RESPONSÁVEL TÉCNICO: Claudio Marcos Piotrowski Engenheiro Civil CREA

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "RESPONSÁVEL TÉCNICO: Claudio Marcos Piotrowski Engenheiro Civil CREA 0601452877"

Transcrição

1 INSTRUMENTO PARTICULAR DE INCORPORAÇÃO Condomínio Horizontal Fechado RESIDENCIAL VILLAVERDE (Identificado no Cartório de Registro Civil do Distrito de Monte Verde Camanducaia Livro 05-B 1º Traslado Fls 150) INCORPORADOR: MCN INCORPORAÇÃO E CONSTRUÇÃO LTDA - ME, pessoa jurídica de direito, inscrita no CNPJ nº / , com sede na cidade de Curitiba (PR) à Avenida Visconde de Guarapuava 5015/1201 Batel, devidamente representado por CARLOS ALBERTO PIOTROWSKI, brasileiro, casado, empresário, portador do RG nº e do CPF/MF nº , residente e domiciliado na cidade de Curitiba, no endereço acima. RESPONSÁVEL TÉCNICO: Claudio Marcos Piotrowski Engenheiro Civil CREA DESCRIÇÃO: UM LOTE DE TERRENO URBANO, situado no loteamento Jardim das Montanhas, no Distrito Monte Verde, município e comarca de Camanducaia, MG, com área de ,47m2 (dezenove mil duzentos trinta e dois metros quadrados vírgula quarenta e sete), resultante da unificação dos lotes números 4, 5, 6, 7 e 8, todos da quadra F do referido loteamento, medindo de frente para a Av. Das Montanhas 176,00 metros; na lateral direita 84,17 metros, divisando com o lote número 03; na lateral esquerda 158,90 metros, divisando com o lote número 09; e nos fundos 224,16 metros com o riacho. Imóvel este devidamente registrado no RI desta comarca sob número R04 da matrícula 4.112, Livro 02-RG, ficha 01, datado de 31/10/2013 e cadastrado junto a Prefeitura Municipal da cidade e comarca de Camanducaia MG sob número CONDOMÍNIO: Este projeto atende as orientações do código de obras do município, seu plano diretor e suas respectivas emendas descrito abaixo: 1. Lei num 0018 de Código de Obras; 2. Lei Complementar Código de Obras; 3. Lei Complementar Plano Diretor; 4. Lei Complementar Plano Diretor; 5. Lei num 1256 de 2007 Dispõe sobre criação de categoria de uso residencial: Conjunto Residencial Horizontal; 6. Lei num 4591/64. Sobre a totalidade do terreno acima descrito, o incorporador promoverá a construção de um Condomíio Residencial Horizontal, de conformidade com o projeto submetido à Prefeitura Municipal de Camanducaia, composto de 18 partes exclusivas que juntas totalizam ,00 m2, e de uma parte comum de 8.201,47 m2. Sobre a parte comum será

2 edificado um prédio com área de 369,10 m2, incluindo área de lazer exclusiva para os condôminos, central de serviços, zeladoria e portaria; e infraestrutura, incluindo vias de acesso interno para a circulação de veículos e pedestres. O Condomínio Residencial Horizontal Fechado RESIDENCIAL VILLAVERDE estará dividido em áreas atribuídas aqui chamadas Lotes - entre seus futuros adquirentes conforme as descrições abaixo, tendo suas partes de uso exclusivo localizadas na Prancha A02 de Implantação submetida ao Departamento de Obras da Prefeitura de Camanducaia. Sobre cada uma das 18 partes de uso exclusivo será edificada uma e não mais do que uma residência unifamiliar, conforme projetos submetidos à Prefeitura Municipal de Camanducaia: Residência 01, situada no Lote A, cuja área total é de 1.056,64 m2, sendo 601,00 m2 de uso condomínio. A área de uso exclusivo do Lote A inicia-se a 9,30m do ponto A, no ponto A1 e segue a sudeste por 31,21m ao longo da Av das Montanhas até o ponto B1; partindo do ponto B1 segue em reta a sudoeste, divisando com a área privativa B por 20,70m até o ponto C1; partindo do ponto C1 segue em reta a noroeste, contornando o acesso principal por 22,72m até o ponto D1; partindo do ponto D1 segue em curva a nordeste, contornando o acesso principal com 15,23m em curva até o ponto E1, mais 8,03m em reta até o ponto A1 onde inicia, perfazendo o total de 601,00m2. Área de terreno descoberta de uso privativo:...487,05 m² Área total de terreno de uso privativo:...601,00 m² Área total de terreno e quota: ,64 m² Fração ideal de solo equivalente:...0,05494 Residência 02, situada no Lote B, cuja área total é de 1.055,64 m2, sendo 600,00 m2 de uso condomínio. A área de uso exclusivo do Lote B inicia-se no ponto B1 e segue a sudeste por 29,00m ao longo da Av das Montanhas até o ponto C2; partindo do ponto C2 segue em reta a sudoeste, divisando com a área de uso exclusivo do Lote C por 20,70m até o ponto D2; partindo do ponto D2 segue em reta a nordeste, divisando com a via acesso por 29,00m até o ponto C1; partindo do ponto C1 segue em reta, divisando com a área de uso exclusivo do Lote A com 20,70m até o ponto B1 onde inicia, perfazendo o total de 600,00m2. Área de terreno descoberta de uso privativo:...486,05 m² Área total de terreno de uso privativo:...600,00 m² Área total de terreno e quota: ,64 m² Fração ideal de solo equivalente:...0,05489 Residência 03, situada no Lote C, cuja área total é de 1.055,64 m2, sendo 600,00 m2 de uso condomínio. A área de uso exclusivo do Lote C inicia-se no ponto C2 e segue a sudeste por 29,00m ao longo da Av das Montanhas até o ponto D3; partindo do ponto D3 segue em reta a sudoeste, divisando com a área de uso exclusivo do Lote D por 20,70m até o ponto E3; partindo do ponto E3 segue em reta a nordeste, divisando com a via de acesso por 29,00m até o ponto D2; partindo do

3 ponto D2 segue em reta, divisando com a área de uso exclusivo do Lote B por 20,70m até o ponto C2 onde inicia, perfazendo o total de 600,00m2. Área de terreno descoberta de uso privativo:...486,05 m² Área total de terreno de uso privativo:...600,00 m² Área total de terreno e quota: ,64 m² Fração ideal de solo equivalente:...0,05489 Residência 04, situada no Lote D, cuja área total é de 1.056,64 m2, sendo 601,00 m2 de uso condomínio. A área de uso exclusivo do Lote D inicia-se no ponto D3 e segue a sudeste por 29,10m ao longo da Av das Montanhas até o ponto E4; partindo do ponto E4 segue em reta a sudoeste, divisando com a área de uso exclusivo do Lote E por 20,40m até o ponto F4; partindo do ponto F4 segue a nordeste, divisando com a via acesso por 3,33m em curva mais 25,89m em reta até o ponto E3; partindo do ponto E3 segue em reta, divisando a área uso exclusivo do Lote C com 20,70m até o ponto D3 onde inicia, perfazendo o total de 601,00m2. Área de terreno descoberta de uso privativo:...487,05 m² Área total de terreno de uso privativo:...601,00 m² Área total de terreno e quota: ,64 m² Fração ideal de solo equivalente:...0,05494 Residência 05, situada no Lote E, cuja área total é de 1.058,64 m2, sendo 603,00 m2 de uso condomínio. A área de uso exclusivo do Lote E inicia-se no ponto E4 e segue a sudeste por 39,22m ao longo da Av das Montanhas até o ponto F5; partindo do ponto F5 segue em reta a sudoeste, por 9,27m divisando com área comum de infraestrutura até o ponto A6 e a área de uso exclusivo do Lote F por 18,93m até o ponto H5; partindo do ponto H5 segue em curva a oeste, divisando com a via de acesso por 20,86m até o ponto F4; partindo do ponto F4 segue em reta, divisando a área de uso exclusivo do Lote D com 20,40m até o ponto E4 onde inicia, perfazendo o total de 603,00m2. Área de terreno descoberta de uso privativo:...489,05 m² Área total de terreno de uso privativo:...603,00 m² Área total de terreno e quota: ,64 m² Fração ideal de solo equivalente:...0,05504 Residência 06, situada no Lote F, cuja área total é de 1.103,64 m2, sendo 648,00 m2 de uso condomínio. A área de uso exclusivo do Lote F inicia-se no ponto A6 e segue a sudeste por 18,68m divisando com uma área comum ao longo da Av das Montanhas até o ponto B6; partindo do ponto B6 segue em reta a sudoeste, por 38,92m, divisando com o LOTE 09 DA QUADRA F até o ponto B8; partindo do ponto B8 segue em reta a norte, divisando com a área de uso exclusivo do Lote H até o ponto A8 por 18,20m mais, neste mesmo alinhamento, 18,97m, divisando com a via de acesso,

