monitorizar e optimizar o processo ORDENS DE FABRICO custos, tempos e quantidades, sistema batch ou online. A área de produtivo através do acesso a um Através das Ordens de Fabrico é permitindo a integração de valores na Produção do ERP PRIMAVERA inclui planeamento gráfico das ordens de possível gerir toda a informação contabilidade geral, analítica e centros uma interface touch screen para produção, o que possibilita aceder de associada a um processo de fabrico, tal de custo. recolha de dados na planta de forma simples a informação associada como: a previsão de consumos de produção, no entanto, a integração de à operação e ordem de fabrico materiais e operações; gestão de Qualquer operação, composição quaisquer outros mecanismos de seleccionada, bem como os materiais stocks (entradas e saídas); definição de (componente e quantidade), recurso, recolha e a criação de mecanismos necessários e seu stock no momento. estados (Simulada, Por Iniciar, Iniciada, etc., predefinido na ordem de fabrico, específicos são práticas frequentes na Os dados podem ser disponibilizados Interrompida, Fechada, Reaberta, pode ser ajustado às eventuais Indústria e perfeitamente suportadas através de um gráfico Gantt, Orçamentada); recolha de dados de particularidades de um processo de pela aplicação. recorrendo a diferentes cores para produção e análise de custos. produção específico. cada estado (Verde antes do prazo; A gestão dos dados e a extracção de Amarelo sobre o prazo; Vermelho Geradas através do cálculo de A possibilidade de incorporar lógica de relatórios é efectuada na área de prazo ultrapassado). É possível, necessidades ou através de negócio específica através de eventos produção do ERP, servindo esta como também, aceder às encomendas que mecanismos de extensibilidade, as VBA e de incluir novos campos em todo Backoffice. Nesta área, pode também

17 PRIMAVERA INDUSTRY V7 EXPERIÊNCIA E FLEXIBILIDADE PARA O SECTOR INDUSTRIAL 17 proceder-se à introdução manual de diários de produção, para os casos de indústrias que não procedam a recolhas na planta. PARAGENS O registo de paragens com a respectiva classificação dos motivos e dos tipos de paragem permite obter um cadastro rigoroso sobre os tempos de paragem. Através deste cadastro, é possível elaborar diversas análises e estatísticas. Recorrendo aos mecanismos de alertas e indicadores disponíveis na Plataforma do ERP, podem ser configurados avisos automáticos sempre que determinada situação ocorra. CONTROLO Através de inúmeros mecanismos de análise ou através da edição das ordens de fabrico, é possível saber, em tempo real, toda a informação referente a um determinado processo implementação, proceder à adequação também que o cliente é dono da sua de fabrico. As produtividades efectivas do comportamento da aplicação às implementação. Estas possibilidades do por trabalhador e por centro de necessidades da empresa. sistema, suportadas por uma base trabalho confrontadas com as funcional sólida e abrangente, esperadas configuram um conjunto de Criar novos mecanismos, automatizar aproveitam a economia de escala em perspectivas interessantes de análise processos, adicionar novos campos e todas as operações incluídas de base. por ordem de fabrico, período de tabelas, incorporar a lógica específica tempo, entre outros. da organização, criar mapas e análises, entre outros, são apenas alguns Através do monitor de negócio podem exemplos de elementos de ser configurados à medida de cada extensibilidade que fazem do ERP empresa um conjunto de indicadores PRIMAVERA a solução mais versátil do que reflictam um EIS (Executive mercado para empresas do sector da Information System), possibilitando Indústria. uma análise sintética sobre toda a área de produção da empresa ou analítica De entre as inúmeras possibilidades de sobre determinados critérios extensibilidade, destacam-se as importantes para a gestão do processo seguintes: produtivo. Adicionar lógica específica através de VBA em todas as tabelas mestre da RASTREABILIDADE produção; A Rastreabilidade das Ordens de Adicionar lógica específica através Fabrico permite identificar de forma de VBA nas ordens de fabrico, no singular uma matéria-prima, um sub- cálculo de necessidades e no editor de produto, um produto intermédio, um stocks; produto acabado, entre outros, no seu Criar novos campos (atributos) em processo produtivo. Através deste todas as tabelas mestre da produção e mecanismo navega-se em todas entidades (ordens de fabrico, transversalmente através do histórico diários de trabalho, paragens, fichas de componentes e operações utilizado técnicas, cálculo de necessidades, na produção de um determinado componentes, etc.); produto, desde as matérias-primas até Criar novas tabelas e associá-las aos ao produto final. campos descritos; Criar novos mapas e estatísticas. EXTENSIBILIDADE Devido às habituais particularidades Estas e outras possibilidades do dos processos produtivos das sistema garantem à empresa a empresas, a PRIMAVERA BSS dotou a adequação ao seu processo, sem área de Produção do ERP com depender de desenvolvimentos tecnologia que permite, em tempo de realizados pelo produtor, e garantem

