Dicionário de Comércio Internacional e de Transportes

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Dicionário de Comércio Internacional e de Transportes"

Transcrição

1 Dicionário de Comércio Internacional e de Transportes A Acordo Aberto (Open Account) - Arranjo comercial no qual as mercadorias são embarcadas para um comprador internacional sem garantia de pagamento tal como, L/C ou qualquer outra evidência documental do acordo. Admissão Temporária (Temporary Admission) - Regime que permite a importação de bens que devam permanecer no país durante o prazo fixado, com suspensão e tributos. Os motivos dessa permanência temporária podem ser feiras e eventos, reparos/consertos, testes, amostras, entre outros. Agente de carga - Ver em Forwarder. Apólice de Seguro Aberto (Open Policy) - Um contrato de seguro aberto que protege todos os embarques, de uma região específica ou período de tempo determinada. Isso se refere a aberto, pois não é necessário fazer uma apólice para cada embarque. Agente do Navio (Steamship Agent) - Um representante apontado e autorizado, em um território específico, para agir como agenciador do armador e atender a todos os assuntos relativos aos navios da linha específica. Aluguel de Container - Ver Demurrage. Armazém Alfandegado - Ver Entreposto. Avaria Parcial (Particular Average) - Perda parcial ou prejuízo de mercadorias. AWB (Airwaybill), Conhecimento de Transporte Aéreo - Um contrato de transporte aéreo, não negociável, entre a empresa transportadora e o embarcador. B Back to Back (Importação e Exportação) - Operação regulamentada pelo Banco Central do Brasil, permitindo que empresas brasileiras efetuem compras de mercadorias originárias do Exterior e venda a clientes domiciliados em um terceiro país, sem que haja o ingresso da mercadoria em território brasileiro. Back to Back (Nas Cargas) - Operação de transporte aéreo onde se emite um só master e um só house para a mesma mercadoria, sem consolidação ou quando todos os houses são do mesmo consignatório. BAF (Bunker Adjustment Factor) - Fator de Ajuste de Combustível - Um ajuste nas taxas de embarque para compensar as flutuações no custo do combustível. Também conhecido como Bunker Reajuste de Combustível. A palavra Bunker refere-se ao container de armazenagem de óleo no navio.

2 Bandeira do Transportador (Flag Carrier) - Uma linha aérea ou navio de registro nacional, cujo governo dá um monopólio parcial ou total para que cubram rotas internacionais. BL (Bill of Landing) - Conhecimento de Embarque Marítimo - Um documento emitido por um transportador comum ao embarcador, que serve para: 1- Recibo para a carga embarcada; 2- Uma definição do contrato de carregamento de mercadoria; 3- Um documento que intitula as mercadorias descritas nele; 4- Esse documento é geralmente não negociável, a menos que consignado À Ordem. BL Limpo Ver Prima Face. C CAD (Cash Against Documents) - Valor contra Documento - Uma forma de pagamento de mercadoria, na qual o valor de transferência dos documentos de embarque/venda é dado ao comprador para utilização mediante pagamento de um valor a um intermediário que está agindo pelo vendedor. CAF (Currency Adjustment Factor) - Correção Monetária - Um ajuste nas taxas de frete, pelo transportador, para compensar as variações da moeda estrangeira. Câmara Internacional do Comércio (International Chamber of Commerce) - Uma organização não governamental servindo como advogada diplomática no comércio mundial. Capatazia, THC (Terminal Handling Charge) - Taxa pelo manuseio de carga nos terminais. Carga Coberta (Deck Cargo) - A carga é arrumada no convés do navio ao invés de ser alocada nos porões. Carga Solta - Ver LCL. Carga Volumosa (Bulk Cargo) - Carga solta que é carregada dentro das dependências do navio. Carta de Crédito (Letter of Credit) - Uma ordem de pagamento que o importador contrata junto a um banco, a favor do exportador. Carta de Crédito Confirmada (Confirmed Letter of Credit) - Uma ordem de pagamento que o importador contrata junto a um banco, a favor do exportador, garantida por um terceiro banco de reconhecimento internacional. Certificado de Fabricação (Certificate of Manufacture) - Um documento usado sob Carta de Crédito, contendo a garantia de que as mercadorias foram fabricadas e estão aguardando autorização de embarque sob conta e risco (de prazo) do comprador.

3 Certificado de Inspeção (Inspection Certificate) - Um documento que certifica que o material descrito na documentação encontra-se em boas condições de uso, de acordo com as especificações pré-acordadas na compra/venda. Certificado de Inspeção Fitossanitária (Phytosanitary Inspection Certificate) - Um Certificado emitido pelo departamento de Agricultura do país exportador, que declara ter inspecionado a carga contra pestes e doenças. Certificado de Origem (Certificate of Origin) - Um documento que assegura a origem da mercadoria importada. Utilizado para fins de alfândega, ou negociação entre países estrangeiros, ou ambos. Esse certificado geralmente é emitido por uma organização oficial no país de origem como um Consulado ou Câmara de Comércio. Cabe esclarecer que o documento atesta o país onde a carga foi produzida (origem) e não onde foi embarcada (procedência). CFS (Container Freight Station) - Local de ova e desova de Container - O termo CFS no porto de carregamento significa o local designado pelos transportadores para receberem a carga do container a ser estufado. Quando o termo for designado ao porto de destino do embarque internacional, significa o local onde o container será desovado. Charter - Vôo em que o embarcador contrata o aluguel de uma aeronave para um determinado embarque, porém é um serviço não-programado de vôo comercial (sem pré-escala de horários). Chassis (1) - Uma roda retangular planejada, suportada por molas e eixos de roda, construída para acolher suporte de containers para transporte sob rodas. Chassis (2) - Taxa cobrada na maioria dos portos dos Estados Unidos para movimentação de carga no porto. CIA (Cash in Advance) - Pagamento Antecipado - Um método de pagamento de compra/venda onde o comprador paga antes do embarque da carga. Classificação (Classification) - Um termo para determinar a correta posição tarifária para a admissão alfandegária do material no país de destino ou pagamentos de taxas aduaneiras. Cobrança à Vista (Sight Draft) - Cobrança efetuada mediante apresentação do documento. Código Harmozinado (Harmonized Code) - Um sistema de descrição uniforme classificando mercadorias para alfândega, estatística e outros propósitos, aceito internacionalmente. Código Portuário (Port Marks) - Um grupo de identificações como letras, números ou símbolos geométricos, retirados do nome do porto de destino. Combinação de Navios (Combination Vesseis) - Um tipo de embarque que associa cargas Containers e Break Bulk. Também conhecido como Navio Container /Break Bulk. Conferência (Conference) - Um grupo de operadores de navios que se unem no propósito de estabelecer taxas de frete.

4 Conhecimento de Embarque Aéreo - Ver Air Waybill. Conhecimento de Embarque Marítimo (1) - Ver BL. Conhecimento de Embarque Marítimo (2) - À Bordo, BL, On Board - Documento que assegura que a mercadoria específica foi recebida a bordo do novo designado, ou seja, efetivação do embarque. Conhecimento de Embarque Marítimo (3) - À Ordem, Bill of Landing (BL) Order - Um conhecimento negociável. Existem dois tipos: 1- Uma fatura concedida à ordem do consignatário, possibilitando a ele endossar a fatura a uma terceira parte; 2- Uma fatura concedida à ordem do embarcador e endossada por ele, In Blank (em branco), ficando aos cuidados do portador ou a um consignatário nomeado. O objetivo da fatura posterior é proteger o embarcador contra negociações obtidas do comprador antes que ele tenha pago ou aceito o documento referido (ver também endosso in blank em branco). Consignatário (Consignee) - A pessoa física ou jurídica a quem o vendedor ou embarcador encaminha a mercadoria e, sob apresentação dos documentos, reconhece como responsável, tendo que reconhecer e pagar pelas taxas alfandegárias. Consignador (Consignor) - Um termo usado para descrever qualquer pessoa que consiga mercadorias para si mesmo ou uma terceira parte sob um documento de conhecimento de embarque ou similar. Um consignatário poderia ser o dono da mercadoria, ou um Agente de Cargas que consiga mercadorias de um terceiro. Consolidador (Consolidator) - Um agente que carrega um número de embarques para um único destino para obter taxas preferenciais. Container Refrigerado - Ver Reefer. Controle de Temperatura de Carga (Temperature Controlled Cargo) - Qualquer carga que requer transporte com temperatura controlada. Correção Monetária - Ver CAF. D DDC (Destination Delivery Charge) - Taxa de envio ao destino. Dead Freight - Frete Morto - Taxas de frete pago pelo fretador do navio para contratar um espaço parcialmente ocupado. Demurrage - Aluguel de Container - Despesa cobrada pela companhia marítima pela estadia dos containers. Normalmente existe período de carência para que o importador providencie a devolução do container após a descarga do navio.