4 perfazendo o total de 37,17m até o ponto H5; partindo do ponto H5 segue em reta a leste, divisando com a área de uso exclusivo do Lote E por 18,93m até o ponto A6 onde inicia, perfazendo o total de 648,00m2. Área de terreno descoberta de uso privativo:...534,05 m² Área total de terreno de uso privativo:...648,00 m² Área total de terreno e quota: ,64 m² Fração ideal de solo equivalente:...0,05738 Residência 07, situada no Lote G, cuja área total é de 1.076,64 m2, sendo 621,00 m2 de uso condomínio. A área de uso exclusivo do Lote G inicia-se no ponto B9 e segue em reta por 8,27m mais 9,95m em curva, mais 12,34m em curva, todas estas medidas a sudeste, divisando com a via de acesso até o ponto B7; partindo do ponto B7 segue em reta a sul, por mais 18,58m ao longo da via de acesso até o ponto C7; partindo do ponto C7 segue em reta a oeste por 20,00m, divisando com a área de uso exclusivo do Lote H até o ponto D7; partindo do ponto D7 segue em reta a norte por 41,37m, divisando com as áreas de uso exclusivo dos Lotes J e I com (11,84m até o ponto D10 mais 29,53m) respectivamente até o ponto B9 onde inicia, perfazendo o total de 621,00m2. Área construída privativa:...225,64 m² Área construída total:...247,78 m² Área de terreno descoberta de uso privativo:...492,58 m² Área total de terreno de uso privativo:...621,00 m² Área total de terreno e quota: ,64 m² Fração ideal de solo equivalente:...0,05598 Residência 08, situada no Lote H, cuja área total é de 1.115,64 m2, sendo 660,00 m2 de uso condomínio. A área de uso exclusivo do Lote H inicia-se no ponto A8 e segue a sul por 18,20m divisando com a área de uso exclusivo do Lote F até o ponto B8; partindo do ponto B8 segue em reta a sudoeste, por 31,14m, divisando com o LOTE 09 DA QUADRA F até o ponto C8; partindo do ponto C8 segue em reta a norte, divisando com a área de uso exclusivo do Lote K até o ponto E11; partindo do ponto E11 continua seguindo na mesma reta, divisando com a área de uso exclusivo do Lote J por 18,40m até o ponto D7; partindo do ponto D7 segue em reta a leste, divisando com a área de uso exclusivo do Lote G por 20,00 até o ponto H5; partindo do ponto H5 segue em reta a leste, no mesmo alinhamento, divisando com a via de acesso por 3,00m até o ponto A8 onde inicia, perfazendo o total de 660,00m2. Área construída privativa:...225,64 m² Área construída total:...247,78 m² Área de terreno descoberta de uso privativo:...487,05 m² Área total de terreno de uso privativo:...660,00 m² Área total de terreno e quota: ,64 m² Fração ideal de solo equivalente:...0,05801

5 Residência 09, situada no Lote I, cuja área total é de 1.058,64 m2, sendo 603,00 m2 de uso condomínio. A área de uso exclusivo do Lote I inicia-se no ponto B9 e segue a sul por 29,53m divisando com a área de uso exclusivo do Lote G até o ponto D10; partindo do ponto D10 segue em reta a oeste, por 19,58m divisando com a área de uso exclusivo do Lote J até o ponto E10; partindo do ponto E10 segue em reta a norte por 4,72m mais 14,15m, divisando com a via de acesso até o ponto F10; partindo do ponto F10 segue em reta a noroeste por 4,55m, divisando com a mesma via de acesso até o ponto G10; partindo do ponto G10 segue em reta a norte, divisando novamente com a via de acesso por 3,95m até o ponto H10; partindo do ponto H10 segue em reta a leste, divisando com uma área de uso comum por 27,20m até o ponto B9 onde inicia, perfazendo o total de 603,00m2. Área de terreno descoberta de uso privativo:...489,05 m² Área total de terreno de uso privativo:...603,00 m² Área total de terreno e quota: ,64 m² Fração ideal de solo equivalente:...0,05504 Residência 10, situada no Lote J, cuja área total é de 1.055,64 m2, sendo 600,00 m2 de uso condomínio. A área de uso exclusivo do Lote J inicia-se no ponto E10 e segue a sul, em reta, por 30,24m divisando com a via de acesso até o ponto F11; partindo do ponto F11 segue em reta a leste por 20,00m divisando com a área de uso exclusivo do Lote K até o ponto E11; partindo do ponto E11 segue em reta a norte por 18,40m, divisando com a área de uso exclusivo do Lote H até o ponto D7; partindo do ponto D7 segue na mesma reta a norte por 11,84m, divisando com a área de uso exclusivo do Lote G até o ponto D10; partindo do ponto D10 segue em reta a oeste, divisando com a área de uso exclusivo do Lote I por 19,58m até o ponto E10 onde inicia, perfazendo o total de 600,00m2. Área de terreno descoberta de uso privativo:...486,05 m² Área total de terreno de uso privativo:...600,00 m² Área total de terreno e quota: ,64 m² Fração ideal de solo equivalente:...0,05489 Residência 11, situada no Lote K, cuja área total é de 1.055,64 m2, sendo 600,00 m2 de uso condomínio. A área privativa do Lote K inicia-se no ponto F11 e segue a sul, em reta, por 22,16m divisando com a via de acesso até o ponto A19 e no mesmo alinhamento por 17,04m divisando com a área de uso exclusivo do Lote R até o ponto F12; partindo do ponto F12 segue em reta a nordeste por 27,18m divisando com o LOTE 09 DA QUADRA F até o ponto C8; partindo do ponto C8 segue em reta a norte por 20,80m, divisando com a área de uso exclusivo do Lote H até o ponto E11; partindo do ponto E11 segue em reta a oeste por 20,00m, divisando com a área de uso exclusivo do Lote J até o ponto F11 onde inicia, perfazendo o total de 600,00m2. Área de terreno descoberta de uso privativo:...486,05 m²

6 Área total de terreno de uso privativo:...600,00 m² Área total de terreno e quota: ,64 m² Fração ideal de solo equivalente:...0,05489 Residência 12, situada no Lote L, cuja área total é de 1.056,64 m2, sendo 601,00 m2 de uso condomínio. A área uso exclusivo do Lote L inicia-se no ponto A13 e segue a sudeste, em reta, por 27,86m divisando com a via de acesso até o ponto B13; partindo do ponto B13 segue em reta a sudoeste por 22,10m divisando com a área de uso exclusivo do Lote M até o ponto F14; partindo do ponto F14 segue em reta a noroeste por 11,32m, divisando com uma área comum de serviço até o ponto C13; partindo do ponto C13 continua em reta, em outro alinhamento, ainda a noroeste por 16,63m divisando com a APP até o ponto D13; partindo do ponto D13 segue em reta a nordeste por 20,35m, divisando com uma via de acesso comum até o ponto A13 onde inicia, perfazendo o total de 601,00m2. Área construída privativa:...262,02 m² Área construída total:...284,16 m² Área de terreno descoberta de uso privativo:...472,58 m² Área total de terreno de uso privativo:...601,00 m² Área total de terreno e quota: ,64 m² Fração ideal de solo equivalente:...0,05494 Residência 13, situada no Lote M, cuja área total é de 1.055,64 m2, sendo 600,00 m2 de uso condomínio. A área de uso exclusivo do Lote M inicia-se no ponto B13 e segue a sudeste, em reta, por 22,90m divisando com a via de acesso até o ponto C14; partindo do ponto C14 segue em curva a sul por 11,13m divisando com outra via de acesso até o ponto A15; partindo do ponto A15 segue em reta a oeste por 26,38m, divisando com a área de uso exclusivo do Lote N até o ponto F15; partindo do ponto F15 segue em reta a norte por 12,05m, divisando com uma área comum de serviço até o ponto E14; partindo do ponto E14 segue em reta a noroeste por 3,17m até o ponto F14; partindo do ponto F14 segue em reta a nordeste por 22,10m até o ponto B13 onde inicia, perfazendo o total de 600,00m2. Área construída privativa:...262,02 m² Área construída total:...284,16 m² Área de terreno descoberta de uso privativo:...471,58 m² Área total de terreno de uso privativo:...600,00 m² Área total de terreno e quota: ,64 m² Fração ideal de solo equivalente:...0,05489 Residência 14, situada no Lote N, cuja área total é de 1.057,64 m2, sendo 602,00 m2 de uso condomínio. A área de uso exclusivo do Lote N inicia-se no ponto A15 e segue a sul, em curva, por 21,08m divisando com a via de acesso até o ponto B15; partindo do ponto B15 segue em reta a oeste por 17,82m divisando com a área de uso exclusivo do Lote P até o ponto C15; partindo do ponto C15 continua seguindo na mesma reta a oeste por 4,81m, entrando na APP até o ponto D15; partindo do ponto D15 segue em reta a norte por 25,25m, dentro da APP (numa faixa de 4,75m de largura na APP) até o ponto E15; partindo do ponto E15 segue a leste por 4,97m, dentro da APP, até o ponto F15; partindo do ponto F15 segue em reta por 26,38m confrontando com a área de uso exclusivo do Lote M até o ponto A15 onde inicia, perfazendo o total de 602,00m2.

7 Área construída privativa:...262,02 m² Área construída total:...284,16 m² Área de terreno descoberta de uso privativo:...473,58 m² Área total de terreno de uso privativo:...602,00 m² Área total de terreno e quota: ,64 m² Fração ideal de solo equivalente:...0,05499 Residência 15, situada no Lote O, cuja área total é de 1.058,64 m2, sendo 603,00 m2 de uso condomínio. A área de uso exclusivo do Lote O inicia-se no ponto B15 e segue a sul, em curva irregular por 1,98m mais 6,73m mais 4,25m mais 12,76m mais 1,21m divisando com a via de acesso até o ponto C16; partindo do ponto C16 segue em reta a oeste por 22,83m divisando com a área de uso exclusivo do Lote P até o ponto D16; partindo do ponto D16 continua seguindo na mesma reta por 5,23m, dentro da APP e divisando com a área de uso exclusivo do Lote P até o ponto E16; partindo do ponto E16 segue em curva irregular a norte por 6,15m mais 10,30m mais 5,19m (passando pelos pontos F16 e G16 respectivamente) dentro da APP (numa faixa de 4,75m de largura na APP) até o ponto D15; partindo do ponto D15 segue a leste por 4,81m, dentro da APP e divisando com a área de uso exclusivo do Lote N até o ponto C15; partindo do ponto C15 na mesma reta a leste, já fora da APP, percorre a distancia de 17,82m, divisando com a área de uso exclusivo do Lote N, até o ponto B15 onde inicia, perfazendo o total de 603,00m2. Área construída privativa:...262,02 m² Área construída total:...284,16 m² Área de terreno descoberta de uso privativo:...474,58 m² Área total de terreno de uso privativo:...603,00 m² Área total de terreno e quota: ,64 m² Fração ideal de solo equivalente:...0,05504 Residência 16, situada no Lote P, cuja área total é de 1.090,64 m2, sendo 635,00 m2 de uso condomínio. A área de uso exclusivo do Lote P inicia-se no ponto C16 e segue a sul, em curva irregular, por 14,66m mais 7,80m mais 4,97m, divisando com a via de acesso até o ponto D17; partindo do ponto D17 segue em reta a oeste por 17,09m divisando com a área de uso exclusivo do Lote Q até o ponto E17; partindo do ponto E17 continua na mesma reta, dentro da APP e divisando com a área de uso exclusivo do Lote Q por 4,75m até o ponto F17; partindo do ponto F17 segue a norte por 14,83m, dentro da APP até o ponto G17; partindo do ponto G17 segue a noroeste em reta por 13,88m, dentro da APP (numa faixa de 4,75m de largura na APP) até o ponto E16; partindo do ponto E16 segue em reta, a leste por 5,23, dentro da APP e divisando com a área de uso exclusivo do Lote O até o ponto D16; partindo do ponto D16, segue na mesma reta a leste, já fora da APP e divisando ainda com a área de uso exclusivo do Lote O segue por 22,83m até o ponto C16 onde inicia, perfazendo o total de 635,00m2. Área construída privativa:...225,64 m² Área construída total:...247,78 m² Área de terreno descoberta de uso privativo:...506,58 m² Área total de terreno de uso privativo:...635,00 m² Área total de terreno e quota: ,64 m² Fração ideal de solo equivalente:...0,05671