18 18 PRIMAVERA BSS LOGÍSTICA Abrangência total nos processos organizacionais Pela sua importância na componente operacional das organizações e atendendo à orientação estratégica da v7, a área da Logística foi uma das áreas onde a PRIMAVERA BSS efectuou o maior investimento. Concebida numa lógica de elevada flexibilidade e integração, a Logística responde às necessidades específicas das empresas industriais. O tratamento de todo o circuito comercial das empresas é assegurado por áreas que se interligam entre si de forma harmoniosa: Vendas, Compras e Inventários. A procura de soluções cada vez mais avançadas e produtivas em áreas como a gestão de stocks e de armazéns, tratamento de preços e de custos, Facturação Electrónica, assim como a aposta na flexibilização crescente dos fluxos documentais e logísticos suportados fazem da área Logística do ERP PRIMAVERA, o produto ideal para organizar o sector da logística das empresas industriais. Para além da flexibilidade e da abrangência dos processos operacionais e logísticos, a v7 foi desenvolvida a pensar na robustez, na fluidez de informação e tarefas, na performance, na visibilidade da informação, entre outros. Estas são características muito perceptíveis na área da logística. A v7 veio dar resposta a um número muito significativo de solicitações dos nossos utilizadores, nomeadamente no que diz respeito a processos de requisições, fluxos logísticos internos da organização e processos de compra/venda. A possibilidade de caracterizar os fluxos de documentos e respectivas autorizações intercalares permite garantir que todos os processos são tratados em conformidade com as regras da organização. A grande flexibilidade com que se definem e se utilizam os documentos e tabelas de apoio permite implementar o circuito documental adequado às necessidades das empresas, evitando a introdução repetitiva da informação em múltiplas fases do seu tratamento. Por outro lado, a utilização do VBA, conjugada com a possibilidade de criar novos campos e tabelas, bem como definir novos mapas, permite fazer face às necessidades mais particulares de cada empresa. Outra das grandes novidades da v7 foi também a introdução do conceito dos Documentos Internos, uma importante ferramenta de suporte aos processos operacionais internos da organização. Os Documentos Internos suportam e intermedeiam processos de Aprovisionamento, Venda, Stocks, Produção, Negociação, entre outros. VENDAS Desde a encomenda de cliente, passando pelo cálculo de necessidades, pelas Ordens de Fabrico, pelas entradas e saídas de stock, até à facturação, esta área proporciona um vasto conjunto de funcionalidades e automatismos que facilitam a gestão de toda a cadeia de vendas de uma área produtiva. Consulta de preços, rastreabilidade dos documentos, histórico de facturação, encomendas por entregar, artigos de substituição ou stocks disponíveis por armazém, são alguns dos aspectos que permitem gerir melhor o processo de vendas. O ERP PRIMAVERA permite-lhe, ainda, fazer toda a gestão de devoluções, sendo possível definir diversos tipos de condições associadas à devolução. A utilização de regras de descontos/preços por escalões em quantidades ou valores, sempre associados a intervalos de datas definidos pelo utilizador, permitem uma gestão eficiente das promoções e das listas de preços da empresa. O conceito de Fluxo Documental nas vendas permite desenhar fluxogramas que representem os modelos comerciais seguidos nas empresas. Com efeito, podem criar-se múltiplos tipos de Fluxos Documentais associados ao processo de venda, garantindo que o circuito das vendas é respeitado por todos os agentes do processo. A interligação destes Fluxos Documentais com o conceito de Documentos Internos permite estabelecer um vasto conjunto de cenários logísticos e dar resposta a processos com um elevado índice de complexidade, independentemente do processo passar pelas vendas, pelo inventário, pelas compras ou de possuir um cariz exclusivamente interno. Diversas estatísticas de vendas segundo múltiplos critérios permitem efectuar análises por artigo, família, cliente, vendedor, zona, secção, obra/projecto, etc. COMPRAS / APROVISIONAMENTO Este módulo trata todas as actividades relacionadas com compras e aprovisionamento. A manutenção de preços e condições por fornecedor, bem como a possibilidade de efectuar

19 PRIMAVERA INDUSTRY V7 EXPERIÊNCIA E FLEXIBILIDADE PARA O SECTOR INDUSTRIAL 19 encomendas apoiadas em processos de sugestão automática e/ou utilizando as definições dos fornecedores, facilitam o trabalho de gestão das compras de mercadorias, matérias-primas ou material de economato. A gestão de condições de compra de artigos por fornecedor, utilizando diversos critérios, garante uma elevada performance para quem necessita de uma ferramenta de produtividade para gerir tabelas de preços de compra. A elaboração de documentos de compras a partir das encomendas ou das entregas facilita o processo de registo de entradas, garantindo que o rastreio das mesmas está sempre disponível para consulta. Ao estarem integrados nas cópias de linhas, os processos de compra assumem uma elevada flexibilidade, nomeadamente no que diz respeito à criação de documentos do ciclo de compras a partir dos documentos dos ciclos de vendas, stocks e internos. O processo inverso permite devolver, por exemplo, ao ciclo de vendas, um processo cujo aprovisionamento já foi efectuado. O módulo de Compras integra com o novo mecanismo de Documentos Internos. Desta forma é possível gerir pedidos de cotações, requisições

20 20 PRIMAVERA BSS LOGÍSTICA internas, ordens de fabrico, entre outros, de forma assistida e totalmente integrada. Os custos adicionais das Compras, como transportes por exemplo, podem ser registados a posteriori (neste caso, aquando a recepção do documentos do fornecedor do serviço), garantindo uma total precisão do Custo Unitário dos artigos em stock. Inúmeras estatísticas e gráficos de compras permitem avaliar as aquisições por artigo, família, fornecedor, etc., ao longo do período de tempo seleccionado. A evidência de quantidades e custos associados às estatísticas de compras permite maximizar a função da compra. O tratamento de Custos e Descontos adicionais é totalmente automático. Também nas Compras existe o conceito de Fluxo Documental que garante que o processo de compra é implementado segundo os critérios exigidos pela empresa. Para garantir total segurança, o ERP PRIMAVERA permite implementar um rigoroso conjunto de regras de autorização associadas ao processo de compra. Assim, poderá introduzir níveis de autorização de acordo com múltiplos critérios (autorizações

PRIMAVERA INDUSTRY. Uma solução para as PME industriais

PRIMAVERA INDUSTRY. Uma solução para as PME industriais PRIMAVERA INDUSTRY Uma solução para as PME industriais PRIMAVERA INDUSTRY Uma solução para as PME industriais produtivos de modo a garantir uma maior qualidade dos produtos sujeitos a fabrico, ao menor

Leia mais

PRIMAVERA INDUSTRY. EXPERIÊNCIA E FLEXIBILIDADE PARA O SECTOR INDUSTRIAL.

PRIMAVERA INDUSTRY. EXPERIÊNCIA E FLEXIBILIDADE PARA O SECTOR INDUSTRIAL. 2 PRIMAVERA BSS PRIMAVERA INDUSTRY. EXPERIÊNCIA E FLEXIBILIDADE PARA O SECTOR INDUSTRIAL. Com o PRIMAVERA INDUSTRY, a PRIMAVERA BSS coloca à disposição das empresas do sector industrial, uma solução aberta,

Leia mais

A EXPERIÊNCIA DAS EMPRESAS DE TOPO

A EXPERIÊNCIA DAS EMPRESAS DE TOPO A EXPERIÊNCIA DAS EMPRESAS DE TOPO 4 6 7 8 9 10 11 16 20 23 28 30 32 34 36 A experiência das empresas de topo Ao encontro das necessidades específicas de cada sector As melhores práticas de implementação

Leia mais

PRIMAVERA CONSTRUCTION UMA SOLUÇÃO ÚNICA PARA O SECTOR

PRIMAVERA CONSTRUCTION UMA SOLUÇÃO ÚNICA PARA O SECTOR PRIMAVERA CONSTRUCTION UMA SOLUÇÃO ÚNICA PARA O SECTOR www.alvo.com 800 789 789 4 5 6 7 8 13 18 23 28 30 32 34 35 Uma solução única para o sector ESQUEMA DA SOLUÇÃO GLOBAL As melhores práticas de implementação

Leia mais

PRIMAVERA BUSINESS SOFTWARE SOLUTIONS, SA

PRIMAVERA BUSINESS SOFTWARE SOLUTIONS, SA PRIMAVERA BUSINESS SOFTWARE SOLUTIONS, SA Introdução Nesta edição do Catálogo de Serviços apresentamos os vários tipos de serviços que compõe a actual oferta da Primavera na área dos serviços de consultoria.