5 Densidade (Density) - Unidade de peso por unidade de volume. Documentos Consulares (Consular Documents) - Formulários especiais assinados por um Escritório Consular do país ao qual a carga é destinada. Drawback - Incentivo à exportação através da diminuição dos custos de importação. Drawback (Suspensão) - O benefício é aplicado sob a forma de suspensão do pagamento do imposto devido sobre importação da mercadoria a ser exportada. Drawback (Insenção) - A empresa terá direito a importar a mesma quantidade de insumos empregados na produção de um produto comprovadamente já exportado. Trata-se de uma reposição de estoque. Drawback (Restituição) - Refere-se à restituição total ou parcial de tributos que incidiram sobre a importação anterior de mercadoria que venha a ser exportada após beneficiamento ou que seja utilizada na fabricação, complementação ou acondicionamento de outra mercadoria exportada. E EDI ou EDIFACT (Eletronic Data Interchange for Administration, Commerce and Transport) - Trocas de Dados eletronicamente para Administração, Comércio e Transporte - É uma forma de transação de dados eletronicamente. Embarque (Shipment) - Frete acordado com um transportador, por um exportador, em certo lugar e tempo, para entregar a mercadoria em outro lugar a um consignatário, sob um Conhecimento de Embarque. Embarcador (Shipper) - Termo usado para descrever um exportador, geralmente o vendedor. Embarque Consolidado (Consolidate Shipment) - É um método de embarque pelo qual um agente (de carga ou consolidador) agencia a carga de vários consignatários em um único embarque, com a finalidade de obter taxas preferenciais. Essa consolidação é desfeita no destino pelo agente consignado que disponibiliza os documentos com consignatários. O único intuito dessa modalidade é a obtenção de melhores taxas de embarque. Empresa Comercial Exportadora (Export Trading Company) - Uma corporação, ou outra entidade de negócio organizada e operada primariamente com o propósito de exportar mercadorias e serviços, ou de providenciar serviços de exportação a outras empresas. Endosso em Espaço em Branco (Endorsement in Blank) 1- Usado normalmente em cheque bancário, é um endosso ao transportador. Possui somente o nome do endossador e não especifica pagador em particular. 2- Também significa: taxas de endosso do carregamento à ordem do embarcador. As taxas são endossadas Para (veja: Conhecimento de Embarque Marítimo À Ordem).

6 Entreposto (Bonded Warehouse) - Armazém Alfandegado - Zona Secundária - Um armazém autorizado pela alfândega a realizar o desembaraço bem como o pagamento dos impostos. Estiva (Stawage) - O carregamento da carga para o navio é tão importante quanto providenciar segurança e eficiência para o navio e as mercadorias que carrega. Exportação Temporária (Temporary Exportation) - Armazém Alfangeado - Zona Secundária - Um armazém autorizado pela alfândega a realizar o desembaraço bem como o pagamento dos impostos. F Fator de Capacidade (Load Factor) - Capacidade usada ou contra capacidade disponível e expressa ou uma porcentagem. Fatura Comercial (Commercial Invoice) - Emitida pelo exportador. A fatura comercial é o documento que serve como base para o desembargador aduaneiro da mercadoria no país de destino, assumindo a função de nota fiscal para o mercado internacional. No Brasil, a Nota Fiscal serve para acompanhar a mercadoria até o local de embarque para o exterior. A fatura deve ser emitida no idioma do país a que destina a mercadoria ou em inglês. Deve conter as informações sobre a mercadoria e a operação conforme estabelecido no contrato internacional de compra/venda. Fatura Consular (Consular Invoice) - Um documento requerido por alguns países, descrevendo o embarque de mercadorias e mostrando informações sobre o consignatário, consignador e valor do embarque. Certificado por um cônsul oficial. A fatura consular é usada por Oficiais das Alfândegas dos países para verificar valor, quantidade e natureza do embarque. FCL (Full Container Load) - Carga total de um container. Feeder Vessel - Navio de Pequeno Porte - Navio menor que percorre rios, lagos e lagoas, que se conecta com uma Linha de Navios Marítimos (de grande porte), para servir certos portos que não tenham condições físicas de suportarem um navio de grande porte. FEU (Equivalente a um Container de 40 Pés) - Termo normalmente usado para taxas negociadas de frete marítimo que se refere ao equivalente de dois containers oceânicos de 20 pés. FIATA (International Federation of Freight Forwarders Associations) - Federação Internacional e Associação de Agentes de Carga. Fiat Rack - Uma plataforma desenhada com a flexibilidade de transportar cargas de dimensões grandes e irregulares a bordo de navio container. Pode ser transportada pelas laterais ou pelo topo. Normalmente possui ajustes para ajuda na frente e no fundo.

7 FMC (Federal Maritime Commission) - Comissão Marítima Federal - A agência federal americana responsável por Transportadores Marítimos, Conferenciados, NVOCC s e Agentes de Carga Marítimos seja nos portos oceânicos ou nos canais hidroviários. Força Maior (Force Majure) - O título de uma cláusula padrão, encontrada nos contratos da marinha privilegiando as partes por não preenchimento de suas obrigações por razões além de seu controle, tais como terremotos, inundações ou guerras. Forwarder, Freight Forwarder - Agente de Cargas Internacional - Um negócio independente que despacha embarques dos exportadores sob troca financeira. Os embarques poderão ocorrer por ar, terra ou mar. Também preparam os documentos necessários ao processo de reserva de espaço no navio/caminhão/aeronave, armazenagem, atracação e declaração de exportação. E, se for da vontade do cliente, também poderá lidar com serviços de câmbio e seguros. FPA (Free of Particular Average) - Livre da Avaria Particular - Uma cláusula do seguro da Marinha que cobre perdas parciais ou totais de perigos do mar. Frete Pago pelo Exportador - Ver Prepaid Freight. Furto (Pilferage) - Perda por pequeno furto durante o transporte. Esse tipo de dano deve ser constado na apólice, pois o seguro da Marinha não cobre. G Gerenciamento de Logística (Logistic Management) - O gerenciamento custo/eficiência do movimento físico da mercadoria em diversos pontos (seja do processo, seja geográfico), abastecendo a venda final. Greves - Ver Strikes, Riots and Civil Commontion s. H House - Contrato que o agente de carga tem com o exportador. Quando uma carga é consolidada, o agente de cargas tem um contrato Master com a companhia e contratos House com os clientes do mesmo embarque. I IATA (International Air Transport Association) - Associação de Transporte Internacional. ICAO (International Civil Aviation Organization) - Organização Internacional de Aviação Civil - Escritório Central em Montreal. Promove o desenvolvimento geral da aviação civil tais como desenho de uma aeronave e operação, procedimentos e segurança, e acordos contratuais.

8 ICC (International Chamber of Commerce) - Câmara Internacional de Comércio - Organização não-governamental servindo como advogada diplomática no comércio mundial. Incoterms - Um padronizador das relações do comércio internacional. As siglas são sempre formadas do termo em inglês e devem ser seguidas pelo local ou porto de entrega, a fim de viabilizar seu rápido entendimento em todo o mundo. Inducement (Induzir) - Se dá quando o armador publica em sua programação o nome do porto e a frase by inducement entre parênteses. Significa que o navio irá parar no porto, caso haja número suficiente de carga reservada para a coleta. Inland Freight (Transporte Interno) - Um transportador que efetue rotas entre os portos e pontos internos dentro do mesmo país ou continente. Intermodal - Refere-se a utilização de várias modalidades de transporte: trem, caminhão, navio ou semelhante. ISO Uma série de Padrões de Qualidade Internacionais. J Joint Venture - Um termo sobre parceria de negócio onde as partes irão dividir lucros em diferentes países. L L/C Ver Carta de Crédito. LCL (Less Than Container Load) - Menos que um container cheio. Carga solta. L&D (Loss and Damage) - Perda e risco. Leis Anti Dumping (Anti Dumping Laws) - São direitos aplicados em relação a produtos que estejam sendo objeto de dumping por partes de outros países. Quando os produtos são muito mais baratos do que os comercializados dentro do país importador. LTL (Less Than Truckload) - Menos que o Mínimo - Taxa aplicada quando a quantidade do frete é menor que o volume ou peso mínimo. Licença de Exportação (Export License) - Um documento segurado por um governo, autorizando o embarcador a exportar uma quantidade específica de uma mercadoria para um certo país. Esse documento costuma ser requerido quando o governo coloca restrições sobre as exportações.