8 Residência 17, situada no Lote Q, cuja área total é de 1.080,64 m2, sendo 625,00 m2 de uso condomínio. A área de uso exclusivo do Lote Q inicia-se no ponto D17 e segue a sul, em reta, por 28,22m divisando com a via de acesso até o ponto E18; partindo do ponto E18 segue em reta a oeste por 19,02m divisando com a área de uso exclusivo do Lote R até o ponto F18; partindo do ponto F18 continua na mesma reta, dentro da APP e divisando com a área de uso exclusivo do Lote R por 4,83m até o ponto G18; partindo do ponto G18 segue em curva irregular a norte por 11,72m mais 16,77m, divisando com a área de preservação dentro da APP (numa faixa de 4,75m de largura na APP) passando pelo ponto H18 até o ponto F17; partindo do ponto F17 segue a leste por 4,75m, dentro da APP e divisando com a área de uso exclusivo do Lote P até o ponto E17, partindo do ponto E17 continua seguindo na mesma reta por 17,09m divisando com a área de uso exclusivo do Lote P, até o ponto D17 onde inicia, perfazendo o total de 625,00m2. Área construída privativa:...225,64 m² Área construída total:...247,78 m² Área de terreno descoberta de uso privativo:...496,58 m² Área total de terreno de uso privativo:...625,00 m² Área total de terreno e quota: ,64 m² Fração ideal de solo equivalente:...0,05619 Residência 18, situada no Lote R, cuja área total é de 1.083,64 m2, sendo 628,00 m2 de uso condomínio. A área de uso exclusivo do Lote R inicia-se no ponto A19 e segue a sul, em reta, por 17,04m divisando com a área de uso exclusivo do Lote K até o ponto F12; partindo do ponto F12 segue em reta a sudoeste por 23,93m divisando com o LOTE 09 DA QUADRA F até o ponto B19; partindo do ponto B19 segue em reta a noroeste por 19,57m até o ponto D19, partindo do ponto D19 segue em reta a norte até o ponto G18, sendo que as duas ultimas medidas divisam com a área de preservação; partindo do ponto G18 segue a leste por 4,83m divisando com a área de uso exclusivo do Lote Q, dentro da APP, até o ponto F18; partindo do ponto F18, já fora da APP, continua seguindo na mesma reta por 19,02m divisando com a área de uso exclusivo do Lote Q até o ponto E18; partindo do ponto E18 continua seguindo na mesma reta a leste por mais 3,00m divisando com a via de acesso até o ponto A19 onde inicia, perfazendo o total de 628,00m2. Área construída privativa:...263,03 m² Área construída total:...285,17 m² Área de terreno descoberta de uso privativo:...499,58 m² Área total de terreno de uso privativo:...628,00 m² Área total de terreno e quota: ,64 m² Fração ideal de solo equivalente:...0,05634 Custo Global da Obra: R$ ,00. Área Comum reservada para futura ampliação com área total de 465,00 m2 (já incluída nas frações ideais dos Lotes A a R: A área inicia-se no ponto G9 e segue a sudeste, em reta por 37,29m divisando com a via de acesso até o ponto B9; partindo do ponto B9 segue em reta a sul por 27,20m divisando com a área de uso exclusivo do Lote I até o ponto H10; partindo do ponto H10 segue em curva a norte por 1,56m, divisando a via de acesso até o ponto C9; partindo do ponto C9 segue em curva ainda a norte por mais 30,89m, divisando com a mesma via de acesso até o ponto G9 onde inicia, perfazendo o total de 465,00m2. RESPONSABILIDADES:

9 São descritos a seguir os elementos que serão de responsabilidade do Incorporador (projeto e construção das áreas comuns) e dos condôminos (projeto e construção das áreas privativas e manutenção total do condomínio e suas estruturas): 1. Aspectos relacionados ao meio ambiente: O incorporador preservará sem intervenção 50% de mata nativa, que consta desde já em projeto a ser aprovado pela Prefeitura de Camanducaia. Caberá aos futuros condôminos a preservação futura após a entrega das obras pelo incorporador, a obediência ao conceito do condomínio e a submissão de seus respectivos projetos aos órgãos competentes se alterados em relação aos projetos aprovados pelo Incorporador. A proposta deste condomínio tem por finalidade preservar de forma abrangente todas as riquezas ambientais do local, determinando locais definidos para edificações com cotas de construção adequadas ao meio ambiente e integrando as edificações de forma a se preservar todos os aspectos naturais do terreno. A concepção dos acessos do condomínio busca o equilíbrio de cortes e aterros de forma a preservar a topografia natural do terreno. A locação dos lotes e das áreas projetadas para construção também foram concebidas para minimizar cortes e aterros, permitindo assim o assentamento das construções ao terreno natural. Dos ,47m2 de área, praticamente 33% (6.344m2) estão reservados como APP tomou-se o cuidado de se projetar curvas de drenagem para proteger a área contra erosões provocadas por enxurradas e temporais eventuais. Outros 17% de mata nativa serão preservados nas áreas privativas dos condôminos, perfazendo um total de área nativa preservada de 50% da área do terreno. O grande apelo deste empreendimento é conceber a união de dois aspectos essenciais para quem busca uma casa nas montanhas: ambientes seguros e proximidade com a natureza. 2. Aspectos Construtivos: 2.1 Do acesso às áreas privativas: Incorporador: construção dos caminhos e acessos com materiais drenantes, e grade não excedendo 20% nos locais mais críticos. Condôminos: manutenção dos caminhos e acessos internos do condomínio. 2.4 Da infraestrutura elétrica: Incorporador: instalação de medidores de energia elétrica individuais, bem como de dutos de energia e suas respectivas caixas técnicas de passagem e de manutenção pertencentes à área comum do condomínio. Instalação da fiação elétrica nos prédios comuns do condomínio. Condôminos: colocação de fiação elétrica que servirá as unidades residenciais bem como toda a instalação elétrica das respectivas áreas privativas; manutenção de toda a infraestrutura elétrica interna ao condomínio. 2.4 Da infraestrutura Hidro sanitária: Incorporador: execução de toda a infraestrutura hidráulica e sanitária nas áreas comuns do condomínio, bem como dos ramais de água e esgoto que servirão as unidades privativas. Condôminos: execução da infraestrutura hidráulica de suas respectivas unidades e manutenção da infraestrutura das áreas comuns.

10 O condomínio disporá de uma caixa d água comum com capacidade para litros a ser executada pelo incorporador. A alimentação será feita pela concessionária pública local (COPASA). Haverá medidores particulares para medição de água consumida para cada condômino na entrada de cada área privativa. As águas pluviais serão parcialmente coletadas para reuso em jardins e serão devidamente acondicionadas em cisterna especificada em projeto. O esgoto residencial será tratado pela instalação de uma ETE com filtro biológico e biodigestor. A água purificada será devidamente drenada por meio de sumidouros e valetas de drenagem. 2.4 Do acondicionamento do lixo: Incorporador: instalação de uma lixeira comunitária na entrada do condomínio conforme projeto aprovado, devidamente acondicionada para impedir o acesso de animais e possíveis contaminações. Condôminos: disposição dos seus resíduos particulares no local especifico aprovado em projeto. O condomínio é atendido pelos serviços de coleta de resíduos do município. 2.5 Da infraestrutura de comunicação: Incorporador: execução dos dutos e caixas de inspeção da infraestrutura de dados e telefonia. Condôminos: execução de toda e qualquer fiação, bem como dos dutos e caixas de inspeção nas áreas privativas. 2.6 Dos serviços de correspondência: Haverá caixas de correspondência para os condôminos e administração do condomínio dispostas na guarita de entrada. Dezembro de 2013

RESIDENCIAL CENTRAL PARK RIO VERDE

RESIDENCIAL CENTRAL PARK RIO VERDE MEMORIAL DE INCORPORAÇÃO 01 - SITUAÇÃO O empreendimento, situar-seá Avenida I (Direita), Quadra 12, Lotes 04, 05 e 06, Parque dos Buritis e Rua Onze, Quadra 01, Lote 14, Parque Solar do Agreste, Gleba

Leia mais

INSTRUMENTO PARTICULAR DE PROMESSA DE VENDA E COMPRA DE UNIDADE AUTÔNOMA

INSTRUMENTO PARTICULAR DE PROMESSA DE VENDA E COMPRA DE UNIDADE AUTÔNOMA INSTRUMENTO PARTICULAR DE PROMESSA DE VENDA E COMPRA DE UNIDADE AUTÔNOMA IBIS IBIRAPUERA Avenida Santo Amaro, n.º 1.411 Unidade: PROMITENTE VENDEDORA: BAVETE EMPREENDIMENTOS IMOBILIÁRIOS LTDA., com sede

Leia mais

MEMORIAL DE INCORPORAÇÃO

MEMORIAL DE INCORPORAÇÃO MEMORIAL DE INCORPORAÇÃO EDIFÍCIO F17 RUA FIDALGA Nº 787 I - Localização do Terreno Rua Fidalga, onde existiam os prédios n s 775, 779, 783, 787 e 793, demolidos conforme Alvarás de Execuções de Demolições

Leia mais

ILMO. SR. OFICIAL MAIOR DO 18º CARTÓRIO DE REGISTRO DE IMÓVEIS DA CAPITAL.