Leia mais

Manufacturing. Controlo integrado e em tempo real dos processos de fabrico

Manufacturing. Controlo integrado e em tempo real dos processos de fabrico Manufacturing Controlo integrado e em tempo real dos processos de fabrico primavera Manufacturing Controlo integrado e em tempo real dos processos de fabrico 2 primavera bss A solução primavera Manufacturing

Leia mais

GM Light GM POS GESTÃO COMERCIAL. O parceiro ideal nas tecnologias de Informação

GM Light GM POS GESTÃO COMERCIAL. O parceiro ideal nas tecnologias de Informação GM As soluções de Gestão comercial GM são uma ferramenta essencial e indispensável para a correcta gestão de negócio e fomentador do crescimento sustentado das Empresas. Criado de raiz para ser usado em

Leia mais

Enterprise 2007. A gama PHC Enterprise é um ERP desenvolvido de forma a satisfazer as exigentes necessidades das médias e grandes empresas.

Enterprise 2007. A gama PHC Enterprise é um ERP desenvolvido de forma a satisfazer as exigentes necessidades das médias e grandes empresas. Enterprise 2007 Descritivo completo A gama PHC Enterprise é um ERP desenvolvido de forma a satisfazer as exigentes necessidades das médias e grandes empresas. Com vista a satisfazer totalmente cada empresa

Leia mais

Premier. Quando os últimos são os Primeiros

Premier. Quando os últimos são os Primeiros Premier Quando os últimos são os Primeiros Fundada em 1997 Especializada no desenvolvimento de soluções informáticas de apoio à Gestão e consultoria em Tecnologias de Informação. C3im tem como principais

Leia mais

O SECTOR A SOLUÇÃO Y.make Num mundo cada vez mais exigente, cada vez mais rápido e cada vez mais competitivo, o papel dos sistemas de informação deixa de ser de obrigação para passar a ser de prioridade.

Leia mais

Soluções de Gestão Integradas SENDYS ERP. Otimize a Gestão do Seu Negócio!

Soluções de Gestão Integradas SENDYS ERP. Otimize a Gestão do Seu Negócio! Soluções de Gestão Integradas SENDYS ERP Otimize a Gestão do Seu Negócio! Universo da Solução de Gestão SENDYS ERP Financeira Recursos Humanos Operações & Logística Comercial & CRM Analytics & Reporting

Leia mais

4200-314 PORTO 1250-102 LISBOA Telef. 22 5512000 Telef. 21 3976961/2 Fax 22 5512099 Fax 21 3962187

4200-314 PORTO 1250-102 LISBOA Telef. 22 5512000 Telef. 21 3976961/2 Fax 22 5512099 Fax 21 3962187 Gestão Definição A Gestão determina as características da actividade da empresa no mercado, controlando as relações entre a tesouraria, o potencial e a rotação de produtos, os vendedores, os clientes,

Leia mais

PHC Logística CS. A gestão total da logística de armazém

PHC Logística CS. A gestão total da logística de armazém PHC Logística CS A gestão total da logística de armazém A solução para diminuir os custos de armazém, melhorar o aprovisionamento, racionalizar o espaço físico e automatizar o processo de expedição. BUSINESS

Leia mais

O GRUPO AITEC. Breve Apresentação

O GRUPO AITEC. Breve Apresentação O GRUPO AITEC Breve Apresentação Missão Antecipar tendências, identificando, criando e desenvolvendo empresas e ofertas criadoras de valor no mercado mundial das Tecnologias de Informação e Comunicação

Leia mais

Gestão Total da Manutenção: Sistema GTM

Gestão Total da Manutenção: Sistema GTM Gestão Total da Manutenção: Sistema GTM por Engº João Barata (jbarata@ctcv.pt), CTCV Inovação Centro Tecnológico da Cerâmica e do Vidro 1. - INTRODUÇÃO Os sub-sistemas de gestão, qualquer que seja o seu

Leia mais

SISTEMAS DEGESTÃO EMPRESARIAL

SISTEMAS DEGESTÃO EMPRESARIAL SISTEMAS DEGESTÃO EMPRESARIAL Imagine um mundo onde a sua Empresa se desenvolve facilmente, onde a cooperação entre os seus funcionários, as suas filiais e o seu ambiente de negócio é simples e em que

Leia mais

Software de Gestão Manutenção e Produção

Software de Gestão Manutenção e Produção Software de Gestão Manutenção e Produção Parceiro global para toda a área de Tecnologias da sua empresa ENQUADRAMENTO A ALIDATA e a SENDYS são empresas 100% portuguesas, no mercado há mais de 30 anos,

Leia mais

Vantagem Garantida PHC

Vantagem Garantida PHC Vantagem Garantida PHC O Vantagem Garantida PHC é um aliado para tirar maior partido das aplicações PHC A solução que permite à empresa rentabilizar o seu investimento, obtendo software actualizado, formação

Leia mais

PRIMAVERA BUSINESS SOFTWARE SOLUTIONS WHITE PAPER MANUTENÇÃO PRIMAVERA

PRIMAVERA BUSINESS SOFTWARE SOLUTIONS WHITE PAPER MANUTENÇÃO PRIMAVERA PRIMAVERA BUSINESS SOFTWARE SOLUTIONS WHITE PAPER MANUTENÇÃO PRIMAVERA ÍNDICE MANUTENÇÃO PRIMAVERA 4 MÓDULOS CONSTITUINTES 4 CADASTRO 4 Entidades 5 Localizações 8 MATERIAIS 11 Sobresselentes, Consumíveis,

Leia mais

Uma aplicação que reúne Facturação, Clientes e Fornecedores com Stocks e Serviços, permitindo controlar toda a área comercial.

