DOUTORAMENTOS SABER PENSAR É UMA FACULDADE

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "DOUTORAMENTOS 2014-2015 SABER PENSAR É UMA FACULDADE"

Transcrição

1 DOUTORAMENTOS SABER PENSAR É UMA FACULDADE

2

3 3 DOUTORAMENTOS MBA ISEG SABER DESCOBRIR É UMA 2014 FACULDADE

4 4 ÍNDICE MENSAGEM DO PRESIDENTE ISEG EM NÚMEROS MENSAGEM DO VICE-PRESIDENTE 08 ECONOMIA ESTUDOS DE 10 DESENVOLVIMENTO 14 GESTÃO 20 HISTÓRIA ECONÓMICA E SOCIAL SOCIOLOGIA 26 ECONÓMICA E DAS MAEG 30 ORGANIZAÇÕES 36 UNIDADES DE ACOLHIMENTO E INVESTIGAÇÃO ALUMNI SERVIÇOS ECONÓMICAS DE APOIO 46 CAMPUS ISEG 47 LISBOA 49 APPLY 50

5 MENSAGEM DO PRESIDENTE 5 QUEREMOS ATRAIR ALUNOS QUE OUSAM, QUE SE DESAFIAM A PENSAR OUT OF THE BOX, E QUE DESEJAM IR ALÉM DO CONHECIMENTO ATUAL É para mim uma enorme honra e satisfação poder dirigir-me a si na qualidade de presidente de uma instituição que disputa a liderança da publicação científica internacional de alto nível em termos de escolas de Economia e Gestão portuguesas. Porque acreditamos que o mundo se transforma também graças à contribuição daqueles que investigam, que querem e vão além do conhecimento superficial, comprometemo-nos em oferecer programas de doutoramento consistentes, que promovam a investigação e a criatividade nas ideias e a colocação de novas e pertinentes questões científicas que funcionem como o combustível para alimentar a inovação e a mudança. Ao escolher um dos doutoramentos do ISEG sabe que pode contar com um corpo de investigadores que o podem ajudar a percorrer esse extraordinário mundo da descoberta científica, que é difícil, mas tão gratificante! Ao escolher o ISEG tem acesso a uma enorme variedade de alternativas, sempre dentro de uma linha de qualidade e rigor que já conhece, e sabendo que pode desfrutar de um ambiente único, descontraído, de partilha, de troca fértil de opiniões, experiências e perspetivas. As portas de amanhã não serão abertas com as chaves de hoje, por isso queremos atrair alunos que ousam, que se desafiam a pensar out of the box e que desejam ir além do conhecimento atual. Seres humanos que não receiam colocar as questões e que não temem as respostas, que, pelo seu trabalho e perseverança, consigam trazer contributos efetivos na sua área de conhecimento, dentro das áreas ministradas no ISEG. Contamos consigo para, com o trabalho que acreditamos que desenvolva, nos ajudar a ensinar e a inspirar outras mentes! João Duque Presidente do ISEG

6 6 ISEG EM NÚMEROS ISEG 6Centros de Investigação 31ANOS DE 150 Docentes de Doutoramento Média de idades de alunos DE 60 Seminários de Doutoramento em 2013 DE 200 Publicações de docentes do ISEG em revistas científicas

7 7 DE Documentos de trabalho 42 Bases de dados 70 E-books 96 Revistas científicas assinadas pelo ISEG DE Livros DE Revistas e livros em texto integral em diversas áreas do conhecimento B-ON (Biblioteca do conhecimento online) BIBLIOTECA FRANCISCO PEREIRA DE MOURA

8 8 MENSAGEM DO VICE-PRESIDENTE PARA OS ASSUNTOS CIENTÍFICOS

9 9 FAZER UM DOUTORAMENTO É APRENDER ATÉ AOS LIMITES DO CONHECIMENTO, NA SENDA DE PODER CONTRIBUIR PARA O AVANÇO DESSE CONHECIMENTO A frequência de um programa de doutoramento é o nível mais elevado que se pode atingir na formação académica. Neste ciclo de estudos combinam-se, de forma variável entre os vários programas, a formação mais avançada de conhecimento, conseguida pela frequência de unidades curriculares e a investigação, através da preparação e defesa pública da tese de doutoramento, que tem como grande e último objetivo avançar na fronteira do conhecimento. A oferta de programas de doutoramento exige assim a existência de um corpo docente altamente qualificado e atualizado, um conjunto de investigadores com os quais os candidatos ao grau de doutor sintam ambiente académico e massa crítica para realizarem a sua investigação, obterem adequada supervisão e bom enquadramento académico de debate. O ISEG oferece atualmente seis programas de doutoramento nas várias áreas de conhecimento onde realiza investigação de qualidade. Conta, para tal, com docentes doutorados, que ensinam nas várias áreas disciplinares, enquadrados nos vários Departamentos que constituem a Escola, e que investigam nas diversas áreas científicas para que estão vocacionados os seis centros de investigação acreditados do ISEG, que servem também de Unidades de acolhimento para os estudantes. A investigação científica que se realiza nos nossos centros, avaliados com classificação de muito bom ou excelente, constitui elemento importante de suporte científico para os diferentes programas que oferecemos. Fazer um doutoramento é aprender até aos limites do conhecimento, na senda de poder contribuir para o avanço desse conhecimento, e poder fazê-lo num ambiente académico onde se partilham experiências de investigação, se discutem ideias e métodos e se conta sempre com alguém que partilha interesses comuns. Pense neste projeto de vida e decida! José António Correia Pereirinha Vice-Presidente para os assuntos científicos

10 10 DOUTORAMENTO EM ECONOMIA CONOMIA COMISSÃO CIENTÍFICA Miguel St. Aubyn (Coordenador) Professor Catedrático Manuel Mira Godinho Professor Catedrático João Nicolau Professor Associado com Agregação Joana Pais Professora Associada DETALHES PÓS-LABORAL Início: setembro 2014 Instituições de acolhimento: UECE e CEMAPRE Propinas: 4000 no 1º ano e 2000 /ano a partir do 2º, até ao limite de 6 anos. Possibilidade de concorrer a bolsa de estudos da FCT

11 11 O CURSO O Programa de Doutoramento em Economia tem como objetivo central proporcionar formação que permita o acesso a atividades profissionais de elevada exigência técnica e científica, possibilitando aos novos doutorados prosseguirem carreiras de nível internacional na área de Economia. A QUEM SE DESTINA A quem pretenda formação avançada e realizar trabalho de investigação em Economia, com vista a exercer funções de elevada qualificação no setor público e no setor privado. Tais funções incluem a docência e a investigação, a direção e a gestão de organizações nacionais e internacionais, a consultoria, a formação e a realização de estudos e projetos de investigação. CONDIÇÕES DE ACESSO E CRITÉRIOS DE SELEÇÃO Serão admitidos ao programa os alunos que tenham concluído o Mestrado em Economia do ISEG ou outro Mestrado considerado equivalente. Candidatos dispondo de Mestrado ou qualificação equivalente noutra área serão admitidos ao Programa após terem realizado as disciplinas constantes do 1º semestre do Mestrado em Economia do ISEG. A seleção dos candidatos é feita pela Comissão Científica do programa de doutoramento, com base nos seguintes critérios: Mestrado e respetiva classificação final; Licenciatura e respetiva classificação final; Currículo científico e profissional relevante. TEMAS DE ESTUDO No Programa de Doutoramento em Economia estuda-se a um nível avançado disciplinas de teoria económica (Macro e Microeconomia) e suas aplicações, com recurso a métodos matemáticos, estatísticos e econométricos >

12 12 DOUTORAMENTO EM ECONOMIA ESTRUTURA DO CURSO Créditos Unidades Curriculares Ano Sem. Responsável 7,5 Econometria Avançada 1 1 Artur Silva Lopes 7,5 Economia Matemática Avançada 1 1 Paulo Brito 7,5 Macroeconomia Avançada 1 1 Miguel St. Aubyn 7,5 Microeconomia Avançada 1 1 Joana Pais 7,5 Tópicos de Macroeconomia 1 2 António Afonso 7,5 Tópicos de Microeconomia 1 2 José Pedro Pontes 7,5 Seminário 1 2 Carlos Barros 7,5 Optativa ,0 Dissertação (seminário de investigação) 2 60,0 Dissertação (seminário de investigação) 3 COMO SE PREPARA O DOUTORAMENTO Após a aceitação no programa, é nomeado um professor orientador que acompanha o candidato na elaboração aprofundada do projeto de tese ao longo do 1º ano do programa. O projeto de tese é apresentado e discutido no Seminário de Investigação. No final do 1º ano do programa, a versão consolidada do projeto de tese é apreciada por um júri nomeado pelo Diretor do Programa, que emite parecer, podendo sugerir alterações, ou recomendar o abandono do Programa. Com a aceitação do projeto de tese, é feito o respetivo registo e confirmado o professor orientador. O processo de elaboração da tese tem a duração de dois anos letivos, de acordo com o Regulamento de Doutoramentos do ISEG. 6789¹²³

13 13 CORPO DOCENTE DO PROGRAMA António Afonso Doutor em Economia pelo ISEG, Universidade Técnica de Lisboa Artur Silva Lopes Doutor em Economia pelo ISEG, Universidade Técnica de Lisboa Carlos Pestana Barros Doutor em Economia pelo ISEG, Universidade Técnica de Lisboa Jacinto Braga Doutor em Economia, Universidade de Nottingham, Reino Unido Joana Pais Doutora pela Universidade Autónoma de Barcelona, Espanha José Passos Doutor em Economia pela Universidade de Bristol, Reino Unido José Pedro Pontes Doutor em Economia pelo ISEG, Universidade Técnica de Lisboa Luís Costa Doutor em Economia pela Universidade de York, Reino Unido Manuel Mira Godinho Doutor em Economia pelo ISEG, Universidade Técnica de Lisboa Miguel St. Aubyn Doutor em Economia pela London Business School, Reino Unido Paulo Brito Doutor em Economia pelo ISEG, Universidade Técnica de Lisboa $ 6789¹²³

14 14 DOUTORAMENTO EM ESTUDOS DE DESENVOLVIMENTO STUDOS DE DESENVOLVIMENTO COMISSÃO CIENTÍFICA José António Pereirinha (Coordenador) Professor Catedrático António Goucha Soares Professor Catedrático Manuel Ennes Ferreira Professor Auxiliar Marta Pedro Varanda Professora Auxiliar ±ƒ& DETALHES Início: setembro 2014 Instituições de acolhimento: UECE, SOCIUS, GHES e CEsA Propinas: 4000 no 1º ano e 2000 /ano a partir do 2º, até ao limite de 6 anos. Possibilidade de concorrer a bolsa de estudos da FCT

