FACULDADE DE ECONOMIA UNIVERSIDADE DO ALGARVE MESTRADO EM CONTABILIDADE

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "FACULDADE DE ECONOMIA UNIVERSIDADE DO ALGARVE MESTRADO EM CONTABILIDADE"

Transcrição

1 FACULDADE DE ECONOMIA UNIVERSIDADE DO ALGARVE MESTRADO EM CONTABILIDADE EDIÇÃO 2011 / 2013

2 ÍNDICE 1. Apresentação Objectivos Condições de Acesso Organização do Curso e Plano de Estudos Calendário e Horário Funcionamento do Curso 5 7. Corpo Docente 5 8. Calendário de Candidatura Propinas Documentação Necessária à Candidatura Documentação Necessária à Matricula e Inscrição Bolsas de Mérito Direcção do Curso Contactos 7-2 -

3 1. Apresentação A American Accounting Association define Contabilidade como uma disciplina que identifica, quantifica e comunica informação aos seus utilizadores com o objectivo de auxiliar a tomada de decisão. O papel contemporâneo do especialista em Contabilidade não se esgota no registo dos movimentos contabilísticos. O especialista em Contabilidade tem como responsabilidade contribuir para a criação de valor nas organizações. A evolução do pensamento e normativo contabilístico sugere a constante actualização de conhecimentos por parte dos profissionais da área. O Mestrado em Contabilidade foi concebido a pensar em quem desempenha / pretende desempenhar funções profissionais ou académicas, independentemente da sua experiência, em contexto nacional ou internacional. A aquisição/aprofundamento de conhecimentos na área da Contabilidade Financeira e de Gestão e áreas complementares como as Finanças, a Auditoria e a Fiscalidade revela-se fundamental para o desempenho de funções de Técnico Oficial de Contas, Revisor Oficial de Contas, docente ou investigador. O Mestrado em Contabilidade é um programa de estudos de segundo ciclo, conferente do grau de Mestre, segundo os princípios do Processo de Bolonha. 2. Objectivos Os objectivos do Mestrado em Contabilidade são os seguintes: a) Consolidar o conhecimento técnico e cientifico dos actuais profissionais na área da Contabilidade e áreas complementares melhorando a sua capacidade de análise e resolução de problemas nas organizações; b) Capacitar os recém licenciados do conhecimento técnico e científico necessário a tornarem-se especialistas em Contabilidade aumentando a sua autonomia profissional e o seu grau de empregabilidade; c) Formar especialistas em Contabilidade capacitados a criar valor nas organizações públicas e privadas; d) Contribuir para o desenvolvimento da investigação científica na área da Contabilidade; 3. Condições de Acesso As condições de acesso ao Mestrado em Contabilidade são as seguintes: a) Titulares de uma licenciatura, cujo curriculum revele uma adequada preparação científica de base; b) Titulares de um grau académico superior estrangeiro conferido na sequência de um 1º ciclo de estudos organizado de acordo com os princípios do Processo de Bolonha por um Estado aderente a este Processo; c) Titulares de um grau académico superior estrangeiro que seja reconhecido como satisfazendo os objetivos do grau de licenciado pelo Conselho Científico da Faculdade de Economia; d) Detentores de um currículo escolar, científico ou profissional, que seja reconhecido como atestando capacidade para realização deste ciclo de estudos pelo Conselho Científico da Faculdade de Economia

4 O reconhecimento a que se referem as alíneas b) a d) tem como efeito apenas o acesso ao ciclo de estudos conducente ao grau de mestre e não confere ao seu titular a equivalência ao grau de licenciado ou reconhecimento desse grau. 4. Organização do Curso e Plano de Estudos O Mestrado em Contabilidade está organizado em duas componentes curriculares: a) Componente lectiva com duração de três quadrimestres, designada por curso de especialização em Contabilidade, desenhado em torno de nove unidades curriculares e um total de 60 ECTS. Destas, sete são obrigatórias e visam dotar o aluno de um sólido conhecimento nas áreas fundamentais do curso. As duas unidades curriculares restantes são optativas e permitem aos mestrando especializar-se em temas do seu interesse; b) Componente não lectiva com duração de um ano para efeitos de elaboração de uma dissertação e um total de 60 ECTS. Os alunos que tenham concluído com aproveitamento a componente lectiva poderão requerer um diploma de especialização em Contabilidade. O plano de estudos do Curso de Mestrado em Contabilidade é o seguinte: Ano Quadrimestre Unidade Curricular Área Científica ECTS Contabilidade Financeira e Fiscalidade Contabilidade 5 1.º 1.º 2.º 3.º História e Teoria da Contabilidade Contabilidade 5 Auditoria e Revisão Auditoria 5 Reporte e Relato Financeiro Contabilidade 7,5 Contabilidade de Gestão Contabilidade 5 Finanças Empresariais Finanças 7.5 Controle de Gestão e Desempenho Gestão 10 Optativa 1* Contabilidade 7.5 Optativa 2* Contabilidade 2.º 4.º a 6º Dissertação Contabilidade 60 * Optativas: Contabilidade Financeira Avançada, Contabilidade de Grupos Empresariais, Contabilidade Pública e Autárquica, Contabilidade Bancária e Seguradora. O número de unidades curriculares optativas a funcionar será entre 2 e 3 dependendo do número de alunos inscritos no curso; Calendário e Horário O período lectivo do curso terá início a 25 de Novembro de Existe, no entanto, um trimestre preliminar, e facultativo, de homogeneização de conhecimentos que se iniciará a 7 de Outubro de As aulas funcionam nas instalações da Faculdade de Economia, sector das Pós-graduações, em regime pós-laboral às Sextas-feiras, das 18h:30m às 20h00 e das 20h30m às 22h00, e aos Sábados, das 9h30m às 11h00m e das 11h30m às 13h00. A Direcção do Curso organiza também seminários de investigação com docentes convidados, os quais decorrem aos Sábados entre as 14h e as 15h e 30m

5 6. Funcionamento do Curso As estratégias pedagógicas usadas no curso de mestrado são variadas e complementares, destacando-se o recurso a aulas expositivas e participativas, a utilização de aplicações informáticas, o recurso a case studies, os trabalhos em grupo e os seminários de especialistas convidados. A avaliação em todas as unidades curriculares que compõem o curso englobará obrigatoriamente uma prova escrita individual. A avaliação poderá contemplar outras componentes, de natureza facultativa, cuja nota só contará para efeitos de classificação final caso melhore o resultado da avaliação final na unidade curricular. A língua de ensino é o Português. No entanto, parte da bibliografia da generalidade das unidades curriculares é de origem anglo-saxónica. 7. Corpo Docente A Faculdade de Economia da Universidade do Algarve dispõe de um corpo docente próprio, com elevada qualificação em diversas áreas disciplinares relevantes para o Mestrado em Contabilidade. Muitos dos nossos docentes são membros integrados do Center for Advanced Studies in Management and Economics (CEFAGE), centro de investigação classificado com excelente pela Fundação para a Ciência e a Tecnologia. Colaboram também no Mestrado em Contabilidade um conjunto de Professores oriundos da Escola Superior de Gestão Hotelaria e Turismo da Universidade do Algarve e ainda de outras instituições nacionais de reconhecido prestígio. No ano lectivo de 2010/2011 colaboraram no Mestrado de Contabilidade os seguintes docentes: Prof. Dra. Ana Rita Faria Prof. Dra. Clarinda Chagas Prof. Dra. Cristina Gonçalves Prof. Dr. Fernando Cardoso Prof. Doutor José Bilau Prof. Doutora Leonor Ferreira Prof. Dra. Maria do Céu Godinho Prof. Dr. Marco Freire Prof. Dr. Pedro Viçoso Prof. Doutor Rúben Peixinho Prof. Doutor Santana Fernandes Prof. Doutor Sérgio Santos Prof. Doutor Luís Coelho 8. Calendário de Candidatura a) Apresentação de candidaturas: até 15 de Julho de 2011; b) Notificação da selecção dos candidatos: até 23 de Julho de 2011; c) Matrícula e inscrição: até 29 de Julho de

