É tempo de escrever novas histórias

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "É tempo de escrever novas histórias"

Transcrição

1 w w w. i t a u b a n k p r e v. c o m. b r Informativo bimestral da ItauBank Sociedade de Previdência Privada maio/junho2011 ano5 nº27 É tempo de escrever novas histórias A pirâmide etária brasileira vem passando por uma profunda modificação, gerada pela redução da natalidade e o aumento da expectativa de vida. Esse cenário está levando também à mudança na forma de se encarar (e viver) a terceira idade. É infinita a lista de pessoas (famosas ou não) que alcançaram grandes feitos muito depois dos 60. Benjamin Franklin inventou os óculos com lente bifocal aos 79 e a desconhecida Maude Tull, da Califórnia, foi aprovada no exame de direção, recebendo sua carteira de motorista aos 91. O que no passado pode ter sido uma exceção vem, aos poucos, se transformando em regra: as pessoas com mais idade têm cada vez mais vitalidade e vontade de experimentar novas experiências. Essa energia é fundamental quando se analisam os dados populacionais do país. O último Censo, promovido em 2010 pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), confirmou a alteração da pirâmide etária nacional: mais de 11% dos brasileiros já chegaram aos 60 de idade, o que representa cerca de 21,7 milhões entre os 191,8 milhões de residentes no país. A atual expectativa de vida é de 73, mas vale lembrar que esse cálculo médio leva em conta o grande número de mortes violentas de jovens. Especificamente para quem passou dos 60, a esperança de vida salta para mais 21. É muito tempo para ser desperdiçado. Portanto, é preciso desenvolver novos hábitos e comportamentos para aproveitar bem essa fase e isso pode e deve - começar desde cedo. Mudanças à vista No Rio de Janeiro, onde a proporção indica que uma a cada sete pessoas passou dos 60, está sendo finalizada a pesquisa Corpo, Envelhecimento e Felicidade que aponta uma nítida modificação no perfil da terceira idade (veja quadros). Coordenado pela antropóloga Mirian Goldenberg, da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), o estudo baseia-se em entrevistas com pessoas de mais de 60 a maioria das classes A e B com ensino superior completo. Continua na página Vida mais longa * e melhor. 85% 82% 72% 50% não têm medo de envelhecer e acham que ficarão mais experientes e maduros tomam cuidados como prática esportiva e controle da alimentação não fariam cirurgia plástica principalmente porque se sentem bem com a aparência acreditam que só ficarão velhos depois dos 80 Fonte: IBGE * estimativa Fonte: Pesquisa Corpo, Envelhecimento e Felicidade (UFRJ/Faperj)

2 fique por dentro É tempo de escrever novas histórias Previdência tem novo simulador de aposentadoria De acordo com os dados preliminares já divulgados, o levantamento mostra que ter 60 ou mais apresenta pouco impacto sobre a atividade e o desempenho intelectual, físico e emocional. Para isso, é necessário se preparar quando ainda se é jovem, cuidando da saúde, dos relacionamentos interpessoais (família e amigos) e procurando sempre novos desafios. Os especialistas indicam que manter a situação de aprendizado durante toda a vida é essencial para o envelhecimento saudável. Aprender deve ser uma prática constante para que o cérebro continue se exercitando pode ser desde um curso de origami ou ioga a uma nova graduação ou idioma. Dessa forma, a melancolia, as dores e a falta de interesse pelo mundo lá fora passam mais longe. É isso que confirma a pesquisa Corpo, Envelhecimento e Felicidade da UFRJ. Dos entrevistados, 85% não vêem na idade uma fonte de medo ou preocupação ao contrário, associam esse processo à experiência e maturidade. Leveza e sensação de liberdade também costumam ser relatadas nas entrevistas feitas com os assistidos da ItauBank, para a seção Histórias de Vida deste informativo, quando falam da vida após a aposentadoria sobretudo por contarem com a previdência complementar. Dos pesquisados pelo estudo da UFRJ, 82% revelam muito cuidado com um aspecto fundamental para uma maturidade tranquila e produtiva: a manutenção da saúde, com a prática de atividades físicas e controle da alimentação. Dessa forma, com certeza, a noção de estar ficando velho vai sendo colocada de lado: 50% acreditam que só ficarão velhos depois dos 80. E outros, nem com essa idade, pois estão continuamente se reinventando. A imensa maioria dos participantes do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) não sabe quanto tempo de trabalho tem pela frente até chegar à aposentadoria. Para facilitar o acesso a essa informação, o Ministério da Previdência Social lançou, no início de maio, uma nova versão do Simulador de Tempo de Contribuição, ferramenta que permite ao trabalhador calcular seu tempo de vinculação ao Regime Geral de Previdência Social. Disponível via internet (veja endereço abaixo), o novo aplicativo é mais moderno do que o anterior e oferece uma interface mais didática e simples para a realização dos cálculos. Ao acessar o serviço no site do Ministério, o usuário deve informar as datas de admissão e demissão de cada um dos contratos de trabalho. No final da simulação, é possível saber se o trabalhador tem condições para aposentadoria, assim como o tempo que falta para ter direito à aposentadoria integral. No caso de aposentadoria proporcional, além do tempo de contribuição, o aplicativo verifica se o usuário possui a idade mínima, requisito obrigatório para reconhecimento do direito ao benefício. Segundo o Ministério da Previdência Social, o aplicativo inova na medida em que realiza a validação dos dados cadastrais inseridos pelo cidadão, verificando os dados já existentes no Cadastro Nacional de Informações Sociais (CNIS). Ao identificar divergência entre os dados inseridos e os do CNIS, o usuário é informado que deve agendar atendimento em uma Agência da Previdência Social para regularização do cadastro. O simulador está disponível no endereço 2

3 educação previdenciária Como funciona o plano de custeio V ocê já parou para pensar como é determinado o valor do seguro do seu carro? Ou do seu plano de saúde? Esses valores são definidos com base em uma série de aspectos que vão desde o perfil dos participantes e probabilidade de ocorrências até os custos envolvidos em diferentes procedimentos. Esses cálculos são feitos por atuários (especialistas em matemática financeira e estatística). Nos pl de previdência complementar, a situação é semelhante: os cálculos servem para a definição do chamado plano de custeio que estabelece o nível de contribuição necessário para o pagamento dos compromissos dos pl. Saiba mais sobre seu funcionamento: Qual a finalidade do plano de custeio? Estabelecer o nível de contribuição para um plano de benefícios, inclusive sua periodicidade, forma e fonte de custeio (no caso da ItauBank, o pagamento é feito pela patrocinadora e o participante). Dessa forma, sabe-se quanto é necessário para a constituição das reservas garantidoras de benefícios, dos fundos, das provisões e para a cobertura de outras despesas, conforme os critérios fixados pelo órgão regulador e fiscalizador e de acordo com o Regulamento do plano. Como ele é elaborado? A partir dos resultados da avaliação atuarial. Trata-se de um estudo técnico baseado no levantamento, de forma geral, de características da população analisada, dos recursos já acumulados e da evolução dos benefícios concedidos. Anualmente, essa avaliação é revista para considerar, entre outros, as mudanças ocorridas na massa de participantes (como falecimentos, desligamentos, evoluções financeiras e idade) e no patrimônio do plano. Assim, é possível identificar e medir eventuais impactos dessas alterações, sempre com a finalidade de manter o equilíbrio financeiro e atuarial de longo prazo. Quais as variáveis que compõem o plano de custeio? Definição dos níveis de contribuição dos participantes ativos, patrocinadoras e assistidos e as respectivas periodicidades, fontes e formas de custeio. Os participantes podem conhecer detalhes do plano de custeio no Regulamento de seu plano ou no Parecer Atuarial (com os resultados da avaliação atuarial), divulgado no Relatório Anual que acaba de ser entregue a todos. A ItauBank mudou. O novo endereço é: Rua Carnaubeiras, Andar - Jabaquara - São Paulo - SP - CEP Central de Atendimento: Fax: Lembre-se: O atendimento pessoal e telefônico da ItauBank é de 2ª a 5ª feira, das 9h30 às 12h e das 14h às 17h30; às sextas-feiras das 14h às 17h30.