15 15 O CURSO O Programa de Doutoramento em Estudos de Desenvolvimento, criado pela Universidade Técnica de Lisboa, em 2009, é um plano de estudos de 3.º ciclo que pretende transmitir conhecimentos e produzir investigação original na área do Desenvolvimento. Acompanha o movimento verificado nas últimas décadas que conduziu à área científica de Development Studies para o centro dos debates contemporâneos, tanto na academia como no domínio das políticas económicas, sociais e ambientais. A QUEM SE DESTINA A quem pretenda formação avançada e realizar trabalho de investigação com vista a exercer funções de elevada qualificação no setor público, no setor privado e no setor da economia social, ligadas ao desenvolvimento nacional e internacional. Tais funções incluem a docência e a investigação, a direção e gestão de organizações nacionais e internacionais, a consultoria, a formação, e a realização de estudos e projetos de investigação, o jornalismo, o planeamento, a elaboração de projetos de desenvolvimento, a conceção e avaliação de políticas públicas e de projetos ou políticas sociais. CONDIÇÕES DE ACESSO E CRITÉRIOS DE SELEÇÃO Podem candidatar-se os titulares de grau de mestre nas áreas científicas de Economia, Gestão, Direito, Sociologia, Geografia, Ciência Política, Relações Internacionais, História e Antropologia, ou de outras áreas científicas consideradas adequadas. Podem também candidatar-se titulares de uma licenciatura nessas áreas científicas, com classificação mínima de 16 valores, ou excecionalmente com classificação inferior, desde que o respetivo currículo revele adequada preparação científica, ou experiência profissional relevante. A seleção dos candidatos é feita pela Comissão Científica do programa de doutoramento, com base nos seguintes critérios: Mestrado e respetiva classificação final; Licenciatura e respetiva classificação final; Currículo científico e profissional relevante; Proposta de investigação. TEMAS DE ESTUDO O programa estabelece pontes interdisciplinares da Economia com a Sociologia, História Económica e Social, Ciência Política e Direito, oferecendo uma perspetiva integrada dos problemas de desenvolvimento das sociedades contemporâneas. Uma das orientações do programa prende-se com os temas do desenvolvimento no espaço lusófono (Portugal, Brasil, África de língua portuguesa), tendo em conta que o aprofundamento da investigação neste espaço é uma vantagem comparativa para a participação em redes internacionais de investigação. Os temas de investigação do programa são colocados num contexto alargado das questões de desenvolvimento nas sociedades contemporâneas, os quais enquadram os respetivos módulos de ensino, bem como as teses de doutoramento: Dinâmicas de longo prazo, Mudanças Institucionais e Desenvolvimento Instituições Políticas e Económicas e Desafios ao Estado Social Natureza, Sociedade e Sustentabilidade do Bem-Estar Políticas de Desenvolvimento, Relações Internacionais e Ajuda Internacional Desenvolvimento Local e Regional e Estudos Urbanos ±ƒ& =-/ +

16 16 DOUTORAMENTO EM ESTUDOS DE DESENVOLVIMENTO ESTRUTURA DO CURSO Créditos Unidades Curriculares Ano Sem. Responsável 7,5 Teorias do Desenvolvimento 1 1 João Estêvão 7,5 Métodos e Técnicas de Investigação 1 1 José Pereirinha / Sara Casaca / Carlos Farinha Rodrigues 7,5 Optativa ,5 Seminário António Goucha Soares / João Peixoto 7,5 História e Políticas do Desenvolvimento 1 2 Manuel Ennes Ferreira 7,5 Optativa ,5 Seminário Joana Pereira Leite 7,5 Seminário de Investigação 1 2 José Pereirinha / Marta Varanda 60,0 Dissertação 2 60,0 Dissertação 3 =-/ +*([)]

17 17 COMO SE PREPARA UM DOUTORAMENTO A intenção sobre o tema da tese de doutoramento é manifestada pelo candidato com a apresentação, perante um júri, de uma proposta de investigação. Sendo aceite no programa, será nomeado um professor orientador que acompanhará o candidato na elaboração aprofundada do projeto de tese, a realizar ao longo do 1º ano do programa, a qual será apresentada e discutida no Seminário de Investigação. No final do 1º ano do programa, a versão consolidada do projeto de tese será defendida perante um júri nomeado pelo Diretor do Programa, que apreciará e emitirá parecer, podendo sugerir alterações, ou recomendar o abandono do programa. Com a aceitação do projeto de tese, será feito o respetivo registo e confirmado o professor orientador. O processo de elaboração da tese terá a duração de dois anos letivos, de acordo com o Regulamento de Doutoramentos do ISEG. >>>>>>> <<<<<<

18 18 DOUTORAMENTO EM ESTUDOS DE DESENVOLVIMENTO CORPO DOCENTE DO PROGRAMA António Goucha Soares Doutor pela European University Institute, Florença Carlos Farinha Rodrigues Doutor pela Universidade Técnica de Lisboa Joana Pereira Leite Doutora pela École des Hautes Études en Sciences Sociales, França João Estêvão Doutor pela Universidade Técnica de Lisboa João Peixoto Doutor pela Universidade Técnica de Lisboa José António Pereirinha Doutor pelo Institute of Social Studies, Universidade Roterdão, Holanda Manuel Ennes Ferreira Doutor pela Universidade Técnica de Lisboa Marta Pedro Varanda Doutora pela Université des Sciences et Technologies de Lille, França Sara Falcão Casaca Doutora pela Universidade Técnica de Lisboa < < < < < < < ± =

19 19 Outros docentes e colaboradores do programa (UCs optativas ou tutoria/orientações de teses) Ana Bela Nunes (ISEG - ULisboa) Daniel Bach (Universidade de Bordéus) Emília Araújo (Universidade do Minho) Fernando Luis Machado (ISCTE-IULisboa) Fernando Ribeiro Mendes Francisco José Duarte Nunes Helena Jerónimo Horácio Faustino Inês Raimundo (Un. Eduardo Mondlane) Isabel Castro Henriques (FL-ULisboa) João Amaral Tomás João Carlos Graça João Mosca (Un. Eduardo Mondlane, Moçambique) Joaquim Ramos Silva Jochen Oppenheimer José Manuel Monteiro Barata Luis Mira da Silva ISA-ULisboa) Manuel Monteiro Barata Manuel Mira Godinho Manuel Pacheco Coelho Manuela Arcanjo Margarida Chagas Lopes Maria João Santos Maria Paula Fontoura Maria Rosa Borges Mário Centeno Miguel Amaral (IST-ULisboa) Miguel St. Aubyn Nuno Valério Paula Cristina Albuquerque Paulo Lopes Henriques Paulo Trigo Pereira Pedro Picaluga Nevado Pedro Verga Matos Rafael Marques Susana Santos Vitor Corado Simões OUTRAS COLABORAÇÕES INSTITUCIONAIS No âmbito da candidatura deste programa ao Concurso Nacional para Financiamento Competitivo de Programas de Doutoramento da FCT (Fundação para a Ciência e a Tecnologia), foram estabelecidas parcerias com as seguintes instituições, que se vão desde já traduzir na sua colaboração neste programa: ICS - Instituto de Ciências Sociais, ULisboa IGOT - Instituto de Geografia e Ordenamento do Território, ULisboa Também no âmbito desta candidatura foi constituída uma Comissão de Acompanhamento Externo do programa, constituída por: Klaus Schubert Universidade de Munster, Alemanha Ricardo Soares de Oliveira Universidade de Oxford, Reino Unido Miguel Glatzer La Salle University, EUA COLABORAÇÃO DE OUTRAS INSTITUIÇÕES Instituto Superior de Agronomia, ULisboa Sciences Po Bordeaux - Centre Emile Durkheim, Universidade de Bordéus Instituto de Higiene e Medicina Tropical - Universidade Nova de Lisboa

20 20 DOUTORAMENTO EM GESTÃO ESTÃO COMISSÃO CIENTÍFICA Mário Caldeira (Coordenador) Professor Catedrático João Mota Professor Catedrático Luís Mota de Castro Professor Associado Ana Isabel Morais Professora Associada DETALHES LABORAL E PÓS-LABORAL Início: setembro 2014 Instituições de acolhimento: ADVANCE, UECE e CEMAPRE Propinas: 4000 no 1º ano e 2000 /ano a partir do 2º, até ao limite de 6 anos. Possibilidade de concorrer a bolsa de estudos da FCT

21 21 O CURSO O Programa de Doutoramento em Gestão (PDG) pretende proporcionar aos doutorandos uma compreensão profunda dos problemas de gestão e uma formação sólida em métodos e técnicas de investigação aplicados à gestão. A QUEM SE DESTINA Este Programa é particularmente interessante para quem pretender prosseguir uma carreira docente no ensino superior ou desejar fazer investigação avançada em gestão, em instituições públicas ou privadas. CONDIÇÕES DE ACESSO E CRITÉRIOS DE SELEÇÃO Podem candidatar-se ao Programa de Doutoramento em Gestão: Os titulares do grau de mestre ou equivalente legal; Os titulares de grau de licenciado, detentores de um currículo escolar ou científico especialmente relevante, que seja reconhecido como atestando capacidade para a realização deste ciclo de estudos; Os detentores de um currículo escolar, científico ou profissional, que seja reconhecido como atestando capacidade para a realização deste ciclo de estudos. A seleção dos candidatos é feita pela Comissão Científica do programa de doutoramento, com base nos seguintes critérios: Certificados de habilitação de licenciatura e mestrado, tendo em vista as classificações e prestígio da(s) escola(s); Proposta de projeto de tese até palavras; C.V. Poderá haver lugar a uma entrevista pessoal. PARCEIROS INTERNACIONAIS O PDG conta com a colaboração de professores e investigadores de diversas Universidades Europeias e Norte-Americanas. A filiação do Instituto Superior de Economia e Gestão no Academic Council do EIASM European Institute for Advanced Studies in Management, sediado em Bruxelas, permite a participação em seminários internacionais de curta duração especificamente desenhados para doutorandos. Pela sua reconhecida qualidade, estes seminários constituem um apoio de grande valia para os doutorandos. Os estudantes poderão também efetuar parte do seu Programa de Doutoramento em Universidades estrangeiras, beneficiando de acordos existentes com o ISEG. TEMAS DE ESTUDO As principais áreas de investigação, no âmbito do Programa de Doutoramento em Gestão, são: comportamento organizacional, recursos humanos, finanças, contabilidade, sistemas de informação, gestão de operações, estratégia e marketing. $.&..