ILMO. SR. OFICIAL MAIOR DO 18º CARTÓRIO DE REGISTRO DE IMÓVEIS DA CAPITAL. ILMO. SR. OFICIAL MAIOR DO 18º CARTÓRIO DE REGISTRO DE IMÓVEIS DA CAPITAL. CONSTRUTORA PASSARELLI LTDA., com sede e foro na Capital do Estado de São Paulo, à Rua Augusta, nº 257, inscrita no CGC/MF sob

Leia mais

O empreendimento concebido pela PROPRIETÁRIA denominar-se-á CONDOMINIO PRAIA DAS TARTARUGAS.

O empreendimento concebido pela PROPRIETÁRIA denominar-se-á CONDOMINIO PRAIA DAS TARTARUGAS. TERMO DE ACORDO E COMPROMISSO REFERENTE À APROVAÇÃO DO CONDOMINIO PRAIA DAS TARTARUGAS, NA FORMA ABAIXO: Trata-se o presente instrumento do Termo de Acordo e Compromisso referente à aprovação do empreendimento

Leia mais

MEMORIAL DESCRITIVO MEMORIAL DESCRITIVO LOTEAMENTO FECHADO BOSQUES DE ATLÂNTIDA

MEMORIAL DESCRITIVO MEMORIAL DESCRITIVO LOTEAMENTO FECHADO BOSQUES DE ATLÂNTIDA LOTEAMENTO FECHADO BOSQUES DE ATLÂNTIDA 1. GENERALIDADES A gleba destinada ao condomínio horizontal de lotes possui superfície de 446.750,54 m², em Atlântida município de Xangrilá-RS, conforme plantas

Leia mais

LEI COMPLEMENTAR Nº126, DE 18 DE ABRIL DE 2008

LEI COMPLEMENTAR Nº126, DE 18 DE ABRIL DE 2008 LEI COMPLEMENTAR Nº126, DE 18 DE ABRIL DE 2008 Acrescenta dispositivos à Lei nº 1041, 11 de julho de 1979, que regula o loteamento de terrenos urbanos no Município de Dourados, e dá outras providências

Leia mais

MINUTA DA FUTURA CONVENÇÃO DO CONDOMÍNIO RESIDENCIAL TOP LIFE CLUB & RESIDENCE

MINUTA DA FUTURA CONVENÇÃO DO CONDOMÍNIO RESIDENCIAL TOP LIFE CLUB & RESIDENCE MINUTA DA FUTURA CONVENÇÃO DO CONDOMÍNIO RESIDENCIAL TOP LIFE CLUB & RESIDENCE Pelo presente instrumento particular, em cumprimento à determinação contida no artigo 9º da Lei 4.591, de 16.12.1964, MRV

Leia mais

Santa Rita do Passa Quatro SP

Santa Rita do Passa Quatro SP DECRETO N.º 2.576, DE 13 DE ABRIL DE 2015. APROVA O PROJETO DE LOTEAMENTO RESIDENCIAL E COMERCIAL JEQUITIBÁ ROSA, A SER IMPLANTADO EM GLEBA DE 135.807,83 M2, E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS. DR.LEANDRO LUCIANO

Leia mais

CONVENÇÃO DE CONDOMÍNIO CENTRO EMPRESARIAL ASSIS CHATEAUBRIAND LOTE 01 SETOR DE RÁDIO E TV SUL

CONVENÇÃO DE CONDOMÍNIO CENTRO EMPRESARIAL ASSIS CHATEAUBRIAND LOTE 01 SETOR DE RÁDIO E TV SUL GRUPO OK CONSTRUÇÕES E INCORPORAÇÕES S/A, empresa com sede na rua Guararapes, no 1855, Conjunto 101, do 10º andar, Brooklin Novo, na cidade de São Paulo-SP, inscrita no CGC/MF sob o no 01.535.160/0001-06,

Leia mais

NORTE: Com o Loteamento Veneza (Antiga Chácara 55) LESTE: Com a quadra 148 (Aeroporto); SUL: Com a Chácara 53; OESTE: Com a Rua Renascença.

NORTE: Com o Loteamento Veneza (Antiga Chácara 55) LESTE: Com a quadra 148 (Aeroporto); SUL: Com a Chácara 53; OESTE: Com a Rua Renascença. DECRETO N o 1487/2006 DATA: 27 de janeiro de 2006. SÚMULA: Aprova, com ressalvas, o Loteamento denominado LOTEAMENTO ALPHAVILLE. MARINO JOSE FRANZ, Prefeito Municipal de Lucas do Rio Verde, Estado de Mato

Leia mais

LEI Nº 4.486 DE 28 DE OUTUBRO DE 2014

LEI Nº 4.486 DE 28 DE OUTUBRO DE 2014 LEI Nº 4.486 DE 28 DE OUTUBRO DE 2014 DISPÕE sobre a aprovação de projetos de condomínios residenciais, horizontal e vertical, no perímetro urbano do Município de Não-Me-Toque... TEODORA BERTA SOUILLJEE

Leia mais

MEMORIAL DE INCORPORAÇÃO

MEMORIAL DE INCORPORAÇÃO 1 MEMORIAL DE INCORPORAÇÃO Objetiva a incorporadora a efetivação da construção, sob o regime de incorporação, de um condomínio residencial de 17 (dezessete) casas, com a denominação CONDOMÍNIO RESERVA

Leia mais

DECRETO 1954, DE 07 DE JULHO DE

DECRETO 1954, DE 07 DE JULHO DE DECRETO N o 1954, DE 07 DE JULHO DE 2009 Aprova o loteamento urbano denominado Loteamento Urbano Jardim Europa., de Lucas do Rio Verde, Estado de Mato Grosso, no uso de suas atribuições legais, em especial

Leia mais

RESIDENCIAL SANTA MONICA MEMORIAL DESCRITIVO ANEXO I

RESIDENCIAL SANTA MONICA MEMORIAL DESCRITIVO ANEXO I RESIDENCIAL SANTA MONICA MEMORIAL DESCRITIVO ANEXO I CONTRATO N.º ANEXO I MEMORIAL DESCRITIVO DO RESIDENCIAL SANTA MÔNICA A INFRAESTRUTURA DE IMPLANTAÇÃO DO LOTEAMENTO RESIDENCIAL SANTA MONICA OBEDECERÁ

Leia mais

PREFEITURA DE PALMAS SECRETARIA MUNICIPAL DE ASSUNTOS JURÍDICOS

PREFEITURA DE PALMAS SECRETARIA MUNICIPAL DE ASSUNTOS JURÍDICOS LEI COMPLEMENTAR Nº 292, DE 3 DE FEVEREIRO DE 2014. Dispõe sobre a criação da Zona Especial de Interesse Social ZEIS Palmas Sul, estabelece normas para a implantação de Empreendimento Habitacional de Interesse

Leia mais

MEMORIAL DESCRITIVO NOVO MUNDO EMPRESARIAL - RESERVA DO PAIVA

MEMORIAL DESCRITIVO NOVO MUNDO EMPRESARIAL - RESERVA DO PAIVA MEMORIAL DESCRITIVO NOVO MUNDO EMPRESARIAL - RESERVA DO PAIVA O empreendimento imobiliário NOVO MUNDO EMPRESARIAL, a ser implantado na Reserva do Paiva, à Avenida A, Quadra F-1, Lote 4A2, Praia do Paiva,

Leia mais

MEMORIAL DE INCORPORAÇÃO TORRE PARNASO

MEMORIAL DE INCORPORAÇÃO TORRE PARNASO AO CARTÓRIO DE REGISTRO DE IMÓVEIS DO 2º OFÍCIO. BELÉM PA. LUXEMBURGO INCORPORADORA LTDA, empresa com sede em Belém, Estado do Pará, na Rua João Balbi nº 167, sala 107, bairro Nazaré, inscrita no CNPJ/MF

Leia mais

M E M O R I A L D E I N C O R P O R A Ç Ã O

M E M O R I A L D E I N C O R P O R A Ç Ã O M E M O R I A L D E I N C O R P O R A Ç Ã O CONDOMÍNIO EDIFÍCIO IBIS IBIRAPUERA Avenida Santo Amaro, n.º 1.411 24º. Subdistrito Indianópolis 14ª. Circunscrição Imobiliária da Capital S.P I -LOCALIZAÇÃO

Leia mais

Clima suíço, a 1.600 metros de altitude, em um vale no alto da Serra da Mantiqueira

Clima suíço, a 1.600 metros de altitude, em um vale no alto da Serra da Mantiqueira O : está localizado em Monte Verde, uma das mais belas e preservadas regiões montanhosas do país Clima suíço, a 1.600 metros de altitude, em um vale no alto da Serra da Mantiqueira Localização Privilegiada:

Leia mais

Clima suíço, a 1.600 metros de altitude, em um vale no alto da Serra da Mantiqueira

Clima suíço, a 1.600 metros de altitude, em um vale no alto da Serra da Mantiqueira O : está localizado em Monte Verde, uma das mais belas e preservadas regiões montanhosas do país Clima suíço, a 1.600 metros de altitude, em um vale no alto da Serra da Mantiqueira Localização Privilegiada:

Leia mais

PROCEDIMENTO PARA ELABORAÇÃO DO PROJETO DE ARQUITETURA

PROCEDIMENTO PARA ELABORAÇÃO DO PROJETO DE ARQUITETURA 1. PROCEDIMENTO PARA ELABORAÇÃO DO PROJETO DE Para primeira análise: I. Levantamento Planialtimétrico; II. Projeto de Arquitetura III. Memorial de Cálculo de Área Construída e Memorial de Cálculo de Área

Leia mais

LAUDO DE CARACTERIZAÇÃO AMBIENTAL

LAUDO DE CARACTERIZAÇÃO AMBIENTAL LAUDO DE CARACTERIZAÇÃO AMBIENTAL INTERESSADO: IMOBILIÁRIA PARQUE BRASIL LTDA DENOMINAÇÃO: LOTEAMENTO RESIDENCIAL VILA REAL FINALIDADE: LAUDO TÉCNICO PARA CUMPRIMENTO DA LEI MUNICIPAL 4.123 DE 04/05/2007

Leia mais

LAUDO TÉCNICO DE AVALIAÇÃO Avenida Bandeirantes nº 1.705 Vila Isabel Ribeirão Preto/SP. CPI Conselho do Patrimônio Imobiliário

LAUDO TÉCNICO DE AVALIAÇÃO Avenida Bandeirantes nº 1.705 Vila Isabel Ribeirão Preto/SP. CPI Conselho do Patrimônio Imobiliário LAUDO TÉCNICO DE AVALIAÇÃO Avenida Bandeirantes nº 1.705 Vila Isabel Ribeirão Preto/SP CPI Conselho do Patrimônio Imobiliário Coordenadas Geográfica: W 47.840000 S 21.178888 2 de 11 FICHA CADASTRAL DO

Leia mais

PROCEDIMENTO PARA ELABORAÇÃO DO PROJETO DE ARQUITETURA

PROCEDIMENTO PARA ELABORAÇÃO DO PROJETO DE ARQUITETURA 1. PROCEDIMENTO PARA ELABORAÇÃO DO PROJETO DE Para primeira análise: I. Levantamento Planialtimétrico; II. Projeto de Arquitetura 1 via; III. Memorial de Cálculo de Área Construída e Memorial de Cálculo

Leia mais

MANUAL PARA APRESENTAÇÃO DOS PROJETOS

MANUAL PARA APRESENTAÇÃO DOS PROJETOS MANUAL PARA APRESENTAÇÃO DOS PROJETOS 1 1. AUTORIZAÇÕES E CADASTRAMENTO: Para entrada de profissionais e execução de serviços como LEVANTAMENTO PLANIALTIMÉTRICO e SONDAGEM, será necessária a autorização

Leia mais

Passo Fundo, 07 de junho de 2013. MENSAGEM Nº 29/2013

Passo Fundo, 07 de junho de 2013. MENSAGEM Nº 29/2013 Senhor Presidente, Passo Fundo, 07 de junho de 2013. MENSAGEM Nº 29/2013 Para os efeitos legais estou submetendo a deliberação dessa Câmara Municipal a seguinte matéria: PROJETO DE LEI EMENTA: AUTORIZA

Leia mais

APROVAÇÃO E LICENÇA - RESIDENCIAL UNIFAMILIAR

APROVAÇÃO E LICENÇA - RESIDENCIAL UNIFAMILIAR APROVAÇÃO E LICENÇA - RESIDENCIAL UNIFAMILIAR 1. Formulário Padrão (fornecido pelo IMPLURB) devidamente preenchido, sendo imprescindível conter o nome do interessado, número do telefone, número do celular

Leia mais

LAUDO DE AVALIAÇÃO. b) Com base no Protocolo e no Balanço Geral encerrado em 12/12/2006, AVALIAMOS:

LAUDO DE AVALIAÇÃO. b) Com base no Protocolo e no Balanço Geral encerrado em 12/12/2006, AVALIAMOS: 1 CONSULT CONSULTORIA EMPRESARIAL, pessoa jurídica de direito privado, com sede e foro em Curitiba, PR, na Rua Mateus Leme, 2004, 1º andar, inscrita no CNPJ (MF) sob nº. 77.371.854/0001-09 e no CRC/PR

Leia mais

LOTEAMENTO VILLAGGIO DI FIRENZE Av. Dr. Armando Sales de Oliveira Nº 400 Franca - SP

LOTEAMENTO VILLAGGIO DI FIRENZE Av. Dr. Armando Sales de Oliveira Nº 400 Franca - SP LOTEAMENTO VILLAGGIO DI FIRENZE Av. Dr. Armando Sales de Oliveira Nº 400 Franca - SP CARTILHA DE CONSTRUÇÃO Seguem especificações para as construções nos lotes do Loteamento Villaggio Di Firenze: A) Conforme

Leia mais

Condomínios & Associações: principais diferenças

Condomínios & Associações: principais diferenças Condomínios & Associações: principais diferenças Por Mariangela Iamondi Machado CNPJ Despersonalizado Condomínio Associação de Proprietários em Loteamentos CNPJ idêntico a de empresas Não pode adquirir

Leia mais

LAUDO TÉCNICO DE AVALIAÇÃO DE IMÓVEL

LAUDO TÉCNICO DE AVALIAÇÃO DE IMÓVEL LAUDO TÉCNICO DE AVALIAÇÃO DE IMÓVEL Rua Ceará, nº 2855 São Joaquim da Barra/SP CPI Conselho do Patrimônio Imobiliário Coordenadas Geográfica: W 47.872444 S 20.585111 2 FICHA CADASTRAL DO IMÓVEL 1. VALOR

Leia mais

PROJETO LEI Nº Autoria do Projeto: Senador José Sarney

PROJETO LEI Nº Autoria do Projeto: Senador José Sarney PROJETO LEI Nº Autoria do Projeto: Senador José Sarney Dispõe sobre loteamento fechado de áreas consolidadas regularizadas ou em fase de regularização, altera em parte as Leis n 6.766/79 e n 6.015/73 e

Leia mais

PROGRAMA PARAISÓPOLIS Regularização Fundiária

PROGRAMA PARAISÓPOLIS Regularização Fundiária PROGRAMA PARAISÓPOLIS Regularização Fundiária POLÍTICA HABITACIONAL DA CIDADE DE SÃO PAULO Plano Diretor Estratégico do Município (Lei 13.430/02, art. 79): Moradia digna é aquela que garante ao morador

Leia mais

Processo nº 37758/2014. ML-27/2015 Encaminha Projeto de Lei.

Processo nº 37758/2014. ML-27/2015 Encaminha Projeto de Lei. ML-27/2015 Encaminha Projeto de Lei. São Bernardo do Campo, 15 de setembro de 2015. PROJETO DE LEI N. 33/15 PROTOCOLO GERAL N. 4.325/15 Senhor Presidente: Encaminhamos a Vossa Excelência, para apreciação

Leia mais

MEMORIAL DE INCORPORAÇÃO SOFT INN SÃO PAULO BUSINESS HOTEL

MEMORIAL DE INCORPORAÇÃO SOFT INN SÃO PAULO BUSINESS HOTEL MEMORIAL DE INCORPORAÇÃO SOFT INN SÃO PAULO BUSINESS HOTEL I. DENOMINAÇÃO E LOCALIZAÇÃO O Empreendimento objeto da presente incorporação denominar-se-á SOFT INN SÃO PAULO BUSINESS HOTEL, a situar-se na

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE PALMAS SECRETARIA MUNICIPAL DE GOVERNO

PREFEITURA MUNICIPAL DE PALMAS SECRETARIA MUNICIPAL DE GOVERNO LEI COMPLEME TAR º 203, DE 17 DE MARÇO DE 2010 Regulamenta os usos admitidos e índices urbanísticos da Área de Urbanização de Interesse Turístico - AUIT do município de Palmas seguinte Lei: O PREFEITO

Leia mais

REGULAMENTO DO SISTEMA DE ABASTECIMENTO DE ÁGUA E DA DISPOSIÇÃO DOS EFLUENTES SANITÁRIOS DO LOTEAMENTO NINHO VERDE I

REGULAMENTO DO SISTEMA DE ABASTECIMENTO DE ÁGUA E DA DISPOSIÇÃO DOS EFLUENTES SANITÁRIOS DO LOTEAMENTO NINHO VERDE I REGULAMENTO DO SISTEMA DE ABASTECIMENTO DE ÁGUA E DA DISPOSIÇÃO DOS EFLUENTES SANITÁRIOS DO LOTEAMENTO NINHO VERDE I 1. O presente Regulamento objetiva estabelecer regras gerais de uso do sistema de abastecimento

Leia mais

PROCEDIMENTO PARA ELABORAÇÃO DO PROJETO DE ARQUITETURA

PROCEDIMENTO PARA ELABORAÇÃO DO PROJETO DE ARQUITETURA 1. PROCEDIMENTO PARA ELABORAÇÃO DO PROJETO DE Para primeira análise: I. Levantamento Planialtimétrico; II. Projeto de Arquitetura via física e via digital; III. Memorial de Cálculo de Área Construída e

Leia mais

INFORMAÇÕES GERAIS VERT RESIDENCIAL CLUBE LOTEAMENTO

INFORMAÇÕES GERAIS VERT RESIDENCIAL CLUBE LOTEAMENTO INFORMAÇÕES GERAIS VERT RESIDENCIAL CLUBE LOTEAMENTO LOCALIZAÇÃO: Os terrenos onde serão implantados os empreendimentos localizam-se na Estrada de Rodagem Venda das Pedras, RJ 114, Km 5 (Estrada Maricá/Itaboraí),

Leia mais

LOTEAMENTO RESIDENCIAL UNIP / CAMPO NOVO BAURU

LOTEAMENTO RESIDENCIAL UNIP / CAMPO NOVO BAURU LOTEAMENTO RESIDENCIAL UNIP / CAMPO NOVO BAURU ESTUDO DE IMPACTO NO TRÁFEGO ECOVITA INCORPORADORA E CONSTRUTORA MARÇO/2014 1 INDICE INTRODUÇÃO...2 1. EMPREENDIMENTO...3 1.1 ATIVIDADES E DIMENSÕES...3 1.2