4 educação financeira Comece pelo orçamento doméstico É difícil pensar em objetivos de longo prazo se as contas não costumam fechar no fim do mês. A verdade é que, não importa o quanto se ganha, o desequilíbrio financeiro pode colocar todos os sonhos e metas em risco. Como fazer então? É preciso começar organizando o orçamento doméstico. Na primeira vez, vai parecer complicado, mas depois tudo ficará mais simples e fácil de controlar. Veja: 1. Anote seus ganhos (salários, aluguéis ou pro labore, por exemplo). Daí sairá a sua Receita. 4. A comparação entre a Receita e as Despesas vai indicar como está sua saúde financeira. Se as despesas forem maiores do que a receita, é preciso analisar cada item e ver o que pode ser cortado ou reduzido. Isso serve para descobrir onde há exageros ou desperdício e definir prioridades. Se você vive com sua família, é importante que a análise seja compartilhada com todos. No site você encontra um simulador de orçamento que pode ajudar bastante. 2. Organize, então, os gastos, dividindo-os em: Fixos Variáveis Esporádicos aluguel/prestação da casa, condomínio, IPTU, seguro/prestação do carro, plano de saúde, educação (cursos, escola, faculdade, MBA), contribuições para plano de aposentadoria, empregada doméstica, clube, academia etc. alimentação, luz, água, gás, telefone (fixo e celular), cartão de crédito e transporte, entre outros. viagens, lazer, presentes, roupas, sapatos, médicos, dentistas Indique o valor dos itens de cada grupo e faça a soma por grupo. Some, então, os três grupos. Esse total formará suas Despesas. Muito que aprender No segundo semestre de 2010, o Coremec (Comitê de Regulação e Fiscalização dos Mercados Financeiro, de Capitais, de Seguros, de Previdência e Capitalização) divulgou os dados de uma pesquisa que realizou em todo o país para avaliar o grau de educação financeira dos brasileiros. Os resultados não são nada animadores: 36% dos entrevistados consideram-se gastadores ou muito gastadores; 26% afirmam estar com o nome sujo ; 44% dizem poupar todo mês; 31% falam que poupam regularmente para a aposentadoria e apenas 13% apontam possuir plano de previdência complementar. acontece Reunião do Conselho Deliberativo No dia 25 de maio, ocorreu a segunda reunião do Conselho Deliberativo da ItauBank em Os conselheiros analisaram os dados gerenciais e indicadores de gestão da entidade, as Demonstrações Contábeis, a Evolução do Equilíbrio Técnico e a realização orçamentária. Além disso, deliberaram sobre o custeio administrativo previdencial e, considerando a existência de recursos no Fundo Administrativo e as previsões regulamentares, estabeleceram que, para 2011, esse custeio ocorrerá mediante a utilização do Fundo Administrativo e, havendo seu esgotamento, por meio do Fundo de Reversão. 4

5 Fax: (11) Central de Atendimento: (11) CEP Jabaquara, São Paulo, SP Rua Carnaubeiras, 168, 3 andar, ItauBank ouvindo você sem dúvida Confira as respostas para as principais dúvidas dos participantes recebidas pelo atendimento da ItauBank. Elas podem esclarecer questões que também são de seu interesse. Dúvidas sobre previdência complementar? Fale conosco! fone / fax continua no verso e/ou outlook endereço nome Sugestão Dúvida Crítica Outros Destaque e envie para a ItauBank Como posso alterar minha contribuição? Para aderir ou alterar o percentual da contribuição voluntária, solicite o formulário pelo telefone (11) ou pelo site >Link Fale Conosco. O formulário deve ser preenchido com sua opção e devolvido para a entidade. Como faço para resgatar o saldo? Para solicitar o resgate, é necessário romper o vínculo empregatício com a patrocinadora. Nesse caso, o participante deve solicitar o termo de opção pelo telefone (11) ou por meio do link Fale Conosco no site O termo deve ser preenchido e encaminhado para a ItauBank. Onde posso consultar o meu extrato e as regras do plano? No site você pode consultar as regras de seu plano no link Meu Plano > Itaubank > Regulamento. Para verificar seu saldo, acesse a Área do Participante > digite seu login (CPF) e senha. Caso não lembre sua senha, digite o login e clique em Lembrar Senha. Quais as opções do participante na época de se aposentar pelo plano? Para ter direito à aposentadoria, o participante precisa ter, no mínimo, 55 de idade completos e estar desligado da empresa. A critério do participante, o benefício poderá ser pago das seguintes formas: Pagamento único de até 25% do saldo da Conta Total do participante e o restante através de uma das seguintes alternativas: 1. Benefício de renda mensal, calculado mensalmente, de 1% ou 2%; 2. Pagamentos mensais, em número constante de quotas, por um período de 5 a 20. Importante: Se a renda mensal calculada for inferior a 2 Unidades Previdenciárias (1 UP = 226,23, em setembro de 2010), ou seja R$ 452,46, o beneficio será disponibilizado na forma de pagamento único.

6 Rentabilidade Plano ItauBank Desempenho dos perfis de investimentos Ultraconservador 2,62% 0,81% 0,97% 4,45% Conservador 2,15% 0,51% 0,78% 3,48% Moderado 1,52% -0,02% 0,41% 1,92% Arrojado 0,69% -0,65% -0,05% -0,01% Indicadores financeiros INPC 2,15% 0,92% 0,57% 3,68% Poupança 1,76% 0,54% 0,66% 2,98% CDI 2,64% 0,84% 0,99% 4,52% Ibovespa -1,04% -3,58% -2,27% -6,75% Composição das carteiras Ultraconservador 100% Conservador 92,5% 7,5% Moderado 79,9% colar etiqueta aqui Benchmark Composto (RF e RV)* 20,1% Ultraconservador (RV 0%) 2,64% 0,84% 0,99% 4,52% Conservador (RV 7,5%) 2,37% 0,51% 0,74% 3,65% Moderado (RV 20%) 1,91% -0,05% 0,33% 2,21% Arrojado (RV 35%) 1,36% -0,71% -0,15% 0,49% * O Benchmark Composto é produto da variação do CDI (ponderada pelo percentual da carteira investido em renda fixa) e da variação do Ibovespa (ponderada pelo percentual da carteira investido em renda variável) A ItauBank em números Participantes Ativos Assistidos 90 Autopatrocinados 92 BPD Em fase de opção 37 Total Posição Patrimonial Ativo Realizáveis 0,1 Investimentos 416,5 Total 416,6 (em milhões de reais) 35,2% Renda Fixa Arrojado 64,8% Passivo Exigíveis Operacional 0,3 Passivo Atuarial 394,4 Fundos 21,9 Total 416,6 Renda Variável Informativo bimestral da ItauBank Sociedade de Previdência Privada Rua Carnaubeiras, 168, 3 andar, Jabaquara, CEP , São Paulo/SP, tel. (11) Elaboração: Palavra. Oficina de Textos, tel. (11) Jornalista responsável: Beth Leites (MTb ) Projeto gráfico: Hiro Okita Tiragem: exemplares. Resultado Acumulado no Período Composição dos Investimentos Contribuições Recebidas 2,5 Benefícios Pagos (2,0) Resultado dos Investimentos 6,7 Despesas Administrativas (0,4) Provisões Matemáticas (7,7) Reversão de Fundos 0,9 Superávit do período - 6 Fundos de Investimentos 90% Títulos Privados 10% Impresso em papel certificado pelo FSC (Conselho de Administração de Florestas), organização não governamental independente que define fundamentos de certificação florestal em todo o mundo. O selo assegura que critérios sociais, ambientais e econômicos foram seguidos durante o manejo florestal. Contato ItauBank tel (11) A ItauBank não se responsabiliza por decisões tomadas com base nas matérias divulgadas nesta publicação.