22 22 DOUTORAMENTO EM GESTÃO ESTRUTURA DO CURSO Créditos Unidades Curriculares Ano Sem. Responsável 10,0 Complementos de Probabilidade e Estatística 1 1 Amélia Bastos 10,0 Metodologias de Investigação 1 1 Luís Mota de Castro 10,0 Optativa ,5 Optativa ,5 Optativa ,5 Optativa ,5 Optativa ,0 Dissertação 2 60,0 Dissertação 3 Optativas 1 10,0 Tópicos de Gestão Estratégica 1 1 Vítor Gonçalves Optativas 2 a 5 7,5 Análise de Dados para Apoio à Decisão 1 2 Pierre Hoonhout 7,5 Cálculo Financeiro Avançado 1 2 Alfredo Egídio dos Reis 7,5 Comportamento Organizacional 1 2 Paulo Henriques 4,0 Estratégias de Inv. em Sist. de Informação 1 2 Mário Caldeira 7,5 Finanças Empresariais 1 2 Clara Raposo 7,5 Investigação em Contabilidade 1 2 Cristina Gaio 7,5 Investimentos e Mercados Financeiros 1 2 Raquel Gaspar 7,5 Métodos de Previsão e Séries Temporais 1 2 José Passos 7,5 Seminário de Investigação 1 2 Margarida Duarte 7,5 Técnicas Aplicadas de Investigação em Gestão 1 2 Rui Brites 7,5 Teoria e Investigação em Marketing 1 2 João Mota 7,5 Tópicos Avançados de Operações e Logística 1 2 Cláudia Sarrico 3,5 Tópicos de Inv. em Sist. de Informação 1 2 António Palma dos Reis ± ƒ &

23 23 COMO SE PREPARA UM DOUTORAMENTO A parte letiva decorre no 1º ano e tem a duração de 2 semestres. As unidades curriculares cobrem técnicas e métodos de investigação e disciplinas especializadas da área da gestão. Os estudantes do PDG terão de obter 60 créditos em unidades curriculares. São obrigatórias, para todos os participantes no curso de doutoramento, as unidades curriculares de Complementos de Probabilidade e Estatística e de Metodologia de Investigação, que perfazem, em conjunto, um total de 20 créditos. Os restantes 40 créditos serão obtidos pela realização de unidades curriculares a frequentar, determinadas individualmente pela Direção do Programa e aprovadas pelo Conselho Científico do ISEG, tendo em consideração o currículo do candidato e perspetivas relativamente ao tema de investigação que este deseja prosseguir. Os doutorandos dispõem da possibilidade de realizar um exame de recurso nas unidades curriculares em que não tenham obtido aprovação em época normal. Durante o 2º ano do Programa de Doutoramento, o candidato deverá registar o seu projeto de tese, identificando sumariamente o tema que pretende investigar e o orientador com quem pretende trabalhar. Para poder registar o seu projeto de tese, o candidato deverá ter obtido, pelo menos, 40 créditos em unidades curriculares. Este projeto deve ser submetido para defesa até final do 2º ano e defendido até ao início do 3º ano. O PROJETO DEVE CONTER: Definição do problema a investigar; Revisão da literatura relevante; Estratégia de investigação a seguir, incluindo as técnicas de recolha e análise de dados a utilizar; Cronograma dos trabalhos realizados e a realizar. Após a receção do projeto de tese, a Direção do PDG nomeará um júri que avaliará o projeto e a respetiva apresentação e defesa do mesmo pelo candidato. Após a avaliação do projeto, o júri deverá emitir um parecer sobre o trabalho apresentado, podendo ser sugeridas alterações e a eventual ressubmissão ou recomendar a descontinuação do mesmo. Para além do projeto de tese, no decurso do programa de estudos, o doutorando deverá também efetuar uma apresentação do estado corrente do seu trabalho de investigação. Esta comunicação, que terá lugar no âmbito dos seminários regularmente oferecidos pelo Departamento de Gestão, será requerida pelo doutorando junto do secretariado deste departamento e realizada durante o segundo ano do Programa.

24 24 DOUTORAMENTO EM GESTÃO CORPO DOCENTE DO PROGRAMA Amélia Bastos Doutora em Economia pelo ISEG, Universidade Técnica de Lisboa Estatística Ana Isabel Morais Doutora em Gestão de Empresas pelo ISCTE Contabilidade António Palma dos Reis Doutor em Gestão pela University of Wisconsin, Estados Unidos Sistemas de Informação Carla Curado Doutora em Gestão pelo ISEG, Universidade Técnica de Lisboa Gestão de Recursos Humanos e Comportamento Organizacional Clara Raposo Doutora em Finanças pela London Business School, Reino Unido Finanças Cláudia Sarrico Doutora em Industrial and Business Studies pela Warwick Business School, Reino Unido Gestão de Operações Cristina Gaio Silva Doutora em Contabilidade pelo ISCTE Contabilidade Cristina Sales Baptista Doutora em Business Administration and Economics pela Lulea University of Technology, Suécia Estratégia e Marketing Dean Paxson Doutor em Gestão pela Harvard Business School, Estados Unidos Finanças Eduarda Soares Doutora em Gestão pela Universidade de Tilburg, Holanda Gestão de Recursos Humanos e Comportamento Organizacional Eduardo Couto Doutor em Gestão pela Manchester Business School, Reino Unido Contabilidade Graça Silva Doutora em Engenharia Industrial pela Universidade Nova de Lisboa Gestão de Operações Gurpreet Dhillon Doutor em Sistemas de Informação pela London School of Economics, Reino Unido Sistemas de Informação Helena Gonçalves Doutora em Gestão pelo ISEG, Universidade Técnica de Lisboa Estratégia e Marketing João Carvalho das Neves Doutor em Gestão pela Manchester Business School, Reino Unido Finanças James Werbel Doutor em Comportamento Organizacional pela Northwestern University, Estados Unidos Gestão de Recursos Humanos e Comportamento Organizacional João José Mesquita Mota Doutor em Ciências Empresariais pela Universidade do Porto Estratégia e Marketing João Duque Doutor em Gestão pela Manchester Business School, Reino Unido Finanças Jorge Gomes Doutor em Gestão pela Manchester Business School, Reino Unido Gestão de Recursos Humanos e Comportamento Organizacional José António Azevedo Pereira Doutor em Gestão pela Manchester Business School, Reino Unido Finanças José Veríssimo Doutor em Gestão pela Manchester Business School, Reino Unido Estratégia e Marketing Luís Mota de Castro Doutor em Operational Research pela Lancaster University, Reino Unido Estratégia e Marketing

25 25 > > > > Maria João Guedes Doutora em Corporate Finance pelo Imperial College, Reino Unido Contabilidade Margarida Duarte Doutora em Gestão pela Manchester Business School, Reino Unido Estratégia e Marketing Mário Caldeira Doutor em Gestão pela Cranfield School of Management, Reino Unido Sistemas de Informação Paulo Lopes Henriques Doutor em Gestão pelo ISEG, Universidade Técnica de Lisboa Gestão de Recursos Humanos e Comportamento Organizacional Raquel Gaspar Doutora em Finanças pela Stockholm School of Economics, Stockholm University, Suécia Finanças Sofia Lourenço Doutora em Gestão pela Harvard Business School, EUA Contabilidade Thomas Georg Björk Professor de Matemática Financeira da Stockholm School of Economics, Stockholm University, Suécia Finanças Vítor da Conceição Gonçalves Doutor em Gestão pela Faculdade de Ciências Económicas e Empresariais da Universidad de Sevilla, Espanha Estratégia e Marketing

26 26 DOUTORAMENTO EM HISTÓRIA ECONÓMICA E SOCIAL ISTÓRIA ECONÓMICA E SOCIAL COMISSÃO CIENTÍFICA Nuno Valério (Coordenador) Professor Catedrático Ana Bela Nunes Professora Catedrática José Maria Brandão de Brito Professor Catedrático > > > DETALHES PÓS-LABORAL Início: setembro 2014 Instituições de acolhimento: UECE e GHES Propinas: 3000 no 1º ano; 2000 /ano no 2º e 3º; e 1000 /ano a partir do 4º, até ao limite de 6 anos. Possibilidade de concorrer a bolsa de estudos da FCT

27 27 O CURSO O Programa de Doutoramento em História Económica e Social, criado pela Universidade Técnica de Lisboa, em 1991, e adequado ao espaço europeu de ensino superior, em 2009, é um programa de 3º ciclo que pretende transmitir conhecimentos e produzir investigação original na área da História Económica. Pretende formar especialistas com elevada capacidade de interpretação e resposta em relação às transformações económicas e sociais de longo prazo e à interação entre os aspetos cronológicos, geográficos e sociais dessas transformações. A QUEM SE DESTINA A quem pretenda formação avançada e realizar trabalho de investigação com vista a exercer funções de elevada qualificação no setor público, no setor privado e no setor da economia social, ligadas ao desenvolvimento nacional e internacional. Tais funções incluem docência e investigação, direção e gestão de organizações nacionais e internacionais, consultoria, formação, realização de estudos e projetos de investigação, jornalismo, planeamento, elaboração de projetos de desenvolvimento, conceção e avaliação de políticas públicas e de projetos ou políticas sociais. CONDIÇÕES DE ACESSO E CRITÉRIOS DE SELEÇÃO Poderão ser admitidos no programa de doutoramento em História Económica e Social mestres nos domínios científicos das ciências económicas (economia, gestão, finanças), e das ciências históricas, e ainda outros candidatos que demonstrem capacidade para o acompanhamento do programa. Podem também candidatar-se titulares de uma licenciatura nessas áreas científicas, com classificação mínima de 16 valores, ou excecionalmente com classificação inferior, desde que o respetivo currículo revele adequada preparação científica, ou experiência profissional relevante. A seleção dos candidatos é feita pela Comissão Científica do programa de doutoramento, com base nos seguintes critérios: Mestrado e respetiva classificação final Licenciatura e respetiva classificação final Currículo científico e profissional relevante Proposta de investigação TEMAS DE ESTUDO Os temas de investigação a desenvolver enquadram-se nas áreas: História Económica História Empresarial História Social História do Pensamento Económico