9 Licença de Importação (Import License) - Um certificado emitido pelos países que exercem os controles de importação. Atualmente a LI é automática, salvo alguns itens Licença não automática e que precisam que se efetue o documento (real) e envie para aprovação antes do embarque. Para os demais automáticos, o controle passa a ser feito no momento que o produto chega ao país através de DI (Declaração de Importação). Linha de Rota (Liner) - A palavra Liner vem do termo linha de tráfego, que denota operação sob rotas definidas ou a definir. Linhas de Navio (Steamship Line) - Uma empresa que possui os seguintes departamentos: operações de navio, operações de container, departamento de tarifa, reservas, taxas e vendas. Possui escritórios regionais em outros países. M Manifesto (Manifest) - Uma lista de mercadorias transportadas por um transportador. Manifesto de Carga (Shiper s Manifest) - Um instrumento escrito, a ser apresentado à alfândega do país, onde consta a relação de cargas do navio. Master - Contrato que a companhia aérea ou marítima tem com o agente de carga ou com o embarcador direto. Medida de Tonelada (Measurement Ton) - A medida de Ton é um espaço de medida, geralmente 40 pés cúbicos ou um metro cúbico. Mercosul (Mercosur) - Uma aliança de comércio entre Argentina, Brasil, Paraguai e Uruguai, tendo Chile e Bolívia como membros associados. Mantra - Sistema criado pela Receita Federal, o qual controla todas as cargas embarcadas para o Brasil. N NAFTA (North American Free Trade Agreement) - Tratado de Livre Comércio da América do Norte - Um tratado de livre comércio entre Estados Unidos, Canadá e México. Navio de Carga Solta (Break-Bulk Vessel) - Um navio desenhado para movimentar grandes cargas e/ou com medidas irregulares. Geralmente cargas impróprias para container convencional. Navio de Porte Pequeno - Ver Feeder Vessel. NVOCC (Non-Vessel Operating Common Carrier) - Transportador Comum Não-Proprietário - No Brasil, um termo para um consolidador de embarque marítimo, geralmente finalizando funções de consolidar e containezar. Operar sob diferentes regras e licenças governamentais necessárias.

10 NT (Net Tracks) - Tonelada Química. O OD - Diâmetro Externo. OMC (World Trade Organization) - Organização Mundial do Comércio - Uma organização que tem a função de ajudar a reduzir barreiras e promover concessões tarifárias entre os países. O/R (Owner s Risk) - Risco do proprietário. P PA (Particular Average) - Avaria Parcial - Perda parcial ou prejuízo das mercadorias. Packing List (Romaneio) - Documento emitido pelo exportador que descreve as mercadorias embarcadas, detalhando o número de volumes, unidades de cada volume, peso, tamanho, cor, marca e outras características da mercadoria. Pagamento Antecipado - Ver CLA. Part Charter (Vôo Charter) - Quando parte do programa de vôo da aeronave é reservado como se fosse um fretamento da sua própria direção. Com frequência é usado incorretamente como sinônimo de split charter ou divisão de fretamento. Perecíveis (Perishables) - Qualquer carga que pode perder consideravelmente seu valor se o transporte for lento. Geralmente, refere-se a frutas e vegetais. Perigos do Mar (Perils of the Sea) - Acidentes fortuitos ou peculiares. Casualidade dos transporte marítimos, tais como afundamento, mares bravos. Ou outras forças da natureza não usuais. Peso Bruto (Gross Weight) - O peso total de um embarque, incluindo containers e materiais empacotados. Peso Legal (Legal Weight) - O peso da mercadoria, adicionado de qualquer peso adicional tal como embalagem. Peso Líquido (Net Weight) - O peso da mercadoria desconsiderando embalagem ou amarras. Peso/Medida Ton - Peso ou Cubagem. Peso Morto (Ton-Deadweight) - A capacidade do navio, nos termos de peso em toneladas de carga, combustível, provisões e passageiros que o navio pode carregar.

11 Peso Taxado ou Cubado (Chargeable Weight) - Peso pelo qual será calculado o frete. Peso/Volume (Volume Weight) - Um termo no embarque aéreo internacional usado para descrever se o cálculo final de frete de um embarque acontecerá pelo cálculo do peso ou do volume do mesmo. Porto de Carregamento (Port of Discharge) - Um porto onde o navio é atracado e a carga desovada. Porto de Entrada (Port of Entry) - Local onde cargas estrangeiras são admitidas no país recebedor. Porto de Livre Comércio (Free Port) - Um porto que é uma Zona de Livre Comércio aberta a todos os negociadores. Prepaid Freight - Frete Pré-Pago na Origem - Frete pago antecipadamente pelo exportador, tanto em embarques marítimos como aéreos, pagos na moeda do país exportador. Prima Facie - BL Limpo - Um termo em latim, frequentemente encontrado no mercado internacional que significa à primeira vista. Quando o armador emite um BL limpo, significa que as mercadorias foram recebidas em boas condições aparentemente e é constatado oficialmente a evidência prima facie das condições do container. Ou seja, se nada aparecer ao contrário, deve ser deduzido que a carga estava em boas condições quando recebida pelo transportador. R Recebedor (Drawee) - A pessoa física ou jurídica a quem o saque é emitido. Reefer - Um container refrigerado durante todo o percurso. Repetro - Uma exportação (cuja importação tenha acontecido sob regime de Drawback de Suspensão) com saída ficta do território nacional e posterior alicação do regime de admissão temporária pelo destinatário. Este regime aplica-se à indústria petrolífera. Ro/Ro Vessel (Roll-on / Roll-off) - Um navio projetado para acomodar cargas rolled-on e off. Muitos desses navios acomodam containers e/ou break-bulk cargas. Muito utilizado no transporte de veículos. Romaneio - Ver Packing List. Rota (Route) - Um caminho estabelecido pelo armador entre o ponto de partida e a estação final. S Saque (Draft) - Emitido pelo exportador, tem função de cobrar do importador as divisas referentes à exportação da mercadoria. O saque deve ser emitido no idioma do país importador ou em inglês.

12 Saque Antecipado Ver em CIA. Saque Pré-Datado (Dated Draft) - Um saque que suporta um especificado número de dias após sua emissão, sem necessitar de aceite. Seguro com Cobertura Completa (All Risk Insurance) - A forma mais ampla de cobertura de seguro de embarque internacional disponível. Protege contra perda física ou qualquer forma externa de prejuízo à carga. Não cobre perdas e riscos por atraso, embalagem inadequada ou dano comercial. Seguro do Frete (Cargo Insurance) - Seguro para proteger os interesses financeiros do dono da carga em caso de perda do material durante o transporte. Seguro Door-to-Door (Warehouse-to-Warehouse Insurance) - Uma cláusula de apólice de seguro, na qual o subscrito concorda em cobrir os riscos do embarque do ponto inicial à entrega. Strikes, Riots and Civil Commotion s - Greves, Distúrbios e Comoções Civis - Uma cláusula de seguro referindo perda ou dano diretamente causado por greves, problemas pessoais e trabalhistas com os trabalhadores e distúrbios de vários gêneros. O seguro da Marinha não cobre esses riscos. T Tara - O peso do container e embalagem. Tarifa (Tariff) - Um termo geral que lista taxas e custos. As mais comuns no comércio Exterior são: tarifa de transporte internacional na modalidade marítima ou aérea; tarifa de cabos de comunicações internacionais, rádio e companhias telefônicas e tarifas de alfândegas. TEC - Tarifa Externa Comum - Tarifa aduaneira brasileira baseada no sistema harmonizado, válida para os países de fora do bloco do Mercosul. TEU - Unidade equivalente a 20 pés. Um container de 40 pés equivale a 2 TEU s. Time Draft - Saque Pré-Datado - Um saque com um certo número de dias a ser descontado. Tonelada (Ton) - As taxas de frete nas casas marítimas geralmente são em toneladas. Tracking - Um sistema que rastreia o embarque, mediante a inserção de dados, desde a origem ao destino. Transbordo (Transhipment) - O ato de, no decorrer do embarque, ocorrerem mudanças de transportador, muito frequentemente, de um navio a outro. Isso possibilita que, mesmo ocorrendo problemas no percurso, a carga não venha a ficar parada.

13 Trânsito Aduaneiro (Customs Transit) - Permite o transporte de mercadoria, sob controle aduaneiro antes da nacionalização, mas tem um destino final (geralmente um armazém alfandegado). Também é um transporte de mercadoria nacional ou nacionalizada, despachada para exportação no local de origem ou em um armazém alfandegado com destino ao embarque. Transportador (Carrier) - Qualquer pessoa que, sob um contrato de transporte, encarrega-se de efetuar o transporte ou terceirizar o serviço, seja ele rodoviário, marítimo, aéreo, ferroviário, por canais hidroviários, ou por combinações das modalidades anteriores. Transportador de Carga Solta Volumosa (Bulk Carrier) - Existem dois tipos de carregadores, o dry-bulk (navios para carga seca) e o liquid-bulk (navios para carga líquida) - mais conhecido como reservatório. Estes são embarques do tipo óleo, granel ou itens sem empacotamento, amarras ou engarrafados, ou mesmo ainda, empacotados porém sem numeração ou marcação. V Valor Contra Documento - Ver CAD. Variações de Taxas (Valuation Charges) - Uma taxa de transporte adicional, permitida aos embarcadores que declaram um valor de mercadoria maior que o valor de limite de carregamento permitido. Vôo Charter - Ver em Part Charter. W War Risk Insurance - Seguro por Riscos de Guerra - Seguro emitido pela Marinha que cobre todos os riscos de guerra de acordo com o especificado na apólice. Geralmente esse risco só é mencionado em caso de guerra em qualquer parte do mundo, mas muitos exportadores preferem cobrir seus embarques com essa cláusula no intuito de estarem protegidos de qualquer eventualidade. WA (With Average) - Um termo de seguro da marinha que significa que o embarque é protegido parcialmente por danos, quando o prejuízo exceda a porcentagem marcada. WPA (With Particular Average) - Um termo de seguro que significa que a perda parcial ou prejuízo das mercadorias está assegurada. O prejuízo normalmente pode ser gerado por água do mar e outros fatores, determinados por uma porcentagem mínima, antes do pagamento. Pode assegurar outros motivos de força maior, como afundamento da embarcação, entre outros. W/M - Peso ou Metragem Cúbica - Peso e/ou medida.