6 9. Propinas Montante globais: para o Mestrado para o Curso de Especialização Ano 1.º 2.º Prestação Valor ( ) Data limite 1.ª ª ª ª ª ª A estes valores acrescem as seguintes taxas: a) Taxa de candidatura: 50 ; b) Taxa de matrícula: 150 ; c) Seguro escolar: 25. Na sequência da recomendação do CRUP, aos titulares de licenciatura pré-bolonha na área de especialidade no mestrado (licenciaturas em Contabilidade, Gestão, Economia ou afins) serão creditados 40 ECTS do curso de especialização do Mestrado. O valor da propina pelo 1º ano será proporcional aos ECTS por completar (1/3 de 2250 = 750 ) a pagar em 4 prestações, nas datas acima indicadas, de acordo com a mesma proporção ( ). 10. Documentação Necessária à Candidatura A candidatura ao mestrado deverá ser formalizada no Secretariado das Pós-graduações da Faculdade de Economia mediante a apresentação dos seguintes documentos: a) Boletim de candidatura devidamente preenchido; b) Uma foto; c) Curriculum Vitae; d) Fotocópia de identidade (bilhete de identidade/cartão de cidadão ou passaporte); e) Fotocópia do cartão de contribuinte ou número de identificação fiscal; f) Pagamento da taxa de candidatura. 11. Documentação Necessária à Matrícula e Inscrição A candidatura ao mestrado deverá ser formalizada na Divisão de Formação Avançada dos Serviços Académicos mediante a apresentação dos seguintes documentos: a) Boletim de inscrição devidamente preenchido; b) Uma foto; c) Fotocópia de identidade (bilhete de identidade/cartão de cidadão ou passaporte); - 6 -

7 d) Fotocópia do cartão de contribuinte ou número de identificação fiscal; e) Certificado de habilitações com as classificações das unidades curriculares e certificado de conclusão final do curso de 1º ciclo (licenciatura); f) Declaração comprovativa de aceitação de inscrição no curso, no caso dos candidatos que reúnam as condições de acesso a que se referem as alíneas b) a d) ; g) Programas das respectivas unidades curriculares (apenas para os candidatos possuidores de licenciaturas pré-bolonha na área de especialização do mestrado); h) Pagamento da taxa de matrícula e seguro escolar. 12. Bolsas de Mérito A Direcção da Faculdade de Economia atribui seis Bolsas de Mérito aos alunos que ingressem no curso de Mestrado em Contabilidade, consubstanciadas em isenção do pagamento de propinas. As condições de atribuição das referidas bolsas estão contempladas no "Regulamento para a Atribuição de Bolsas de Mérito". 13. Direcção do Curso A Direcção do Mestrado é constituída por quatro docentes (um deles o Director do curso). Actualmente os docentes que integram a referida Direcção são: Prof. Doutor Rúben Peixinho (Director do Curso, Prof. Dr. Fernando Cardoso ( Prof. Doutor Ludgero Sequeira ( Prof. Doutor Santana Fernandes ( 14. Contactos Graça Coelho Secretariado das Pós-Graduações Gabinete 3.68 Edifício 9 FE/FERN Universidade do Algarve Campus de Gambelas Faro Tel: Fax: Direcção do Mestrado em Contabilidade Faculdade de Economia Universidade do Algarve

Instituto de Educação

Instituto de Educação Instituto de Educação Universidade de Lisboa Oferta Formativa Pós-Graduada Mestrado em Educação e Formação Especialização: E-learning e Formação a Distância (Regime a Distância) 14 15 Edição Instituto

Leia mais

PÓS GRADUAÇÃO EM NUTRIÇÃO E SEGURANÇA ALIMENTAR

PÓS GRADUAÇÃO EM NUTRIÇÃO E SEGURANÇA ALIMENTAR Escola Superior Agrária Instituto Politécnico de Viseu PÓS GRADUAÇÃO EM NUTRIÇÃO E SEGURANÇA ALIMENTAR EDITAL ANO LECTIVO: 2014/2015 2ª Edição 1. NOTA INTRODUTÓRIA A segunda edição da pós-graduação em

Leia mais

EDITAL. Instituto Politécnico de Viseu MESTRADO EM ENFERMAGEM VETERINÁRIA DE ANIMAIS DE COMPANHIA ANO LECTIVO: 2016/2018.

EDITAL. Instituto Politécnico de Viseu MESTRADO EM ENFERMAGEM VETERINÁRIA DE ANIMAIS DE COMPANHIA ANO LECTIVO: 2016/2018. Escola Superior Agrária Instituto Politécnico de Viseu MESTRADO EM ENFERMAGEM VETERINÁRIA DE ANIMAIS DE COMPANHIA EDITAL ANO LECTIVO: 2016/2018 2ª Edição 1. NOTA INTRODUTÓRIA O Mestrado em Enfermagem Veterinária

Leia mais

EngIQ. em Engenharia da Refinação, Petroquímica e Química. Uma colaboração:

EngIQ. em Engenharia da Refinação, Petroquímica e Química. Uma colaboração: EngIQ Programa de Doutoramento em Engenharia da Refinação, Petroquímica e Química Uma colaboração: Associação das Indústrias da Petroquímica, Química e Refinação (AIPQR) Universidade de Aveiro Universidade

Leia mais

INSTITUTO SUPERIOR DE ENGENHARIA DE COIMBRA EDITAL DE ABERTURA DE CONCURSO DE ACESSO MESTRADO EM ENGENHARIA E GESTÃO INDUSTRIAL.

INSTITUTO SUPERIOR DE ENGENHARIA DE COIMBRA EDITAL DE ABERTURA DE CONCURSO DE ACESSO MESTRADO EM ENGENHARIA E GESTÃO INDUSTRIAL. INSTITUTO SUPERIOR DE ENGENHARIA DE COIMBRA EDITAL DE ABERTURA DE CONCURSO DE ACESSO MESTRADO EM ENGENHARIA E GESTÃO INDUSTRIAL Edição 2015-2017 Nos termos do Decreto -Lei n.º 42/2005, de pelo 22 de Fevereiro,

Leia mais

Mestrado em Engenharia Informática

Mestrado em Engenharia Informática Mestrado em Engenharia Informática Escola Superior de Tecnologia e Gestão de Felgueiras Ano Lectivo 2007/2008 Objectivo do Mestrado Dotar os diplomados de competências que lhes permitam actuar no âmbito

Leia mais

INSTITUTO POLITÉCNICO DE COIMBRA PÓS-GRADUAÇÃO EM FINANÇAS EMPRESARIAIS. 1.ª Edição 2011-2012

INSTITUTO POLITÉCNICO DE COIMBRA PÓS-GRADUAÇÃO EM FINANÇAS EMPRESARIAIS. 1.ª Edição 2011-2012 INSTITUTO POLITÉCNICO DE COIMBRA PÓS-GRADUAÇÃO EM FINANÇAS EMPRESARIAIS 1.ª Edição 2011-2012 Nos termos do disposto no artigo 8.º, n.º 1, a), do Regime Jurídico das Instituições do Ensino Superior, aprovado

Leia mais

REGULAMENTO DOS DIPLOMAS DE ESPECIALIZAÇÃO

REGULAMENTO DOS DIPLOMAS DE ESPECIALIZAÇÃO REGULAMENTO DOS DIPLOMAS DE ESPECIALIZAÇÃO Aprovado em reunião da Comissão Coordenadora do Conselho Científico em 22/11/2006 Aprovado em reunião de Plenário do Conselho Directivo em 13/12/2006 PREÂMBULO

Leia mais

Pós-Graduação. Contabilidade e Finanças. Associação Centro de Incubação de Empresas de Base Tecnológica. Sines Tecnopolo. Edital 1ª Edição 2012