28 28 DOUTORAMENTO EM HISTÓRIA ECONÓMICA E SOCIAL ESTRUTURA DO CURSO Créditos Unidades Curriculares Ano Sem. Responsável 10,0 Metodologias de Investigação 1 1 Nuno Valério 10,0 Optativa ,0 Seminário Nuno Valério 10,0 Optativa ,0 Optativa ,0 Seminário Ana Bela Nunes 60,0 Dissertação 2 60,0 Dissertação 3 Optativas 1 História Contemporânea de Portugal I Nuno Valério Optativas 2 e 3 História Contemporânea de Portugal II Nuno Valério COMO SE PREPARA O DOUTORAMENTO A intenção sobre o tema da tese de doutoramento é manifestada pelo candidato com a apresentação, perante um júri, de uma proposta de investigação. Sendo aceite no programa, será nomeado um professor orientador que acompanhará o candidato na elaboração aprofundada do projeto de tese, a realizar ao longo do 1º ano do programa, a qual será apresentada e discutida no Seminário de Investigação. No final do 1º ano do programa, a versão consolidada do projeto de tese será defendida perante um júri nomeado pelo Diretor do Programa, que apreciará e emitirá parecer, podendo sugerir alterações, ou recomendar o abandono do programa. Com a aceitação do projeto de tese, será feito o respetivo registo e confirmado o professor orientador. O processo de elaboração da tese terá a duração de dois anos letivos, de acordo com o Regulamento de Doutoramentos do ISEG

Mestrado em Contabilidade, Fiscalidade e Finanças Empresariais. Edição 2009/2010. Cidade da Praia, Cabo Verde

Mestrado em Contabilidade, Fiscalidade e Finanças Empresariais. Edição 2009/2010. Cidade da Praia, Cabo Verde Mestrado em Contabilidade, Fiscalidade e Finanças Empresariais Edição 2009/2010 Cidade da Praia, Cabo Verde A ponte para o futuro Mestrado em Contabilidade, Fiscalidade e Finanças Empresariais Edição 2009/2010

Leia mais

Nome Profissão Instituição. A. Simões Lopes Professor Universitário (aposentado) - Economia ISEG, Universidade Técnica de Lisboa

Nome Profissão Instituição. A. Simões Lopes Professor Universitário (aposentado) - Economia ISEG, Universidade Técnica de Lisboa Nome Profissão Instituição A. Simões Lopes Professor Universitário (aposentado) - Economia ISEG, Universidade Técnica de Lisboa Adelino Torres Professor Universitário (aposentado) - Economia ISEG, Universidade

Leia mais

Procura de Excelência

Procura de Excelência www.mba.deg.uac.pt Procura de Excelência MASTER IN BUSINESS ADMINISTRATION Mestrado em Gestão (MBA) Secretariado Departamento de Economia e Gestão Rua da Mãe de Deus Apartado 1422 E-mail: mba@uac.pt Tel:

Leia mais

MESTRADO EM. Métodos Quantitativos e Gestão

MESTRADO EM. Métodos Quantitativos e Gestão MESTRADO EM Métodos Quantitativos em Economia e Gestão ANO LECTIVO 2011/2012 Mestrado em Métodos Quantitativos em Economia e Gestão Apresentação O Mestrado em Métodos Quantitativos em Economia e Gestão

Leia mais

1911 2011 A caminho do Centenário

1911 2011 A caminho do Centenário 1911 2011 A caminho do Centenário Licenciaturas ISEG 1º Ciclo de Bolonha ISEG: Uma Escola de referência. O ISEG forma Economistas e Gestores com espírito de liderança e inovação assente numa sólida capacidade

Leia mais

PÓS-GRADUAÇÃO ENTRA NUM NÍVEL SUPERIOR. 2013/2014 ECONOMIA E POLÍTICA DE TRANSPORTES WWW.IDEFE.PT PÁG. 1

PÓS-GRADUAÇÃO ENTRA NUM NÍVEL SUPERIOR. 2013/2014 ECONOMIA E POLÍTICA DE TRANSPORTES WWW.IDEFE.PT PÁG. 1 PÓS-GRADUAÇÃO ECONOMIA E POLÍTICA DE TRANSPORTES 2013/2014 ENTRA NUM NÍVEL SUPERIOR. WWW.IDEFE.PT PÁG. 1 ECONOMIA E POLÍTICA DE TRANSPORTES 1ª EDIÇÃO COORDENAÇÃO CIENTÍFICA E DIREÇÃO EXECUTIVA Prof. Doutor

Leia mais

Pós-Graduação Leadership & Management. 3ª Edição

Pós-Graduação Leadership & Management. 3ª Edição Pós-Graduação Leadership & Management 3ª Edição 2010/2011 Leadership & Management Direcção Científica Prof. Doutor José Verissimo Doutora Teresa Passos A Direcção Executiva é partilhada entre o IDEFE e

Leia mais

CURSO DE PÓS GRADUAÇÃO em Administração e Gestão de Serviços de Saúde ESEnfCVPOA Mestre Fernanda Príncipe

CURSO DE PÓS GRADUAÇÃO em Administração e Gestão de Serviços de Saúde ESEnfCVPOA Mestre Fernanda Príncipe Curso Coordenação Direção CURSO DE PÓS GRADUAÇÃO em Administração e Gestão de Serviços de Saúde ESEnfCVPOA Mestre Fernanda Príncipe ESEnfCVPOA Mestre Henrique Pereira Código: 3451 Descrição Objetivos Destinatários

Leia mais

Ministério da Ciência, Tecnologia e Ensino Resultados da 2ª Fase do Concurso Nacional de Acesso de 2011

Ministério da Ciência, Tecnologia e Ensino Resultados da 2ª Fase do Concurso Nacional de Acesso de 2011 14320023 ALEXANDRE VAZ MARQUES VASCONCELOS Colocado em 1105 Universidade do Porto - Faculdade de Engenharia 9897 Ciências de Engenharia - Engenharia de Minas e Geoambiente 13840715 ANA CLÁUDIA DIAS MARTINS

Leia mais

Natureza do curso e perfil da formação

Natureza do curso e perfil da formação 11ª EDIÇão 11ª EDIÇão COORDENAÇÃO CIENTÍFICA Prof. Doutor Paulo Lopes Henriques Prof. Doutor Sérgio Sousa Natureza do curso e perfil da formação A dinâmica da realidade empresarial e a maximização do contributo

Leia mais

Ministério da Educação e Ciência Resultados da 1ª Fase do Concurso Nacional de Acesso de 2013

Ministério da Educação e Ciência Resultados da 1ª Fase do Concurso Nacional de Acesso de 2013 13897152 ALEXANDRE RIBEIRO DA SILVA Colocado em 0701 9011 11279428 ANA CATARINA MELO DE ALMEIDA Colocada em 0902 14423301 ANA CATARINA VITORINO DA SILVA Colocada em 0604 9229 14306028 ANA JOÃO REMÍGIO

Leia mais

SALES MANAGEMENT. 2013/14 3ª edição PÓS-GRADUAÇÃO. Coordenação Científica. Natureza do curso e perfil da formação

SALES MANAGEMENT. 2013/14 3ª edição PÓS-GRADUAÇÃO. Coordenação Científica. Natureza do curso e perfil da formação 3ª edição PÓS-GRADUAÇÃO SALES MANAGEMENT 2013/14 3ª edição Coordenação Científica Prof. Doutor José Manuel Veríssimo Prof. Dr. João Pargana Natureza do curso e perfil da formação As universidades portuguesas

Leia mais

Gestão Empresarial. Comércio e Serviços

Gestão Empresarial. Comércio e Serviços Curso de Gestão Empresarial para Comércio e Serviços PROMOÇÃO: COLABORAÇÃO DE: EXECUÇÃO: APRESENTAÇÃO: > A aposta na qualificação dos nossos recursos humanos constitui uma prioridade absoluta para a Confederação

Leia mais

31º Curso Normal de Magistrados para os Tribunais Judiciais

31º Curso Normal de Magistrados para os Tribunais Judiciais A 796 Neuza Soraia Rodrigues Carvalhas Direito e Processual 729 Maria Teresa Barros Ferreira Direito e Processual 938 Rute Isabel Bexiga Ramos Direito e Processual 440 Inês Lopes Raimundo Direito e Processual

Leia mais

GESTÃO DE AUTARQUIAS. Direcção e Coordenação Científica: Prof. Doutor Vítor da Conceição Gonçalves PÓS-GRADUAÇÃO/ISEG

GESTÃO DE AUTARQUIAS. Direcção e Coordenação Científica: Prof. Doutor Vítor da Conceição Gonçalves PÓS-GRADUAÇÃO/ISEG GESTÃO DE AUTARQUIAS Direcção e Coordenação Científica: Prof. Doutor Vítor da Conceição Gonçalves PÓS-GRADUAÇÃO/ISEG Pós-Graduação // Gestão de Autarquias PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO DE AUTARQUIAS NATUREZA

Leia mais

PÓS-GRADUAÇÃO ENTRA NUM NÍVEL SUPERIOR. 2013/2014 GESTÃO DE RECURSOS HUMANOS E BENEFÍCIOS SOCIAIS WWW.IDEFE.PT

PÓS-GRADUAÇÃO ENTRA NUM NÍVEL SUPERIOR. 2013/2014 GESTÃO DE RECURSOS HUMANOS E BENEFÍCIOS SOCIAIS WWW.IDEFE.PT PÓS-GRADUAÇÃO GESTÃO DE RECURSOS HUMANOS E BENEFÍCIOS SOCIAIS 2013/2014 ENTRA NUM NÍVEL SUPERIOR. WWW.IDEFE.PT 1 GESTÃO DE RECURSOS HUMANOS E BENEFÍCIOS SOCIAIS 10 ª EDIÇÃO COORDENAÇÃO CIENTÍFICA Prof.

Leia mais

MARKETING RELACIONAL. Como Transformar a Fidelização de Clientes numa Vantagem Competitiva? Regime b-learning. mestrado 2012 > 2013

MARKETING RELACIONAL. Como Transformar a Fidelização de Clientes numa Vantagem Competitiva? Regime b-learning. mestrado 2012 > 2013 2012 > 2013 mestrado MARKETING RELACIONAL Regime b-learning escola superior de tecnologia e gestão instituto politécnico de leiria Como Transformar a Fidelização de Clientes numa Vantagem Competitiva?