14 Z Zona de Livre Comércio (Foreign Trade Zone) - Zona Franca, um porto designado pelo governo para entradas de produtos não proibidos, livres de taxas e qualquer outro encargo. Os documentos são guardados, exibidos e usados para fabricação dentro dessa zona e re-exportados sem pagamento de despesas/taxas. Impostos somente serão cobrados, se as mercadorias transpuserem a área permitida. Zona Primária (Primary Zone) - Área ocupada pelos portos, aeroportos e/ou pontos de fronteira alfandegadas. Zona Secundária (Bonded Warehouse) - São armazéns autorizados pela Receita Federal para receber mercadorias que serão exportadas ou que estão sendo importadas.

Unidade IV LOGÍSTICA PARA IMPORTAÇÃO. Prof. Márcio Antoni

Unidade IV LOGÍSTICA PARA IMPORTAÇÃO. Prof. Márcio Antoni Unidade IV LOGÍSTICA PARA IMPORTAÇÃO E EXPORTAÇÃO Prof. Márcio Antoni Seguros O seguro é uma operação comercial na qual o segurado (exportador ou importador) e segurador (companhia de seguro) formalizam

Leia mais

SISTEMÁTICA DAS EXPORTAÇÕES

SISTEMÁTICA DAS EXPORTAÇÕES SISTEMÁTICA DAS EXPORTAÇÕES CURSO: Administração DISCIPLINA: Comércio Exterior FONTES: DIAS, Reinaldo; RODRIGUES, Waldemar. Comércio Exterior Teoria e Gestão. São Paulo, Atlas, 2004. SILVA, Luiz Augusto

Leia mais

DOCUMENTOS UTILIZADOS NA EXPORTAÇÃO

DOCUMENTOS UTILIZADOS NA EXPORTAÇÃO 1 DOCUMENTOS UTILIZADOS NA EXPORTAÇÃO Introdução D. Maria de Lourdes tem uma indústria de brindes que se tornou bastante conhecida no Brasil, principalmente pela criatividade com que desenvolve seus produtos.

Leia mais

GUIA PRÁTICO DE APOIO ÀS EXPORTAÇÕES

GUIA PRÁTICO DE APOIO ÀS EXPORTAÇÕES GUIA PRÁTICO DE APOIO ÀS EXPORTAÇÕES 1. Aspectos operacionais 1.1 Roteiro para exportação 1º Passo Efetuar o registro de exportador na Secretaria de Comércio Exterior do Ministério do Desenvolvimento,

Leia mais

Documentos de Instrução no Despacho Aduaneiro de Importação. Eduardo Leoni Machado Fevereiro/2012

Documentos de Instrução no Despacho Aduaneiro de Importação. Eduardo Leoni Machado Fevereiro/2012 Documentos de Instrução no Despacho Aduaneiro de Importação Eduardo Leoni Machado Fevereiro/2012 Documentos de Instrução na Importação A Declaração de Importação (D.I.) será instruída com os seguintes

Leia mais

SISTEMÁTICA DE IMPORTAÇÃO

SISTEMÁTICA DE IMPORTAÇÃO SISTEMÁTICA DE IMPORTAÇÃO PROCEDIMENTOS DE IMPORTAÇÃO 1º Passo - Habilitação Legal A inscrição no Registro de Exportadores e Importadores (REI) da Secretaria de Comércio Exterior constitui condição preliminar

Leia mais

Roteiro Básico para Exportação

Roteiro Básico para Exportação Roteiro Básico para Exportação As empresas interessadas em efetuar exportações deverão, em primeiro lugar, inscrever-se no RADAR, que corresponde ao Registro de Exportadores e Importadores da Inspetoria

Leia mais

Histórico. Empresa multinacional fundada em 2002 em São Paulo, Brasil.

Histórico. Empresa multinacional fundada em 2002 em São Paulo, Brasil. Logistica Integrada para Transpor te Rodoviário Internacional & Nacional Freight Forward NVOCC Histórico Empresa multinacional fundada em 2002 em São Paulo, Brasil. Durante 9 anos de existência, XCOMEX

Leia mais

EXPORTAÇÃO IMPORTAÇÃO INFORMAÇÕES E PROCEDIMENTOS BÁSICOS. CM Claudia Mainardi ccmainardi@cmcomex.com.br ccmainardi@gmail.com

EXPORTAÇÃO IMPORTAÇÃO INFORMAÇÕES E PROCEDIMENTOS BÁSICOS. CM Claudia Mainardi ccmainardi@cmcomex.com.br ccmainardi@gmail.com EXPORTAÇÃO IMPORTAÇÃO INFORMAÇÕES E PROCEDIMENTOS BÁSICOS Providências básicas para iniciar atividades no comércio exterior Ser registrado no RADAR Registro de Exportadores e importadores na Receita Federal;

Leia mais

TABELA DE PREÇOS E CONDIÇÕES COMERCIAIS ESTRUTURA DE SERVIÇOS E PREÇOS

TABELA DE PREÇOS E CONDIÇÕES COMERCIAIS ESTRUTURA DE SERVIÇOS E PREÇOS TABELA DE PREÇOS E CONDIÇÕES COMERCIAIS Vigência: 15/03/2014 a 14/03/2015 ESTRUTURA DE SERVIÇOS E PREÇOS OPERAÇÃO PORTUÁRIA - Tarifas devidas pelo armador, agente de navegação ou requisitante - A. OPERAÇÃO

Leia mais

SILBRAN Comércio Exterior. 13/1/2009 Silbran Comércio Exterior

SILBRAN Comércio Exterior. 13/1/2009 Silbran Comércio Exterior SILBRAN Comércio Exterior 1 Decisões em Negócios Globalizados Importadores Exportadores 2 SILBRAN Comércio Exterior Desafio Global Distância Documentos Diversidade Demanda Disponibilidade Velocidade Consistência

Leia mais

- Online Curso sob Regulamentação do Decreto 5.622 de 19/12/2005 - MEC

- Online Curso sob Regulamentação do Decreto 5.622 de 19/12/2005 - MEC FORMAÇÃO Analista de Logística em Comércio Exterior - Online Curso sob Regulamentação do Decreto 5.622 de 19/12/2005 - MEC Objetivo: Habilitar o participante para trabalhar com as rotinas da logística

Leia mais

IMPORTAÇÃO 05/08/2015. Conceituação Formas de Importação Tratamento Administrativo (Siscomex) Despacho Aduaneiro Tratamento Tributário.

IMPORTAÇÃO 05/08/2015. Conceituação Formas de Importação Tratamento Administrativo (Siscomex) Despacho Aduaneiro Tratamento Tributário. Conceituação Formas de Importação Tratamento Administrativo (Siscomex) Tratamento Tributário Conceituação Comercial Recebimento da mercadoria pelo comprador ou seu representante, no exterior, de acordo

Leia mais

05/08/2015. Regras Internacionais de Comércio. Pagamentos Internacionais. Pagamentos Internacionais. Regras Internacionais de Comércio

05/08/2015. Regras Internacionais de Comércio. Pagamentos Internacionais. Pagamentos Internacionais. Regras Internacionais de Comércio Fundamentos do Comércio Internacional (3) Regras Internacionais de Comércio Internacionais Regras Internacionais de Comércio Fundamentos do Comércio Internacional (3) Embarque da Mercadoria Remessa de

Leia mais

Profa. Lérida Malagueta. Unidade IV SISTEMÁTICA DE

Profa. Lérida Malagueta. Unidade IV SISTEMÁTICA DE Profa. Lérida Malagueta Unidade IV SISTEMÁTICA DE IMPORTAÇÃO E EXPORTAÇÃO Importação Importar consiste em uma operação de compra de produtos no mercado exterior e sua respectiva entrada em um país Necessidade

Leia mais

NIEx. 30º AgroEx Manaus. 26 de novembro de 2009

NIEx. 30º AgroEx Manaus. 26 de novembro de 2009 NIEx NÚCLEO DE INTEGRAÇÃO PARA EXPORTAÇÃO Caminhos para Exportar 30º AgroEx Manaus 26 de novembro de 2009 FASES DO PROCESSO EXPORTADOR Fase Mercadológica Fase Comercial Fase Administrativa Fase Aduaneira

Leia mais

2. COMO IMPORTAR 1 PLANEJAMENTO 2 CONTATOS COM POTENCIAIS FORNECEDORES 3 IDENTIFICAR NCM, TRATAMENTO ADMINISTRATIVO E TRIBUTÁRIO.