Fundação faz pesquisa entre os participantes

Fundação faz pesquisa entre os participantes www.fundacaoitaubanco.com.br Informativo bimestral da março/abril2012 ano10 nº53 Fundação faz pesquisa entre os participantes Resultados apontam aspectos mais apreciados e pontos que podem ser aprimorados

Leia mais

Planos BD reduzem meta atuarial

Planos BD reduzem meta atuarial Atenção para o novo endereço da Fundação na internet: www.fundacaoitauunibanco.com.br Informativo bimestral da Fundação Itaú Unibanco março/abril2013 ano11 nº59 Planos BD reduzem meta atuarial Usada para

Leia mais

Saiba tudo sobre sua aposentadoria Plano Itaubank

Saiba tudo sobre sua aposentadoria Plano Itaubank Chegou a hora! Saiba tudo sobre sua aposentadoria Plano Itaubank Índice Como funciona sua aposentadoria... 04 A tributação do seu benefício... 08 Seus recursos no plano... 10 Cuide bem de sua saúde física

Leia mais

Saiba mais sobre seu plano

Saiba mais sobre seu plano Saiba mais sobre seu plano Plano Funbep II 1 Índice A proteção da previdência complementar... 03 As contribuições para o plano... 04 Em caso de desligamento... 06 Na hora da aposentadoria... 08 Cuide bem

Leia mais

MATERIAL. EXPlICatIvo. Plano BAYER CD

MATERIAL. EXPlICatIvo. Plano BAYER CD MATERIAL EXPlICatIvo Plano BAYER CD 1 Prezado Colaborador! você, que está sendo admitido agora ou ainda não aderiu ao Plano de Previdência oferecido pelo Grupo Bayer, tem a oportunidade de conhecer, nas

Leia mais

Com você. In for mativo Fundação I taú Un ibanco edição especial setemb ro 201 3. investimento

Com você. In for mativo Fundação I taú Un ibanco edição especial setemb ro 201 3. investimento w w w. f u n d a c a o i t a u u n i b a n c o. c o m. b r Com você Fundação In for mativo Fundação I taú Un ibanco edição especial setemb ro 201 3 Fechamento autorizado. Pode ser aberto pela ECT. Perfil

Leia mais

Saiba tudo sobre sua aposentadoria Plano Itaubanco CD

Saiba tudo sobre sua aposentadoria Plano Itaubanco CD Chegou a hora! Saiba tudo sobre sua aposentadoria Plano Itaubanco CD Índice Como funciona sua aposentadoria... 04 A tributação do seu benefício... 10 Seus recursos no plano... 12 Cuide bem de sua saúde

Leia mais

O PAC e você. Saiba mais sobre o funcionamento do PAC. editorial

O PAC e você. Saiba mais sobre o funcionamento do PAC. editorial Informativo bimestral da Fundação Itaubanco julho/agosto2003 ano1 nº2 O PAC e você Saiba mais sobre o funcionamento do PAC editorial Nesta edição, apresentamos uma matéria especial sobre o Plano de Aposentadoria

Leia mais

Os resultados de 2013 e as perspectivas para 2014

Os resultados de 2013 e as perspectivas para 2014 w w w. f u n b e p. c o m. b r Informativo bimestral do FUNBEP - Fundo de Pensão Multipatrocinado março/abril 2014 ano12 nº64 Fechamento autorizado. Pode ser aberto pela ECT. Os resultados de 2013 e as

Leia mais

todos por um Um por todos, www.portalprev.com.br/itaubank

todos por um Um por todos, www.portalprev.com.br/itaubank Informativo bimestral da ItauBank Sociedade de Previdência Privada julho/agosto2008 ano2 nº10 NO TAPETE VERMELHO Confira a agenda dos eventos e prepare-se para brilhar: 11 de setembro Belo Horizonte 18

Leia mais

O que é A SISTeL? O que é O CPqD PReV? Benefícios de risco Auxílio-doença Aposentadoria por invalidez, reversível em pensão

O que é A SISTeL? O que é O CPqD PReV? Benefícios de risco Auxílio-doença Aposentadoria por invalidez, reversível em pensão O que é A SISTEL? A Fundação Sistel de Seguridade Social foi criada em 1977 e possui expressiva experiência em Planos de Previdência Privada. A Sistel atua no desenvolvimento de soluções previdenciais

Leia mais

COMO FUNCIONA A PREV PEPSICO CONTRIBUIÇÕES ALOCAÇÃO DAS CONTRIBUIÇÕES OPÇÕES EM CASO DE DESLIGAMENTO BENEFÍCIOS CÁLCULO E PAGAMENTO DOS BENEFÍCIOS

COMO FUNCIONA A PREV PEPSICO CONTRIBUIÇÕES ALOCAÇÃO DAS CONTRIBUIÇÕES OPÇÕES EM CASO DE DESLIGAMENTO BENEFÍCIOS CÁLCULO E PAGAMENTO DOS BENEFÍCIOS Material Explicativo Sumário 2 COMO FUNCIONA A PREV PEPSICO 3 CONTRIBUIÇÕES 8 ALOCAÇÃO DAS CONTRIBUIÇÕES 9 OPÇÕES EM CASO DE DESLIGAMENTO 11 BENEFÍCIOS 13 CÁLCULO E PAGAMENTO DOS BENEFÍCIOS 18 TRIBUTAÇÃO

Leia mais

ENTIDADE DADOS DOS PLANOS 1- SIGLA: FUSESC 2- CÓDIGO: 00552 3- RAZÃO SOCIAL: FUNDACAO CODESC DE SEGURIDADE SOCIAL 4- NÚMERO DE PLANOS: 3

ENTIDADE DADOS DOS PLANOS 1- SIGLA: FUSESC 2- CÓDIGO: 00552 3- RAZÃO SOCIAL: FUNDACAO CODESC DE SEGURIDADE SOCIAL 4- NÚMERO DE PLANOS: 3 FOLHA DE ENCAMINHAMENTO DO 1 ENTIDADE 4- NÚMERO DE PLANOS: 3 5- PLANOS 6- APROVAÇÃO 7- INÍCIO 20.020.006-38 - PLANO DE BENEFÍCIOS MULTIFUTURO I 12- OBSERVAÇÕES: ENTIDADE DADOS DOS PLANOS 8- ÚLTIMA ALTERAÇÃO

Leia mais

Plano de Previdência Complementar. mudança

Plano de Previdência Complementar. mudança Plano de Previdência Complementar Outubro é o mês da mudança Em outubro, você poderá mudar o perfil do seu Plano de Previdência Complementar para o que mais combina com você. Não esqueça: Esse é um momento