Pós-Graduação. Contabilidade e Finanças. Associação Centro de Incubação de Empresas de Base Tecnológica. Sines Tecnopolo. Edital 1ª Edição 2012 Associação Centro de Incubação de Empresas de Base Tecnológica Sines Tecnopolo Pós-Graduação Contabilidade e Finanças Edital 1ª Edição 2012 3ª Fase Enquadramento O Sines Tecnopolo apresenta, em parceria

Leia mais

EDITAL MESTRADO EM SEGURANÇA E SAÚDE DO TRABALHO (edição 2012-2014)

EDITAL MESTRADO EM SEGURANÇA E SAÚDE DO TRABALHO (edição 2012-2014) EDITAL MESTRADO EM SEGURANÇA E SAÚDE DO TRABALHO (edição 2012-) Nos termos do Decreto-Lei n.º 42/2005, de 22 de fevereiro, do Decreto-Lei n.º 74/2006 de 24 de março, com as alterações introduzidas pelo

Leia mais

REGULAMENTO DA FORMAÇÃO NÃO GRADUADA SECÇÃO I COORDENADOR DE CURSO. Artigo 1.º Coordenador de Curso

REGULAMENTO DA FORMAÇÃO NÃO GRADUADA SECÇÃO I COORDENADOR DE CURSO. Artigo 1.º Coordenador de Curso REGULAMENTO DA FORMAÇÃO NÃO GRADUADA SECÇÃO I COORDENADOR DE CURSO Artigo 1.º Coordenador de Curso 1. A coordenação pedagógica e científica de um curso de formação não graduada cabe, em regra, a um docente

Leia mais

MESTRADOS. Artigo 1.º Criação A Escola Superior de Comunicação Social confere o grau de Mestre em Jornalismo.

MESTRADOS. Artigo 1.º Criação A Escola Superior de Comunicação Social confere o grau de Mestre em Jornalismo. MESTRADOS REGIME DE FREQUÊNCIA E AVALIAÇÃO JORNALISMO Artigo 1.º Criação A Escola Superior de Comunicação Social confere o grau de Mestre em Jornalismo. Artigo 2.º Destinatários O Mestrado em Jornalismo

Leia mais

UNIVERSIDADE DOS AÇORES DEPARTAMENTO DE HISTÓRIA, FILOSOFIA E CIÊNCIAS SOCIAIS PÓS-GRADUAÇÃOE MESTRADO EM CIÊNCIAS SOCIAIS: BOLETIM DE CANDIDATURA

UNIVERSIDADE DOS AÇORES DEPARTAMENTO DE HISTÓRIA, FILOSOFIA E CIÊNCIAS SOCIAIS PÓS-GRADUAÇÃOE MESTRADO EM CIÊNCIAS SOCIAIS: BOLETIM DE CANDIDATURA UNIVERSIDADE DOS AÇORES DEPARTAMENTO DE HISTÓRIA, FILOSOFIA E CIÊNCIAS SOCIAIS PÓS-GRADUAÇÃOE MESTRADO EM CIÊNCIAS SOCIAIS: BOLETIM DE CANDIDATURA Nº (reservado aos serviços) A. ELEMENTOS DE IDENTIFICAÇÃO

Leia mais

INSTITUTO POLITÉCNICO DE COIMBRA EDITAL DE ABERTURA DE ACESSO A CURSOS DE MESTRADOS DO INSTITUTO SUPERIOR DE ENGENHARIA DE COIMBRA.

INSTITUTO POLITÉCNICO DE COIMBRA EDITAL DE ABERTURA DE ACESSO A CURSOS DE MESTRADOS DO INSTITUTO SUPERIOR DE ENGENHARIA DE COIMBRA. INSTITUTO POLITÉCNICO DE COIMBRA EDITAL DE ABERTURA DE ACESSO A CURSOS DE MESTRADOS DO INSTITUTO SUPERIOR DE ENGENHARIA DE COIMBRA Edição 2014-2016 Nos termos do Decreto -Lei n.º 42/2005, de pelo 22 de

Leia mais

Informação e entrega de candidaturas. Academia Militar. Departamento de Estudos Pós-graduados. Rua Gomes Freire. 1169-203 Lisboa. Tel.

Informação e entrega de candidaturas. Academia Militar. Departamento de Estudos Pós-graduados. Rua Gomes Freire. 1169-203 Lisboa. Tel. Informação e entrega de candidaturas Academia Militar Departamento de Estudos Pós-graduados Rua Gomes Freire 1169-203 Lisboa Tel. 213 186 964 Consulte a brochura aqui 1 / 7 Candidaturas Número de vagas

Leia mais

Normas Regulamentares do Curso de Jornalismo Comunicação e Cultura

Normas Regulamentares do Curso de Jornalismo Comunicação e Cultura 0 APROVADO POR: Conselho Técnico-Científico 20 10 2010 Data: / / 20 10 2010 Normas Regulamentares do Curso de Jornalismo Comunicação e Cultura 1. INTRODUÇÃO As presentes normas aplicam se aos cursos de

Leia mais

EDITAL MESTRADO EM ANÁLISES CLÍNICAS E SAÚDE PÚBLICA ESPECIALIZAÇÃO DE HEMATOLOGIA E IMUNOLOGIA CLÍNICO-LABORATORIAL. (Edição 2011-2013)

EDITAL MESTRADO EM ANÁLISES CLÍNICAS E SAÚDE PÚBLICA ESPECIALIZAÇÃO DE HEMATOLOGIA E IMUNOLOGIA CLÍNICO-LABORATORIAL. (Edição 2011-2013) EDITAL MESTRADO EM ANÁLISES CLÍNICAS E SAÚDE PÚBLICA ESPECIALIZAÇÃO DE HEMATOLOGIA E IMUNOLOGIA CLÍNICO-LABORATORIAL (Edição 2011-2013) Nos termos dos Decretos-Lei nº 42/2005, de 22 de Fevereiro, do Decreto-Lei

Leia mais

Instituto de Educação

Instituto de Educação Instituto de Educação Universidade de Lisboa Oferta Formativa Pós-Graduada Doutoramento em Educação Especialização: Administração e Política Educacional Edição Instituto de Educação da Universidade de

Leia mais

REGULAMENTO DOS REGIMES DE MUDANÇA DE CURSO, TRANSFERÊNCIA E REINGRESSO NO ENSINO SUPERIOR

REGULAMENTO DOS REGIMES DE MUDANÇA DE CURSO, TRANSFERÊNCIA E REINGRESSO NO ENSINO SUPERIOR Campus Académico de Santo André Escola Superior de Tecnologia e Gestão Jean Piaget do Litoral Alentejano REGULAMENTO DOS REGIMES DE MUDANÇA DE CURSO, TRANSFERÊNCIA E REINGRESSO ANO LETIVO DE 2013-2014

Leia mais

EDITAL MESTRADO EM FISIOTERAPIA ÁREA DE ESPECIALIZAÇÃO DE MOVIMENTO HUMANO (edição 2011-2013)

EDITAL MESTRADO EM FISIOTERAPIA ÁREA DE ESPECIALIZAÇÃO DE MOVIMENTO HUMANO (edição 2011-2013) EDITAL MESTRADO EM FISIOTERAPIA ÁREA DE ESPECIALIZAÇÃO DE MOVIMENTO HUMANO (edição 2011-2013) Nos termos do Decreto-Lei n.º 42/2005, de 22 de Fevereiro, do Decreto-Lei n.º 74/2006 de 24 de Março, com as

Leia mais

EDITAL MESTRADO EM CIÊNCIAS NUCLEARES APLICADAS NA SAÚDE (edição 2015-2017)

EDITAL MESTRADO EM CIÊNCIAS NUCLEARES APLICADAS NA SAÚDE (edição 2015-2017) EDITAL MESTRADO EM CIÊNCIAS NUCLEARES APLICADAS NA SAÚDE (edição 2015-) Nos termos do Decreto-Lei n.º 42/2005, de 22 de fevereiro, do Decreto-Lei n.º 74/2006 de 24 de março, com as alterações introduzidas