Uma aplicação que reúne Facturação, Clientes e Fornecedores com Stocks e Serviços, permitindo controlar toda a área comercial. PHC Software na Hora PHC Software na Hora Descritivo completo Benefícios 9 Muito fácil de utilizar; 9 Gestão de tempo e Informação Informação; 9 Maior facilidade de controlo e gestão; 9 Totalmente integrado;

Leia mais

Conceito. As empresas como ecossistemas de relações dinâmicas

Conceito. As empresas como ecossistemas de relações dinâmicas Conceito As empresas como ecossistemas de relações dinâmicas PÁG 02 Actualmente, face à crescente necessidade de integração dos processos de negócio, as empresas enfrentam o desafio de inovar e expandir

Leia mais

Qpoint Rumo à Excelência Empresarial

Qpoint Rumo à Excelência Empresarial 2 PRIMAVERA BSS Qpoint Rumo à Excelência Empresarial Numa era em que a competitividade entre as organizações é decisiva para o sucesso empresarial, a aposta na qualidade e na melhoria contínua da performance

Leia mais

PRIMAVERA FASHION RETAIL A SOLUÇÃO PARA O SECTOR DA MODA

PRIMAVERA FASHION RETAIL A SOLUÇÃO PARA O SECTOR DA MODA PRIMAVERA FASHION RETAIL A SOLUÇÃO PARA O SECTOR DA MODA PRIMAVERA FASHION RETAIL A SOLUÇÃO PARA O SECTOR DA MODA 3 PRIMAVERA FASHION RETAIL. A SOLUÇÃO PARA O SECTOR DA MODA. NOS DIAS DE HOJE, MAIS DO

Leia mais

WorkinProject 8 Manual de Referência Rápida

WorkinProject 8 Manual de Referência Rápida WorkinProject 8 Manual de Referência Rápida Flagsoft, Lda 2015 Índice 1. Introdução...3 2. Integrador - Interface com o utilizador...4 3. Registo de actividade - Folha de horas...5 4. Agenda e colaboração...7

Leia mais

PRIMAVERA MAINTENANCE PARA UMA GESTÃO EFICAZ DE EQUIPAMENTOS

PRIMAVERA MAINTENANCE PARA UMA GESTÃO EFICAZ DE EQUIPAMENTOS PRIMAVERA MAINTENANCE PARA UMA GESTÃO EFICAZ DE EQUIPAMENTOS PRIMAVERA MAINTENANCE PARA UMA GESTÃO EFICAZ DE EQUIPAMENTOS 3 A importância de uma Manutenção planeada e estruturada As organizações fazem,

Leia mais

Porque as suas regras de negócio são específicas, precisa de uma sua solução de gestão que permite gerir essa diferença.

Porque as suas regras de negócio são específicas, precisa de uma sua solução de gestão que permite gerir essa diferença. Porquê NEXT Vision Porque as suas regras de negócio são específicas, precisa de uma sua solução de gestão que permite gerir essa diferença.... Poder de adaptação Porque cabe a si decidir como pretende

Leia mais

Sistema Integrado de Gestão Profissional Certificado

Sistema Integrado de Gestão Profissional Certificado elabora Gestão é um sistema integrado de gestão por incluir no mesmo programa controlo de contas correntes de clientes, fornecedores, controlo de stocks e armazéns. Aplicação 32 Bits para ambiente Windows

Leia mais

PHC TeamControl CS. A gestão de equipas e de departamentos

PHC TeamControl CS. A gestão de equipas e de departamentos PHC TeamControl CS A gestão de equipas e de departamentos A solução que permite concretizar projectos no tempo previsto e nos valores orçamentados contemplando: planeamento; gestão; coordenação; colaboração

Leia mais

Gestão de Produção Indústria Têxtil e Confecções

Gestão de Produção Indústria Têxtil e Confecções Gestão de Produção Definição A Gestão de Produção para a Indústria Têxtil e Confecções associa o Controlo, Planeamento e Custeio Industrial dos vários sectores das denominadas Têxteis Verticais com o tratamento

Leia mais

PONTDOC. Sistema de Gestão Documental. Dossier de Produto 02.01.2009 DP10.02. www.pontual.pt UGD 1 de 13

PONTDOC. Sistema de Gestão Documental. Dossier de Produto 02.01.2009 DP10.02. www.pontual.pt UGD 1 de 13 PONTDOC Sistema de Gestão Documental Dossier de Produto DP10.02 02.01.2009 www.pontual.pt UGD 1 de 13 PONTDoc Sistema de Gestão Documental A Pontual A Pontual é uma empresa de capitais 100% nacionais,

Leia mais

GM RECURSOS HUMANOS HUMANOS. O parceiro ideal nas tecnologias de Informação

GM RECURSOS HUMANOS HUMANOS. O parceiro ideal nas tecnologias de Informação GM RECURSOS O GM Recursos Humanos é a solução desenvolvida pela MacWin para a gestão do Capital Humano da sua empresa. Apoiada num interface intuitivo mas altamente eficiente, a solução torna-se extraordinariamente

Leia mais

Oferta primavera primavera Executive 8 10 Plataforma Tecnológica 14 Logística 18 Área Financeira 24 Contactos e Oportunidades 28 Projetos e Serviços

Oferta primavera primavera Executive 8 10 Plataforma Tecnológica 14 Logística 18 Área Financeira 24 Contactos e Oportunidades 28 Projetos e Serviços 4 7 36 Oferta primavera primavera Executive 8 10 Plataforma Tecnológica 14 Logística 18 Área Financeira 24 Contactos e Oportunidades 28 Projetos e Serviços 30 Recursos Humanos 34 Equipamentos e Ativos

Leia mais

PORQUÊ O PHC ENTERPRISE CS?

PORQUÊ O PHC ENTERPRISE CS? PORQUÊ O PHC ENTERPRISE CS? Um ERP, como qualquer software, pode vir em várias medidas. Quer se chamem soluções, serviços, formatos, ou gamas como no caso da PHC, existem diversas possibilidades para uma

Leia mais

Mobile Business. Your sales on the move.

Mobile Business. Your sales on the move. Pág/02 O PRIMAVERA é um produto destinado a empresas que utilizem processos de auto-venda e/ou pré-venda com Equipas de Vendas que necessitem de um conjunto de informação e funcionalidades avançadas, disponíveis

Leia mais

De seguida, apresentamos algumas funcionalidades interessantes e que estão disponíveis em todos os módulos de PHC Corporate.