Leia mais

Disciplina Turma Dia Hora início Duração Sala Docente Curso Informações. Maria Teresa dos Reis Pedroso de Lima

Disciplina Turma Dia Hora início Duração Sala Docente Curso Informações. Maria Teresa dos Reis Pedroso de Lima Segunda-feira 08:30 1h Anfiteatro 1.1 Quinta-feira 08:30 1h Anfiteatro 1.1 Terça-feira 11:30 1h Anfiteatro 3.1 Quinta-feira 10:30 1h Anfiteatro 3.1 Maria Teresa dos Reis Pedroso de Lima Maria Teresa dos

Leia mais

PÓS-GRADUAÇÃO ENTRA NUM NÍVEL SUPERIOR. 2012/2013 GESTÃO DA DISTRIBUIÇÃO E LOGÍSTICA WWW.IDEFE.PT PÁG. 1

PÓS-GRADUAÇÃO ENTRA NUM NÍVEL SUPERIOR. 2012/2013 GESTÃO DA DISTRIBUIÇÃO E LOGÍSTICA WWW.IDEFE.PT PÁG. 1 PÓS-GRADUAÇÃO GESTÃO DA DISTRIBUIÇÃO E LOGÍSTICA 2012/2013 ENTRA NUM NÍVEL SUPERIOR. WWW.IDEFE.PT PÁG. 1 GESTÃO DA DISTRIBUIÇÃO E LOGÍSTICA 11ª EDIÇÃO COORDENAÇÃO CIENTÍFICA Prof. Doutor José Augusto Felício

Leia mais

LISTA DE CANDIDATOS ADMITIDOS E NÃO ADMITIDOS. Concurso Oferta de Escola para Contratação de Docente Grupo 110. Ano Letivo - 2014/2015

LISTA DE CANDIDATOS ADMITIDOS E NÃO ADMITIDOS. Concurso Oferta de Escola para Contratação de Docente Grupo 110. Ano Letivo - 2014/2015 LISTA DE CANDIDATOS ADMITIDOS E NÃO ADMITIDOS Concurso Oferta de Escola para Contratação de Docente Grupo 110 Ano Letivo - 2014/2015 CANDIDATOS ADMITIDOS: Nº Candidato NOME OSERVAÇÕES 1367130034 Alexandra

Leia mais

curso de especialização em gestão

curso de especialização em gestão F OR M A Ç Ã O A V A N Ç A D A curso de especialização em gestão FORMAÇÃO ESPECÍFICA PARA MEMBROS DA ORDEM DOS ENGENHEIROS Enquadramento O CEGE/ISEG é um centro de investigação e projectos do ISEG Instituto

Leia mais

Curso de Empreendedorismo de Base Científica e Tecnológica

Curso de Empreendedorismo de Base Científica e Tecnológica Curso de Empreendedorismo de Base Científica e Tecnológica PROGR AMA PROV I SÓ RIO Edição de 2012 O rganização OTIC UTL Co ordenação Prof. Jorge R omero Prof. Manuel M ira Godinho Índice Âmbito do Curso

Leia mais

PÓS-GRADUAÇÃO ENTRA NUM NÍVEL SUPERIOR. 2013/2014 GESTÃO DE MARKETING, COMUNICAÇÃO E MULTIMÉDIA WWW.IDEFE.PT PÁG. 1

PÓS-GRADUAÇÃO ENTRA NUM NÍVEL SUPERIOR. 2013/2014 GESTÃO DE MARKETING, COMUNICAÇÃO E MULTIMÉDIA WWW.IDEFE.PT PÁG. 1 PÓS-GRADUAÇÃO GESTÃO DE MARKETING, COMUNICAÇÃO E MULTIMÉDIA 2013/2014 ENTRA NUM NÍVEL SUPERIOR. WWW.IDEFE.PT PÁG. 1 GESTÃO DE MARKETING, COMUNICAÇÃO E MULTIMÉDIA 4ª EDIÇÃO COORDENAÇÃO CIENTÍFICA E DIREÇÃO

Leia mais

PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO EMPRESARIAL INTERNACIONAL E DIPLOMACIA ECONÓMICA

PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO EMPRESARIAL INTERNACIONAL E DIPLOMACIA ECONÓMICA PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO EMPRESARIAL INTERNACIONAL E DIPLOMACIA ECONÓMICA Gestão Empresarial Internacional e Diplomacia Económica International Management and Economic Diplomacy 2 O aumento das exportações

Leia mais

GESTÃO DA DISTRIBUIÇÃO E LOGÍSTICA

GESTÃO DA DISTRIBUIÇÃO E LOGÍSTICA 11ª edição PÓS-GRADUAÇÃO GESTÃO DA DISTRIBUIÇÃO E LOGÍSTICA 2013/14 11ª edição Coordenação Científica Prof. Doutor José Augusto Felício DIREÇÃO EXECUTIVA Dr. José António Rousseau ( EX-APED Associação

Leia mais

Ministério da Educação e Ciência Resultados da 2ª Fase do Concurso Nacional de Acesso de 2013

Ministério da Educação e Ciência Resultados da 2ª Fase do Concurso Nacional de Acesso de 2013 14870896 ANA CATARINA DE JESUS RIBEIRO Não colocada 14583084 ANA CATARINA DA ROCHA DIAS Não colocada 14922639 ANA CATARINA SOARES COUTO Colocada em 7230 Instituto Politécnico do Porto - Escola Superior

Leia mais

Lista Ordenada. Ponderação da Avaliação do Portefólio - 30%

Lista Ordenada. Ponderação da Avaliação do Portefólio - 30% Técnicos Especializados da Escola : Agrupamento de Escolas de Santo António, Barreiro Nº Escola : 121216 Data final da candidatura : 214-1-29 Nº Horário : 41 Disciplina Projeto: Gabinete GISP Nº Horas:

Leia mais

E1 - Recuperação de Ativos (com avaliação)

E1 - Recuperação de Ativos (com avaliação) E1 - Recuperação de Ativos (com avaliação) 99203 NÉLIA VILARES VALENTE PR - 3 563 223 JOÃO MANUEL DE VASCONCELOS MACHADO TEIXEIRA ALVES JOSÉ MANUEL GONÇALVES OLIVEIRA FONSECA PA - 49 262 867 694 577 622

Leia mais

aelousada.net AE Lousada Ministério da Educação e Ciência Resultados da 2ª Fase do Concurso Nacional de Acesso de 2014

aelousada.net AE Lousada Ministério da Educação e Ciência Resultados da 2ª Fase do Concurso Nacional de Acesso de 2014 ALBERTINO CLÁUDIO DE BESSA VIEIRA Colocado em 3138 Instituto Politécnico do Porto - Escola Superior de Tecnologia e Gestão de Felgueiras ALBERTO RAFAEL SILVA PEIXOTO Colocado em 3064 Instituto Politécnico

Leia mais

isabel.torgal@esa.ipsantarem.pt

isabel.torgal@esa.ipsantarem.pt Secção Académica ana.baptista@esa.ipsantarem.pt eurico.almeida@esa.ipsantarem.pt paula.neto@esa.ipsantarem.pt Ana Isabel Abrantes Coutinho Lopes Batista Eurico José da Piedade Almeida Ana Paula Neto Amante

Leia mais

PÓS-GRADUAÇÃO GESTÃO DE RECURSOS HUMANOS E BENEFÍCIOS SOCIAIS

PÓS-GRADUAÇÃO GESTÃO DE RECURSOS HUMANOS E BENEFÍCIOS SOCIAIS PÓS-GRADUAÇÃO GESTÃO DE RECURSOS HUMANOS E BENEFÍCIOS SOCIAIS 2015-2016 2 PÓS-GRADUAÇÃO GESTÃO DE RECURSOS HUMANOS E BENEFÍCIOS SOCIAIS COORDENAÇÃO Prof. Doutor Paulo Lopes Henriques Prof. Doutor Sérgio

Leia mais

GESTÃO DA DISTRIBUIÇÃO E LOGÍSTICA

GESTÃO DA DISTRIBUIÇÃO E LOGÍSTICA 12ª edição PÓS-GRADUAÇÃO GESTÃO DA DISTRIBUIÇÃO E LOGÍSTICA 2015 12ª edição Coordenação Científica Prof. Doutor José Augusto Felício direção executiva dr. José António Rousseau (Presidente do Fórum de

Leia mais

GESTÃO DA DISTRIBUIÇÃO E LOGÍSTICA

GESTÃO DA DISTRIBUIÇÃO E LOGÍSTICA 12ª edição PÓS-GRADUAÇÃO GESTÃO DA DISTRIBUIÇÃO E LOGÍSTICA 2015 12ª edição Coordenação Científica Prof. Doutor José Augusto Felício direção executiva dr. José António Rousseau (Presidente do Fórum de

Leia mais

GESTÃO DA QUALIDADE NA SAÚDE

GESTÃO DA QUALIDADE NA SAÚDE valor acrescentado para a sua carreira GESTÃO DA QUALIDADE NA SAÚDE Coordenação Científica: Prof. Doutor José Miguel Soares PÓS-GRADUAÇÃO 06/07 Pós-Graduação // Gestão da Qualidade na Saúde PÓS-GRADUAÇÃO

Leia mais

ALCATEIA ACAGRUP 2014 - SIERRA NORTE - MADRID - ESPANHA PARTICIPANTES: 26 60% INCIDÊNCIA NO GRUPO 20%

ALCATEIA ACAGRUP 2014 - SIERRA NORTE - MADRID - ESPANHA PARTICIPANTES: 26 60% INCIDÊNCIA NO GRUPO 20% ALCATEIA Sec NIN NOME NIN NOME Lob 1215050143005 Alice Neto Santos Nascimento 1215050143015 Afonso da Fonseca Machado Lob 1215050143010 Amélia Maria Mesquita Aleixo Alves 1115050143010 Afonso Jesus Dias

Leia mais

Lista de Contactos do Departamento de Engenharia Informática

Lista de Contactos do Departamento de Engenharia Informática Lista de Contactos do Departamento de Engenharia Informática Gabinete/Cargo Nome Extensão E-mail Diretor Luiz Felipe Rocha de Faria 1450 lef@isep.ipp.pt Sub-diretor(es) António Constantino Lopes 1462 acm@isep.ipp.pt

Leia mais

LISTA DE ORDENAÇÃO ENSINO INGLÊS ANO LETIVO 2012-2013

LISTA DE ORDENAÇÃO ENSINO INGLÊS ANO LETIVO 2012-2013 LISTA DE ORDENAÇÃO ENSINO INGLÊS ANO LETIVO 2012-2013 OFERTA 2737 433133 2737 435006 2737 433645 2737 431145 2737 411431 2737 447993 2737 432457 2737 412330 2737 415973 2737 427952 2737 417413 2737 417268