Leia mais

Planos BD reduzem meta atuarial

Planos BD reduzem meta atuarial w w w. f u n b e p. c o m. b r Informativo bimestral do FUNBEP - Fundo de Pensão Multipatrocinado março/abril2013 ano11 nº58 Planos BD reduzem meta atuarial Usada para o cálculo do valor presente das obrigações

Leia mais

Demonstração do Ativo Líquido por Plano de Benefícios - Visão Telest Celular

Demonstração do Ativo Líquido por Plano de Benefícios - Visão Telest Celular Demonstração do Ativo Líquido por Plano de Benefícios Visão Telest Celular Exercício: 2013 e 2012 dezembro R$ Mil Descrição 2013 2012 Variação (%) Relatório Anual 2013 Visão Prev 1. Ativos Recebível Investimento

Leia mais

Plano de Contribuição Definida

Plano de Contribuição Definida Plano de Contribuição Definida Gerdau Previdência CONHEÇA A PREVIDÊNCIA REGIME DE PREVIDÊNCIA COMPLEMENTAR Oferecido pelo setor privado, com adesão facultativa, tem a finalidade de proporcionar uma proteção

Leia mais

Evento estimula os assistidos a aproveitar bem a vida

Evento estimula os assistidos a aproveitar bem a vida www.fundacaoitaubanco.com.br Informativo bimestral da Fundação Itaubanco março/abril2011 ano9 nº47 Evento estimula os assistidos a aproveitar bem a vida A versão 2011 do evento dos assistidos será realizada

Leia mais

Cafbep - Plano Prev-Renda 1

Cafbep - Plano Prev-Renda 1 Cafbep - Plano Prev-Renda 1 Parecer Atuarial Para fins da avaliação atuarial referente ao exercício de 2013 do Plano Prev-Renda da Cafbep Caixa de Previdência e Assistência aos Funcionários do Banco do

Leia mais

Material Explicativo. Plano de Benefícios de Contribuição Definida da IBM Brasil. FUNDAÇÃO previdenciária IBM

Material Explicativo. Plano de Benefícios de Contribuição Definida da IBM Brasil. FUNDAÇÃO previdenciária IBM Material Explicativo Plano de Benefícios de Contribuição Definida da IBM Brasil FUNDAÇÃO previdenciária IBM 2 Material Explicativo Fundação Previdenciária IBM A DIREÇÃO DO SEU FUTURO Lembre-se! O objetivo

Leia mais

Especialista dá dicas sobre a declaração de IR

Especialista dá dicas sobre a declaração de IR Atenção para o novo endereço da Fundação na internet: www.fundacaoitauunibanco.com.br Informativo bimestral da Fundação Itaú Unibanco janeiro/fevereiro2013 ano11 nº58 E stá chegando o momento de elaborar

Leia mais

12. Como é o caso de pensão por morte de quem ainda está contribuindo para a previdência?

12. Como é o caso de pensão por morte de quem ainda está contribuindo para a previdência? Tel: 0800 941 7738 1 Educação Financeira Esta Cartilha tem como abjetivo mostrar a importância da educação financeira e previdenciária aos advogados participantes da OABPrev-RJ para que possam organizar

Leia mais

Fundação Itaú Unibanco. Quer saber mais? www.fundacaoitauunibanco.com.br. Confira as novidades nesta edição especial do Com você.

Fundação Itaú Unibanco. Quer saber mais? www.fundacaoitauunibanco.com.br. Confira as novidades nesta edição especial do Com você. Fundação Itaú Unibanco Edição Especial Junho 2015 www.fundacaoitauunibanco.com.br Prepare-se! O novo site da Fundação Itaú Unibanco mudou e muito! para facilitar o acesso às informações, simplificar a

Leia mais

Demonstração do Ativo Líquido por Plano de Benefícios - Vivo Prev

Demonstração do Ativo Líquido por Plano de Benefícios - Vivo Prev Demonstração do Ativo Líquido por Plano de Benefícios Vivo Prev Exercício: 2013 e 2012 dezembro R$ Mil Descrição 2013 2012 Variação (%) Relatório Anual 2013 Visão Prev 1. Ativos Disponível Recebível Investimento

Leia mais

Manual Perfis de Investimentos

Manual Perfis de Investimentos Manual Perfis de Investimentos 2015 Manual de Perfis de Investimentos Índice Perfi s de Investimentos Avonprev... 4 Por que existem os Perfi s de Investimentos... 5 O que são Perfi s de Investimentos...

Leia mais

Relatório de Seguridade

Relatório de Seguridade Relatório Maio/2012 O relatório da área de seguridade tem por finalidade apresentar as principais atividades desenvolvidas no mês, informando os números e valores relativos ao período de maio de 2012,

Leia mais

Você sabe usar o benefício fiscal do seu plano?

Você sabe usar o benefício fiscal do seu plano? w w w. u b b p r e v. c o m. b r Informativo bimestral da UBB PREV Previdência Complementar setembro/outubro2011 ano3 nº15 Você sabe usar o benefício fiscal do seu plano? O governo oferece aos planos de

Leia mais

DEMONSTRAÇÃO ATUARIAL

DEMONSTRAÇÃO ATUARIAL [29.959.574/0001-73] FUNDACAO DE PREVIDENCIA DOS SERVIDORES DO IRB PLANO DE BENEFÍCIOS: MOTIVO: DATA DA AVALIAÇÃO: TIPO: RETIFICADORA: [1977.0001-18] PLANO A ENCERRAMENTO DE EXERCÍCIO 31/12/2012 COMPLETA

Leia mais

Material Explicativo. Plano de Aposentadoria GEBSA-PREV

Material Explicativo. Plano de Aposentadoria GEBSA-PREV Material Explicativo Plano de Aposentadoria GEBSA-PREV 2 GEBSA-PREV O PLANO GEBSA-PREV VAI AJUDAR VOCÊ A CONSTRUIR SEU FUTURO! Preocupada com a tranquilidade e o bem estar de seus funcionários, a GE oferece

Leia mais

Demonstração do Ativo Líquido por Plano de Benefícios - PBS Telesp Celular Exercício: 2013 e 2012 - dezembro - R$ Mil

Demonstração do Ativo Líquido por Plano de Benefícios - PBS Telesp Celular Exercício: 2013 e 2012 - dezembro - R$ Mil Demonstração do Ativo Líquido por Plano de Benefícios PBS Telesp Celular Exercício: 203 e 202 dezembro R$ Mil Descrição 203 202 Variação (%) Relatório Anual 203 Visão Prev. Ativos Disponível Recebível

Leia mais

2º Semestre de 2010 2

2º Semestre de 2010 2 1 2 2º Semestre de 2010 O objetivo deste material é abordar os pontos principais do Plano de Benefícios PreviSenac e não substitui o conteúdo do regulamento. 3 4 Índice PreviSenac para um futuro melhor

Leia mais

PARECER ATUARIAL 2014

PARECER ATUARIAL 2014 PARECER ATUARIAL 2014 Plano de Benefícios 1 Plano de Benefícios PREVI Futuro 1. OBJETIVO 1.1. O presente Parecer Atuarial tem por objetivo informar sobre a qualidade da base cadastral, as premissas atuariais,

Leia mais

Demonstração do Ativo Líquido por Plano de Benefícios - Visão Multi

Demonstração do Ativo Líquido por Plano de Benefícios - Visão Multi Demonstração do Ativo Líquido por Plano de Benefícios Visão Multi Exercício: 013 e 01 dezembro R$ Mil Descrição 013 01 Variação (%) Relatório Anual 013 Visão Prev 1. Ativos Recebível Investimento Ações