De seguida, apresentamos algumas funcionalidades interessantes e que estão disponíveis em todos os módulos de PHC Corporate. Corporate 2007 A gama Descritivo PHC completo Corporate foi desenvolvida para satisfazer totalmente as necessidades das micro-empresas. Possui módulos para automatizar todas as áreas e departamentos da

Leia mais

PRIMAVERA MAINTENANCE PARA UMA GESTÃO EFICAZ DE EQUIPAMENTOS

PRIMAVERA MAINTENANCE PARA UMA GESTÃO EFICAZ DE EQUIPAMENTOS PRIMAVERA MAINTENANCE PARA UMA GESTÃO EFICAZ DE EQUIPAMENTOS 3 PRIMAVERA MAINTENANCE PARA UMA GESTÃO EFICAZ DE EQUIPAMENTOS A importância de uma Manutenção planeada e estruturada As organizações fazem,

Leia mais

Consultoria de Gestão Sistemas Integrados de Gestão Contabilidade e Fiscalidade Recursos Humanos Marketing e Comunicação Consultoria Financeira JOPAC SOLUÇÕES GLOBAIS de GESTÃO jopac.pt «A mudança é a

Leia mais

Soluções PRIMAVERA Starter. Para empresas que vão crescer

Soluções PRIMAVERA Starter. Para empresas que vão crescer Soluções PRIMAVERA Para empresas que vão crescer 02 Soluções PRIMAVERA Soluções Para empresas que vão crescer A legislação relativa à utilização de programas informáticos de faturação certificados tem

Leia mais

LOGÍSTICA NÍVEL I. LOCAL Centro de Formação TRIGÉNIUS FÁTIMA. CONDIÇÕES 1 Computador por participante Certificado de participação Coffee Break

LOGÍSTICA NÍVEL I. LOCAL Centro de Formação TRIGÉNIUS FÁTIMA. CONDIÇÕES 1 Computador por participante Certificado de participação Coffee Break LOGÍSTICA NÍVEL I Logística do ERP PRIMAVERA, designadamente Vendas e Stocks/ Inventários. administrativa. Configuração do administrador Criação e configuração de séries documentais Tratamento das entidades

Leia mais

ZSRest/ZSPos. Manual de Stocks. BackOffice

ZSRest/ZSPos. Manual de Stocks. BackOffice BackOffice 1 1. Índice 2. Introdução... 3 3. Iniciar o ZSRest/ZSPos FrontOffice... 4 4. Produto... 5 Activar gestão de stocks... 5 5. Armazém... 7 a) Adicionar Armazém... 8 b) Modificar Armazém... 8 c)

Leia mais

Nova Versão 7.50. Ao encontro das necessidades dos clientes PRIMAVERA

Nova Versão 7.50. Ao encontro das necessidades dos clientes PRIMAVERA Nova Versão 7.50 Ao encontro das necessidades dos clientes PRIMAVERA Versão 7.50 Ao encontro das necessidades dos clientes PRIMAVERA A PRIMAVERA prepara-se para disponibilizar uma nova versão do seu ERP,

Leia mais

What s New Multi 2011. Certificação de Software Publicação da Portaria 363/2010

What s New Multi 2011. Certificação de Software Publicação da Portaria 363/2010 Certificação de Software Publicação da Portaria 363/2010 À Semelhança de medidas tomadas por administrações Fiscais de outros países, foi publicada em Portugal a portaria a regulamentar a Certificação

Leia mais

PHC Logística BENEFÍCIOS. _Redução de custos operacionais. _Inventariação mais correcta

PHC Logística BENEFÍCIOS. _Redução de custos operacionais. _Inventariação mais correcta PHCLogística DESCRITIVO O módulo PHC Logística permite fazer o tracking total de uma mercadoria: desde a sua recepção, passando pelo seu armazenamento, até à expedição. PHC Logística A solução para diminuir

Leia mais

Sage Gestão Comercial

Sage Gestão Comercial Sage Gestão Comercial 1 Overview A Gestão da Informação é, cada vez mais, um verdadeiro factor crítico de sucesso. Por isso, a Sage dispõe de uma vasta gama de soluções que fortalecem e agilizam as operações

Leia mais

PHC dgestão. ππ Área de Clientes. ππ Área de Fornecedores ππ Área de Stocks e Serviços ππ Área de Tesouraria. ππ Todas as empresas com

PHC dgestão. ππ Área de Clientes. ππ Área de Fornecedores ππ Área de Stocks e Serviços ππ Área de Tesouraria. ππ Todas as empresas com PHC dgestão DESCRITIVO A qualquer momento e onde quer que esteja, o PHC dgestão permite introduzir e consultar clientes, fornecedores, artigos e documentos de facturação, encomendas e compras, guias de

Leia mais

A plataforma de software modular ud121 E-Business, oferece uma das mais sofisticadas ferramentas para comunicações integradas multi-canal.

A plataforma de software modular ud121 E-Business, oferece uma das mais sofisticadas ferramentas para comunicações integradas multi-canal. A plataforma de software modular ud121 E-Business, oferece uma das mais sofisticadas ferramentas para comunicações integradas multi-canal. Adoptada por diversas empresas líderes de mercado em vários sectores

Leia mais

O prime gestão é um software online constituído por vários módulos:

O prime gestão é um software online constituído por vários módulos: O prime gestão é um software online constituído por vários módulos: Assistências Técnicas (indicado para empresas que façam deslocações, intervenções ex: sector de jardinagem, informática, reparação de

Leia mais

A gama PHC Enterprise é um ERP desenvolvido de forma a satisfazer as exigentes necessidades das médias e

A gama PHC Enterprise é um ERP desenvolvido de forma a satisfazer as exigentes necessidades das médias e A gama PHC Enterprise é um ERP desenvolvido de forma a satisfazer as exigentes necessidades das médias e grandes empresas. Com vista a satisfazer totalmente cada empresa que adquire esta gama, foram desenhadas

Leia mais

Gestores Colaboradores com participação activa na Gestão da Farmácia Gestores e/ou Contabilistas - Conhecer ferramentas fundamentais para melhorar a Gestão da Farmácia; - Conhecer o peso Contabilístico/Fiscal

Leia mais

We make I.T. simple FÁCIL E RÁPIDO. O Sistema Logitools foi estudado para reduzir o cansaço de utilização através de uma utilização mais ergonómica.

We make I.T. simple FÁCIL E RÁPIDO. O Sistema Logitools foi estudado para reduzir o cansaço de utilização através de uma utilização mais ergonómica. We make I.T. simple + = FÁCIL E RÁPIDO SIMPLES E INTUITÍVO Com o aparecimento recente de equipamentos híbridos, que usam tanto o rato/teclado, como uma interface táctil. A Logitools desenha o primeiro

Leia mais

ZS Rest. Manual Avançado. Gestão de Stocks Local. v2011

ZS Rest. Manual Avançado. Gestão de Stocks Local. v2011 Manual Avançado Gestão de Stocks Local v2011 1 1. Índice 2. Introdução... 3 3. Iniciar o ZSRest FrontOffice... 4 4. Produto... 5 b) Activar gestão de stocks... 5 i. Opção: Faz gestão de stocks... 5 ii.