Leia mais

PÓS-GRADUAÇÃO SALES MANAGEMENT 2015-2016

PÓS-GRADUAÇÃO SALES MANAGEMENT 2015-2016 PÓS-GRADUAÇÃO SALES MANAGEMENT 2015-2016 2 PÓS-GRADUAÇÃO SALES MANAGEMENT COORDENAÇÃO Prof. Doutor José Manuel Veríssimo Prof. Dr. João Pargana APRESENTAÇÃO As universidades portuguesas oferecem um número

Leia mais

Técnicos Especializados

Técnicos Especializados Técnicos Especializados Nome da Escola : Agrupamento de Escolas Alexandre Herculano, Porto Nº Escola : 153000 Data final da candidatura : 2014-09-18 Nº Horário : 9 Disciplina Projeto: Tradução e Interpretação

Leia mais

NOVO EDITAL - ALUNOS ERASMUS 2011/2012

NOVO EDITAL - ALUNOS ERASMUS 2011/2012 NOVO EDITAL - ALUNOS ERASMUS 2011/2012 UNIVERSITAT DE VALÈNCIA (E VALENCI 01) Odontology Sara Marilyn Pereira de Jesus 4º João Ricardo Oliveira Ferreira de Moura - 4º Psychology Sara Lúcia Maia Murillo

Leia mais

Gestão e Novas Tecnologias

Gestão e Novas Tecnologias Curso de Especialização em Gestão e Novas Tecnologias Índice 1- Enquadramento 2- Objectivos 3- Destinatários 4- Conteúdos programáticos 5- Corpo docente 6- Planeamento da formação 7- Organização e responsabilidade

Leia mais

GESTÃO DA QUALIDADE NA SAÚDE

GESTÃO DA QUALIDADE NA SAÚDE valor acrescentado para a sua carreira GESTÃO DA QUALIDADE NA SAÚDE 2ª edição Coordenação Científica: Prof. Doutor José Miguel Soares Direcção Executiva: Mestre Sérgio Sousa PÓS-GRADUAÇÃO 07/08 Pós-Graduação

Leia mais

MARKETING RESEARCH. Direcção e Coordenação Científica: Prof. Doutor João Quelhas Mesquita Mota Mestre Dr.ª Helena Milagre Martins Gonçalves

MARKETING RESEARCH. Direcção e Coordenação Científica: Prof. Doutor João Quelhas Mesquita Mota Mestre Dr.ª Helena Milagre Martins Gonçalves MARKETING RESEARCH Direcção e Coordenação Científica: Prof. Doutor João Quelhas Mesquita Mota Mestre Dr.ª Helena Milagre Martins Gonçalves PÓS-GRADUAÇÃO/IDEFE Pós-Graduação // Marketing Research PÓS-GRADUAÇÃO

Leia mais

MARKETING MANAGEMENT 2014/15 39ª EDIÇÃO PÓS-GRADUAÇÃO. Coordenação Científica. Natureza do curso e perfil da formação

MARKETING MANAGEMENT 2014/15 39ª EDIÇÃO PÓS-GRADUAÇÃO. Coordenação Científica. Natureza do curso e perfil da formação 39ª EDIÇÃO PÓS-GRADUAÇÃO MARKETING MANAGEMENT 2014/15 39ª EDIÇÃO Coordenação Científica Profª. Doutora Maria Margarida Duarte Prof. Doutor João Mota Natureza do curso e perfil da formação O curso de Pós-Graduação

Leia mais

RESULTADOS. Nome Global ( /100) PT1840719 ADÃO AZEVEDO MALHEIRO MATOS BARBOSA 94 B1 PT1840720 ADRIANA MORAIS SOUSA 52 A1

RESULTADOS. Nome Global ( /100) PT1840719 ADÃO AZEVEDO MALHEIRO MATOS BARBOSA 94 B1 PT1840720 ADRIANA MORAIS SOUSA 52 A1 PT1840719 ADÃO AZEVEDO MALHEIRO MATOS BARBOSA 94 B1 PT1840720 ADRIANA MORAIS SOUSA 52 A1 PT1840721 ADRIANA XAVIER DA SILVA FERNANDES 38 Pré-A1 PT1840722 ALEXANDRA FILIPA AZEVEDO SANTOS 52 A1 PT1840723

Leia mais

UNIVERSIDADE TÉCNICA DE LISBOA. Instituto Superior de Economia e Gestão

UNIVERSIDADE TÉCNICA DE LISBOA. Instituto Superior de Economia e Gestão UNIVERSIDADE TÉCNICA DE LISBOA Instituto Superior de Economia e Gestão Faz -se saber que, perante o Instituto Superior de Economia e Gestão da Universidade Técnica de Lisboa (adiante designado por Instituto),

Leia mais

Torneio Sete Cidades Rabo de Peixe, 8-11-2014. Prova 1 Masc., 50m Mariposa Cadetes 08-11-2014 Startlist

Torneio Sete Cidades Rabo de Peixe, 8-11-2014. Prova 1 Masc., 50m Mariposa Cadetes 08-11-2014 Startlist Prova 1 Masc., 50m Mariposa Cadetes 3 Henrique Silva Pereira 05 Clube Naval de Rabo de Peixe 57.46 4 Dinis da Silva Marques 04 Clube Naval de Ponta Delgada NT Prova 2 Femin., 50m Mariposa Absolutos Série

Leia mais

PÓS-GRADUAÇÃO GESTÃO EMPRESARIAL 2015-2016

PÓS-GRADUAÇÃO GESTÃO EMPRESARIAL 2015-2016 PÓS-GRADUAÇÃO GESTÃO EMPRESARIAL 2015-2016 2 PÓS-GRADUAÇÃO GESTÃO EMPRESARIAL COORDENAÇÃO Prof. Doutor Paulo Lopes Henriques Prof.ª Doutora Carla Curado Prof. Doutor Pedro Verga Matos APRESENTAÇÃO Este

Leia mais

Técnicos Especializados

Técnicos Especializados Nome da Escola : Data final da candidatura : Disciplina Projeto: Agrupamento de Escolas Alexandre Herculano, Porto Nº Escola : 153000 2015-09-03 Nº Horário : 75 Escola de Referência para a Educação Bilingue

Leia mais

Ministério da Ciência, Tecnologia e Ensino Superio Resultados da 1ª Fase do Concurso Nacional de Acesso de 2011

Ministério da Ciência, Tecnologia e Ensino Superio Resultados da 1ª Fase do Concurso Nacional de Acesso de 2011 14286394 ALBANO LUIS ANDRADE PEREIRA Não colocado 14388714 ANA BEATRIZ MARTINS MACHADO Colocada em 3133 9104 14371141 ANA CATARINA MOREIRA LEAL Colocada em 7003 14319342 ANA CATARINA SOUSA RIBEIRO Colocada

Leia mais

Gestão de Informação e Business Intelligence na Saúde. www.novaims.unl.pt PÓS-GRADUAÇÃO

Gestão de Informação e Business Intelligence na Saúde. www.novaims.unl.pt PÓS-GRADUAÇÃO Em parceria com: Escola Nacional de Saúde Pública - NOVA Instituto de Higiene e Medicina Tropical - NOVA PÓS-GRADUAÇÃO Gestão de Informação e Business Intelligence na Saúde Com o patrocínio de: www.novaims.unl.pt

Leia mais

CATÓLICA PORTO BUSINESS SCHOOL Gestão de Operações

CATÓLICA PORTO BUSINESS SCHOOL Gestão de Operações CATÓLICA PORTO BUSINESS SCHOOL Gestão de Operações Member of www.catolicabs.porto.ucp.pt A Católica Porto Business School Fundada em 2002, a Católica Porto Business School é a escola de negócios da Universidade

Leia mais

H764-AEC Lista de Aprovados-AFD

H764-AEC Lista de Aprovados-AFD H764-AEC Lista de Aprovados-AFD Ficheiro gerado em: 17/09/2015 11:27:39 Nº de Oferta Ordem Pontuação Nº do Docente Nome do Docente 764 1 100 1260917894 Nuno Tiago Teixeira 764 2 100 7752957046 Lino Manuel

Leia mais

Corrida da Saúde. Infantis A - Feminino

Corrida da Saúde. Infantis A - Feminino Corrida da Saúde Classificação geral do corta-mato, realizado no dia 23 de Dezembro de 2007, na Escola E.B. 2,3 de Valbom. Contou com a participação dos alunos do 4º ano e do 2º e 3º ciclos do Agrupamento

Leia mais

CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM GESTÃO

CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM GESTÃO F O R M A Ç Ã O A V A N Ç A D A CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM GESTÃO FORMAÇÃO ESPECÍFICA PARA MEMBROS DA ORDEM DOS ENGENHEIROS ENQUADRAMENTO O CEGE/ISEG é um centro de investigação e projectos do ISEG Instituto

Leia mais

Curso de Especialização

Curso de Especialização Curso de Especialização em GESTÃO AUTÁRQUICA OBJETIVO O Curso de Especialização em Gestão Autárquica visa proporcionar uma formação avançada no domínio do planeamento estratégico, da estruturação e desenvolvimento

Leia mais

VINTE E OITO ANOS DE HISTÓRIA

VINTE E OITO ANOS DE HISTÓRIA CAPA VINTE E OITO ANOS DE HISTÓRIA Uma região Uma cidade Muitas vontades Alfredo da Silva 1987-1990 Luis Filipe 1991-1996 Luis Veiga 1997-2002 João Fernandes Antunes 2003-2008 Jorge Martins 2009-2011 Vitor

Leia mais

GESTÃO MESTRADO DESENVOLVE CONNOSCO AS TUAS COMPETÊNCIAS EM GESTÃO. REGIME PÓS-LABORAL DURAÇÃO 3 semestres N.º DE ECTS 90 créditos OBJETIVOS DO CURSO

GESTÃO MESTRADO DESENVOLVE CONNOSCO AS TUAS COMPETÊNCIAS EM GESTÃO. REGIME PÓS-LABORAL DURAÇÃO 3 semestres N.º DE ECTS 90 créditos OBJETIVOS DO CURSO MESTRADO GESTÃO DESENVOLVE CONNOSCO AS TUAS COMPETÊNCIAS EM GESTÃO REGIME PÓS-LABORAL DURAÇÃO 3 semestres N.º DE ECTS 90 créditos O mestrado em Gestão é uma novidade da oferta formativa da ESTG, para o

Leia mais

2014/15 12ª EDIÇÃO PÓS-GRADUAÇÃO. Natureza do curso e perfil da formação. Coordenação Científica. Prof. Doutor Eduardo Couto Mestre António Samagaio