Leia mais

Instituto de Educação

Instituto de Educação Instituto de Educação Universidade de Lisboa Oferta Formativa Pós-Graduada Mestrado em Educação Especialização: Educação e Tecnologias Digitais (Regime a Distância) Edição Instituto de Educação da Universidade

Leia mais

Instituto de Educação

Instituto de Educação Instituto de Educação Universidade de Lisboa Oferta Formativa Pós-Graduada Doutoramento em Educação Especialização: Formação de Professores Tema: Educação Especial 16 17 Edição Instituto de Educação da

Leia mais

Pós-Graduação Conservação e Reabilitação do Edificado

Pós-Graduação Conservação e Reabilitação do Edificado Pós-Graduação Conservação e Reabilitação do Edificado Edital 4ª Edição 2012-2013 Barreiro, Julho de 2012 Pós-Graduação Conservação e Reabilitação do Edificado 1 ENQUADRAMENTO A Pós-Graduação em Conservação

Leia mais

LICENCIATURA EM DESIGN E COMUNICAÇÃO MULTIMÉDIA

LICENCIATURA EM DESIGN E COMUNICAÇÃO MULTIMÉDIA LICENCIATURA EM DESIGN E COMUNICAÇÃO MULTIMÉDIA NORMAS REGULAMENTARES Curso do 1º ciclo de estudos do ensino superior, de cariz universitário, conferente do grau de licenciado, adequado ao Processo de

Leia mais

EDITAL MESTRADO EM PROCESSOS QUÍMICOS E BIOLÓGICOS. (edição 2010-2012)

EDITAL MESTRADO EM PROCESSOS QUÍMICOS E BIOLÓGICOS. (edição 2010-2012) EDITAL MESTRADO EM PROCESSOS QUÍMICOS E BIOLÓGICOS (edição 2010-2012) Nos termos do Decreto-Lei nº 42/2005, de 22 de Fevereiro, do Decreto-Lei nº 74/2006, de 24 de Março, com as alterações introduzidas

Leia mais

CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO:

CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO: CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO: SISTEMA DE NORMALIZAÇÃO CONTABILÍSTICA (SNC) Apresentação A Comissão de Normalização Contabilística aprovou em Julho de 2007 o projecto do novo Sistema de Normalização Contabilística

Leia mais

Regulamento. do Mestrado em Gestão Ambiental

Regulamento. do Mestrado em Gestão Ambiental Regulamento do Mestrado em Gestão Ambiental Artigo 1º O Instituto Superior Dom Afonso III (INUAF), concede o grau de Mestre em Gestão Ambiental. Artigo 2º Objectivos Gerais O curso de Mestrado em Gestão

Leia mais

EDITAL MESTRADO EM INFORMÁTICA APLICADA. (Edição 2015-2017)

EDITAL MESTRADO EM INFORMÁTICA APLICADA. (Edição 2015-2017) EDITAL MESTRADO EM INFORMÁTICA APLICADA (Edição 2015-2017) Nos termos do Decreto-Lei nº 42/2005, de 22 de Fevereiro, do Decreto-Lei nº 74/2006, de 24 de Março, com as alterações que lhes foram introduzidas

Leia mais

REGULAMENTO DOS REGIMES DE MUDANÇA DE CURSO, TRANSFERÊNCIA E REINGRESSO

REGULAMENTO DOS REGIMES DE MUDANÇA DE CURSO, TRANSFERÊNCIA E REINGRESSO Regulamento dos Regimes de Mudança de Curso, Transferência e Reingresso Página 1 de 10 REGULAMENTO DOS REGIMES DE MUDANÇA DE CURSO, TRANSFERÊNCIA E REINGRESSO Preâmbulo A Portaria n.º 401/2007, de 5 de

Leia mais

MESTRADO EM ENFERMAGEM VETERINÁRIA DE ANIMAIS DE COMPANHIA

MESTRADO EM ENFERMAGEM VETERINÁRIA DE ANIMAIS DE COMPANHIA Escola Superior Agrária Instituto Politécnico de Viseu MESTRADO EM ENFERMAGEM VETERINÁRIA DE ANIMAIS DE COMPANHIA EDITAL ANO LECTIVO: 2011/2013 1ª Edição 1. NOTA INTRODUTÓRIA O Mestrado em Enfermagem Veterinária

Leia mais

REGULAMENTO DO CURSO DE MESTRADO (2º CICLO) EM MATEMÁTICA APLICADA ÀS CIÊNCIAS BIOLÓGICAS

REGULAMENTO DO CURSO DE MESTRADO (2º CICLO) EM MATEMÁTICA APLICADA ÀS CIÊNCIAS BIOLÓGICAS REGULAMENTO DO CURSO DE MESTRADO (2º CICLO) EM MATEMÁTICA APLICADA ÀS CIÊNCIAS BIOLÓGICAS Ao abrigo do Decreto-Lei nº 74/2006 de 24 de Março, e do disposto na Deliberação nº 1487/2006 da Reitoria da Universidade

Leia mais

EDITAL. 3. Grau que confere Mestre. 4. Destinatários. Página 1 de 6

EDITAL. 3. Grau que confere Mestre. 4. Destinatários. Página 1 de 6 EDITAL Escola Superior de Tecnologia da Saúde de Lisboa do Instituto Politécnico de Lisboa Mestrado em Segurança e Higiene no Trabalho - Regime Especial 4.ª Edição Ano Letivo 2013/2014 A Escola Superior

Leia mais

EDITAL MESTRADO EM ANÁLISES CLÍNICAS E SAÚDE PÚBLICA ESPECIALIZAÇÃO DE HEMATOLOGIA E IMUNOLOGIA CLÍNICO LABORATORIAL. (Edição 2011 2013)

EDITAL MESTRADO EM ANÁLISES CLÍNICAS E SAÚDE PÚBLICA ESPECIALIZAÇÃO DE HEMATOLOGIA E IMUNOLOGIA CLÍNICO LABORATORIAL. (Edição 2011 2013) EDITAL MESTRADO EM ANÁLISES CLÍNICAS E SAÚDE PÚBLICA ESPECIALIZAÇÃO DE HEMATOLOGIA E IMUNOLOGIA CLÍNICO LABORATORIAL (Edição 2011 2013) Nos termos dos Decretos Lei nº 42/2005, de 22 de Fevereiro, do Decreto

Leia mais

Universidade de Évora

Universidade de Évora Universidade de Évora Edital Abertura do Mestrado Engenharia Geológica No ano letivo 2012/2013 1. O Curso é promovido por: Universidade de Évora Escola de Ciências e Tecnologia Departamento de Geociências

Leia mais

EDITAL CONCURSO DE ACESSO AO CURSO DE MESTRADO EM FISIOTERAPIA ANO LECTIVO DE 2015/2016 REPUBLICAÇÃO

EDITAL CONCURSO DE ACESSO AO CURSO DE MESTRADO EM FISIOTERAPIA ANO LECTIVO DE 2015/2016 REPUBLICAÇÃO EDITAL CONCURSO DE ACESSO AO CURSO DE MESTRADO EM FISIOTERAPIA ANO LECTIVO DE 2015/2016 REPUBLICAÇÃO Agostinho Luís da Silva Cruz, Presidente da Escola Superior de Tecnologia da Saúde do Porto (ESTSP),

Leia mais

REGULAMENTO DOS CURSOS DE MESTRADO DA ESTBarreiro/IPS

REGULAMENTO DOS CURSOS DE MESTRADO DA ESTBarreiro/IPS REGULAMENTO DOS CURSOS DE MESTRADO DA ESTBarreiro/IPS Artigo 1.º Duração e estrutura do ciclo de estudos conducente ao grau de Mestre 1. O ciclo de estudos conducente ao grau de Mestre, ministrado na ESTBarreiro/IPS,

Leia mais

DESPACHO/SP/42/2014. Artigo 17.º. Enquadramento jurídico

DESPACHO/SP/42/2014. Artigo 17.º. Enquadramento jurídico DESPACHO/SP/42/2014 Aprovo a seguinte alteração ao Regulamento do Mestrado em Fisioterapia na área de especialização de movimento humano, ministrado na Escola Superior de Tecnologia da Saúde de Coimbra