Leia mais

O aumento da força de vendas da empresa

O aumento da força de vendas da empresa PHC dcrm O aumento da força de vendas da empresa O enfoque total na actividade do cliente, através do acesso remoto à informação comercial, aumentando assim a capacidade de resposta aos potenciais negócios

Leia mais

» apresentação. WORKFLOW que significa?

» apresentação. WORKFLOW que significa? » apresentação WORKFLOW que significa? WORKFLOW não é mais que uma solução que permite sistematizar de forma consistente os processos ou fluxos de trabalho e informação de uma empresa, de forma a torná-los

Leia mais

Tecnologias de Informação

Tecnologias de Informação Sistemas Empresariais Enterprise Resource Planning (ERP): Sistema que armazena, processa e organiza todos os dados e processos da empresa de um forma integrada e automatizada Os ERP tem progressivamente

Leia mais

Gama PHC Corporate CS

Gama PHC Corporate CS Gama PHC Corporate CS A gestão das micro-empresas A gestão de todas as áreas e departamentos das micro-empresas, por forma a aumentar significativamente a produtividade dos colaboradores. BUSINESS AT SPEED

Leia mais

FERRAMENTAS? a alterar, em muitas organizações, um. instrumento tão abrangente como um orçamento

FERRAMENTAS? a alterar, em muitas organizações, um. instrumento tão abrangente como um orçamento O QUE É IMPRESCINDÍVEL NUMA SOLUÇÃO DE ORÇAMENTAÇÃO E PREVISÃO? Flexibilidade para acomodar mudanças rápidas; Usabilidade; Capacidade de integração com as aplicações a montante e a jusante; Garantir acesso

Leia mais

3. PLANEAMENTO DA PRODUÇÃO (NÍVEL 1)

3. PLANEAMENTO DA PRODUÇÃO (NÍVEL 1) 3. PLANEAMENTO DA PRODUÇÃO (NÍVEL 1) Neste ponto, são abordados os módulos de planeamento da produção do software BaaN. Este software dispõe dos seguintes três módulos complementares de planeamento: MPS

Leia mais

Características do WorkinProject

Características do WorkinProject Características do WorkinProject A solução WorkinProject é um sistema de informação integrado para empresas de Arquitectura e Engenharia em que a actividade é baseada na Gestão de Projectos. O sistema

Leia mais

[Escrever texto] [Escrever texto] [Escrever texto]

[Escrever texto] [Escrever texto] [Escrever texto] [Escrever texto] [Escrever texto] [Escrever texto] Índice O que é o Primavera Express?... 4 Instalação do Software... 5 Desinstalação do Software Primavera... 6 Administrador... 7 Inicialização da Plataforma...

Leia mais

PHC Corporate CS. De seguida, apresentamos algumas funcionalidades interessantes e que estão disponíveis em todos os módulos de PHC Corporate CS. p.

PHC Corporate CS. De seguida, apresentamos algumas funcionalidades interessantes e que estão disponíveis em todos os módulos de PHC Corporate CS. p. PHC Corporate CS A gama PHC Corporate CS foi desenvolvida para satisfazer totalmente as necessidades das micro-empresas. Possui módulos para automatizar todas as áreas e departamentos da Empresa e aumentar

Leia mais

Actualização. Versão 5.1.22

Actualização. Versão 5.1.22 Actualização Versão 5.1.22 Março 2009 2 JURINFOR Av. Engº Duarte Pacheco, 19 9º - 1099-086 LISBOA PORTUGAL Introdução Este documento descreve as características principais adicionadas ao JURINFOR JuriGest.

Leia mais

PHC dteamcontrol Externo

PHC dteamcontrol Externo PHC dteamcontrol Externo A gestão remota de projectos e de informação A solução via Internet que permite aos seus Clientes participarem nos projectos em que estão envolvidos, interagindo na optimização

Leia mais

A gestão comercial e financeira através da Internet

A gestão comercial e financeira através da Internet PHC dgestão A gestão comercial e financeira através da Internet A solução de mobilidade que permite introduzir e consultar clientes, fornecedores, artigos, documentos de facturação, encomendas, compras,

Leia mais

Objectivos de aprendizagem

Objectivos de aprendizagem 2 Objectivos de aprendizagem ƒ Dar exemplos de como a Internet e outras tecnologias da informação apoiam os processos de negócio nas seguintes funções empresariais: ƒ contabilidade; ƒ gestão financeira;

Leia mais

PHC InterOp CS. O aumento da produtividade da área financeira

PHC InterOp CS. O aumento da produtividade da área financeira PHC InterOp CS O aumento da produtividade da área financeira A solução para o aumento significativo da produtividade da área financeira, através da execução simplificada e rápida de tarefas e operações

Leia mais

PHC Dashboard CS. Diversidade de análises de dados pré-configuradas. Representação gráfica da informação do sistema

PHC Dashboard CS. Diversidade de análises de dados pré-configuradas. Representação gráfica da informação do sistema PHC Dashboard CS Um novo nível de gestão A gestão da informação empresarial de forma sintética, visual e abrangente, possibilitando uma tomada de decisão mais rápida, correcta e precisa. BUSINESS AT SPEED

Leia mais

GM IMOBILIZADO. O parceiro ideal nas tecnologias de Informação. O GM Imobilizado é a solução para a eficaz gestão do Imobilizado de uma organização.

GM IMOBILIZADO. O parceiro ideal nas tecnologias de Informação. O GM Imobilizado é a solução para a eficaz gestão do Imobilizado de uma organização. GM O GM Imobilizado é a solução para a eficaz gestão do Imobilizado de uma organização A solução alia um interface simples e intuitivo a um conjunto de funcionalidades que possibilitam o acompanhamento

Leia mais

GESTÃO DE EMPRESAS DE CONTABILIDADE

GESTÃO DE EMPRESAS DE CONTABILIDADE GESTÃO DE EMPRESAS DE CONTABILIDADE AUTOMATIZAÇÃO DE PROCESSOS GESTÃO DE EMPRESAS DE CONTABILIDADE Pensada especificamente para as Empresas de Contabilidade, esta solução ARTSOFT permite-lhe o controlo

Leia mais

PHC Corporate CS. De seguida, apresentamos algumas funcionalidades interessantes e que estão disponíveis em todos os módulos de PHC Corporate CS.