Leia mais

Em outubro, você pode alterar seu perfil de investimento. Fundação Itaú Unibanco

Em outubro, você pode alterar seu perfil de investimento. Fundação Itaú Unibanco Fundação Itaú Unibanco INFORMATIVO BIMESTRAL participantes ativos, autopatrocinados e bpd julho agosto 2014 ANO 12 Nº 67 www.fundacaoitauunibanco.com.br fechamento autorizado. pode ser aberto pela ect

Leia mais

Aceprev. Cartilha do Plano de Benefícios REGRA MIGRADOS. Aperam Inox América do Sul S.A. Acesita Previdência Privada

Aceprev. Cartilha do Plano de Benefícios REGRA MIGRADOS. Aperam Inox América do Sul S.A. Acesita Previdência Privada Aceprev Acesita Previdência Privada Aperam Inox América do Sul S.A. Cartilha do Plano de Benefícios REGRA MIGRADOS Aceprev Acesita Previdência Privada DIRETORIA EXECUTIVA Nélia Maria de Campos Pozzi -

Leia mais

DEMONSTRAÇÃO ATUARIAL

DEMONSTRAÇÃO ATUARIAL ENTIDADE: [02.884.385/0001-22] ELETRA FUNDACAO CELG DE SEGUROS E PREVIDENCIA PLANO DE BENEFÍCIOS: MOTIVO: DATA DA AVALIAÇÃO: [2000.0069-65] PLANO CELGPREV ENCERRAMENTO DE EXERCÍCIO 31/12/2011 Atuário Responsável

Leia mais

Material Explicativo

Material Explicativo Material Explicativo Material Explicativo Índice Introdução 4 Sobre o Plano Previplan 5 Adesão 5 Benefícios do Plano 6 Entenda o Plano 7 Rentabilidade 8 Veja como funciona a Tributação 9 O que acontece

Leia mais

A economia e seus investimentos no Plano ItauBank

A economia e seus investimentos no Plano ItauBank w w w. i t a u b a n k p r e v. c o m. b r Informativo bimestral da ItauBank Sociedade de Previdência Privada janeiro/fevereiro2012 ano6 nº31 A economia e seus investimentos no Plano ItauBank O ano de

Leia mais

Relatório de Seguridade

Relatório de Seguridade Relatório Fevereiro/2013 O relatório da área de seguridade tem por finalidade apresentar as principais atividades desenvolvidas no mês, informando os números e valores relativos ao período de fevereiro

Leia mais

Guia do Participante - Desligamento Como proceder no desligamento da Rhodia O plano não termina aqui: confira as opções

Guia do Participante - Desligamento Como proceder no desligamento da Rhodia O plano não termina aqui: confira as opções Planos de Aposentadoria Básico e Suplementar Contribuição Definida Guia do Participante - Desligamento Como proceder no desligamento da Rhodia O plano não termina aqui: confira as opções (documento completo

Leia mais

DEMONSTRAÇÃO ATUARIAL

DEMONSTRAÇÃO ATUARIAL ENTIDADE: [00.469.585/0001-93] FACEB - FUNDACAO DE PREVIDENCIA DOS EMPREGADOS DA CEB PLANO DE BENEFÍCIOS: MOTIVO: DATA DA AVALIAÇÃO: [2006.0068-11] CEBPREV ENCERRAMENTO DE EXERCÍCIO 31/12/2013 Atuário

Leia mais

DEMONSTRAÇÃO ATUARIAL

DEMONSTRAÇÃO ATUARIAL ENTIDADE: [83.564.443/0001-32] FUNDACAO CODESC DE SEGURIDADE SOCIAL PLANO DE BENEFÍCIOS: MOTIVO: DATA DA AVALIAÇÃO: [2002.0046-92] MULTIFUTURO II ENCERRAMENTO DE EXERCÍCIO 31/12/2013 Atuário Responsável

Leia mais

DEMONSTRAÇÃO ATUARIAL

DEMONSTRAÇÃO ATUARIAL ENTIDADE: [01.225.861/0001-30] REGIUS SOCIEDADE CIVIL DE PREVIDENCIA PRIVADA PLANO DE BENEFÍCIOS: MOTIVO: DATA DA AVALIAÇÃO: [2012.0017-18] PB CD-02 ENCERRAMENTO DE EXERCÍCIO 31/12/2014 Atuário Responsável

Leia mais

plano comissões Controles aumentam confiabilidade dos processos Informativo bimestral da ItauBank Sociedade de Previdência Privada

plano comissões Controles aumentam confiabilidade dos processos Informativo bimestral da ItauBank Sociedade de Previdência Privada Informativo bimestral da ItauBank Sociedade de Previdência Privada março/abril2009 ano3 nº14 Controles aumentam confiabilidade dos processos As entidades fechadas de previdência complementar estão sujeitas

Leia mais

Principais Destaques

Principais Destaques Aumento do Patrimônio Atingimento da Meta Atuarial Principais Destaques 1. Perfil Institucional A Fundação CAGECE de Previdência Complementar CAGEPREV, criada através da Lei Estadual nº 13.313, de 30 de

Leia mais

PRhosper - Previdência Rhodia Av. Maria Coelho Aguiar, 215 Bloco B - 1 Andar Fone: (11) 3741-7189 Fax: (11) 3741-6180 Cep: 05804-902 - S.P.

PRhosper - Previdência Rhodia Av. Maria Coelho Aguiar, 215 Bloco B - 1 Andar Fone: (11) 3741-7189 Fax: (11) 3741-6180 Cep: 05804-902 - S.P. PRhosper - Previdência Rhodia Av. Maria Coelho Aguiar, 215 Bloco B - 1 Andar Fone: (11) 3741-7189 Fax: (11) 3741-6180 Cep: 05804-902 - S.P. FORMULARIO 1 - DESLIGAMENTO DA PATROCINADORA Eu,, CPF informo

Leia mais

Guia PCD. Conheça melhor o Plano

Guia PCD. Conheça melhor o Plano Guia PCD Conheça melhor o Plano Índice De olho no Futuro...3 Quem é a Fundação Centrus?...5 Conhecendo o Plano de Contribuição Definida - PCD...6 Contribuições do Participante...7 Saldo de Conta...8 Benefícios

Leia mais

Você conhece o benefício fiscal do seu plano?