2014/15 12ª EDIÇÃO PÓS-GRADUAÇÃO. Natureza do curso e perfil da formação. Coordenação Científica. Prof. Doutor Eduardo Couto Mestre António Samagaio 12ª EDIÇão PÓS-GRADUAÇÃO Controlo de Gestão e Finanças Empresariais 2014/15 12ª EDIÇÃO Coordenação Científica Prof. Doutor Eduardo Couto Mestre António Samagaio Natureza do curso e perfil da formação Os

Leia mais

2 O CICLO MESTRADO PSICOBIOLOGIA

2 O CICLO MESTRADO PSICOBIOLOGIA 2 O CICLO MESTRADO PSICOBIOLOGIA DIRECÇÃO DO CURSO Rui OLIVEIRA Vitor ALMADA DURAÇÃO E ESTRUTURA DO CURSO A parte curricular do curso funciona em horário pós-laboral, excepto no caso dos Seminários Temáticos

Leia mais

PÓS-GRADUAÇÃO GESTÃO DE MARKETING, COMUNICAÇÃO E MULTIMÉDIA

PÓS-GRADUAÇÃO GESTÃO DE MARKETING, COMUNICAÇÃO E MULTIMÉDIA PÓS-GRADUAÇÃO GESTÃO DE MARKETING, COMUNICAÇÃO E MULTIMÉDIA 2015-2016 > 2 APRESENTAÇÃO Através de aulas dinâmicas e interativas, estudos de caso e de trabalhos/discussões em grupo, os participantes serão

Leia mais

ESCOLA E.B. 2,3 DE LAMAÇÃES 2013-2014

ESCOLA E.B. 2,3 DE LAMAÇÃES 2013-2014 5º1 1 ANA CATARINA R FREITAS SIM 2 BEATRIZ SOARES RIBEIRO SIM 3 DIOGO ANTÓNIO A PEREIRA SIM 4 MÁRCIO RAFAEL R SANTOS SIM 5 MARCO ANTÓNIO B OLIVEIRA SIM 6 NÁDIA ARAÚJO GONÇALVES SIM 7 SUNNY KATHARINA G

Leia mais

PÓS-GRADUAÇÃO ENTRA NUM NÍVEL SUPERIOR. 2013/2014 MARKETING MANAGEMENT WWW.IDEFE.PT

PÓS-GRADUAÇÃO ENTRA NUM NÍVEL SUPERIOR. 2013/2014 MARKETING MANAGEMENT WWW.IDEFE.PT PÓS-GRADUAÇÃO MARKETING MANAGEMENT 2013/2014 ENTRA NUM NÍVEL SUPERIOR. WWW.IDEFE.PT MARKETING MANAGEMENT 37ª e 38ª EDIÇÕES COORDENAÇÃO CIENTÍFICA Prof.ª Doutora Maria Margarida Duarte Prof. Doutor João

Leia mais

Análise Matemática I - Informática de Gestão Avaliação da 1ª frequência

Análise Matemática I - Informática de Gestão Avaliação da 1ª frequência Análise Matemática I - Informática de Gestão Avaliação da 1ª frequência Número Nome Nota Obs 10780 ALEXANDRE JOSÉ SIMÕES SILVA 15 11007 ALEXANDRE REIS MARTINS 7,7 11243 Álvaro Luis Cortez Fortunato 11,55

Leia mais

UNIVERSIDADE LUSÍADA Porto Corpo Docente 2013-2014

UNIVERSIDADE LUSÍADA Porto Corpo Docente 2013-2014 Corpo Docente 2013-2014 Nome Grau Regime de Vínculo Regime de Prestação de Serviços Alberto Francisco Ribeiro de Almeida Doutor Tempo Integral Contrato de prestação de serviço docente Alberto Jorge dos

Leia mais

TURMA 10 H. CURSO PROFISSIONAL DE: Técnico de Multimédia RELAÇÃO DE ALUNOS

TURMA 10 H. CURSO PROFISSIONAL DE: Técnico de Multimédia RELAÇÃO DE ALUNOS Técnico de Multimédia 10 H 7536 Alberto Filipe Cardoso Pinto 7566 Ana Isabel Lomar Antunes 7567 Andreia Carine Ferreira Quintela 7537 Bruno Manuel Martins Castro 7538 Bruno Miguel Ferreira Bogas 5859 Bruno

Leia mais

LISTA ORDENADA POR GRADUAÇÃO PROFISSIONAL - DGAE

LISTA ORDENADA POR GRADUAÇÃO PROFISSIONAL - DGAE Nome da Escola : Agrupamento de Escolas de Almancil, Loulé Horário n.º: 27-18 horas 2013-10-09 Grupo de Recrutamento: 420 - Geografia LISTA ORDENADA POR GRADUAÇÃO PROFISSIONAL - DGAE Ordenação Graduação

Leia mais

PÓS-GRADUAÇÃO ENTRA NUM NÍVEL SUPERIOR. 2013/2014 SALES MANAGEMENT WWW.IDEFE.PT PÁG. 1

PÓS-GRADUAÇÃO ENTRA NUM NÍVEL SUPERIOR. 2013/2014 SALES MANAGEMENT WWW.IDEFE.PT PÁG. 1 PÓS-GRADUAÇÃO SALES MANAGEMENT 2013/2014 ENTRA NUM NÍVEL SUPERIOR. WWW.IDEFE.PT PÁG. 1 SALES MANAGEMENT 3ª EDIÇÃO COORDENAÇÃO CIENTÍFICA Prof. Doutor José Veríssimo Prof. Dr. João Pargana NATUREZA DO CURSO

Leia mais

Pós-Graduação em INOVAÇÃO E SISTEMAS INSTITUTO SUPERIOR DE GESTÃO BANCÁRIA ISGB THE PORTUGUESE SCHOOL OF BANK MANAGEMENT

Pós-Graduação em INOVAÇÃO E SISTEMAS INSTITUTO SUPERIOR DE GESTÃO BANCÁRIA ISGB THE PORTUGUESE SCHOOL OF BANK MANAGEMENT BSUPERIOR DE GESTÃO INSTITUTO 0101011010101001010 0101011010101001010 Pós-Graduação em INOVAÇÃO E SISTEMAS DE INFORMAÇÃO no Sector Financeiro 2005 2006 Associação Portuguesa de Bancos INSTITUTO SUPERIOR

Leia mais

Agrupamento de Escolas Professor Agostinho da Silva Nº Escola: 171888 Nº Horário: 51

Agrupamento de Escolas Professor Agostinho da Silva Nº Escola: 171888 Nº Horário: 51 Nº Horário: 51 4625160693 Sofia Margarida Santos Ferreira Admitido 7197226139 Mónica Sofia Jesus Mateus Admitido 6392341730 Gonçalo Jorge Fernandes Rodrigues Fiúza Admitido 7816555741 Dora Maria Gonçalves

Leia mais

DIVULGAÇÃO DE RESULTADOS DAS EQUIPAS VENCEDORAS

DIVULGAÇÃO DE RESULTADOS DAS EQUIPAS VENCEDORAS DIVULGAÇÃO DE RESULTADOS DAS EQUIPAS VENCEDORAS Os docentes responsáveis pela elaboração e pela correção das provas das Olimpíadas do Conhecimento 2ª Edição 2012 fizeram chegar à Comissão Organizadora

Leia mais

COLOC A Ç ÕES DOS NOSSOS ALUNOS NA 1ª FAS E

COLOC A Ç ÕES DOS NOSSOS ALUNOS NA 1ª FAS E Alexandre Garcia Franco Ana Filipa dos Anjos Soares Ana Filipa Martins Antunes Ana Rita Fragoso Jordão André Daniel Andrade Nunes dos Santos Beatriz Alexandra da Silva Oliveira Beatriz Henriques Xavier

Leia mais

COMÉRCIO INTERNACIONAL CURSO DE ECONOMIA

COMÉRCIO INTERNACIONAL CURSO DE ECONOMIA COMÉRCIO INTERNACIONAL CURSO DE ECONOMIA CLASSIFICAÇÕES DO SEGUNDO TESTE E DA AVALIAÇÃO CONTINUA Classificações Classificação Final Alex Santos Teixeira 13 13 Alexandre Prata da Cruz 10 11 Aleydita Barreto

Leia mais

Notas do exame da época de recurso de Contabilidade Financeira II 2008/09 Curso de Gestão

Notas do exame da época de recurso de Contabilidade Financeira II 2008/09 Curso de Gestão Notas do exame da época de recurso de Contabilidade Financeira II 2008/09 Curso de Gestão Exame Nota No. Nome Regime Recurso Final 22528 Adriana da Silva Afonso Ordinário 1.25 R 21342 Alexandra Crespo

Leia mais

O COMPROMISSO DE UMA INSTITUIÇÃO

O COMPROMISSO DE UMA INSTITUIÇÃO O COMPROMISSO DE UMA INSTITUIÇÃO Bem-vindo aos Programas Executivos do ISAG. A experiência adquirida ao longo dos anos e a atualização de conceitos, permitiu ao ISAG European Business School desenvolver

Leia mais

LEADERSHIP & MANAGEMENT

LEADERSHIP & MANAGEMENT 4ª edição PÓS-GRADUAÇÃO LEADERSHIP & MANAGEMENT 2013/14 4ª edição Coordenação Científica Prof. Doutor José Manuel Veríssimo Prof.ª Dr.ª Teresa Passos Natureza do curso e perfil da formação O curso de Pós-Graduação

Leia mais

Pelo pluralismo e a abertura interdisciplinar na investigação sobre a economia

Pelo pluralismo e a abertura interdisciplinar na investigação sobre a economia Pelo pluralismo e a abertura interdisciplinar na investigação sobre a economia Ex. Sr. Presidente da Fundação para a Ciência e a Tecnologia Professor João Sentieiro A percepção de que existe dentro da

Leia mais

gestão 2014/15 6ª EDIÇão Coordenação Científica Natureza do curso e perfil da formação

gestão 2014/15 6ª EDIÇão Coordenação Científica Natureza do curso e perfil da formação 6ª EDIÇão PÓS-GRADUAÇÃO gestão EMPRESARIAL 2014/15 6ª EDIÇão Coordenação Científica Prof. Doutor Paulo Lopes Henriques Prof.ª Doutora Carla Curado Prof. Doutor Pedro Verga Matos Natureza do curso e perfil