PHC Corporate CS. De seguida, apresentamos algumas funcionalidades interessantes e que estão disponíveis em todos os módulos de PHC Corporate CS. PHC Corporate CS A gama PHC Corporate CS foi desenvolvida para satisfazer totalmente as necessidades das micro-empresas. Possui módulos para automatizar todas as áreas e departamentos da Empresa e aumentar

Leia mais

PHC dcrm. Aumente o potencial da força de vendas da sua empresa, ao aceder remotamente à informação comercial necessária à sua actividade

PHC dcrm. Aumente o potencial da força de vendas da sua empresa, ao aceder remotamente à informação comercial necessária à sua actividade O módulo PHC dcrm permite aos comerciais da sua empresa focalizar toda a actividade no cliente, aumentando a capacidade de resposta aos potenciais negócios da empresa. PHC dcrm Aumente o potencial da força

Leia mais

Conhecimentos essenciais na utilização de software PRIMAVERA Guia do curso

Conhecimentos essenciais na utilização de software PRIMAVERA Guia do curso Conhecimentos essenciais na utilização de software PRIMAVERA Guia do curso Pág. 1 Índice Índice... 2 Dados Gerais da formação... 3 Objetivos da formação... 3 Estrutura e desenvolvimento da formação...

Leia mais

Gestão de Empresas de Contabilidade

Gestão de Empresas de Contabilidade Gestão de Empresas de Contabilidade Pensada especificamente para as Empresas de Contabilidade, esta solução ARTSOFT permite-lhe o controlo total da gestão, a dois níveis: o trabalho da sua empresa e a

Leia mais

NOVIDADES PRIMAVERA BUSINESS SOFTWARE SOLUTIONS. Lisboa. Braga. Edifício Miraflores Premium Alameda Fernão Lopes, 16-13º 1495-136 Algés Portugal

NOVIDADES PRIMAVERA BUSINESS SOFTWARE SOLUTIONS. Lisboa. Braga. Edifício Miraflores Premium Alameda Fernão Lopes, 16-13º 1495-136 Algés Portugal PRIMAVERA BUSINESS SOFTWARE SOLUTIONS Braga Lisboa Edifício Olympus II Rua Cidade do Porto, 79 4709-003 Braga Portugal T. +351 253 309 900 F. +351 253 309 909 Edifício Miraflores Premium Alameda Fernão

Leia mais

MICROSOFT BUSINESS SOLUTIONS NAVISION

MICROSOFT BUSINESS SOLUTIONS NAVISION MICROSOFT BUSINESS SOLUTIONS NAVISION MICROSOFT BUSINESS SOLUTIONS NAVISION O Microsoft Business Solutions Navision dá-lhe a liberdade para se concentrar no seu negócio ao fornecer uma forma eficaz de

Leia mais

Introdução. Confiabilidade. Conformidade. Segurança. Optimização e Disponibilidade

Introdução. Confiabilidade. Conformidade. Segurança. Optimização e Disponibilidade Introdução Desenvolvido segundo um modelo de bases de dados relacionais, podem ser realizadas personalizações à medida de cada empresa, em conformidade com o Sistema de Informação existente e diversas

Leia mais

Gestão do armazém: organização do espaço, artigos, documentos

Gestão do armazém: organização do espaço, artigos, documentos 1 1 2 A gestão do armazém está directamente relacionada com o processo de transferência de produtos para os clientes finais, e têm em conta aspectos como a mão-de-obra, o espaço, as condições do armazém

Leia mais

BPstat. manual do utilizador. Banco de Portugal BPstat Estatísticas online Manual do Utilizador 1/24

BPstat. manual do utilizador. Banco de Portugal BPstat Estatísticas online Manual do Utilizador 1/24 BPstat manual do utilizador Banco de Portugal BPstat Estatísticas online Manual do Utilizador 1/24 BANCO DE PORTUGAL Av. Almirante Reis, 71 1150-012 Lisboa www.bportugal.pt Edição Departamento de Estatística

Leia mais

Aplicação Administrativa de Gestão

Aplicação Administrativa de Gestão Aplicação Administrativa de Gestão DIAGNIMAGEM, Sociedade Unipessoal, Lda Clínica de Exames e Diagnósticos de Imagiologia A Empresa é constituída por 4 departamentos: Gerência (1) Administrativo/ Contabilidade

Leia mais

Soluções de Gestão Integradas SENDYS ERP. Otimize a Gestão do Seu Negócio!

Soluções de Gestão Integradas SENDYS ERP. Otimize a Gestão do Seu Negócio! Soluções de Gestão Integradas SENDYS ERP Otimize a Gestão do Seu Negócio! Universo da Solução de Gestão SENDYS ERP Financeira Recursos Humanos Operações & Logística Comercial & CRM Analytics & Reporting

Leia mais

Contabilística: cumprimento dos requisitos de informação contabilística em todos os normativos SNC, designadamente:

Contabilística: cumprimento dos requisitos de informação contabilística em todos os normativos SNC, designadamente: Parceiro Certificado DEFIR RESUMO FUNCIONALIDADES DO Nota Introdutória Características Preços PRESTAÇÃO DE CONTAS INFORMAÇÃO FISCAL ANÁLISE FINANCEIRA AF AVAN- ÇADA Elaboração Dem. Financeiras Relatório

Leia mais

Módulo de CRM. Customer Relationship Management [VERSÃO 1.0] [APRESENTAÇÃO DE FUNCIONALIDADES]

Módulo de CRM. Customer Relationship Management [VERSÃO 1.0] [APRESENTAÇÃO DE FUNCIONALIDADES] Módulo de CRM Customer Relationship Management [VERSÃO 1.0] [APRESENTAÇÃO DE FUNCIONALIDADES] Um software com cada vez mais funcionalidades a pensar no seu negócio! A quem se destina As empresas que pretendem

Leia mais

Manual de utilizador CRM

Manual de utilizador CRM Manual de utilizador CRM Formulário de Login Personalizado de acordo com a sua empresa mantendo a sua imagem corporativa. Utilizador: Admin Password: 123 1 Formulário Principal Este formulário está dividido

Leia mais

PHC Dashboard CS. Diversidade de análises de dados pré-configuradas. Representação gráfica da informação do sistema

PHC Dashboard CS. Diversidade de análises de dados pré-configuradas. Representação gráfica da informação do sistema PHC Dashboard CS Um novo nível de gestão A gestão da informação empresarial de forma sintética, visual e abrangente, possibilitando uma tomada de decisão mais rápida, correcta e precisa. BUSINESS AT SPEED