Leia mais

REGULAMENTO DO CURSO DE MESTRADO (2º CICLO) EM ENGENHARIA ZOOTÉCNICA / PRODUÇÃO ANIMAL

REGULAMENTO DO CURSO DE MESTRADO (2º CICLO) EM ENGENHARIA ZOOTÉCNICA / PRODUÇÃO ANIMAL REGULAMENTO DO CURSO DE MESTRADO (2º CICLO) EM ENGENHARIA ZOOTÉCNICA / PRODUÇÃO ANIMAL Ao abrigo do Decreto-Lei nº 74/2006 de 24 de Março, e do disposto na Deliberação nº 1487/2006 de 26 de Outubro, da

Leia mais

REGULAMENTO DO CURSO DE MESTRADO EM ENFERMAGEM

REGULAMENTO DO CURSO DE MESTRADO EM ENFERMAGEM 01 APROVADO POR: CONSELHO TÉCNICO-CIENTÍFICO 16 03 2012 Data: 16/03/2012 REGULAMENTO DO CURSO DE MESTRADO EM ENFERMAGEM REGULAMENTO DO CURSO DE MESTRADO EM ENFERMAGEM Artigo 1º (Natureza e âmbito de aplicação)

Leia mais

Escola Superior de Tecnologia e Gestão de Viseu. Instituto Politécnico de Viseu REGULAMENTO DO CURSO DE MESTRADO EM FINANÇAS EMPRESARIAIS

Escola Superior de Tecnologia e Gestão de Viseu. Instituto Politécnico de Viseu REGULAMENTO DO CURSO DE MESTRADO EM FINANÇAS EMPRESARIAIS Escola Superior de Tecnologia e Gestão de Viseu Instituto Politécnico de Viseu REGULAMENTO DO CURSO DE MESTRADO EM FINANÇAS EMPRESARIAIS Nos termos do artigo 26.º do Decreto-Lei n.º 74/2006 de 24 de Março,

Leia mais

Ciclo de estudos conducente ao grau de mestre

Ciclo de estudos conducente ao grau de mestre Ciclo de estudos conducente ao grau de mestre Data: 17-02-2012 Versão: 1 Direcção-Geral do Ensino Superior Av. Duque d Ávila, 137 1069-016 Lisboa Tel. +351 21 3126050 Fax +351 21 3126051 www.dges.mctes.pt

Leia mais

Associação Centro de Incubação de Empresas de Base Tecnológica. Sines Tecnopolo. Pós-Graduação. MBA em Negócios Internacionais

Associação Centro de Incubação de Empresas de Base Tecnológica. Sines Tecnopolo. Pós-Graduação. MBA em Negócios Internacionais Associação Centro de Incubação de Empresas de Base Tecnológica Sines Tecnopolo Pós-Graduação MBA em Negócios Internacionais Edital 1ª Edição 2012-2013 1 Enquadramento O MBA em Negócios Internacionais é

Leia mais

MESTRADO EM INFORMAÇÃO E SISTEMAS EMPRESARIAIS

MESTRADO EM INFORMAÇÃO E SISTEMAS EMPRESARIAIS MESTRADO EM INFORMAÇÃO E SISTEMAS EMPRESARIAIS Belo Horizonte Município de Boane, Província de Maputo 2014 MESTRADO EM INFORMAÇÃO E SISTEMAS EMPRESARIAIS INTRODUÇÃO O curso de Mestrado em Informação e

Leia mais

Ciclo de Estudos Conducente ao Grau de Mestre em Tecnologia e Segurança Alimentar. Normas regulamentares

Ciclo de Estudos Conducente ao Grau de Mestre em Tecnologia e Segurança Alimentar. Normas regulamentares Ciclo de Estudos Conducente ao Grau de Mestre em Tecnologia e Segurança Alimentar Normas regulamentares Preâmbulo O regulamento do Ciclo de Estudos Conducente ao Grau de Mestre em Tecnologia e Segurança

Leia mais

REGULAMENTO DO MESTRADO EM TEATRO, ÁREA DE ESPECIALIZAÇÃO TEATRO E COMUNIDADE

REGULAMENTO DO MESTRADO EM TEATRO, ÁREA DE ESPECIALIZAÇÃO TEATRO E COMUNIDADE REGULAMENTO DO MESTRADO EM TEATRO, ÁREA DE ESPECIALIZAÇÃO TEATRO E COMUNIDADE INTRODUÇÃO O Mestrado em Teatro, área de especialização em Teatro e Comunidade, é um programa de segundo ciclo, constituído

Leia mais

REGULAMENTO DE FUNCIONAMENTO DOS CURSOS SUPERIORES

REGULAMENTO DE FUNCIONAMENTO DOS CURSOS SUPERIORES I Regime de Ingresso 1. Podem concorrer à primeira matrícula nos CURSOS SUPERIORES DO ISTEC os indivíduos habilitados com: 1.1 Curso do ensino secundário, ou legalmente equivalente, com prova de ingresso

Leia mais

PÓS-GRADUAÇÃO EM ACTIVIDADE FÍSICA NA GRAVIDEZ E PÓS-PARTO

PÓS-GRADUAÇÃO EM ACTIVIDADE FÍSICA NA GRAVIDEZ E PÓS-PARTO Instituto Politécnico de Santarém Escola Superior de Desporto de Rio Maior PÓS-GRADUAÇÃO EM ACTIVIDADE FÍSICA NA GRAVIDEZ E PÓS-PARTO REGULAMENTO Artigo 1.º Designação A Escola Superior de Desporto de

Leia mais

FACULDADE DE FARMÁCIA UNIVERSIDADE DE LISBOA

FACULDADE DE FARMÁCIA UNIVERSIDADE DE LISBOA FACULDADE DE FARMÁCIA UNIVERSIDADE DE LISBOA MESTRADO/DOUTORAMENTO CURSO PÓS-GRADUADO DE ESPECIALIZAÇÃO CONTROLO DA QUALIDADE E TOXICOLOGIAS DOS ALIMENTOS Acreditado pela A3ES 10ª Edição 2013/2015 O Curso

Leia mais

Pós-graduação Gestão da Sustentabilidade do Edificado. Edital 1ª Edição 2012-2013

Pós-graduação Gestão da Sustentabilidade do Edificado. Edital 1ª Edição 2012-2013 Pós-graduação Gestão da Sustentabilidade do Edificado Edital 1ª Edição 2012-2013 Barreiro, Maio de 2012 ENQUADRAMENTO A Pós-Graduação em Gestão da Sustentabilidade do Edificado (PGGSE) é uma realização

Leia mais

MESTRADO EM DIREITO E GESTÃO 2015/2016

MESTRADO EM DIREITO E GESTÃO 2015/2016 MESTRADO EM DIREITO E GESTÃO 2015/2016 VAGAS o 20 vagas para a candidatura na 1.ª fase o 20 vagas para a candidatura na 2.ª fase Na 1.ª fase aceitam-se candidaturas condicionadas de estudantes que comprovadamente

Leia mais

REGULAMENTO DO CICLO DE ESTUDOS CONDUCENTE AO GRAU DE MESTRE EM DESENHO

REGULAMENTO DO CICLO DE ESTUDOS CONDUCENTE AO GRAU DE MESTRE EM DESENHO REGULAMENTO DO CICLO DE ESTUDOS CONDUCENTE AO GRAU DE MESTRE EM DESENHO CAPÍTULO I GRAU DE MESTRE Artigo 1.º Criação A ESAP - Guimarães confere o grau de Mestre em Desenho com Especialização em Prática

Leia mais

Diário da República, 2.ª série N.º 89 7 de Maio de 2010

Diário da República, 2.ª série N.º 89 7 de Maio de 2010 Escola Superior de Hotelaria e Turismo do Estoril Diário da República, 2.ª série N.º 89 7 de Maio de 2010 Regulamento n.º 416/2010 Regulamento das provas especialmente adequadas destinadas a avaliar a

Leia mais

Regulamento do 3º Ciclo de Estudos em Fisioterapia da Faculdade de Desporto da Universidade do Porto

Regulamento do 3º Ciclo de Estudos em Fisioterapia da Faculdade de Desporto da Universidade do Porto Regulamento do 3º Ciclo de Estudos em Fisioterapia da Faculdade de Desporto da Universidade do Porto Artigo 1º Criação e objectivos 1. A Universidade do Porto, através da sua Faculdade de Desporto (FADEUP)

Leia mais

Instituto de Educação

Instituto de Educação Instituto de Educação Universidade de Lisboa Oferta Formativa Pós-Graduada Mestrado em Educação Especialização: Administração Educacional Edição Instituto de Educação da Universidade de Lisboa julho de

Leia mais

Pós-Graduação. Segurança e Higiene no Trabalho. Associação Centro de Incubação de Empresas de Base Tecnológica Vasco da Gama.