Você conhece o benefício fiscal do seu plano? w w w. f u n b e p. c o m. b r Informativo bimestral do FUNBEP - Fundo de Pensão Multipatrocinado setembro/outubro 2013 ano11 nº61 Fechamento autorizado. Pode ser aberto pela ECT. Você conhece o benefício

Leia mais

Revisado em 15/08/2011

Revisado em 15/08/2011 CARTILHA DO PLANO MISTO DE BENEFÍCIOS PREVIDENCIÁRIOS Nº 001 Revisado em 15/08/2011 Esta cartilha foi estruturada com perguntas e respostas para apresentar e esclarecer aos Participantes as informações

Leia mais

ENTIDADE DADOS DOS PLANOS 8- ÚLTIMA ALTERAÇÃO

ENTIDADE DADOS DOS PLANOS 8- ÚLTIMA ALTERAÇÃO FOLHA DE ENCAMINHAMENTO DO 1 ENTIDADE 4- NÚMERO DE PLANOS: 3 5- PLANOS 6- APROVAÇÃO 7- INÍCIO DADOS DOS PLANOS 8- ÚLTIMA ALTERAÇÃO 9- VALOR DE RESGATE 10- NÚMERO DE EMPREGADOS 11- FOLHA SALÁRIO DA PATROCINADORA

Leia mais

Renda Vitalícia por Aposentadoria por SRB - INSS Benefício Definido Capitalização Crédito Unitário Projetado Invalidez (1)

Renda Vitalícia por Aposentadoria por SRB - INSS Benefício Definido Capitalização Crédito Unitário Projetado Invalidez (1) PARECER ATUARIAL PLANO DE BENEFÍCIOS REB 1998 AVALIAÇÃO ANUAL 2005 Fl. 1/6 ENTIDADE SIGLA: FUNCEF 1 CÓDIGO: 01523 2 RAZÃO SOCIAL: FUNCEF-FUNDAÇÃO DOS ECONOMIÁRIOS FEDERAIS 18 3 PLANO NOME DO PLANO: REB

Leia mais

Plano de Benefícios Visão Telesp Maio/2011

Plano de Benefícios Visão Telesp Maio/2011 Plano de Benefícios Visão Telesp Maio/2011 Índice Quem Somos Estrutura do plano Importância da Previdência Privada. Quanto antes melhor! As regras do plano Canais Visão Prev 2 Visão Prev Entidade fechada

Leia mais

Perfil de investimentos

Perfil de investimentos Perfil de investimentos O Fundo de Pensão OABPrev-SP é uma entidade comprometida com a satisfação dos participantes, respeitando seus direitos e sempre buscando soluções que atendam aos seus interesses.

Leia mais

CARTILHA DO PLANO D FUNDAÇÃO DE SEGURIDADE SOCIAL BRASLIGHT

CARTILHA DO PLANO D FUNDAÇÃO DE SEGURIDADE SOCIAL BRASLIGHT CARTILHA DO PLANO D Cartilha - Plano D INTRODUÇÃO Você está recebendo a Cartilha do Plano D. Nela você encontrará um resumo das principais características do plano. O Plano D é um plano moderno e flexível

Leia mais

Uma grande mudança no sistema

Uma grande mudança no sistema Informativo bimestral da Fundação Itaubanco janeiro/fevereiro2004 ano2 nº4 editorial Na matéria principal desta edição, que começa aqui na capa e continua na página 3, você vai acompanhar os impactos sobre

Leia mais

Fundação Forluminas de Seguridade Social - Forluz. Gerência de Previdência, Atuária e Atendimento

Fundação Forluminas de Seguridade Social - Forluz. Gerência de Previdência, Atuária e Atendimento Fundação Forluminas de Seguridade Social - Forluz Gerência de Previdência, Atuária e Atendimento Cenário A Seguradora Aegon realizou, no período entre janeiro e fevereiro de 2015, uma pesquisa entre quinze

Leia mais

GLOSSÁRIO TERMOS UTILIZADOS PARA FUNDOS DE PENSÃO. ABRAPP. Associação Brasileira das Entidades Fechadas de Previdência

GLOSSÁRIO TERMOS UTILIZADOS PARA FUNDOS DE PENSÃO. ABRAPP. Associação Brasileira das Entidades Fechadas de Previdência GLOSSÁRIO ABRAPP. Associação Brasileira das Entidades Fechadas de Previdência Complementar. ASSISTIDOS. Participante ou Beneficiário(s) em gozo de benefício. ATUÁRIO. Profissional técnico especializado,

Leia mais

Material Explicativo. Plano de Aposentadoria CD da Previ-Siemens

Material Explicativo. Plano de Aposentadoria CD da Previ-Siemens Material Explicativo Plano de Aposentadoria CD da Previ-Siemens Sumário Plano CD - Tranqüilidade no futuro 3 Conheça a previdência 4 A entidade Previ-Siemens 6 Como funciona o Plano CD da Previ-Siemens?

Leia mais

Plano de Benefícios 1 Plano de Benefícios PREVI Futuro Carteira de Pecúlios CAPEC

Plano de Benefícios 1 Plano de Benefícios PREVI Futuro Carteira de Pecúlios CAPEC Relatório PREVI 2013 Parecer Atuarial 2013 74 Plano de Benefícios 1 Plano de Benefícios PREVI Futuro Carteira de Pecúlios CAPEC 1 OBJETIVO 1.1 O presente Parecer Atuarial tem por objetivo informar sobre

Leia mais

Participantes. Passo a Passo Icatu Online -

Participantes. Passo a Passo Icatu Online - Participantes Passo a Passo Icatu Online - Participantes, Sejam bem vindos ao Icatu Online. Para a sua ajuda, formulamos esse passo a passo para que você navegue pelo nosso site com a máxima facilidade.

Leia mais

MANUAL DO APOSENTADO E PENSIONISTA PLANO SGC PREV PLANO DE BENEFÍCIOS DE PREVIDÊNCIA COMPLEMENTAR DA SOCIEDADE GOIANA DE CULTURA

MANUAL DO APOSENTADO E PENSIONISTA PLANO SGC PREV PLANO DE BENEFÍCIOS DE PREVIDÊNCIA COMPLEMENTAR DA SOCIEDADE GOIANA DE CULTURA MANUAL DO APOSENTADO E PENSIONISTA PLANO SGC PREV PLANO DE BENEFÍCIOS DE PREVIDÊNCIA COMPLEMENTAR DA SOCIEDADE GOIANA DE CULTURA SUMÁRIO Qual é o significado de aposentado e pensionista?...3 Quando é realizado

Leia mais

Simuladores de benefícios Saiba como ficará sua projeção de aposentadoria com as taxas de juros reduzidas

Simuladores de benefícios Saiba como ficará sua projeção de aposentadoria com as taxas de juros reduzidas Simuladores de benefícios Saiba como ficará sua projeção de aposentadoria com as taxas de juros reduzidas Passo a passo Para ajudá-lo na simulação, preparamos um passo a passo do preenchimento do simulador

Leia mais

Plano de Previdência ArcelorMittal Brasil. Contribuição definida

Plano de Previdência ArcelorMittal Brasil. Contribuição definida Plano de Previdência ArcelorMittal Brasil Contribuição definida Plano de Previdência ArcelorMittal Brasil Este folheto contém as principais características do Plano de Previdência Complementar da ArcelorMittal

Leia mais

Maior união em torno de objetivos comuns

Maior união em torno de objetivos comuns Funbep Informativo Bimestral do Funbep Fundo de Pensão Multipatrocinado Novembro Dezembro 2015 Ano 13 Nº 74 Maior união em torno de objetivos comuns O ano de 2015 foi muito desafiador para todos os brasileiros.

Leia mais

DEMONSTRAÇÃO ATUARIAL

DEMONSTRAÇÃO ATUARIAL ENTIDADE: [01.541.775/0001-37] HP PREV SOCIEDADE PREVIDENCIARIA PLANO DE BENEFÍCIOS: MOTIVO: DATA DA AVALIAÇÃO: [1996.0026-19] PLANO HP PREV ENCERRAMENTO DE EXERCÍCIO 31/12/2014 Atuário Responsável MIRIA

Leia mais

A previdência hoje. Eleições Em julho, você poderá escolher seus representantes. Finanças Aprenda a planejar (e realizar) seus sonhos

A previdência hoje. Eleições Em julho, você poderá escolher seus representantes. Finanças Aprenda a planejar (e realizar) seus sonhos www.fundacaoitauunibanco.com.br Informativo bimestral da Fundação Itaú Unibanco para participantes assistidos maio/junho2013 ano11 nº60 Fechamento autorizado. Pode ser aberto pela ECT. A previdência hoje

Leia mais

APRENDIZADO QUE VALE OURO!