2. COMO IMPORTAR 1 PLANEJAMENTO 2 CONTATOS COM POTENCIAIS FORNECEDORES 3 IDENTIFICAR NCM, TRATAMENTO ADMINISTRATIVO E TRIBUTÁRIO. 1 2 2. COMO IMPORTAR 2.1. FLUXOGRAMA DE IMPORTAÇÃO 1 PLANEJAMENTO A fase de planejamento das importações é geralmente parte integrante do planejamento geral da empresa para atender sua necessidade de máquinas,

Leia mais

Termos e Condições (Português)

Termos e Condições (Português) Termos e Condições (Português) I BOOKINGS DE EXPORTAÇÃO MARÍTIMA Antes do carregamento do container, por gentileza entrar em contato com o terminal e verificar se o booking encontra-se registrado e o levante

Leia mais

GLOSSÁRIO COMEX. AFRMM Adicional ao Frete para Renovação da Marinha Mercante.

GLOSSÁRIO COMEX. AFRMM Adicional ao Frete para Renovação da Marinha Mercante. A GLOSSÁRIO COMEX Admissão temporária Regime aduaneiro especial que permite a importação de bens que devam permanecer no País durante prazo fixado, com suspensão total ou parcial de tributos. AD Valorem

Leia mais

Tabela Pública de Serviços

Tabela Pública de Serviços Tabela Pública de Serviços Sumário Serviços para Contêineres de Importação... 3 Serviços para Carga Desunitizada de Importação... 5 Serviços para Contêineres e Cargas Soltas de Exportação... 7 Serviços

Leia mais

Passos na Importação Roteiro Básico. Eduardo Leoni Machado Fevereiro/2012

Passos na Importação Roteiro Básico. Eduardo Leoni Machado Fevereiro/2012 Roteiro Básico Eduardo Leoni Machado Fevereiro/2012 1º Passo Efetuar contatos com fornecedor (exportador). 2º Passo Formalizar as negociações com fornecedor (exportador). 3º Passo Negociar a condição de

Leia mais

Termos Internacionais de Comércio EXW FCA FAS FOB CFR CIF CPT CIP DAP DAT DDP

Termos Internacionais de Comércio EXW FCA FAS FOB CFR CIF CPT CIP DAP DAT DDP Termos Internacionais de Comércio EXW FCA FAS FOB CFR CIF CPT CIP DAP DAT DDP Aspectos Gerais Cada vez mais as empresas recorrem às potencialidades do mercado global. Neste contexto é necessária a perfeita

Leia mais

Tabela Pública de Serviços

Tabela Pública de Serviços Tabela Pública de Serviços Sumário Serviços para Contêineres de Importação... 3 Serviços para Carga Desunitizada de Importação... 5 Serviços para Contêineres de Exportação.... 7 Serviços para Contêineres

Leia mais

E XPORTAÇÃO. Dica: o dossiê com as informações sobre o produto deve ser preparado antes do contato com o importador.

E XPORTAÇÃO. Dica: o dossiê com as informações sobre o produto deve ser preparado antes do contato com o importador. EXPORTAÇÃO E XPORTAÇÃO Antes de fornecer o preço, é importante analisar os preços de produtos similares praticados no mercado onde está o potencial cliente, exigências técnicas, barreiras tarifárias e

Leia mais

Agenciamento de Cargas Importação Marítima

Agenciamento de Cargas Importação Marítima Agenciamento de Cargas Importação Marítima Jailson de Souza Agenciamento de Cargas Definição Sistemática, como trabalha, intermediários, contratação de serviços Vantagens do Agenciamento de Cargas O que

Leia mais

Caminhos para Exportar

Caminhos para Exportar NIEx NÚCLEO DE INTEGRAÇÃO PARA EXPORTAÇÃO Caminhos para Exportar 33º AgroEx Marco-CE ADILSON OLIVEIRA FARIAS Assessor técnico JULIANA CAETANO JALES Assistente técnico FASES DO PROCESSO EXPORTADOR Fase

Leia mais

momento em que a DHL aceitar transportá-la, a menos que de outro modo acordado por escrito entre você

momento em que a DHL aceitar transportá-la, a menos que de outro modo acordado por escrito entre você TERMOS E CONDIÇÕES DE TRANSPORTE ( Termos e Condições ) NOTA IMPORTANTE Ao solicitar os serviços courier da DHL, você, como Remetente, concorda, em seu próprio nome e em nome das pessoas que você representa,

Leia mais

Nomenclaturas Comex. Sigla. Condição

Nomenclaturas Comex. Sigla. Condição A Ad Valorem: All risks: Termo latino usado para significar "sobre o valor". Taxa ad valorem: percentual cobrado sobre o valor FOB da mercadoria, normalmente complementar ao frete básico, quando trata-se

Leia mais

Agente de Carga Internacional com Pós Graduação

Agente de Carga Internacional com Pós Graduação Agente de Carga Internacional com Pós Graduação Objetivo: Habilitar os participantes para trabalhar com o Agenciamento de Cargas Internacionais, isto é, responsável pelo planejamento e a intermediação

Leia mais

Manual de Exportação e Formação de Preço

Manual de Exportação e Formação de Preço Manual de e Formação de Preço. Sumário FASE 1ª 1 - Planejamento de 2 - Planejamento Estratégico 3 - Canais de Distribuição FASE 2ª 4 - Procedimentos Operacionais de FASE 3ª 5 - Formação de Preço O sumário

Leia mais

FORMAÇÃO Agente de Carga Internacional - Online Curso sob Regulamentação do Decreto 5.622 de 19/12/2005 - MEC

FORMAÇÃO Agente de Carga Internacional - Online Curso sob Regulamentação do Decreto 5.622 de 19/12/2005 - MEC FORMAÇÃO Agente de Carga Internacional - Online Curso sob Regulamentação do Decreto 5.622 de 19/12/2005 - MEC Objetivo: Habilitar os participantes para trabalhar com o Agenciamento de Cargas Internacionais,

Leia mais

O SEBRAE E O QUE ELE PODE FAZER PELO SEU NEGÓCIO : COMPETITIVIDADE PERENIDADE SOBREVIVÊNCIA EVOLUÇÃO

O SEBRAE E O QUE ELE PODE FAZER PELO SEU NEGÓCIO : COMPETITIVIDADE PERENIDADE SOBREVIVÊNCIA EVOLUÇÃO O SEBRAE E O QUE ELE PODE FAZER PELO SEU NEGÓCIO : COMPETITIVIDADE PERENIDADE SOBREVIVÊNCIA EVOLUÇÃO orienta na implantação e desenvolvimento do seu negócio de forma estratégica e inovadora O QUE SÃO PALESTRAS

Leia mais

ULG LOGISTICA BRASIL LTDA

ULG LOGISTICA BRASIL LTDA ULG LOGISTICA BRASIL LTDA Histórico Formado por gestores de carreiras internacionais e profundos conhecedores no que diz respeito à logística, a ULG visa à redução de custos logísticos aos seus clientes

Leia mais

FRETES INTERNACIONAIS ESTADOS UNIDOS/MÉXICO

FRETES INTERNACIONAIS ESTADOS UNIDOS/MÉXICO FRETES INTERNACIONAIS ESTADOS UNIDOS/MÉXICO 1 - Service Contract assinado em parceria com ABIEF até 31.08.2005. Após esse período estaremos informando as novas condições de fretes podendo permanecer as

Leia mais

Disciplina: Comércio Internacional

Disciplina: Comércio Internacional COORDENADORIA DE TRANSPORTES Sumário 2 Disciplina: Comércio Internacional CONCEITOS FUNDAMENTAIS DE COMÉRCIO INTERNACIONAL Exportação e Importação Conceitos Cambiais, Aduaneiros e Comerciais Formas de

Leia mais

LOCALFRIO S.A. ARMAZÉNS GERAIS FRIGORÍFICOS

LOCALFRIO S.A. ARMAZÉNS GERAIS FRIGORÍFICOS LOCALFRIO S.A. ARMAZÉNS GERAIS FRIGORÍFICOS TARIFA DE SERVIÇOS Matriz: CNPJ: 58.317.751/0001-16 NIRE: 35.300.117.441; Filial: São Paulo SP Armazém Frigorífico CNPJ: 58.317.751/0007-01 NIRE: 35.902.660.232

Leia mais

Curso Analista de Comércio Exterior

Curso Analista de Comércio Exterior Curso Analista de Comércio Exterior Curso Presencial em Belo Horizonte Aviso: O curso presencial é bem mais completo do que o curso de analista à distância Objetivo: Capacitar o aluno para atuar como analista

Leia mais

LOCALFRIO S.A. ARMAZÉNS GERAIS FRIGORÍFICOS

LOCALFRIO S.A. ARMAZÉNS GERAIS FRIGORÍFICOS LOCALFRIO S.A. ARMAZÉNS GERAIS FRIGORÍFICOS TARIFA DE SERVIÇOS Matriz: CNPJ: 58.317.751/0001-16 NIRE: 35.300.117.441; Filial: São Paulo SP Armazém Frigorífico CNPJ: 58.317.751/0007-01 NIRE: 35.902.660.232;

Leia mais

22/08/2013. Conceitos e aplicações básicas

22/08/2013. Conceitos e aplicações básicas 22/08/2013 Conceitos e aplicações básicas Palestrantes: Álvaro Cerqueira dos Anjos - Diretor Técnico responsável por toda a área operacional e de treinamento da CUSTOM; José Izidro Riba - Despachante Aduaneiro

Leia mais

Curso Gestão de Importação

Curso Gestão de Importação Curso Gestão de Importação Curso Presencial em Belo Horizonte Leia até o final da página todas as informações deste curso Objetivo: Ensina o aluno a planejar e a gerenciar as etapas do processo de importação.