Leia mais

SAN.T.IN.NT 33. A.R.T.: Anotação de Responsabilidade Técnica do Conselho Regional de Engenharia e Arquitetura CREA;

SAN.T.IN.NT 33. A.R.T.: Anotação de Responsabilidade Técnica do Conselho Regional de Engenharia e Arquitetura CREA; 1 / 5 SUMÁRIO: 1. FINALIDADE 2. ÂMBITO DE APLICAÇÃO 3. DEFINIÇÕES 4. PROCEDIMENTOS 5. REFERÊNCIAS 6. ANEXOS 1. FINALIDADE Esta Norma tem como finalidade disciplinar e padronizar os procedimentos para liberação

Leia mais

Programa Paraisópolis

Programa Paraisópolis Programa Paraisópolis Identificação das Comunidades Cemitério Getsemani Jd. Colombo Paraisópolis Porto Seguro Cemitério do Morumbi Colégio Visconde de Porto Seguro Programa Paraisópolis Caracterização

Leia mais

LAUDO DE CARACTERIZAÇÃO AMBIENTAL

LAUDO DE CARACTERIZAÇÃO AMBIENTAL LAUDO DE CARACTERIZAÇÃO AMBIENTAL INTERESSADO: CONDOMÍNIO RESIDENCIAL BOUGAINVILLEA DENOMINAÇÃO: CONDOMÍNIO RESIDENCIAL BOUGAINVILLEA FINALIDADE: LAUDO TÉCNICO PARA CUMPRIMENTO DA LEI MUNICIPAL 4.123 DE

Leia mais

Laudo Técnico Ambiental

Laudo Técnico Ambiental E-MAIL: tnm_1984@hotmail.com Laudo Técnico Ambiental Atendimento a Notificação Nº 104/2013 Laudo Anual para Atender as exigências da Lei nº 4.123 de 04 de maio de 2007. Ano de referência: 2012 Valinhos

Leia mais

MANUAL DO CONSTRUTOR

MANUAL DO CONSTRUTOR 1. SOLICITAÇÕES PARA INÍCIO DA OBRA 01 jogo do projeto de arquitetura aprovado; Autorização para Construção emitida pela Associação Jardins Ibiza. 2. IMPLANTAÇÃO DO CANTEIRO DE OBRA 2.1 Fechamento do canteiro

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE NEPOMUCENO

PREFEITURA MUNICIPAL DE NEPOMUCENO Nepomuceno, 20 de julho de 2015. MENSAGEM Nº 022/2015 DD. Presidente da Câmara Municipal de NEPOMUCENO MG EXMO. SR. FRANCISCO RICARDO GATTINI Senhor Presidente, Com meus cordiais e respeitosos cumprimentos,

Leia mais

MEMORIAL DESCRITIVO CONDOMÍNIO VILLA JARDIM

MEMORIAL DESCRITIVO CONDOMÍNIO VILLA JARDIM MEMORIAL DESCRITIVO CONDOMÍNIO VILLA JARDIM O Empreendimento CONDOMÍNIO VILLA JARDIM está situado na continuação da Avenida estrutural projetada pelo município, no bairro Ribeirão do Lipa, no município

Leia mais

AULA 3. Aspectos Técnicos da Regularização Fundiária.

AULA 3. Aspectos Técnicos da Regularização Fundiária. Regularização Fundiária de Assentamentos Informais em Áreas Urbanas Disciplina: Regularização Fundiária e Plano Diretor Unidade 03 Professor(a): Laura Bueno e Pedro Monteiro AULA 3. Aspectos Técnicos da

Leia mais

MANUAL PARA APRESENTAÇÃO DE PROJETOS

MANUAL PARA APRESENTAÇÃO DE PROJETOS MANUAL PARA APRESENTAÇÃO DE PROJETOS 1 AUTORIZAÇÕES E CADASTRAMENTO Para entrada de profissionais e execução de serviços como LEVANTAMENTO PLANIALTIMÉTRICO e SONDAGEM, será necessária a autorização por

Leia mais

APRESENTAÇÃO DE PROJETOS

APRESENTAÇÃO DE PROJETOS Este informativo foi elaborado visando a padronização para a Apresentação de Projetos junto ao da Associação, para que a análise e a aprovação de projetos transcorram de forma mais rápida e eficiente.

Leia mais

Prefeitura Municipal de Lagoa Santa

Prefeitura Municipal de Lagoa Santa CEP 33400-000 - ESTADO DE MINAS GERAIS LEI Nº 3.318, DE 12 DE SETEMBRO DE 2012 Dispõe sobre a implantação do Programa "Minha Casa, Minha Vida" - para famílias com renda entre 3 (três)e 6 (seis) salários

Leia mais

MINUTA RESERVA DO PAIVA LOTEAMENTO PAIVA CONDOMÍNIO VARANDA DO PARQUE CONVENÇÃO DE CONDOMÍNIO

MINUTA RESERVA DO PAIVA LOTEAMENTO PAIVA CONDOMÍNIO VARANDA DO PARQUE CONVENÇÃO DE CONDOMÍNIO MINUTA RESERVA DO PAIVA LOTEAMENTO PAIVA CONDOMÍNIO VARANDA DO PARQUE CONVENÇÃO DE CONDOMÍNIO 1 CONDOMÍNIO VARANDA DO PARQUE CONVENÇÃO DE CONDOMÍNIO - Lei Federal número 4.591 de 16 de dezembro de 1964,

Leia mais

PORTFÓLIO DO IMÓVEL DA IPESU / FADISC SÃO CARLOS ALIENAÇÃO POR INICIATIVA PARTICULAR. 18 de DEZEMBRO de 2014

PORTFÓLIO DO IMÓVEL DA IPESU / FADISC SÃO CARLOS ALIENAÇÃO POR INICIATIVA PARTICULAR. 18 de DEZEMBRO de 2014 PORTFÓLIO DO IMÓVEL DA IPESU / FADISC SÃO CARLOS ALIENAÇÃO POR INICIATIVA PARTICULAR 18 de DEZEMBRO de 2014 Propostas deverão ser formalizadas por escrito e endereçadas à 1ª Vara do Trabalho de São Carlos

Leia mais

11 3159 1970 www.apiacasarquitetos.com.br RESIDENCIAL QUINTA DE JUQUEHY. Juquehy - SP - 2010

11 3159 1970 www.apiacasarquitetos.com.br RESIDENCIAL QUINTA DE JUQUEHY. Juquehy - SP - 2010 RESIDENCIAL QUINTA DE JUQUEHY Juquehy - SP - 2010 MEMORIAL Implantação O estudo da implantação do condomínio foi desenvolvido com a premissa de reservar a maior parte da área não construída para jardins,

Leia mais

Sociedade loteamento MONT BLANC PROCEDIMENTO PARA INÍCIO DE OBRA

Sociedade loteamento MONT BLANC PROCEDIMENTO PARA INÍCIO DE OBRA PROCEDIMENTO PARA INÍCIO DE OBRA 1. Apresentar cópia de Planta Aprovada pela Prefeitura Municipal de Campinas, cópia do Alvará de Execução para liberação de obra e cópia da ART recolhida do responsável

Leia mais

CHECK LIST DE AVALIAÇÃO DE IMÓVEL

CHECK LIST DE AVALIAÇÃO DE IMÓVEL 1 2 MUNICIPIO: DATA DA VISITA: DIA MÊS ANO HORA 00:00 3 4. LOTE LOJA 4 4.1 RESPONSAVEL: TIPO DE LOCALIZAÇÃO SITUAÇÃO INSERIR O NOME DO RESPONSÁVEL TÉCNICO GALPÃO LOJA EM SHOPPING ENDEREÇO INSERIR ENDEREÇO

Leia mais

I DOCUMENTOS NECESSÁRIOS PARA SOLICITAÇÃO DE LICENÇA PRÉVIA (LP) IMOBILIÁRIO

I DOCUMENTOS NECESSÁRIOS PARA SOLICITAÇÃO DE LICENÇA PRÉVIA (LP) IMOBILIÁRIO I DOCUMENTOS NECESSÁRIOS PARA SOLICITAÇÃO DE LICENÇA PRÉVIA (LP) IMOBILIÁRIO ( ) Este documento Requerimento padrão do empreendedor ou representante legal; deve ser preenchido e assinado pelo requerente

Leia mais

Norma Técnica Interna SABESP NTS 024

Norma Técnica Interna SABESP NTS 024 Norma Técnica Interna SABESP NTS 024 REDES DE DISTRIBUIÇÃO DE ÁGUA Elaboração de Projetos Procedimento São Paulo Maio - 1999 NTS 024 : 1999 Norma Técnica Interna SABESP S U M Á R I O 1 RECOMENDAÇÕES DE

Leia mais

ESTUDO DE IMPACTO DE VIZINHANÇA -CENTRO COMERCIAL

ESTUDO DE IMPACTO DE VIZINHANÇA -CENTRO COMERCIAL 2013 ESTUDO DE IMPACTO DE VIZINHANÇA -CENTRO COMERCIAL IAB ADMINISTRADORA DE BENS LTDA, CNPJ 08.111.520/0001 POMERODE/SC 03/10/2013 Dados do Projeto O projeto trata-se do empreendimento de um Centro Comercial

Leia mais

Art. 2º Esta Resolução entra em vigor na data de sua publicação. Heber Xavier Ferreira Coordenador do COPLAN/ALTO VALE

Art. 2º Esta Resolução entra em vigor na data de sua publicação. Heber Xavier Ferreira Coordenador do COPLAN/ALTO VALE RESOLUÇÃO COPLAN Nº 001/2012 O Coordenador do COPLAN/ALTO VALE, no exercício de suas atribuições e, atendendo a deliberação ocorrida na reunião ordinária do dia 07/12/2011, resolve: Art. 1º Fica aprovado,

Leia mais

EMARKI CONSTRUÇÃO E INCORPORAÇÃO - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS.