APRENDIZADO QUE VALE OURO! APRENDIZADO QUE VALE OURO! Introdução A aposentadoria chega mais rápido do que a gente imagina. Nem sempre a Previdência Social atende às nossas necessidades financeiras e projetos nessa fase da vida.

Leia mais

demonstração da Mutação do ativo Líquido

demonstração da Mutação do ativo Líquido Período: dezembro de 2010 R$ mil demonstração da Mutação do ativo Líquido Visão ATelecom Descrição 2010 A) Ativo Líquido - Início do Exercício 2.207 1. Adições 4.979 (+) Contribuições 4.727 (+) Resultado

Leia mais

Sumário. A função do Resumo Explicativo 3. Bem-vindo ao Plano de Benefícios Raiz 4. Contribuições do Participante 6. Contribuições da Patrocinadora 7

Sumário. A função do Resumo Explicativo 3. Bem-vindo ao Plano de Benefícios Raiz 4. Contribuições do Participante 6. Contribuições da Patrocinadora 7 Sumário A função do 3 Bem-vindo ao Plano de Benefícios Raiz 4 Contribuições do Participante 6 Contribuições da Patrocinadora 7 Controle de Contas 8 Investimento dos Recursos 9 Benefícios 10 Em caso de

Leia mais

Relatório anual do Plano de Benefícios Multifuturo I

Relatório anual do Plano de Benefícios Multifuturo I Relatório anual do Plano de Benefícios Multifuturo I Pareceres PARECER ATUARIAL DA AVALIAÇÃO REALIZADA EM 31/12/2009 Considerações iniciais O presente parecer tem por objetivo apresentar nossas considerações

Leia mais

cartilha educação financeira

cartilha educação financeira cartilha educação financeira cartilha educação financeira A IMPORTÂNCIA DA EDUCAÇÃO FINANCEIRA A educação financeira é decisiva para o bem-estar presente e futuro das famílias, contudo, ela nem sempre

Leia mais

Cartilha Plano EPE DOCUMENTOS INSTITUCIONAIS ELETROS

Cartilha Plano EPE DOCUMENTOS INSTITUCIONAIS ELETROS Cartilha Plano EPE Esta cartilha foi criada com o intuito de oferecer informações objetivas sobre previdência, o plano CV EPE e a importância de poupar para garantir um futuro mais tranqüilo. Os pontos

Leia mais

PLANO DE PREVIDÊNCIA DA MÚTUA CAIXA DE ASSISTÊNCIA DOS PROFISSIONAIS DO CREA

PLANO DE PREVIDÊNCIA DA MÚTUA CAIXA DE ASSISTÊNCIA DOS PROFISSIONAIS DO CREA PLANO DE PREVIDÊNCIA DA MÚTUA CAIXA DE ASSISTÊNCIA DOS PROFISSIONAIS DO CREA Mensagem ao Associado Caro Associado, A maior preocupação do profissional que compõe o Sistema Confea / Crea / Mútua talvez

Leia mais

SAIBA TUDO SOBRE O PLANO III DE PREVIDÊNCIA PRIVADA!

SAIBA TUDO SOBRE O PLANO III DE PREVIDÊNCIA PRIVADA! SAIBA TUDO SOBRE O PLANO III DE PREVIDÊNCIA PRIVADA! Prezado participante, 2 Brasil Foods Sociedade de Previdência Privada Cartilha Plano III Um dos grandes objetivos da política de recursos humanos de

Leia mais

DEMONSTRAÇÃO ATUARIAL

DEMONSTRAÇÃO ATUARIAL ENTIDADE: [10.530.382/0001-19] FUNDO DE PREVIDENCIA COMPLEMENTAR DA ASSEMBLEIA LEGISLATIVA DO ESTADO DE PERNAMBUCO-ALEPEPREV PLANO DE BENEFÍCIOS: MOTIVO: DATA DA AVALIAÇÃO: [2008.0048-56] ALEPEPREV ENCERRAMENTO

Leia mais

MINISTÉRIO DA PREVIDÊNCIA SOCIAL Conselho de Gestão da Previdência Complementar RESOLUÇÃO CGPC Nº. 28, DE 26 DE JANEIRO DE 2009.

MINISTÉRIO DA PREVIDÊNCIA SOCIAL Conselho de Gestão da Previdência Complementar RESOLUÇÃO CGPC Nº. 28, DE 26 DE JANEIRO DE 2009. (DOU nº. 27, de 09 de fevereiro de 2009, Seção 1, páginas 44 a 49) MINISTÉRIO DA PREVIDÊNCIA SOCIAL Conselho de Gestão da Previdência Complementar RESOLUÇÃO CGPC Nº. 28, DE 26 DE JANEIRO DE 2009. Dispõe

Leia mais

Perfis de Investimento

Perfis de Investimento Perfis de Investimento Manual Perfis de Investimento Manual Perfis de Investimento Índice Objetivo... 3 Introdução... 3 Falando sobre sua escolha e seu plano... 3 Perfis de Investimento... 5 Principais

Leia mais

Um assunto que pode mudar o seu futuro

Um assunto que pode mudar o seu futuro www.fundacaoitaubanco.com.br Um assunto que pode mudar o seu futuro Fundações ligadas ao Itaú Unibanco estão em linha com as orientações da Secretaria de Previdência Complementar que estimulam a educação

Leia mais

PLANO DE BENEFÍCIOS ATENTO ATENTO PREV. Manual Explicativo

PLANO DE BENEFÍCIOS ATENTO ATENTO PREV. Manual Explicativo PLANO DE BENEFÍCIOS ATENTO ATENTO PREV Manual Explicativo 1 2 Plano de Benefícios Atento AtentoPrev O Plano de Benefícios Atento Atento Prev é um plano de previdência complementar, constituído na modalidade

Leia mais

ENTIDADE DADOS DOS PLANOS 8- ÚLTIMA ALTERAÇÃO

ENTIDADE DADOS DOS PLANOS 8- ÚLTIMA ALTERAÇÃO FOLHA DE ENCAMINHAMENTO DO 1 ENTIDADE 4- NÚMERO DE PLANOS: 2 5- PLANOS 6- APROVAÇÃO 7- INÍCIO DADOS DOS PLANOS 8- ÚLTIMA ALTERAÇÃO 9- VALOR DE RESGATE 10- NÚMERO DE EMPREGADOS 11- FOLHA SALÁRIO DA PATROCINADORA

Leia mais

CARTILHA PLANO CELPOS CD

CARTILHA PLANO CELPOS CD CARTILHA PLANO CELPOS CD ORIGINAL PLUS O QUE É O PLANO CELPOS CD? O Plano Misto I de Benefícios CELPOS CD é um plano de previdência complementar cujo benefício de aposentadoria programada é calculado de

Leia mais

DEMONSTRAÇÃO ATUARIAL

DEMONSTRAÇÃO ATUARIAL ENTIDADE: [05.054.648/0001-64] CX DE PREV E ASSIS AOS FUNC DO B EST DO PARA SA CAFBEP PLANO DE BENEFÍCIOS: MOTIVO: DATA DA AVALIAÇÃO: [2002.0009-56] PREV-RENDA ENCERRAMENTO DE EXERCÍCIO 31/12/2014 Atuário

Leia mais

Saiba mais sobre seu plano

Saiba mais sobre seu plano Saiba mais sobre seu plano Plano de Previdência Redecard 1 Índice A proteção da previdência complementar... 03 As contribuições para o plano... 04 Em caso de desligamento... 06 Na hora da aposentadoria...