Pós-Graduação. Segurança e Higiene no Trabalho. Associação Centro de Incubação de Empresas de Base Tecnológica Vasco da Gama. Associação Centro de Incubação de Empresas de Base Tecnológica Vasco da Gama Sines Tecnopolo Pós-Graduação Segurança e Higiene no Trabalho Edital 4ª Edição 2011-2012 2ª a 5ª Feira Sines, 27 de Junho de

Leia mais

PÓS-GRADUAÇÃO EM CONTROLO DE GESTÃO E FISCALIDADE PARA PME S

PÓS-GRADUAÇÃO EM CONTROLO DE GESTÃO E FISCALIDADE PARA PME S PÓS-GRADUAÇÃO EM CONTROLO DE GESTÃO E FISCALIDADE PARA PME S CÂMARA DO COMÉRCIO DE ANGRA DO HEROÍSMO E INSTITUTO SUPERIOR DE ECONOMIA E GESTÃO Angra do Heroísmo 2010/2011 1 Objectivos Este curso de pós-graduação

Leia mais

FACULDADE DE FARMÁCIA UNIVERSIDADE DE LISBOA

FACULDADE DE FARMÁCIA UNIVERSIDADE DE LISBOA FACULDADE DE FARMÁCIA UNIVERSIDADE DE LISBOA MESTRADO/DOUTORAMENTO CURSO PÓS-GRADUADO DE ESPECIALIZAÇÃO CIÊNCIAS BIOFARMACÊUTICAS Acreditado pela A3ES 4ª Edição 2013/2015 Colaboração Research Institute

Leia mais

Regulamento do curso de Mestrado em Engenharia Industrial

Regulamento do curso de Mestrado em Engenharia Industrial Regulamento do curso de Mestrado em Engenharia Industrial REGULAMENTO DO CURSO DE MESTRADO EM ENGENHARIA INDUSTRIAL Artigo 1º (Natureza e âmbito de aplicação) 1. O presente Regulamento dá cumprimento ao

Leia mais

REGULAMENTO DO CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM GESTÃO AMBIENTAL

REGULAMENTO DO CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM GESTÃO AMBIENTAL REGULAMENTO DO CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM GESTÃO AMBIENTAL Artigo 1º (Natureza e âmbito de aplicação) 1. O presente Regulamento dá cumprimento ao estabelecido no Regulamento dos Cursos de Pós-Graduação

Leia mais

REGULAMENTO DO CICLO DE ESTUDOS CONDUCENTE AO GRAU DE MESTRE EM ANIMAÇÃO DIGITAL

REGULAMENTO DO CICLO DE ESTUDOS CONDUCENTE AO GRAU DE MESTRE EM ANIMAÇÃO DIGITAL REGULAMENTO DO CICLO DE ESTUDOS CONDUCENTE AO GRAU DE MESTRE EM ANIMAÇÃO DIGITAL CAPÍTULO I GRAU DE MESTRE Artigo 1.º Criação A ESAP Guimarães confere o grau de Mestre em Animação Digital. O ciclo de estudos

Leia mais

Associação Centro de Incubação de Empresas de Base Tecnológica. Sines Tecnopolo. Pós-Graduação. Gestão Logística

Associação Centro de Incubação de Empresas de Base Tecnológica. Sines Tecnopolo. Pós-Graduação. Gestão Logística Associação Centro de Incubação de Empresas de Base Tecnológica Sines Tecnopolo Pós-Graduação Gestão Logística Edital 1ª Edição 2012 1 Enquadramento Tem vindo a ser reconhecida, por políticas governamentais

Leia mais

Banca, Seguros e Mercados Financeiros

Banca, Seguros e Mercados Financeiros Associação Centro de Incubação de Empresas de Base Tecnológica Vasco da Gama Sines Tecnopolo Pós-Graduação Banca, Seguros e Mercados Financeiros Edital 2ª Edição 2011 1 Enquadramento A Escola Superior

Leia mais

Despacho. Regulamento dos Concursos de Mudança de Curso, Transferência e Reingresso

Despacho. Regulamento dos Concursos de Mudança de Curso, Transferência e Reingresso Despacho Regulamento dos Concursos de Mudança de Curso, Transferência e Reingresso Tendo em consideração que: a) De acordo com o estipulado no artigo 10º da Portaria nº 401/2007, de 5 de Abril, o Regulamento

Leia mais

PÓS-GRADUAÇÃO EM INTEGRAÇÃO DE SISTEMAS E DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL

PÓS-GRADUAÇÃO EM INTEGRAÇÃO DE SISTEMAS E DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL PÓS-GRADUAÇÃO EM INTEGRAÇÃO DE SISTEMAS E DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL ENQUADRAMENTO E OBJECTIVOS: Num mundo em constante aceleração económica, tecnológica e de produção de grandes quantidades de conhecimento,

Leia mais

Instituto Superior de Contabilidade e Administração de Coimbra

Instituto Superior de Contabilidade e Administração de Coimbra Artigo 1.º Âmbito O presente Regulamento fixa as normas gerais relativas a matrículas e inscrições nos cursos do Instituto Superior de Contabilidade e Administração de Coimbra. Artigo 2.º Definições De

Leia mais

MBA Negócios Internacionais. Edital 1ª Edição 2013-2014

MBA Negócios Internacionais. Edital 1ª Edição 2013-2014 MBA Negócios Internacionais Edital 1ª Edição 2013-2014 Sines, Junho de 2013 1 Enquadramento O MBA em Negócios Internacionais é um curso de pós-graduação desenvolvido pela Escola Superior de Ciências Empresariais

Leia mais

REGULAMENTO DO CURSO DE MESTRADO (2º CICLO) EM ENGENHARIA ALIMENTAR

REGULAMENTO DO CURSO DE MESTRADO (2º CICLO) EM ENGENHARIA ALIMENTAR 1.1 REGULAMENTO DO CURSO DE MESTRADO (2º CICLO) EM ENGENHARIA ALIMENTAR Ao abrigo do Decreto-Lei nº 74/2006 de 24 de Março, e do disposto na Deliberação nº 1487/2006 da Reitoria da Universidade Técnica

Leia mais

EDITAL ESCOLA SUPERIOR DE ESTUDOS INDUSTRIAIS E DE GESTÃO DO INSTITUTO POLITÉCNICO DO PORTO

EDITAL ESCOLA SUPERIOR DE ESTUDOS INDUSTRIAIS E DE GESTÃO DO INSTITUTO POLITÉCNICO DO PORTO EDITAL ESCOLA SUPERIOR DE ESTUDOS INDUSTRIAIS E DE GESTÃO DO INSTITUTO POLITÉCNICO DO PORTO CONCURSO DE ACESSO AO CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO PÓS-GRADUADA EM DIREÇÃO HOTELEIRA Edição 2014/2015 Fernando Flávio

Leia mais

Estudos em Direito. 2º Ciclo Mestrado. Apresentação. Ano Lectivo 2010 2011

Estudos em Direito. 2º Ciclo Mestrado. Apresentação. Ano Lectivo 2010 2011 Estudos em Direito 2º Ciclo Mestrado Ano Lectivo 2010 2011 Apresentação O 2º Ciclo de Estudos em Direito tem a designação internacional corrente de Master. Com a oferta do seu Programa de Mestrados 2º