EMARKI CONSTRUÇÃO E INCORPORAÇÃO - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS. A melhor localização de Águas Claras Surpreenda seus clientes com estilo. No comércio, o ponto é tudo! Na região que vem se consolidando como maior centro comercial de Águas Claras, nasce o Supremo Mall,

Leia mais

2.2. LOCALIZAÇÃO: Rua Bento Gonçalves e Av. General Osório, lotes 2 e 20 e parte lote 01, cidade de Torres-RS.

2.2. LOCALIZAÇÃO: Rua Bento Gonçalves e Av. General Osório, lotes 2 e 20 e parte lote 01, cidade de Torres-RS. PINHO INCORPORADORA E CONSTRUTORA LTDA. CNPJ: 08.220.002/001-06 Sócio-Proprietário: Joelsio Caetano Pinho CPF: 383.118.520.49 Endereço: Av. Benjamin Constant, 123, Centro, Torres-RS. INCORPORAÇÃO DO EDIFICIO

Leia mais

EDITAL DE LEILÃO EXTRAJUDICIAL E INTIMAÇÃO ALEXANDRO DA SILVA LACERDA - LEILOEIRO PÚBLICO

EDITAL DE LEILÃO EXTRAJUDICIAL E INTIMAÇÃO ALEXANDRO DA SILVA LACERDA - LEILOEIRO PÚBLICO EDITAL DE LEILÃO EXTRAJUDICIAL E INTIMAÇÃO ALEXANDRO DA SILVA LACERDA - LEILOEIRO PÚBLICO EDITAL DE LEILÃO EXTRAJUDICIAL E INTIMAÇÃO Alexandro da Silva Lacerda, CPF. 042.440.677-28 Leiloeiro Público, com

Leia mais

LEI N.º 4.598/15 DE 28 DE JULHO DE 2015

LEI N.º 4.598/15 DE 28 DE JULHO DE 2015 LEI N.º 4.598/15 DE 28 DE JULHO DE 2015 Dispõe sobre condomínios por unidades autônomas e dá outras providências... TEODORA BERTA SOUILLJEE LÜTKEMEYER, PREFEITA DO MUNICÍPIO DE NÃO-ME-TOQUE/RS. FAÇO SABER

Leia mais

MANUAL PARA APRESENTAÇÃO DE PROJETOS NO LOTEAMENTO ALPHAVILLE MOSSORÓ

MANUAL PARA APRESENTAÇÃO DE PROJETOS NO LOTEAMENTO ALPHAVILLE MOSSORÓ MANUAL PARA APRESENTAÇÃO DE PROJETOS NO LOTEAMENTO ALPHAVILLE MOSSORÓ Associação Alphaville Mossoró Janeiro- 2014 ORIENTAÇÕES PARA APRESENTAÇÃO DE PROJETOS 1. PROJETOS DE REMEMBRAMENTO E / OU DESMEBRAMENTO

Leia mais

ESTADO DA BAHIA PREFEITURA MUNICIPAL DE ILHÉUS GABINETE DO PREFEITO LEI Nº 3.745, DE 09 DE OUTUBRO DE 2015.

ESTADO DA BAHIA PREFEITURA MUNICIPAL DE ILHÉUS GABINETE DO PREFEITO LEI Nº 3.745, DE 09 DE OUTUBRO DE 2015. LEI Nº 3.745, DE 09 DE OUTUBRO DE 2015. Dispõe sobre loteamento urbano fechado, condomínio horizontal fechado, responsabilidade do incorporador e loteador, concessão de uso e dá outras providências. O

Leia mais

SISTEMA DE MEDIÇÃO E LEITURA CENTRALIZADA SMLC

SISTEMA DE MEDIÇÃO E LEITURA CENTRALIZADA SMLC SISTEMA DE MEDIÇÃO E LEITURA CENTRALIZADA SMLC Especificação para implantação de infra-estrutura Diretoria de Redes Gerência de Engenharia da Distribuição Coordenação de Engenharia SISTEMA DE MEDIÇÃO E

Leia mais

ORIENTAÇÕES BÁSICAS Lei Complementar 06/2013

ORIENTAÇÕES BÁSICAS Lei Complementar 06/2013 ORIENTAÇÕES BÁSICAS Lei Complementar 06/2013 Secretaria Municipal do Planejamento, Meio Ambiente, Ciência e Tecnologia A Prefeitura de Araguaína desenvolveu esta Cartilha para orientar a população sobre

Leia mais

REDES SUBTERRÂNEAS DE ENERGIA ELÉTRICA / 2013 EXPO & FORUM

REDES SUBTERRÂNEAS DE ENERGIA ELÉTRICA / 2013 EXPO & FORUM REDES SUBTERRÂNEAS DE ENERGIA ELÉTRICA / 2013 EXPO & FORUM 1 ND 3.5 PROJETOS PARA REDES DE DISTRIBUIÇÃO SUBTERRÂNEAS EM CONDOMÍNIOS E LOTEAMENTOS Roberto Carlos de Souza - CEMIG Erivaldo Costa Couto -

Leia mais

ORIENTAÇÕES INICIAIS PARA PROPRIETÁRIOS E ARQUITETOS

ORIENTAÇÕES INICIAIS PARA PROPRIETÁRIOS E ARQUITETOS 1. ROTEIRO PARA APROVAÇÃO E LIBERAÇÃO DE PROJETOS E OBRAS: PROJETOS A. Aprovação do Projetos pelo Depto. Técnico da Associação B. Aprovação do Projeto e Solicitação de Alvará de Construção na Prefeitura

Leia mais

CONCESSÃO DE VIABILIDADE TÉCNICA PARA NOVOS EMPREENDIMENTOS ENG.006.03.2015

CONCESSÃO DE VIABILIDADE TÉCNICA PARA NOVOS EMPREENDIMENTOS ENG.006.03.2015 CONCESSÃO DE VIABILIDADE TÉCNICA PARA NOVOS EMPREENDIMENTOS ENG.006.03.2015 OBJETIVO Estabelecer as regras e procedimentos para concessão de viabilidade técnica, aprovação de projetos e acompanhamento

Leia mais

DIRETRIZES DO CADASTRO TÉCNICO DE REDES DE ESGOTOS SANITÁRIOS

DIRETRIZES DO CADASTRO TÉCNICO DE REDES DE ESGOTOS SANITÁRIOS DIRETRIZES DO CADASTRO TÉCNICO DE REDES DE ESGOTOS SANITÁRIOS 1. OBJETIVO Esta Diretriz fixa as condições exigíveis na elaboração de plantas e relatórios detalhados do cadastro de redes de coleta de esgoto,

Leia mais

MANUAL DO PROPRIETÁRIO

MANUAL DO PROPRIETÁRIO MANUAL DO PROPRIETÁRIO JÁ NAS BOAS-VINDAS, A CERTEZA DE TER FEITO O MELHOR NEGÓCIO. Parabéns! Agora, na melhor localização de Palhoça, você vai longe. E a Lumis tem orgulho em fazer parte desta importante

Leia mais

No meio urbano o desenvolvimento econômico passa pela relação entre os indivíduos, as edificações e os meios de deslocamento.

No meio urbano o desenvolvimento econômico passa pela relação entre os indivíduos, as edificações e os meios de deslocamento. No meio urbano o desenvolvimento econômico passa pela relação entre os indivíduos, as edificações e os meios de deslocamento. Pólos Geradores de Tráfego As cidades brasileiras vivem um momento de mudança

Leia mais

PREFEITURA DE SÃO LUÍS SECRETARIA MUNICIPAL DE URBANISMO E HABITAÇÃO - SEMURH

PREFEITURA DE SÃO LUÍS SECRETARIA MUNICIPAL DE URBANISMO E HABITAÇÃO - SEMURH Documentos pessoais do requerente; Certidão Negativa do IPTU; Documento de responsabilidade técnica emitido pelo CREA ou CAU; Declaração do engenheiro ou arquiteto responsável pela obra; Aprovação do projeto

Leia mais

Prefeitura Municipal de Registro

Prefeitura Municipal de Registro Prefeitura Municipal de Registro Departamento Municipal de Administração Rua José Antônio de Campos, nº 250 Centro CEP: 11.900-000 Registro SP Fone: (13) 3828-1000 Fax: (13) 3821-2565 e-mail prefeitura@registro.sp.gov.br

Leia mais

Instruções Técnicas Licenciamento Prévio para Destinação Final de RESIDUOS DE FOSSA SÉPTICA

Instruções Técnicas Licenciamento Prévio para Destinação Final de RESIDUOS DE FOSSA SÉPTICA Instruções Técnicas Licenciamento Prévio para Destinação Final de RESIDUOS DE FOSSA SÉPTICA DISA INSTRUÇÕES PARA PREENCHIMENTO: As instruções necessárias para o preenchimento da folha de rosto deste formulário,

Leia mais

Dados do Produto. Ar Condicionado: ponto dreno + carga elétrica (sala e dormitório)

Dados do Produto. Ar Condicionado: ponto dreno + carga elétrica (sala e dormitório) FICHA TÉCNICA Projeto Arquitetônico: Gkalili Arquitetura Design de Fachada: Triptyque Arquitetura Projeto Paisagístico: EKF Arquitetura paisagística Projeto Decoração: Triptyque Arquitetura Dados do Produto

Leia mais

ESCLARECIMENTO DE DÚVIDAS Nº 003/LCIC-2/2014 27/05/2014 CONCORRÊNCIA Nº 004/DALC/SBCT/2014

ESCLARECIMENTO DE DÚVIDAS Nº 003/LCIC-2/2014 27/05/2014 CONCORRÊNCIA Nº 004/DALC/SBCT/2014 ESCLARECIMENTO DE DÚVIDAS Nº 003/LCIC-2/2014 27/05/2014 CONCORRÊNCIA Nº 004/DALC/SBCT/2014 CONCESSÃO DE USO DE ÁREAS DESTINADAS À IMPLANTAÇÃO E EXPLORAÇÃO COMERCIAL DE HOTEL NO AEROPORTO INTERNACIONAL

Leia mais

DIRETORIA DE ENGENHARIA. ADMINISTRAÇÃO DA FAIXA DE DOMÍNIO Autorização para implantação de oleodutos.