Leia mais

de mercadorias BENEFÍCIOS DESTINATÁRIOS www.syscargo.pt

de mercadorias BENEFÍCIOS DESTINATÁRIOS www.syscargo.pt runs on de mercadorias BENEFÍCIOS * ecrã de Gestão de Pedidos SYSCARGO foi concebido especificamente para responder às necessidades de gestão das empresas de Transportes Rodoviários de Mercadorias. SYSCARGO

Leia mais

ANA obtém certificação em quatro áreas críticas com apoio da VP Consulting

ANA obtém certificação em quatro áreas críticas com apoio da VP Consulting ANA obtém certificação em quatro áreas críticas com apoio da VP Consulting Contactos: Isabel Fonseca Marketing VP Consulting Telefone: +351 22 605 37 10 Fax: +351 22 600 07 13 Email: info@vpconsulting.pt

Leia mais

ILM e as Arquitecturas Empresariais por Pedro Sousa

ILM e as Arquitecturas Empresariais por Pedro Sousa ILM e as Arquitecturas Empresariais por Pedro Sousa Neste artigo clarifica-se os objectivos do ILM (Information Life Cycle Management) e mostra-se como estes estão dependentes da realização e manutenção

Leia mais

O módulo dmanager permite ao gestor deter um controlo remoto constante sobre a sua empresa, onde quer que se encontre.

O módulo dmanager permite ao gestor deter um controlo remoto constante sobre a sua empresa, onde quer que se encontre. Descritivo completo PHC dmanager A solução ideal para monitorizar via Internet as áreas comercial e financeira da empresa e controlar as suas vendas, clientes e fornecedores, encomendas e stocks. Benefícios

Leia mais

GM CONTABILIDADE. O parceiro ideal nas tecnologias de Informação

GM CONTABILIDADE. O parceiro ideal nas tecnologias de Informação GM CONTABILIDADE O GM Contabilidade é uma aplicação concebida para o eficaz controlo informático de toda a área da Contabilidade Geral, Analítica e Orçamental Com um interface intuitivo e bastante profissional,

Leia mais

A solução de mobilidade que lhe permite executar e controlar, de forma eficaz, a Gestão Comercial e a Tesouraria da sua empresa, através da Internet

A solução de mobilidade que lhe permite executar e controlar, de forma eficaz, a Gestão Comercial e a Tesouraria da sua empresa, através da Internet PHC dgestão DESCRITIVO A qualquer momento e onde quer que esteja, o PHC dgestão permite introduzir e consultar clientes, fornecedores, artigos e documentos de facturação, encomendas e compras, guias de

Leia mais

Dennis Tortora, Vice President Controller, Steinway & Sons

Dennis Tortora, Vice President Controller, Steinway & Sons Dennis Tortora, Vice President Controller, Steinway & Sons Quadro de Contabilidade Geral base Distribuições Orçamentos Esquema de Contas Gráfico de Barras do Esquema de Contas Consolidação Centros de Responsabilidade

Leia mais

Modernização dos Sistemas de Informação do Grupo Prosegur

Modernização dos Sistemas de Informação do Grupo Prosegur Modernização dos Sistemas de Informação do Grupo Prosegur Rogério Machado Director Técnico José Monteiro Ferreira Director Informática e Telecomunicações AGENDA 1. A APR 2. APRESENTAÇÃO DO PROJECTO 3.

Leia mais

G e s t ã o C o m e r c i a l

G e s t ã o C o m e r c i a l Gabinetes de Contabilidade Pequenas e Médias Empresas Contabilistas Software LogiWin G e s t ã o C o m e r c i a l GENERALIDADES Este software destina-se a todas a áreas de actividade. Trata-se de uma

Leia mais

PHC dmanager. O módulo PHC dmanager permite ao gestor deter um controlo remoto constante sobre a sua empresa, onde quer que se encontre.

PHC dmanager. O módulo PHC dmanager permite ao gestor deter um controlo remoto constante sobre a sua empresa, onde quer que se encontre. PHC dmanager DESCRITIVO O módulo PHC dmanager permite ao gestor deter um controlo remoto constante sobre a sua empresa, onde quer que se encontre. PHC dmanager A solução ideal para monitorizar via Internet

Leia mais

PHC Suporte. Rentabilize a sua assistência pós-venda e, em simultâneo, surpreenda os seus clientes com o seu profissionalismo

PHC Suporte. Rentabilize a sua assistência pós-venda e, em simultâneo, surpreenda os seus clientes com o seu profissionalismo PHCSuporte DESCRITIVO O PHC Suporte permite a qualquer empresa com assistência a clientes pós-venda, gerir todo o seu parque instalado, a actividade de suporte ao público e a performance e produtividade

Leia mais

CARACTERIZAÇÃO DO PROGRAMA FORMAÇÃO-ACÇÃO PME

CARACTERIZAÇÃO DO PROGRAMA FORMAÇÃO-ACÇÃO PME CARACTERIZAÇÃO DO PROGRAMA FORMAÇÃO-ACÇÃO PME NATUREZA DO PROGRAMA O Programa Formação-Acção PME consiste num itinerário de Formação e Consultoria Especializada (Formação-Acção Individualizada), inteiramente

Leia mais

PHC dcrm. Aumente o potencial da força de vendas da sua empresa ao aceder remotamente à informação comercial necessária à sua actividade

PHC dcrm. Aumente o potencial da força de vendas da sua empresa ao aceder remotamente à informação comercial necessária à sua actividade PHC dcrm DESCRITIVO O módulo PHC dcrm permite aos comerciais da sua empresa focalizar toda a actividade no cliente, aumentando a capacidade de resposta aos potenciais negócios da empresa. PHC dcrm Aumente

Leia mais

Wingiic Gestão Integrada Indústria da Moda

Wingiic Gestão Integrada Indústria da Moda Wingiic Integrada Indústria da Moda Wingiic Integrada Indústria de Moda de Dados Técnicos Codificação de Materiais; Conceito de escalas e cartazes de cores ; Fichas Técnicas; Processos de Fabrico; Fichas

Leia mais

Gestão de Armazéns Gestão de Fabrico Gestão de Bobines Registo de Chegadas Sistema para Agentes

Gestão de Armazéns Gestão de Fabrico Gestão de Bobines Registo de Chegadas Sistema para Agentes Laserdata, Lda. Especificidades Para além dos módulos tradicionais num sistema de gestão (Facturação, Stocks, Contas a Receber e Contas a Pagar, Gestão de Encomendas, Orçamentos, etc.), o Lasernet 2000

Leia mais