Leia mais

Fiscal - Exercícios Legislação Aduaneira Exercício Fábio Lobo

Fiscal - Exercícios Legislação Aduaneira Exercício Fábio Lobo Fiscal - Exercícios Legislação Aduaneira Exercício Fábio Lobo 2012 Copyright. Curso Agora eu Passo - Todos os direitos reservados ao autor. 1. (ESAF/ACE/1998) O SISCOMEX - Sistema Integrado de Comércio

Leia mais

IMPORTAÇÃO FÁCIL: CÂMBIO PASSO A PASSO SAIBA COMO SER UM IMPORTADOR

IMPORTAÇÃO FÁCIL: CÂMBIO PASSO A PASSO SAIBA COMO SER UM IMPORTADOR IMPORTAÇÃO FÁCIL: CÂMBIO PASSO A PASSO SAIBA COMO SER UM IMPORTADOR 1º Passo: Registro da empresa Atualizar o objeto social da empresa incluindo a atividade de importação e os tipos de produtos que serão

Leia mais

Agente de Carga Internacional

Agente de Carga Internacional Agente de Carga Internacional Objetivo: Habilitar os participantes para trabalhar com o Agenciamento de Cargas Internacionais, isto é, responsável pelo planejamento e a intermediação de soluções logísticas

Leia mais

Comércio Exterior no Brasil

Comércio Exterior no Brasil Comércio Exterior no Brasil Comércio Exterior Fluxograma para empresa brasileira exportar Fonte: Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, http://www.mdic.gov.br/sistemas_web/aprendex/default/index/conteudo/id/235

Leia mais

IMPOSTO DE IMPORTAÇÃO

IMPOSTO DE IMPORTAÇÃO Instituições de Direito Profª Doutora Ideli Raimundo Di Tizio p 41 IMPOSTO DE IMPORTAÇÃO O imposto de importação é de competência da União, é também conhecido como tarifa aduaneira. Sua função é predominantemente

Leia mais

TABELA DE SERVIÇOS BÁSICOS LIBRA TERMINAIS SANTOS (vigência a partir de 01/07/2012 Valores expressos em Reais)

TABELA DE SERVIÇOS BÁSICOS LIBRA TERMINAIS SANTOS (vigência a partir de 01/07/2012 Valores expressos em Reais) TABELA DE SERVIÇOS BÁSICOS LIBRA TERMINAIS SANTOS (vigência a partir de 01/07/2012 Valores expressos em Reais) A ARMAZENAGEM DE IMPORTAÇÃO: A.1 CONTÊINERES FCL/FCL (PERÍODOS DE 7 DIAS OU FRAÇÃO) Fixo A

Leia mais

TARIFA DO PORTO DE SUAPE

TARIFA DO PORTO DE SUAPE SUAPE COMPLEXO INDUSTRIAL PORTUÁRIO TARIFA DO PORTO DE SUAPE Homologada pela RESOLUÇÃO Nº 4.091, DE 7 DE MAIO DE 2015 (D.O.U. de 08.05.15) TABELA 1 UTILIZAÇÃO DA INFRAESTRUTURA MARÍTIMA (Taxas devidas

Leia mais

GRUPO C Transporte principal pago pelo exportador (riscos do importador)

GRUPO C Transporte principal pago pelo exportador (riscos do importador) Na última aula, estudamos os INCOTERMS dos grupos E e F. Agora, discutiremos os INCOTERMS dos grupos C e D. Claro que nosso objetivo é identificar quais despesas (custos) e quais riscos (responsabilidade

Leia mais

PROCESSO DE EXPORTAÇÃO DE EXPORTAÇÃO FLUXOGRAMA. Planejamento. Pesquisa de Mercado. Cadastramento REI

PROCESSO DE EXPORTAÇÃO DE EXPORTAÇÃO FLUXOGRAMA. Planejamento. Pesquisa de Mercado. Cadastramento REI PROCESSO DE FLUXOGRAMA DE Planejamento Pesquisa de Mercado Cadastramento REI 1 Cadastramento do REI O registro é feito automaticamente no sistema, quando da primeira importação e exportação (Portaria SECEX

Leia mais

PORTO ORGANIZADO DE PORTO VELHO TARIFA PORTUÁRIA VIGÊNCIA: 07/05/2015.

PORTO ORGANIZADO DE PORTO VELHO TARIFA PORTUÁRIA VIGÊNCIA: 07/05/2015. 1 SOCIEDADE DE PORTOS E HIDROVIAS DO PORTO ORGANIZADO DE PORTO VELHO TARIFA PORTUÁRIA VIGÊNCIA: 07/05/2015. RESOLUÇÃO Nº 4.093-ANTAQ, DE 07/05/2015. (ANTAQ-Agência Nacional de Transportes Aquaviário) PORTO

Leia mais

Escola Secundária de Paços de Ferreira. Módulo 21 Comércio Internacional

Escola Secundária de Paços de Ferreira. Módulo 21 Comércio Internacional Escola Secundária de Paços de Ferreira Módulo 21 Comércio Internacional Trabalho realizado por: Mafalda Neves 12ºS 2009/2010 Importação É o processo comercial e fiscal que consiste em trazer um bem, que

Leia mais

A UNION MODAL LOGÍSTICA INTEGRADA LTDA. vem apresentar à sua empresa um programa completo de suporte às operações de logística, que atende aos

A UNION MODAL LOGÍSTICA INTEGRADA LTDA. vem apresentar à sua empresa um programa completo de suporte às operações de logística, que atende aos 2012 Apresentação Luiz José de Souza Neto Union Modal Logística Integrada Rua Teixeira de Freitas, 72, cj. 23 Santos / SP - Tel.: 13 30613387 luiz@unionmodal.com.br A UNION MODAL LOGÍSTICA INTEGRADA LTDA.

Leia mais

TABELA DE PREÇOS E SERVIÇOS

TABELA DE PREÇOS E SERVIÇOS TABELA DE PREÇOS E SERVIÇOS Esta TABELA DE PREÇOS E SERVIÇOS será aplicada a todos os usuários que na data da prestação do serviço não tenham assinado um acordo individual com a BTP - Brasil Terminal Portuário.

Leia mais

Pesquisa. Os Problemas da Empresa Exportadora Brasileira 2008. Entraves e Prioridades

Pesquisa. Os Problemas da Empresa Exportadora Brasileira 2008. Entraves e Prioridades Pesquisa Os Problemas da Empresa Exportadora Brasileira 2008 Entraves e Prioridades Renato Fonseca Brasília, 1 de outubro de 2008 Apresentação 1. Amostra 2. Entraves à expansão das exportações 3. Tributação

Leia mais

Controle de Carga e Facilitação do Fluxo Logístico no Comércio Internacional. Siscomex Carga. PROCOMEX Brasília março de 2007

Controle de Carga e Facilitação do Fluxo Logístico no Comércio Internacional. Siscomex Carga. PROCOMEX Brasília março de 2007 Controle de Carga e Facilitação do Fluxo Logístico no Comércio Internacional Siscomex Carga PROCOMEX Brasília março de 2007 Cenário Contemporâneo Crescimento do comércio internacional; Preocupação com

Leia mais

O Uso dos Incoterms na Exportação

O Uso dos Incoterms na Exportação O Uso dos Incoterms na Exportação Por JOSÉ ELIAS ASBEG Auditor Fiscal da Receita Federal do Brasil Belém - Pará Nas exportações brasileiras, são aceitas quaisquer condições de venda praticadas no comércio

Leia mais

SISCOMEX, DOCUMENTOS e FORMAS DE PAGAMENTOS

SISCOMEX, DOCUMENTOS e FORMAS DE PAGAMENTOS CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA DO ESPÍRITO SANTO SISCOMEX, DOCUMENTOS e FORMAS DE PAGAMENTOS Prof.: Leonardo Ribeiro 1 Siscomex O Sistema Integrado de Comércio Exterior - SISCOMEX, é um instrumento

Leia mais

Unidade II GERENCIAMENTO DE. Prof. Altair da Silva

Unidade II GERENCIAMENTO DE. Prof. Altair da Silva Unidade II GERENCIAMENTO DE TRANSPORTES Prof. Altair da Silva Formas e modais de transportes As formas como nossos produtos são distribuídos em nosso país, depende de vários fatores. Em um país como o

Leia mais

Professora Ana Maria Matta Walcher Skype: ana.maria.walcher37

Professora Ana Maria Matta Walcher Skype: ana.maria.walcher37 Noções básicas de Comércio Exterior Professora Ana Maria Matta Walcher Skype: ana.maria.walcher37 Regimes Aduaneiros É o conjunto de procedimentos ou regras previstas em lei para efetivar uma importação