DIRETORIA DE ENGENHARIA. ADMINISTRAÇÃO DA FAIXA DE DOMÍNIO Autorização para implantação de oleodutos. fls. 1/5 ÓRGÃO: DIRETORIA DE ENGENHARIA MANUAL: ADMINISTRAÇÃO DA FAIXA DE DOMÍNIO Autorização para implantação de oleodutos. PALAVRAS-CHAVE: Faixa de Domínio, oleodutos. APROVAÇÃO EM: Portaria SUP/DER-

Leia mais

Juízo de Direito da 2ª Vara Cível da Comarca de Ponta Grossa - PR Cartório do 2º Ofício Cível

Juízo de Direito da 2ª Vara Cível da Comarca de Ponta Grossa - PR Cartório do 2º Ofício Cível imóvel (eis) e/ou móvel (is) de propriedade do (a) devedor (a) PAULO ROBERTO RIBEIRO (CNPJ/MF nº CPF/MF nº ). Processo nº: 0004936-88.2003.8.16.0019; Exeqüente: ESPÓLIO DE LUIZ ALBERTO RIBEIRO; Executado

Leia mais

IMAGEM MERAMENTE ILUSTRATIVA. LOTEAMENTO FECHADO

IMAGEM MERAMENTE ILUSTRATIVA. LOTEAMENTO FECHADO IMAGEM MERAMENTE ILUSTRATIVA. LOTEAMENTO FECHADO localização estratégica, infraestrutura e segurança para seu negócio. IMAGEM AÉREA DO LOCAL/202. DRAMATIZAÇÃO DA ÁREA DO LOTEAMENTO. 750m 2 Perspectiva

Leia mais

ORIENTAÇÕES PARA INÍCIO DE OBRA

ORIENTAÇÕES PARA INÍCIO DE OBRA ORIENTAÇÕES PARA INÍCIO DE OBRA Associação Alphaville Salvador Residencial 1 PROCEDIMENTOS PARA INÍCIO DE OBRA 1. Entregar uma cópia do jogo de Plantas Aprovadas pela Prefeitura Municipal de Salvador e

Leia mais

CONVÊNIO Nº 002/87 1.0 - GENERALIDADES.

CONVÊNIO Nº 002/87 1.0 - GENERALIDADES. 1 CONVÊNIO Nº 002/87 TERMO DE CONVÊNIO QUE ENTRE SI CELEBRAM DE UM LADO A PREFEITURA DO MUNICÍPIO DE BARUERI E, DE OUTRO, A SOCIEDADE ALDEIA DA SERRA RESIDENCIAL MORADA DOS PÁSSAROS, PARA A APLICAÇÃO DE

Leia mais

LEI COMPLEMENTAR Nº 777, DE 28 DE OUTUBRO DE 2015.

LEI COMPLEMENTAR Nº 777, DE 28 DE OUTUBRO DE 2015. LEI COMPLEMENTAR Nº 777, DE 28 DE OUTUBRO DE 2015. Dispõe sobre a regularização de obras civis e construções do Conjunto Habitacional Heróphilo Azambuja (IPE II), localizado entre as Avenidas Protásio

Leia mais

Prefeitura INEPAC IPHAN Resumo. 0,5-0,5 0,5 3 pavim. Altura máxima de 13m. 8,5m 15% - - 15% Das Disposições Gerais (IPHAN)

Prefeitura INEPAC IPHAN Resumo. 0,5-0,5 0,5 3 pavim. Altura máxima de 13m. 8,5m 15% - - 15% Das Disposições Gerais (IPHAN) Logradouro: Rua Francisco Manoel, 10 1ª Categoria Terreno: 1400m² Observações: PMP: SIP3 INEPAC: Conjunto XI / 3 IPHAN: 1ª categoria, tipo V Prefeitura INEPAC IPHAN Resumo Taxa de ocupação 30% - 30% 30%

Leia mais

Art. 4º. 264,00 m² 264,00 m²

Art. 4º. 264,00 m² 264,00 m² LEI Nº 2.179/2010 Autoriza a Concessão de Direito Real de Uso Gratuito de Imóvel Municipal, a Afetação e Desafetação de imóveis urbanos e dá outras providências. O Prefeito do Município de Chapada, Estado

Leia mais

Repare nestes pontos ao escolher seu imóvel.

Repare nestes pontos ao escolher seu imóvel. Repare nestes pontos ao escolher seu imóvel. Existem muitos ítens importantes a considerar antes de fechar a compra de um novo imóvel. O Itaú vai ajudar você a ficar alerta à eles e se preparar para evitar

Leia mais

SECRETARIA DE ESTADO DE DESENVOLVIMENTO REGIONAL E POLÍTICA URBANA

SECRETARIA DE ESTADO DE DESENVOLVIMENTO REGIONAL E POLÍTICA URBANA SECRETARIA DE ESTADO DE DESENVOLVIMENTO REGIONAL E POLÍTICA URBANA ROTEIRO PARA ELABORAÇÃO DE PROJETOS DE PARCELAMENTO DO SOLO LOTEAMENTOS E DESMEMBRAMENTOS 04 vias do processo contendo na capa o número

Leia mais

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL BRASIL PREFEITURA DE ESTRELA Rua Julio de Castilhos, 380 Centro Estrela/RS Fone: 39811000

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL BRASIL PREFEITURA DE ESTRELA Rua Julio de Castilhos, 380 Centro Estrela/RS Fone: 39811000 PROJETO DE LEI Nº 044-02/2014 Acrescenta dispositivos à Lei Municipal nº 1.621, de 28 de dezembro de 1979, que dispõe sobre os loteamentos e dá outras providências. Art. 1º Além dos dispositivos constantes

Leia mais

LEI MUNICIPAL COMPLEMENTAR Nº 003/2007

LEI MUNICIPAL COMPLEMENTAR Nº 003/2007 LEI MUNICIPAL COMPLEMENTAR Nº 003/2007 DISPÕE SOBRE O PLANO VIÁRIO DO MUNICÍPIO DE GOIOERÊ EM CONFORMIDADE COM A LEI MUNICIPAL COMPLEMENTAR Nº 001/2007 LEI DO PLANO DIRETOR, E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS. A

Leia mais

ADEQUAÇÃO AO SISTEMA MUNICIPAL DE LICENCIAMENTO AMBIENTAL DOCUMENTOS NECESSÁRIOS

ADEQUAÇÃO AO SISTEMA MUNICIPAL DE LICENCIAMENTO AMBIENTAL DOCUMENTOS NECESSÁRIOS ADEQUAÇÃO AO SISTEMA MUNICIPAL DE LICENCIAMENTO AMBIENTAL DOCUMENTOS NECESSÁRIOS Este documento. Requerimento padrão do empreendedor ou representante legal. Cadastro Descritivo da Atividade - Geral devidamente

Leia mais

O PREFEITO DE SÃO LUÍS, Capital do Estado do Maranhão.

O PREFEITO DE SÃO LUÍS, Capital do Estado do Maranhão. Lei 4.052, de 13 de março de 2002 Define condições para a instalação de pólos geradores de tráfego, estabelecendo-lhes exigências; critérios para quantidade de vagas de carga e descarga, embarque e desembarque,

Leia mais

EXCELENTÍSSIMO SENHOR JUIZ DE DIREITO DA 2ª VARA CÍVEL DA COMARCA DE CORNÉLIO PROCÓPIO-PR

EXCELENTÍSSIMO SENHOR JUIZ DE DIREITO DA 2ª VARA CÍVEL DA COMARCA DE CORNÉLIO PROCÓPIO-PR EXCELENTÍSSIMO SENHOR JUIZ DE DIREITO DA 2ª VARA CÍVEL DA COMARCA DE CORNÉLIO PROCÓPIO-PR Autos nº. 0002843-32.2013.8.16.0075 CLAUDIO TROMBINI BERNARDO, brasileiro, casado, portador da cédula de identidade

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE GRAVATÁ Secretaria de Planejamento e Orçamento Secretaria Executiva de Planejamento Urbano

PREFEITURA MUNICIPAL DE GRAVATÁ Secretaria de Planejamento e Orçamento Secretaria Executiva de Planejamento Urbano PREFEITURA MUNICIPAL DE GRAVATÁ Secretaria de Planejamento e Orçamento Secretaria Executiva de Planejamento Urbano 2014 CONCEITOS GERAIS DOS SERVIÇOS E Lei nº 3401/06 ( Plano Diretor), Lei nº 3420/07 (Código

Leia mais

REGULAMENTO DE EDIFICAÇÕES

REGULAMENTO DE EDIFICAÇÕES REGULAMENTO DE EDIFICAÇÕES Este regulamento sem prejuízo das Restrições Convencionais, tem como objetivo normatizar o direito de utilização e aproveitamento dos lotes, sendo que tais limitações são supletivas

Leia mais

Reunião da Comissão da Indústria

Reunião da Comissão da Indústria Reunião da Comissão da Indústria Imobiliária da Câmara Brasileira da Indústria da Construção CII/CBIC São Paulo, 19 de Junho de 2015. Carteira Administrada Residencial FGTS Segregação das Funções Agente

Leia mais

EDITAL DE 1º E 2º LEILÃO

EDITAL DE 1º E 2º LEILÃO EDITAL DE 1º E 2º LEILÃO Cristiano Branchieri Escola, leiloeiro oficial, estabelecido na Av. Therezinha Pauletti Sanvitto, nº370/53, Bairro Jardim do Shopping, em Caxias do Sul - RS está devidamente autorizado

Leia mais