Leia mais

Regulamento de Acesso e Ingresso de Estudantes Internacionais. 1º, 2º e 3º ciclos do IST

Regulamento de Acesso e Ingresso de Estudantes Internacionais. 1º, 2º e 3º ciclos do IST Regulamento de Acesso e Ingresso de Estudantes Internacionais 1º, 2º e 3º ciclos do IST O Decreto- Lei nº 36/2014 de 10 de março regula o estatuto do Estudante Internacional (EEI). O Regulamento de Ingresso

Leia mais

Mestrado Construção Civil. Edital 3ª Edição 2011-2012

Mestrado Construção Civil. Edital 3ª Edição 2011-2012 Mestrado Construção Civil Edital 3ª Edição 2011-2012 Barreiro, Maio de 2011 ENQUADRAMENTO O curso de Mestrado em Construção Civil da Escola Superior de Tecnologia do Barreiro do Instituto Politécnico de

Leia mais

EDITAL MESTRADO EM JOGO E MOTRICIDADE NA INFÂNCIA. (Edição 2012-2014)

EDITAL MESTRADO EM JOGO E MOTRICIDADE NA INFÂNCIA. (Edição 2012-2014) 1/10 EDITAL MESTRADO EM JOGO E MOTRICIDADE NA INFÂNCIA (Edição 2012-2014) Nos termos do Decreto-Lei nº 42/2005, de 22 de fevereiro, do Decreto-Lei nº 74/2006, de 24 de março, com as alterações que lhes

Leia mais

Diário da República, 2.ª série N.º 102 27 de maio de 2015 13575

Diário da República, 2.ª série N.º 102 27 de maio de 2015 13575 Diário da República, 2.ª série N.º 102 27 de maio de 2015 13575 Joaquim Luís Oliveira Costa, na categoria de Assistente Convidado, a 55 %, pelo prazo de oito meses, com efeitos a partir de 26 de março

Leia mais

FACULDADE DE FARMÁCIA UNIVERSIDADE DE LISBOA

FACULDADE DE FARMÁCIA UNIVERSIDADE DE LISBOA FACULDADE DE FARMÁCIA UNIVERSIDADE DE LISBOA MESTRADO/DOUTORAMENTO CURSO PÓS-GRADUADO DE ESPECIALIZAÇÃO QUÍMICA FARMACÊUTICA E TERAPÊUTICA Acreditado pela A3ES 9 ª Edição 2013/2015 O Curso de Especialização

Leia mais

PRESIDÊNCIA DO GOVERNO REGIONAL Resolução do Conselho do Governo n.º 107/2010 de 14 de Julho de 2010

PRESIDÊNCIA DO GOVERNO REGIONAL Resolução do Conselho do Governo n.º 107/2010 de 14 de Julho de 2010 PRESIDÊNCIA DO GOVERNO REGIONAL Resolução do Conselho do Governo n.º 107/2010 de 14 de Julho de 2010 O Programa Estagiar, nas suas vertentes L, T e U, dirigido a recém-licenciados e mestres, recém-formados

Leia mais

Escola Superior de Educação João de Deus

Escola Superior de Educação João de Deus Regulamento do 2.º Ciclo de Estudos Conducente ao Grau de Mestre em Educação pela Arte Artigo 1.º Objectivos Os objectivos dos cursos de mestrado (2.º ciclo), da Escola Superior de Educação João de Deus

Leia mais

47586 Diário da República, 2.ª série N.º 232 5 de Dezembro de 2011

47586 Diário da República, 2.ª série N.º 232 5 de Dezembro de 2011 47586 Diário da República, 2.ª série N.º 232 5 de Dezembro de 2011 2) Cartas de curso identificação do Reitor da Universidade Nova de Lisboa, identificação do titular do grau, n.º do documento de identificação

Leia mais

Artigo 5.º Acesso Têm acesso ao curso os diplomados ou não diplomados com experiência relevante no âmbito da otimização/excelência organizacional.

Artigo 5.º Acesso Têm acesso ao curso os diplomados ou não diplomados com experiência relevante no âmbito da otimização/excelência organizacional. REGULAMENTO DO CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO EM Auditores de HACCP Artigo 1.º Criação É criado no Instituto Politécnico de Leiria (IPL) o Curso de Pós-graduação em Auditores de HACCP. Artigo 2.º Objetivos Este

Leia mais

PÓS-GRADUAÇÃO EM ICONOGRAFIA CRISTÃ LEITURA E ANÁLISE DA IMAGEM RELIGIOSA

PÓS-GRADUAÇÃO EM ICONOGRAFIA CRISTÃ LEITURA E ANÁLISE DA IMAGEM RELIGIOSA PÓS-GRADUAÇÃO EM ICONOGRAFIA CRISTÃ LEITURA E ANÁLISE DA IMAGEM RELIGIOSA LISBOA 2008 PÓS-GRADUAÇÃO: ICONOGRAFIA CRISTÃ - Leitura e Análise da Imagem Religiosa APRESENTAÇÃO E OBJECTIVOS A extensão de Lisboa

Leia mais

Regulamento de Funcionamento e Avaliação dos Mestrados da APNOR

Regulamento de Funcionamento e Avaliação dos Mestrados da APNOR ASSOCIAÇÃO DE POLITÉCNICOS DO NORTE (APNOR) Instituto Politécnico de Bragança Instituto Politécnico do Cávado e do Ave Instituto Politécnico do Porto Instituto Politécnico de Viana do Castelo Regulamento

Leia mais

Mestrado em Sistemas Integrados de Gestão (Qualidade, Ambiente e Segurança)

Mestrado em Sistemas Integrados de Gestão (Qualidade, Ambiente e Segurança) Mestrado em Sistemas Integrados de Gestão (Qualidade, Ambiente e Segurança) 1 - Apresentação Grau Académico: Mestre Duração do curso: : 2 anos lectivos/ 4 semestres Número de créditos, segundo o Sistema

Leia mais

REGULAMENTO DOS REGIMES DE MUDANÇA DE CURSO, TRANSFERÊNCIA E REINGRESSO

REGULAMENTO DOS REGIMES DE MUDANÇA DE CURSO, TRANSFERÊNCIA E REINGRESSO INSTITUTO POLITÉCNICO DE COIMBRA Ao abrigo do disposto no artigo 10º da Portaria n.º 401/2007, de 5 de Abril, aprovo o novo Regulamento do Regime de Mudança de Curso, Transferência e Reingresso do Instituto

Leia mais

EDITAL CONCURSO DE ACESSO AO CURSO DE MESTRADO EM BIOQUÍMICA EM SAÚDE ANO LECTIVO DE 2015/2016 REPUBLICAÇÃO

EDITAL CONCURSO DE ACESSO AO CURSO DE MESTRADO EM BIOQUÍMICA EM SAÚDE ANO LECTIVO DE 2015/2016 REPUBLICAÇÃO EDITAL CONCURSO DE ACESSO AO CURSO DE MESTRADO EM BIOQUÍMICA EM SAÚDE ANO LECTIVO DE 2015/2016 REPUBLICAÇÃO Agostinho Luís da Silva Cruz, Presidente da Escola Superior de Tecnologia da Saúde do Porto (ESTSP),

Leia mais

MESTRADO EM ENGENHARIA CIVIL (MEC) Parceria: ESTBarreiro/IPS- ISE/UAlg

MESTRADO EM ENGENHARIA CIVIL (MEC) Parceria: ESTBarreiro/IPS- ISE/UAlg MESTRADO EM ENGENHARIA CIVIL (MEC) Parceria: ESTBarreiro/IPS- ISE/UAlg OBJETIVO O objectivo do curso consiste na atribuição de uma especialização de natureza profissional, decorrente da continuação dos