Leia mais

GRUPO Serviço Valores Janeiro 2015

GRUPO Serviço Valores Janeiro 2015 01. Movimentação de Contêineres 20" Std R$ 257,12 40" Std R$ 439,09 20" OOG R$ 384,63 40" OOG R$ 658,65 20" IMO R$ 257,12 40" IMO R$ 439,09 Observações dos serviços do Grupo 01: 01.1 - Os preços acima

Leia mais

TABELA DE SERVIÇOS BÁSICOS LIBRA TERMINAIS RIO

TABELA DE SERVIÇOS BÁSICOS LIBRA TERMINAIS RIO TABELA DE SERVIÇOS BÁSICOS LIBRA TERMINAIS RIO (vigência a partir de 01/07/2012 Valores expressos em Reais) A ARMAZENAGEM DE IMPORTAÇÃO: A.1 CONTÊINERES / CARGA GERAL (períodos de 7 dias ou fração): Fixo

Leia mais

TABELA DE SERVIÇOS BÁSICOS LIBRA TERMINAIS RIO

TABELA DE SERVIÇOS BÁSICOS LIBRA TERMINAIS RIO TABELA DE SERVIÇOS BÁSICOS LIBRA TERMINAIS RIO (vigência a partir de 25/02/2014 Valores expressos em Reais) A ARMAZENAGEM DE IMPORTAÇÃO: A.1 CONTÊINERES / CARGA GERAL (períodos de 7 dias ou fração): Fixo

Leia mais

FLUXOGRAMA DE EXPORTAÇÃO

FLUXOGRAMA DE EXPORTAÇÃO FLUXOGRAMA DE EXPORTAÇÃO 1. PLANEJAMENTO Novos mercados; Mais lucros; Mais empregos Separar uma parte da produção para o mercado interno e outra para o mercado externo, pois a exportação é um processo

Leia mais

Tabela Pública de Serviços. (vigência a partir de 16/01/2016 Valores expressos em Reais)

Tabela Pública de Serviços. (vigência a partir de 16/01/2016 Valores expressos em Reais) Tabela Pública de Serviços (vigência a partir de 16/01/2016 Valores expressos em Reais) Sumário Serviços para Contêineres de Importação... 3 Serviços para Carga Desunitizada de Importação... 6 Serviços

Leia mais

GRUPO Serviço Valores Janeiro 2014 20" STD R$ 241,22 40" STD R$ 411,94 20" OOG R$ 360,85 40" OOG R$ 617,93 20" IMO R$ 241,22 40" IMO R$ 411,94

GRUPO Serviço Valores Janeiro 2014 20 STD R$ 241,22 40 STD R$ 411,94 20 OOG R$ 360,85 40 OOG R$ 617,93 20 IMO R$ 241,22 40 IMO R$ 411,94 Tabela de Preços Máximos TCP Válida a partir de 01/01/2014 Esta Tabela de Preços de Serviços será aplicada a todos os usuários, que, na data do faturamento do serviço, não possuírem acordo individual com

Leia mais

Importação Passo a Passo

Importação Passo a Passo 1º Passo Defina o que quer importar Importação Passo a Passo O mercado internacional, principalmente a China, apresenta uma ampla oportunidade de produtos para se importar. Antes de iniciar sua operação

Leia mais

Quem Somos. A FAST BRAZIL é uma empresa 100% brasileira, especializada em agenciamento de cargas e despacho aduaneiro.

Quem Somos. A FAST BRAZIL é uma empresa 100% brasileira, especializada em agenciamento de cargas e despacho aduaneiro. Quem Somos A FAST BRAZIL é uma empresa 100% brasileira, especializada em agenciamento de cargas e despacho aduaneiro. Contamos com profissionais altamente qualificados no comércio internacional e uma rede

Leia mais

Unidade II LOGÍSTICA PARA. Prof. Márcio Antoni

Unidade II LOGÍSTICA PARA. Prof. Márcio Antoni Unidade II LOGÍSTICA PARA IMPORTAÇÃO E EXPORTAÇÃO Prof. Márcio Antoni Termos comerciais internacionais: Incoterms 2000 São regras que limitam os direitos e as obrigações de compradores e vendedores no

Leia mais

Im portação Fo x 1/23

Im portação Fo x 1/23 Importação Fox 1/23 Índice 1.INTRODUÇÃO... 3 1.1. Quais os tributos que incidem sobre a importação de produtos e serviços no Brasil?... 3 2.CLASSIFICAÇÃO DOS TRIBUTOS... 5 2.1. 2.2. 2.3. 2.4. 2.5. 2.6.

Leia mais

SEGUROS NA INTERNACIONALIZAÇÃO DE EMPRESAS

SEGUROS NA INTERNACIONALIZAÇÃO DE EMPRESAS SEGUROS NA INTERNACIONALIZAÇÃO DE EMPRESAS Paulo Robson Alves FATORES DE COMPETITIVIDADE Seguradoras devem ter atuação Global Preço do Seguro compatível com o mercado internacional Coberturas de Seguros

Leia mais

d) Fatores institucionais, tais como: relação de influência entre organizações de representação e usuários, associações de usuários e governo, etc.

d) Fatores institucionais, tais como: relação de influência entre organizações de representação e usuários, associações de usuários e governo, etc. 1 AV Cálculo de Fretes As tarifas são condicionadas a: a) Fatores de preço de mercadoria, tais como: tipo de embalagem, peso, volume, densidade, perecibilidade, periculosidade, facilidade de acomodação,

Leia mais

GLOSSÁRIO DE TERMOS TÉCNICOS EM INGLÊS

GLOSSÁRIO DE TERMOS TÉCNICOS EM INGLÊS GLOSSÁRIO DE TERMOS TÉCNICOS EM INGLÊS A definição de alguns termos utilizados na comunicação entre profissionais, pesquisadores e demais interessados no ramo de Transportes. A AD VALOREM: Despesa sobre

Leia mais

SEGUROS E RISCOS EM TRANSPORTE INTERNACIONAL. Profª MSc Cristiana Rennó D Oliveira Andrade

SEGUROS E RISCOS EM TRANSPORTE INTERNACIONAL. Profª MSc Cristiana Rennó D Oliveira Andrade SEGUROS E RISCOS EM TRANSPORTE INTERNACIONAL Profª MSc Cristiana Rennó D Oliveira Andrade TRANSPORTE INTERNACIONAL Transporte Internacional: comercial e global progresso e desenvolvimento troca e circulação

Leia mais

Por tonelada líquida de registro (TLR) de embarcação destinada ao transporte de passageiros, turismo e recreio, na área do Porto Organizado

Por tonelada líquida de registro (TLR) de embarcação destinada ao transporte de passageiros, turismo e recreio, na área do Porto Organizado Tabela I Utilização da Infraestrutura de Acesso Aquaviário (Taxas devidas pelo armador ou agente) No. Espécie Incidência Valor() 1. Carregamento, descarga ou baldeação, por tonelada ou fração 3,73 2. Carregamento,

Leia mais

DOCUMENTAÇÃO PARA EXPORTAÇÃO COMERCIO EXTERIOR FATEC FRANCA PROF. DR. DALTRO OLIVEIRA DE CARVALHO

DOCUMENTAÇÃO PARA EXPORTAÇÃO COMERCIO EXTERIOR FATEC FRANCA PROF. DR. DALTRO OLIVEIRA DE CARVALHO DOCUMENTOS EXIGIDOS NAS OPERAÇÕES DE EXPORTAÇÃO DISPONIVEL EM: HTTP://WWW.APRENDENDOAEXPORTAR.GOV.BR/SITIO/PAGINAS/COMEXPORTAR/CONTRATOS.HTML No comércio internacional, os documentos desempenham importante

Leia mais

COMÉRCIO INTERNACIONAL

COMÉRCIO INTERNACIONAL COMÉRCIO INTERNACIONAL 01. Sobre regimes aduaneiros, marque a opção incorreta: a) Regimes Aduaneiros Atípicos são criados para atender a determinadas situações econômicas peculiares, de pólos regionais

Leia mais

Características Gerais dos Seguros de Transportes Internacionais: I Condições Gerais;

Características Gerais dos Seguros de Transportes Internacionais: I Condições Gerais; Coberturas de Riscos UNIDADE III: Seguros: modalidades, custos e legislação internacional do setor. Cláusulas e condições gerais das apólices de seguros Características Gerais dos Seguros de Transportes

Leia mais

Prof. Esp. Romoaldo J S do Carmo E-mail: romoaldo.carmo@hotmail.com Prof.: Romoaldo J S do Carmo

Prof. Esp. Romoaldo J S do Carmo E-mail: romoaldo.carmo@hotmail.com Prof.: Romoaldo J S do Carmo Prof. Esp. Romoaldo J S do Carmo E-mail: romoaldo.carmo@hotmail.com Comércio Exterior UNIPAC Logística Internacional: Conceitos Estratégias Modais Transportes Tendências Logística Internacional CONCEITOS

Leia mais

Resoluções e Normativas Federais. GTT - Náutico

Resoluções e Normativas Federais. GTT - Náutico Resoluções e Normativas Federais GTT - Náutico Ministério da Fazenda Secretaria da Receita Federal do Brasil (RFB) -Decreto nº 6.759, de 5 de fevereiro de 2009. Regulamento Aduaneiro (art. 26 ao 30; art.