Leia mais

A economia e seus investimentos no Plano Itaubanco CD

A economia e seus investimentos no Plano Itaubanco CD www.fundacaoitaubanco.com.br Informativo bimestral da Fundação Itaubanco janeiro/fevereiro2012 ano10 nº52 A economia e seus investimentos no Plano Itaubanco CD O ano de 2011 foi marcado pelas incertezas

Leia mais

Encontro dos Representantes Regionais da Prevdata 2012. Principais dúvidas no atendimento Plano CV Prevdata II

Encontro dos Representantes Regionais da Prevdata 2012. Principais dúvidas no atendimento Plano CV Prevdata II Encontro dos Representantes Regionais da Prevdata 2012 Principais dúvidas no atendimento Plano CV Prevdata II Plano CV Prevdata II Dúvidas... Renda decorrente do saldo de conta: total acumulado das contribuições

Leia mais

Plano D. Material Explicativo

Plano D. Material Explicativo Plano D Material Explicativo 2 Material Explicativo Previ Novartis Índice Pág. 4 Introdução Pág. 6 A Previdência no Brasil Pág. 10 A Previdência e o Plano de Benefício D Pág. 24 Questões 3 Material Explicativo

Leia mais

Comunicação Interna. VivoPrev. para quem é ligado no futuro.

Comunicação Interna. VivoPrev. para quem é ligado no futuro. Comunicação Interna VivoPrev para quem é ligado no futuro. Qual o seu programa para o amanhã? Pensar no amanhã é algo que deve ser feito hoje. Quanto antes você começar, maior a garantia de chegar ao futuro

Leia mais

Plano de Previdência Complementar. Manual do Participante Fenacor Prev

Plano de Previdência Complementar. Manual do Participante Fenacor Prev Plano de Previdência Complementar Manual do Participante Fenacor Prev 1 Índice Introdução...3 O Programa de Previdência Fenacor Prev...3 Contribuições...4 Investimentos...5 Benefício Fiscal...5 Benefícios

Leia mais

VOCÊ QUER SABER? A FUNDAÇÃO RESPONDE.

VOCÊ QUER SABER? A FUNDAÇÃO RESPONDE. VOCÊ QUER SABER? A FUNDAÇÃO RESPONDE. ACESSO WEB QUEM PODE ENTRAR NA ÁREA RESTRITA ATRAVÉS DO SITE FBSS? Participantes Ativos Assistidos (Aposentados e Pensionistas) Importante: Dependentes e pessoas que

Leia mais

ENTIDADE DADOS DOS PLANOS 8- ÚLTIMA ALTERAÇÃO

ENTIDADE DADOS DOS PLANOS 8- ÚLTIMA ALTERAÇÃO FOLHA DE ENCAMINHAMENTO DO 1 ENTIDADE 4- NÚMERO DE PLANOS: 3 5- PLANOS 6- APROVAÇÃO 7- INÍCIO DADOS DOS PLANOS 8- ÚLTIMA ALTERAÇÃO 9- VALOR DE RESGATE 10- NÚMERO DE EMPREGADOS 11- FOLHA SALÁRIO DA PATROCINADORA

Leia mais

PLANO SUPLEMENTAR. Material Explicativo Plano Suplementar 1

PLANO SUPLEMENTAR. Material Explicativo Plano Suplementar 1 PLANO SUPLEMENTAR Material Explicativo 1 Introdução A CitiPrevi oferece planos para o seu futuro! Recursos da Patrocinadora Plano Principal Benefício Definido Renda Vitalícia Programa Previdenciário CitiPrevi

Leia mais

Plano de Previdência Complementar. Manual do Participante FenacorPrev

Plano de Previdência Complementar. Manual do Participante FenacorPrev Plano de Previdência Complementar Manual do Participante FenacorPrev Índice Introdução... 3 O Programa de Previdência FenacorPrev... 3 Contribuições... 4 Investimentos... 5 Benefício Fiscal... 6 Benefícios

Leia mais

Perfis de Investimento PrevMais

Perfis de Investimento PrevMais Cartilha Perfis de Investimento PrevMais [1] Objetivo Geral O regulamento do PREVMAIS prevê exclusivamente para o Benefício de Renda Programada a possibilidade de os participantes optarem por perfis de

Leia mais

Material Explicativo. Plano de Benefícios HP

Material Explicativo. Plano de Benefícios HP Material Explicativo Plano de Benefícios HP Janeiro - 2015 1 As informações deste material visam cumprir a legislação aplicável e dar aos participantes uma idéia geral e resumida das alterações promovidas

Leia mais

DEMONSTRAÇÃO ATUARIAL

DEMONSTRAÇÃO ATUARIAL ENTIDADE: [49.323.025/0001-15] SUPREV-FUNDACAO MULTIPATROCINADA DE SUPLEMENTACAO PREV PLANO DE BENEFÍCIOS: MOTIVO: DATA DA AVALIAÇÃO: [1985.0012-92] PB USIBA ENCERRAMENTO DE EXERCÍCIO 31/12/2014 Atuário

Leia mais

Sr. Luis Cesar Miara Presidente Fundo Paraná de Previdência Multipatrocinada. Ref.: Plano J.MALUCELLI plano de custeio anual.

Sr. Luis Cesar Miara Presidente Fundo Paraná de Previdência Multipatrocinada. Ref.: Plano J.MALUCELLI plano de custeio anual. CP3562008 Curitiba, 19 de dezembro de 2008. Sr. Luis Cesar Miara Presidente Fundo Paraná de Previdência Multipatrocinada Ref.: Plano J.MALUCELLI plano de custeio anual Prezado Senhor, A fim de atender

Leia mais

Plano PAI. material explicativo

Plano PAI. material explicativo Plano PAI material explicativo Conheça melhor o Plano PAI e veja como o tempo pode ser seu maior aliado Grande parte dos trabalhadores sonha em ter uma aposentadoria estável e aproveitar essa fase para

Leia mais

BEM-VINDO AO PLANO SinMed/RJ

BEM-VINDO AO PLANO SinMed/RJ BEM-VINDO AO PLANO SinMed/RJ O Plano SinMed/RJ foi criado em parceria pelo Sindicato dos Médicos do Rio de Janeiro, e pela Petros, para garantir uma renda de aposentadoria complementar para você. Neste

Leia mais

ENTIDADE DADOS DOS PLANOS 1- SIGLA: SUPREV 2- CÓDIGO: 00984 3- RAZÃO SOCIAL: SUPREV-FUNDACAO MULTIPATROCINADA SUPLEMENTAÇAO PREVIDENCIARIA

ENTIDADE DADOS DOS PLANOS 1- SIGLA: SUPREV 2- CÓDIGO: 00984 3- RAZÃO SOCIAL: SUPREV-FUNDACAO MULTIPATROCINADA SUPLEMENTAÇAO PREVIDENCIARIA FOLHA DE ENCAMINHAMENTO DO 1 ENTIDADE 4- NÚMERO DE PLANOS: 8 5- PLANOS 6- APROVAÇÃO 7- INÍCIO 19.810.009-92 - PLANO DE BENEFÍCIOS N.º 001 - BROOKLYN 12- OBSERVAÇÕES: ENTIDADE DADOS DOS PLANOS 8- ÚLTIMA

Leia mais