Leia mais

Regulamentos REGULAMENTO DE PROPINAS DA UPORTO

Regulamentos REGULAMENTO DE PROPINAS DA UPORTO Regulamentos REGULAMENTO DE PROPINAS DA UPORTO Aprovado pelo Conselho Geral da UPorto em 26 de Fevereiro de 2010 Alterado pelo Conselho Geral da UPorto em 18 de Março de 2011 Ao abrigo da Lei n.º 37/2003,

Leia mais

Instituto Politécnico de Lisboa Escola Superior de Música de Lisboa MESTRADO EM ENSINO DA MÚSICA REGULAMENTO SECÇÃO I DA ORGANIZAÇÃO E GESTÃO DO CURSO

Instituto Politécnico de Lisboa Escola Superior de Música de Lisboa MESTRADO EM ENSINO DA MÚSICA REGULAMENTO SECÇÃO I DA ORGANIZAÇÃO E GESTÃO DO CURSO Instituto Politécnico de Lisboa Escola Superior de Música de Lisboa MESTRADO EM ENSINO DA MÚSICA REGULAMENTO SECÇÃO I DA ORGANIZAÇÃO E GESTÃO DO CURSO Artigo 1º Objecto 1 O presente regulamento aplica-se

Leia mais

DESPACHO RT.52/2011. Reitoria da Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro, 1 de Setembro de 2011. O Reitor, Carlos Alberto Sequeira

DESPACHO RT.52/2011. Reitoria da Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro, 1 de Setembro de 2011. O Reitor, Carlos Alberto Sequeira DESPACHO RT.52/2011 Por deliberação do Conselho de Gestão, em reunião de 1 de Setembro de 2011, foi aprovada a Tabela de Emolumentos a praticar nos Serviços Académicos da Universidade de Trás-os-Montes

Leia mais

GESTÃO MESTRADO DESENVOLVE CONNOSCO AS TUAS COMPETÊNCIAS EM GESTÃO. REGIME PÓS-LABORAL DURAÇÃO 3 semestres N.º DE ECTS 90 créditos OBJETIVOS DO CURSO

GESTÃO MESTRADO DESENVOLVE CONNOSCO AS TUAS COMPETÊNCIAS EM GESTÃO. REGIME PÓS-LABORAL DURAÇÃO 3 semestres N.º DE ECTS 90 créditos OBJETIVOS DO CURSO MESTRADO GESTÃO DESENVOLVE CONNOSCO AS TUAS COMPETÊNCIAS EM GESTÃO REGIME PÓS-LABORAL DURAÇÃO 3 semestres N.º DE ECTS 90 créditos O mestrado em Gestão é uma novidade da oferta formativa da ESTG, para o

Leia mais

Reitoria. Universidade do Minho, 16 de fevereiro de 2012

Reitoria. Universidade do Minho, 16 de fevereiro de 2012 Reitoria Despacho RT-12/2012 Por proposta do Conselho Pedagógico do Instituto de Ciências Sociais, é homologado o Regulamento do Ciclo de Estudos Conducente à obtenção do Grau de Mestre em Geografia, anexo

Leia mais

EDITAL MESTRADO EM FISIOTERAPIA. ÁREA DE ESPECIALIZAÇÃO DE MOVIMENTO HUMANO (edição 2012-2014)

EDITAL MESTRADO EM FISIOTERAPIA. ÁREA DE ESPECIALIZAÇÃO DE MOVIMENTO HUMANO (edição 2012-2014) EDITAL MESTRADO EM FISIOTERAPIA ÁREA DE ESPECIALIZAÇÃO DE MOVIMENTO HUMANO (edição -) Nos termos do Decreto-Lei n.º 42/2005, de 22 de Fevereiro, do Decreto-Lei n.º 74/2006 de 24 de Março, com as alterações

Leia mais

MESTRADO INTEGRADO EM ARQUITETURA NORMAS REGULAMENTARES ARTIGO 1.º. Grau

MESTRADO INTEGRADO EM ARQUITETURA NORMAS REGULAMENTARES ARTIGO 1.º. Grau MESTRADO INTEGRADO EM ARQUITETURA NORMAS REGULAMENTARES ARTIGO 1.º Grau 1. A ESAP confere o grau de Mestre em Arquitetura, através de Mestrado Integrado, na especialidade de Arquitetura e comprova um nível

Leia mais

REGULAMENTO DO MESTRADO EM TEATRO, ÁREA DE ESPECIALIZAÇÃO ENCENAÇÃO

REGULAMENTO DO MESTRADO EM TEATRO, ÁREA DE ESPECIALIZAÇÃO ENCENAÇÃO REGULAMENTO DO MESTRADO EM TEATRO, ÁREA DE ESPECIALIZAÇÃO ENCENAÇÃO INTRODUÇÃO O Mestrado em Teatro, área de especialização Encenação, é um programa de segundo ciclo, constituído por quatro semestres e

Leia mais

3ª Edição 2010/2011 FEUC. mestrado. em marketing

3ª Edição 2010/2011 FEUC. mestrado. em marketing 3ª Edição 2010/2011 FEUC mestrado em marketing APRESENTAÇÃO Como Coordenadores dos programas de formação para executivos desta Faculdade,, damos-lhe as boas vindas a esta nova edição do programa de Mestrado

Leia mais

EDITAL. 2. Podem ser opositores ao concurso deste curso de mestrado:

EDITAL. 2. Podem ser opositores ao concurso deste curso de mestrado: EDITAL 1. Faz-se público que está aberto concurso para admissão ao Curso de Mestrado em Tecnologias de Informação e Comunicação em Educação, a iniciar no 1º semestre do ano letivo de 2015/2016 na Escola

Leia mais

REGULAMENTO DE FREQUÊNCIA E AVALIAÇÃO DO MESTRADO EM EDUCAÇÃO ESPECIAL

REGULAMENTO DE FREQUÊNCIA E AVALIAÇÃO DO MESTRADO EM EDUCAÇÃO ESPECIAL Campus Académico de Vila Nova de Gaia Escola Superior de Educação Jean Piaget/Arcozelo REGULAMENTO DE FREQUÊNCIA E AVALIAÇÃO DO MESTRADO EM EDUCAÇÃO ESPECIAL ANO LETIVO DE 2011-2012 WWWW.IPIAGET.ORG Índice

Leia mais

DEPARTAMENTO DE PSICOLOGIA SOCIAL E DAS ORGANIZAÇÕES. Mestrado em Psicologia Política

DEPARTAMENTO DE PSICOLOGIA SOCIAL E DAS ORGANIZAÇÕES. Mestrado em Psicologia Política DEPARTAMENTO DE PSICOLOGIA SOCIAL E DAS ORGANIZAÇÕES Mestrado em Psicologia Política 2009/2010 DEPARTAMENTO DE PSICOLOGIA SOCIAL E DAS ORGANIZAÇÕES Objectivos O Mestrado em Psicologia Política procura

Leia mais

Mestrado Integrado em Medicina

Mestrado Integrado em Medicina Ao abrigo do disposto na alínea a) do artigo 26.º do Decreto-Lei n.º 74/2006, de 24 de março, com a redação dada pelo Decreto-Lei n.º 115/2013, de 7 de agosto, e no exercício da competência conferida pela

Leia mais

Diário da República, 2.ª série N.º 49 11 de Março de 2010 11201

Diário da República, 2.ª série N.º 49 11 de Março de 2010 11201 Diário da República, 2.ª série N.º 49 11 de Março de 2010 11201 vem obedecer às orientações para este efeito emitidas por despacho do Director da FCSH. 2 A tese de doutoramento deverá ter um mínimo de

Leia mais

Atribuição de Bolsas de Estudo aos Alunos do Ensino Superior. Preâmbulo

Atribuição de Bolsas de Estudo aos Alunos do Ensino Superior. Preâmbulo Regulamento Municipal de Atribuição de Bolsas de Estudo aos Alunos do Ensino Superior Preâmbulo O desenvolvimento das sociedades democráticas exige cada vez mais políticas educativas que promovam uma efectiva

Leia mais