Leia mais

ESCOLA SUPERIOR AGRÁRIA

ESCOLA SUPERIOR AGRÁRIA ESCOLA SUPERIOR AGRÁRIA Mestrado: Agricultura Tropical António Alberto Pascoal Alves Jorge André Torres Dias Décio Camisa Muquinha Mestrado: Agroecologia António Alberto Pascoal Alves António Manuel Teixeira

Leia mais

Ana Eugénia Calha Grave Caldeira

Ana Eugénia Calha Grave Caldeira Ana Eugénia Calha Grave Caldeira no auditório Nuno Teotónio Pereira, na sede da, Lisboa. Ana Judite Almeida Correia no auditório Nuno Teotónio Pereira, na sede da, Lisboa. Ana Margarida C. P. Almeida Machado

Leia mais

Listagem de contactos e ramos/áreas de especialidade dos Professores Doutorados na Escola de Direito da Universidade do Minho

Listagem de contactos e ramos/áreas de especialidade dos Professores Doutorados na Escola de Direito da Universidade do Minho Departamento de Ciências Jurídicas Gerais Profª. Doutora Maria Clara da Cunha Calheiros de Carvalho Profª. Associada, Com Agregação Email: claracc@direito.uminho.pt Profª. Doutora Patrícia Penélope Mendes

Leia mais

PÓS-GRADUAÇÃO ENTRA NUM NÍVEL SUPERIOR. 2012/2013 ECONOMIC AND STRATEGIC INTELLIGENCE WWW.IDEFE.PT PÁG. 1

PÓS-GRADUAÇÃO ENTRA NUM NÍVEL SUPERIOR. 2012/2013 ECONOMIC AND STRATEGIC INTELLIGENCE WWW.IDEFE.PT PÁG. 1 PÓS-GRADUAÇÃO ECONOMIC AND STRATEGIC INTELLIGENCE 2012/2013 ENTRA NUM NÍVEL SUPERIOR. WWW.IDEFE.PT PÁG. 1 ECONOMIC AND STRATEGIC INTELLIGENCE 1ª EDIÇÃO COORDENAÇÃO CIENTÍFICA E DIREÇÃO EXECUTIVA Prof.

Leia mais

II ENCONTRO INTER-ESCOLAS DE BRAGA DESPORTO ESCOLAR DE NATAÇÃO CLASSIFICAÇÕES

II ENCONTRO INTER-ESCOLAS DE BRAGA DESPORTO ESCOLAR DE NATAÇÃO CLASSIFICAÇÕES II ENCONTRO INTER-ESCOLAS DE BRAGA DESPORTO ESCOLAR DE NATAÇÃO CLASSIFICAÇÕES PROVA 25m Livres femininos Class Escola Nome Escalão Tempo Obs. EBS Vieira de Araújo Mariana Fonseca Infantis A 20:2 2 EBS

Leia mais

PÓS-GRADUAÇÃO ENTRA NUM NÍVEL SUPERIOR. 2013/2014 GESTÃO EMPRESARIAL WWW.IDEFE.PT PÁG. 1

PÓS-GRADUAÇÃO ENTRA NUM NÍVEL SUPERIOR. 2013/2014 GESTÃO EMPRESARIAL WWW.IDEFE.PT PÁG. 1 PÓS-GRADUAÇÃO GESTÃO EMPRESARIAL 2013/2014 ENTRA NUM NÍVEL SUPERIOR. WWW.IDEFE.PT PÁG. 1 GESTÃO EMPRESARIAL 4ª EDIÇÃO COORDENAÇÃO CIENTÍFICA Prof. Doutor Paulo Lopes Henriques Prof.ª Doutora Carla Curado

Leia mais

MFIG - TRABALHO Codigo Nome turma Nota Trabalho 110402106 Adriana Castro Valente 2 15,0 110402107 Alex da Silva Carvalho 3 14,9 70402122 Alexandre

MFIG - TRABALHO Codigo Nome turma Nota Trabalho 110402106 Adriana Castro Valente 2 15,0 110402107 Alex da Silva Carvalho 3 14,9 70402122 Alexandre MFIG - TRABALHO Codigo Nome turma Nota Trabalho 110402106 Adriana Castro Valente 2 15,0 110402107 Alex da Silva Carvalho 3 14,9 70402122 Alexandre Jorge Costelha Seabra 2 18,2 110402182 Ana Catarina Linhares

Leia mais

LISTA DE GRADUAÇÃO DOS CANDIDATOS GRUPO DE RECRUTAMENTO 600. Horário 28

LISTA DE GRADUAÇÃO DOS CANDIDATOS GRUPO DE RECRUTAMENTO 600. Horário 28 LISTA DE GRADUAÇÃO DOS CANDIDATOS GRUPO DE RECRUTAMENTO 600 Horário 28 Graduação Profissional Nº Candidato Nome 24,508 4716699811 Vanda Isabel do Vale Silva Almeida 24,203 8219102942 Cristina Maria da

Leia mais

O COMPROMISSO DE UMA INSTITUIÇÃO

O COMPROMISSO DE UMA INSTITUIÇÃO O COMPROMISSO DE UMA INSTITUIÇÃO Bem-vindo aos Programas Executivos do ISAG. A experiência adquirida ao longo dos anos e a atualização de conceitos, permitiu ao ISAG European Business School desenvolver

Leia mais

PGG PROGRAMA GERAL DE GESTÃO. Unleash your. full potential WWW.CLSBE.LISBOA.UCP.PT/EXECUTIVOS

PGG PROGRAMA GERAL DE GESTÃO. Unleash your. full potential WWW.CLSBE.LISBOA.UCP.PT/EXECUTIVOS PGG PROGRAMA GERAL Unleash your full potential WWW.CLSBE.LISBOA.UCP.PT/EXECUTIVOS PGG PROGRAMA GERAL O PGG - Programa Geral de Gestão, proporciona uma formação geral em Gestão de Empresas. Destina-se a

Leia mais

2014/2015 Lista de manuais escolares adotados 5.º ANO

2014/2015 Lista de manuais escolares adotados 5.º ANO 5.º ANO Inglês História e Geografia de Portugal Ciências Naturais Pretextos 5 Caderno de Atividades - Pretextos 5 Tween 5 - Inglês - 5.º Ano - Nível 1 Tween 5 - Workbook Saber em Ação 5 - História e Geografia

Leia mais

PÓS-GRADUAÇÃO MARKETING MANAGEMENT 2015-2016

PÓS-GRADUAÇÃO MARKETING MANAGEMENT 2015-2016 PÓS-GRADUAÇÃO MARKETING MANAGEMENT 2015-2016 2 PÓS-GRADUAÇÃO MARKETING MANAGEMENT COORDENAÇÃO Prof.ª Doutora Maria Margarida Duarte Prof. Doutor João Mota APRESENTAÇÃO O curso de Pós-Graduação em Marketing

Leia mais

CTSP e Pós-Graduações THE MARKETING SCHOOL. porto. aveiro. lisboa

CTSP e Pós-Graduações THE MARKETING SCHOOL. porto. aveiro. lisboa CTSP e Pós-Graduações THE MARKETING SCHOOL porto. aveiro. lisboa LICENCIATURA & MESTRADO THE MARKETING SCHOOL Somos uma escola vocacionada essencialmente para as empresas e mercados. Queremos qualificar

Leia mais

MESTRADOS E DOUTORAMENTOS - 2015

MESTRADOS E DOUTORAMENTOS - 2015 MESTRADOS E DOUTORAMENTOS - 2015 2ª FASE - ECT SUPLENTE EXCLUÍDO LISTA DE CANDIDATOS SERIAÇÃO CARLA MARIA CARNEIRO ALVES Doutoramento em Didática de Ciências e Tecnologias 3,9 de 5 4 CARLOS EDUARDO DOS

Leia mais

CONCURSO DOCENTES ANO ESCOLAR 2014/2015

CONCURSO DOCENTES ANO ESCOLAR 2014/2015 CONCURSO DOCENTES Grupo de Recrutamento 330 - Inglês ANO ESCOLAR 2014/2015 LISTA PROVISÓRIA DE EXCLUSÃO CONTRATAÇÃO INICIAL E RESERVA DE RECRUTAMENTO Página 1 de 14 Lista provisória de exclusão - Contratação

Leia mais

VALORES DE FUTURO INSTITUTO SUPERIOR DE ADMINISTRAÇÃO E GESTÃO PÓS-GRADUAÇÃO FISCALIDADE PROGRAMAS EXECUTIVOS

VALORES DE FUTURO INSTITUTO SUPERIOR DE ADMINISTRAÇÃO E GESTÃO PÓS-GRADUAÇÃO FISCALIDADE PROGRAMAS EXECUTIVOS VALORES DE FUTURO INSTITUTO SUPERIOR DE ADMINISTRAÇÃO E GESTÃO PÓS-GRADUAÇÃO PROGRAMAS EXECUTIVOS UM COMPROMISSO DE DUAS INSTITUIÇÕES Bem-vindo aos Programas Executivos do ISAG e da IFACC. A união de sinergias

Leia mais

151713 - Agrupamento de Escolas de Mosteiro e Cávado 346652 - Escola E.B.2,3 do Cávado. Relação de Alunos

151713 - Agrupamento de Escolas de Mosteiro e Cávado 346652 - Escola E.B.2,3 do Cávado. Relação de Alunos 3452 - Escola E.B.2,3 do Cávado Turma : A 2002 1 Ana Catarina Loureiro Silva S 171 2 André Eduardo Dias Santos S 173 3 Ângelo Rafael Costa e Silva S S 2007 4 Bruno da Silva Gonçalves S 20 5 Catarina Daniela

Leia mais

Pós-Graduação. Mercados Internacionais e Diplomacia Económica. 1ª Edição

Pós-Graduação. Mercados Internacionais e Diplomacia Económica. 1ª Edição Pós-Graduação Mercados Internacionais e Diplomacia Económica 1ª Edição 2011/2012 Mercados Internacionais e Diplomacia Económica Coordenação Científica Prof. Doutor Joaquim Ramos Silva Prof. Doutor Manuel

Leia mais

AMIGOS DO PROJECTO. Ler é sonhar pela mão de outrem. Fernando Pessoa, Livro do Desassossego

AMIGOS DO PROJECTO. Ler é sonhar pela mão de outrem. Fernando Pessoa, Livro do Desassossego Ler é sonhar pela mão de outrem. Fernando Pessoa, Livro do Desassossego AMIGOS DO PROJECTO O projecto Ler Mais e Escrever Melhor nasceu a 17 de Julho de 2008. Encontra-se numa fase de vida a infância que

Leia mais