Leia mais

SEMINÁRIO TEMÁTICO VII: COMÉRCIO EXTERIOR EXEMPLO 1 EXEMPLO 2 AULA 02: OS FLUXOS COMERCIAIS BRASILEIROS

SEMINÁRIO TEMÁTICO VII: COMÉRCIO EXTERIOR EXEMPLO 1 EXEMPLO 2 AULA 02: OS FLUXOS COMERCIAIS BRASILEIROS SEMINÁRIO TEMÁTICO VII: COMÉRCIO EXTERIOR AULA 02: OS FLUXOS COMERCIAIS BRASILEIROS TÓPICO 04: TERMOS INTERNACIONAIS DE COMÉRCIO No tópico anterior você teve a oportunidade de conhecer os órgãos responsáveis

Leia mais

Roteiro Básico para Importação com SISCOMEX

Roteiro Básico para Importação com SISCOMEX Roteiro Básico para Importação com SISCOMEX 1. ATIVIDADES NAS OPERAÇÕES DE IMPORTAÇÃO 2. REGISTRO DO IMPORTADOR 3. CONTATO COM O EXPORTADOR 4. LI LICENCIAMENTO DAS IMPORTAÇÕES 4. 1 Dispensa de Licenciamento

Leia mais

Perguntas e Respostas mais Freqüentes IMPORTA FÁCIL CIÊNCIA

Perguntas e Respostas mais Freqüentes IMPORTA FÁCIL CIÊNCIA Perguntas e Respostas mais Freqüentes IMPORTA FÁCIL CIÊNCIA 1. O Que é? O Importa Fácil Ciência é destinado a pesquisadores/entidades de pesquisa cientifica ou tecnológica, devidamente credenciadas no

Leia mais

PLANILHA REFERENCIAL DE CUSTO DE TRANSPORTE DE CONTÊINER

PLANILHA REFERENCIAL DE CUSTO DE TRANSPORTE DE CONTÊINER PLANILHA REFERENCIAL DE CUSTO DE TRANSPORTE DE CONTÊINER PLANILHA REFERENCIAL DE CUSTOS PARA O TRANSPORTE DE CONTÊINER julho-11 Percurso de ida e volta Contêiner até 25 t Contêiner acima de 25 t até 30

Leia mais

Formação de Analista em Comércio Exterior

Formação de Analista em Comércio Exterior Formação de Analista em Comércio Exterior com Pós Graduação Objetivo: Habilitar os participantes para exercer a profissão de Analista de Comércio Exterior e trabalhar com a análise das operações, planejamento,

Leia mais

R I O G R A N D E S. A.

R I O G R A N D E S. A. ESTRUTURA DE SERVIÇOS E PREÇOS A. UTILIZAÇÃO DAS INSTALAÇÕES DE ACOSTAGEM (CAIS/DEFENSAS) A.1. Ocupação do cais de acostagem por embarcação, incluindo serviços de atracação, desatracação e uso de defensas.

Leia mais

MBA em Comércio Exterior e Negócios Internacionais FGV RJ Período 2005 2006

MBA em Comércio Exterior e Negócios Internacionais FGV RJ Período 2005 2006 Fabio Luis Soares do Valle Brasileiro, solteiro, 42 anos 21-10-1972 Rua Marques de Abrantes 178/1505 - Flamengo Rio de Janeiro RJ Tel: (21) 98854-5945; e-mail: fabioge72@hotmail.com Formação Acadêmica:

Leia mais

Armazém ou Warehouse: Lugar coberto, onde os materiais/produtos são recebidos, classificados, estocados e expedidos.

Armazém ou Warehouse: Lugar coberto, onde os materiais/produtos são recebidos, classificados, estocados e expedidos. ACF: Attainable Cubic Feet ou Espaço Cúbico Permitido. AD Valorem: Taxa de seguro cobrada sobre certas tarifas de frete ou alfandegárias proporcionais ao valor total dos produtos da operação (Nota Fiscal)

Leia mais

Aula 11 TERMOS INTERNACIONAIS DE COMÉRCIO - (INTERNATIONAL COMMERCIAL TERMS - INCO- TERMS). MAIA (2007) apresenta a Convenção de Genebra

Aula 11 TERMOS INTERNACIONAIS DE COMÉRCIO - (INTERNATIONAL COMMERCIAL TERMS - INCO- TERMS). MAIA (2007) apresenta a Convenção de Genebra Aula 11 TERMOS INTERNACIONAIS DE COMÉRCIO - (INTERNATIONAL COMMERCIAL TERMS - INCO- TERMS). MAIA (2007) apresenta a Convenção de Genebra Em 1931, os países membros da Liga das Nações (Órgão, naquela época,

Leia mais

Sistematização das exportações e pagamentos internacionais

Sistematização das exportações e pagamentos internacionais Introdução Sistematização das exportações e pagamentos internacionais Fundamentos de Comércio Exterior Prof. Marco A. Arbex As exportações geram entrada de divisas para o país exportador e saída de divisas

Leia mais

MÓDULO 5 Termos Internacionais de Comércio (INCOTERMS)

MÓDULO 5 Termos Internacionais de Comércio (INCOTERMS) MÓDULO 5 Termos Internacionais de Comércio (INCOTERMS) Os INCOTERMS são regras criadas pela Câmara de Comércio Internacional (CCI) para administrar conflitos que possam existir através da interpretação

Leia mais

LOGÍSTICA DE OPERAÇÕES INTERNACIONAIS II. Prof. Alessandro Camargo

LOGÍSTICA DE OPERAÇÕES INTERNACIONAIS II. Prof. Alessandro Camargo LOGÍSTICA DE OPERAÇÕES INTERNACIONAIS II Prof. Alessandro Camargo Logística Internacional As principais características das operações logísticas são: - Complexidade: que podem ser desde o produto até a

Leia mais

COMÉRCIO EXTERIOR. Incoterms 2000 PROF. NORBERTO RODRIGUES

COMÉRCIO EXTERIOR. Incoterms 2000 PROF. NORBERTO RODRIGUES COMÉRCIO EXTERIOR Incoterms 2000 PROF. NORBERTO RODRIGUES Histórico 1936 - Câmara de Comércio Internacional - CCI, publicou série de normas para interpretação dos mais importantes termos utilizados no

Leia mais

Tabela de Preços Aplicados pela Santos Brasil no TECON SANTOS

Tabela de Preços Aplicados pela Santos Brasil no TECON SANTOS Tabela de Preços Aplicados pela Santos Brasil no A partir de 01.01.2013 Rev1 Esta tabela de preços será aplicada a todos os usuários que, na data da prestação do serviço, não possuírem acordo individual

Leia mais

Gestão de Operações Portuárias com Pós Graduação

Gestão de Operações Portuárias com Pós Graduação Gestão de Operações Portuárias com Pós Graduação Objetivo: Capacitar o participante para gerir as rotinas e operações logísticas em um porto ou terminal portuário voltado para a movimentação interna, importação

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE MINAS GERAIS PRÓ-REITORIA DE ADMINISTRAÇÃO DEPARTAMENTO DE SERVIÇOS GERAIS - DSG

UNIVERSIDADE FEDERAL DE MINAS GERAIS PRÓ-REITORIA DE ADMINISTRAÇÃO DEPARTAMENTO DE SERVIÇOS GERAIS - DSG Of. n 1216/2008 Dicomp/DSG Belo Horizonte, 01 de outubro de 2008 Aos Dirigentes das Unidades Acadêmicas e Órgãos Administrativos UFMG Assunto: Procedimentos para importação - detalhamento Senhor Dirigente.

Leia mais

CATEGORIA A - SERVIÇOS EM OPERAÇÃO DE IMPORTAÇÃO DE CONTAINER E DE CARGA SOLTA 1. TRANSPORTE

CATEGORIA A - SERVIÇOS EM OPERAÇÃO DE IMPORTAÇÃO DE CONTAINER E DE CARGA SOLTA 1. TRANSPORTE A Estrutura de Serviços e Preços (Tabela Pública 2014) da HIPER EXPORT, descreve os serviços prestados pelo terminal e os preços máximos que poderão ser cobrados. A Tabela Pública 2014 está dividida em

Leia mais

MANUAL CROSS DOCKING ESTUFAGEM / EXPORTAÇÃO MANUAL CROSS DOCKING 1

MANUAL CROSS DOCKING ESTUFAGEM / EXPORTAÇÃO MANUAL CROSS DOCKING 1 MANUAL CROSS DOCKING ESTUFAGEM / EXPORTAÇÃO MANUAL CROSS DOCKING 1 OBJETIVO A prestação de serviços de Estufagem passa a fazer parte das atividades comerciais Embraport por meio da operação Cross Docking.

Leia mais